Direito Empresarial. Prof. Dr. Érico Hack

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Direito Empresarial. Prof. Dr. Érico Hack"

Transcrição

1 Direito Empresarial Aula 6 Personalidade e direitos pessoa física e jurídica Prof. Dr. Érico Hack PUCPR

2 Personalidade pessoas naturais Código Civil pessoa física sujeito de direitos e deveres Pessoas naturais ser humano Direito reconhece personalidade e seus direitos Personalidade inicia com o nascimento com vida e cessa com a morte ressalva direito dos nascituros

3 Capacidade Diferentes tipos de capacidade da pessoa: Eleitoral votar e ser votado Penal ser processado criminalmente Tributária ser sujeito passivo da obrigação tributária (contribuinte ou responsável)

4 Capacidade civil Capacidade civil é a possibilidade de exercer os atos da vida civil (casar, celebrar contratos, fazer negócios jurídicos, entrar em sociedade etc.) Capacidade plena aos 18 anos Absolutamente incapaz: menor de 16 anos representação pelos pais ou guardião Relativamente incapaz entre 16 e 18 anos, impossibilidade de exprimir a contade, ébrios e viciados e pródigos assistidos

5 Direitos da personalidade Direitos do sujeito de direitos irrenunciáveis: vida, integridade física, honra e outros Renunciáveis e disponíveis patrimônio Toda pessoa tem patrimônio pode ser positivo ou negativo Morte cessa a personalidade, permanece o patrimônio (espólio)

6 Tipos de pessoas Pessoa física ou natural existe independentemente do Direito reconhece a personalidade Animais, objetos ou vegetais não ter personalidade jurídica Pessoa jurídica Direito atribui personalidade ficção jurídica não tem existência de fato

7 Pessoa Jurídica Criação do Direito, com personalidade, direitos e deveres atribuídos pelo Direito Não nasce, é criada pela vontade humana, não morre, é extinta por atos humanos Existem de vários tipos, ganham existência, direitos e deveres próprios. São independentes das pessoas físicas que as constituíram

8 Pessoa Jurídica nascimento da pessoa jurídica inscrição dos atos constitutivos no registro próprio (Cartório de registro, Junta Comercial, OAB) Algumas dependem de autorização do poder Executivo (p. ex. bancos e instituições financeiras) Extinção morte Falência, dissolução voluntária, extinção, insolvência civil

9 Pessoa Jurídica - registro Atos constitutivos: Denominação, finalidade, sede, duração e fundo social (capital social) Nome dos instituidores, sócios, fundadores Modo de administração e representação Modo de reforma do ato constitutivo Responsabilidade das pessoas por dívidas da pessoa jurídica Condições de extinção e destino do patrimônio

10 Pessoa Jurídica - classificação Código Civil, art. 40 e ss. Pessoa jurídica direito público ou direito privado Direito público externo Estados estrangeiros e entidade do direito internacional (ONU, Unicef, Fifa etc.) Direito Público Interno: União Federal, estados, DF, municípios, autarquias, associações públicas e fundações públicas

11 Pessoa Jurídica Direito Privado Associações Sociedades (empresárias ou não) Fundações Organizações religiosas Partidos políticos Empresas Individuais de Responsabilidade Limitada (Eireli)

12 Associações -União de pessoas para fins não econômicos (não é para exploração de atividade com fins lucrativos) -Não há obrigações e direitos recíprocos entre os associados - entidade destaca-se das pessoas físicas que a criaram - Associados não são proprietários - Administração pela assembleia Geral de associados, com representação por diretores (pode ter conselhos)

13 Fundações Conjunto de bens que ganha personalidade jurídica própria Não tem dono possui instituidor fornece os bens e cria a fundação Criação por escritura pública ou testamento Pode ter natureza pública ou privada Fiscalização pelo Ministério Público do Estado

14 Fundações I assistência social; II cultura, defesa e conservação do patrimônio histórico e artístico; III educação; IV saúde; V segurança alimentar e nutricional; VI defesa, preservação e conservação do meio ambiente e promoção do desenvolvimento sustentável; VII pesquisa científica, desenvolvimento de tecnologias alternativas, modernização de sistemas de gestão, produção e divulgação de informações e conhecimentos técnicos e científicos; VIII promoção da ética, da cidadania, da democracia e dos direitos humanos; IX atividades religiosas;

15 Outros Tipos Partidos políticos lei própria eleitoral Organizações religiosas associações Sociedades empresária ou não

16 Sociedades Não personificadas Sociedade Comum Sociedade em Conta de Participação Personificadas Simples Nome Coletivo Comandita Simples Sociedade Limitada Sociedade Anônima

17 Sociedades Civis Não empresárias atividade com fins lucrativos que não caracterizam empresa profissionais Pode ser qualquer tipo societário, menos sociedade anônima, que é sempre empresária

18 Classificação das sociedades Pessoas Importa a figura do sócio Capital Sócios são investidores, não trabalham na sociedade Capital-trabalho parte dos sócios trabalha e outra parte investe

19 Sociedades não personificadas Sociedade comum Em formação não regulamentada Provada por escrito entre os sócios provada de qualquer jeito por terceiros Responsabilidade ilimitada e solidária dos sócios

20 Sociedades não personificadas Sociedade em conta de participação Sócio-ostensivo quem se obriga e aparece perante terceiros Sócio oculto ou participante investidor, não aparece Responsabilidade exclusiva do sócio ostensivo. Não é oponível a terceiros, nem existem para terceiros

Instituições de Direito Pessoas Jurídicas (i)

Instituições de Direito Pessoas Jurídicas (i) Instituições de Direito Pessoas Jurídicas (i) CAMILA VILLARD DURAN! Pessoa jurídica! Personalidade! Capacidade para adquirir direitos e contrair obrigações! Registro dos atos constitutivos 1 ! Pessoas

