Aos clientes VISÃO CONSULTORIA Tarumã,SP, 20 de janeiro de MEMO nº03/2017. Confira as principais responsabilidades!

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Aos clientes VISÃO CONSULTORIA Tarumã,SP, 20 de janeiro de MEMO nº03/2017. Confira as principais responsabilidades!"

Transcrição

1 Aos clientes VISÃO CONSULTORIA Tarumã,SP, 20 de janeiro de MEMO nº03/2017. Assunto: ENCERRAMENTO DO EXERCÍCIO DE Confira as principais responsabilidades! Prezados (as) Senhores (as): Encerrado o ano de 2016 e que em 2017 todos nossos sonhos consigam ser realizados, inclusive o de atender o AUDESP-TCE e tantas tarefas atribuídas a administração pública pelos órgãos de controle externo, pois acima de tudo temos que garantir a transparência da gestão pública. Momento ideal para uma série de reflexões, diante das tantas responsabilidades e formação de índices constitucionais, financeiros e providências para o encerramento do exercício, que o resultado depende única e exclusivamente de cada um de vocês, gestores públicos, e que certamente poderão contar conosco, auxiliando no planejamento e tomada de decisões. OBRIGAÇÕES: Além do encerramento do exercício o mês encerra-se juntamente com o 6º bimestre, o 4º trimestre, o 3º quadrimestre e 2º semestre do exercício, trazendo muitas obrigações de demonstrativos e relatórios a serem elaborados, sendo os principais: 6º BIMESTRE Lei de Responsabilidade Fiscal demonstrativos da execução orçamentária (RREO) Mod. 1 e Mod. 2, RCL- Mod. 3, Receitas e Despesas previdenciárias Mod. 4, Resultado Nominal e Primário-Mod. 5, Restos a Pagar- Mod. 6. Este mês em particular possui ainda a obrigatoriedade de preenchimento dos modelos 7- Operações de Crédito x Despesas de Capital, aos municípios que possuem regime próprio de previdência municipal o modelo 8 Projeções atuariais e o modelo 9 Variações Patrimoniais - Prazo: até 30 de janeiro para publicação. Siconfi Prazo: até 30 de janeiro. SIOPS Prazo: até 30 de janeiro. 4º TRIMESTRE

2 ENSINO e FUNDEB demonstrativos de aplicação no Desenvolvimento do ensino 4º trimestre - Prazo: até 30 de janeiro para publicação. 3º QUADRIMESTRE Lei de Responsabilidade Fiscal demonstrativos de Gestão Fiscal e Gastos com Pessoal RGF - Prazo: até 30 de janeiro para publicação. Saúde - demonstrativo de aplicação em Saúde 4º trimestre - Prazo: 30 de janeiro. Metas Fiscais - realização de audiência de avaliação de metas fiscais - Prazo: 28 de fevereiro. 2º SEMESTRE Cadastro Eletrônico de Obras em Execução Do Tribunal de Contas Estado S. Paulo Prazo: 31 de janeiro. ANUAL 2016 SIOPE - demonstrativo de gastos com Ensino Ministério da Educação - Prazo: 31 de janeiro. Dos Atos de Admissão de Pessoal (Prefeitura, Câmara e entidades da Administração Indireta) Deverão ser encaminhados ao TCESP até o dia 02 de fevereiro, os atos de admissão de pessoal, relação das admissões, por concurso público, contratações por tempo determinado ocorridas no exercício, por meio do preenchimento das planilhas eletrônicas específicas oferecidas por este Tribunal, contidas no SIsCAAWeb (Sistema de Controle de Admissões, Aposentadorias e Pensões), através do AUDESP; Deverá ainda ser encaminhado no mesmo prazo quadro de pessoal, em 31 (trinta e um) de dezembro do exercício anterior, com indicação dos cargos criados, providos e vagos, de conformidade com o modelo contido no Anexo 19 da instrução 02/08. PUBLICAÇÃO ANUAL DOS SALÁRIOS E SUBSÍDIOS Para aqueles que ainda não fizeram dentro do ano encerrado, deverá ser publicado até 31 de janeiro a Publicação Anual dos Salários e Subsídios, conforme disposto no art. 39, 6º da Constituição Federal. ENTIDADES DA ADMINISTRAÇÃO INDIRETA Aos municípios que possuem autarquias e fundações, sugerimos também que lhe sejam fixados prazos de no máximo até o dia 13 de janeiro, para o envio de suas informações contábeis, para que seja incorporada a contabilidade geral do município. CÂMARAS MUNICIPAIS Embora considerada como administração direta deverá ser solicitadas às informações para consolidação à contabilidade geral do município, no mesmo prazo. Aplica-se as Câmaras a obrigatoriedade da elaboração, publicação e envio do demonstrativos de Gestão Fiscal e Gastos com Pessoal RGF (a serem enviados ao Tribunal de Contas) e demonstrativos da Execução orçamentária STN Secretaria do Tesouro Nacional ( a ser enviado a Caixa

3 Econômica Federal) Prazo 30 de janeiro de EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA AUDESP. Importante ainda lembrar que a implantação dos saldos deverá estar apropriada ao sistema Dessa forma, estando fechada a movimentação, os serviços de planejamento, finanças e contabilidade disporão de maior tempo para elaborarem os demonstrativos aos mais diversos órgãos, como citado anteriormente, que não são poucos. Elaborar o Anexo 18 Demonstrativo da Execução orçamentária, visando à verificação dos créditos adicionais suplementares e especiais abertos no período. CONCILIAÇÕES DIVERSAS Momento ideal para se efetuar conciliação, além das bancárias de contas extraorçamentárias, contas de consignações, etc. CONCILIAÇÃO BANCÁRIA Elaborar a conciliação de todas as contas BANCÁRIAS, que deverá ser de forma eletrônica, a ser transmitida em pacote ao Audesp-TCESP. CONTAS PATRIMONIAIS Elaborar a conciliação de todas as contas patrimoniais (ativas e passivas) que integrarão as variações patrimoniais, especialmente aquelas de consignações receitas e despesas extra-orçamentárias. RESTOS A PAGAR Deverão ser avaliados os débitos inscritos em restos a pagar de exercícios de 2009 e anteriores, que se ainda não pagos, deverá ser verificada a possibilidade em cancelamento. Lembramos que o cancelamento de restos a pagar de exercícios anteriores deverá ser precedido de ato motivador, no caso Decreto, inclusive para débitos prescritos. EMPENHOS A PAGAR/ A LIQUIDAR Deverão também ser levantados os empenhos do exercício corrente constantes do rol de empenhos a Pagar que ainda não foram pagos e empenhos a liquidar que ainda não foram liquidados. É muito comum a existência de saldos de empenhos remanescentes de empenhos globais ou estimativas, e ainda despesas que não mais se realizarão, que continuam empenhadas, onerando valiosas dotações. Feitas todas essas considerações, demonstrativos e conciliações, acreditamos que o sucesso do último ano de sua administração dependerá de como encerrará este exercício, pois a partir de 1º de maio do ano vindouro, não se poderá empenhar nenhuma despesa sem recursos para suportá-la.

