PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL"

Transcrição

1 Processo nº Mandado de Segurança Impetrante: Associação Nacional dos Servidores da Carreira de Impetrado: Planejamento e Orçamento ASSECOR Secretária de Gestão Pública do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão DECISÃO Trata-se de mandado de segurança impetrado pela ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS SERVIDORES DA CARREIRA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO ASSECOR em face de ato imputado ao SECRETÁRIA DE GESTÃO PÚBLICA DO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, com pedido de liminar para suspender a aplicabilidade da Mensagem nº SEGEP/MP e impedir que os seus filiados sejam obrigados a compensar as horas não trabalhadas em decorrência da aplicação da Portaria MP nº 113/2014. Diz que, em 04/04/2014, foi publicada a Portaria nº 113, do Ministério do Planejamento, regulamentando os expedientes dos órgãos e das entidades da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional durante o período de realização da Copa do Mundo FIFA Acrescenta que, posteriormente, foi divulgada a Mensagem nº , que regulamentou a aludida portaria e determinou que as horas não trabalhadas deveriam Pág. 1/7

2 ser compensadas até o dia 30/09/2014, impondo obrigação inédita e excessiva aos servidores. Inicial às fls. 03/17 e documentos às fls. 18/70. Determinou-se a intimação da UNIÃO para manifestação em 72 horas (fl. 72), a qual se manifestou e trouxe documentos (fls. 77/110), arguindo, preliminarmente, (i) a limitação dos efeitos territoriais da decisão e incompetência absoluta do juízo em relação aos servidores residentes fora do Distrito Federal; (ii) a inépcia da inicial pela ausência da relação nominal dos servidores filiados, com os respectivos endereços, e, consequentemente, a sua ilegitimidade ativa ad causam; (iii) a existência de julgado em repercussão geral do STF (RE ), o qual concluiu que em ações propostas por entidades associativas apenas os associados que tenham dado autorização expressa para a sua propositura poderão executar o título judicial; (iv) não cabimento do mandado de segurança contra ato normativo ou lei em tese e, portanto, a inadequação da via eleita. No mérito, defende a legalidade do ato impugnado, já que o servidor apenas faz jus à remuneração correspondente ao período efetivamente trabalhado. É o relatório. Decido. I - PRELIMINARES Rejeito as preliminares arguídas. O Supremo Tribunal Federal, conforme a súmula 629, adotou o Pág. 2/7

3 entendimento de que a impetração de mandado de segurança coletivo por entidade de classe em favor dos associados independe da autorização destes, não havendo, portanto, a necessidade de autorização dos associados da impetrante para o ajuizamento desta ação, bastando a autorização genérica contida em seus estatutos. Por sua vez, a alegação de inépcia da inicial, ao argumento de que a entidade autora não satisfez as exigências contidas no artigo 2º-A da Lei nº /97. É que a jurisprudência vem se firmando no sentido de que a juntada de relação nominal dos associados, com a indicação dos respectivos endereços, é exigência que cede espaço à ampla legitimidade conferida às associações para defesa judicial dos interesses de toda categoria ou classe. Por fim, não procede a alegação de inadequação da via eleita, visto que a impetrante não objetiva atacar lei em tese, mas sim afastar os efeitos concretos de normativo que reputa ilegal. As demais questões a título de preliminares serão examinadas por ocasião da sentença, uma vez que não implicam obstáculo à apreciação do pedido de liminar. II MÉRITO A Lei nº /2009, em seu artigo 7º, III, exige, para a concessão da liminar em mandado de segurança, a presença simultânea de dois requisitos, a saber: a) a existência de plausibilidade jurídica (fumus boni iuris); e b) a possibilidade de lesão irreparável ou de difícil reparação (periculum in mora). Pág. 3/7

4 A pretensão da impetrante é a não obrigatoriedade de compensação por seus filiados das horas não trabalhadas no período da Copa. A Portaria nº 113, de 03/04/2014, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, estabeleceu o seguinte acerca do horário de expediente nos dias de jogos da seleção brasileira na Copa do Mundo/2014: Art. 1º Estabelecer, em caráter excepcional, que o horário de expediente dos órgãos e entidades da Administração Pública federal direta, autárquica e fundacional, nos dias das partidas da Seleção Brasileira de Futebol na Copa do Mundo FIFA 2014 se encerrará às 12h30min (horário de Brasília), sem prejuízo da prestação dos serviços considerados essenciais. Parágrafo único. Caberá aos dirigentes dos órgãos e entidades, nas respectivas áreas de competência, a integral preservação e funcionamento dos serviços considerados essenciais, além daqueles necessários à realização da Copa do Mundo FIFA Art. 2º As repartições da Administração Pública federal direta, autárquica e fundacional observarão os feriados, pontos facultativos e reduções de expediente declarados pelo poder público municipal, estadual ou distrital nas datas e localidades onde se realizarão as partidas da Copa do Mundo FIFA Por outro lado, o ato ora impugnado, a Mensagem nº /SEGEP/MP, de 06/06/2014, por meio da Secretária de Gestão Pública e tratando do horário de expediente dos órgãos e entidades nos dias de jogos da copa do mundo 2014 orientou o seguinte: O art. 1º da Portaria MP nº 113, de 3 de abril de 2014, determina o Pág. 4/7

5 encerramento do expediente às 12h30min (horário de Bsb) nos dias de jogos da Seleção Brasileira de Futebol durante a Copa do Mundo FIFA 2014 para toda a Administração Pública federal direta, autárquica e fundacional. Por sua vez, o art. 2º da citada Portaria prevê que sejam observadas, pelos órgãos e entidades localizados nas cidadessedes, as determinações do poder público local (tais como a decretação de feriados, pontos facultativos ou reduções de expediente) nos dias em que houver jogos da Copa do Mundo FIFA 2014 realizados na respectiva localidade. Orientamos que, ressalvadas as decretações de feriados municipais, estaduais ou distritais nas cidades-sede nos dias em que houver jogos da Copa do Mundo FIFA 2014 de Futebol, as horas não trabalhadas em decorrência da Portaria MP nº 113, de 2014 deverão ser compensadas até 30 de setembro de 2014, nos termos do inciso II do art. 44 da Lei nº 8.112, de Logo, vê-se que, enquanto a Ministra do Planejamento por meio da Portaria transcrita, e, em caráter excepcional, entendeu pela redução do horário em dias de jogos da seleção, não se referindo à compensação das horas não trabalhadas, a Mensagem, da Secretária de Gestão Pública, orientou a compensação das horas não trabalhadas por força daquele ato, sem que, naquela Portaria houvesse qualquer determinação nesse sentido. Assim, o que se vê é que a Mensagem impugnada extrapolou os limites da Portaria, com fundamento no art. 44, II, da Lei nº 8.112/90, o qual trata da questão dos atrasos e ausências injustificadas do servidor, ressalvando a possibilidade de compensação de horário nesses casos, o que não corresponde à situação posta, vez Pág. 5/7

