Regimento do Departamento Curricular do 1º Ciclo

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Regimento do Departamento Curricular do 1º Ciclo"

Transcrição

1 Regimento do Departamento Curricular do 1º Ciclo O departamento curricular do 1º ciclo, nos termos do Regulamento Interno, aprova o seguinte regimento, definindo as respetivas regras de organização e funcionamento, em conformidade com o Decreto-Lei nº 137/2012 de 2 de julho e o Regulamento Interno. CAPÍTULO I NATUREZA E COMPOSIÇÃO Artigo 1º (Definição) 1. O departamento curricular do 1º ciclo é uma estrutura de coordenação educativa, nomeadamente no domínio da articulação e gestão curricular. Artigo 2º (Composição) 1. A composição do departamento curricular do 1º ciclo é a definida no Regulamento Interno, por referência ao anexo I do Decreto-lei nº 200/2007, de 22 de Maio: a. O departamento curricular do 1º ciclo é constituído pela totalidade dos professores do grupo 110. Artigo 3º (Coordenação do departamento curricular) 1. A coordenação do departamento curricular é assegurada por um professor, eleito pelos professores do departamento, de entre três professores designados para o efeito pelo Diretor, de preferência com formação especializada em organização e desenvolvimento curricular ou em supervisão pedagógica e formação de formadores. Artigo 4º (Mandato do coordenador de departamento curricular) 1. O mandato do coordenador de departamento curricular tem a duração de 4 anos. Artigo 5º (Direitos e deveres dos membros do departamento do 1º ciclo) 1. Constituem deveres dos membros do departamento os seguintes: a. Comparecer e participar nas reuniões para que sejam devidamente convocados; b. Desempenhar as funções para que sejam designados pelo coordenador do departamento; c. Desempenhar as funções de secretário, nomeado rotativamente de entre todos os membros pela ordem da folha de presenças;

2 d. Observar as normas constantes do regulamento interno, do regimento e da lei. e. Contribuir, pela sua diligência, para a eficácia e o prestígio dos trabalhos do departamento em observância do estabelecido no regulamento interno, no regimento e na lei; 2. Constituem direitos dos membros do departamento do 1º ciclo os seguintes: a. Participar nas discussões e votações; b. Apresentar propostas de deliberação dentro das competências do departamento; c. Indicar ao coordenador do departamento assuntos a tratar na reunião, desde que dentro das suas competências e até ao início da reunião; d. Dispor de material e serviços adequados ao exercício das suas funções. CAPÍTULO II COMPETÊNCIAS Artigo 6º (Competências) 1. São competências do departamento do 1º ciclo as definidas no Regulamento Interno, designadamente: a. Assegurar a coordenação das orientações curriculares e dos programas de estudo do currículo nacional; b. Promover a adequação dos objetivos e conteúdos do currículo nacional à situação concreta das escolas do Agrupamento; c. Elaborar e propor ao conselho pedagógico os critérios de avaliação, por ciclo e ano de escolaridade, a aplicar uniformemente nas escolas do Agrupamento; d. Elaborar e aplicar medidas de reforço no domínio das didáticas específicas das áreas curriculares; e. Propor a adoção de medidas de gestão flexível do currículo/propostas curriculares diversificadas, em articulação com outras estruturas de orientação educativa ou serviços especializados de apoio educativo do Agrupamento em função da especificidade de grupos de alunos e de outras medidas destinadas a melhorar as aprendizagens e a prevenir a exclusão; f. Coordenar a aplicação de estratégias de diferenciação pedagógica e de avaliação das aprendizagens; g. Identificar necessidades de formação dos docentes; h. Selecionar e propor os manuais escolares, por ano de escolaridade, a adotar uniformemente nas escolas do Agrupamento; i. Elaborar e propor ao Conselho Pedagógico o desenvolvimento de componentes curriculares locais; j. Cooperar na elaboração, desenvolvimento e avaliação dos instrumentos de autonomia da escola; k. Executar o plano de atividades do departamento apresentando à direção o respetivo relatório trimestral; l. Refletir sobre os resultados e práticas educativas e o seu contexto, promovendo a realização de atividades de investigação, reflexão e de estudo, visando a melhoria da qualidade das práticas educativas; m. Promover a troca de experiências e cooperação entre todos os docentes que integram o departamento curricular. Artigo 7º (Competências do coordenador do departamento) 1. Compete ao coordenador do departamento curricular: 2

3 a. Representar o departamento curricular no Conselho Pedagógico e perante a direção do Agrupamento; b. Convocar as reuniões do departamento e fixar a ordem de trabalhos; c. Presidir às reuniões do departamento, declarar a sua abertura, suspensão e encerramento e dirigir os respetivos trabalhos; d. Suspender ou encerrar antecipadamente as reuniões, quando circunstâncias excecionais o justifiquem, mediante decisão fundamentada a incluir na ata da reunião e. Assegurar as competências previstas no artigo anterior e o cumprimento do regimento e das deliberações do departamento; f. Exercer as demais competências que lhe forem atribuídas na lei e no regulamento interno; CAPÍTULO III FUNCIONAMENTO Artigo 8º (Reuniões) 1. O departamento reúne ordinária e extraordinariamente; 2. O departamento reúne ordinariamente uma vez por mês e extraordinariamente sempre que seja convocado pelo presidente: a. Por sua iniciativa; b. A requerimento de um terço dos seus membros em efetividade de funções; c. Por pedido de parecer do Conselho Pedagógico ou da Direção. 3. As reuniões do departamento têm a duração de duas horas; 4. As reuniões do departamento realizam-se na segunda 4ª feira de cada mês; 5. Em caso de não conclusão da ordem de trabalhos será convocada reunião extraordinária; Artigo 9º (Convocatórias) 1. As reuniões do departamento curricular devem ser convocadas, salvo caso de excecional urgência, com 48h de antecedência; 2. A convocatória é feita, a todos os professores do departamento, pelo coordenador do departamento por escrito, afixado na sala de professores, e por ; 3. Na convocatória deve constar sempre o dia, a hora e o local da reunião, bem como a respetiva ordem de trabalhos; 4. A ordem de trabalhos é estabelecida pelo coordenador que, pode incluir assuntos indicados pelos membros do departamento, desde que dentro das suas competências e até ao início da reunião; 5. Quaisquer alterações ao dia, hora e local devem ser comunicadas a todos os membros de forma a garantir o seu conhecimento seguro e oportuno. Artigo 10º (Substituição do coordenador) 1. O coordenador do departamento é substituído nas suas faltas ou impedimento prolongados por um dos coordenadores de ano. 3

