UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO"

Transcrição

1 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO CAPÍTULO I Das Considerações Preliminares Art.1º O presente Regulamento disciplina a oferta, o funcionamento e o registro acadêmico das Atividades Complementares nos cursos de graduação da Universidade Castelo Branco. Art.2º As Atividades Complementares têm a finalidade de enriquecer o processo ensino-aprendizagem, privilegiando: a) a complementação da formação social e profissional; b) as atividades de disseminação de conhecimentos e prestação de serviços; c) as atividades de assistência acadêmica e tecnológica; d) as atividades programas de iniciação científica e extensão universitária; e) as atividades desenvolvidas no âmbito de programas de difusão cultural. CAPÍTULO II Das Atividades Complementares Art.3º Entende-se por Atividades Complementares as atividades extracurriculares que possibilitam ao aluno adquirir conhecimentos de interesse para sua formação pessoal e profissional, reconhecidos por meio de avaliação e que constituem um meio de ampliação de seu currículo, com experiências e vivências acadêmicas internas e/ou externas ao curso.

2 Art.4º As Atividades Complementares integram o currículo pleno dos cursos de graduação, constituindo-se em elemento indispensável para obtenção do grau correspondente, conforme preconiza a legislação vigente. Art. 5º As Atividades Complementares compreendem três categorias: I- atividades de ensino, com as seguintes modalidades: a) disciplinas não previstas na organização curricular do curso; b) monitoria com bolsa e voluntária em disciplinas constantes da organização curricular; c) programa de apoio pedagógico; d) estágios extracurriculares. II atividades de pesquisa, com as seguintes modalidades: a) iniciação científica sob tutoria de docentes pesquisadores internos ou convidados; b) pesquisa realizada sob orientação de docentes pesquisadores internos ou convidados; c) publicação de resenhas ou resumos de artigos que resultantes de pesquisa; d) assistência a defesa de monografias ou projetos finais de curso. e) Publicação ou participação em congresso, simpósio, workshops e seminários. III atividades de extensão, com as seguintes modalidades: a) atividades de disseminação de conhecimentos (seminários, conferências, ciclo de palestras, oficinas, visitas técnicas etc); b) atividades de prestação de serviços (assistências, assessorias e consultorias); c) atividades desenvolvidas no âmbito de programas de difusão cultural (realização de eventos ou produtos artísticos e culturais). Art.6º A Coordenação dos cursos deverá elaborar normas complementares a este Regulamento, definindo:

3 a) carga horária limite para cada grupo de atividades constante do quadro do ANEXO I; b) quantas e de que tipos de modalidade de atividades o aluno deverá participar obrigatoriamente. c) Quais os responsáveis pela análise do cumprimento das atividades. d) Elaboração de tabelas para pontuação das atividades. CAPÍTULO III Da Oferta Art.7º As Atividades Complementares podem ser desenvolvidas na própria Universidade Castelo Branco, extramuros com orientação de professores, podem ser promovidas pelos Cursos ou por empresas, instituições públicas ou privadas, que propiciem a complementação da formação do aluno, assegurando o alcance das finalidades previstas neste Regulamento. CAPÍTULO IV Da Inscrição Art.8º A cada período letivo o aluno deve inscrever-se no Programa de Atividades Complementares estabelecido pelas Coordenações ou, ainda, propor atividades de seu interesse, de acordo com as normas vigentes para seu curso. CAPÍTULO V Da Confirmação Art.9º A confirmação da inscrição do aluno se fará mediante análise, considerandose a dosagem das atividades, segundo a capacidade efetiva de trabalho do estudante,

4 a fim de evitar uma programação excessiva ou insuficiente, relativamente ao Programa de Estudos elaborado a cada semestre letivo. CAPÍTULO VI DAS COMPETÊNCIAS Art.10 Compete à entidade concedente de Atividades Complementares: a) assegurar ao aluno todas as condições necessárias para a plena realização de suas atividades; b) fornecer documentação comprobatória da participação efetiva do aluno, especificando a carga horária e a descrição da atividade. CAPÍTULO VII Das Atribuições dos Envolvidos no Processo de Atividades Complementares SEÇÃO I Do Coordenador do Curso Art.11 Compete ao Coordenador do curso: a) designar o Coordenador de Atividades Complementares; b) supervisionar o desenvolvimento das Atividades Complementares. SEÇÃO II Da Coordenação das Atividades Complementares Art.12 Compete ao Coordenador das Atividades Complementares: a) propor programa e promover a oferta de Atividades Complementares, no âmbito de sua Coordenação: b) verificar possíveis interfaces com outras Coordenações de Curso e/ou Instituições que possam ensejar parcerias acadêmicas;