4 AUDESP: CALENDÁRIO AUDESP JANEIRO/FEVEREIRO DE 2016: Autarquias, Fundações, Empresas Estatais Dependentes: enviar alterações de cadastros contábeis do mês de nov/16 (balancetes isolados e conjuntos quando couber). Até 09/01 Institutos de Previdência dos Municípios: encaminhar os dados cadastrais (quando couber) dos Fundos de Investimento relativo ao Relatório de Investimento dos Regimes Próprios relativo ao mês de nov/16. Autarquias, Fundações, Empresas Estatais Dependentes: enviar movimento contábil isolado e conjunto do mês de nov/16 (balancetes isolados e conjuntos). documento de Atos Normativos e documento de Agente Público Fase III do sistema Audesp (se houver) relativo a dez/2016. Até 10/01 documento de Verbas Remuneratórias (cadastro) Fase III do sistema Audesp (se houver), relativo a dez/2016. Órgãos Municipais: atualização do cadastro geral de entidades e pessoas dados de dez/16. Até 11/01 Até 12/01 Até 16/01 documento de Cargo e documento de Função Fase III do sistema Audesp (se houver), relativo a dez/2016. Institutos de Previdência dos Municípios: encaminhar a movimentação dos Fundos de Investimento por meio do Relatório de Investimento dos Regimes Próprios relativo ao mês de nov/16. Autarquias, Fundações, Empresas Estatais Dependentes: envio da conciliação bancária mês nov/16 (balancetes conjuntos e isolados). documento de Lotação de Agente Público Fase III do sistema Audesp (se houver), relativo a dez/2016. documento de Folha Ordinária e Resumo da Folha Fase III do sistema Audesp, relativo a dez/2016. documento de Folha Ordinária - Pagamento Fase III do sistema Audesp, relativo a dez/2016. Até 20/01 documento de Folha Suplementar - Pagamento Fase III do sistema Audesp, relativo a dez/2016, se couber.

5 Prefeituras: envio da planilha do 2º semestre de 2016 do Cadastro de Obras em execução. Autarquias, Fundações, Empresas Estatais Dependentes: enviar Questionário sobre Quadro de Pessoal relativo ao 3º quadr/16. Até 30/01 Autarquias, Fundações, Empresas Estatais Dependentes: enviar Questionário de Transporte relativo ao 3º quadr/16. Até 31/01 Autarquias, Fundações, Empresas Estatais Dependentes: envio dos dados através do SisCAAWeb (exercício 2016). Prefeituras: atas de audiências públicas para elaboração das propostas orçamentárias (orçamento exercício 2017). Câmaras: atas de audiências públicas para aprovação das propostas orçamentárias (orçamento exercício 2017). Até 01/02 Prefeituras: enviar peças de planejamento iniciais (LDO-Inicial e LOA- Inicial, para vigência em 2017 dados estruturados). Encaminhar também os respectivos documentos onde constam os artigos das referidas leis. Até 03/02 Autarquias, Fundações, Empresas Estatais Dependentes: enviar alterações de cadastros contábeis do mês de dez/2016 (balancetes isolados e conjuntos quando couber). Autarquias, Fundações, Empresas Estatais Dependentes: enviar movimento contábil isolado e conjunto do mês de dez/16 (balancetes isolados e conjuntos). Até 07/02 Prefeituras: enviar peças de planejamento atualizadas relativas ao 3ºquadr/16 (PPA, LDO e LOA). Prefeituras: enviar dados das publicações das receitas e despesas do ensino (artigo 256 da CE), pareceres dos Conselhos do FUNDEB relativos ao 4º trim/16. Órgãos Municipais: atualização do cadastro geral de entidades e pessoas dados de jan/17. Até 10/02 documento de Verbas Remuneratórias (cadastro) Fase III do sistema Audesp (se houver), relativo a jan/2017.

6 Prefeituras: enviar dados de publicação da LRF do 6º bim/2º sem/3º Quadr/16 (Rel. Resumido. da Exec. Orçamentária, seus demonstrativos e Relatório de Gestão Fiscal). Até 13/02 Câmaras: enviar dados de publicação da LRF 6º bim/2º sem/3º Quadr/2016 (Relatório de Gestão Fiscal). (Data aplicável para os municípios com menos de 50 mil habitantes que optaram pela divulgação semestral.) documento de Quadro de Pessoal Fase III do sistema Audesp, relativo ao 3º quadr/2016. documento de Folha Ordinária e Resumo da Folha Fase III do sistema Audesp, relativo a jan/2017. Até 15/02 Institutos de Previdência dos Municípios: encaminhar os dados cadastrais (quando couber) dos Fundos de Investimento relativo ao Relatório de Investimento dos Regimes Próprios relativo a dez/16. Até 17/02 Institutos de Previdência dos Municípios: encaminhar a movimentação dos Fundos de Investimento por meio do Relatório de Investimento dos Regimes Próprios relativo a dez/16. Até 20/02 Autarquias, Fundações, Empresas Estatais Dependentes: enviar alterações de cadastros contábeis de encerramento parcial de 2016 (balancetes isolados e conjuntos - mês 13/16 quando couber). documento de Folha Ordinária - Pagamento Fase III do sistema Audesp, relativo a jan/2017. documento de Folha Suplementar - Pagamento Fase III do sistema Audesp, relativo a jan/2017, se couber. Até 22/02 Autarquias, Fundações, Empresas Estatais Dependentes: enviar movimento contábil isolado e conjunto de encerramento parcial de 2016 (balancetes isolados e conjuntos- mês 13/16). Continuamos sempre a disposição, e quaisquer dúvidas, entrar em contato. Atenciosamente Fernando Roncada VISÃO CONSULTORIA

COMUNICADO SDG Nº 48/2013

COMUNICADO SDG Nº 48/2013 COMUNICADO SDG Nº 48/2013 O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo comunica o calendário para 2014 das providências a cargo das Prefeituras, Câmaras, Fundos, Institutos de Previdência, Autarquias, Fundações

Leia mais

COMUNICADO SDG Nº 05/2012

COMUNICADO SDG Nº 05/2012 COMUNICADO SDG Nº 05/2012 O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo comunica o calendário para 2012 das providências a cargo das Prefeituras, Câmaras, Fundos, Institutos de Previdência, Autarquias, Fundações

Leia mais

Mês: Março/2017 DATA LIMITE OBRIGAÇÕES - MARÇO/2017 ÁREA

Mês: Março/2017 DATA LIMITE OBRIGAÇÕES - MARÇO/2017 ÁREA Mês: Março/1 DATA LIMITE OBRIGAÇÕES - MARÇO/1 ÁREA Ver Regulamentação Receber Balancetes da Câmara Municipal e demais Entidades da Administração Indireta para Consolidação Ver Regulamentação Recolher a

Leia mais

PREFEITURA. Enviar cópia da Ata de audiência pública exigida pelo art. 9º da LRF (cumprimento de metas fiscais) 3º quadrimestre/2016.

