CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ"

Transcrição

1 CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ TRADIÇÃO, EXPERIÊNCIA E OUSADIA DE QUEM É PIONEIRO Curso: DIREITO Disciplina: DIREITO FINANCEIRO E TRIBUTÁRIO II Professora: ILZA MARIA DA SILVA FACUNDES Turma: 8ºDIV e 8º DIN Alunos (as): Data: 25/04/2011 Resolução de questões UNIDADE III Extinção do crédito tributário Valor: 10 pontos Pontos obtidos: VISTO: 1. A repetição do indébito tributário em sede administrativa somente é cabível nas situações de cobrança ou pagamento totalmente indevido, em razão de erro de direito ou de fato? Justifique e fundamente. 2. O prazo de prescrição da ação anulatória de decisão administrativa que denegar restituição de tributos não se interrompe pelo início da referida ação judicial? Justifique e fundamente. 1

2 3. A restituição do tributo não dá lugar à restituição das penalidades de caráter formal não prejudicadas pela causa da restituição? Justifique e fundamente. 4. A restituição de tributos, cujo encargo financeiro possa transferir-se, somente pode ser obtida se o contribuinte de direito provar que não o transferiu ou que está autorizado pelo contribuinte de fato. No caso do direito ao creditamento do IPI, não se aplica esta regra, porque não se trata de tributo indireto? Justifique e fundamente. 5. Existindo simultaneamente dois ou mais débitos vencidos do mesmo sujeito passivo para a mesma pessoa jurídica de direito público, relativos ao mesmo ou a diferentes tributos, de que forma a autoridade administrativa determinará que o pagamento seja feito? Fundamente ao dispositivo legal aplicável. 2

3 6. O contribuinte dispõe do prazo de cinco anos para acionar o judiciário em busca da prestação jurisdicional, visando anular a decisão administrativa que denegar a restituição de tributo pago indevidamente aos cofres públicos? Justifique e fundamente. 7. Um contribuinte deixou de pagar, no vencimento, tributo relativo à venda de mercadorias, sujeitando-se à penalidade pecuniária pela mora. Considerando essa situação hipotética, em face do que dispõe o CTN, o pagamento de penalidade pecuniária exime o contribuinte do pagamento do tributo? Justifique e fundamente. 8.. (OAB/MS 1998) A ação anulatória do débito fiscal pode ser aforada antes de instaurado o litígio na esfera administrativa. Justifique e fundamente. 3

4 9. Nos termos do CTN, a restituição vence juros simples ou não capitalizáveis (não há incidência de juros sobre juros, isto é, os juros incidem somente sobre o valor original do débito), a partir do trânsito em julgado da decisão definitiva que a determinar. Portanto, o termo a quo, segundo o STJ, vencida a Fazenda numa ação de repetição de indébito, os juros começam a incidir não do pagamento indevido, mas somente a partir do trânsito em julgado da decisão definitiva que determinar a restituição? Justifique e fundamente. 10. (Sabbag) Segundo o STJ, conforme a Súmula 162, na repetição de indébito tributário, a correção monetária incide a partir do pagamento indevido. Com efeito, destinando-se a correção monetária, diversamente dos juros, a afastar os efeitos deletérios da inflação, o entendimento acima apresenta-se justificável. Portanto, o termo a quo para a contagem dos juros é o trânsito em julgado da decisão definitiva que determinar a restituição, enquanto o termo a quo para a correção monetária será a data do pagamento indevido? Justifique e fundamente. 4

5 11. (Ministério Público Federal 2001) O prazo para pleitear a restituição de tributo pago indevidamente (CTN, art. 168) é de decadência? Justifique e fundamente. 12. Na hipótese de pagamento indevido realizado em 10 de abril de 2002, de tributo sujeito a lançamento direto, em que o contribuinte pleiteou administrativamente a restituição do indébito no dia 09 de abril de 2007, e teve denegado o seu pleito administrativo de repetição dois anos depois, pode-se dizer que o prazo para a propositura da respectiva ação anulatória dessa decisão administrativa denegatória expirou em abril de Em caso positivo ou negativo, justifique e indique as razões jurídicas em que se fundamenta, informando, ainda, de acordo com a jurisprudência pacificada se esse prazo é decadencial ou prescricional. a. 13 Determinada empresa recebeu em 4 de abril de 2011 um auto de infração e imposição de multa, lavrado pela Secretaria de Estado da Fazenda. Nesse documento consta um débito do ICMS relativo ao mês de abril de 2009, no valor de R$ ,00 cujo recolhimento é exigido em 30 dias. A empresa, consultando seus livros e documentos, verifica que já havia pago o referido tributo. Pergunta-se: a) Qual o efeito jurídico do pagamento efetuado? b) Nos termos do CTN, quais as condições para que o pagamento seja considerado válido? 5

6 14. Tício, entregou sua declaração de IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física) relativa ao ano-calendário/exercício , em , apurando imposto a pagar da ordem de R$ ,00, não efetivando, no entanto, qualquer pagamento. Em , Tício recebe uma notificação da Receita Federal do Brasil contestando o valor dos rendimentos informados pelo sujeito passivo na respectiva declaração e cobrando uma diferença de IRPF, no valor de R$ ,00, com os acréscimos moratórios devidos mais multa de ofício da ordem de R$ ,00, em face de omissão de rendimentos. Na notificação, foi delimitado o prazo de 30 (trinta) dias, para pagar ou impugnar (art. 14, Dec /72). Recebe, ainda, na mesma data, um aviso de cobrança no valor de R$ ,00, decorrente do não recolhimento antecipado do IRPF declarado em 2005, acrescido dos consectários legais devidos até a data do aviso. Sendo-lhe estabelecido o 6

