Aprenda definitivamente a usar a vírgula com 4 regras simples

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Aprenda definitivamente a usar a vírgula com 4 regras simples"

Transcrição

1 Aprenda definitivamente a usar a vírgula com 4 regras simples André Gazola A vírgula é um dos elementos que causam mais confusão na Língua Portuguesa. Pouca gente sabe, ao certo, onde deve e onde não deve usá-la. O motivo disso é bem simples: sempre nos ensinaram do jeito errado! Você deve se lembrar de sua professora falando coisas como A vírgula é usada para indicar pausa, Prestem atenção em como vocês falam: quando tiver pausa, usem vírgula. Isso é besteira, pois cada um de nós fala de um jeito diferente, usa pausas diferentes e, basicamente, decide como quer falar. Mas não podemos simplesmente decidir aonde vai e aonde não vai vírgula. Ela tem poder demais para ser arbitrária. [...] Pois bem, existem algumas regras para o uso da vírgula, e elas são baseadas na gramática. [...] [Vejamos algumas delas]: 1. Use a vírgula para separar elementos que você poderia listar Veja esta frase: João Maria Ricardo Pedro e Augusto foram almoçar. Note que os nomes das pessoas poderiam ser separados em uma lista. Foram almoçar: João; Maria; Ricardo; Pedro; Augusto. 1

2 Isso significa que devem ser separados por vírgula na frase original: João, Maria, Ricardo, Pedro e Augusto foram almoçar. Note que, antes de e Augusto, não vai vírgula. Como regra geral, não se usa vírgula antes de e [ exceto em casos específicos]. Vejamos outro exemplo: A sua fronte, a sua boca, o seu riso, as suas lágrimas enchem-lhe a voz de formas e de cores (Teixeira de Pascoaes) 2. Use a vírgula para separar explicações que estão no meio da frase Explicações que interrompem a frase são mudanças de pensamento e devem ser separadas por vírgula. a) Mário, o moço que traz o pão, não veio hoje. Dá-se uma explicação sobre quem é Mário. Se tivéssemos de classificar sintaticamente o trecho destacado, seria um aposto. b) Eu e você, que somos amigos, não devemos brigar. O trecho destacado explica algo sobre Eu e você. Portanto, deve vir entre vírgulas. A classificação do trecho em negrito é oração adjetiva explicativa. 2

3 3. Use a vírgula para separar o lugar, o tempo ou o modo que vier no início da frase Quando um tipo específico de expressão aquela que indica tempo, lugar, modo e outros inicia a frase, usa-se vírgula. Em outras palavras, separa-se o adjunto adverbial antecipado. a) Lá fora, o sol está de rachar! Lá fora é uma expressão que indica lugar (adjunto adverbial de lugar). b) Semana passada, todos vieram jantar aqui em casa. Semana passada indica tempo (adjunto adverbial de tempo). c) De um modo geral, não gostamos de pessoas estranhas. De um modo geral é sinônimo de geralmente (adjunto adverbial de modo). 4. Use a vírgula para separar orações independentes Orações independentes são aquelas que têm sentido, mesmo estando fora do texto. Nós já vimos um tipo dessas, que são as orações coordenadas assindéticas, mas também há outros casos. Vejamos um exemplo: Acendeu um cigarro, cruzou as pernas, estalou as unhas, demorou o olhar em Mana Maria. (A. de Alcântara Machado) Nesse caso, cada vírgula separa uma oração independente. Elas são coordenadas assindéticas. Vejamos outros exemplos: Eu gosto muito de chocolate, mas não posso comer para não engordar. 3

4 Eu gosto muito de chocolate, porém não posso comer para não engordar. Eu gosto muito de chocolate, contudo não posso comer para não engordar. Eu gosto muito de chocolate, no entanto não posso comer para não engordar. Eu gosto muito de chocolate, entretanto não posso comer para não engordar. Eu gosto muito de chocolate, todavia não posso comer para não engordar. Antes de todas essas palavras em destaque chamadas de conjunções adversativas vai vírgula. [As orações introduzidas por elas são chamadas de] orações coordenadas sindéticas adversativas. [...] Quando se usa vírgula antes de e? Como regra geral, vimos que não se usa vírgula antes de e. [Mas há exceções! Quando a frase iniciada pela conjunção e ] fala de uma pessoa, coisa ou objeto (sujeito) diferente da que vem antes dele, [o uso da vírgula é obrigatório. Sendo assim, temos:] O sol já ia fraco, e a tarde era amena. (Graça Aranha) Note que a primeira frase fala do sol, enquanto a segunda fala da tarde. Os sujeitos são diferentes. Portanto, usamos vírgula. Vejamos outro exemplo: A mulher morreu, e cada um dos filhos procurou seu destino. (F. Namora) Mesmo caso: a primeira oração diz respeito à mulher, a segunda, aos filhos. 4

5 Existem casos em que a vírgula é opcional? Se [o termo que indica] tempo, modo, lugar etc. [estiver só], então, a vírgula será facultativa. Tudo vai depender do sentido, do ritmo, da velocidade que você quer dar para a frase. Depois vamos sair para jantar. Depois, vamos sair para jantar. Geralmente gosto de almoçar no shopping. Geralmente, gosto de almoçar no shopping. Semana passada, todos vieram jantar aqui em casa. Semana passada todos vieram jantar aqui em casa. Não se usa a vírgula! [...] Um erro muito comum [cometido em Língua Portuguesa] é separar sujeito e predicado com vírgula. [...] João, gosta de comer batatas. (INCORRETO) João gosta de comer batatas. (CORRETO) Alice, Maria e Luíza, querem ir para a escola amanhã. (INCORRETO) Alice, Maria e Luíza querem ir para a escola amanhã. (CORRETO) Fonte PORTUGUÊS Fácil. Escrever melhor: Intermediário. Pontuação. Disponível em: < Acesso em: 13 jul

TURMAS DO 1º ANO LÍNGUAPORTUGUESA.

