PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO CIVIL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO CIVIL"

Transcrição

1 P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO CIVIL 1. Sobre a chamada constitucionalização do Direito Civil, assinale a alternativa correta: A) A constitucionalização do Direito Civil preconiza, como premissa central, a fragmentação do sistema jurídico em microssistemas, com racionalidades próprias, e cujas normas devem ser aplicadas sem recurso hermenêutico a qualquer outra norma integrante do ordenamento, senão àquelas que integram o próprio microssistema. B) A incidência das normas constitucionais, segundo a constitucionalização do Direito Civil, deverá ser sempre mediata, não se admitindo a eficácia direta e imediata de princípios da Constituição sobre as relações interprivadas, precisamente para preservar a autonomia desse ramo do Direito frente ao Direito Público. C) A constitucionalização do Direito Civil gera a publicização de todas as relações de Direito Civil, uma vez que preconiza a substituição das normas próprias de Direito Privado pela incidência do texto Constitucional, qualificado por essa corrente de pensamento como estritamente situada no Direito Público. D) A unidade do ordenamento é uma premissa que integra a constitucionalização do Direito Civil, o que permite admitir a eficácia direta da Constituição sobre as relações interprivadas, sem que isso implique a eliminação da relevância das normas do Código Civil na disciplina das relações interprivadas. E) A constitucionalização do Direito Civil se resume à migração de matérias outrora típicas de Direito Civil para o texto constitucional.

2 P á g i n a 2 2. Sobre os princípios do Direito Civil contemporâneo, assinale a alternativa correta: A) A propriedade rural cumpre integralmente sua função social quando o proprietário a torna produtiva, atendidos os índices determinados pelo Incra. B) A doutrina sobre a função social do contrato, ainda que não de modo pacífico, admite que os contratos possuem função social intrínseca e função social extrínseca, sendo a primeira constituída pelo atendimento pleno dos deveres de prestação principal, e a segunda pelo atendimento da boa-fé entre as partes. C) A dignidade da pessoa humana pode ser compreendida como uma cláusula geral de tutela da personalidade, de modo que se pode afirmar que é adotada, no Direito brasileiro, a tutela geral da personalidade. D) O princípio da afetividade no Direito de Família se configura como intervenção estatal nas relações privadas, uma vez que institui, conforme doutrina pacífica, um dever de amar, o que é congruente com a lógica eudemonista que permeia a família contemporânea. E) O princípio da boa-fé objetiva consiste na ignorância sobre a presença de vícios na situação jurídica em que está inserido o sujeito. 3. A respeito dos direitos da personalidade, assinale a alternativa correta: A) A proteção à imagem somente enseja tutela ressarcitória por danos morais quando o uso indevido da imagem estiver associado a uma ofensa à honra ou à privacidade. B) É admitido por parte da doutrina o reconhecimento do nome social da pessoa transexual, ainda que ela não tenha procedido à alteração do seu registro civil. C) A proteção ao sigilo dos dados pessoais somente é admitida no Direito brasileiro sob a perspectiva do Direito Público, não constituindo a proteção a

3 P á g i n a 3 esses dados tema pertinente aos direitos da personalidade, ante a ausência de previsão legal específica sobre a matéria. D) A disposição sobre o próprio corpo somente é admitida por exigência médica. E) A inviolabilidade da intimidade faz com que ela sempre prevaleça prima facie sobre qualquer outro direito da personalidade. 4. Sobre o conceito de patrimônio, analise as assertivas abaixo: I - Admite-se a proteção jurídica a um patrimônio mínimo personalíssimo, entre outros fundamentos, a partir da intepretação, à luz dos princípios da dignidade da pessoa humana, da norma que veda a doação de todos os bens sem reserva de parte ou renda que assegure a subsistência. II A admissão da constituição de um patrimônio de afetação por ocasião de uma incorporação imobiliária é reveladora de que pode ser excepcionada a compreensão que atribui a cada pessoa apenas um patrimônio. III O patrimônio da pessoa, seja ela natural ou jurídica, responde pelas dívidas de seu titular, inexistindo limite a essa responsabilidade, o que se justifica pela ausência, em nosso sistema, de responsabilidade da pessoa do devedor pelos seus débitos. Quanto às assertivas acima, identifique a alternativa correta: A) Está correta apenas a assertiva I. B) Estão corretas apenas as assertivas I e II. C) Estão corretas apenas as assertivas I e III. D) Está correta apenas a assertiva II. E) Estão corretas apenas as assertivas II e III.

4 P á g i n a 4 5. A respeito dos negócios jurídicos, analise as assertivas abaixo: I O princípio da conservação dos negócios jurídicos permite qualificar como anuláveis negócios jurídicos que o legislador textualmente define como nulos. II Não são admitidos, no Direito brasileiro, negócios jurídicos de natureza existencial, ou seja, aqueles que tenham objeto de natureza não patrimonial, uma vez que os negócios jurídicos, assim como a autonomia privada que lhes serve de fundamento, são destinados apenas a objetos de caráter patrimonial. III A conversão substancial do negócio jurídico nulo em negócio jurídico válido não é uma modalidade de confirmação dos negócios jurídicos nulos. Quanto às assertivas acima, identifique a alternativa correta: A) Todas as assertivas estão corretas. B) Todas as assertivas estão incorretas. C) Apenas as assertivas II e III estão corretas. D) Apenas a assertiva III está correta. E) Apenas a assertiva I está correta. 6. No que concerne ao negócio jurídico, assinale a alternativa correta: A) A anulação de negócio jurídico pode ser decretada de ofício pelo juiz. B) A simulação é um defeito de consentimento do negócio jurídico, independentemente de prejuízo a terceiros. C) Segundo o Código Civil, na hipótese de reserva mental, não há invalidação do negócio jurídico.

5 P á g i n a 5 D) Nem sempre as causas de nulidade ou anulabilidade são concomitantes ao negócio jurídico. E) nenhuma das alternativas é correta. 7. Sobre a teoria geral dos fatos jurídicos, assinale a alternativa incorreta: A) O ato-fato jurídico é ato humano avolitivo que entra no mundo jurídico como fato. B) No ato-fato jurídico a vontade do agente não integra o suporte fático, razão pela qual uma pessoa que tenha sua capacidade mental definitivamente afetada pode praticá-lo eficazmente. C) O ato-fato é um fato natural a que se atribui os mesmos efeitos dos atos humanos. D) No ato-fato é irrelevante que o agente queira ou não praticar o ato, bastando que o pratique para que o ato exista e produza efeitos. E) nenhuma das alternativas é incorreta. 8. São atos negociais anuláveis: I. Os praticados por incapaz sem a assistência de seu representante legal. II. Os viciados por lesão ou fraude contra credores. III. Aqueles que a lei assim o declarar expressamente. IV. Se preterida alguma formalidade que a lei considere essencial para sua validade.

