Eixo temático 1: Pesquisa em Pós-Graduação em Educação e Práticas Pedagógicas.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Eixo temático 1: Pesquisa em Pós-Graduação em Educação e Práticas Pedagógicas."

Transcrição

1 1 Contribuições para o Ensino de Função: um panorama a partir de dissertações e teses sobre ensino e aprendizagem com modelagem matemática produzidas no Brasil João Pereira Viana Filho - Barbara Lutaif Bianchini - Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática Pontifícia Universidade Católica de São Paulo PUC/SP Eixo temático 1: Pesquisa em Pós-Graduação em Educação e Práticas Pedagógicas. Categoria: Pôster. Resumo Neste trabalho apresentamos o projeto de pesquisa que começamos a desenvolver, fundamentado nos princípios da pesquisa bibliográfica metanalítica, que segundo Fiorentini e Lorenzato (2009), consiste em uma revisão sistemática de outras pesquisas. Este artigo está delineado por um levantamento quantitativo das pesquisas realizados no Brasil entre 1990 e 2009, disponíveis no banco de resumos do sítio da CAPES e que tem como tema o ensino e aprendizagem com modelagem matemática no ensino Fundamental e Médio. E em segundo momento, mediante seu caráter qualitativo será realizada uma metanálise de algumas das pesquisas que tem por objetivo a introdução do ensino de função na Educação Básica por meio da modelagem matemática. Esta metanálise tem como objetivo investigar as contribuições da modelagem matemática como estratégia de ensino e aprendizagem na introdução do conceito e ensino de função no Ensino Fundamental e Médio. Palavras-chave: Modelagem Matemática, Ensino de Função, Metanálise. 1. Introdução Este trabalho apresenta em resumo, a pesquisa em desenvolvimento no grupo de pesquisa GPEA (Grupo de Pesquisa em Educação Algébrica) do Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo que tem como questão norteadora: Qual a álgebra a ser ensinada na formação de professores? Diversos subprojetos têm origem a partir deste. Nossa pesquisa está inserida no projeto: Funções do ponto de vista didático e cognitivo, que tem por objetivo investigar o ensino e a aprendizagem de funções na Educação Básica.

2 2 Apoiados sob a perspectiva da pesquisa qualitativa, e enquadrando-se entre os estudos bibliográficos metanalíticos, segundo Fiorentini e Lorenzato (2009). Esta pesquisa busca investigar as contribuições da modelagem matemática como estratégia de ensino e aprendizagem na introdução do conceito e no ensino de função no Ensino Fundamental e Médio. Para isto, a pesquisa se desenvolve em dois momentos. No primeiro fizemos um levantamento quantitativo das pesquisas realizados no Brasil entre 1990 e 2009, disponíveis no banco de resumos do portal da CAPES e que tem como tema o ensino e aprendizagem com modelagem matemática no ensino Fundamental e Médio, em que o resultado preliminar apresentamos neste trabalho. No segundo momento mediante seu caráter qualitativo realizaremos uma metanálise de algumas das pesquisas que tem por objetivo a introdução do ensino de função na Educação Básica por meio da modelagem matemática. Esta pesquisa buscará, por meio de uma metanálise, revelar o que as pesquisas que utilizam a modelagem matemática como metodologia de ensino e aprendizagem da matemática em sala de aula, apontam em relação às possibilidades e dificuldades do uso da modelagem matemática como metodologia de ensino para introdução e desenvolvimento do ensino e aprendizagem de função na Educação Básica a partir de problemas de investigação do cotidiano, já que Bassanesi (2002) afirma que A modelagem matemática consiste na arte de transformar problemas da realidade em problemas matemáticos e resolvê-los interpretando suas soluções na linguagem do mundo real (p. 16) 2. Quadro teórico e metodológico Sendo uma pesquisa qualitativa, o referencial teórico fundamenta-se figurando entre a pesquisa bibliográfica caracterizada do tipo metanálise, que segundo Fiorentini e Lorenzato (2009), se distingue das demais de caráter documental, como por exemplo, os estudos do estado da arte e os estudos tipicamente históricos, por não apenas inventariar documentos, e sim, além disso, compreender uma revisão sistemática de outras pesquisas, realizando avaliação crítica delas e produzindo novos resultados ou sínteses a partir do confronto desses estudos, transcendendo aqueles já obtidos. E a modelagem matemática usada como metodologia de ensino e aprendizagem da matemática em sala de aula, que de acordo com Biembengut (2005, p. 28). A modelagem matemática, originalmente, como metodologia de ensino-aprendizagem parte de uma situação/tema e sobre ela desenvolve questões, que tentarão ser respondidas mediante o uso de ferramental matemático e da pesquisa sobre o tema. 2.1 A metanálise Caracterizada por Fiorentini e Lorenzato (2009) como sendo uma revisão sistemática de outras pesquisas, visando realizar uma avaliação crítica sobre elas, vem sendo, segundo estes

3 3 autores, um tipo de investigação adotada por pesquisadores quando intencionam realizar um estudo de caráter documental com o objetivo de sintetizar idéias e investigar contribuições, classificar e encontrar categorias de pesquisa, encontrar similaridades e apontar possíveis divergências ou particularidades entre resultados, etc. Propósitos como estes podem ser identificados em pesquisas como Martins (2008), Nagamachi (2009) e Miranda (2009) que tiveram por objetivo fazer uma síntese de pesquisas que versaram sobre temas da educação algébrica. 2.2 A modelagem matemática Considerada aqui como uma metodologia de ensino, a partir da qual, através de temas quaisquer do cotidiano, nem sempre diretamente ligado à matemática, poderão ser explorados vários objetos de estudo da matemática, principalmente aqueles relacionados ao campo da álgebra, como é o caso das funções polinomiais presentes no currículo de matemática do Ensino Fundamental ao Médio. A modelagem matemática recebe definições dadas por vários especialistas na área, como por exemplo, Bassanesi (2002) a modelagem matemática consiste na arte de transformar problemas da realidade em problemas matemáticos e resolvê-los interpretando suas soluções na linguagem do mundo real (p. 16). Já para Biembengut e Hein (2005), modelagem matemática, arte de expressar por intermédio de linguagem matemática situações-problema de nosso meio, tem estado presente desde os tempos mais primitivos. Isto é, a modelagem é tão antiga quanto à própria matemática, surgindo de aplicações na rotina diária dos povos antigos. (p. 7). E para Burak (1992): A Modelagem Matemática constitui-se em um conjunto de procedimentos cujo objetivo é construir um paralelo para tentar explicar, matematicamente, os fenômenos presentes no cotidiano do ser humano, ajudando-o a fazer predições e a tomar decisões. (p. 62) Percebe-se que nos vários casos a modelagem matemática é vista como um meio de expressar ou descrever situações cotidianas usando linguagem matemática. Portanto, quanto à prática em sala de aula, surgem as seguintes questões: quando a modelagem matemática é utilizada como uma metodologia/estratégia de ensino da matemática? E quando a matemática é usada para fazer modelagem matemática? Ou seja, ensinar pela modelagem matemática? Ou ensinar para modelagem matemática? Nos parágrafos seguintes esclarecemos melhor estas questões. Em ensinar pela, a modelagem matemática assume o papel de metodologia de ensino da matemática, isso quer dizer que, tem-se um objeto matemático a ser ensinado, logo, este será desenvolvido e trabalhado em sala de aula por meio das estratégias de modelagem matemática, como se percebe nas pesquisas de: Beltrão (2009) e Chaves (2005) que investigaram em suas

