O Sentido do Planejamento

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O Sentido do Planejamento"

Transcrição

1 O Sentido do Planejamento

2 O planejamento é essencial para todos os fatores que afetam a organização FIGUEREDO, Sandra (2004)

3 Existem duas escolas de pensamento conflitantes com referência à profundidade da responsabilidade da empresa para com seu próprio destino.

4 Teoria de Mercado Estabelece que a firma está à mercê das forças econômicas e sociais predominantes. O sucesso da administração depende da habilidade dos gestores em ler o cenário.

5 Teoria do Planejamento e Controle Acredita-se que os gestores têm o controle sobre o futuro da firma; O destino da firma pode ser manipulado, planejado e controlado.

6 Na Verdade, as empresas operam entre estes dois pontos. Pode se fazer uma distinção entre itens controláveis e não controláveis.

7 É função do gestor manipular os itens controláveis e assegurar que a empresa esteja preparada para as mudanças nos itens não controláveis.

8 O Planejamento O planejamento é a mais básica de todas as funções gerenciais, e a habilidade com esta função está sendo desempenha determina o sucesso de todas as operações.

9 Estágios do Planejamento 1 Avaliar o cenário Onde a empresa está operando e que fatores externos irão afetar suas operações? O que irá acontecer no futuro?

10 Estágios do Planejamento 2 Avaliar os recursos existentes Os 4 M (men, machines, material, and money) Homem Materiais Máquinas Dinheiro

11 Estágios do Planejamento 4 Determinar as estratégias para alcançar os objetivos estabelecidos; Que decisões serão estabelecidas no relacionamento entre a empresa e o meio ambiente?

12 Estágios do Planejamento 5 Delinear um programa de ação para alcançar as metas estratégicas. O que deve ser feito? Quando dever ser feito? Como deve ser feito? Quem deve fazê-lo?

13 Espécies de Atividades de Planejamento 1 Planejamento Estratégico Diz Respeito a um período de 3 (três) a 10 (dez) anos. É o planejamento de longo prazo.

14 Espécies de Atividades de Planejamento 2 Planejamento Programa Desenvolvimento de planos para os dispêndios de capital necessários para os objetivos de longo prazo.

15 Espécies de Atividades de Planejamento 3 Planejamento Orçamentário Converte o plano de longo prazo às necessidades de futuro imediato. É normalmente descrito com Orçamento e é desenvolvido numa base anual.

16 Organização Envolve definição da estrutura administrativa para que as decisões sejam implementadas. Coordena as tarefas de modo que a empresa esteja apta a trabalhar eficientemente a alcançar seus objetivos. Facilita o fluxo das informações do e para o tomador de decisões.

17 Controle Está intimamente ligado à função do planejamento, quando se propõe assegurar que as atividades da firma estejam em conformidade com os planos. Este sistema é necessário para avaliação do processo decisório e para seu aperfeiçoamento.

18 Controle Informação Decisão Ação Feedback

19 Comunicação É a troca de fatos, idéias e opiniões, por duas ou mais pessoas. A comunicação só ocorre quando o receptor da informação entende o que o emissor pretende comunicar. O emissor pode ser uma pessoa, um computador, ou qualquer aparelho capaz de emitir uma mensagem.

20 Fluxo da informação Informações Ambientais Planos de Longo Prazo Planos de Curto Prazo Informações Analíticas Feedback SAÍDAS Produtos/Serviços Para obtenção dos Objetivos Estratégicos Controle Processamento ENTRADAS Mão-de-obra Materiais Máquinas Dinheiro Informações

21 Motivação Traduz-se no envolvimento total dos membros da organização e na busca de maneiras de como melhorar a performance individual. A organização deve criar uma situação em que os objetivos pessoais e do grupo tenham possibilidades de coincidirem.

GERENCIAMENTO DAS COMUNICAÇÕES DO PROJETO (PARTE I - Teoria)

GERENCIAMENTO DAS COMUNICAÇÕES DO PROJETO (PARTE I - Teoria) UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE CONSTRUÇÃO CIVIL GERENCIAMENTO DAS COMUNICAÇÕES DO PROJETO (PARTE I - Teoria) EQUIPE: TC_045 - GERENCIAMENTO DE PROJETOS PROFESSORA: ELAINE SOUZA MARINHO

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE O PAPEL DA CONTROLADORIA NA GESTÃO EMPRESARIAL Por: Liliane de Oliveira Arruda Orientador Prof. Ms. Marco A. Larosa Rio de Janeiro

Leia mais

Introdução aos Princípios da Gestão Empresarial

Introdução aos Princípios da Gestão Empresarial Faculdade de Tecnologia Senac Pelotas Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Unidade Curricular Gestão Empresarial ADS 2 M/N Introdução aos Princípios da Gestão Empresarial

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Unidade VI Planejamento Estratégico de TI. Luiz Leão

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Unidade VI Planejamento Estratégico de TI. Luiz Leão Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo Programático 6.1 Governança de tecnologia da Informação 6.2 Planejamento e Controle da TI 6.3 O Papel Estratégico da TI para os Negócios 6.4

Leia mais

Formação Técnica em Administração. Modulo de Padronização e Qualidade

Formação Técnica em Administração. Modulo de Padronização e Qualidade Formação Técnica em Administração Modulo de Padronização e Qualidade Competências a serem trabalhadas ENTENDER OS REQUISITOS DA NORMA ISO 9001:2008 E OS SEUS PROCEDIMENTOS OBRIGATÓRIOS SISTEMA DE GESTÃO

