Sétima Lista - Lei de Faraday

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sétima Lista - Lei de Faraday"

Transcrição

1 Sétima Lista - Lei de Faraday FGE211 - Física III Sumário O fluxo magnético através de uma superfície S é definido como Φ B = B da A Lei da Indução de Faraday afirma que a força eletromotriz (fem) induzida em uma bobina que contém N espiras é proporcional ao negativo da taxa de variação do fluxo magnético: S ε = N dφ B dt A direção da corrente induzida é dada pela lei de Lenz que afirma que correntes induzidas produzem campos magnéticos que tendem às mudanças do fluxo magnético que as induziram. A força eletromotriz induzida pela lei de Faraday está associada a um campo elétrico não-conservativo: ε = E nc d s. Dicas para resolução de problemas Vimos que, devido a lei de Faraday, há uma fem induzida devido a variação do fluxo magnético: ε = N dφ B dt. Para um condutor, a fem induzida gera uma corrente I = ε R, onde R é a resistência do circuito. Para calcular a corrente induzida e sua direção, os passos abaixo podem ser úteis: 1

2 1. Para um circuito fechado de área A defina um vetor de área A de tal forma que ele aponte na direção do seu dedão (para a conveniência de aplicar a regra da mão direito mais para frente). Calcule o fluxo magnético através do circuito usando B A ( B uniforme) Φ B = B da ( B nao-uniforme) Determine também o sinal de Φ B. 2. Avalie a taxa de variação temporal do fluxo magnético (dφ B /dt). Tenha em mente que esta taxa pode variar devido a: mudanças no campo magnético (db/dt 0); mudanças na área do circuito se o condutor estiver se movendo (da/dt 0); mudança na orientação do circuito com relação ao campo magnético (dθ/dt 0) Não esqueça de determinar o sinal de dφ B /dt. 3. O sinal da fem induzida é oposto ao sinal de dφ B /dt. 4. A direção da corrente induzida é obtida usando a lei de Lenz. Questões conceituais 1. Um imã em forma de barra cai no meio de um anel circular como mostra a figura 1. Figura 1: Imã em barra caindo no meio de um anel circular condutor. 2

3 (a) Qualitativamente, qual a mudança do fluxo magnético através do anel quando a barra está acima e abaixo dele? (b) Faça um gráfico da corrente induzida no anel como uma função do tempo, escolhendo I positivo quando a direção é anti-horária (vista de cima). 2. Dois anéis circulares A e B tem seus planos paralelos um ao outro como mostra a figura 2. A corrente do anel A está se movendo na direção anti-horária (vista de cima). Figura 2: Dois anéis paralelos. (a) Se a corrente no anel A diminui com o tempo, qual a direção da corrente induzida no anel B? Os dois anéis vão se atrair ou se repelir? (b) Se a corrente no anel A aumenta com o tempo, qual a direção da corrente induzida no anel B? Os dois anéis vão se atrair ou se repelir? 3. Uma casca esférica condutora é colocada em um campo magnético variável. Há uma corrente induzida no equador? 4. Um loop retangular se move através de um campo magnético uniforme mas a corrente induzida é zero? Como isso é possível? Problemas 1. Anel retangular perto de um fio Um fio infinito carrega uma corrente I e é posto a esquerda de um anel retangular de largura w e altura l como mostra a figure 3. (a) Determine o fluxo magnético através do anel retangular devido a corrente I. (b) Sponha que a corrente é uma função do tempo I(t) = a+bt, onde a e b são constantes positivas. Qual a fem induzida no anel e qual a direção da corrente induzida? 3

4 Figura 3: Anel retangular perto de um fio. 2. Anel com área variável Um anel quadrado de lado l é posto em um campo magnético uniforme apontando para dentro da página como mostra a figura 4 (a). Durante um intervalo de tempo t, o anel é esticado como mostra a figura. Assuma que a resistência total do anel é R. Ache a corrente induzida no anel. Figura 4: Anel quadrado posto em campo magnético uniforme e esticado pelas suas extremidades. 3. Bastão deslizando Um bastão condutor de comprimento l é livre para deslizar em duas barras condutoras paralelas como mostra a figure 5. Dois resistores R 1 e R 2 estão conectados nas extremidades das barras. Há um campo magnético apontando para dentro da página. Suponha que um agente externe puxe a barra para a esquerda com uma velocidade constante v. Avalie: (a) As correntes nos dois resistores. (b) A potência total dissipada pelos resistores. (c) A força aplicada necessária para manter a velocidade do bastão constante. 4

5 Figura 5: Bastão de comprimento l deslizando sobre duas barras condutoras. 4. Barra se movendo Uma barra constante de comprimento l se move com velocidade v perpendicular a um fio infinito pelo qual passa uma corrente I como mostra a figura 6. Qual a diferença de potencial entre as extremidades da barra? Figura 6: Barra se movendo perpendicularmente a um fio infinito. 5. Campo magnético variando no tempo Um anel circular de raio a é colocado em um campo magnético perpendicular a normal do anel como mostra a figure 7. O campo magnético varia de acordo com a relação B(t) = B 0 +bt onde B 0 e b são constantes positivas. (a) Calcule o fluxo magnético através do anel em t = 0. (b) Calcule a fem induzida no anel. (c) Qual a corrente induzida (magnitude e direção) se o a resistência do anel é R? (d) Qual a potência dissipada no anel? 6. Anel se movimentando Um anel retangular de dimensões l e w se move com velocidade constante v se afastando de um fio infinito que carrega uma corrente I 5

6 Figura 7: Anel circular posto em um campo magnético não-uniforme perpendicular a ele. como mostra a figura 8. Se a resistência total do anel é R, qual a corrente induzida nele quando o lado inferior está a uma distância r do fio? Figura 8: Anel retangular de dimensões l e w se afastando de um fio infinito. 7. Barra deslizando Uma barra condutora de massa m e resistência R desliza sem atrito sobre dois trilhos paralelos separados por uma distância l e conectados a uma bateria que mantêm uma fem constante ɛ como mostra a figura 9. Esta região está imersa em um campo magnético constante B saindo da página. Considerando que a barra está inicialmente em repouso, mostre que após um tempo t sua velocidade pode ser dada por onde τ = mr/b 2 l 2. v = ɛ Bl ( 1 e t/τ ), 6

7 Figura 9: Barra condutora deslizando sobre trilhos condutores em uma região com campo magnético constante. 8. Barra em um plano inclinado Uma barra condutora de massa m e resistência R desliza sobre dois trilhos condutores inclinados que fazem um ângulo θ com a horizontal e estão separados por uma distância l, como mostra a figura 10. Esta região está imersa em um campo magnético constante B direcionado para cima. A barra é liberada do repouso e começa a deslizar. Figura 10: Barra deslizando em um plano inclinado em uma região de campo magnético constante. (a) Qual a corrente induzida na barra? Qual a sua direção? De a para b ou de b para a? (b) Ache a velocidade terminal da barra, v t. Após chegar na velocidade terminal: (c) Qual a corrente induzida na barra? 7

