Hoje vamos aprender um pouquinho sobre Regência Verbal, já que em muitos casos a língua espanhola difere muito da portuguesa.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Hoje vamos aprender um pouquinho sobre Regência Verbal, já que em muitos casos a língua espanhola difere muito da portuguesa."

Transcrição

1

2 Introdução Hoje vamos aprender um pouquinho sobre Regência Verbal, já que em muitos casos a língua espanhola difere muito da portuguesa. Entretanto, antes de passarmos a analisar a regência de alguns verbos, é necessário fazer algumas observações. É fundamental identificarmos com segurança os complementos verbais. Isso é bastante simples. Verbos transitivos e intransitivos VERBOS TRANSITIVOS São aqueles que não trazem em si a ideia completa da ação, necessitam de um outro termo para completar o seu sentido. Esse outro termo é chamado de objeto. Os verbos transitivos podem ser: - Transitivos diretos - Transitivos indiretos - Transitivos diretos e indiretos TRANSITIVOS DIRETOS (VTD) Aquele que vem acompanhado de um objeto sem preposição obrigatória (objeto direto), não existe nenhuma ponte (preposição). - Poucos viram o cometa Halley. viram: verbo transitivo direto o cometa Halley: objeto direto - Os meninos comeram o lanche. comeram: VTD o lanche: OD TRANSITIVO INDIRETO (VTI) Aquele que vem acompanhado de um objeto com preposição obrigatória (objeto indireto). Ele precisa de uma ponte, uma ligação. Esta ligação é feita através da preposição.

3 -Todos nós precisamos de alguém. Precisamos: VTI De alguém: objeto indireto Eu acredito em Deus. Acredito: VTI Em Deus: OI *Observação: Esse tipo de verbo não admite voz passiva TRANSITIVO DIRETO E INDIRETO (VTDI) Aquele que vem acompanhado de um objeto sem preposição (objeto direto) e de um objeto com preposição (objeto indireto). As crianças receberam elogios de seus pais. receberam: VTDI elogios: OD de seus pais: OI VERBOS INTRANSITIVOS (VI) São verbos que não precisam de complementos. - Ele morreu. - A criança chora. - As folhas caem. Visto isso, voltemos à Regência. A regência dos verbos e dos nomes determina se os seus complementos devem ou não ter preposição. Os verbos regem ou não as preposições. Portanto, a regência verbal estuda a relação que se estabelece entre o verbo e o seu complemento.

4 O que acontece é que não há regras. A regência de uma palavra é um caso particular. Cada palavra pede o seu complemento e rege a sua preposição. Ninguém precisa decorar que "quem gosta, gosta DE alguma coisa" ou "que quem está apaixonado, está apaixonado POR alguém ou alguma coisa". Na verdade, nós aprendemos regência de ouvido. O fato de falar, ouvir, ler e escrever em língua portuguesa é o que nos leva a saber qual preposição devemos usar. E aqui está o perigo Nosso ouvido nem sempre está bem-educado. Existe uma regência na linguagem popular que deve ser evitada em textos formais, em situações que exijam uma linguagem mais cuidada, mais clássica. O uso do verbo IR é um belo exemplo disso, quem vai sempre vai "a" algum lugar. Devemos ir "à praia". "IR em algum lugar" é vício de linguagem. É frequente ouvirmos: "vou no cinema", "fui no banco", "vai no banheiro"... Devemos "IR ao cinema, ao Banco, ao banheiro..." É interessante lembrar também a diferença entre "IR a" e "IR para". Devemos "IR a algum lugar" se houver a ideia de volta imediata e "IR para algum lugar" se houver ideia de permanência, ida em definitivo ou sem data para voltar. Se "o diretor vai a Brasília", entende-se uma viagem rápida, a serviço, por exemplo, com retorno no mesmo dia ou no dia seguinte. Entretanto, se "o diretor vai para Brasília", entende-se que ou vai morar em Brasília ou permanecer um bom tempo, sem data de volta. Agora você já sabe qual é a diferença entre mandar alguém "a" ou "para" aquele lugar. Vejamos agora alguns verbos interessantes quanto a regência e diferentes na regência espanhola: CONHECER: VTD Quem conhece, conhece alguém Conheci o Carnaval de Salvador nas últimas férias. VER: VTD quem vê, vê alguma coisa Ele viu o desfile das escolas de samba. AMAR: VTD Ele ama o filho. Agora veja outros casos também interessantes: AGRADECER: VTDI o objeto direto é coisa, e o indireto é pessoa O dono do restaurante agradeceu a preferência (OD) aos fregueses (OI)." CHAMAR: VTD = "fazer vir, convocar": O diretor chamou o aluno à sua sala. Estão chamando o diretor ao telefone. VTI (chamar por) = "invocar": Ela chamava por Santa Bárbara.

5 CONVIDAR VTD = "pedir o simples comparecimento": Convidei muitos amigos. VTI (convidar a) = "atrair, provocar": O calor não convida ao trabalho. VTDI = "convocar, solicitar presença a ou para alguma coisa": Convidei o engenheiro para palestra. Convidou o presidente a tomar a palavra. ESQUECER VTD - Eu esqueci os documentos. Eles esqueceram a data do seu aniversário. VTI (esquecer-se de = forma pronominal): Eu me esqueci dos documentos. Eles se esqueceram da data do seu aniversário. LEMBRAR VTD - Eu lembro aqueles bons tempos. Elas lembraram a data do seu aniversário. VTI (lembrar-se de = forma pronominal): Eu me lembro daqueles bons tempos. Elas se lembraram da data do seu aniversário. Gostou? Então, agora que já sabe um pouco mais sobre regência, vamos praticar.

Revisão:Tipos de sujeito

Revisão:Tipos de sujeito Revisão:Tipos de sujeito Sujeito Simples: possui apenas um núcleo. Exemplos: - Deus é perfeito! - A cegueira lhe torturava os últimos dias de vida. Sujeito Composto: possui dois ou mais núcleos. Exemplos:

Leia mais

Regência Verbal. É a relação de um verbo sobre seus complementos (OD, OI) e adjuntos adverbiais.