5 c) divulgar entre os alunos o programa de atividades de seu Curso, da Universidade Castelo Branco e de outras Instituições; d) orientar o aluno na escolha semestral, considerando a pertinência e a oportunidade de realização da atividade; e) analisar a documentação de atividades complementares apresentada pelo aluno, considerando o estabelecido neste Regulamento; f) avaliar as atividades complementares desenvolvidas pelo aluno, em consonância com as normas estabelecidas pelo Projeto Pedagógico dos Cursos e por este Regulamento; g) controlar, acompanhar e registrar as atividades complementares desenvolvidas pelo aluno, bem como os procedimentos administrativos inerentes a esta atividade. Seção III Do Aluno Art. 13 Compete ao aluno: a) informar-se sobre as atividades oferecidas dentro ou fora da UCB; b) inscrever-se nas atividades programadas e delas participar efetivamente; c) providenciar a documentação que comprove sua participação na(s) atividade(s) e Protocolar na Secretaria Acadêmica ou Central de Atendimento as atividades cumpridas ao final de cada período letivo, conforme calendário acadêmico. Capítulo VIII Da Avaliação Art.14 Na avaliação das Atividades Complementares devem ser considerados: a) a adequação das atividades desenvolvidas com os objetivos do curso que o aluno frequenta; b) o total de horas dedicadas à atividade;

6 c) a documentação comprobatória das atividades realizadas. Art.15 Compete ao Coordenador de Atividades Complementares avaliar os estudos ou atividades realizadas pelo aluno, considerando o determinado no ANEXO I deste Regulamento e o estabelecido nos Regulamentos dos cursos. CAPÍTULO IX Do Registro Art.16 A carga horária cumprida das Atividades Complementares é registrada, em horas, no Histórico Escolar dos alunos. Art.17 Compete ao Coordenador de Atividades Complementares registrar todas as etapas do desenvolvimento das atividades, compreendendo: a) registro da oferta; b) confirmação da inscrição; c) registro da realização; e, d) avaliação. CAPÍTULO X Do Procedimento de Entrega Art. 18. O aluno requererá no final de cada período letivo o aproveitamento das atividades complementares realizadas durante o semestre, conforme período estabelecido no Calendário Acadêmico da UCB. Parágrafo Único. O aluno que não obedecer ao prazo estabelecido no Calendário Acadêmico deverá requerer no semestre seguinte. Art. 19. O aluno deverá dirigir-se a Secretaria Acadêmica ou Central de Atendimento da Unidade da UCB e preencher o requerimento, especificando em seu corpo e anexá-lo:

7 a) Cópias dos Relatórios das atividades complementares devidamente preenchidos; e, b) Cópias dos certificados dos eventos participados. 1º. Todas as cópias deverão ser legíveis. 2º. Caberá ao aluno acompanhar, a cada semestre, o total consolidado de horas de Atividades Complementares já cumpridas e/ou as ainda necessárias. Art. 20. A Secretaria Acadêmica deverá, ao final de cada expediente, preparar os requerimentos e encaminhá-los ao Coordenador de Atividades Complementares. Art. 21. O Coordenador de Atividades Complementares deverá conceder ou não o deferimento das horas e cadastrá-las no CAF. Art. 22. Após o cadastramento no CAF, o Coordenador de Atividades Complementares, deverá devolver à Secretaria acadêmica ou Central de Atendimento, a fim de arquivamento na pasta do aluno. Art.19 Este Regulamento entra em vigor na presente data, revogando-se disposições anteriores em contrário. Art. 20 Os casos omissos serão resolvidos pela Diretoria de Graduação ouvindo a Reitoria.

8 Grupo de atividades 1.Atividades de Ensino Anexo I Modalidade de atividades Carga Horária Carga Horária Limite 1.1. Estágios Extracurriculares. _ Até 30h 1.2. Estudo Dirigido. 5h cada Até 30h 1.3. Representantes de turma 10h cada Até 20h 1.4. Vice Representante de turma 05h cada Até 20h Documentação Comprobatória Relatório e atestado comprovando as horas cumpridas. Relatório validado pelo docente ou supervisor de estágio Documentos comprobatórios pelo Coordenador do Curso. Documentos comprobatórios pelo Coordenador do Curso. 2.Atividades de Pesquisa Atividades de Extensão 2.1. Trabalhos Publicados 10h cada Até 20h 2.2. Participação em grupo de iniciação científica Participação como auxiliar em pesquisa promovida por docente da instituição Participação como palestrante em congressos ou conferencias Elaboração de artigo que não componha nota das disciplinas do curso Análise critica de artigos indexados relacionados com a área, publicados em revistas cientificas, periódicos _ 5h cada Até 20h Até 20h Relatório e cópia da publicação. Relatório validado pelo docente Relatório validado pelo docente 5 h cada Até 20 h Relatório e certificado de palestrante. 5 h cada Até 20 h 3.1. Visitas técnicas. 4 h cada Até 20 h 3.2. Assistência a defesas de monografias ou projetos finais de curso (TCC) Participação como ouvinte em apresentação de trabalho promovido por docente dentro das disciplinas do curso Participação como ouvinte em congressos, conferências Participação em cursos promovidos pela Instituição Relatório validado pelo orientador e cópia do artigo. 3 h cada Até 15 h Relatório, análise e cópia do artigo. 4 h cada Até 20 h 4 h cada Até 20 h 3.6. Participação em cursos externos _ Até 30 h 3.7. Participação em eventos promovidos pela Instituição relacionados à área da graduação (ciclo de palestras, simpósios, seminários, jornadas,etc) Participação em eventos externos relacionados a área da graduação (ciclo de palestras, simpósios, seminários, jornadas, etc). _ Relatório validado pelo profissional Relatório validado pelo docente Relatório validado pelo docente _ Até 20 h Relatório e certificado. _ Até 30 h Relatório e certificado. _ Até 30 h Até 20 h 3.9. Assistências, assessorias e consultorias. _ Até 20 h Participação enquanto expectador em eventos que ampliem conhecimentos na área da graduação ou em cultura geral (eventos ou produtos artísticos e culturais filmes, teatro, etc). 3 h cada Até 21 h Relatório e certificado. Relatório e certificado ou relatório validado pela coordenação. Relatório e certificado. Relatório e parecer do profissional Relatório e comprovante ou relatório validado pela coordenação/funcionário responsável pela videoteca.