4 4 pesquisas propostas de ensino e aprendizagem de objetos de ensino da matemática por meio da modelagem matemática Já em ensinar para, a modelagem matemática passa a assumir o papel de objeto de ensino, isso quer dizer que, tem-se o conhecimento matemático e um problema real a resolver, logo, busca-se estratégias de modelagem que ajudem a descrever ou solucionar este problema, esta é a forma que trabalhos com modelagem matemática, geralmente assumem em pesquisas científicas fora do contexto da educação, quando o propósito não é ensinar matemática, mas sim ensinar modelagem matemática. 3. Problemática e Objetivos O objetivo de investigar as contribuições da modelagem matemática como estratégia de ensino e aprendizagem na introdução do conceito e ensino de função no Ensino Fundamental e Médio, teve sua motivação a partir da observação da crescente tendência do uso deste ramo da Matemática como metodologia de ensino da matemática em sala de aula, como pode ser notada, ao compararmos o número de pesquisas oferecidas como resultado de busca no banco de teses do portal da CAPES, ao utilizarmos a frase ensino com modelagem matemática como filtro de busca. Nesta busca, utilizando a opção busca por assunto e a frase de filtro citada aqui, tivemos como resultado, apenas uma pesquisa versando sobre modelagem matemática para o ano de 1987, que representa o ano inicial da disponibilidade de resumos digitais no portal, enquanto, nas mesmas condições, foram oferecidas 160 pesquisas para o ano de 2009, último ano de disponibilidade de resumos neste portal até dezembro de 2010, o que nos mostra uma significativa diferença, indicando uma crescente tendência da investigação científica do uso desta metodologia de ensino. Já a opção por uma pesquisa documental do tipo metanálise foi motiva primeiramente pela falta de pesquisas com este foco retratando-se a modelagem matemática, pois, de acordo com Fiorentini e Lorenzato (2009), a importância de pesquisas que busquem sintetizar estudos realizados sobre temas mais específicos evitando as grandes generalizações foi trazida pela ascendência das pesquisas qualitativas em Educação Matemática, talvez pelo fato das questões mais latentes no campo da educação não permitirem grandes generalizações. Resultados preliminares Com o objetivo de apresentar uma visão geral do número de trabalhos já realizados no Brasil envolvendo a modelagem matemática voltada para o ensino de matemática em sala de aula. Em uma busca no banco de teses do portal da CAPES,em dezembro de 2010, a partir dos resumos das pesquisas cadastradas neste órgão e usando a frase de busca o ensino e

5 5 aprendizagem com modelagem matemática, tivemos como resultado, ao manter ativada a guia de busca, todas as palavras, do campo de filtro assunto, um total de 95 pesquisas entre o período de 1990 e Período por nós estabelecido, por representar o conjunto de duas décadas, e pelo fato do ano de 2009 compreender o último ano de pesquisas disponibilizadas pelo banco de teses deste órgão até dezembro de Este resultado está sintetizado na tabela e no gráfico seguinte. Tabela 1: Distribuição das pesquisas obtidas a partir da frase de busca ensino e aprendizagem com modelagem matemática no portal da CAPES, para o período de 1990 a Período Nº de pesquisas MP M D Figura 1: Gráfico de distribuição das pesquisas obtidas a partir da frase de busca ensino e aprendizagem com modelagem matemática no portal da CAPES, para o período de 1990 a Percebe-se aqui que o maior número de pesquisas realizadas neste período versando sobre o ensino e aprendizagem com modelagem matemática foi do nível de mestrado, compondo mais de 60% das pesquisas realizadas. Deste universo de 95 pesquisas, foram identificados 16 trabalhos versando sobre modelagem matemática e o ensino de função, quando realizada uma busca no portal, seguindo os mesmos critérios da busca anterior, mudando apenas a frase utilizada para: modelagem matemática e o ensino de função. A distribuição destas pesquisas pode ser vista na tabela 4.2 seguinte, conforme o nível.

6 6 Tabela 2: Tabela de distribuição das pesquisas obtidas a partir da frase de busca modelagem matemática e o ensino de função no portal da CAPES, para o período de 1990 a Período Nº de pesquisas MP M D Pode-se ainda perceber que mesmo neste caso a maior concentração de pesquisas continua no nível de mestrado, isto nos leva a acreditar que seja necessário um despertar de interesse de pesquisas de doutorado nesta área, pois, a partir desta busca nota-se apenas uma pesquisa neste nível, nos levando a perceber que há ainda um vasto universo a ser explorado. 4. Considerações finais Com este trabalho buscamos contribuir com a comunidade científica, já que, por meio de um panorama ou síntese de pesquisas realizadas com objetivos semelhantes, na tentativa de compreender e sintetizar as contribuições destas pesquisas para o ensino de função no Ensino Fundamental e Médio, por meio de uma estratégia de ensino como se apresenta a modelagem matemática, podem ser apontadas novas perspectivas no campo da Educação Matemática, uma vez que, ao se ter uma síntese de trabalhos realizados sobre determinados temas, pode-se identificar quais os focos já explorados e quais ainda precisam ser investigados, contribuindo assim para decisões sobre pesquisas futuras que se proponham a expandir os horizontes da pesquisa e das práticas educacionais no campo da Educação Matemática. Referências BASSANEZI, Rodney Carlos. Ensino-aprendizagem com modelagem matemática: uma nova estratégia. São Paulo: Contexto, BIEMBENGUT, Maria Salett. NELSON, Hein. Modelagem matemática no ensino. 4 ed. São Paulo: Contexto, BURAK, Dionísio. Modelagem Matemática: ações e interações no processo de ensinoaprendizagem f. Tese (Doutorado em Educação). Universidade Estadual de Campinas, Campinas, FIORENTINI, D; & LORENZATO, S. Investigação em Educação Matemática: percursos teóricos e metodológicos. Campinas: Autores Associados, BELTRÃO, Maria Eli Puga. Ensino de Cálculo pela Modelagem Matemática e Aplicações Teoria e Prática f. Tese (Doutorado em Educação Matemática). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2009.

7 7 CHAVES, Maria Isaura de Albuquerque. Modelando Matematicamente Questões Ambientais Relacionadas com a Água a Propósito do Ensino-aprendizagem de Funções na 1ª Série do Ensino Médio f. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências e Matemáticas). Universidade Federal do Pará, Belém, MARTINS, Adriano de Morais. Uma Metanálise Qualitativa das Dissertações sobre Equações Algébricas no Ensino Fundamental f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, MIRANDA, Márcia Regiane. Pensamento Proporcional: uma metanálise qualitativa de dissertações f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, NAGAMACHI, Marcos Toshio. Equações no Ensino Médio: uma metanálise qualitativa das dissertações e teses produzidas no Brasil de 1998 a f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, acao=pesquisargrandearea (Acesso em 21 de dezembro de 2010).

MODELAGEM MATEMÁTICA: UMA ALTERNATIVA PARA O ENSINO/APRENDIZAGEM

MODELAGEM MATEMÁTICA: UMA ALTERNATIVA PARA O ENSINO/APRENDIZAGEM MODELAGEM MATEMÁTICA: UMA ALTERNATIVA PARA O ENSINO/APRENDIZAGEM Walter Pereira do Nascimento Silva UPE - Universidade de Pernambuco wallpsilva@live.com Ana Isabella da Silva Barbosa UPE Universidade de

Leia mais

Um olhar para a natureza da Matemática em atividades de Modelagem

Um olhar para a natureza da Matemática em atividades de Modelagem Um olhar para a natureza da Matemática em atividades de Modelagem Amanda Ribeiro Pinto 1 GD10 Modelagem Matemática A presente pesquisa qualitativa, em fase de construção, tem como objetivo identificar

Leia mais

EVIDENCIANDO INDICADORES DE DESENVOLVIMENTO DO PENSAMENTO ALGÉBRICO: Equações Algébricas de Primeiro Grau

EVIDENCIANDO INDICADORES DE DESENVOLVIMENTO DO PENSAMENTO ALGÉBRICO: Equações Algébricas de Primeiro Grau EVIDENCIANDO INDICADORES DE DESENVOLVIMENTO DO PENSAMENTO ALGÉBRICO: Equações Algébricas de Primeiro Grau Antonia Zulmira da Silva 1 antoniazs@ig.com.br Resumo: Este minicurso tem por objetivo apresentar

Leia mais

TENDÊNCIAS DA PESQUISA EM EDUCAÇÃO ESTATÍSTICA NO BRASIL DE 2000 A 2013: EVENTOS CIENTÍFICOS

TENDÊNCIAS DA PESQUISA EM EDUCAÇÃO ESTATÍSTICA NO BRASIL DE 2000 A 2013: EVENTOS CIENTÍFICOS TENDÊNCIAS DA PESQUISA EM EDUCAÇÃO ESTATÍSTICA NO BRASIL DE 2000 A 2013: EVENTOS CIENTÍFICOS Ailton Paulo de Oliveira Júnior UFTM Tayrinne Helena Vaz - UFTM Resumo: Com a intenção de obter indicadores

Leia mais

SUGESTÕES DE AULAS DO PORTAL DO PROFESSOR PARA A DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA, NA PRÁTICA DA EDUCAÇÃO ESPECIAL

