INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA Orientações para a Redação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA Orientações para a Redação"

Transcrição

1 I - Proposta de Redação INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA Orientações para a Redação A proposta de redação do vestibular do ITA pode ser composta de textos verbais, não verbais (foto ou ilustração, do tipo charge ou tira) ou de ambos. Desde 2005, o tema para redação não é explicitado. É pedido ao candidato que articule os textos da proposta de redação a outros textos da prova, relacionados ao tema da proposta. A expectativa da banca avaliadora é de que, a partir desses textos, o candidato seja capaz de extrair o tema da redação. A redação deve ser um texto dissertativo/argumentativo, coerente, claro e escrito de acordo com a norma padrão da Língua Portuguesa. Vale lembrar que um texto dissertativo não se caracteriza apenas pelo formato de 4 ou 5 parágrafos: um inicial, 2 ou 3 de desenvolvimento de idéias e um final. É necessário que as ideias contidas nos parágrafos sejam articuladas entre si, que o texto apresente progressão temática, e que o candidato defenda um ponto de vista sobre o tema. Assim, um primeiro passo para a escrita de uma boa redação é a leitura cuidadosa de toda a prova e o atendimento à proposta de redação. Os erros mais comuns dos candidatos são fuga do tema, tratamento parcial do tema (quando são considerados apenas os textos da proposta de redação) e textos que, embora tratem de aspectos do tema, não são dissertativos/argumentativos, pois os parágrafos não são articulados entre si; cada um deles é apenas um comentário independente. II - Avaliação da Redação A avaliação da redação do vestibular do ITA obedece a quatro critérios, que, somados, totalizam 10,0 pontos, conforme explanação a seguir: 1) Tema nota mínima zero e máxima 3,0 pontos Neste item, é avaliada a capacidade do candidato de ler os textos verbais e não verbais (as imagens) da proposta de redação e relacionar os temas comuns dos textos da prova. O candidato deve ler com atenção as instruções para a escrita da redação. (Veja a seguir a seção Comentário de uma proposta de redação Vestibular 2011). São considerados aspectos negativos na avaliação da redação textos que tratam apenas do tema da proposta da redação, ou textos que trazem paráfrases dos textos da prova ou cópia de trechos deles. 2) Tipo de texto nota mínima zero e máxima 3,0 pontos Neste item, é avaliada a capacidade do candidato de escrever um texto dissertativo/argumentativo e sustentar um ponto de vista sobre o tema, baseando-se em argumentos consistentes. É avaliada a capacidade do candidato de escolher e relacionar as informações sobre o tema e sua posição crítica diante dele. São aspectos negativos na avaliação da redação a ausência de um ponto de vista, a circularidade de ideias, a falta de progressão temática, a quebra da linha argumentativa, como também conclusão que não apresenta conexão com o exposto no texto ou mesmo a falta de conclusão.

2 3) Coesão e coerência nota mínima zero e máxima 2,0 pontos Em coesão e coerência, é avaliada a capacidade do candidato de articular os argumentos, construir um texto coerente e informativo e de usar com propriedade os mecanismos de coesão textual (conjunções, pronomes, tempos verbais etc.). É avaliada a capacidade de organização do texto em frases e parágrafos. São aspectos negativos as contradições entre frases de um mesmo parágrafo ou entre parágrafos, o uso inadequado de palavras e expressões, parágrafos que, embora tratem do tema, não são articulados entre si. 4) Modalidade (conformidade com a norma padrão) nota mínima zero e máxima 2,0 pontos Neste item, é avaliada a capacidade do candidato de expor com clareza e precisão suas ideias e de escrever segundo a norma padrão da Língua Portuguesa, seguindo as prescrições das gramáticas normativas referentes à ortografia, morfologia, sintaxe, pontuação etc. Procedimento para avaliação Cada redação é identificada apenas por um número e é avaliada por dois professores, independentemente, sem que saibam quem é o candidato. É a denominada correção cega. Para cada redação, é atribuída uma nota, seguindo os quatro critérios apresentados anteriormente. Se entre as avaliações dos dois professores a discrepância for até 2,0 pontos da nota final da redação, ou se as discrepâncias para os critérios (1) e (2) for até 1,5 e para os critérios (3) e (4), até 1,0 ponto, é feita a média aritmética das notas dos dois professores, média que será a nota final da redação. Se, após as avaliações dos dois professores, houver discrepância acima de 2,0 pontos para a nota final da redação ou acima de 1,5 para os critérios (1) e (2) ou acima de 1,0 ponto para os critérios (3) e (4), a redação é avaliada por um terceiro professor e feita a média entre as notas finais mais próximas. Se ainda assim houver discrepância entre as notas, os professores que avaliaram a redação e o coordenador geral da banca examinadora avaliam novamente a redação. As notas finais são registradas em um programa computacional que fará a classificação dos candidatos. O registro das notas é conferido independentemente por dois profissionais. Banca examinadora A avaliação das redações do Vestibular do ITA é feita presencialmente por professores de Língua Portuguesa, todos formados em Letras em reconhecidas universidades brasileiras e com vasta experiência no ensino/aprendizagem de Língua Portuguesa, especificamente no ensino de redação, ou produção de textos, como comumente se denomina. Alguns desses professores são ainda pós-graduados em reconhecidas universidades brasileiras. Todos os professores da banca avaliadora foram preparados para o trabalho de avaliação das redações do Vestibular do ITA.

3 INSTRUÇÕES PARA REDAÇÃO A charge reproduzida abaixo circulou pela rede Internet. Com base nas ideias sugeridas pela charge, redija uma dissertação em prosa, na folha a ela destinada, argumentando em favor de um ponto de vista sobre o tema. A redação deve ser feita com caneta azul ou preta. a) clareza e consistência dos argumentos em defesa de um ponto de vista sobre o assunto; c) domínio do português padrão. Atenção: A Banca Examinadora aceitará qualquer posicionamento ideológico do candidato.