9 *O Núcleo Docente Estruturante de cada curso definirá a carga horária limite para as atividades de extensão, de pesquisa e de ensino, de acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais emanadas pelo CNE.

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FISIOTERAPIA CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FISIOTERAPIA CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FISIOTERAPIA CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES Art.1º O presente Regulamento disciplina a oferta, o funcionamento e o registro acadêmico das

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE IDEAL PAULISTA

REGULAMENTO GERAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE IDEAL PAULISTA REGULAMENTO GERAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE IDEAL PAULISTA 1 APRESENTAÇÃO Este Regulamento visa esclarecer ao acadêmico, a estrutura, o funcionamento e o modo de

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Curso de Graduação em Pedagogia - Licenciatura - Piracanjuba-GO 2016 SUMÁRIO CAPÍTULO I - DAS FINALIDADES... 5 CAPITULO II - DO LOCAL DE REALIZAÇÃO... 6 CAPÍTULO

Leia mais

Assunto: Regulamento das Atividades Complementares. O Diretor da Faculdade de Tecnologia Tupy Curitiba, no uso de suas atribuições,

Assunto: Regulamento das Atividades Complementares. O Diretor da Faculdade de Tecnologia Tupy Curitiba, no uso de suas atribuições, RESOLUÇÃO N o 105/2011 do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Faculdade de Tecnologia Tupy Curitiba Assunto: Regulamento das Atividades Complementares. O Diretor da Faculdade de Tecnologia Tupy

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DA FACULDADE DE COLIDER - FACIDER CURSO DE ADMINISTRAÇÃO, bacharelado. Aos 20 dias do mês de agosto do ano de dois mil e treze, Coordenação do Curso de Administração, bacharelado da Faculdade

Leia mais

F O R T A L E Z A

F O R T A L E Z A ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO F O R T A L E Z A 2 0 1 5 R E G U L A M E N T O D E A T I V I D A D E S C O M P L E M E N T A R E S D O S C U R S O S S U P E R I O R E S D A F A C U L D A D E L O

Leia mais

FACULDADE ALDETE MARIA ALVES Instituição Ituramense de Ensino Superior

FACULDADE ALDETE MARIA ALVES Instituição Ituramense de Ensino Superior REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE ALDETE MARIA ALVES FAMA 1 CAPÍTULO I DAS FINALIDADES Art. 1º. O presente Regulamento disciplina as Atividades Complementares

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PREVISTAS PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE ALDETE MARIA ALVES FAMA CAPÍTULO I DAS FINALIDADES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PREVISTAS PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE ALDETE MARIA ALVES FAMA CAPÍTULO I DAS FINALIDADES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PREVISTAS PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE ALDETE MARIA ALVES FAMA CAPÍTULO I DAS FINALIDADES Art. 1º. O presente Regulamento disciplina as Atividades

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamento das Atividades Complementares da Faculdade de Administração da Universidade de Rio Verde UniRV -. CAPÍTULO I DAS FINALIDADES Art. 1º As Atividades

Leia mais

REGULAMETO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

REGULAMETO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RORAIMA DEPARTAMENTO DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CÂMPUS BOA VISTA REGULAMETO DAS

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE AGRONOMIA DO IFES CAMPUS SANTA TERESA

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE AGRONOMIA DO IFES CAMPUS SANTA TERESA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE AGRONOMIA DO IFES CAPÍTULO I DAS FINALIDADES Art. 1º - As atividades complementares são parte integrante do Projeto Pedagógico do Curso de Agronomia

Leia mais

Faculdades Integradas Ipitanga

Faculdades Integradas Ipitanga REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DAS FACULDADES INTEGRADAS IPITANGA Válido a partir 01/06/2011 CAPÍTULO I DAS ATIVIDADES Art. 1 o As Atividades Complementares têm a finalidade

Leia mais

FACULDADE FRUTAL - FAF

FACULDADE FRUTAL - FAF FACULDADE FRUTAL - FAF REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PREVISTAS PARA OS CURSOS DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO, NUTRIÇÃO, SERVIÇO SOCIAL E PARA O CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA Frutal/MG

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS Art. 1º - Este Regulamento visa normatizar as Atividades Complementares do Curso de História. Parágrafo único As Atividades Complementares

Leia mais

FACULDADE IESCAMP. Credenciado pela Portaria n 1.222, de 14 de Abril de REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