PREFEITURA. Enviar cópia da Ata de audiência pública exigida pelo art. 9º da LRF (cumprimento de metas fiscais) 3º quadrimestre/2016. ABRIL/2017 - Informativo - Edição 04 PREFEITURA PRAZO OBRIGAÇÃO FORMA PRESTAÇÃO DE CONTAS LEGISLAÇÃO Até 04/04 Enviar dados de publicação da LRF - 1º bimestre de 2017 (Relatório Resumido da Execução Orçamentária,

Leia mais

Mês: Janeiro/2017 DATA LIMITE OBRIGAÇÕES - JANEIRO/2017 ÁREA

Mês: Janeiro/2017 DATA LIMITE OBRIGAÇÕES - JANEIRO/2017 ÁREA Mês: Janeiro/1 DATA LIMITE OBRIGAÇÕES - JANEIRO/1 ÁREA Ver Regulamentação Receber Balancetes da Câmara Municipal e demais Entidades da Administração Indireta para Consolidação Ver Regulamentação Recolher

Leia mais

Demonstrativo do Resultado Nominal ESTADO DE SERGIPE PREFEITURA MUNICIPAL DE LAGARTO Demonstrativo dos Restos a Pagar por Poder e Órgão RESTOS A PAGAR PROCESSADOS RREO - ANEXO VII (LRF, art. 53, inciso

Leia mais

Mês: Fevereiro/2017 DATA LIMITE OBRIGAÇÕES - FEVEREIRO/2017 ÁREA

Mês: Fevereiro/2017 DATA LIMITE OBRIGAÇÕES - FEVEREIRO/2017 ÁREA Mês: Fevereiro/1 DATA LIMITE OBRIGAÇÕES - FEVEREIRO/1 ÁREA Receber Balancetes da Câmara Municipal e demais Entidades da Administração Indireta para Consolidação conforme 2 do artigo 3º da IN TCE-MG nº

Leia mais

CAPACITAÇÃO EM CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR PÚBLICO CEARÁ

CAPACITAÇÃO EM CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR PÚBLICO CEARÁ Pacote I Área Nº Disciplinas Horas / Aula 03 Procedimentos Contábeis Orçamentários I PCO I Procedimentos Contábeis Orçamentários II PCO II 05 Procedimentos Contábeis Patrimoniais I PCP I Fundamentos 06

Leia mais

Contabilidade Pública ACI DF/2013. Tópico 5. Prof. M. Sc. Giovanni Pacelli

Contabilidade Pública ACI DF/2013. Tópico 5. Prof. M. Sc. Giovanni Pacelli Contabilidade Pública ACI DF/2013 Tópico 5 Email:giovanni_pacelli@hotmail.com 1 Projeto do curso Tópico Itens do edital Aulas 1 Contabilidade Pública: conceito, objeto e campo de aplicação (NBCT 16.1).

Leia mais

CALENDÁRIO DAS OBRIGAÇÕES DE ÓRGÃOS E ENTIDADES ESTADUAIS Exercício 2011

CALENDÁRIO DAS OBRIGAÇÕES DE ÓRGÃOS E ENTIDADES ESTADUAIS Exercício 2011 Exercício 2011 JANEIRO 17 O titular do Poder Executivo deverá enviar cópia do PPA atualizado, da LOA e da LDO juntamente com os anexos. Órgãos: deverão enviar a prestação de contas do mês de dezembro/2010.

Leia mais

INSTITUTOS DE PREVIDÊNCIA

INSTITUTOS DE PREVIDÊNCIA ABRIL/2017 - Informativo - Edição 04 INSTITUTOS DE PREVIDÊNCIA PRAZO OBRIGAÇÃO FORMA PRESTAÇÃO DE CONTAS LEGISLAÇÃO Até o 5º dia útil Efetuar o pagamento dos salários, relativos ao mês vencido, aos servidores

Leia mais

COMUNICADO SDG Nº 35/2014

COMUNICADO SDG Nº 35/2014 COMUNICADO SDG Nº 35/2014 O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo comunica o calendário para 2015 das providências a cargo das Prefeituras, Câmaras, Fundos, Institutos de Previdência, Autarquias, Fundações

Leia mais

Apresentação. Qualquer sugestão de publicação ou melhoria do Boletim Informativo, envie para Equipe Novosis Integração Pública

Apresentação. Qualquer sugestão de publicação ou melhoria do Boletim Informativo, envie para Equipe Novosis Integração Pública Edição Nº 012 - Nacional Dezembro / 2013 Apresentação Com o objetivo de levar aos responsáveis pelos Entes Municipais as principais informações e Comunicados que circulam o meio, a Novosis Integração Pública

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA CONTROLADORIA-GERAL DO MUNICÍPIO INSTRUÇÃO NORMATIVA CGM Nº 03/2016 DETERMINA,

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA CONTROLADORIA-GERAL DO MUNICÍPIO INSTRUÇÃO NORMATIVA CGM Nº 03/2016 DETERMINA, PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA CONTROLADORIA-GERAL DO MUNICÍPIO INSTRUÇÃO NORMATIVA CGM Nº 03/2016 Estabelece Normas para Prestação de Contas, Controle Interno e Encerramento

Leia mais

SEMINÁRIO FINANÇAS PÚBLICAS

SEMINÁRIO FINANÇAS PÚBLICAS SEMINÁRIO FINANÇAS PÚBLICAS SINDIJUDICIÁRIO ES 25/08/2017 Cid Cordeiro Silva Economista 1. ORÇAMENTO PÚBLICO Ciclo orçamentário Plano Plurianual PPA, Lei Anual LOA, Lei de Diretrizes orçamentárias LDO

Leia mais

Não Possui Prestadora de Serviços de Informática Nome: Polis Informatica Ltda CNPJ: Telefone: (51)

Não Possui Prestadora de Serviços de Informática Nome: Polis Informatica Ltda CNPJ: Telefone: (51) Neste RVE estão incluídos: Sim Não Modelos da LRF do Legislativo 1. Informações da Entidade 1.1 Dados Cadastrais da Administração Atual CNPJ: 88369426000168 Período: 01/01/2016 a 31/08/2016-4º Bimestre

Leia mais

Portaria UCI nº 01, de 04 de Janeiro de 2017

Portaria UCI nº 01, de 04 de Janeiro de 2017 Portaria UCI nº 01, de 04 de Janeiro de 2017 ESTABELECE O PROGRAMA ANUAL DE AUDITORIA INTERNA PAAI/2017 DA PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO CASCALHEIRA-MT, DEFININDO OS PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS E CRONOLÓGICOS

Leia mais

Tópico 5: RREO e RGF.

Tópico 5: RREO e RGF. Tópico 5: RREO e RGF. 1. (Cespe/2007/TCM-GO/Procurador) Determinado município brasileiro, ao final do primeiro quadrimestre do exercício, providenciou a elaboração de seu relatório de gestão fiscal. Todavia,

Leia mais

Não Possui Prestadora de Serviços de Informática Nome: TECNOSWEB TECNOLOGIA EM GESTÃO LTDA CNPJ: Telefone: (54)

Não Possui Prestadora de Serviços de Informática Nome: TECNOSWEB TECNOLOGIA EM GESTÃO LTDA CNPJ: Telefone: (54) Neste RVE estão incluídos: Sim Não Modelos da LRF do Legislativo 1. Informações da Entidade 1.1 Dados Cadastrais da Administração Atual CNPJ: 94706033000103 Período: 01/01/2013 a 30/04/2013-2º Bimestre

Leia mais

Sumário. LRF_Book.indb 15 19/03/ :29:01

Sumário. LRF_Book.indb 15 19/03/ :29:01 Sumário Capítulo 1 Disposições Gerais... 1 1.1. Introdução... 1 1.2. Objetivo da obra... 6 1.3. Apresentando a LRF... 6 1.4. Origem da LRF... 7 1.5. Previsão constitucional para implementação da LRF...