Regência Verbal. É a relação de um verbo sobre seus complementos (OD, OI) e adjuntos adverbiais. REGÊNCIA VERBAL Regência Verbal É a relação de um verbo sobre seus complementos (OD, OI) e adjuntos adverbiais. Em alguns casos, a variação de regência provoca uma alteração de sentido do verbo. A seguir,

Leia mais

Professor Marlos Pires Gonçalves

Professor Marlos Pires Gonçalves Regência A sintaxe de regência estuda as relações entre um nome ou um verbo e seus complementos. Há dois tipos de regência: Regência nominal; Regência verbal. Regência nominal Estuda as relações em que

Leia mais

Quanto à regência verbal, os verbos podem ser: - Transitivo direto - Transitivo indireto - Transitivo direto e indireto - Intransitivo

Quanto à regência verbal, os verbos podem ser: - Transitivo direto - Transitivo indireto - Transitivo direto e indireto - Intransitivo Regência Verbal Dentre os estudos linguísticos inerentes à sintaxe, encontra-se a sintaxe de regência. Ela é responsável pelo estudo das relações de dependência que se estabelecem entre os termos da oração

Leia mais

REGÊNCIA. A sintaxe de regência estuda as relações entre um nome ou um verbo e seus complementos. Há dois tipos de regência:

REGÊNCIA. A sintaxe de regência estuda as relações entre um nome ou um verbo e seus complementos. Há dois tipos de regência: REGÊNCIA A sintaxe de regência estuda as relações entre um nome ou um verbo e seus complementos. Há dois tipos de regência: Regência nominal; Regência verbal. É a relação de um verbo sobre seus complementos

Leia mais

Colégio Social Madre Clélia

Colégio Social Madre Clélia Colégio Social Madre Clélia Professora ANA PAULA Língua Portuguesa / 2ºEM / 2º trimestre 2012 REGÊNCIA NOMINAL E VERBAL Cuida especialmente das relações de dependência em que se encontram os termos na

Leia mais

REGÊNCIA NOMINAL E VERBAL

REGÊNCIA NOMINAL E VERBAL REGÊNCIA NOMINAL E VERBAL Cuida especialmente das relações de dependência em que se encontram os termos na oração ou as orações entre si no período composto. VEJA: AGORA NOTE: Quando um termo REGENTE é

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA PROFª.: THAÍS

LÍNGUA PORTUGUESA PROFª.: THAÍS LÍNGUA PORTUGUESA PROFª.: THAÍS AULA 8 O VERBO E SEUS COMPLEMENTOS pág. 57 A ORAÇÃO E SUA ESTRUTURA BÁSICA Sujeito = o ser sobre o qual se declara alguma coisa. Predicado = o que se declara sobre o sujeito.

Leia mais

TERMOS ESSENCIAIS DA ORAÇÃO SUJEITO E PREDICADO

TERMOS ESSENCIAIS DA ORAÇÃO SUJEITO E PREDICADO TERMOS ESSENCIAIS DA ORAÇÃO SUJEITO E PREDICADO TERMOS ESSENCIAIS DA ORAÇÃO: são aqueles que não podem faltar, pois caso contrário, a oração deixa de existir. São eles: o SUJEITO e o PREDICADO. a) SUJEITO:

Leia mais

Prof. Jorge Viana de Moraes

Prof. Jorge Viana de Moraes Prof. Jorge Viana de Moraes Regência É a relação sintática que se estabelece entre um termo regente ou subordinante (que exige outro) e o termo regido ou subordinado (termo regido pelo primeiro) A regência

Leia mais

REGÊNCIA VERBAL PROF. OSMAR EDUARDO SENS

REGÊNCIA VERBAL PROF. OSMAR EDUARDO SENS REGÊNCIA VERBAL PROF. OSMAR EDUARDO SENS REGÊNCIA VERBAL Para se entender a regência verbal ou nominal é necessário conhecer as preposições. Por isso complete: 1. a) Preposição é uma palavra invariável

Leia mais

PORTUGUÊS SÉRIE: Pré-Vestibular SINTAXE 2. Profª Raquel Sampaio

PORTUGUÊS SÉRIE: Pré-Vestibular SINTAXE 2. Profª Raquel Sampaio PORTUGUÊS SÉRIE: Pré-Vestibular SINTAXE 2 Profª Raquel Sampaio LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA SINTAXE 2 Profª. Raquel Freitas Sampaio PREDICAÇÃO VERBAL VERBO NOCIONAL INDICA AÇÃO OU FATO de LIGAÇÃO INDICA

Leia mais

Transitividade Verbal

Transitividade Verbal Transitividade Verbal 1 Predicação Verbal Chama-se predicação verbal o resultado da ligação que se estabelece entre o sujeito e o verbo e entre os verbos e os complementos. Quanto à predicação, os verbos

Leia mais

Fui ao cinema no domingo.

Fui ao cinema no domingo. VERBOS INTRANSITIVOS Os verbos CHEGAR e IR são acompanhados de adjuntos adverbiais de lugar. De acordo com a norma culta, as preposições usadas para indicar direção são A e PARA. A preposição EM deve ser

Leia mais

Colégio Magno Gramática 2.o ano. Regência verbal e regência nominal. Leia a seguir a letra de uma canção de Tom Jobim. Meditação

Colégio Magno Gramática 2.o ano. Regência verbal e regência nominal. Leia a seguir a letra de uma canção de Tom Jobim. Meditação Colégio Magno Gramática 2.o ano Regência verbal e regência nominal Meditação Leia a seguir a letra de uma canção de Tom Jobim. Quem acreditou No amor, no sorriso, na flor Então sonhou, sonhou E perdeu

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. Professora Rosane Reis MÓDULO 13 SINTAXE V REGÊNCIA VERBAL E NOMINAL

