Ao abrigo deste protocolo, os escuteiros do CNE têm acesso a um conjunto de condições que favorizam e estimulam o uso do comboio.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ao abrigo deste protocolo, os escuteiros do CNE têm acesso a um conjunto de condições que favorizam e estimulam o uso do comboio."

Transcrição

1 De: Secretário Nacional para a Gestão Para: Agrupamentos, Juntas de Núcleo e Juntas Regionais Circular: , de 9 de junho Assunto: Protocolo CNE-CP Comboios de Portugal Caros Dirigentes As melhores saudações. O CNE e a CP Comboios de Portugal firmaram um protocolo que tem por objeto regular as condições comerciais de transporte dos escuteiros do CNE, quer em viagens individuais, quer em viagens de grupo, nos comboios dos serviços Intercidades, InterRegional e Regional. Ao abrigo deste protocolo, os escuteiros do CNE têm acesso a um conjunto de condições que favorizam e estimulam o uso do comboio. Assim, a título individual e fora de atividades escutistas, a CP concede 30% de desconto sobre os preços de tabela. As reservas podem ser feitas nas bilheteiras apresentando o cartão de associado do CNE ou pela internet utilizando o código de reserva a informar oportunamente. Em trânsito, o escuteiro poderá ser solicitado a apresentar o seu cartão de associado e documento de identificação adequado Já em termos de viagens de grupo, o número mínimo é de 5 elementos (contra os 10 normais). As reservas são feitas por e estão sujeitas a procedimentos próprios. Há, ainda, dias preferenciais para preços mais baratos (a orçamentar casuisticamente): terças, quartas, quintas e sábados. Estas são algumas das vantagens deste protocolo, a que se juntam as demais condições normais que a CP apresenta, dentre um vasto leque de ofertas (www.cp.pt). O protocolo completo e o resumo das condições nele contidas estão em anexo a esta circular. Para qualquer esclarecimento ou informação complementar sobre esta campanha, devem contactar o Secretário Executivo João Teixeira ; ). Sem outro assunto, fico Sempre Alerta para Servir Manuel Lavadinho Secretário Nacional para a Gestão Anexo: os referidos.

2 PROTOCOLO DE TRANSPORTE PARA ELEMENTOS DO CORPO NACIONAL DE ESCUTAS CP LONGO CURSO N.º 03-S/2015 VMRLC Entre: 1.º CP Comboios de Portugal, E.P.E., com sede na Calçada do Duque nº. 20, em Lisboa, com o número único de pessoa colectiva e de matrícula na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa , neste ato representada pelo senhor Eng.º Carlos Manuel Teles de Leão Mendes, na qualidade de Diretor-Geral da Direção-Geral de Produção e Negócio, e 2.º CNE - Corpo Nacional de Escutas, pessoa coletiva n.º , matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa, sob igual número, com sede na Rua D. Luís I, nº 34, em Lisboa, representada pelo senhor Dr. António Norberto Correia, na qualidade de Chefe Nacional, adiante designada por CNE ou Segundo Outorgante. É, livremente e de boa-fé, celebrado o presente protocolo nos termos das cláusulas seguintes: Cláusula 1.ª Objeto O presente protocolo tem por objeto regular as condições comerciais de transporte dos escuteiros do Corpo Nacional de Escutas, quer em viagens individuais, quer em viagens de grupo. Cláusula 2.ª Condições comerciais das viagens individuais 1. Nas viagens que efetuem - descontextualizadas das atividades escutistas e a título individual - nos comboios dos serviços Intercidades, InterRegional e Regional, na altura da aquisição do bilhete, a CP concede aos escuteiros do CNE um desconto de 30%, relativamente aos preços das tabelas em vigor na CP, sujeito a arredondamento aos cinquenta cêntimos superiores.

3 2. A prova do benefício ao desconto será efetuada mediante a apresentação do cartão de identificação do CNE (anexo I). 3. Os bilhetes estabelecidos ao abrigo desta cláusula poderão ser adquiridos: a) Nas bilheteiras das estações com venda de bilhetes de longo curso. Para o efeito, o requisitante deverá apresentar nas bilheteiras o cartão do CNE. b) Através da Internet. Para o efeito, o requisitante deverá utilizar o código de utilizador fornecido pela CP. 4. Não é permitido utilizar o Cheque Trem nem Requisições de Transporte como forma de pagamento. 5. Este desconto não é cumulável com quaisquer outros. 6. Em trânsito, obriga-se o portador de título de transporte emitido ao abrigo deste Protocolo à apresentação do cartão referido no ponto 2 desta cláusula e de documento comprovativo da sua identidade (Bilhete de Identidade, Carta de Condução, Passaporte ou Cartão do Cidadão). Cláusula 3.ª Condições comerciais das viagens de grupo 1. A CP concede aos grupos do CNE condições preferenciais nas viagens de comboio, sempre que estas se realizem às terças, quartas, quintas e sábados, nos serviços Intercidades, InterRegional e Regional. 2. Os grupos deverão ser constituídos por um mínimo de cinco elementos. Cláusula 4.ª Instruções para a aquisição de bilhetes de grupo 1. Antecipadamente, o representante do grupo contacta a CP por para com indicação da viagem pretendida, data de realização, horário e número de participantes e identificação do grupo. 2. A CP envia resposta, por , com a seguinte informação: horário do comboio, orçamento, dia e local de emissão do bilhete, formas de pagamento e NIB para transferência bancária, se for caso disso. 3. Todo e qualquer procedimento a acordar para a emissão, levantamento, faturação e pagamento, relativa ao bilhete será comunicada por para o representante do grupo.

4 Cláusula 5.ª Obrigações de Divulgação O Segundo Outorgante obriga-se a promover e divulgar o tráfego ferroviário de passageiros da seguinte forma: a. Divulgação do transporte ferroviário como meio preferencial nas deslocações dos Agrupamentos e outras estruturas do CNE para eventos de iniciativa local, de núcleo, regional ou nacional, designadamente em Campos Escutistas. b. Divulgação da CP Comboios de Portugal como parceiro no portal CNE. c. Divulgação da CP Comboios de Portugal como parceiro do CNE na página de Facebook do Movimento. d. Divulgação da CP Comboios de Portugal como parceiro na Revista Flor de Lis. Cláusula 6.ª Rescisão Em caso de não cumprimento das obrigações emergentes do presente protocolo, pode qualquer das partes proceder à sua rescisão, mediante carta registada com aviso de receção após aviso à parte faltosa para cumprir a obrigação, em prazo não inferior a 10 dias úteis. Cláusula 9.ª Duração do protocolo 1. O presente protocolo é celebrado para vigorar entre o dia 1 de junho de 2015 e o dia 31 de maio de 2016, podendo qualquer das partes denunciá-lo por carta registada com aviso de recepção, mediante o pré-aviso de 1 mês. 2. Salvo denúncia, nos termos do nº 1, o presente protocolo é renovado automaticamente por iguais períodos. Cláusula 10.ª Foro Competente Para resolução de quaisquer dúvidas ou divergências que surgirem na interpretação ou execução do contrato, as partes acordam que o Tribunal competente será o da Comarca de Lisboa, com expressa renúncia a qualquer outro.

