FCONT- Controle Fiscal Contábil de Escrituração. Controladoria 2 CTB/ATF Novembro de 2009

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FCONT- Controle Fiscal Contábil de Escrituração. Controladoria 2 CTB/ATF Novembro de 2009"

Transcrição

1 1 FCONT- Controle Fiscal Contábil de Escrituração Controladoria 2 CTB/ATF Novembro de 2009

2 2 FCONT- Controle Fiscal Contábil de Transição ÍNDICE I) Regime Tributário de Transição - RTT II) FCONT Controle Fiscal Contábil de Transição III) Demonstração I) Regime Tributário de Transição - RTT Introdução Objetivo Alcance Legal Impactos da adoção ou não do RTT

3 3 Regime Tributário de Transição - RTT Introdução A opção ao RTT Regime Tributário de Transição somente deverá ser efetivada se o contabilista responsável desenvolveu a contabilidade das pessoas jurídicas optantes pelo Lucro Real ou Lucro Presumido Trimestral com base nos critérios da Lei /07 e Pronunciamentos emitidos pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC), além de aplicar o critério da essência da primazia sobre a forma.

4 4 Regime Tributário de Transição - RTT Objetivo Permitir que as empresas optem por refletir ou não os efeitos da adoção as novas normas contábeis na apuração do valor do IRPJ e CSLL.

5 5 Regime Tributário de Transição - RTT Alcance Legal O regime tributário de transição RTT alcança a pessoa jurídica que apurar o IRPJ/CSLL/PIS/COFISN na forma da Lei no /09 artigos 15 a 24. Dentre esses artigos o RTT irá verificar: Lucro real (mensal, trimestral ou anual) Lucro presumido trimestral

6 6 Regime Tributário de Transição - RTT Lucro Real A escrituração do livro digital FCONT alcança a pessoa jurídica optante ao RTT Regime Tributário de Transição e tributada pelo IRPJ e CSLL no regime do Lucro Real (mensal, trimestral ou anual).

7 7 Regime Tributário de Transição - RTT Lucro Presumido As pessoas jurídicas optantes pelo RTT e tributadas pelo IRPJ e CSLL no regime de Lucro Presumido Trimestral estão desobrigadas de escriturar o livro digital FCONT, assim como as Pessoas Jurídicas que não tenham efetuado lançamentos que modifiquem os critérios de reconhecimento das receitas, custos e despesas oriundos da Lei nº /07 e a Lei nº /09.

8 8 Regime Tributário de Transição - RTT Impactos da adoção ou não do RTT O momento de opção pelo RTT, deverá ser manifestada, de forma irretratável, dentro da DIPJ/2009 referente ao Ano- Calendário 2008.

9 9 Regime Tributário de Transição - RTT Impactos da adoção ou não do RTT Adoção do Regime Tributário de Transição As empresas que adotarem o Regime Tributário de Transição estão optando para que as alterações introduzidas pela lei contábil /07 e /09, as quais modificam o critério de reconhecimento de Receitas, Custos e Despesas na apuração da DRE, não tenham efeitos fiscais na apuração do lucro nos exercícios de 2008 e 2009.

10 10 Regime Tributário de Transição - RTT Impactos da adoção ou não do RTT Não adoção do Regime Tributário de Transição As empresas que adotarem o Regime Tributário de Transição estão optando para que as alterações introduzidas pela lei contábil /07 e /09, as quais modificam o critério de reconhecimento de Receitas, Custos e Despesas na apuração da DRE, tenham efeitos fiscais na apuração do lucro nos exercícios de 2008 e 2009.

11 Regime Tributário de Transição - RTT 11

12 12 FCONT- Controle Fiscal Contábil de Transição ÍNDICE I) Regime Tributário de Transição RTT II) FCONT- Controle Fiscal Contábil de Transição III) Demonstração I) FCONT- Controle Fiscal Contábil de Transição Adequação para Escrituração do FCONT Disponibilização das adequações Modo de Escrituração para o Protheus

13 13 FCONT- Controle Fiscal Contábil de Transição Adequação para Escrituração do FCONT Foram disponibilizadas as seguintes adequações do sistema Microsiga Protheus: A possibilidade da utilização de 36 tipos de saldos no modulo Contábil (CTB); A possibilidade de emissão da DRE em vários tipos de saldo ou com tipos de saldos consolidados;

14 14 FCONT- Controle Fiscal Contábil de Transição Adequação para Escrituração do FCONT Exportação dos dados contábeis (Já ajustados pelo contribuinte) em formato texto (TXT) para importação no programa de validação e ajuste da Receita Federal do Brasil (PVA do FCONT); Alguns facilitadores como copia/estorno de movimento (via lançamento).

15 15 FCONT- Controle Fiscal Contábil de Transição Disponibilização das Adequações As adequações estão disponibilizadas em pacotes individuais, sendo consolidadas nas liberações de releases ou versões que os sucederem. Os pacotes estarão disponíveis nos portais do cliente e analista, juntamente com seus respectivos boletins técnicos. (Previsão para dia 17/11 todos os pacotes). As adequações foram realizadas na versão Protheus 10 e estarão disponíveis nas versões posteriores.

16 16 FCONT- Controle Fiscal Contábil de Transição Disponibilização das Adequações Para o Protheus 8.11 será disponibilizado a funcionalidade de geração do arquivo, assim como a possibilidade de conferencia pelo relatório DRE. A disponibilização da geração do arquivo TXT para importação no programa da RFB fica a cargo da rotina Instruções Normativas (MATA950) dentro do ambiente de livros fiscais.

17 17 FCONT- Controle Fiscal Contábil de Transição Considerações gerais Disponibilização das Adequações É obrigatório efetuar a leitura da Instrução Normativa 949/2009, bem como de seus respectivos anexos para entender melhor como se fará a geração do arquivo magnético; É obrigatório efetuar a leitura da legislação /07 e /09, bem como de seus respectivos anexos; Como os arquivos tipo INI possuem diferenças entre as versões do Sistema, é necessário que seja utilizado o arquivo INI correspondente à versão em uso. Quaisquer adequação de base ou ajuste deverá ser efetuada pelo contribuinte não cabendo assim essa responsabilidade para as equipes internas.

18 18 FCONT- Controle Fiscal Contábil de Transição Disponibilização das Adequações Antes de efetuar o processo de escrituração, é importante observar alguns pré-requisitos principais, conforme abaixo: O cadastro de empresas (SIGAMAT) deverá estar com os campos de identificação legal preenchidos corretamente. (Vide manual disponibilizado no help do validador do PVA - FCONT) O cadastro de Plano de Contas deverá estar com a classificação das contas (CT1_NTSPED) preenchida. (Ambiente: Contabilidade Gerencial/Atualizações/Cadastro/Plano de Contas)

19 19 FCONT- Controle Fiscal Contábil de Transição Disponibilização das Adequações No plano de conta referencial é preciso informar o código da instituição responsável (Ex: Receita) - (Ambiente: Contabilidade Gerencial/Atualizações/Cadastro/Plano de Contas). Observações: Se a qualificação da pessoa jurídica for 00-SUSEP, a mesma não deverá ter plano de contas referencial.

