Grupos de Trabalho do Sindipeças. Novembro de 2014

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Grupos de Trabalho do Sindipeças. Novembro de 2014"

Transcrição

1 Novembro de 2014

2 Grupos de trabalho do Sindipeças Os grupos de trabalho do Sindipeças e da Abipeças são formados por representantes de empresas associadas que necessitam de fórum adequado para discutir assuntos relacionados ao setor de autopeças. Os encontros ocorrem na sede das entidades, em São Paulo. Veja a lista completa dos grupos em atuação. Para saber mais, envie mensagem para Grupo Setorial de Estampados As atividades do Grupo Setorial de Estampados estão relacionadas ao acompanhamento e à análise dos principais eventos que influenciam o segmento de estampados. Coordenador: Benedito Carneiro

3 Grupo de Sustentabilidade O tema sustentabilidade tem ganhado destaque nas empresas por conciliar as operações industriais com o meio onde estão instaladas. Suas principais atividades são: Promover palestras; Facilitar a troca de experiências entre as empresas; Divulgar legislações; Realizar anualmente o Fórum de Sustentabilidade do Sindipeças; Representar a entidade em eventos que discutem o tema; Sugerir e viabilizar treinamentos para as empresas associadas e não associadas. Coordenador: Klaus Wagner Acerbi Grupo de Forecast O Grupo de Forecast é um dos mais tradicionais do Sindipeças. Suas previsões e premissas são referências para toda a indústria automotiva e consideradas fundamentais para o planejamento das empresas associadas ao Sindipeças. O grupo tem como objetivo elaborar projeções da produção anual de automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, máquinas agrícolas, máquinas de construção, motocicletas e motores, no Brasil, na Argentina e no Uruguai. Coordenador: Juliano Alquati

4 Grupo da Qualidade A finalidade do Grupo da Qualidade é promover ações para discussão e melhoria do sistema de gestão da qualidade das empresas associadas ao Sindipeças. Coordenador: Mario Guitti Grupo de Motopeças O principal objetivo do Grupo de Motopeças é a discussão de temas relevantes para o segmento, como: Certificações do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro); Fortalecimento da indústria de motopeças local; Acompanhamento do mercado de vendas e produção de motocicletas. Coordenador: Carlos Henrique Barbosa

5 Grupo de Pesados O Grupo de Pesados foi constituído para fortalecer o segmento de autopeças para a linha pesada (caminhões, ônibus, máquinas agrícolas, máquinas de construção e motores), que representa cerca de 35% do faturamento total do setor. Alguns objetivos do grupo são o desenvolvimento de ações para crescimento sustentável, busca de novas tecnologias e obtenção de linhas de financiamentos. Coordenador: Renato E. Simenauer

6 Grupo de Tecnologia e Normas Tem como objetivo a discussão de temas que provocam impacto no segmento de autopeças, de modo a favorecer o desenvolvimento de novas tecnologias e processos para toda a indústria. Está estruturado em subgrupos: Capacitação Tecnológica/Apoio às PMEs, Câmara Temática, Normas e Regulamentação, Gestão da Qualidade, Tecnologia da Informação, Inovação e Competitividade. Seus principais objetivos são: Fomento da competitividade das PMEs; Disseminação de conhecimentos nas áreas de Engenharia, Manufatura, Gestão, Qualidade, TI, Inovação e Competitividade; Elaboração de normas técnicas e regulamentação adequadas ao setor automotivo nacional; Gestão da qualidade Qualificação de produtos e certificação de fabricantes de autopeças; Relação com governo e entidades Participação ativa na elaboração e regulamentação de temas de interesse do setor de autopeças; Atuação em TI Disseminação de novas tecnologias em eventos. Coordenador: Sergio Pin

7 Grupo de Autopeças Eletrônicas O Grupo de Autopeças Eletrônicas é formado por empresas fabricantes de peças e partes com elevado conteúdo eletrônico. Sua principal meta é elevar a competitividade da produção local de autopeças eletrônicas. Algumas das suas ações: Desenvolvimento de novas tecnologias; Trabalho de fortalecimento da cadeia de fornecedores (tiers 2 e 3). Coordenador: Ivan Tocchetto

8 Grupo de Emissões As emissões veiculares são assunto em destaque em várias esferas de governo, setores da sociedade e todos os elos da cadeia de produção do automóvel. O Grupo de Emissões trabalha para posicionar a indústria de autopeças de forma estratégica e coordenada. Alguns temas tratados: Novas tecnologias [veículos a diesel (leves, médios e pesados), híbridos e elétricos]; Combustível (qualidade, especificações e novos combustíveis); Inspeção veicular; Renovação de frota; Legislação e regulamentações, como o Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores (Proconve) e o Programa de Controle da Poluição do Ar por Motociclos e Veículos Similares (Promot). Coordenador: Vicente Pimenta Grupo de Frota O Grupo de Frota realiza o mais importante levantamento da frota circulante brasileira. O trabalho é realizado anualmente há mais de 20 anos e baseia-se na venda de veículos no mercado interno desde Coordenador: Ricardo Jacomassi

9 Área de Reposição O Sindipeças atua no fortalecimento de importante segmento de mercado para as autopeças, a reposição automotiva. Os trabalhos são elaborados e executados pelos seguintes grupos: Grupo Estratégico de Reposição; Grupo de Manutenção Automotiva; Grupo de Trabalho de Reposição Sistema de Motor; Grupo de Trabalho de Reposição Autopeças; Grupo de Trabalho de Reposição Rolamentos. Responsável: Emerson Mello Área de Marketing As ações desenvolvidas pela Assessoria de Marketing do Sindipeças priorizam a imagem da entidade para os associados e outros formadores de opinião, com apoio de: Grupo de Marketing; Subgrupo de Comunicação; Subgrupo de Pequena e Média Empresa. Responsável: Francisco Marianno

10 Comissão de Comércio Exterior Comissão de Comércio Exterior discute detalhadamente a posição do Brasil em acordos comerciais com outros países ou blocos econômicos e fornece subsídios ao governo brasileiro. Entre outras ações, também intermedeia a relação entre empresas associadas e os governos federal, estaduais e municipais em questões de importação e exportação. Responsável: Rejane Darold Comitê Jurídico, Tributário e Fiscal O Comitê Jurídico, Tributário e Fiscal discute e manifesta-se sobre temas de natureza fiscal e tributária. O resultado desse trabalho pode ser consultado por empresas associadas. Responsável: Sérgio Graf

11 Área de Relações Trabalhistas e RH A área de Relações Trabalhistas e RH é responsável por negociações trabalhistas e também por ações de educação corporativa que o Sindipeças oferece a seus associados. Estão sob sua responsabilidade os seguintes grupos: Comissão Técnica de Recursos Humanos e Relações Trabalhistas de São Paulo; Comissão Técnica de Recursos Humanos e Relações Trabalhistas de Campinas; Grupo Consultivo. Responsáveis: José Darci Nogueira e Kelly Escobar

12 Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores Associação Brasileira da Indústria de Autopeças Tradição e Representatividade a Serviço da Indústria Brasileira de Autopeças

Grupo da Qualidade. Grupos de Trabalho

Grupo da Qualidade. Grupos de Trabalho Grupos de Trabalho Grupo da Qualidade A finalidade do Grupo da Qualidade é promover ações para discussão e melhoria do sistema de gestão da qualidade das empresas associadas ao Sindipeças. Coordenador:

Leia mais

F 5 2 90 0 300 62.480.769 2.411.730 NACIONAL F 3 2 90 0 300 2.411.730 TOTAL - FISCAL 64.892.499 TOTAL - SEGURIDADE 0 TOTAL - GERAL 64.892.