LÍNGUA PORTUGUESA. Professora Rosane Reis MÓDULO 13 SINTAXE V REGÊNCIA VERBAL E NOMINAL LÍNGUA PORTUGUESA Professora Rosane Reis MÓDULO 13 SINTAXE V REGÊNCIA VERBAL E NOMINAL REGÊNCIA A REGÊNCIA PODE SER DIRETA, QUANDO A RELAÇÃO DE DEPENDÊNCIA É REALIZADA POR JUSTAPOSIÇÃO DE TERMOS, OU INDIRETA,

Leia mais

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações Odilei França Graduado em Letras pela Fafipar. Graduado em Teologia pela Faculdade Batista. Professor de Língua Portuguesa para concursos públicos há 22 anos. Predicação verbal e sintaxe do período simples

Leia mais

PREDICADO. Profª Fernanda Colcerniani

PREDICADO. Profª Fernanda Colcerniani PREDICADO Profª Fernanda Colcerniani PREDICADO É o termo que expressa aquilo que se afirma a respeito do sujeito: 1. Jardineiros diplomados regam flores [...] sujeito predicado 2. A luz da tua poesia é

Leia mais

Concurseiro. Espaço do. Português Prof. Joaquim Bispo. Sinta-se a vontade para estudar conosco. O seu espaço de preparação para concursos públicos

Concurseiro. Espaço do. Português Prof. Joaquim Bispo. Sinta-se a vontade para estudar conosco. O seu espaço de preparação para concursos públicos Espaço do Concurseiro Sinta-se a vontade para estudar conosco Português Prof. Joaquim Bispo O seu espaço de preparação para concursos públicos Aula 4 1 Regência Verbal e Nominal A REGÊNCIA VERBAL estuda

Leia mais

Chamei-o idiota. Chamei-lhe idiota. Chamei-o de idiota. Chamei-lhe de idiota.

Chamei-o idiota. Chamei-lhe idiota. Chamei-o de idiota. Chamei-lhe de idiota. b) Transitivo seguido de predicativo do objeto, com o sentido de denominar, qualificar, admite quatro regências diferentes: Chamei-o idiota. Chamei-lhe idiota. Chamei-o de idiota. Chamei-lhe de idiota.

Leia mais

REVISÃO DE SINTAXE Predicação e Tipos de Predicado

REVISÃO DE SINTAXE Predicação e Tipos de Predicado Sintaxe Aula 3 (Língua Portuguesa / Redação / Hermenêutica / Teologia Patrística / Teologia de Missões) Tel: 8566.8968 REVISÃO DE SINTAXE Predicação e Tipos de Predicado (Língua Portuguesa / Redação /

Leia mais

Integrado Aulas 38 e 39 Apostila 5; pág. 87 Sintaxe de Regência

Integrado Aulas 38 e 39 Apostila 5; pág. 87 Sintaxe de Regência Integrado Aulas 38 e 39 Apostila 5; pág. 87 Sintaxe de Regência Definições Mecanismo que regula as ligações entre um verbo ou um nome (termos regentes) e os seus complementos (termos regidos). Em termos

Leia mais

Integrado Aulas 38 e 39 Apostila 5; pág. 87 Sintaxe de Regência. Prof. Eloy Gustavo

Integrado Aulas 38 e 39 Apostila 5; pág. 87 Sintaxe de Regência. Prof. Eloy Gustavo Integrado Aulas 38 e 39 Apostila 5; pág. 87 Sintaxe de Regência 1 Definição de Regência Definições Mecanismo que regula as ligações entre um verbo ou um nome (termos regentes) e os seus complementos (termos

Leia mais

Estudo do Predicado e Predicativo do Sujeito

Estudo do Predicado e Predicativo do Sujeito Estudo do Predicado e Predicativo do Sujeito O estudo do predicado O predicado, como já vimos, é o termo da oração que contém o verbo. Apesar de sujeito e predicado serem termos essenciais da oração, há

Leia mais

Português. Regência Nominal e Verbal. Professor Carlos Zambeli.

Português. Regência Nominal e Verbal. Professor Carlos Zambeli. Português Regência Nominal e Verbal Professor Carlos Zambeli www.acasadoconcurseiro.com.br Português REGÊNCIA NOMINAL E VERBAL A regência verbal estuda a relação que se estabelece entre os verbos e os

Leia mais

Português. Predicação Verbal. Professor Arthur Scandelari.

Português. Predicação Verbal. Professor Arthur Scandelari. Português Predicação Verbal Professor Arthur Scandelari www.acasadoconcurseiro.com.br Português PREDICAÇÃO VERBAL PARTE 1 1. (FCC TRF-3 2016)... tanto o metódico Paul McCartney como o irrequieto John

Leia mais

Português. Regência Verbal e Nominal. Professor Arthur Scandelari.

Português. Regência Verbal e Nominal. Professor Arthur Scandelari. Português Regência Verbal e Nominal Professor Arthur Scandelari www.acasadoconcurseiro.com.br Português REGÊNCIA VERBAL E NOMINAL 1. (CESGRANRIO IBGE 2016) Observa-se obediência à norma-padrão, no que

Leia mais

Não exige complemento. Ex.: O pássaro cantou. O menino acordou. O bebê nasceu.

Não exige complemento. Ex.: O pássaro cantou. O menino acordou. O bebê nasceu. Retomada Não exige complemento. Ex.: O pássaro cantou. O menino acordou. O bebê nasceu. Obs.: O verbo intransitivo pode vir acompanhado de circunstâncias adverbiais. Ex.: O menino acordou cedo. O homem

Leia mais

Termos ligados ao nome. adnominal e aposto) e o vocativo. Apostila 2, Capítulo 4 Unidades 21 a 24 (pág. 407 a 417) Professora Simone

Termos ligados ao nome. adnominal e aposto) e o vocativo. Apostila 2, Capítulo 4 Unidades 21 a 24 (pág. 407 a 417) Professora Simone Termos ligados ao nome (complemento nominal, adjunto adnominal e aposto) e o vocativo Apostila 2, Capítulo 4 Unidades 21 a 24 (pág. 407 a 417) Professora Simone 2 Regência Nominal Designa a relação existente

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 48 Transitividade verbal III

Bárbara da Silva. Português. Aula 48 Transitividade verbal III Bárbara da Silva Português Aula 48 Transitividade verbal III Mudança de Transitividade versus Mudança de Significado Há verbos que, de acordo com a mudança de transitividade, apresentam mudança de significado.

