Exercícios de História Era Vargas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Exercícios de História Era Vargas"

Transcrição

1 Exercícios de História Era Vargas TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Uerj) O FIM DE UMA ERA Em seu discurso de despedida do Senado, em dezembro de 1994, o presidente Fernando Henrique Cardoso anunciou o fim da Era Vargas, como um prenúncio das mudanças que estavam por vir. Supunha-se sepultado um modelo econômico que tinha como principal ator o intervencionismo do Estado, como atração política o paternalismo de cooptação e como modelo social a previdência pública e a legislação trabalhista. (NOGUEIRA, Octaciano. "Jornal da Tarde", 11/11/1998.) 1. Embora a citação acima apresente a legislação trabalhista de Getúlio Vargas como parte de um ultrapassado modelo econômico, é possível apontar aspectos que, no sentido contrário, revelem o significado da contribuição trazida pela Consolidação das Leis do Trabalho - CLT - para as relações de trabalho. Um aspecto dessa contribuição está indicado em: a) manutenção da ação sindical e de direitos trabalhistas durante a ditadura militar b) estabelecimento da pluralidade sindical e de partidos trabalhistas durante o Estado Novo c) criação de normas legais para os aumentos salariais reais e do gatilho salarial durante o governo Sarney d) instituição do estatuto político dos trabalhadores e do Tribunal Superior do Trabalho durante o segundo governo Vargas TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufrn) A supremacia de um chefe político municipal, na Primeira República, não estava correlacionada com o número de votantes, mas com a capacidade de controlar e impor a coerção. O coronelismo sofre um certo impacto no início dos anos trinta, mas em 1932 já estava recomposto sem aquela arrogância do senhor absoluto de outrora. A centralização política de Vargas significou para os coronéis a perda parcial do controle de coerção, principal fonte de seu poder político na Primeira República. Após 45, a presença das massas urbanas na política torna-se um fato muito mais importante do que se poderia pressentir sob a ditadura. O golpe de 1964 foi recebido pelo coronelismo moribundo com extrema animação. Mas, a recuperação do coronelismo foi apenas parcial. Males irreversíveis continuaram afetando-o progressivamente. Adaptado de: DANTAS, Ibarê. Coronelismo e dominação. Aracaju: UFSE, p A ascensão de Vargas ao poder, após o movimento de 1930, trouxe mudanças nas práticas coronelísticas típicas da República Velha. Entre essas mudanças, podemos citar: a) os coronéis perderam o poder de mobilizar milícias na defesa de seus interesses, mas fortaleceram as práticas de mandonismo local, mesmo contra a vontade de Vargas. b) as velhas e novas oligarquias foram derrotadas por Vargas, que acreditava serem elas incompatíveis com os seus projetos inovadores orientados para a modernização social e econômica. c) os interventores, nomeados pelo novo regime, reduziram o poder dos coronéis, mesmo que, posteriormente, a política de cooptação de lideranças locais, adotada por Vargas, tenha lhes devolvido parte desse poder. d) os governantes indicados por Vargas destituíram os coronéis do poder, criando as bases de uma reforma agrária, com o intuito de alterar as arcaicas estruturas rurais. TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Puccamp) Cultura dos almanaques 1. Como explicar ao meu leitor mais jovem o que é (ou o que era) um ALMANAQUE? Vamos ao dicionário. Lá está, entre outras acepções, a que vem ao caso: folheto ou livro que, além do calendário do ano, traz diversas indicações úteis, poesias, trechos literários, anedotas, curiosidades etc. O leitor não faz idéia do que cabia nesse etc.: charadas, horóscopo, palavras cruzadas, enigmas policiais, astúcias da matemática, recordes mundiais, caricaturas, provérbios, dicas de viagem, receitas caseiras... Pense em algo publicável, e lá estava. 1 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

2 2. Já ouvi a expressão "cultura de almanaque", dita em tom pejorativo. Acho injusto. Talvez não seja inútil conhecer as dimensões das três pirâmides, ou a história de expressões como "vitória de Pirro", "vim, vi e venci" e "até tu, Brutus?". E me arrepiava a descrição do ataque à base naval de Pearl Harbor, da guilhotina francesa, do fracasso de Napoleão em Waterloo, da queda de Ícaro, das angústias de Colombo em alto mar. Sim, misturava povos e séculos com grande facilidade, mas ainda hoje me valho das informações de almanaque para explicar, por exemplo, a relação que Pitágoras encontrou não apenas entre catetos e hipotenusa, mas - pasme, leitor - entre o sentimento da melancolia e o funcionamento do fígado. Um bom leitor de almanaque explica como uma bela expressão de Manuel Bandeira - "o fogo de constelações extintas há milênios" - é também uma constatação da astrofísica. 3. Algum risco sempre havia: não foi boa idéia tentar fazer algumas experiências químicas com produtos caseiros. E alguns professores sempre implicavam quando eu os contestava ou argüía, com base no almanaque. Pegadinhas do tipo "quais são os números que têm relações de parentesco?" ou questões como "por que uma mosca não se esborracha no vidro dentro de um carro em alta velocidade?" não eram bem-vindas, porque despertavam a classe sonolenta. Meu professor de Ciências fechou a cara quando lhe perguntei se era hábito de Arquimedes tomar banho na banheira brincando com bichinhos que bóiam, e minha professora de História fingiu que não me ouviu quando lhe perguntei de quem era mesmo a frase "E no entanto, move-se!", que eu achei familiar quando a li pintada no pára-choque de um fordinho com chapa 1932 (relíquia de um paulista orgulhoso?). 4. Almanaque não se emprestava a ninguém: ao contrário de um bumerangue, nunca voltaria para o dono. Lembro-me de um exemplar que falava com tanta expressão da guerra fria e de espionagem que me proporcionou um prazer equivalente ao das boas páginas de ficção. Um outro ensinava a fazer balão e pipa, a manejar um pião, e se nunca os fiz subir ou rodar era porque meu controle motor já não dava inveja a ninguém. Em compensação, conhecia todas as propriedades de uma carnaubeira, o curso e o regime do rio São Francisco, fazia prodígios com ímãs e saberia perfeitamente reconhecer uma voçoroca, se viesse a cair dentro de uma. 5. Pouco depois dos almanaques vim a conhecer as SELEÇÕES - READER'S DIGEST - uma espécie de almanaque de luxo, de circulação regular e internacional. Tirando Hollywood, as SELEÇÕES talvez tenham sido o principal meio de difusão do AMERICAN WAY OF LIFE, a concretização editorial do SLOGAN famoso: TIME IS MONEY. Não tinha o charme dos almanaques: levava-se muito a sério, o humor era bem-comportado, as matérias tinham um tom meio autoritário e moralista, pelo qual já se entrevia uma América (como os EUA gostam de se chamar) com ares de dona do mundo. Não tinha a galhofa, o descompromisso macunaímico dos nossos almanaques em papel ordinário. Eu não trocaria três exemplares do almanaque de um certo biotônico pela coleção completa das SELEÇÕES. 6. Adolescente, aprendi a me especializar nas disciplinas curriculares, a separar as chamadas áreas do conhecimento. Deixei de lado os almanaques e entrei no funil apertado das tendências vocacionais. Com o tempo, descobri este emprego de cronista que me abre, de novo, todas as portas do mundo: posso falar da minha rua ou de Bagdad, da reunião do meu condomínio ou da assembléia da ONU, do meu canteirinho de temperos ou da safra nacional de grãos. Agora sou autor do meu próprio almanaque. Se fico sem assunto, entro na Internet, esse almanaque multidisciplinaríssimo de última geração. O "buscador" da HOME PAGE é uma espécie de oráculo de Delfos de efeito quase instantâneo. E o inglês, enfim, se globalizou pra valer: meus filhos já aprenderam, na prática, o sentido de outro SLOGAN prestigiado, NO PAIN, NO GAIN (ou GAME, no caso deles). Se eu fosse um nostálgico, diria que, apesar de todo esse avanço, os velhos almanaques me deixaram saudades. Mas não sou, como podeis ver. (Argemiro Fonseca) 2 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

3 3. Analise o texto adiante. Por um lado, é a ameaça do prolongamento indefinido da ditadura e, acima do predomínio no código fundamental do país de idéias não só visceralmente incompatíveis com as tradições democráticas, consciência e cultura da nação, senão também atentatórias da segurança, direitos e progresso econômico de São Paulo. Por outro lado, são as dores desta soberba Unidade da Federação, usurpada na faculdade inauferível de se governar, talada na opulência de suas riquezas, destroçada na organização de seus serviços públicos. São Paulo martirizado nunca poderia perdoar aos seus filhos manterem-se desunidos ante tantos perigos e infortúnios. (Adaptado de "O Estado de S. Paulo", fevereiro de 1932) A partir do texto e tendo como referenciais o contexto histórico do movimento paulista de 1932, pode-se afirmar que a) a grande imprensa demonstra sempre uma postura eqüidistante no tocante a questões históricas conflituosas, haja vista o predomínio do interesse comercial dos seus proprietários. b) o jornal revela um posicionamento radical contra o extremo nacionalismo do movimento paulista, que pretendia depor o primeiro governo constitucional de Getúlio Vargas. c) o jornal concorda plenamente com o movimento paulista, já que este procura fortalecer o getulismo contra a oligarquia que governa o Brasil até d) o discurso presente no texto do jornal traduz uma parte do sentimento de alguns defensores do movimento paulista, que questiona a legitimidade do poder político vigente no país. e) as idéias contidas no texto do jornal mostram o grau de união e a convergência de interesses de todos os participantes do movimento paulista pela Consolidação da União Nacional. TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufpe) Na(s) questão(ões) a seguir escreva nos parênteses (V) se for verdadeiro ou (F) se for falso. 4. Sobre o primeiro e o segundo governos do presidente Getúlio Vargas, identifique as proposições verdadeiras e falsas. ( ) Em 1939, o presidente Getúlio Vargas apresenta um plano qüinqüenal, cujas metas serviam de apoio à industrialização: usinas hidrelétricas em Paulo Afonso, estradas de ferro e rodovias, usina de aço e fábrica de aviões. ( ) Aparentemente o Estado Novo foi antioligárquico; entretanto, manteve intacto o sistema de dominação no campo porque os capitais investidos nas indústrias eram originários da acumulação no setor agrícola. ( ) A Constituição de 1937 se caracterizou pelo predomínio do poder legislativo e subordinação do poder executivo ao poder judiciário. ( ) Vargas defendia uma política anti-imperialista e decidiu nacionalizar o petróleo, criando a Petrobrás, através da Lei 2004, de 3 de outubro de 1953, que estabeleceu o monopólio estatal do petróleo. ( ) A Revolução Constitucionalista de 1932, em São Paulo, deu continuidade ao programa proposto pelos tenentes, que participaram da Coluna Prestes. 5. (Ufpe) Sobre a política externa do Brasil durante os governos de Vargas, Juscelino Kubitschek e João Goulart pode-se afirmar: (0) Durante o ano de 1960 dezessete países africanos tornaram-se independentes. Entretanto, o governo de Juscelino não propôs uma política de relações internacionais mais próximas com a África. (1) A política externa do Estado Novo caracterizou-se pelo pragmatismo na relação entre o estado e a economia. Exemplo: o projeto de construção da Usina Siderúrgica de Volta Redonda dependeu de um jogo político internacional entre os Estados Unidos e o Brasil. (2) Goulart, ao assumir a presidência da República em 11 de setembro de 1961, reiterou os princípios do anticolonialismo e da autodeterminação dos povos, manifestando continuidade na política externa do seu antecessor Jânio Quadros, em direção a uma maior aproximação com a África. 3 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

4 (3) A Escola Superior de Guerra (ESG), durante o governo Goulart, preferia ver o Atlântico sob a influência dos Estados Unidos. Para a ESG a política externa brasileira deveria ser pensada sob o ângulo da segurança do hemisfério ocidental. (4) Goulart, tanto quanto Juscelino, formulou uma política externa de abertura comercial com a América Latina e Central, possibilitando o surgimento do MERCOSUL. TEXTO PARA AS PRÓXIMAS 2 QUESTÕES. (Ufpe) Na(s) questão(ões) a seguir assinale os itens corretos e os itens errados. 6. Sobre a posição do Brasil diante da Segunda Guerra Mundial podemos afirmar: (0) Após a declaração de guerra da Alemanha à Polônia o primeiro decreto-lei do governo de Getúlio Vargas fixava regras de neutralidade a serem observadas em todo o território nacional e que foram válidas até o final da guerra. (1) Vargas retardou politicamente o apoio aos Estados Unidos, até que este país aceitou financiar o programa siderúrgico, que, segundo Vargas, representava "riqueza e poder para o Brasil", em troca da instalação de bases americanas neste país. (2) Após o torpedeamento de vários navios brasileiros em águas americanas, Vargas assinou decretos pondo "os bens dos súditos alemães, japoneses e italianos em garantia dos danos causados pelos seus países". (3) Vargas apoiou as nações do Eixo, juntamente com os presidentes da Argentina e Chile e, por esta razão, os navios mercantes brasileiros foram torpedeados pelos americanos em águas americanas. (4) Durante a Segunda Guerra Mundial Brasil e Inglaterra assinaram um acordo de pagamento, que incluía a compra de carne e algodão por parte da Inglaterra, o que muito beneficiou o Brasil. TEXTO PARA AS PRÓXIMAS 2 QUESTÕES. (Ufsc) Na(s) questão(ões) a seguir escreva nos parênteses a soma dos itens corretos. 7. A Revolução de 1930, no Brasil, teve como objetivos: (01) enfraquecer a aliança conhecida como "café com leite". (02) diminuir o poder político dos estados de São Paulo e Minas Gerais. (04) aumentar o poder político dos grupos industriais do Brasil. (08) alterar a sucessão de Presidentes, representantes da "aristocracia rural". Soma ( ) 8. Entre 1930 e 1935, aconteceram no Brasil dois movimentos armados que tentaram alterar a situação política existente. Assinale as proposições CORRETAS. (01) Revolução Constitucionalista. (02) Revolta da Armada. (04) Intentona Comunista. (08) Estado Novo. (16) Revolta da Chibata. Soma ( ) TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufba) Na(s) questões adiante escreva, no espaço apropriado, a soma dos itens corretos. 9. "(...) De março de 1931 a fevereiro de 1940, foram decretadas mais de 150 leis novas de proteção social e de regulamentação do trabalho em todos os seus setores. Não se tratava apenas de realizações em matéria de previdência e trabalho, mas a valorização deliberada do trabalhador nacional, relacionada às questões jurídicas e seus aspectos sociais. A Constituição de 34 já refletia essa transformação no país. Coube, porém, ao Estado Novo resolver os conflitos entre o capital e o trabalho. O art. 136 da Carta de 37 determina que o trabalho é um dever social, tendo direito à proteção especial do Estado. (...)" (BERCITO, p. 63) 4 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

5 Com base no texto anterior e nos conhecimentos sobre o assunto, indique aspectos do trabalhismo getulista: (01) Sindicalismo de resultados, em que as conquistas econômicas prevalecem sobre as políticas e ideológicas. (02) Oficialismo, como instrumento de manipulação das massas e montagem de um arcabouço institucional controlado pelo Estado. (04) Corporativismo, na medida em que propugna a união das classes produtoras em categorias profissionais, sob fiscalização estatal. (08) Assistencialismo, visando a despolitizar os sindicatos, retirando-lhes o caráter de fórum representativo da classe trabalhadora. (16) Sindicalismo "pelego", atrelado ao Estado, impedindo a livre organização dos trabalhadores na defesa dos seus interesses e direitos. (32) lnternacionalismo, na medida em que enfatiza os interesses comuns dos trabalhadores das diferentes nações. Soma ( ) TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Unb) A partir do golpe de 1930 fora possível apresentar inovações em todas as esferas de poder, de tal modo que, impulsionados pela corroída imagem da República Velha, os assim chamados "revolucionários de 30" puderam, com o apoio popular, acabar com a existência dos partidos políticos, o produto-tipo da cultura política liberal. Com o golpe de 1930, sequer houve um partido para a arregimentação das massas que, não só começaram a identificar-se prontamente com a proposta de um estado totalitário, como demonstravam cada vez mais seu clamor por Getúlio Vargas. Elizabeth Cancelli, O MUNDO DA VIOLÊNCIA. 10. Com referência às "inovações em todas as esferas de poder" a que o texto se refere, julgue os itens a seguir. (0) Os revolucionários de 1930 mantiveram instituições políticas liberais, como o sistema partidário da República Velha. (1) Vargas, depois de liderar a Revolução de 1930, e especialmente depois de promover o golpe do Estado Novo, criou um regime com pouca ou nenhuma intermediação de instituições políticas autônomas entre a sociedade e o Estado. (2) O golpe de 1937 veio a ser a comprovação definitiva das características centralistas e autoritárias que vinham se desenhando desde a Revolução de (3) A mentalidade de massa, o Estado de massa, o personalismo carismático do líder e as formas corporativas foram características típicas da Era Vargas. TEXTO PARA AS PRÓXIMAS 2 QUESTÕES. (Ufrn) Voltei nos braços do povo. A campanha subterrânea dos grupos internacionais aliou-se à dos grupos nacionais (...) Quis criar a liberdade nacional na potencialização de nossas riquezas através da Petrobrás; mal ela começa a funcionar, a onda de agitação se avoluma. A Eletrobrás foi obstaculada até o desespero. Não querem que o trabalhador seja livre. Não querem que o povo seja independente. Carta-testamento do presidente Getúlio Vargas, em 24 de agosto de DEL PRIORE, Mary et al. "Documentos de história do Brasil: de Cabral aos anos 90". São Paulo: Scipione, p O Estado começou a ser transformado para tornar-se mais eficiente, evitar o desperdício e prestar serviços de melhor qualidade à população. (...) Fui escolhido pelo povo (...). Para continuar a construir uma economia estável, moderna, aberta e competitiva. Para prosseguir com firmeza na privatização. Para apoiar os que produzem e geram empregos. E assim recolocar o País na trajetória de um crescimento sustentado, sustentável e com melhor distribuição de riquezas entre os brasileiros. Discurso de posse do presidente Fernando Henrique Cardoso, em 2 de janeiro de CARDOSO, F.H. Por um Brasil solidário. "O Estado de São Paulo", 2 jan P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

6 11. Os pronunciamentos de Getúlio Vargas e Fernando Henrique Cardoso foram proferidos em momentos históricos diferentes. Contudo, os dois governantes têm em comum o fato de a) sentirem-se pressionados pelas forças democráticas para adotarem um modelo político capaz de assegurar a estabilidade das instituições políticas. b) obterem o apoio em massa dos trabalhadores para a implementação de suas respectivas políticas estatais. c) sofrerem campanhas contrárias às suas ações políticas, lideradas por movimentos nacionais com o apoio clandestino de grupos internacionais. d) referirem-se ao apoio popular para legitimar suas ações, uma vez que chegaram ao poder através do voto direto. 12. A atuação do Estado no Brasil difere nos governos de Getúlio Vargas e Fernando Henrique Cardoso (FHC), uma vez que a) para Vargas, ao Estado cabia explorar as riquezas nacionais, base para a construção de uma nação forte; para FHC, ao Estado cabe estimular os investimentos privados, que inserem o país na economia internacional. b) para Vargas, o Estado tinha a função de organizar os trabalhadores em sindicatos internacionais; para FHC, o Estado situa-se acima das classes sociais, estando assim impossibilitado de intervir nas questões trabalhistas. c) Vargas concebia um Estado capaz de promover a aliança entre a burguesia nacional e a burguesia internacional; FHC concebe um Estado independente em relação aos diferentes grupos econômicos. d) Vargas estimulou a criação de empresas privadas com capital nacional em substituição às empresas públicas; FHC defende a privatização das empresas estatais como meio de manter a estabilidade da economia. peculiar aos portos: passa a se constituir, sobretudo, de uma população estrangeira, de várias origens e regiões, e, quando muito, de uma população apenas de passagem. A produção econômica, voraz em sua fome de força de trabalho a baixo custo, dispõe, nessa cidade, de um enorme mercado de mão-deobra. No entanto, a cidade capitalista, apesar de gerar um novo território comum, não consegue garantir um espaço para todos. Adaptado de ROLNIK, Raquel. "O que é cidade." São Paulo: Brasiliense, A análise feita no fragmento aplica-se ao processo de urbanização no Brasil, durante o século XX. Considerando a primeira metade do século, é correto afirmar sobre esse processo: a) O aumento da população urbana resultou da transferência progressiva de população das áreas rurais para as cidades, atraída pela industrialização. b) A ampliação do operariado urbano nacional consolidou o poder das oligarquias agroexportadoras, em fase de franca expansão nas cidades portuárias. c) O crescimento da população pobre nos centros urbanos levou o governo a criar uma política de geração de empregos para absorver esse contingente. d) A reformulação e a ampliação das cidades para receber os novos habitantes desencadearam um processo de enriquecimento, extensivo aos trabalhadores. TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufmt) Na(s) questão(ões) a seguir julgue os itens e escreva nos parênteses (V) se for verdadeiro ou (F) se for falso. 14. Durante o Estado Novo (1937/1945) governado por Getúlio Vargas, o Brasil criou uma imagem de harmonia entre o povo e o governo e entre as diferentes classes sociais. A respeito, julgue os itens. TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufrn) Leia o fragmento textual abaixo para responder às questões adiante. A cidade dos tempos do capitalismo do século XX adquiriu uma característica que, até o século XIX, era 6 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