F 5 2 90 0 300 62.480.769 2.411.730 NACIONAL F 3 2 90 0 300 2.411.730 TOTAL - FISCAL 64.892.499 TOTAL - SEGURIDADE 0 TOTAL - GERAL 64.892. ORGAO : 47000 - MINISTERIO DO PLANEJAMENTO, ORCAMENTO E GESTAO UNIDADE : 47101 - MINISTERIO DO PLANEJAMENTO, ORCAMENTO E GESTAO ANEXO I PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES

Leia mais

Plano Nacional de Mudanças Climáticas

Plano Nacional de Mudanças Climáticas Plano Nacional de Mudanças Climáticas Metas de Redução de Emissões e Avaliação de Impacto no Setor de Transporte e Logística Ricardo Vieira - ABRALOG CENÁRIO ATUAL Política Nacional sobre a Mudança do

Leia mais

Certificação Inmetro de Componentes Automotivos Garantia de segurança e qualidade.

Certificação Inmetro de Componentes Automotivos Garantia de segurança e qualidade. Certificação Inmetro de Componentes Automotivos Garantia de segurança e qualidade. ORIENTAÇÕES GERAIS SOBRE A CERTIFICAÇÃO COMPULSÓRIA INMETRO - Portaria 301 Certificação Inmetro de Componentes Automotivos

Leia mais

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00 UNIDADE : 25101 - MINISTERIO DA FAZENDA 0681 GESTAO DA PARTICIPACAO EM ORGANISMOS INTERNACIONAIS 5 9. 11 5 04 212 0681 0368 CONTRIBUICAO AO GRUPO DE ACAO FINANCEIRA CON- 59. 115 TRA A LAVAGEM DE DINHEIRO

Leia mais

Estado: ESPIRITO SANTO RESPONSABILIDADES GERAIS DA GESTAO DO SUS

Estado: ESPIRITO SANTO RESPONSABILIDADES GERAIS DA GESTAO DO SUS PLANILHA DE PACTUAÇÃO DAS - TCG Data da Validação: 31/03/2010 Data da Homologação: 12/04/2010 Revisão Nº:001 Pedido de Revisão: 30/03/2010 Portaria: 2.846 Data da Publicação: 25/11/2008 Estado: ESPIRITO

Leia mais

RESOLUÇÃO CONAMA Nº 418, DE 25 DE NOVEMBRO DE 2009 DOU 26.11.2009

RESOLUÇÃO CONAMA Nº 418, DE 25 DE NOVEMBRO DE 2009 DOU 26.11.2009 RESOLUÇÃO CONAMA Nº 418, DE 25 DE NOVEMBRO DE 2009 DOU 26.11.2009 Dispõe sobre critérios para a elaboração de Planos de Controle de Poluição Veicular - PCPV e para a implantação de Programas de Inspeção

Leia mais

TOTAL - FISCAL 899.545 TOTAL - SEGURIDADE 0 TOTAL - GERAL 899.545

TOTAL - FISCAL 899.545 TOTAL - SEGURIDADE 0 TOTAL - GERAL 899.545 ORGAO : 32000 - MINISTERIO DE MINAS E ENERGIA UNIDADE : 32314 - EMPRESA DE PESQUISA ENERGETICA - EPE ANEXO I PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00 0750 APOIO ADMINISTRATIVO

Leia mais

PROGRAMA DE INSPEÇÃO VEICULAR AMBIENTAL DA PREFEITURA DE SÃO PAULO. Marcio Schettino

PROGRAMA DE INSPEÇÃO VEICULAR AMBIENTAL DA PREFEITURA DE SÃO PAULO. Marcio Schettino PROGRAMA DE INSPEÇÃO VEICULAR AMBIENTAL DA PREFEITURA DE SÃO PAULO Marcio Schettino Programa Estratégia Legislação FEDERAL Resolução nº. 418/09 (CONAMA) diretrizes básicas e padrões de emissão para Programas

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 201/06 LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO

RESOLUÇÃO Nº 201/06 LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO RESOLUÇÃO Nº 201/06 Dispõe sobre modificações de veículos previstas nos arts. 98 e 106 do Código de Trânsito Brasileiro e dá outras providências. O CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO CONTRAN, usando da competência

Leia mais

Perspectiva da Indústria de Autopeças no contexto do Inovar-Auto

Perspectiva da Indústria de Autopeças no contexto do Inovar-Auto Perspectiva da Indústria de Autopeças no contexto do Inovar-Auto Apresentação Paulo Butori Presidente do Sindipeças Elaboração: Assessoria Econômica do Sindipeças São Paulo, novembro de 2013 Números do

Leia mais

REMANUFATURADOS, A VEZ DO BRASIL

REMANUFATURADOS, A VEZ DO BRASIL REMANUFATURADOS, A VEZ DO BRASIL Agenda ANRAP Remanufaturados no Mundo Remanufaturados no Brasil Conceito: O que é um Produto Remanufaturado? Vantagens do Produto Remanufaturado Ajudando a Preservar o

Leia mais

GUIA DE BENEFÍCIOS FILIADOS SINDIGRAF - SP 2012

GUIA DE BENEFÍCIOS FILIADOS SINDIGRAF - SP 2012 GUIA DE BENEFÍCIOS FILIADOS SINDIGRAF - SP 2012 ÍNDICE Sindicato das Indústrias Gráficas no Estado de São Paulo - SINDIGRAF-SP... 4 Benefícios... 5 Palestras técnicas, marketing e gestão...6 Assessoria

Leia mais

Contexto do Debate. O impacto do Plano Setorial de Clima de Transportes e Mobilidade Urbana na redução das emissões de GEE no contexto urbano

Contexto do Debate. O impacto do Plano Setorial de Clima de Transportes e Mobilidade Urbana na redução das emissões de GEE no contexto urbano DEBATE: Contexto do Debate Necessidade da obrigatoriedade do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular e de discutir a respeito dos critérios e métodos do programa Início da vigência do novo Regime Automotivo