SUGESTÕES DE AULAS DO PORTAL DO PROFESSOR PARA A DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA, NA PRÁTICA DA EDUCAÇÃO ESPECIAL 991 SUGESTÕES DE AULAS DO PORTAL DO PROFESSOR PARA A DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA, NA PRÁTICA DA EDUCAÇÃO ESPECIAL Soellyn Elene Bataliotti - PPGEEs UFSCar, sol.elene@gmail.com Maria da Piedade Resende

Leia mais

ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO NO CONTEXTO DO ENSINO FUNDAMENTAL DE NOVE ANOS Ana Paula do Amaral Tibúrcio UFSJ

ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO NO CONTEXTO DO ENSINO FUNDAMENTAL DE NOVE ANOS Ana Paula do Amaral Tibúrcio UFSJ ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO NO CONTEXTO DO ENSINO FUNDAMENTAL DE NOVE ANOS Ana Paula do Amaral Tibúrcio UFSJ Introdução Na história da educação de nosso país uma das questões sempre presente neste cenário

Leia mais

Um Panorama de Pesquisas sobre o uso da Modelagem Matemática no Ensino Médio: 2010 a 2014

Um Panorama de Pesquisas sobre o uso da Modelagem Matemática no Ensino Médio: 2010 a 2014 Um Panorama de Pesquisas sobre o uso da Modelagem Matemática no Ensino Médio: 2010 a 2014 Douglas Borreio Maciel dos Santos GD10 Modelagem Matemática Neste artigo é apresentada uma pesquisa realizada no

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP. João Pereira Viana Filho

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP. João Pereira Viana Filho PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP João Pereira Viana Filho Ensino e Aprendizagem de Função: uma metanálise de dissertações brasileiras sobre modelagem matemática produzidas entre 1987

Leia mais

ETNOMATEMÁTICA E LETRAMENTO: UM OLHAR SOBRE O CONHECIMENTO MATEMÁTICO EM UMA FEIRA LIVRE

ETNOMATEMÁTICA E LETRAMENTO: UM OLHAR SOBRE O CONHECIMENTO MATEMÁTICO EM UMA FEIRA LIVRE ETNOMATEMÁTICA E LETRAMENTO: UM OLHAR SOBRE O CONHECIMENTO MATEMÁTICO EM UMA FEIRA LIVRE Sandra Regina RICCI Mestranda em Educação em Ciências e Matemática, Universidade Federal de Goiás sandraricci@brturbo.com.br

Leia mais

A RELEVÂNCIA DA PESQUISA NA FORMAÇÃO DOS FUTUROS PEDAGOGOS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA

A RELEVÂNCIA DA PESQUISA NA FORMAÇÃO DOS FUTUROS PEDAGOGOS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA 1 A RELEVÂNCIA DA PESQUISA NA FORMAÇÃO DOS FUTUROS PEDAGOGOS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Vanessa Ribeiro ANDRETO 1 Andréia Cristiane Silva WIEZZEL 2 RESUMO: O presente projeto de cunho qualitativo,

Leia mais

Zaqueu Vieira Oliveira Sala 128 do bloco A

Zaqueu Vieira Oliveira Sala 128 do bloco A Zaqueu Vieira Oliveira z.zaqueu@usp.br Sala 128 do bloco A Disciplinas Pedagógicas Teoria (Educação e Matemática) Metodologia do Ensino de Matemática I Disciplinas Específicas Prática (Sala de aula) Concepções

Leia mais

UMA PROPOSTA PARA O ENSINO DE EQUAÇÕES NO ENSINO FUNDAMENTAL: O USO DA MODELAGEM MATEMÁTICA

UMA PROPOSTA PARA O ENSINO DE EQUAÇÕES NO ENSINO FUNDAMENTAL: O USO DA MODELAGEM MATEMÁTICA 1.00.00.00-3 - CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA 1.01.00.00-8 - MATEMÁTICA UMA PROPOSTA PARA O ENSINO DE EQUAÇÕES NO ENSINO FUNDAMENTAL: O USO DA MODELAGEM MATEMÁTICA ROSIMEIRE BARRAVIERA RODRIGUES Curso de Licenciatura

Leia mais

ESTRUTURA E FORMA DO PROJETO DO MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DE CIÊNCIAS, MATEMÁTICA E TECNOLOGIAS

ESTRUTURA E FORMA DO PROJETO DO MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DE CIÊNCIAS, MATEMÁTICA E TECNOLOGIAS UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS MATEMÁTICA E TECNOLOGIAS - PPGECMT ESTRUTURA E FORMA DO PROJETO DO MESTRADO PROFISSIONAL

Leia mais

O TRABALHO COM GÊNEROS TEXTUAIS NO ENSINO DE CIÊNCIAS Autores: Vanessa Martins Mussini 1 Taitiâny Kárita Bonzanini 1,2

O TRABALHO COM GÊNEROS TEXTUAIS NO ENSINO DE CIÊNCIAS Autores: Vanessa Martins Mussini 1 Taitiâny Kárita Bonzanini 1,2 O TRABALHO COM GÊNEROS TEXTUAIS NO ENSINO DE CIÊNCIAS Autores: Vanessa Martins Mussini 1 Taitiâny Kárita Bonzanini 1,2 1 Universidade de São Paulo/Univesp Licenciatura em Ciências semipresencial/ Polo

Leia mais

PILARES TEÓRICOS METODOLÓGICOS DO GRUPO DE ESTUDOS E PLANEJAMENTO DE ATIVIDADES MATEMÁTICAS (GEPLAM UFSCar)

PILARES TEÓRICOS METODOLÓGICOS DO GRUPO DE ESTUDOS E PLANEJAMENTO DE ATIVIDADES MATEMÁTICAS (GEPLAM UFSCar) PILARES TEÓRICOS METODOLÓGICOS DO GRUPO DE ESTUDOS E PLANEJAMENTO DE ATIVIDADES MATEMÁTICAS (GEPLAM UFSCar) Paulo César Oliveira Universidade Federal de São Carlos UFSCar Resumo Este pôster visa difundir

Leia mais

Produto para Aplicação

Produto para Aplicação 12 Produto para Aplicação Produto Final da Dissertação apresentada à Pontifícia Universidade Católica de São Paulo em outubro de 2012, Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática: NÚMEROS

Leia mais

O JOGO DOMINÓ DA ÁLGEBRA COMO ESTRATÉGIA FACILITADORA DO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

O JOGO DOMINÓ DA ÁLGEBRA COMO ESTRATÉGIA FACILITADORA DO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM O JOGO DOMINÓ DA ÁLGEBRA COMO ESTRATÉGIA FACILITADORA DO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM Olívia Sobreira Gomes Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba IFPB olivia_sobreira@hotmail.com

Leia mais

ABORDAGEM A CONSTRUÇÃO DO PENSAMENTO MULTIPLICATIVO DESENVOLVIDO PELA CRIANÇA

ABORDAGEM A CONSTRUÇÃO DO PENSAMENTO MULTIPLICATIVO DESENVOLVIDO PELA CRIANÇA ABORDAGEM A CONSTRUÇÃO DO PENSAMENTO MULTIPLICATIVO DESENVOLVIDO PELA CRIANÇA Hélio Oliveira Rodrigues Faculdades Integradas da Vitória de Santo Antão FAINTVISA Instituto Federal de Educação, Ciência e

Leia mais

Centro Acadêmico Paulo Freire - CAPed Maceió - Alagoas - Brasil ISSN:

Centro Acadêmico Paulo Freire - CAPed Maceió - Alagoas - Brasil ISSN: O MATERIAL DOURADO NA COMPREENSÃO DAS OPERAÇÕES BÁSICAS NO CONJUNTO DOS NÚMEROS INTEIROS. Lenilson Oliveira do Nascimento - IFAL 1 lenils_on@hotmail.com Douglas Lopes do Nascimento- IFAL 2 wicham_douglas@hotmail.com

Leia mais

ENSINO DE LÍNGUA E ANÁLISE LINGUÍSTICA: PRESCRUTANDO OS DOCUMENTOS OFICIAIS

ENSINO DE LÍNGUA E ANÁLISE LINGUÍSTICA: PRESCRUTANDO OS DOCUMENTOS OFICIAIS ENSINO DE LÍNGUA E ANÁLISE LINGUÍSTICA: PRESCRUTANDO OS DOCUMENTOS OFICIAIS Maria Eliane Gomes Morais (PPGFP-UEPB) lia_morais.jta@hotmail.com Linduarte Pereira Rodrigues (DLA/PPGFP-UEPB) linduarte.rodrigues@bol.com.br