20 20 FCONT- Controle Fiscal Contábil de Transição Disponibilização das Adequações O campo C.Custo tem seu preenchimento obrigatório somente quando interferir na identificação do código do plano de contas referencial, ou seja, caso a vinculação com o plano de contas referencial independa de centro de custos, este somente deve ser informado no registro CENTRO DE CUSTO do arquivo texto gerado. Se for preenchido o campo C.Custo, será obrigatório utilizar C. Custo nos lançamentos contábeis. Não poderá haver para a mesma conta contábil (CT1), duas contas referenciais com o mesmo centro de custo (CVD).

21 21 FCONT- Controle Fiscal Contábil de Transição Disponibilização das Adequações Somente devem ser referenciadas contas analíticas com natureza de conta igual a: 01 (contas de ativo); 02 (contas de passivo); 03 (patrimônio líquido); 04 (contas de resultado).

22 22 FCONT- Controle Fiscal Contábil de Transição Disponibilização das Adequações As contas com classificação diferente das citadas não devem ser referenciadas. Contas de compensação e contas transitórias, que devem ser classificadas com o código 09. Apuração de resultados, de acordo com o período especificado na escrituração. (Ambiente: Contabilidade Gerencial/Miscelânea/Encerramentos/Apuração Resultados) Cadastro contabilistas: São obrigatórias duas assinaturas: uma do contabilista e uma pela pessoa jurídica. (Ambiente: Contabilidade Gerencial/Atualizações/Cadastro/Contabilista)

23 23 FCONT- Controle Fiscal Contábil de Transição Disponibilização das Adequações Deverão existir lançamentos e saldos contábeis para o período a ser gerado. (Ambiente: Contabilidade Gerencial/Atualizações/Movimentos/Laçam Contábeis) Observações: Nos lançamentos relativos à correção de erros ou a eventos de períodos anteriores, devem ser observadas as normas e princípios contábeis. Em relação aos lançamentos contábeis, a empresa deverá efetuar os lançamentos utilizando os métodos e critérios contábeis aplicáveis à legislação tributária. As diferenças apuradas entre as duas metodologias comporão ajuste específico a ser efetuado no Livro de Apuração do Lucro Real (LALUR).

24 24 FCONT- Controle Fiscal Contábil de Transição Disponibilização das Adequações A pessoa jurídica deverá apurar em sua escrituração contábil, o resultado do período antes do imposto de renda e as participações, conforme a legislação societária; Utilizar os métodos e critérios contábeis aplicados à legislação tributária que modifiquem as receitas, custos e despesas trazidas pela Lei nº /07 e pelos artigos 37 e 38 da Lei nº /09 na apuração do resultado para fins fiscais; Será efetuada a escrituração das contas patrimoniais e de resultado em partidas dobradas para fins tributários, considerando para fins fiscais os métodos e critérios contábeis vigentes em 31 de dezembro de 2007.

25 25 FCONT- Controle Fiscal Contábil de Transição ÍNDICE I) Regime Tributário de Transição - RTT II) FCONT- Controle Fiscal Contábil de Transição III) Demonstração I) Demonstração Exemplo

26 26 Demonstração Exemplo

27 27 Demonstração Exemplo

28 28 Demonstração Exemplo

29 29 Demonstração Exemplo

30 30 Demonstração Exemplo

31 31 Demonstração Exemplo

32 32 Demonstração Exemplo

33 33 Demonstração Exemplo

34 34 FCONT Controle Fiscal Contábil de Escrituração QUESTÕES Palestrante Renato Ferreira Campos

11941 Adequação Microsiga FCONT Livro Digital Fiscal Contábil de Transição

11941 Adequação Microsiga FCONT Livro Digital Fiscal Contábil de Transição 11941 Adequação Microsiga FCONT Livro Digital Fiscal Contábil de Transição Ambiente : Controladoria Data da publicação : 03/11/2009 Países : Brasil A TOTVS S.A., na condição de desenvolvedora e provedora

Leia mais

FCONT - CONTROLE FISCAL CONTÁBIL DE TRANSIÇÃO

FCONT - CONTROLE FISCAL CONTÁBIL DE TRANSIÇÃO 0t 1 FCONT - CONTROLE FISCAL CONTÁBIL DE TRANSIÇÃO Rua Dom Aguirre, 576. BL II 2º andar Jd. Marajoara CEP: 04671390 - São Paulo SP www.sondaprocwork.com.br 2 Segue informações sobre legislação e serviços

Leia mais

Em termos práticos, no Programa Validador e Assinador da entrada de dados do FCONT, devem ser informados os lançamentos que:

Em termos práticos, no Programa Validador e Assinador da entrada de dados do FCONT, devem ser informados os lançamentos que: FCONT Calendário 2010 1 Introdução Conforme disciplina da Instrução Normativa RFB nº 949/09, O FCONT é uma escrituração das contas patrimoniais e de resultado, em partidas dobradas, que considera os métodos

Leia mais

INFORMATIVO NÚMERO 048 SETEMBRO DE Informativo Mensal. Página 1 de 14

INFORMATIVO NÚMERO 048 SETEMBRO DE Informativo Mensal. Página 1 de 14 NÚMERO 048 SETEMBRO DE 2015 INFORMATIVO Página 1 de 14 ÍNDICE 1.... 3 1.1 SPED ECF... 3 1.1.1 LALUR/LACS... 3 1.1.2 BLOCO K... 3 1.1.3 BLOCO M... 4 1.1.4 BLOCO N... 4 1.1.5 APURAÇÃO IRPJ/CSLL... 4 2. NOTAS

Leia mais

FCONT. Geração do Arquivo

FCONT. Geração do Arquivo 1 FCONT Geração do Arquivo 2 Sumário 1. Geração do arquivo FCONT:... 3 1.1. Blocos do arquivo de importação do FCONT:... 3 1.2. Descrição das informações referentes aos registros:... 3 1.3. Exemplo de

Leia mais

Escrituração Fiscal Digital - Contábil (EFD CONTÁBIL) Projeto

Escrituração Fiscal Digital - Contábil (EFD CONTÁBIL) Projeto Escrituração Fiscal Digital - Contábil (EFD CONTÁBIL) Projeto Decreto nº 6.022/07 Frederico Luciano Verona de Resende As opiniões e conclusões apresentadas são pessoais e não representam, necessariamente,