5 Cláusula 11.ª Correspondência Salvo nos casos em que outra modalidade esteja prevista no presente contrato, as comunicações entre as partes serão dirigidas a: Primeiro Outorgante: CP Longo Curso Vendas e Mercado Av. Infante D. Henrique, nº. 73, LISBOA, Telefone n.º ou Fax n.º ; Segundo Outorgante: Corpo Nacional de Escutas Secretaria Nacional para a Gestão Rua D. Luís I, nº 34, Lisboa Telefone n.º ou Fax n.º ; Feito e assinado em Lisboa, aos 23 de maio de 2015, em duplicado, ficando um dos originais na posse da CP Comboios de Portugal, E.P.E. e o outro na posse do CNE.

6 Protocolo CNE_CP Resumo 1. O Protocolo regula as viagens individuais e de grupo de associados do CNE nas viagens de longo curso - comboios dos serviços Intercidades, InterRegional e Regional. 2. Duração do protocolo: 12 meses (1/6/ /5/2016). Renovável. 3. Viagens individuais: Desconto Escuteiro - fora de atividades escutistas, a CP concede desconto de 30% no ato de compra, não acumulável com quaisquer outros: a) Nas bilheteiras de longo curso, contra a apresentação do cartão de associado. b) Pela internet, utilizando o código de utilizador fornecido pela CP. c) Em trânsito, o escuteiro poderá ser solicitado a apresentar o seu cartão de associado e documento de identificação adequado. 4. Viagens de grupo: mínimo de 5 pax (normal: 10 pax). Condições preferenciais nas viagens de grupo às terças, quartas, quintas e sábados. 5. Noutros dias, aos grupos de escuteiros, aplicar-se-ão as tabelas de descontos em vigor para grupos ordinários. 6. Reservas e pagamentos de viagens de grupo: a) Antecipadamente, o representante do grupo contacta a CP por para com indicação da viagem pretendida, data de realização, horário e número de participantes e identificação do grupo. b) A CP envia resposta, por , com a seguinte informação: horário do comboio, orçamento, dia e local de emissão do bilhete, formas de pagamento e NIB para transferência bancária, se for caso disso. c) Todo e qualquer procedimento a acordar para a emissão, levantamento, faturação e pagamento relativa ao bilhete será comunicada por para o representante do grupo. d) As viagens devem ser pagas até ao momento de levantamento dos bilhetes. 7. A CP analisará a possibilidade de alargamento do protocolo aos comboios urbanos de Lisboa e Porto. 8. Contrapartidas pelo CNE: a) Divulgação do transporte ferroviário como meio preferencial nas deslocações dos Agrupamentos e outras estruturas do CNE para eventos de iniciativa local, de núcleo, regional ou nacional, designadamente em Campos Escutistas. b) Divulgação da CP Comboios de Portugal como parceiro no portal CNE. c) Divulgação da CP Comboios de Portugal como parceiro do CNE na página de Facebook do Movimento. d) Divulgação da CP Comboios de Portugal como parceiro na Revista Flor de Lis.

Minuta CONTRATO PROMESSA COMPRA E VENDA

Minuta CONTRATO PROMESSA COMPRA E VENDA Entre: ANEXO II DO PROCEDIMENTO 02/IPP/2017 Minuta CONTRATO PROMESSA COMPRA E VENDA PRIMEIRA Infraestruturas de Portugal, S.A., matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa sob o número

Leia mais

CONCESSÃO DO PRÉDIO URBANO NA RUA DO ARNADO - COIMBRA TERMOS DE REFERÊNCIA

CONCESSÃO DO PRÉDIO URBANO NA RUA DO ARNADO - COIMBRA TERMOS DE REFERÊNCIA CONCESSÃO DO PRÉDIO URBANO NA RUA DO ARNADO - COIMBRA TERMOS DE REFERÊNCIA 1 TERMOS DE REFERÊNCIA REGRAS DO PROCEDIMENTO Artigo 1.º Finalidade Destinam-se os presentes TERMOS DE REFERÊNCIA a regular o

Leia mais

ACORDO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE

ACORDO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE ACORDO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE Entre: 1. José de Mello Saúde Sociedade Gestora de Participações Sociais, S.A., com sede na Avenida Infante Santo, nº 34, 8º andar, em Lisboa, com o capital social

Leia mais

ANEXO II MODELO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE RECOLHA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS E LIMPEZA URBANA PELA EGEO TECNOLOGIA E AMBIENTE, S.A.

ANEXO II MODELO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE RECOLHA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS E LIMPEZA URBANA PELA EGEO TECNOLOGIA E AMBIENTE, S.A. REGULAMENTO TARIFÁRIO E DE EXPLORAÇÃO DA CONCESSÃO DOS SERVIÇOS DE LIMPEZA URBANA E RECOLHA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS NA ÁREA DE JURISDIÇÃO DA APL -ADMINISTRAÇÃO DO PORTO DE LISBOA, S.A. ANEXO II MODELO

Leia mais

Sindicato Nacional dos Professores Licenciados pelos Politécnicos e Universidades P R O T O CO L O

Sindicato Nacional dos Professores Licenciados pelos Politécnicos e Universidades P R O T O CO L O P R O T O CO L O Primeira Outorgante Zurich Companhia de Seguros, S.A., com sede na Rua Barata Salgueiro, 41, 1269-058 em Lisboa, Pessoa Colectiva nº 500 528 586, matriculada na Conservatória do Registo

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE CILDOC e a UNIÃO DAS IPSS de SETÚBAL ASSOCIADOS

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE CILDOC e a UNIÃO DAS IPSS de SETÚBAL ASSOCIADOS PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE CILDOC e a UNIÃO DAS IPSS de SETÚBAL ASSOCIADOS 1 Protocolo de Cooperação Entre, CILDOC, LDA, com sede, em Lisboa, na Rua Professor Alfredo de Sousa, n.º 2, inscrita na Conservatória

Leia mais

Minuta CONTRATO PROMESSA COMPRA E VENDA

Minuta CONTRATO PROMESSA COMPRA E VENDA Entre: PRIMEIRA ANEXO III DO PROCEDIMENTO 03/IP/2017 Minuta CONTRATO PROMESSA COMPRA E VENDA Infraestruturas de Portugal, S.A., matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa sob o número

Leia mais

[ ], [estado civil], residente na [ ], contribuinte fiscal n.º [ ], portadora do cartão de cidadão

[ ], [estado civil], residente na [ ], contribuinte fiscal n.º [ ], portadora do cartão de cidadão CONTRATO DE ARRENDAMENTO COMERCIAL [ ], [estado civil], residente na [ ], contribuinte fiscal n.º [ ], portador do cartão de cidadão n.º [ ], válido até [ ], contrata na qualidade de locador, doravante

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A PRECISION - Oficina Automóvel. 1. Preâmbulo