Leia mais

CHECK LIST DA TRANSIÇÃO DE GORVERNO

CHECK LIST DA TRANSIÇÃO DE GORVERNO CHECK LIST DA TRANSIÇÃO DE GORVERNO Missão: Evitar a descontinuidade Administrativa. Objetivo: Garantir o funcionamento contínuo das ações e serviços prestados à coletividade. Permitir a instituição de

Leia mais

Sumário. Serviço Público e Administração Pública

Sumário. Serviço Público e Administração Pública Sumário Capítulo 1 Contabilidade Pública 1.1 Conceito 1.2 Objeto 1.3 Objetivo 1.4 Campo de Aplicação 1.5 Exercício Financeiro 1.6 Regime Orçamentário e Regime Contábil 1.6.1 Regime de Caixa 1.6.2 Regime

Leia mais

Tarumã SP., 26 de Fevereiro de 2013. MEMO nº 04/2013. Assunto: CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES PARA 2013. Prezados Senhores,

Tarumã SP., 26 de Fevereiro de 2013. MEMO nº 04/2013. Assunto: CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES PARA 2013. Prezados Senhores, Aos clientes VISÃO CONSULTORIA Tarumã SP., 26 de Fevereiro de 2013. MEMO nº 04/2013 Assunto: CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES PARA 2013 Prezados Senhores, COMUNICADO SDG Nº 02/2013 O Tribunal de Contas do Estado

Leia mais

Terça-feira, 19 de Julho de 2016 Edição N 857 Caderno I

Terça-feira, 19 de Julho de 2016 Edição N 857 Caderno I 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 MUNICÍPIO DE ILHÉUS - BA RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DO RESULTADO NOMINAL ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A JUNHO 2016/BIMESTRE MAIO

Leia mais

GAZETA DO OESTE ATOS OFICIAIS Repasse Recebido da Câmara Municipal ,60 TRANSFERÊNCIAS FINANCEIRAS CONCEDIDAS

GAZETA DO OESTE ATOS OFICIAIS Repasse Recebido da Câmara Municipal ,60 TRANSFERÊNCIAS FINANCEIRAS CONCEDIDAS Ano X Nº 2786 Rua Folk Rocha, Nº103 - Sala 01 - Sandra Regina (Centro) - Barreiras/Ba Tel.: 77 3612.7476 18 de maio de 2016 Em cumprimento ao princípio constitucional e a Lei Nº 101/2000, estão publicados

Leia mais

Em 25 de janeiro de 2011.

Em 25 de janeiro de 2011. Nota Técnica nº 73/2011/CCONF/STN Em 25 de janeiro de 2011. ASSUNTO: Demonstrativos da Disponibilidade de Caixa e dos Restos a Pagar - Manual de Demonstrativos Fiscais (MDF). - Esclarecimentos sobre o

Leia mais

Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)

Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) Sumário Capítulo 1 Orçamento Público 1.1. Atividade financeira do estado 1.2. Aspectos gerais do orçamento público 1.3. Conceitos 1.4. Tipos/Técnicas orçamentárias 1.4.1. Orçamento tradicional/clássico

Leia mais

CERTIDÃO DE PUBLICAÇÃO

CERTIDÃO DE PUBLICAÇÃO Prefeitura Municipal de Eusébio CERTIDÃO DE PUBLICAÇÃO Período: 1º Quadrimestre de 2017 (jan/abril) Relatório: Gestão Fiscal Data da Publicação: 30 de Mai o de 2017 Local: Prefeitura Municipal Para os

Leia mais

ALINHAMENTO TÉCNICO E PEDAGÓGICO - ATP. E D I T A L - d e z e m b r o /

ALINHAMENTO TÉCNICO E PEDAGÓGICO - ATP. E D I T A L - d e z e m b r o / ALINHAMENTO TÉCNICO E PEDAGÓGICO - ATP E D I T A L - d e z e m b r o / 2 0 1 5 A Secretaria do Tesouro Nacional (STN), por meio da Coordenação-Geral de Normas de Contabilidade Aplicadas à Federação (CCONF),

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 588, de 21 de fevereiro de 2017.

LEI COMPLEMENTAR Nº 588, de 21 de fevereiro de 2017. RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 588, de 21 de fevereiro de 2017. Estabelece normas de finanças públicas complementares à Lei Complementar Federal nº 101, de 04 de maio de 2000, e à Lei Federal

Leia mais

CONSÓRCIOS PÚBLICOS REGULAMENTAÇÃO CONTÁBIL. Coordenação-Geral de Normas de Contabilidade Aplicadas à Federação CCONF

CONSÓRCIOS PÚBLICOS REGULAMENTAÇÃO CONTÁBIL. Coordenação-Geral de Normas de Contabilidade Aplicadas à Federação CCONF CONSÓRCIOS PÚBLICOS REGULAMENTAÇÃO CONTÁBIL Coordenação-Geral de Normas de Contabilidade Aplicadas à Federação CCONF 1 Consórcios Públicos Legislação Aplicável Lei 11.107/05 Regras de direito financeiro

Leia mais

ARQUIVAMENTO DE DOCUMENTOS

ARQUIVAMENTO DE DOCUMENTOS ARQUIVAMENTO DE DOCUMENTOS Alguns relatórios, balancetes, balanços e documentos devem ser emitidos, conferidos e arquivados nos órgãos públicos municipais. Veja os principais deles, relacionados aos setores

Leia mais

RELATÓRIO E PARECER DO CONTROLE INTERNO REFERENTE À PRESTAÇÃO DE CONTAS DO PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL DE ARATIBA EXERCÍCIO 2016

RELATÓRIO E PARECER DO CONTROLE INTERNO REFERENTE À PRESTAÇÃO DE CONTAS DO PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL DE ARATIBA EXERCÍCIO 2016 RELATÓRIO E PARECER DO CONTROLE INTERNO REFERENTE À PRESTAÇÃO DE CONTAS DO PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL DE ARATIBA EXERCÍCIO 2016 Na qualidade de responsável pelo órgão de Controle Interno do Município

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DAS CONTAS DE RECEITA ORÇADA REALIZADA

ESPECIFICAÇÃO DAS CONTAS DE RECEITA ORÇADA REALIZADA Neste RVE estão incluídos: Sim Não Modelos da LRF de Autarquia Fundação Deverá ser consolidado para fins de LRF 1. Informações da Entidade 1.1 Dados Cadastrais da Administração Atual CNPJ: 20181811000143

Leia mais

PORTAL DA TRANSPARÊNCIA HUGO WANDERLEY CAJÚ PREFEITO MUNICIPAL

PORTAL DA TRANSPARÊNCIA HUGO WANDERLEY CAJÚ PREFEITO MUNICIPAL PORTAL DA TRANSPARÊNCIA HUGO WANDERLEY CAJÚ PREFEITO MUNICIPAL 2017-2020 SUMÁRIO Apresentação...03 1. Legislação Municipal...04 2. Estrutura...04 3. Servidor...05 4. Licitações & Contratos Administrativos...06

Leia mais

Não Possui Prestadora de Serviços de Informática Nome: IP TECNOLOGIA E INFORMATICA LTDA CNPJ: Telefone: (54)

Não Possui Prestadora de Serviços de Informática Nome: IP TECNOLOGIA E INFORMATICA LTDA CNPJ: Telefone: (54) Neste RVE estão incluídos: Sim Não Modelos da LRF do Legislativo 1. Informações da Entidade 1.1 Dados Cadastrais da Administração Atual CNPJ: 00893523000104 Período: 01/01/2013 a 28/02/2013-1º Bimestre