FACULDADE IESCAMP. Credenciado pela Portaria n 1.222, de 14 de Abril de REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Campinas, SP 2016 REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I FINALIDADES Art.1 - As Atividades Complementares são componentes curriculares dos Cursos Superiores

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS Art. 1º - Este Regulamento visa normatizar as Atividades Complementares do Curso de Engenharia

Leia mais

FACULDADE FRUTAL - FAF

FACULDADE FRUTAL - FAF FACULDADE FRUTAL - FAF REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PREVISTAS PARA OS CURSOS DE BACHARELADOS EM ADMINISTRAÇÃO, NUTRIÇÃO, SERVIÇO SOCIAL E PARA O CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA /MG 2016

Leia mais

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA ESCOLA DE NEGÓCIOS

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA ESCOLA DE NEGÓCIOS 1 MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA ESCOLA DE NEGÓCIOS PALMAS TO, 2015 2 1. AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Este manual define as orientações básicas das Atividades Complementares da Escola de Negócios

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE PEDAGOGIA CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE PEDAGOGIA CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE PEDAGOGIA CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS Art. 1º - Este Regulamento visa normatizar as Atividades Complementares do Curso de Pedagogia. Parágrafo

Leia mais

Regulamento das Atividades Complementares do. Curso de Bacharelado em. Ciência da Computação

Regulamento das Atividades Complementares do. Curso de Bacharelado em. Ciência da Computação Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Minas Gerais - Campus Formiga Curso de Bacharelado em Ciência da Computação Regulamento das Atividades Complementares do Curso

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS, CIENTÍFICAS E CULTURAIS DOS CURSOS SUPERIORES DO INSTITUTO FEDERAL DE RORAIMA - CAMPUS BOA VISTA.

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS, CIENTÍFICAS E CULTURAIS DOS CURSOS SUPERIORES DO INSTITUTO FEDERAL DE RORAIMA - CAMPUS BOA VISTA. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RORAIMA DEPARTAMENTO DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CAMPUS BOA VISTA REGULAMENTO

Leia mais

EDITAL N.º 003 / COORDENAÇÃO DE MEDICINA. Data: 18/06/2015

EDITAL N.º 003 / COORDENAÇÃO DE MEDICINA. Data: 18/06/2015 EDITAL N.º 003 / 2015- COORDENAÇÃO DE MEDICINA Data: 18/06/2015 Súmula: Ato complementar às Atividades Acadêmicas Complementares. O Coordenador do Curso de Medicina da Faculdade Assis Gurgacz-FAG, de Cascavel,

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO UGB. Capítulo I Das Disposições Gerais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO UGB. Capítulo I Das Disposições Gerais REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO UGB Capítulo I Das Disposições Gerais Art. 1º. Este Regulamento dispõe sobre as Atividades Complementares nos Cursos de Graduação do

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE FARMÁCIA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES As atividades complementares são prática acadêmicas obrigatórias

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE REDENTOR METROPOLITANA

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE REDENTOR METROPOLITANA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE REDENTOR METROPOLITANA Art. 1º O presente Regulamento integra o Projeto Pedagógico dos Cursos de Graduação da FACULDADE REDENTOR

Leia mais

RESOLUÇÃO N 008/2013

RESOLUÇÃO N 008/2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA (UNILA) CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N 008/2013 Regulamenta as Atividades Acadêmicas Complementares nos cursos de graduação

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL DO CÂMPUS APUCARANA DA UTFPR

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL DO CÂMPUS APUCARANA DA UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL DO

Leia mais

NORMAS COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES INDEPENDENTES

NORMAS COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES INDEPENDENTES NORMAS COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES INDEPENDENTES Art. 1º As Complementares Independentes integram o currículo do curso de graduação de Fonoaudiologia, no sentido da sua flexibilização, sendo

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ANÁPOLIS UNIEVANGELICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ANÁPOLIS UNIEVANGELICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ANÁPOLIS UNIEVANGELICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ANÁPOLIS-GO 2010 1 CAPÍTULO I DAS FINALIDADES Art. 1º As Atividades Complementares são consideradas

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DA ÁREA DE SAÚDE DA ASCES.

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DA ÁREA DE SAÚDE DA ASCES. REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DA ÁREA DE SAÚDE DA ASCES. 1. JUSTIFICATIVA Tomando-se como referência a missão institucional ASCES que visa o favorecimento da qualificação formal,

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FAMETRO

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FAMETRO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FAMETRO CAPÍTULO I - DAS FINALIDADES Art. 1º - As Atividades Complementares se constituem em parte integrante o currículo dos cursos

Leia mais

REGULAMENTO PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Modalidade EaD

REGULAMENTO PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Modalidade EaD REGULAMENTO PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1 I I Modalidade EaD REGULAMENTO PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES MODALIDADE EaD Diretoria de Operações Acadêmicas EaD Este regulamento apresenta um conjunto

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ATIVIDADES COMPLEMENTARES 0 FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIA DA BAHIA FATEC/BA ATIVIDADES COMPLEMENTARES Alagoinhas/BA 2014 1 SUMÁRIO I - DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 2 II DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES... 2 III - CRITÉRIOS PARA