7 ( ) Foi utilizada a repressão através da violência, dirigida em nível nacional por Felinto Muller, chefe da polícia. ( ) Foi observado o respeito a alguns princípios democráticos como a preservação dos partidos políticos de diferentes ideologias. ( ) Ocorreram concessões de caráter paternalístico e demagógico. ( ) O programa político "A hora do Brasil" foi criado para divulgar o que o governo pretendia e é um exemplo da utilização da propaganda pelo governo. TEXTO PARA AS PRÓXIMAS 2 QUESTÕES. (Ufpr) Na(s) questão(ões) a seguir, escreva no espaço apropriado a soma dos itens corretos. 15. O Estado Novo ( ) constituiu-se num período ditatorial da história brasileira. Sob esse aspecto é correto afirmar que: (01) Foi um período regido por uma constituição autoritária, em que o Executivo controlava o Legislativo e o Judiciário, sendo suprimidos os partidos políticos. (02) O Estado Novo de Getúlio Vargas baseou-se em burocracia complexa e centralizadora, com intervenção do Estado na economia e nos sindicatos. (04) O Estado autoritário teve como uma de suas preocupações a garantia da liberdade de imprensa e de opinião. (08) O único ato de oposição ao Estado Novo foi o movimento conhecido como "Revolução Constitucionalista", começada em São Paulo. (16) Para limitar e controlar o poder nos estados, Getúlio Vargas nomeou "interventores". soma = ( ) Correlacione o texto anterior com os conhecimentos históricos e identifique as respostas corretas: (01) O texto anterior refere-se à Revolução de 1964, liderada por Getúlio Vargas, cujos objetivos eram acabar com a corrupção, o desrespeito à lei e com os desmandos do projeto de implantação de uma República Sindicalista. (02) A Revolução a que Getúlio se refere é a Revolução de Apesar da promessa, o povo pouco se beneficiou dos resultados dos acontecimentos porque o movimento revolucionário apenas promoveu uma alternância dos grupos dominantes no poder. (04) A Revolução de 1930 abriu a possibilidade da participação do povo pelo voto direto e universal, garantido pela Constituição de (08) A promessa de participação não passou do discurso, pois, ao assumir o poder em 30 de dezembro de 1930, o que ocorreu foi a nomeação de interventores, em sua maioria oriundos do movimento tenentista, para governar os Estados da República. (16) Ao longo da década de 30, os fatos desmentiram o discurso de Vargas. Apesar das tentativas de participação tanto de associações e clubes quanto de movimentos revolucionários, Getúlio, gradativamente, foi centralizando o poder, processo que culminou com o Golpe de Estado de 1937, dando início ao período conhecido como Estado Novo. (32) Na Revolução de 1964, Getúlio Vargas é logo destituído do poder pelos militares, que o substituem pelo Marechal Humberto de Alencar Castello Branco e rompem com a promessa de participação popular, iniciando-se período de intensa restrição às liberdades políticas. soma = ( ) 16. "Construiremos uma pátria nova onde grandes e pequenos tenham vez, onde todos os seus filhos participem igualmente! A revolução que fizemos foi fruto da vontade do povo, que agora é senhor do seu destino. (...) Não haverá lugar para corruptos que roubam o dinheiro do povo, não haverá lugar para o desrespeito à lei, para favores políticos, para a injustiça e a farsa". (Getúlio Vargas). 7 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

8 17. (Fuvest) "Vitoriosa a revolução, abre-se uma espécie de vazio de poder por força do colapso político da burguesia do café e da incapacidade das demais frações de classe para assumí-lo, em caráter exclusivo. O Estado de compromisso é a resposta para esta situação. Embora os limites da ação do Estado sejam ampliados para além da consciência e das intenções de seus agentes, sob o impacto da crise econômica, o novo governo representa mais uma transação no interior das classes dominantes, tão bem expressa na intocabilidade sagrada das relações sociais no campo". (Boris Fausto, A REVOLUÇÃO DE 1930: HISTORIOGRAFIA E HISTÓRIA) a) Explicite o que o autor apresenta como "Estado de compromisso". b) Qual a relação entre "O Estado de compromisso" e a "intocabilidade sagrada das relações sociais no campo"? 18. (Unicamp) Em 10 de novembro de 1937, Getúlio Vargas discursava à nação através do rádio: "A disputa presidencial estava levando o país à desordem. Os comunistas infiltravam-se dia a dia nas instituições nacionais. A Nação corria perigo de uma luta de classes e os partidos políticos inquietavam o nosso povo" a) Que argumentos Vargas usou para implantar o Estado Novo? b) Cite duas características do Estado Novo. 19. (Unesp) "Subitamente, parecia que a esquerda havia ganho vida. Mais de 1600 sedes locais da 'Aliança Nacional Libertadora' haviam brotado (...). A plataforma da 'Aliança' pedia o cancelamento das 'dívidas imperialistas', a nacionalização das empresas estrangeiras e a liquidação dos latifúndios. Os radicalizantes estavam igualmente ativos na direita. Um movimento fascista chamado Integralismo vinha por igual força...". (Thomas Skidmore, DE GETÚLIO A CASTELO). O texto refere-se a dois importantes e antagônicos movimentos, sobre os quais é verdadeiro afirmar que ocorreram: a) na Primeira República e motivaram a Revolução de b) no governo Jânio Quadros e provocaram a sua renúncia. c) na década de 30 e antecederam o golpe de Estado de d) no Estado Novo e foram importantes para o processo de redemocratização. e) no segundo governo Vargas ( ) e contribuíram para o agravamento da crise política que levou ao suicídio do Presidente. 20. (Pucsp) No Brasil, a CLT - Consolidação das Leis do Trabalho - foi criada pelo Decreto 5452, de 1943, em meio ao governo de Getúlio Vargas, para reunir e sistematizar as leis trabalhistas existentes no país. Tais leis representaram a: a) conquista evidente do movimento operário sindical e partidariamente organizado desde 1917, defensor de projetos socialistas e responsável pela ascensão de Vargas ao poder. b) participação do Estado como árbitro na mediação das relações entre patrões e trabalhadores de 1930 em diante, permitindo a Vargas propor a racionalização e a despolitização das reivindicações trabalhistas. c) inspiração notadamente fascista, que orientou o Estado Novo desde sua implantação em 1937, desviando Vargas das intenções nacionalistas presentes no início de seu governo. d) atuação controladora do Estado brasileiro sobre os sindicatos e associações de trabalhadores, permitindo a Vargas criar, a partir de 1934, o primeiro partido político de massas da história brasileira. e) pressão norte-americana, que se tornou mais clara após 1945, para que Vargas controlasse os grupos anárquicos e socialistas presentes nos movimentos operário e camponês. 21. (Unesp) O Estado Novo ( ) foi marcado pelo seu caráter centralizador, intervencionista e autoritário. As forças opositoras ao regime valiam-se dessas características para denunciar a "ação fascista" do governo. No processo de crise desse Estado, cujo desfecho foi a deposição de Vargas, avalie a importância da participação do Brasil na Guerra em oposição ao nazi-fascismo. 8 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

9 22. (Fuvest) "Os benefícios que conquistastes devem ser ampliados aos operários rurais, aos que, insulados nos sertões, vivem distantes das vantagens da civilização. Mesmo porque, se não o fizermos corremos o risco de assistir ao êxodo dos campos e superpovoamento das cidades - desequilíbrio de conseqüências imprevisíveis, capaz de enfraquecer ou anular os efeitos da campanha de valorização integral do homem brasileiro, para dotá-lo de vigor econômico, saúde física e energia produtiva". (Getúlio Vargas, discurso de 1 de maio de 1941) a) A quais "benefícios" se refere o Presidente Vargas? b) Posteriormente, quando os "benefícios" foram estendidos aos trabalhadores rurais, essas medidas, além de não impedirem o êxodo, também não eliminaram a miséria. Porque? 23. (Unitau) Considere as seguintes proposições: I - A Constituição, de 25 de Março de 1824, instituía a religião Católica Romana como sendo oficial do Estado brasileiro. II - A Carta Constitucional, de 24 de Fevereiro de 1891, estabelecia para o Brasil um Estado Federativo, um sistema de governo parlamentarista e o sufrágio universal. III - A Constituição, de 16 de Julho de 1934, instituía uma única Câmara, subordinando ainda as suas decisões ao Poder Executivo. IV - A extinção da autonomia dos Estados e a hipertrofia do Poder Executivo caracterizavam a Constituição de 10 de Novembro de A alternativa que contém afirmações corretas é: a) I e II. b) II e III. c) III e IV. d) I e IV. e) I e III. 24. (Fuvest) Na história da República brasileira, a expressão "Estado Novo" identifica: a) o período de 1930 a 1945, em que Getúlio Vargas governou o país de forma ditatorial, só com o apoio dos militares, sem a interferência de outros poderes. b) O período de 1950 a 1954, em que Getúlio Vargas governou com poderes ditatoriais, sem garantia dos direitos constitucionais. c) o período de 1937 a 1945, em que Getúlio Vargas fechou o Poder Legislativo, suspendeu as liberdades civis e governou por meio de decretos-leis. d) o período de 1945 a 1964, conhecido como o da redemocratização, quando foi restabelecida a plenitude dos poderes da República e das liberdades civis. e) o período de 1930 a 1934, quando se afirmou o respeito aos princípios democráticos, graças à Revolução Constitucionalista de São Paulo. 25. (Fuvest-gv) A Revolução de 1930 conduziu à adoção de diversas medidas em favor dos operários do Brasil. Quais foram essas medidas? Essas medidas podem ser consideradas como meramente paternalistas? Em caso de resposta negativa, até que ponto elas trouxeram um benefício real? 26. (Fuvest) Compare e explique as relações entre o governo brasileiro e o operariado, antes e depois de (Unicamp) Diferenças significativas distinguem o sindicalismo operário brasileiro das primeiras décadas do século 20, do sindicalismo criado após 1930 pela legislação trabalhista do governo Vargas. Quais são essas diferenças? 28. (Unesp) Depois de muitos movimentos operários; lutas e reivindicações trabalhistas, os sindicatos foram legalizados: a) no decurso da Revolução Paulista de b) através do Ato Institucional número 5 de c) no Governo Provisório de Vargas ( ). d) durante a Campanha do Contestado. e) nos primórdios da República Oligárquica. 9 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

10 29. (Unesp) "A fixação do ano de 1930 como um primeiro marco divisor da História do Brasil contemporâneo tem a artificialidade implícita em qualquer periodização, mas se justifica por razões que se situam além da história política ou da simples tradição." Sintetize algumas razões dessa periodização historiográfica. 30. (Unesp) Estabeleça a relação entre a ação do Estado Novo ( ) e o desenvolvimento da indústria pesada no Brasil. 31. (Cesgranrio) O regime político conhecido como Estado Novo implantado por golpe do próprio Presidente Getúlio Vargas, em 1937, pode ser associado à(ao): a) radicalização política do período representada pela Aliança Nacional Libertadora, de orientação comunista e a Ação Integralista Brasileira, de orientação fascista. b) modernização econômica do país e seu conflito com as principais potências capitalistas do mundo, que tentavam lhe barrar o desenvolvimento. c) ascensão dos militares à direção dos principais órgãos públicos, porque já se delineava o quadro da Segunda Guerra Mundial. d) democratização da sociedade brasileira em decorrência da ascensão de novos grupos sociais como os operários. e) retorno das oligarquias agrárias ao poder, restaurando-se a Federação nos mesmos moldes da República Velha. 32. (Ufpr) Após a Revolução de 1930, segue-se o longo governo de Getúlio Vargas até Caracterize esse período no que se refere a seus aspectos político-partidário e eleitoral. 33. (Faap) Em 1585, o português João Tavares constrói, na foz do rio Paraíba, o Forte de São Felipe, com a intenção de defender a área dos ataques piratas. Ali nasce a cidade de Filipéia. Em 1684, é elevada à condição de capitania. O assassinato do governador João Pessoa é o estopim da Revolução de O texto refere-se a assuntos ligados a qual dos Estados a seguir? a) Minas Gerais b) Mato Grosso do Sul c) Paraíba d) Pará e) Paraná 34. (Faap) "O Rio Grande, sem correr o menor risco, Amarrou, por telegrama, os cavalos no obelisco." A marcha de Lamartine Babo fala, com humor, da Revolução: a) de que depôs D. Pedro II b) de que resultou na Renúncia do Marechal Deodoro da Fonseca c) de que depôs Washington Luiz d) de em que São Paulo exigia uma Carta Constitucional e) de que depôs João Goulart 35. (Faap) "Batemo-nos pelo Estado Integralista. Queremos a reabilitação do princípio de autoridade, que esta se respeite e faça respeitar-se. Defendemos a família, a instituição fundamental cujos direitos mais sagrados são proscritos pela burguesia e pelo comunismo." Este texto, pelas idéias que defende, é provável que tenha sido escrito por: a) Jorge Amado b) Carlos Drummond de Andrade c) Mário de Andrade d) Oswald de Andrade e) Plínio Salgado 36. (Faap) Só uma destas datas não procede: a) Revolução que colocou Getúlio Vargas no poder b) Revolução Constitucionalista de São Paulo c) Promulgação da Segunda Constituição Republicana d) Golpe de Estado implantou o Estado Novo e) Deposição de Vargas 10 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

11 37. (Ufes) "Foi a ascensão das classes sociais urbanas, com a deposição do governo Washington Luís, em 1930, que criou novas condições sociais e políticas para a conversão do Estado Oligárquico em Estado Burguês. Esse foi o contexto em que o Governo Getúlio Vargas, nos anos , passou a pôr em prática novas diretrizes políticas quanto às relações entre assalariados e empregadores". (Ianni, Octávio - ESTADO E PLANEJAMENTO ECONÔMICO NO BRASIL ( ). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1977, p. 34). Conforme o texto, novas diretrizes políticas passaram a nortear o governo Vargas, especialmente após 1937, quando foi decretado o Estado Novo, que intensificou a regulamentação das relações entre as classes patronais e os trabalhadores, no processo de industrialização vivido pelo Brasil no período posterior a O espírito dessa intervenção estatal se expressa na a) negação de práticas valorizadas pelo fascismo, como o corporativismo e a máquina de propaganda. b) tentativa de aproximar a política trabalhista, cada vez mais, dos integralistas, com vistas a aliciar Plínio Salgado para a chefia do PTB. c) busca da harmonia social caracterizada pelo fortalecimento do Estado, que passa a tutelar as divergências e conflitos baseados em interesses particularistas. d) valorização exclusiva dos trabalhadores nacionais, objetivando dar-lhes oportunidade de alcançar o poder e assim fazer prevalecer sua ideologia, conforme legislação que previa expulsão dos judeus e outros estrangeiros, residentes no Brasil. e) concessão do direito de greve aos trabalhadores e do de "lockout" aos empresários, com o fim de dirimir conflitos trabalhistas. 38. (Ufpe) A Constituição promulgada em 16 de julho de 1934 resultou de intensos debates que se prolongaram por oito meses. Entre suas principais inovações não se inclui: a) A legislação trabalhista, a nacionalização das minas e quedas d água. b) O salário mínimo para os trabalhadores, os deputados classistas e o direito da União em monopolizar determinadas atividades econômicas. c) A criação das justiças Eleitoral e do Trabalho. d) A inviolabilidade dos direitos à liberdade, à segurança e à propriedade dos cidadãos como também a liberdade de consciência e de crença. e) O cerceamento de todas as garantias individuais e a proibição do direito de voto das mulheres. 39. (Ufes) "DEIXA LISBOA O CONTINGENTE DA FEB O público apinhou o cais e as elevações da capital portuguesa para despedir-se dos soldados brasileiros - Dois 'pracinhas' ficam em terra - Marcada para o dia 17 a chegada ao Rio". (O GLOBO, ) Em plena Segunda Guerra Mundial e durante o governo autoritário do Estado Novo no Brasil, o presidente Vargas assinou decreto que levou o Brasil a entrar nesse conflito, de cujo término no ano de 1995 se comemorou o cinqüentenário. A participação do Brasil foi por meio da FEB, composta por soldados brasileiros. Explique como tal participação e, posteriormente, o fim da Guerra, com a vitória dos aliados, contribuíram para o término do Estado Novo no Brasil. 40. (Fei) O Estado Novo, período que se seguiu ao golpe de Getúlio Vargas (10/11/1937 até 29/10/1945) caracterizou-se: a) pela centralização político-administrativa, eliminação da autonomia dos estados e extinção dos partidos políticos; b) pela proliferação de partidos políticos, revogação da censura, descentralização político-administrativa; c) pelo apoio ao comunismo internacional; d) pelo movimento tenentista, reconhecimento dos partidos de esquerda e estabelecimento das eleições diretas; e) pela formação de uma Assembléia Constituinte que votaria a Constituição de 1937, conhecida como a mais liberal da República. 11 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

12 41. (Fgv) Durante a maior parte do Estado Novo ( ), a política externa brasileira pode ser caracterizada por uma a) orientação pragmática frente aos Estados Unidos e à Alemanha nazista. b) subordinação total aos interesses dos Blocos Soviéticos e Pan-Americano. c) orientação de dependência relativa com relação à Itália e ao Japão. d) subordinação integral aos Estados Unidos e à Europa aliada. e) orientação de alinhamento automático aos países da América Latina. 42. (Ufpe) A Revolução de 1930 possibilitou uma divisão entre as oligarquias agrárias; o tenentismo provocou uma desestabilização na hierarquia militar; a fraqueza da burguesia, o chamado "vazio do poder". Que alternativa a seguir responde por esse "vazio do poder"? a) A Revolução Constitucional de São Paulo de 1932 tentou preencher esse "vazio", procurando aliança com outros estados, como Rio Grande do Sul. b) A deposição de Vargas em 1945 e a tentativa dos militares em chegar ao poder. c) A formação de duas forças políticas antagônicas: a Ação Integralista Brasileira, e a Aliança Nacional Libertadora. d) A fundação do Partido Comunista Brasileiro e sua aliança com o PTB de Vargas. e) A política dos governadores e o aparecimento de movimentos como o de Antônio Conselheiro, em Canudos na Bahia. 43. (Ufpe) Quais os fatos, entre os a seguir relacionados, que ocorreram durante o Estado Novo, no governo de Getúlio Vargas? 1. Os partidos políticos foram extintos e a imprensa escrita e falada foi controlada pelo DIP. 2. O plano Cohen, forjado pelo governo Vargas, justificou uma intervenção armada no próprio governo. 3. A Semana de Arte Moderna revolucionou o mundo das Letras e das Artes Plásticas. 4. O Governo do Brasil assinou contrato com indústrias alemãs para a construção de usinas nucleares em Angra dos Reis. 5. A queima de café para controlar preços e regular a produção foi denominada de "cotas de sacrifício." Estão corretos apenas os itens: a) 1, 2, 3 e 4; b) 2, 3, 4 e 5; c) 1, 3, 4 e 5; d) 1, 2 e 5; e) 1, 3 e (Puccamp) No Brasil, o PTB (Partido Trabalhista Brasileiro) que procurou arregimentar os Sindicatos e os trabalhadores, e o PSD (Partido Social Democrático) que reunia os setores mais conservadores da sociedade foram criados a) por decreto, durante a vigência do Regime controlado pelos militares. b) após a decretação da anistia política no final do Governo de João Figueiredo. c) no período em que vigorou o Regime Parlamentarista após a renúncia de Jânio Quadros. d) pelos trabalhadores, logo após o movimento popular pelas eleições diretas. e) nos momentos finais do Estado Novo sob a inspiração direta de Getúlio Vargas. 45. (Ufmg) Leia o texto "Os deputados das profissões serão eleitos na forma da lei ordinária, por sufrágio indireto das associações profissionais, compreendidas para este efeito, com os quatro grupos afins respectivos, nas quatro divisões seguintes: lavoura e pecuária; indústria; comércio e transportes; profissões liberais e funcionários públicos." (BRASIL. Constituição de 1934). A partir desse texto, pode-se afirmar que a Constituição Brasileira de 1934 inspirou-se no a) anarquismo. b) comunismo. c) corporativismo. d) sindicalismo. e) socialismo. 12 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