6 que, na hipótese, houve autorização expressa e de superior hierárquico, no caso, a Ministra do Planejamento, autorizando a redução do horário dos servidores nos dias de jogos da seleção brasileira. Logo, a argumentação invocada para impor aos servidores a compensação das horas não trabalhadas, qual seja, o art., II, da Lei 8.112/90, não se sustenta. Presente, ainda, o periculum in mora, uma vez que o prazo para a compensação foi permitido até o dia 30/09/2014. Ante o exposto, DEFIRO A LIMINAR para determinar a suspensão da aplicabilidade da Mensagem nº SEGEP/MP, e, por conseguinte, a dispensa da obrigatoriedade dos filiados da impetrante de compensar as horas não trabalhadas em decorrência da aplicação da Portaria MP nº 113/2014. Notifique-se a autoridade impetrada para que cumpra esta liminar e preste informações no prazo legal de 10 dias. Cientifique-se o órgão de representação judicial da União (artigo 7º, inciso II, da Lei nº /2009). Dê-se vista ao Ministério Público Federal. Em seguida, voltem os autos conclusos para sentença. Publique-se. Brasília, 15 de setembro de 2014 Pág. 6/7

7 Daniele Maranhão Costa Juíza Federal da 5ª Vara-SJ/DF Pág. 7/7

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL DECISÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL DECISÃO DECISÃO Trata-se de pedido de medida liminar em mandado de segurança impetrado pela FEDERAÇÃO NACIONAL DAS EMPRESAS DE SEGURANÇA E TRANSPORTE DE VALORES (FENAVIST) contra ato do DIRETOR EXECUTIVO e da

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL Processo nº 30661-88.2014.4.01.3300 Mandado de Segurança Impetrante: Associação Brasileira do Comércio Farmacêutico Impetrado: ABCFARMA Coordenador-Geral de Gestão do Departamento de Assistência Farmacêutica

Leia mais

: HAROLDO MELETO BARBOZA DECISÃO

: HAROLDO MELETO BARBOZA DECISÃO PROCESSO : Nº 24412-92.2012.4.01.3400 CLASSE IMPETRANTE IMPETRADO JUÍZO : MANDADO DE SEGURANÇA : HAROLDO MELETO BARBOZA : PRESIDENTE DO INSS : 6ª VARA - SJDF DECISÃO Trata-se de pedido de liminar em mandado

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DO PIAUÍ Processo N

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DO PIAUÍ Processo N PROCESSO : 6994-87.2012.4.01.4000 CLASSE : 2200 MANDADO DE SEGURANÇA COLETIVO IMPTE : ASSOCIAÇÃO DOS DOCENTES DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ ADUFPI IMPDO: PRESIDENTE DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete da Desembargadora Federal Margarida Cantarelli

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete da Desembargadora Federal Margarida Cantarelli RELATORA : DESEMBARGADORA FEDERAL MARGARIDA CANTARELLI RELATÓRIO A EXMA. DESEMBARGADORA FEDERAL MARGARIDA CANTARELLI (RELATORA): Trata-se de mandado de segurança impetrado contra o Juiz de Direito da 2ª

Leia mais

Mandado de Segurança Coletivo n DECISÃO

Mandado de Segurança Coletivo n DECISÃO fls. 176 Tribunal Pleno Mandado de Segurança Coletivo n. 4001438-15.2017.8.04.0000 Impetrante : Sindicato do Comércio Varejista do Amazonas Impetrado : Exmo. Sr. Governador do Estado do Amazonas Relator

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais Poder Judiciário do Estado de Minas Gerais

Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais Poder Judiciário do Estado de Minas Gerais Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais Poder Judiciário do Estado de Minas Gerais O documento a seguir foi juntado aos autos do processo de número 5000787-95.2015.8.13.0707 em 19/10/2015 19:37:53

Leia mais

IPEOLEO COMERCIO DE COMBUSTIVEIS EIRELI EM RECUPERACAO JUDICIAL

IPEOLEO COMERCIO DE COMBUSTIVEIS EIRELI EM RECUPERACAO JUDICIAL PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DO RIO DE JANEIRO 27ª VARA FEDERAL DO RIO DE JANEIRO PROCESSO nº 0168268-86.2016.4.02.5101 (2016.51.01.168268-6) (2001 - ) AUTOR: IPEOLEO COMERCIO DE COMBUSTIVEIS

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL DECISÃO /2014 MANDADO DE SEGURANÇA IMPETRANTE: LAUDEMI FRAGA IMPETRADO: PRESIDENTE DA COMISSÃO ESPECIAL INTERMINISTERIAL - CEI DECISÃO Cuida-se de mandado de segurança impetrado por LAUDEMI FRAGA contra

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal MEDIDA CAUTELAR EM MANDADO DE SEGURANÇA 33.046 PARANÁ RELATOR IMPTE.(S) ADV.(A/S) IMPDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. LUIZ FUX :JOSÉ CARLOS FRATTI : RAMON DE MEDEIROS NOGUEIRA E OUTRO(A/S) :CONSELHO NACIONAL

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL DECISÃO PROCESSO : AÇÃO ORDINÁRIA Nº 77438-68.2013.4.01.3400 AUTOR RÉU JUÍZO: : ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DO INST. BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS : CONSELHO REGIONAL DE

Leia mais

Número:

Número: Justiça Federal da 1ª Região PJe - Processo Judicial Eletrônico Consulta Processual 30/11/2015 Número: 1005005-78.2015.4.01.3400 Classe: MANDADO DE SEGURANÇA Órgão julgador: 16ª Vara Federal da SJDF Última

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal MANDADO DE SEGURANÇA 33.121 SÃO PAULO RELATORA IMPTE.(S) ADV.(A/S) IMPDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. ROSA WEBER :DONISETE GIMENES ANGELO :ELIANE MARTINS DE OLIVEIRA :PRESIDENTE DA 2ª TURMA RECURSAL DOS JUIZADOS

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal MEDIDA CAUTELAR NO HABEAS CORPUS 132.512 PARANÁ RELATOR PACTE.(S) IMPTE.(S) COATOR(A/S)(ES) : MIN. GILMAR MENDES :LUIZ FERNANDO RIBAS CARLI FILHO : RENÉ DOTTI E OUTRO(A/S) :RELATOR DO HC Nº 342512 DO SUPERIOR

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2012.0000586909 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Mandado de Segurança nº 0215852-03.2011.8.26.0000, da Comarca de, em que é impetrante ARMANDO PETRELLA NETO, é impetrado

Leia mais

impulsionada pelo Procurador-Geral de Justiça visando, desde logo, a suspensão

impulsionada pelo Procurador-Geral de Justiça visando, desde logo, a suspensão fls. 23 DESPACHO Direta de Inconstitucionalidade Processo nº 2166281-19.2017.8.26.0000 Relator(a): Péricles Piza Órgão Julgador: Órgão Especial Vistos. Trata-se de Ação Direta de Inconstitucionalidade

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE MINAS GERAIS

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CLASSE: MANDADO DE SEGURANÇA INDIVIDUAL IMPETRANTE: SILVIO PESSOA JUNIOR IMPETRADO: CHEFE DA AGENCIA DA PREVIDENCIA SOCIAL - APS BH OESTE Sentença Tipo A SENTENÇA SILVIO PESSOA JUNIOR, qualificado na inicial,

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça CONFLITO DE COMPETÊNCIA Nº 133.536 - SP (2014/0094067-4) RELATOR : MINISTRO BENEDITO GONÇALVES SUSCITANTE : JUÍZO FEDERAL DA 24A VARA CÍVEL DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE SÃO PAULO SUSCITADO : JUÍZO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL

PODER JUDICIÁRIO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL DECISÃO Nº 454/2010 MANDADO DE SEGURANÇA INDIVIDUAL CLASSE 02100 PROCESSO Nº 55168-55.2010.4.01.3400 IMPTE: MARCELO DE CASTRO CHAVES IMPDO: GENERAL COMANDANTE DO DFPC DEPARTAMENTO DE FISCALIZAÇÃO DE PRODUTOS

Leia mais

: MIN. DIAS TOFFOLI CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS JUNTO AO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS

: MIN. DIAS TOFFOLI CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS JUNTO AO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS RECLAMAÇÃO 24.163 DISTRITO FEDERAL RELATOR RECLTE.(S) PROC.(A/S)(ES) RECLDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) INTDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. DIAS TOFFOLI :MINISTÉRIO PÚBLICO JUNTO AO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE MINAS GERAIS DECISÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE MINAS GERAIS DECISÃO DECISÃO 1. Cuida-se de mandado de segurança impetrado pelo Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Casas de Saúde do Estado de Minas Gerais em face de ato atribuído ao Presidente do Conselho Regional de Farmácia

Leia mais

DECISÃO. Vistos, Trata-se de Mandado de Segurança impetrado contra ato ilegal do Presidente da Comissão Permanente de Licitações do Município

DECISÃO. Vistos, Trata-se de Mandado de Segurança impetrado contra ato ilegal do Presidente da Comissão Permanente de Licitações do Município fls. 161 DECISÃO Processo Digital nº: 1001942-65.2016.8.26.0624 Classe - Assunto Mandado de Segurança - Licitações Impetrante: e outro Impetrado: e outros Juiz(a) de Direito: Dr(a). Rubens Petersen Neto

Leia mais

PROVA PRÁTICA PEÇA PROCESSUAL (Valor: 30,00 pontos)

PROVA PRÁTICA PEÇA PROCESSUAL (Valor: 30,00 pontos) PROVA PRÁTICA PEÇA PROCESSUAL (Valor: 30,00 pontos) A empresa VELOCITÁ TRANSPORTES LTDA recebeu do Município de Belo Horizonte permissão para prestar serviços de transporte coletivo denominado táxi-lotação,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 16ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 16ª REGIÃO PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 16ª REGIÃO Gab. Des. Ilka Esdra Silva Araújo MS 0016003-68.2017.5.16.0000 IMPETRANTE: CAROLINA BARROS COELHO NETO AUTORIDADE COATORA:

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO DESPACHO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO DESPACHO DESPACHO Agravo de Instrumento Processo nº 2001262-58.2017.8.26.0000 Relator(a): SPOLADORE DOMINGUEZ Órgão Julgador: 13ª CÂMARA DE DIREITO PÚBLICO Comarca: São Paulo Agravante: Câmara Municipal de São

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE MINAS GERAIS

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE MINAS GERAIS AÇÃO CIVIL PÚBLICA 0055245-23.2013.4.01.3800 AUTORES: MINISTERIO PUBLICO DO ESTADO DE MINAS GERAIS, MINISTERIO PUBLICO FEDERAL RÉU: CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA CFM SENTENÇA O Ministério Público Federal

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU PCTT:

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU PCTT: PODER JUDICIÁRIO PCTT: 96.000.04 PROCESSO Nº : 941-31.2013.4.01.3200 CLASSE AUTOR RÉ : 1900 AÇÃO ORDINÁRIA / OUTRAS : IGOR SANTIAGO MARTINS : ASSOCIAÇÃO DE EDUCAÇÃO LATO SENSU DO BRASIL E OUTRO DECISÃO