7 prazo de 30 (trinta) dias para o pagamento do mencionado valor, sob pena de inscrição do débito na Dívida Ativa da União. Com base nessas informações, responda: Nos termos do CTN, a Fazenda Pública ainda pode exercer o seu direito de constituir e cobrar o crédito tributário? Em caso positivo ou negativo, analise as variáveis da hipótese apresentada, com fundamento nos dispositivos legais aplicados. A mera transcrição ou menção do artigo não será considerado como resposta. 15. Assinale a alternativa que indica corretamente, de acordo com o CTN, a ordem a ser observada pela autoridade administrativa na quitação por 7

8 imputação dos seguintes créditos tributários, devidos por um mesmo sujeito passivo, para a mesma pessoa jurídica de direito público: I - R$55.000,00 vencido em 10/05/2008, concernente ao imposto de importação. II - R$500.00,00 vencido em 10/02/2008, referente a imposto de renda na fonte. III - R$610.00,00 vencido em 20/12/2009, relativo à contribuição de melhoria, na qualidade de responsável. IV - R$80.000,00, vencido em 10/03/2009, pertinente ao imposto de importação. V - R$18.000,00, vencido em 15/11/2009, correspondente à taxa rodoviária única. Quanto as proposições acima pode-se afirmar que (a) em primeiro lugar, o de R$500.00,00, a seguir, o de R$80.000,00; depois o de R$55.000,00; em seguida, o de R$ ,00; e por último o de R$18.000,00; (c) em primeiro lugar, o de R$18.000,00; a seguir, R$ ,00, depois de R$55.000,00; em seguida, o de R$80.000,00; e por último o de R$ ,00; (b) em primeiro lugar, o de R$ ,00, a seguir, o de R$55.000,00; depois o de R$80.000,00; em seguida, o de R$18.000,00; e por último o de R$ ,00; 8

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ TRADIÇÃO, EXPERIÊNCIA E OUSADIA DE QUEM É PIONEIRO Curso: DIREITO Disciplina: DIREITO FINANCEIRO E TRIBUTÁRIO II Professora: ILZA MARIA DA SILVA FACUNDES Turma: 8ºDIV

Leia mais

Repetição de indébito federal, estadual e municipal (STJ info. 394)

Repetição de indébito federal, estadual e municipal (STJ info. 394) Repetição de indébito federal, estadual e municipal (STJ info. 394) Devido ao princípio da vedação ao enriquecimento sem causa, o Estado tem o dever de restituir o tributo, ou parcela de tributo, pago

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO AÇÃO DE REPETIÇÃO DE INDÉBITO Prof. Thiago Gomes 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS A ação empregada para o contribuinte recuperar valor já pago indevidamente ou a maior.

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO AÇÃO DE REPETIÇÃO DE INDÉBITO Prof. Thiago Gomes 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS A ação empregada para o contribuinte recuperar valor já pago indevidamente ou a maior.

Leia mais

Direito Tributário Extinção do crédito tributário e suas modalidades. (PGE.RN.2001.FCC.47) São causas. Código Tributário rio Nacional:

Direito Tributário Extinção do crédito tributário e suas modalidades. (PGE.RN.2001.FCC.47) São causas. Código Tributário rio Nacional: Direito Tributário Extinção do crédito tributário e suas modalidades. Sergio Karkache http://sergiokarkache.blogspot.com Hipóteses de Extinção 1)Pagamento 2)Compensação 3)Transação 4)Remissão 5)Prescrição

Leia mais

PRÁTICA JURÍDICA TRIBUTÁRIA. Denis Domingues Hermida

PRÁTICA JURÍDICA TRIBUTÁRIA. Denis Domingues Hermida PRÁTICA JURÍDICA TRIBUTÁRIA Denis Domingues Hermida - Locadora Carro Bom Ltda. foi autuada pela Receita Federal por ter deixado de recolher a Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (COFINS)

Leia mais

Crédito Tributário e suas formas de lançamento. Rubens Kindlmann

Crédito Tributário e suas formas de lançamento. Rubens Kindlmann Crédito Tributário e suas formas de lançamento Rubens Kindlmann Modalidades de Extinção do Crédito Tributário Art. 156, CTN Pagamento Compensação Transação Remissão Prescrição e Decadência Conversão do

Leia mais

Questão 01 FGV/Fiscal de Tributos-Niterói/2015

Questão 01 FGV/Fiscal de Tributos-Niterói/2015 Questão 01 FGV/Fiscal de Tributos-Niterói/2015 Um contribuinte do Município, inconformado com a imposição de um auto de infração do ISS, decide discutir em juízo a incidência ou não do tributo, ingressa

Leia mais

Direito Tributário para o Exame de Ordem

Direito Tributário para o Exame de Ordem Direito Tributário para o Exame de Ordem 3 Conceito de Tributo. 4 Legislação Tributária. 5 Obrigação Tributária. 6 Crédito Tributário. (1a. Parte: Conceito, Constituição) Sergio Karkache http://sergiokarkache.blogspot.com

Leia mais

ANÁLISE DA APLICAÇÃO DAS MULTAS POR FALTA DE PAGAMENTO DE ISS NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO NA VIGÊNCIA DE MEDIDA LIMINAR

ANÁLISE DA APLICAÇÃO DAS MULTAS POR FALTA DE PAGAMENTO DE ISS NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO NA VIGÊNCIA DE MEDIDA LIMINAR ANÁLISE DA APLICAÇÃO DAS MULTAS POR FALTA DE PAGAMENTO DE ISS NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO NA VIGÊNCIA DE MEDIDA LIMINAR MARCUS OLIVEIRA Mestre em Direito Tributário Questão problema Pode haver aplicação

Leia mais

TÓPICO 7 CRÉDITO TRIBUTÁRIO

TÓPICO 7 CRÉDITO TRIBUTÁRIO TÓPICO 7 CRÉDITO TRIBUTÁRIO A definição jurídica de crédito tributário se encontra transcrita nos artigos 140, 141 e 113, CTN, que nos informa que: crédito tributário é o vínculo jurídico, oriundo do lançamento