8 (d) Qual a taxa com a qual a energia elétrica é dissipada na barra? (e) Qual a taxa com que a força gravitacional realiza trabalho na barra? 9. Barra com uma polia Uma barra condutora de massa m e resistência R é puxada horizontalmente através de dois trilhos condutores paralelos separados por uma distância l. Isso é feito através de um fio de massa desprezível conectado a uma polia e a um bloco de massa M, como mostra a figura 11. Nesta região há um campo magnético constante B direcionado para cima. A barra é liberada do repouso. Figura 11: Barra sendo puxada horizontalmente por um bloco de massa M através de uma polia. (a) Suponha que em um certo instante a velocidade da barra é v. Ache a corrente induzida em função de v. Qual a direção da corrente? De a para b ou de b para a? Ignore o atrito entre as barras. (b) Resolva a equação diferencial que rege o movimento dessa barra e ache a sua velocidade em função do tempo. 10. Barra rodando Uma barra condutora de comprimento l tem uma de suas extremidades fixas e está rodando com uma velocidade angular ω em um plano perpendicular a um campo magnético uniforme B como mostra a figura 12. 8

9 Figura 12: Barra fixa em uma extremidade e rodando em um plano perpendicular a um campo magnético constante. (a) Um pequeno elemento carregado com uma carga q está a uma distância r da extremidade fixa. Mostre que a força magnética nesse elemento é F B = qbrω. (b) Mostre que a diferença de potencial entre as extremidades da barra é V = 1 2 Bωl Anel retangular se movendo em um campo magnético Um pequeno anel retangular de altura l = 10cm e largura w = 8cm cuja resistência é R = 2Ω é puxado com velocidade constante v = 2cm/s através de uma região com campo magnético uniforme B = 2T entrando na página como mostra a figura 13. Em t = 0 a frente do retângulo adentra a região com campo magnético. Há campo magnético apenas na região assinalada na figura. Figura 13: Retângulo se movendo em uma região com campo magnético. 9

10 (a) Calcule o fluxo magnético e faça um gráfico dele em função do tempo (de t = 0 até o instante em que o anel sai da região com campo magnético). (b) Ache a fem induzida e grafique-a em função do tempo. (c) Qual a direção da corrente induzida? 12. Força eletromotriz devido a um campo magnético variando no tempo Um campo magnético uniforme B é posto perpendicularmente a uma espira circular de resistência desprezível como mostra a figura 14. O campo magnético varia no tempo como mostra o gráfico. O raio da espira é r = 50cm e ela está conectada em série com um resistor de resistência R = 20Ω Figura 14: Espira em um campo magnético variando no tempo. (a) Qual a expressão para a fem induzida em termos de B z (t)? (b) Faça um gráfico da fem induzida no circuito em função do tempo. Nomeie os eixos quantitativamente (números e unidades) e cuidado com os sinais. Note que nomeamos a direção positiva da fem na figura assumindo que o campo é positivo e saindo da folha. [Resposta parcial: ɛ vale 1, 96V, 0V e 0, 98V.] (c) Grafique a corrente que passa pelo resistor. Não se esqueça de nomear os eixos quantitativamente e de indicar a direção com que a corrente flui sobre a espira em cada intervalo de tempo. [Respostas parciais: os valores da corrente são 98mA, 0A e 49mA.] (d) Faça um gráfico da produção de energia térmica no resistor em função do tempo. [Respostas parciais: os valores são 192mW, 0W e 48mW.] 10

I N S T I T U T O F E D E R A L D E E D U C A Ç Ã O, C I Ê N C I A E T E C N O L O G I A D E S A N T A C A T A R I N A C A M P U S L A G E S

I N S T I T U T O F E D E R A L D E E D U C A Ç Ã O, C I Ê N C I A E T E C N O L O G I A D E S A N T A C A T A R I N A C A M P U S L A G E S INDUÇÃO E INDUTÂNCIA I N S T I T U T O F E D E R A L D E E D U C A Ç Ã O, C I Ê N C I A E T E C N O L O G I A D E S A N T A C A T A R I N A C A M P U S L A G E S G R A D U A Ç Ã O E M E N G E N H A R I

Leia mais

Prof. A.F.Guimarães Física 3 Questões 10

Prof. A.F.Guimarães Física 3 Questões 10 Questão 1 Numa região do espaço existe um campo magnético tal que é um vetor constante no espaço, porém variável no tempo. Coloca-se neste campo uma espira contida num plano que forma um ângulo com o vetor.

Leia mais

Física Teórica II Lei de Faraday-Lenz e aplicações

Física Teórica II Lei de Faraday-Lenz e aplicações Física Teórica II Lei de Faraday-Lenz e aplicações 6ª Lista 2º semestre de 2015 ALUNO TURMA PROF. NOTA: 1) Uma haste de 1,2 kg que tem um comprimento de 1,0 m e uma resistência de 5,0 Ω, desce por um par

Leia mais

Indução eletromagnética: produção de uma força eletromotriz (fem) induzida quando um campo magnético varia com o tempo.

Indução eletromagnética: produção de uma força eletromotriz (fem) induzida quando um campo magnético varia com o tempo. Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências Exatas Departamento de Física Física III Prof. Dr. Ricardo Luiz Viana Referências bibliográficas: H. 32-2, 32-3, 32-4, 32-5 S. 30-2, 30-3, 30-4, 30-5 T.

Leia mais

Física 3 - EMB5031. Prof. Diego Duarte. (lista 10) 12 de junho de 2017

Física 3 - EMB5031. Prof. Diego Duarte. (lista 10) 12 de junho de 2017 Física 3 - EMB5031 Prof. Diego Duarte Indução e Indutância (lista 10) 12 de junho de 2017 1. Na figura 1, uma semicircunferência de fio de raio a = 2,00 cm gira com uma velocidade angular constante de

Leia mais

FIS1053 Projeto de Apoio Eletromagnetismo 09-Setembro Lista de Problemas 15 ant Revisão G4. Temas: Toda Matéria.