Leia mais

1. A Evolução do MS no Sistema Constitucional Direito Líquido e Certo a Evolução Conceitual... 24

1. A Evolução do MS no Sistema Constitucional Direito Líquido e Certo a Evolução Conceitual... 24 XXSUMÁRIO Nota Á 4ª Edição... 13 Nota à 3ª Edição... 15 Nota à 2ª Edição... 17 Nota à 1ª Edição... 19 Abreviaturas e Siglas... 21 01 Notícia Histórica Utilização do MS no Ordenamento Jurídico Brasileiro

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO Registro: 2014.0000113011 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0016739-69.2012.8.26.0053, da Comarca de São Paulo, em que são apelantes FAZENDA DO ESTADO DE SÃO PAULO (E OUTROS(AS))

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado de Goiás Gabinete da Desembargadora Amélia Martins de Araújo

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado de Goiás Gabinete da Desembargadora Amélia Martins de Araújo MANDADO DE SEGURANÇA Nº 169409-26.2015.8.09.0000 (201591694094) COMARCA DE GOIÂNIA IMPETRANTE : HENRIQUE IGNÁCIO RODRIGUES IMPETRADO : SECRETÁRIO DE SAÚDE DO ESTADO DE GOIÁS RELATORA : DESª. AMÉLIA MARTINS

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO Prof. Thiago Gomes 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS A atividade de cobrança dos tributos é plenamente vinculada à lei. A atuação do Fisco ou seus representantes que

Leia mais

SUMÁRIO SUMÁRIO. 1. A evolução do MS no sistema constitucional Direito líquido e certo a evolução conceitual... 27

SUMÁRIO SUMÁRIO. 1. A evolução do MS no sistema constitucional Direito líquido e certo a evolução conceitual... 27 SUMÁRIO SUMÁRIO..................... 1. A evolução do MS no sistema constitucional... 25 2. Direito líquido e certo a evolução conceitual... 27... 1. MS como tutela jurisdicional diferenciada com cognição

Leia mais

CONCLUSÃO Em 14 de agosto de 2017, faço estes autos conclusos ao Dr. LEONARDO FERNANDO DE SOUZA ALMEIDA, Juiz de Direito Auxiliar.

CONCLUSÃO Em 14 de agosto de 2017, faço estes autos conclusos ao Dr. LEONARDO FERNANDO DE SOUZA ALMEIDA, Juiz de Direito Auxiliar. fls. 170 CONCLUSÃO Em 14 de agosto de 2017, faço estes autos conclusos ao Dr. LEONARDO FERNANDO DE SOUZA ALMEIDA, Juiz de Direito Auxiliar. SENTENÇA Processo Digital nº: 1005881-05.2017.8.26.0564 Classe

Leia mais

SUMÁRIO. Agradecimentos... Nota do autor...

SUMÁRIO. Agradecimentos... Nota do autor... SUMÁRIO Agradecimentos......... 7 Nota do autor............. 9 Abreviaturas...... 11 Prefácio da jq edição...... 31 1. Introdução...... 33 2. Estado e Direito...... 41 2.1. Estado... 41 2.2. As Declarações

Leia mais

: MIN. CÁRMEN LÚCIA. Relatório

: MIN. CÁRMEN LÚCIA. Relatório ARGÜIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO DE PRECEITO FUNDAMENTAL 343 RIO DE JANEIRO RELATORA REQTE.(S) INTDO.(A/S) INTDO.(A/S) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :PARTIDO DOS TRABALHADORES :JOÃO DARC COSTA DE SOUZA MORAES :PREFEITO

Leia mais

DESEMBARGORA AMÉLIA MARTINS DE ARAÚJO. Colenda Corte Especial Eminente Desembargador Relator,

DESEMBARGORA AMÉLIA MARTINS DE ARAÚJO. Colenda Corte Especial Eminente Desembargador Relator, MANDADO DE SEGURANÇA 354029-13.2014.8.09.0000 (201493540297) IMPETRANTES SILVIO MOREIRA DA COSTA E OUTRA IMPETRADO DESEMBARGADOR RELATOR DA 4ª CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS RELATORA

Leia mais

Número:

Número: Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão PJe - Processo Judicial Eletrônico Consulta Processual 30/09/2016 Número: 0857074-64.2016.8.10.0001 Classe: MANDADO DE SEGURANÇA Órgão julgador: 4ª Vara da Fazenda

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL DECISÃO /2015 20ª VARA FEDERAL PROCESSO nº 28278-06.2015.4.01.3400 AUTOR : UNIÃO DOS ADVOGADOS PÚBLICOS FEDERAIS DO BRASIL RÉ : UNIÃO FEDERAL DECISÃO A UNIÃO DOS ADVOGADOS PÚBLICOS DO BRASIL ajuizou a

Leia mais

MANDADO DE SEGURANÇA LICENÇA PREMIO

MANDADO DE SEGURANÇA LICENÇA PREMIO MANDADO DE SEGURANÇA LICENÇA PREMIO Na Autor(a) : Sindicato dos Servidores Públicos de Paranatinga - SINSEP Réu(s): Prefeito Municipal de Paranatinga/Vilson Pires Réu(s): Secretária Municipal de Educação

Leia mais

TST altera súmulas e orientações jurisprudenciais em função do novo CPC

TST altera súmulas e orientações jurisprudenciais em função do novo CPC TST altera súmulas e orientações jurisprudenciais em função do novo CPC TST altera súmulas e orientações jurisprudenciais em função do novo CPC TST 19/04/2016 O Pleno do Tribunal Superior do Trabalho aprovou,

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO COMARCA DE SÃO PAULO FORO CENTRAL - FAZENDA PÚBLICA/ACIDENTES 6ª VARA DE FAZENDA PÚBLICA

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO COMARCA DE SÃO PAULO FORO CENTRAL - FAZENDA PÚBLICA/ACIDENTES 6ª VARA DE FAZENDA PÚBLICA fls. 319 SENTENÇA Processo nº: - Mandado de Segurança Impetrante: Associação dos Pesquisadores Científicos do Estado de São Paulo - APQC Impetrado: Coordenador da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PODER JUDICIÁRIO Comarca de Correia Pinto Vara Única

ESTADO DE SANTA CATARINA PODER JUDICIÁRIO Comarca de Correia Pinto Vara Única fls. 81 Autos n 0300443-86.2014.8.24.0083 Ação: Mandado de Segurança Coletivo/PROC Impetrante: Sindicato dos Médicos do Estado de Santa Catarina Impetrado: Prefeitura do Município de Correia Pinto Vistos