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DAS CONTAS DE RECEITA ORÇADA REALIZADA

ESPECIFICAÇÃO DAS CONTAS DE RECEITA ORÇADA REALIZADA Neste RVE estão incluídos: Sim Não Modelos da LRF de Autarquia Fundação Deverá ser consolidado para fins de LRF 1. Informações da Entidade 1.1 Dados Cadastrais da Administração Atual CNPJ: 20181811000143

Leia mais

RELAÇÃO DOS PONTOS DE CONTROLE COM AS TABELAS DE BD

RELAÇÃO DOS PONTOS DE CONTROLE COM AS TABELAS DE BD RELAÇÃO DOS PONTOS DE CONTROLE COM AS TABELAS DE BD Ponto de Controle Dados necessários Tabela Lógica de negócio 01. Remessa de Informações ao TC (RGF e RREO) 02. Publicação - Relatório Resumido de Execução

Leia mais

CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES E PRAZOS PARA A PREFEITURA

CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES E PRAZOS PARA A PREFEITURA CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES E PRAZOS PARA A PREFEITURA É DE SUMA IMPORTÂNCIA ESTARMOS ATENTOS AOS PRAZOS LIMITE, PARA QUE TENHAMOS MAIOR TRANQÜILIDADE PERANTE NOSSOS CLIENTES E OS GESTORES PERANTE A SOCIEDADE,

Leia mais

Sumário Capítulo 1 Orçamento Público Atividade financeira do Estado 1.2. Aspectos gerais do Orçamento Público 1.3. Conceitos 1.4. Tipos/Técnicas orçamentárias 1.4.1. Orçamento Tradicional/Clássico 1.4.2.

Leia mais

MINUTA DA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº. 016/2012

MINUTA DA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº. 016/2012 MINUTA DA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº. 016/2012 DISPÕE SOBRE GERAÇÃO E DIVULGAÇÃO DOS DEMONSTRATIVOS DA LRF - LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL. DATA: 14 de novembro de 2012. ATO APROVAÇÃO: DECRETO N. 9.697/2012

Leia mais

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES DIÁRIAS DOS PODERES EXECUTIVO E LEGISLATIVO PARA 2008

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES DIÁRIAS DOS PODERES EXECUTIVO E LEGISLATIVO PARA 2008 AGENDA DAS OBRIGAÇÕES DIÁRIAS DOS PODERES EXECUTIVO E LEGISLATIVO PARA 08 Como as obrigações diárias dos Poderes Executivo e Legislativo variam em cada mês e de acordo com o porte do Município, a Agenda

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES ANOTADAS NA AGENDA 01 Recolhim. Previd. Social Recolher, até o dia 20 do mês seguinte, os valores de encargos sociais

ESPECIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES ANOTADAS NA AGENDA 01 Recolhim. Previd. Social Recolher, até o dia 20 do mês seguinte, os valores de encargos sociais ESPECIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES ANOTADAS NA AGENDA 01 Recolhim. Previd. Social Recolher, até o dia 20 do mês seguinte, os valores de encargos sociais relativos à empresa e servidores, relativos à folha de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO PORTARIA Nº 6, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2017

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO PORTARIA Nº 6, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2017 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO PORTARIA Nº 6, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2017 Estabelece as normas e procedimentos para o encerramento do exercício financeiro

Leia mais

RELATÓRIO DE CONTROLE INTERNO

RELATÓRIO DE CONTROLE INTERNO RELATÓRIO DE CONTROLE INTERNO O Controle Interno Municipal, embora desprovido das tecnologias específicas voltadas para o planejamento das políticas públicas, mas também por reconhecer a importância da

Leia mais

AUDIÊNCIA PÚBLICA PREFEITURA MUNICIPAL DE SIMÕES FILHO. Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias para o exercício de 2018 LDO 2018 ESTADO DA BAHIA

AUDIÊNCIA PÚBLICA PREFEITURA MUNICIPAL DE SIMÕES FILHO. Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias para o exercício de 2018 LDO 2018 ESTADO DA BAHIA ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE SIMÕES FILHO AUDIÊNCIA PÚBLICA Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias para o exercício de 2018 Diógenes Tolentino de Oliveira Prefeito Municipal LDO 2018 Simões

Leia mais

COMUNICADO SDG Nº 02/2013

COMUNICADO SDG Nº 02/2013 COMUNICADO SDG Nº 02/2013 O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo divulga aos órgãos jurisdicionados da área municipal o calendário de obrigações para 2013 necessárias ao atendimento das exigências

Leia mais

PORTFÓLIO DE PROJETOS (2012/2013)

PORTFÓLIO DE PROJETOS (2012/2013) CIDADES-WEB PORTFÓLIO DE PROJETOS (2012/2013) PROJETO 6.1. Desenvolver sistema de prestação de contas municipal informatizada 1ª Fase (PCB) -> Resolução TCE Nº 247/2012 2ª Fase (PCA) Patrocinador do Projeto:

Leia mais

CERTIDÃO DE PUBLICAÇÃO

CERTIDÃO DE PUBLICAÇÃO Prefeitura Municipal de Eusébio CERTIDÃO DE PUBLICAÇÃO Período: 1º Quadrimestre de 2016 (jan/abr) Relatório: GESTÃO FISCAL Data da Publicação: 30 de Maio de 2016 Local: Prefeitura Municipal Para os devidos

Leia mais

Relatório de Gestão Fiscal do Poder Executivo

Relatório de Gestão Fiscal do Poder Executivo 2012 Relatório de Gestão Fiscal do Poder Executivo 1º Material divulgado em atendimento às disposições de que trata a Portaria nº 407 da Secretaria do Tesouro Nacional, de 20 de junho de 2011 e o estabelecido

Leia mais

PORTARIA Nº 743, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2015

PORTARIA Nº 743, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2015 REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 15 de Novembro de 1889 PORTARIA Nº 743, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2015 Estabelece regras para o recebimento dos dados contábeis e fiscais dos entes da Federação no exercício de

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PARATINGA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PARATINGA RREO - ANEXO 1 (LRF, Art 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º) RECEITAS RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A

Leia mais

SISTEMA DE CONTROLE INTERNO. João Paulo Silvério

SISTEMA DE CONTROLE INTERNO. João Paulo Silvério SISTEMA DE CONTROLE INTERNO João Paulo Silvério CONTROLE Elementos do processo administrativo. DIREÇÃO 1. Estabelecimento de padrões de desempenho. ORGANIZAÇÃO CONTROLE 2. Avaliação do desempenho. 3. Comparação

Leia mais

Abertura dos Cursos para CLDF: finanças pública, contador e administrador. Prof. Dr. Giovanni Pacelli

Abertura dos Cursos para CLDF: finanças pública, contador e administrador. Prof. Dr. Giovanni Pacelli Abertura dos Cursos para CLDF: finanças pública, contador e administrador Prof. Dr. Giovanni Pacelli Doutor (2016) e Mestre em Contabilidade - 2011 (UnB). Especialista em Operações Militares - 2008 (ESAO).