4 Questão 40. Considere o poema ao lado, de Ronaldo Azeredo: Esse texto I. explora a organização visual das palavras sobre a página. II. põe ênfase apenas na forma e não no conteúdo da mensagem. III. pode ser lido não apenas na sequência horizontal das linhas. IV. não apresenta preocupação social. Estão corretas A ( ) I e II. B ( ) I, II e III. C ( ) I e III. D ( ) II e IV. E ( ) todas. INSTRUÇÕES PARA REDAÇÃO Observe a foto abaixo. A partir dela, e considerando os textos desta prova, redija uma dissertação em prosa, na folha a ela destinada, argumentando em favor de um ponto de vista sobre o tema. A redação deve ser feita com caneta azul ou preta. a) clareza e consistência dos argumentos em defesa de um ponto de vista sobre o assunto; c) domínio do português padrão. (Serão aceitos os dois Sistemas Ortográficos em vigor, conforme Decreto 6.583, de 29/09/2008.) Atenção: A Banca Examinadora aceitará qualquer posicionamento ideológico do candidato. Você poderá usar para rascunho de sua redação as páginas em branco dos cadernos de questões desta prova e da prova de Inglês. O rascunho não será considerado para avaliação de sua redação.

5 Questão 38. O trecho anterior, relacionado ao enredo do romance, cria um cenário que prepara o leitor para o conflito entre: A ( ) espécies do mundo natural. B ( ) nativos e a natureza. C ( ) índios e escravos. D ( ) tribos indígenas. E ( ) colonizador e nativos. Questão 39. No contexto da obra, a personificação da natureza I. descreve um cenário fiel ao ambiente natural. II. exibe a grandiosidade da natureza do país. III. antecipa as características determinantes dos dois protagonistas masculinos. Está correto o que se afirma apenas em A ( ) I. B ( ) I e II. C ( ) I e III. D ( ) II. E ( ) II e III. Questão 40. Considere o poema ao lado, de Ana Cristina César ( ). O título do poema está relacionado ao eu-lírico por um conflito de natureza A ( ) amorosa. B ( ) social. C ( ) física. D ( ) existencial. E ( ) imaginária. Fisionomia não é mentira é outra a dor que dói em mim é um projeto de passeio em círculo um malogro do objeto em foco a intensidade de luz de tarde no jardim é outra a dor que dói INSTRUÇÕES PARA REDAÇÃO Observe a charge ao lado. A partir dela, e considerando os textos desta prova cujos temas se aproximam ao da charge, redija uma dissertação em prosa, na folha a ela destinada, argumentando em favor de um ponto de vista sobre o tema. A redação deve ser feita com caneta azul ou preta. a) clareza e consistência dos argumentos em defesa de um ponto de vista sobre o tema; c) domínio do português padrão. (Serão aceitos os dois Sistemas Ortográficos em vigor, conforme Decreto 6.583, de 29/09/2008.) Atenção: A Banca Examinadora aceitará qualquer posicionamento ideológico do candidato. Você poderá usar para rascunho de sua redação as páginas em branco dos cadernos de questões desta prova e da prova de Inglês. O rascunho não será considerado para avaliação de sua redação.

6 Questão 39. A narrativa I. desenvolve-se num universo fantástico, corroborado pela subversão da linguagem. II. não retrata as experiências afetivas entre Miguilim e as outras personagens, pois o foco está nas ações dele. III. é escrita em terceira pessoa, mas a história é filtrada pela perspectiva do menino Miguilim. Está(ão) correta(s) A ( ) apenas I. B ( ) apenas I e II. C ( ) apenas II. D ( ) apenas III. E ( ) todas. Questão 40. Os diminutivos do segmento contribuem para criar uma linguagem A ( ) afetada. B ( ) afetiva. C ( ) arcaica. D ( ) objetiva. E ( ) rebuscada. REDAÇÃO Leia a tirinha ao lado. A partir dela, e considerando os textos desta prova cujos temas se aproximam ao da tirinha, redija uma dissertação em prosa, na folha a ela destinada, argumentando em favor de um ponto de vista sobre o tema. A redação deve ser feita com caneta azul ou preta. a) clareza e consistência dos argumentos em defesa de um ponto de vista sobre o assunto; c) domínio do português padrão. Atenção: A Banca Examinadora aceitará qualquer posicionamento ideológico do candidato. Você poderá usar para rascunho de sua redação as páginas em branco deste caderno e do caderno de questões da prova de Inglês. O rascunho não será considerado para avaliação de sua redação. Acesso em: 20/06/2012

7 REDAÇÃO Abaixo, há considerações de alguns cineastas sobre cinema. 1. Num filme, o que importa não é a realidade, mas o que dela possa extrair a imaginação. (Charles Chaplin, , cineasta britânico) 2. O cinema não tem fronteiras nem limites. É um fluxo constante de sonho. (Orson Welles, , cineasta americano) 3. O cinema é um modo divino de contar a vida. (Federico Fellini, , cineasta italiano) 4. Cinema é a fraude mais bonita do mundo. (Jean Luc Godard, 1930, cineasta francês) 5. Muitas vezes, se usa a palavra cinematográfico como sinônimo de uma coisa excepcional: Não sei o quê é cinematográfico! Muitas vezes, o cinema é um acúmulo de momentos escolhidos, a dedo: a paisagem mais linda, com a luz mais incrível, com o momento mais emocionante, enfim... Só que eu estava interessada numa coisa muito mais simples. E, às vezes, as pessoas me perguntam: Você trabalhou de um jeito até mais documental, às vezes. Por quê? Você queria que fosse mais verdadeiro? Aí, eu falo: Não! Não é isso! Eu acho que qualquer coisa é uma construção. O documentário também é uma construção. Nada é mais ou menos verdadeiro. O que existe é a verdade de um filme. Interna. (Transcrição de parte da entrevista com a cineasta brasileira Sandra Kogut, constante do DVD do filme Mutum, Sandra Kogut é diretora e coautora do roteiro do filme, que foi inspirado na obra Pequenas histórias, de Guimarães Rosa.) Instruções: Considerando a relação entre as declarações dos cineastas e os textos da prova sobre o mesmo tema, redija uma dissertação em prosa, sustentando um ponto de vista sobre o assunto. - A redação deve ser feita na folha a ela destinada, respeitando os limites das linhas, com caneta azul ou preta. - A redação deve obedecer à norma padrão da língua portuguesa. - Dê um título para sua redação. a) clareza e consistência dos argumentos em defesa de um ponto de vista sobre o assunto; c) domínio do português padrão.

Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. FUVEST e UNESP

Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. FUVEST e UNESP Singular-Anglo Vestibulares Professora Natália Sanches Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. Retirado do site oficial do vestibular. FUVEST e UNESP Na correção, três

Leia mais

Prof. Daniel Santos Redação RECEITA PARA DISSERTAÇÃO ARGUMENTAÇÃO ESCRITA - ENEM. E agora José?