4 Artigo 11º (Atas) 1. De cada reunião será lavrada ata, que conterá um resumo de tudo o que nela tiver ocorrido, designadamente, a data e o local da reunião, os assuntos apreciados, as deliberações tomadas e a forma e o resultado das respetivas votações; 2. As atas são lavradas pelos secretários, rotativamente pela ordem da folha de presenças, e postas à aprovação de todos os membros no final da respetiva reunião ou no início da seguinte, sendo assinadas, após a aprovação, pelo coordenador e pelo secretário; 3. A ata será lavrada em suporte digital e suporte papel e entregue ao coordenador de departamento, 4. A ata, em suporte papel, é entregue pelo coordenador de departamento na direção do Agrupamento, acompanhada da respetiva folha de presenças. Artigo 12º (Quórum de funcionamento) 1. O departamento só pode deliberar quando esteja presente a maioria absoluta do número legal dos membros. Artigo 13º (Votação) 1. As deliberações são tomadas por votação de braço no ar, por maioria relativa dos votos dos membros presentes na reunião; 2. São tomadas por escrutínio secreto as deliberações que envolvam apreciações relativas a qualquer pessoa ou a requerimento de qualquer membro do departamento, aprovada por maioria dos votos; 3. Em caso de dúvida o departamento deliberará sobre a forma de votação; 4. Quando exigida, a fundamentação das deliberações tomadas por escrutínio secreto será feita pelo coordenador do departamento após a votação tendo presente a discussão que tiver precedido; 5. Não podem estar presentes no momento da discussão nem da votação, os membros que se considerem impedidos. Artigo 14º (Registo na ata do voto vencido) 1. Os membros do departamento podem fazer constar na ata o seu voto de vencido e as razões que o justificam. 2. Aqueles que ficarem vencidos na deliberação tomada e fizerem registo da respetiva declaração de voto na ata, ficam isentos da responsabilidade que daquela eventualmente resulte. Artigo 15º (Entrada em vigor) 1. O presente regimento entra em vigor no dia seguinte à data da sua aprovação; 4

5 2. O original do regimento levará a indicação da respetiva data de aprovação e será assinado pelo coordenador, sendo entregue o original ao diretor do Agrupamento, ficando arquivada uma cópia no dossier do departamento, sendo enviado em formato digital a todos os membros do departamento. Aprovado na reunião de departamento em 05 de setembro de 2013 A coordenadora (Maria Cândida Ferreira) 5

Regimento Interno. Departamento de Ciências Sociais e Humanas. Coordenadora de Departamento: Cláudia Varejão

Regimento Interno. Departamento de Ciências Sociais e Humanas. Coordenadora de Departamento: Cláudia Varejão Regimento Interno Departamento de Ciências Sociais e Humanas Coordenadora de Departamento: Cláudia Varejão Ano Letivo 2015/2016 REGIMENTO INTERNO DEPARTAMENTO DECIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS Artigo 1º (Definição)

Leia mais

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Regimento Interno REGIMENTO INTERNO Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Artigo 1º (Definição) O Departamento Curricular constitui a estrutura

Leia mais

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais. Regimento Interno

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais. Regimento Interno Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Regimento Interno O Departamento Curricular é uma estrutura de gestão intermédia com o Conselho Pedagógico e com a Direção, que promove a articulação

Leia mais

ESCOLA E. B. 2,3 DE CADAVAL. Regimento do Departamento de Línguas. Artigo 1º Objecto. Artigo 2º Aplicação

ESCOLA E. B. 2,3 DE CADAVAL. Regimento do Departamento de Línguas. Artigo 1º Objecto. Artigo 2º Aplicação ESCOLA E. B. 2,3 DE CADAVAL Regimento do Departamento de Línguas Artigo 1º Objecto O presente regimento define a composição e as normas de funcionamento do Departamento de Línguas. Artigo 2º Aplicação

Leia mais

Regimento Interno. ARTIGO 1º (Enquadramento Legal)

Regimento Interno. ARTIGO 1º (Enquadramento Legal) Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Regimento Interno O Departamento Curricular de Matemática e Ciências Experimentais doravante designado por DMCE, é uma estrutura intermédia de gestão

Leia mais

REGIMENTO DE DEPARTAMENTOS CURRICULARES E RESPETIVAS ÁREAS DISCIPLINARES

REGIMENTO DE DEPARTAMENTOS CURRICULARES E RESPETIVAS ÁREAS DISCIPLINARES Agrupamento de Escolas de Vagos 161070 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VAGOS REGIMENTO DE DEPARTAMENTOS CURRICULARES E RESPETIVAS ÁREAS DISCIPLINARES marçol2014 Índice Página SECÇÃO I- Composição, Competências

Leia mais

Departamento de Expressões. Regimento Interno

Departamento de Expressões. Regimento Interno Departamento de Expressões Regimento Interno O Departamento Curricular de Expressões é uma estrutura intermédia de gestão pedagógica, representada no Conselho Pedagógico pelo seu coordenador. Com a Diretora

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MARTIM DE FREITAS. Quadriénio 2013/2017 REGIMENTO INTERNO DO DEPARTAMENTO DO 1º CEB

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MARTIM DE FREITAS. Quadriénio 2013/2017 REGIMENTO INTERNO DO DEPARTAMENTO DO 1º CEB AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MARTIM DE FREITAS Quadriénio 2013/2017 REGIMENTO INTERNO DO DEPARTAMENTO DO 1º CEB Preâmbulo O presente regimento interno, adiante designado por regimento, é o documento que define

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO

REGIMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO ESCOLA BÁSICA INTEGRADA DE PONTA GARÇA REGIMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO Ano Letivo 2016/17 1 Artigo 1º Da legislação A composição, as competências e o funcionamento do conselho pedagógico regem-se pelo