6 P á g i n a 6 Quanto às assertivas acima, assinale a alternativa correta: A) As assertivas I e II estão corretas; B) As assertivas II e III estão corretas; C) As assertivas III e IV estão corretas; D) As assertivas II e IV estão corretas. E) nenhuma das alternativas é correta. 9. A propósito da invalidade dos negócios jurídicos, é correto afirmar: A) A nulidade alcança as hipóteses em que a lei taxativamente declarar nulo o ato ou negócio, bem como aqueles praticados para fraudar lei imperativa. B) A nulidade abrange as hipóteses de atos ou negócios praticados em fraude contra credores, os quais podem ser anulados pelo juiz independentemente da propositura de ação própria. C) O negócio jurídico simulado é reputado anulável, conforme o teor da legislação civil brasileira. D) O negócio jurídico praticado sob lesão é reputado nulo, conforme o teor da legislação civil brasileira. E) Nenhuma das afirmativas anteriores.

7 P á g i n a Sobre a classificação dos bens, assinale a alternativa incorreta: A) As pessoas que se encontram abaixo da linha da pobreza também têm patrimônio. B) Os tesouros enterrados no solo, à semelhança dos minérios e dos fósseis em jazida, são bens imóveis. C) O direito à sucessão aberta em que o de cujus só possuía móveis em seu patrimônio é bem imóvel. D) Os materiais retirados, para serem reempregados, de uma construção, constituem uma universalidade de direito. E) nenhum das alternativas. GABARITO D C B B D C C B A B

1ª Fase PROVA OBJETIVA DIREITO CIVIL

1ª Fase PROVA OBJETIVA DIREITO CIVIL 1ª Fase PROVA OBJETIVA DIREITO CIVIL P á g i n a 1 QUESTÃO 1 - A respeito da propriedade e da posse, assinale a alternativa correta: A. As concepções doutrinárias que entendem a função social como limite

Leia mais

Capítulo 1 Histórico e Objetos do Direito Civil... 1 Capítulo 2 Introdução ao Direito Civil... 15

Capítulo 1 Histórico e Objetos do Direito Civil... 1 Capítulo 2 Introdução ao Direito Civil... 15 Sumário Capítulo 1 Histórico e Objetos do Direito Civil... 1 1. Aspectos históricos... 1 2. A formação do Direito Civil... 6 3. Novos paradigmas do Código Civil brasileiro...11 3.1. Sistema aberto...12

Leia mais

Quanto NULO ANULÁVEL A quem diz respeito

Quanto NULO ANULÁVEL A quem diz respeito 1 DIREITO CIVIL PONTO 1: Nulidades PONTO 2: Diferença entre Nulo e Anulável PONTO 3: Análise do Art. 166 do CC PONTO 4: Defeitos do Negócio Jurídico 1.NULIDADES Nulidades, a princípio, podem ser questionadas

Leia mais

Conteúdo: Negócio Jurídico: Elementos; Planos; Teoria das Nulidades.

Conteúdo: Negócio Jurídico: Elementos; Planos; Teoria das Nulidades. Turma e Ano: Flex A (2014) Matéria / Aula: Civil (Parte Geral) / Aula 12 Professor: Rafael da Motta Mendonça Conteúdo: Negócio Jurídico: Elementos; Planos; Teoria das Nulidades. 3. NEGÓCIO JURÍDICO: 3.4

Leia mais

I A LEI DE INTRODUÇÃO AO CÓDIGO CIVIL (LICC)

I A LEI DE INTRODUÇÃO AO CÓDIGO CIVIL (LICC) SUMÁRIO Agradecimentos... 19 Nota do autor... 21 Prefácio... 23 Capítulo I A LEI DE INTRODUÇÃO AO CÓDIGO CIVIL (LICC) 1. Introdução ao estudo do Direito... 25 2. Características, conteúdo e funções da

Leia mais

Sumário. Capítulo I A Lei de Introdução

Sumário. Capítulo I A Lei de Introdução Sumário Nota do autor à segunda edição... 21 Nota do autor à primeira edição... 23 Prefácio à segunda edição... 25 Prefácio à primeira edição... 31 Capítulo I A Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro

Leia mais

Sumário. Agradecimentos Nota dos autores à 4ª edição Coleção sinopses para concursos Guia de leitura da Coleção...

Sumário. Agradecimentos Nota dos autores à 4ª edição Coleção sinopses para concursos Guia de leitura da Coleção... Sumário Agradecimentos... 13 Nota dos autores à 4ª edição... 15 Coleção sinopses para concursos... 17 Guia de leitura da Coleção... 19 Capítulo I LEI DE INTRODUÇÃO ÀS NORMAS DO DIREITO BRASILEIRO LINDB...

Leia mais

Direito Civil. Invalidade do Negócio Jurídico. Professora Tatiana Marcello.

Direito Civil. Invalidade do Negócio Jurídico. Professora Tatiana Marcello. Direito Civil Invalidade do Negócio Jurídico Professora Tatiana Marcello www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Aula Civil XX LEI Nº 10.406, DE 10 DE JANEIRO DE 2002 Institui o Código Civil. O PRESIDENTE

Leia mais

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO ADMINISTRATIVO

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO ADMINISTRATIVO P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO ADMINISTRATIVO QUESTÃO 1 - Quanto aos princípios constitucionais da Administração Pública, assinale a alternativa correta. A. O princípio da supremacia

Leia mais

TRE SÃO PAULO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREAS ADMINISTRATIVA E JUDICIÁRIA FCC 2017 = PROFESSOR: LAURO ESCOBAR =

TRE SÃO PAULO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREAS ADMINISTRATIVA E JUDICIÁRIA FCC 2017 = PROFESSOR: LAURO ESCOBAR = TRE SÃO PAULO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREAS ADMINISTRATIVA E JUDICIÁRIA FCC 2017 DAS PROVAS DE DIREITO CIVIL = PROFESSOR: LAURO ESCOBAR = www.pontodosconcursos.com.br 1 ANALISTA JUDICIÁRIO = ÁREA ADMINISTRATIVA

Leia mais

Faculdade de Direito de Lisboa Ano lectivo de 2017/2018 TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL II TURMA A