Leia mais

Instituições de Direito FEA

Instituições de Direito FEA Instituições de Direito FEA MÓDULO II INTRODUÇÃO A CONCEITOS JURÍDICOS BÁSICOS DE DIREITO PRIVADO! Pessoa natural ou física! Personalidade jurídica! Capacidade de direito e de fato 1 ! Pessoa natural:

Leia mais

Pessoas Jurídicas. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Pessoas Jurídicas. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Pessoas Jurídicas Pessoas Jurídicas Pessoas jurídicas são entidades criadas para a realização de um fim e reconhecidas pela ordem jurídica como sujeitos de direitos e deveres. Pessoas Jurídicas Características:

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL DIREITO EMPRESARIAL

DIREITO EMPRESARIAL DIREITO EMPRESARIAL A SOCIEDADE NO CÓDIGO CIVIL DE 2002 Art. 981. Celebram contrato de sociedade as pessoas que reciprocamente se obrigam a contribuir, com bens ou serviços, para o exercício de atividade econômica e a partilha,

Leia mais

Instituições de Direito Público e Privado. Parte III Pessoas

Instituições de Direito Público e Privado. Parte III Pessoas Instituições de Direito Público e Privado Parte III Pessoas 1. Pessoas Definição Personalidade A personalidade é um atributo jurídico. Todo homem tem aptidão para desempenhar na sociedade um papel jurídico,

Leia mais

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira As sociedades empresárias no Código Civil José Rodrigo Dorneles Vieira jrodrigo@portoweb.com.br 1. A LEGISLAÇÃO EMPRESARIAL: ANÁLISE GERAL 2. CARACTERIZAÇÃO DO EMPRESÁRIO Conceito de empresário A questão

Leia mais

Pessoa Jurídica. Profa. Zélia Prates

Pessoa Jurídica. Profa. Zélia Prates Pessoa Jurídica Profa. Zélia Prates Pessoa jurídica - Conceito Consiste num conjunto de pessoas ou de bens, dotado de personalidade jurídica própria e constituído na forma da lei, para consecução de fins

Leia mais

A SOCIEDADE SIMPLES E AS SOCIEDADES MENORES

A SOCIEDADE SIMPLES E AS SOCIEDADES MENORES A SOCIEDADE SIMPLES E AS SOCIEDADES MENORES 1 TIPOS DE SOCIEDADES NO DIREITO BRASILEIRO SOCIEDADE EM COMUM não tem personalidade jurídica os sócios são ilimitadamente responsáveis SOCIEDADE SIMPLES atividades

Leia mais

Curso Direito Empresarial Ciências Contábeis

Curso Direito Empresarial Ciências Contábeis AULA 5 Sociedades. Empresárias ou simples. Personificadas e não personificadas. Sociedades empresárias, espécies. 5.1. Desconsideração da personalidade jurídica da empresa Em algumas situações, o patrimônio

Leia mais

Direito Empresarial e Trabalhista

Direito Empresarial e Trabalhista Profa. Dra. Silvia Bertani Direito Empresarial e Trabalhista As sociedades organização formada por duas ou mais pessoas, por meio de um contrato com ou sem o registro, para o exercício de uma atividade

Leia mais

NEGÓCIOS SOCIAIS E SOCIEDADES SEM FINS LUCRATIVOS

NEGÓCIOS SOCIAIS E SOCIEDADES SEM FINS LUCRATIVOS BAPTISTA LUZ ADVOGADOS R. Ramos Batista. 444. Vila Olímpia 04552-020. São Paulo SP baptistaluz.com.br NEGÓCIOS SOCIAIS E SOCIEDADES SEM FINS LUCRATIVOS / Diogo Perroni Carvalho / Laura Rodrigues da Cunha

Leia mais

Código Civil de 2002 TÍTULO II DAS PESSOAS JURÍDICAS. CAPÍTULOS I, II e III. ARTIGOS 40 a 69

Código Civil de 2002 TÍTULO II DAS PESSOAS JURÍDICAS. CAPÍTULOS I, II e III. ARTIGOS 40 a 69 Código Civil de 2002 TÍTULO II DAS PESSOAS JURÍDICAS CAPÍTULOS I, II e III ARTIGOS 40 a 69 PESSOA JURÍDICA (PJ) - CONCEITO Unidade de pessoas naturais ou de patrimônios, que visa à consecução de certos

Leia mais

Curso Direito Empresarial Administração

Curso Direito Empresarial Administração AULA 4 Sociedades. Empresárias ou simples. Personificadas e não personificadas. Sociedades empresárias, espécies. 4.1. As sociedades empresárias A pessoa jurídica Sociedade empresária é um agrupamento

Leia mais

Sociedades 26/10/2010

Sociedades 26/10/2010 Prof. Thiago Gomes Empresariais Feedback aula anterior: Quem é o empresário? Quem é o empresário individual? O que é necessário para ser empresário individual? Impedidos de exercer a atividade empresarial.