Leia mais

autoridade coatora, mas até o presente momento esta quedou-se em silêncio.

autoridade coatora, mas até o presente momento esta quedou-se em silêncio. MANDADO DE SEGURANÇA Nº 0015934-83.2014.827.0000 ORIGEM: TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO TOCANTINS IMPETRANTE: ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO TOCANTINS IMPETRADO: SECRETÁRIO DA FAZENDA DO ESTADO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Decisão sobre Repercussão Geral DJe 19/09/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 9 06/09/2012 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 673.707 MINAS GERAIS RELATOR : MIN. LUIZ FUX RECTE.(S)

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS EMPRESAS DE REFEIÇÕES COLETIVAS. J u l i a n a V i a n a C o s t a 1 4 / 0 1 /

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS EMPRESAS DE REFEIÇÕES COLETIVAS. J u l i a n a V i a n a C o s t a 1 4 / 0 1 / RELATÓRIO PROCESSOS ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS EMPRESAS DE REFEIÇÕES COLETIVAS. J u l i a n a V i a n a C o s t a 1 4 / 0 1 / 2 0 1 6 São Paulo/SP, 14 de Janeiro de 2016. À Associação Brasileira das Empresas

Leia mais

Antecedente/Preparatória Art. 305, NCPC Incidental (processo já instaurado) * Observar os artigos 294 a 302; 305 e 310, NCPC.

Antecedente/Preparatória Art. 305, NCPC Incidental (processo já instaurado) * Observar os artigos 294 a 302; 305 e 310, NCPC. Ação Cautelar Tutela Cautelar Aula 02 Antecedente/Preparatória Art. 305, NCPC Incidental (processo já instaurado) * Observar os artigos 294 a 302; 305 e 310, NCPC. De acordo com o novo CPC, não temos mais

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado de Goiás Gabinete da Desembargadora Amélia Martins de Araújo

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado de Goiás Gabinete da Desembargadora Amélia Martins de Araújo AGRAVO INTERNO EM MANDADO DE SEGURANÇA Nº 164371-96.2016.8.09.0000 (201691643718) COMARCA DE GOIÂNIA AGRAVANTE : SINDICATO DOS TRABALHADORES NO SERVIÇO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS AGRAVADO : SECRETÁRIO

Leia mais

OAB 2ª Fase Direito Constitucional Meta 8 Cristiano Lopes

OAB 2ª Fase Direito Constitucional Meta 8 Cristiano Lopes OAB 2ª Fase Direito Constitucional Meta 8 Cristiano Lopes 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. META 8 LEITURA OBRIGATÓRIA Legislação: CF, art. 5 o, LXIX e LXX;

Leia mais

Eis um breve relatório.

Eis um breve relatório. Brasília, 18 de Setembro de 2008. À Federação Nacional dos Médicos- FENAM. A/C EMENTA: Salário mínimo, vedação, base de cálculo, pagamento, adicional de insalubridade. Trata-se de parecer requerido pela

Leia mais

DECISÃO (LIMINAR/ANTECIPAÇÃO DA TUTELA)

DECISÃO (LIMINAR/ANTECIPAÇÃO DA TUTELA) MANDADO DE SEGURANÇA Nº 5040611-44.2013.404.7100/RS IMPETRANTE : DIEGO MAGOGA CONDE ADVOGADO : CAROLINA FERNANDES MARTINS IMPETRADO : ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL - SECÇÃO DO RIO GRANDE DO SUL : Presidente

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. MÓDULO II 1. Regras de competência 2. Procedimento 3. Pedidos 4. Recurso Ordinário Constitucional

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. MÓDULO II 1. Regras de competência 2. Procedimento 3. Pedidos 4. Recurso Ordinário Constitucional CONTEÚDO PROGRAMÁTICO MÓDULO II 1. Regras de competência 2. Procedimento 3. Pedidos 4. Recurso Ordinário Constitucional 1. REGRAS DE COMPETÊNCIA O habeas corpus deve ser interposto à autoridade judicial

Leia mais

Justiça define a favor da APEOESP em ação pelos readaptados

Justiça define a favor da APEOESP em ação pelos readaptados 21/07/2017 46 Justiça define a favor da APEOESP em ação pelos readaptados A APEOESP obteve mais uma vitória judicial para a nossa categoria. Desta vez, a juíza Thania Pereira Teixeira De Carvalho Cardin,

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE 3.961 DISTRITO FEDERAL RELATOR REQTE.(S) ADV.(A/S) INTDO.(A/S) ADV.(A/S) INTDO.(A/S) : MIN. ROBERTO BARROSO :ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS MAGISTRADOS DA JUSTIÇA DO TRABALHO

Leia mais

11ª Vara Federal Cível SP Autos n Sentença (tipo C)

11ª Vara Federal Cível SP Autos n Sentença (tipo C) PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL 11ª Vara Federal Cível SP Autos n. Sentença (tipo C) FEDERAÇÃO NACIONAL DOS ATLETAS PROFISSIONAIS DE FUTEBOL FENAPAF e UNIÃO GERAL DOS TRABALHADORES UGT propôs a presente

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 1 Registro: 2014.0000017069 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Mandado de Segurança nº 2039481-82.2013.8.26.0000, da Comarca de Rio Claro, em que são impetrantes CLÁUDIO ANTONIO

Leia mais

: MIN. TEORI ZAVASCKI RECLTE.(S) :MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS FLORIANÓPOLIS SAÚDE E VIGILÂNCIA SANITÁRIA DE FLORIANÓPOLIS - AFLOVISA

: MIN. TEORI ZAVASCKI RECLTE.(S) :MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS FLORIANÓPOLIS SAÚDE E VIGILÂNCIA SANITÁRIA DE FLORIANÓPOLIS - AFLOVISA MEDIDA CAUTELAR NA RECLAMAÇÃO 15.793 SANTA CATARINA RELATOR : MIN. TEORI ZAVASCKI RECLTE.(S) :MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS PROC.(A/S)(ES) :PROCURADOR-GERAL DO MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS RECLDO.(A/S) :TRIBUNAL