13 46. (Unesp) Getúlio Vargas, depois de outorgar a Constituição de 1934, ampliou sua política intervencionista de modo a ter pleno controle sobre a sociedade e, assim, impor seu plano político. Discorra sobre três características importantes deste governo e indique como terminou. 47. (Unesp) Decretada a extinção da Aliança Nacional Libertadora em 1935, seus membros, os não moderados, organizaram a insurreição comunista que foi abafada pelo Governo Vargas. Assinale a alternativa que apresenta a ação política subseqüente e relacionada com a referida insurreição: a) A proposta anti-imperialista e antilatifundiária, contida no programa da ANL, foi completamente abandonada. b) Vargas, em proveito de seus planos ditatoriais, explorou o temor que havia ao comunismo. c) Dois meses após a Intentona, todos os presos políticos que aguardavam julgamento, foram colocados em liberdade. d) A campanha anticomunista das classes dominantes contribuiu para que Vargas abandonasse seus planos continuístas. e) Os revoltosos só se renderam depois de proclamada a suspensão definitiva do pagamento da dívida externa. 48. (Unesp) Ao negar apoio à Aliança Liberal, Luís Carlos Prestes manifestava-se a respeito do movimento contestatório, nos seguintes termos: "Mais uma vez os verdadeiros interesses populares foram sacrificados e vilmente mistificado todo um povo por uma campanha aparentemente democrática, mas que no fundo não era mais que uma luta entre os interesses contrários de duas correntes oligárquicas." Prestes referia-se ao movimento que ficou conhecido como: a) Revolução de b) Revoltas Tenentistas. c) Revolução de d) lntentona Comunista. e) Ação lntegralista. 49. (Mackenzie) O governo instalado com a Revolução de 1930 distinguiu-se do Estado Oligárquico por promover: a) o modelo liberal defendido pelo Partido Democrático, porta-voz da classe média paulista. b) uma economia exclusivamente agro-exportadora e a descentralização das decisões econômicofinanceiras. c) as reformas preconizadas pelos Tenentes, sobretudo a partir de d) a industrialização, tendo como suporte o aparelho do Estado, as forças armadas e a aliança entre burguesia e setores do operariado. e) o declínio do projeto de industrialização, devido aos conflitos entre capital e trabalho não mediados pelo governo. 50. (Mackenzie) Inconformado com a dissolução de seu partido, inspirado nas idéias fascistas, liderado por Belmiro Valverde e Severo Fournier, na madrugada de 11 de maio de 1938, atacou o Palácio Guanabara sitiando o Presidente Vargas. Tratava-se de um grupo: a) comunista. b) aliancista. c) integralista. d) queremista. e) tenentista. 51. (Mackenzie) Em 3 de outubro eclodiu a Revolução de 1930, pondo fim à República Velha. Dentre as causas deste episódio histórico destacamos: a) a vitória da oposição nas eleições e o temor de revanchismos nas oligarquias derrotadas. b) a dissidência das oligarquias nas eleições de 1930, fortalecendo a Aliança Liberal, derrotada, contudo, pela fraude da máquina do governo. c) o programa da Aliança Liberal não identificado com as classes médias urbanas. d) a sólida situação econômica do núcleo cafeeiro no início da década de trinta. e) o apoio dos jovens militares, tenentistas, à política oligárquica nos anos vinte. 52. (Fuvest) O sentimento regionalista foi um dos fatores na luta pelo poder na Revolução de Como? 13 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

14 53. (Fuvest) O Brasil recuperou-se de forma relativamente rápida dos efeitos da crise de 1929 porque a) o governo de Getúlio Vargas promoveu medidas de incentivo econômico, com empréstimos obtidos no exterior. b) o país, não tendo uma economia capitalista desenvolvida, ficou menos sujeito aos efeitos da crise. c) houve redução do consumo de bens e, com isso, foi possível equilibrar as finanças públicas. d) acordos internacionais, fixando um preço mínimo para o café, facilitaram a retomada da economia. e) um efeito combinado positivo resultou da diversificação das exportações e do crescimento industrial. 54. (Fuvest) A política cultural do Estado Novo com relação aos intelectuais caracterizou-se a) pela repressão indiscriminada, por serem os intelectuais considerados adversários de regimes ditatoriais. b) por um clima de ampla liberdade pois o governo cortejava os intelectuais para obter o apoio ao seu projeto nacional. c) pela indiferença, pois os intelectuais não tinham expressão e o governo se baseava nas forças militares. d) pelo desinteresse com relação aos intelectuais, pois o governo se apoiava nos trabalhadores sindicalizados. e) por uma política seletiva através da qual só os adversários frontais do regime foram reprimidos. 55. (Fuvest) Como se expressa a ação do governo na economia brasileira no período do Estado Novo? 56. (Mackenzie) Dentre as causas que levaram ao fim do Estado Novo, instituído por Getúlio Vargas, destacam-se: a) o atentado da Rua Toneleiros contra o líder de oposição, Carlos Lacerda, que levou Vargas ao suicídio. b) a insatisfação popular contra Getúlio Vargas, expressa no movimento queremista, e a privatização da Petrobrás. c) a formação da Aliança Liberal e o Golpe Militar promovido pelo General Góes Monteiro. d) a aliança entre U.D.N. e militares contra o queremismo e o golpe militar que levou Vargas à renúncia. e) a recusa de Getúlio Vargas em sancionar a Lei Antitruste, aprovada pelo Congresso e o Golpe dos Tenentes. 57. (Mackenzie) Luiz Carlos Prestes fundou, em 1935, a Aliança Nacional Libertadora, frente de oposição ao fascismo e ao imperialismo, que se confrontava no plano interno com a organização criada pelo escritor Plínio Salgado, a Ação Integralista Brasileira, de declarada inspiração fascista, cujo programa político propunha: a) combate ao comunismo, extração dos partidos políticos, nacionalismo extremado e fiscalização das atividades artísticas. b) instauração de um governo popular, Estado onipotente, ampliação das liberdades civis e hegemonia de um único partido. c) suspensão do pagamento da dívida do Brasil, ampliação das liberdades civis, nacionalização das empresas Imperialistas e reforma agrária. d) proteção aos pequenos e médios proprietários de terras, combate ao comunismo, pluripartidarismo, suspensão do pagamento da dívida do Brasil. e) como lema, "Deus, Terra, Trabalho e Família", nacionalização das empresas estrangeiras, governo das elites esclarecidas e reforma agrária. 14 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

15 58. (Mackenzie) A Consolidação das Leis do Trabalho (C.L.T.), criada durante o Estado Novo por Getúlio Vargas, objetivava principalmente: a) garantir aos trabalhadores o descanso semanal remunerado, a existência de sindicatos e o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (F.G.T.S.). b) impor o controle estatal sobre os sindicatos e garantir, através das leis trabalhistas, a imagem de Vargas como o "pai dos pobres". c) contrapor-se à "Carta do Trabalho", de autoria fascista, que regia as relações capital-trabalho no Brasil. d) garantir o salário-mínimo, a independência sindical, o seguro desemprego e a conciliação entre capital e trabalho. e) apresentar Vargas como o grande protetor dos trabalhadores, instituindo o seguro-desemprego, o F.G.T.S. e regulamentando a jornada de trabalho. 59. (Unesp) "Neste mesmo mês, três mil integralistas - a 'luz da nova era', segundo seu chefe, Plínio Salgado - promovem seu Segundo Congresso Nacional... Sob o ridículo das saudações, da indumentária, do rituais, havia planos concretos de influir no processo de decisão política. Além dos gestos e dos textos, eles saíam às ruas. Aparentemente, a Lei de Segurança Nacional se dirigia aos camisas verdes. Na realidade, o que visava eram as ameaças de mobilização... como a da Aliança Nacional Libertadora." (Paulo Sérgio Pinheiro, ESTRATÉGIAS DA ILUSÃO.) a) A que período de nossa história correspondem os fatos mencionados no texto? b) Caracterize de maneira sumária o movimento chefiado por Plínio Salgado. 61. (Unicamp) Ao estudar o Estado Novo, o historiador Alcir Lenharo ( ) destacava o papel desempenhado pelo rádio: "(...) o rádio servia, eficazmente, para se espalhar a imagem onipresente de Vargas por todo o país (...). Pelo rádio, o poder se faz presente e pessoaliza a relação política com cada cidadão". (SACRALIZAÇÃO DA POLÍTICA, Campinas, Papirus/Ed. Unicamp, 1986, p.42). a) Por que era importante para o Estado Novo que cada cidadão se considerasse próximo de Vargas? b) Cite duas práticas utilizadas pelo Estado Novo, além do uso dos meios de comunicação de massa, para assegurar o poder de Vargas. 62. (Uece) "Meu chapéu de lado Tamanco arrastado Lenço no pescoço Navalha no bolso Eu passo gingando Provoco e desafio Eu tenho orgulho De ser tão vadio" (Lenço no Pescoço, 1933) "Quem trabalha é quem tem razão Eu digo e não tenho medo de errar O bonde São Januário Leva mais um operário Sou eu que vou trabalhar" Ataulfo Alves) (Bonde São Januário, 1940, com 60. (Fuvest) Nos dias de hoje, a imprensa tem se referido ao desmantelamento da Era Vargas. Comente o significado dessa expressão no que diz respeito à legislação trabalhista. 15 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

16 Com base nas letras destas canções de Wilson Batista, assinale a alternativa que expressa corretamente uma das faces da política cultural no período do Estado Novo: a) o ambiente democrático do período getulista favorecia a livre manifestação artística e o governo não se preocupava com a proliferação da vadiagem nos grandes centros urbanos b) toda atividade cultural deveria ser autorizada e financiada pelo governo, o que garantiu a livre manifestação artística de todos os segmentos sociais, desde os mais pobres até os mais ricos c) os órgãos governamentais divulgavam permanentemente as diretrizes para todas as atividades culturais, não intervindo, porém, na criação artística nem na escolha dos temas a serem abordados pelos artistas d) através do DIP (Departamento de Imprensa e Propaganda), o governo reprimia a malandragem e estimulava a idéia de trabalho árduo como alavanca para o progresso individual e coletivo 63. (Cesgranrio) A respeito da política desenvolvida no Brasil de 1937 a 1945, é INCORRETO afirmar que o Estado Novo: a) empreendeu uma política modernizadora e industrializante, que beneficiou os setores industriais e capitalistas, sobretudo através do investimento estatal na criação de indústrias de base. b) obteve a adesão dos setores agrários, que se beneficiaram com a intervenção reguladora do governo na criação de organismos de apoio e incentivo à agricultura e com a manutenção da estrutura agrária. c) exerceu uma política paternalista em relação à classe operária, promovendo a legislação trabalhista, enquanto permitia a representação das classes dominantes no Congresso através dos partidos políticos. d) reprimiu o pluralismo e a autonomia sindicais do operariado e criou uma estrutura corporativista de controle, intervenção e atrelamento dos sindicatos oficiais ao Ministério do Trabalho. e) centralizou e racionalizou a máquina administrativa através da criação do DASP (Departamento de Administração e Serviço Público) e exerceu forte controle e censura aos meios de comunicação através do DIP (Departamento de Imprensa e Propaganda). 64. (Cesgranrio) Tendo em vista o processo de democratização iniciado em 1946 no Brasil, pode-se afirmar que foi o resultado: a) das pressões populares, especialmente de setores médios, identificados com a idéia de um Estado centralizador; b) do ambiente internacional pós Segunda Guerra Mundial, favorecendo o aparecimento de períodos de redemocratização oposto às formas autoritárias; c) da liberdade partidária, da economia de mercado e da industrialização - alguns dos fatores que favoreceram a redemocratização dirigida por Getúlio Vargas; d) da liberdade de imprensa, da autonomia sindical e das novas alianças políticas (UDN/PTB e PSD/PCB), criando um clima propício para o processo de democratização brasileiro; e) da reestruturação do Estado através da revisão de sua política industrial, associada à construção de uma capital federal (Brasília). 65. (Mackenzie) A questão social na Era Vargas assumiu um perfil totalmente diferente do existente na República Velha, na medida em que: a) o conflito de classes continuava sendo visto pelo governo como um "caso de polícia". b) a questão social deveria ser racionalizada, controlada pelo Estado, para permitir o desenvolvimento seguro do capitalismo brasileiro. c) o Estado permitiu total liberdade sindical, não interferindo mesmo nos sindicatos combativos. d) a Legislação trabalhista criada na época não tinha características paternalistas. e) o avanço de direitos trabalhistas estendeu-se igualmente aos trabalhadores urbanos e rurais. 16 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

17 66. (Faap) "Mais uma vez, as forças e os interesses contra o povo coordenaram-se novamente e se desencadeiam sobre mim. Não me acusam, insultam; não me combatem, caluniam e não me dão o direito de defesa. Precisam sufocar a minha voz e impedir a minha ação, para que eu não continue a defender, como sempre defendi, o povo e principalmente os humildes. Sigo o destino que me é imposto. Depois de decênios de domínio e espoliação dos grupos econômicos e financeiros internacionais, fiz-me chefe de uma revolução e venci. Iniciei o trabalho de libertação e instaurei o regime de liberdade...". Trecho extraído do(a): a) Carta Testamento de Vargas b) Documento Renúncia de Jânio Quadros c) Discurso de João Goulart já no exílio d) Documento Renúncia de Fernando Collor e) Documento Renúncia de Marechal Deodoro 67. (Faap) Durante a Segunda Guerra Mundial, o Brasil foi governado por: a) Washington Luís b) Getúlio Vargas c) Manuel Eurico Gaspar Dutra d) Café Filho e) João Goulart 68. (Faap) Inspirada nas Constituições fascistas européias, especialmente na Constituição polonesa (daí seu apelido de "polaca"), estabeleceu o regime ditatorial no Brasil: o Poder Executivo (na mãos do presidente Vargas) assumia toda a autoridade, o Legislativo deixava de funcionar, os Estados perdiam sua autonomia, a Justiça era enfraquecida com a suspensão ou eliminação dos direitos constitucionais, como o habeas-corpus, o direito de greve, o de livre expressão e o de livre associação. Estamos falando da Constituição outorgada em: a) 1930 b) 1932 c) 1934 d) 1937 e) (Faap) Todos os fatos enunciados a seguir assinalaram o governo de Getúlio Vargas, exceto: a) desenvolvimento econômico, caracterizado pela penetração intensa do capital estrangeiro b) incorporação do proletariado urbano ao Estado, através dos sindicatos controlados pelo Ministério do Trabalho c) crescimento da participação do Estado nos setores fundamentais da economia nacional d) modernização da máquina burocrática estatal (DASP, planejamentos econômicos, tecnocratas) e) estabelecimentos de censura à imprensa e de um amplo serviço de propaganda 70. (Uece) A Revolução Constitucionalista de 1932 mobilizou amplos setores de São Paulo contra o governo federal. Sobre esta revolta é correto afirmar que: a) Significou o levante da população paulista contra os desmandados do governo autoritário de Getúlio Vargas após o golpe do Estado Novo. b) os paulistas pretendiam a imediata instalação de uma assembléia Popular Constituinte, eleita livremente pela população trabalhadora e que defendesse uma solução socialista para os problemas brasileiros. c) representou uma reação das oligarquias ao regime instalado em 1930, pretendendo restaurar o regime constitucional dominado pela "política dos governadores". d) resultou de uma cisão entre as oligarquias paulistas a respeito do candidato a Presidente nas eleições de (Fei) Em 1945 a ditadura do Estado Novo chegava ao fim. Getúlio Vargas, governante deposto, no entanto, antes de abandonar o poder participou ativamente da reorganização partidária do país, tornando-se mentor de dois partidos que disputaram o poder durante todo o período da chamada "República Populista". Os partidos criados por Getúlio Vargas em 1945 foram: 17 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

18 a) O PTB (Partido Trabalhista Brasileiro), com base sindical e o PDS (Partido Democrático Social), com base na oligarquia cafeeira. b) A UDN (União Democrática Nacional), agrupamento de cunho conservador, e o PDC (Partido Democrata Cristão), basicamente de classe média. c) O PSD (Partido Social Democrático), de base burocrática e oligárquica, e o PTB (Partido Trabalhista Brasileiro), de base sindical e populista. d) A UDN (União Democrática Nacional), de base oligárquica e de classe média, e o PTB (Partido Trabalhista Brasileiro), de base sindical. e) O PTB (Partido Trabalhista Brasileiro), de base sindical, e o PDC (Partido Democrata Cristão), de classe média. 72. (Cesgranrio) O envolvimento do Brasil na Segunda Guerra Mundial, a seguir dos países aliados, guarda relação com questões internas como a(o): a) importância crescente dos mercados alemães e japoneses para os produtos brasileiros. b) mobilização dos grupos de inspiração fascista, como os Integralistas, que apoiavam o Estado Novo. c) posição dos partidos majoritários no Congresso Nacional, favorável aos aliados. d) interesse do Brasil em se colocar como líder hegemônico dos países americanos. e) apoio dos Estados Unidos ao projeto de industrialização, simbolizado na construção da usina de Volta Redonda. 73. (Cesgranrio) Recentemente o Presidente Fernando Henrique Cardoso anunciou um plano de metas a serem cumpridas pelo seu governo, mantendo-se a prática de os governos brasileiros elaborarem programas de planificação econômica. A esse respeito, assinale a única afirmativa correta: a) O II PND (Plano Nacional de Desenvolvimento) do Governo Geisel foi o instrumento de aceleração do crescimento econômico no chamado "milagre brasileiro". b) O Plano Lafer (Plano Nacional de Reaparelhamento Econômico) do Segundo Governo Vargas visava a incrementar a indústria de base e a ele se ligam as criações do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico) e da Petrobrás. c) O Plano Trienal do Governo João Goulart efetivou a implantação das "reformas de base", as quais tiveram como ponto de partida a reforma agrária. d) O PAEG (Plano de Ação Econômica do Governo), adotado no primeiro governo militar após 1964, favoreceu a indústria nacional, restringindo a entrada de capitais estrangeiros no país. e) O Programa de Metas do Presidente Juscelino Kubitschek privilegiou o apoio à produção agrícola e à integração do país através de amplo programa ferroviário. 74. (Mackenzie) O nacionalismo econômico, forte intervencionismo estatal, paternalismo nas relações de trabalho e desenvolvimento da indústria de base foram traços acentuados do governo: a) de Juscelino Kubitschek. b) da Nova República. c) de Getúlio Vargas. d) militar pós e) da República Velha. 75. (Mackenzie) Dentre os fatores que levaram ao enfraquecimento e à queda do Estado Novo em 1945, apontamos: a) a forte oposição ao modelo econômico desenvolvimentista praticado pelo governo. b) as bem-sucedidas revoltas integralista e comunista contra Vargas. c) a neutralidade da política externa brasileira durante a Segunda Guerra Mundial. d) a vitória dos aliados contra o nazi-fascismo e o crescimento da oposição interna contra a ditadura. e) o fracasso do "queremismo", que tentava lançar Vargas como candidato, mas sofria séria rejeição popular. 18 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

19 76. (Ufrs) Considere as seguintes afirmações sobre o Estado Novo no Brasil: I - Foi produto da Aliança Nacional Libertadora (ANL), que estabeleceu um governo popular e cancelou a dívida externa. II - Extinguiu os partidos políticos e objetivava um Estado Nacional centralizado. III - Sua base de sustentação foi a legislação trabalhista, incorporando burocraticamente a classe operária. Quais estão corretas? a) Apenas I. b) Apenas II. c) Apenas III. d) Apenas I e III. e) Apenas II e III. 77. (Pucmg) Durante o Estado Novo (1937/1945), foi criado o Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP) que funcionou como um verdadeiro ministério ligado à presidência da república. Suas funções incluíam, EXCETO: a) patrocinar manifestações cívicas e festas populares. b) editar obras divulgadoras de uma imagem positiva de Vargas. c) formar uma opinião pública consciente e crítica. d) controlar os meios de comunicação, incluindo o rádio. e) centralizar e orientar a propaganda nacional. 78. (Pucmg) O período compreendido entre os anos de 1937 a 1945 ficou conhecido na história do Brasil como Estado Novo. São características desse período, EXCETO: a) o crescimento industrial estimulado pelo Estado, que passou a regular a acumulação do capital. b) o aumento das exportações brasileiras de matérias-primas para suprir demandas dos países beligerantes. c) a criação da imagem de Getúlio como "pai dos pobres" por aumentar substancialmente os salários dos trabalhadores do campo. d) a reunião das leis trabalhistas, formando, em 1943, a CLT, que ainda hoje regulamenta as relações entre patrões e empregados. e) a criação de empresas estatais como a CSN e a Vale do Rio Doce, que se destina à exploração de minérios. 79. (Fgv) Leia o texto: "...a potencialização de nossas riquezas através da Petrobrás e, mal começa esta a funcionar, a onda de agitação se avoluma. A Eletrobrás foi obstaculada até o desespero. Não querem que o trabalhador seja livre. Não querem que o povo seja independente." Ele faz parte: a) do Manifesto comunista de 1950; b) do lançamento da campanha "O Petróleo é Nosso!" c) do Manifesto nacionalista do Clube Militar; d) da Carta-Testamento de Getúlio Vargas; e) do programa de fundação do Ministério das Minas e Energia. 80. (Fgv) Qual das afirmações a seguir NÃO É verdadeira, no que se refere ao Brasil de 1937 a 1945: a) durante o Estado Novo, houve aporte de financiamentos externos, principalmente norteamericanos, para manter o regime brasileiro no concerto das nações democráticas contra o nazifascismo; b) o regime do Estado Novo estendeu a cidadania social aos trabalhadores sindicalizados e estimulou o crescimento da indústria; c) Getúlio Vargas acabou na prática com o regime do Estado Novo no primeiro semestre de 1945, quando decretou a liberdade de organização partidária, a anistia aos presos políticos e a realização de eleições; d) Foi uma incoerência do Brasil ter entrado na Segunda Guerra contra o fascismo, quando o regime do Estado Novo era fascista, tendo como base os camisas-verdes do Partido Integralista; e) As primeiras exigências para a redemocratização do país durante o Estado Novo partiram do Manifesto dos Mineiros de 1943 e das manifestações da UNE em P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