Leia mais

1 Classificação das sociedades

1 Classificação das sociedades 1 Classificação das sociedades Qto à forma de exploração do objeto Qto à personificação Qto ao regime de constituição Qto à forma de constituição Qto à nacionalidade Qto ao capital Qto à responsabilidade

Leia mais

PARTE GERAL CONTRATO DE SOCIEDADE

PARTE GERAL CONTRATO DE SOCIEDADE PARTE GERAL CONTRATO DE SOCIEDADE 1 CONTRATO DE SOCIEDADE 1 Elementos contratuais 2 Sociedades simples e empresárias 3 Sociedades não personificadas 4 Sociedade em comum 4.1 Patrimônio social e responsabilidade

Leia mais

A função social da empresa

A função social da empresa A função social da empresa Considerações iniciais A função social da empresa tem como fundamento fornecer a sociedade bens e serviços que possam satisfazer suas necessidades. A propriedade privada é um

Leia mais

Instituições de Direito FEA

Instituições de Direito FEA Instituições de Direito FEA MÓDULO II INTRODUÇÃO AO DIREITO EMPRESARIAL! Pessoa jurídica vs. Pessoa física! Personalidade jurídica! Registro dos atos constitutivos! Empresa e empresário! EIRELI e sociedade

Leia mais

IUS RESUMOS. Empresário. Organizado por: Samille Lima Alves

IUS RESUMOS. Empresário. Organizado por: Samille Lima Alves Organizado por: Samille Lima Alves SUMÁRIO I. EMPRESÁRIO... 3 1. Caracterizando o empresário... 3 1.1 Conceito... 3 1.2 Elementos essenciais de caracterização do empresário... 4 1.3 Classificação do empresário...

Leia mais

CONCEITO DE SOCIEDADE EMPRESÁRIA

CONCEITO DE SOCIEDADE EMPRESÁRIA CONCEITO DE SOCIEDADE EMPRESÁRIA 1 CONCEITO DE SOCIEDADE Código Civil - Art. 981 Celebram contrato de sociedade as pessoas que reciprocamente se obrigam a contribuir, com bens ou serviços, para o exercício

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED AULA DIA 10/13 de Março Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com - Pessoa Jurídica: é a entidade que, por força das normas jurídicas criadas,

Leia mais

Instituições de Direito Público e Privado. Parte XI Sociedades

Instituições de Direito Público e Privado. Parte XI Sociedades Instituições de Direito Público e Privado Parte XI Sociedades 1. Empresa Conceito Empresa Empresa é a atividade econômica organizada para a produção de bens e serviços para o mercado, visando ao lucro.

Leia mais

Reunião de pessoas em prol de interesses comuns. (Aurélio, 2010).

Reunião de pessoas em prol de interesses comuns. (Aurélio, 2010). Prof. Thiago Gomes Empresariais O que é uma sociedade? Reunião de pessoas em prol de interesses comuns. (Aurélio, 2010). Qual o foco de nosso estudo? As sociedades cujo o objetivo é lucro para seus sócios.

Leia mais

Pessoa Jurídica. Profa. Zélia Prates

Pessoa Jurídica. Profa. Zélia Prates Pessoa Jurídica Profa. Zélia Prates Pessoa jurídica - Conceito Consiste num conjunto de pessoas ou de bens, dotado de personalidade jurídica própria e constituído na forma da lei, para consecução de fins

Leia mais

Conceito: Ser humano considerado sujeito de obrigações e direitos. Toda pessoa é capaz de direitos e deveres na ordem civil (Art. 1., CC).

Conceito: Ser humano considerado sujeito de obrigações e direitos. Toda pessoa é capaz de direitos e deveres na ordem civil (Art. 1., CC). Direito Civil I 1 Pessoa natural (física): Conceito: Ser humano considerado sujeito de obrigações e direitos. Toda pessoa é capaz de direitos e deveres na ordem civil (Art. 1., CC). 2 Personalidade : Conjunto

Leia mais

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira As sociedades empresárias no Código Civil José Rodrigo Dorneles Vieira jrodrigo@portoweb.com.br 1. ESPÉCIES DE EMPRESÁRIO 2. SOCIEDADES EMPRESÁRIAS TIPOS SOCIETÁRIOS Sociedade em Comum Sociedade em Conta

Leia mais

SUMÁRIO PARTE I TEORIA GERAL DO DIREITO EMPRESARIAL

SUMÁRIO PARTE I TEORIA GERAL DO DIREITO EMPRESARIAL SUMÁRIO PARTE I TEORIA GERAL DO DIREITO EMPRESARIAL CAPÍTULO 1 Do Direito Comercial ao Direito Empresarial 3 1. Origem do Direito Comercial... 3 2. Teoria dos atos de comércio (sistema francês)... 4 3.

Leia mais

Relação de Documentos para Dar Baixa no CNPJ

Relação de Documentos para Dar Baixa no CNPJ Relação de Documentos para Dar Baixa no CNPJ 1. Baixa da Inscrição da Entidade (Matriz) Natureza Jurídica (NJ) Data do Evento Ato Extintivo (regra geral) Órgão Público NJs 101-5, 102-3, 103-1, 104-0, 105-8,

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED. Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED. Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com - Capacidade jurídica é uma medida limitadora ou delineadora da possibilidade de adquirir direitos e

Leia mais

CEN E TRO O D E E E N E SI S N I O O S U S PE P R E IO I R O E E D ES E E S N E VO V L O V L I V M I EN E TO O - CES E E S D

CEN E TRO O D E E E N E SI S N I O O S U S PE P R E IO I R O E E D ES E E S N E VO V L O V L I V M I EN E TO O - CES E E S D CENTRO DE ENSINO SUPERIOR E DESENVOLVIMENTO - CESED FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS - FACISA DIREITO EMPRESA I Professor: Jubevan Caldas de Sousa Empresário e Empresa Abandonando os antigos conceitos

Leia mais

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira As sociedades empresárias no Código Civil José Rodrigo Dorneles Vieira 1. A LEGISLAÇÃO EMPRESARIAL: ANÁLISE GERAL 2. CARACTERIZAÇÃO DO EMPRESÁRIO Conceito de empresário A questão do registro 3. ESPÉCIES

Leia mais

PRESSUPOSTOS DA ATIVIDADE EMPRESARIAL

PRESSUPOSTOS DA ATIVIDADE EMPRESARIAL PRESSUPOSTOS DA ATIVIDADE EMPRESARIAL Requisitos Art. 972, Cod. Civil. Pressupostos: 2 elementos: capacidade civil e ausência de impedimento. Capacidade civil. Impedimentos são dados pela lei. Ex: sociedade