TURMAS DO 1º ANO LÍNGUAPORTUGUESA. ATIVIDADE PARA O MÊS DE ABRIL PROFESSORA MARILÉA F. DA ROCHA TURMAS DO 1º ANO LÍNGUAPORTUGUESA. EMPREGO DA VÍRGULA. http://www.portuguesfacil.net/regras simples faceis usar virgula/ 1. Use a vírgula para

Leia mais

DÚVIDAS E DIFICULDADES MAIS FREQUENTES NO TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO MODELO ENEM

DÚVIDAS E DIFICULDADES MAIS FREQUENTES NO TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO MODELO ENEM DÚVIDAS E DIFICULDADES MAIS FREQUENTES NO TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO MODELO ENEM LABORATÓRIO DE REDAÇÃO Corretoras: Patrícia Peres Rayane Ferreira Tainá Veras COMPETÊNCIA I SIGNIFICADO DAS COMPETÊNCIAS

Leia mais

Ensino Médio O EMPREGO DA VÍRGULA

Ensino Médio O EMPREGO DA VÍRGULA Ensino Médio O EMPREGO DA VÍRGULA Conceito A vírgula marca uma pausa de pequena duração. Emprega-se não só para separar elementos de uma oração, mas também orações de um só período. Emprego da vírgula

Leia mais

PONTUAÇÃO. PONTUAÇÃO DO PERÍODO SIMPLES

PONTUAÇÃO.  PONTUAÇÃO DO PERÍODO SIMPLES PONTUAÇÃO GRAMÁTICA PONTUAÇÃO As regras de pontuação se baseiam, em sua maioria, nas regras de análise sintática, portanto saber pontuação requer conheciento prévio da sintaxe. PONTUAÇÃO DO PERÍODO SIMPLES

Leia mais

Profª. Raquel Freitas Sampaio

Profª. Raquel Freitas Sampaio LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA PONTUAÇÃO Profª. Raquel Freitas Sampaio 1 TIPOS DE PONTUAÇÃO Sinais que indicam que a frase não foi concluída: a vírgula (,) o ponto e vírgula (;) o travessão ( ) os dois pontos

Leia mais

PORTUGUÊS PARA CONSULTOR DO SENADO FEDERAL EXERCÍCIOS COMENTADOS PROFESSOR ALBERT IGLÉSIA

PORTUGUÊS PARA CONSULTOR DO SENADO FEDERAL EXERCÍCIOS COMENTADOS PROFESSOR ALBERT IGLÉSIA Somente hoje (sábado) tive condições de aprontar esta aula. O motivo? Na quarta-feira à noite, a dengue me pegou. Chegou fraquinha, mas no dia seguinte ela se agravou e me deixou de cama. Na sexta de manhã,

Leia mais

Período composto por coordenação

Período composto por coordenação Período composto por coordenação É o período composto por duas ou mais orações independentes. Estas orações podem ser assindéticas ou sindéticas. Orações coordenadas assindéticas Não apresentam conectivos

Leia mais

Período composto por coordenação

Período composto por coordenação Período composto por coordenação Orações coordenadas Prof.: Júnior CONCEITUAÇÃO Um período composto por coordenação é constituído por orações coordenadas. Uma oração chama-se coordenada quando não funciona

Leia mais

Professor Marlos Pires Gonçalves

Professor Marlos Pires Gonçalves PONTUAÇÃO Os sinais de pontuação são recursos variados e representam as pausas e entonações da fala. A pontuação dá à escrita maior clareza e simplicidade. A seguir veremos os principais empregos de alguns

Leia mais

Língua Portuguesa 9º ano Atividade: Orações Coordenadas Data: 8 de abril de 2008

Língua Portuguesa 9º ano Atividade: Orações Coordenadas Data: 8 de abril de 2008 Orações Coordenadas e Oração Intercalada. 1- Para conceituar a oração coordenada, vamos confrontá-la com a subordinada. Observe os enunciados que seguem: 1. Pedro falou-nos que ia embora. A B 2. Pedro

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO

PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO O período composto por coordenação é constituído por orações coordenadas. Chamamos oração coordenada por não exercer nenhuma função sintática em outra oração, daí ser chamada

Leia mais

Lista 6 - Língua Portuguesa 1

Lista 6 - Língua Portuguesa 1 Lista 6 - Língua Portuguesa 1 Períodos compostos LISTA 6 - LP 1 - PERÍODOS COMPOSTOS Períodos compostos Em listas anteriores, vimos alguns conceitos sintáticos importantes para o domínio da norma culta

Leia mais

Período composto por coordenação

Período composto por coordenação Período composto por coordenação Orações coordenadas Profª.: Eliane Castro CONCEITUAÇÃO Um período composto por coordenação é constituído por orações coordenadas. Uma oração chama-se coordenada quando

Leia mais

USo da VírGULA. Se o homem soubesse o valor que tem a mulher, andaria de quatro a sua procura.

USo da VírGULA. Se o homem soubesse o valor que tem a mulher, andaria de quatro a sua procura. O USo da VírGULA USo da VírGULA Observe o sentido destas duas frases: Se o homem soubesse o valor que tem a mulher, andaria de quatro a sua procura. Se o homem soubesse o valor que tem, a mulher andaria

Leia mais

4) Entre o verbo e o predicativo. Ex.: Eu já fui professor. Professor eu já fui.

4) Entre o verbo e o predicativo. Ex.: Eu já fui professor. Professor eu já fui. 4) Entre o verbo e o predicativo. Ex.: Eu já fui professor. Professor eu já fui. Obs.: Na inversão, aparecerá a vírgula se houver predicativo pleonástico. Ex.: Professor, eu já o fui. predicativo: professor.