Leia mais

17 de novembro de Como a Controladoria pode melhorar a performance da empresa: insights da prática e das pesquisas

17 de novembro de Como a Controladoria pode melhorar a performance da empresa: insights da prática e das pesquisas 17 de novembro de 2016 Como a Controladoria pode melhorar a performance da empresa: insights da prática e das pesquisas Agenda Nossa missão Estrutura Processo Orçamentário Orçamento Matricial Despesas

Leia mais

ATA Assistente Técnico Administrativo Trabalho em Equipe Gestão Pública Keyvila Menezes

ATA Assistente Técnico Administrativo Trabalho em Equipe Gestão Pública Keyvila Menezes ATA Assistente Técnico Administrativo Trabalho em Equipe Gestão Pública Keyvila Menezes 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Evolução do trabalho em equipe Grupos

Leia mais

TECNOLOGIA DE PROCESSO

TECNOLOGIA DE PROCESSO TECNOLOGIA DE PROCESSO Danillo Tourinho Sancho da Silva, MSc INTRODUÇÃO Tecnologia de processo são máquinas, equipamentos e dispositivos que ajudam a produção a transformar materiais, informações e consumidores

Leia mais

AULA 2 GERENCIAMENTO DE PROJETOS

AULA 2 GERENCIAMENTO DE PROJETOS AULA 2 GERENCIAMENTO DE PROJETOS Gestão de Projetos O que é um Projeto? O que é Gerência de Projeto? O que é um Projeto? Um empreendimento único e não-repetitivo, de duração determinada, formalmente organizado

Leia mais

2.2 Elementos formais e informais

2.2 Elementos formais e informais 2.2 Elementos formais e informais A produtividade de um grupo e sua eficiência estão estreitamente relacionadas não somente com a competência de seus membros, mas, sobretudo com a solidariedade de suas

Leia mais

PLANEJAMENTO E ORGANIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO

PLANEJAMENTO E ORGANIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO PLANEJAMENTO E ORGANIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO Manutenção Antigamente: Visão da empresa: Mal necessário Função: consertar eventuais defeitos Funcionários: Pouco qualificados Restritos apenas ao conserto das

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 1. Identificação do Curso a. Nome do Curso: Gestão de projetos b. Área: Engenharia e Tecnologia c. Linha de Pesquisa Relacionada: Ciências e Tecnologia aplicadas

Leia mais

O Papel da Controladoria sob o Enfoque da Gestão Econômica

O Papel da Controladoria sob o Enfoque da Gestão Econômica O Papel da sob o Enfoque da Gestão Econômica Prof. Carlos Alberto Pereira : necessidade ou modismo??? Foco: para se alcançar os objetivos é preciso clarificá-los Sinergia: a otimização isolada das partes

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO ORÇAMENTÁRIA E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

ADMINISTRAÇÃO ORÇAMENTÁRIA E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO O processo de gestão das organizações pode ser dividido em 3 etapas: Planejamento ADMINISTRAÇÃO ORÇAMENTÁRIA E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Execução Controle Planejamento Planejamento e Controle É uma função

Leia mais

GESTÃO ESTRATÉGICA DE CUSTOS NO SETOR PÚBLICO P O DESAFIO. Brasília, Setembro 2005

GESTÃO ESTRATÉGICA DE CUSTOS NO SETOR PÚBLICO P O DESAFIO. Brasília, Setembro 2005 GESTÃO ESTRATÉGICA DE CUSTOS NO SETOR PÚBLICO P : O DESAFIO. Brasília, Setembro 2005 CUSTOS NO SETOR PÚBLICO: P Diversidade de visões. Objetivos - custo para otimização de resultados, para melhoria de

Leia mais

Gestão de sistemas em energia:

Gestão de sistemas em energia: MESTRADO EM ENERGIA Gestão de sistemas em energia: - Planejamento da Operação - Projeto de sistemas de energia Prof. Manuel Jarufe manueljarufe@ceunes.ufes.br Disciplina: Gestão de sistemas em energia

Leia mais

Evolução do Pensamento

Evolução do Pensamento Unidade IV Evolução do Pensamento Administrativo Prof. José Benedito Regina Conteúdo da disciplina EPA Parte 1 - conceitos gerais da administração Parte 2 - evolução histórica: Abordagens administrativas

Leia mais

Avaliação de Desempenho Organizacional

Avaliação de Desempenho Organizacional Avaliação de Desempenho Organizacional O que é avaliar? Avaliar significa julgar alguma atitude ou atividade de forma qualitativa, podendo-se transcrever essa percepção com o auxílio de informações quantitativas

Leia mais

QUER. melhorar. seus resultados. no Agronegócio? Confira 5 passos de como empresas lideres conseguem os melhores resultados.