20 81. (Fgv) "Pensávamos estar fazendo uma revolução liberal, quando na verdade estávamos iniciando uma revolução social." Essa frase de Afrânio de Mello Franco refere-se a que acontecimento da História brasileira: a) ao golpe do "Estado Novo"; b) à Revolução de 1964; c) à derrubada do Estado Novo em 1945; d) à Revolução Constitucionalista de 1932; e) à Revolução de (Fgv) Seguem-se as afirmativas que caracterizam a fase do Estado Novo: I - o poder passou a ser descentralizado, aumentando a autonomia dos Estados com a nomeação de interventores estaduais; II - a política de intervencionismo estatal teve papel destacado no Estado Novo, principalmente no setor da indústria de base, com a criação da Companhia Siderúrgica Nacional; III - em 1937, apesar do golpe de Estado, Vargas mantém aberto o Congresso e privilegia os partidos políticos mais fortes; IV - as realizações no Estado Novo no setor petrolífero foram muito importantes, destacando-se a criação da Petrobrás que instituiu o monopólio do petróleo no Brasil; V - o governo passou a ficar, no Estado Novo, com o poder de controlar a propaganda nacional e a censura à imprensa através do Departamento de Imprensa e Propaganda - DIP. Escolha: a) se apenas as afirmativas II e V estiverem corretas; b) se apenas as afirmativas II, IV e V estiverem corretas; c) se apenas as afirmativas IV e V estiverem corretas; d) se apenas as afirmativas I, II, III e IV estiverem corretas; e) se apenas as afirmativas III e IV estiverem corretas. 83. (Cesgranrio) O conceito de Populismo, utilizado para definir a política brasileira entre os anos de 1930 e 1960, pode ser associado à (ao): a) subordinação de todos os setores sociais aos interesses da burguesia industrial. b) participação da sociedade civil organizada nos órgãos do Estado. c) manutenção da oligarquia agrária no centro da vida política. d) controle das estruturas de poder pelas camadas populares. e) estado de compromisso entre as oligarquias tradicionais. 84. (Unirio) A Revolução de 1930 marcou o fim da República Velha e inaugurou uma nova forma de atuação do Estado frente às transformações da sociedade brasileira, como exemplifica o: a) atendimento de demandas de diferentes setores sociais, como operários e empresários. b) afastamento do Estado da gestão da economia. c) abandono dos setores produtores agrícolas tradicionais. d) controle da alta hierarquia militar sobre os principais órgãos estatais. e) apoio às oligarquias dominantes nos Estados. 85. (Ufmg) Leia o texto a seguir. "O Estado Novo recolheu os triunfos da década de 30, ao expor com todo o esplendor esta extraordinária transformação do direito de organização e ação coletivos em meio de identidade entre poder, lei e sociedade, de modo que a força prometida por uma sociedade crescentemente mobilizada em seu desejo de mudança foi substituída pela onipotência e eficácia das instituições governamentais e da repressão, ambas sustentadas pela mais brilhante invenção do período: o espetáculo da identidade entre Estado e povo, entre o Chefe do Estado e 'seu' povo." (PAOLI, M. C. A Era do Estado. FOLHA DE SÃO PAULO, 31 dez Folhetim. p. G-6.) 20 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

21 Todas as alternativas a seguir apresentam estratégias adotadas no Estado Novo que confirmam as idéias contidas nesse texto, EXCETO a) A difusão da imagem de Getúlio Vargas como "Pai dos Pobres" e "Protetor dos Trabalhadores". b) A garantia de associação profissional e sindical condicionada ao seu reconhecimento pelo governo. c) A proliferação de partidos empenhados na construção de uma nova ordem política na sociedade brasileira. d) O controle e a censura dos meios de comunicação pelo Departamento de Imprensa e Propaganda. 86. (Fuvest) A política internacional do regime Vargas, entre 1930/1945, pode ser definida como de: a) tentativa de formação de um pacto de aliança com os demais países da América Latina, visando a garantir a neutralidade da região. b) apoio à Alemanha, pelas afinidades do regime com o nazi-fascismo. c) aproximação com os Estados Unidos porque este país era a potência hegemônica nas Américas. d) desinteresse pelas relações internacionais, pois o Brasil buscava firmar o processo de industrialização, voltado para o mercado interno. e) oscilação entre a Alemanha e as nações democráticas até optar pelas últimas. 87. (Mackenzie) Getúlio Vargas, dono de enorme carisma, era acusado de ditador pelos liberais, de representante do populismo latino-americano e ainda de último dos caudilhos. Em qualquer hipótese, Vargas marcou a História do século XX no Brasil porque: a) fez a transição do Brasil rural para o urbano através de uma política de defesa do Estado na vida econômica e incorporação das massas urbanas ao processo político. b) marcou sua longa trajetória por um estilo antinacionalista, antidemocrático e anti-personalista. c) eliminou drasticamente o coronelismo e a economia agrária. d) defendeu um Estado descentralizado e sem participação na economia, voltado para a industrialização. e) durante a Segunda Guerra, desde o início, manteve-se ao lado dos aliados, combatendo o nazifacismo. 88. (Mackenzie) "É um homem calmo numa terra de esquentados. Um disciplinador numa terra de indisciplinados. Um prudente numa terra de imprudentes. Um sóbrio numa terra de esbanjadores. Um silencioso numa terra de papagaios". (Érico Veríssimo) A descrição refere-se ao líder da Revolução de 1930, Getúlio Vargas, que chegou ao poder através: a) da vitória nas urnas sobre o candidato oficial Júlio Prestes. b) do movimento armado, que se seguiu à derrota da Aliança Liberal nas eleições, agravada pelo assassinato de João Pessoa. c) da coluna Prestes e do apoio incondicional à liderança tenentista. d) da formação de um grupo homogêneo, composto de novas lideranças políticas e sem vínculos com as velhas oligarquias. e) da definição de uma política voltada exclusivamente para o setor agrário, atingido pela crise do café. 89. (Mackenzie) O integralismo organizou-se no Brasil como força política nos anos trinta, atraindo mais de cem mil adeptos. Dentre suas posições políticas destacamos: a) o apoio ao imperialismo e a defesa da ordem democrática. b) a oposição ao uso da força para atingir o poder. c) a defesa dos ideais socialistas e da internacionalização da economia. d) a crítica ao Estado Liberal, o culto à personalidade do líder e uma proposta de modernização conservadora. e) a imposição de um programa revolucionário, apoiado na luta de classes e sem vínculos com as religiões. 21 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

22 90. (Mackenzie) Assinale a alternativa que caracteriza o governo Vargas, no período do Estado Novo. a) As relações entre o capital e o trabalho não sofreram neste período nenhuma evolução em relação à República Velha. b) O pluripartidarismo, a imprensa livre e a garantia das liberdades individuais foram características desta fase. c) O culto à personalidade, a centralização políticoadministrativa e o intervencionismo do Estado na economia caracterizaram esta época. d) O alinhamento incondicional aos E.U.A. marcou, desde o início, a Era Vargas na política externa. e) O governo comprometido com as posições liberais nas áreas econômica e política. 91. (Ufpr) "(...) Depois de decênios de domínio e espoliação dos grupos econômicos e financeiros internacionais, fiz-me chefe de uma revolução e venci. Iniciei o trabalho de libertação e instaurei o regime de liberdade social. Tive de renunciar. Voltei ao governo nos braços do povo. A campanha subterrânea dos grupos internacionais aliou-se à dos grupos nacionais revoltados contra o regime de garantia do trabalho. A lei de lucros extraordinários foi detida no Congresso. Contra a justiça da revisão do salário mínimo se desencadeiam os ódios. Quis criar a liberdade nacional na potencialização das nossas riquezas através da Petrobrás; mal começa esta a funcionar, a onda de agitação se avoluma. A Eletrobrás foi obstaculizada até o desespero. Não querem que o trabalhador seja livre. Não querem que o povo seja independente. Assumi o governo dentro da espiral inflacionária que destruía os valores do trabalho. Os lucros das empresas estrangeiras alcançavam até 500% ao ano. Nas declarações de valores do que importávamos existiam fraudes constatadas de mais de 100 milhões de dólares por ano. Veio a crise do café, valorizou-se o nosso produto. Tentamos defender seu preço e a resposta foi uma violenta pressão sobre a nossa economia, a ponto de sermos obrigados a ceder. Tenho lutado mês a mês, dia a dia, hora a hora, resistindo a uma pressão constante, incessante, tudo suportando em silêncio, tudo esquecendo, renunciando a mim mesmo para defender o povo que agora se queda desamparado. Nada mais vos posso dar a não ser meu sangue. Se as aves de rapina querem o sangue de alguém, querem continuar sugando o povo brasileiro, eu ofereço em holocausto a minha vida. (...)". (Extraído da carta-testamento de Getúlio Vargas [24/08/1954]). A respeito das tensões políticas e sociais acima descritas, é correto afirmar: (01) Getúlio Vargas identificava a si próprio como defensor dos direitos dos trabalhadores brasileiros e arquiteto da soberania nacional. (02) Getúlio Vargas tentava minimizar a importância do desenvolvimento industrial, defendendo reiteradamente o predomínio da cafeicultura. (04) Getúlio Vargas havia optado pelo investimento dos recursos do Estado nas indústrias de base como forma de garantir a independência econômica nacional. (08) Getúlio Vargas reconhecia a sua responsabilidade na instauração da ditadura do Estado Novo ( ), fazendo uma autocrítica dos abusos perpetrados pela repressão policial naquele período. (16) Getúlio Vargas criticava os setores empresariais que não concordavam com sua política trabalhista. (32) Getúlio Vargas defendia a privatização das empresas estatais, como a Eletrobrás e a Petrobrás, tidas por ele como ineficientes e atrasadas, principais responsáveis pelo déficit público e pela inflação. Soma ( ) 92. (Ufrj) "Mais uma vez, as forças e os interesses contra o povo coordenaram-se novamente e se desencadeiam sobre mim. Não me acusam, insultam, não me combatem, caluniam e não me dão o direito de defesa. Precisam sufocar a minha voz e impedir a minha ação, para que eu não continue a defender, como sempre defendi, o povo e principalmente os humildes. Sigo o destino que me é imposto. Depois de decênios de domínio e espoliação dos grupos econômicos e financeiros internacionais, fiz-me chefe de uma revolução e venci. Iniciei o trabalho de libertação e instaurei o regime de liberdade social. Tive de renunciar. Voltei ao governo nos braços do povo. A campanha subterrânea dos grupos internacionais aliou-se à dos grupos nacionais revoltados contra o regime de garantia do trabalho. A 22 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

23 lei de lucros extraordinários foi detida no Congresso. Contra a justiça da revisão do salário mínimo se desencadearam os ódios. Quis criar a liberdade nacional na potencialização das nossas riquezas através da Petrobrás, mal começa esta a funcionar, a onda de agitação se avoluma. A Eletrobrás foi obstaculada até o desespero. Não querem que o trabalhador seja livre. Não querem que o povo seja independente. (...) Lutei contra a espoliação do Brasil. Lutei contra a espoliação do povo. Tenho lutado de peito aberto. O ódio, as infâmias, a calúnia não abateram meu ânimo. Eu vos dei a minha vida. Agora ofereço a minha morte. Nada receio. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na História." (in Silva, Hélio. 1954: "Um tiro no coração". Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, P.347-8) Os trechos anteriores são parte da carta-testamento de Getúlio Vargas. Ele chegou ao poder com a Revolução de 1930, comandou o Estado brasileiro por 15 anos ininterruptos (até ser deposto, em 1945), retornou eleito em 1950 e, no dia 24 de agosto de 1954, no palácio do Catete, matou-se com um tiro no coração. O legado dessa fase da história do Brasil foi tão duradouro que, recentemente, declarou-se chegada a hora de encerrar a "Era Vargas". Identifique, a partir do texto, duas características dessa "Era Vargas". 93. (Fuvest) As idéias integralistas, de um modo geral, podem ser definidas como: a) nacionalistas e materialistas; b) anti-semitas e internacionalistas; c) estatistas e pacifistas; d) corporativistas e anticomunistas; e) antiliberais e anticristãs; 94. (Fuvest) Em 10 de novembro de 1937, para justificar o golpe que instaurava o Estado Novo, Getúlio Vargas discursava: "Colocada entre as ameaças caudilhescas e o perigo das formações partidárias sistematicamente agressivas, a Nação, embora tenha por si o patriotismo da maioria absoluta dos brasileiros e o amparo decisivo e vigilante das forças armadas não dispõe de meios defensivos eficazes dentro dos quadros legais, vendo-se obrigada a lançar mão das medidas excepcionais que caracterizam o estado de risco iminente da soberania nacional e da agressão externa." Baseando-se no texto anterior, pode-se entender que a) Vargas fala em nome da Nação, considerando-se o intérprete de seus anseios e necessidades; b) a defesa da Nação está exclusivamente nas mãos do Exército e do patriotismo dos brasileiros; c) Vargas delega às forças armadas o poder de lançar mão de medidas excepcionais; d) as medidas excepcionais tomadas estão na relação direta da falta de formações políticas atuantes; e) Vargas estabelece uma oposição entre o patriotismo dos brasileiros e a ação da forças armadas. 95. (Cesgranrio) A redemocratização no Brasil, no final do Estado Novo, pode ser associada a diferentes transformações internas e externas do período, entre as quais se inclui a(o): a) aproximação de Getúlio Vargas dos setores liberais em torno do projeto "queremista". b) resistência do empresariado à implantação da legislação trabalhista e previdenciária. c) recusa do governo em convocar eleições e permitir a recriação dos partidos políticos. d) vitória dos aliados na Segunda Guerra Mundial, fortalecendo os ideais democráticos contra os regimes totalitários. e) apoio dos movimentos sociais inspirados no ideário nazifascista como as Uniões dos Escritores e dos Estudantes. 23 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

24 96. (Cesgranrio) O perfil da política de desenvolvimento adotada no Brasil desde a década de 30, pode ser corretamente exemplificado pelo caso da: a) Companhia Vale do Rio Doce, concessionária do monopólio de exportação e comercialização do minério de ferro. b) Companhia Siderúrgica Nacional, empresa pioneira do setor e "holding" do sistema siderúrgico. c) Telebrás, agência reguladora das atividades de comunicação, cuja exploração sempre foi aberta ao capital privado e estrangeiro. d) Petrobrás, detentora do monopólio de prospeção e refino do petróleo. e) Eletrobrás, empresa operadora da produção e distribuição da energia da geração hídrica. 97. (Fatec) A Revolução de 1930, ponto de partida de uma nova fase da História brasileira, atingiu principalmente São Paulo, que perdeu sua tradicional hegemonia política realizada pela "política do café com leite". O sistema de interventorias, posto em prática pelo governo provisório, em nada melhorou o relacionamento deste com São Paulo. Como consequência disso ocorreu a) a revolução constitucionalista a favor da imediata constitucionalização do país, o que abriria possibilidades de retorno dos paulistas ao poder. b) a Intentona Comunista, liberada pela extermaesquerda cujo lema era "Deus, Pátria, Família". c) a Intentona Integralista, que chegou a ocupar o palácio presidencial, controlando o poder por quatro dias. d) convocação imediata da Assembléia Constituinte que colocaria em prática a Constituição de e) o movimento tenentista, cujos revoltosos de Minas Gerais exigiam a formação de um governo provisório, a eleição de uma Constituinte e a adoção do voto secreto. 98. (Unb) Com relação às transformações ocorridas na vida brasileira, na chamada Era Vargas, julgue os itens abaixo. (1) A legislação trabalhista, cujo início remonta ao governo provisório, propiciou a emancipação econômica e política dos trabalhadores brasileiros. (2) A Constituição de 1937 significou um avanço das ideologias liberais, à medida que ampliou os espaços políticos dos segmentos sociais historicamente excluídos. (3) A política econômica do governo contemplava os projetos industriais, servindo-se em parte, das divisas oriundas do setor agrícola exportador. (4) O Departamento de Imprensa e Propaganda era o órgão encarregado de promover e divulgar a ideologia estadonovista e, simultaneamente, interditar a circulação das idéias que contrariavam o regime. 99. (Pucpr) Frente criada na década de 30, reunindo setores da esquerda, da classe média e liberais afastados do poder, que defendia: - suspensão definitiva do pagamento das dívidas do Brasil. - nacionalização das empresas imperialistas. - proteção ao pequeno e médio proprietário rural e entrega de terra dos grandes proprietários aos trabalhadores do campo. - instauração de um governo popular. A descrição corresponde: a) ao Movimento Sem Terra. b) ao Manifesto dos Mineiros. c) à Ação Integralista Brasileira. d) à Aliança Nacional Libertadora. e) ao Movimento Tenentista. 24 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

25 100. (Puccamp) A Revolução de 1930 marcou o fim da República Velha e inaugurou uma nova forma de atuação do Estado frente às transformações da sociedade brasileira, como exemplifica o a) atendimento de demandas de diferentes setores sociais como operários e empresários. b) afastamento do Estado da gestão da economia. c) abandono dos setores produtores agrícolas tradicionais. d) controle da alta hierarquia militar sobre os principais órgãos estatais. e) apoio às oligarquias dominantes nos Estados (Unb) Leia o texto adiante. As Caixas Econômicas Federais ampliam cada vez mais as suas operações, concorrendo para a melhoria das construções urbanas e auxiliando o desenvolvimento industrial do país. Por outro lado, o funcionamento dos institutos de pensões, aposentadorias, em franco progresso, entremostra o que será, de futuro, a nossa obra de amparo ao trabalho e ao trabalhador. Getúlio Vargas. O Estado Novo e o Momento Brasileiro. (Discurso no primeiro aniversário do Estado Novo). Com o auxílio das informações contidas no texto, julgue os itens que se seguem, relativos às inovações sociais e econômicas da Era Vargas (Ufrs) Getúlio Vargas governou o Brasil de 1930 a 1945 e de 1951 a Dentre as alternativas a seguir, assinale aquela que NÃO apresenta uma das instituições criadas por seu governo no primeiro período indicado. a) DIP - Departamento de Imprensa e Propaganda b) IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística c) IAA - Instituto do Açúcar e do Álcool d) SUDENE - Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste e) MTIC - Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio 103. (Ufrs) A justeza de seu programa, difundido de extremo a extremo do País, conquistou vertiginosamente amplas camadas da população das cidades e dos campos. Em três meses de existência, essa frente popular acolhia, sob a bandeira heróica que desfraldara, cerca de 3 milhões de brasileiros. Seu quadro social estava, em maio de 1935, aumentando numa média de 3 mil membros por dia, ou seja, 90 mil por mês. Mantido esse ritmo, teria ultrapassado um milhão em um ano. O texto anterior faz uma clara referência a) à Ação Integralista Brasileira. b) ao Bloco Operário e Camponês. c) ao Partido Comunista Brasileiro. d) ao Partido Democrático Paulista. e) à Aliança Nacional Libertadora. (0) A legislação trabalhista foi um dos mais importantes instrumentos na relação carismática de Getúlio Vargas com grande parcela das classes trabalhadoras. (1) O industrialismo brasileiro, que orientou o modelo de desenvolvimento dos anos trinta às décadas recentes, é uma herança fundamental da Era Vargas. (2) A forma paternalista com que a legislação trabalhista e os institutos de pensões e aposentadorias foram apresentados por Vargas tornou tais conquistas irrelevantes para o desenvolvimento dos direitos sociais no Brasil. (3) A aproximação indústria-governo, aspecto central da vida econômica do Estado Novo, implicou a exclusão da relação agricultura-governo, que havia sido a principal preocupação dos governantes da República Velha. 25 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

26 104. (Ufrs) Nas eleições presidenciais de dezembro de 1945, podiam-se ler cartazes com os seguintes dizeres: Na propaganda acima, ELE refere-se a a) Juscelino Kubitschek. b) Getúlio Vargas. c) Café Filho. d) Eduardo Gomes. e) Carlos Lacerda (Ufmg) Leia o texto. "A enorme simpatia da massa popular às lutas revolucionárias de novembro, especialmente em Pernambuco, Rio Grande do Norte e demais estados do nordeste [faziam surgir] naturalmente os grupos guerrilheiros, cada dia em maior número, em todo o País, especificamente no nordeste, heróicos brasileiros - operários, camponeses, soldados, populares - levantam, de armas nas mãos, o cartel do desafio lançado à Nação por Getúlio e seus amigos imperialistas. [...] A insurreição de novembro foi o início de grandes combates. As guerrilhas são uma forma de seu prosseguimento." Esse trecho, extraído de um folheto de época, faz referência a um movimento da história do Brasil republicano provocado pelo(a) a) desejo de Getúlio de se aliar aos nacionallibertadores para combater o imperialismo. b) denúncia de que o movimento de libertação nacional preparava a morte de Getúlio. c) revolta dos comunistas com a violência da reação de Getúlio ao movimento de d) embate entre getulistas e prestistas por ocasião do massacre da Coluna (Mackenzie) I - Durante os anos 30, ocorre a transição da sociedade agrária-rural para urbanaindustrial, submetendo-se a participação das massas populares a um rígido controle. II - O Estado getulista promoveu o capitalismo nacional, tendo dois suportes: o aparelho do Estado e Forças Armadas e a aliança entre burguesia e massas urbanas. III - As decisões econômicas foram descentralizadas sob a orientação do Tenentismo; fortaleceu-se a oligarquia cafeeira, não se estabelecendo um estado de compromisso. Dentre as afirmações anteriores, relativas à revolução de 1930 e suas transformações na economia e sociedade brasileiras, assinale: a) se todas estiverem corretas. b) se apenas I e II estiverem corretas. c) se apenas I e III estiverem corretas. d) se apenas III estiver correta. e) se todas estiverem incorretas (Mackenzie) A Era Vargas foi responsável por mudanças significativas na área sócio-econômica, dentre elas: a) a extensão dos direitos trabalhistas à zona rural, fruto da bem sucedida negociação do governo com as oligarquias. b) a criação de imposto sindical, fator de crescimento e independência dos sindicatos frente ao governo. c) a legislação do trabalho, embora com conotações paternalistas e atendendo também às necessidades do capital. d) a defesa intransigente do capital estrangeiro e a ausência de direitos para o trabalhador. e) o retorno à política que via a questão social como caso de polícia (Uerj) Quem estiver com o rádio ligado, de segunda a sexta-feira das 19 às 20 horas, ouvirá acordes da famosa ópera de Carlos Gomes, O Guarani. É a abertura do programa oficial A Voz do Brasil, presente obrigatoriamente nas rádios brasileiras desde obrigatoriedade que hoje é questionada por vários segmentos da sociedade. Este programa simbolizou uma determinada época da república no Brasil, o Estado Novo ( ). 26 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