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A PRECISION - Oficina Automóvel. 1. Preâmbulo " PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A PRECISION - Oficina Automóvel. 1. Preâmbulo A celebração do presente protocolo tem como objectivo assegurar aos militares e aos trabalhadores do mapa de pessoal

Leia mais

CONTRATO N.º 74 FORNECIMENTO DE CATETER DE ABLAÇÃO RENAL

CONTRATO N.º 74 FORNECIMENTO DE CATETER DE ABLAÇÃO RENAL CONTRATO N.º 74 FORNECIMENTO DE CATETER DE ABLAÇÃO RENAL Entre Hospital Garcia de Orta, E.P.E., com sede na Av. Torrado da Silva, Pragal, 2801-951 Almada, pessoa colectiva n.º 506 361 470, registada na

Leia mais

Anexo I Contrato-Tipo de Participação no BPnet. CONTRATO DE PARTICIPAÇÃO NO BPnet

Anexo I Contrato-Tipo de Participação no BPnet. CONTRATO DE PARTICIPAÇÃO NO BPnet Anexo à Instrução nº 30/2002 Anexo I Contrato-Tipo de Participação no BPnet CONTRATO DE PARTICIPAÇÃO NO BPnet No âmbito do BPnet é estabelecido entre o BANCO DE PORTUGAL, pessoa colectiva de direito público

Leia mais

PROTOCOLO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

PROTOCOLO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROTOCOLO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Entre: APAVT - Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo, com sede em Lisboa, na Rua Duque de Palmela, 2-1º Dtº, pessoa colectiva n.º 500910839, adiante

Leia mais

Regulamento da Biblioteca Escolar nos CTT. CTT Correios de Portugal, S.A. Sociedade Aberta

Regulamento da Biblioteca Escolar nos CTT. CTT Correios de Portugal, S.A. Sociedade Aberta Regulamento da Biblioteca Escolar nos CTT I. Objetivo 1. A Biblioteca Escolar nos CTT é um projeto desenvolvido pela: CTT Correios de Portugal, S.A. Sociedade Aberta Av. D. João II lote 1.12.03, 1999-001

Leia mais

PROPOSTA DE PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E O CENTRO DE CULTURA PEDRO ÁLVARES CABRAL

PROPOSTA DE PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E O CENTRO DE CULTURA PEDRO ÁLVARES CABRAL PROPOSTA DE PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E O CENTRO DE CULTURA PEDRO ÁLVARES CABRAL Considerando que: a) nos termos da Lei 75/2013 de 12 de Setembro que estabeleceu o regime

Leia mais

DIREÇÃO-GERAL DE PRODUÇÃO E NEGÓCIO

DIREÇÃO-GERAL DE PRODUÇÃO E NEGÓCIO INSTRUÇÃO COMERCIAL Nº 01/2016 - DGP Lista de Distribuição CP Longo Curso e Regional, CP Regional, CP Porto, CP Lisboa, Direção-Geral de Produção e Negócio Entrada em vigor 2016-01-01 Lista de Distribuição

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA PARA AS INSTALAÇÕES DA DGSS PARTE I CÁUSULAS JURÍDICAS

CADERNO DE ENCARGOS AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA PARA AS INSTALAÇÕES DA DGSS PARTE I CÁUSULAS JURÍDICAS CADERNO DE ENCARGOS AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA PARA AS INSTALAÇÕES DA DGSS Referência: Manutenção das instalações - DGSS/2014 PARTE I CÁUSULAS JURÍDICAS Cláusula 1ª Objeto

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E A FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREGUESIA DE SÃO PEDRO DO CONCELHO DE MANTEIGAS

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E A FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREGUESIA DE SÃO PEDRO DO CONCELHO DE MANTEIGAS PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E A FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREGUESIA DE SÃO PEDRO DO CONCELHO DE MANTEIGAS Considerando que: a) nos termos do disposto no artigo 23º da Lei

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE GRUPO STS E ASSOCIAÇÃO DE ESPECIALISTAS DA FORÇA AÉREA

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE GRUPO STS E ASSOCIAÇÃO DE ESPECIALISTAS DA FORÇA AÉREA PROTOCOLO D COOPRAÇÃO NTR ASSOCIAÇÃO D SPCIALISTAS DA FORÇA AÉRA ntre ASSOCIAÇÃO D SPCIALISTAS DA FORÇA AÉRA, registado sob o número de identificação fiscal e de pessoa coletiva 500931496, com sede na

Leia mais

CONTRATO DE TRABALHO A TERMO CERTO

CONTRATO DE TRABALHO A TERMO CERTO ENTRE: CONTRATO DE TRABALHO A TERMO CERTO Ida e Volta Portugal, Lda., com sede em Rua do Forte, pessoa colectiva número XXX, matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa sob o mesmo número,

Leia mais

Complexo da Calçada do Duque nº 14, 16, 18 e 20 em Lisboa REGRAS E CONDIÇÕES DE VENDA. Artigo 1.º Objeto

Complexo da Calçada do Duque nº 14, 16, 18 e 20 em Lisboa REGRAS E CONDIÇÕES DE VENDA. Artigo 1.º Objeto Complexo da Calçada do Duque nº 14, 16, 18 e 20 em Lisboa REGRAS E CONDIÇÕES DE VENDA Artigo 1.º Objeto As presentes condições de venda destinam-se a estabelecer as normas pelas quais a CP - Comboios de

Leia mais

Cláusula Segunda Prazo O prazo para execução do presente contrato é 365 (trezentos e sessenta e cinco) dias a contra da data da consignação.

Cláusula Segunda Prazo O prazo para execução do presente contrato é 365 (trezentos e sessenta e cinco) dias a contra da data da consignação. CONTRATO DE EMPREITADA DE OBRA PÚBLICA Nº 135/2016 0103/DOM/DEM/15 REPARAÇÕES DIVERSAS DE CONSTRUÇÃO CIVIL EM ESCOLAS E JARDINS DE INFÂNCIA DO MUNICÍPIO DE OEIRAS Entre: Município de Oeiras, Pessoa Colectiva

Leia mais

para a gestão de um sistema integrado de resíduos de embalagens, válida até 31

para a gestão de um sistema integrado de resíduos de embalagens, válida até 31 CONTRATO DE UTILIZAÇÃO DA MARCA NOVO VERDE Entre: NOVO VERDE - SOCIEDADE GESTORA DE RESÍDUOS DE EMBALAGENS, S.A., sociedade comercial anónima, com sede no Centro Empresarial Ribeira da Penha Longa, Rua

Leia mais

Lisboa, 15 de janeiro de Estimado(a) Cliente,

Lisboa, 15 de janeiro de Estimado(a) Cliente, Lisboa, 15 de janeiro de 2013 Estimado(a) Cliente, Informamos que o Preçário será atualizado nos termos a seguir indicados, com entrada em vigor a partir do dia 23 de abril de 2013, com exceção das comissões

Leia mais

CATEGORIA: LIVRARIAS CATEGORIA: INFORMÁTICA CATEGORIA: PRIMEIROS SOCORROS 1. CRUZ VERMELHA PORTUGUESA (CVP) (Atualizado em fevereiro de 2017)