Prof. Daniel Santos Redação RECEITA PARA DISSERTAÇÃO ARGUMENTAÇÃO ESCRITA - ENEM. E agora José? Prof. Daniel Santos Redação RECEITA PARA DISSERTAÇÃO ARGUMENTAÇÃO ESCRITA - ENEM E agora José? Respondam Rápido: O que encanta um homem? O que encanta uma mulher? E o que ENCANTA um corretor do ENEM?

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE ENSINO DEPARTAMENTO DE INGRESSO INSTRUÇÕES

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE ENSINO DEPARTAMENTO DE INGRESSO INSTRUÇÕES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTRUÇÕES 1 1. Confira seu nome e número de inscrição no cartão-resposta. Se houver algum erro, comunique-o ao fiscal de sala. Assine o cartão-resposta no campo indicado. 2. No

Leia mais

Questões com textos não verbais. Prof. Bruno Augusto

Questões com textos não verbais. Prof. Bruno Augusto Questões com textos não verbais Prof. Bruno Augusto (ENEM) Em uma conversa ou leitura de um texto, corre-se o risco de atribuir um significado inadequado a um termo ou expressão, e isso pode levar a certos

Leia mais

REDAÇÃO DISSERTAÇÃO AULA 5. Professora Sandra Franco

REDAÇÃO DISSERTAÇÃO AULA 5. Professora Sandra Franco REDAÇÃO AULA 5 Professora Sandra Franco DISSERTAÇÃO 1. Definição de Dissertação. 2. Roteiro para dissertação. 3. Partes da dissertação. 4. Prática. 5. Recomendações Gerais. 6. Leitura Complementar. 1.

Leia mais

PROVA 358. (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases

PROVA 358. (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases PROVA 358 INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Formação Específica Anual 12.º Ano (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases Provas Escrita e Oral Cursos Científico-

Leia mais

A REDAÇÃO DO ENEM Brasília DF, outubro de 2011

A REDAÇÃO DO ENEM Brasília DF, outubro de 2011 A REDAÇÃO DO ENEM Brasília DF, outubro de 2011 Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Malvina Tania Tuttman Diretora de Avaliação da Educação Básica Maria

Leia mais

COLETÂNEA CONTINUA...

COLETÂNEA CONTINUA... Natal, 05 de abril de 2011 PROVA DE REDAÇÃO A prova de redação apresenta uma proposta de construção textual: uma CARTA ABERTA. Com a finalidade de auxiliá-lo(a) na compreensão prévia da temática em foco,

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO 2015 Segundo Semestre

EDITAL PROCESSO SELETIVO 2015 Segundo Semestre EDITAL PROCESSO SELETIVO 2015 Segundo Semestre O Diretor Geral da Faculdade Capital Federal, credenciada pela Portaria MEC no. 596 de 18 de junho de 2015 e publicada no Diário Oficial da União em 19 de

Leia mais

Agrupamento de Escolas de S. Pedro do Sul 161780 Escola-sede: Escola Secundária de São Pedro do Sul

Agrupamento de Escolas de S. Pedro do Sul 161780 Escola-sede: Escola Secundária de São Pedro do Sul Agrupamento de Escolas de S. Pedro do Sul 161780 Escola-sede: Escola Secundária de São Pedro do Sul INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 2.º CICLO DO ENSINO BÁSICO ANO LETIVO: 2014/2015 1 ª /

Leia mais

Informação Prova de Equivalência à Frequência da disciplina de FRANCÊS

Informação Prova de Equivalência à Frequência da disciplina de FRANCÊS Informação Prova de Equivalência à Frequência da disciplina de FRANCÊS Prova 16 2015 3º Ciclo do Ensino Básico Despacho normativo n.º 6-A/2015 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016 PRIMEIRO SEMESTRE

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016 PRIMEIRO SEMESTRE EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016 PRIMEIRO SEMESTRE O Diretor Geral da Faculdade MELIES de Tecnologia, credenciada pela Portaria MEC Número 1.018, de 5 de dezembro de 2014 e publicada no Diário Oficial

Leia mais

PROVA 367. (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases

PROVA 367. (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases PROVA 367 INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS- continuação 10.º e 11.º Anos (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases Provas Escrita e Oral Cursos Científico-

Leia mais

COMO SERÁ ELABORADA A PROPOSTA DE TEMA PARA A REDAÇÃO DO ENEM?

COMO SERÁ ELABORADA A PROPOSTA DE TEMA PARA A REDAÇÃO DO ENEM? COMO SERÁ ELABORADA A PROPOSTA DE TEMA PARA A REDAÇÃO DO ENEM? A proposta para a redação do Enem é elaborada de forma a possibilitar que os participantes, a partir dos subsídios oferecidos, realizem uma

Leia mais

PROVA DE REDAÇÃO NO VESTIBULAR DA UFSM 2014

PROVA DE REDAÇÃO NO VESTIBULAR DA UFSM 2014 1 PROVA DE REDAÇÃO NO VESTIBULAR DA UFSM 2014 Prova de redação na perspectiva de gênero textual Com o propósito de avaliar a proficiência dos candidatos na leitura e na escrita pelo uso da língua portuguesa

Leia mais

OS CRITÉRIOS DE CORREÇÃO para a REDAÇÃO do ENEM

OS CRITÉRIOS DE CORREÇÃO para a REDAÇÃO do ENEM Disciplina Curso Profª Série REDACÃO Ensino Médio Silvia Zanutto 3º Lembre-se: ESTUDO APROVAÇÃO SUCESSO OS CRITÉRIOS DE CORREÇÃO para a REDAÇÃO do ENEM Aluno,LEIA COM ATENÇÃO! Na redação, o ENEM avalia

Leia mais

REDAÇÃO 4º SIMULADO MODELO ENEM - 2014. 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR 2º NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor:

REDAÇÃO 4º SIMULADO MODELO ENEM - 2014. 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR 2º NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: 4º SIMULADO MODELO ENEM - 2014 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR 2º DIA REDAÇÃO EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: INSTRUÇÕES 1 A REDAÇÃO SERÁ AVALIADA DE ACORDO

Leia mais

SEU INGLÊS ESTÁ PRONTO PARA O CANADÁ?