FIS1053 Projeto de Apoio Eletromagnetismo 09-Setembro Lista de Problemas 15 ant Revisão G4. Temas: Toda Matéria. FIS153 Projeto de Apoio Eletromagnetismo 9-Setembro-11. Lista de Problemas 15 ant Revisão G4. Temas: Toda Matéria. 1ª Questão (,): A superfície fechada mostrada na figura é constituída por uma casca esférica

Leia mais

EXERCÍCIOS FÍSICA 3ª SÉRIE

EXERCÍCIOS FÍSICA 3ª SÉRIE 3ª SÉRIE PROF. HILTON EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES ELETROMAGNETISMO INDUÇÃO ELETROMAGNÉTICA QUESTÕES OBJETIVAS Indução eletromagnética. Fluxo de indução magnética 1) (UFMG) A figura mostra um circuito composto

Leia mais

PUC-RIO CB-CTC. P4 DE ELETROMAGNETISMO sexta-feira. Nome : Assinatura: Matrícula: Turma:

PUC-RIO CB-CTC. P4 DE ELETROMAGNETISMO sexta-feira. Nome : Assinatura: Matrícula: Turma: PUC-RIO CB-CTC P4 DE ELETROMAGNETISMO 28.06.13 sexta-feira Nome : Assinatura: Matrícula: Turma: NÃO SERÃO ACEITAS RESPOSTAS SEM JUSTIFICATIVAS E CÁLCULOS EXPLÍCITOS. Não é permitido destacar folhas da

Leia mais

1. Na Figura, o fluxo de campo magnético na espira aumenta de acordo com a equação

1. Na Figura, o fluxo de campo magnético na espira aumenta de acordo com a equação Lista de exercícios 9 - Indução e Indutância 1. Na Figura, o fluxo de campo magnético na espira aumenta de acordo com a equação φ B = 6,0t2 + 7,0t, onde φb está em miliwebers e t em segundos. (a) Qual

Leia mais

INDUÇÃO ELETROMAGNÉTICA

INDUÇÃO ELETROMAGNÉTICA INDUÇÃO ELETROMAGNÉTICA 1. (ITA 2009) Uma haste metálica com 5,0 kg de massa e resistência de 2,0 Ω desliza sem atrito sobre duas barras paralelas separadas de 1,0 m, interligadas por um condutor de resistência

Leia mais

Física III Escola Politécnica GABARITO DA P3 16 de junho de 2011

Física III Escola Politécnica GABARITO DA P3 16 de junho de 2011 Física III - 4320301 Escola Politécnica - 2011 GABARITO DA P3 16 de junho de 2011 Questão 1 Um solenóide longo de comprimento h e raio R (R

Leia mais

Indução Eletromagnética

Indução Eletromagnética Indução Eletromagnética Φ ΔΦ ξ IND p/ circuito fechado i IND Fluxo magnético Variação de fluxo magnético Força eletromotriz induzida Corrente elétrica induzida Fluxo do campo magnético Φ = B A cosθ A superfície

Leia mais

INDUÇÃO MAGNÉTICA. Indução Magnética

INDUÇÃO MAGNÉTICA. Indução Magnética INDUÇÃO MAGNÉTIA Prof. ergio Turano de ouza Lei de Faraday Força eletromotriz Lei de Lenz Origem da força magnética e a conservação de energia.. 1 Uma corrente produz campo magnético Um campo magnético

Leia mais

Cap. 8 - Indução Eletromagnética

Cap. 8 - Indução Eletromagnética Universidade Federal do Rio de Janeiro Instituto de Física Física III 2014/2 Cap. 8 - Indução Eletromagnética Prof. Elvis Soares Nesse capítulo, estudaremos como um campo magnético variável pode induzir

Leia mais

Campo Magnético - Lei de Lenz

Campo Magnético - Lei de Lenz Campo Magnético - Lei de Lenz Evandro Bastos dos Santos 22 de Maio de 2017 1 Introdução Na aula passada vimos como uma variação do fluxo de campo magnético é capaz de provocar uma fem induzida. Hoje continuamos

Leia mais

Electromagnetismo Aula Teórica nº 22

Electromagnetismo Aula Teórica nº 22 Electromagnetismo Aula Teórica nº 22 Departamento de Engenharia Física Faculdade de Engenharia Universidade do Porto PJVG, LMM 1 Breve revisão da última aula O motor de corrente contínua Inductâncias A

Leia mais

I ind. Indução eletromagnética. Lei de Lenz. Fatos (Michael Faraday em 1831): 2 solenóides

I ind. Indução eletromagnética. Lei de Lenz. Fatos (Michael Faraday em 1831): 2 solenóides Lei de Lenz Fatos (Michael Faraday em 1831): solenóides A I ind A I ind ao se ligar a chave, aparece corrente induzida na outra espira I di > 0 ao se desligar a chave, também aparece corrente induzida

Leia mais

a) (1.0) Calcule o vetor força resultante sobre a carga +Q e desenhe-o no gráfico (deixe o resultado em função da constante k).

a) (1.0) Calcule o vetor força resultante sobre a carga +Q e desenhe-o no gráfico (deixe o resultado em função da constante k). P4 03//0 a Questão (.5) Três cargas puntiformes +q, -q e +Q, são mantidas fixas como representado na figura. As cargas +q e q estão localizadas sobre o eixo Y enquanto a carga de prova +Q encontra-se sobre

Leia mais

Física 3. Fórmulas e Exercícios P3

Física 3. Fórmulas e Exercícios P3 Física 3 Fórmulas e Exercícios P3 Fórmulas úteis para a P3 A prova de física 3 traz consigo um formulário contendo várias das fórmulas importantes para a resolução da prova. Aqui eu reproduzo algumas que

Leia mais

FÍSICA MÓDULO 11 INDUÇÃO ELETROMAGNÉTICA. Professor Sérgio Gouveia

FÍSICA MÓDULO 11 INDUÇÃO ELETROMAGNÉTICA. Professor Sérgio Gouveia FÍSICA Professor Sérgio Gouveia MÓDULO 11 INDUÇÃO ELETROMAGNÉTICA 1. INTRODUÇÃO Faraday e Lenz desenvolveram, a partir de 1831, o estudo do fenômeno da indução eletromagnética. Vamos descrever o fenômeno

Leia mais

Lista 10. Indução Eletromagnética

Lista 10. Indução Eletromagnética Lista 10 Indução Eletromagnética Q30.1-) Considere que ao movimentar a lâmina existe variação do fluxo do campo magnético sobre a superfície da lâmina. Por outro lado a Lei de Faraday indica que algo deve

Leia mais

Quinta Lista - Campos Magnéticos

Quinta Lista - Campos Magnéticos Quinta Lista - Campos Magnéticos FGE211 - Física III Sumário A força magnética que atua em uma partícula de carga q que se move com uma velocidade v é F b = q v B. A força magnética que atua em um cabo

Leia mais

φ = B A cosθ, em que θ é o ângulo formado entre a normal ao plano da

φ = B A cosθ, em que θ é o ângulo formado entre a normal ao plano da 01 As afirmativas: I) Falsa, pois o ângulo formado entre a normal ao plano da espira é de 60, assim o fluxo eletromagnético é: φ = B A cosθ, em que θ é o ângulo formado entre a normal ao plano da espira