Leia mais

UNIDADE 4 SOCIEDADE EM CONTA DE PARTICIPAÇÃO

UNIDADE 4 SOCIEDADE EM CONTA DE PARTICIPAÇÃO UNIDADE 4 SOCIEDADE EM CONTA DE PARTICIPAÇÃO 1 Profª Roberta Siqueira/ Direito Empresarial II ATENÇÃO: Este material é meramente informativo e não exaure a matéria. Foi retirado da bibliografia do curso

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL PREPARATÓRIO XXII EXAME DE ORDEM

DIREITO EMPRESARIAL PREPARATÓRIO XXII EXAME DE ORDEM Prof. Ma Marina Zava de Faria FACE: Marina Zava INSTA: Marina Zava Periscope:@marinazava E-mail: profmarinazava@hotmail.com DIREITO EMPRESARIAL PREPARATÓRIO XXII EXAME DE ORDEM 1. CONCEITO: Modalidade

Leia mais

Direito Empresarial

Direito Empresarial www.uniestudos.com.br Direito Empresarial Helder Goes Professor de Direito Empresarial do Universo de Estudos Advogado e Consultor Jurídico Graduado em Direito pela Universidade Tiradentes Especialista

Leia mais

UNIDADE 6 SOCIEDADE EM NOME COLETIVO

UNIDADE 6 SOCIEDADE EM NOME COLETIVO UNIDADE 6 SOCIEDADE EM NOME COLETIVO 1 Profª Roberta Siqueira Direito Empresarial II ATENÇÃO: Este material é meramente informativo e não exaure a matéria. Foi retirado da bibliografia do curso constante

Leia mais

ENCERRAMENTO DO MÓDULO 3 - PESSOA JURÍDICA -RESUMO

ENCERRAMENTO DO MÓDULO 3 - PESSOA JURÍDICA -RESUMO 1 ENCERRAMENTO DO MÓDULO 3 - PESSOA JURÍDICA -RESUMO Segundo Eneccerus, Kipp e Wolf a necessidade sugeriu uniões e instituições permanentes, para a obtenção de fins comuns, desde as de raio de ação mais

Leia mais

Certificado Digital - Pessoa Jurídica. DOCUMENTOS NECESSÁRIOS DA PESSOA JURÍDICA (CNPJ A ou CNPJ A3)

Certificado Digital - Pessoa Jurídica. DOCUMENTOS NECESSÁRIOS DA PESSOA JURÍDICA (CNPJ A ou CNPJ A3) Certificado Digital - Pessoa Jurídica DOCUMENTOS NECESSÁRIOS DA PESSOA JURÍDICA (CNPJ A ou CNPJ A3) Além dos documentos da Pessoa Jurídica, são necessários, também, dois documentos de identificação do

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL E DO CONSUMIDOR. Pessoas e sujeitos de direito: Pessoas Jurídicas

DIREITO EMPRESARIAL E DO CONSUMIDOR. Pessoas e sujeitos de direito: Pessoas Jurídicas DIREITO EMPRESARIAL E DO CONSUMIDOR Pessoas e sujeitos de direito: Pessoas Jurídicas 2 8/10/2010 Profa. Rosinete Cavalcante 1. Pessoas [...] ser ao qual se atribuem direitos e obrigações.. (VENOSA, 2005,

Leia mais

UNIDADE 2 CLASSIFICAÇÃO DAS SOCIEDADES

UNIDADE 2 CLASSIFICAÇÃO DAS SOCIEDADES UNIDADE 2 CLASSIFICAÇÃO DAS SOCIEDADES 1 Direito Empresarial II/ Profª Roberta Siqueira ATENÇÃO: Este material é meramente informativo e não exaure a matéria. Foi retirado da bibliografia do curso constante

Leia mais

PLANO DE CURSO : DIREITO SOCIETÁRIO (CÓD. ENEX 60131) ETAPA: 6ª TOTAL DE ENCONTROS:

PLANO DE CURSO : DIREITO SOCIETÁRIO (CÓD. ENEX 60131) ETAPA: 6ª TOTAL DE ENCONTROS: PLANO DE CURSO DISCIPLINA: DIREITO SOCIETÁRIO (CÓD. ENEX 60131) ETAPA: 6ª TOTAL DE ENCONTROS: 15 SEMANAS Semana Conteúdos/ Matéria Categorias/ Questões Tipo de aula Habilidades e Competências Textos, filmes

Leia mais

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL QUESTÃO 1 - Sobre a disciplina do direito empresarial no Brasil: 1. O adquirente de um estabelecimento comercial jamais responderá pelo

Leia mais

Porto Alegre (RS), 20 de junho de 2016.

Porto Alegre (RS), 20 de junho de 2016. Slide 1 EIRELI: Análise Legal e os Resultados Práticos Porto Alegre (RS), 20 de junho de 2016. Slide 2 Conteúdo Programático: - Análise Histórica da Introdução das EIRELI s no Direito Brasileiro; - Conceito

Leia mais

Direito Empresarial. Prof. Dr. Érico Hack

Direito Empresarial. Prof. Dr. Érico Hack Direito Empresarial Aula 7 Empresário e estabelecimento empresarial Prof. Dr. Érico Hack PUCPR Evolução - Empresa Teoria subjetiva Corporações de ofício Teoria objetiva atos de comércio lista taxativa

Leia mais

UNIDADE 8 EMPRESA INDIVIDUAL DE RESPONSABILIDADE LIMITADA

UNIDADE 8 EMPRESA INDIVIDUAL DE RESPONSABILIDADE LIMITADA UNIDADE 8 EMPRESA INDIVIDUAL DE RESPONSABILIDADE LIMITADA 1 Profª Roberta Siqueira Direito Empresarial II ATENÇÃO: Este material é meramente informativo e não exaure a matéria. Foi retirado da bibliografia