SEU INGLÊS ESTÁ PRONTO PARA O CANADÁ? SEU INGLÊS ESTÁ PRONTO PARA O CANADÁ? Se você quer aplicar para conseguir o visto de residência permanente no Canadá, vai precisar, antes de mais nada, de um certificado que ateste a sua proficiência na

Leia mais

Este documento vai ser divulgado na escola-sede do Agrupamento e na página eletrónica: www.aepjm.pt/joomla

Este documento vai ser divulgado na escola-sede do Agrupamento e na página eletrónica: www.aepjm.pt/joomla Agrupamento de Escolas Pedro Jacques de Magalhães INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS 2014 3.º Ciclo do Ensino Básico O presente documento divulga a informação relativa à prova de Equivalência

Leia mais

Colégio Monteiro Lobato

Colégio Monteiro Lobato Colégio Monteiro Lobato Disciplina: Anual 2013 Redação Professor (a): Barbara Venturoso Série: 6º ano Turma: A PLANEJAMENTO ANUAL 2013 Plano de curso Conteúdos Procedimentos Objetivos Avaliações 1º Trimestre

Leia mais

Língua Portuguesa 1ºEM

Língua Portuguesa 1ºEM ASSESSORIA DE EDUCAÇÃO PROVÍNCIA DO PARANÁ Colégio Social Madre Clélia Língua Portuguesa 1ºEM Prof. Eliana Martens A prova de redação é extremamente importante em vestibulares e em concursos Avalia diferentes

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015 PRIMEIRO SEMESTRE

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015 PRIMEIRO SEMESTRE EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015 PRIMEIRO SEMESTRE O Diretor Geral da Faculdade MELIES de Tecnologia, credenciada pela Portaria MEC Número 1.018, de 5 de dezembro de 2014 e publicada no Diário Oficial

Leia mais

AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade. INGLÊS Abril de 2015 PROVA 06 2º Ciclo do Ensino Básico

AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade. INGLÊS Abril de 2015 PROVA 06 2º Ciclo do Ensino Básico AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA (ORAL E ESCRITA) INGLÊS Abril de 2015 PROVA 06 2º Ciclo do Ensino Básico I. INTRODUÇÃO

Leia mais

Revista. fl À Ÿ ø ø ø ª ± ª ø Ʊ ø ºª Œªºø9=± ª æ øæ ºª ªÆ ± Ó ÔÌ

Revista. fl À Ÿ ø ø ø ª ± ª ø Ʊ ø ºª Œªºø9=± ª æ øæ ºª ªÆ ± Ó ÔÌ Revista fl À Ÿ ø ø ø ª ± ª ø Ʊ ø ºª Œªºø9=± ª æ øæ ºª ªÆ ± Ó ÔÌ Fezse admirável no seu modo de ser, no exemplo de vida Maria Francisca Moro Flávio José Schibinski Caro (a) Leitor (a) É com entusiasmo

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA INTERATIVIDADE FINAL DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES AULA. AULA: 23.1 Conteúdo: Texto dissertativo-argumentativo

LÍNGUA PORTUGUESA INTERATIVIDADE FINAL DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES AULA. AULA: 23.1 Conteúdo: Texto dissertativo-argumentativo : 23.1 Conteúdo: Texto dissertativo-argumentativo Habilidades: Perceber como se organizam os parágrafos de um texto dissertativo-argumentativo. Texto dissertativo O texto dissertativo é um tipo de texto

Leia mais

A EVOLUÇÃO DA ESCRITA

A EVOLUÇÃO DA ESCRITA A EVOLUÇÃO DA ESCRITA Percebemos a partir da observação das imagens exibidas no vídeo A EVOLUÇÃO DA ESCRITA que o homem sempre buscou muitas formas de transmitir pensamentos. O texto é uma das formas mais

Leia mais

*MÓDULO 1* *MÓDULO 2* *MATRIZ DE COMPETÊNCIAS PARA A REDAÇÃO DO ENEM*

*MÓDULO 1* *MÓDULO 2* *MATRIZ DE COMPETÊNCIAS PARA A REDAÇÃO DO ENEM* *MÓDULO 1* Redação 1 Resposta pessoal. Redação 2 Resposta pessoal. *MÓDULO 2* Atividade 1 Resposta pessoal. Atividade 2 Resposta pessoal. Atividade 3 Resposta pessoal. *MATRIZ DE COMPETÊNCIAS PARA A REDAÇÃO

Leia mais

Informação-Prova de Equivalência à Frequência

Informação-Prova de Equivalência à Frequência Informação-Prova de Equivalência à Frequência ENSINO SECUNDÁRIO PROVA ESCRITA E ORAL Prova de Equivalência à Frequência de Espanhol, 11º ano (Iniciação) Prova 375 (ter como referência quadro III do Desp.Norm.5/2013)

Leia mais

Oficina inaugural sobre o texto dissertativo-argumentativo

Oficina inaugural sobre o texto dissertativo-argumentativo Caro Monitor, Oficina inaugural sobre o texto dissertativo-argumentativo Esta oficina tem como objetivo geral favorecer o primeiro contato do aluno da EJA Ensino Médio com o tipo textual que será exigido

Leia mais

Informação Prova de Equivalência à Frequência

Informação Prova de Equivalência à Frequência Ano letivo 2014/2015 Ensino Secundário - 1ª e 2ª Fase Disciplina de ESPANHOL (INICIAÇÃO BIENAL) - 375 Informação Prova de Equivalência à Frequência 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS PROVA 16 / 2015 9 º ANO 3 º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova final a nível de escola,

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Samora Correia Informação - Prova de Exame de Equivalência à Frequência de INGLÊS I Data: abril 2015

Agrupamento de Escolas de Samora Correia Informação - Prova de Exame de Equivalência à Frequência de INGLÊS I Data: abril 2015 Agrupamento de Escolas de Samora Correia Informação - Prova de Exame de Equivalência à Frequência de INGLÊS I Data: abril 2015 2ºCiclo - 6º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DE UBERLÂNDIA MG

FACULDADE PITÁGORAS DE UBERLÂNDIA MG FACULDADE PITÁGORAS DE UBERLÂNDIA MG T exto dissertativo: ponto de vista acerca de um tema Profa. Ketiuce Ferreira Silva ketiuce@yahoo.com.br www.ketiuce.com.br Algumas perguntas O quê? Por quê? Para quê?