Leia mais

Manual do Sistema - Serviços On-Line - IBAMA

Manual do Sistema - Serviços On-Line - IBAMA Manual do Sistema - Serviços On-Line - IBAMA 1. Introdução 1.1 O usuário do Serviços On-line que objetiva a solicitação dos serviços atribuídos ao Proconve/Promot (Infoserv), relacionados à obtenção da

Leia mais

Programa SEBRAE SP & SUCESU-SP de Competitividade da MPE de Software e Serviços da cidade de São Paulo. Organização e Realização

Programa SEBRAE SP & SUCESU-SP de Competitividade da MPE de Software e Serviços da cidade de São Paulo. Organização e Realização Programa SEBRAE SP & SUCESU-SP de Competitividade da MPE de Software e Serviços da cidade de São Paulo Organização e Realização Perfil do Público Alvo Empresários e executivos de MPE de Software e Serviços

Leia mais

PR OC ONVE. E s tratégia

PR OC ONVE. E s tratégia P R O C O NVE PR OC ONVE O P rograma de C ontrole da P oluição do Ar por Veículos Automotores foi criado em 1986 com o objetivo de reduzir a poluição do ar por fontes móveis no B rasil. PR OC ONVE E s

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000571 - TECNOL.GESTAO FINANCEIRA Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000571 - TECNOL.GESTAO FINANCEIRA Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000571 - TECNOL.GESTAO FINANCEIRA Nivel: Superior Area Profissional: ECONOMIA Area de Atuacao: GESTAO FINANCEIRA/ECONOMIA Administrar os

Leia mais

01/15. Aftermarket Newsletter Brasil DESENVOLVIMENTO CONHECIMENTO, INOVAÇÃO E

01/15. Aftermarket Newsletter Brasil DESENVOLVIMENTO CONHECIMENTO, INOVAÇÃO E Aftermarket Newsletter Brasil 01/15 CONHECIMENTO, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO Confira nesta edição as últimas ações desenvolvidas pelas áreas de Vendas e Promoção da MAHLE nos distribuidores e parceiros.

Leia mais

INSTITUTO DE EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO DE SAÚDE IEES. Excelência na Formação através da Experiência e Aplicação MARKETING FARMACÊUTICO PRÁTICO

INSTITUTO DE EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO DE SAÚDE IEES. Excelência na Formação através da Experiência e Aplicação MARKETING FARMACÊUTICO PRÁTICO E IEES I EDUCAÇÃO DE SAÚDE INSTITUTO DE EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO DE SAÚDE IEES Excelência na Frmaçã através da Experiência e Aplicaçã MARKETING FARMACÊUTICO PRÁTICO 1.CARGA HORÁRIA 32 Hras 2.DATA E LOCAL

Leia mais

Universidade São Judas Tadeu

Universidade São Judas Tadeu Universidade São Judas Tadeu Anna Karoline Diniz Fortaleza Camila Moura Favaro Fernando dos Anjos Reinaldo Francisco Carvalho Tiago Souza Tecnologia da Informação no Transporte São Paulo 2013 1 Tecnologia

Leia mais

BRevê: uma metodologia objetiva de cálculo de emissões para a frota de veículos brasileira. Diana Maria Cancelli Nelson Luís Dias Lemma/UFPR

BRevê: uma metodologia objetiva de cálculo de emissões para a frota de veículos brasileira. Diana Maria Cancelli Nelson Luís Dias Lemma/UFPR BRevê: uma metodologia objetiva de cálculo de emissões para a frota de veículos brasileira Diana Maria Cancelli Nelson Luís Dias Lemma/UFPR 25 de abril de 2011 Termos de Uso BReve.py -- Cálculo de emissões

Leia mais

Programas de Inspeção Veicular

Programas de Inspeção Veicular Programas de Inspeção Veicular Introdução Esta matéria tem por objetivo, apresentar um panorama geral dos programas de inspeção veicular de gases e ruído, principalmente, no relativo ao embasamento legal

Leia mais

PROCONVE. As Fases Passadas e Futuras

PROCONVE. As Fases Passadas e Futuras PROCONVE (PROGRAMA DE CONTROLE DA POLUIÇÃO DO AR POR VEÍCULOS AUTOMOTORES) As Fases Passadas e Futuras Henry Joseph Jr Comissão de Energia e Meio Ambiente ANFAVEA Seminário sobre Emissões de Veículos Diesel

Leia mais

CERTIFICAÇÃO INMETRO. MAIS UMA GARANTIA DA NAKATA PARA VOCÊ.

CERTIFICAÇÃO INMETRO. MAIS UMA GARANTIA DA NAKATA PARA VOCÊ. CERTIFICAÇÃO INMETRO. MAIS UMA GARANTIA DA NAKATA PARA VOCÊ. A partir de 2013, alguns produtos automotivos devem estar certificados pelo Inmetro -- Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia.

Leia mais

F 3 2 90 0 100 150.000 F 4 2 30 0 100 21.500.000 TOTAL - FISCAL 21.650.000 TOTAL - SEGURIDADE 0 TOTAL - GERAL 21.650.000

F 3 2 90 0 100 150.000 F 4 2 30 0 100 21.500.000 TOTAL - FISCAL 21.650.000 TOTAL - SEGURIDADE 0 TOTAL - GERAL 21.650.000 ORGAO : 30000 - MINISTERIO DA JUSTICA UNIDADE : 30101 - MINISTERIO DA JUSTICA 0698 GESTAO E APOIO INSTITUCIONAL NA AREA DA JUSTICA 150.000 14 128 0698 4572 CAPACITACAO DE SERVIDORES PUBLICOS FEDERAIS EM

Leia mais

Controle de estoque Aula 03. Prof. Msc. Ubirajara Junior biraifba@gmail.com

Controle de estoque Aula 03. Prof. Msc. Ubirajara Junior biraifba@gmail.com Controle de estoque Aula 03 Prof. Msc. Ubirajara Junior biraifba@gmail.com Estoque e sua finalidade Estoque representa uma armazenagem de mercadoria com previsão de uso futuro; Assegurar disponibilidade

Leia mais

CARTA-CIRCULAR 2.826 --------------------

CARTA-CIRCULAR 2.826 -------------------- CARTA-CIRCULAR 2.826 -------------------- Divulga relacao de operacoes e situacoes que podem configurar indicio de ocorrencia dos crimes previstos na Lei n. 9.613, de 03.03.98, e estabelece procedimentos

Leia mais

Relatório de Acompanhamento de Execução da Agenda de Ação Atualização: Maio/2008 Março/2010

Relatório de Acompanhamento de Execução da Agenda de Ação Atualização: Maio/2008 Março/2010 Programa Automotivo Relatório de Acompanhamento de Execução da Agenda de Ação Atualização: Maio/2008 Março/2010 Gestor: Paulo Sérgio Bedran Diretor do Departamento de Indústrias de Equipamentos de Transporte