Leia mais

Quanto ao objeto do mandado de segurança coletivo, nos termos do parágrafo único do art. 21 da Lei n /2009, os direitos protegidos podem ser:

Quanto ao objeto do mandado de segurança coletivo, nos termos do parágrafo único do art. 21 da Lei n /2009, os direitos protegidos podem ser: A Constituição Federal de 1988 criou o mandado de segurança coletivo, conforme prevê o art. 5º, LXX: "o mandado de segurança coletivo pode ser impetrado por: a) partido político com representação no Congresso

Leia mais

AULA 9 AÇÃO TRABALHISTA Elementos da Resposta do Réu DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PROFª KILMA GALINDO DO NASCIMENTO

AULA 9 AÇÃO TRABALHISTA Elementos da Resposta do Réu DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PROFª KILMA GALINDO DO NASCIMENTO AULA 9 AÇÃO TRABALHISTA Elementos da Resposta do Réu DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PROFª KILMA GALINDO DO NASCIMENTO RESPOSTAS DO RÉU CONTESTAÇÃO; EXCEÇÃO (Incompetência relativa, suspeição

Leia mais

: MIN. JOAQUIM BARBOSA

: MIN. JOAQUIM BARBOSA MEDIDA CAUTELAR EM MANDADO DE SEGURANÇA 31.618 DISTRITO FEDERAL RELATOR IMPTE.(S) IMPDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. JOAQUIM BARBOSA :PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA :PRESIDENTE DA REPÚBLICA :ADVOGADO-GERAL DA

Leia mais

EXMO. SR. DR. JUIZ FEDERAL DA 5ª VARA FEDERAL DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE PORTO ALEGRE/RS

EXMO. SR. DR. JUIZ FEDERAL DA 5ª VARA FEDERAL DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE PORTO ALEGRE/RS EXMO. SR. DR. JUIZ FEDERAL DA 5ª VARA FEDERAL DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE PORTO ALEGRE/RS Processo n.º 5042188-23.2014.404.7100 Autor: Sindicato dos Agentes Lotéricos, Correspondentes Bancários, Comissários

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE 1ª INSTÂNCIA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO MARANHÃO 5ª VARA =============================================== D E C I S Ã O

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE 1ª INSTÂNCIA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO MARANHÃO 5ª VARA =============================================== D E C I S Ã O Processo nº 32921-53.2010.4.01.3700 Classe: 32921-53.2010.4.01.3700 Autor: MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Réu: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL D E C I S Ã O Trata-se de apreciação de liminar, em sede de ação civil

Leia mais

PROCESSO: MS Agravo Regimental

PROCESSO: MS Agravo Regimental Acórdão Seção Especializada em Dissídios Individuais AGRAVO REGIMENTAL. Liminar. A medida liminar somente pode ser deferida quando comprovados o fumus boni iuris e o periculum in mora, o que não é o caso

Leia mais

Seção Judiciária do Distrito Federal 6ª Vara Federal Cível da SJDF

Seção Judiciária do Distrito Federal 6ª Vara Federal Cível da SJDF Seção Judiciária do Distrito Federal 6ª Vara Federal Cível da SJDF PROCESSO: 1004423-44.2016.4.01.3400 CLASSE: MANDADO DE SEGURANÇA COLETIVO (119) IMPETRANTE: ASSOCIACAO NACIONAL DOS DELEGADOS DE POLICIA

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO PROCESSUAL

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO PROCESSUAL RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO PROCESSUAL FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIARIO FII TB OFFICE Data-base: Dez/2015 PROCESSO Nº: 0008465-38.2014.4.02.5101 6ª Vara Cível do Fórum Cível (Rio de Janeiro/RJ) AUTOR:

Leia mais

PROCEDIMENTO DE CONTROLE ADMINISTRATIVO

PROCEDIMENTO DE CONTROLE ADMINISTRATIVO PROCEDIMENTO DE CONTROLE ADMINISTRATIVO 0000547-84.2011.2.00.0000 Requerente: Ordem dos Advogados do Brasil - Seção do Estado do Rio de Janeiro Requerido: Corregedoria Geral da Justiça Federal da 2a Região

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARIACICA ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARIACICA ESTADO DO ESPÍRITO SANTO ESPELHO DE CORREÇÃO PROVA DISCURSIVA PROCURADOR MUNICIPAL DE CARIACICA 01) PEÇA JUDICIAL Nota 0,00 a 10,00 pontos. O enunciado exigia do candidato apresentação de uma contestação à ação proposta. O candidato

Leia mais

Eis o teor da decisão (f. 46):

Eis o teor da decisão (f. 46): AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 1191431-9, DE GUARAPUAVA - 3ª VARA CÍVEL AGRAVANTE : MARIA APARECIDA CAMPOS OGIBOSKI AGRAVADO : DANIEL SCHNEIDER RELATORA : DESª DENISE KRÜGER PEREIRA AGRAVO DE INSTRUMENTO AÇÃO

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO

DIREITO ADMINISTRATIVO DIREITO ADMINISTRATIVO PEÇA PROFISSIONAL Em 20/1/2009, foi instaurado procedimento administrativo disciplinar, por portaria publicada no DOU, com descrição suficiente dos fatos, para apurar a conduta de

Leia mais

O MP impugnou a contestação, ratificando a inicial em todos os seus

O MP impugnou a contestação, ratificando a inicial em todos os seus fls. 527 Autos 0801157-39.2014.8.12.0045 - Ação Civil Pública Autor(es): Ministerio Publico Estadual Réu(s) Camara Municipal de SENTENÇA O Ministerio Publico Estadual propôs a presente ação civil pública

Leia mais

18 a CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA APELAÇÃO CÍVEL N o 11496/08 RELATOR : DES.JORGE LUIZ HABIB

18 a CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA APELAÇÃO CÍVEL N o 11496/08 RELATOR : DES.JORGE LUIZ HABIB 18 a CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA APELAÇÃO CÍVEL N o 11496/08 RELATOR : DES.JORGE LUIZ HABIB APELAÇÃO CÍVEL. MANDADO DE SEGURANÇA. A Lei 7347/85, com a inovação trazida pela lei 11448/07, prevê,