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO EXECUTIVO

REGIMENTO DO CONSELHO EXECUTIVO REGIMENTO DO CONSELHO EXECUTIVO Junho 2016 1. O Conselho Executivo, da Escola Básica Integrada de Ponta Garça, é o órgão de administração e gestão nas áreas pedagógica, cultural, administrativa, patrimonial

Leia mais

Regulamento Interno ANEXO V. Departamentos Curriculares do Agrupamento de Escolas Raul Proença

Regulamento Interno ANEXO V. Departamentos Curriculares do Agrupamento de Escolas Raul Proença Regulamento Interno ANEXO V Departamentos Curriculares do Agrupamento de Escolas Raul Proença Regimento Artigo 1.º Objeto e âmbito O presente Regimento estabelece a composição, o quadro de competências,

Leia mais

Regimento Interno Departamento Pré-Escolar

Regimento Interno Departamento Pré-Escolar Regimento Interno Departamento Pré-Escolar 2014/2015 CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º (Normas Reguladoras) As atribuições, competências, organização e funcionamento do Departamento regem-se pelas

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MOGADOURO REGIMENTO INTERNO DO DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MOGADOURO REGIMENTO INTERNO DO DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MOGADOURO REGIMENTO INTERNO DO DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS Quadriénio 2009-2013 Segundo o artigo 68º do Regulamento Interno, aprovado em 4 de Janeiro de 2011, para o quadriénio 2009/2013,

Leia mais

Escola Secundária da Ramada

Escola Secundária da Ramada Escola Secundária da Ramada Regulamento Interno do Departamento de Matemática ÍNDICE Artigo 1º - Departamento Curricular... 2 Artigo 2º - Composição... 2 Artigo 3º - Competência do Departamento de Matemática...

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MOGADOURO REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO DE DOCENTES DO PRÉ - ESCOLAR

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MOGADOURO REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO DE DOCENTES DO PRÉ - ESCOLAR AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MOGADOURO REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO DE DOCENTES DO PRÉ - ESCOLAR Ano Letivo: 2012 / 2013 ÍNDICE CAPÍTULO I PÁG. ÂMBITO 3 CAPÍTULO I I Conselho de Docentes 3 CAPÍTULO III Competências

Leia mais

REGIMENTO DO DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS

REGIMENTO DO DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS REGIMENTO DO DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS Atualização 2015/2016 O Departamento de Línguas, adiante designado por Departamento, rege-se pelo estatuído na legislação em vigor, no Regulamento Interno do Agrupamento

Leia mais

REGULAMENTO DEPARTAMENTO DE DIETÉTICA E

REGULAMENTO DEPARTAMENTO DE DIETÉTICA E Homologado na Gestão documental em 28/12/2017 REGULAMENTO DO DEPARTAMENTO DE DIETÉTICA E NUTRIÇÃO Im-05-15-B0 Pág. 1 de 5 Artigo 1º (Definição) 1. O Departamento de Dietética e Nutrição da Escola Superior

Leia mais

Regimento Interno do Departamento Curricular da Educação Pré-Escolar

Regimento Interno do Departamento Curricular da Educação Pré-Escolar Regimento Interno do Departamento Curricular da Educação Pré-Escolar Ano lectivo 2009/2010 1 - Identificação Esta estrutura curricular adopta a designação de Departamento Curricular da Educação Pré-escolar.

Leia mais

Regimento Grupo Disciplinar E. Visual e E. Tecnológica. Departamento de Expressões

Regimento Grupo Disciplinar E. Visual e E. Tecnológica. Departamento de Expressões Regimento Grupo Disciplinar E. Visual e E. Tecnológica Departamento de Expressões 2013/2017 2 REGIMENTO DE GRUPO DISCIPLINAR DE EDUCAÇÃO VISUAL e EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA O grupo disciplinar de EV-ET é constituído

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES

REGIMENTO INTERNO DO DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES REGIMENTO INTERNO DO DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES 2018-2021 COORDENADOR: Maria Fernanda Pereira Pires Regimento Interno Departamento de Expressões 1 de 7 ÍNDICE I-REGIMENTO ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------2

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO, MAIA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO, MAIA 1. Disposições Gerais 1. 1. Objetivo O Conselho Pedagógico é o órgão de coordenação e supervisão pedagógica e orientação educativa do Agrupamento, nomeadamente nos domínios pedagógicodidático, da orientação

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE GAVIÃO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE GAVIÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE GAVIÃO REGIMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO - ANO LETIVO 2016/2017 SECÇÃO I DISPOSIÇÕES GERAIS ARTIGO 1º - OBJETO DO REGIMENTO O presente regimento regula o funcionamento do conselho

Leia mais

Regimento do Conselho Pedagógico

Regimento do Conselho Pedagógico Regimento do Conselho Pedagógico CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º Âmbito 1. O Conselho Pedagógico é o órgão de coordenação e supervisão pedagógica, bem como de orientação educativa do Agrupamento,

Leia mais

Regimento do Conselho dos Diretores de Turma

Regimento do Conselho dos Diretores de Turma AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO EANES LOBATO ESCOLA BÁSICA DOS 2º. E 3º. CICLOS PEDRO EANES LOBATO Regimento do Conselho dos Diretores de Turma ANO LETIVO 2014 / 2015 Capítulo I Conselho dos Diretores de

Leia mais

agrupamento de escolas da abelheira VIANA DO CASTELO REGIMENTO INTERNO departamento curricular do 1.º ciclo

agrupamento de escolas da abelheira VIANA DO CASTELO REGIMENTO INTERNO departamento curricular do 1.º ciclo agrupamento de escolas da abelheira VIANA DO CASTELO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS ----------------------------------------------------------------------------------------- 2 Artigo 1.º Definição e âmbito

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CMJ CAPITULO I DISPOSIÇÕES GERAIS

REGIMENTO INTERNO DO CMJ CAPITULO I DISPOSIÇÕES GERAIS REGIMENTO INTERNO DO CMJ CAPITULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1.º Objecto O presente Regimento Interno define as regras de funcionamento do Conselho Municipal de Juventude de Loures, quando não previstas