Leia mais

Segunda Lista - Lei de Gauss

Segunda Lista - Lei de Gauss Segunda Lista - Lei de Gauss FGE211 - Física III 1 Sumário O fluxo elétrico que atravessa uma superfície infinitesimal caracterizada por um vetor de área A = Aˆn é onde θ é o ângulo entre E e ˆn. Φ e =

Leia mais

Indução Eletromagnética

Indução Eletromagnética Indução Eletromagnética 1 Aprendemos que uma força eletromotriz (fem) é necessária para produzir uma corrente em um circuito. Até aqui, quase sempre tomamos uma bateria como a fonte de fem. Contudo, para

Leia mais

Lei de indução de Faraday. Prof. Fábio de Oliveira Borges

Lei de indução de Faraday. Prof. Fábio de Oliveira Borges Lei de indução de Faraday Prof. Fábio de Oliveira Borges Curso de Física II Instituto de Física, Universidade Federal Fluminense Niterói, Rio de Janeiro, Brasil https://cursos.if.uff.br/!fisica2-0117/doku.php

Leia mais

EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARALELA 4º BIMESTRE

EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARALELA 4º BIMESTRE EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARALELA 4º BIMESTRE NOME Nº SÉRIE : 3º EM DATA : / / BIMESTRE 4º PROFESSOR: Renato DISCIPLINA: Física 1 VISTO COORDENAÇÃO ORIENTAÇÕES: 1. O trabalho deverá ser feito em papel

Leia mais

Fontes do Campo magnético

Fontes do Campo magnético Fontes do Campo magnético Lei de Biot-Savart Jean-Baptiste Biot (1774 1862) e Félix Savart (1791 1841) Realizaram estudos sobre as influências de um corrente elétrica sobre o campo magnético. Desenvolveram

Leia mais

Indução Eletromagnética. Geração de Energia

Indução Eletromagnética. Geração de Energia Eletricidade e Magnetismo IGC Indução Eletromagnética Oliveira Ed. Basilio Jafet sala 202 crislpo@if.usp.br Geração de Energia Todos os equipamentos e dispositivos modernos utilizam circuitos elétricos

Leia mais

Terceira Lista - Potencial Elétrico

Terceira Lista - Potencial Elétrico Terceira Lista - Potencial Elétrico FGE211 - Física III Sumário Uma força F é conservativa se a integral de linha da força através de um caminho fechado é nula: F d r = 0 A mudança em energia potencial

Leia mais

Faraday observou que correntes variáveis em um circuito geram uma corrente em um circuito

Faraday observou que correntes variáveis em um circuito geram uma corrente em um circuito Capítulo 8 Lei de Faraday Ja vimos que cargas estáticas geram campos elétricos, enquanto cargas em movimento, i.e. correntes, geram campos magnéticos. Neste capítulo, veremos uma segunda maneira de gerar

Leia mais

Verificação Suplementar 1º. semestre de /07/2017 ALUNO ATENÇÃO LEIA ANTES DE FAZER A PROVA

Verificação Suplementar 1º. semestre de /07/2017 ALUNO ATENÇÃO LEIA ANTES DE FAZER A PROVA Física Teórica II Verificação Suplementar 1º. semestre de 2017 15/07/2017 ALUNO NOTA DA TURMA PROF. PROVA 1 Assine a prova antes de começar. ATENÇÃO LEIA ANTES DE FAZER A PROVA 2 Os professores não poderão

Leia mais

COLÉGIO SHALOM Ensino Médio 3 Ano Prof.º: Wesley Disciplina Física Aluno (a):. No.

COLÉGIO SHALOM Ensino Médio 3 Ano Prof.º: Wesley Disciplina Física Aluno (a):. No. COLÉGIO SHALOM Ensino Médio 3 Ano Prof.º: Wesley Disciplina Física Aluno (a):. No. Trabalho de Recuperação Data: /12/2016 Valor: Orientações: -Responder manuscrito; -Cópias de colegas, entrega com atraso,

Leia mais

1 a Questão: (2,0 pontos)

1 a Questão: (2,0 pontos) a Questão: (, pontos) Um bloco de massa m, kg repousa sobre um plano inclinado de um ângulo θ 37 o em relação à horizontal. O bloco é subitamente impulsionado, paralelamente ao plano, por uma marretada,

Leia mais

Ismael Rodrigues Silva Física-Matemática - UFSC. cel: (48)

Ismael Rodrigues Silva Física-Matemática - UFSC. cel: (48) Ismael Rodrigues Silva Física-Matemática - UFSC cel: (48)9668 3767 Maxwell formulou um conjunto de 4 equações (equações de Maxwell) que desempenham no eletromagnetismo o mesmo papel que as leis de Newton

Leia mais

INDUÇÃO ELETROMAGNÉTICA 3 1. INTRODUÇÃO 3 2. LEI DE FARADAY LENZ

INDUÇÃO ELETROMAGNÉTICA 3 1. INTRODUÇÃO 3 2. LEI DE FARADAY LENZ SUMÁRIO INDUÇÃO ELETROMAGNÉTICA 3 1. INTRODUÇÃO 3 2. LEI DE FARADAY LENZ 5 2.1. FLUXO MAGNÉTICO 5 2.2. A LEI DE FARADAY 6 2.3. A LEI DE LENS 7 2.4. A LEI DE FARADAY-LENZ 9 EXERCÍCIOS DE COMBATE 16 2 INDUÇÃO

Leia mais

Questão 04- A diferença de potencial entre as placas de um capacitor de placas paralelas de 40μF carregado é de 40V.

Questão 04- A diferença de potencial entre as placas de um capacitor de placas paralelas de 40μF carregado é de 40V. COLÉGIO SHALOM Trabalho de recuperação Ensino Médio 3º Ano Profº: Wesley da Silva Mota Física Entrega na data da prova Aluno (a) :. No. 01-(Ufrrj-RJ) A figura a seguir mostra um atleta de ginástica olímpica

Leia mais

Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção.

Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção. Lista 12: Rotação de corpos rígidos NOME: Turma: Prof. : Matrícula: Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção. iii. Responder

Leia mais

PUC-RIO CB-CTC. P3 DE ELETROMAGNETISMO quarta-feira. Nome : Assinatura: Matrícula: Turma:

PUC-RIO CB-CTC. P3 DE ELETROMAGNETISMO quarta-feira. Nome : Assinatura: Matrícula: Turma: P3 1/6/13 PUC-IO CB-CTC P3 DE ELETOMAGNETISMO 1.6.13 quarta-feira Nome : Assinatura: Matrícula: Turma: NÃO SEÃO ACEITAS ESPOSTAS SEM JUSTIFICATIVAS E CÁLCULOS EXPLÍCITOS. Não é permitido destacar folhas

Leia mais

Eletromagnetismo - Instituto de Pesquisas Científicas

Eletromagnetismo - Instituto de Pesquisas Científicas ELETROMAGNETISMO Preciso avisar que muitas imagens dessa lição são tortas e nada profissionais. O fato é que foi eu quem as desenhei e por motivos de tempo (e preguiça) resolvi coloca-las aqui. Esse não

Leia mais

A Carga em Campos Elétricos e Magnéticos ATIVIDADES

A Carga em Campos Elétricos e Magnéticos ATIVIDADES SIMULAÇÕES - BUPHYSLETS EJS - Easy Java Simulations I - A Charge in Electric and Magnetic Fields A Carga em Campos Elétricos e Magnéticos Nesta simulação, você pode investigar uma partícula carregada,

Leia mais

Problemas de magnetismo (campo de fio retilíneo)

Problemas de magnetismo (campo de fio retilíneo) Lista de Magnetismo Problemas de magnetismo (campo de fio retilíneo) 1) (FUVEST 00) Apoiado sobre uma mesa, observa-se o trecho de um fio longo, ligado a uma bateria. Cinco bússolas são colocadas próximas

Leia mais

- Carga elétrica - Força elétrica -Campo elétrico - Potencial elétrico - Corrente elétrica - Campo magnético -Força magnetica

- Carga elétrica - Força elétrica -Campo elétrico - Potencial elétrico - Corrente elétrica - Campo magnético -Força magnetica GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: Jonas Tavares DISCIPLINA: Física SÉRIE: 3º ALUNO(a): Trabalho Recuperação 1º semestre No Anhanguera você é + Enem RELAÇÃO DE CONTEÚDOS PARA RECUPERAÇÃO - Carga elétrica - Força

Leia mais

2-ELETROMAGNETISMO (Página 24 a 115 da apostila Fundamentos do Eletromagnetismo, do professor Fernando Luiz Rosa Mussoi) (Slides da apresentação

2-ELETROMAGNETISMO (Página 24 a 115 da apostila Fundamentos do Eletromagnetismo, do professor Fernando Luiz Rosa Mussoi) (Slides da apresentação 2-ELETROMAGNETISMO (Página 24 a 115 da apostila Fundamentos do Eletromagnetismo, do professor Fernando Luiz Rosa Mussoi) (Slides da apresentação ão: Geração de Corrente Alternada do professor Clóvis Antônio

Leia mais

Eletromagnetismo. Motor Eletroimã Eletroimã. Fechadura eletromagnética Motor elétrico Ressonância Magnética

Eletromagnetismo. Motor Eletroimã Eletroimã. Fechadura eletromagnética Motor elétrico Ressonância Magnética Eletromagnetismo Motor Eletroimã Eletroimã Fechadura eletromagnética Motor elétrico Ressonância Magnética Representação de um vetor perpendicular a um plano 1 Campo Eletromagnético Regra da mão direita:

Leia mais

Física. Leo Gomes (Vitor Logullo) Eletromagnetismo

Física. Leo Gomes (Vitor Logullo) Eletromagnetismo Eletromagnetismo Eletromagnetismo 1. Um imã preso a um carrinho desloca-se com velocidade constante ao longo de um trilho horizontal. Envolvendo o trilho há uma espira metálica, como mostra a figura. Pode-se

Leia mais

Lista 12: Rotação de corpos rígidos

Lista 12: Rotação de corpos rígidos Lista 12: Rotação de Corpos Rígidos Importante: i. Ler os enunciados com atenção. ii. Responder a questão de forma organizada, mostrando o seu raciocínio de forma coerente. iii. Siga a estratégia para

Leia mais

Φ B = BA, já que o campo é homogêneo, a espira está toda inserida no campo e o vetor B é paralelo ao vetor A. Pela lei de Faraday:

Φ B = BA, já que o campo é homogêneo, a espira está toda inserida no campo e o vetor B é paralelo ao vetor A. Pela lei de Faraday: 01) Na Figura, uma espira quadrada, com 1,0m por 1,0m está imersa perpendicularmente em um campo magnético variável B(t)=(t-2) 2 mt, apontando para dentro do plano da espira. Podemos afirmar que nos tempos

Leia mais

Lista 10: Dinâmica das Rotações NOME:

Lista 10: Dinâmica das Rotações NOME: Lista 10: Dinâmica das Rotações NOME: Turma: Prof. : Matrícula: Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para serem resolvidos e entregues. ii. Ler os enunciados com atenção. iii. Responder

Leia mais

PUC-RIO CB-CTC. P2 DE ELETROMAGNETISMO terça-feira. Nome : Assinatura: Matrícula: Turma:

PUC-RIO CB-CTC. P2 DE ELETROMAGNETISMO terça-feira. Nome : Assinatura: Matrícula: Turma: PUC-RIO CB-CTC P DE ELETROMAGNETISMO 1.05.1 terça-feira Nome : Assinatura: Matrícula: Turma: NÃO SERÃO ACEITAS RESPOSTAS SEM JUSTIFICATIVAS E CÁLCULOS EXPLÍCITOS. Não é permitido destacar folhas da prova

Leia mais

EFEITO MAGNÉTICO DA CORRENTE ELÉTRICA

EFEITO MAGNÉTICO DA CORRENTE ELÉTRICA EFEITO MAGNÉTICO DA CORRENTE ELÉTRICA Em 1819, Oersted ao aproximar uma bússola de um fio percorrido por corrente, observou que a agulha se movia, até se posicionar num plano perpendicular ao fio. Esta

Leia mais

LISTA 3 - Prof. Jason Gallas, DF UFPB 10 de Junho de 2013, às 17:43. Jason Alfredo Carlson Gallas, professor titular de física teórica,

LISTA 3 - Prof. Jason Gallas, DF UFPB 10 de Junho de 2013, às 17:43. Jason Alfredo Carlson Gallas, professor titular de física teórica, Exercícios Resolvidos de Física Básica Jason Alfredo Carlson Gallas, professor titular de física teórica, Doutor em Física pela Universidade Ludwig Maximilian de Munique, Alemanha Universidade Federal

Leia mais

Plano de Estudos Independentes de Recuperação ( No período de férias escolares)

Plano de Estudos Independentes de Recuperação ( No período de férias escolares) Plano de Estudos Independentes de Recuperação ( No período de férias escolares) 3ºANO Física (Prof. Ronaldo) Carga Elétrica Processos de Eletrização. Lei de Coulomb. Campo e Potencial Elétrico. Trabalho