Leia mais

1 Menu Controle Fiscal Contábil de Transição (Fcont)

1 Menu Controle Fiscal Contábil de Transição (Fcont) 1 O Controle Fiscal de Transição FCONT, surgiu para atender as necessidades do Regime Tributário de Transição RTT, sendo aprovado pela Medida Provisória 449/09. Para o Fcont, a empresa deverá apresentar

Leia mais

CÂMARA JAPONESA. Escrituração Contábil Fiscal (ECF IRPJ) Ricardo Bonfá Novembro 2014

CÂMARA JAPONESA. Escrituração Contábil Fiscal (ECF IRPJ) Ricardo Bonfá Novembro 2014 CÂMARA JAPONESA Escrituração Contábil Fiscal (ECF IRPJ) Ricardo Bonfá rjesus@kpmg.com.br Novembro 2014 Conteúdo Conteúdo O que é a ECF? 4 Fontes de informação 8 Desafios 9 Penalidades 11 2 O que é a ECF?

Leia mais

Manual de configuração e Geração Escrituração Contábil Fiscal - ECF

Manual de configuração e Geração Escrituração Contábil Fiscal - ECF Manual de configuração e Geração Escrituração Contábil Fiscal - ECF 1 Configurações para ECF Atualização do sistema Office Antes de iniciar as configurações e gerar o arquivo é obrigatória a atualização

Leia mais

Escrituração Contábil Fiscal - ECF

Escrituração Contábil Fiscal - ECF EMPRESAS LUCRO REAL As empresas que são tributadas pelo Lucro Real, pagam o IRPJ e a CSLL com base no lucro obtido em sua contabilidade, ajustado de receitas e despesas que não devem ser consideradas,

Leia mais

GERAÇÃO DA ECF NO ERP SOLUTION

GERAÇÃO DA ECF NO ERP SOLUTION Carine Lena 21/08/2015 008.016.028 1/14 GERAÇÃO DA ECF NO ERP SOLUTION Sumário 1. Plano de Contas referencial... 2 2. Geração do SPED ECF no ERP Solution... 6 3. Importação do arquivo no validador... 10

Leia mais

Manual SPED FCONT 1. VISÃO GERAL 2. ATUALIZAÇÕES

Manual SPED FCONT 1. VISÃO GERAL 2. ATUALIZAÇÕES 1. VISÃO GERAL 1.1 OBJETIVOS: O FCONT é uma escrituração, das contas patrimoniais e de resultado, em partidas dobradas, que considera os métodos e critérios contábeis vigentes em 31.12.2007. A empresa

Leia mais

Aspectos fiscais decorrentes das alteraçõ. ções SUFIS na Lei das S/A COFIS. Ricardo de Souza Moreira. Subsecretaria de Fiscalização - SUFIS

Aspectos fiscais decorrentes das alteraçõ. ções SUFIS na Lei das S/A COFIS. Ricardo de Souza Moreira. Subsecretaria de Fiscalização - SUFIS Aspectos fiscais decorrentes das alteraçõ ções SUFIS na Lei das S/A COFIS Ricardo de Souza Moreira As opiniões apresentadas são s o pessoais e, portanto, não n o representam o posicionamento de qualquer

Leia mais

ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL

ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL Geração da ECF para empresas optantes pelo Lucro Real Informações importantes Este roteiro visa apresentar uma sugestão para a geração e entrega da ECF para as empresas

Leia mais

Legislação e regras da ECF

Legislação e regras da ECF ECF Legislação e regras da ECF Definição ECF Escrituração Contábil Fiscal (novo nome da EFD-IRPJ) de acordo com o disposto na Instrução Normativa RFB nº 1.422, de 19 de dezembro de 2013 DOU 20.12.2013.

Leia mais

RTT: IN RFB / 2013 e Perspectivas para Outubro de Claudio Yano

RTT: IN RFB / 2013 e Perspectivas para Outubro de Claudio Yano RTT: IN RFB 1.397 / 2013 e Perspectivas para 2014 Outubro de 2013 Claudio Yano IN RFB 1.397 / 2013 Publicada no DOU de 17 de setembro de 2013; Pode ser dividida em duas partes: Criação da Escrituração

Leia mais

Manual de geração do Arquivo para o Sped ECF Escrituração Contábil Fiscal. Introdução

Manual de geração do Arquivo para o Sped ECF Escrituração Contábil Fiscal. Introdução Manual de geração do Arquivo para o Sped ECF Escrituração Contábil Fiscal Introdução A Escrituração Contábil Fiscal (ECF) substitui a Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ),

Leia mais

Maio/2017. MAPA ETÉCNICO FISCAL - facebook/mapaetecnicofiscal

Maio/2017. MAPA ETÉCNICO FISCAL  - facebook/mapaetecnicofiscal Maio/2017 Lei 11.638 28/12/07 CPC Lei 11.941 28/05/09 RTT IN RFB IN RFB LEI IN RFB 1.397 1.422 12.973 1.700 17/09/13 20/12/13 14/05/14 14/03/17 RTT ECF FIM RTT Lei 12.973/15 A Escrituração Contábil Fiscal

Leia mais

Boletim de Implementação BC12145

Boletim de Implementação BC12145 BC12145 SPED ECF Escrituração Contábil Fiscal Sumário Apresentação... 3 Procedimentos... 4 Orientação para Parametrização da Escrituração Contábil Fiscal... 5 2 Apresentação Devido ao volume de trabalho

Leia mais

ECF (Escrituração Contábil Fiscal)

ECF (Escrituração Contábil Fiscal) ECF (Escrituração Contábil Fiscal) ECD (Escrituração Contábil Digital) Regras Novas 2014 Maria Ilene Imlau Winter Informações Gerais Obrigatoriedade (inclusive Lucro Presumido, Imunes e Isentas) Obrigações

Leia mais

Escrituração Contábil Fiscal (ECF)

Escrituração Contábil Fiscal (ECF) Escrituração Contábil Fiscal (ECF) Introdução A Escrituração Contábil Fiscal (ECF) substitui a Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ), a partir do ano-calendário 2014, com

Leia mais

Instrução Normativa nº 1.397/13: normas a serem observadas pelas pessoas jurídicas sujeitas ao Regime Tributário de Transição.