QUER. melhorar. seus resultados. no Agronegócio? Confira 5 passos de como empresas lideres conseguem os melhores resultados. QUER melhorar seus resultados no Agronegócio? Confira 5 passos de como empresas lideres conseguem os melhores resultados. Introdução: A última década permitiu constatar ao país e ao mundo o enorme potencial

Leia mais

10/8/2011. Administração de Recursos Humanos TREINAMENTO: DESENVOLVIMENTO: Concluindo: T&D é o processo educacional aplicado de

10/8/2011. Administração de Recursos Humanos TREINAMENTO: DESENVOLVIMENTO: Concluindo: T&D é o processo educacional aplicado de TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL Administração de Recursos Humanos É o processo de desenvolver qualidades nos RHs para habilitá-los a serem mais produtivos e contribuir melhor para o alcance dos

Leia mais

Gestão do Desempenho. Gestão Estratégica de RH. Reter e engajar. Capacitar. Atrair 26/10/2016. Gestão do Desempenho. Recrutamento & Seleção

Gestão do Desempenho. Gestão Estratégica de RH. Reter e engajar. Capacitar. Atrair 26/10/2016. Gestão do Desempenho. Recrutamento & Seleção Gestão do Desempenho Ref.: Livro-texto, Cap. 8 Gestão Estratégica de RH Atrair Capacitar Reter e engajar Gestão do Desempenho Recrutamento & Seleção Treinamento & Desenvolvimento Recompensa 2 1 Avaliação

Leia mais

11/04/2017. Aula 9. Gestão de Recursos Humanos. Agenda. Seminário 7. Gestão de RH

11/04/2017. Aula 9. Gestão de Recursos Humanos. Agenda. Seminário 7. Gestão de RH Aula 9 Gestão de Recursos Humanos Agenda Seminário 7 Gestão de RH 2 1 Gestão de RH Gestão de Recursos Humanos O conjunto de políticas, práticas e programas que tem por objetivo atrair, selecionar, socializar,

Leia mais

Razões de Fracasso e Sucesso de Projetos

Razões de Fracasso e Sucesso de Projetos Razões de Fracasso e Sucesso de Projetos Agenda Filme O Reino Perdido Contexto Atual - CHAOS Report Conceitos Fundamentais Projeto Projeto versus Operação Gerenciamento de Projetos Stakeholders Sucesso

Leia mais

Políticas Organizacionais

Políticas Organizacionais Políticas Organizacionais Versão 1.4 Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 11/10/2012 1.0 Revisão das políticas EPG 26/11/2012 1.1 Revisão do Item de customização EPG 24/10/2013 1.2 Revisão

Leia mais

Empreendedorismo. Profa. Ellen Francine Barbosa. (slides originalmente elaborados pelo Prof. Dr. José Dornelas) Copyright 2008

Empreendedorismo. Profa. Ellen Francine Barbosa. (slides originalmente elaborados pelo Prof. Dr. José Dornelas) Copyright 2008 Empreendedorismo Profa. Ellen Francine Barbosa (slides originalmente elaborados pelo Prof. Dr. José Dornelas) Questão fundamental Quais são seus planos profissionais? Vida Acadêmica Funcionário de Empresa

Leia mais

UNEMAT SISTEMA DE INFORMAÇÃO (SI) Professora: Priscila Pelegrini

UNEMAT SISTEMA DE INFORMAÇÃO (SI) Professora: Priscila Pelegrini UNEMAT SISTEMA DE INFORMAÇÃO (SI) Professora: Priscila Pelegrini priscila_pelegrini@unemat-net.br SINOP MT 2015-2 Dados, informação e conhecimento Os dados podem ser considerados os fatos brutos, o fluxo

Leia mais

ISO Sistema de gestão para a sustentabilidade de eventos

ISO Sistema de gestão para a sustentabilidade de eventos ISO 20121 Sistema de gestão para a sustentabilidade de eventos ISO 20121 Objetivo ISO 20121 - Sistemas de gestão de sustentabilidade de eventos. Requisitos e linhas de orientação A ISO 20121 tem como finalidade

Leia mais

Curso de Engenharia de Produção. Organização do Trabalho na Produção

Curso de Engenharia de Produção. Organização do Trabalho na Produção Curso de Engenharia de Produção Organização do Trabalho na Produção Estrutura Organizacional Organização da Empresa: É a ordenação e agrupamento de atividades e recursos, visando ao alcance dos objetivos

Leia mais

SISTEMAS ORGANIZACIONAIS

SISTEMAS ORGANIZACIONAIS ESTRUTURAS ORGANIZACIONAIS; LIDERANÇAS; CONFLITOS E DESENVOLVIMENTO GERENCIAL Prof. Adalberto J. Tavares Vieira,Dr. TIPOLOGIA ORGANIZACIONAL Uma organização é um grupo humano, composto por especialistas

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento

Treinamento e Desenvolvimento Aula 8 Treinamento e Desenvolvimento Agenda 1 2 Seminário T&D e Estratégia de RH 3 4 Treinamento & Desenvolvimento Desenvolvimento de Lideranças 1 Seminário 3 The Young and the Clueless Bunker, K. A.;

Leia mais

MBA em GESTÃO DE FINANÇAS E CONTROLADORIA

MBA em GESTÃO DE FINANÇAS E CONTROLADORIA MBA em GESTÃO DE FINANÇAS E CONTROLADORIA OBJETIVOS DO CURSO O objetivo geral do Curso de Pós-graduação Lato Sensu MBA em Finanças e Controladoria é capacitar e atualizar profissionais de finanças e controladoria

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Esp. Fabiano Taguchi

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Esp. Fabiano Taguchi SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Esp. Fabiano Taguchi fabianotaguchi@gmail.com http://fabianotaguchi.wordpress.com DADOS E INFORMAÇÃO CLIENTE ABASTECENDO EM UM POSTO DE GASOLINA DADOS (Quando? Quanto? Como