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DE CACOAL-FACIMED Autorizado Portaria Nº 306, de 20 de maio de Regulamento das Atividades Complementares

FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DE CACOAL-FACIMED Autorizado Portaria Nº 306, de 20 de maio de Regulamento das Atividades Complementares FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DE CACOAL-FACIMED Autorizado Portaria Nº 306, de 20 de maio de 2014 CURSO DE BACHARELADO EM ARQUITETURA E URBANISMO Cacoal - RO 2016 2 ATIVIDADES COMPLEMENTARES As Atividades

Leia mais

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Belo Horizonte 2017 1 Prezado(a) aluno(a): Este é o Manual de Atividades Complementares do Curso Superior de Tecnologia em Estética e Cosmética do Centro Universitário

Leia mais

FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS-FUPAC FACULDADE PRESIDENTE ANTONIO CARLOS DE UBERLÂNDIA

FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS-FUPAC FACULDADE PRESIDENTE ANTONIO CARLOS DE UBERLÂNDIA FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS-FUPAC FACULDADE PRESIDENTE ANTONIO CARLOS DE UBERLÂNDIA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Capítulo I Das Disposições Gerais ARTIGO 1º O presente Regulamento tem

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DESEMBARGADOR SÁVIO BRANDÃO - FAUSB

FACULDADES INTEGRADAS DESEMBARGADOR SÁVIO BRANDÃO - FAUSB FACULDADES INTEGRADAS DESEMBARGADOR SÁVIO BRANDÃO - FAUSB REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES VÁRZEA GRANDE - 2015 A Diretora Acadêmica da Faculdade Integradas Desembargador Sávio Brandão - FAUSB,

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA BACHARELADO

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA BACHARELADO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA BACHARELADO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º As Atividades Complementares são componentes curriculares obrigatórios

Leia mais

Macapá-2011 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Macapá-2011 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Macapá-2011 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO Art. 1º As Atividades Complementares

Leia mais

REGULAMENTO PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO Art. 1º As Atividades Complementares (AC) atendem ao Parecer n 776/97 da CES, que trata das Diretrizes Curriculares dos Cursos

Leia mais

REGISTRO DE ATIVIDADES ACADÊMICAS DE CUNHO CIENTÍFICO CULTURAL - AACC PARACATU - MG. PDF created with pdffactory Pro trial version

REGISTRO DE ATIVIDADES ACADÊMICAS DE CUNHO CIENTÍFICO CULTURAL - AACC PARACATU - MG. PDF created with pdffactory Pro trial version REGISTRO DE ATIVIDADES ACADÊMICAS DE CUNHO CIENTÍFICO CULTURAL - AACC PARACATU - MG 1 Acadêmico Filiação / / Data de Nascimento Naturalidade Endereço É acadêmico matriculado no curso de Graduação na Faculdade

Leia mais

REGULAMENTO PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO Art. 1º As Complementares (AC) atendem ao Parecer n 776/97 da CES, que trata das Diretrizes Curriculares dos cursos de graduação,

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS, CIENTÍFICAS E CULTURAIS COMPLEMENTARES - AACC

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS, CIENTÍFICAS E CULTURAIS COMPLEMENTARES - AACC REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS, CIENTÍFICAS E CULTURAIS COMPLEMENTARES - AACC CAPÍTULO I DAS FINALIDADES. Artigo 1º As Atividades Acadêmicas, Científicas e Culturais - AACC Atividades são consideradas

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA E LICENCIATURAS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA E LICENCIATURAS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA E LICENCIATURAS JUNHO DE 2014. REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS SUPERIORES TÍTULO I - DA NATUREZA E DAS

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENFERMAGEM

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENFERMAGEM REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENFERMAGEM CAPÍTULO I DEFINIÇÃO Art. 1º As Atividades Complementares, com a sigla ACs, do Curso de Enfermagem têm a obrigatoriedade ditada pelas Diretrizes

Leia mais

Manual de Atividades Complementares

Manual de Atividades Complementares CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Manual de Atividades Complementares Belo Horizonte 1 Prezado(a) aluno(a): Este é o Manual de Atividades Complementar

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA BACHARELADO

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA BACHARELADO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA BACHARELADO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º As Atividades Complementares são componentes curriculares

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO Este regulamento normatiza o cumprimento da carga horária relativa às atividades complementares para os cursos de graduação da Faculdade

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO ESCOLA PAULISTA DE POLÍTICA, ECONOMIA E NEGÓCIOS CURSO DE CIÊNCIAS ATUARIAIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES BACHARELADO EM CIÊNCIAS ATUARIAIS Regulamento das

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENFERMAGEM. ELABORAÇÃO:Professoras Cléa Vaz Menezes e Mitiyo Shoji Araujo

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENFERMAGEM. ELABORAÇÃO:Professoras Cléa Vaz Menezes e Mitiyo Shoji Araujo REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENFERMAGEM ELABORAÇÃO:Professoras Cléa Vaz Menezes e Mitiyo Shoji Araujo Art. 1º O presente Regulamento visa normatizar as Atividades Complementares

Leia mais

ANEXO B REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Da caracterização

ANEXO B REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Da caracterização ANEXO B REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamento aprovado pela Comissão de Curso em 25 de maio de 2012 Este anexo regulamenta as Atividades Acadêmica- Científico-Culturais do Curso de Engenharia

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES FACULDADE VICENTINA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Estabelece normas para o funcionamento das Atividades Complementares do curso de filosofia da Faculdade Vicentina. SEÇÃO I DOS OBJETIVOS Art.