Instrução Normativa nº 1.397/13: normas a serem observadas pelas pessoas jurídicas sujeitas ao Regime Tributário de Transição. Tributário Instrução Normativa nº 1.397/13: normas a serem observadas pelas pessoas jurídicas sujeitas ao Regime Tributário de Transição. Luciana I. Lira Aguiar * Foi publicada em 17 de setembro de 2013

Leia mais

SOFOLHA SOLUÇÕES CORPORATIVAS CONSULTORIA TRIBUTÁRIA. Projeto SPED x SFFISCAL Lucro Presumido

SOFOLHA SOLUÇÕES CORPORATIVAS CONSULTORIA TRIBUTÁRIA. Projeto SPED x SFFISCAL Lucro Presumido Projeto SPED x SFFISCAL Lucro Presumido Legislação Conforme instituído pela Instrução Normativa RFB nº 1.052, de 5 de julho de 2010, sujeitam à obrigatoriedade de geração de arquivo da Escrituração Fiscal

Leia mais

TUTORIAL Lucro Real BLOCO K

TUTORIAL Lucro Real BLOCO K TUTORIAL Lucro Real BLOCO K ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF) Para gerar o Bloco K e seus registros automaticamente, primeiro é necessário verificar a qualificação da pessoa jurídica que está selecionada

Leia mais

rios (a partir de 2008) Setembro 2009

rios (a partir de 2008) Setembro 2009 Inovação das Práticas Contábeis e Efeitos Tributários rios (a partir de 2008) Setembro 2009 LEI 11.941/2009 MP - Medida Provisória nº. 449 de 03.12.2008 Convertida na Lei nº 11.941, de 27.05.2009 Altera

Leia mais

FORTES FISCAL ECONTÁBIL ECF LUCRO PRESUMIDO

FORTES FISCAL ECONTÁBIL ECF LUCRO PRESUMIDO FORTES FISCAL ECONTÁBIL ECF LUCRO PRESUMIDO Esse manual tem o objetivo de demonstrar como será realizada a geração da ECF de uma empresa optante pelo Lucro presumido no Fortes Fiscal. O que é a ECF? A

Leia mais

expert PDF Trial SPED - Escrituração Contábil Digital Elaborado por: Ademir Macedo de Oliveira

expert PDF Trial SPED - Escrituração Contábil Digital Elaborado por: Ademir Macedo de Oliveira Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400 - ramal 1529 (núcleo de relacionamento) Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva, 60 Higienópolis

Leia mais

Orientações Consultoria de Segmentos Comparativo DIJP 2013 X DIPJ 2014

Orientações Consultoria de Segmentos Comparativo DIJP 2013 X DIPJ 2014 Comparativo DIJP 2013 X DIPJ 2014 26/05/2014 Título do documento Sumário 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas Pelo Cliente... 3 3. Análise da Legislação... 4 3.1 Alterações DIPJ 2014... 4 3.2 Comparativo

Leia mais

SPED Um ano de grandes mudanças

SPED Um ano de grandes mudanças SPED 2016 - Um ano de grandes mudanças Palestra: ECD/ECF: UM PROJETO SOB PRESSÃO Vera Lúcia Gomes Abril 2016 1 Pauta Principais mudanças para 2016 Dados recuperados e não recuperados Demonstrações contábeis

Leia mais

Emenda Constitucional nº. 42 (19/03/2003)

Emenda Constitucional nº. 42 (19/03/2003) EVOLUÇÃO Emenda Constitucional nº. 42 (19/03/2003) Art. 37 da Constituição Federal... XXII as administrações tributárias da União dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios,... e autuarão de forma

Leia mais

SPED Um ano de grandes mudanças

SPED Um ano de grandes mudanças SPED 2016 - Um ano de grandes mudanças Palestra: ECD/ECF: Um projeto sob pressão Vera Lúcia Gomes Março 2016 1 Pauta Principais mudanças para 2016 Dados recuperados e não recuperados Demonstrações contábeis

Leia mais

Lei nº /2014 REGULAMENTAÇÃO. Novembro de Instrução Normativa RFB nº 1.492/2014 e Instrução Normativa RFB nº 1.493/2014

Lei nº /2014 REGULAMENTAÇÃO. Novembro de Instrução Normativa RFB nº 1.492/2014 e Instrução Normativa RFB nº 1.493/2014 Lei nº 12.973/2014 REGULAMENTAÇÃO Instrução Normativa RFB nº 1.492/2014 e Instrução Normativa RFB nº 1.493/2014 Novembro de 2014 Agenda Objetivo Regime Tributário de Transição RTT Instrução Normativa RFB

Leia mais

Regime Tributário de Transição: as normas de contabilidade e os impactos fiscais

Regime Tributário de Transição: as normas de contabilidade e os impactos fiscais Regime Tributário de Transição: as normas de contabilidade e os impactos fiscais Palestrantes Natanael Martins José Antonio Minatel São Paulo, 20 de junho de 2012 Lei 11.638/07 (convergência aos padrões

Leia mais

F C O N T. Instrutor: Márcio Tonelli

F C O N T. Instrutor: Márcio Tonelli F C O N T Instrutor: Márcio Tonelli (tt.consultoria.sped@gmail.com) CONVERGÊNCIA IFRS Direito positivo X Common Law CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988 Dos Direitos e Garantias Fundamentais

Leia mais

Lei /14. Distribuição de Dividendos Utilização balanço fiscal x societário na prática

Lei /14. Distribuição de Dividendos Utilização balanço fiscal x societário na prática Lei 12.973/14 Distribuição de Dividendos Utilização balanço fiscal x societário na prática 1. Quem está com você hoje? Luis Wolf Trzcina Sócio-diretor T. +55 21 3515.9262 E. ltrzcina@kpmg.com.br Lei 12.973/14

Leia mais

Leiaute ECD x Sistema Office

Leiaute ECD x Sistema Office Leiaute ECD x Sistema Office Índice 1. BLOCO 0: ABERTURA DO ARQUIVO DIGITAL E IDENTIFICAÇÃO DO EMPRESÁRIO OU DA SOCIEDADE EMPRESÁRIA... 1 Registro 0000: Abertura do Arquivo Digital e Identificação do Empresário

Leia mais

PAUTA DA ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF)

PAUTA DA ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF) PAUTA DA ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF) O que é ECF? Escrituração Contábil Fiscal - (ECF) é uma obrigação imposta às Pessoas Jurídicas estabelecidas no Brasil exigidas pela RFB que substituiu a Declaração

Leia mais

EDINO RIBEIRO GARCIA Contador, bacharel em direito, especialista em tributos diretos, contribuições para o PIS-Cofins e legislação societária,

EDINO RIBEIRO GARCIA Contador, bacharel em direito, especialista em tributos diretos, contribuições para o PIS-Cofins e legislação societária, EDINO RIBEIRO GARCIA Contador, bacharel em direito, especialista em tributos diretos, contribuições para o PIS-Cofins e legislação societária, professor e palestrante. Coautor de livros das áreas contábil