Leia mais

REGIMENTO DAS REUNIÕES DA CÂMARA MUNICIPAL. Artigo 1º. Reuniões ordinárias

REGIMENTO DAS REUNIÕES DA CÂMARA MUNICIPAL. Artigo 1º. Reuniões ordinárias REGIMENTO DAS REUNIÕES DA CÂMARA MUNICIPAL Artigo 1º Reuniões ordinárias 1-A Câmara Municipal reunirá ordinariamente, às 1ªs e 3ªs sextas-feiras de cada mês: a)- A primeira reunião será privada e iniciar-se-á

Leia mais

Agrupamento de Escolas do Vale de Ovil. Escola Básica de Campelo [REGIMENTO DO DEPARTAMENTO DO PRIMEIRO CICLO]

Agrupamento de Escolas do Vale de Ovil. Escola Básica de Campelo [REGIMENTO DO DEPARTAMENTO DO PRIMEIRO CICLO] 2013 Agrupamento de Escolas do Vale de Ovil Escola Básica de Campelo [REGIMENTO DO DEPARTAMENTO DO PRIMEIRO CICLO] Artigo 1º Âmbito e Aplicação 1. O presente Regimento regulamenta a atividade do Departamento

Leia mais

Regimento do Conselho Geral

Regimento do Conselho Geral MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Alentejo AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SABOIA Regimento do Conselho Geral CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo

Leia mais

Agrupamento de Escolas do Vale de Ovil. Escola Básica de Campelo [REGIMENTO DO CONSELHO DE DOCENTES]

Agrupamento de Escolas do Vale de Ovil. Escola Básica de Campelo [REGIMENTO DO CONSELHO DE DOCENTES] 2012 Agrupamento de Escolas do Vale de Ovil Escola Básica de Campelo [REGIMENTO DO CONSELHO DE DOCENTES] Artigo 1º Âmbito e Aplicação 1. O presente Regimento regulamenta a atividade do Departamento do

Leia mais

REGIMENTO. CONSELHO DIRETIVO REGIONAL Secção Regional da Região Autónoma dos Açores

REGIMENTO. CONSELHO DIRETIVO REGIONAL Secção Regional da Região Autónoma dos Açores REGIMENTO CONSELHO DIRETIVO REGIONAL Secção Regional da Região Autónoma dos Açores (Aprovado em Assembleia Regional Extraordinária de 11 de Novembro de 2016) Primeira Versão, 14 de março de 2016 EMISSOR

Leia mais

Regimento do Conselho Pedagógico

Regimento do Conselho Pedagógico Regimento do Conselho Pedagógico Ano Letivo 2017/2018 Regimento do Conselho Pedagógico Ano Letivo 2017/2018 Índice Artigo 1.º Finalidades... 3 Artigo 2.º Âmbito e Aplicação... 3 Artigo 3.º Composição...

Leia mais

Regimento do Conselho Pedagógico

Regimento do Conselho Pedagógico Regimento do Conselho Pedagógico CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º Finalidades O Conselho Pedagógico é o órgão de coordenação e supervisão pedagógica e orientação educativa do Agrupamento de escolas,

Leia mais

Ano letivo 2015/2016. Departamento de Línguas Regimento Interno. Escola Profissional de Fermil, Molares - Celorico de Basto

Ano letivo 2015/2016. Departamento de Línguas Regimento Interno. Escola Profissional de Fermil, Molares - Celorico de Basto Ano letivo 2015/2016 Departamento de Línguas Regimento Interno Escola Profissional de Fermil, Molares - Celorico de Basto Ano letivo 2015/2016 Índice Introdução... 2 1. Articulação Curricular... 2 2. Composição...

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO

REGIMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO REGIMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO Ano letivo 2018-2019 De acordo com o decreto-lei n.º 75/2008 e com o decreto-lei n.º 137/2012, o Conselho Pedagógico aprova o seu regimento, nos termos dos artigos seguintes:

Leia mais

Regimento do Conselho Pedagógico

Regimento do Conselho Pedagógico Regimento do Conselho Pedagógico Ano Letivo 2018/2019 Regimento do Conselho Pedagógico Ano Letivo 2018/2019 Índice Artigo 1.º Finalidades... 3 Artigo 2.º Âmbito e Aplicação... 3 Artigo 3.º Composição...

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO DO ISCIA - INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA INFORMAÇÃO E DA ADMINISTRAÇÃO. Artigo 1.

REGULAMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO DO ISCIA - INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA INFORMAÇÃO E DA ADMINISTRAÇÃO. Artigo 1. REGULAMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO DO ISCIA - INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA INFORMAÇÃO E DA ADMINISTRAÇÃO Artigo 1. Composição 1. O Conselho Pedagógico do ISCIA - Instituto Superior de Ciências da

Leia mais

ANEXO 1.1 Regulamento Interno. Regimento Interno do Conselho Geral (com as alterações aprovadas em Conselho Geral no quadriénio 2011/15)

ANEXO 1.1 Regulamento Interno. Regimento Interno do Conselho Geral (com as alterações aprovadas em Conselho Geral no quadriénio 2011/15) ANEXO 1.1 Regulamento Interno Regimento Interno do Conselho Geral (com as alterações aprovadas em Conselho Geral no quadriénio 2011/15) AGRUPAMENTO DE ESCOLAS IBN MUCANA 2011/2014 ÍNDICE 1 - Definição...