Faculdade de Direito de Lisboa Ano lectivo de 2017/2018 TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL II TURMA A Faculdade de Direito de Lisboa Ano lectivo de 2017/2018 TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL II TURMA A Coordenação e regência: Profª Doutora Maria do Rosário Palma Ramalho Colaboradores: PROGRAMA ABREVIADO PARTE

Leia mais

Aula 13 Da invalidade dos negócios jurídicos. Por Marcelo Câmara

Aula 13 Da invalidade dos negócios jurídicos. Por Marcelo Câmara Aula 13 Da invalidade dos negócios jurídicos. Por Marcelo Câmara Introdução: Sumário: Sumário: 1 Invalidade dos negócios jurídicos; 1.1 A teoria da inexistência jurídica. 1.2 Ineficácia e invalidade. 1.3

Leia mais

Introdução ao Direito de Família Casamento e União Estável Formalidades Preliminares. Habilitação para o Casamento

Introdução ao Direito de Família Casamento e União Estável Formalidades Preliminares. Habilitação para o Casamento Sumário 1 Introdução ao Direito de Família 1.1 Compreensão 1.2 Lineamentos Históricos 1.3 Família Moderna. Novos Fenômenos Sociais 1.4 Natureza Jurídica da Família 1.5 Direito de família 1.5.1 Características

Leia mais

DELEGADO DE POLÍCIA DO ESTADO DE PERNAMBUCO

DELEGADO DE POLÍCIA DO ESTADO DE PERNAMBUCO COMENTÁRIOS DA PROVA DE DIREITO CIVIL PROFESSOR: LAURO ESCOBAR www.pontodosconcursos.com.br 1 (CESPE PC/PE Delegado de Polícia 2016) Com base nas disposições do Código Civil, assinale a opção correta a

Leia mais

FATOS E NEGOCIOS JURIDICOS

FATOS E NEGOCIOS JURIDICOS FATOS E NEGOCIOS JURIDICOS (Questões extraídas da Disciplina Online) 1- Os fatos jurídicos "lato sensu" não dependem da vontade humana. 2- O ato ilícito gera a produção de direitos e deveres para ambas

Leia mais

Direito das Obrigações

Direito das Obrigações Direito das Obrigações Kauísa Carneiro ZANFOLIN RESUMO: Trata-se de obrigações das quais acarretam consequências jurídicas, são tratadas pela parte especial do Código Civil. Corresponde a uma relação de

Leia mais

DEFEITOS OU VÍCIOS DO NEGÓCIO JURÍDICO VÍCIOS SOCIAIS

DEFEITOS OU VÍCIOS DO NEGÓCIO JURÍDICO VÍCIOS SOCIAIS DEFEITOS OU VÍCIOS DO NEGÓCIO JURÍDICO VÍCIOS SOCIAIS 1) Simulação. - CONCEITO: é uma declaração enganosa de vontade, visando produzir efeito diverso do indicado no negócio jurídico celebrado. Celebra-se

Leia mais

Marco Civil da Internet. Audiência Pública Senado Federal 03/09/2013

Marco Civil da Internet. Audiência Pública Senado Federal 03/09/2013 Marco Civil da Internet Audiência Pública Senado Federal 03/09/2013 1. Contexto e importância do Marco Civil O Marco Civil da Internet decorre de riquíssimo debate que resultou em um projeto de lei moderno,

Leia mais

1ª Fase PROVA OBJETIVA DIREITO DO TRIBUTÁRIO

1ª Fase PROVA OBJETIVA DIREITO DO TRIBUTÁRIO 1ª Fase PROVA OBJETIVA DIREITO DO TRIBUTÁRIO P á g i n a 1 QUESTÃO 1 - Quanto à sujeição passiva tributária, assinale a alternativa correta: A. O sujeito passivo é sempre aquele que pratica um fato signo-presuntivo

Leia mais

5 Celebração e Prova do Casamento, Ritos matrimoniais, Cerimônia do casamento, Suspensão da cerimônia, 85

5 Celebração e Prova do Casamento, Ritos matrimoniais, Cerimônia do casamento, Suspensão da cerimônia, 85 Sumário Nota do Autor à lfi edição, xiii 1 Introdução ao Direito de Família, 1 1.1 Compreensão, 1 1.2 Lineamentos históricos, 2 1.3 Família moderna. Novos fenômenos sociais, 5 1.4 Natureza jurídica da

Leia mais

Direito Civil. Disposições Gerais Negócio Jurídico. Professora Tatiana Marcello.

Direito Civil. Disposições Gerais Negócio Jurídico. Professora Tatiana Marcello. Direito Civil Disposições Gerais Negócio Jurídico Professora Tatiana Marcello www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Aula Civil XX LEI Nº 10.406, DE 10 DE JANEIRO DE 2002 Institui o Código Civil. O PRESIDENTE

Leia mais

SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 15

SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 15 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 15 I Noções Introdutórias ao Direito Civil... 19 1.1 Conceito de Direito... 19 1.2 Direito Objetivo e Subjetivo...22 1.3 Situações Subjetivas...27 1.4 Relação Jurídica...28 1.5 Direito

Leia mais

O desenvolvimento da personalidade na França do século XIX a partir da idéia de propriedade

O desenvolvimento da personalidade na França do século XIX a partir da idéia de propriedade Universidade de Brasília UnB - Faculdade de Direito Disciplina: Teoria Geral do Direito Privado Professora: Ana Frazão TEMA 6 A PERSONALIDADE E OS DIREITOS DE PERSONALIDADE O desenvolvimento da personalidade

Leia mais

A) O princípio da capacidade contributiva rege a cobrança de todos os tributos, por imposição constitucional.

A) O princípio da capacidade contributiva rege a cobrança de todos os tributos, por imposição constitucional. P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO TRIBUTÁRIO 1. Assinale a alternativa correta: A) O princípio da capacidade contributiva rege a cobrança de todos os tributos, por imposição constitucional.

Leia mais

1. Quanto às afirmações abaixo, marque a alternativa CORRETA : I O direito é autônomo, enquanto a moral é heterônoma.

1. Quanto às afirmações abaixo, marque a alternativa CORRETA : I O direito é autônomo, enquanto a moral é heterônoma. P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS TEORIA GERAL DO DIREITO 1. Quanto às afirmações abaixo, marque a alternativa CORRETA : I O direito é autônomo, enquanto a moral é heterônoma. II O valor jurídico

Leia mais

INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS

INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS TÍTULO: DOLO BILATERAL E SUAS CONSEQÊNCIAS JURÍDICAS CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: DIREITO INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS AUTOR(ES):

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE TÉCNICO DA RECEITA FEDERAL Direito Administrativo

RESOLUÇÃO DA PROVA DE TÉCNICO DA RECEITA FEDERAL Direito Administrativo RESOLUÇÃO DA PROVA DE TÉCNICO DA RECEITA FEDERAL - 2005 Henrique Cantarino www.editoraferreira.com.br Direito Administrativo Caros amigos, voltamos com a correção das questões da prova de Técnico da Receita

Leia mais

CONSTRIÇÕES JUDICIAIS: INEFICÁCIA, NULIDADE E ANULABILIDADE DE ATOS DIANTE DA LEI Nº /2015. FÉ PÚBLICA REGISTRAL OU INOPONIBILIDADE?