Leia mais

1. Registro 0000 (ABERTURA DO ARQUIVO DIGITAL E IDENTIFICAÇÃO DO EMPRESÁRIO OU DA SOCIEDADE EMPRESÁRIA ).

1. Registro 0000 (ABERTURA DO ARQUIVO DIGITAL E IDENTIFICAÇÃO DO EMPRESÁRIO OU DA SOCIEDADE EMPRESÁRIA ). SPED Contábil Alterações do Layout 3.0 Produto : RM TOTVS Gestão Contábil 11.82 Processo : SPED Contábil Subprocesso : Data da publicação : 16/04/15 Este documento tem o objetivo de apresentar as alterações

Leia mais

Manual do Usuário Geração do Arquivo ECF

Manual do Usuário Geração do Arquivo ECF Manual do Usuário 1 Conteúdo Apresentação... 3 Alterações... 4 1. Sistema > Empresas... 4 2. Sistema > Configurar > GERAL... 4 3. Cadastro > Sócios ou Outros > Criar... 5 4. Cadastro > Sócios ou Outros

Leia mais

ANO XXIII ª SEMANA DE JUNHO DE 2012 BOLETIM INFORMARE Nº 23/2012 ASSUNTOS CONTÁBEIS IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA

ANO XXIII ª SEMANA DE JUNHO DE 2012 BOLETIM INFORMARE Nº 23/2012 ASSUNTOS CONTÁBEIS IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA ANO XXIII - 2012-1ª SEMANA DE JUNHO DE 2012 BOLETIM INFORMARE Nº 23/2012 ASSUNTOS CONTÁBEIS ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL DIGITAL - ECD - NORMAS GERAIS Introdução - Obrigatoriedade de Adoção da ECD - Sociedades

Leia mais

Guia de Instruções ECF. Guia de Instruções ECF

Guia de Instruções ECF. Guia de Instruções ECF Guia de Instruções 1 Conteúdo Apresentação... 3 Instruções para... 4 1. Importação da e Recuperação da ECD... 4 2. Recuperação da ECD sem mapeamento para o Plano Referencial... 4 3. Recuperação da ECD

Leia mais

ANO XXV ª SEMANA DE OUTUBRO DE 2014 BOLETIM INFORMARE Nº 41/2014

ANO XXV ª SEMANA DE OUTUBRO DE 2014 BOLETIM INFORMARE Nº 41/2014 ANO XXV - 2014-2ª SEMANA DE OUTUBRO DE 2014 BOLETIM INFORMARE Nº 41/2014 IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA CONTROLE FISCAL CONTÁBIL DE TRANSIÇÃO (FCONT) - NORMAS GERAIS... Pág.573 REGIME TRIBUTÁRIO DE TRANSIÇÃO

Leia mais

SPED Escrituração Contábil Fiscal (ECF)

SPED Escrituração Contábil Fiscal (ECF) SPED Escrituração Contábil Fiscal (ECF) Este tutorial destina-se a empresas de Regime Lucro Real. A exportação para o SPED Escrituração Contábil Fiscal (ECF) no Sistema LedWin, deverá ser feita da seguinte

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIOECONÔMICAS E HUMANAS CIÊNCIAS CONTÁBEIS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIOECONÔMICAS E HUMANAS CIÊNCIAS CONTÁBEIS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIOECONÔMICAS E HUMANAS CIÊNCIAS CONTÁBEIS ELAINE FERREIRA NOLAÇO ANÁPOLIS 2012 Lucro arbitrado ou presumido Lucro arbitrado é uma forma

Leia mais

COD_MOD Código do modelo do documento fiscal conforme a C 002* - N

COD_MOD Código do modelo do documento fiscal conforme a C 002* - N REGISTRO F500: CONSOLIDAÇÃO DAS OPERAÇÕES DA PESSOA JURÍDICA SUBMETIDA AO REGIME DE TRIBUTAÇÃO COM BASE NO LUCRO PRESUMIDO INCIDÊNCIA DO PIS/PASEP E DA COFINS PELO REGIME DE CAIXA Registro especifico para

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS LUCRO PRESUMIDO. 1) Com base nos conteúdos estudados calcule o IRPJ e CSLL, com base no Lucro Presumido Abaixo:

ATIVIDADES PRÁTICAS LUCRO PRESUMIDO. 1) Com base nos conteúdos estudados calcule o IRPJ e CSLL, com base no Lucro Presumido Abaixo: CURSO: CIÊNCIAS CONTÁBEIS DISCIPLINA: CONTABILIDADE E PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO SEMESTRE: 2017 PERÍODO: 6 DATA: 08/11/2017 PROFESSOR: DANILO SILVA DE OLIVEIRA ACADÊMICO (A): ATIVIDADES PRÁTICAS LUCRO PRESUMIDO

Leia mais

ECD PONTOS CRITICOS Debate e Principais Pontos de Dúvidas

ECD PONTOS CRITICOS Debate e Principais Pontos de Dúvidas ECD PONTOS CRITICOS Debate e Principais Pontos de Dúvidas Palestrante: Gisleise Nogueira Especialista Fiscal e Tributário da ALIZ, palestrante, instrutora. Contadora atuando há 15 anos na área fiscal e

Leia mais

Implicações da Lei /14 na inter-relação entre a Contabilidade e o Direito. Marcelo Coletto Pohlmann

Implicações da Lei /14 na inter-relação entre a Contabilidade e o Direito. Marcelo Coletto Pohlmann Implicações da Lei 12.973/14 na inter-relação entre a e o Direito Marcelo Coletto Pohlmann 1)Panorama normativo contábil: evolução Abordagem proposta 2)Análise quanto ao alcance da neutralidade tributária

Leia mais

Parecer PGFN 202/2013

Parecer PGFN 202/2013 Parecer PGFN 202/2013 Julho de 2013 Aspectos a serem abordados Contextualizando a discussão Entendimento do Parecer PGFN 202/2013 Entendimento divergente Impactos da aplicação do Parecer e pontos não enfrentados

Leia mais

REGRAS INTERNACIONAIS

REGRAS INTERNACIONAIS REGRAS INTERNACIONAIS A ESSÊNCIA SOBRE A FORMA IASB - INTERNATIONAL ACCOUTING STANDARDS BOARDS EMISSOR DOS IFRS IFRS INTERNATIONAL FINANCIAL REPORTING STANDARDS PADRÕES INTERNACIONAIS DE CONTABILIDADE

Leia mais

expert PDF Trial SPED - Contábil e Fiscal Agosto 2014 Elaborado por: Ademir Macedo de Oliveira

expert PDF Trial SPED - Contábil e Fiscal Agosto 2014 Elaborado por: Ademir Macedo de Oliveira Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400 - ramal 1529 (núcleo de relacionamento) Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva, 60 Higienópolis