Leia mais

INTERAÇÕES ENTRE AS LINGUAGENS ENVOLVIDAS NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA MEDIADO PELO GEOGEBRA

INTERAÇÕES ENTRE AS LINGUAGENS ENVOLVIDAS NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA MEDIADO PELO GEOGEBRA INTERAÇÕES ENTRE AS LINGUAGENS ENVOLVIDAS NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA MEDIADO PELO GEOGEBRA Evandro dos Santos Paiva Feio paivamat@yahoo.com.br Luciano Augusto da Silva Melo luciano.melo10@gmail.com

Leia mais

O USO DO LIVRO DIDÁTICO NAS AULAS DE QUÍMICA: POSSIBILIDADES E DESAFIOS. Apresentação: Pôster

O USO DO LIVRO DIDÁTICO NAS AULAS DE QUÍMICA: POSSIBILIDADES E DESAFIOS. Apresentação: Pôster O USO DO LIVRO DIDÁTICO NAS AULAS DE QUÍMICA: POSSIBILIDADES E DESAFIOS. Apresentação: Pôster Autor Principal 1 ; Rafael Silva de Araujo; Orientadora 2 ; Maristela Maria Andrade da Silva. Introdução Este

Leia mais

A COSMOLOGIA EM TESES E DISSERTAÇÕES SOBRE ENSINO DE ASTRONOMIA NO BRASIL

A COSMOLOGIA EM TESES E DISSERTAÇÕES SOBRE ENSINO DE ASTRONOMIA NO BRASIL I Simpósio Nacional de Educação em Astronomia Rio de Janeiro - 2011 1 A COSMOLOGIA EM TESES E DISSERTAÇÕES SOBRE ENSINO DE ASTRONOMIA NO BRASIL Maria Cecilia Queiroga Bazetto 1, Paulo Sergio Bretones 2

Leia mais

ATIVIDADES DE MODELAGEM MATEMÁTICA COM ALUNOS DO 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

ATIVIDADES DE MODELAGEM MATEMÁTICA COM ALUNOS DO 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL ATIVIDADES DE MODELAGEM MATEMÁTICA COM ALUNOS DO 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL Janaina de Ramos Ziegler 1, Marli T. Quartieri 2, 3, Márcia Jussara Hepp Rehfeldt 2, 3 1 Mestre do Programa de Pós-Graduação

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS DISCIPLINAS 1. Introdução à Pesquisa em Letras 2. Metodologia de ensino de línguas estrangeiras I: perspectivas teóricas e abordagens

Leia mais

META Descrever a modelagem como uma proposta metodológica para o ensino de Matemática.

META Descrever a modelagem como uma proposta metodológica para o ensino de Matemática. MODELAGEM MATEMÁTICA META Descrever a modelagem como uma proposta metodológica para o ensino de Matemática. OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno deverá: efetuar uma comparação entre resolução de problemas

Leia mais

Um estudo do pensamento algébrico e da linguagem algébrica: uma perspectiva de relação dialética

Um estudo do pensamento algébrico e da linguagem algébrica: uma perspectiva de relação dialética Um estudo do pensamento algébrico e da linguagem algébrica: uma perspectiva de relação dialética Eixo temático 1: Fundamentos e práticas educacionais Juciane Teixeira Silva 1 Marilene Ribeiro Resende 2

Leia mais

CONSTRUINDO UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA SOBRE NÚMEROS COMPLEXOS POR MEIO DE PLANILHAS ELETRÔNICAS

CONSTRUINDO UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA SOBRE NÚMEROS COMPLEXOS POR MEIO DE PLANILHAS ELETRÔNICAS CONSTRUINDO UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA SOBRE NÚMEROS COMPLEXOS POR MEIO DE PLANILHAS ELETRÔNICAS Fernando Valério Ferreira de Brito fernandobrito500@gmail.com Ewerton Roosewelt Bernardo da Silva e.roosewelt@hotmail.com

Leia mais

O ENSINO DE SOCIOLOGIA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA) NAS ESCOLSA ESTADUAIS DE DOURADOS/MS RESUMO INTRODUÇÃO

O ENSINO DE SOCIOLOGIA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA) NAS ESCOLSA ESTADUAIS DE DOURADOS/MS RESUMO INTRODUÇÃO O ENSINO DE SOCIOLOGIA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA) NAS ESCOLSA ESTADUAIS DE DOURADOS/MS Rodolfo Dias Pinto 1 Maria de Lourdes dos Santos 2 1 Bolsista do Programa de Projetos de Pesquisa na Licenciatura

Leia mais

Estratégias e Metodologias no Processo de Ensino de Equações Diferenciais Ordinárias num Curso de Engenharia de Produção

Estratégias e Metodologias no Processo de Ensino de Equações Diferenciais Ordinárias num Curso de Engenharia de Produção Estratégias e Metodologias no Processo de Ensino de Equações Diferenciais Ordinárias num Curso de Engenharia de Produção Resumo Eliane Alves de Oliveira 1 Sonia Barbosa Camargo Igliori 2 Este artigo tem

Leia mais

BALANÇO DE PRODUÇÃO SOBRE APRENDIZAGEM COOPERATIVA E EDUCAÇÃO SUPERIOR

BALANÇO DE PRODUÇÃO SOBRE APRENDIZAGEM COOPERATIVA E EDUCAÇÃO SUPERIOR GT11 - Política da Educação Superior Pôster 520 BALANÇO DE PRODUÇÃO SOBRE APRENDIZAGEM COOPERATIVA E EDUCAÇÃO SUPERIOR Karina Nonato Mocheuti - UNEMAT Resumo Este ensaio apresenta os passos da construção

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio ETEC Professora Nair Luccas Ribeiro Código: 156 Município: Teodoro Sampaio Área de conhecimento: Ciências da Natureza, Matemática e suas tecnologias. Componente

Leia mais

FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA NO BRASIL:

FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA NO BRASIL: FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA NO BRASIL: um mapeamento das dissertações e teses nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste Patrícia Sandalo Pereira UFMS Agência Financiadora CNPq Introdução No

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DE MODELAGEM MATEMÁTICA NO ENSINO DE FUNÇÕES DE PROBABILIDADE PARA ENGENHARIAS

A UTILIZAÇÃO DE MODELAGEM MATEMÁTICA NO ENSINO DE FUNÇÕES DE PROBABILIDADE PARA ENGENHARIAS A UTILIZAÇÃO DE MODELAGEM MATEMÁTICA NO ENSINO DE FUNÇÕES DE PROBABILIDADE PARA ENGENHARIAS G5 Ensino e Aprendizagem de Matemática. Carlos Willians Paschoal (MA) carlos.willians_mat@hotmail.com Profa.

Leia mais

1.1 Os temas e as questões de pesquisa. Introdução

1.1 Os temas e as questões de pesquisa. Introdução 1 Introdução Um estudo de doutorado é, a meu ver, um caso de amor, e em minha vida sempre houve duas grandes paixões imagens e palavras. Escolhi iniciar minha tese com o poema apresentado na epígrafe porque

Leia mais

Uma Análise da História da Matemática presente nos Livros Paradidáticos de Matemática

Uma Análise da História da Matemática presente nos Livros Paradidáticos de Matemática Uma Análise da História da Matemática presente nos Livros Paradidáticos de Matemática Autor: Helinton Mercatelli Neto Orientadora: Prof. Drª. Rosa Lucia Sverzut Baroni Programa de Pós-Graduação em Educação

Leia mais

IV Jornada de Didática III Seminário de Pesquisa do CEMAD A PERCEPÇÃO DOS ESTUDANTES SOBRE PLANEJAMENTO E A AÇÃO DOCENTE NO ENSINO SUPERIOR

IV Jornada de Didática III Seminário de Pesquisa do CEMAD A PERCEPÇÃO DOS ESTUDANTES SOBRE PLANEJAMENTO E A AÇÃO DOCENTE NO ENSINO SUPERIOR IV Jornada de Didática III Seminário de Pesquisa do CEMAD 31 de janeiro, 01 e 02 de fevereiro de 2017 ISBN:978-85-7846-384-7 A PERCEPÇÃO DOS ESTUDANTES SOBRE PLANEJAMENTO E A AÇÃO DOCENTE NO ENSINO SUPERIOR

Leia mais

EXPLORANDO OS POLINÔMIOS E OS GRÁFICOS DAS FUNÇÕES POLINOMIAIS

EXPLORANDO OS POLINÔMIOS E OS GRÁFICOS DAS FUNÇÕES POLINOMIAIS EXPLORANDO OS POLINÔMIOS E OS GRÁFICOS DAS FUNÇÕES POLINOMIAIS Educação Matemática nos Anos Finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio (Emaiefem) GT 10 Marcelino Jose de CARVALHO Universidade Federal

Leia mais

SÃO PAULO (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Matrizes de referência para avaliação: documento básico - SARESP. São Paulo: SEE, 2009

SÃO PAULO (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Matrizes de referência para avaliação: documento básico - SARESP. São Paulo: SEE, 2009 SÃO PAULO (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Matrizes de referência para avaliação: documento básico - SARESP. São Paulo: SEE, 2009 : PROFESSORA: Matilde Flório 1 PROFESSORA: Matilde Flório Pós-Graduada

Leia mais

UM ESTUDO SOBRE O USO DO SOFTWARE APLUSIX COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA PARA A APRENDIZAGEM DE SISTEMAS DE EQUAÇÕES DO PRIMEIRO GRAU COM DUAS VARIÁVEIS.