Leia mais

ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DO ESTREITO DE CÂMARA DE LOBOS Ano Letivo 2014/2015

ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DO ESTREITO DE CÂMARA DE LOBOS Ano Letivo 2014/2015 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DO ESTREITO DE CÂMARA DE LOBOS Ano Letivo 2014/2015 INFORMAÇÃO PROVA DE AVALIAÇÃO EXTRAORDINÁRIA DA DISCIPLINA DE LÍNGUA ESTRANGEIRA I - INGLÊS Componente de Formação:

Leia mais

Edital Provas Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior para Maiores de 23 Anos 2008/2009

Edital Provas Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior para Maiores de 23 Anos 2008/2009 Edital Provas Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior para Maiores de 23 Anos 2008/2009 1. Curso Encontram-se abertas inscrições para a realização das provas especiais de acesso e ingresso nos

Leia mais

Informação-Prova de Equivalência à Frequência

Informação-Prova de Equivalência à Frequência Informação-Prova de Equivalência à Frequência 2º Ciclo do Ensino Básico Prova de Equivalência à Frequência de Língua Estrangeira I Inglês Escrita e Oral Prova 06/ 2013 Despacho normativo nº 5/ 2013, de

Leia mais

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS 2015 3.º CICLO DO ENSINO BÁSICO (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)» INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as características da prova

Leia mais

EXAME DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA PORTUGUESA CURSO DE DIREITO - 2014 EDITAL N.º

EXAME DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA PORTUGUESA CURSO DE DIREITO - 2014 EDITAL N.º EXAME DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA PORTUGUESA CURSO DE DIREITO - 2014 EDITAL N.º /2013 O Reitor do Centro Universitário de Ensino Superior do Amazonas, no uso de suas atribuições e tendo em vista o disposto

Leia mais

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE - FANESE NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO E EXTENSÃO NPGE MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE - FANESE NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO E EXTENSÃO NPGE MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE - FANESE NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO E EXTENSÃO NPGE MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS ARACAJU 2012 2 PREFÁCIO A apresentação dos trabalhos acadêmicos

Leia mais

português língua não materna (a2) Dezembro de 2013

português língua não materna (a2) Dezembro de 2013 Informação prova final / Exame Final Nacional português língua não materna (a2) Dezembro de 2013 Prova 63/93/739 2014 6.º Ano, 9.º Ano ou 12.º Ano de Escolaridade O presente documento divulga as características

Leia mais

Redação no ENEM: considerações preliminares e propostas passadas

Redação no ENEM: considerações preliminares e propostas passadas Redação no ENEM: considerações preliminares e propostas passadas Neste texto, vamos delinear o que se espera do participante do ENEM na situação específica de produção de textos. Para isso, nada melhor

Leia mais

CURSO Pedagogia. Só abra este caderno quando o fiscal autorizar. Leia atentamente as instruções abaixo.

CURSO Pedagogia. Só abra este caderno quando o fiscal autorizar. Leia atentamente as instruções abaixo. PROCESSO SELETIVO 2003/1 LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA CURSO Pedagogia Só abra este caderno quando o fiscal autorizar. Leia atentamente as instruções abaixo. 1. 2. Esta prova contém dez questões,

Leia mais

Prof. Volney Ribeiro

Prof. Volney Ribeiro A REDAÇÃO NO ENEM Prof. Volney Ribeiro Professor de língua portuguesa Especialista em Gestão Educacional Mestrando em Letras A prova de redação exigirá de você a produção de um texto em prosa, do tipo

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO 2016 Primeiro Semestre

EDITAL PROCESSO SELETIVO 2016 Primeiro Semestre EDITAL PROCESSO SELETIVO Primeiro Semestre O Diretor Geral da Faculdade Capital Federal, credenciada pela Portaria MEC no. 596 de 18 de junho de e publicada no Diário Oficial da União em 19 de junho de,

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO 2015/2016 PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA (PROVA 3) 1º Ano / Ensino Médio

CONCURSO DE ADMISSÃO 2015/2016 PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA (PROVA 3) 1º Ano / Ensino Médio Leia atentamente o texto 1 e responda às questões de 01 a 06, assinalando a única alternativa correta. Texto 1 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

Leia mais

1ª/2ª Fase. As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do programa da disciplina.

1ª/2ª Fase. As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do programa da disciplina. Agrupamento de Escolas de Barrancos INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO INGLÊS abril de 2015 Prova 21 2015 1ª/2ª Fase 3.º Ciclo do Ensino Básico Tipo de Prova: Escrita + Oral

Leia mais

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS D. ANTÓNIO FERREIRA GOMES INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE INGLÊS 2º CICLO ANO 2015

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS D. ANTÓNIO FERREIRA GOMES INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE INGLÊS 2º CICLO ANO 2015 AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS D. ANTÓNIO FERREIRA GOMES INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE INGLÊS 2º CICLO ANO 2015 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da

Leia mais

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina.

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina. Informação Agrupamento de Escolas de Samora Correia Data: Maio 2012 Escola E. B. 2,3 Prof. João Fernandes Pratas Exame de Equivalência à Frequência de Inglês 2º Ciclo - 6.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei

Leia mais

ANALISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Código 102 CADERNO 1 PROVA DISSERTATIVA

ANALISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Código 102 CADERNO 1 PROVA DISSERTATIVA CONCURSO PÚBLICO Edital n. 01/2008-CMBH ANALISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Código 102 CADERNO 1 PROVA DISSERTATIVA ATENÇÃO Leia as instruções deste Caderno. Elas fazem parte da sua prova 1. Este caderno

Leia mais

INFORMAÇÃO - PROVA FINAL A NÍVEL DE ESCOLA

INFORMAÇÃO - PROVA FINAL A NÍVEL DE ESCOLA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS VIEIRA DE ARAÚJO INFORMAÇÃO - PROVA FINAL A NÍVEL DE ESCOLA 4.º ANO DE ESCOLARIDADE / PORTUGUÊS INTRODUÇÃO O presente documento divulga informação relativa à prova final a nível

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA

LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este caderno contém seis questões, abrangendo um total de nove

Leia mais

Aula 09 ELEMENTOS ESTRUTURAIS DO TEXTO

Aula 09 ELEMENTOS ESTRUTURAIS DO TEXTO Aula 09 ELEMENTOS ESTRUTURAIS DO TEXTO Olá, assistiu ao filme sugerido na aula passada?? Espero que tenha gostado, pois ele é um clássico do cinema. Quanto mais lemos percebemos que temos muito ainda para