Leia mais

Firma : Nome usado pelo comerciante ou industrial no exercício de suas atividades; razão social. Empresa : 1. empreendimento ;

Firma : Nome usado pelo comerciante ou industrial no exercício de suas atividades; razão social. Empresa : 1. empreendimento ; x Firma : Nome usado pelo comerciante ou industrial no exercício de suas atividades; razão social Empresa : 1. empreendimento ; 2. organização econômica destinada à produção ou venda de mercadoria ou serviços,

Leia mais

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira As sociedades empresárias no Código Civil José Rodrigo Dorneles Vieira jrodrigo@portoweb.com.br 1. A LEGISLAÇÃO EMPRESARIAL: ANÁLISE GERAL 2. CARACTERIZAÇÃO DO EMPRESÁRIO Conceito de empresário A questão

Leia mais

DIREITO CIVIL PARTE GERAL - ANOTAÇÕES DA AULA 8

DIREITO CIVIL PARTE GERAL - ANOTAÇÕES DA AULA 8 DIREITO CIVIL PARTE GERAL - ANOTAÇÕES DA AULA 8 GRUPOS DESPERSONALIZADOS Não são atribuídas personalidades jurídicas, mas podem acionar e serem acionadas em juízo. Universalidade de Direito - Art. 91º,

Leia mais

Práticas Administrativas

Práticas Administrativas Faculdades Integradas de Botucatu Campus de Botucatu Práticas Administrativas Curso de Graduação em Administração de Empresas Prof. Esp. Robson Diaz Baptista robsondiaz@hotmail.com UNIFAC Faculdades Integradas

Leia mais

Revisão OAB. Gabriel Rabelo

Revisão OAB. Gabriel Rabelo Revisão OAB Gabriel Rabelo Tópico 1) Empresário Art. 966. Considera-se empresário quem exerce profissionalmente atividade econômica organizada para a produção ou a circulação de bens ou de serviços. Parágrafo

Leia mais

Capítulo 1 Teoria Geral do Direito de Empresa

Capítulo 1 Teoria Geral do Direito de Empresa SUMÁRIO Capítulo 1 Teoria Geral do Direito de Empresa... 17 1. Origens do Direito Empresarial.... 17 2. Autonomia do Direito Empresarial... 20 3. Fontes do Direito Empresarial... 21 4. Do Direito de Empresa...

Leia mais

ÍNDICE. Parte 1 Direito Material Empresarial, 19

ÍNDICE. Parte 1 Direito Material Empresarial, 19 ÍNDICE Parte 1 Direito Material Empresarial, 19 Capítulo 1 Teoria Geral do Direito de Empresa, 21 1. Origens do Direito Empresarial, 21 2. Autonomia do Direito Empresarial, 24 3. Fontes do Direito Empresarial,

Leia mais

GUIA PRÁTICO DO CONTABILISTA O DIA A DIA NA CONTABILIDADE

GUIA PRÁTICO DO CONTABILISTA O DIA A DIA NA CONTABILIDADE GUIA PRÁTICO DO CONTABILISTA O DIA A DIA NA CONTABILIDADE Mário Sebastião de Azevedo Pereira Consultor empresarial que atua há mais de 20 anos nas áreas Contábil e Administrativa. É autor dos livros Excel

Leia mais

CADERNO DE QUESTÕES POR EDITAL

CADERNO DE QUESTÕES POR EDITAL CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER CADERNO DE QUESTÕES POR EDITAL DPU Direito Comercial (Empresarial) Questão 1: CESPE - Def PF/DPU/2007 A respeito das pessoas jurídicas, julgue o item abaixo. A desconsideração

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED. Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED. Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com 1.2 Direito Positivo: Direito Positivo: Direito Posto, que vigora em um determinado espaço territorial,

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina DIR321 Direito Empresarial - Direto Societário

Programa Analítico de Disciplina DIR321 Direito Empresarial - Direto Societário 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Direito - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Número de créditos: 3 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 5 Carga horária semanal 3 Períodos

Leia mais

Direito Empresarial. Professora Carolina Lima. (facebook idem)

Direito Empresarial. Professora Carolina Lima. (facebook idem) Turma e Ano: Regular/2015 Matéria / Aula: Direito Empresarial Professora: Carolina Lima AULA 01 Direito Empresarial Professora Carolina Lima (facebook idem) Bibliografia: a professora recomenda ler o caderno.

Leia mais

I INTRODUÇÃO CAPÍTULO I A EVOLUÇÃO HISTÓRICA DAS SOCIEDADES

I INTRODUÇÃO CAPÍTULO I A EVOLUÇÃO HISTÓRICA DAS SOCIEDADES FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE LISBOA DIREITO COMERCIAL II (SOCIEDADES COMERCIAIS) ANO LETIVO 2015/2016, TURMA A Regência: Prof. Doutor António Menezes Cordeiro Colaboradores: Profs. Doutores

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA (AAA-SC)

ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA (AAA-SC) ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA (AAA-SC) ESTATUTOS CAPÍTULO I Da denominação, sede e duração Artigo I? Sob a denominação de ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO ARQUIVO PÚBLICO DO

Leia mais

GRADE HORÁRIA 1º SEMESTRE DE 2016

GRADE HORÁRIA 1º SEMESTRE DE 2016 1º PERÍODO/SEMESTRE # TURNO Noite_ Sociologia Geral e Ciência Política e Sociologia Geral e Língua Portuguesa Língua Portuguesa Jurídica Teoria Geral do Estado Jurídica Sociologia Geral e Jurídica Ciência

Leia mais

SOCIEDADES EMPRESARIAIS

SOCIEDADES EMPRESARIAIS SOCIEDADES EMPRESARIAIS Sociedade empresária é a pessoa jurídica de direito privado, não-estatal, que tem por objeto social a exploração de uma atividade comercial ou a forma de uma sociedade por ações.