Leia mais

PROCESSO SELETIVO TURMA DE 2016 FASE 1 PROVA DE FÍSICA E SEU ENSINO

PROCESSO SELETIVO TURMA DE 2016 FASE 1 PROVA DE FÍSICA E SEU ENSINO PROCESSO SELETIVO TURMA DE 2016 FASE 1 PROVA DE FÍSICA E SEU ENSINO Caro professor, cara professora, esta prova tem 2 partes; a primeira parte é objetiva, constituída por 14 questões de múltipla escolha,

Leia mais

f = B. A. cos a Weber

f = B. A. cos a Weber FLUXO MAGNÉTICO (f) Tesla T f = B. A. cos a Weber Wb metros quadrados m onde a ângulo formado entre n e B UEPG 1 PERGUNTA gera Se vimos que i B, será que o contrário é gera verdadeiro? Isto é, B i? EXPERIÊNCIAS

Leia mais

Escola Politécnica FGE GABARITO DA P3 29 de junho de 2006

Escola Politécnica FGE GABARITO DA P3 29 de junho de 2006 P3 Física III Escola Politécnica - 006 FGE 03 - GABARITO DA P3 9 de junho de 006 Questão 1 Um espira retangular com lados a e b e um fio muito longo passando pelo centro da espira, ambos co-planares, foram

Leia mais

C O L É G I O K E N N E D Y / R E D E P I T Á G O R A S PLANO DE ESTUDO TRIMESTRE:2º

C O L É G I O K E N N E D Y / R E D E P I T Á G O R A S PLANO DE ESTUDO TRIMESTRE:2º C O L É G I O K E N N E D Y / R E D E P I T Á G O R A S PLANO DE ESTUDO TRIMESTRE:2º PLANO DE ESTUDO DISCIPLINA: FÍSICA PROFESSOR:MARCÃO ANO/SÉRIE: 3º ANO EM DATA DA AVALIAÇÃO: 08/08/17 CONTEÚDO(S) A SER(EM)

Leia mais

Lista 12: Rotação de corpos rígidos

Lista 12: Rotação de corpos rígidos Lista 12: Rotação de Corpos Rígidos Importante: i. Ler os enunciados com atenção. ii. Responder a questão de forma organizada, mostrando o seu raciocínio de forma coerente. iii. iv. Siga a estratégia para

Leia mais

Exame de Ingresso. Física Aplicada Física Computacional. Segundo Semestre de 2014

Exame de Ingresso. Física Aplicada Física Computacional. Segundo Semestre de 2014 Exame de Ingresso Física Aplicada Física Computacional Segundo Semestre de 2014 Código do(a) Candidato(a): 1 2 Mecânica Figura 1: questão 1 Figura 2: questão 2 1. A Fig. 1 exibe a evolução temporal do

Leia mais

Capacitores e Indutores (Aula 7) Prof. Daniel Dotta

Capacitores e Indutores (Aula 7) Prof. Daniel Dotta Capacitores e Indutores (Aula 7) Prof. Daniel Dotta 1 Sumário Capacitor Indutor 2 Capacitor Componente passivo de circuito. Consiste de duas superfícies condutoras separadas por um material não condutor

Leia mais

Eletromagnetismo - Instituto de Pesquisas Científicas

Eletromagnetismo - Instituto de Pesquisas Científicas ELETROMAGNETISMO Vamos analisar uma corrente elétrica passando por um fio, como na imagem abaixo: Podemos calcular o campo magnético através de Biot-Savart, de modo a obter: B = μ 0I 2πr Note que se analisarmos

Leia mais

Aula 10: Indução e Indutância

Aula 10: Indução e Indutância Aula 10: Indução e Indutância Curso de Física Geral III F-38 1 o semestre, 014 F38 1S014 1 Indução Aprendemos que: Uma espira condutora percorrida por uma corrente i na presença de um campo magnético sofre

Leia mais

Prof. Fábio de Oliveira Borges

Prof. Fábio de Oliveira Borges Exercícios Prof. Fábio de Oliveira Borges Curso de Física II Instituto de Física, Universidade Federal Fluminense Niterói, Rio de Janeiro, Brasil http://cursos.if.uff.br/fisica2-2015/ Exercício 01 01)

Leia mais

b) determine a direção e sentido do vetor campo magnético nesse ponto indicado.

b) determine a direção e sentido do vetor campo magnético nesse ponto indicado. COLÉGIO SHALOM Ensino Médio 3 Ano Prof.º: Wesley Disciplina Física Aluno (a):. No. Trabalho de Recuperação Data: /12/2017 Valor: 1 - (UEL-PR) Um fio longo e retilíneo, quando percorridos por uma corrente

Leia mais

Magnetismo e movimento de cargas. Fontes de Campo Magnético. Prof. Cristiano Oliveira Ed. Basilio Jafet sala 202

Magnetismo e movimento de cargas. Fontes de Campo Magnético. Prof. Cristiano Oliveira Ed. Basilio Jafet sala 202 Eletricidade e Magnetismo - IME Fontes de Campo Magnético Prof. Cristiano Oliveira Ed. Basilio Jafet sala 202 crislpo@if.usp.br Magnetismo e movimento de cargas Primeira evidência de relação entre magnetismo

Leia mais

Questão 1. Questão 3. Questão 2

Questão 1. Questão 3. Questão 2 Questão 1 A autoindutância (ou simplesmente indutância) de uma bobina é igual a 0,02 H. A corrente que flui no indutor é dada por:, onde T = 0,04 s e t é dado em segundos. Obtenha a expressão da f.e.m.

Leia mais

Lista 5: Trabalho e Energia

Lista 5: Trabalho e Energia Lista 5: Trabalho e Energia NOME: Matrícula: Turma: Prof. : Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção. iii. Responder a

Leia mais

Aula 19 - Força Magnética sobre Correntes Elétricas

Aula 19 - Força Magnética sobre Correntes Elétricas Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências Exatas Departamento de Física Física III Prof. Dr. Ricardo Luiz Viana Referências bibliográficas: H. 3-7, 3-8 S. 28-7, 28-8, 28-9 T. 24-1, 24-3 Aula 19

Leia mais

COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD PISM III- TRIÊNIO PROVA DE FÍSICA

COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD PISM III- TRIÊNIO PROVA DE FÍSICA PISM III- TRIÊNIO 008-00 Na solução da prova, use quando necessário: Aceleração da gravidade g = 0 m / s 8 ;Velocidade da luz no vácuo c = 3,0 0 m/s Permeabilidade magnética do vácuo = 7 µ T m A 0 4π 0

Leia mais

Condensador equivalente de uma associação em série

Condensador equivalente de uma associação em série Eletricidade Condensadores São componente constituído por dois condutores separados por um isolador: os condutores são chamados armaduras (ou placas) do condensador e o isolante é o dielétrico do condensador.