Leia mais

PREDICAÇÃO VERBAL Profª Giovana Uggioni Silveira

PREDICAÇÃO VERBAL Profª Giovana Uggioni Silveira PREDICAÇÃO VERBAL Profª Giovana Uggioni Silveira PREDICAÇÃO VERBAL VERBO DE LIGAÇÃO; VERBO TRANSITIVO; VERBO INTRANSITIVO. VERBO DE LIGAÇÃO (VL) Indica estado; Liga uma característica do sujeito (predicativo

Leia mais

Língua. Portuguesa. Regência

Língua. Portuguesa. Regência Língua Portuguesa Regência A regência verbal estuda a relação que se estabelece entre os verbos e os termos que os complementam(objetos diretos e Objetos indiretos) ou caracterizam (adjuntos adverbiais).

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 46 Transitividade verbal I

Bárbara da Silva. Português. Aula 46 Transitividade verbal I Bárbara da Silva Português Aula 46 Transitividade verbal I Verbos Intransitivos Os verbos intransitivos não possuem complemento. É importante, no entanto, destacar alguns detalhes relativos aos adjuntos

Leia mais

Lista 3 - Língua Portuguesa 1

Lista 3 - Língua Portuguesa 1 Lista 3 - Língua Portuguesa 1 Frase, oração e período; sujeito e predicado LISTA 3 - LP 1 - FRASE, ORAÇÃO E PERÍODO; SUJEITO E PREDICADO Frase, oração e período; sujeito e predicado Na fala ou na escrita,

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 22 Concordância verbal IV

Bárbara da Silva. Português. Aula 22 Concordância verbal IV Bárbara da Silva Português Aula 22 Concordância verbal IV Outros Casos 1) O Verbo e a Palavra "SE" Dentre as diversas funções exercidas pelo "se", há duas de particular interesse para a concordância verbal:

Leia mais

Professora Jaqueline Alice Cappellari(Gramática)

Professora Jaqueline Alice Cappellari(Gramática) VERBOS TRANSITIVOS INDIRETOS E OBJETOS INDIRETOS Alunas: Yohana Pereira Passos Victoria Prado Maria Eduarda Veras 2 A COLÉGIO GERAÇÃO Professora Jaqueline Alice Cappellari(Gramática) Objetivos Identificar,

Leia mais

e Transitividade Verbal Professora Jaqueline Cappellari

e Transitividade Verbal Professora Jaqueline Cappellari e Transitividade Verbal Professora Jaqueline Cappellari O verbo pode ser: Classifique os complementos verbais a seguir em objeto direto (OD) ou objeto indireto (OI): Verbos intransitivos São os verbos

Leia mais

PREDICAÇÃO VERBAL Profª Giovana Uggioni Silveira

PREDICAÇÃO VERBAL Profª Giovana Uggioni Silveira PREDICAÇÃO VERBAL Profª Giovana Uggioni Silveira PREDICAÇÃO VERBAL VERBO DE LIGAÇÃO; VERBO TRANSITIVO; VERBO INTRANSITIVO. VERBO DE LIGAÇÃO (VL) Indica estado; Liga uma característica do sujeito (predicativo

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS

LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade IV Ciência- O homem na construção do conhecimento 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 54 Predicado II

Bárbara da Silva. Português. Aula 54 Predicado II Bárbara da Silva Português Aula 54 Predicado II Predicado Nominal Apresenta as seguintes características: a) Possui um nome (substantivo ou adjetivo) como núcleo; b) É formado por um verbo de ligação mais

Leia mais

Planificação anual Ano letivo: 2017/2018

Planificação anual Ano letivo: 2017/2018 Período: 1.º Número total de aulas previstas: 78 Competências Compreensão oral: seleção da mensagens emitidas em situação de presença, sobre temas familiares para os alunos e deteção da ideia principal

Leia mais

REGÊNCIA VERBAL. & Nominal

REGÊNCIA VERBAL. & Nominal REGÊNCIA VERBAL & Nominal REGÊNCIA Regência é a parte da Gramática Normativa que estuda as relações entre os termos da oração, verificando se um termo serve de complemento a outro. O termo que exige complemento

Leia mais

Concurseiro. Sinta-se a vontade para estudar conosco. Português Prof. Joaquim Bispo. O seu espaço de preparação para concursos públicos

Concurseiro. Sinta-se a vontade para estudar conosco. Português Prof. Joaquim Bispo. O seu espaço de preparação para concursos públicos Espaço do Concurseiro Sinta-se a vontade para estudar conosco Português Prof. Joaquim Bispo O seu espaço de preparação para concursos públicos 1 SINTAXE DA ORAÇÃO Aula 2 Sintaxe: é a parte da gramática

Leia mais

REVISÃO CONCEITOS GRAMATICAIS 9º ANO

REVISÃO CONCEITOS GRAMATICAIS 9º ANO REVISÃO CONCEITOS GRAMATICAIS 9º ANO Observe os exemplos... Marisa comprou um carro. São termos essenciais da oração: Sujeito É o termo da oração sobre quem se declara alguma coisa Predicado É tudo aquilo

Leia mais

Capítulo 6: REGÊNCIA VERBAL

Capítulo 6: REGÊNCIA VERBAL Capítulo 6: REGÊNCIA VERBAL 1- Chegar/ ir deve ser introduzido pela preposição a e não pela preposição em. Ex.: Vou ao dentista./ Cheguei a Belo Horizonte. 2- Morar/ residir normalmente vêm introduzidos

Leia mais

7 - CESGRANRIO TRANSPETRO - Técnico de Enfermagem do Trabalho Considere a frase. O chefe de vários departamentos identifica a mudança no

7 - CESGRANRIO TRANSPETRO - Técnico de Enfermagem do Trabalho Considere a frase. O chefe de vários departamentos identifica a mudança no 7 - CESGRANRIO - 2011 - TRANSPETRO - Técnico de Enfermagem do Trabalho Considere a frase. O chefe de vários departamentos identifica a mudança no cenário da informática. A palavra identifica pode ser substituída,

Leia mais

OBJETIVOS DESENVOLVIMENTO

OBJETIVOS DESENVOLVIMENTO Entidade Mantenedora: SEAMB Sociedade Espírita Albertino Marques Barreto CNPJ:16.242.620/ 0001-77 Educação Infantil: Jardim I II Unidade Sequência nº 01 Período: 19 a 23/05/2014 Tema Transversal Norteador:

Leia mais

SINTAXE. Profa. Luana Lemos.