Leia mais

1. Dentre as sociedades empresariais abaixo elencadas, aponte aquela que não possui personalidade jurídica:

1. Dentre as sociedades empresariais abaixo elencadas, aponte aquela que não possui personalidade jurídica: 1. Dentre as sociedades empresariais abaixo elencadas, aponte aquela que não possui personalidade jurídica: a) sociedade em nome coletivo b) sociedade em comandita simples c) sociedade de capital e indústria

Leia mais

vamos agora estudar e classificar as empresas de acordo com o seu faturamento:

vamos agora estudar e classificar as empresas de acordo com o seu faturamento: Depois de estudar - a evolução do direito empresarial; - os conceitos de empregador, empresário e empresa; - O empresário e a sociedade empresária irregular (Diferente da Sociedade Simples); - A teoria

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina DIR139 Direito de Empresa

Programa Analítico de Disciplina DIR139 Direito de Empresa 0 Programa Analítico de Disciplina DIR139 Direito de Empresa Departamento de Direito - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Número de créditos: Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga

Leia mais

PLANO DE ENSINO I EMENTA

PLANO DE ENSINO I EMENTA PLANO DE ENSINO CURSO: Direito SÉRIE: 3º Semestre DISCIPLINA: Teoria da Empresa CARGA HORÁRIA SEMANAL: 1,5 horas/aula CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 30 horas/aula I EMENTA Teoria da Empresa. Empresa. Empresário.

Leia mais

MANUAL DE DIREITO EMPRESARIAL

MANUAL DE DIREITO EMPRESARIAL Benigno Cavalcante MANUAL DE DIREITO EMPRESARIAL Sumário Apresentação... 17 Abreviatura... 21 CAPÍTULO I HISTÓRIA DO DIREITO COMERCIAL 1. O Surgimento do Direito Comercial... 25 1.2. Evolução do Direito

Leia mais

Aula 3 A Pessoa Natural 1ª Parte: Por Marcelo Câmara

Aula 3 A Pessoa Natural 1ª Parte: Por Marcelo Câmara Por Marcelo Câmara texto Sumário: 1 -texto A PESSOA NATURAL: 1.1 Pessoas reconhecidas pela ordem jurídica: naturais e jurídicas. 1.2 A personalidade jurídica: modos de aquisição e perda. 1.2.1 Docimasia

Leia mais

Direito Empresarial e Trabalhista silviabertani.wordpress.com

Direito Empresarial e Trabalhista silviabertani.wordpress.com 1 Direito Empresarial e Trabalhista silviabertani.wordpress.com Uma leitura interessante... 2 Em meio à contemporaneidade das relações de comércio e das implementações comerciais que o mundo globalizado

Leia mais

DESTINO: POLÓNIA OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS Enquadramento Legal

DESTINO: POLÓNIA OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS Enquadramento Legal DESTINO: POLÓNIA OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS Enquadramento Legal 1 SUMÁRIO 1. Tipos de Sociedades 2. Sociedades de Responsabilidade Limitada e Sociedades Anónimas 3. Constituição de sociedades 4. Regime

Leia mais

5. A cessação da menoridade pelo casamento ocorre: a) em qualquer idade;

5. A cessação da menoridade pelo casamento ocorre: a) em qualquer idade; SIMULADO DIREITO CIVIL DOMICÍLIO CIVIL CAPACIDADE DIREITOS DA PERSONALIDADE 1. Felipe, que no próximo mês irá completar 16 anos de idade, embora tenha nascido surdo-mudo, aprendeu a exprimir sua vontade.

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA PARA A SALVAGUARDA DO PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA PARA A SALVAGUARDA DO PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA PARA A SALVAGUARDA DO PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL ESTATUTOS Cap.1 Denominação, Objeto e Fins da associação Art.º 1.º Denominação e sede PCI ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA PARA A SALVAGUARDA

Leia mais

SECÇÃO III - Regime da sociedade antes do registo. Invalidade do contrato

SECÇÃO III - Regime da sociedade antes do registo. Invalidade do contrato Legislação Comercial Ficha Técnica Código das Sociedades Comerciais TÍTULO I - Parte geral CAPÍTULO I - Âmbito de aplicação CAPÍTULO II - Personalidade e capacidade CAPÍTULO III - Contrato de sociedade

Leia mais

Conteúdo Programático Contabilidade Geral Básica - CGB [2ª Edição]

Conteúdo Programático Contabilidade Geral Básica - CGB [2ª Edição] Conteúdo Programático Contabilidade Geral Básica - CGB [2ª Edição] CAPÍTULO I. Introdução ao Curso de Contabilidade Introdução ao Curso de Contabilidade 1. Contabilidade. 2. Contabiliza.se o quê. 3. O

Leia mais

Prof. Ms. Guilherme Martins Teixeira Borges FACE: Guilherme Martins INSTA: Professor Guilherme Martins

Prof. Ms. Guilherme Martins Teixeira Borges FACE: Guilherme Martins INSTA: Professor Guilherme Martins Prof. Ms. Guilherme Martins Teixeira Borges FACE: Guilherme Martins Periscope: @ProfGuilherm INSTA: Professor Guilherme Martins E-mail: g.martins.borges@hotmail.com 1. CONCEITO: PJ PLURALIDADE DE SÓCIOS

Leia mais

Sumário COLEÇÃO SINOPSES PARA CONCURSOS GUIA DE LEITURA DA COLEÇÃO... 15

Sumário COLEÇÃO SINOPSES PARA CONCURSOS GUIA DE LEITURA DA COLEÇÃO... 15 COLEÇÃO SINOPSES PARA CONCURSOS... 13 GUIA DE LEITURA DA COLEÇÃO... 15 Capítulo 1 INTRODUÇÃO DO DIREITO EMPRESARIAL... 19 1. Breve histórico do Direito Empresarial... 19 2. A Empresa... 23 3. O Empresário...