Leia mais

Desembargador Jeová Sardinha de Moraes 6 ª Câmara Cível MS

Desembargador Jeová Sardinha de Moraes 6 ª Câmara Cível MS MANDADO DE SEGURANÇA Nº 299945-33.2012.8.09.0000 (201292999454) COMARCA DE GOIÂNIA IMPETRANTE : DAYSE MYSMAR TAVARES RODRIGUES IMPETRADO : COORDENADOR DO ASSESSORAMENTO DA DIRETO- RIA GERAL DO TRIBUNAL

Leia mais

MANDADO DE SEGURANÇA

MANDADO DE SEGURANÇA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO TRIBUTÁRIO. Prof. Pedro Bonifácio AULA 59 18/10/2017 Direito Tributário MANDADO DE SEGURANÇA PERGUNTAS: É tributo? Vigência da lei? Princípio da Irretroatividade Eficácia

Leia mais

AGEPOLJUS. Relatório atualizado em 19/03/2012 1) APOSENTADORIA ESPECIAL. ATIVIDADE DE RISCO.

AGEPOLJUS. Relatório atualizado em 19/03/2012 1) APOSENTADORIA ESPECIAL. ATIVIDADE DE RISCO. AGEPOLJUS Relatório atualizado em 19/03/2012 1) APOSENTADORIA ESPECIAL. ATIVIDADE DE RISCO. Processo: MI 1312 Órgão: Supremo Tribunal Federal STF Brasília. Resumo: Mandado de injunção que visa suprir lacuna

Leia mais

26ª Vara - Juizado Especial Federal SENTENÇA

26ª Vara - Juizado Especial Federal SENTENÇA PROCESSO Nº 0019420-20.2014.4.01.3400 AUTOR: MONICA DA COSTA TEIXEIRA SERRA RÉU: UNIAO FEDERAL SENTENÇA TIPO: B SENTENÇA Trata-se de ação ajuizada em face da União Federal objetivando a condenação da ré

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO EM MANDADO DE SEGURANÇA Nº 49.361 - CE (2015/0243001-3) RELATOR : MINISTRO HUMBERTO MARTINS RECORRENTE : MARIA DO SOCORRO LEITE PINHEIRO ADVOGADOS : WILSON DE NORÕES MILFONT NETO E OUTRO(S) RUBENS

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça HABEAS CORPUS Nº 269.966 - SP (2013/0137589-6) RELATOR IMPETRANTE ADVOGADO IMPETRADO PACIENTE : MINISTRO SEBASTIÃO REIS JÚNIOR : DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO : DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO

Leia mais

PONTO 1: Improbidade Administrativa 1. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

PONTO 1: Improbidade Administrativa 1. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA 1 DIREITO ADMINISTRATIVO PONTO 1: Improbidade Administrativa 1. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA A Administração Pública é regida por vários princípios, dentre eles, o princípio da moralidade, art. 37, caput

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA QUINTA VARA FEDERAL C O N C L U S Ã O

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA QUINTA VARA FEDERAL C O N C L U S Ã O 48 C O N C L U S Ã O Nesta data, faço estes autos conclusos à MMª JUÍZA FEDERAL DRª. MARCELLA NOVA BRANDÃO Rio de Janeiro, 22 de Junho de 2010. Diretora de Secretaria MANDADO DE SEGURANÇA Processo n.º

Leia mais

Procuradoria de Justiça de Interesses Difusos de Coletivos

Procuradoria de Justiça de Interesses Difusos de Coletivos EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR MINISTRO PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL Ementa: Ação civil pública antecipação de despesas processuais honorários de perito reclamação 1. Decisão contrária à Súmula

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA GABINETE DO DESEMBARGADOR MOURA FILHO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA GABINETE DO DESEMBARGADOR MOURA FILHO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0003766-44.2017.827.0000 ORIGEM : COMARCA DE PALMAS-TO REFERENTE :AÇÃO ORDINÁRIA COM PEDIDO DE TUTELA ANTECIPADA Nº 0000959-12.2017.827.2729 1ª VARA DA FAZENDA E REGISTROS PÚBLICOS

Leia mais

: UNIÃO FEDERAL SENTENÇA

: UNIÃO FEDERAL SENTENÇA SENTENÇA N : 375/2011-A PROCESSO : 33787-88.2010.4.01.3400 CLASSE 7100 : AÇÃO CIVIL PÚBLICA AUTOR : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL RÉU : UNIÃO FEDERAL SENTENÇA Cuida-se de ação civil pública ajuizada pelo

Leia mais

Professor Rogerio Licastro Torres de Mello

Professor Rogerio Licastro Torres de Mello Professor Rogerio Licastro Torres de Mello Doutor e Mestre em Direito Direito Processual Civil pela PUC / SP Facebook: Rogerio Licastro NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Recurso de apelação, agravo e outros

Leia mais

: MIN. DIAS TOFFOLI :RAUL CESAR CARRILLO ROMERO :JOSUÉ ALVES OLIVEIRA :PRESIDENTE DA REPÚBLICA :ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO

: MIN. DIAS TOFFOLI :RAUL CESAR CARRILLO ROMERO :JOSUÉ ALVES OLIVEIRA :PRESIDENTE DA REPÚBLICA :ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO MANDADO DE SEGURANÇA 32.669 DISTRITO FEDERAL RELATOR IMPTE.(S) ADV.(A/S) IMPDO.(A/S) IMPDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. DIAS TOFFOLI :RAUL CESAR CARRILLO ROMERO :JOSUÉ ALVES OLIVEIRA :PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Leia mais

: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE SUPERMERCADOS-ABRAS : SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL : 6ª VARA - DF DECISÃO

: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE SUPERMERCADOS-ABRAS : SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL : 6ª VARA - DF DECISÃO CLASSE PODER JUDICIÁRIO : MANDADO DE SEGURANÇA PROCESSO : Nº 67184-07.2011.4.01.3400 IMPTE IMPDO JUÍZO : ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE SUPERMERCADOS-ABRAS : SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL : 6ª VARA

Leia mais

Vistos, etc. Pois bem.