UM ESTUDO SOBRE O USO DO SOFTWARE APLUSIX COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA PARA A APRENDIZAGEM DE SISTEMAS DE EQUAÇÕES DO PRIMEIRO GRAU COM DUAS VARIÁVEIS. UM ESTUDO SOBRE O USO DO SOFTWARE APLUSIX COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA PARA A APRENDIZAGEM DE SISTEMAS DE EQUAÇÕES DO PRIMEIRO GRAU COM DUAS VARIÁVEIS. VALENZUELA, Silvia Teresinha Frizzarini UFMS steresini@ig.com.br

Leia mais

MODELAGEM MATEMÁTICA, ENSINO E PESQUISA: UMA EXPERIÊNCIA NO ENSINO MÉDIO RESUMO

MODELAGEM MATEMÁTICA, ENSINO E PESQUISA: UMA EXPERIÊNCIA NO ENSINO MÉDIO RESUMO MODELAGEM MATEMÁTICA, ENSINO E PESQUISA: UMA EXPERIÊNCIA NO ENSINO MÉDIO Mestrando: Luciano Stropper da Silva Orientadora: Profª. Drª. Ruth Portanova 1 RESUMO A presente pesquisa se dará através de uma

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - UFPI CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO-CCE PROGRAMA PIBIC/UFPI BASE DE PESQUISA FORMAR

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - UFPI CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO-CCE PROGRAMA PIBIC/UFPI BASE DE PESQUISA FORMAR UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - UFPI CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO-CCE PROGRAMA PIBIC/UFPI BASE DE PESQUISA FORMAR A PRÁTICA PEDAGÓGICA DE PROFESSORES QUE ATUAM COM ADOLESCENTES EM CUMPRIMENTO DE MEDIDA

Leia mais

O USO DE MATERIAIS MANIPULÁVEIS PARA O ENSINO- APRENDIZAGEM DE NÚMEROS RACIONAIS VIA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS. Modelagem e Educação Matemática GT 04

O USO DE MATERIAIS MANIPULÁVEIS PARA O ENSINO- APRENDIZAGEM DE NÚMEROS RACIONAIS VIA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS. Modelagem e Educação Matemática GT 04 O USO DE MATERIAIS MANIPULÁVEIS PARA O ENSINO- APRENDIZAGEM DE NÚMEROS RACIONAIS VIA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS Modelagem e Educação Matemática GT 04 Patrícia Melo ROCHA Universidade Estadual da Paraíba patricia@cche.uepb.edu.br

Leia mais

Patrícia Sândalo Pereira 1 Edinalva da Cruz Teixeira Sakai 2 Rogers Barros de Paula 3. Introdução

Patrícia Sândalo Pereira 1 Edinalva da Cruz Teixeira Sakai 2 Rogers Barros de Paula 3. Introdução ESTADO DA ARTE DAS PESQUISAS EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA QUE TRATAM DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES PRODUZIDAS NOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DAS REGIÕES NORTE, NORDESTE E CENTRO-OESTE NO BRASIL, A PARTIR DE 2005

Leia mais

ESCALA DE CONCEPÇÕES ACERCA DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA E EDUCAÇÃO ESPECIAL E SUA APLICAÇÃO EM PESQUISA

ESCALA DE CONCEPÇÕES ACERCA DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA E EDUCAÇÃO ESPECIAL E SUA APLICAÇÃO EM PESQUISA ESCALA DE CONCEPÇÕES ACERCA DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA E EDUCAÇÃO ESPECIAL E SUA APLICAÇÃO EM PESQUISA Carla Cristina Marinho Sadao Omote Faculdade de Filosofia e Ciências, UNESP, campus de Marília Eixo Temático:

Leia mais

GÊNERO E SINDICALISMO DOCENTE: UMA ANÁLISE A PARTIR DA PRODUÇÃO PUBLICADA NA CAPES

GÊNERO E SINDICALISMO DOCENTE: UMA ANÁLISE A PARTIR DA PRODUÇÃO PUBLICADA NA CAPES GÊNERO E SINDICALISMO DOCENTE: UMA ANÁLISE A PARTIR DA PRODUÇÃO PUBLICADA NA CAPES KLUMB, Márcia Cristiane Völz UFPel 1- Caracterização do estudo Neste trabalho pretendo apresentar a investigação que faz

Leia mais

Texto produzido a partir de interações estabelecidas como bolsistas do PIBID/UNIJUÍ 2

Texto produzido a partir de interações estabelecidas como bolsistas do PIBID/UNIJUÍ 2 ÁLGEBRA E FUNÇÕES NO CURRÍCULO DOS ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA ANÁLISE A PARTIR DA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR E DE DOCUMENTOS OFICIAIS 1 Maira Simoni Brigo 2, Bruna Maroso De Oliveira 3,

Leia mais

AUTILIZAÇÃO DA HISTÓRIA DA MATEMATICA COMO METODOLOGIA DE ENSINO EM TURMAS DE 6 ANOS DO ENSINO FUNDAMENTAL

AUTILIZAÇÃO DA HISTÓRIA DA MATEMATICA COMO METODOLOGIA DE ENSINO EM TURMAS DE 6 ANOS DO ENSINO FUNDAMENTAL AUTILIZAÇÃO DA HISTÓRIA DA MATEMATICA COMO METODOLOGIA DE ENSINO EM TURMAS DE 6 ANOS DO ENSINO FUNDAMENTAL Eixo: Etnomatemática e as relações entre tendências em educação matemática Palavras-chave: Educação

Leia mais

PESQUISAS EM ENSINO DE CIÊNCIAS DA NATUREZA: UM ESTUDO SOBRE AVALIAÇÃO. Apresentação: Pôster

PESQUISAS EM ENSINO DE CIÊNCIAS DA NATUREZA: UM ESTUDO SOBRE AVALIAÇÃO. Apresentação: Pôster PESQUISAS EM ENSINO DE CIÊNCIAS DA NATUREZA: UM ESTUDO SOBRE AVALIAÇÃO Apresentação: Pôster Ana Maria da Cunha Rego 1 ; Francisca Maria Silva Miranda 2 ; Kilma da Silva Lima Viana 3 Introdução Esse trabalho

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA O ESTUDO DAS SECÇÕES CÔNICAS COM O AUXILIO DO SOFTWARE GEOGEBRA NA MATEMÁTICA.

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA O ESTUDO DAS SECÇÕES CÔNICAS COM O AUXILIO DO SOFTWARE GEOGEBRA NA MATEMÁTICA. SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA O ESTUDO DAS SECÇÕES CÔNICAS COM O AUXILIO DO SOFTWARE GEOGEBRA NA MATEMÁTICA. G7 - Ensino e Aprendizagem de Matemática no Ensino Médio e no Ensino Superior Aluna Sandra Pereira

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS - INEP DIRETORIA DE AVALIAÇÃO PARA CERTIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIAS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS - INEP DIRETORIA DE AVALIAÇÃO PARA CERTIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS - INEP DIRETORIA DE AVALIAÇÃO PARA CERTIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIAS Exame Nacional de Certificação de Competências de Jovens e

Leia mais

O RACIOCÍNIO PROPORCIONAL UTILIZADO PELOS ALUNOS DO 1 ANO DO ENSINO MÉDIO AO RESOLVER PROBLEMAS

O RACIOCÍNIO PROPORCIONAL UTILIZADO PELOS ALUNOS DO 1 ANO DO ENSINO MÉDIO AO RESOLVER PROBLEMAS O RACIOCÍNIO PROPORCIONAL UTILIZADO PELOS ALUNOS DO 1 ANO DO ENSINO MÉDIO AO RESOLVER PROBLEMAS Educação Matemática nos Anos Finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio (EMAIEFEM) GT 10 Mayara de Souza

Leia mais

A HISTÓRIA DA MATEMÁTICA EM LIVROS DIDÁTICOS 1

A HISTÓRIA DA MATEMÁTICA EM LIVROS DIDÁTICOS 1 A HISTÓRIA DA MATEMÁTICA EM LIVROS DIDÁTICOS 1 Maria Lucivânia Souza dos Santos Universidade Federal de Pernambuco lucivaniasousa1@gmail.com Edelweis José Tavares Barbosa Universidade Federal de Pernambuco

Leia mais

Palavras-chave: Pensamento algébrico. Generalização de padrões. Livro didático.