Leia mais

Escola Básica e Secundária de Vale de Ovil. Regimento do Departamento de Ciências Experimentais

Escola Básica e Secundária de Vale de Ovil. Regimento do Departamento de Ciências Experimentais Escola Básica e Secundária de Vale de Ovil Regimento do Departamento de Ciências Experimentais 2013/2016 CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1.º Identificação 1. Este Departamento Curricular adota a

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE FORNOS DE ALGODRES A Lei 159/99, de 14 de Setembro estabelece no seu artigo 19º, n.º 2, alínea b), a competência

Leia mais

Artigo 1º Objeto e âmbito de aplicação

Artigo 1º Objeto e âmbito de aplicação REGULAMENTO DA COMISSÃO DE ÉTICA DA COOPERATIVA DE SOLIDARIEDADE SOCIAL LInQUE - LIGAMOS INSTITUIÇÕES QUE UNEM ESFORÇOS ( LInQUE ) Artigo 1º Objeto e âmbito de aplicação 1. O presente regulamento define

Leia mais

Direção Regional de Educação de Lisboa e Vale do Tejo AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ALVES REDOL SEDE: ESCOLA SECUNDÁRIA DE ALVES REDOL

Direção Regional de Educação de Lisboa e Vale do Tejo AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ALVES REDOL SEDE: ESCOLA SECUNDÁRIA DE ALVES REDOL REGIMENTO INTERNO do DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS ARTIGO 1º (Definição e Composição do Departamento Curricular) O Departamento de Línguas é formado por todos os professores que compõem os grupos de recrutamento

Leia mais

EXTERNATO DA LUZ. Artigo 1º - Enquadramento Legal

EXTERNATO DA LUZ. Artigo 1º - Enquadramento Legal EXTERNATO DA LUZ REGIMENTO DO CONSELHO DE TURMA Artigo 1º - Enquadramento Legal O presente regimento do Conselho de Turma pauta-se pelo estipulado no Despacho nº 1F/2016 de 5 de abril, no Contrato Colectivo

Leia mais

REGIMENTO DAS REUNIÕES DA CÂMARA MUNICIPAL. Mandato Artigo 1 (Reuniões Ordinárias) Artigo 2 (Reuniões Extraordinárias)

REGIMENTO DAS REUNIÕES DA CÂMARA MUNICIPAL. Mandato Artigo 1 (Reuniões Ordinárias) Artigo 2 (Reuniões Extraordinárias) REGIMENTO DAS REUNIÕES DA CÂMARA MUNICIPAL Mandato 2017-2021 Artigo 1 (Reuniões Ordinárias) 1 - A Câmara Municipal de São Pedro do Sul reunirá às segundas e quartas quintas-feiras de cada mês, pelas 9h30m.

Leia mais

REGULAMENTO DA ASSEMBLEIA DE REPRESENTANTES

REGULAMENTO DA ASSEMBLEIA DE REPRESENTANTES REGULAMENTO DA ASSEMBLEIA DE REPRESENTANTES REGULAMENTO DA ASSEMBLEIA DE REPRESENTANTES Aprovado na Assembleia de Representantes de 25 de março de 2000 e alterado na Assembleia de Representantes de 8 de

Leia mais

Agrupamento de Escolas Monte da Lua - Sintra Regulamento Interno Anexo. Regulamento Interno. Anexo

Agrupamento de Escolas Monte da Lua - Sintra Regulamento Interno Anexo. Regulamento Interno. Anexo Agrupamento de Escolas Monte da Lua - Sintra Regulamento Interno Anexo Regulamento Interno Anexo REGIMENTO INTERNO DOS CONSELHOS DE DOCENTES DO 1.º CICLO Anexo Regimento interno dos conselhos de docentes

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MOGADOURO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MOGADOURO COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA DO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO (GRUPO 110) 2012/2013 REGIMENTO DO CONSELHO DE DOCENTES DO 1º CICLO REGIMENTO DO DEPARTAMENTO CURRICULAR DO 1º CICLO REGIMENTO DO CONSELHO DE ANO 1º

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PENACOVA

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PENACOVA 1 REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PENACOVA A Lei 159/99, de 14 de Setembro estabelece no seu artigo 19º. n.º 2, alínea b), a competência dos órgãos municipais para criar os Conselhos Locais

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DEPARTAMENTO DE CORDAS

REGIMENTO INTERNO DEPARTAMENTO DE CORDAS REGIMENTO INTERNO DEPARTAMENTO DE CORDAS TRIÉNIO 2015 / 2018 (atualizado no ano letivo 2017/2018) ÍNDICE CAPÍTULO I...3 Artigo 1º Enquadramento...3 Artigo 2º Composição...3 Artigo 3º Cargos e Organização...3

Leia mais

Regimento Interno. Departamento da Educação pré escolar

Regimento Interno. Departamento da Educação pré escolar AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASTRO DAIRE 161718 Regimento Interno do Departamento da Educação pré escolar 2013//2014 Constituição do departamento O departamento curricular da educação pré-escolar é constituído

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO CONSULTIVO DA MISERICÓRDIA DE CINFÃES

REGULAMENTO DO CONSELHO CONSULTIVO DA MISERICÓRDIA DE CINFÃES REGULAMENTO DO CONSELHO CONSULTIVO DA S.C.M.CINFÃES (n.º 2, do artigo 33 dos Estatutos da S.C.M.CINFÃES) Artigo 1º (Objecto) O presente Regulamento tem por objecto o estabelecimento das normas relativas

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA ASSEMBLEIA DE REPRESENTANTES

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA ASSEMBLEIA DE REPRESENTANTES REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA ASSEMBLEIA DE REPRESENTANTES Proposta de adequação à Lei 123/2015 REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA ASSEMBLEIA DE REPRESENTANTES PROPOSTA ASSEMBLEIA DE REPRESENTANTES 8.OUT.2016

Leia mais

Anexo 3 Ata nº 1/CCA/2017. Regulamento do Conselho Coordenador da Avaliação dos Serviços de Apoio Técnico e

Anexo 3 Ata nº 1/CCA/2017. Regulamento do Conselho Coordenador da Avaliação dos Serviços de Apoio Técnico e Anexo 3 Ata nº 1/CCA/2017 Regulamento do Conselho Coordenador da Avaliação dos Serviços de Apoio Técnico e Administrativo da Procuradoria-Geral da República, do Gabinete de Documentação e Direito Comparado

Leia mais

Regimento Interno. Departamento de Matemática e Ciências Experimentais

Regimento Interno. Departamento de Matemática e Ciências Experimentais AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ALVES REDOL Regimento Interno Departamento de Matemática e Ciências Experimentais 2013/2014 D E P A R T A M E N T O DE M A T E M Á T I C A E C I Ê N C I A S E X P E R I M E N T A