Leia mais

Mapa Mental de Português Uso da Vírgula Pontuação

Mapa Mental de Português Uso da Vírgula Pontuação Mapa Mental de Português Uso da Vírgula Mapa Mental de Português Uso da Vírgula Pontuação É utilizada para auxiliar a leitura e compreensão de discursos escritos, marcando três tipos de pausas, que são

Leia mais

SEXTA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco

SEXTA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco SEXTA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET Professora: Sandra Franco 1. Aposto e a vírgula. 2. Adjunto Adverbial e a vírgula. 3. Vocativo e a vírgula. 4. Uso da Vírgula. Resumo. 5. Exercícios. 1. Aposto e a vírgula.

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA: 1

LÍNGUA PORTUGUESA: 1 LÍNGUA PORTUGUESA: 1 PONTUAÇÃO USO DA VÍRGULA NO INTERIOR DA ORAÇÃO ambos os termos são contíguos, mas não associados sintaticamente entre si. Entre certos povos, antigos rituais religiosos incluem o sacrifício

Leia mais

Sumário. Apresentação. Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3

Sumário. Apresentação. Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3 Sumário Prefácio Apresentação XIII XV Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3 1. Tipologia do sujeito 6 Método para identificar o sujeito 6 Sujeito simples

Leia mais

Aula 18.1 Conteúdos: O uso da vírgula (, ) e o ponto e vírgula ( ; ) na construção de textos. LÍNGUA PORTUGUESA FORTALECENDO SABERES

Aula 18.1 Conteúdos: O uso da vírgula (, ) e o ponto e vírgula ( ; ) na construção de textos. LÍNGUA PORTUGUESA FORTALECENDO SABERES 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 18.1 Conteúdos: O uso da vírgula (, ) e o ponto e vírgula ( ; ) na construção de textos. 3 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES

Leia mais

FICHAMENTO DE AULA. PORTUGUÊS Fichamento de aula. Professora: Júnia Andrade 1

FICHAMENTO DE AULA. PORTUGUÊS Fichamento de aula.  Professora: Júnia Andrade 1 FICHAMENTO DE AULA www.pontodosconcursos.com.br 1 Ponto (. ) empregado para finalizar frase declarativa e marcar fim de período. Ex.: fiz minha inscrição no concurso para a área técnica. Mas pretendo também

Leia mais

Professor Marlos Pires Gonçalves

Professor Marlos Pires Gonçalves PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO O período composto por coordenação é constituído por orações coordenadas. Chamamos oração coordenada por não exercer nenhuma função sintática em outra oração, daí ser chamada

Leia mais

Português. Orações Subordinadas Adjetivas: Restritivas e Explicativas. Professor Arthur Scandelari.

Português. Orações Subordinadas Adjetivas: Restritivas e Explicativas. Professor Arthur Scandelari. Português Orações Subordinadas Adjetivas: Restritivas e Explicativas Professor Arthur Scandelari www.acasadoconcurseiro.com.br Português ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS: RESTRITIVAS E EXPLICATIVAS 1. (FUNRIO

Leia mais

Sintaxe do Período Composto

Sintaxe do Período Composto Sintaxe do Período Composto Gramática Material Complementar Saudações, guerreiro (a) do concurso, tudo bem? Aqui é o professor Pablo Jamilk. Nós teremos alguns momentos juntos doravante. Por isso, segure

Leia mais

Vírgula. A vírgula assinala falta ou desvio de ligação sintática no discurso

Vírgula. A vírgula assinala falta ou desvio de ligação sintática no discurso PONTUAÇÃO (cont.) Vírgula A vírgula assinala falta ou desvio de ligação sintática no discurso Nem a toda pausa corresponde uma vírgula, nem a toda vírgula corresponde uma pausa. LUFT, Celso Pedro. A vírgula.

Leia mais

Indica uma pequena pausa, em que a voz fica em suspenso, para logo depois retomar a continuação do período. Usa-se virgula:

Indica uma pequena pausa, em que a voz fica em suspenso, para logo depois retomar a continuação do período. Usa-se virgula: Indica uma pequena pausa, em que a voz fica em suspenso, para logo depois retomar a continuação do período. Usa-se virgula: 1. No interior de uma oração para destacar : Conjunções Ex.: Chovia muito, entretanto,

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS PORTUGUÊS SÉRIE: Pré-Vestibular PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS Profª Raquel Sampaio LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS Profª. Raquel

Leia mais

Formulário de Resposta aos Recursos CONCURSO IBGE 2004

Formulário de Resposta aos Recursos CONCURSO IBGE 2004 Formulário de Resposta aos Recursos CONCURSO IBGE 2004 CARGO: TECNOLOGISTA JR I / LETRAS PORTUGUÊS / INGLÊS QUESTÃO NÚMERO: 07 O gabarito oficial está correto, letra E. Na opção E a estrutura é de subordinação,

Leia mais

AULA 12 PONTUAÇÃO MINISTÉRIO DA FAZENDA

AULA 12 PONTUAÇÃO MINISTÉRIO DA FAZENDA AULA 12 PONTUAÇÃO MINISTÉRIO DA FAZENDA Professor Marlus Geronasso SINAIS DE PONTUAÇÃO Servem para representar pausas na fala, nos casos do ponto, vírgula e ponto e vírgula; ou entonações, nos casos do

Leia mais

Coordenação e subordinação. Porto Editora

Coordenação e subordinação. Porto Editora Coordenação e subordinação Frase simples complexa Frase simples Constituída apenas por um verbo ou por um complexo verbal. Ex.: A Maria brinca muito com o irmão. frase simples (constituída por um verbo)

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO

PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA: GRAMÁTICA PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO APOSTILA 3 CAPÍTULO 9 PROF.º PAULO SCARDUA COORDENAÇÃO: INTRODUÇÃO Quando as orações que constituem um período composto apresentam estruturas