Palavras-chave: Pensamento algébrico. Generalização de padrões. Livro didático. Um estudo a respeito da introdução da linguagem algébrica através de atividades de generalização de padrões nos livros didáticos de Matemática do Ensino Fundamental Resumo: A linguagem algébrica é importante

Leia mais

LIVROS DIDÁTICOS: UMA ABORDAGEM DA HISTÓRIA DA MATEMÁTICA

LIVROS DIDÁTICOS: UMA ABORDAGEM DA HISTÓRIA DA MATEMÁTICA LIVROS DIDÁTICOS: UMA ABORDAGEM DA HISTÓRIA DA MATEMÁTICA Mayky Francley Pereira de Lima 1 ; Diego Rabelo dos Santos 1 ; Josildo José Barbosa da Silva 2 1 Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Leia mais

MARCELO CARLOS DA SILVA FUNÇÃO QUADRÁTICA: UMA PROPOSTA DE ATIVIDADE PARA O ESTUDO DOS COEFICIENTES

MARCELO CARLOS DA SILVA FUNÇÃO QUADRÁTICA: UMA PROPOSTA DE ATIVIDADE PARA O ESTUDO DOS COEFICIENTES MARCELO CARLOS DA SILVA FUNÇÃO QUADRÁTICA: UMA PROPOSTA DE ATIVIDADE PARA O ESTUDO DOS COEFICIENTES 1ª Edição São Paulo 2014 Todos os direitos reservados Título Função Quadrática: uma proposta de atividade

Leia mais

MODELAGEM MATEMÁTICA APLICADA À MEDIÇÃO DA ÁREA DE UM TERRENO: UM ESTUDO DE CASO

MODELAGEM MATEMÁTICA APLICADA À MEDIÇÃO DA ÁREA DE UM TERRENO: UM ESTUDO DE CASO MODELAGEM MATEMÁTICA APLICADA À MEDIÇÃO DA ÁREA DE UM TERRENO: UM ESTUDO DE CASO Joeser Guimarães Claus Haetinger Italo Gabriel Neide Janaina Ruppel Márcia Jussara Hepp Rehfeldt Maria Madalena Dullius

Leia mais

Educação, tecnologia, aprendizagem exaltação à negação: a busca da relevância

Educação, tecnologia, aprendizagem exaltação à negação: a busca da relevância Educação, tecnologia, aprendizagem exaltação à negação: a busca da relevância Marilú do Nascimento Salvador Lourenço Doutoranda em Ciências da Informação UFP/PT Orientadores: Paulo Rurato e Luis Borges

Leia mais

FENÔMENO DE CONGRUÊNCIA EM CONVERSÕES ENTRE REGISTROS: CARACTERIZAÇÃO DOS NÍVEIS DE CONGRUÊNCIA E NÃO-CONGRUÊNCIA

FENÔMENO DE CONGRUÊNCIA EM CONVERSÕES ENTRE REGISTROS: CARACTERIZAÇÃO DOS NÍVEIS DE CONGRUÊNCIA E NÃO-CONGRUÊNCIA FENÔMENO DE CONGRUÊNCIA EM CONVERSÕES ENTRE REGISTROS: CARACTERIZAÇÃO DOS NÍVEIS DE CONGRUÊNCIA E NÃO-CONGRUÊNCIA KARINA ALESSANDRA PESSÔA DA SILVA 1, RODOLFO EDUARDO VERTUAN 2, LOURDES MARIA WERLE DE

Leia mais

Palavras-chave: Competências; habilidades; resolução de problemas.

Palavras-chave: Competências; habilidades; resolução de problemas. AVALIAÇÃO POR COMPETÊNCIA: TEORIA E PRÁTICA NO CONTEXTO DA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS Camilla da Rosa Leandro (Bolsista PUIC) 1 Diva Marília Flemming (Profa. Orientadora) 2 INTRODUÇÃO Na Educação é frequente,

Leia mais

FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE

FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA: UM ESTUDO SOBRE O CONHECIMENTO PEDAGÓGICO DO CONTEÚDO DOS NÚMEROS RACIONAIS. Aluna: Debora da Silva Souza Orientador: Francisco J. B. Bezerra UNIVERSIDADE FEDERAL DO

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA O ESTUDO DAS CÔNICAS COM O AUXÍLIO DO SOFTWARE GEOGEBRA.

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA O ESTUDO DAS CÔNICAS COM O AUXÍLIO DO SOFTWARE GEOGEBRA. Educação Matemática: Retrospectivas e Perspectivas Curitiba Paraná, 20 a 23 julho 2013 SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA O ESTUDO DAS CÔNICAS COM O AUXÍLIO DO SOFTWARE GEOGEBRA. Autora: Sandra Pereira Lopes Instituição:

Leia mais

Profa. Dra. Maria da Conceição Lima de Andrade

Profa. Dra. Maria da Conceição Lima de Andrade Profa. Dra. Maria da Conceição Lima de Andrade Conceitos de pesquisa A Pesquisa é: procedimento reflexivo sistemático, controlado e crítico, que permite descobrir novos fatos ou dados, relações ou leis,

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DAS ANIMAÇÕES\ SIMULACÕES EM AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM PARA O ENSINO DE BIOLOGIA

IDENTIFICAÇÃO DAS ANIMAÇÕES\ SIMULACÕES EM AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM PARA O ENSINO DE BIOLOGIA IDENTIFICAÇÃO DAS ANIMAÇÕES\ SIMULACÕES EM AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM PARA O ENSINO DE BIOLOGIA Maria Giselly Jorge de Matos 1 ; Patrícia Mariana Vasco de Góz²; Gerllane Jorge de Matos³; Ricardo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA NPGECIMA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA NPGECIMA INSTRUÇÃO NORMATIVA 01/2015 Regulamenta a estrutura curricular do Curso de Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática. O Colegiado de Pós-Graduação do no uso de suas atribuições, Considerando a necessidade

Leia mais

UMA REFLEXÃO SOBRE A ATIVIDADE DE SITUAÇÕES PROBLEMA EM SISTEMA DE EQUAÇÕES LINEARES NA ESCOLA ESTADUAL MARIA DAS DORES BRASIL

UMA REFLEXÃO SOBRE A ATIVIDADE DE SITUAÇÕES PROBLEMA EM SISTEMA DE EQUAÇÕES LINEARES NA ESCOLA ESTADUAL MARIA DAS DORES BRASIL UMA REFLEXÃO SOBRE A ATIVIDADE DE SITUAÇÕES PROBLEMA EM SISTEMA DE EQUAÇÕES LINEARES NA ESCOLA ESTADUAL MARIA DAS DORES BRASIL LEITE* 1, Jardel Sousa; MENDOZA 2, Héctor José García RESUMO 1 jardelsousa562@gmail.com

Leia mais

O USO DA PESQUISA DOCUMENTAL NA ANÁLISE DE PROGRAMAS DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR

O USO DA PESQUISA DOCUMENTAL NA ANÁLISE DE PROGRAMAS DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR 1 O USO DA PESQUISA DOCUMENTAL NA ANÁLISE DE PROGRAMAS DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR Ana Maria Bellé 1 Ana Paula Vieira 2 Lirane Elize Defante Ferreto Almeida 3 Mariana Aparecida Euflausino 4 Área de conhecimento:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO DEPARTAMENTOS DE PEDAGOGIAA PLANO DE ENSINO DE MATEMÁTICA 2017

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO DEPARTAMENTOS DE PEDAGOGIAA PLANO DE ENSINO DE MATEMÁTICA 2017 UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO DEPARTAMENTOS DE PEDAGOGIAA PLANO DE ENSINO DE MATEMÁTICA 2017 Disciplina: Matemática Nível: Ensino Fundamental Série: 2º Ano