Leia mais

Mudança tecnológica na indústria automotiva

Mudança tecnológica na indústria automotiva ESTUDOS E PESQUISAS Nº 380 Mudança tecnológica na indústria automotiva Dyogo Oliveira * Fórum Especial 2010 Manifesto por um Brasil Desenvolvido (Fórum Nacional) Como Tornar o Brasil um País Desenvolvido,

Leia mais

FÓRUM VIA FUTURO 11 e 12 DE NOVEMBRO DE 2015

FÓRUM VIA FUTURO 11 e 12 DE NOVEMBRO DE 2015 1º DIA DE ATIVIDADES Quarta-feira, 11 de novembro de 2015 MINISTÉRIO DAS CIDADES DEPARTAMENTO NACIONAL DE TRÂNSITO GABINETE DO DIRETOR FÓRUM VIA FUTURO 11 e 12 DE NOVEMBRO DE 2015 Hotel Renaissance SÃO

Leia mais

André da Silva Nogueira Profiling de aplicações Web : Estudo comparativo entre aplicações Java Web e aplicações RoR

André da Silva Nogueira Profiling de aplicações Web : Estudo comparativo entre aplicações Java Web e aplicações RoR ˲ ª» ¼ ¼» ¼± Ó ² ± Û ½± ¼» Û²¹»² André da Silva Nogueira Profiling de aplicações Web : Estudo comparativo entre aplicações Java Web e aplicações RoR Outubro de 2014 ˲ ª» ¼ ¼» ¼± Ó ² ± Û ½± ¼» Û²¹»²

Leia mais

Participação da Região Piemonte na feira AUTOMEC 2007. Anhembi São Paulo, de 10 à 14 de Abril 2007 Stand I54 / J57

Participação da Região Piemonte na feira AUTOMEC 2007. Anhembi São Paulo, de 10 à 14 de Abril 2007 Stand I54 / J57 EMPRESAS PIEMONTESAS QUE PARTICIPARÃO DA ANTI SRL 1977 25 4.260.000,00 25% Site: www.antisrl.it INDÚSTRIA DE COMPONENTES EM MATÉRIA PLÁSTICA PARA AUTOMÓVEIS (OEM) E PEÇAS DE REPOSIÇÃO (AFTER MARKET) CONTATO

Leia mais

Agência AMP Período 01/01/2012 a 31/12/2012

Agência AMP Período 01/01/2012 a 31/12/2012 Agência Espaço Nobre Período 01/01/2012 a 31/12/2012 Campanhas Valor Bruto CAMINHOS 3,123,185.49 CAMPEONATO GOIANO 2012 3,616,106.41 CICLISMO DETRAN 3,266,623.38 DIA DAS MÃES 3,386,106.16 FÉRIAS JULHO

Leia mais

PLANOS DE MOBILIDADE URBANA

PLANOS DE MOBILIDADE URBANA IMPLANTAÇÃO DA POLÍTICA NACIONAL DE MOBILIDADE URBANA: PLANOS DE MOBILIDADE URBANA RENATO BOARETO Brasília, 28 de novembro de 2012 Organização Não Governamental fundada em 2006 com a missão de apoiar a

Leia mais

TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA

TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA PAINEL SETORIAL - INMETRO PROPRIEDADE INTELECTUAL E TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA Expositora: Lia de Medeiros Coordenadora Geral de Contratos de Tecnologia Diretoria de Transferência de Tecnologia e Outros

Leia mais

ENCONTRO CEA / SINDIPEÇAS

ENCONTRO CEA / SINDIPEÇAS ENCONTRO CEA / SINDIPEÇAS Julho-2013 Montadora Apresentar tópicos de Competitividade para o Setor de Autopeças Sistemista Tier 1 Tier 2 Tier 3 2 AGENDA Indicadores Macroeconômicos Evolução do Setor Perspectivas

Leia mais

PAPG-IFES Programa de Apoio a Pós-P Graduaçã. ção o das IFES

PAPG-IFES Programa de Apoio a Pós-P Graduaçã. ção o das IFES PAPG-IFES Programa de Apoio a Pós-P Graduaçã ção o das IFES (Açõ ções propostas em discussão) o) Objetivo Geral Consolidar e expandir os programas de formaçã ção o pós-graduada p de pessoas pelas Instituiçõ

Leia mais

Indústria Automobilística no Brasil e no Mundo entre 2001 e 2011. Engº Fernando Iervolino

Indústria Automobilística no Brasil e no Mundo entre 2001 e 2011. Engº Fernando Iervolino Indústria Automobilística no Brasil e no Mundo entre 2001 e 2011 Engº Fernando Iervolino Fontes de Informação: ANFAVEA Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores http://www.anfavea.com.br/

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO N 45.264, DE 24 DE SETEMBRO DE 2007. (publicado no DOE nº 182, de 25 de setembro de 2007) Abre créditos suplementares

Leia mais

GESTÃO DE PESSOAS E PRODUTIVIDADE

GESTÃO DE PESSOAS E PRODUTIVIDADE GESTÃO DE PESSOAS E PRODUTIVIDADE 2 Download da Apresentação www.gptw.com.br publicações e eventos palestras Great Place to Work - Missão 3 Construindo um Excelente Ambiente de Trabalho 4 1 2 3 4 O que

Leia mais

Especificação Técnica para Aquisição e Locação de Veículos, no âmbito da Administração Estadual

Especificação Técnica para Aquisição e Locação de Veículos, no âmbito da Administração Estadual Especificação Técnica para Aquisição e Locação de Veículos, no âmbito da Administração Estadual REPRESENTAÇÃO - Veículo sedan, zero quilômetro, fabricação nacional, ano 2013, modelo 2013 ou posterior,

Leia mais

Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores PROCONVE PROMOT

Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores PROCONVE PROMOT VOLUME II Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores PROCONVE PROMOT Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministra de Estado do Meio Ambiente Marina Silva Presidente

Leia mais

Índice. O Evento. Atrações. Campanha de Marketing. Comunicação. Galeria de Fotos

Índice. O Evento. Atrações. Campanha de Marketing. Comunicação. Galeria de Fotos Índice O Evento Atrações Campanha de Marketing Comunicação Galeria de Fotos Apoios Organização e Promoção Apoio Co-apoio: Patrocínios: Patrocinadores TÃO FORTE QUANTO A SUA MARCA O Evento 4ª Feira Internacional

Leia mais

BAIXADA SANTISTA. Regime de Contratação. Construção Civil 1 Mecânico de manutenção de máquinas, em geral C.L.T. Cubatão Curso Técnico 6

BAIXADA SANTISTA. Regime de Contratação. Construção Civil 1 Mecânico de manutenção de máquinas, em geral C.L.T. Cubatão Curso Técnico 6 Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação Outros 1 Motociclista no transporte de documentos e pequenos volumes Regime de Contratação Local de Trabalho Escolaridade Experiência (Em Meses) C.L.T. Bertioga Médio

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000025 - COMUNICACAO SOCIAL - RELACOES PUBLICAS Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000025 - COMUNICACAO SOCIAL - RELACOES PUBLICAS Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000025 - COMUNICACAO SOCIAL - RELACOES PUBLICAS Nivel: Superior Area Profissional: 0006 - COMUNICACAO Area de Atuacao: 0113 - REL.PUBLICAS/COMUNICACAO

Leia mais

UNIBH VOLTA ÀS AULAS 2015.1 CAMPUS CRISTIANO MACHADO MAPA DE SALA NOITE

UNIBH VOLTA ÀS AULAS 2015.1 CAMPUS CRISTIANO MACHADO MAPA DE SALA NOITE Administração ADM1AN-CMA Segunda 19:00:00 Matematica Aplicada 104-CM1 Administração ADM1AN-CMA Segunda 20:55:00 Direito Aplicado a Admini 104-CM1 Administração ADM1AN-CMA Terça 19:00:00 Matematica Aplicada

Leia mais

Cartão BNDES. financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs.