CONSTRIÇÕES JUDICIAIS: INEFICÁCIA, NULIDADE E ANULABILIDADE DE ATOS DIANTE DA LEI Nº /2015. FÉ PÚBLICA REGISTRAL OU INOPONIBILIDADE? CONSTRIÇÕES JUDICIAIS: INEFICÁCIA, NULIDADE E ANULABILIDADE DE ATOS DIANTE DA LEI Nº 13.097/2015. FÉ PÚBLICA REGISTRAL OU INOPONIBILIDADE? DANIEL LAGO RODRIGUES Registrador Imobiliário em Taboão da Serra-SP

Leia mais

PALAVRAS PRÉVIAS 8ª EDIÇÃO PREFÁCIO APRESENTAÇÃO

PALAVRAS PRÉVIAS 8ª EDIÇÃO PREFÁCIO APRESENTAÇÃO Sumário PALAVRAS PRÉVIAS 8ª EDIÇÃO... 15 PREFÁCIO... 19 APRESENTAÇÃO... 21 Capítulo Introdutório AS OBRIGAÇÕES EM LEITURA CIVIL - CONSTITUCIONAL... 23 Capítulo I INTRODUÇÃO AO DIREITO DAS OBRIGAÇÕES...

Leia mais

PARADIGMAS DE CORREÇÃO

PARADIGMAS DE CORREÇÃO QUESTÃO 01 DIREITO CIVIL A conversão do negócio jurídico está previsto no art. 170 do Código Civil: Art. 170. Se, porém, o negócio jurídico nulo contiver os requisitos de outro, subsistirá este quando

Leia mais

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA CONTRATO DE FIANÇA

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA CONTRATO DE FIANÇA CONTRATO DE FIANÇA Disposições gerais: artigos 818 a 826 do CC Efeitos da fiança: artigos 827 a 836 do CC Extinção da fiança: artigos 837 a 839 do CC 1. Conceito Fiança ou caução fidejussória é a promessa

Leia mais

Conceito: Ser humano considerado sujeito de obrigações e direitos. Toda pessoa é capaz de direitos e deveres na ordem civil (Art. 1., CC).

Conceito: Ser humano considerado sujeito de obrigações e direitos. Toda pessoa é capaz de direitos e deveres na ordem civil (Art. 1., CC). Direito Civil I 1 Pessoa natural (física): Conceito: Ser humano considerado sujeito de obrigações e direitos. Toda pessoa é capaz de direitos e deveres na ordem civil (Art. 1., CC). 2 Personalidade : Conjunto

Leia mais

QUESTÕES FGV 2011 EXAME DE ORDEM. 1 - ( FGV OAB - Exame de Ordem Unificado - Primeira Fase)

QUESTÕES FGV 2011 EXAME DE ORDEM. 1 - ( FGV OAB - Exame de Ordem Unificado - Primeira Fase) QUESTÕES FGV 2011 EXAME DE ORDEM 1 - ( FGV - 2011 - OAB - Exame de Ordem Unificado - Primeira Fase) O prefeito de um determinado município resolve, por decreto municipal, alterar unilateralmente as vias

Leia mais

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL QUESTÃO 1 - Sobre a disciplina do direito empresarial no Brasil: 1. O adquirente de um estabelecimento comercial jamais responderá pelo

Leia mais

ÍNDICE. Nota Prévia à 4: edição 1 Nótu1a à 2: edição 3 Abreviaturas 5

ÍNDICE. Nota Prévia à 4: edição 1 Nótu1a à 2: edição 3 Abreviaturas 5 ÍNDICE Nota Prévia à 4: edição 1 Nótu1a à 2: edição 3 Abreviaturas 5 TIPOS DE SOCIEDADES COMERCIAIS 1. Princípio da tipicidade 7 1.1. Sentido 7 1.2. Justificação 9 2. Caracterização geral dos tipos legais

Leia mais

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL 1. A recuperação extrajudicial é uma modalidade prevista na Lei Nº 11.101/2005, e pode ser adotada pelo empresário em dificuldade e com

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina DIR311 Direito Civil II - Parte Geral II

Programa Analítico de Disciplina DIR311 Direito Civil II - Parte Geral II 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Direito - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Número de créditos: 4 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal 4 0 4

Leia mais

QUADRO SINÓTICO DOS DEFEITOS DO NEGÓCIO JURÍDICO

QUADRO SINÓTICO DOS DEFEITOS DO NEGÓCIO JURÍDICO QUADRO SINÓTICO DOS DEFEITOS DO NEGÓCIO JURÍDICO 1. 2. Erro ou ignorância Vícios do consentimento: erro, dolo, coação, estado de perigo, lesão. Vício social: fraude contra credores. Tornam anulável o negócio

Leia mais

Sumário. Parte I DIREITO DAS OBRIGAÇÕES

Sumário. Parte I DIREITO DAS OBRIGAÇÕES Sumário OPÇÃO METODOLÓGICA... 19 Parte I DIREITO DAS OBRIGAÇÕES Capítulo I INTRODUÇÃO AO DIREITO DAS OBRIGAÇÕES... 25 1. Conceito, Importância e Função Social das Obrigações... 25 2. Relações Patrimoniais...

Leia mais

Obrigações e contratos

Obrigações e contratos Obrigações e contratos Prof. Rafael Mafei Deveres e obrigações O O Direito subjetivo deveres de terceiros Obrigações: deveres de natureza patrimonial O Dois sujeitos: credor e devedor O Objeto: prestação

Leia mais

Sumário. Palavras Prévias 11ª edição Prefácio Apresentação As Obrigações em Leitura Civil-constitucional... 25

Sumário. Palavras Prévias 11ª edição Prefácio Apresentação As Obrigações em Leitura Civil-constitucional... 25 Sumário Palavras Prévias 11ª edição... 17 Prefácio... 21 Apresentação... 23 Capítulo Introdutório As Obrigações em Leitura Civil-constitucional... 25 Capítulo I Introdução ao Direito das Obrigações...