Leia mais

PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE INGLÊS

PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE INGLÊS PEF 367 PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE INGLÊS TIPO DE PROVA DURAÇÃO Teórico/prática 90 Minutos (escrita) +25 Minutos (oral) X Escrita Com tolerância de 30 minutos X Oral X Sem tolerância 11º ANO

Leia mais

1. Linguagens e Códigos; 2. Raciocínio Lógico e Matemática; 3. Leitura e Interpretação de Textos; 4. Atualidades.

1. Linguagens e Códigos; 2. Raciocínio Lógico e Matemática; 3. Leitura e Interpretação de Textos; 4. Atualidades. ANEXO I - PROGRAMA DAS PROVAS DE CONHECIMENTOS GERAIS E DE REDAÇÃO Prova (Todos os Cursos) Trabalhando em consonância com as diretrizes curriculares nacionais, o UNIFEMM entende que as avaliações do processo

Leia mais

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR MÚLTIPLO - IESM - PROCESSO SELETIVO IESM 2015.2 EDITAL Nº. 01/2015

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR MÚLTIPLO - IESM - PROCESSO SELETIVO IESM 2015.2 EDITAL Nº. 01/2015 INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR MÚLTIPLO - IESM - PROCESSO SELETIVO IESM 2015.2 EDITAL Nº. 01/2015 O Instituto de Ensino Superior Múltiplo - IESM, situado na Avenida Boa Vista, 700, bairro Parque São Francisco,

Leia mais

Dissertar é expor determinada opinião em relação a um tema e defendê-la através de argumentos coerentes com a realidade.

Dissertar é expor determinada opinião em relação a um tema e defendê-la através de argumentos coerentes com a realidade. PROF. BRUNO AUGUSTO Dissertar é expor determinada opinião em relação a um tema e defendê-la através de argumentos coerentes com a realidade. Deve apresentar uma linguagem clara e condizente aopúblicoemqueotextoserádestinado.

Leia mais

FACULDADE DE CAMPINA GRANDE DO SUL M A N U A L D O C A N D I D A T O

FACULDADE DE CAMPINA GRANDE DO SUL M A N U A L D O C A N D I D A T O 1 FACULDADE DE CAMPINA GRANDE DO SUL M A N U A L D O C A N D I D A T O PROCESSO SELETIVO - INVERNO / 2014 Rua Profº Duílio Calderari, nº 600 Jardim Paulista CEP 83.430-000 Campina Grande do Sul PR. Fone:

Leia mais

PORTUGUÊS 3º ANO abril de 2014

PORTUGUÊS 3º ANO abril de 2014 MATRIZ DA PROVA DE AVALIAÇÃO INTERNA PORTUGUÊS 3º ANO abril de 2014 5 Páginas 1.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar informação relativa à prova de avaliação interna

Leia mais

INFORMATIVO DO CANDIDATO 2009

INFORMATIVO DO CANDIDATO 2009 INFORMATIVO DO CANDIDATO 2009 Seleção Pré Vestibular Gratuito da ONG Oficina de Cidadania 2009 A Origem A ONG Oficina de Cidadania funciona desde 1998 e agrega outros projetos, todos com ações visando

Leia mais

INGLÊS Cont. Ano Letivo 2014/2015 INFORMAÇÃO. 11º Ano de Escolaridade. Prova 367 2015. Pág. 1 de 5. 1. Objeto de avaliação

INGLÊS Cont. Ano Letivo 2014/2015 INFORMAÇÃO. 11º Ano de Escolaridade. Prova 367 2015. Pág. 1 de 5. 1. Objeto de avaliação Ano Letivo 2014/2015 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA A À FREQUÊNCIA INGLÊS Cont. Prova 367 2015 11º Ano de Escolaridade Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho 1. Objeto de avaliação A prova a que esta

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO. Informações: Secretaria Acadêmica / Faculdade Iguaçu. Av. Botucaris, nº 1590. Telefone: (46) 3552-1464

MANUAL DO CANDIDATO. Informações: Secretaria Acadêmica / Faculdade Iguaçu. Av. Botucaris, nº 1590. Telefone: (46) 3552-1464 MANUAL DO CANDIDATO Informações: Secretaria Acadêmica / Faculdade Iguaçu Av. Botucaris, nº 1590 Telefone: (46) 3552-1464 E-mail: secretaria@faculdadeiguacu.edu.br Horário: 2ª à 6ª das 14h00 às 22h00 Capanema

Leia mais

(Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)

(Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) Escola Básica 2.º e 3.º Ciclos Roque Gameiro INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Prova Escrita + oral 2014/201 2º Ciclo do Ensino Básico INGLÊS CÓD. 06 (Decreto-Lei n.º 139/2012, de de julho)

Leia mais

2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)

2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALMANCIL (145142) Prova de equivalência à frequência de Inglês (Prova escrita e oral) 1.ª e 2.ª Fases 2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) As informações

Leia mais

PED LÍNGUA PORTUGUESA ORIENTAÇÕES ACADÊMICAS

PED LÍNGUA PORTUGUESA ORIENTAÇÕES ACADÊMICAS PED LÍNGUA PORTUGUESA ORIENTAÇÕES ACADÊMICAS Prezado aluno, O maior diferencial deste projeto pedagógico é o desenvolvimento da autonomia do estudante durante sua formação. O currículo acadêmico do seu

Leia mais

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL 1) PARA O ENSINO MÉDIO REDAÇÃO Do 1º ano ao 3º ano do ensino médio, a prova discursiva será composta

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia

Universidade Federal de Uberlândia PRIMEIRA QUESTÃO A) É importante que o candidato ressalte o fato de que, na ilha, a princípio, tudo é eletivo : cabe aos indivíduos escolher os seus papéis. Esta liberdade da constituição do sujeito deve

Leia mais

CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE

CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE PROCESSO SELETIVO 2013/2 - Agendado Edital - Consolidado O Diretor da Faculdade Cenecista de Osório, com sede no município de Osório, Estado do Rio Grande do Sul, nos termos da Portaria nº 1.120 de 16