Leia mais

e-lalur: Como proceder em casos de Prejuízo Contábil

e-lalur: Como proceder em casos de Prejuízo Contábil e-lalur: Como proceder em casos de Prejuízo Contábil 1 Sumário Apresentação... 3 É importante saber... 3 Qual e-lalur configurar?... 4 Qual o ponto de partida do e-lalur?... 5 O e-lalur se baseia no seu

Leia mais

e-lalur: Como proceder em casos de Prejuízo Contábil

e-lalur: Como proceder em casos de Prejuízo Contábil e-lalur: Como proceder em casos de Prejuízo Contábil 1 Sumário Apresentação... 3 É importante saber... 3 Qual e-lalur configurar?... 4 Qual o ponto de partida do e-lalur?... 5 O e-lalur se baseia no seu

Leia mais

ESTUDO DE CASO. Os Novos Ajustes da Lei

ESTUDO DE CASO. Os Novos Ajustes da Lei ESTUDO DE CASO Os Novos Ajustes da Lei 11.638 Os Novos Ajustes da Lei 11.638 As demonstrações financeiras foram elaboradas com base nas práticas contábeis adotadas no Brasil e normas da Comissão de Valores

Leia mais

e-lalur: Empresas do Lucro Real

e-lalur: Empresas do Lucro Real e-lalur: Empresas do Lucro Real 1 Sumário Apresentação... 3 É importante saber... 3 Qual e-lalur configurar?... 4 Qual o ponto de partida do e-lalur?... 5 O e-lalur se baseia no seu Lucro Contábil do Período...

Leia mais

13/06/2016 SPED ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL NOVIDADES Prof. Fellipe Guerra Ceará, 10 de Junho de 2016.

13/06/2016 SPED ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL NOVIDADES Prof. Fellipe Guerra Ceará, 10 de Junho de 2016. SPED ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL NOVIDADES 2016 Prof. Fellipe Guerra Ceará, 10 de Junho de 2016. 1 2 3 1.218.088 CONTABILIDADE NO BRASIL Lei 6.404/1976 Lei 12.973/2014 Decreto Lei 1.598/1977 Lei 11.941/2009

Leia mais

Considerações na Proposta Técnica

Considerações na Proposta Técnica Considerações na Proposta Técnica CRUZAMENTOS: 1-ECD x DIPJ No módulo de Cruzamento envolvendo arquivos ECD X DIPJ, o sistema IOB Auditor Eletrônico SPED trabalha na composição das fichas da DIPJ extraindo

Leia mais

Controvérsias da Lei nº /2014: Moeda Funcional, JCP e Dividendos. Sergio André Rocha

Controvérsias da Lei nº /2014: Moeda Funcional, JCP e Dividendos. Sergio André Rocha 14/07/2017 Controvérsias da Lei nº 12.973/2014: Moeda Funcional, JCP e Dividendos Sergio André Rocha sergio.andre@sarocha.com.br www.sarocha.com.br Parte I Desoneração de Dividendos Pós IFRS 2 1. Fundamentos

Leia mais

ECD Responde Escrituração Contábil Digital. Consultoria Tributária Abril/2016

ECD Responde Escrituração Contábil Digital. Consultoria Tributária Abril/2016 ECD Responde Escrituração Contábil Digital Consultoria Tributária Abril/2016 EQUIPE DE CONSULTORIA TRIBUTÁRIA 2 Programação 1. Conceitos sobre a ECD; 2. Principais Novidades Leiaute 4.0. 3. Linha de Produto;

Leia mais

LUCRO REAL ECF (Apuração e Preenchimento) Expositor: Alberto Gonçalves 2015

LUCRO REAL ECF (Apuração e Preenchimento) Expositor: Alberto Gonçalves 2015 Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Rio de Janeiro LUCRO REAL ECF (Apuração e Preenchimento) Expositor: Alberto Gonçalves contato@agmcontadores.com.br 2015 Julho-2015 direitos autorais exclusivos

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015 Ensino Técnico Código: ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Componente Curricular: Contabilidade Tributária e Fiscal Eixo tecnológico: Gestão e Negócios

Leia mais

Lucro Fiscal x Lucro Societário

Lucro Fiscal x Lucro Societário Lei n o 12. 973/14 Lucro Fiscal x Lucro Societário Alterações Práticas na Atividade Comercial Prof. Eric Aversari Martins Um Breve Histórico 11.638/07 Harmonização das Normas Contábeis 11.941/09 Instituição

Leia mais

1. O que é a ECF? Obrigatoriedade Prazo de entrega Benefícios do Sped Blocos Iniciando a configuração

1. O que é a ECF? Obrigatoriedade Prazo de entrega Benefícios do Sped Blocos Iniciando a configuração 2016 1 1. O que é a ECF?...4 2. Obrigatoriedade...5 3. Prazo de entrega...8 4. Benefícios do Sped...9 5. Blocos...10 6. Iniciando a configuração...13 7. Associação das Contas...14 8. Cadastro dos Sócios...20

Leia mais

FORTES CONTÁBIL E FISCAL ECF LUCRO REAL

FORTES CONTÁBIL E FISCAL ECF LUCRO REAL FORTES CONTÁBIL E FISCAL ECF LUCRO REAL Esse manual tem o objetivo de demonstrar como será realizada a geração da ECF de uma empresa optante pelo Lucro Real no Fortes Contábil. O que é a ECF? A Escrituração

Leia mais

Escrituração Contábil Digital X Escrituração Contábil Fiscal DIPJ E LALUR

Escrituração Contábil Digital X Escrituração Contábil Fiscal DIPJ E LALUR Escrituração Contábil Digital X Escrituração Contábil Fiscal DIPJ E LALUR O ano corrente promete muitas novidades na área de atuação da contabilidade, umas que vêm incrementar o trabalho dos profissionais,

Leia mais

Geração do SPED Contábil

Geração do SPED Contábil Geração do SPED Contábil Geração do SPED Contábil Para facilitar o entendimento da rotina de geração do SPED Contábil no Sistema Cordilheira, a equipe de Suporte Técnico da EBS Sistemas disponibilizou

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos IRRF Título financeiro em dólar

Parecer Consultoria Tributária Segmentos IRRF Título financeiro em dólar IRRF 30/09/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 3 3.1. Da Tributação na Fonte - RIR/99... 3 3.2. Ato Declaratório Interpretativo...