Leia mais

Estrutura Curricular do Curso de Direito

Estrutura Curricular do Curso de Direito Estrutura Curricular do Curso de Direito 1º Período Introdução ao Direito - História do Direito Português Aplicado ao Discurso Jurídico I Ciência Política e Teoria Geral do Estado - Antropologia Jurídica

Leia mais

Documentação Exigida Por Nível de Cadastramento

Documentação Exigida Por Nível de Cadastramento 1 Documentação Exigida Por Nível de Cadastramento Instituto Federal Catarinense Novembro de 2014 2 Sumário 1- Pessoa Física...3 2- Pessoa Jurídica...4 2.1- Órgão Público...4 2.2- Autarquias e Fundações

Leia mais

CALENDÁRIO DE PROVAS SUPLETIVAS 1º SEMESTRE/2017 TURMA M1-1D-1M

CALENDÁRIO DE PROVAS SUPLETIVAS 1º SEMESTRE/2017 TURMA M1-1D-1M TURMA M1-1D-1M 7:30/9:10 TEORIA GERAL DO DIREITO PRIVADO AULA 9:30/11:10 INTRODUÇÃO A CIÊNCIA DO DIREITO PROVA 7:30/9:10 DIREITOS HUMANOS PROVA 9:30/11:10 TEORIA GERAL DO DIREITO PRIVADO PROVA 7:30/9:10

Leia mais

CALENDÁRIO DE PROVAS ESPECIAIS 1º SEMESTRE/2017 TURMA M1-1D-1M

CALENDÁRIO DE PROVAS ESPECIAIS 1º SEMESTRE/2017 TURMA M1-1D-1M TURMA M1-1D-1M 7:30/9:10 TEORIA GERAL DO DIREITO PRIVADO AULA 9:30/11:10 INTRODUÇÃO A CIÊNCIA DO DIREITO PROVA 7:30/9:10 DIREITOS HUMANOS PROVA 9:30/11:10 TEORIA GERAL DO DIREITO PRIVADO PROVA 7:30/9:10

Leia mais

Administração Pública. Prof. Joaquim Mario de Paula Pinto Junior

Administração Pública. Prof. Joaquim Mario de Paula Pinto Junior Administração Pública Prof. Joaquim Mario de Paula Pinto Junior 1 O Estado É uma comunidade de homens fixada sobre um território com poder de mando, ação e coerção (ato de pressionar, induzir) constituída

Leia mais

Sumário. Coleção Sinopses para Concursos Guia de leitura da Coleção... 15

Sumário. Coleção Sinopses para Concursos Guia de leitura da Coleção... 15 Coleção Sinopses para Concursos... 13 Guia de leitura da Coleção... 15 Capítulo 1 Introdução do Direito Empresarial... 19 1. Breve histórico do Direito Empresarial... 19 2. A Empresa... 23 3. O Empresário...

Leia mais

Capítulo 5. Quem serão os meus aliados?

Capítulo 5. Quem serão os meus aliados? PESSOA FÍSICA OU PESSOA JURÍDICA Pessoa física É o indivíduo ou pessoa individual com seus direitos e obrigações perante o Estado. Pessoa jurídica Éaassociaçãodeduasoumaispessoasemumaentidade,comseus direitos

Leia mais

I A LEI DE INTRODUÇÃO AO CÓDIGO CIVIL (LICC)

I A LEI DE INTRODUÇÃO AO CÓDIGO CIVIL (LICC) SUMÁRIO Agradecimentos... 19 Nota do autor... 21 Prefácio... 23 Capítulo I A LEI DE INTRODUÇÃO AO CÓDIGO CIVIL (LICC) 1. Introdução ao estudo do Direito... 25 2. Características, conteúdo e funções da

Leia mais

TOTAL DA CARGA HORÁRIA 435

TOTAL DA CARGA HORÁRIA 435 Ciclo Unidade de Aprendizagem C/H Pré- Req Estrut Curr Base Notas 1 05292 - Direito Administrativo Aplicado I 15 CET 7,0 1 05293 - Direito Administrativo Aplicado II 30 CET 7,0 Subtotal 45 2 05294 - Direito

Leia mais

Sumário. Capítulo I A Lei de Introdução

Sumário. Capítulo I A Lei de Introdução Sumário Nota do autor à segunda edição... 21 Nota do autor à primeira edição... 23 Prefácio à segunda edição... 25 Prefácio à primeira edição... 31 Capítulo I A Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUVENTUDE E DESPORTOS

MINISTÉRIO DA JUVENTUDE E DESPORTOS MINISTÉRIO DA JUVENTUDE E DESPORTOS REGIME JURÍDICO DAS ASSOCIAÇÕES JUVENIS E ESTUDANTIS Decreto nº 15/03 de 22 de Abril (Diário da República I Série nº 31, de 22 de Abril de 2003) A juventude angolana

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC LINHAS DE PESQUISA

CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC LINHAS DE PESQUISA CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC LINHAS DE PESQUISA Direito Constitucional e Teoria Geral do Estado *Aspectos de Direito Eleitoral *Controle

Leia mais

Certificado Digital - Pessoa Jurídica. DOCUMENTOS NECESSÁRIOS DA PESSOA JURÍDICA (CNPJ A1 ou CNPJ A3)