Cartão BNDES. financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs. Cartão BNDES ABCEM 02/08/2010 Cartão BNDES Baseado no conceito de cartão de crédito, visa financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs. Como Funciona? Ambiente de Negócios 300 mil

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Associativo AÇÃO ASSOCIATIVA

Programa de Desenvolvimento Associativo AÇÃO ASSOCIATIVA Programa de Desenvolvimento Associativo AÇÃO ASSOCIATIVA Objetivos 1 2 Atuação Integrada das Entidades Ampliar a Representatividade dos Sindicatos 3 Aumentar a Sustentabilidade do Sindicato 4 Estimular

Leia mais

TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS

TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS SETEMBRO DE 2015 1 2 PRODUTOS PARTICIPAÇÃO NO PIB 2013 Outros Serviços 33,7% Administração, saúde e educação públicas

Leia mais

TOTAL - FISCAL 48.333.886 TOTAL - SEGURIDADE 21.890.000 TOTAL - GERAL 70.223.886

TOTAL - FISCAL 48.333.886 TOTAL - SEGURIDADE 21.890.000 TOTAL - GERAL 70.223.886 UNIDADE : 26101 - MINISTERIO DA EDUCACAO 0910 OPERACOES ESPECIAIS: GESTAO DA PARTICIPACAO EM ORGANISMOS INTERNACIONAIS 500.000 OPERACOES ESPECIAIS 12 212 0910 00B9 CONTRIBUICAO A ORGANIZACAO DAS NACOES

Leia mais

ORGAO : 25000 - MINISTERIO DA FAZENDA UNIDADE : 25208 - SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PRIVADOS PROGRAMA/ACAO/SUBTIT ULO/PRODUTO

ORGAO : 25000 - MINISTERIO DA FAZENDA UNIDADE : 25208 - SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PRIVADOS PROGRAMA/ACAO/SUBTIT ULO/PRODUTO ORGAO : 250 - MINISTERIO DA FAZENDA UNIDADE : 25208 - SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PRIVADOS ANEXO I (SUPLEMENTACAO) PROGRAMATIC A PROGRAMA/ACAO/SUBTIT 0681 GESTAO DA PARTICIPACAO EM ORGANISMOS INTERNACIONAIS

Leia mais

Veículo Elétrico: uma soluçã o transporte urbano. Fortaleza-CE 17 Set 2010

Veículo Elétrico: uma soluçã o transporte urbano. Fortaleza-CE 17 Set 2010 Veículo Elétrico: uma soluçã ção o tecnológica para o transporte urbano Fortaleza-CE 17 Set 2010 Agenda Introdução Por que Veículo Elétrico? Classificação dos Veículos Elétricos Impacto no Sistema Elétrico

Leia mais

Rede Energia S.A Titularidade de Valores Mobiliários de Administrador e Pessoas Ligadas Instrução CVM 358/2002 Formulário Consolidado

Rede Energia S.A Titularidade de Valores Mobiliários de Administrador e Pessoas Ligadas Instrução CVM 358/2002 Formulário Consolidado Dos Administradores e Pessoas Ligadas, abaixo relacionados, nenhum efetuou, nos últimos 30 dias (junho de 2014), negociação com valores mobiliários de emissão desta Companhia. As posições acionárias dos

Leia mais

CRESCIMENTO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA E DE AUTOPEÇAS NO BRASIL NOS ÚLTIMOS 10 ANOS

CRESCIMENTO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA E DE AUTOPEÇAS NO BRASIL NOS ÚLTIMOS 10 ANOS CRESCIMENTO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA E DE AUTOPEÇAS NO BRASIL NOS ÚLTIMOS 10 ANOS Iervolino, Fernando 1 RESUMO Nos últimos dez anos a indústria automobilística no Brasil passou por um período de forte

Leia mais

BAIXADA SANTISTA. Regime de Contratação Outros 2 Motorista de carro de passeio C.L.T. Bertioga Ensino Médio 5

BAIXADA SANTISTA. Regime de Contratação Outros 2 Motorista de carro de passeio C.L.T. Bertioga Ensino Médio 5 Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação Regime de Contratação Local de Trabalho Escolaridade Outros 2 Motorista de carro de passeio Bertioga Médio 5 2 Eletricista de instalações (edifícios) Cubatão Médio

Leia mais

automotivo www.lubgrax.com.br

automotivo www.lubgrax.com.br automotivo 2014 www.lubgrax.com.br Lubgrax Automotivo A Revista Lubgrax Automotivo é uma publicação direcionada para o setor automotivo no segmento de lubrificantes, óleos, fluidos e graxas. Ela apresenta

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO REGIONAL INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA E DE AUTOPEÇAS

DISTRIBUIÇÃO REGIONAL INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA E DE AUTOPEÇAS ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS 2 - AO2 GERÊNCIA SETORIAL DO COMPLEXO AUTOMOTIVO Data: Setembro/99 N o 26 DISTRIBUIÇÃO REGIONAL INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA E DE AUTOPEÇAS Com o recente ciclo de investimentos

Leia mais

PROCONVE: PROGRAMA DE CONTROLE DE POLUIÇÃO DO AR POR VEÍCULOS AUTOMOTORES

PROCONVE: PROGRAMA DE CONTROLE DE POLUIÇÃO DO AR POR VEÍCULOS AUTOMOTORES PROCONVE: PROGRAMA DE CONTROLE DE POLUIÇÃO DO AR POR VEÍCULOS AUTOMOTORES Em um momento em que os cenários de crescimento trazem projeções otimistas para a maior parte dos segmentos da economia brasileira,

Leia mais

Metodologia de Estudo de Casos aplicada à logística

Metodologia de Estudo de Casos aplicada à logística Metodologia de Estudo de Casos aplicada à logística Dr. Regina Meyer Branski Me. Raul Arellano Caldeira Franco Prof. Dr. Orlando Fontes Lima Jr. Laboratório de Aprendizagem em Logística e Transporte (LALT)

Leia mais

ENGENHARIA DE SOFTWARE PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO

ENGENHARIA DE SOFTWARE PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO (s15h PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 002312 - ENGENHARIA DE SOFTWARE Nivel: Superior Area Profissional: 0018 - INFORMATICA Area Atuacao: 0018 - BANCO DE DADOS/INFORMATICA

Leia mais

Plano de Cargos e Salários

Plano de Cargos e Salários Propostas de ajustes e melhorias do SINTEC-SP (Sindicato dos Técnicos Industriais de Nível Médio do Estado de São Paulo) São Paulo 08 de Setembro de 2010 Plano de Cargos e Salários Pré-Work 2010 Superintendência

Leia mais

F 3 2 90 0 100 2.036.890 F 4 2 40 0 100 15.000.000 F 4 2 40 0 100 15.000.000 TOTAL - FISCAL 35.430.589 TOTAL - SEGURIDADE 0 TOTAL - GERAL 35.430.