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Campinas, 27 de maio de Prof. Robisom Damasceno Calado Presidente

R E S O L U Ç Ã O. Campinas, 27 de maio de Prof. Robisom Damasceno Calado Presidente RESOLUÇÃO CONSEACC/CP 9/2015 APROVA O REGULAMENTO DO COMPONENTE CURRICULAR ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO CAMPUS CAMPINAS DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF. O Presidente

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA REGULAMENTO DAS ATIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA REGULAMENTO DAS ATIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA DA CAPÍTULO I DAS FINALIDADES Art. 1º - Este regulamento

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES/ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES/ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES/ATIVIDADES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 O presente conjunto de normas tem por finalidade regulamentar as Atividades Complementares e Atividades

Leia mais

NORMAS DE FUNCIONAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

NORMAS DE FUNCIONAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Página 1 de 13 CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA DIRETORIA DE ENSINO (DIREN) DEPARTAMENTO DE ENSINO SUPERIOR (DEPES) DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE INFORMÁTICA (DEPIN) BACHARELADO

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES CURRICULARES COMPLEMENTARES DO CURSO DE SECRETARIADO EXECUTIVO

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES CURRICULARES COMPLEMENTARES DO CURSO DE SECRETARIADO EXECUTIVO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES CURRICULARES COMPLEMENTARES DO CURSO DE SECRETARIADO EXECUTIVO Art. 1º A Coordenação do Curso de Secretariado Executivo, para o cumprimento das Atividades Curriculares Complementares,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL SUL-RIO-GRANDENSE CÂMPUS PASSO FUNDO CURSO SUPERIOR EM ENGENHARIA CIVIL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL SUL-RIO-GRANDENSE CÂMPUS PASSO FUNDO CURSO SUPERIOR EM ENGENHARIA CIVIL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL SUL-RIO-GRANDENSE CÂMPUS PASSO FUNDO CURSO SUPERIOR EM ENGENHARIA CIVIL REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Dispõe sobre o regramento operacional das atividades

Leia mais

Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul RESOLUÇÃO Nº 58, DE 27 DE OUTUBRO DE 2015.

Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul RESOLUÇÃO Nº 58, DE 27 DE OUTUBRO DE 2015. RESOLUÇÃO Nº 58, DE 27 DE OUTUBRO DE 2015. O COLEGIADO DE CURSO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA, do Centro de Ciências Humanas e Sociais, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, considerando

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Simone da Silva Gomes Cardoso, Diretora da FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E AGRÁRIAS DE ITAPEVA, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo Regimento Interno

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS CÂMPUS DE PALMAS CURSO DE JORNALISMO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS CÂMPUS DE PALMAS CURSO DE JORNALISMO REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES Apresentação As Atividades Complementares são componentes curriculares obrigatórios que possibilitam o reconhecimento, por avaliação, de habilidades, conhecimentos

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR Aprovação:

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES SUMÁRIO SUMÁRIO... 2 CAPÍTULO I... 3 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 3 CAPÍTULO II... 3 DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES... 3 CAPÍTULO

Leia mais

TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS

TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CAMPUS DE RIO PARANAÍBA COORDENAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Campus Universitário - Caixa Postal 22 - Rio Paranaíba - MG - 38810-000 REGULAMENTO N. 1, DE 8 DE AGOSTO

Leia mais

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Belo Horizonte 2015 1 Prezado(a) aluno(a): Este é o Manual de Atividades Complementares do Curso Superior de Tecnologia em Estética e Cosmética do Centro Universitário

Leia mais

ANEXO II REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

ANEXO II REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ANEXO II REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Este regulamento é próprio das Atividades Complementares do Curso de Direito do Centro Universitário Dinâmica das Cataratas - UDC e será regido por essas

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO II DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO II DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º. Este Regulamento dispõe sobre as Atividades Complementares na Faculdade do Futuro. CAPÍTULO II DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art.1º O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as Atividades Complementares nas modalidades presencial e Educação

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 049, DE 11 DE FEVEREIRO DE Curso de Matemática/CPAN do Curso de Matemática do Câmpus do Pantanal/UFMS, a partir de 2015.