Leia mais

Adequação Protheus Ajuste ao Valor Presente

Adequação Protheus Ajuste ao Valor Presente Adequação Protheus Ajuste ao Valor Presente Ambiente : Controladoria Data da publicação : 15/01/2010 Países : Brasil A TOTVS S.A., na condição de desenvolvedora e provedora do sistema empresarial Microsiga

Leia mais

Quarta do Conhecimento ECF Alterações para 2017 e Pontos de Atenção no Preenchimento Marcia Ramos

Quarta do Conhecimento ECF Alterações para 2017 e Pontos de Atenção no Preenchimento Marcia Ramos Quarta do Conhecimento ECF Alterações para 2017 e Pontos de Atenção no Preenchimento Marcia Ramos Obrigatoriedade Todas as pessoas jurídicas, exceto optantes pelo SIMPLES NACIONAL, orgãos públicos e pessoas

Leia mais

A Adoção Inicial da Lei nº /14 e a Ilegalidade da Tratativa às Diferenças de Taxas de Depreciação Exigidas pela Receita Federal do Brasil

A Adoção Inicial da Lei nº /14 e a Ilegalidade da Tratativa às Diferenças de Taxas de Depreciação Exigidas pela Receita Federal do Brasil A Adoção Inicial da Lei nº 12.973/14 e a Ilegalidade da Tratativa às Diferenças de Taxas de Depreciação Exigidas pela Receita Federal do Brasil Com o Professor J. Miguel Silva J.MiguelSilva Advogado e

Leia mais

Boletim de Implementação BC12149

Boletim de Implementação BC12149 BC12149 SPED ECF Escrituração Contábil Fiscal Sumário Apresentação... 3 Procedimentos... 4 Orientação para Parametrização da Escrituração Contábil Fiscal... 5 2 Apresentação A Support Informática está

Leia mais

ECF (Escrituração Contábil / Fiscal) x Saldo Negativo IRPJ/CSLL

ECF (Escrituração Contábil / Fiscal) x Saldo Negativo IRPJ/CSLL ECF (Escrituração Contábil / Fiscal) x Saldo Negativo IRPJ/CSLL 1. Da formação do Saldo Negativo. O saldo negativo de IRPJ e CSLL é formado quando, ao final do ano-calendário, a pessoa jurídica, apurar

Leia mais

SPED CONTÁBIL ECD (Geração e transmissão)

SPED CONTÁBIL ECD (Geração e transmissão) SPED CONTÁBIL ECD (Geração e transmissão) Conteúdo: 1. Dados do responsável e contabilista 2. Emissão de balancete para conferência 3. Gerando arquivo ECD no sistema JOTEC 4. Utilizando o programa validador

Leia mais

CONSULTORIA DE SEGMENTOS

CONSULTORIA DE SEGMENTOS ECD RESPONDE CONSULTORIA DE SEGMENTOS HOJE VAMOS FALAR SOBRE 1. ECD Responde. Conceitos sobre a ECD. Principais novidades no leiaute 5. 2. Linha de Produto. Novidades no produto Protheus leiaute 5. 3.

Leia mais

Blocos de composição da ECF

Blocos de composição da ECF Blocos de composição da ECF Bloco 0 - Abertura e Identificação Descrição do Bloco: Abre o arquivo, identifica a pessoa jurídica e referencia o período da ECF. Registro 0000: Abertura do Arquivo Digital

Leia mais

IFRS International Financial Reporting Standards: as novas Práticas Contábeis e a Solução ERP Radar Empresarial.

IFRS International Financial Reporting Standards: as novas Práticas Contábeis e a Solução ERP Radar Empresarial. IFRS International Financial Reporting Standards: as novas Práticas Contábeis e a Solução ERP Radar Empresarial. O que é o IFRS? IFRS International Financial Reporting Standards São Normas Internacionais

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica DECLARAÇÃO DE INFORMAÇÕES ECONÔMICO-FISCAIS DA PESSOA JURÍDICA (DIPJ) LEI Nº /2009

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica DECLARAÇÃO DE INFORMAÇÕES ECONÔMICO-FISCAIS DA PESSOA JURÍDICA (DIPJ) LEI Nº /2009 TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica DECLARAÇÃO DE INFORMAÇÕES ECONÔMICO-FISCAIS DA PESSOA JURÍDICA (DIPJ) LEI Nº 11.941/2009 Jorge Cézar Moreira Lanna Advogado Muitos contribuintes estão reivindicando

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 627, DE 11 DE NOVEMBRO DE Adequação da Legislação Tributária (MP 627) à Legislação Societária (Contabilidade Societária)

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 627, DE 11 DE NOVEMBRO DE Adequação da Legislação Tributária (MP 627) à Legislação Societária (Contabilidade Societária) MEDIDA PROVISÓRIA Nº 627, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2013. Adequação da Legislação Tributária (MP 627) à Legislação Societária (Contabilidade Societária) Introdução O padrão contábil brasileiro mudou de forma

Leia mais

Sped ECF. Uma solução para apurar o imposto de renda pessoa jurídica

Sped ECF. Uma solução para apurar o imposto de renda pessoa jurídica Sped ECF by ROFF Labs Uma solução para apurar o imposto de renda pessoa jurídica Sumário 1 A solução Sped ECF by ROFF Labs 2 Sobre o ROFF Labs 2 Uma Solução para apuração dos impostos IRPJ e CSLL Integrado

Leia mais

ANO XXVI ª SEMANA DE NOVEMBRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 48/2015

ANO XXVI ª SEMANA DE NOVEMBRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 48/2015 ANO XXVI - 2015-4ª SEMANA DE NOVEMBRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 48/2015 ASSUNTOS CONTÁBEIS IMPOSTO DE RENDA RETIDO NA FONTE - TRATAMENTO CONTÁBIL... Pág. 705 IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA GANHOS

Leia mais

e-lalur: Empresas do Lucro Real

e-lalur: Empresas do Lucro Real e-lalur: Empresas do Lucro Real 1 Sumário Apresentação... 3 É importante saber... 3 Qual e-lalur configurar?... 4 Qual o ponto de partida do e-lalur?... 5 O e-lalur se baseia no seu Resultado Contábil...