F 3 2 90 0 100 2.036.890 F 4 2 40 0 100 15.000.000 F 4 2 40 0 100 15.000.000 TOTAL - FISCAL 35.430.589 TOTAL - SEGURIDADE 0 TOTAL - GERAL 35.430. ORGAO : 22000 - MINISTERIO DA AGRICULTURA, PECUARIA E ABASTECIMENTO UNIDADE : 22101 - MINISTERIO DA AGRICULTURA, PECUARIA E ABASTECIMENTO 0362 DESENVOLVIMENTO SUSTENTAVEL DAS REGIOES PRODUTORAS DE CACAU

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000026 - COMUNICACAO SOCIAL - PUBLICIDADE E PROPAGANDA Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000026 - COMUNICACAO SOCIAL - PUBLICIDADE E PROPAGANDA Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000026 - COMUNICACAO SOCIAL - PUBLICIDADE E PROPAGANDA Nivel: Superior Area Profissional: 0006 - COMUNICACAO Area de Atuacao: 0110 - EDITORACAO/COMUNICACAO

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 001844 - TECNOLOGIA EM ANALISE E DESENVOLV.DE SISTEMAS Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 001844 - TECNOLOGIA EM ANALISE E DESENVOLV.DE SISTEMAS Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 001844 - TECNOLOGIA EM ANALISE E DESENVOLV.DE SISTEMAS Nivel: Superior Area Profissional: 0018 - INFORMATICA Area de Atuacao: 0021 - OPERACAO

Leia mais

F 4 2 90 0 100 500.000 F 4 2 99 0 100 300.000 TOTAL - FISCAL 800.000 TOTAL - SEGURIDADE 0 TOTAL - GERAL 800.000

F 4 2 90 0 100 500.000 F 4 2 99 0 100 300.000 TOTAL - FISCAL 800.000 TOTAL - SEGURIDADE 0 TOTAL - GERAL 800.000 ORGAO : 32000 - MINISTERIO DE MINAS E ENERGIA UNIDADE : 32101 - MINISTERIO DE MINAS E ENERGIA ANEXO I PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00 0273 LUZ PARA TODOS 800.000

Leia mais

Associativismo a modernização do sindicalismo nacional

Associativismo a modernização do sindicalismo nacional A união faz a força O dito popular encaixa-se como uma luva quando o assunto é associativismo o assunto em pauta no meio sindical. As principais confederações patronais do País estão investindo nessa bandeira

Leia mais

ÍNDICE DE ACIDENTES NO PERÍMETRO URBANO DE CÁCERES

ÍNDICE DE ACIDENTES NO PERÍMETRO URBANO DE CÁCERES ÍNDICE DE ACIDENTES NO PERÍMETRO URBANO DE CÁCERES Rodrigo Barretto Vila 1 RESUMO Glaidson de Souza Pezavento Tatiani Nascimento Santos Miriam Nascimento Santos Ashley da Silva Costa 2 Com a finalidade

Leia mais

RASTREAMENTO DE FROTAS COMO FORMA DE ECONOMIZAR COMBUSTÍVEL E TORNAR MAIS SUSTENTÁVEL O TRANSPORTE

RASTREAMENTO DE FROTAS COMO FORMA DE ECONOMIZAR COMBUSTÍVEL E TORNAR MAIS SUSTENTÁVEL O TRANSPORTE RASTREAMENTO DE FROTAS COMO FORMA DE ECONOMIZAR COMBUSTÍVEL E TORNAR MAIS SUSTENTÁVEL O TRANSPORTE por Cileneu Nunes Painel 3: Tecnologias para monitoramento de risco e produtividade logística O mercado

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 292, DE 29 DE AGOSTO DE 2008

RESOLUÇÃO Nº 292, DE 29 DE AGOSTO DE 2008 RESOLUÇÃO Nº 292, DE 29 DE AGOSTO DE 2008 Dispõe sobre modificações de veículos previstas nos arts 98 e 106 da Lei nº 9503, de 23 de setembro de 1997, que instituiu o Código de Trânsito Brasileiro e dá

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DE ALAGOAS. Faço saber que o Poder Legislativo Estadual decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O GOVERNADOR DO ESTADO DE ALAGOAS. Faço saber que o Poder Legislativo Estadual decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 6.656, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2005. Cria o Programa Estadual de Inspeção e Manutenção de Veículos em uso, destinado a promover a redução da poluição do Meio Ambiente através do controle da emissão

Leia mais

- FÓRUM PET BRASIL 2013 -

- FÓRUM PET BRASIL 2013 - - FÓRUM PET BRASIL 2013 - Co-Gestores Estudo Pet Brasil 2013 e Fórum: Patrocínio Fórum: Apoio Fórum: Associados Comac: Análise Econômica 3 - FÓRUM PET BRASIL 2013 - Faturamento do Varejo Pet de Produtos

Leia mais

AUDITOR-FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL IDADE E SEXO ÁREA TA AFRFB

AUDITOR-FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL IDADE E SEXO ÁREA TA AFRFB Perfil dos candidatos classificados no último Concurso Público para os cargos de Auditor- Fiscal da Receita Federal do Brasil e de Analista-Tributário da Receita Federal do Brasil (2005/2006): AUDITOR-FISCAL

Leia mais

Contatos CNPq: Carlos (61) 2108-9180 seimp@cnpq.br. Ricardo Carneiro (61) 2108-9186 rcarneiro@cnpq.br

Contatos CNPq: Carlos (61) 2108-9180 seimp@cnpq.br. Ricardo Carneiro (61) 2108-9186 rcarneiro@cnpq.br 1 Contatos CNPq: Carlos (61) 2108-9180 seimp@cnpq.br Ricardo Carneiro (61) 2108-9186 rcarneiro@cnpq.br Peso e medidas máximas: 30kg e cubagem 1,5m x 1,5m Valor Máximo: US$10,000.00 SUMÁRIO 1. Proforma