CATEGORIA: LIVRARIAS CATEGORIA: INFORMÁTICA CATEGORIA: PRIMEIROS SOCORROS 1. CRUZ VERMELHA PORTUGUESA (CVP) (Atualizado em fevereiro de 2017) (Atualizado em fevereiro de 2017) CATEGORIA: LIVRARIAS 1. PRINCIPIA EDITORA Desconto: 10% adicional a acumular com outros descontos existentes (não é válido para produtos outlet e para livros que tenham

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A CARHOST. 1. Preâmbulo

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A CARHOST. 1. Preâmbulo / CARHOSl A sua Oficina de Confiança PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A CARHOST 1. Preâmbulo A celebração do presente protocolo tem como objectivo assegurar aos militares e aos trabalhadores do mapa

Leia mais

*************************************

************************************* CONTRATO Contrato nº: 228/2014 Ajuste Directo nº : 5410215/2014 Fornecimento de: Perfluoron Octane 100% Frs 5 Ml Firma: Optifar Importação e Exportação, Ld.ª Valor contratual: 17.327,50 (dezassete mil

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO. Entre. a Direção-Geral da Educação Ministério da Educação e Ciência

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO. Entre. a Direção-Geral da Educação Ministério da Educação e Ciência PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO Entre a Direção-Geral da Educação Ministério da Educação e Ciência e o Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. Ministério dos Negócios Estrangeiros para promover a consolidação

Leia mais

Minuta de Contrato do Procedimento por Ajuste Direto nº 35/2015 com Convite a. Entre:

Minuta de Contrato do Procedimento por Ajuste Direto nº 35/2015 com Convite a. Entre: Minuta de Contrato do Procedimento por Ajuste Direto nº 35/2015 com Convite a Um Interessado para Aquisição de Serviços de Animação Turística e de Transportes de Técnicos e Artistas no âmbito do Festival

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Nº 01/2016 FORNECIMENTO DE GASÓLEO RODOVIÁRIO E GASOLINA SEM CHUMBO 95

CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Nº 01/2016 FORNECIMENTO DE GASÓLEO RODOVIÁRIO E GASOLINA SEM CHUMBO 95 CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Nº 01/2016 FORNECIMENTO DE GASÓLEO RODOVIÁRIO E GASOLINA SEM CHUMBO 95 Conteúdo Cláusula 1ª - Objeto do Contrato... 3 Cláusula 2ª Contrato... 3 Cláusula 3ª - Prazo...

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO DE GESTÃO ACESSO E PERMANÊNCIA DA ACTIVIDADE DE INSPECÇÃO TÉCNICA A VEÍCULOS

MINUTA DE CONTRATO DE GESTÃO ACESSO E PERMANÊNCIA DA ACTIVIDADE DE INSPECÇÃO TÉCNICA A VEÍCULOS MINUTA DE CONTRATO DE GESTÃO ACESSO E PERMANÊNCIA DA ACTIVIDADE DE INSPECÇÃO TÉCNICA A VEÍCULOS O primeiro outorgante, o Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres, I.P., doravante designado

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL EXÉRCITO MANUTENÇÃO MILITAR

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL EXÉRCITO MANUTENÇÃO MILITAR MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL EXÉRCITO MANUTENÇÃO MILITAR Entre: MANUTENÇÃO MILITAR (MM), Estabelecimento Fabril do Exército, com Sede na Rua do Grilo nº 84, 1950-146 Lisboa, Titular do NIPC 600012000,

Leia mais

Protocolo de Cooperação. entre COMITÉ OLÍMPICO DE PORTUGAL INSTITUTO CIVIL DA AUTODISCIPLINA DA COMUNICAÇÃO COMERCIAL

Protocolo de Cooperação. entre COMITÉ OLÍMPICO DE PORTUGAL INSTITUTO CIVIL DA AUTODISCIPLINA DA COMUNICAÇÃO COMERCIAL Protocolo de Cooperação entre COMITÉ OLÍMPICO DE PORTUGAL e INSTITUTO CIVIL DA AUTODISCIPLINA DA COMUNICAÇÃO COMERCIAL ENTRE: Comité Olímpico de Portugal, instituição de utilidade pública, com personalidade

Leia mais

Formulário Societário de Declaração de Participação em Assembleia Geral 1

Formulário Societário de Declaração de Participação em Assembleia Geral 1 Formulário Societário de Declaração de Participação em Assembleia Geral 1 Presidente da Mesa da Assembleia Geral da CIMPOR CIMENTOS DE PORTUGAL, SGPS, S.A. Rua Alexandre Herculano, nº 35 1250 009 LISBOA

Leia mais

PROTOCOLO DE PARCERIA

PROTOCOLO DE PARCERIA PROTOCOLO DE PARCERIA ENTRE: Anjos da Noite, Lda, com sede Rua D. Luís de Noronha, nº 4; 6º andar, com o nº de contribuinte 501547827 designado por Anjos da Noite e Jerónimo Martins, SGPS, SA, com sede

Leia mais

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE PONTE DE LIMA CENTRO COMUNITÁRIO DE ARCOZELO

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE PONTE DE LIMA CENTRO COMUNITÁRIO DE ARCOZELO SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE PONTE DE LIMA CENTRO COMUNITÁRIO DE ARCOZELO CONTRATO DE ALOJAMENTO E PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DA RESPOSTA SOCIAL ESTRUTURA RESIDENCIAL PARA PESSOAS IDOSAS Entre: Santa Casa

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE FORNECIMENTO DE INFORMAÇÃO TERRITORIAL OFICIAL

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE FORNECIMENTO DE INFORMAÇÃO TERRITORIAL OFICIAL CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE FORNECIMENTO DE INFORMAÇÃO TERRITORIAL OFICIAL Contrato n.º Considerando, que: A Direção-Geral do Território (DGT) é o organismo público nacional responsável pela prossecução

Leia mais

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE PONTE DE LIMA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DA RESPOSTA SOCIAL CRECHE

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE PONTE DE LIMA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DA RESPOSTA SOCIAL CRECHE SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE PONTE DE LIMA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DA RESPOSTA SOCIAL CRECHE Entre: Santa Casa da Misericórdia de Ponte de Lima, entidade com regime de Instituição Particular

Leia mais

CONTRATO POR TEMPO INDETERMINADO

CONTRATO POR TEMPO INDETERMINADO CONTRATO POR TEMPO INDETERMINADO Ao décimo sétimo dia do mês de Maio do ano de dois mil e dez, entre: A ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SAÚDE DO NORTE, I. P., pessoa colectiva n.º 503 135 593, com sede na Rua

Leia mais

PRIMEIRA (OBRIGAÇÕES DA PRIMEIRA OUTORGANTE)

PRIMEIRA (OBRIGAÇÕES DA PRIMEIRA OUTORGANTE) PROTOCOLO BANIF BANCO INTERNACIONAL DO FUNCHAL E A SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA, ATRAVÉS DA ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DONA LUCINDA ANDRADE Entre: Escola Básica e Secundária Dona Lucinda de

Leia mais

AJUSTE DIRECTO/2014/18

AJUSTE DIRECTO/2014/18 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E ALUGUER DE PALCOS, CAMARINS E OUTROS EQUIPAMENTOS PARA INICIATIVA "CAIS DE FADO" A INSTALAR NA SERRA DO PILAR E MARGINAL DE GAIA AJUSTE DIRECTO/2014/18 CONTRAENTES:

Leia mais

CONTRATO PROMESSA DE COMPRA E VENDA

CONTRATO PROMESSA DE COMPRA E VENDA CONTRATO PROMESSA DE COMPRA E VENDA Entre: --------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- [nome completo], portador do cartão de cidadão

Leia mais

A entrega anual do CRC deve ser feita a par com o censo anual do CNE conforme determinação da Junta Central de 30 de setembro de 2015 (ver OSN 654).