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO

PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA: GRAMÁTICA PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO APOSTILA 3 CAPÍTULO 9 PROF.º PAULO SCARDUA COORDENAÇÃO: INTRODUÇÃO Quando as orações que constituem um período composto apresentam estruturas

Leia mais

PARTÍCULA EXPLETIVA OU DE REALCE

PARTÍCULA EXPLETIVA OU DE REALCE FUNÇÕES DO QUE? Aqui estudaremos todas as classes gramaticais a que a palavra que pertence. SUBSTANTIVO A palavra que será substantivo, quando tiver o sentido de qualquer coisa ou alguma coisa, é sempre

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Orações coordenadas I

Bárbara da Silva. Português. Orações coordenadas I Bárbara da Silva Português Orações coordenadas I As sentenças coordenadas (ou orações coordenadas) são as orações que, como a própria nomeação sugere, se unem umas as outras, de forma justaposta (assindéticas)

Leia mais

Questões Comentadas Língua Portuguesa

Questões Comentadas Língua Portuguesa Maria Augusta Guimarães de Almeida Questões Comentadas Língua Portuguesa CESPE - FCC - FGV - CESGRANRIO - VUNESP - ESAF 1ª edição Recife PE 2016 QUESTÕES CESPE 1 - A vida do Brasil colonial era regida

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 17 Orações coordenadas I

Bárbara da Silva. Português. Aula 17 Orações coordenadas I Bárbara da Silva Português Aula 17 Orações coordenadas I As sentenças coordenadas (ou orações coordenadas) são as orações que, como a própria nomeação sugere, se unem umas as outras, de forma justaposta

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 39 Conjunções I

Bárbara da Silva. Português. Aula 39 Conjunções I Bárbara da Silva Português Aula 39 Conjunções I Conjunção Além da preposição, há outra palavra que, na frase, é usada como elemento de ligação: a conjunção. Por exemplo: A menina segurou a bola e mostrou

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DA SEQUÊNCIA DIDÁCTICA

PLANIFICAÇÃO DA SEQUÊNCIA DIDÁCTICA ANEXO 3 PLANIFICAÇÃO DA SEQUÊNCIA DIDÁCTICA 155 ESCOLA SECUNDÁRIA/3 PADRE ALBERTO NETO - QUELUZ Planificação a curto prazo de Língua Portuguesa 8.º ano de escolaridade Turma C Ano lectivo 2009/2010 Mestranda:

Leia mais

Pra começo de conversa... ORAÇÃO PERÍODO

Pra começo de conversa... ORAÇÃO PERÍODO Orações Coordenadas Pra começo de conversa... FRASE ORAÇÃO PERÍODO FRASE Enunciado com sentido completo... Socorro! Socorro! Silêncio! A aula da professora Marisa é maravilhosa. Nós adoramos Gramática.

Leia mais

Os principais casos de uso da vírgula. Vírgula proibida. Entre sujeito e predicado ou entre predicado e sujeito

Os principais casos de uso da vírgula. Vírgula proibida. Entre sujeito e predicado ou entre predicado e sujeito Vírgula proibida Os principais casos de uso da vírgula Entre sujeito e predicado ou entre predicado e sujeito Entre verbo e seu(s) complemento(s) Vírgula obrigatória Depois de orações adverbiais antepostas

Leia mais

Prof. Valber Freitas. Língua Portuguesa. Sintaxe Termos Integrantes

Prof. Valber Freitas. Língua Portuguesa. Sintaxe Termos Integrantes Prof. Valber Freitas Língua Portuguesa Sintaxe Termos Integrantes Sintaxe Termos Integrantes Termos integrantes Objeto Direto Objeto Indireto Complemento Nominal Agente da Passiva Predicativo do Sujeito

Leia mais

CURSO INTENSIVO MÓDULO 15 PONTUAÇÃO

CURSO INTENSIVO MÓDULO 15 PONTUAÇÃO EXERCÍCIOS 1) Os empresários expuseram seus problemas com extrema objetividade. (PERÍODO NA ORDEM DIRETA). 2) Os empresários, com extrema objetividade, expuseram seus problemas. (ADJUNTO ADVERBIAL DE MODO

Leia mais

ORAÇÕES COORDENADAS & SUBORDINADAS

ORAÇÕES COORDENADAS & SUBORDINADAS ORAÇÕES COORDENADAS & SUBORDINADAS GRAMÁTICA ORAÇÕES COORDENADAS & SUBORDINADAS As orações coordenadas e subordinadas fazem parte do período composto, ou seja, o período em que temos duas ou mais orações.

Leia mais

ÍNDICE TEXTO E DISCURSO 4 CLASSES DE PALAVRAS 20 FUNÇÕES SINTÁTICAS 66

ÍNDICE TEXTO E DISCURSO 4 CLASSES DE PALAVRAS 20 FUNÇÕES SINTÁTICAS 66 ÍNDICE 1 TEXTO E DISCURSO 4 1.1. Coesão e coerência textual organização de parágrafos 4 1.2. Pontuação 7 1.3. Discurso direto / discurso indireto 10 1.4. Frase ativa / frase passiva 13 CONSOLIDAÇÃO: EXERCÍCIOS

Leia mais

PONTUAÇÃO uso da vírgula. COMUNICAÇÃO TÉCNICA Prof. Andriza

PONTUAÇÃO uso da vírgula. COMUNICAÇÃO TÉCNICA Prof. Andriza PONTUAÇÃO uso da vírgula COMUNICAÇÃO TÉCNICA Prof. Andriza (andriza.becker@luzerna.ifc.edu.br) vídeo Vírgula É um sinal gráfico usado com duas finalidades: - Sintática: organização dos termos da oração

Leia mais

AULA 11. Sintaxe da oração e do período MINISTÉRIO DA FAZENDA

AULA 11. Sintaxe da oração e do período MINISTÉRIO DA FAZENDA AULA 11 Sintaxe da oração e do período MINISTÉRIO DA FAZENDA Professor Marlus Geronasso Frase, período e oração Frase é todo enunciado suficiente por si mesmo para estabelecer comunicação. Expressa juízo,

Leia mais

Integrado Aulas 33 e 35 Apostila 5; pág. 81 Pontuação. Prof. Eloy Gustavo

Integrado Aulas 33 e 35 Apostila 5; pág. 81 Pontuação. Prof. Eloy Gustavo Integrado Aulas 33 e 35 Apostila 5; pág. 81 Pontuação 1 Virgulação na Oração Casos Gerais 2 1ª Regra termos naturalmente ligados Termos naturalmente ligados não se separam por qualquer sinal de pausa.