SINTAXE. Profa. Luana Lemos. SINTAXE Profa. Luana Lemos llemos@salesiano.org.br 1 O ESTUDO DO PREDICADO llemos@salesiano.org.br 2 No meu mundo ideal, todo mundo lê Nietzsche, Kant e Schopenhauer. Sujeito Todo mundo também entende

Leia mais

Regência Verbal . VERBO INTRANSITIVO . VERBO DE LIGAÇÃO . VERBO TRANSITIVO. Não exige preposição. Exige preposição . VERBO TRANSITIVO DIRETO

Regência Verbal . VERBO INTRANSITIVO . VERBO DE LIGAÇÃO . VERBO TRANSITIVO. Não exige preposição. Exige preposição . VERBO TRANSITIVO DIRETO Regência Verbal VERBO --> ALGO VERBO --> com ALGO / de ALGO por ALGO / em ALGO para ALGO / a ALGO. VERBO INTRANSITIVO. VERBO DE LIGAÇÃO. VERBO TRANSITIVO. VERBO TRANSITIVO DIRETO Não exige preposição.

Leia mais

PORTUGUESA 1- JULGUE OS ITENS ABAIXO E JUSTIFIQUE OS ERRADOS.

PORTUGUESA 1- JULGUE OS ITENS ABAIXO E JUSTIFIQUE OS ERRADOS. NOME : SÉRIE: TURMA: MATRÍCULA : EXERCÍCIOS DE GRAMÁTICA ENSINO: MÉDIO PORTUGUESA 1- JULGUE OS ITENS ABAIXO E JUSTIFIQUE OS ERRADOS. a) Temos verbo de ligação em Marta não estava no shopping. b) O verbo

Leia mais

Orações Subordinadas Substantivas Objetivas. Izabela da Cunha Bataglioli & Yuli Thamires Magalhães

Orações Subordinadas Substantivas Objetivas. Izabela da Cunha Bataglioli & Yuli Thamires Magalhães Orações Subordinadas Substantivas Objetivas Izabela da Cunha Bataglioli & Yuli Thamires Magalhães Orações Objetivas Diretas A oração subordinada substantiva objetiva direta exerce função de objeto direto

Leia mais

ebook de Mapas Mentais para concursos públicos Autora: Terezinha N. Rêgo

ebook de Mapas Mentais para concursos públicos  Autora: Terezinha N. Rêgo ebook de Mapas Mentais para concursos públicos www.mapasequestoes.com.br Autora: Terezinha N. Rêgo Conteúdo Ortografia S, SS, Ç e Z... 3 Ortografia G/J e X/CH... 4 Emprego de palavras... 5 Hífen 01 Usa

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. Prof. Albert Iglésia

LÍNGUA PORTUGUESA. Prof. Albert Iglésia LÍNGUA PORTUGUESA Regência Nominal Relação entre um adjetivo, advérbio ou substantivo abstrato transitivo e seu complemento, por meio de preposição. 1. Os cursos do Ponto têm sido úteis a muitos candidatos.

Leia mais

Prof.ª Cristiana Ferreira Nunes

Prof.ª Cristiana Ferreira Nunes Prof.ª Cristiana Ferreira Nunes 2012 São Subordinadas Substantivas as orações equivalentes a substantivos dos períodos simples. Exemplos: Período simples: Substantivo (núcleo do OD) Quero a sua presença

Leia mais

Vamos conhecer um pouco mais sobre esta Cidade?

Vamos conhecer um pouco mais sobre esta Cidade? Vamos conhecer um pouco mais sobre esta Cidade? 1 - O Brasil é dividido em Estados. E cada Estado, em Cidades. Você sabe em que Estado fica a Cidade do Rio de Janeiro? Pinte-o de azul. MAPA DO BRASIL Você

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA PEDRO HENRIQUE (PH)

LÍNGUA PORTUGUESA PEDRO HENRIQUE (PH) LÍNGUA PORTUGUESA PEDRO HENRIQUE (PH) REGÊNCIA VERBAL Necessito de livros. NOMINAL Tenho necessidade de livros. Regência Verbal Parte 1 Almejar Renato almeja o cargo de diretor. Amar Paula ama sua filha.

Leia mais

2º ANO RESOLUÇÃO PARA PROVA DE 26/06/2014 GRAMÁTICA PROF. FASCINA

2º ANO RESOLUÇÃO PARA PROVA DE 26/06/2014 GRAMÁTICA PROF. FASCINA 2º ANO RESOLUÇÃO PARA PROVA DE 26/06/2014 GRAMÁTICA PROF. FASCINA MÓDULO 34 Olá, fiotes e fiotas rsrsrsrs (ok... sem graça...). Eu acho que dei essa matéria umas três vezes em aula... Então aqui há um

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 47 Transitividade verbal II

Bárbara da Silva. Português. Aula 47 Transitividade verbal II Bárbara da Silva Português Aula 47 Transitividade verbal II Verbos Transitivos Diretos ou Indiretos Há verbos que admitem duas construções, uma transitiva direta, outra indireta, sem que isso implique

Leia mais

Complemento nominal Adjunto adnominal Objeto indireto Predicativo do sujeito Predicativo do objeto Adjunto Adverbial Agente da passiva Aposto e