Leia mais

Práticas de Governança Corporativa Pré e Pós IPO Sandra Guerra

Práticas de Governança Corporativa Pré e Pós IPO Sandra Guerra Práticas de Governança Corporativa Pré e Pós IPO Sandra Guerra São Paulo 14 de abril de 2011 AS IMPLICAÇÕES DE UM IPO SÃO MUITO MAIS COMPLEXAS Lidar com as complexas, frequentes e muitas vezes conflitantes

Leia mais

MEDIÇÃO DE DESEMPENHO VIA BSC

MEDIÇÃO DE DESEMPENHO VIA BSC MEDIÇÃO DE DESEMPENHO VIA BSC Quais indicadores podem ser utilizados para avaliar um sistema operacional? Alguns Exemplos de Indicadores Qualidade; Eficiência Operacional; Grau de Inovação; Superávit;

Leia mais

Soluções de Mangueiras

Soluções de Mangueiras Soluções de Mangueiras Maior uptime e lucro através de QSMS, experiência e capacidade! 2 MENSAGEM DO TIME DE GESTÃO DO BRASIL Prezado (a) Senhor (a), Agradecemos a oportunidade de apresentar as nossas

Leia mais

Tema 4 CONTROLE ORÇAMENTÁRIO: A REALIMENTAÇÃO DO SISTEMA

Tema 4 CONTROLE ORÇAMENTÁRIO: A REALIMENTAÇÃO DO SISTEMA Tema 4 CONTROLE ORÇAMENTÁRIO: A REALIMENTAÇÃO DO SISTEMA 1 INSTRUMENTOS IMPORTANTES NA MONTAGEM DO SISTEMA DE CONTROLE ORÇAMENTÁRIO ORÇAMENTO ELABORADO APROVAÇÃO DIVULGAÇÃO APURAÇÃO DO REALIZADO SISTEMA

Leia mais

SÉRIE ISO SÉRIE ISO SÉRIE ISO GESTÃO AMBIENTAL E DA QUALIDADE GESTÃO AMBIENTAL E DA QUALIDADE SISTEMAS DE GESTÃO AMBIENTAL

SÉRIE ISO SÉRIE ISO SÉRIE ISO GESTÃO AMBIENTAL E DA QUALIDADE GESTÃO AMBIENTAL E DA QUALIDADE SISTEMAS DE GESTÃO AMBIENTAL 1993 - CRIAÇÃO DO COMITÊ TÉCNICO 207 (TC 207) DA ISO. NORMAS DA : ISO 14001 - SISTEMAS DE - ESPECIFICAÇÃO COM ORIENTAÇÃO PARA USO. ISO 14004 - SISTEMAS DE - DIRETRIZES GERAIS SOBRE PRINCÍPIOS, SISTEMAS

Leia mais

Administração de Projetos

Administração de Projetos Administração de Projetos Gerenciamento das Partes Interessadas Prof. Robson Almeida Partes Interessadas Inclui os processos exigidos para identificar, analisar expectativas e gerenciar estratégias de

Leia mais

SOCIEDADE DE ADVOGADOS E LIDERANÇA

SOCIEDADE DE ADVOGADOS E LIDERANÇA Módulo I SOCIEDADE DE ADVOGADOS E LIDERANÇA LIDERANÇA Realização ENA/Conselho Federal OAB Pipeline de Liderança O talento externo não se adequa às necessidades do escritório. O conteúdo dos cargos está

Leia mais

Princípios de Gerência de Projetos

Princípios de Gerência de Projetos Princípios de Gerência de Projetos Introdução Ao contrário do que muitos pensam, o gerenciamento de projetos não propõe nada revolucionário e nenhuma receita mágica para o sucesso empresarial. A proposta

Leia mais

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Núcleo de Pós Graduação Pitágoras MBA em Gestão Estratégica de Projetos e Negócios Disciplina: Gestão Estratégica da Informação, do Conhecimento e Gerenciamento da Comunicação Aula - Gerenciamento da Comunicação

Leia mais

Teoria Geral dos Sistemas

Teoria Geral dos Sistemas Universidade Federal de Sergipe Centro de Ciências Exatas e Tecnologia Departamento de Ciência da Computação e Estatística Teoria Geral dos Sistemas Professor: Eduardo Coelho O Conceito de Sistema O Conceito

Leia mais

DADOS. DADOS versus INFORMAÇÃO ARQUITETURA DE COMPUTADORES TIPOS DE DADOS TIPOS DE DADOS TIPOS DE DADOS

DADOS. DADOS versus INFORMAÇÃO ARQUITETURA DE COMPUTADORES TIPOS DE DADOS TIPOS DE DADOS TIPOS DE DADOS ARQUITETURA DE COMPUTADORES DADOS versus Aula 1 e 2_Arq Comp 1 Aula 1 e 2_Arq Comp 2 DADOS Matéria-prima essencial para extração de Informação; É um registro ou anotação a respeito de um determinado evento

Leia mais

Liderança e Gestão de Equipes. Prof. Valter de Menezes Eugenio

Liderança e Gestão de Equipes. Prof. Valter de Menezes Eugenio Prof. Valter de Menezes Eugenio O mundo empresarial mudou muito nas ultimas décadas, particularmente nos últimos 20 anos. Estas mudanças influenciam no comportamento das pessoas no ambiente de trabalho.