Leia mais

TÉCNICO JUDICIÁRIO ÁREA: ADMINISTRATIVA

TÉCNICO JUDICIÁRIO ÁREA: ADMINISTRATIVA 0 CONHECIMENTOS BÁSICOS Concluído Mapa Mental Revisado Observações PORTUGUÊS: Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados Reconhecimento de tipos e gêneros textuais. Domínio da ortografia

Leia mais

Instituições de Direito FEA

Instituições de Direito FEA Instituições de Direito FEA MÓDULO II INTRODUÇÃO A CONCEITOS JURÍDICOS BÁSICOS DE DIREITO PRIVADO! Pessoa natural ou física! Personalidade jurídica! Capacidade de direito e de fato 1 ! Pessoa natural:

Leia mais

Direito Administrativo

Direito Administrativo Direito Administrativo Princípios constitucionais da Administração Pública Professora Tatiana Marcello www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Administrativo PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS DA ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

FRACION SANTOS DIREITO CONSTITUCIONAL

FRACION SANTOS DIREITO CONSTITUCIONAL FRACION SANTOS DIREITO CONSTITUCIONAL 1. (CESPE 2013 AGU Procurador Federal) Considerando o entendimento prevalecente na doutrina e na jurisprudência do STF sobre o preâmbulo constitucional e as disposições

Leia mais

Código Civil de 2002 TÍTULO II DAS PESSOAS JURÍDICAS. CAPÍTULOS I, II e III. ARTIGOS 40 a 69

Código Civil de 2002 TÍTULO II DAS PESSOAS JURÍDICAS. CAPÍTULOS I, II e III. ARTIGOS 40 a 69 Código Civil de 2002 TÍTULO II DAS PESSOAS JURÍDICAS CAPÍTULOS I, II e III ARTIGOS 40 a 69 PESSOA JURÍDICA (PJ) - CONCEITO Unidade de pessoas naturais ou de patrimônios, que visa à consecução de certos

Leia mais

01) São funções do lançamento em matéria tributária, independente da modalidade adotada para sua realização, exceto:

01) São funções do lançamento em matéria tributária, independente da modalidade adotada para sua realização, exceto: Irapua Beltrao 01) São funções do lançamento em matéria tributária, independente da modalidade adotada para sua realização, exceto: a) atestar a ocorrência do fato gerador b) individualizar o sujeito passivo

Leia mais

Código Civil Lei , 10 de Janeiro de 2002

Código Civil Lei , 10 de Janeiro de 2002 Código Civil Lei 10.406, 10 de Janeiro de 2002 DA PERSONALIDADE E DA CAPACIDADE Art. 1o Toda pessoa é capaz de direitos e deveres na ordem civil. Art. 2o A personalidade civil da pessoa começa do nascimento

Leia mais

INSTITUIÇÕES DE DIREITO PUBLICO E PRIVADO MÓDULO 9 DOS BENS

INSTITUIÇÕES DE DIREITO PUBLICO E PRIVADO MÓDULO 9 DOS BENS INSTITUIÇÕES DE DIREITO PUBLICO E PRIVADO MÓDULO 9 DOS BENS Índice 1. Dos Bens...3 1.1. Dos Bens considerados em si mesmos... 3 1.1.2. Bens Imóveis e Bens Móveis:... 3 1.1.2.1. Bens Fungíveis e Consumíveis...

Leia mais

A PERSONALIDADE CIVIL E O NOVO CÓDIGO. A Concepção e o Nascimento

A PERSONALIDADE CIVIL E O NOVO CÓDIGO. A Concepção e o Nascimento A PERSONALIDADE CIVIL E O NOVO CÓDIGO Rénan Kfuri Lopes, adv. Sumário: I - A Concepção e o Nascimento II - A Incapacidade Absoluta III A Incapacidade Relativa IV - A Capacidade Civil e a Emancipação V

Leia mais

Nulidade relativa: apenas as partes podem requerer, pois viola interesses privados.

Nulidade relativa: apenas as partes podem requerer, pois viola interesses privados. Turma e Ano: Turma Regular Master A Matéria / Aula: Direito Civil Aula 11 Professor: Rafael da Mota Mendonça Monitora: Fernanda Manso de Carvalho Silva DIFERENÇAS ENTRE NULIDADE ABSOLUTA E NULIDADE RELATIVA

Leia mais

IUS RESUMOS. Da capacidade. Organizado por: Samille Lima Alves

IUS RESUMOS. Da capacidade. Organizado por: Samille Lima Alves Da capacidade Organizado por: Samille Lima Alves SUMÁRIO I. A TEORIA DAS INCAPACIDADES CIVIS... 3 1. Revisão sobre os termos gerais de capacidade... 3 1.1 Conceito de capacidade... 3 1.2 Capacidade de

Leia mais

Aula 0 Direito Civil I - (Disciplina: CCJ0006) Apresentação da Disciplina. Por Marcelo Câmara

Aula 0 Direito Civil I - (Disciplina: CCJ0006) Apresentação da Disciplina. Por Marcelo Câmara Aula 0 Direito Civil I - (Disciplina: CCJ0006) Apresentação da Disciplina Por Marcelo Câmara 1) Bibliografia Física: -GOMES, Orlando. Introdução ao Direito Civil, 19ª. Ed., RJ:Forense, 2007. -GONÇALVES,

Leia mais

VOTO NULO NÃO ANULA ELEIÇÃO

VOTO NULO NÃO ANULA ELEIÇÃO VOTO NULO NÃO ANULA ELEIÇÃO Em tempos de eleições sempre surgem dúvidas e boatos quanto à possibilidade de sua nulidade e a promoção de novas eleições se constatado na totalização dos votos, a contabilização

Leia mais

Tassia Teixeira de Freitas CONTRATOS PARTE GERAL

Tassia Teixeira de Freitas CONTRATOS PARTE GERAL Tassia Teixeira de Freitas CONTRATOS PARTE GERAL TÓPICOS AULA 01 INTRODUÇÃO CONCEITO FUNÇÃO SOCIAL E BOA-FÉ CONDIÇÕES DE VALIDADE CONTRATO DE ADESÃO CONTRATO: É a mais importante e mais comum FONTE DE

Leia mais

FUTURO TENDÊNCIAS INOVAÇÃO PARA QUEM BUSCA SUCESSO NA CARREIRA JURÍDICA, PRATICAR É LEI. Uma instituição do grupo