RESOLUÇÃO Nº 049, DE 11 DE FEVEREIRO DE Curso de Matemática/CPAN do Curso de Matemática do Câmpus do Pantanal/UFMS, a partir de 2015. RESOLUÇÃO Nº 049, DE 11 DE FEVEREIRO DE 2015. O CONSELHO DE CÂMPUS DO CÂMPUS DO PANTANAL, da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições legais e considerando a Resolução

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA UFSC CURSO DE ENGENHARIA DE MATERIAIS / CAMPUS BLUMENAU

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA UFSC CURSO DE ENGENHARIA DE MATERIAIS / CAMPUS BLUMENAU UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA UFSC CURSO DE ENGENHARIA DE MATERIAIS / CAMPUS BLUMENAU REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS Regulamento aprovado pelo Colegiado de Curso em

Leia mais

Regulamentação de Atividades Complementares. Bacharelado em Sistemas de Informação Unileste-MG

Regulamentação de Atividades Complementares. Bacharelado em Sistemas de Informação Unileste-MG Regulamentação de Atividades Complementares Bacharelado em Sistemas de Informação Unileste-MG COORDENAÇÕES DA AREA DE CIÊNCIAS EXATAS Estabelece normas e critérios de horas para a realização das atividades

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E ESTUDO DE PORTO FERREIRA

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E ESTUDO DE PORTO FERREIRA ASSOCIAÇÃO DE ESCOLAS REUNIDAS ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E ESTUDO DE PORTO FERREIRA ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE TECNÓLOGO EM SISTEMAS PARA INTERNET REGULAMENTO 2 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Leia mais

Portaria nº. 73/09 Universitas

Portaria nº. 73/09 Universitas Portaria nº. 73/09 Universitas Dispõe sobre o regulamento das Atividades Complementares, que deverão ser cumpridas pelos alunos dos cursos de graduação, modalidades tecnólogo e bacharelado, ministrados

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES 2017 1 Este documento visa apresentar o regulamento das atividades complementares curriculares que envolvem vivências relacionadas à extensão, à iniciação científica,

Leia mais

Faculdade De Quatro Marcos REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Faculdade De Quatro Marcos REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES 2014 SUMÁRIO CAPÍTULO I... 3 Disposições preliminares... 3 CAPÍTULO II... 3 Das atividades complementares... 3 Seção I... 4 Atividades de iniciação científica...

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Aprovado pela Resolução CONSUNI nº 32/16, de 20/07/16. Capítulo I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento tem

Leia mais

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FARMÁCIA

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FARMÁCIA MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FARMÁCIA Belo Horizonte 2016 Presidente do Grupo Splice Antônio Roberto Beldi Reitor João Paulo Barros Beldi Secretária-Geral Jacqueline Guimarães Ribeiro

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 043 CONSUPER/2013

RESOLUÇÃO Nº 043 CONSUPER/2013 RESOLUÇÃO Nº 043 CONSUPER/2013 Dispõe sobre o regulamento das Atividades Curriculares Complementares no âmbito do Instituto Federal Catarinense. O Presidente do do Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO BACHARELADO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CAMPUS DO MUCURI. CAPÍTULO I Das finalidades

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO BACHARELADO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CAMPUS DO MUCURI. CAPÍTULO I Das finalidades REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO BACHARELADO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CAMPUS DO MUCURI CAPÍTULO I Das finalidades Art. 1º As Atividades Complementares (AC) são parte integrante do currículo

Leia mais

FACULDADE DE ORLÂNDIA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS CURRICULARES COMPLEMENTARES

FACULDADE DE ORLÂNDIA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS CURRICULARES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS CURRICULARES COMPLEMENTARES Profª. Ms. Ana Laura Arruda Diretora Geral Profª. Ms. Maria Suzana de Oliveira Campos Coordenadora de Acadêmicas Curriculares Complementares

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO- CIENTÍFICO-CULTURAIS DO CURSO DE LETRAS DA FACULDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE - FAPEPE

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO- CIENTÍFICO-CULTURAIS DO CURSO DE LETRAS DA FACULDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE - FAPEPE REGULAMENTO DAS ACADÊMICO- CIENTÍFICO-CULTURAIS DO CURSO DE LETRAS DA FACULDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE - FAPEPE REGULAMENTO DAS ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS CURSO DE LETRAS - LICENCIATURA LÍNGUA PORTUGUESA

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO Aprovado pela Resolução CONSUNI nº 17/14, de 21/05/14. Capítulo I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento

Leia mais

UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL CURSO DE FONOAUDIOLOGIA

UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL CURSO DE FONOAUDIOLOGIA UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL CURSO DE FONOAUDIOLOGIA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES COORDENADORA Susana Elena Delgado ELABORAÇÃO Conselho do Curso 20 2 INTRODUÇÃO A Lei de Diretrizes e Bases

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NO CURSO DE MEDICINA DA FCM - UFMT

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NO CURSO DE MEDICINA DA FCM - UFMT REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NO CURSO DE MEDICINA DA FCM - UFMT Fixa normas para o funcionamento das Atividades Complementares no âmbito da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Federal

Leia mais

P O R T A R I A. Esta Portaria entra em vigor nesta data, revogando a Portaria DA n.º 06/2010, de 22 de. Curitiba, 22 de janeiro de 2014.