Leia mais

Regimento do Conselho Pedagógico 2013/2017

Regimento do Conselho Pedagógico 2013/2017 Regimento do Conselho Pedagógico 2013/2017 CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1.º Finalidades O Conselho Pedagógico é o órgão de coordenação e supervisão pedagógica e orientação educativa do Agrupamento,

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO GERAL

REGIMENTO DO CONSELHO GERAL AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA CAPARICA 2016 2020 REGIMENTO DO CONSELHO GERAL CAPÍTULO I Disposições Gerais ARTIGO 1º Objeto O presente documento estabelece o quadro de funcionamento do conselho geral do agrupamento

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO DE ENFERMAGEM REGIONAL

REGIMENTO DO CONSELHO DE ENFERMAGEM REGIONAL REGIMENTO DO (Aprovado em Assembleia Regional Extraordinária de 11 de Novembro de 2016) Secção Regional da Região Autónoma dos Açores CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º Âmbito Em conformidade com

Leia mais

Escola Secundária da Ramada

Escola Secundária da Ramada Escola Secundária da Ramada Regimento Interno do Conselho Pedagógico ÍNDICE Definição, Composição e Competência... 2 Artigo 1.º Definição... 2 Artigo 2.º Composição... 2 Artigo 3.º Competência... 3 Organização

Leia mais

REGULAMENTO DA COMISSÃO PARITÁRIA E DO CONSELHO COORDENADOR DE AVALIAÇÃO DA COMUNIDADE INTERMUNICIPAL DA LEZÍRIA DO TEJO

REGULAMENTO DA COMISSÃO PARITÁRIA E DO CONSELHO COORDENADOR DE AVALIAÇÃO DA COMUNIDADE INTERMUNICIPAL DA LEZÍRIA DO TEJO E DO CONSELHO COORDENADOR DE AVALIAÇÃO DA COMUNIDADE INTERMUNICIPAL DA LEZÍRIA DO TEJO Nos termos e para os efeitos do disposto na alínea q) do número 1 do artigo 90.º da Lei n.º 75/2013, de 12 de setembro,

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO

REGIMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO REGIMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º (Âmbito) 1. O Conselho Pedagógico é o órgão de coordenação e supervisão pedagógica, bem como de orientação educativa do Agrupamento,

Leia mais

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Vila Nova de Famalicão ( )

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Vila Nova de Famalicão ( ) Regimento do Conselho Municipal de Educação de Vila Nova de Famalicão (2014-2017) A Lei n.º 75/2013, de 12 de setembro, estabelece no al. s), do n.º 1, do artigo 25.º, a competência dos órgãos municipais

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DE FUNCIONAMENTO DO PLENÁRIO DO CONSELHO DAS COMUNIDADES PORTUGUESAS

REGIMENTO INTERNO DE FUNCIONAMENTO DO PLENÁRIO DO CONSELHO DAS COMUNIDADES PORTUGUESAS REGIMENTO INTERNO DE FUNCIONAMENTO DO PLENÁRIO DO CONSELHO DAS COMUNIDADES PORTUGUESAS Aprovado nos termos da alínea a) do artigo 33.º da Lei n.º 66-A/2007, de 11 de dezembro, alterada pela Lei n.º 29/2015

Leia mais

Regimento do Conselho de Gestão. Escola de Ciências

Regimento do Conselho de Gestão. Escola de Ciências Escola de Ciências Regimento do Conselho de Gestão da Escola de Ciências Abril 2010 ÍNDICE Artigo 1º Objecto... 3 Artigo 2º Competências... 3 Artigo 3º Composição e substituições... 3 Artigo 4º Presidente

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE DESPORTO PREÂMBULO

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE DESPORTO PREÂMBULO REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE DESPORTO PREÂMBULO As Autarquias desempenham um papel fundamental no desenvolvimento desportivo e no incremento da prática desportiva, devido à sua proximidade com

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO COORDENADOR DE AVALIAÇÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE MONDIM DE BASTO (CMMB) Preâmbulo

REGULAMENTO DO CONSELHO COORDENADOR DE AVALIAÇÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE MONDIM DE BASTO (CMMB) Preâmbulo REGULAMENTO DO CONSELHO COORDENADOR DE AVALIAÇÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE MONDIM DE BASTO (CMMB) Preâmbulo O Sistema Integrado de Avaliação de Desempenho na Administração Pública (SIADAP), estabelecido na

Leia mais

Agrupamento de Escolas Martim de Freitas de Coimbra. Regimento Interno do Departamento da Educação Pré - Escolar

Agrupamento de Escolas Martim de Freitas de Coimbra. Regimento Interno do Departamento da Educação Pré - Escolar Agrupamento de Escolas Martim de Freitas de Coimbra Regimento Interno do Departamento da Educação Pré - Escolar Quadriénio 2009/2013 Preâmbulo O presente regimento interno, adiante designado por regimento,

Leia mais

CIRCULAR INFORMATIVA

CIRCULAR INFORMATIVA CIRCULAR INFORMATIVA Nº. 01 Data: 2013/01/04 Para conhecimento de: Pessoal docente, discente e não docente ASSUNTO: - Regulamento do Conselho Consultivo da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa

Leia mais

Escola Básica e Escola Básica e Secundária da Sé - Lamego. Escola Básica e. Secundária da Sé - Lamego

Escola Básica e Escola Básica e Secundária da Sé - Lamego. Escola Básica e. Secundária da Sé - Lamego Escola Básica e Escola Básica e Secundária da Sé - Lamego Escola Básica e Secundária da Sé - Lamego Regimento do Conselho Geral do Agrupamento de Escolas da Sé 2010-2014 REGIMENTO CONSELHO GERAL DO AGRUPAMENTO

Leia mais

REGIMENTO do CONSELHO PEDAGÓGICO. Elementos/participantes

REGIMENTO do CONSELHO PEDAGÓGICO. Elementos/participantes REGIMENTO do CONSELHO PEDAGÓGICO Artigo 1.º Âmbito 1.º - O conselho pedagógico é o órgão de coordenação e orientação educativa da escola, nomeadamente nos domínios pedagógico-didáctico, da orientação e

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO DE COORDENAÇÃO DA AVALIAÇÃO DO IST. Artigo 1.º

REGULAMENTO DO CONSELHO DE COORDENAÇÃO DA AVALIAÇÃO DO IST. Artigo 1.º REGULAMENTO DO CONSELHO DE COORDENAÇÃO DA AVALIAÇÃO DO IST Artigo 1.º Objectivos 1. O presente regulamento tem por objecto a definição das regras de funcionamento do Conselho Coordenador da Avaliação do

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO CONSULTIVO DO TRIBUNAL JUDICIAL DA COMARCA DE LISBOA. Artigo 1.º. (Objecto)

REGULAMENTO DO CONSELHO CONSULTIVO DO TRIBUNAL JUDICIAL DA COMARCA DE LISBOA. Artigo 1.º. (Objecto) REGULAMENTO DO CONSELHO CONSULTIVO DO Artigo 1.º (Objecto) O presente Regulamento tem por objecto o estabelecimento das normas de organização e funcionamento do do Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa.