FUTURO TENDÊNCIAS INOVAÇÃO PARA QUEM BUSCA SUCESSO NA CARREIRA JURÍDICA, PRATICAR É LEI. Uma instituição do grupo FUTURO TENDÊNCIAS INOVAÇÃO PARA QUEM BUSCA SUCESSO NA CARREIRA JURÍDICA, PRATICAR É LEI. Uma instituição do grupo PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO CONTRATUAL OBJETIVOS: O curso aprofunda a discussão de conhecimentos

Leia mais

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO TRIBUTÁRIO

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO TRIBUTÁRIO PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO TRIBUTÁRIO P á g i n a 1 Questão 1. a) A progressividade do ITBI, tal qual prevista na Constituição Federal, decorre do princípio da Capacidade Contributiva. b)

Leia mais

PROJETO DE PESQUISA A PROMOÇÃO E A TUTELA DA PESSOA HUMANA NO ORDENAMENTO BRASILEIRO: ESTUDO SOB A PERSPECTIVA CIVIL-CONSTITUCIONALISTA

PROJETO DE PESQUISA A PROMOÇÃO E A TUTELA DA PESSOA HUMANA NO ORDENAMENTO BRASILEIRO: ESTUDO SOB A PERSPECTIVA CIVIL-CONSTITUCIONALISTA PROJETO DE PESQUISA A PROMOÇÃO E A TUTELA DA PESSOA HUMANA NO ORDENAMENTO BRASILEIRO: ESTUDO SOB A PERSPECTIVA CIVIL-CONSTITUCIONALISTA FLAVIANO QUAGLIOZ CAMPOS, 2006 TEMA Proteção da Personalidade Humana

Leia mais

Direito Civil. Direito de Família. Prof. Marcio Pereira

Direito Civil. Direito de Família. Prof. Marcio Pereira Direito Civil Direito de Família Prof. Marcio Pereira Direito de Família O Direito de Família divide-se em quatro espécies: direito pessoal, direito patrimonial, união estável, tutela e curatela. Casamento

Leia mais

Empresas brasileiras de capital estrangeiro. Limites à aquisição de imóveis rurais e de organização societária

Empresas brasileiras de capital estrangeiro. Limites à aquisição de imóveis rurais e de organização societária Empresas brasileiras de capital estrangeiro Limites à aquisição de imóveis rurais e de organização societária Bueno, Mesquita e Advogados O Bueno, Mesquita e Advogados é um escritório de advocacia empresarial

Leia mais

Direito Civil. Da Extinção do Contrato. Professora Tatiana Marcello.

Direito Civil. Da Extinção do Contrato. Professora Tatiana Marcello. Direito Civil Da Extinção do Contrato Professora Tatiana Marcello www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Aula Civil XX LEI Nº 10.406, DE 10 DE JANEIRO DE 2002 Institui o Código Civil. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Leia mais

REVISÃO DE DIREITO CIVIL PARA TRF 2 A REGIÃO Organizador: Dicler Forestieri Ferreira

REVISÃO DE DIREITO CIVIL PARA TRF 2 A REGIÃO Organizador: Dicler Forestieri Ferreira Prezados concurseiros que irão concorrer a uma vaga no funcionalismo público através do concurso TRF 2 a Região: Após alguns pedidos dos amigos do fórum concurseiros, www.forumconcurseiros.com, nas próximas

Leia mais

PROVA ICMS/RS Vamos comentar as questões de Direito Civil do concurso do ICMS RS.

PROVA ICMS/RS Vamos comentar as questões de Direito Civil do concurso do ICMS RS. PROVA ICMS/RS 2014. Olá amigos do Estratégia! Vamos comentar as questões de Direito Civil do concurso do ICMS RS. A prova de civil, deste concurso, não foi difícil, mas o candidato precisava estar bastante

Leia mais

PRINCÍPIOS DO DIREITO DO TRABALHO

PRINCÍPIOS DO DIREITO DO TRABALHO PRINCÍPIOS DO DIREITO DO TRABALHO CONCEITO E FINALIDADE Os princípios do Direito do Trabalho são as ideias fundamentais e informadoras do ordenamento jurídico trabalhista. São o alicerce cientifico, as

Leia mais

5. A cessação da menoridade pelo casamento ocorre: a) em qualquer idade;

5. A cessação da menoridade pelo casamento ocorre: a) em qualquer idade; SIMULADO DIREITO CIVIL DOMICÍLIO CIVIL CAPACIDADE DIREITOS DA PERSONALIDADE 1. Felipe, que no próximo mês irá completar 16 anos de idade, embora tenha nascido surdo-mudo, aprendeu a exprimir sua vontade.

Leia mais

Perspectivas jurídicas sobre a proteção dos dados sensíveis. Vitor Almeida Professor de Direito Civil do ITR/UFRRJ

Perspectivas jurídicas sobre a proteção dos dados sensíveis. Vitor Almeida Professor de Direito Civil do ITR/UFRRJ Perspectivas jurídicas sobre a proteção dos dados sensíveis Vitor Almeida Professor de Direito Civil do ITR/UFRRJ Os direitos de personalidade A construção da categoria do ser A emergência dos direitos

Leia mais

Nulidade Relativo Absoluto Legitimidade Parte e interessado Qualquer interessado - MP. Não convalesce decadencial Confirmação Sim Não

Nulidade Relativo Absoluto Legitimidade Parte e interessado Qualquer interessado - MP. Não convalesce decadencial Confirmação Sim Não Direito das obrigações Aula IV - 10/03/17 Novação Conceito Natureza Efeitos Novação consiste na extinção da obrigação primitiva, constituindo uma nova obrigação. Eu posso anular uma obrigação primitiva

Leia mais

DOS DEFEITOS DO NEGÓCIO JURÍDICO. (I) VÍCIOS DO CONSENTIMENTO = Erro, dolo, coação, estado de perigo, lesão.