Leia mais

PONTUAÇÃO. Profª Giovana Uggioni Silveira

PONTUAÇÃO. Profª Giovana Uggioni Silveira PONTUAÇÃO Profª Giovana Uggioni Silveira PONTO (.) a) Para indicar o fim de um período simples, de uma frase com sentido completo. Chegamos. b) Para abreviar: Sr. (Senhor) etc. (et cetera) etc. (et cetera)

Leia mais

01- De acordo com o texto, o que são "as coisas que saem da boca da gente"? R.: 02- O que quer dizer "correndo sempre pra frente"? R.

01- De acordo com o texto, o que são as coisas que saem da boca da gente? R.: 02- O que quer dizer correndo sempre pra frente? R. PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 5 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== AS COISAS QUE A GENTE FALA Ruth

Leia mais

Português. Uso dos Dois-pontos e do Ponto e Vírgula. Professor Arthur Scandelari.

Português. Uso dos Dois-pontos e do Ponto e Vírgula. Professor Arthur Scandelari. Português Uso dos Dois-pontos e do Ponto e Vírgula Professor Arthur Scandelari www.acasadoconcurseiro.com.br Português USO DOS DOIS-PONTOS E DO PONTO E VÍRGULA 1. (FGV Pref. de Paulínia 2016) Os fantasmas

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. Texto: O Sabor da Palavra. José Afonso Ferraz

LÍNGUA PORTUGUESA. Texto: O Sabor da Palavra. José Afonso Ferraz LÍNGUA PORTUGUESA Texto: O Sabor da Palavra José Afonso Ferraz Você já parou para pensar nas múltiplas faces de que se reveste uma língua? Há muitas e específicas formas ou faces como se fossem roupas,

Leia mais

PORTUGUÊS AULA 09 PONTUAÇÃO

PORTUGUÊS AULA 09 PONTUAÇÃO CURSO DE CONHECIMENTOS BÁSICOS P/ EBSERH NACIONAL 2015 PORTUGUÊS AULA 09 PONTUAÇÃO Equipe Professor Rômulo Passos 2015 Página 0 de 17 Olá, futura (o) concursada (o)! Segue a 9ª aula do Curso de Português

Leia mais

Planificação Longo Prazo

Planificação Longo Prazo DEPARTAMENTO LÍNGUAS ANO LETIVO 2017 / 2018 DISCIPLINA Português ANO 7.ºANO Planificação Longo Prazo CONTEÚDOS TEXTOS DOS MEDIA E DO QUOTIDIANO 1.º período Textos não literários Notícia Reportagem Texto

Leia mais

ORDEM DIRETA DE ORAÇÕES E PERÍODOS E OS USOS DA VÍRGULA

ORDEM DIRETA DE ORAÇÕES E PERÍODOS E OS USOS DA VÍRGULA ORDEM DIRETA DE ORAÇÕES E PERÍODOS E OS USOS DA VÍRGULA O que é a ordem direta da oração Em língua portuguesa, na maioria das vezes, as orações são estruturadas na seguinte sequência: OU sujeito + verbo

Leia mais

Língua portuguesa. Professora Iara Martins. Exercícios. Período composto por coordenação e subordinação

Língua portuguesa. Professora Iara Martins. Exercícios. Período composto por coordenação e subordinação Língua portuguesa Professora Iara Martins Exercícios Período composto por coordenação e subordinação 1. O amor não só traz alegria como também alimenta. Neste período, a conjunção é: a. Subordinativa causal

Leia mais

Para casa: 1) Responder os exercícios do livro didático pp. 38 a 42 - formação do modo imperativo.

Para casa: 1) Responder os exercícios do livro didático pp. 38 a 42 - formação do modo imperativo. 1) Responder os exercícios do livro didático pp. 38 a 42 - formação do modo imperativo. Análise linguística formação do modo imperativo. Identificar e compreender a formação do modo imperativo do verbo.

Leia mais

Normas Gramaticais da Língua Portuguesa AULA 4. Temas: Pontuação O uso da Vírgula

Normas Gramaticais da Língua Portuguesa AULA 4. Temas: Pontuação O uso da Vírgula Normas Gramaticais da Língua Portuguesa AULA 4 Temas: Pontuação O uso da Vírgula Pontuação Os sinais de pontuação existem para indicar na escrita a marcação de pausas, melodias e entoações existentes na

Leia mais

APOIO PEDAGÓGICO AO NÚCLEO COMUM

APOIO PEDAGÓGICO AO NÚCLEO COMUM APOIO PEDAGÓGICO AO NÚCLEO COMUM GRAMÁTICA TRADICIONAL SINTAXE II: TERMOS INTEGRANTES E TERMOS ACESSÓRIOS Tutora: Ariana de Carvalho TERMOS INTEGRANTES A nomenclatura está relacionada com a função dos

Leia mais

Concurseiro. Espaço do. Português Prof. Joaquim Bispo. Sinta-se a vontade para estudar conosco. O seu espaço de preparação para concursos públicos