Complemento nominal Adjunto adnominal Objeto indireto Predicativo do sujeito Predicativo do objeto Adjunto Adverbial Agente da passiva Aposto e Complemento nominal Adjunto adnominal Objeto indireto Predicativo do sujeito Predicativo do objeto Adjunto Adverbial Agente da passiva Aposto e Vocativo Tipos de predicado COMPLEMENTO NOMINAL OU ADJUNTO

Leia mais

Orações subordinadas substantivas: objetiva direta, objetiva indireta e predicativa

Orações subordinadas substantivas: objetiva direta, objetiva indireta e predicativa Orações subordinadas substantivas: objetiva direta, objetiva indireta e predicativa Objetivos Compreender a relação sintática na construção do texto: orações subordinadas substantivas Conteúdos Oração

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. Professora Rosane Reis. MÓDULO 11 Sintaxe IV

LÍNGUA PORTUGUESA. Professora Rosane Reis. MÓDULO 11 Sintaxe IV LÍNGUA PORTUGUESA Professora Rosane Reis MÓDULO 11 Sintaxe IV CONCORDÂNCIA VERBAL REGRA GERAL O verbo concorda em número e pessoa com o sujeito. Com sujeito simples e singular ou substantivo coletivo,

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 14 O uso da crase I

Bárbara da Silva. Português. Aula 14 O uso da crase I Bárbara da Silva Português Aula 14 O uso da crase I A palavra crase é de origem grega e significa "fusão", "mistura". Na língua portuguesa, é o nome que se dá à "junção" de duas vogais idênticas. É de

Leia mais

CONCEITOS GRAMATICAIS PARA ESTUDO CARLA FRASE. FRASE VERBAL: é frase que apresenta verbo ou locução verbal.

CONCEITOS GRAMATICAIS PARA ESTUDO CARLA FRASE. FRASE VERBAL: é frase que apresenta verbo ou locução verbal. CONCEITOS GRAMATICAIS PARA ESTUDO CARLA FRASE É uma enunciado (uma mensagem) de sentido completo que estabelece comunicação. Toda frase deve ser pontuada. FRASE VERBAL: é frase que apresenta verbo ou locução

Leia mais

TERMOS RELACIONADOS AO VERBO

TERMOS RELACIONADOS AO VERBO TERMOS RELACIONADOS AO VERBO objeto direto objeto indireto V E R B O agente da passiva adjunto adverbial ADJUNTO ADVERBIAL: é o termo da oração que indica as circunstâncias em que se dá a ação verbal (de

Leia mais

PREDICADO: APROFUNDANDO-SE NO ASSUNTO PARTE 1

PREDICADO: APROFUNDANDO-SE NO ASSUNTO PARTE 1 Aulas 37 à 40 PREDICADO: APROFUNDANDO-SE NO ASSUNTO PARTE 1 Vimos nas aulas anteriores sobre o sujeito e seus tipos, mas não podemos entender de forma completa o que é o sujeito sem também conhecer e compreender

Leia mais

Regência Nominal e Verbal

Regência Nominal e Verbal UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ CURSO PRÉ-VESTIBULAR UECEVEST LINGUAGEM E COMUNICAÇÃO PROFESSOR MANOEL IVANY Regência Nominal e Verbal 1. (TCU) Com relação à Regência verbal, assinale a opção correta: A.

Leia mais

O LIVRO SEM PALAVRAS

O LIVRO SEM PALAVRAS Momento com Deus NOME: DATA: 13/07//2014 O LIVRO SEM PALAVRAS Versículos para Decorar: 1. Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o

Leia mais

REVISÃO DE ANÁLISE SINTÁTICA Período composto

REVISÃO DE ANÁLISE SINTÁTICA Período composto REVISÃO DE ANÁLISE SINTÁTICA Período composto Professora Melina 9º. Ano Relembrando... ORAÇÃO Enunciado organizado em torno de um verbo. Você abre a janela. PERÍODO SIMPLES frase formada por uma só oração.

Leia mais

Os casos especiais do sujeito composto: a) Quando o sujeito composto estiver antes do verbo, esse último ficará no plural.

Os casos especiais do sujeito composto: a) Quando o sujeito composto estiver antes do verbo, esse último ficará no plural. Os casos especiais do sujeito composto: a) Quando o sujeito composto estiver antes do verbo, esse último ficará no plural. Exemplo: Paola e Pedro gostaram do seu interesse em vender a casa. b) Quando o

Leia mais

Pronome. 1- Serafina é a menina que escreveu o texto acima. Por que ela resolveu deixar seu diário guardado em uma gaveta?

Pronome. 1- Serafina é a menina que escreveu o texto acima. Por que ela resolveu deixar seu diário guardado em uma gaveta? Atividade de estudo de Português Pronome 5º ano Leia o texto abaixo. É setembro, lua cheia, o tempo está gostoso. Não está fazendo nem muito calor, nem muito frio. Diário, Já faz mais de um mês que eu

Leia mais

Português. Sintaxe da Oração (Análise Sintática) Professor Carlos Zambeli.

Português. Sintaxe da Oração (Análise Sintática) Professor Carlos Zambeli. Português Sintaxe da Oração (Análise Sintática) Professor Carlos Zambeli www.acasadoconcurseiro.com.br Português SINTAXE DA ORAÇÃO (ANÁLISE SINTÁTICA) Frase: é o enunciado com sentido completo, capaz

Leia mais

OBJETO DIRETO E OBJETO INDIRETO EM UM LIVRO DIDÁTICO: GRAMÁTICA NORMATIVA VS. GRAMÁTICA EXPLICATIVA/GERATIVA

OBJETO DIRETO E OBJETO INDIRETO EM UM LIVRO DIDÁTICO: GRAMÁTICA NORMATIVA VS. GRAMÁTICA EXPLICATIVA/GERATIVA OBJETO DIRETO E OBJETO INDIRETO EM UM LIVRO DIDÁTICO: GRAMÁTICA NORMATIVA VS. GRAMÁTICA EXPLICATIVA/GERATIVA Jessé Pantoja SERRÃO (G-UFPA) Antônia Fernanda de Souza NOGUEIRA (UFPA) 120 Resumo Este artigo

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 55 Classificação do sujeito

Bárbara da Silva. Português. Aula 55 Classificação do sujeito Bárbara da Silva Português Aula 55 Classificação do sujeito Classificação do Sujeito O sujeito das orações da língua portuguesa pode ser determinado ou indeterminado. Existem ainda as orações sem sujeito.