27 A afirmativa que melhor explica a importância da Voz do Brasil durante o Estado Novo é: a) exaltação das ações do presidente da República b) expansão do ensino básico para as camadas populares c) conscientização do povo para o exercício da cidadania d) elevação da cultura popular estigmatizada na República Velha 109. (Ufrj) "Falo na qualidade de membro e dirigente do único partido verdadeiramente nacional... Nós, comunistas, que vivemos sempre na ilegalidade, sentimos bem o quanto difere esta nova época daqueles tempos de antes da guerra, em que vivíamos perseguidos, insultados e vilmente caluniados. Mas dez anos de guerra e perseguições contra o comunismo fizeram do nosso povo o mais comunista da América (...) Comunista para o nosso povo é aquele que de maneira mais firme e conseqüente luta contra o estado de coisas intoleráveis e injustas predominantes em nossa terra; comunista é o que quer a negação disso que aí temos, a negação da miséria e da fome, a negação do atraso e do analfabetismo... " (Discurso de Luiz Carlos Prestes, em 22 de maio de 1945, no Estádio do Vasco da Gama, São Januário, Rio de Janeiro). Após passar nove anos e três meses preso e incomunicável durante a ditadura do Estado Novo, Prestes retoma, com a redemocratização, as suas atividades políticas. Nascido em janeiro de 1898, aproxima-se a data do centenário daquele que foi um dos mais importantes atores do Brasil republicano. a) Cite dois movimentos políticos de repercussão nacional dos quais Prestes tenha participado com destacada liderança. b) Analise a conjuntura política brasileira no imediato pós-guerra, relacionando-a com o panorama internacional. c) Destaque uma mudança significativa nas relações soviético-americanas ocorrida após a denúncia do "culto da personalidade" apresentada pelo Relatório Krushev, no Vigésimo Congresso do Partido Comunista Soviético, em (Unirio) "Restauremos a Nação na sua autoridade e liberdade de ação: na sua autoridade, dando-lhe os instrumentos de poder real e efetivo que possa sobrepor-se às influências desagregadoras internas e externas..." (Getúlio Vargas - 10 de novembro de 1937) O discurso de Getúlio Vargas anunciando o Estado Novo faz menção às características da sua organização política e ao contexto da década de Identifique e explique uma característica de cada um dos elemento citados (Enem) A figura de Getúlio Vargas, como personagem histórica, é bastante polêmica, devido à complexidade e à magnitude de suas ações como presidente do Brasil durante um longo período de quinze anos ( ). Foram anos de grandes e importantes mudanças para o país e para o mundo. Pode-se perceber o destaque dado a Getúlio Vargas pelo simples fato de este período ser conhecido no Brasil como a "Era Vargas". Entretanto, Vargas não é visto de forma favorável por todos. Se muitos o consideram como um fervoroso nacionalista, um progressista ativo e o "Pai dos Pobres", existem outros tantos que o definem como ditador oportunista, um intervencionista e amigo das elites. Considerando as colocações apresentadas, responda à questão seguinte, assinalando a alternativa correta: Provavelmente você percebeu que as duas opiniões sobre Vargas são opostas, defendendo valores praticamente antagônicos. As diferentes interpretações do papel de uma personalidade histórica podem ser explicadas, conforme uma das opções a seguir. Assinale-a. a) Um dos grupos está totalmente errado, uma vez que a permanência no poder depende de idéias coerentes e de uma política contínua. 27 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

28 b) O grupo que acusa Vargas de ser ditador está totalmente errado. Ele nunca teve uma orientação ideológica favorável aos regimes politicamente fechados e só tomou medidas duras forçado pelas circunstâncias. c) Os dois grupos estão certos. Cada um mostra Vargas da forma que serve melhor aos seus interesses, pois ele foi um governante apático e fraco - um verdadeiro marionete nas mãos das elites da época. d) O grupo que defende Vargas como um autêntico nacionalista está totalmente enganado. Poucas medidas nacionalizantes foram tomadas para iludir os brasileiros, devido à política populista do varguismo, e ele fazia tudo para agradar aos grupos estrangeiros. e) Os dois grupos estão errados, por assumirem características parciais, e às vezes conjunturais, como sendo posturas definitivas e absolutas (Unb) A tabela abaixo expõe percentuais de taxas de crescimento econômico do Brasil entre 1920 e Com o auxílio da tabela, julgue os itens seguintes. (1) A taxa de crescimento industrial para o período de 1933 a 1939 mostra que o processo de industrialização no Brasil, mesmo havendo uma consistente política industrializante por parte do governo, não permitiu a superação dos anos de depressão iniciados pela crise de (2) Apesar da significativa expansão das culturas de arroz, feijão, açúcar, milho e trigo e da produção de carne voltadas para o mercado interno no início da década de 40, o crescimento manteve-se linearmente ascendente enquanto houve modesta expansão percentual do setor industrial. (3) A rápida renovação do parque industrial e a ausência de perturbações mundiais no início da década de 40 levaram à expansão ainda maior da indústria no Brasil, quando comparada com a da década anterior. (4) As contingências da Segunda Guerra Mundial foram propícias à criação, em Volta Redonda, da Companhia Siderúrgica Nacional, considerada um marco da indústria de base brasileira. (5) No período de 1933 a 1939, a agricultura e a indústria foram responsáveis por 12,9% do crescimento econômico brasileiro (Unirio) Após a Revolução de 1930, no Brasil, os tenentes e as oligarquias tradicionais envolveram-se num debate que traduzia suas expectativas quanto a um novo modelo de Estado. A polêmica expressava a defesa, pelos tenentes e pelas oligarquias, respectivamente, dos princípios apresentados em uma das opções. Assinale-a: a) Um Estado democrático garantidor da vocação nacional identificada à agricultura e um Estado centralizador e industrializante. b) Um Estado centralizador que promovesse uma ligação direta com os grandes centros do capital internacional e um Estado liberal protecionista. c) Um Estado centralizador no nível federal mas com ampla autonomia dos poderes locais estaduais e um Estado liberal com participação política de base censitária. d) Uma completa centralização do poder e a retomada do modelo liberal, garantindo o retorno ao federalismo característico da República Velha. e) Ideais liberais que implicariam o estabelecimento de um Estado democrático e de direito e um modelo centralista que afastasse a participação popular. 28 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

29 114. (Puccamp) "O populismo foi (...) a expressão política do desenvolvimento do pólo dinâmico da economia - do setor agrário para o urbano -, através do processo de desenvolvimento industrial, em grande parte impulsionado pela revolução de No plano social, tais transformações econômicas implicaram a emergência das classes populares urbanas (...). Chama-se de populismo, nesse contexto, a forma de manifestação das insatisfações da massa popular urbana e, ao mesmo tempo, o seu reconhecimento e (...) manipulação pelo Estado." O populismo, ao qual o texto se refere, é o que caracterizou a) o Estado Novo, em que as classes populares atingiram um alto grau de autonomia e participação no processo político. b) predominantemente a política desenvolvimentista adotada durante o governo de Juscelino Kubitschek. c) o descontentamento popular que levou à renúncia do presidente Jânio Quadros em d) o período da história repúblicana do Brasil que vai da ditadura Vargas ao golpe militar de e) a inexistência de conflitos entre os vários segmentos sociais no modelo de Estado do período de 1954 a (Pucsp) - De que depende, porém, a realização de todos esses empreendimentos que tornarão o Brasil forte, próspero e feliz? - Da manutenção da ordem interna e da cooperação do povo com o governo. Um grandioso futuro delineia-se diante de nós. Mas a realização dessas esplêndidas possibilidades só será possível se a ordem interna não for alterada. Para isto, é imprescindível que, tanto as forças armadas como o povo, num movimento de coesão patriótica em torno do Presidente da República, se disponham a manter a ordem a todo o transe e a reprimir quaisquer tentativas de indisciplina e de oposição ao Estado Novo, que é a própria expressão orgânica da Nação. ("Catecismo Cívico do Brasil Novo". Rio de Janeiro, DNP, n 43, citado por Lenharo, A SACRALIZAÇÃO DA POLÍTICA. Campinas: Papirus/Unicamp, 1986, p.197.) O texto anterior, fragmento do Catecismo Cívico, lançado durante o Estado Novo ( ), demonstra a) que o Estado Novo era um governo popular, de inspiração socialista, preocupado em estabelecer, no Brasil, um Estado democrático, o que se expressa na idéia de cooperação do povo com o governo. b) a preocupação, em 1937, de assegurar o controle militar do Brasil, iniciando uma fase desenvolvimentista, manifesta na intenção de tornar o Brasil forte, próspero e feliz e expressa na então participação brasileira na Segunda Guerra Mundial. c) a busca, pelo Estado Novo, do apoio popular, através da identificação entre Nação e Estado, o que facilita a repressão a qualquer oposição política ao regime. d) o papel centralizador exercido pela Igreja, tornando o Brasil completamente submisso às determinações políticas e religiosas enviadas pelo Vaticano. e) a posição destacada do Presidente da República, chefe político e religioso, conforme determinado pela Constituição então vigente (Pucmg) Em 1935, foi criada no Brasil uma frente popular conhecida por Aliança Nacional Libertadora, movimento de massas com intentos democráticos e reformistas. Suas principais reivindicações eram, EXCETO: a) formação de um governo popular. b) realização da reforma agrária. c) manutenção da política coronelística. d) nacionalização de empresas estrangeiras. e) suspensão do pagamento da dívida externa (Uff) O Estado Novo ( ) representou um dos regimes ditatoriais destacados pela História do Brasil Republicano. Em alguns aspectos é considerado como uma forma brasileira do fascismo europeu. a) Indique uma característica legal que dê suporte a tal comparação. b) Analise o Estado Novo, tomando como foco principal as conquistas efetivadas pelas legislações trabalhista e sindical por ele consagradas. 29 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

30 118. (Ufrrj) "Brésilien! Je ne veux pas Que presider l'election Mais si vous tante me voulez, que faire? O situation!... N'est-ce beaucoup d'espanter S'il y a tant de "queremistes" Que se sois - quel diable! - Le premier de la liste." "Brasileiros Eu só quero Presidir a eleição Mas, se tanto me quereis, que fazer? Que situação!... Não é de espantar Que existam tantos queremistas Seja eu - que diabo! - O primeiro da lista. " (TORELLI, Aparicio. "A Manhã.", nž23-26/09/1945, citado por Isabel Lustosa. "Histórias de Presidentes".) A ironia feita a Getúlio Vargas, na composição anterior, denuncia os seus objetivos em relação ao movimento queremista. Um de seus objetivos era a) presidir as eleições, afastando-se da política, após quinze anos no poder. b) manter-se no poder até a edição de uma nova Constituição e das eleições presidenciais. c) acabar com o Estado Novo, instituindo um regime democrático. d) eleger-se presidente do Brasil, como acabou ocorrendo no pleito de e) impugnar as eleições, dada a sua notória vocação ditatorial (Ufrrj) "Foi em 1930 que à frente da Revolução Getúlio Vargas assumiu a Presidência do Brasil. Era um tempo novo que se abria o desenvolvimento industrial as leis trabalhistas ele cria é a Previdência Social Era anos de conquista e de grande agitação pelo poder de 32 a 37, aquele estadista reprimiu os paulistas comunistas e integralistas. Mas não há quem esconda seu valor de idealista, basta falar em Volta Redonda, (...) " (GOMES, Dias e GULLAR, Ferreira. "Dr. Getúlio: sua vida e sua glória". São Paulo, Civilização Brasileira, p ) a) Indique duas características do governo de Getúlio Vargas, no período entre 1930 e b) Explique uma característica do Estado Novo (Ufv) Na tentativa de justificar o processo de privatizações, o governo federal tem afirmado que o ciclo de desenvolvimento econômico caracterizado pela chamada "Era Vagas" chegou ao seu fim. Qual dos fatos a seguir NÃO se enquadra no conjunto de medidas econômicas adotadas durante os dois governos de Getúlio Vargas? a) Criação da Companhia Siderúrgica Nacional. b) Criação da Companhia Vale do Rio Doce. c) Criação da Consolidação das Leis do Trabalho - CLT. d) Criação da PETROBRÁS. e) Criação da Correção Monetária. 30 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

31 121. (Ufv) "Aos operários da construção civil: Companheiros - Que Deus e Vargas estejam convosco. A mim ambos desamparam; mas o momento não é de queixas, e sim de luta. Não me dirijo a toda a vossa classe, pois não sou um demagogo. Sou um homem vulgar, e vejo apenas (mal) o que está diante de meus olhos. Estou falando, portanto, com todos aqueles dentre vós que trabalham na construção em frente de minha janela. Um carrega quatro grandes tábuas ao ombro; outro grimpa, com risco de vida, a precária torre do enguiçado elevador; qual bate o martelo, qual despeja nas formas o cimento, qual mira a planta, qual usa a pá, qual serra (o bárbaro) os galhos de uma jovem mangueira, qual ajusta, neste momento, um pedaço de madeira na serra circular.... Ouvi-me, pois, insensatos; ouvi-me a mim e não a essa infame e horrenda serra que a vós e a mim tanto azucrina. Vamos para a praia. E se o proprietário vier, se o banqueiro vier, se o governo vier, e perguntar com ferocidade: 'estais loucos?' - nós responderemos: 'Não, senhores, não estamos loucos; estamos na praia jogando peteca.' E eles recuarão, pálidos e contrafeitos." (RUBEM BRAGA, julho de 1951) Quais fatos históricos fizeram com que o autor da crônica anterior associasse a figura do Presidente Vargas a Deus e aos operários? 122. (Fei) A década de trinta foi marcada por uma crescente polarização política no Brasil e no mundo. No Brasil surgiram dois grupos políticos antagônicos, a Aliança Nacional Libertadora (ANL) e a Ação Integralista Brasileira (AIB). Sobre estes grupos, é INCORRETO afirmar que: a) Vargas se apoiou na ANL para dar um golpe de Estado e instaurar o regime do Estado Novo, com muitas características comunistas b) a ANL contava com apoio de intelectuais de várias tendências, com predomínio de membros ligados ao Partido Comunista (clandestino) c) a AIB representava os ideais fascistas no país d) fazia parte da plataforma política da ANL a defesa da nacionalização das multinacionais e do cancelamento do pagamento da dívida externa e) os integralistas defendiam um Estado centralizado e forte com o objetivo de manter a ordem nacional 123. (Uel) Considere os itens a seguir. I. "(...) a liberalização das importações pelo governo fez com que as divisas acumuladas durante a Guerra Mundial fossem consumidas na importação de supérfluos (chicletes, automóveis, televisores - numa época em que não havia emissoras(...)." II. "(...) em seu governo, criou-se a Polícia Política, que tinha como objetivo reprimir indivíduos e grupos políticos que discordassem do regime." III. "(...) essa Lei apenas reafirmou o sentido geral da legislação trabalhista do governo (...): de um lado garantia direitos individuais aos trabalhadores, de outro mantinha sob rígido controle suas associações de classes..." IV. "(...) em linhas gerais, pode-se afirmar que o objetivo maior, implícito durante todo o governo (...), foi mudar o perfil econômico do país, de agroexportador para urbano-industrial..." V. "(...) sob a alegação de que as mobilizações trabalhistas e sindicais eram um sintoma da penetração comunista no Brasil, o governo desencadeou uma violenta repressão, que resultou no fechamento do Movimento Unificado dos Trabalhadores, na intervenção em sindicatos e prisão de vários líderes dos trabalhadores." O Estado Novo, estabelecido em 1937, após um golpe continuísta de Getúlio Vargas, inaugurou uma nova fase na história política brasileira. Assinale a alternativa que reúne corretamente os itens que identificam esse período. a) I e IV b) II e V c) I, II e V d) I, III e V e) II, III e IV 31 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

32 124. (Ufes) "... Fernando Henrique disse que o atual sistema de organização e funcionamento dos sindicatos é fascista e que precisa ser modificado (...). O presidente disse que (...) a organização dos sindicatos em 1943, durante o governo de Getúlio Vargas, foi inspirada nas idéias do fascista italiano Benito Mussolini." (O GLOBO - 7/8/98) O texto se refere à reordenação do Estado Brasileiro no decênio de 30, com relação aos trabalhadores urbanos. Explique as relações do Ministério do Trabalho com os sindicatos, no governo Vargas, quanto a) à organização sindical; b) ao funcionamento dos sindicatos (Ufsm) Políticos, economistas e intelectuais brasileiros, com inspiração ideológica liberal, têm dito que, no Brasil dos anos 90, em época de globalização da economia, os tempos da Era Vargas acabaram. Sabe-se que Getúlio Vargas governou o Brasil de 1930 a 1945 e de 1951 a Nessa fase da formação sociopolítica brasileira, destaca-se a) a personificação mítica de Getúlio, chamado de "pai dos pobres", em função da defesa dos princípios socialistas de governo. b) a efetiva participação política das massas populares urbanas, as quais conquistaram ampla liberdade de organização sem a tutela do Estado. c) a prática política de Vargas que mesclava populismo e autoritarismo, estabelecendo a soberania do Estado sobre o conjunto da sociedade. d) um dinâmico processo de desenvolvimento industrial, o qual possibilitou a nacionalização total da economia e o apoio político unânime da sociedade ao governo Vargas. e) a consolidação da descentralização do governo, possibilitando maior independência aos estados na condução dos processos administrativos, políticos e econômicos (Ufsc) Entre 1930 e 1940, o Brasil conheceu diferentes movimentos que promoveram transformações políticas, econômicas e sociais consideráveis. Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S), nas suas referências, a acontecimentos da década mencionada. 01. Entre as causas da Revolução de 1930, destacam-se as fraudes eleitorais que perpetuavam as vitórias dos representantes das oligarquias nas eleições presidenciais. 02. A denominada Revolução Constitucionalista de 1932 representou essencialmente a reação das oligarquias que haviam perdido o controle administrativo da República em Em 1934 foi promulgada a nova Constituição Republicana, cujo conteúdo privilegiou os ideais nacionalistas, tratou de direitos trabalhistas e do voto feminino. 08. Em 1935 ocorreu um levante simultâneo em Natal, Recife e Rio de Janeiro, organizado pelos comunistas que manifestavam seu descontentamento com o governo Vargas. 16. Em 1937, Getúlio Vargas fechou o Congresso Nacional e outorgou uma nova Constituição para o Brasil, inaugurando o período conhecido historicamente como Estado Novo. 32. O fim da Guerra do Paraguai, a Questão Religiosa e a Questão Militar, provocaram a Proclamação da República (Mackenzie) O governo de Vargas, durante o Estado Novo, distinguiu-se por promover: a) uma economia exclusivamente agro-exportadora. b) o projeto de nação idealizado pelo Tenentismo. c) uma política industrializante, intervencionista e nacionalista e a regulamentação entre o capital e o trabalho, através da CLT. d) um governo democrático apoiado na Carta Constitucional, denominada "a polaca". e) a liberdade de imprensa, um sindicalismo autêntico e a extensão dos direitos trabalhistas ao campo. 32 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

33 128. (Ufu) Leia atentamente a letra da música a seguir: O Bonde São Januário Wilson Batista e Ataulfo Alves (1940) Quem trabalha é que tem razão, eu digo e não tenho medo de errar, o bonde São Januário leva mais um operário, sou eu que vou trabalhar. Antigamente eu não tinha juízo, mas resolvi garantir meu futuro. Sou feliz, vivo muito bem, a boemia não dá camisa a ninguém. E digo bem. Qual a relação entre este samba e a política de Getúlio Vargas dirigida aos trabalhadores durante o seu primeiro governo ( )? 129. (Ufu) Para alguns autores, a emergência do populismo na política brasileira está relacionada com a situação de transição da chamada sociedade tradicional para a sociedade moderna, capitalista, urbana e industrial. Assinale a alternativa correta. a) Como fenômeno político exclusivo do Brasil, o populismo tem suas raízes no processo de redemocratização iniciado com a queda de Getúlio Vargas em Para se manter no poder, o governo Dutra buscou o apoio das populações rurais. b) O Estado populista procurava conquistar e manter uma base de apoio político nas populações urbanas, sendo sensível às pressões populares. Por outro lado, procurava manipular e conduzir as aspirações populares, aparecendo como um Estado mediador. c) No contexto da democracia liberal deste período, o Estado populista se abstinha de intervir na economia e nas relações de trabalho entre padrões e empregados. A mediação entre as aspirações populares e o Estado era feita pela aplicação direta das leis. d) O autoritarismo, como característica do populismo a desmobilização das manifestações políticas das classes médias e populares, levando-as à apatia e à despolitização. e) Com o apoio dado pelo Estado populista, os trabalhadores conseguiram desenvolver e consolidar uma expressão política autônoma nas suas relações com a burguesia industrial e com o próprio Estado (Unioeste) O Período Vargas foi de importantes transformações na sociedade brasileira, podendo-se afirmar que 01. a democracia, implantada a partir de 1930, possibilitou que Vargas fosse eleito presidente da República para três mandatos. 02. em 1932, a legislação eleitoral estabeleceu o voto secreto e obrigatório. 04. a Legislação Trabalhista constituiu-se em uma das bases do paternalismo e do populismo de Vargas. 08. a Ação Integralista Brasileira foi um movimento proletário a favor da reforma agrária e contra o fascismo. 16. o período do Estado Novo pode ser caracterizado pelo paternalismo, pelo populismo, pelo nacionalismo, pelo intervencionismo estatal na economia. 32. a participação do Brasil na Segunda Guerra Mundial revelou uma contradição, ou seja, o Brasil totalitário lutava contra o bloco dos países totalitários e a favor do bloco das democracias liberais (Unioeste) O período getulista marcou profundamente a história política do Brasil. Integram o rol dos acontecimentos do período: 01. a Revolução Federalista, liberada pelo Rio Grande do Sul. 02. a Revolta Constitucionalista, liderada pelos paulistas. 04. o Movimento Integralista que defendia o nacionalismo, o estado autoritário, a disciplina social e o combate ao comunismo, sob o slogan Deus, Pátria e Família. 08. a Intentona Comunista, que serviu de pretexto a setores do governo para endurecer o regime. 16. a Coluna Prestes, que percorreu doze estados brasileiros, procurando apoio do povo para derrubar o governo de Getúlio Vargas. 32. a instituição do Estado Novo, uma espécie de "estado de emergência" que, além de concentrar os mais amplos poderes no judiciário, fortificou o princípio federativo. 33 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