Concurseiro. Espaço do. Português Prof. Joaquim Bispo. Sinta-se a vontade para estudar conosco. O seu espaço de preparação para concursos públicos Espaço do Concurseiro Sinta-se a vontade para estudar conosco Português Prof. Joaquim Bispo O seu espaço de preparação para concursos públicos Aula 7 1 PONTUAÇÃO 1. Emprego da Vírgula Na ordem direita

Leia mais

Unidade 10 Sinais de Pontuação

Unidade 10 Sinais de Pontuação UNIDADE 10 Os sinais de pontuação servem para marcar pausas (a vírgula, o ponto-e-vírgula, o ponto) ou a melodia da frase (o ponto de exclamação, o ponto de interrogação, etc.). Geralmente, estão ligados

Leia mais

10 APOSTO. Apresentar o aposto, termo acessório, sua relação com o sujeito e classificação segundo a NGB.

10 APOSTO. Apresentar o aposto, termo acessório, sua relação com o sujeito e classificação segundo a NGB. Aula APOSTO META Apresentar o aposto, termo acessório, sua relação com o sujeito e classificação segundo a NGB. OBJETIVOS Ao final desta aula o aluno deverá: compreender a relação do aposto com o substantivo

Leia mais

FEEL LIKE: o que significa em Inglês?

FEEL LIKE: o que significa em Inglês? FEEL LIKE: o que significa em Inglês? Feel like é uma daquelas expressões que geram muita confusão. Isso ocorre, geralmente, porque tendemos a olhar o significado das palavras feel e like no dicionário.

Leia mais

Apresentação 11 Lista de abreviações 13. Parte I: NATUREZA, ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA LINGUAGEM

Apresentação 11 Lista de abreviações 13. Parte I: NATUREZA, ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA LINGUAGEM Sumário Apresentação 11 Lista de abreviações 13 Parte I: NATUREZA, ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA LINGUAGEM O homem, a linguagem e o conhecimento ( 1-6) O processo da comunicação humana ( 7-11) Funções da

Leia mais

COLÉGIO MONJOLO QUIZ N / 3 BIMESTRE PORTUGUÊS ELIANE Aluno(a): Série:8

COLÉGIO MONJOLO QUIZ N / 3 BIMESTRE PORTUGUÊS ELIANE Aluno(a): Série:8 Data da entrega: 01/09/2017. COLÉGIO MONJOLO QUIZ N 19 2017 / 3 BIMESTRE PORTUGUÊS ELIANE Aluno(a): Série:8 é um termo que não possui relação sintática com outro termo da oração. Não pertence, portanto,

Leia mais

Coordenação e subordinação

Coordenação e subordinação Coordenação e subordinação As frases complexas podem relacionar-se por coordenação ou por subordinação. A coordenação consiste numa relação entre duas orações da mesma categoria por meio de conjunções

Leia mais

Planificação Longo Prazo

Planificação Longo Prazo DEPARTAMENTO LÍNGUAS ANO LETIVO 2016 / 2017 DISCIPLINA Português ANO 7.ºANO Planificação Longo Prazo CONTEÚDOS TEXTOS DOS MEDIA E DO QUOTIDIANO 1.º período Notícia Frio arrasta centenas de corvos marinhos

Leia mais

Língua Portuguesa PONTUAÇÃO Prof. André Moraes

Língua Portuguesa PONTUAÇÃO Prof. André Moraes "A vírgula pode ser uma pausa...ou não. Não, espere. Não espere. Pontuação estilística (Fonte: Associação Brasileira de Imprensa) Ela pode sumir com seu dinheiro. 23,4. 2,34. Pode criar heróis. Isso só,

Leia mais

Escrita e pontuação gráfica: parte 1

Escrita e pontuação gráfica: parte 1 Escrita e pontuação gráfica: parte 1 Caros amigos! É bastante frequente que se ensine em escolas e cursos que a pontuação gráfica diz respeito diretamente a aspectos que se consubstanciam antes na fala.

Leia mais

COMENTÁRIOS E RESPOSTAS À PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DO CONCURSO PARA PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS RS CERTAME REALIZADO NO DIA 26 DE ABRIL DE 2015

COMENTÁRIOS E RESPOSTAS À PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DO CONCURSO PARA PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS RS CERTAME REALIZADO NO DIA 26 DE ABRIL DE 2015 E RESPOSTAS À PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DO Questão sobre ortografia e emprego de verbo HAVER. A lacuna da questão 17 deve ser preenchida com ATRÁS, que é advérbio. Na lacuna da linha 31, deve aparecer

Leia mais

Morfologia, Sintaxe e Morfossintaxe substantivo, verbo, Morfologia. Morfologia classes gramaticais

Morfologia, Sintaxe e Morfossintaxe substantivo, verbo, Morfologia. Morfologia classes gramaticais Língua Portuguesa Nesta bimestral você aprendeu sobre diversos conceitos como Morfologia, Sintaxe e Morfossintaxe, e partir desses conceitos vamos revisar os principais assuntos estudados. Quando falamos

Leia mais

META Rever as conjunções coordenativas e apresentar as orações coordenadas.

META Rever as conjunções coordenativas e apresentar as orações coordenadas. ORAÇÕES COORDENADAS META Rever as conjunções coordenativas e apresentar as orações coordenadas. OBJETIVOS Ao fi nal desta aula, o aluno deverá: reconhecer as conjunções coordenativas; estabelecer as relações

Leia mais

LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS

LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS GRAMÁTICA - Prof. CARLA CAMPOS De sonhos e conquistas Aluno (a): MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais,

Leia mais

Período Composto por Coordenação. O período composto

Período Composto por Coordenação. O período composto O período composto Existem duas formas sintáticas que podem originar o período composto: a coordenação e a subordinação. - Na coordenação, as orações não dependem sintaticamente umas das outras, sucedendo-se

Leia mais

1. CONJUÇÕES Começo trazendo uma questão recente da banca que aplicará a prova de delegado da polícia civil do Pará, a FUNCAB. Vejamos.