Leia mais

PARECER NORMATIVO Nº 1, DE 24 DE SETEMBRO DE 2002

PARECER NORMATIVO Nº 1, DE 24 DE SETEMBRO DE 2002 SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL PARECER NORMATIVO Nº 1, DE 24 DE SETEMBRO DE 2002 Ementa: IMPOSTO DE RENDA RETIDO NA FONTE - IRRF. IRRF. RETENÇÃO EXCLUSIVA. RESPONSABILIDADE. No caso de imposto de renda

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL O partido político XYZ, cuja sede está no Município Alfa (capital do Estado X ), tem quatro imóveis localizados no mesmo município, dos quais um é utilizado para

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVI EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVI EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL A pessoa jurídica A, fabricante de refrigerantes, recolheu em montante superior ao devido o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) incidente nas operações

Leia mais

Sistema Fiscal Moçambicano GARANTIAS GERAIS E MEIOS DE DEFESA DO CONTRIBUINTE PAGAMENTO DE DÍVIDAS TRIBUTÁRIAS A PRESTAÇÕES COMPENSAÇÃO DAS DÍVIDAS

Sistema Fiscal Moçambicano GARANTIAS GERAIS E MEIOS DE DEFESA DO CONTRIBUINTE PAGAMENTO DE DÍVIDAS TRIBUTÁRIAS A PRESTAÇÕES COMPENSAÇÃO DAS DÍVIDAS Sistema Fiscal Moçambicano GARANTIAS GERAIS E MEIOS DE DEFESA DO CONTRIBUINTE PAGAMENTO DE DÍVIDAS TRIBUTÁRIAS A PRESTAÇÕES COMPENSAÇÃO DAS DÍVIDAS TRIBUTÁRIAS GARANTIAS GERAIS E MEIOS DE DEFESA DO CONTRIBUINTE

Leia mais

um dos temas mais e :

um dos temas mais e : um dos temas mais e : decorre do! e tem marcantes! Muitas incertezas! Confusões! decadência e prescrição - tratadas como se sinônimas fossem. foi nítida a evolução e modernização: - da ; - dos de fiscalização

Leia mais

(Afeal ) COMPENSAÇÃO TRIBUTÁRIA

(Afeal ) COMPENSAÇÃO TRIBUTÁRIA (Afeal 27.11.2007) COMPENSAÇÃO TRIBUTÁRIA APRESENTAÇÃO Conceito e Fundamento Auto Compensação art. 66 da Lei n. 8.383/91 Compensação perante à SRF art. 74 da Lei n. 9.430/96 A criação do programa PER/DCOMP

Leia mais

DIREITO FINANCEIRO E TRIBUTÁRIO II

DIREITO FINANCEIRO E TRIBUTÁRIO II DIREITO FINANCEIRO E TRIBUTÁRIO II EXTINÇÃO DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO Art. 156 ao Art. 174 CTN Centro de Ensino Superior do Amapá Direito Financeiro e Tributário II Professora: Ilza Facundes Macapá-AP, 2012.2

Leia mais

Relação jurídica tributária

Relação jurídica tributária Relação jurídica tributária Planejamento Tributário Empresarial Crédito tributário: Lançamento tributário (ofício ou direto; declaração ou misto e por homologação); Presunção da dívida ativa; Suspensão

Leia mais

EXTINÇÃO DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO. 1. O artigo 156 do CTN enumera as hipóteses em que ocorrem a extinção do crédito tributário.

EXTINÇÃO DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO. 1. O artigo 156 do CTN enumera as hipóteses em que ocorrem a extinção do crédito tributário. EXTINÇÃO DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO INTRODUÇÃO: 1. O artigo 156 do CTN enumera as hipóteses em que ocorrem a extinção do crédito tributário. Art. 156. Extinguem o crédito tributário: I - o pagamento; II - a

Leia mais

PÓS GRADUAÇÃO DIREITO E PROCESSO TRIBUTÁRIO

PÓS GRADUAÇÃO DIREITO E PROCESSO TRIBUTÁRIO PÓS GRADUAÇÃO DIREITO E PROCESSO TRIBUTÁRIO AÇÃO ANULATÓRIA L C.T. D.A C.D.A E.F Ação Anulatória Art. 38 A discussão judicial da Dívida Ativa da Fazenda Pública só é admissível em execução, na forma desta

Leia mais

PEÇA PRÁTICO-PROFISSIONAL

PEÇA PRÁTICO-PROFISSIONAL *ATENÇÃO: ANTES DE INICIAR A PROVA, VERIFIQUE SE TODOS OS SEUS APARELHOS ELETRÔNICOS FORAM ACONDICIONADOS E LACRADOS DENTRO DA EMBALAGEM PRÓPRIA. CASO A QUALQUER MOMENTO DURANTE A REALIZAÇÃO DO EXAME VOCÊ

Leia mais

DIREITO TRIBUTÁRIO AULA 6 CRÉDITO TRIBUTÁRIO QUESTÕES COMENTADAS. 1) (FCC PGM-Joao Pessoa-PB - Procurador Municipal)

DIREITO TRIBUTÁRIO AULA 6 CRÉDITO TRIBUTÁRIO QUESTÕES COMENTADAS. 1) (FCC PGM-Joao Pessoa-PB - Procurador Municipal) ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA DE PERNAMBUCO DIREITO TRIBUTÁRIO AULA 6 CRÉDITO TRIBUTÁRIO QUESTÕES COMENTADAS 1) (FCC - 2012 - PGM-Joao Pessoa-PB - Procurador Municipal) Uma vez notificado o sujeito passivo

Leia mais

ESCLARECIMENTOS LANÇAMENTO IPTU 2017

ESCLARECIMENTOS LANÇAMENTO IPTU 2017 ESCLARECIMENTOS LANÇAMENTO IPTU 2017 PLANEJAMENTO DE LANÇAMENTO É PRECISO EVITAR A POLÊMICA NO LANÇAMENTO DO IPTU. A população precisa ser esclarecida de forma isenta e responsável da base de cálculo do