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA Módulo Geral

LÍNGUA PORTUGUESA Módulo Geral Módulo Geral CONCURSO: Ministério do Trabalho e Emprego CARGO: Auditor-Fiscal do Trabalho PROFESSOR: Pablo Jamilk Este curso é protegido por direitos autorais (copyright), nos termos da Lei n.º 9.610/1998,

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC de Nova Odessa Código: 234 Município: Nova Odessa Eixo Tecnológico: Segurança no Trabalho Habilitação Profissional: Técnico em Segurança do Trabalho Qualificação:

Leia mais

INGLÊS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA CAPARICA. 1. Objeto de avaliação. 2. Caracterização da prova. Prova 06 2015. 2º Ciclo do Ensino Básico

INGLÊS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA CAPARICA. 1. Objeto de avaliação. 2. Caracterização da prova. Prova 06 2015. 2º Ciclo do Ensino Básico AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA CAPARICA INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Prova 06 2015 2º Ciclo do Ensino Básico O presente documento visa divulgar as características do Exame de Equivalência

Leia mais

O presente documento dá a conhecer os seguintes aspetos relativos à prova:

O presente documento dá a conhecer os seguintes aspetos relativos à prova: Informação sobre Prova de Equivalência à Frequência de Inglês Data: 10 de abril de 2013 Prova nº 21 2013 3º Ciclo do Ensino Básico Despacho Normativo n.º 24-A/2012 Agrupamento de Escolas de Vallis Longus-Valongo

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MONTES CLAROS. VESTIBULAR 2012 I Processo Seletivo PROVA II

FACULDADE DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MONTES CLAROS. VESTIBULAR 2012 I Processo Seletivo PROVA II FACULDADE DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MONTES CLAROS VESTIBULAR 2012 I Processo Seletivo PROVA II SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Este caderno contém uma prova de redação no valor de 40 (quarenta) pontos. 1.

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa ENSINO FUNDAMENTAL O processo de sondagem Colégio Sion busca detectar, no aluno, pré-requisitos que possibilitem inseri-lo adequadamente no ano pretendido. As disciplinas de Língua Portuguesa e são os

Leia mais

EDITAL N.º 01/2015. Edital de Abertura de Inscrições. Curso de Educação Profissional de Nível Técnico. Noturno 2015/02

EDITAL N.º 01/2015. Edital de Abertura de Inscrições. Curso de Educação Profissional de Nível Técnico. Noturno 2015/02 EDITAL N.º 01/2015 Edital de Abertura de Inscrições Curso de Educação Profissional de Nível Técnico Noturno 2015/02 A Direção da Escola Técnica Estadual Portão Portão torna público, para o conhecimento

Leia mais

Governo do Estado do Amapá Universidade do Estado do Amapá. Vestibular 2009

Governo do Estado do Amapá Universidade do Estado do Amapá. Vestibular 2009 Governo do Estado do Amapá Universidade do Estado do Amapá Vestibular 2009 PROVA ANALÍÍTIICO--DIISCURSSIIVA 2ªª Fase 05//01//2009 Tiipo de Prrova B05 Nome do Candidato: Nº de Inscrição Curso: 1. Este caderno

Leia mais

Admissão de alunos 2016

Admissão de alunos 2016 Tradição em Excelência Admissão de alunos 2016 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 8⁰ ANO ENSINO FUNDAMENTAL II CIÊNCIAS 1. ORIGEM DA TERRA 1.1. Origem da vida no Planeta Terra (principais teorias). 1.2. Fósseis,

Leia mais

PROVA ESCRITA. As informações sobre a prova apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina.

PROVA ESCRITA. As informações sobre a prova apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina. INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA ESPANHOL (LE II) Abril de 2015 Prova 15 2015 3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) Tipo de Prova: Escrita e Oral Duração: 90

Leia mais

FACULDADES SENAC PROCESSO SELETIVO UNIFICADO 1º SEMESTRE/2016 ANEXO I

FACULDADES SENAC PROCESSO SELETIVO UNIFICADO 1º SEMESTRE/2016 ANEXO I ANEXO I As Faculdades Senac Minas, com o intuito de atender às diversas demandas, oferece à comunidade dois processos vestibular: o vestibular e o vestibular agendado. Ambos os processos buscam selecionar

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO VESTIBULAR/2015

CONCURSO PÚBLICO VESTIBULAR/2015 ESCOLA DE GOVERNO PROFESSOR PAULO NEVES DE CARVALHO FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO Governo de Minas Gerais CONCURSO PÚBLICO VESTIBULAR/2015 2ª ETAPA Provas abertas: Matemática, História e Redação em Língua Portuguesa.

Leia mais

Ano Letivo 2014/2015. Introdução INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS. 1ª e 2ª Fase. Prova 16 2015

Ano Letivo 2014/2015. Introdução INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS. 1ª e 2ª Fase. Prova 16 2015 Ano Letivo 2014/2015 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS 1ª e 2ª Fase Prova 16 2015 9ºAno/3.º Ciclo do Ensino Básico Prova Escrita/Oral Introdução O presente documento visa divulgar as

Leia mais

Texto 1 - Internet emburrece? As redes facilitaram o acesso à informação, mas também facilitaram a apropriação de reflexões dos outros

Texto 1 - Internet emburrece? As redes facilitaram o acesso à informação, mas também facilitaram a apropriação de reflexões dos outros PROVA DE REDAÇÃO - 1º TRIMESTRE DE 2012 PROFa. DEBORAH NOME N o 8º ANO Leia atentamente os enunciados, capriche na letra e procure dar respostas amplas. A compreensão do enunciado faz parte da questão.