34 132. (Fuvest) Com meu chapéu de lado, tamanco arrastando Lenço no pescoço, navalha no bolso Eu passo gingando, provoco e desafio Eu tenho orgulho de ser vadio. (Wilson Batista, 1933) Quem trabalha é quem tem razão Eu digo e não tenho medo de errar o bonde de São Januário leva mais um operário sou eu que vou trabalhar. (Wilson Batista / Ataulfo Alves, 1940) Da comparação entre as letras desses sambas, depreende-se que: a) as mudanças visíveis nos conteúdos dos sambas sugerem adesão à ideologia do Estado Novo. b) as mudanças significativas de conteúdo decorrem da valorização do trabalho industrial no Rio de Janeiro. c) as datas das composições correspondem ao mesmo período do governo de Vargas, indicando que as mudanças são mera coincidência. d) as mudanças das letras não são significativas, já que ambas as composições tratam de problemas de gente pobre e humilde. e) as letras das músicas estão distantes dos interesses políticos do Estado Novo, que não se preocupava em fazer propaganda (Ufrj) "A tarefa de governar faz-se, a cada dia, mais complexa e difícil. Os clássicos postulados de manutenção e garantia dos pactos sociais sofreram profundas modificações. Já não basta assegurar a ordem e a continuidade administrativa. É preciso controlar as forças econômicas, corrigir as desigualdades de classe e obstar, por vigilância constante, a contaminação do organismo político pelas infiltrações ideológicas que apregoam o ódio e fomentam a desordem. Conduzir uma nação, em momento de tamanhas apreensões, só o pode e deve fazer quem seja capaz de tudo sacrificar pela felicidade comum". (Discurso de Getúlio Vargas, proferido a 7 de setembro de 1938, citado em GETÚLIO VARGAS, AS DIRETRIZES DA NOVA POLÍTICA DO BRASIL, Rio de Janeiro, José Olympio, s/d) "Passou a época dos liberalismos imprevidentes, das democracias estéreis, dos personalismos inúteis e semeadores da desordem. À democracia política substitui a democracia econômica, em que o poder, emanado diretamente do povo e instituído para defesa do seu interesse, organiza o trabalho, fonte do engrandecimento nacional e não meio de fortunas privadas. Não há mais lugar para regimes fundados em privilégios e distinções; subsistem, somente, os que incorporam toda a Nação nos mesmos deveres e oferecem, eqüitativamente, justiça social e oportunidades na luta pela vida". (Discurso de Getúlio Vargas, proferido a 11 de junho de 1940, citado em GETÚLIO VARGAS, AS DIRETRIZES DA NOVA POLÍTICA DO BRASIL, Rio de Janeiro, José Olympio, s/d) Os trechos dos documentos acima referem-se às diretrizes políticas gerais do Estado Novo brasileiro ( ). Retire dos documentos duas proposições estadonovistas. Explique-as (Fuvest) "São Paulo não está apenas descontente. Está ferido na sua sensibilidade. O que a Revolução lhe pediu ele lho deu... Por que a Revolução tarda em restaurá-lo na sua autonomia e no governo direto de seus filhos? Cansado de viver como terra conquistada, São Paulo... pede apenas, à frente da administração de seus negócios, um de seus filhos que lhe compreenda o espírito e não lhe golpeie o coração". (O ESTADO DE S. PAULO, 27 de janeiro de 1932.) Explique os impasses políticos discutidos por esse jornal e indique seus desdobramentos. 34 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

35 135. (Unesp) "Quis criar a liberdade nacional na potencialização das nossas riquezas através da Petrobrás; mal começa esta a funcionar, a onda de agitação se avoluma. A Eletrobrás foi obstaculizada até o desespero. Não querem que o trabalhador seja livre. Não querem que o povo seja independente (...). Lutei contra a espoliação do Brasil. Lutei contra a espoliação do povo. Tenho lutado de peito aberto. O ódio, as infâmias, a calúnia não abateram meu ânimo. Eu vos dei a minha vida. Agora ofereço a minha morte. Nada receio. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na História." (Getúlio Vargas. CARTA-TESTAMENTO, 1954.) a) Por que Getúlio Vargas associa "liberdade nacional" à criação da Petrobrás? b) Identifique no texto elementos que caracterizam o populismo de Getúlio Vargas (Pucsp) Sobre a participação do Brasil na Segunda Guerra: "O envio da FEB [Força Expedicionária Brasileira] ao teatro de operações veio coroar um processo que se iniciara quase quatro anos antes, mas que se constituiu igualmente em ponto de partida para uma nova etapa, qual seja, a da busca por parte do governo brasileiro de participação nos arranjos do pós-guerra, em função da instituição da nova ordem mundial." (Pinheiro, Letícia. A Entrada do Brasil na Segunda Guerra Mundial, in: Revista da USP, nž26, 1995, pp ). Em relação ao contexto ao qual o autor se refere, é correto afirmar que a) o Estado brasileiro, comandado por Getúlio Vargas, manteve-se ideologicamente aliado às forças que combatiam o nazi-fascismo, durante todo o conflito mundial. b) a nova ordem mundial pós-guerra foi estruturada com a predominância dos países europeus mais desenvolvidos, notadamente a Inglaterra, com a qual o Brasil estreitou alianças comerciais e diplomáticas. c) o envio de tropas brasileiras à Itália, em defesa da democracia mundial, foi acompanhado, internamente, pelo crescimento das manifestações oposicionistas ao governo Vargas. d) a participação do Exército brasileiro na Segunda Guerra era disputada tanto pelo Eixo, quanto pelos Aliados, graças à modernidade de seu aparelhamento bélico. e) os soldados da FEB tiveram atuação destacada no desembarque de tropas aliadas na Normandia, operação de retomada dos territórios franceses ocupados pelos nazistas (Ufpe) Sobre a Revolução de 1930 e o Governo Provisório (1930 a 1934), analise as proposições a seguir. (0) O Governo Provisório teve em Brasília sua sede provisória, passando depois para São Paulo a Capital do Brasil. (1) Getúlio Vargas foi quem assumiu o poder do Governo Provisório em (2) Duas forças políticas apoiaram a Revolução de 1930 : os constitucionalistas e os tenentistas. (3) Os constitucionalistas defendiam a democracia do país, através de eleições livres, governo constitucional e plena liberdade civil. (4) Uma das primeiras medidas do governo Vargas de 1930 foi substituir a Constituição de 1891 pelo decreto n , que dissolveu o legislativo nas instâncias federal, estadual e municipal. 35 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

36 138. (Ufsm) Tendo em vista a política econômica do Estado Novo, indique se é verdadeiro (V) ou falsa (F) cada uma das afirmativas a seguir. ( ) O Estado assume o papel de empresário, criando empresas estatais e impulsionando o crescimento industrial. ( ) O Estado abandona o setor agrícola e volta-se exclusivamente para a área industrial. ( ) O Estado cria organismos especializados para impulsionar e aperfeiçoar a produção agrícola nacional. A seqüência correta é a) V - V - F. b) V - F - V. c) F - V - F. d) F - V - V. e) F - F - V (Uff) Segundo alguns autores, a instauração no país, em novembro de 1937, do regime conhecido como Estado Novo representou um "redescobrimento do Brasil". c) O modo pelo qual o Estado Novo orientou sua política de trabalho, aprisionando os operários ao Estado por meio de um documento formal. d) A subordinação dos trabalhadores ao empresariado a partir da concessão da Carteira de Trabalho. e) A consolidação da democracia mediante um registro formal de cidadania (Unirio) "Inegavelmente a visão da indústria como alternativa para o desenvolvimento ganhou corpo ao longo dos anos Esboçava-se um 'projeto' de industrialização pesada que, a despeito de limitado e inconcluso, foi a tônica de organização do próprio Estado. Entre 1930 e 1945, o Estado brasileiro avançou no seu processo de constituição enquanto nacional e capitalista, inscrevendo na materialidade de sua ossatura - pela multiplicação de órgãos e instituições - os diversos interesses sociais em jogo, metamorfoseados em interesse nacionais." (MENDONÇA, Sônia Regina de. "As bases do desenvolvimento capitalista dependente: da industrialização restringida à internacionalização". In: LINHARES, Maria Yedda (org.) "História Geral do Brasil". 3 edição, Rio de Janeiro, Campus, 1990, p.243). a) Cite duas características desse processo de industrialização. b) Explique uma das características citadas. Assinale a opção que melhor apresenta o aspecto do Estado Novo ilustrado pela charge. a) A definição de uma nova cidadania baseada no trabalho organizado em sindicatos plurais, por categoria profissional. b) A definição de uma nova cidadania identificada ao trabalho organizado nos moldes do corporativismo autoritário estatal. 36 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

37 141. (Uerj) BRASIL! Brasil, És o teu berço dourado O índio civilizado E abençoado por Deus Brasil, Gigante de um continente És terra de toda gente E orgulho dos filhos teus O destino que te traz Liberdade, amor e paz No progresso em que te agitas Torrão de viva beleza De fartura e de riqueza E de mil coisas bonitas E porque tu tens de tudo Porque te conservas mudo Na tua modéstia imerso Meu Brasil, Eu que te amo Neste samba te proclamo Majestade do universo (Benedito Lacerda / Aldo Cabral) A partir da letra deste samba, gravado por Francisco Alves e Dalva de Oliveira, em agosto de 1939, percebemos a construção de uma imagem para o Brasil que não correspondia totalmente às características da sociedade brasileira nas décadas de 30 e 40. Dentre essas características, aquela que se relaciona à conjuntura da época é: a) liberalismo como base da política nacional b) reforma agrária como solução para os problemas econômicos c) política assimilacionista como forma de integração do indígena d) crescimento econômico como decorrência da política industrialista 142.(Unesp) A Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), criada em 1943, reunia toda a legislação trabalhista existente no país e foi uma das principais marcas do trabalhismo getulista. a) Como é denominado, pelos historiadores, esse período? b) Cite um acontecimento internacional dessa época (Uepg) "As construções discursivas do Estado Novo assentaram-se sobre quatro pilares (...): trabalho, pátria, moral e anti-comunismo (...). Se o comunismo é a palavra-chave que mobiliza um conjunto de forças que põem em prática um projeto ordenado e amplo, ele representa muito mais do que os membros de um eventual partido. Sob essa rubrica são condenados centenas de inimigos não nomeados, sem rosto, sem lugar, sem tempo e sem espaço (...) O Estado Novo não desejou introjetar no trabalhador a ética do trabalho, pois ela já vinha sendo incorporada e assimilada desde meados do século XIX em torno da abolição da escravidão. O que os anos 30 e 40 efetivamente põem em prática é a despolitização das relações trabalho/capital." (Adriano L. Duarte. "Cidadania e exclusão") Sobre o assunto tratado neste texto, assinale o que for correto. 01) A denominação comunismo foi empregada de forma abrangente no Estado Novo, em referência a todos os que a ele se contrapunham. 02) O Estado Novo foi responsável pela incorporação da ética do trabalho à sociedade brasileira. 04) O Estado Novo foi um período de intensa politização, em especial nas relações trabalho/capital. 08) A propaganda e a repressão aos comunistas foram estratégias da ditadura varguista para a manutenção do poder. 16) A ética estadonovista definia um conjunto de práticas sociais desvinculadas de questões cotidianas como a vagabundagem, a indisciplina e a traição (Ufrs) Analise as seguintes afirmativas referentes ao Estado Novo ( ): I. Os dois principais partidos políticos existentes no período do Estado Novo eram a AIB (Ação Integralista Brasileira) e a ANL (Aliança Nacional Libertadora). II. O pretexto utilizado por Vargas para o desfecho do golpe de Estado de 1937 foi o Plano Cohen, documento forjado que denunciava um suposto movimento revolucionário comunista. 37 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

38 III. Durante o Estado Novo a política externa brasileira oscilou entre a Alemanha nazista e os Estados Unidos, alinhando-se a este último país no princípio da década de Quais estão corretas? a) Apenas III. b) Apenas I e II. c) Apenas I e III. d) Apenas II e III. e) I, II e III (Ufmg) Em 1934, Getúlio Vargas criou o Departamento de Propaganda e Difusão Cultural junto ao Ministério da Justiça, esvaziando o Ministério da Educação não só da propaganda, mas também do rádio e do cinema. A decisão tinha como objetivo colocar os meios de comunicação de massa a serviço direto do poder executivo, iniciativa que tinha inspiração direta no recém-criado Ministério da propaganda alemão. Este foi o embrião do DIP [...] Em 1939, as atribuições do extinto Departamento de Propaganda e Difusão Cultural passaram para o Departamento de Imprensa e Propaganda, criado nesse ano. CAPELATO, Maria Helena. Propaganda Política e Controle dos Meios de Comunicação. ln: PANDOLFI, Dulce. (Org.)."Repensando o Estado Novo". Rio de Janeiro: Ed. FGV, p.172. Com base nessas informações, é CORRETO afirmar que, durante o Estado Novo, o Departamento de Imprensa e Propaganda-DIP foi responsável pela a) ampliação do raio de atuação do Estado e das suas formas de intervenção no âmbito da cultura. b) desativação do sistema de comunicação encarregado da difusão das diretrizes econômicas do regime. c) restrição à utilização do rádio e da imprensa para a difusão da propaganda política estado-novista. d) utilização da cultura como um instrumento a serviço da divulgação dos ideais democráticos (Unesp) De forma geral, denominam-se populistas os governos de Juan Domingos Perón ( ), na Argentina, e de Getúlio Vargas ( / ), no Brasil. São características comuns aos governos citados: a) o atendimento às reivindicações das organizações camponesas, promovendo a reforma agrária e sindicalização de trabalhadores. b) a implementação de demandas das populações urbanas por maior participação política e independência das organizações sindicais. c) o nacionalismo e criação de condições para a legalização de inúmeros partidos políticos de esquerda, democratizando a disputa pelo poder. d) a manutenção das Constituições dos dois países, elaboradas por Assembléias Constituintes, eleitas pelo povo. e) o estabelecimento de forte intervenção do Estado na economia e ampla mobilização das classes populares urbanas (Unesp) A consolidação das Leis do Trabalho (CLT), criada em 1943, reunia toda a legislação trabalhista existente no país e foi uma das principais marcas do trabalhismo getulista. a) Como e denominado, pelos historiadores, esse período? b) Cite um acontecimento internacional dessa época (Pucmg) Leia, com atenção, o texto que se segue. "A essência do estilo de... era a improvisação. O entusiasmo, a sua principal arma, refletia uma confiança contagiante no futuro do Brasil como grande potência. Sua estratégia básica era pressionar pela rápida industrialização, tentando convencer a cada grupo do poder que teriam alguma coisa a ganhar ou, então, nada a perder. Isto requeria um delicado equilibrismo político. 38 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

39 Primeiro, esforçou-se por gerar um senso de confiança própria entre os próprios Brasileiros. Outro fato igualmente importante, era que afirmava sua fé no processo Democrático. Era tanto um presidente eleito por uma reduzida minoria em busca do alargamento de seu suporte político, quanto um líder ambicioso tentando assegurar o seu lugar na história, tomando a liderança do caminho para a industrialização do Brasil..." (SKIDMORE, Thomas. De Getúlio Vargas a Castelo Branco". R J.: Saga, 1969) O texto acima se refere ao governo do Presidente: a) Getúlio Vargas. b) Juscelino Kubitschek. c) Jânio Quadros. d) João Goulart (Ufscar) Os anos trinta do século XX foram marcados por disputas ideológicas, por propostas revolucionárias e pela emergência de regimes centralizadores e autoritários. No Brasil, a polarização ideológica intensificou-se em 1935, opondo a) a Ação Integralista Brasileira, partido político simpatizante do fascismo, à Ação Nacional Libertadora, que lutava pela instalação de um governo popular revolucionário. b) os anarco-sindicalistas, líderes do movimento operário em toda a Primeira República, ao Partido Comunista do Brasil, de tendência revolucionária bolchevista. c) os católicos ultramontanos do Centro Dom Vital, situado no Rio de Janeiro, aos partidários do fascismo italiano e, sobretudo, do nazismo hitlerista. d) a social-democracia, representada pelo Partido Democrático de São Paulo, às tendências políticas autoritárias do movimento tenentista. e) os constitucionalistas paulistas, que haviam combatido na Revolução de 1932, ao Estado Novo, dominado pelo presidente Getúlio Vargas (Uff) Segundo alguns especialistas, o populismo foi um fenômeno político ímpar na história recente do Brasil, sendo definido como manipulação das massas populares por líderes carismáticos. No entanto, há autores que consideram tal visão pouco elucidativa do fenômeno porque, em verdade: a) O populismo teve vida efêmera na história política do país no século atual. b) O populismo não deve ser visto como a manipulação das massas urbanas e rurais no Brasil recente. c) O populismo é um fenômeno político que permanece inalterado no processo eleitoral brasileiro. d) Populismo e pacto social são um mesmo fenômeno político. e) O populismo implicou o reconhecimento da presença das massas no cenário político nacional (Ufpe) A Constituição promulgada em 16 de julho de 1934 resultou de intensos debates que se prolongaram por oito meses. Entre suas principais inovações não se inclui: a) A legislação trabalhista, a nacionalização das minas e quedas d'água. b) O salário mínimo para os trabalhadores, os deputados classistas e o direito da União em monopolizar determinadas atividades econômicas. c) A criação das justiças Eleitoral e do Trabalho. d) A inviolabilidade dos direitos à liberdade, à segurança e à propriedade dos cidadãos como também a liberdade de consciência e de crença. e) O cerceamento de todas as garantias individuais e a proibição do direito de voto das mulheres. 39 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

40 152. (Ufc) Leia o texto abaixo. "O par de interlocutores legítimos estava formado: de um lado o povo, a quem se apelava como fonte e base do governo e que era identificado na população de trabalhadores corporativamente hierarquizada; de outro, o Estado, corporificado funcional e pessoalmente na figura do presidente Getúlio Vargas." (GOMES, Ângela de C. "A política brasileira em busca da modernidade: na fronteira entre o público e o privado". ln SCHWARCZ, Lilia M. (org.) "História da Vida Privada no Brasil". Vol. 4: Contrastes da intimidade contemporânea. São Paulo: Companhia das Letras, 1998, p.525.) A partir da citação acima, assinale a alternativa que indica corretamente as relações mantidas, no contexto do trabalhismo, entre a população trabalhadora no Brasil e o presidente Vargas. a) As campanhas destinadas aos trabalhadores enfatizavam a necessidade de organização em torno dos sindicatos e partidos políticos, principais interlocutores do Presidente. b) As liberdades políticas permitiam o estabelecimento, durante o Estado Novo, de uma permanente negociação entre os trabalhadores e o governo através do Parlamento. c) O sindicalismo corporativo era combatido pelo governo, pois permitia a livre expressão das lutas de classes e dos conflitos no interior da sociedade brasileira. d) A ideologia do Estado Novo pretendia estabelecer uma ligação direta entre o governante e o povo, através de cartas, programas de rádio e outros mecanismos de comunicação. e) Getúlio Vargas fazia chegar até a população, através dos programas "A Voz do Brasil", mensagens de estímulo à organização sindical livre, combatendo assim o comunismo (Unicamp) O ato mais importante do Estado Novo foi a construção de uma usina siderúrgica em Volta Redonda, no Estado do Rio de Janeiro. Em fevereiro de 1938, Vargas declarou que a indústria do aço era uma necessidade urgente. Embora o Estado Novo levasse quase dois anos e meio para decidir-se por uma fórmula apropriada à indústria siderúrgica, o projeto parecia bem concebido. (Adaptado de Warren Dean, "A industrialização de São Paulo", Difel, 1971, p ) a) Qual o contexto internacional que propiciou a construção da indústria siderúrgica no Brasil? b) Qual foi a política internacional adotada pelo governo Vargas para a criação da usina de Volta Redonda? c) Qual seria a crítica do modelo econômico neoliberal à política econômica de Vargas? 154. (Pucrs) Em 1939, o Estado Novo criou um Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP) que estava encarregado de realizar a censura às idéias contrárias ao regime e difundir a propaganda política do governo. O DIP lançou mãos de vários meios de comunicação para atingir o maior número de cidadãos com a ideologia do Estado Novo, visando mobilizar a sociedade em torno de seu programa político. Entre esses meios de comunicação e propaganda, podemos destacar um novo meio, que, em especial, permitiu às idéias estadonovistas atingirem as classes médias urbanas e o operariado. Estamos nos referindo a) à imprensa operária. b) ao rádio. c) à televisão. d) ao cinema. e) às revistas quinzenais. 40 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