Certificado Digital - Pessoa Jurídica. DOCUMENTOS NECESSÁRIOS DA PESSOA JURÍDICA (CNPJ A1 ou CNPJ A3) Certificado Digital - Pessoa Jurídica DOCUMENTOS NECESSÁRIOS DA PESSOA JURÍDICA (CNPJ A1 ou CNPJ A3) Além dos documentos da Pessoa Jurídica, são necessários, também, dois documentos de identificação do

Leia mais

1º Período - Noite. ATENÇÃO: As provas serão aplicadas nos horários pertinentes a cada disciplina

1º Período - Noite. ATENÇÃO: As provas serão aplicadas nos horários pertinentes a cada disciplina 1º Período - Noite 19:00 às 19:50 Direito Civil I Ciência Política Direito Constitucional I Introdução ao Direito 19:50 ás 20:40 Direito Civil I Ciência Política Direito Constitucional I Introdução ao

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA NÍVEL SUPERIOR. 1. Quanto à compreensão de textos Reconhecimento da intenção comunicativa dominante no texto;

LÍNGUA PORTUGUESA NÍVEL SUPERIOR. 1. Quanto à compreensão de textos Reconhecimento da intenção comunicativa dominante no texto; UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR CONCURSO PARA CÂMARA MUNICIPAL DE MOSSORÓ PROGRAMA DE ESTUDOS Cargo: Advogado LÍNGUA PORTUGUESA NÍVEL SUPERIOR 1. Quanto à

Leia mais

Tipos de Sociedades. Código Civil (Lei 10406/2002) prevê vários tipos. Os tipos mais relevantes. Sociedade Limitada (Ltda.) Sociedade Anônima (S.A.

Tipos de Sociedades. Código Civil (Lei 10406/2002) prevê vários tipos. Os tipos mais relevantes. Sociedade Limitada (Ltda.) Sociedade Anônima (S.A. INVESTIR NO BRASIL Os Modelos Societários no Sistema Jurídico Brasileiro e a sua Regulamentação 12 de Abril de 2012 Marco Ferreira Orlandi Sócio BOCCUZZI Advogados Tipos de Sociedades Código Civil (Lei

Leia mais

Direito Empresarial. Aula 07. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho

Direito Empresarial. Aula 07. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Direito Empresarial Aula 07 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos multimídia

Leia mais

Atividades Não Empresariais. Por definição legal algumas atividades não são consideradas empresariais.

Atividades Não Empresariais. Por definição legal algumas atividades não são consideradas empresariais. Atividades Não Empresariais Por definição legal algumas atividades não são consideradas empresariais. Atividades Não Empresariais Profissionais liberais que prestam os serviços de forma direta e profissionais

Leia mais

Certificado Digital - Pessoa Jurídica. DOCUMENTOS NECESSÁRIOS DA PESSOA JURÍDICA (CNPJ A1 ou CNPJ A3)

Certificado Digital - Pessoa Jurídica. DOCUMENTOS NECESSÁRIOS DA PESSOA JURÍDICA (CNPJ A1 ou CNPJ A3) Certificado Digital - Pessoa Jurídica DOCUMENTOS NECESSÁRIOS DA PESSOA JURÍDICA (CNPJ A1 ou CNPJ A3) Além dos documentos da Pessoa Jurídica, são necessários, também, dois documentos de identificação do

Leia mais

Os sistemas econômicos e o Direito empresarial

Os sistemas econômicos e o Direito empresarial Os sistemas econômicos e o Direito empresarial Os sistemas econômicos e o Direito Empresarial A ordem econômica no Brasil é disciplinada por um conjunto de princípios estabelecidos na Constituição Federal

Leia mais

LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO DO TRABALHO

LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO DO TRABALHO LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO DO TRABALHO Execução Trabalhista : Desconsideração da Personalidade Jurídica / Responsabilidade dos Sócios e Ex-Sócios Professor: Dr. Rogério Martir Doutorando em Ciências

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA PORTUGUESA 7.ª revisão 2005 (excertos) Princípios fundamentais. ARTIGO 10.º (Sufrágio universal e partidos políticos)

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA PORTUGUESA 7.ª revisão 2005 (excertos) Princípios fundamentais. ARTIGO 10.º (Sufrágio universal e partidos políticos) CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA PORTUGUESA 7.ª revisão 2005 (excertos) Princípios fundamentais ARTIGO 10.º (Sufrágio universal e partidos políticos) 1. O povo exerce o poder político através do sufrágio universal,

Leia mais

Estatutos. Artigo 1º. Denominação, Sede, duração e Natureza Jurídica

Estatutos. Artigo 1º. Denominação, Sede, duração e Natureza Jurídica Estatutos Artigo 1º Denominação, Sede, duração e Natureza Jurídica 1 A Associação, sem fins lucrativos, adota a denominação MIMA MUSEU INTERNACIONAL DA MULHER, ASSOCIAÇÃO, e tem a sede na Urbanização Paço

Leia mais

PONTO 1: Sociedade Limitada PONTO 2: PONTO 3: PONTO 4: 1. SOCIEDADE LIMITADA 1.1 TEORIA DA DESCONSIDERAÇÃO DA PERSONALIDADE JURÍDICA

PONTO 1: Sociedade Limitada PONTO 2: PONTO 3: PONTO 4: 1. SOCIEDADE LIMITADA 1.1 TEORIA DA DESCONSIDERAÇÃO DA PERSONALIDADE JURÍDICA 1 DIREITO EMPRESARIAL DIREITO EMPRESARIAL PONTO 1: Sociedade Limitada PONTO 2: PONTO 3: PONTO 4: Art. 1.052 do CC e ss. 1. SOCIEDADE LIMITADA 1.1 TEORIA DA DESCONSIDERAÇÃO DA PERSONALIDADE JURÍDICA Prevista

Leia mais