Leia mais

Professor Turma Disciplina Data ROSA LOBERTO COSTA ADM 2A - M COMUNICACAO VERBAL E ESCRITA II 01/07

Professor Turma Disciplina Data ROSA LOBERTO COSTA ADM 2A - M COMUNICACAO VERBAL E ESCRITA II 01/07 ROSA LOBERTO COSTA ADM 2A - M COMUNICACAO VERBAL E ESCRITA II 01/07 AFONSO CARLOS SPINA ADM 2A - M CONTABILIDADE GERENCIAL II 30/06 ANDREA GRZYBOWSKI MAGOLBO ADM 2A - M DIREITO II 01/07 EDELCLAYTON RIBEIRO

Leia mais

Plano de Abastecimento do Novo Diesel S50 e S10

Plano de Abastecimento do Novo Diesel S50 e S10 Plano de Abastecimento do Novo Diesel S50 e S10 ALLAN KARDEC DUAILIBE Diretor Anfavea 30 de Maio, 2011 Sistema Nacional de Abastecimento de Combustíveis Produtor de Biodiesel e Etanol Produtor de GNV,

Leia mais

2 0 ENCONTRO SOBRE APRIMORAMENTO DO PROCESSO DE CERTIFICAÇÕES SUMÁRIO. 1.1 Introdução. 1.2 Objetivo do Encontro

2 0 ENCONTRO SOBRE APRIMORAMENTO DO PROCESSO DE CERTIFICAÇÕES SUMÁRIO. 1.1 Introdução. 1.2 Objetivo do Encontro 1 2 0 ENCONTRO SOBRE APRIMORAMENTO DO PROCESSO DE CERTIFICAÇÕES SUMÁRIO 1.1 Introdução O, os Organismos de Certificação Credenciados (OCC), Organismos de Treinamento Credenciados (OTC), Organismo de Certificação

Leia mais

BALANÇO 1º SEMESTRE DE 2013 ATIVIDADES REALIZADAS ATIVIDADES EM ANDAMENTO GESTÃO PRESIDENTE ORLANDO LEONE

BALANÇO 1º SEMESTRE DE 2013 ATIVIDADES REALIZADAS ATIVIDADES EM ANDAMENTO GESTÃO PRESIDENTE ORLANDO LEONE BALANÇO 1º SEMESTRE DE 2013 ATIVIDADES REALIZADAS ATIVIDADES EM ANDAMENTO GESTÃO PRESIDENTE ORLANDO LEONE JANEIRO Participação da ANFAMOTO no Fórum Metropolitano para Regulamentação do Motofrete. A ANFAMOTO

Leia mais

Estudo sobre o aftermarket no Brasil

Estudo sobre o aftermarket no Brasil Estudo sobre o aftermarket no Brasil Seminário da Reposição Automotiva São Paulo, 14 de outubro de 2014 O Sindipeças, Sindirepa e Sincopeças, em conjunto com a Roland Berger, estão elaborando um novo estudo

Leia mais

PLANEJAMENTO OPERACIONAL - MARKETING E PRODUÇÃO MÓDULO 3 O QUE É PLANEJAMENTO DE VENDAS E OPERAÇÕES?

PLANEJAMENTO OPERACIONAL - MARKETING E PRODUÇÃO MÓDULO 3 O QUE É PLANEJAMENTO DE VENDAS E OPERAÇÕES? PLANEJAMENTO OPERACIONAL - MARKETING E PRODUÇÃO MÓDULO 3 O QUE É PLANEJAMENTO DE VENDAS E OPERAÇÕES? Índice 1. O que é planejamento de...3 1.1. Resultados do planejamento de vendas e operações (PVO)...

Leia mais

Solução Verde para o trasporte dacidade de São Paulo. Maio 2011, Rio de Janeiro

Solução Verde para o trasporte dacidade de São Paulo. Maio 2011, Rio de Janeiro Solução Verde para o trasporte dacidade de São Paulo Maio 2011, Rio de Janeiro Três principais questões ambientais Crise global de petróleo Emissões de CO2 Poluição do Ar 40%dos combustíveis fósseis líquidos

Leia mais

PARTICIPAÇÃO EM ASSEMBLÉIAS DE ACIONISTAS 3º TRIMESTRE 2010 Setor de Governança em Participações

PARTICIPAÇÃO EM ASSEMBLÉIAS DE ACIONISTAS 3º TRIMESTRE 2010 Setor de Governança em Participações EMPRESA: PETRÓLEO BRASILEIROS.A. - PETROBRAS DATA DA REALIZAÇÃO: 12/08/2010 TIPO DE ASSEMBLÉIA: AGE REPRESENTANTE: RENATO DE MELLO CARGO: GERENTE DE CONSULTORIA VOTANTE: 1,00 PREFERENCIALISTA: 1,53 TOTAL:

Leia mais

Estratégia, operação e qualidade na Rede Sibratec de Serviços Tecnológicos para Produtos da Manufatura Mecânica RP2M WWW.RP2M.ORG.

Estratégia, operação e qualidade na Rede Sibratec de Serviços Tecnológicos para Produtos da Manufatura Mecânica RP2M WWW.RP2M.ORG. Estratégia, operação e qualidade na Rede Sibratec de Serviços Tecnológicos para Produtos da Manufatura Mecânica RP2M C COPYRIGHT 2013 WWW.RP2M.ORG.BR Sumário Introdução - Teoria de Redes Estratégia da

Leia mais

POTENCIAL E OPORTUNIDADES DO USO DE VEÍCULOS HÍBRIDOS NO BRASIL

POTENCIAL E OPORTUNIDADES DO USO DE VEÍCULOS HÍBRIDOS NO BRASIL POTENCIAL E OPORTUNIDADES DO USO DE VEÍCULOS HÍBRIDOS NO BRASIL Aníbal Durães de Almeida Júnior 1 ; Paula Leopoldino de Barros 1 ; Guilherme Wilson da Conceição 1 ; Richele Cabral Gonçalves 1 ; 1 FETRANSPOR

Leia mais

GABARITO PRELIMINAR CONCURSO PÚBLICO MUNICÍPIO DE BARRA VELHA ESTADO DE SANTA CATARINA CARGO: ASSISTENTE SOCIAL

GABARITO PRELIMINAR CONCURSO PÚBLICO MUNICÍPIO DE BARRA VELHA ESTADO DE SANTA CATARINA CARGO: ASSISTENTE SOCIAL GABARITO PRELIMINAR CONCURSO PÚBLICO MUNICÍPIO DE BARRA VELHA ESTADO DE SANTA CATARINA CARGO: ASSISTENTE SOCIAL 01- B 11- C 21- D 31- E 02- D 12- A 22- E 32- D 03- B 13- A 23- A 33- B 04- D 14- B 24- E