41 155. (Unesp) O segundo governo de Getúlio Vargas ( ) terminou com o suicídio do presidente. Contribuiu para a crise política desse governo a) o fechamento do Congresso, que acabou por unir, numa frente ampla, os defensores dos ideais democráticos. b) o apoio do presidente aos políticos da UDN (União Democrática Nacional), favoráveis à organização de um golpe para mantê-lo no poder. c) a política econômica adotada, de cunho nacionalista, da qual um dos marcos foi a criação da Petrobrás, em d) a série de convulsões sociais provocadas pela inflação, com movimentos grevistas organizados pelo Partido Comunista, então na legalidade. e) a ruptura entre civis e militares, que culminou com o assassinato do político e jornalista Carlos Lacerda. São Paulo": Ática, 1997.) a) Identifique o papel da propaganda no governo de Getúlio Vargas. b) Indique duas características econômicas do período do Estado Novo (Ufrn) O rádio, introduzido no Brasil no início deste século, tornou-se, nos anos 30, popular meio de comunicação, o que justifica o fato de o período ser designado como "Era do Rádio". A partir do que a charge abaixo sugere, explique de que forma esse importante veículo de comunicação de massa foi utilizado pelo governo Vargas (Uerj) A ilustração a seguir e a canção composta por Ataulfo Alves e Felisberto Martins foram importantes instrumentos da propaganda do governo Vargas. É NEGÓCIO CASAR O Estado Novo veio Para nos orientar No Brasil nada falta Mas precisa trabalhar Tem café, petróleo e ouro Ninguém pode duvidar E quem for pai de quatro filhos O presidente manda premiar É negócio casar (Citado por PILETTI, N. "História do Brasil (Ufv) Em 1937, com a instauração do Estado Novo por Getúlio Vargas, o Brasil passou a viver sob uma nova Constituição, que ficou conhecida como "Polaca", em virtude de sua clara inspiração na Constituição da Polônia. Essa Constituição deu ao presidente Getúlio Vargas os poderes para a organização política, econômica e administrativa do Estado Novo. Dentre as alternativas a seguir assinale a que apresenta uma característica da Constituição de 1937: a) Instauração do direito de greve e de locaute. b) Instauração do direito de livre associação em sindicatos oficialmente reconhecidos. c) Descentralização administrativa. d) Internacionalização da economia. e) Instauração de princípios democráticos e de livre associação política. 41 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

42 159. (Ufrs) Analise as seguintes afirmativas referentes ao Estado Novo ( ). I- Os dois principais partidos políticos existentes no período do Estado Novo eram a AIB (Ação Integralista Brasileira) e a ANL (Aliança Nacional Libertadora). II- O pretexto utilizado por Vargas para o desfecho do golpe de Estado de 1937 foi o Plano Cohen, documento forjado que denunciava um suposto movimento revolucionário comunista. III- Durante o Estado Novo a política externa brasileira oscilou entre a Alemanha nazista e os Estados Unidos, alinhando-se a este último país no princípio da década de Quais estão corretas? a) Apenas III. b) Apenas I e II. c) Apenas I e III. d) Apenas II e III. e) I, II e III (Ufsm) A segunda metade do século XIX é marcada, no Brasil, por um surto de empreendimentos industriais nas cidades, os quais têm seu limite a) no reduzido mercado interno e na dependência do mercado externo. b) na continuidade da dominação política portuguesa. c) na permanência do escravismo e na monarquia constitucional. d) no crescimento do mercado interno e na diversidade econômica. e) na autonomia política e econômica do Estado brasileiro e na política de valorização do preço do café (Ufsm) "Maria, filha de Maria (...) tem trinta e um desgostos. Lava a roupa, lava a louça, varre que varre, e a patroa - Jesus Maria José! - a patroa ralhando. (...) Sempre em casa estranha, dormindo em cama-de-vento, comendo em pé ao lado do fogão. Trabalhadeira, de confiança, não tem boca pra pedir." ("As Marias", de Dalton Trevisan.) A personagem citada retrata um tipo social presente na fase de crescimento da cidade industrial. Esse tipo social encontra no líder populista um a) porta-voz da inserção brasileira ao capitalismo internacional. b) incentivador da luta de classes e do fim da exploração. c) pai protetor, agente de um Estado emancipador dos trabalhadores. d) redentor da economia agrária e dos camponeses sem terra. e) agente do Estado liberal, voltado para a regularização do espaço privado (Ufrrj) "Felizmente chegaram os jornaes de modas de Paris. Das invenções estamos agora livres! Pai (escravocrata, largando o Jornal). - Livres? o quê? dos ventres? Não me fallem nisso!" (A Semana Ilustrada, 1871, citado em "História da Vida Privada".) A charge acima retrata o conflito entre a modernização e a tradição, típico da sociedade (elite) brasileira na segunda metade do século XIX. O comentário do pai, naquele momento, expressa a) sua revolta frente à difusão de uma liberalização da moda feminina, rompendo o conservadorismo existente até então nos hábitos da elite brasileira. 42 P r o j e t o M e d i c i n a w w w. p r o j e t o m e d i c i n a. c o m. b r

Aula 10.1. Avaliação da Unidade II Pontuação: 7,5 pontos

Aula 10.1. Avaliação da Unidade II Pontuação: 7,5 pontos Aula 10.1 Avaliação da Unidade II Pontuação: 7,5 pontos 1ª QUESTÃO (1,0) Em seu discurso de despedida do Senado, em dezembro de 1994, o presidente Fernando Henrique Cardoso anunciou o fim da Era Vargas,

Leia mais

Revolução de 1930. Fatores: Crise de 1929. Movimento Tenentista. Resultado das eleições.

Revolução de 1930. Fatores: Crise de 1929. Movimento Tenentista. Resultado das eleições. Revolução de 1930 Revolução de 1930 Fatores: Crise de 1929. Movimento Tenentista. Resultado das eleições. Revolução de 1930 Responsável pelo fim da chamada Política café com leite Política café com leite

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO DE HISTÓRIA A ERA VARGAS-1930-1945

EXERCÍCIOS DE REVISÃO DE HISTÓRIA A ERA VARGAS-1930-1945 EXERCÍCIOS DE REVISÃO DE HISTÓRIA A ERA VARGAS-1930-1945 01) Sobre o Estado Novo (1937-1945), é incorreto afirmar que: a) Foi caracterizado por um forte intervencionismo estatal. b) Criou órgãos de censura

Leia mais

Professor Tiago / 9º Ano / 3º Trimestre / História

Professor Tiago / 9º Ano / 3º Trimestre / História Professor Tiago / 9º Ano / 3º Trimestre / História 1. Assinale V(verdadeira) e F(falsa): a) ( ) Em 1929, o mundo capitalista enfrentou grave crise econômica, causada principalmente pelo crescimento exagerado

Leia mais

Governo Provisório ( 1930/1934 ).

Governo Provisório ( 1930/1934 ). Aula 20 Era Vargas (1930/45) A chamada Era Vargas está dividida em três momentos: Governo Provisório, Governo Constitucional e Estado Novo. O período inaugurou um novo tipo de Estado, denominado Estado

Leia mais

XVI. A Revolução de 1930

XVI. A Revolução de 1930 XVI. A Revolução de 1930 Queda da Bolsa de Valores de Nova York. A Crise do capitalismo e o Café. Desestruturação do poder tradicional. Consciência trabalhista. Problema de salário é caso de polícia. (Presidente

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN. b) Cite duas características do Estado Novo. Resposta: Ditadura, censura, nacionalismo, etc.

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN. b) Cite duas características do Estado Novo. Resposta: Ditadura, censura, nacionalismo, etc. 2ª série Ens. Médio EXERCÍCIOS DE MONITORIA HISTÓRIA - OBJETIVA Professora: Higor David Lopes Prucoli 1. (Fuvest 1987) Como se expressa a ação do governo na economia brasileira no período do Estado Novo?

Leia mais

A nova centralização: o Estado Novo - II

A nova centralização: o Estado Novo - II A nova centralização: o Estado Novo - II A UU L AL A Na aula anterior, você viu como Getúlio Vargas organizou o regime do Estado Novo, em sua face política, cultural e social. Nesta aula, você verá em

Leia mais

Prof. Thiago Oliveira

Prof. Thiago Oliveira Prof. Thiago Oliveira Depois da 2ª Guerra Mundial o Brasil passou por um período de grandes transformações no campo da política, economia e sociedade, superando o Estado Novo de Getúlio e experimentando

Leia mais

SIMULADO DE HISTÓRIA A RESPEITO DE GETÚLIO VARGAS (ENTREGAR SOMENTE O GABARITO NÃO PRECISA IMPRIMIR AS FOLHAS COM AS QUESTÕES). Valor 1,0.

SIMULADO DE HISTÓRIA A RESPEITO DE GETÚLIO VARGAS (ENTREGAR SOMENTE O GABARITO NÃO PRECISA IMPRIMIR AS FOLHAS COM AS QUESTÕES). Valor 1,0. SIMULADO DE HISTÓRIA A RESPEITO DE GETÚLIO VARGAS (ENTREGAR SOMENTE O GABARITO NÃO PRECISA IMPRIMIR AS FOLHAS COM AS QUESTÕES). Valor 1,0. 1. Na história da República brasileira, a expressão 'Estado Novo'

Leia mais

A REPÚBLICA DEMOCRÁTICA POPULISTA (1945 1964):

A REPÚBLICA DEMOCRÁTICA POPULISTA (1945 1964): A REPÚBLICA DEMOCRÁTICA POPULISTA (1945 1964): 1. - PRINCIPAIS PARTIDOS: PSD (Partido Social Democrático): Principal partido. Criado por Getúlio Vargas. Base rural. Industriais, banqueiros e latifundiários

Leia mais

Período Populista (1945/64)

Período Populista (1945/64) Período Populista (1945/64) INTRODUÇÃO Período de Democracia, sem censura e eleições direta (o( o povo vota) para presidente. O mundo encontrava-se no Período de Guerra Fria : Capitalistas (EUA) X Socialistas

Leia mais

Período Democrático e o Golpe de 64

Período Democrático e o Golpe de 64 Período Democrático e o Golpe de 64 GUERRA FRIA (1945 1990) Estados Unidos X União Soviética Capitalismo X Socialismo Governo de Eurico Gaspar Dutra (1946 1950) Período do início da Guerra Fria Rompimento

Leia mais

HISTÓRIA DO LEGISLATIVO

HISTÓRIA DO LEGISLATIVO HISTÓRIA DO LEGISLATIVO Maurício Barbosa Paranaguá Seção de Projetos Especiais Goiânia - 2015 Origem do Poder Legislativo Assinatura da Magna Carta inglesa em 1215 Considerada a primeira Constituição dos

Leia mais

Temas Governo de Vargas 1930-1945), Populismo (1945-1964) Ditadura Militar (1964-1985) e República Nova (Redemocratização do Brasil) (1985-2010)

Temas Governo de Vargas 1930-1945), Populismo (1945-1964) Ditadura Militar (1964-1985) e República Nova (Redemocratização do Brasil) (1985-2010) Trabalho de História Recuperação _3ºAno Professor: Nara Núbia de Morais Data / /2014 Aluno: nº Ens. Médio Valor: 40 Nota: Temas Governo de Vargas 1930-1945), Populismo (1945-1964) Ditadura Militar (1964-1985)

Leia mais

50 ANOS DO GOLPE MILITAR

50 ANOS DO GOLPE MILITAR 50 ANOS DO GOLPE MILITAR (1964-1985) Prof. Dr. Rogério de Souza CAUSAS Guerra Fria Contexto Internacional: Construção do Muro de Berlim (1961) Cuba torna-se Socialista (1961) Crise dos Mísseis (1962) CAUSAS

Leia mais

FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS CURSO DE DIREITO VESTIBULAR 2009 PROVA DE HISTÓRIA. Fase 1

FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS CURSO DE DIREITO VESTIBULAR 2009 PROVA DE HISTÓRIA. Fase 1 FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS CURSO DE DIREITO VESTIBULAR 2009 PROVA DE HISTÓRIA Fase 1 Novembro 2008 INTRODUÇÃO Na prova de História de 2009 foi possível concretizar vários dos objetivos do programa do Vestibular.

Leia mais

CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS Próximo HISTÓRIA O BRASIL, O MUNDO E A PAZ NUCLEAR. Caderno 10» Capítulo 4. www.sejaetico.com.

CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS Próximo HISTÓRIA O BRASIL, O MUNDO E A PAZ NUCLEAR. Caderno 10» Capítulo 4. www.sejaetico.com. CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS HISTÓRIA O BRASIL, O MUNDO E A PAZ NUCLEAR Caderno 10» Capítulo 4 www.sejaetico.com.br CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS A experiência democrática no Brasil (1945-1964)

Leia mais

História Fascículo 03 Cinília Tadeu Gisondi Omaki Maria Odette Simão Brancatelli

História Fascículo 03 Cinília Tadeu Gisondi Omaki Maria Odette Simão Brancatelli História Fascículo 03 Cinília Tadeu Gisondi Omaki Maria Odette Simão Brancatelli Índice História do Brasil Política trabalhista na República Velha e na Era Vargas... 1 Exercícios...2 Gabarito...5 História

Leia mais

c) ascensão dos militares à direção dos principais órgãos públicos, porque já se delineava o quadro da Segunda Guerra Mundial.

c) ascensão dos militares à direção dos principais órgãos públicos, porque já se delineava o quadro da Segunda Guerra Mundial. 2. (Cesgranrio) O regime político conhecido como Estado Novo implantado por golpe do próprio Presidente Getúlio Vargas, em 1937, pode ser associado à(ao): a) radicalização política do período representada

Leia mais

Questões sobre a Ditadura Militar no Brasil (respostas no final da página) 1. Como teve início a Ditadura Militar no Brasil que durou de 1964 a 1985?

Questões sobre a Ditadura Militar no Brasil (respostas no final da página) 1. Como teve início a Ditadura Militar no Brasil que durou de 1964 a 1985? Questões sobre a Ditadura Militar no Brasil (respostas no final da página) 1. Como teve início a Ditadura Militar no Brasil que durou de 1964 a 1985? A - Através de eleições democráticas que levaram ao

Leia mais

Getúlio Vargas e a Era Vargas

Getúlio Vargas e a Era Vargas Getúlio Vargas e a Era Vargas http://www.suapesquisa.com/vargas/ AGOSTO RUBEM FONSECA Getúlio Vargas e a Era Vargas: ASPECTOS A RESSALTAR Vida de Getúlio Vargas; Revolução

Leia mais

CRISE E RUPTURA NA REPÚBLICA VELHA. Os últimos anos da República Velha

CRISE E RUPTURA NA REPÚBLICA VELHA. Os últimos anos da República Velha CRISE E RUPTURA NA REPÚBLICA VELHA Os últimos anos da República Velha Década de 1920 Brasil - as cidades cresciam e desenvolviam * Nos grandes centros urbanos, as ruas eram bem movimentadas, as pessoas

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 2ª Etapa 2012

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 2ª Etapa 2012 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 2ª Etapa 2012 Disciplina: HISTÓRIA Professora: ALESSANDRA PRADA Ano: 2012 Turma: 3º FG/TI Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de

Leia mais

Governos. Populistas Brasileiros (1946-1964) Entregar? Nacionalizar? Prof. Abdulah 3ºano/Pré- vesjbular Aulas 20 e 21 (SAS)

Governos. Populistas Brasileiros (1946-1964) Entregar? Nacionalizar? Prof. Abdulah 3ºano/Pré- vesjbular Aulas 20 e 21 (SAS) Governos Entregar? Populistas Brasileiros (1946-1964) OU Prof. Abdulah 3ºano/Pré- vesjbular Aulas 20 e 21 (SAS) Nacionalizar? PRINCIPAIS PARTIDOS PSD (Par(do Social Democrá(co): Principal par*do. Criado

Leia mais

TEMA 3 UMA EXPERIÊNCIA

TEMA 3 UMA EXPERIÊNCIA TEMA 3 UMA EXPERIÊNCIA DOLOROSA: O NAZISMO ALEMÃO A ascensão dos nazistas ao poder na Alemanha colocou em ação a política de expansão territorial do país e o preparou para a Segunda Guerra Mundial. O saldo

Leia mais

VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO

VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO A prova de História é composta por três questões e vale 10 pontos no total, assim distribuídos: Questão 1 3 pontos (sendo 1 ponto para o subitem A, 1,5

Leia mais

RELAÇÕES DE TRABALHO DICIONÁRIO

RELAÇÕES DE TRABALHO DICIONÁRIO RELAÇÕES DE TRABALHO Conjunto de normas e princípios que regem a relação entre aquele que detém o poder de contratar outro para desenvolver determinada atividade e aquele que mobilizado para tal executa

Leia mais

29 A ordem liberal-democrática

29 A ordem liberal-democrática A U A UL LA A ordem liberal-democrática Abertura Na aula passada vimos que, em 1945, Vargas convocou eleições para a presidência da República. Mas o regime do Estado Novo chegou ao fim antes que elas se

Leia mais

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo FESPSP PROGRAMA DE DISCIPLINA

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo FESPSP PROGRAMA DE DISCIPLINA 1 Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo FESPSP PROGRAMA DE DISCIPLINA No equilíbrio entre as várias partes do livro, dei maior peso à fase que se inicia nos fins do século XIX e vai até

Leia mais

Escola de Formação Política Miguel Arraes. Módulo I História da Formação Política Brasileira. Aula 2 A História do Brasil numa dimensão ética

Escola de Formação Política Miguel Arraes. Módulo I História da Formação Política Brasileira. Aula 2 A História do Brasil numa dimensão ética LINHA DO TEMPO Módulo I História da Formação Política Brasileira Aula 2 A História do Brasil numa dimensão ética SEC XV SEC XVIII 1492 A chegada dos espanhóis na América Brasil Colônia (1500-1822) 1500

Leia mais

Provão. História 5 o ano

Provão. História 5 o ano Provão História 5 o ano 61 Os reis portugueses governaram o Brasil à distância, até o século XIX, porém alguns acontecimentos na Europa mudaram essa situação. Em que ano a família real portuguesa veio

Leia mais

1 a Questão: (2,0 pontos) APRESENTAÇÃO

1 a Questão: (2,0 pontos) APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO Para dar uma definição compreensível de revolução, diremos que ela é uma tentativa de substituir o poder estabelecido por outro poder, usando meios ilegais. Esses meios, geralmente, implicam

Leia mais

1º ano. A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10: Item 2

1º ano. A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10: Item 2 1º ano O absolutismo e o Estado Moderno Capítulo 12: Todos os itens A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10:

Leia mais

1º - Foi um movimento liderado pela BURGUESIA contra o regime absolutista. 2º - Abriu espaço para o avanço do CAPITALISMO.

1º - Foi um movimento liderado pela BURGUESIA contra o regime absolutista. 2º - Abriu espaço para o avanço do CAPITALISMO. APRESENTAÇÃO Aula 08 3B REVOLUÇÃO FRANCESA Prof. Alexandre Cardoso REVOLUÇÃO FRANCESA Marco inicial da Idade Contemporânea ( de 1789 até os dias atuais) 1º - Foi um movimento liderado pela BURGUESIA contra

Leia mais

SÉCULO XIX NOVOS ARES NOVAS IDEIAS Aula: 43 e 44 Pág. 8 PROFª: CLEIDIVAINE 8º ANO

SÉCULO XIX NOVOS ARES NOVAS IDEIAS Aula: 43 e 44 Pág. 8 PROFª: CLEIDIVAINE 8º ANO SÉCULO XIX NOVOS ARES NOVAS IDEIAS Aula: 43 e 44 Pág. 8 PROFª: CLEIDIVAINE 8º ANO 1 - INTRODUÇÃO Séc. XIX consolidação da burguesia: ascensão do proletariado urbano (classe operária) avanço do liberalismo.

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA ENSINO MÉDIO ÁREA CURRICULAR: CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS DISCIPLINA: HISTÓRIA SÉRIE 1.ª CH 68 ANO 2012 COMPETÊNCIAS:. Compreender

Leia mais

Colégio SOTER - Caderno de Atividades - 9º Ano História - 1º Bimestre

Colégio SOTER - Caderno de Atividades - 9º Ano História - 1º Bimestre Capítulo 1 1) Em quantas fases está dividida a Republica Velha (1889-1930). Caracterize cada uma delas. 2) Assinale a alternativa correta: a) O Governo Provisório da Republica, logo na noite do dia 15

Leia mais

Crescimento urbano e industrial dos anos 20 ao Estado Novo

Crescimento urbano e industrial dos anos 20 ao Estado Novo A UA UL LA MÓDULO 7 Crescimento urbano e industrial dos anos 20 ao Estado Novo Nesta aula O café foi o principal produto de exportação durante a República Velha. Os cafeicultores detinham o controle da

Leia mais

UFSC. Resposta: 02 + 04 + 16 = 22. Comentário. Resposta: Comentário

UFSC. Resposta: 02 + 04 + 16 = 22. Comentário. Resposta: Comentário Resposta: 02 + 04 + 16 = 22 Resposta: 01. Incorreta. Na região dos Rios Tigre e Eufrates tivemos o desenvolvimento da Civilização Mesopotâmica, que, mesmo enfrentando guerras, desenvolveu atividades artísticas

Leia mais

EUROPA NO SÉCULO XIX. http://historiaonline.com.br

EUROPA NO SÉCULO XIX. http://historiaonline.com.br EUROPA NO SÉCULO XIX A INGLATERRA NO SÉCULO XIX: Era Vitoriana (1837-1901): Hegemonia marítima inglesa. Fortalecimento do poder político da burguesia. Expansão da economia industrial 2ª Revolução Industrial.