Leia mais

Conteúdo Programático Contabilidade Geral Básica - CGB [2ª Edição]

Conteúdo Programático Contabilidade Geral Básica - CGB [2ª Edição] Conteúdo Programático Contabilidade Geral Básica - CGB [2ª Edição] CAPÍTULO I. Introdução ao Curso de Contabilidade Introdução ao Curso de Contabilidade 1. Contabilidade. 2. Contabiliza.se o quê. 3. O

Leia mais

Boletim de Implementação BC Escrituração Contábil Digital ECD Layout 3.0

Boletim de Implementação BC Escrituração Contábil Digital ECD Layout 3.0 BC12140 Escrituração Contábil Digital ECD Layout 3.0 Sumário Apresentação... 3 Procedimentos... 4 Implementações Existentes no Boletim... 5 2 Apresentação A Support Informática disponibiliza o boletim

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1.753, DE

INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1.753, DE INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1.753, DE 30.10.2017 Dispõe sobre os procedimentos para anular os efeitos dos atos administrativos emitidos com base em competência atribuída por lei comercial que contemplem

Leia mais

ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL E OS REFLEXOS DA LEI

ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL E OS REFLEXOS DA LEI ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL E OS REFLEXOS DA LEI 12.973 Apresentador: Gerson Diehl, Contador, Empresário Contábil, Membro da Comissão de Organizações Contábeis do CRCRS. 20-03-2015 Sumário IFRS Fim do

Leia mais

LEI Nº /2014. Convergência Tributária Às Normas Internacionais de Contabilidade. Edson Pimentel

LEI Nº /2014. Convergência Tributária Às Normas Internacionais de Contabilidade. Edson Pimentel LEI Nº 12.973/2014 Convergência Tributária Às Normas Internacionais de Contabilidade Edson Pimentel 1 SUMÁRIO Contexto e Breve Histórico Distribuição de Dividendos e JCP Adoção Inicial Conceito de Receita

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2017 Ensino Técnico Plano de Curso nº 234 aprovado pela portaria Cetec nº 177 de 26/09/2013 Etec: Profª Maria Cristina Medeiros Código: 141 Município: Ribeirão Pires Eixo Tecnológico:

Leia mais

1. Apresentação Este manual contém instruções para a utilização da rotina Geração do SPED - ECF, sendo baseado no Leiaute 2, de 25/05/2016. Este tópico de apresentação traz informações de forma resumida

Leia mais

SPED ECF - Como importar as informações do registro U182 referente ao cálculo da CSLL para empresa Imune/ Isenta?

SPED ECF - Como importar as informações do registro U182 referente ao cálculo da CSLL para empresa Imune/ Isenta? SPED ECF - Como importar as informações do registro U182 referente ao cálculo da CSLL para empresa Imune/ Isenta? Esta opção estará disponível somente para empresas com forma de tributação de lucro: Imune/Isenta.

Leia mais

Livros: indicar qual o Livro que será extraído as informações:

Livros: indicar qual o Livro que será extraído as informações: LF0302 - EXTRATOR SPED CONTÁBIL Executar o programa de Extrator SPED Contábil (LF0302). Esse programa tem objetivo de buscar as informações necessárias para gerar o arquivo do SPED Contábil. O arquivo

Leia mais

ANEXO IV UTILIZAÇÃO DE SUBCONTAS NA ADOÇÃO INICIAL DIFERENÇA NA DEPRECIAÇÃO ACUMULADA EXEMPLO 1

ANEXO IV UTILIZAÇÃO DE SUBCONTAS NA ADOÇÃO INICIAL DIFERENÇA NA DEPRECIAÇÃO ACUMULADA EXEMPLO 1 ANEXO IV UTILIZAÇÃO DE SUBCONTAS NA ADOÇÃO INICIAL DIFERENÇA NA DEPRECIAÇÃO ACUMULADA PREMISSAS DO EXEMPLO: EXEMPLO 1 DIFERENÇA A SER ADICIONADA Arts. 68, 163 e 164 - Aquisição de equipamento em 02/01/2013

Leia mais

Jd Soft Sistemas Ltda F o n e : ( )

Jd Soft Sistemas Ltda F o n e : ( ) INFORMATIVO EFPH Nº 005 20/05/2014. MANTER EM DIA AS ATUALIZAÇÕES O programa DOWNLOAD JD é o nosso portal oficial onde são publicadas as versões e os manuais de atualização e de informação para o usuário.

Leia mais

Sped ECF. Tutorial WinThor e Informações Gerais

Sped ECF. Tutorial WinThor e Informações Gerais Sped ECF Tutorial WinThor e Informações Gerais O que é? A ECF (Escrituração Contábil Fiscal) é uma obrigação anual das empresas, instituída pela Receita Federal do Brasil e trata-se da unificação de informações

Leia mais

Título: Como configurar uma empresa Lucro Real com calculo Trimestral?

Título: Como configurar uma empresa Lucro Real com calculo Trimestral? Título: Como configurar uma empresa Lucro Real com calculo Trimestral? Esta configuração é exclusiva para empresas do Lucro Real, que realizam a apuração do IRPJ e da CSLL pelo cálculo Trimestral. 1 PARÂMETROS;

Leia mais

Título: Como configurar uma empresa com Sociedade em Conta de Participação?

Título: Como configurar uma empresa com Sociedade em Conta de Participação? Título: Como configurar uma empresa com Sociedade em Conta de Participação? 1 PARÂMETROS EMPRESA 1.1 Acesse o menu CONTROLE, clique em PARÂMETROS; 1.2 Clique no botão [Nova Vigência]; 1.3 Na guia GERAL,

Leia mais

Boletim Técnico. GIAPR Guia de Informação e Apuração de ICMS Paraná. Procedimentos para Implementação. Procedimentos para Configuração

Boletim Técnico. GIAPR Guia de Informação e Apuração de ICMS Paraná. Procedimentos para Implementação. Procedimentos para Configuração GIAPR Guia de Informação e Apuração de ICMS Paraná Produto : Microsiga Protheus Livros Fiscais Versão 11 Chamado : TGBPWZ/THVEXM/TIIMRI Data da publicação : 11/04/14 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados

Leia mais

Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal

Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal Livros Contábeis e Fiscais Conforme disposto nas Leis 6.404/76 e 11.638/07 e RIR/99, as empresas estão obrigadas a manter escriturados os seguintes livros:

Leia mais

SPED. Cruzamento das Informações: CRUZAMENTOS: Aspectos conceituais 24/09/2009. Acompanhamento Diferenciado: DACON DIRF DIPJ DCOMP DCTF DARF

SPED. Cruzamento das Informações: CRUZAMENTOS: Aspectos conceituais 24/09/2009. Acompanhamento Diferenciado: DACON DIRF DIPJ DCOMP DCTF DARF Cruzamento das Informações: DACON DIRF SPED DCTF DIPJ DCOMP DARF Palestrante: Thamara Jardim CRUZAMENTOS: Aspectos conceituais Acompanhamento Diferenciado: Art. 2º O acompanhamento diferenciado deverá

Leia mais

SPED CONTÁBIL PREENCHIMENTO

SPED CONTÁBIL PREENCHIMENTO SPED CONTÁBIL PREENCHIMENTO Registro 0000 - Abertura do Arquivo Digital e Identificação do Empresário ou da Sociedade Empresária O registro 0000 é o registro de abertura do arquivo digital onde levará

Leia mais