DOS DEFEITOS DO NEGÓCIO JURÍDICO. (I) VÍCIOS DO CONSENTIMENTO = Erro, dolo, coação, estado de perigo, lesão. DOS DEFEITOS DO NEGÓCIO JURÍDICO ESPÉCIES: (I) VÍCIOS DO CONSENTIMENTO = Erro, dolo, coação, estado de perigo, lesão. (II) VÍCIO SOCIAL = Fraude contra credores. OBSERVAÇÃO: Tornam anulável o negócio jurídico

Leia mais

DIREITO CIVIL LINDB PROF. FLÁVIO AUGUSTO MONTEIRO DE BARROS

DIREITO CIVIL LINDB PROF. FLÁVIO AUGUSTO MONTEIRO DE BARROS DIREITO CIVIL LINDB PROF. FLÁVIO AUGUSTO MONTEIRO DE BARROS MÓDULO I Lei de introdução às normas do direito brasileiro; Generalidade; Conteúdo; Conceito e classificação; Lei de efeito concreto; Código,

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED. Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED. Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com 1.2 Direito Positivo: Direito Positivo: Direito Posto, que vigora em um determinado espaço territorial,

Leia mais

Delegado de Policia Civil do Pará - Direito Empresarial Professor: José Humberto Souto Júnior

Delegado de Policia Civil do Pará - Direito Empresarial Professor: José Humberto Souto Júnior Delegado de Policia Civil do Pará - Direito Empresarial Professor: José Humberto Souto Júnior 1 - O título de crédito, documento necessário ao exercício do direito literal e autônomo nele contido, somente

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO. MARATONA DO PONTO FCC Prof. Luiz Lima

DIREITO ADMINISTRATIVO. MARATONA DO PONTO FCC Prof. Luiz Lima DIREITO ADMINISTRATIVO MARATONA DO PONTO FCC Prof. Luiz Lima MARATONA DO PONTO CESPE Foco na Banca FCC Estudo das Leis e seus principais artigos / atualização jurisprudencial Aulas ao vivo (1h40 min de

Leia mais

Direito e legislação. Tópico III Direito das obrigações Contratos

Direito e legislação. Tópico III Direito das obrigações Contratos Direito e legislação Tópico III Direito das obrigações Contratos Direito das Obrigações Credor Devedor Espécies das Obrigações Obrigação de dar (certa e incerta) Coisa Certa é aquela em que o devedor se

Leia mais

DIREITO PENAL IV - CCJ0034

DIREITO PENAL IV - CCJ0034 Plano de Aula: Crimes contra a Administração Pública praticados por Particular. DIREITO PENAL IV - CCJ0034 Título Crimes contra a Administração Pública praticados por Particular. Número de Aulas por Semana

Leia mais

1. Sobre as medidas cautelares pessoais no processo penal, é correto afirmar que:

1. Sobre as medidas cautelares pessoais no processo penal, é correto afirmar que: P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO PROCESSUAL PENAL 1. Sobre as medidas cautelares pessoais no processo penal, é correto afirmar que: I - De acordo com o Código de Processo Penal, as

Leia mais

Direito Civil. Da Transmissão e Extinção das Obrigações I. Prof. Marcio Pereira

Direito Civil. Da Transmissão e Extinção das Obrigações I. Prof. Marcio Pereira Direito Civil Da Transmissão e Extinção das Obrigações I Prof. Marcio Pereira Da Transmissão das Obrigações A transmissão das obrigações é o género que comporta duas espécies: cessão de crédito e assunção

Leia mais

Sumário. Coleção Sinopses para Concursos Guia de leitura da Coleção Nota da autora... 15

Sumário. Coleção Sinopses para Concursos Guia de leitura da Coleção Nota da autora... 15 Sumário Coleção Sinopses para Concursos... 11 Guia de leitura da Coleção... 13 Nota da autora... 15 Capítulo I INTRODUÇÃO AO DIREITO PROCESSUAL CIVIL... 17 1. Conflito de interesses e lide... 17 2. Funções

Leia mais

Capítulo 1 - Elementos do Direito Administrativo

Capítulo 1 - Elementos do Direito Administrativo Sumário Capítulo 1 - Elementos do Direito Administrativo 1.1. O Direito Administrativo 1 1.1.1. Histórico e fontes 1 1.1.2. Conceito 6 1.1.3. A função administrativa 8 1.2. Regime Jurídico-Administrativo

Leia mais

Direito Civil. Dos Contratos II. Prof. Marcio Pereira

Direito Civil. Dos Contratos II. Prof. Marcio Pereira Direito Civil Dos Contratos II Prof. Marcio Pereira Efeitos O contrato como típico instituto de direito pessoal gera efeitos interpartes, em regra, o que é consagração da máxima res interalios (coisa entre

Leia mais

ESCOLA DE DIREITO CURSO DE DIREITO ROBERTO FREIRE CURSO DE DIREITO FLORIANO PEIXOTO

ESCOLA DE DIREITO CURSO DE DIREITO ROBERTO FREIRE CURSO DE DIREITO FLORIANO PEIXOTO 3ª. Série 06 09 21 22 25 38 CONHECIMENTOS GERAIS DIR. ADMINISTRATIVO DIR. PENAL DIR. PENAL DIR. PENAL DIR. (conteúdo cumulado) A questão trata da temática do Êxodo, decorrente de infortúnios provisórios,

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO. Prof. Luiz Antonio Lima

DIREITO ADMINISTRATIVO. Prof. Luiz Antonio Lima DIREITO ADMINISTRATIVO Prof. Luiz Antonio Lima Atos discricionários e atos vinculados: - Conceito de ato vinculado: Ato vinculado é aquele que possui expressamente em lei todos os elementos já preenchidos

Leia mais

Arrendamento Mercantil Leasing. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Arrendamento Mercantil Leasing. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Arrendamento Mercantil Leasing Instituições Financeiras Instituições financeiras são as pessoas jurídicas públicas ou privadas, que tenham como atividade principal ou acessória a coleta, intermediação

Leia mais

Indisponibilidade de bens, segredo de justiça e a publicidade notarial e registral. Tânia Mara Ahualli

Indisponibilidade de bens, segredo de justiça e a publicidade notarial e registral. Tânia Mara Ahualli , segredo de justiça e a publicidade notarial e registral. Tânia Mara Ahualli Limitação ao direito de propriedade, atingindo um dos seus atributos de maior relevância, que é o direito de dispor da coisa

Leia mais

Dos defeitos do negócio jurídico. Da simulação e da fraude contra credores

Dos defeitos do negócio jurídico. Da simulação e da fraude contra credores Dos defeitos do negócio jurídico Da simulação e da fraude contra credores DA SIMULAÇÃO Na simulação há um desacordo entre a vontade declarada ou manifestada e a vontade interna (uma discrepância entre

Leia mais

Tópico 3. Classificação econômica da Receita. Conceitos e estágios da receita.