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Caio era empregado da pessoa jurídica X há mais de 10 anos. No entanto, seu chefe o demitiu de forma vexatória, diante de outros empregados, sem o devido pagamento

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIX EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIX EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Zeta é uma sociedade empresária cujo objeto social é a compra, venda e montagem de peças metálicas utilizadas em estruturas de shows e demais eventos. Para o regular

Leia mais

A Questão da Prescrição Intercorrente no Processo Administrativo Fiscal Celso Alves Feitosa

A Questão da Prescrição Intercorrente no Processo Administrativo Fiscal Celso Alves Feitosa A Questão da Prescrição Intercorrente no Processo Administrativo Fiscal Celso Alves Feitosa 1. Introdução No exercício do direito de defesa contra o lançamento tributário, é assegurado ao sujeito passivo

Leia mais

Procuradoria da Dívida Ativa - PG-05

Procuradoria da Dívida Ativa - PG-05 Procuradoria da Dívida Ativa - PG-05 Ano UFIR-RJ* 2006 67.495.595,72 2007 50.486.636,57 2008 65.476.580,85 2009 231.174.347,46 2010 421.467.819,04 2011 144.707.862,62 2012 357.340.649,83 2013 367.528.368,78

Leia mais

Fiscal Legislação Tributária Questões Imposto de Renda - 1 Rafael Saldanha

Fiscal Legislação Tributária Questões Imposto de Renda - 1 Rafael Saldanha Fiscal Legislação Tributária Questões Imposto de Renda - 1 Rafael Saldanha 2014 2015 Copyright. Curso Agora Eu Eu Passo - - Todos os direitos reservados ao ao autor. Legislação Receita Federal IRPF e IRPJ

Leia mais

Autuação e Contencioso no Simples Nacional Questões Controversas. Satie Kimura Escritório Regional do SN de São Paulo

Autuação e Contencioso no Simples Nacional Questões Controversas. Satie Kimura Escritório Regional do SN de São Paulo Autuação e Contencioso no Simples Nacional Questões Controversas Satie Kimura Escritório Regional do SN de São Paulo Autuação e Contencioso no SN Questões Controversas SEFISC => NOVOS TEMPOS NO SN CONTROVERSAS

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PAULO AFONSO ESTADO DA BAHIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PAULO AFONSO ESTADO DA BAHIA Lei n o. 1154 de 22 de maio 2009. Concede Anistia, Remissão e Redução nos pagamentos de Débitos Fiscais nos prazos e condições que menciona. O PREFEITO MUNICIPAL DE PAULO AFONSO aprovou e ou sanciono a

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Em janeiro de 2007, a Fazenda Nacional lavrou auto de infração em face da pessoa jurídica ABC, visando à cobrança de contribuições previdenciárias dos anos de 2005

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br A decadência e o inciso I do art. 173 do CTN José Hable* Indaga-se: como se interpreta o inciso I art. 173 do CTN, que trata da decadência tributária? 1. Introdução Quando se vai

Leia mais

PÓS GRADUAÇÃO DIREITO E PROCESSO TRIBUTÁRIO. Repetição de Indébito

PÓS GRADUAÇÃO DIREITO E PROCESSO TRIBUTÁRIO. Repetição de Indébito PÓS GRADUAÇÃO DIREITO E PROCESSO TRIBUTÁRIO Repetição de Indébito 1 Tema: Repetição de Indébito Profª Ana Paula Rodrigues paula_frodrigues@hotmail.com Professora Ana Paula Rodrigues professoraanapaularodrigues

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXI EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXI EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL A União, por não ter recursos suficientes para cobrir despesas referentes a investimento público urgente e de relevante interesse nacional, instituiu, por meio da

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL (C006071) O partido político XYZ, cuja sede está no Município Alfa (capital do Estado X ), tem quatro imóveis localizados no mesmo município, dos quais um é utilizado

Leia mais

Comunicado nº 31/2009

Comunicado nº 31/2009 Comunicado nº 31/2009 Referente: Contribuição previdenciária de agentes políticos eletivos. EMENTA: 1. CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA DE AGENTES POLÍTICOS LEI Nº 9.506/1997 - INCONSTITUCIONALIDADE COMPENSAÇÃO

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL PEÇA PROFISSIONAL Há possibilidade de redação de duas peças processuais: Opção 1: mandado de segurança contra ato do agente fiscal estadual, perante a Vara da Fazenda Pública do Estado de São Paulo. Opção

Leia mais

DIREITO TRIBUTÁRIO. Crédito Tributário Suspensão da Exigibilidade. Prof.ª Luciana Batista

DIREITO TRIBUTÁRIO. Crédito Tributário Suspensão da Exigibilidade. Prof.ª Luciana Batista DIREITO TRIBUTÁRIO Crédito Tributário Suspensão da Exigibilidade Prof.ª Luciana Batista Suspensão da exigibilidade (art.151 do CTN): o Fisco não poderá exigir o crédito tributário. Rol taxativo (art. 141

Leia mais

EXAME NACIONAL DA OAB QUESTÕES TRIBUTÁRIAS. ANTONIO CARLOS ANTUNES JUNIOR

EXAME NACIONAL DA OAB QUESTÕES TRIBUTÁRIAS. ANTONIO CARLOS ANTUNES JUNIOR EXAME NACIONAL DA OAB QUESTÕES TRIBUTÁRIAS ANTONIO CARLOS ANTUNES JUNIOR www.antunes.adv.br antunes@antunes.adv.br Apresentação Palestrante: Antonio Carlos Antunes Junior Pós-graduado em Direito Civil

Leia mais

Direito Tributário. Direito Tributário

Direito Tributário. Direito Tributário DIREITO TRIBUTÁRIO PEÇA PROFISSIONAL A sociedade empresária Móveis Ltda., com um único estabelecimento comercial na cidade de Belo Horizonte MG, celebrou contrato comercial com sociedade de país estrangeiro,

Leia mais

Aula Responsabilidade Tributária

Aula Responsabilidade Tributária Aula Responsabilidade Tributária 1) Determinada pessoa física adquiriu de outra uma papelaria, estipulando-se, no contrato de compra e venda do estabelecimento, que o vendedor assumia plena responsabilidade

Leia mais

CAPÍTULO 1 TRIBUTO. CONCEITO E ESPÉCIES...19 CAPÍTULO 2 COMPETÊNCIA TRIBUTÁRIA...21 CAPÍTULO 3 PRINCÍPIOS DO DIREITO TRIBUTÁRIO...