Leia mais

Programa Curso Português nível A1 e A2

Programa Curso Português nível A1 e A2 Unidade 1 : Olá! Como está? Programa Curso Português nível A1 e A2 Apresentar-se Cumprimentar Despedir-se Dar informações de carácter pessoal Nome Morada Estado civil Nacionalidades Países / Cidades Profissões

Leia mais

Profª.: Elysângela Neves

Profª.: Elysângela Neves Profª.: Elysângela Neves Regência É a relação sintática que se estabelece entre um termo regente ou subordinante (que exige outro) e o termo regido ou subordinado (termo regido pelo primeiro) A regência

Leia mais

Funções do pronome se. Pronome reflexivo. Narciso contemplava-se na água. = Narciso contemplava a si próprio. sujeito

Funções do pronome se. Pronome reflexivo. Narciso contemplava-se na água. = Narciso contemplava a si próprio. sujeito FUNÇÕES DO PRONOME SE Prof. Daniel Funções do pronome se - pronome reflexivo - pronome apassivador - índice de indeterminação do sujeito Pronome reflexivo Narciso contemplava-se na água. = Narciso contemplava

Leia mais

Programa de Idiomas Inglês. Proposta: O programa de idiomas em Língua Inglesa adota um modelo sequencial de ensino e uma abordagem comunicativa

Programa de Idiomas Inglês. Proposta: O programa de idiomas em Língua Inglesa adota um modelo sequencial de ensino e uma abordagem comunicativa Programa de Idiomas Inglês Proposta: O programa de idiomas em Língua Inglesa adota um modelo sequencial de ensino e uma abordagem comunicativa visando a compreensão do idioma nas quatro habilidades básicas

Leia mais

TER 3º Bimestre- 7º ano - Português. Verbo Intransitivo e Verbo Transitivo

TER 3º Bimestre- 7º ano - Português. Verbo Intransitivo e Verbo Transitivo TER 3º Bimestre- 7º ano - Português Verbo Intransitivo e Verbo Transitivo Leia as frases a seguir: A- Durante a aula, a garotinha chorou. B- Durante a aula, a garotinha quebrou. Na frase 1, o verbo tem

Leia mais

Português. Profa. Flávia Rita

Português. Profa. Flávia Rita Português Profa. Flávia Rita Pergunta da Aluna: Danny Unidade: Para de minas 1- você mencionou em uma de suas aulas sobre pronome que o SE (sendo pronome apassivador) segue a regra dos demais pronomes

Leia mais

Gabaritos das atividades complementares. Língua Portuguesa 6ª Série

Gabaritos das atividades complementares. Língua Portuguesa 6ª Série Gabaritos das atividades complementares Língua Portuguesa 6ª Série Atividade de revisão 1) d/a/c/b/b/a 2) Cai/ está/ dá / há / corre / há / aquecem / é / estão / saem / passeiam 3) Chegaram / chegou /

Leia mais

Regência. O estabelecimento de relações de sentido

Regência. O estabelecimento de relações de sentido Regência O estabelecimento de relações de sentido Leia: Ele é acostumado a roubar. acostumado= adjetivo(a) Ele está acostumado com a pobreza. acostumado= adjetivo(com) verbo aspirar No sentido sorver,

Leia mais

o erro: Vamos retomar o período simples do exemplo anterior e observar a classe gramatical e a função sintática da palavra

o erro: Vamos retomar o período simples do exemplo anterior e observar a classe gramatical e a função sintática da palavra Vamos retomar o período simples do exemplo anterior e observar a classe gramatical e a função sintática da palavra o erro: Neymar não admitiu o erro do juiz. suj VTD função: núcleo do direto classe: substantivo

Leia mais

FORTALECENDO SABERES LÍNGUA PORTUGUESA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA. Aula 38.1 Conteúdos: Regência verbal

FORTALECENDO SABERES LÍNGUA PORTUGUESA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA. Aula 38.1 Conteúdos: Regência verbal 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 38.1 Conteúdos: Regência verbal 3 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Habilidades: Distinguir a relação que se estabelece

Leia mais

ESTÁGIO EM ENSINO DE ANÁLISE LINGUÍSTICA

ESTÁGIO EM ENSINO DE ANÁLISE LINGUÍSTICA ESTÁGIO EM ENSINO DE ANÁLISE LINGUÍSTICA AULA 04: PROPOSTAS DIDÁTICO-PEDAGÓGICAS PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM DE ANÁLISE LINGUÍSTICA LIÇÃO 1 REGÊNCIA (Adaptada de uma atividade elaborada para alunos do 9º

Leia mais

Planificação anual Ano letivo: 2016/2017

Planificação anual Ano letivo: 2016/2017 Módulo 1 Número total de aulas previstas: 44 Competências Compreensão oral: Compreender globalmente intervenções sobre temas relacionados com a escola, os seus interesses, as atividades e relações quotidianas,

Leia mais

Aspirar Transitivo direto Aspiramos aspirou aspiram aspiram h. Transitivo indireto lhe(s): aspiramos aspira

Aspirar Transitivo direto Aspiramos aspirou aspiram aspiram h. Transitivo indireto lhe(s): aspiramos aspira Aspirar a) Transitivo direto (= respirar, sorver, exalar, pronunciar guturalmente): Aspiramos o ar puro das montanhas. E com os lábios entreabertos aspirou com delícia a aura impregnada de perfumes. (José

Leia mais

COLÉGIO DIOCESANO SERIDOENSE. Professora: Caliana Medeiros.