Tópico 3. Classificação econômica da Receita. Conceitos e estágios da receita. Tópico 3. Classificação econômica da Receita. Conceitos e estágios da receita. 1. (CGU/2008/Área geral) Sobre os conceitos e classificações relacionados com Receita Pública, assinale a opção correta. a)

Leia mais

1ª Fase PROVA OBJETIVA TEORIA GERAL DO DIREITO

1ª Fase PROVA OBJETIVA TEORIA GERAL DO DIREITO 1ª Fase PROVA OBJETIVA TEORIA GERAL DO DIREITO QUESTÃO 1 - Sobre o positivismo é CORRETO dizer que: P á g i n a 1 A. Para o positivismo a teoria do direito deve ser caracterizada por propriedades valorativas,

Leia mais

DIREITO AMBIENTAL CRIMES. Professor Eduardo Coral Viegas

DIREITO AMBIENTAL CRIMES. Professor Eduardo Coral Viegas DIREITO AMBIENTAL CRIMES Professor Eduardo Coral Viegas 2010 JUIZ TRF/4 4. Dadas as assertivas abaixo, assinale a alternativa correta. I. O princípio da precaução legitima a inversão do ônus da prova nas

Leia mais

DOS FATOS JURÍDICOS CAPÍTULO IV. 1. FATO JURÍDICO EM SENTIDO AMPLO 1.1. Conceito Espécies

DOS FATOS JURÍDICOS CAPÍTULO IV. 1. FATO JURÍDICO EM SENTIDO AMPLO 1.1. Conceito Espécies DOS FATOS JURÍDICOS CAPÍTULO IV DOS FATOS JURÍDICOS Sumário 1. Fato jurídico em sentido amplo: 1.1. Conceito; 1.2. Espécies 2. Negócio Jurídico: 2.1. Conceito; 2.2. Classificação dos negócios jurídicos:

Leia mais

PONDERAÇÕES TRIBUTÁRIAS ACERCA DO ART. 103, DO CÓDIGO DE NORMAS/MG

PONDERAÇÕES TRIBUTÁRIAS ACERCA DO ART. 103, DO CÓDIGO DE NORMAS/MG PONDERAÇÕES TRIBUTÁRIAS ACERCA DO ART. 103, DO CÓDIGO DE NORMAS/MG KEZIAH ALESSANDRA VIANNA SILVA PINTO REGISTRADORA DE IMÓVEIS DA COMARCA DE BRUMADINHO/MG DOUTORA EM DIREITO PELA PUC/SP MESTRE EM DIREITO

Leia mais

Introdução...1. Parte I A Religião e o Mundo do Trabalho

Introdução...1. Parte I A Religião e o Mundo do Trabalho SUMÁRIO Introdução...1 Parte I A Religião e o Mundo do Trabalho Capítulo 1 Religião, Direitos Humanos e Espaço Público: Algumas Nótulas Preliminares...7 1. Religião e Direitos Humanos...7 2. O Regresso

Leia mais

Professor Leandro Eustaquio Direito das obrigações Capítulo I Introdução ao Direito das obrigações

Professor Leandro Eustaquio  Direito das obrigações Capítulo I Introdução ao Direito das obrigações Professor Leandro Eustaquio www.leandroeustaquio.com.br Direito das obrigações 17-02 Capítulo I Introdução ao Direito das obrigações 1. Considerações iniciais 2. Conceito e importância das obrigações Trata-se

Leia mais

QUESTÕES TRF 5ª REGIAO CESPE

QUESTÕES TRF 5ª REGIAO CESPE QUESTÕES TRF 5ª REGIAO CESPE - 2011 1 - ( CESPE - 2011 - TRF - 5ª REGIÃO - Juiz) Entre os setores do Estado, destaca-se o denominado terceiro setor conceito surgido com a reforma do Estado brasileiro,

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO. Professor Emerson Caetano

DIREITO ADMINISTRATIVO. Professor Emerson Caetano DIREITO ADMINISTRATIVO Professor Emerson Caetano 1. Acerca de ato administrativo e de procedimento de licitação, julgue o item seguinte. Caso seja necessário, a administração pública poderá revogar ato

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED. Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED. Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com - Capacidade jurídica é uma medida limitadora ou delineadora da possibilidade de adquirir direitos e

Leia mais

Prof. Anderson Nogueira

Prof. Anderson Nogueira OUTRAS FORMAS DE PAGAMENTO PREVISTAS NO CÓDIGO CIVIL DE 2002 REGRAS SOBRE ESPÉCIE PREVISÃO OBSERVAÇÕES AS PARTES Unilateral Pagamento em Consignação LEGAL Art. 334, 335 do C.C., e 890 do C.P.C. Depósito

Leia mais

Disciplina: INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO. Nota: Nota por extenso: Docente: Assinatura:

Disciplina: INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO. Nota: Nota por extenso: Docente: Assinatura: Disciplina: INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Data: 10/outubro/2011 Nota: Nota por extenso: Docente: Assinatura: 1. O que é interpretação autêntica da lei? Critique-a do ponto de vista hermenêutico. (0,5

Leia mais

Teoria Geral dos Contratos Empresariais

Teoria Geral dos Contratos Empresariais Teoria Geral dos Contratos Empresariais AULA 3. PRINCÍPIOS GERAIS DO DIREITO CONTRATUAL. INTERPRETAÇÃO DOS CONTRATOS EMPRESARIAIS. CONTRATOS TÍPICOS E ATÍPICOS, UNILATERAIS, BILATERAIS E PLURILATERAIS,

Leia mais

Planejamento Tributário

Planejamento Tributário Planejamento Tributário rio Análise da Legitimidade Critérios rios Jurídicos Claudemir Rodrigues Malaquias claudemir.malaquias malaquias@carf.fazenda.gov.br 1 Sumário Contexto Patologias do Negócio Jurídico

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo 1 INTRODUÇÃO AO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO. Capítulo 2 JUSTIÇA DO TRABALHO E MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

SUMÁRIO. Capítulo 1 INTRODUÇÃO AO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO. Capítulo 2 JUSTIÇA DO TRABALHO E MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO SUMÁRIO Capítulo 1 INTRODUÇÃO AO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO 1.1 Evolução histórica... 19 1.2 Direito estrangeiro... 22 1.3 Denominação... 25 1.4 Conceito... 25 1.5 Abrangência... 26 1.6 Autonomia...

Leia mais

PROGRAMA ESPECÍFICO TJ/CE PONTO 1. Direito Civil e Processual Civil

PROGRAMA ESPECÍFICO TJ/CE PONTO 1. Direito Civil e Processual Civil PROGRAMA ESPECÍFICO TJ/CE PONTO 1 Direito Civil e Processual Civil DIREITO CIVIL 1. Direito das relações de consumo: Reparação dos danos; Práticas comerciais. 2. Locação de imóveis urbanos: locação residencial.

Leia mais