CAPÍTULO 1 TRIBUTO. CONCEITO E ESPÉCIES...19 CAPÍTULO 2 COMPETÊNCIA TRIBUTÁRIA...21 CAPÍTULO 3 PRINCÍPIOS DO DIREITO TRIBUTÁRIO... SUMÁRIO PARTE 1 TEORIA DIREITO MATERIAL CAPÍTULO 1 TRIBUTO. CONCEITO E ESPÉCIES...19 CAPÍTULO 2 COMPETÊNCIA TRIBUTÁRIA...21 2.1 Repartição das receitas tributárias... 23 2.2 Exercício da competência tributária...

Leia mais

DIREITO FINANCEIRO E TRIBUTÁRIO II. SUSPENSÃO DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO ART. 151 a 155, CTN

DIREITO FINANCEIRO E TRIBUTÁRIO II. SUSPENSÃO DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO ART. 151 a 155, CTN DIREITO FINANCEIRO E TRIBUTÁRIO II SUSPENSÃO DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO ART. 151 a 155, CTN HIPÓTESES DE SUSPENSÃO, EXTINÇÃO E EXCLUSÃO DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO ART. 151 a 182, CTN. notifica do HIPÓTESES DE SUSPENSÃO

Leia mais

01) São funções do lançamento em matéria tributária, independente da modalidade adotada para sua realização, exceto:

01) São funções do lançamento em matéria tributária, independente da modalidade adotada para sua realização, exceto: Irapua Beltrao 01) São funções do lançamento em matéria tributária, independente da modalidade adotada para sua realização, exceto: a) atestar a ocorrência do fato gerador b) individualizar o sujeito passivo

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Em 1º de janeiro de 2014, a União publicou lei ordinária instituindo Contribuição de Intervenção do Domínio Econômico (CIDE) incidente sobre as receitas decorrentes

Leia mais

E S T A D O D O M A T O G R O S S O Prefeitura Municipal de Jaciara

E S T A D O D O M A T O G R O S S O Prefeitura Municipal de Jaciara INSTRUÇÃO NORMATIVA STB SISTEMA DE TRIBUTOS / DIVIDA ATIVA Nº. 002/2010 Versão: 01 Aprovação em: 23/12/2010 Ato de aprovação: Decreto n.º 2895/2010 Unidade Responsável: Secretaria Municipal de Finanças/

Leia mais

ARRECADAÇÃO E GESTÃO TRIBUTÁRIA MUNICIPAL

ARRECADAÇÃO E GESTÃO TRIBUTÁRIA MUNICIPAL ARRECADAÇÃO E GESTÃO TRIBUTÁRIA MUNICIPAL Armando Moutinho Perin Recife, 9 e 10 de dezembro de 2015 COMPETÊNCIA TRIBUTÁRIA Código Tributário Nacional, CTN, arts. 6º e 7º: - criação de tributos (indelegável);

Leia mais

BACHEGA SOCIEDADE DE ADVOGADOS

BACHEGA SOCIEDADE DE ADVOGADOS BACHEGA SOCIEDADE DE ADVOGADOS A) Levantamento e Recuperação de Créditos Tributários Administrativos Federais (Tributos Direitos e Indiretos) DOCUMENTAÇÃO ANÁLISE LEVANTAMENTO DOS CRÉDITOS ATUALIZAÇÃO

Leia mais

Inconstitucionalidade dos Juros do Estado de São Paulo

Inconstitucionalidade dos Juros do Estado de São Paulo Inconstitucionalidade dos Juros do Estado de São Paulo Abrangência da decisão e consequências aos contribuintes Carolina Martins Sposito 2015 Trench, Rossi e Watanabe Advogados Agenda Juros praticados

Leia mais

Aula Crédito Tributário

Aula Crédito Tributário Aula Crédito Tributário 1) Determinado contribuinte tomou conhecimento de uma Ação de Execução Fiscal proposta em seu desfavor, mas ainda não foi citado no feito. A propositura da ação se deu em 06/01/2015.

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Depósito judicial em ações propostas pelos contribuintes Cacildo Baptista Palhares Júnior* Depósito judicial e depósito em geral O depósito pode resultar de um contrato, de uma determinação

Leia mais

SUSPENSÃO DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO

SUSPENSÃO DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO Instituições de Direito Profª Doutora Ideli Raimundo Di Tizio p 20 SUSPENSÃO DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO O crédito tributário lançado ou em processo de lançamento pode ter a sua exigibilidade suspensa regularmente,

Leia mais

DIREITO TRIBUTÁRIO PÓS

DIREITO TRIBUTÁRIO PÓS Pós em Direito CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DIREITO TRIBUTÁRIO INFORMAÇÕES BÁSICAS ÁREA: Direito Tributário COORDENADORES: Eduardo Sabbag INÍCIO MÓDULO I: 02/03/2018 INÍCIO MÓDULO II: 31/08/2018 DIAS DA SEMANA