Leia mais

Empresas buscam soluções logísticas para reduzir custos

Empresas buscam soluções logísticas para reduzir custos Notícia da edição impressa de 18/02/2010 Empresas buscam soluções logísticas para reduzir custos Várias companhias começam a perceber que as instalações de softwares e de estruturas bem planejadas melhoram

Leia mais

AULA 1 SOLUÇÕES EM NEGÓCIO ELETRÔNICOS. Prof. Adm. Paulo Adriano da Silva Carvalho

AULA 1 SOLUÇÕES EM NEGÓCIO ELETRÔNICOS. Prof. Adm. Paulo Adriano da Silva Carvalho AULA 1 SOLUÇÕES EM NEGÓCIO ELETRÔNICOS Prof. Adm. Paulo Adriano da Silva Carvalho Adm. Paulo Adriano da S. Carvalho Formado em Administração; MBA em Gestão Empresarial; Formado em Ciências da Computação;

Leia mais

6ª FNINM. Feira de Negócios da Indústria Nacional de Motopeças. Club Homs - São Paulo

6ª FNINM. Feira de Negócios da Indústria Nacional de Motopeças. Club Homs - São Paulo 6ª FNINM Feira de Negócios da Indústria Nacional de Motopeças Club Homs - São Paulo FNINM Feira de Negócios Indústria Nacional de Motopeças QUEM SOMOS / COMO SURGIU / PÚBLICO O objetivo da feira é valorizar

Leia mais

Planejar, administrar, desenvolver e implementar banco de dados e sistemas integrados de informacao.

Planejar, administrar, desenvolver e implementar banco de dados e sistemas integrados de informacao. PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000407 - REDES DE COMPUTADORES Nivel: Superior Area Profissional: 0018 - INFORMATICA Area de Atuacao: 0018 - BANCO DE DADOS/INFORMATICA

Leia mais

ASSOCIAÇÃO COSTA LINE DO BRASIL INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE SUA ADESÃO NA ASSOCIAÇÃO COSTA LINE DO BRASIL

ASSOCIAÇÃO COSTA LINE DO BRASIL INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE SUA ADESÃO NA ASSOCIAÇÃO COSTA LINE DO BRASIL ASSOCIAÇÃO COSTA LINE DO BRASIL PROPOSTA DE ADESÃO GRUPO PRINCIPAL PESSOA JURIDÍCA SÓCIO CATEGORIA: MATRÍCULA: GRUPO: MENSALIDADE-R$ CÓDIGO: STATUS: OS DADOS ACIMA SÃO DE COMPETÊNCIA DA ASSOCIAÇÃO INFORMAÇÕES

Leia mais

Uso da biotecnologia garante US$ 3,6 bilhões à agricultura brasileira, aponta novo estudo da ABRASEM

Uso da biotecnologia garante US$ 3,6 bilhões à agricultura brasileira, aponta novo estudo da ABRASEM Uso da biotecnologia garante US$ 3,6 bilhões à agricultura brasileira, aponta novo estudo da ABRASEM Resultados incluem primeiro ano de cultivo de milho geneticamente modificado, além das já tradicionais

Leia mais

TABELA DE PLANOS DE CONSÓRCIOS PLANO - SICOOB B TABELA VÁLIDA SOMENTE ATÉ 06/07/2015

TABELA DE PLANOS DE CONSÓRCIOS PLANO - SICOOB B TABELA VÁLIDA SOMENTE ATÉ 06/07/2015 TABELA DE PLANOS DE CONSÓRCIOS PLANO - SICOOB B TABELA VÁLIDA SOMENTE ATÉ 06/07/2015 CONSÓRCIOS DE IMÓVEIS 904 (IM180) Prazo do 908 (IM180) Prazo do 913 (IM200) Prazo do 918 (IM150) Prazo do 922 (IM200)

Leia mais

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS Ministério de Minas e Energia Secretaria de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis Departamento de Combustíveis Renováveis BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS EDIÇÃO N o 85 Fevereiro/2015

Leia mais

URBS. Urbanização de Curitiba S.A

URBS. Urbanização de Curitiba S.A URBS Urbanização de Curitiba S.A Principais Atribuições Planejamento e Gerenciamento dos Serviços de Transporte Transporte Coletivo Urbano Metropolitano Transporte Comercial Transporte Escolar Táxi Principais

Leia mais

2 MANUAL A R R U M A N D O A C A S A

2 MANUAL A R R U M A N D O A C A S A Direitos reservados desta edição à FACIAP Federação das Associações Comerciais e Empresarias do Paraná R. Marechal Deodoro, 869 2º andar centro Tel (41)309-3000 CEP 80.060-010 Curitiba-PR www.faciap.org.br

Leia mais

República Federativa do Brasil. Presidenta da República Dilma Rousseff. Vice-Presidente Michel Temer. Ministra do Meio Ambiente Izabella Teixeira

República Federativa do Brasil. Presidenta da República Dilma Rousseff. Vice-Presidente Michel Temer. Ministra do Meio Ambiente Izabella Teixeira República Federativa do Brasil Presidenta da República Dilma Rousseff Vice-Presidente Michel Temer Ministra do Meio Ambiente Izabella Teixeira Secretário-Executivo Francisco Gaetani Secretário de Recursos

Leia mais

Planejar, administrar, desenvolver e implementar banco de dados e sistemas integrados de informacao.

Planejar, administrar, desenvolver e implementar banco de dados e sistemas integrados de informacao. PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000184 - SISTEMAS DE INFORMACAO Nivel: Superior Area Profissional: 0018 - INFORMATICA Area de Atuacao: 0018 - BANCO DE DADOS/INFORMATICA

Leia mais

Relatório ANALÍTICO (antiga Informação Completa)

Relatório ANALÍTICO (antiga Informação Completa) Relatório ANALÍTICO (antiga Informação Completa) - MODALIDADE : Estadual e Nacional - CONTEÚDO DA RESPOSTA: Informado o CNPJ, confirma a Razão Social; Informada a Razão Social, confirma o CNPJ; Alerta

Leia mais

CONSULTA PÚBLICA Planos Setoriais de Mitigação e Adaptação à Mudança do Clima Plano de Mineração de Baixa Emissão de Carbono (PMBC)

CONSULTA PÚBLICA Planos Setoriais de Mitigação e Adaptação à Mudança do Clima Plano de Mineração de Baixa Emissão de Carbono (PMBC) CONSULTA PÚBLICA Planos Setoriais de Mitigação e Adaptação à Mudança do Clima Plano de Mineração de Baixa Emissão de Carbono (PMBC) Rio de Janeiro/RJ 6 de julho de 2012 Processo de Construção do PMBC Grupo

Leia mais

A Gas Natural São Paulo Sul está completando dez anos de gestão

A Gas Natural São Paulo Sul está completando dez anos de gestão A Gas Natural São Paulo Sul está completando dez anos de gestão É uma década de trabalho centrada na evolução da comunidade, das indústrias e da economia da região Sul do Estado de São Paulo. Durante esses

Leia mais