Leia mais

UNIDADE III Processo Decisório

UNIDADE III Processo Decisório Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo Programático 3.1. Os conceitos, níveis e tipos de decisão nas organizações. 3.2. Fases do ciclo de tomada de decisão. 3.3. Principais modelos

Leia mais

EDUCAÇÃO CORPORATIVA

EDUCAÇÃO CORPORATIVA EDUCAÇÃO CORPORATIVA 2016 2017 A Saint Paul Educação Corporativa oferece às organizações, projetos educacionais para que os colaboradores possam se desenvolver constantemente, transformando o aprendizado

Leia mais

Processo de gerenciamento de capacidade

Processo de gerenciamento de capacidade Processo de gerenciamento de capacidade O fornecimento da capacidade exigida para processamento e armazenamento de dados é tarefa do gerenciamento de capacidade. Isso é feito para que o provimento desta

Leia mais

O PROCESSO DE AVALIAÇÃO PROFISSIONAL

O PROCESSO DE AVALIAÇÃO PROFISSIONAL O PROCESSO DE AVALIAÇÃO PROFISSIONAL Carmen Leite Ribeiro Bueno* A Avaliação Profissional tem como objetivo geral auxiliar o indivíduo em seu desenvolvimento pessoal e profissional, utilizando sistematicamente

Leia mais

COMO APLICAR UM MODELO DE GESTÃO PARA ATINGIR METAS EMPRESARIAIS 07/12/2016

COMO APLICAR UM MODELO DE GESTÃO PARA ATINGIR METAS EMPRESARIAIS 07/12/2016 COMO APLICAR UM MODELO DE GESTÃO PARA ATINGIR METAS EMPRESARIAIS 07/12/2016 Prof. JOEL SOUZA E SILVA Curitiba, 29 de novembro de 2016 O QUE É GESTÃO = Atingir Metas MERCADO NEGÓCIO PRODUTO METAS Pessoas

Leia mais

Módulo 4. Estrutura da norma ISO Sistemas de Gestão da Qualidade - Requisitos Requisitos 5.4, 5.5 e 5.6 Exercícios

Módulo 4. Estrutura da norma ISO Sistemas de Gestão da Qualidade - Requisitos Requisitos 5.4, 5.5 e 5.6 Exercícios Módulo 4 Estrutura da norma ISO 9001-2008 Sistemas de Gestão da Qualidade - Requisitos Requisitos 5.4, 5.5 e 5.6 Exercícios 5.4 - Planejamento 5.4.1 - Objetivos da qualidade Os objetivos da qualidade devem

Leia mais

DEVOLUTIVA DA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL Ações para 2011/2012

DEVOLUTIVA DA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL Ações para 2011/2012 Sede Ecoville 2 CAMPUS CURITIBA Sede Central CAMPUS CURITIBA PRINCÍPIOS NORTEADORES Pesquisa sem finalidade classificatória. Objetiva levantar fortalezas e fragilidades da gestão. Os resultados devem ser

Leia mais

Organização, Sistemas e Métodos. Aula 4 Amplitude de Controle; Níveis Administrativos

Organização, Sistemas e Métodos. Aula 4 Amplitude de Controle; Níveis Administrativos Organização, Sistemas e Métodos Aula 4 Amplitude de Controle; Níveis Administrativos OSM Bibliografia OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças, Sistemas, Organizações & Métodos, 17 a Edição, Editora Atlas, São

Leia mais

Sistemas de Informação na Empresa

Sistemas de Informação na Empresa Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Administração Tecnologia e Sistemas de Informação - 04 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

Modelo Geral do SIG 18/11/2014. Componentes, condicionantes, níveis de influência e abrangência do SIG

Modelo Geral do SIG 18/11/2014. Componentes, condicionantes, níveis de influência e abrangência do SIG Prof. William C. Rodrigues Copyright 2014. Todos direitos reservados. Componentes, condicionantes, níveis de influência e abrangência do SIG Modelo Geral do SIG Planejamentos Fator Humano SIG Estrutura

Leia mais

Gestão de Vendas Como administrar a sua empresa para transformá-la em uma máquina de vender

Gestão de Vendas Como administrar a sua empresa para transformá-la em uma máquina de vender Gestão de Vendas Como administrar a sua empresa para transformá-la em uma máquina de vender DICAS Para a sua leitura: Os itens do índice são clicáveis, então sinta-se à vontade para ler o conteúdo que

Leia mais

PROINTER Projeto Integrador aula 7 Prof. Me. Érico Pagotto

PROINTER Projeto Integrador aula 7 Prof. Me. Érico Pagotto PROINTER Projeto Integrador aula 7 Prof. Me. Érico Pagotto Gerenciamento de Riscos em Projetos Conceitos, ferramentas e técnicas para gerenciamento de ricos em projetos Utilização dos métodos propostos

Leia mais

eduardo@ ENDP 2017 13/09/2017 DESAFIOS DA GESTÃO DE PESSOAS NA TERCEIRIZAÇÃO DO SETOR PÚBLICO EDUARDO CARMELLO eduardo@ www. 2017 2019 2022 >Orientar e Capacitar Empresas para produzir o Futuro Desejado

Leia mais

Avaliação de Desenvolvimento e Performance

Avaliação de Desenvolvimento e Performance Avaliação de Desenvolvimento e Performance - 2017 Metas Composição de Metas 2017 (Exceto Executivos de Vendas) Metas x PLR Diretores Gerentes Coordenadores Placar de metas individuais * e corporativas