Leia mais

CRÉDITO TRIBUTÁRIO. Conceito

CRÉDITO TRIBUTÁRIO. Conceito Conceito CRÉDITO TRIBUTÁRIO O crédito tributário corresponde ao direito do Estado de exigir o tributo, ou melhor, de exigir o objeto da obrigação tributária principal do sujeito. Contribuição do crédito

Leia mais

PORTARIA Nº 489/2016

PORTARIA Nº 489/2016 PORTARIA Nº 489/2016 O CONSELHO REGIONAL DE REPRESENTANTES COMERCIAIS NO ESTADO DE SÃO PAULO CORE-SP, no uso da sua competência Regimental de que trata a alínea h, do art. 17, do Regimento Interno, por

Leia mais

GABARITO DIREITO Tributário Professor Fabrício Magalhães

GABARITO DIREITO Tributário Professor Fabrício Magalhães GABARITO DIREITO Tributário Professor Fabrício Magalhães 1. Qual a função da prescrição no Direito Tributário? Elemento indispensável à estabilidade e consolidação das relações jurídicas ocorridas em sociedade,

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXIV EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXIV EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL A indústria Alfa vende bebidas para o supermercado Beta, que, por sua vez, revende-as a consumidores finais, sendo certo que todas as operações ocorrem dentro dos

Leia mais

Direito Tributário. Aula 18. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho

Direito Tributário. Aula 18. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Direito Tributário Aula 18 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos multimídia

Leia mais

INSTRUÇÕES. Considerando o tema VIGÊNCIA, APLICAÇÃO, INTERPRETAÇÃO E INTEGRAÇÃO DA LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA, analise e julgue as seguintes afirmativas:

INSTRUÇÕES. Considerando o tema VIGÊNCIA, APLICAÇÃO, INTERPRETAÇÃO E INTEGRAÇÃO DA LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA, analise e julgue as seguintes afirmativas: Curso: DIREITO Disciplina: DIREITO FINANCEIRO E TRIBUTÁRIO Professora: ILZA MARIA DA SILVA FACUNDES Turmas: PEC 7º DIN Alunos (as): 1. 2. CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ TRADIÇÃO, EXPERIÊNCIA E OUSADIA

Leia mais

Altera a Lei nº ,de 27 de dezembro de 1999, que dispõe sobre a Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos.

Altera a Lei nº ,de 27 de dezembro de 1999, que dispõe sobre a Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos. GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS Gabinete Civil da Governadoria Superintendência de Legislação LEI Nº 16.653, DE 23 DE JULHO DE 2009 Altera a Lei nº 13.569,de 27 de dezembro de 1999, que dispõe sobre a Agência

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL C006073 Caio era empregado da pessoa jurídica X há mais de 10 anos. No entanto, seu chefe o demitiu de forma vexatória, diante de outros empregados, sem o devido

Leia mais

SOBRESTAMENTO RICARF ART. 62-A, 1º

SOBRESTAMENTO RICARF ART. 62-A, 1º RICARF Art. 62-A Art. 62-A. As decisões definitivas de mérito, proferidas pelo Supremo Tribunal Federal e pelo Superior Tribunal de Justiça em matéria infraconstitucional, na sistemática prevista pelos

Leia mais

PARCELAMENTO ORDINÁRIO

PARCELAMENTO ORDINÁRIO PARCELAMENTO ORDINÁRIO PARCELAMENTO ORDINÁRIO DE TRIBUTOS FEDERAIS 1 Os débitos de qualquer natureza para com a Fazenda Nacional podem ser parcelados em até 60 (sessenta) prestações mensais e sucessivas.

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 2 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 237 - Data 16 de maio de 2017 Processo Interessado CNPJ/CPF Assunto: Normas Gerais de Direito Tributário INCLUSÃO DO ICMS E DAS PRÓPRIAS

Leia mais

TRIBUTÁRIO. Destacamos abaixo as informações consideradas por nós como as mais importantes relativas ao PERT: 1. INFORMAÇÕES GERAIS. 1.

TRIBUTÁRIO. Destacamos abaixo as informações consideradas por nós como as mais importantes relativas ao PERT: 1. INFORMAÇÕES GERAIS. 1. TRIBUTÁRIO 1/6/2017 Programa Especial de Regularização Tributária (PERT) Informamos que ontem, dia 31 de maio de 2017, foi publicada na Edição Extra do Diário Oficial da União, a Medida Provisória nº 783

Leia mais

DIREITO TRIBUTÁRIO. Ponto 1. Ponto 2. Ponto 3

DIREITO TRIBUTÁRIO. Ponto 1. Ponto 2. Ponto 3 DIREITO TRIBUTÁRIO PEÇA PROFISSIONAL Ponto 1 A&D Consultoria Ltda. firmou contrato de prestação de serviços de consultoria com o Banco Claro S.A., para desenvolver e propor a implementação de estratégias

Leia mais

Crédito Tributário e Suas Formas de Lançamento art. 139 a 150 CTN

Crédito Tributário e Suas Formas de Lançamento art. 139 a 150 CTN CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO TRIBUTÁRIO. Aula Ministrada pelo Prof. Rubens Kindlmann AULA 23 31/05/17 CRÉDITO TRIBUTÁRIO E SUAS FORMAS DE LANÇAMENTO Crédito Tributário e Suas Formas de Lançamento

Leia mais

Direito Processual Tributário

Direito Processual Tributário CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ON-LINE EM Direito Processual Tributário Processo Judicial Tributário I Camila Vergueiro Catunda CICLO DE VIDA DA OBRIGAÇÃO TRIBUTÁRIA Constituição Federal - competências

Leia mais

Janeiro-Dezembro/2014

Janeiro-Dezembro/2014 IRRF - Décimo terceiro salário 2014 - Roteiro Aqui serão analisados os aspectos gerais relacionados à retenção do Imposto de Renda incidente no pagamento do décimo terceiro salário. Introdução Os rendimentos