Leia mais

ATO NORMATIVO: 01/2016 DOS HONORÁRIOS PROFISSIONAIS VIGÊNCIA DEZEMBRO DE 2016 A NOVEMBRO DE 2017

ATO NORMATIVO: 01/2016 DOS HONORÁRIOS PROFISSIONAIS VIGÊNCIA DEZEMBRO DE 2016 A NOVEMBRO DE 2017 REFERENCIAL DE HONORÁRIOS CONTÁBEIS ATO NORMATIVO: 01/2016 DOS HONORÁRIOS PROFISSIONAIS VIGÊNCIA DEZEMBRO DE 2016 A NOVEMBRO DE 2017 PREAMBULO A presente Tabela de Fixação de Parâmetros Referenciais de

Leia mais

Estou oferecendo um curso completo de AFO em Exercícios no Serão quase 500 questões, todas atualizadas, a maioria de 2014/ /2015/2016.

Estou oferecendo um curso completo de AFO em Exercícios no Serão quase 500 questões, todas atualizadas, a maioria de 2014/ /2015/2016. Questões de concursos públicos 2016 Créditos adicionais Prezado estudante, concursando! Desejo-lhes sucesso na condução de seus estudos! Agradeço aos alunos que fizeram referências elogiosas a nossa iniciativa

Leia mais

Diretoria de Governo. Gerência de Negócios com o Setor Público. - Junho/2009 -

Diretoria de Governo. Gerência de Negócios com o Setor Público. - Junho/2009 - Diretoria de Governo Gerência de Negócios com o Setor Público - Junho/2009 - AGENDA OPERAÇÕES DE CRÉDITO Modalidades: PROVIAS CAMINHO DA ESCOLA FLUXO OPERACIONAL MANUAL PARA INSTRUÇÃO DE PLEITOS: PARCERIAS

Leia mais

RELATÓRIO QUADRIMESTRAL

RELATÓRIO QUADRIMESTRAL Coordenação-Geral de Normas de Contabilidade Aplicadas à Federação - CCONF Gerência de Normas e Procedimentos de Gestão Fiscal - GENOP RELATÓRIO QUADRIMESTRAL RELATÓRIO QUADRIMESTRAL Proposta de orientação

Leia mais

CALENDÁRIO DE RESPONSABILIDADES GESTORAS PARA O ENCERRAMENTO DA GESTÃO MUNICIPAL RESPONSABILIDADES GESTORAS 01/10 15/10 20/10 30/10 31/10

CALENDÁRIO DE RESPONSABILIDADES GESTORAS PARA O ENCERRAMENTO DA GESTÃO MUNICIPAL RESPONSABILIDADES GESTORAS 01/10 15/10 20/10 30/10 31/10 CALENDÁRIO DE RESPONSABILIDADES GESTORAS PARA O ENCERRAMENTO DA GESTÃO MUNICIPAL OUTUBRO/2016 RESPONSABILIDADES GESTORAS 01/10 15/10 20/10 30/10 31/10 ÚLTIMO DIA - Envio do Projeto de Lei Orçamentária

Leia mais

PROCEDIMENTOS CONTÁBEIS EM FINAL DE MANDATO. Lucy Fátima de Assis Freitas 2016

PROCEDIMENTOS CONTÁBEIS EM FINAL DE MANDATO. Lucy Fátima de Assis Freitas 2016 PROCEDIMENTOS CONTÁBEIS EM FINAL DE MANDATO Lucy Fátima de Assis Freitas 2016 ENCERRAMENTO DO MANDATO EXERCÍCIO DE 2016 RESTRIÇÕES DA LRF LC 101/2000 CRISE FINANCEIRA RESTRIÇÕES ELEITORAIS Lei 9504/97

Leia mais

IMPROPRIEDADES MAIS COMUNS DETECTADAS NAS INSPEÇÕES DAS CONTAS MUNICIPAIS:

IMPROPRIEDADES MAIS COMUNS DETECTADAS NAS INSPEÇÕES DAS CONTAS MUNICIPAIS: IMPROPRIEDADES MAIS COMUNS DETECTADAS NAS INSPEÇÕES DAS CONTAS MUNICIPAIS: 1. Atraso no encaminhamento dos registros analíticos contábeis via e-contas (balancetes mensais), referente a alguns meses do

Leia mais

AUDIÊNCIA PÚBLICA LEI DE DIRETRIZES EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2016

AUDIÊNCIA PÚBLICA LEI DE DIRETRIZES EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2016 AUDIÊNCIA PÚBLICA LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS LDO EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2016 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E TECNOLOGIA DIRETORIA DE ORÇAMENTO

Leia mais

Análise das Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público. Luiz Carlos Wisintainer

Análise das Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público. Luiz Carlos Wisintainer Análise das Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público Luiz Carlos Wisintainer Sistemas da Contabilidade Pública SUBSISTEMAS DE CONTAS ORÇAMENTÁRIO PATRIMONIAL CUSTOS COMPENSAÇÃO Fonte: MCASP Subsistema

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MUQUÉM DO SÃO FRANCISCO. Estado da Bahia

PREFEITURA MUNICIPAL DE MUQUÉM DO SÃO FRANCISCO. Estado da Bahia Terça-feira, 05 de Dezembro de 2017 Edição N 847 Caderno III Decreto nº 046 de 05 de Dezembro de 2017 Dispõe sobre normas relativas ao Encerramento do Exercício Financeiro do ano de 2017, e da outras providencias.

Leia mais

TJ-SC Analista Administrativo

TJ-SC Analista Administrativo TJ-SC Analista Administrativo Pessoal, vou comentar as questões da prova. Texto I: No orçamento de um ente da federação, a previsão total de receitas para um exercício foi de R$ 240 milhões. As receitas

Leia mais

Os compromissos do Gestor Municipal de Saúde à luz da Lei Orçamentária Anual; o Plano Municipal de Saúde e Relatório Anual de Saúde

Os compromissos do Gestor Municipal de Saúde à luz da Lei Orçamentária Anual; o Plano Municipal de Saúde e Relatório Anual de Saúde Os compromissos do Gestor Municipal de Saúde à luz da Lei Orçamentária Anual; o Plano Municipal de Saúde e Relatório Anual de Saúde São Paulo, 13 de abril de 2016 No momento em que se aproxima o fim da

Leia mais

2 CONTABILIZAÇÃO DAS TRANSFERÊNCIAS RELACIONADAS A CONTRATO DE RATEIO

2 CONTABILIZAÇÃO DAS TRANSFERÊNCIAS RELACIONADAS A CONTRATO DE RATEIO CONTABILIZAÇÃO DE CONSÓRCIOS PÚBLICOS REFERÊNCIA: IPC 10 STN (MINUTA) 1 INFORMAÇÕES GERAIS O reconhecimento do ativo patrimonial no consórcio público e do passivo patrimonial no ente consorciado ocorre

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA NOVOS GESTORES

ORIENTAÇÕES PARA NOVOS GESTORES ORIENTAÇÕES PARA NOVOS GESTORES VENCI AS ELEIÇÕES, E AGORA? NOTICIÁRIO EM JANEIRO DE 2013 NOTICIÁRIO EM JANEIRO DE 2013 NOTICIÁRIO EM JANEIRO DE 2013 DÚVIDAS E INCERTEZAS Algumas preocupações de quem está

Leia mais

/2013. LEI Nº /2013

/2013. LEI Nº /2013 LEI Nº. 1457 457/2013 /2013. INSTITUI GRATIFICAÇÃO DE SERVIÇO A SEREM PAGAS A SERVIDORES TITULARES DO PODER EXECUTIVO DESIGNADOS PARA EXECUTAR SERVIÇOS AO PODER LEGISLATIVO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. MARCOS