Leia mais

A OPERAÇÃO POTENCIAÇÃO: UMA ANÁLISE DA ABORDAGEM EM LIVROS DIDÁTICOS DO ENSINO FUNDAMENTAL

A OPERAÇÃO POTENCIAÇÃO: UMA ANÁLISE DA ABORDAGEM EM LIVROS DIDÁTICOS DO ENSINO FUNDAMENTAL A OPERAÇÃO POTENCIAÇÃO: UMA ANÁLISE DA ABORDAGEM EM LIVROS DIDÁTICOS DO ENSINO FUNDAMENTAL Ana Maria Paias Pontifícia Universidade Católica de São Paulo anamariapaias@yahoo.com.br Resumo: Consideramos

Leia mais

Uma proposta de Modelagem para os anos iniciais do ensino fundamental

Uma proposta de Modelagem para os anos iniciais do ensino fundamental Uma proposta de Modelagem para os anos iniciais do ensino fundamental Lilia Cristina dos Santos Diniz Alves 1 GD10 - Modelagem Matemática Esta pesquisa pretende compreender as interações discursivas entre

Leia mais

MATEMÁTICA, AGROPECUÁRIA E SUAS MÚLTIPLAS APLICAÇÕES. Palavras-chave: Matemática; Agropecuária; Interdisciplinaridade; Caderno Temático.

MATEMÁTICA, AGROPECUÁRIA E SUAS MÚLTIPLAS APLICAÇÕES. Palavras-chave: Matemática; Agropecuária; Interdisciplinaridade; Caderno Temático. MATEMÁTICA, AGROPECUÁRIA E SUAS MÚLTIPLAS APLICAÇÕES Josislei de Passos Vieira Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais Câmpus Rio Pomba. josisleipassos@gmail.com

Leia mais

O CURSO DE PEDAGOGIA COMO LÓCUS DA FORMAÇÃO MUSICAL INICIAL DE PROFESSORES Alexandra Silva dos Santos Furquim UFSM Cláudia Ribeiro Bellochio UFSM

O CURSO DE PEDAGOGIA COMO LÓCUS DA FORMAÇÃO MUSICAL INICIAL DE PROFESSORES Alexandra Silva dos Santos Furquim UFSM Cláudia Ribeiro Bellochio UFSM 1 O CURSO DE PEDAGOGIA COMO LÓCUS DA FORMAÇÃO MUSICAL INICIAL DE PROFESSORES Alexandra Silva dos Santos Furquim UFSM Cláudia Ribeiro Bellochio UFSM INTRODUÇÃO No contexto das pesquisas em educação, a formação

Leia mais

OS SIGNIFICADOS E OS SIGNIFICANTES DO CONCEITO DE FUNÇÃO NAS PESQUISAS BRASILEIRAS EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: UM OLHAR PARA OS REFERENCIAIS TEÓRICOS 1

OS SIGNIFICADOS E OS SIGNIFICANTES DO CONCEITO DE FUNÇÃO NAS PESQUISAS BRASILEIRAS EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: UM OLHAR PARA OS REFERENCIAIS TEÓRICOS 1 OS SIGNIFICADOS E OS SIGNIFICANTES DO CONCEITO DE FUNÇÃO NAS PESQUISAS BRASILEIRAS EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: UM OLHAR PARA OS REFERENCIAIS TEÓRICOS 1 Jéssica Goulart Da Silva 2, Deise Pedroso Maggio 3. 1

Leia mais

A CRIAÇÃO DE FRANGOS EM AVIÁRIOS MANUAIS E AUTOMATIZADOS RESUMO

A CRIAÇÃO DE FRANGOS EM AVIÁRIOS MANUAIS E AUTOMATIZADOS RESUMO A CRIAÇÃO DE FRANGOS EM AVIÁRIOS MANUAIS E AUTOMATIZADOS OLIVEIRA, Valéria Bonito Cinti valeriabcinti@bol.com.br LAVAQUI, Vanderlei vlavaqui@yahoo.com.br RESUMO Este trabalho é o resultado inicial de uma

Leia mais

Metodologia Cientíca. Prof. Renato Pimentel. 1 o Semestre Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação

Metodologia Cientíca. Prof. Renato Pimentel. 1 o Semestre Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação Metodologia Cientíca Prof. Renato Pimentel 1 o Semestre 2017 FACOM31701 TCC1 1 o Semestre 2017 1 / 24 Ciência Esforço para descobrir e aumentar

Leia mais

CARACTERÍSTICAS DOS PRODUTOS EDUCACIONAIS DESENVOLVIDOS NOS MESTRADOS PROFISSIONAIS DA REGIÃO CENTRO-OESTE DO BRASIL

CARACTERÍSTICAS DOS PRODUTOS EDUCACIONAIS DESENVOLVIDOS NOS MESTRADOS PROFISSIONAIS DA REGIÃO CENTRO-OESTE DO BRASIL IV Seminário da Pós-Graduação em Educação para Ciências e Matemática Práticas Pedagógicas para Inclusão e Diversidade Jataí - GO - 03 a 08 de outubro de 2016 CARACTERÍSTICAS DOS PRODUTOS EDUCACIONAIS DESENVOLVIDOS

Leia mais

1. MODELAGEM MATEMÁTICA E A PRÁTICA INVESTIGATIVA

1. MODELAGEM MATEMÁTICA E A PRÁTICA INVESTIGATIVA MODELAGEM NO ENSINO DE GEOMETRIA ESPACIAL: CONSTRUINDO MODELOS VIRTUAIS 3D COM SKETCHUP Danilo Lemos Batista 1 Universidade Tiradentes danilo_math@hotmail.com Daniel Silveira Soares Nascimento 2 Universidade

Leia mais

Como elaborar um projeto de pesquisa?

Como elaborar um projeto de pesquisa? Como elaborar um projeto de pesquisa? O que é um projeto de pesquisa? Descreve as fases e os procedimentos de um processo de investigação científica a ser realizado. Projeto de Pesquisa pode ser definido

Leia mais

PROJETO DE PESQUISA. Título: Metodologias e modelagem no desenvolvimento do ensino de matemática

PROJETO DE PESQUISA. Título: Metodologias e modelagem no desenvolvimento do ensino de matemática PROJETO DE PESQUISA IDENTIFICAÇÃO Título: Metodologias e modelagem no desenvolvimento do ensino de matemática Linha de Pesquisa: Educação Matemática Palavra Chave (3): Metodologia de ensino; ensino de

Leia mais

QUE CONCEPÇÕES DE ÁLGEBRA SURGEM NAS QUESTÕES DE MACROAVALIAÇOES: o caso do ENEM 2011.

QUE CONCEPÇÕES DE ÁLGEBRA SURGEM NAS QUESTÕES DE MACROAVALIAÇOES: o caso do ENEM 2011. QUE CONCEPÇÕES DE ÁLGEBRA SURGEM NAS QUESTÕES DE MACROAVALIAÇOES: o caso do ENEM 2011. Regina Lucia da Silva - UFABC SP (regiluciasilva@hotmail.com) Debora da Silva Souza UFABC SP (deborasou.za@hotmail.com)

Leia mais

Mestrado Profissional em Ensino

Mestrado Profissional em Ensino Mestrado Profissional em Ciências e Tecnologias na Educação Prof. Nelson Luiz Reyes Marques Produção Intelectual Critérios e recomendações da área quanto à produção bibliográfica, técnica e/ou artística

Leia mais

MEDIAÇÃO DIDÁTICA SEMIPRESENCIAL NO CURSO DE PEDAGOGIA RESUMO

MEDIAÇÃO DIDÁTICA SEMIPRESENCIAL NO CURSO DE PEDAGOGIA RESUMO MEDIAÇÃO DIDÁTICA SEMIPRESENCIAL NO CURSO DE PEDAGOGIA Maria Aparecida Candine de Brito 1 Beatriz Aparecida Zanatta 2 Pontifícia Universidade Católica de Goiás PUC/GO Modalidade: Poster Eixo Temático:

Leia mais

PRATICAS PEDAGÓGICAS DO BIBLIOTECÁRIO: UMA ANÁLISE DA PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO DA REDE FEDERAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL, CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA.