Leia mais

Rui Duarte Morais QUANDO A ADMINISTRAÇÃO FISCAL INCUMPRE QUINTAS-FEIRAS DE DIREITO 7 DE JULHO DE 2011

Rui Duarte Morais QUANDO A ADMINISTRAÇÃO FISCAL INCUMPRE QUINTAS-FEIRAS DE DIREITO 7 DE JULHO DE 2011 Rui Duarte Morais 1 QUANDO A ADMINISTRAÇÃO FISCAL INCUMPRE QUINTAS-FEIRAS DE DIREITO 7 DE JULHO DE 2011 Compensação por Iniciativa do Contribuinte 2 Artigo 90º n.º 1 C.P.P.T. A compensação com créditos

Leia mais

Processo Administrativo Fiscal Federal

Processo Administrativo Fiscal Federal Processo Administrativo Fiscal Federal Prof. Dr. Érico Hack ABDCONST novembro/2013 1 Processo Série de atos visando a um fim Atos praticados voltados ao fim pretendido Encadeamento dos atos individuais

Leia mais

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL 1 LEI Nº 5.211, DE 6 DE NOVEMBRO DE 2013 (Autoria do Projeto: Poder Executivo) Institui a segunda fase do Programa de Recuperação de Créditos Tributários do Distrito Federal RECUPERA-DF e dá outras providências.

Leia mais

o VENCIMENTO DA OBRIGAÇÃO TRIBUTÁRIA E A

o VENCIMENTO DA OBRIGAÇÃO TRIBUTÁRIA E A o VENCIMENTO DA OBRIGAÇÃO TRIBUTÁRIA E A MORA DO CONTRIBUINTE AURÉLIO PITANGA SEIXAS FILHO Vencimento originário. O lançamento ordinário. O lançamento direto extraordinário. O recursos administrativos.

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIX EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIX EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL - C006061 Zeta é uma sociedade empresária cujo objeto social é a compra, venda e montagem de peças metálicas utilizadas em estruturas de shows e demais eventos. Para

Leia mais

Exercícios Exame da OAB

Exercícios Exame da OAB Exercícios Exame da OAB Sergio Karkache http://sergiokarkache.blogspot.com sekarkache@yahoo.com.br 1. (OAB.G.2008.1.CESPE.UNB.58) Não constitui matéria de direito tributário reservada pela Constituição

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Em janeiro de 2007, a Fazenda Nacional lavrou auto de infração em face da pessoa jurídica ABC, visando à cobrança de contribuições previdenciárias dos anos de 2005

Leia mais

MANUAL DE DIREITO TRIBUTÁRIO

MANUAL DE DIREITO TRIBUTÁRIO MARCELO ALEXANDRINO Auditor Fiscal da Receita Federal desde 1997, exerce suas atribuições na Divisão de Tributação da Superintendência da Receita Federal, no Rio Grande do Sul. Professor de Direito Tributário

Leia mais

CURSO JURÍDICO FMB CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DOS MÓDULOS

CURSO JURÍDICO FMB CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DOS MÓDULOS CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DOS MÓDULOS Sumário DIREITO TRIBUTÁRIO... DIREITO TRIBUTÁRIO PROFS. GUILHERME ADOLFO DOS SANTOS MENDES E DIMAS MONTEIRO DE BARROS MÓDULO I Direito Tributário - Conceito; Tributo -

Leia mais

DIREITO TRIBUTÁRIO. Exame de Ordem Prova Prático-Profissional 1 PEÇA PROFISSIONAL

DIREITO TRIBUTÁRIO. Exame de Ordem Prova Prático-Profissional 1 PEÇA PROFISSIONAL DIREITO TRIBUTÁRIO PEÇA PROFISSIONAL Suponha que a União tenha editado, em 31 de dezembro de 2007, uma lei complementar que novamente instituiu a contribuição provisória sobre movimentação financeira (CPMF)

Leia mais

DECRETO N.º DE 07 DE MAIO DE 2014

DECRETO N.º DE 07 DE MAIO DE 2014 Decreto Publicado no D.O.E. de 08.05.2014, pág. 02 Este texto não substitui o publicado no D.O.E Índice Remissivo: Letra I - ICMS. DECRETO N.º 44.780 DE 07 DE MAIO DE 2014 Dispõe sobre o parcelamento e

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE. Mensagem nº 075/2016 GE Em Natal/RN, 25 de maio de 2016.

RIO GRANDE DO NORTE. Mensagem nº 075/2016 GE Em Natal/RN, 25 de maio de 2016. RIO GRANDE DO NORTE Mensagem nº 075/2016 GE Em Natal/RN, 25 de maio de 2016. A Sua Excelência o Senhor Deputado EZEQUIEL FERREIRA DE SOUZA Presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO Prof. Thiago Gomes 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS A ação declaratória visa a obtenção de certeza jurídica da existência ou inexistência de fato e das consequências

Leia mais

OS ASPECTOS MATERIAIS DO DIREITO TRIBUTÁRIO

OS ASPECTOS MATERIAIS DO DIREITO TRIBUTÁRIO OS ASPECTOS MATERIAIS DO DIREITO TRIBUTÁRIO Aula 01 Camila Campos Vergueiro VOCÊ JÁ PENSOU SOBRE: a regra jurídica? a obrigação tributária? o crédito tributário? O CICLO DE VIDA DA OBRIGAÇÃO TRIBUTÁRIA?