A entrega anual do CRC deve ser feita a par com o censo anual do CNE conforme determinação da Junta Central de 30 de setembro de 2015 (ver OSN 654). De: Para: Assunto: Serviços Administrativos da Chefes de Agrupamento Certificado Registo Criminal perguntas frequentes Data: 25-11-2016 Circular: SRGA-1-2016 Caro Chefe de Agrupamento, A pedido da Junta

Leia mais

INAPA INVESTIMENTOS, PARTICIPAÇÕES E GESTÃO, S.A. (sociedade aberta)

INAPA INVESTIMENTOS, PARTICIPAÇÕES E GESTÃO, S.A. (sociedade aberta) INAPA INVESTIMENTOS, PARTICIPAÇÕES E GESTÃO, S.A. (sociedade aberta) Sede: Rua Braamcamp, n.º 40 9.º D, 1250-050 Lisboa Capital social: 180 135 111,43 Número único de pessoa colectiva e de matrícula na

Leia mais

ASSUNTO: ARRENDAMENTO FRAÇÃO NA RUA RODRIGUES SAMPAIO

ASSUNTO: ARRENDAMENTO FRAÇÃO NA RUA RODRIGUES SAMPAIO CIRCULAR Nº 110/2012 (SA) RF/MS/RC Lisboa, 15 de Novembro de 2012 ASSUNTO: ARRENDAMENTO FRAÇÃO NA RUA RODRIGUES SAMPAIO Caro Associado, Como é do V/ conhecimento a APAVT é proprietária de uma fração sita

Leia mais

PROTOCOLO DE ESTÁGIO DE VERÃO

PROTOCOLO DE ESTÁGIO DE VERÃO PROTOCOLO DE ESTÁGIO DE VERÃO Entre: *** com sede na..., pessoa colectiva nº..., matriculada na Conservatória do Registo Comercial de... sob o nº..., com o capital social de Euros..., de ora em diante

Leia mais

Ficha de Protocolo. Serviços/Produtos: Prestação de Serviços de Psicologia, Terapia da Fala, Reabilitação Psicomotora e Apoio Pedagógico

Ficha de Protocolo. Serviços/Produtos: Prestação de Serviços de Psicologia, Terapia da Fala, Reabilitação Psicomotora e Apoio Pedagógico Ficha de Protocolo Resumo do Protocolo Entidade: APOIOXXI Centro de Apoio Psicopedagogico, Lda Local: Vila Nova de Gaia Serviços/Produtos: Prestação de Serviços de Psicologia, Terapia da Fala, Reabilitação

Leia mais

GUIA PRÁTICO PESSOA SINGULAR ALTERAÇÃO DE DADOS INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO PESSOA SINGULAR ALTERAÇÃO DE DADOS INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO PESSOA SINGULAR ALTERAÇÃO DE DADOS INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Pessoa Singular Alteração de Dados (1006 v4.27) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social,

Leia mais

Aos vinte e nove dias do mês de novembro de dois mil e treze, os seguintes outorgantes:

Aos vinte e nove dias do mês de novembro de dois mil e treze, os seguintes outorgantes: CONTRATO DE FORNECIMENTO DE SERVIÇOS DE PRODUÇÃO DE DOCUMENTO DE DESIGN E ACOMPANHAMENTO DE PRODUÇÃO DE JOGO ESTRATÉGICO PARA A REDE DE CASTELOS E MURALHAS DO MONDEGO Valor: 34.000,00 Aos vinte e nove

Leia mais

CONTRATO CESSÃO DE EXPLORAÇÃO

CONTRATO CESSÃO DE EXPLORAÇÃO CONTRATO CESSÃO DE EXPLORAÇÃO Primeiro Outorgante,.. com sede em.., N.º.., xxxx-xxx, com o NIF/NIPC xxx xxx xxx. Segundo Outorgante, JRG - Hotelaria, Lda, contribuinte n.º 506560821, com sede no Edifício

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO

CONTRATO DE FORNECIMENTO 1 CÂMARA MUNICIPAL MINUTA DE CONTRATO DE FORNECIMENTO Proc. n.º 22/2014-DPO/SP RECOLHA E TRANSPORTE DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS, LIMPEZA URBANA E LAVAGEM, DESINFEÇÃO E MANUTENÇÃO DE CONTENTORES, NO MUNICÍPIO

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE EQUIPAMENTO MOBILIÁRIO ADMINISTRATIVO E DE ESCRITÓRIO PARA A UCCI BENTO XVI

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE EQUIPAMENTO MOBILIÁRIO ADMINISTRATIVO E DE ESCRITÓRIO PARA A UCCI BENTO XVI CONTRATO DE FORNECIMENTO DE EQUIPAMENTO MOBILIÁRIO ADMINISTRATIVO E DE ESCRITÓRIO PARA A UCCI BENTO XVI ENTRE: Primeiro Contraente: União das Misericórdias Portuguesas, com sede na Rua de Entrecampos,

Leia mais

A publicidade do Passatempo será feita através do portal SAPO e das redes sociais.

A publicidade do Passatempo será feita através do portal SAPO e das redes sociais. Regulamento do Passatempo SAPO VIAGENS CONDIÇÕES A. OBJETO O presente Regulamento visa estabelecer os termos e condições aplicáveis ao Passatempo SAPO Viagens, em que a MEO Serviços de Comunicações e Multimédia,

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor - DECO, pessoa coletiva sem fins lucrativos, de utilidade pública, com sede na Rua da Artilharia Um, n.º 79 4º, 1269-160

Leia mais

Minuta de Contrato de Adesão ao Serviço de. Interruptibilidade. (ao abrigo da Portaria n.º 1309/2010)

Minuta de Contrato de Adesão ao Serviço de. Interruptibilidade. (ao abrigo da Portaria n.º 1309/2010) Minuta de Contrato de Adesão ao Serviço de Interruptibilidade (ao abrigo da Portaria n.º 1309/2010) Página 1 de 9 Condições Específicas do Contrato Entre A entidade identificada no Anexo e REN - Rede Eléctrica

Leia mais

PETRÓLEOS DE PORTUGAL PETROGAL, S.A. CONVOCATÓRIA

PETRÓLEOS DE PORTUGAL PETROGAL, S.A. CONVOCATÓRIA PETRÓLEOS DE PORTUGAL PETROGAL, S.A. Matriculada na Conservatória de Registo Comercial de Lisboa, sob o nº 523 Titular do Número de Identificação de Pessoa Colectiva 500 697 370 Capital Social de Esc.