Leia mais

Quarta Lista - Capacitores e Dielétricos

Quarta Lista - Capacitores e Dielétricos Quarta Lista - Capacitores e Dielétricos FGE211 - Física III Sumário Um capacitor é um dispositivo que armazena carga elétrica e, consequentemente, energia potencial eletrostática. A capacitância C de

Leia mais

FÍSICA II. 02. Uma das extremidades de um fio de comprimento 3,0 m é presa a um diapasão elétrico; a outra passa por

FÍSICA II. 02. Uma das extremidades de um fio de comprimento 3,0 m é presa a um diapasão elétrico; a outra passa por FÍSICA II Esta prova tem por finalidade verificar seus conhecimentos das leis que regem a natureza. Interprete as questões do modo mais simples e usual. Não considere complicações adicionais por fatores

Leia mais

FÍSICA II. (Dados sen 30 o = 0,5 e g = 10 m/s 2 )

FÍSICA II. (Dados sen 30 o = 0,5 e g = 10 m/s 2 ) FÍSCA Esta prova tem por finalidade verificar seus conhecimentos das leis que regem a natureza. nterprete as questões do modo mais simples e usual. Não considere complicações adicionais por fatores não

Leia mais

PROCESSO SELETIVO TURMA DE 2009 FASE 1 PROVA DE CONHECIMENTOS DE FÍSICA

PROCESSO SELETIVO TURMA DE 2009 FASE 1 PROVA DE CONHECIMENTOS DE FÍSICA SELEÇÃO 9 PROCESSO SELETIVO TURMA DE 9 FASE PROVA DE CONHECIMENTOS DE FÍSICA Caro professor, esta prova tem questões de caráter objetivo (múltipla escolha) sobre física básica. A duração da prova é de

Leia mais

PROCESSO DE INGRESSO NA UPE

PROCESSO DE INGRESSO NA UPE PROCESSO DE INGRESSO NA UPE FÍSICA 2º dia 1 FÍSICA VESTIBULAR Nas questões com respostas numéricas, considere π = 3,00 e o módulo da aceleração da gravidade como g = 10,0 m/s 2 1. Um tanque de uma refinaria

Leia mais

Exemplo. T 1 2g = -2a T 2 g = a. τ = I.α. T 1 T 2 g = - 3a a g = - 3a 4a = g a = g/4. τ = (T 1 T 2 )R. T 1 T 2 = Ma/2 T 1 T 2 = a.

Exemplo. T 1 2g = -2a T 2 g = a. τ = I.α. T 1 T 2 g = - 3a a g = - 3a 4a = g a = g/4. τ = (T 1 T 2 )R. T 1 T 2 = Ma/2 T 1 T 2 = a. Exercícios Petrobras 2008 eng. de petróleo Dois corpos de massa m 1 = 2 kg e m 2 = 1 kg estão fixados às pontas de uma corda com massa e elasticidade desprezíveis, a qual passa por uma polia presa ao

Leia mais

Lista de Exercícios. Campo Magnético e Força Magnética

Lista de Exercícios. Campo Magnético e Força Magnética Lista de Exercícios Campo Magnético e Força Magnética 1. Um fio retilíneo e longo é percorrido por uma corrente contínua i = 2 A, no sentido indicado pela figura. Determine os campos magnéticos B P e B

Leia mais

Física I Reposição 2 3/12/2014

Física I Reposição 2 3/12/2014 Nota Física I Reposição 3/1/014 NOME MATRÍCULA TURMA PROF. Lembrete: A prova consta de 6 questões discursivas (que deverão ter respostas justificadas, desenvolvidas e demonstradas matematicamente) e 14

Leia mais

BCJ Lista de Exercícios 7

BCJ Lista de Exercícios 7 BCJ0204-2016.1 Lista de Exercícios 7 1. Um dos primeiros métodos para se medir a velocidade da luz utilizava a rotação de uma roda dentada com velocidade angular constante. Um feixe de luz passava através

Leia mais

LISTA DE EXECÍCIOS AULA 3 FÍSICA ELETRICIDADE

LISTA DE EXECÍCIOS AULA 3 FÍSICA ELETRICIDADE LISTA DE EXECÍCIOS AULA 3 FÍSICA ELETRICIDADE DENSIDADE DE CORRENTE E VELOCIDADE DE ARRASTE 1) A American Wire Gauge (AWG) é uma escala americana normalizada usada para padronização de fios e cabos elétricos.

Leia mais

a) 65 m b) 70 m c) 75 m d) 80 m e) 85 m Despreze a resistência do ar e adote g = 10 m/s 2 Resolução 1) No trajeto de B para C, temos: γ s = V B

a) 65 m b) 70 m c) 75 m d) 80 m e) 85 m Despreze a resistência do ar e adote g = 10 m/s 2 Resolução 1) No trajeto de B para C, temos: γ s = V B 46 c Se uma pessoa conseguiu percorrer a distância de 3 000 m em 45 minutos, sua velocidade escalar média, nesse intervalo, foi: a),0 km/h b) 3,0 km/h c) 4,0 km/h d) 6,0 km/h e) 6,7 km/h A velocidade escalar

Leia mais

Capítulo 29. Objetivos do Aprendizado

Capítulo 29. Objetivos do Aprendizado Capítulo 29 Objetivos do Aprendizado OA 29.1.0 Resolver problemas relacionados a campos magnéticos produzidos por correntes. OA 29.1.1 Desenhar um elemento de corrente em um fio e indicar a orientação

Leia mais

Dicas de Física - Walfredo

Dicas de Física - Walfredo Dicas de Física - Walfredo Questão 01) A figura abaixo representa uma região do espaço onde existe um campo elétrico uniforme (E), criado por duas placas paralelas, submetidas a uma diferença de potencial

Leia mais

EXPERIMENTO 10: MEDIDAS DA COMPONENTE HORIZONTAL DO CAMPO MAGNÉTICO TERRESTRE

EXPERIMENTO 10: MEDIDAS DA COMPONENTE HORIZONTAL DO CAMPO MAGNÉTICO TERRESTRE EXPERIMENTO 10: MEDIDAS DA COMPONENTE HORIZONTAL DO CAMPO MAGNÉTICO TERRESTRE 10.1 OBJETIVOS Determinar o valor da componente horizontal da indução magnética terrestre local. 10.2 INTRODUÇÃO Num dado lugar

Leia mais

Prof. Dr. Ronaldo Rodrigues Pelá. 12 de março de 2013

Prof. Dr. Ronaldo Rodrigues Pelá. 12 de março de 2013 GIROSCÓPIO Mecânica II (FIS-26) Prof. Dr. Ronaldo Rodrigues Pelá IEFF-ITA 12 de março de 2013 Roteiro 1 2 Roteiro 1 2 Dinâmica F (ext) = M a CM τ (ext) = d L dt L = M r CM v CM + L CM τ (ext) CM = d L

Leia mais

Letras em Negrito representam vetores e as letras i, j, k são vetores unitários.