Leia mais

Autores: Angelo José Rodrigues Lima Salvador 06 de julho de 2016

Autores: Angelo José Rodrigues Lima Salvador 06 de julho de 2016 A situação dos Comitês de Bacias e a necessidade de monitorar o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos a construção do Observatório da Governança das Águas Autores: Angelo José Rodrigues

Leia mais

7. Gerenciamento dos Custos do Projeto. Bruno Hott

7. Gerenciamento dos Custos do Projeto. Bruno Hott 7. Gerenciamento dos Custos do Projeto Bruno Hott 7. Gerenciamento dos Custos do Projeto Introdução O gerenciamento dos custos do projeto inclui os processos envolvidos em planejamento, estimativas, orçamentos,

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO GERAL CONCEITOS BÁSICOS

ADMINISTRAÇÃO GERAL CONCEITOS BÁSICOS ADMINISTRAÇÃO GERAL CONCEITOS BÁSICOS Atualizado em 27/10/2015 CONCEITOS BÁSICOS Administração, em seu conceito tradicional, é definida como um conjunto de atividades, princípios, regras, normas que têm

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS AGENTE/ASSISTENTE ADMINISTRATIVO - 14 QUESTÕES IBFC -

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS AGENTE/ASSISTENTE ADMINISTRATIVO - 14 QUESTÕES IBFC - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS AGENTE/ASSISTENTE ADMINISTRATIVO - 14 QUESTÕES IBFC - O inteiro teor desta apostila está sujeito à proteção de direitos autorais. Copyright 2016 Loja do Concurseiro. Todos os

Leia mais

7 CONGRESSO BRASILEIRO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA. Eduarda La Rocque O Papel do Conselho na Gestão de Riscos

7 CONGRESSO BRASILEIRO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA. Eduarda La Rocque O Papel do Conselho na Gestão de Riscos 7 CONGRESSO BRASILEIRO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA Eduarda La Rocque O Papel do Conselho na Gestão de Riscos 1 Introdução Sub-Comitê de Gestão de Riscos (nov 2004) Motivação: O fortalecimento do Conselho

Leia mais

Copyright Empreendedorismo

Copyright Empreendedorismo Empreendedorismo Empreendedorismo é o envolvimento de pessoas e processos O empreendedor é aquele que percebe uma oportunidade e cria meios (nova empresa, área de negócio, etc.) para persegui-la. O processo

Leia mais

Empresa de consultoria, especializada em pessoas, com foco em soluções empresariais de alta complexidade e impacto, com a missão de promover a paz

Empresa de consultoria, especializada em pessoas, com foco em soluções empresariais de alta complexidade e impacto, com a missão de promover a paz Empresa de consultoria, especializada em pessoas, com foco em soluções empresariais de alta complexidade e impacto, com a missão de promover a paz nas relações no trabalho. PROJETO DESENVOLVIMENTO DAS

Leia mais

Introdução. Sistemas de Informação

Introdução. Sistemas de Informação FATEC SENAC Introdução à Sistemas de Informação Rodrigo W. Fonseca Sumário Conceitos de Informação Conceitos de Sistemas e Modelagem Sistemas de Informação Empresariais O Que é Um Sistema de Informação

Leia mais

AULA 02 Qualidade em TI

AULA 02 Qualidade em TI Bacharelado em Sistema de Informação Qualidade em TI Prof. Aderson Castro, Me. AULA 02 Qualidade em TI Prof. Adm. Aderson Castro, Me. Contatos: adersoneto@yahoo.com.br 1 Qualidade de Processo A Série ISO

Leia mais

MODELAGEM DE SISTEMAS Unidade 4 Modelo de Classes de Projeto. Luiz Leão

MODELAGEM DE SISTEMAS Unidade 4 Modelo de Classes de Projeto. Luiz Leão Unidade 4 Modelo de Classes de Projeto Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo Programático Definição da Visibilidade entre Objetos Adição de Operações às Classes de Projeto Adição

Leia mais

Gestão da Tecnologia da Informação

Gestão da Tecnologia da Informação TLCne-051027-P0 Gestão da Tecnologia da Informação Disciplina: Governança de TI São Paulo, Agosto de 2012 0 Sumário TLCne-051027-P1 Conteúdo desta Aula Continuação do Domínio de Processos PO (PO4, PO5

Leia mais

Estado Brasileiro Regime: Democracia Sistema de Governo: Presidencialismo Modelo Constitucional: Estado Democrático de Direito

Estado Brasileiro Regime: Democracia Sistema de Governo: Presidencialismo Modelo Constitucional: Estado Democrático de Direito CONTROLE SOCIAL Jornalista Elton Bozzetto Fone(51) 9666 5592 E-mail: eltonbozzetto@gmail.com DIRETO DO CIDADÃO E DEVER DO ESTADO Estado Brasileiro Regime: Democracia Sistema de Governo: Presidencialismo

Leia mais

EDUCAÇÃO CORPORATIVA

EDUCAÇÃO CORPORATIVA EDUCAÇÃO CORPORATIVA 2016 2017 A Saint Paul Educação Corporativa oferece às organizações, projetos educacionais para que os colaboradores possam se desenvolver constantemente, transformando o aprendizado