Leia mais

Regulamento Gift Card Liga Surprise

Regulamento Gift Card Liga Surprise Regulamento Gift Card Liga Surprise A Sierra Portugal, S.A., (doravante Sierra Portugal) com sede na Torre Ocidente, Rua Galileu Galilei, n.º 2, 3º piso, freguesia de Carnide, concelho de Lisboa, matriculada

Leia mais

Caros Irmãos Escutas,

Caros Irmãos Escutas, Circular 10-1-048 de 06 de Abril De: Para: Assunto: Data: Secretário Nacional Pedagógico JJRR, JJNN, Agrupamentos, Mesas dos Conselhos Nacional, Regionais e Núcleo, Formadores Acções de Formação Membros

Leia mais

EXERCÍCIO DA ATIVIDADE DE INTERMEDIAÇÃO DE MEDICAMENTOS DE USO HUMANO REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA

EXERCÍCIO DA ATIVIDADE DE INTERMEDIAÇÃO DE MEDICAMENTOS DE USO HUMANO REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA EXERCÍCIO DA ATIVIDADE DE INTERMEDIAÇÃO DE MEDICAMENTOS DE USO HUMANO REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA A intermediação de medicamentos é qualquer atividade ligada à venda ou compra de medicamentos, com exceção

Leia mais

CONTRATO PROMESSA DE COMPRA E VENDA (MINUTA TIPO)

CONTRATO PROMESSA DE COMPRA E VENDA (MINUTA TIPO) CONTRATO PROMESSA DE COMPRA E VENDA (MINUTA TIPO) Entre: ESTAMO PARTICIPAÇÕES IMOBILIÁRIAS, S.A., pessoa colectiva com o número único de matricula e de identificação de pessoa colectiva 503.152.544, com

Leia mais

CP/UNIVERSIDADE DE COIMBRA

CP/UNIVERSIDADE DE COIMBRA ACORDO CP/UNIVERSIDADE DE COIMBRA SERVIÇO ALFA PENDULAR O Comboio Alfa Pendular pertence à geração de comboios de pendulação activa e introduziu em Portugal um novo conceito de viagem. As condições existentes

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS. Creche

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS. Creche Entre CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Creche PRIMEIRO OUTORGANTE: Centro Social Rocha Barros, Instituição Particular de Solidariedade Social, pessoa colectiva n.º 501182560 com sede em Góis, devidamente

Leia mais

DIREÇÃO REGIONAL DA SOLIDARIEDADE SOCIAL

DIREÇÃO REGIONAL DA SOLIDARIEDADE SOCIAL CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Entre, de uma parte, a Direção Regional da Solidariedade Social, com sede no Solar dos Remédios, 9701-855 Angra do Heroísmo, Concelho de Angra do Heroísmo, representado

Leia mais

S.R. DO AMBIENTE E DO MAR Portaria n.º 53/2012 de 14 de Maio de 2012

S.R. DO AMBIENTE E DO MAR Portaria n.º 53/2012 de 14 de Maio de 2012 S.R. DO AMBIENTE E DO MAR Portaria n.º 53/2012 de 14 de Maio de 2012 O Decreto Legislativo Regional n.º 29/2010/A, de 9 de novembro, que institui o Quadro legal da pesca açoriana, regulamentou, no seu

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO PVE. (Artigo 2.º n.º2, do Decreto-Lei n. 170/2008, de 26 de agosto)

CONTRATO DE ADESÃO PVE. (Artigo 2.º n.º2, do Decreto-Lei n. 170/2008, de 26 de agosto) CONTRATO DE ADESÃO PVE (Artigo 2.º n.º2, do Decreto-Lei n. 170/2008, de 26 de agosto) Entre: Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. com sede em Alfragide, na Av. Leite de Vasconcelos,

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A ALI - ASSOCIAÇÃO DE APOIO DOMICILlÁRIO DE LARES E CASAS DE REPOUSO DE IDOSOS

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A ALI - ASSOCIAÇÃO DE APOIO DOMICILlÁRIO DE LARES E CASAS DE REPOUSO DE IDOSOS PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A ALI - ASSOCIAÇÃO DE APOIO DOMICILlÁRIO DE LARES E CASAS DE REPOUSO DE IDOSOS 1. Preâmbulo A celebração do presente protocolo tem como objectivo assegurar aos militares

Leia mais

Convocatória Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD Sociedade Aberta. Assembleia Geral

Convocatória Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD Sociedade Aberta. Assembleia Geral Convocatória Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD Sociedade Aberta Sociedade anónima desportiva, com sede no Estádio José Alvalade, Rua Professor Fernando da Fonseca, freguesia do Lumiar, em Lisboa,

Leia mais

Regulamento do Passatempo Regresso às Aulas

Regulamento do Passatempo Regresso às Aulas Regulamento do Passatempo Regresso às Aulas Cláusula Primeira A Canon Portugal S.A., com sede no Lagoas Park, Edifício 15, Piso 0 e 1, 2740-262 Porto Salvo, Oeiras, registada na Conservatória do Registo

Leia mais

IMPOSTOS INTERNACIONAIS

IMPOSTOS INTERNACIONAIS IMPOSTOS INTERNACIONAIS G A B I N E T E E S P E C I A L I Z A D O E M I V A I N T R A C O M U N I TÁ R I O CONTRATO DE REPRESENTAÇÃO DESTAC AMEN TOS PROF ISS ION A IS EM FRANÇA (TRANSPORTE INTERNACIONAL)

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE A UNEY UNIÃO DE ESCOLAS DE YOGA, LDA E A. EUROPACOLON PORTUGAL Associação de Luta contra o Cancro do Intestino

PROTOCOLO ENTRE A UNEY UNIÃO DE ESCOLAS DE YOGA, LDA E A. EUROPACOLON PORTUGAL Associação de Luta contra o Cancro do Intestino PROTOCOLO ENTRE A UNEY UNIÃO DE ESCOLAS DE YOGA, LDA E A EUROPACOLON PORTUGAL Associação de Luta contra o Cancro do Intestino 1.Preâmbulo A celebração do presente protocolo tem como objectivo assegurar

Leia mais

Universidade Portucalense Infante D. Henrique

Universidade Portucalense Infante D. Henrique Universidade Portucalense Infante D. Henrique Bolsas de Estudo Regulamento 1. Requisitos a cumprir para candidatura a) Não ser detentor de grau académico universitário; b) Não beneficiar de outra bolsa

Leia mais

diversificadas, proporcionando aos seus associados diversas vantagens e

diversificadas, proporcionando aos seus associados diversas vantagens e PROTOCOLO ENTRE: PRIMEIROOUTORGANTE- Dermo Relief Unipessoal, Lda., pessoa coletiva n." 513 407 774, com sede na Rua Francisco, Gentil, 20 B. Telheiras, 1600-626 Lisboa, matriculada na Conservatória do