PRATICAS PEDAGÓGICAS DO BIBLIOTECÁRIO: UMA ANÁLISE DA PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO DA REDE FEDERAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL, CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA. PRATICAS PEDAGÓGICAS DO BIBLIOTECÁRIO: UMA ANÁLISE DA PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO DA REDE FEDERAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL, CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA. INTRODUÇÃO Vanessa Oliveira de Macêdo Cavalcanti PPGEP-IFRN

Leia mais

O texto a seguir foi extraído da dissertação de mestrado Modelagem Matemática e Etnomatemática no Contexto da Educação matemática: aspectos filosóficos e epistemológicos, do autor Tiago Emanuel Klüber.

Leia mais

A PROFISSIONALIDADE DO BACHAREL DOCENTE NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

A PROFISSIONALIDADE DO BACHAREL DOCENTE NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL 1 A PROFISSIONALIDADE DO BACHAREL DOCENTE NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL Joselene Elias de Oliveira UnB Fernanda Bartoly Gonçalves de Lima IFB RESUMO Este trabalho se propõe a realizar uma revisão bibliográfica

Leia mais

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE A PROPOSTA DE ENSINO DA TRIGONOMETRIA NO TRIÂNGULO RETÂNGULO

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE A PROPOSTA DE ENSINO DA TRIGONOMETRIA NO TRIÂNGULO RETÂNGULO 23 a 26 de Maio 10 e 11 de Agosto de 2017 https://sesemat.wordpress.com/ ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE A PROPOSTA DE ENSINO DA TRIGONOMETRIA NO TRIÂNGULO RETÂNGULO Luana Vieira Ramalho Universidade do Estado

Leia mais

Plano de Ensino Docente

Plano de Ensino Docente Plano de Ensino Docente IDENTIFICAÇÃO CURSO: Licenciatura em Matemática FORMA/GRAU: ( ) integrado ( ) subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado (x) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: ( x ) Presencial

Leia mais

PESQUISA CIENTÍFICA 2

PESQUISA CIENTÍFICA 2 PESQUISA CIENTÍFICA 2 TIPOS DE PESQUISA CIENTÍFICA 3 4 Tipos de Pesquisa Quantitativas: aquelas em que predominam os métodos estatísticos, com utilização de variáveis bem definidas e de cálculos estatísticos

Leia mais

A experimentação e o ensinoaprendizagem

A experimentação e o ensinoaprendizagem Xxxxxxxxx xxxxxxx A experimentação e o ensinoaprendizagem de Física. Ministrante: Prof. Nelson Reyes Marques (IF Sul-Rio-Grandense) www.nelsonreyes.com.br Prof. Marco Antonio Lessa (UCPel) I Introdução

Leia mais

TABULEIRO MATEMAGNÉTICO

TABULEIRO MATEMAGNÉTICO TABULEIRO MATEMAGNÉTICO Thais Clara da Costa 1 Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC - CCT thaisdacostah@hotmail.com Marília Zabel 1 Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC CCT mari_lia_zabel@hotmail.com

Leia mais

MATERIAL DIFERENCIADO PARA O ENSINO DE TRANSFORMAÇÕES LINEARES Rafael Ferreira Correa¹ Tahieny Kelly de Carvalho², Liliane Martinez Antonow ³

MATERIAL DIFERENCIADO PARA O ENSINO DE TRANSFORMAÇÕES LINEARES Rafael Ferreira Correa¹ Tahieny Kelly de Carvalho², Liliane Martinez Antonow ³ MATERIAL DIFERENCIADO PARA O ENSINO DE TRANSFORMAÇÕES LINEARES Rafael Ferreira Correa¹ Tahieny Kelly de Carvalho², Liliane Martinez Antonow ³ 1-IF Sudeste MG / e-mail: rafaelferreira.c@hotmail.com 2- IF

Leia mais

A INSERÇÃO DA HISTÓRIA DA MATEMÁTICA NO ENSINO FUNDAMENTAL NAS ESCOLAS DO MUNICÍPIO DE SOMBRIO

A INSERÇÃO DA HISTÓRIA DA MATEMÁTICA NO ENSINO FUNDAMENTAL NAS ESCOLAS DO MUNICÍPIO DE SOMBRIO A INSERÇÃO DA HISTÓRIA DA MATEMÁTICA NO ENSINO FUNDAMENTAL NAS ESCOLAS DO MUNICÍPIO DE SOMBRIO 1 BASSANI, Joel de Oliveira; 2 ANDRADE, Elisiane Cardoso de; 3 ROCHO, Valdirene da Rosa; 4 BRASIL, Carla Sofia

Leia mais

Preparação de Atividades Didáticas Plano da Escola, Plano de Ensino e Plano de Aula

Preparação de Atividades Didáticas Plano da Escola, Plano de Ensino e Plano de Aula Preparação de Atividades Didáticas Plano da Escola, Plano de Ensino e Plano de Aula Zaqueu Vieira Oliveira Planejamento Currículo Plano da Escola Plano de Ensino Plano de Aula Planejamento Guia de orientação

Leia mais

PRODUÇÃO CIENTÍFICA SOBRE A ATUAÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL COM BEBÊS PREMATUROS

PRODUÇÃO CIENTÍFICA SOBRE A ATUAÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL COM BEBÊS PREMATUROS PRODUÇÃO CIENTÍFICA SOBRE A ATUAÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL COM BEBÊS PREMATUROS Tainá de Oliveira Castelanelli Jáima Pinheiro de Oliveira Instituição de origem dos autores: UNESP Marília/SP Eixo Temático:

Leia mais

4.3 A solução de problemas segundo Pozo

4.3 A solução de problemas segundo Pozo 39 4.3 A solução de problemas segundo Pozo Na década de noventa, a publicação organizada por Pozo [19] nos dá uma visão mais atual da resolução de problemas. A obra sai um pouco do universo Matemático

Leia mais

Ensino em arquitetura e urbanismo: meios digitais e processos de projeto

Ensino em arquitetura e urbanismo: meios digitais e processos de projeto PROJETO DE PESQUISA PÓS-DOUTORADO Ensino em arquitetura e urbanismo: meios digitais e processos de projeto Candidata: Mayara Dias de Souza Supervisor: Prof. Associado Dr. Marcelo Tramontano 1 RESUMO Reflexões

Leia mais

AVALIAÇÃO FORMATIVA NO ESPAÇO DE APRENDIZAGEM DIGITAL: UMA EXPERIÊNCIA NO FACEBOOK

AVALIAÇÃO FORMATIVA NO ESPAÇO DE APRENDIZAGEM DIGITAL: UMA EXPERIÊNCIA NO FACEBOOK Pavilhão do Conhecimento, Parque das Nações Lisboa, 6 e 7 de Dezembro de 2013 AVALIAÇÃO FORMATIVA NO ESPAÇO DE APRENDIZAGEM DIGITAL: UMA EXPERIÊNCIA NO FACEBOOK Aline Silva de Bona, Cristiane Koehler Programa

Leia mais

FORMAÇÃO CONTINUADA NA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: A EXTENSÃO QUE COMPLEMENTA A FORMAÇÃO DOCENTE. Eixo temático: Educación, Comunicación y Extensión

FORMAÇÃO CONTINUADA NA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: A EXTENSÃO QUE COMPLEMENTA A FORMAÇÃO DOCENTE. Eixo temático: Educación, Comunicación y Extensión FORMAÇÃO CONTINUADA NA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: A EXTENSÃO QUE COMPLEMENTA A FORMAÇÃO DOCENTE Sandra Mara Marasini Universidade de Passo Fundo/Brasil 1 Neiva Ignês Grando Universidade de Passo Fundo/Brasil

Leia mais

OS CONHECIMENTOS MATEMÁTICOS NO ENSINO MÉDIO: OUTRAS POSSIBILIDADES PARA A PRÁTICA DO PROFESSOR

OS CONHECIMENTOS MATEMÁTICOS NO ENSINO MÉDIO: OUTRAS POSSIBILIDADES PARA A PRÁTICA DO PROFESSOR ISSN 2316-7785 OS CONHECIMENTOS MATEMÁTICOS NO ENSINO MÉDIO: OUTRAS POSSIBILIDADES PARA A PRÁTICA DO PROFESSOR Alexsandro de Melo Silva Instituto Federal de Alagoas ms.alexsandro@hotmail.com Leon Cavalcante

Leia mais

INTRODUÇÃO À EDUCAÇÃO NA DIVERSIDADE E METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO

INTRODUÇÃO À EDUCAÇÃO NA DIVERSIDADE E METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO INTRODUÇÃO À EDUCAÇÃO NA DIVERSIDADE E METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO RANNYELLY RODRIGUES DE OLIVEIRA Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) Programa de Pós-Graduação em

Leia mais