Leia mais

Gerência Conceito e características dessa função

Gerência Conceito e características dessa função Gerência Conceito e características dessa função Alan de Matos Souza Gerente - Conceito Indivíduos que supervisionam as atividades de outros. (Robbins, 2002). São os agentes protagonistas dos processo

Leia mais

SoftExpert HDM Suite

SoftExpert HDM Suite HDM Suite Desenvolvendo talentos para a excelência. Desafios Solução Benefícios www.softexpert.com.br Como sua empresa transforma a gestão de desempenho individual em um processo real e eficiente? www.softexpert.com.br

Leia mais

Profª Valéria Castro V

Profª Valéria Castro V Profª Valéria Castro Críticas Sistemas tradicionais de mensuração de desempenho devido ao foco em medidas financeiras de curto prazo. Dificultam a criação de valor econômico para o futuro. BSC propõe o

Leia mais

BALANCED SCORECARD. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP

BALANCED SCORECARD. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP BALANCED SCORECARD Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP Gestão Estratégica e BSC Balanced Scoredcard GESTÃO ESTRATÉGICA GESTÃO

Leia mais

BIG DATA Business Analytics Alexandre Massei

BIG DATA Business Analytics Alexandre Massei Filme BIG DATA Business Analytics Alexandre Massei almassei@gmail.com » A quantidade de informação gerada hoje pelos sistemas de informação dobra a cada 14 meses!» 90% dos dados no mundo hoje foram criados

Leia mais

Diagnóstico Organizacional

Diagnóstico Organizacional Este conteúdo faz parte da série: Diagnóstico Empresarial Ver 4 posts dessa série Diagnóstico Organizacional O diagnóstico organizacional ou empresarial é uma ferramenta de gestão que serve para analisar

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento

Treinamento e Desenvolvimento Treinamento e Desenvolvimento Agenda 1 2 T&D e Estratégia de RH Treinamento & Desenvolvimento 3 4 Coaching & Mentoring Desenvolvimento de Lideranças 1 T&D e Estratégia de RH Relembrando... Os processos

Leia mais

PROCESSADORES SUPERESCALARES FELIPE G. TORRES

PROCESSADORES SUPERESCALARES FELIPE G. TORRES PROCESSADORES SUPERESCALARES FELIPE G. TORRES PROCESSAMENTO DAS INSTRUÇÕES Como podemos melhorar esse processamento? Arquitetura de computadores 2 PROCESSAMENTO DAS INSTRUÇÕES Como uma abordagem simplificada,

Leia mais

GERENCIAMENTO DAS PARTES INTERESSADAS DO PROJETO

GERENCIAMENTO DAS PARTES INTERESSADAS DO PROJETO GERENCIAMENTO DAS PARTES INTERESSADAS DO PROJETO O das partes interessadas inclui os processos exigidos para identificar todas as pessoas, grupos ou organizações que podem impactar ou serem impactados

Leia mais

11/05/2017. Módulo III Planejamento e gestão da carreira. Gestão de Talentos & Carreiras. Prof. Lucia B. Oliveira

11/05/2017. Módulo III Planejamento e gestão da carreira. Gestão de Talentos & Carreiras. Prof. Lucia B. Oliveira Módulo III Planejamento e gestão da carreira Gestão de Talentos & Carreiras Prof. Lucia B. Oliveira 1 Gestão de Talentos O que é gestão de talentos? = gestão de recursos humanos = planejamento de necessidades

Leia mais

Desenvolvimento de Negócios. Planejamento Estratégico Legal: da concepção à operacionalização Competências necessárias para o Gestor Legal

Desenvolvimento de Negócios. Planejamento Estratégico Legal: da concepção à operacionalização Competências necessárias para o Gestor Legal Desenvolvimento de Negócios Planejamento Estratégico Legal: da concepção à operacionalização Competências necessárias para o Gestor Legal Gestão Estratégica Para quê? Por Quê? Para fazer acontecer e trazer

Leia mais

Políticas Corporativas

Políticas Corporativas 1 IDENTIFICAÇÃO Título: Restrições para Uso: POLÍTICA DE GERENCIAMENTO DE CAPITAL Acesso Controle Livre Reservado Confidencial Controlada Não Controlada Em Revisão 2 - RESPONSÁVEIS Etapa Área Responsável

Leia mais

Fulano de Tal. Relatório de Feedback 360 Extended DISC FINXS

Fulano de Tal. Relatório de Feedback 360 Extended DISC FINXS O Feedback 360 é um instrumento projetado para fornecer um foco desenvolvimentista a respeito dos pontos fortes das habilidades comportamentais específicas e suas necessidades de desenvolvimento. Este

Leia mais

A diferença que faz diferença Flavio Nusbaum Outubro/2014

A diferença que faz diferença Flavio Nusbaum Outubro/2014 A diferença que faz diferença Flavio Nusbaum Outubro/2014 Como criar uma equipe de alto desempenho? Os 5 passos do sucesso Planejamento Gestão Relacionamento RH Estratégico Estratégia comercial Planejamento

Leia mais

Sendo esta primeira questão positiva, aplicar as demais questões:

Sendo esta primeira questão positiva, aplicar as demais questões: QUESTIONÁRIO - FUNÇÕES DE CONTROLADORIA APRESENTAÇÃO DAS QUESTÕES: Esta pesquisa busca analisar as funções de controladoria exercidas por Institutos Federais de Educação através da identificação das atividades