Leia mais

Condições de Venda Fora das Farmácias de Medicamentos Para Uso Humano Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM)

Condições de Venda Fora das Farmácias de Medicamentos Para Uso Humano Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM) Condições de Venda Fora das Farmácias de Medicamentos Para Uso Humano Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM) O Decreto Lei n.º 134/2005, de 16 de agosto, aprovou o regime de venda de medicamentos não sujeitos

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE O INSTITUTO DA HABITAÇÃO E DA REABILITAÇÃO URBANA, I.P. E A CÂMARA MUNICIPAL DE CHAVES

PROTOCOLO ENTRE O INSTITUTO DA HABITAÇÃO E DA REABILITAÇÃO URBANA, I.P. E A CÂMARA MUNICIPAL DE CHAVES PROTOCOLO ENTRE O INSTITUTO DA HABITAÇÃO E DA REABILITAÇÃO URBANA, I.P. E A CÂMARA MUNICIPAL DE CHAVES Considerando que: - A reabilitação das áreas urbanas antigas, em especial os centros históricos, é

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE A FUNDAÇÃO PARA A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA, IP RELATIVO AO TRUSTED CERTIFICATE SERVICE NA FCT

PROTOCOLO ENTRE A FUNDAÇÃO PARA A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA, IP RELATIVO AO TRUSTED CERTIFICATE SERVICE NA FCT PROTOCOLO ENTRE A FUNDAÇÃO PARA A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA, IP E RELATIVO AO TRUSTED CERTIFICATE SERVICE NA FCT Considerando que a Fundação para a Ciência e a Tecnologia, IP, celebrou com a GÉANT Association

Leia mais

DEFES A NACIONAL MADE 1 RA PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE O MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL E O INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS

DEFES A NACIONAL MADE 1 RA PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE O MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL E O INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS DEFES A NACIONAL MADE 1 RA PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE O MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL E O INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS Entre: O Ministério da Defesa Nacional através da Direção-Geral

Leia mais

PASSATEMPO Ganha Bilhetes para a Bounce Inc

PASSATEMPO Ganha Bilhetes para a Bounce Inc REGULAMENTO PASSATEMPO Ganha Bilhetes para a Bounce Inc Alfragide, 10 agosto 2017 O ALEGRO ALFRAGIDE GESTÃO E EXPLORAÇÃO DE CENTROS COMERCIAIS, S.A., com sede na Travessa Teixeira Júnior, nº 1, 1300-553,

Leia mais

ASSEMBLEIA GERAL ANUAL AVISO CONVOCATÓRIO

ASSEMBLEIA GERAL ANUAL AVISO CONVOCATÓRIO IMOBILIÁRIA CONSTRUTORA GRÃO-PARÁ, S.A. Sociedade Aberta Sede: Edifício Espaço Chiado Rua da Misericórdia, 12 a 20, 5º andar, Escritório n.º 19 1200-273 Lisboa Capital social: Euro 12.500.000 Matriculada

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO SEM PUBLICIDADE INTERNACIONAL PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS POR LOTES DE IMPRESSÃO DE DIVERSAS PUBLICAÇÕES

CONCURSO PÚBLICO SEM PUBLICIDADE INTERNACIONAL PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS POR LOTES DE IMPRESSÃO DE DIVERSAS PUBLICAÇÕES CONCURSO PÚBLICO SEM PUBLICIDADE INTERNACIONAL PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS POR LOTES DE IMPRESSÃO DE DIVERSAS PUBLICAÇÕES Página 1 de 8 PROGRAMA DE CONCURSO ÍNDICE Artigo 1.º - objeto do concurso Artigo

Leia mais

MEDIDA ESTIMULO 2012 Regulamento do Instituto do Emprego e Formação Profissional

MEDIDA ESTIMULO 2012 Regulamento do Instituto do Emprego e Formação Profissional MEDIDA ESTIMULO 2012 Regulamento do Instituto do Emprego e Formação Profissional No âmbito da medida de incentivos ao emprego "Estímulo 2012", estabelecida pela Portaria n 45/2012, de 13.2, o Instituto

Leia mais

IMOBILIÁRIA CONSTRUTORA GRÃO-PARÁ, S.A. Sociedade Aberta Lisboa. Capital social: Euro

IMOBILIÁRIA CONSTRUTORA GRÃO-PARÁ, S.A. Sociedade Aberta Lisboa. Capital social: Euro IMOBILIÁRIA CONSTRUTORA GRÃO-PARÁ, S.A. Sociedade Aberta Sede: Edifício Espaço Chiado, Rua da Misericórdia, 12 a 20, 5º andar, Escritório n.º 19 1200-273 Lisboa Capital social: Euro 12.500.000 Matriculada

Leia mais

pedido de portabilidade e denúncia do contrato

pedido de portabilidade e denúncia do contrato pedido de portabilidade e denúncia do contrato ORIGINAL (tmn) 2. INFORMAÇÃO DE CONTACTO Morada Telemóvel contacto E-mail 3. DADOS DE PORTABILIDADE MÓVEL Para efeitos de portabilidade, procede-se à denúncia

Leia mais

ASSEMBLEIA GERAL Convocatória

ASSEMBLEIA GERAL Convocatória INAPA INVESTIMENTOS, PARTICIPAÇÕES E GESTÃO, S.A. (sociedade aberta) Sede: Rua Braamcamp, n.º 40 9.º andar, 1250-050 Lisboa Capital social: 204 176 479,38 Número único de pessoa colectiva e de matrícula

Leia mais

CONTRATO PROMESSA DE COMPRA E VENDA ENTRE:

CONTRATO PROMESSA DE COMPRA E VENDA ENTRE: CONTRATO PROMESSA DE COMPRA E VENDA ENTRE: ------------------------------------------------------------------------------------------------------- PRIMEIRA CONTRATANTE: ------------------------------------------------------------------------

Leia mais

HASTA PÚBLICA PARA ALIENAÇÃO DE SUCATA FERROSA E NÃO FERROSA CADERNO DE ENCARGOS

HASTA PÚBLICA PARA ALIENAÇÃO DE SUCATA FERROSA E NÃO FERROSA CADERNO DE ENCARGOS HASTA PÚBLICA PARA ALIENAÇÃO DE SUCATA FERROSA E NÃO FERROSA CADERNO DE PROC.º 1/HP/DCOP/2017 Artigo 1º - OBJETO O objeto da presente hasta pública consiste na alienação e envio a destino final de sucata

Leia mais

CONTRATO PROMESSA DE COMPRA E VENDA. PRIMEIRA OUTORGANTE: Caixa Geral de Depósitos, S.A., pessoa colectiva n.º ,

CONTRATO PROMESSA DE COMPRA E VENDA. PRIMEIRA OUTORGANTE: Caixa Geral de Depósitos, S.A., pessoa colectiva n.º , CONTRATO PROMESSA DE COMPRA E VENDA (Lote - UL ) ENTRE: PRIMEIRA OUTORGANTE: Caixa Geral de Depósitos, S.A., pessoa colectiva n.º 500960046, com sede na Av. João XXI, n.º 63, em Lisboa, com o capital social