Leia mais

SEGUNDA PROVA DISCURSIVA NOTA TOTAL. Identifique-se apenas nos campos próprios, abaixo da linha pontilhada. SEGUNDA PROVA DISCURSIVA

SEGUNDA PROVA DISCURSIVA NOTA TOTAL. Identifique-se apenas nos campos próprios, abaixo da linha pontilhada. SEGUNDA PROVA DISCURSIVA Escola de Administração Fazendária CONCURSO PÚBLICO PARA PROCURADOR DA FAZENDA NACIONAL DE 2ª CATEGORIA 2002/2003 SEGUNDA PROVA DISCURSIVA Peça Judicial Questão 1 Questão 2 Questão 3 Uso do Idioma Uso

Leia mais

Previdenciária - Estabelecidas as normas sobre restituição, compensação, ressarcimento e reembolso perante a Receita Federal do Brasil

Previdenciária - Estabelecidas as normas sobre restituição, compensação, ressarcimento e reembolso perante a Receita Federal do Brasil Publicada em 18.07.2017-09:26 Previdenciária - Estabelecidas as normas sobre restituição, compensação, ressarcimento e reembolso perante a Receita Federal do Brasil A Secretaria da Receita Federal do Brasil

Leia mais

Revisão ao Vivo 2ª Fase. Professora Roberta Boldrin Direto Tributário

Revisão ao Vivo 2ª Fase. Professora Roberta Boldrin Direto Tributário Revisão ao Vivo 2ª Fase Professora Roberta Boldrin Direto Tributário Lei Federal 15.1300/2015 (fictícia) foi editada para instituir a isenção de IPI aos portadores de deficiência física, prevendo, expressamente,

Leia mais

PÓS GRADUAÇÃO DIREITO E PROCESSO TRIBUTÁRIO

PÓS GRADUAÇÃO DIREITO E PROCESSO TRIBUTÁRIO PÓS GRADUAÇÃO DIREITO E PROCESSO TRIBUTÁRIO PRESCRIÇÃO E DECADÊNCIA DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO Art. 174, parágrafo único. A prescrição se interrompe: I pelo despacho do juiz que ordenar a citação em execução

Leia mais

Crédito e lançamento tributário

Crédito e lançamento tributário Crédito e lançamento tributário Levar o entendimento ao aluno sobre o que é, como se processa o crédito e as formas do lançamento do crédito tributário. Vamos lá, pessoal, na aula passada vimos a integração

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 224 Registro: 2017.0000523721 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1009024-30.2016.8.26.0566, da Comarca de São Carlos, em que é apelante FAZENDA DO ESTADO DE SÃO PAULO,

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE FONOAUDIOLOGIA

CONSELHO FEDERAL DE FONOAUDIOLOGIA RESOLUÇÃO CFFa nº 421 de 25 de outubro de 2012 Dispõe sobre os procedimentos de inscrição em Dívida Ativa e ajuizamento de execução fiscal e dá outras providências. O Conselho Federal de Fonoaudiologia

Leia mais

SÚMULAS STJ. 1 Adicional de Tarifa Portuária

SÚMULAS STJ. 1 Adicional de Tarifa Portuária 1 Adicional de Tarifa Portuária SÚMULAS STJ Súmula 50 SUPERADA - O Adicional de Tarifa Portuária incide apenas nas operações realizadas com mercadorias importadas ou exportadas, objeto do comércio de navegação

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXI EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXI EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL A União, por não ter recursos suficientes para cobrir despesas referentes a investimento público urgente e de relevante interesse nacional, instituiu, por meio da

Leia mais

Processo Administrativo Fiscal PAF

Processo Administrativo Fiscal PAF Processo Administrativo Fiscal PAF Ivan Luís Bertevello www.macedosoaresebertevello.adv.br IMPUGNAÇÕES FRENTE A AUTUAÇÕES FISCAIS Um dos princípios reguladores do Processo Administrativo Fiscal (PAF) é

Leia mais

FASE DE LIQUIDAÇÃO E EXECUÇÃO DO NCPC. Prof. Samantha Marques

FASE DE LIQUIDAÇÃO E EXECUÇÃO DO NCPC. Prof. Samantha Marques FASE DE LIQUIDAÇÃO E EXECUÇÃO DO NCPC Prof. Samantha Marques O que se tem de novo? A forma de cumprimento da sentença, nas obrigações de pagar quantia certa, poderá ser realizado de forma provisória ou

Leia mais

Neste momento iremos falar sobre a suspensão da exigibilidade do crédito tributário e o art. 151 do CTN descreve as causas:

Neste momento iremos falar sobre a suspensão da exigibilidade do crédito tributário e o art. 151 do CTN descreve as causas: 9. SUSPENSÃO DA EXIGIBILIDADE DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO 9.1. Introdução Material de apoio - Direito Financeiro Já vimos que se o contribuinte realizar uma conduta correspondente ao fato gerador de um tributo,

Leia mais

Débitos-PIS,COFINS-Parcelamento-Lei Disposições-Alterações na Portaria PGFN RFB 08 13

Débitos-PIS,COFINS-Parcelamento-Lei Disposições-Alterações na Portaria PGFN RFB 08 13 Débitos-PIS,COFINS-Parcelamento-Lei 12.865 13 -Disposições-Alterações na Portaria PGFN RFB 08 13 Portaria Conjunta PGFN RFB nº 11/2013-DOU: 26.11.2013 Altera a Portaria Conjunta PGFN/RFB nº 8, de 18 de

Leia mais

Revisão de Procedimentos Fiscais FIEMG. Âmbito Federal

Revisão de Procedimentos Fiscais FIEMG. Âmbito Federal Revisão de Procedimentos Fiscais FIEMG Âmbito Federal Cenário Tributário Complexo 1.Grande número de tributos e contribuições 2. Variedade e complexidade das obrigações acessórias + multas de 75% ou até

Leia mais

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO Definição... 21

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO Definição... 21 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 11 Capítulo I Direito Tributário... 13 1. Definição... 13 2. Relação com outros ramos do direito... 13 3. Fontes do direito tributário... 14 4. Legislação tributária... 20 Capítulo

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL RECIBO DE ENTREGA DA DECLARAÇÃO DE DÉBITOS E CRÉDITOS TRIBUTÁRIOS FEDERAIS CNPJ: 11.545.086/0001-54 Mês/Ano: NOV 2011 Nome Empresarial: AL

Leia mais