Leia mais

Tipos de orçamento, rolling budget e forecast

Tipos de orçamento, rolling budget e forecast Tipos de orçamento, rolling budget e forecast Evolução dos conceitos e tipos de orçamento Modelo de gestão/ Planejamento e controle Cultura orçamentária 1 Orçamento estático ou budget As peças orçamentárias

Leia mais

Promoção Comunicação

Promoção Comunicação Promoção Comunicação 1 Propaganda, Promoção de Vendas e Publicidade 2 3 Mix de Comunicação de Marketing ou Mix de Promoção Consiste em uma composição de instrumentos de comunicação como propaganda, venda

Leia mais

Planejamento de carreira do Arquiteto

Planejamento de carreira do Arquiteto Planejamento de carreira do Arquiteto Sonho Diz o que você quer Meta Diz onde você quer chegar Você inicia um planejamento Quando você traça metas pergunte-se: 1. Onde eu quero chegar? 2. Quais os processos

Leia mais

Gerenciamento das Partes Interessadas (PMBoK 5ª ed.)

Gerenciamento das Partes Interessadas (PMBoK 5ª ed.) Gerenciamento das Partes Interessadas (PMBoK 5ª ed.) Este é o capítulo 13 do PMBoK e é uma área muito importante para o PMI, pois antes de levar em consideração o cumprimento dos prazos, orçamento e qualidade,

Leia mais

Entre das grandes conclusões do estudo destacamos:

Entre das grandes conclusões do estudo destacamos: A meritocracia avança nas empresas em operação no Brasil Pesquisa da Pricewaterhousecoopers indica a gestão de desempenho como prática cada vez mais utilizada em grandes empresas no Brasil A importância

Leia mais

Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini /

Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini   / Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini E-mail: prof.andre.luis.belini@gmail.com / andre.belini@ifsp.edu.br MATÉRIA: GESTÃO DE PROJETOS Aula N : 11 Tema: Gerenciamento

Leia mais

AULA 2 CONTABILIDADE GERENCIAL PROF. PROCÓPIO ETEC HORÁCIO AUGUSTO Não fique sem o conteúdo, acesse:

AULA 2 CONTABILIDADE GERENCIAL PROF. PROCÓPIO ETEC HORÁCIO AUGUSTO Não fique sem o conteúdo, acesse: INTRODUÇÃO AULA 2 CONTABILIDADE GERENCIAL PROF. PROCÓPIO A contabilidade gerencial utilizar-se de temas de outras disciplinas, ela se caracteriza pôr ser uma área contábil autônoma, pelo tratamento dado

Leia mais

08/05/2017. Curso: Engenharia Elétrica - 7º Semestre Professor:Eng.º CivilCássio Fernando Simioni. Quem? Como? Com o quê? O quê? Por quê?

08/05/2017. Curso: Engenharia Elétrica - 7º Semestre Professor:Eng.º CivilCássio Fernando Simioni. Quem? Como? Com o quê? O quê? Por quê? GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGICAS Uma organização é uma combinação

Leia mais

HISTÓRIA DA COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL E PRINCIPAIS ELEMENTOS

HISTÓRIA DA COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL E PRINCIPAIS ELEMENTOS HISTÓRIA DA COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL E PRINCIPAIS ELEMENTOS A primeira necessidade? Comunicar-se. COMUNICAÇÃO É o processo que consiste em transmitir e receber uma mensagem, com a finalidade de afetar

Leia mais

Política de Auditoria Interna

Política de Auditoria Interna Política de Auditoria Interna 22 de outubro 2013 Define a missão, a independência, a objetividade, as responsabilidades e regulamenta a função da auditoria interna. ÍNDICE 1. OBJETIVO... 3 2. PÚBLICO ALVO...

Leia mais

1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia. LOCAL: Recife-PE 22/11/2013

1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia. LOCAL: Recife-PE 22/11/2013 DIVISÃO DE CONSULTORIA 1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia LOCAL: Recife-PE 22/11/2013 TEMA DA PALESTRA: Gestão de Fluxos de Trabalho e Indicadores

Leia mais

Introdução aos Sistemas de Informação nas Empresas

Introdução aos Sistemas de Informação nas Empresas Introdução aos Sistemas de Informação nas Empresas Esse capitulo estuda o referencial do conhecimento de SI necessário aos usuários finais das empresas e abordagem revista sobre desdobramentos-chaves no

Leia mais

CONHECIMENTO & RESULTADOS

CONHECIMENTO & RESULTADOS CONHECIMENTO & RESULTADOS Volnei P. Garcia Julho/2013 Proprietários Criando valor para todos os STAKEHOLDERS... O melhor lugar para se trabalhar Sociedade Órgãos Reguladores O maior retorno sobre o investimento

Leia mais

Avaliando projetos. Conteúdo. Módulo. SESSÃO 1 Planejamento e implementação de projetos 62. SESSÃO 2 Resultados de médio e longo prazo do projeto 68

Avaliando projetos. Conteúdo. Módulo. SESSÃO 1 Planejamento e implementação de projetos 62. SESSÃO 2 Resultados de médio e longo prazo do projeto 68 Módulo 3 Avaliando projetos Conteúdo SESSÃO 1 Planejamento e implementação de projetos 62 SESSÃO 2 Resultados de médio e longo prazo do projeto 68 61 Módulo 3 Sessão 1 Planejamento e implementação de projetos

Leia mais