Leia mais

Conselho Municipal de Educação do Cadaval

Conselho Municipal de Educação do Cadaval Conselho Municipal de Educação do Cadaval Regimento Artigo 1º Noção e Objetivos Conselho Municipal de Educação do Cadaval, adiante designado por conselho, é uma instância de coordenação e consulta, a nível

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇAO DE PENAFIEL. Artigo 1.º Noção e Objetivos

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇAO DE PENAFIEL. Artigo 1.º Noção e Objetivos 1 PREÂMBULO A Educação assume-se como uma tarefa comunitária, que a todos interessa e que a todos diz respeito, que exige a participação de vários agentes, um diálogo permanente e aprofundado de todos

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PAREDES

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PAREDES REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PAREDES A Lei 75/2013, de 12 de setembro estabelece no seu artigo 25º, nº 1, alínea s), a competência da Assembleia Municipal deliberar sobre a criação do

Leia mais

Escola de Ciências. Regimento do Conselho Pedagógico da Escola de Ciências

Escola de Ciências. Regimento do Conselho Pedagógico da Escola de Ciências Escola de Ciências Regimento do Conselho Pedagógico da Escola de Ciências Abril 2010 Índice Artigo 1º: Objecto 3 Artigo 2º: Competências 3 Artigo 3º: Composição do Conselho Pedagógico 3 Artigo 4º: Eleições

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE CULTURA SECÇÃO ESPECIALIZADA DO CINEMA E DO AUDIOVISUAL

CONSELHO NACIONAL DE CULTURA SECÇÃO ESPECIALIZADA DO CINEMA E DO AUDIOVISUAL 1 CONSELHO NACIONAL DE CULTURA SECÇÃO ESPECIALIZADA DO CINEMA E DO AUDIOVISUAL O Conselho Nacional de Cultura, órgão consultivo do Governo para a área da cultura, foi criada pelo então Ministério da Cultura,

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO DE COORDENAÇÃO DA AVALIAÇÃO DO SISTEMA INTEGRADO DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DA CÂMARA MUNICIPAL DE ARMAMAR

REGULAMENTO DO CONSELHO DE COORDENAÇÃO DA AVALIAÇÃO DO SISTEMA INTEGRADO DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DA CÂMARA MUNICIPAL DE ARMAMAR Artigo 1.º Objeto O presente regulamento tem como objetivo, adaptar o modelo de avaliação e desempenho da Administração Pública e definir a composição, competência e funcionamento do Conselho de Coordenação

Leia mais

Departamento 1º ciclo

Departamento 1º ciclo Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região de Lisboa e Vale do Tejo AGRUPAMENTO DE ESCOLAS de ALVES REDOL- 170 770 SEDE: ESCOLA SECUNDÁRIA DE ALVES REDOL 400 014 Departamento

Leia mais

Regulamento do Conselho Coordenador de Avaliação da Universidade Aberta (CCAUAb)

Regulamento do Conselho Coordenador de Avaliação da Universidade Aberta (CCAUAb) Regulamento do Conselho Coordenador de Avaliação da Universidade Aberta (CCAUAb) Artigo 1.º Objetivo O presente regulamento define a composição, as competências e as regras de funcionamento do Conselho

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO GERAL DA ESCOLA SUPERIOR DE HOTELARIA E TURISMO DO ESTORIL (ESHTE)

REGIMENTO DO CONSELHO GERAL DA ESCOLA SUPERIOR DE HOTELARIA E TURISMO DO ESTORIL (ESHTE) REGIMENTO DO CONSELHO GERAL DA ESCOLA SUPERIOR DE HOTELARIA E TURISMO DO ESTORIL (ESHTE) CAPÍTULO I ORGANIZAÇÃO SECÇÃO I ESTRUTURA ORGÂNICA Artigo 1.º Natureza O Conselho Geral é o órgão de definição do

Leia mais

REGULAMENTO DA ASSEMBLEIA DE REPRESENTANTES

REGULAMENTO DA ASSEMBLEIA DE REPRESENTANTES REGULAMENTO DA ASSEMBLEIA DE REPRESENTANTES REGULAMENTO DA ASSEMBLEIA DE REPRESENTANTES Aprovado na Assembleia de Representantes de 25 de Março de 2000 CAPÍTULO I Natureza e composição Artigo 1.º Natureza

Leia mais

Artigo 1.º Noção e Objetivo. Artigo 2.º Competências

Artigo 1.º Noção e Objetivo. Artigo 2.º Competências 1 PREÂMBULO A Educação assume-se como uma tarefa comunitária, que a todos interessa e que a todos diz respeito, que exige a participação de vários agentes, um diálogo permanente e aprofundado de todos

Leia mais

Câmara Municipal de Alvito. Regimento do Conselho Municipal de Educação de Alvito

Câmara Municipal de Alvito. Regimento do Conselho Municipal de Educação de Alvito Câmara Municipal de Alvito Regimento do Conselho Municipal de Educação de Alvito PREÂMBULO A lei de bases do sistema educativo assume que o sistema se organiza de forma a descentralizar, desconcentrar

Leia mais

REGIMENTO DO DEPARTAMENTO CURRICULAR DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS

REGIMENTO DO DEPARTAMENTO CURRICULAR DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS REGIMENTO DO DEPARTAMENTO CURRICULAR DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS Ano Letivo 2015 /2016 REGIMENTO DO DEPARTAMENTO CURRICULAR DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS No quadro de autonomia das

Leia mais

agrupamento de escolas da abelheira VIANA DO CASTELO REGIMENTO INTERNO conselho administrativo CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS 2

agrupamento de escolas da abelheira VIANA DO CASTELO REGIMENTO INTERNO conselho administrativo CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS 2 agrupamento de escolas da abelheira VIANA DO CASTELO REGIMENTO INTERNO conselho administrativo CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS 2 Artigo 1.º - Objeto e âmbito de aplicação 2 Artigo 2.º - Composição 2 Artigo

Leia mais

REGIMENTO DA CÂMARA MUNICIPAL DA BATALHA. (Mandato )

REGIMENTO DA CÂMARA MUNICIPAL DA BATALHA. (Mandato ) REGIMENTO DA CÂMARA MUNICIPAL DA BATALHA (Mandato 2017 2021) O presente Regimento da Câmara Municipal da Batalha foi elaborado de acordo com a alínea a) do artigo 39.º da Lei n.º 75/2013, de 12 de setembro,

Leia mais

Regimento do Conselho Municipal de Educação da Covilhã

Regimento do Conselho Municipal de Educação da Covilhã 2015. Regimento do Conselho Municipal de Educação da Covilhã 2 Conselho Municipal de Educação da Covilhã Regimento Interno I ESTRUTURA GERAL 1º - Noção e Objetivos 2º - Competências 3º - Composição 4º

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS. Do ano letivo de 2013/2014 ao ano letivo de 2017/2018

REGIMENTO INTERNO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS. Do ano letivo de 2013/2014 ao ano letivo de 2017/2018 REGIMENTO INTERNO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS Do ano letivo de 2013/2014 ao ano letivo de 2017/2018 Coordenadora: Susana Maria Pintado Jorge 1 1 - Regimento 1.1- O regimento é o instrumento

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SEVER DO VOUGA

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SEVER DO VOUGA REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SEVER DO VOUGA A Lei 75/2013, de 12 de setembro estabelece no n.º 2 do artigo 23º do Anexo I, que os municípios dispõem de atribuições no domínio da educação.

Leia mais

Regulamento Interno ANEXO II. Agrupamento de Escolas Raul Proença. Regimento do Conselho Geral

Regulamento Interno ANEXO II. Agrupamento de Escolas Raul Proença. Regimento do Conselho Geral Regulamento Interno ANEXO II Agrupamento de Escolas Raul Proença Regimento do Conselho Geral Artigo 1º Objeto O presente Regimento regula a organização e o funcionamento do Conselho do Agrupamento de Escolas

Leia mais

REGIMENTO INTERNO CONSELHO DE DIRETORES DE TURMA

REGIMENTO INTERNO CONSELHO DE DIRETORES DE TURMA REGIMENTO INTERNO CONSELHO DE DIRETORES DE TURMA ANO LETIVO 2016/2017 Índice 2 1 Definição ----------------------------------------------------------------------------------------------------- 3 2 Composição

Leia mais

ANEXO REGIMENTO DO CONSELHO GERAL

ANEXO REGIMENTO DO CONSELHO GERAL ANEXO REGIMENTO DO CONSELHO GERAL Regumento do Conselho Geral Artigo 1.º Definição 1. O Conselho Geral é o órgão de direção estratégica responsável pela definição das linhas orientadoras da escola, ao

Leia mais

Agrupamento de Escolas Júdice Fialho Portimão Conselho Geral REGIMENTO. Artigo 1º Objeto Artigo 2º Definição Artigo 3º Composição...

Agrupamento de Escolas Júdice Fialho Portimão Conselho Geral REGIMENTO. Artigo 1º Objeto Artigo 2º Definição Artigo 3º Composição... Agrupamento de Escolas Júdice Fialho Portimão Conselho Geral REGIMENTO Índice Artigo 1º Objeto... 2 Artigo 2º Definição... 2 Artigo 3º Composição... 2 Artigo 4º Eleição... 2 Artigo 5º Competências... 3

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO GERAL DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE OLIVEIRA DO HOSPITAL

REGIMENTO DO CONSELHO GERAL DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE OLIVEIRA DO HOSPITAL REGIMENTO DO CONSELHO GERAL DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE OLIVEIRA DO HOSPITAL O Conselho Geral, regulamentado pelo Decreto-Lei n.º 75/2008, de 22 de abril, deverá orientar a sua ação através das regras

Leia mais

REGIMENTO CONSELHO PEDAGÓGICO agrupamento de escolas da abelheira

REGIMENTO CONSELHO PEDAGÓGICO agrupamento de escolas da abelheira CONSELHO PEDAGÓGICO é o órgão de coordenação e supervisão pedagógica e orientação educativa nos domínios pedagógicodidático, da orientação e acompanhamento dos alunos e da formação inicial e contínua do

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ÉVORA

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ÉVORA Página 1 de 10 REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ÉVORA Julho de 2015 Página 2 de 10 A Lei n.º 75/2013, de 12 de Setembro, diploma que estabelece, entre outros, o regime jurídico das autarquias

Leia mais

REGIMENTO DA SECÇÃO DE FORMAÇÃO E MONITORIZAÇÃO DA COMISSÃO PEDAGÓGICA

REGIMENTO DA SECÇÃO DE FORMAÇÃO E MONITORIZAÇÃO DA COMISSÃO PEDAGÓGICA REGIMENTO DA SECÇÃO DE FORMAÇÃO E MONITORIZAÇÃO DA COMISSÃO PEDAGÓGICA REGIMENTO DA SECÇÃO DE FORMAÇÃO E MONITORIZAÇÃO DO CENFORMA 2 Artigo 1.º Definição 1. O Regimento Interno da Secção de Formação e

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO

REGIMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO Agrupamento de Escola de Vagos 161070 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VAGOS REGIMENTO DO CONSELHO PEDAGÓGICO Dezembrol2013 Índice Página Introdução... 2 SECÇÃO I - Disposições introdutórias... 2 Artigo 1.º -

Leia mais