Letras em Negrito representam vetores e as letras i, j, k são vetores unitários. Lista de exercício 3 - Fluxo elétrico e Lei de Gauss Letras em Negrito representam vetores e as letras i, j, k são vetores unitários. 1. A superfície quadrada da Figura tem 3,2 mm de lado e está imersa

Leia mais

Unimonte, Engenharia Física Elétrica, prof. Simões. Força magnética sobre um fio que conduz uma corrente elétrica. Escolha a alternativa correta

Unimonte, Engenharia Física Elétrica, prof. Simões. Força magnética sobre um fio que conduz uma corrente elétrica. Escolha a alternativa correta Unimonte, Engenharia Física Elétrica, prof. Simões Força magnética sobre um fio que conduz uma corrente elétrica Escolha a alternativa correta 1. (MACKENZIE) Um condutor retilíneo de comprimento 0,5 m

Leia mais

FORÇA ELECTROMOTRIZ INDUZIDA

FORÇA ELECTROMOTRIZ INDUZIDA Departamento de Física da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa Electromagnetismo A 2009/2010 FORÇA ELECTROMOTRIZ INDUZIDA Neste trabalho é induzida uma força electromotriz num circuito condutor

Leia mais

Primeira Lista de Exercícios.

Primeira Lista de Exercícios. Figure 1: Diagrama esquemático do MHS da partícula do exercício 1. Primeira Lista de Exercícios. 1. Uma partícula que se move num movimento harmônico simples de período T como o da Figura 1 está em x m

Leia mais

Indutores. Prof. Fábio de Oliveira Borges

Indutores. Prof. Fábio de Oliveira Borges Indutores Prof. Fábio de Oliveira Borges Curso de Física II Instituto de Física, Universidade Federal Fluminense Niterói, Rio de Janeiro, Brasil https://cursos.if.uff.br/!fisica2-0117/doku.php Indutância

Leia mais

6.1. Determine o momento de inércia de uma régua de comprimento L e densidade uniforme nas seguintes situações:

6.1. Determine o momento de inércia de uma régua de comprimento L e densidade uniforme nas seguintes situações: 6.1. Determine o momento de inércia de uma régua de comprimento L e densidade uniforme nas seguintes situações: a) em relação ao eixo que passa pelo centro e é perpendicular ao plano da régua; b) em relação

Leia mais

PROCESSO SELETIVO TURMA DE 2015 FASE 1 PROVA DE FÍSICA E SEU ENSINO

PROCESSO SELETIVO TURMA DE 2015 FASE 1 PROVA DE FÍSICA E SEU ENSINO PROCESSO SELETIVO TURMA DE 2015 FASE 1 PROVA DE FÍSICA E SEU ENSINO Caro professor, cara professora esta prova tem 2 partes; a primeira parte é objetiva, constituída por 14 questões de múltipla escolha,

Leia mais

Lista de exercícios 8 Campos magnéticos produzidos por corrente

Lista de exercícios 8 Campos magnéticos produzidos por corrente Lista de exercícios 8 Campos magnéticos produzidos por corrente 1. Em um certo local das Filipinas o campo magnético da Terra tem um modulo de 39 µt, é horizontal e aponta exatamente para o norte. Suponha

Leia mais

Física III Escola Politécnica GABARITO DA P3 6 de julho de 2017

Física III Escola Politécnica GABARITO DA P3 6 de julho de 2017 Física III - 43303 Escola Politécnica - 017 GABARITO DA P3 6 de julho de 017 Questão 1 Um circuito com resistência R, contido no plano xy, é constituído por dois arcos de circunferência com raios r 1 e

Leia mais

Duração do exame: 2:30h Leia o enunciado com atenção. Justifique todas as respostas. Identifique e numere todas as folhas da prova.

Duração do exame: 2:30h Leia o enunciado com atenção. Justifique todas as respostas. Identifique e numere todas as folhas da prova. Duração do exame: :3h Leia o enunciado com atenção. Justifique todas as respostas. Identifique e numere todas as folhas da prova. Problema Licenciatura em Engenharia e Arquitetura Naval Mestrado Integrado

Leia mais

FORÇA MAGNÉTICA SOBRE CONDUTORES

FORÇA MAGNÉTICA SOBRE CONDUTORES 73 11 FORÇA MAGNÉTCA SOBRE CONDUTORES 11.1 - EFETO DE UM ÍMÃ EM UM FO CONDUZNDO CORRENTE Considere o campo magnético uniforme entre os pólos de um imã permanente, como pode ser visto na figura 11.1. N

Leia mais

Letras em Negrito representam vetores e as letras i, j, k são vetores unitários.

Letras em Negrito representam vetores e as letras i, j, k são vetores unitários. Lista de exercícios 4 Potencial Elétrico Letras em Negrito representam vetores e as letras i, j, k são vetores unitários. 1. Boa parte do material dos anéis de Saturno está na forma de pequenos grãos de

Leia mais

EXERCÍCIOS FÍSICA 3ª SÉRIE

EXERCÍCIOS FÍSICA 3ª SÉRIE 3ª SÉRIE PROF. HILTON EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES ELETROMAGNETISMO FONTES DO CAMPO MAGNÉTICO QUESTÕES OBJETIVAS Condutor retilíneo. Ação entre condutores 1) (Vunesp) Considere os fenômenos seguintes. I.

Leia mais

FICHA DE TRABALHO DE FÍSICA E QUÍMICA A DEZEMBRO 2010

FICHA DE TRABALHO DE FÍSICA E QUÍMICA A DEZEMBRO 2010 FICHA DE TRABALHO DE FÍSICA E QUÍMICA A DEZEMBRO 2010 APSA Nº11 11º Ano de Escolaridade 1- Classifique como verdadeiras ou falsas cada uma das seguintes afirmações, corrigindo estas últimas sem recorrer

Leia mais

FÍSICA I. 02. Observa-se, na figura a seguir, uma corda fixa em suas extremidades na qual foi estabelecida uma onda estacionária.

FÍSICA I. 02. Observa-se, na figura a seguir, uma corda fixa em suas extremidades na qual foi estabelecida uma onda estacionária. FÍSICA I Esta prova tem por finalidade verificar seus conhecimentos das leis que regem a natureza. Interprete as questões do modo mais simples e usual. Não considere complicações adicionais por fatores

Leia mais