COLÉGIO DIOCESANO SERIDOENSE. Professora: Caliana Medeiros. COLÉGIO DIOCESANO SERIDOENSE Professora: Caliana Medeiros. PREDICAÇÃO VERBAL Em função da relação que os verbos estabelecem com outras palavras, podemos dividi-los de duas maneiras: verbos de ligação verbos

Leia mais

CURSO DE PORTUGUÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA

CURSO DE PORTUGUÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA CURSO DE PORTUGUÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA PROGRAMA TEMÁTICO NÍVEIS A1 A2 UNIDADES ÁREAS LEXICAIS / VOCABULÁRIO ÁREAS GRAMATICAIS COMPETÊNCIAS PRÁTICA ESPECÍFICA Chamar-se [chamo-me; chama-se] Identificar-se

Leia mais

Integrado Aulas 45 e 46 Apostila 6 Colocação Pronominal. Prof. Eloy Gustavo

Integrado Aulas 45 e 46 Apostila 6 Colocação Pronominal. Prof. Eloy Gustavo Integrado Aulas 45 e 46 Apostila 6 Colocação Pronominal Colocação Pronominal Definição: conjunto de regras que determinam a colocação dos pronomes oblíquos átonos. Pronomes Oblíquos Átonos: 1ª pessoa 2ª

Leia mais

COLÉGIO DIOCESANO SERIDOENSE

COLÉGIO DIOCESANO SERIDOENSE COLÉGIO DIOCESANO SERIDOENSE 8º ano Professora: Allana Rauana Almeida Cortez. Dá-se o nome de VOZ à forma assumida pelo verbo para indicar se o sujeito gramatical é AGENTE ou PACIENTE da ação. As vozes

Leia mais

Antes de estudarmos os complementos verbais, vamos relembrar alguns conceitos sobre os verbos das orações.

Antes de estudarmos os complementos verbais, vamos relembrar alguns conceitos sobre os verbos das orações. COMPLEMENTO VERBAL CONTEÚDO Complemento verbal Objeto direto Objeto indireto AMPLIANDO SEUS CONHECIMENTOS Antes de estudarmos os complementos verbais, vamos relembrar alguns conceitos sobre os verbos das

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA PEDRO HENRIQUE (PH)

LÍNGUA PORTUGUESA PEDRO HENRIQUE (PH) LÍNGUA PORTUGUESA PEDRO HENRIQUE (PH) TERMOS ESSENCIAIS DA ORAÇÃO SUJEITO Ser de quem se diz alguma coisa; ser ou coisa de que se declara algo. PREDICADO Aquilo que é dito em relação ao sujeito*; tudo

Leia mais

FUNÇÕES SINTÁTICAS DOS PRONOMES PESSOAIS OBLÍQUOS ÁTONOS

FUNÇÕES SINTÁTICAS DOS PRONOMES PESSOAIS OBLÍQUOS ÁTONOS LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA: FUNÇÕES SINTÁTICAS DOS PRONOMES PESSOAIS OBLÍQUOS ÁTONOS PROF.º PAULO SCARDUA PRONOME OBLÍQUO O E VARIAÇÕES SUJEITO DE VERBO NO INFINITIVO O pronome obliquo O, quando acompanha

Leia mais

Anexo Entrevista G2.1

Anexo Entrevista G2.1 Entrevista G2.1 Entrevistado: E2.1 Idade: Sexo: País de origem: Tempo de permanência e 42 anos Masculino Ucrânia 13 anos m Portugal: Escolaridade: Imigrações prévias: 12º ano Não Língua materna: Ucraniano

Leia mais

- Transitivo direto e indireto O garoto ofereceu. - Verbo intransitivo Ele morreu. A criança dormiu.

- Transitivo direto e indireto O garoto ofereceu. - Verbo intransitivo Ele morreu. A criança dormiu. - Transitivo direto e indireto O garoto ofereceu - Verbo intransitivo Ele morreu. A criança dormiu. COMPLEMENTO NOMINAL É o termo que completa o sentido de uma palavra que não seja verbo. Assim, pode referir-se

Leia mais

Atendimento. O Segredo de nosso negócio

Atendimento. O Segredo de nosso negócio Atendimento O Segredo de nosso negócio Mary Kay Nr. 1 em fidelização de Clientes Atendimento diferenciado e personalizado. Oportunidade de experimentar os produtos antes de adquirir. Acompanhamento periódico

Leia mais

Questão 01 Os hobbits

Questão 01 Os hobbits Educador: Angela Régia C. Curricular: Língua Portuguesa Data: / /2013 Estudante: 7º Ano Questão 01 Os hobbits Os hobbits são um povo discreto, mas muito antigo, que já foi mais numeroso do que é hoje.

Leia mais

Você sabe de quem são as histórias de fada, bruxa e duende? Será que YAHUVAH gosta dessas coisas? Vamos ver?

Você sabe de quem são as histórias de fada, bruxa e duende? Será que YAHUVAH gosta dessas coisas? Vamos ver? Você sabe de quem são as histórias de fada, bruxa e duende? Será que YAHUVAH gosta dessas coisas? Vamos ver? Como foi a aula hoje, filha? Eu gostei muito, mamãe! Hoje nós tivemos aula de boas maneiras!

Leia mais

Artigo definido / artigo indefinido e seu emprego Nome Género Formação do feminino Formação do plural. Unidade 0

Artigo definido / artigo indefinido e seu emprego Nome Género Formação do feminino Formação do plural. Unidade 0 NÍVEL DE PROFICIÊNCIA LINGUÍSTICA A1/A2 COMPETÊNCIA COMUNICATIVA PARTE 1 PRAGMÁTICA LINGUÍSTICA Unidade 0 Vamos aprender Português! Identificar marcas da identidade cultural portuguesa / língua portuguesa

Leia mais

REGÊNCIA VERBAL. Profª Giovana Uggioni Silveira

REGÊNCIA VERBAL. Profª Giovana Uggioni Silveira REGÊNCIA VERBAL Profª Giovana Uggioni Silveira A professora escreveu no quadro. Os alunos estudaram o conteúdo. O aluno respondeu à pergunta da professora. 1- Chegar/ ir deve ser introduzido pela preposição

Leia mais