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE O MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL E A UNIVERSIDADE PORTUCALENSE INFANTE D. HENRIQUE

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE O MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL E A UNIVERSIDADE PORTUCALENSE INFANTE D. HENRIQUE -------- DEFESA NACI NAL l ; ;-.i1\' l ~ l lsi01\d I :. POR'l'l ' Cr\ 1.l : NS t ~ PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE O MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL E A UNIVERSIDADE PORTUCALENSE INFANTE D. HENRIQUE Entre:

Leia mais

Celebram entre si, livremente e de boa-fé, o presente contrato de alojamento e prestação de serviços, que se rege pelas cláusulas seguintes:

Celebram entre si, livremente e de boa-fé, o presente contrato de alojamento e prestação de serviços, que se rege pelas cláusulas seguintes: SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE PONTE DE LIMA CENTRO COMUNITÁRIO DE ARCOZELO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DA RESPOSTA SOCIAL SERVIÇO DE APOIO DOMICILIÁRIO Entre: Santa Casa da Misericórdia de Ponte

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO - PROMESSA DE COMPRA E VENDA

MINUTA DE CONTRATO - PROMESSA DE COMPRA E VENDA MINUTA DE CONTRATO - PROMESSA DE COMPRA E VENDA Entre: INSTITUTO DA HABITAÇÃO E DA REABILITAÇÃO URBANA, I.P., pessoa coletiva nº 501 460 888, com sede na Avenida Columbano Bordalo Pinheiro, 5, 1099-019

Leia mais

Protocolo Comercial - Hospital Veterinário VetOeiras

Protocolo Comercial - Hospital Veterinário VetOeiras Protocolo Comercial - Hospital Veterinário VetOeiras Primeira Contraente: VetOeiras, Serviços Veterinários, Lda. com sede na Estrada de Oeiras, 18 e 20-2780-114 Oeiras, com capital social de Eur 20.000

Leia mais

OFERTA CACHECOL DE JOGO

OFERTA CACHECOL DE JOGO OFERTA CACHECOL DE JOGO LIGUE O 760 205 580 (0.60 EUROS + IVA) E A CADA 20 CHAMADAS OFERECEMOS UM CACHECOL DE JOGO, SE RESPONDER CORRETAMENTE À PERGUNTA: QUAL É O NOME DO JOGADOR DA EQUIPA PRINCIPAL DE

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL EXÉRCITO MANUTENÇÃO MILITAR CONTRATO

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL EXÉRCITO MANUTENÇÃO MILITAR CONTRATO MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL EXÉRCITO MANUTENÇÃO MILITAR CONTRATO CONSTRUÇÃO DA CENTRAL DE FRIO DE APOIO À DESPENSA E COZINHA C3 DA SEDE DA MANUTENÇÃO MILITAR Entre: MANUTENÇÃO MILITAR (MM), Estabelecimento

Leia mais

Minuta de Contrato para o Aluguer de Espaço no Centro de Conferências do Tróia Design Hotel Realização de Show Room/Mini-Feira de Turismo

Minuta de Contrato para o Aluguer de Espaço no Centro de Conferências do Tróia Design Hotel Realização de Show Room/Mini-Feira de Turismo Minuta de Contrato para o Aluguer de Espaço no Centro de Conferências do Tróia Design Hotel Realização de Show Room/Mini-Feira de Turismo Entre: Turismo do Alentejo, E.R.T., N.I.F. 508817897, com sede

Leia mais

CONTRATO DE ARRENDAMENTO PARA HABITAÇÃO COM PRAZO CERTO

CONTRATO DE ARRENDAMENTO PARA HABITAÇÃO COM PRAZO CERTO CONTRATO DE ARRENDAMENTO PARA HABITAÇÃO COM PRAZO CERTO Entre: Primeira Outorgante: [nome],[estado civil], residente[ ], titular do Cartão de Cidadão nº [ ]emitido pela República Portuguesa e válido até

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E O CENTRO CULTURAL E DESPORTIVO DOS TRABALHADORES DA CÂMARA MUNICIPAL DE MANTEIGAS

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E O CENTRO CULTURAL E DESPORTIVO DOS TRABALHADORES DA CÂMARA MUNICIPAL DE MANTEIGAS PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E O CENTRO CULTURAL E DESPORTIVO DOS TRABALHADORES DA CÂMARA MUNICIPAL DE MANTEIGAS Considerando que: a) nos termos do disposto no artigo 23º da

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Nº 01/2015 FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA

CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Nº 01/2015 FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Nº 01/2015 FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA Conteúdo Cláusula 1ª - Objeto do Contrato... 3 Cláusula 2ª - Contrato... 3 Cláusula 3ª - Prazo... 3 Cláusula 4ª Obrigações

Leia mais

COLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A FACE A FACE - GABINETE DE PSICOLOGIA E DE MEDIAÇÃO FAMILIAR. 1. Preâmbulo

COLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A FACE A FACE - GABINETE DE PSICOLOGIA E DE MEDIAÇÃO FAMILIAR. 1. Preâmbulo PROT COLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A FACE A FACE - GABINETE DE PSICOLOGIA E DE MEDIAÇÃO FAMILIAR 1. Preâmbulo A celebração do presente protocolo tem como objetivo assegurar aos militares e aos trabalhadores

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO Entre, ENTRAJUDA Associação para o apoio a Instituições de Solidariedade Social, uma associação de direito privado, pessoa colectiva n.º 506 904 083, com sede em Lisboa, na Av.

Leia mais

1.3. Período do Concurso: O concurso é válido de 16 a 29 de maio de 2017.

1.3. Período do Concurso: O concurso é válido de 16 a 29 de maio de 2017. REGULAMENTO CONCURSO DÁ + SABOR AO VERÃO 1. DEFINIÇÃO 1.1. Concurso: Iniciativa da promotora SUMOL+COMPAL sob a denominação de Dá + Sabor ao verão que visa promover os produtos das marcas distribuídas

Leia mais

MODELO DE PROTOCOLO. Entre a Quercus e a IPSS

MODELO DE PROTOCOLO. Entre a Quercus e a IPSS MODELO DE PROTOCOLO ENTRE QUERCUS ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE CONSERVAÇÃO DA NATUREZA pessoa colectiva nº 501736492, com sede no Centro Associativo do Calhau, Bairro do Calhau, 1500-045 Lisboa, neste acto representada

Leia mais

PREÇOS POR PESSOA EM QUARTO DUPLO STANDARD NO REGIME SELECIONADO

PREÇOS POR PESSOA EM QUARTO DUPLO STANDARD NO REGIME SELECIONADO IFA BUENAVENTURA BEVERLY PARK IFA BUENAVENTURA WAIKIKI ESCORIAL DATA APA MP TI APA MP TI TI MP TI ABRIL 599 609 739-629 749 739 689 819 MAIO 569 589 699 627 689 809 669 689 819 JUNHO 569 589 699 579 628

Leia mais