Leia mais

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PORTUGUESA DE LÍNGUA. Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) MARÇO

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PORTUGUESA DE LÍNGUA. Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) MARÇO EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA MARÇO 2013 Expectativas de Aprendizagem de Língua Portuguesa dos anos iniciais do Ensino Fundamental 1º ao 5º ano Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º

Leia mais

Informação-Prova de Equivalência à Frequência COMPONENTE ESCRITA

Informação-Prova de Equivalência à Frequência COMPONENTE ESCRITA Agrupamento de Escolas do Viso Porto Prova de Equivalência à Frequência Espanhol (LE II) Prova 15 3º- Ciclo do Ensino Básico Informação-Prova de Equivalência à Frequência Tipo de Prova: Escrita e Oral

Leia mais

GRADUAÇÃO. Edital DG nº004- Vestibular PROCESSO SELETIVO - 2012.2

GRADUAÇÃO. Edital DG nº004- Vestibular PROCESSO SELETIVO - 2012.2 GRADUAÇÃO Edital DG nº004- Vestibular PROCESSO SELETIVO - 2012.2 ODiretor da FACULDADE INTERNACIONAL SIGNORELLI, credenciada pelo parecer CNE/CES41/2009, publicado no D.O.U. nº.38 de 26/03/2009, e pela

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Rio Tinto AERT E. B. 2, 3 de Rio Tinto

Agrupamento de Escolas de Rio Tinto AERT E. B. 2, 3 de Rio Tinto Agrupamento de Escolas de Rio Tinto AERT E. B. 2, 3 de Rio Tinto CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DE INGLÊS - 3º CICLO - 2015/2016 Os critérios de avaliação têm como documentos de referência o Programa de Inglês

Leia mais

Espanhol (Prova Escrita + Oral)

Espanhol (Prova Escrita + Oral) Informação-Prova de Equivalência à Frequência Espanhol (Prova Escrita + Oral) Prova 15 2015 9º Ano de Escolaridade Duração da Prova: 90 minutos (escrita) 15 minutos (oral) O presente documento visa divulgar

Leia mais

PORTUGUÊS EFICIENTE. Prof. Matheus Gustavo

PORTUGUÊS EFICIENTE. Prof. Matheus Gustavo PORTUGUÊS EFICIENTE Prof. Matheus Gustavo 10 Dicas simples do que NÃO FAZER em uma REDAÇÃO 1 FUGA DO TEMA Fugir ao tema solicitado pela prova é motivo para invalidar o texto, a FUVEST, por exemplo, informa

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE 2a Instruções ao candidato O tempo disponível para realizar as provas dos dois cadernos que você recebeu o das provas específicas e o da redação é de quatro horas e trinta

Leia mais

ODiretor da FACULDADE INTERNACIONAL SIGNORELLI, credenciada

ODiretor da FACULDADE INTERNACIONAL SIGNORELLI, credenciada ODiretor da FACULDADE INTERNACIONAL SIGNORELLI, credenciada pelo parecer CNE/CES41/2009, publicado no D.O.U. nº.38 de 26/03/2009, e pela Portaria Nº260 MEC, publicada no D.O.U de 24/03/2009, torna público,

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL IV

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL IV CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL 2013 DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL IV DISCIPLINA : LÍNGUA PORTUGUESA OBJETIVOS GERAIS Ampliar gradativamente suas possibilidades de comunicação e

Leia mais

(Nos termos do Despacho Normativo 6-A/2015, de 5 de março)

(Nos termos do Despacho Normativo 6-A/2015, de 5 de março) Código: 345921 Escola Básica e Secundária de Melgaço Sede do Agrupamento de Escolas de Melgaço INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 10 E 11º ANOS DE ESCOLARIDADE INGLÊS (Nos termos do Despacho

Leia mais

AGES FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA AVALIAÇÕES INTERDISCIPLINARES. Paripiranga 2014

AGES FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA AVALIAÇÕES INTERDISCIPLINARES. Paripiranga 2014 1 AGES FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA AVALIAÇÕES INTERDISCIPLINARES Paripiranga 2014 2 SUMÁRIO 1. DEFINIÇÃO... 3 2. CURSOS, PERÍODOS E/OU TURMAS QUE SÃO INTERDISCIPLINARES...

Leia mais

1. Leia a proposta sugerida. 2. A composição do texto deve ser em PROSA. 3. Escreva, no mínimo, 15 linhas plenas. Não

1. Leia a proposta sugerida. 2. A composição do texto deve ser em PROSA. 3. Escreva, no mínimo, 15 linhas plenas. Não Quinta da Redação ESTILO UFC INSTRUÇÕES 01. Leia as propostas sugeridas para a redação. 02. Não coloque título na sua redação. 03. Não transcreva, em sua redação, nenhuma citação, nem mesmo dos textos

Leia mais

Informação Prova de Equivalência à Frequência - 2014. Agrupamento de Escolas de ANTÓNIO NOBRE. DISCIPLINA: Inglês CÓDIGO DA PROVA: 358

Informação Prova de Equivalência à Frequência - 2014. Agrupamento de Escolas de ANTÓNIO NOBRE. DISCIPLINA: Inglês CÓDIGO DA PROVA: 358 DISCIPLINA: Inglês CÓDIGO DA PROVA: 358 CICLO: Secundário ANO DE ESCOLARIDADE: 12º Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de exame de equivalência à frequência da disciplina

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS LE I (2 anos) 2015

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS LE I (2 anos) 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS LE I (2 anos) 2015 Prova 06 / 2015 --------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 01/2011 RESPOSTA AOS RECURSOS DA PROVA DE REDAÇÃO

CONCURSO PÚBLICO 01/2011 RESPOSTA AOS RECURSOS DA PROVA DE REDAÇÃO CONCURSO PÚBLICO 01/2011 RESPOSTA AOS RECURSOS DA PROVA DE REDAÇÃO Inscrição: 15602625057-3 (Liminar) - MANTIDA de dissertação, cujos critérios de análise estavam descritos no edital de abertura que rege

Leia mais

DGEstE Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro

DGEstE Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro DGEstE Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE OLIVEIRA DO BAIRRO - 160568 Informação - Prova de Equivalência à Frequência Inglês 10º/11º

Leia mais

Prova Escrita + Oral de Inglês

Prova Escrita + Oral de Inglês Informação-Prova de Equivalência à Frequência Prova Escrita + Oral de Inglês Prova 367 2015 11º Ano de Escolaridade Duração da Prova: 90 minutos (sem tolerância); Oral: 25 minutos Decreto-Lei n.º 139/2012,

Leia mais

RESPOSTAS AOS RECURSOS IMPRETADOS POR CANDIDATOS DO VESTIBULAR 2012

RESPOSTAS AOS RECURSOS IMPRETADOS POR CANDIDATOS DO VESTIBULAR 2012 RESPOSTAS AOS RECURSOS IMPRETADOS POR CANDIDATOS DO VESTIBULAR 2012 1º DIA Prova de Língua Portuguesa Questão 2 Na questão 2, o enunciado diz claramente que o que se está avaliando é o significado que

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO Prova Extraordinária de Avaliação INGLÊS 2º Ciclo - 6.º Ano de Escolaridade Despacho Normativo

Leia mais