Vistos, etc. Pois bem. PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 10ª REGIÃO 3ª Vara do Trabalho de Brasília - DF RTOrd 0000494-56.2017.5.10.0003 RECLAMANTE: GERARDO ALVES LIMA FILHO RECLAMADO: FEDERACAO

Leia mais

Gabinete Desembargadora Sandra Regina Teodoro Reis MANDADO DE SEGURANÇA Nº ( )

Gabinete Desembargadora Sandra Regina Teodoro Reis MANDADO DE SEGURANÇA Nº ( ) MANDADO DE SEGURANÇA Nº. 418065-30.2015.8.09.0000 COMARCA GOIÂNIA IMPETRANTE M A A IMPETRADO SECRETÁRIO DE SAÚDE DO ESTADO DE GOI- ÁS RELATORA Desembargadora Sandra Regina Teodoro Reis DECISÃO Cuida-se

Leia mais

MANDADO DE SEGURANÇA N.º , DE CURITIBA - 10ª VARA CRIMINAL

MANDADO DE SEGURANÇA N.º , DE CURITIBA - 10ª VARA CRIMINAL MANDADO DE SEGURANÇA N.º 1.167.506-6, DE CURITIBA - 10ª VARA CRIMINAL Impetrante: GOOGLE BRASIL INTERNET LTDA. Autoridade Coatora: JUIZ DE DIREITO DA 10ª VARA CRIMINAL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO 858.952 RIO GRANDE DO SUL RELATORA : MIN. CÁRMEN LÚCIA RECTE.(S) :ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROC.(A/S)(ES) :PROCURADOR-GERAL DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL RECDO.(A/S) :MARIA JUCIELI

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE RORAIMA Processo N

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE RORAIMA Processo N MANDADO DE SEGURANÇA COLETIVO Requerente(s): SINDICATO DOS SERVIDORES DO DEPARTAMENTO DE POLICIA FEDERAL EM RORAIMA Advogado (s): ALESSANDRO ANDRADE LIMA Requerido (s): SUPERINTENDENTE DO DEPARTAMENTO

Leia mais

COMARCA DE PORTO ALEGRE 6ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA 1º JUIZADO PROCESSO Nº 001/ NATUREZA: IMPETRANTE: IMPETRADO:

COMARCA DE PORTO ALEGRE 6ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA 1º JUIZADO PROCESSO Nº 001/ NATUREZA: IMPETRANTE: IMPETRADO: COMARCA DE PORTO ALEGRE 6ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA 1º JUIZADO PROCESSO Nº 001/1.10.0126539-5 NATUREZA: IMPETRANTE: IMPETRADO: MANDADO DE SEGURANÇA NOVA PACK EMBALAGENS LTDA. DIRETOR DO DEPARTAMENTO DA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.511.655 - MG (2014/0298242-0) RELATOR : MINISTRO HUMBERTO MARTINS RECORRENTE : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL RECORRIDO : BANCO INTERAMERICANO DE DESENVOLVIMENTO ADVOGADO : SEM REPRESENTAÇÃO

Leia mais

PARECER Nº É o relatório.

PARECER Nº É o relatório. PARECER Nº 12769 CONCURSO FISCAL TRIBUTOS ESTADUAIS - C. 984/93. Impossibilidade de concessão de efeitos retroativos à nomeação determinada em decisões judiciais. Vêm à esta Procuradoria Geral do Estado,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO ÓRGÃO ESPECIAL

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO ÓRGÃO ESPECIAL PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO IMPETRADO: EXMO SR. GOVERNADOR DO ESTADO DO DECISÃO Trata-se de mandado de segurança interposto por REJANE DE ALMEIDA em face de EXMO SR. GOVERNADOR DO ESTADO DO E EXMO SR.

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça MANDADO DE SEGURANÇA Nº 19.568 - DF (2012/0268393-8) RELATOR IMPETRANTE ADVOGADO IMPETRADO INTERES. : MINISTRO HUMBERTO MARTINS : RADIO METROPOLITANA PAULISTA LTDA : PEDRO ULISSES COELHO TEIXEIRA E OUTRO(S)

Leia mais

PJe - Processo Judicial Eletrônico

PJe - Processo Judicial Eletrônico cnj.jus.br PJe - Processo Judicial Eletrônico Conselho Nacional de Justiça Autos: PEDIDO DE PROVIDÊNCIAS - 0007381-30.2016.2.00.0000 Requerente: SERGIO ROBERTO RONCADOR e outros TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO

Leia mais

: MINISTRO PRESIDENTE

: MINISTRO PRESIDENTE SUSPENSÃO DE TUTELA ANTECIPADA 800 RIO GRANDE DO SUL REGISTRADO REQTE.(S) PROC.(A/S)(ES) REQDO.(A/S) ADV.(A/S) INTDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MINISTRO PRESIDENTE :DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO :DEFENSOR PÚBLICO-GERAL

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal HABEAS CORPUS 137.078 SÃO PAULO RELATORA PACTE.(S) IMPTE.(S) ADV.(A/S) COATOR(A/S)(ES) : MIN. ROSA WEBER :RENAN SILVA DOS SANTOS :DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO :DEFENSOR PÚBLICO-GERAL DO ESTADO

Leia mais

O agravo de instrumento no novo CPC

O agravo de instrumento no novo CPC O agravo de instrumento no novo CPC Advogado; GILBERTO GOMES BRUSCHI Mestre e Doutor em Processo Civil pela PUC/SP; Sócio efetivo do Instituto Brasileiro de Direito Processual (IBDP); Membro do Centro

Leia mais

Direito Processual Tributário

Direito Processual Tributário CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ON-LINE EM Direito Processual Tributário Processo Judicial Tributário I Camila Vergueiro Catunda CICLO DE VIDA DA OBRIGAÇÃO TRIBUTÁRIA Constituição Federal - competências

Leia mais

ACÓRDÃO. São Paulo, 14 de março de Cristina Cotrofe Relatora Assinatura Eletrônica

ACÓRDÃO. São Paulo, 14 de março de Cristina Cotrofe Relatora Assinatura Eletrônica Registro: 2016.0000161420 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2005417-41.2016.8.26.0000, da Comarca de Piracicaba, em que é agravante RENATO ANDRE ZUIN, é agravado

Leia mais