P O R T A R I A. Esta Portaria entra em vigor nesta data, revogando a Portaria DA n.º 06/2010, de 22 de. Curitiba, 22 de janeiro de 2014. PORTARIA PROEPE N.º 18/2014 ALTERA O REGULAMENTO PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL: PUBLICIDADE E PROPAGANDA, BACHARELADO, MATRIZ CURRICULAR 2009 E MATRIZ CURRICULAR 2013,

Leia mais

Atividades Complementares

Atividades Complementares Atividades Complementares O objetivo das atividades complementares é diversificar e enriquecer a formação do estudante com atividades e situações inerentes à profissão, bem como a vivência de situações

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES As Atividades Complementares constituem-se em ações de ensino, pesquisa e extensão de caráter obrigatório a serem desenvolvidas pelo acadêmico no transcorrer do curso de graduação

Leia mais

Anexo X ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Anexo X ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Anexo X ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO O Colegiado do Curso de Bacharelado em Sistemas de Informação, em conformidade às diretrizes do Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO (CONSEPE)

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO (CONSEPE) UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO (CONSEPE) RESOLUÇÃO N.º 1022/2008 Publicado no D.O.E. de 18-12-08, p.45/46 Regulamenta as Atividades Complementares

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA AGRONÔMICA

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA AGRONÔMICA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO CAMPUS BOM JESUS DA LAPA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES SEÇÃO I DOS OBJETIVOS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES SEÇÃO I DOS OBJETIVOS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Fixa as normas para o funcionamento das Atividades Complementares no âmbito do Curso de Graduação em Psicologia da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto

Leia mais

P O R T A R I A. Curitiba, 22 de janeiro de André Luís Gontijo Resende Pró-Reitor de Ensino, Pesquisa e Extensão FAE CENTRO UNIVERSITÁRIO

P O R T A R I A. Curitiba, 22 de janeiro de André Luís Gontijo Resende Pró-Reitor de Ensino, Pesquisa e Extensão FAE CENTRO UNIVERSITÁRIO PORTARIA PROEPE N.º 31/2014 APROVA O REGULAMENTO PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO, BACHARELADO, MATRIZ CURRICULAR 2013, DA FAE CENTRO UNIVERSITÁRIO. O Pró-Reitor de Ensino, Pesquisa

Leia mais

CAPÍTULO II DA CONSTITUIÇÃO, DA CARGA HORÁRIA E DA PONTUAÇÃO

CAPÍTULO II DA CONSTITUIÇÃO, DA CARGA HORÁRIA E DA PONTUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas/MG. CEP 371-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063. reitoria@unifal-mg.edu.br REGULAMENTAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE TECNOLOGIA CURSO DE ENGENHARIA COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO CARGA HORÁRIA: 128 horas Esse documento consiste

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BIOMEDICINA CAPÍTULO I - DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES E SUAS FINALIDADES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BIOMEDICINA CAPÍTULO I - DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES E SUAS FINALIDADES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BIOMEDICINA CAPÍTULO I - DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES E SUAS FINALIDADES Art. 1º - As Atividades são parte integrante do currículo do Curso de Biomedicina,

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CIMATEC REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Fixa normas para as atividades complementares no âmbito da Faculdade de Tecnologia SENAI CIMATEC. CAPÍTULO I DAS FINALIDADES

Leia mais

FACULDADE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E MEIO AMBIENTE - FAMA. REGULAMENTO DAS ATIVIDADES CURRICULARES COMPLEMENTARES- ACCs

FACULDADE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E MEIO AMBIENTE - FAMA. REGULAMENTO DAS ATIVIDADES CURRICULARES COMPLEMENTARES- ACCs FACULDADE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E MEIO AMBIENTE - FAMA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES CURRICULARES COMPLEMENTARES- ACCs CLEVELÂNDIA PR 2016 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES CURRICULARES COMPLEMENTARES- ACCs CURSO

Leia mais

ANEXO IV REGULAMENTO DAS ATIVIDADES CURRICULARES COMPLEMENTARES (ACCs) DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIENCIAS SOCIAS - LICENCIATURA

ANEXO IV REGULAMENTO DAS ATIVIDADES CURRICULARES COMPLEMENTARES (ACCs) DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIENCIAS SOCIAS - LICENCIATURA ANEXO IV REGULAMENTO DAS ATIVIDADES CURRICULARES COMPLEMENTARES (ACCs) DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIENCIAS SOCIAS - LICENCIATURA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES CURRICULARES COMPLEMENTARES (ACCs) SEÇÃO I DAS

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Campinas, 22 de maio de Profa. Luciana Rita Stracialano Parada Presidente

R E S O L U Ç Ã O. Campinas, 22 de maio de Profa. Luciana Rita Stracialano Parada Presidente RESOLUÇÃO CONSEACC/CP 4/2013 ALTERA O REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CAMPUS CAMPINAS DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF. A Presidente do Conselho Acadêmico de Campus CONSEACC, do Campus Campinas,

Leia mais

NORMATIVA INTERNA FAC/MG N 009

NORMATIVA INTERNA FAC/MG N 009 NORMATIVA INTERNA FAC/MG N 009 ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE TECNOLOGIAS DA FACULDADE ADJETIVO - CETEP Este documento contém as informações necessárias para que os alunos da Faculdade Adjetivo

Leia mais