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DO MODELO SOVIÉTICO E O SEU IMPACTO NO MUNDO

A CONSTRUÇÃO DO MODELO SOVIÉTICO E O SEU IMPACTO NO MUNDO A CONSTRUÇÃO DO MODELO SOVIÉTICO E O SEU IMPACTO NO MUNDO Império russo (início do século a 1917) Território * Governo Maior império da Europa, estendendo-se da Ásia ao pacífico * Monarquia absoluta e

Leia mais

PROVA BIMESTRAL História

PROVA BIMESTRAL História 9 o ano 2 o bimestre PROVA BIMESTRAL História Escola: Nome: Turma: n o : Sobre a Revolução Russa de 1917, leia o texto a seguir e responda às questões 1 e 2. A reivindicação básica dos pobres da cidade

Leia mais

QUARTA CONSTITUIÇÃO (A CONSTITUIÇÃO DO ESTADO NOVO)

QUARTA CONSTITUIÇÃO (A CONSTITUIÇÃO DO ESTADO NOVO) QUARTA CONSTITUIÇÃO (A CONSTITUIÇÃO DO ESTADO NOVO) NOME...Constituição dos Estados Unidos do Brasil DATA...10 de Novembro de 1937 ORIGEM...Outorgada DURAÇÃO...9 anos PREÂMBULO O Presidente da República

Leia mais

Tese da AJR para o XI Congresso dos Estudantes da USP. Fora Rodas! Fora PM! Ensino público e gratuito! Poder Estudantil!

Tese da AJR para o XI Congresso dos Estudantes da USP. Fora Rodas! Fora PM! Ensino público e gratuito! Poder Estudantil! Tese da AJR para o XI Congresso dos Estudantes da USP Fora Rodas! Fora PM! Ensino público e gratuito! Poder Estudantil! Fora PM da USP! O estado de sítio na USP, com a instalação de bases da Polícia Militar

Leia mais

REVOLUÇÃO FRANCESA MCC

REVOLUÇÃO FRANCESA MCC REVOLUÇÃO FRANCESA MCC REVOLUÇÃO FRANCESA. MOVIMENTO BURGUÊS França antes da revolução TEVE APOIO DO POVO Monarquia absolutista Economia capitalista.(costumes feudais) sociedade estamental. 1º Estado-

Leia mais

Colégio Social Madre Clélia Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Disciplina: História Profa Andrea Oitava 1-Manhã

Colégio Social Madre Clélia Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Disciplina: História Profa Andrea Oitava 1-Manhã Colégio Social Madre Clélia Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Disciplina: História Profa Andrea Oitava 1-Manhã BRASIL: ELEIÇÕES DE 1945 Com a deposição de Vargas foram marcadas eleições para

Leia mais

O GOLPE DE 64 E O REGIME MILITAR (1964-1985): O governo dos generais

O GOLPE DE 64 E O REGIME MILITAR (1964-1985): O governo dos generais 1 O GOLPE DE 64 E O REGIME MILITAR (1964-1985): O governo dos generais Lourival de Oliveira Santos 2 Santos, Lourival de Oliveira. C681g O golpe de 64 e o regime militar (1694-1985) o governo dos generais

Leia mais

O Estado na dianteira: intervencionismo e desenvolvimento no segundo governo Vargas

O Estado na dianteira: intervencionismo e desenvolvimento no segundo governo Vargas O Estado na dianteira: intervencionismo e desenvolvimento no segundo governo Vargas A UU L AL A Em dezembro de 1994, quando foi eleito presidente da República, Fernando Henrique Cardoso foi ao Senado para

Leia mais

NAPOLEÃO BONAPARTE. Pode-se dividir seu governo em três partes: Consulado (1799-1804) Império (1804-1815) Governo dos Cem Dias (1815)

NAPOLEÃO BONAPARTE. Pode-se dividir seu governo em três partes: Consulado (1799-1804) Império (1804-1815) Governo dos Cem Dias (1815) NAPOLEÃO BONAPARTE 1 Profª Adriana Moraes Destaca-se política e militarmente no Período Jacobino. DIRETÓRIO Conquistas militares e diplomáticas na Europa defesa do novo governo contra golpes. Golpe 18

Leia mais

(Disponível em: http://www.nomismatike.hpg.ig.com.br/grecia/etruria.htm. Acesso em: 3 jun. 2005.)

(Disponível em: http://www.nomismatike.hpg.ig.com.br/grecia/etruria.htm. Acesso em: 3 jun. 2005.) 2 o PROCESSO SELETIVO/2005 1 O DIA GABARITO 1 33 HISTÓRIA QUESTÕES DE 51 A 60 51. Analise o mapa e o texto a seguir: (Disponível em: http://www.nomismatike.hpg.ig.com.br/grecia/etruria.htm. Acesso em:

Leia mais

PROVA BIMESTRAL História

PROVA BIMESTRAL História 9 o ano 4 o bimestre PROVA BIMESTRAL História Escola: Nome: Turma: n o : Leia o texto e responda às questões 1 e 2. O primeiro de maio estava sendo comemorado na vila de esportes do Sindicato dos Têxteis.

Leia mais

Nome: N.º: Série: 3º Turma: Professor(a): Data: / / 2010

Nome: N.º: Série: 3º Turma: Professor(a): Data: / / 2010 AVALIAÇÃO TRIMESTRAL HISTÓRIA Nota: Nome: N.º: Série: 3º Turma: Professor(a): Data: / / 2010 O GABARITO NÃO PODE CONTER RASURAS CADA QUESTÃO VALE 0,42 01 - A prosperidade alcançada pelos Estados Unidos

Leia mais

Rei (controla poder moderador) além de indicar o primeiro ministro e dissolve a Câmara de Deputados Monarquia torna-se estável

Rei (controla poder moderador) além de indicar o primeiro ministro e dissolve a Câmara de Deputados Monarquia torna-se estável História do Brasil Professora Agnes (Cursinho Etec Popular de São Roque) Política Interna O SEGUNDO REINADO (1840-1889) * Apogeu da monarquia brasileira. * Centralização política e administrativa. * Pacificação

Leia mais

Histórico das constituições: direito de sufrágio

Histórico das constituições: direito de sufrágio 89 Histórico das constituições: direito de sufrágio André de Oliveira da Cruz Waldemar de Moura Bueno Neto José Carlos Galvão Goulart de Oliveira Graduandos pela Faculdade de Educação, Administração e

Leia mais

DATA: VALOR: 20 PONTOS NOME COMPLETO:

DATA: VALOR: 20 PONTOS NOME COMPLETO: DISCIPLINA: Geografia PROFESSOR(A): Rodrigo/Saulo DATA: VALOR: 20 PONTOS NOTA: NOME COMPLETO: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2ªEM TURMA: Nº: 01. RELAÇÃO DO CONTEÚDO Demografia (Transição

Leia mais

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 18 O GOVERNO VARGAS (1951-54)

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 18 O GOVERNO VARGAS (1951-54) HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 18 O GOVERNO VARGAS (1951-54) Como pode cair no enem A crise de agosto de 1954, que terminou com o suicídio do Presidente Vargas, teve como antecedentes: a) a oposição dos

Leia mais

Avaliação da unidade II Pontuação: 7,5 pontos

Avaliação da unidade II Pontuação: 7,5 pontos Avaliação da unidade II Pontuação: 7,5 pontos QUESTÃO 01 (1,0 ponto) A Segunda Grande Guerra (1939-1945), a partir de 7 de dezembro de 1941, adquire um caráter mundial quando os a) ( ) russos tomam a iniciativa

Leia mais

Populismo e nacional-desenvolvimentismo

Populismo e nacional-desenvolvimentismo CAPÍTULO 11 Populismo e nacional-desenvolvimentismo Entre os anos de 1900 e 1973 o Brasil foi o país de maior crescimento absoluto do PIB: nem Estados Unidos, nem Japão, nem Coréia do Sul, mas o Brasil.

Leia mais

UMA RESPOSTA ESTRATÉGICA AOS

UMA RESPOSTA ESTRATÉGICA AOS UMA RESPOSTA ESTRATÉGICA AOS DESAFIOS DO CAPITALISMO GLOBAL E DA DEMOCRACIA Luiz Carlos Bresser-Pereira A Reforma Gerencial ou Reforma à Gestão Pública de 95 atingiu basicamente os objetivos a que se propunha

Leia mais

O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional

O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional CIÊNCIAS HUMANAS (HISTÓRIA/ATUALIDADES/GEOGRAFIA) O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional das sociedades através dos tempos, observando os fatores econômico, histórico,

Leia mais

AULA: 17 Assíncrona. TEMA: Cidadania e Movimentos Sociais DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES HISTÓRIA

AULA: 17 Assíncrona. TEMA: Cidadania e Movimentos Sociais DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES HISTÓRIA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA AULA: 17 Assíncrona TEMA: Cidadania e Movimentos Sociais 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Conteúdos: China: dominação

Leia mais

História B Aula 21. Os Agitados Anos da

História B Aula 21. Os Agitados Anos da História B Aula 21 Os Agitados Anos da Década de 1930 Salazarismo Português Monarquia portuguesa foi derrubada em 1910 por grupos liberais e republicanos. 1ª Guerra - participação modesta ao lado da ING

Leia mais

Introdução. Aspectos Sociais, Políticos e Econômicos na Era Vargas 1930-1945

Introdução. Aspectos Sociais, Políticos e Econômicos na Era Vargas 1930-1945 Introdução Este artigo tem como objetivo caracterizar o período da historia brasileira no período do governo de Getulio Vargas entre os anos de 1930 e 1945, os acontecimentos dentro e fora do país e algumas

Leia mais

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de História

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de História Vestibular UFRGS 2015 Resolução da Prova de História COMENTÁRIO GERAL: Foi uma prova com conteúdos de História do Brasil e História Geral bem distribuídos e que incluiu também questões de História da América

Leia mais

Nome: nº. Recuperação Final de História Profª Patrícia

Nome: nº. Recuperação Final de História Profª Patrícia 1 Conteúdos selecionados: Nome: nº Recuperação Final de História Profª Patrícia Lista de atividades 9º ano Apostila 1: Segunda Revolução Industrial (características); Neocolonislimo; Brasil no século XX:

Leia mais

2. (Pucrs 2014) Considere as afirmações abaixo sobre a crise do Antigo Sistema Colonial e a Independência do Brasil (1822).

2. (Pucrs 2014) Considere as afirmações abaixo sobre a crise do Antigo Sistema Colonial e a Independência do Brasil (1822). 1. (Enem 2014) A transferência da corte trouxe para a América portuguesa a família real e o governo da Metrópole. Trouxe também, e sobretudo, boa parte do aparato administrativo português. Personalidades

Leia mais

TEXTO 1. 1.Texto de problematização:

TEXTO 1. 1.Texto de problematização: TEXTO 1 1.Texto de problematização: A partir de 1922, o quadro começa a se modificar. Apesar dos presidentes Arthur Bernardes e Washington Luís pertencerem ainda ao esquema do café com leite, a nova situação

Leia mais

Acerca da Luta Armada

Acerca da Luta Armada VALOR E VIOLÊNCIA Acerca da Luta Armada Conferência Pronunciada no Anfiteatro de História da USP em 2011 Wilson do Nascimento Barbosa Professor Titular de História Econômica na USP Boa noite! Direi em

Leia mais

CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA

CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA Clodoaldo Meneguello Cardoso Nesta "I Conferência dos lideres de Grêmio das Escolas Públicas Estaduais da Região Bauru" vamos conversar muito sobre política.

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca ASSINATURA DO SEGURO-DESEMPREGO E

Leia mais

GRANDE DEPRESSÃO (1929)

GRANDE DEPRESSÃO (1929) GRANDE DEPRESSÃO (1929) A Grande Depressão, ou Crise de 1929, foi uma grave crise econômica iniciada nos Estados Unidos, e que teve repercussões no mundo inteiro. Considerada o mais longo e grave período

Leia mais

Brasil Império. Sétima Série Professora Carina História

Brasil Império. Sétima Série Professora Carina História Brasil Império Sétima Série Professora Carina História Confederação do Equador Local: Províncias do Nordeste. Época: 1824. Líderes da revolta: Manuel Paes de Andrade, frei Caneca e Cipriano Barata. Causas:

Leia mais

A Revolução Francesa (1789-1799)

A Revolução Francesa (1789-1799) A Revolução Francesa (1789-1799) Origens da Revolução Francesa Crise Econômica A agricultura, ainda submetida ao feudalismo, entrava em colapso. As velhas técnicas de produção e a servidão no campo criavam

Leia mais

O ANTIGO REGIME FRANCÊS ANCIEN REGIM

O ANTIGO REGIME FRANCÊS ANCIEN REGIM O ANTIGO REGIME FRANCÊS ANCIEN REGIM Organização social que vigorou na França, principalmente na época em que os reis eram absolutistas, ou seja, de meados do século XVII até a Revolução Francesa. Tal

Leia mais

REVOLUÇÃO FRANCESA. Por: Rodrigo A. Gaspar

REVOLUÇÃO FRANCESA. Por: Rodrigo A. Gaspar REVOLUÇÃO FRANCESA Por: Rodrigo A. Gaspar REVOLUÇÃO FRANCESA Influência dos valores iluministas Superação do Absolutismo monárquico e da sociedade estratificada Serviu de inspiração para outras revoluções,

Leia mais

A longa conquista do voto na história política brasileira

A longa conquista do voto na história política brasileira A longa conquista do voto na história política brasileira Vera Chaia 1 A extensão dos direitos políticos no Brasil nem sempre esteve ligada ao aumento da participação política no processo eleitoral. Esta

Leia mais

Guerra fria (o espaço mundial)

Guerra fria (o espaço mundial) Guerra fria (o espaço mundial) Com a queda dos impérios coloniais, duas grandes potências se originavam deixando o mundo com uma nova ordem tanto na parte política quanto na econômica, era os Estados Unidos

Leia mais

Terceiro Setor - fator de confluência na ação social do ano 2000

Terceiro Setor - fator de confluência na ação social do ano 2000 Terceiro Setor - fator de confluência na ação social do ano 2000 Alceu Terra Nascimento O terceiro setor no Brasil, como categoria social, é uma "invenção" recente. Ele surge para identificar um conjunto

Leia mais

Derrota da emenda Dante de Oliveira pelas Diretas Eleição indireta de Tancredo Neves Morte de Tancredo, antes da posse

Derrota da emenda Dante de Oliveira pelas Diretas Eleição indireta de Tancredo Neves Morte de Tancredo, antes da posse O B R A S I L DE SARNEY A FHC Da redemocratização à globalização O G O V E R N O S A R N E Y (1985-1990) 1990) Antecedentes Derrota da emenda Dante de Oliveira pelas Diretas Eleição indireta de Tancredo

Leia mais

ATIVIDADES ON LINE 9º ANO DITADURA MILITAR

ATIVIDADES ON LINE 9º ANO DITADURA MILITAR ATIVIDADES ON LINE 9º ANO DITADURA MILITAR 1-"O movimento de 31 de março de 1964 tinha sido lançado aparentemente para livrar o país da corrupção e do comunismo e para restaurar a democracia, mas o novo

Leia mais

Aula 14 Regime Militar Prof. Dawison Sampaio

Aula 14 Regime Militar Prof. Dawison Sampaio Aula 14 Regime Militar 1 Contexto do Regime Militar Contexto interno: Colapso do Populismo (polêmica das Ref. de Base) Contexto externo: Guerra Fria e os interesses dos EUA (risco de cubanização do Brasil

Leia mais

Bresser- Pereira: O carro na frente dos bois

Bresser- Pereira: O carro na frente dos bois Bresser- Pereira: O carro na frente dos bois Entrevista de Luiz Carlos Bresser- Pereira a Hélio Batista Barboza em 2006 e revisada em 2014. Destinava- se a uma publicação sobre a história da administração

Leia mais

João Goulart organizou a reforma agrária, direito ao voto, intervenção estatal e economia de regulamentação de remessas de lucro ao exterior.

João Goulart organizou a reforma agrária, direito ao voto, intervenção estatal e economia de regulamentação de remessas de lucro ao exterior. Resenha Crítica CARA MILINE Soares é arquiteta e doutora em Design pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo na Universidade de São Paulo (FAU-USP). É autora do ensaio já publicado: Móveis Brasileiros

Leia mais

CRISE DO ESCRAVISMO. O Brasil foi o último país da América Latina a abolir a escravidão.

CRISE DO ESCRAVISMO. O Brasil foi o último país da América Latina a abolir a escravidão. CRISE DO ESCRAVISMO A Dinamarca foi o primeiro país Europeu a abolir o tráfico de escravos em 1792. A Grã-Bretanha veio a seguir, abolindo em 1807 e os Estados Unidos em 1808. O Brasil foi o último país

Leia mais

Gabarito oficial preliminar: História

Gabarito oficial preliminar: História 1) Questão 1 Segundo José Bonifácio, o fim do tráfico de escravos significaria uma ameaça à existência do governo porque Geraria uma crise econômica decorrente da diminuição da mão de obra disponível,

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2F

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2F CADERNO DE EXERCÍCIOS 2F Ensino Fundamental Ciências Humanas Questão Conteúdo Habilidade da Matriz da EJA/FB 1 Movimento operário e sindicalismo no Brasil H43 2 Urbanização nas regiões brasileiras H8,

Leia mais

VI SEMINÁRIO DE DIREITO PARA JORNALISTAS - DIA 28.11.06 PERGUNTAS E RESPOSTAS

VI SEMINÁRIO DE DIREITO PARA JORNALISTAS - DIA 28.11.06 PERGUNTAS E RESPOSTAS VI SEMINÁRIO DE DIREITO PARA JORNALISTAS - DIA 28.11.06 PERGUNTAS E RESPOSTAS Perguntas e resposta feitas ao jornalisa Romário Schettino Perguntas dos participantes do 6 Seminário de Direito para Jornalistas

Leia mais

Tarefa Net 9º ano História. 2º Bimestre

Tarefa Net 9º ano História. 2º Bimestre Tarefa Net 9º ano História 2º Bimestre 1. Há 70 anos o mundo assistiu ao começo da Guerra Civil Espanhola, cujo saldo de 600 mil mortos provocou comoção internacional, mas não evitou a instalação de uma

Leia mais

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA (1945 1964)

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA (1945 1964) REPÚBLICA DEMOCRÁTICA (1945 1964) O principal êxito do período foi ampliar a cidadania sobretudo o direito de votar e, muito teoricamente, o direito de ser eleito - às classes médias e à classe trabalhadora.

Leia mais

Classe trabalhadora no Brasil sob a luz da teoria de Bárbara Weinstein

Classe trabalhadora no Brasil sob a luz da teoria de Bárbara Weinstein Classe trabalhadora no Brasil sob a luz da teoria de Bárbara Weinstein Irene Domenes Zapparoli - UEL/ PUC/SP/ehps zapparoli@onda.com.br Ferdinando Vinicius Domenes Zapparoli. UEL Ferdinando@uel.br Introdução

Leia mais

Data: HISTÓRIA TUTORIAL 14B. Aluno (a): Equipe de História. Entreguerras: Crise Liberal de 1929 e fascismo

Data: HISTÓRIA TUTORIAL 14B. Aluno (a): Equipe de História. Entreguerras: Crise Liberal de 1929 e fascismo Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 14B Ensino Médio Equipe de História Data: HISTÓRIA Entreguerras: Crise Liberal de 1929 e fascismo Colégio A. LIESSIN Scholem Aleichem - 1 - NANDA/OUT/2014 1346 Colégio

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2014 Disciplina: HISTÓRIA Professora: ALESSANDRA PRADA Ano: 2º Turma: FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

CONTEXTO HISTORICO E GEOPOLITICO ATUAL. Ciências Humanas e suas tecnologias R O C H A

CONTEXTO HISTORICO E GEOPOLITICO ATUAL. Ciências Humanas e suas tecnologias R O C H A CONTEXTO HISTORICO E GEOPOLITICO ATUAL Ciências Humanas e suas tecnologias R O C H A O capitalismo teve origem na Europa, nos séculos XV e XVI, e se expandiu para outros lugares do mundo ( Ásia, África,

Leia mais

CONSTITUIÇÕES BRASILEIRAS

CONSTITUIÇÕES BRASILEIRAS CÂMARA DOS DEPUTADOS CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E INFORMAÇÃO CONSTITUIÇÕES BRASILEIRAS Exposição organizada pelo Museu da Câmara dos Deputados, mostrando as constituições brasileiras, suas principais deliberações

Leia mais

Brasil e América do Sul

Brasil e América do Sul Brasil e América do Sul Brasil Linha do equador Tropico de Capricórnio O Brasil é o quinto país mais extenso e populoso do mundo. É a sétima maior economia mundial. É um país capitalista à apresenta propriedade

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 21 Discurso na cerimónia de instalação

Leia mais

AULA 22.1 Conteúdos: Governo Geisel e a economia Governo Geisel e a política Governo João Figueiredo: anistia e novos partidos (diretas já)

AULA 22.1 Conteúdos: Governo Geisel e a economia Governo Geisel e a política Governo João Figueiredo: anistia e novos partidos (diretas já) CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA AULA 22.1 Conteúdos: Governo Geisel e a economia Governo Geisel e a política Governo João Figueiredo: anistia e novos partidos (diretas já) 2

Leia mais

Nota à 14 a Edição... 11 Introdução... 13

Nota à 14 a Edição... 11 Introdução... 13 sumário Nota à 14 a Edição................................................ 11 Introdução..................................................... 13 1. As Causas da Expansão Marítima e a Chegada dos Portugueses

Leia mais