Leia mais

ESTADO DE SÃO PAULO MUNICIPIO DE CRAVINHOS LEGISLATIVO MUNICIPAL

ESTADO DE SÃO PAULO MUNICIPIO DE CRAVINHOS LEGISLATIVO MUNICIPAL ESTADO DE SÃO PAULO MUNICIPIO DE CRAVINHOS LEGISLATIVO MUNICIPAL RELATÓRIO DE CONTROLE INTERNO REFERÊNCIA 1º QUADRIM/2014 JANEIRO-ABRIL/2014 MAIO DE 2014 1. INTRODUÇÃO Atendendo ao que preceitua a Legislação

Leia mais

Noções de Direito Aula assistida? Questões Feitas? Revisão

Noções de Direito Aula assistida? Questões Feitas? Revisão Noções de Direito Aula assistida? Questões Feitas? Revisão 1. Direito Constitucional 1.1. A Constituição Federal de 1988 1.1.1. Dos Princípios Fundamentais 1.1.2. Dos Direitos e Garantias Fundamentais

Leia mais

RGF ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") DESPESAS EXECUTADAS (Últimos 12 Meses) DESPESA BRUTA COM PESSOAL (I)

RGF ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea a) DESPESAS EXECUTADAS (Últimos 12 Meses) DESPESA BRUTA COM PESSOAL (I) DEMONSTRATIVO CONSOLIDADO DA DESPESA COM PESSOAL MAIO/2011 A ABRIL/2012 RGF ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") DESPESAS COM PESSOAL DESPESAS EXECUTADAS (Últimos 12 Meses) LIQUIDADAS INSCRITAS

Leia mais

Orçamento público: conceito e histórico

Orçamento público: conceito e histórico Orçamento público: conceito e histórico Orçamento público: conceito Orçamento público é o instrumento por excelência de planejamento e execução das finanças públicas. É composto de uma estimativa das receitas

Leia mais

Os precatórios que estão registrados no curto prazo devem ser transferidos para Longo Prazo conforme segue:

Os precatórios que estão registrados no curto prazo devem ser transferidos para Longo Prazo conforme segue: CONTABILIZAÇÃO DE PRECATÓRIOS - EC62/2009 CONTABILIZAÇÃO DOS PRECATÓRIOS NOS MUNICÍPIOS 1 Reclassificação para contas contábeis específicas dos valores transferidos para o exercício, relativos ao Regime

Leia mais

Sumário. Manual_Completo_Contab_Pub_00.indd 23 21/08/ :54:07

Sumário. Manual_Completo_Contab_Pub_00.indd 23 21/08/ :54:07 Sumário Capítulo 1 Contabilidade Pública... 1 1.1. Introdução...1 1.2. Conceito...2 1.3. Princípios de Contabilidade...3 1.4. Natureza do Registro dos Atos e Fatos na Contabilidade Pública...7 1.5. Objetivo...9

Leia mais

Tabela 1 - Balanço Orçamentário

Tabela 1 - Balanço Orçamentário Tabela 1 Balanço Orçamentário PREFEITURA MUNICIPAL DE VITORIA DA CONQUISTA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO SETEMBRO/OUTUBRODE 2012 RREO Anexo I (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º) R$ 1,00

Leia mais

Câmara Municipal de Brejo Santo

Câmara Municipal de Brejo Santo ESTADO DO CEARÁ Poder Executivo Câmara Municipal de Brejo Santo EDITAL DE PUBLICAÇÃO O presidente da Câmara Municipal de Brejo Santo, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas pela Lei Orgânica

Leia mais

Contabilidade Aplicada ao Setor Público Receitas e Despesas Públicas. Profa.: Patrícia Siqueira Varela

Contabilidade Aplicada ao Setor Público Receitas e Despesas Públicas. Profa.: Patrícia Siqueira Varela Contabilidade Aplicada ao Setor Público Receitas e Despesas Públicas Profa.: Patrícia Siqueira Varela Receita Pública Conceito: todo e qualquer recolhimento feito aos cofres públicos. Receita Orçamentária:

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 Contabilidade Pública Capítulo 2 Receita Pública... 41

Sumário. Capítulo 1 Contabilidade Pública Capítulo 2 Receita Pública... 41 Sumário Capítulo 1 Contabilidade Pública... 1 1.1. Introdução...1 1.2. Conceito...2 1.3. Princípios de Contabilidade x Estrutura Conceitual...3 1.4. Natureza do Registro dos Atos e Fatos na Contabilidade

Leia mais

QUADROS CONSTANTE DA Relação de Documentos Integrantes das Contas de Governo dos Municípios 2015 / TCE-RJ

QUADROS CONSTANTE DA Relação de Documentos Integrantes das Contas de Governo dos Municípios 2015 / TCE-RJ QUADROS CONSTANTE DA Relação de Documentos Integrantes das Contas de Governo dos Municípios 2015 / TCE-RJ INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO DE ACORDO COM RELATÓRIOS EXTRAÍDOS DOS SISTEMAS SAPITUR DESPESAS

Leia mais

DOS CRITÉRIOS OBJETIVOS PARA PARTICIPAÇÃO

DOS CRITÉRIOS OBJETIVOS PARA PARTICIPAÇÃO Ofício Nº. 195/2017 - FPMA Araucária, 22 de setembro de 2017. Dispensa de licitação, em caráter emergencial, para contratação de assessoria contábil pelo período de 180 (cento e oitenta) dias. Ilustríssimo

Leia mais

Paço da PREFEITURA MUNICIPAL DE BREJO SANTO, em 30 de Setembro de 2017.

Paço da PREFEITURA MUNICIPAL DE BREJO SANTO, em 30 de Setembro de 2017. O prefeito Municipal de Brejo Santo, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas pela Lei Orgânica Municipal, e de conformidade com a determinação contida na Lei complementar Nº 11, DE 4 DE MAIO

Leia mais

PREF.MUN.DE PALMAS DE MONTE ALTO - PODER EXECUTIVO

PREF.MUN.DE PALMAS DE MONTE ALTO - PODER EXECUTIVO PREFMUNDE PALMAS DE MONTE ALTO - PODER EXECUTIVO DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL QUADRIMESTRE SETEMBRO - DEZEMBRO - 2011 RGF ANEXO I (LRF, art 55, inciso I, alínea "a") DESPESAS EXECUTADAS (Últimos

Leia mais

RELATÓRIO CONCLUSIVO DA COMISSAO DE TRANSIÇÃO DE GOVERNO PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DO NORTE MT

RELATÓRIO CONCLUSIVO DA COMISSAO DE TRANSIÇÃO DE GOVERNO PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DO NORTE MT RELATÓRIO CONCLUSIVO DA COMISSAO DE TRANSIÇÃO DE GOVERNO PORTO ALEGRE DO NORTE MT 2012 1. PREÂMBULO A Comissão de Transmissão de Governo do Município de Porto Alegre do Norte vem apresentar o Relatório

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES JANEIRO A DEZEMBRO DE 2013

RELATÓRIO DE ATIVIDADES JANEIRO A DEZEMBRO DE 2013 RELATÓRIO DE ATIVIDADES JANEIRO A DEZEMBRO DE 2013 O Instituto de Previdência Municipal de Mogi das Cruzes IPREM, criado pela Lei Complementar nº 35, de 05 de julho de 2005, desenvolveu as seguintes atividades