1. CONJUÇÕES Começo trazendo uma questão recente da banca que aplicará a prova de delegado da polícia civil do Pará, a FUNCAB. Vejamos. CURSO DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DO PARÁ DATA 04/08/2016 DISCIPLINA PORTUGUÊS PROFESSOR RICARDO ERSE MONITOR LUCIANA FREITAS AULA: 03 PERÍODO COMPOSTO Ementa Na aula de hoje serão abordados os

Leia mais

Funções morfológicas do FUNÇÕES DO QUE QUE

Funções morfológicas do FUNÇÕES DO QUE QUE Funções morfológicas do FUNÇÕES DO QUE QUE 1. Substantivo Notei um quê estranho em sua voz. Sofia tinha aquele quê sedutor de algumas mulheres. Havia somente dois quês empregados no texto. 2. Advérbio

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA 2 E. M. CEAG 2 BIMESTRE

LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA 2 E. M. CEAG 2 BIMESTRE Orientações: Só serão aceitas as atividades feitas por completo e de acordo com o que foi pedido nos enunciados. Todos os exercícios deverão ser resolvidos no caderno. A perda desta lista implicará em

Leia mais

GRAMÁTICA MODERNA DA LÍNGUA PORTUGUESA

GRAMÁTICA MODERNA DA LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA MODERNA DA LÍNGUA PORTUGUESA Sumário Capítulo 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS Lição 1 Fonética 1.1. Fonema e letra 1.2. Divisão dos fonemas 1.3. Classificação dos fonemas 1.4. Encontro vocálico 1.5.

Leia mais

Lógica Proposicional Parte 2

Lógica Proposicional Parte 2 Lógica Proposicional Parte 2 Como vimos na aula passada, podemos usar os operadores lógicos para combinar afirmações criando, assim, novas afirmações. Com o que vimos, já podemos combinar afirmações conhecidas

Leia mais

PONTUAÇÃO??!!!! SOCORROOOOO...

PONTUAÇÃO??!!!! SOCORROOOOO... PONTUAÇÃO??!!!! SOCORROOOOO... 1. Vírgula (,) É usada para: a) separar termos que possuem mesma função sintática na oração: O menino berrou, chorou, esperneou e, enfim, dormiu. Nessa oração, a vírgula

Leia mais

Usa-se a vírgula para separar o lugar, o tempo e o modo, quando vierem no início da frase.

Usa-se a vírgula para separar o lugar, o tempo e o modo, quando vierem no início da frase. Dica I PORQUE e PORQUÊ Usamos PORQUÊ (junto e com acento circunflexo) quando essa palavra for usada como substantivo. Geralmente é antecedida por artigo e tem sempre a ideia de o motivo, a causa. Não sei

Leia mais

Capítulo 2 - Acentuação gráfica Regras gerais...10 Casos especiais...10 Prosódia...12 Exercícios...14

Capítulo 2 - Acentuação gráfica Regras gerais...10 Casos especiais...10 Prosódia...12 Exercícios...14 Sumário Capítulo 1 - Noções de fonética... 2 Fonemas...2 Letra...2 Sílaba...2 Número de sílabas...3 Tonicidade...3 Posição da sílaba tônica...3 Dígrafos...3 Encontros consonantais...3 Encontros vocálicos...4

Leia mais

Comentário da prova do MPU 2010

Comentário da prova do MPU 2010 Comentário da prova do MPU 2010 Na interpretação deste professor, não há questões de Língua Portuguesa passíveis de recurso. Observe o cargo de referência abaixo. Perceba que foi feito o comentário de

Leia mais

CURSO DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DO PARÁ DATA 11/08/2016 DISCIPLINA PORTUGUÊS PROFESSOR RICARDO ERSE MONITOR LUCIANA FREITAS

CURSO DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DO PARÁ DATA 11/08/2016 DISCIPLINA PORTUGUÊS PROFESSOR RICARDO ERSE MONITOR LUCIANA FREITAS CURSO DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DO PARÁ DATA 11/08/2016 DISCIPLINA PORTUGUÊS PROFESSOR RICARDO ERSE MONITOR LUCIANA FREITAS AULA: 05 PONTUAÇÃO Ementa Na aula de hoje serão abordados os seguintes

Leia mais

Preparatório - Concurso Bombeiro Militar do Pará Língua Portuguesa

Preparatório - Concurso Bombeiro Militar do Pará Língua Portuguesa Preparatório - Concurso Bombeiro Militar do Pará Língua Portuguesa Aula IV Conhecimentos Linguísticos: Período Composto por Coordenação Período Composto por Subordinação PERÍODO COMPOSTO O período composto

Leia mais

PONTUAÇÃO. Prof. Flaverlei A. Silva

PONTUAÇÃO. Prof. Flaverlei A. Silva PONTUAÇÃO Prof. Flaverlei A. Silva Pontuação indica na escrita as várias possibilidades de entonação da fala, além de ajudar a expressão de pensamentos, sentidos e emoções, tornando mais clara e precisa

Leia mais

Súmario APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS APRESENTAÇÃO PARTE I FONÉTICA

Súmario APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS APRESENTAÇÃO PARTE I FONÉTICA Súmario Súmario APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS... 15 APRESENTAÇÃO... 17 PARTE I FONÉTICA CAPÍTULO 1 ORTOGRAFIA... 21 1. Introdução... 21 2. O alfabeto...21 3. Emprego das letras

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS - 9ºA / B : 3º Trimestre -2016

LISTA DE EXERCÍCIOS - 9ºA / B : 3º Trimestre -2016 LISTA DE EXERCÍCIOS - 9ºA / B : 3º Trimestre -2016 ORAÇÕES COORDENADAS E SUBORDINADAS / COLOCAÇÃO PRONOMINAL1. Na frase E quando Larissa se agita, é para desobedecer ao pai ou à mãe., temos como incorreta:

Leia mais

CAPÍTULO 01 - INTERPRETAÇÃO DE TEXTO TIPOS DE TEXTO GÊNERO DE TEXTO TIPOS DE DISCURSO... 21

CAPÍTULO 01 - INTERPRETAÇÃO DE TEXTO TIPOS DE TEXTO GÊNERO DE TEXTO TIPOS DE DISCURSO... 21 sumário CAPÍTULO 01 - INTERPRETAÇÃO DE TEXTO...14 1.1.TIPOS DE TEXTO... 15 1.2.GÊNERO DE TEXTO... 20 1.3.TIPOS DE DISCURSO... 21 1.3.1. DISCURSO DIRETO... 22 1.3.2. DISCURSO INDIRETO... 22 1.3.3. DISCURSO

Leia mais

Cargo: M01 - ALUNO SOLDADO DO QUADRO DE PRAÇAS - COMBATENTES - MASCULINO Disciplina: Língua Portuguesa. Conclusão (Deferido ou Indeferido)

Cargo: M01 - ALUNO SOLDADO DO QUADRO DE PRAÇAS - COMBATENTES - MASCULINO Disciplina: Língua Portuguesa. Conclusão (Deferido ou Indeferido) Cargo: M01 - ALUNO SOLDADO DO QUADRO DE PRAÇAS - COMBATENTES - MASCULINO Disciplina: Língua Portuguesa Questão Gabarito por extenso Justificativa 1 2 À banalização do uso da câmera do aparelho celular

Leia mais

Lições de Português pela análise sintática

Lições de Português pela análise sintática Evanildo Bechara Professor Titular e Emérito da Universidade do Estado do Riy'deJãneÍro;(tJERj) e da Universidade Federal Fluminense (UFF) Membro da A caciemia 'Brasileira de Letras e da Academia Brasileira

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DAS CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS

CLASSIFICAÇÃO DAS CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS CLASSIFICAÇÃO DAS CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS CAUSAIS Principais conjunções causais: porque, visto que, já que, uma vez que, como (= porque). Exemplos: - Não pude comprar o CD porque estava em falta. - Ele

Leia mais

Colocação Pronominal. Profª.: Cristiana Ferreira Nunes

Colocação Pronominal. Profª.: Cristiana Ferreira Nunes Colocação Pronominal Profª.: Cristiana Ferreira Nunes Colocação Pronominal Na utilização prática da língua, a colocação dos pronomes oblíquos é determinada pela eufonia, isto é pela boa sonoridade da frase.

Leia mais

Colocação Pronominal. Profªs.: Márcia Cavalcante e Lia Carvalho

Colocação Pronominal. Profªs.: Márcia Cavalcante e Lia Carvalho Colocação Pronominal Profªs.: Márcia Cavalcante e Lia Carvalho Colocação Pronominal Na utilização prática da língua, a colocação dos pronomes oblíquos é determinada pela eufonia, isto é pela boa sonoridade

Leia mais

c) Nas datações, para separar o nome do lugar. Ex.: Rio de Janeiro, 22 de agosto de 2005.

c) Nas datações, para separar o nome do lugar. Ex.: Rio de Janeiro, 22 de agosto de 2005. c) Nas datações, para separar o nome do lugar. Ex.: Rio de Janeiro, 22 de agosto de 2005. d) Com certas orações reduzidas de gerúndio que se leem com pausa. Ex.: Chegou tarde naquela noite, deixando a

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 6 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROF. MARIO PAIXÃO

LÍNGUA PORTUGUESA 6 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROF. MARIO PAIXÃO LÍNGUA PORTUGUESA 6 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROF. MARIO PAIXÃO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 11.1 Conteúdos

Leia mais

Ano: 9 Turma: 9.1 / 9.2

Ano: 9 Turma: 9.1 / 9.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2013 Disciplina: Português Professor (a): Cris Souto Ano: 9 Turma: 9.1 / 9.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

XI Encontro de Iniciação à Docência

XI Encontro de Iniciação à Docência 4CCHLADLCVMT01 COORDENAÇÃO E SUBORDINAÇÃO NO PORTUGUÊS DO BRASIL: DA VISÃO TRADICIONAL À ABORDAGEM LINGÜÍSTICA Maria do Carmo Melo Aguiar Neta (2), Maria de Fátima Benício de Melo (3) Centro de Ciências

Leia mais

Orações subordinadas adverbiais: principais casos. Gramática - Semi

Orações subordinadas adverbiais: principais casos. Gramática - Semi Orações subordinadas adverbiais: principais casos Gramática - Semi Orações subordinadas adverbiais I - Como identificá-las? São introduzidas por conjunções subordinativas que expressam circunstâncias (causa,

Leia mais

Lista de estudo e atividades para recuperação de Língua Portuguesa

Lista de estudo e atividades para recuperação de Língua Portuguesa Disciplina: Língua Portuguesa Assunto: Lista de estudo para recuperação Professora: Marcela Resende Silva Abdala Estudante: Data: / / 2017 8º Ano Lista de estudo e atividades para recuperação de Língua

Leia mais

Concurseiro. Espaço do. Português Prof. Joaquim Bispo. Sinta-se a vontade para estudar conosco. O seu espaço de preparação para concursos públicos

Concurseiro. Espaço do. Português Prof. Joaquim Bispo. Sinta-se a vontade para estudar conosco. O seu espaço de preparação para concursos públicos Espaço do Concurseiro Sinta-se a vontade para estudar conosco Português Prof. Joaquim Bispo O seu espaço de preparação para concursos públicos 1 Aulas Aula Conteúdo Página 1 Emprego das classes e palavras

Leia mais