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE BRAÇO DO NORTE SC EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2017

ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE BRAÇO DO NORTE SC EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2017 EDITAL DE RETIFICAÇÃO N 001/2017 O torna público a Retificação n 001/2017 ao Edital de Concurso Público n 001/2017 que passa a ser assim definido: 1. DOS CARGOS, NÍVEL HABILITAÇÃO PROFISSIONAL: Na página

Leia mais

Estruturação dos Departamentos de Contabilidade dos Municípios

Estruturação dos Departamentos de Contabilidade dos Municípios Estruturação dos Departamentos de Contabilidade dos Municípios Modelo Conceitual para dar cumprimento às exigências do processo de convergência das NBCASP Simony Pedrini Nunes Rátis CASP hoje: Investimentos

Leia mais

CARTILHA DE ORÇAMENTO FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE

CARTILHA DE ORÇAMENTO FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE CARTILHA DE ORÇAMENTO FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE 2017 1 Cartilha sobre Orçamento 1 - Entendendo o orçamento público A lei do orçamento conterá a discriminação da receita e despesa de forma a evidenciar a

Leia mais

MINUTA DA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº. 021/2012

MINUTA DA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº. 021/2012 MINUTA DA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº. 021/2012 DISPÕE SOBRE NORMAS GERAIS A SEREM OBSERVADAS PELO PODER EXECUTIVO MUNICIPAL NA ELABORAÇÃO DA LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS - LDO. DATA: 14 de novembro de 2012.

Leia mais

Conselho Federal de Contabilidade Vice-presidência de Controle Interno INSTRUÇÃO DE TRABALHO INT/VPCI Nº 003/2012

Conselho Federal de Contabilidade Vice-presidência de Controle Interno INSTRUÇÃO DE TRABALHO INT/VPCI Nº 003/2012 Conselho Federal de Contabilidade Vice-presidência de Controle Interno INSTRUÇÃO DE TRABALHO INT/VPCI Nº 003/2012 Brasília-DF Janeiro/2012 INSTRUÇÃO DE TRABALHO INT/VPCI Nº 003/2012 Processo CFC n.º 2012/000008

Leia mais

QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS 2016 SUPRIMENTO DE FUNDOS RESTOSS A PAGAR E DESPESAS DE EXERCÍCIOS ANTERIORES

QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS 2016 SUPRIMENTO DE FUNDOS RESTOSS A PAGAR E DESPESAS DE EXERCÍCIOS ANTERIORES QUESTÕES DE CONCURSOS PÚBLICOS 2016 SUPRIMENTO DE FUNDOS RESTOSS A PAGAR E DESPESAS DE EXERCÍCIOS ANTERIORES Prezado estudante, concursando! Desejo-lhe inspiração para a conquista de seus sonhos e o pleno

Leia mais

PREVISÃO ATUALIZADA (a) No Bimestre (b) ,00

PREVISÃO ATUALIZADA (a) No Bimestre (b) ,00 Município de UNIÃO DA VITORIA PR CONSORCIO INTERMUNIC. DE SAÚDE DO VALE DO IGUAÇU BALANÇO ORÇAMENTÁRIO JANEIRO A FEVEREIRO 2017/BIMESTRE JANEIRO FEVEREIRO RREO ANEXO 1 (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas

Leia mais

Validação das avaliações setoriais do Plano Plurianual - PPA por unidade orçamentária - por dia (4)

Validação das avaliações setoriais do Plano Plurianual - PPA por unidade orçamentária - por dia (4) PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO Decreto nº.13.528, de 2 de maio de 2014 QUADRO DE DETALHAMENTO DE TAREFAS QDT (ANEXO I) CÓDIGO ATIVIDADE NÍVEL 1 2 3 4 5 6 7 8 Análise e validação das propostas setoriais

Leia mais

RGF - ANEXO 1 (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") R$ 1,00 DESPESAS EXECUTADAS (Últimos 12 Meses)

RGF - ANEXO 1 (LRF, art. 55, inciso I, alínea a) R$ 1,00 DESPESAS EXECUTADAS (Últimos 12 Meses) DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL RGF - ANEXO 1 (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") R$ 1,00 DESPESAS EXECUTADAS (Últimos 12 Meses) LIQUIDADAS INSCRITAS EM DESPESA COM PESSOAL RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS

Leia mais

Estado de Alagoas FUNPREV - Fundo de Previdência Social do Município de Mar Vermelho Balancete Financeiro Exercício : 01/2016

Estado de Alagoas FUNPREV - Fundo de Previdência Social do Município de Mar Vermelho Balancete Financeiro Exercício : 01/2016 Pág. 1 Balancete Financeiro R E C E I T A D E S P E S A Conta Descrição Valor Conta Descrição Valor R E C E I T A S O R Ç A M E N T Á R I A S 97.490,76 D E S P E S A S O R Ç A M E N T Á R I A S 27.765,63

Leia mais

AULA 13: ETAPAS E ESTÁGIOS DA DESPESA PÚBLICA

AULA 13: ETAPAS E ESTÁGIOS DA DESPESA PÚBLICA 1 AULA 13: ETAPAS E ESTÁGIOS DA DESPESA PÚBLICA João Pessoa 2016 Profª Ma. Ana Karla Lucena aklucenagomes@gmail.com Etapas da Receita e da Despesa Orçamentária 2 As etapas da receita e da despesa são as

Leia mais

ARTESP - Especialista em Regulação de Transporte Ciências Contábeis FCC Prova tipo 001. Prof. Dr. Giovanni Pacelli

ARTESP - Especialista em Regulação de Transporte Ciências Contábeis FCC Prova tipo 001. Prof. Dr. Giovanni Pacelli ARTESP - Especialista em Regulação de Transporte Ciências Contábeis FCC Prova tipo 001 Prof. Dr. Giovanni Pacelli Agradecimentos aos alunos: Andressa Giglioli, Lin Chan, Regiane Aparecida pelo envio da

Leia mais

PORTARIA Nº 841, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2016

PORTARIA Nº 841, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2016 REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 15 de Novembro de 1889 PORTARIA Nº 841, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2016 Estabelece regras para o recebimento dos dados contábeis e fiscais dos entes da Federação no exercício de

Leia mais

Simulado 02: Prova Comentada TCE-PA: Auditoria de Controle Externo - Contabilidade

Simulado 02: Prova Comentada TCE-PA: Auditoria de Controle Externo - Contabilidade : Auditoria de Controle Externo - Contabilidade Olá pessoal, tudo bem? Nosso simulado de hoje será a prova do TCE-PA. Me siga no meu grupo de dicas no facebook, no meu canal do youtube e no periscope (@GiovanniPacelli).

Leia mais

Manual de Navegação. Nos itens localizados no Menu na barra cinza, logo na cabeça do Portal, o usuário poderá acessar o seguinte:

Manual de Navegação. Nos itens localizados no Menu na barra cinza, logo na cabeça do Portal, o usuário poderá acessar o seguinte: 1 Menu na barra cinza 1.1 Itens localizados no Menu na barra cinza Nos itens localizados no Menu na barra cinza, logo na cabeça do Portal, o usuário poderá acessar o seguinte: - Site da Prefeitura: link

Leia mais