Comunicado Técnico 13

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Comunicado Técnico 13"

Transcrição

1 Comunicado Técnico 13 ISSN X Junho Uberaba - MG Planejamento e Implantação de um apiário Instruções Técnicas Responsáveis: Gisele Cristina Favero Mestre em Zootecnia FAZU - Faculdades Associadas de Uberaba Caio Camargo Barros Magalhães Eduardo Silva Campos Luiz Humberto Resende Graduandos de Zootecnia FAZU - Faculdades Associadas de Uberaba

2 INTRODUÇÃO Neste comunicado técnico serão apresentadas algumas informações relevantes para a instalação de apiários fixos. Fonte: Favo de Mel A apicultura é uma das atividades mais antigas e importantes do mundo, prestando grande contribuição ao homem através da produção de mel, geléia real, própolis, cera e pólen, bem como pela sua contribuição na agricultura por meio dos serviços de polinização realizados pelas abelhas, além de ser um trabalho muito gratificante para o homem (Wiese, 2005). Um apiário é caracterizado como um conjunto racional de colméias devidamente instaladas em locais que permitem maior facilidade de manejo pelo apicultor. A colméia é a casa da abelha. Fabricada pelo homem, deve seguir rigorosamente as mesmas medidas que as abelhas adotam para a construção de seus favos (ALMANAQUE RURAL, 2004). O desenvolvimento da atividade apícola está diretamente vinculado a uma florada abundante, à disponibilidade de água de qualidade às abelhas, ao mercado consumidor e às pessoas interessadas e capazes de se dedicarem a essa atividade de forma empreendedora (EMATER, 2000). LOCALIZAÇÃO DE APIÁRIOS A boa localização de um apiário é um dos fatores que influenciam a produção, o manejo e também os custos envolvidos na atividade. O fator chave determinante na produção é a florada existente na região. Assim, quanto mais variadas e duradouras forem as floradas, maior será a produção. É importante também considerar a distância em que essa florada se encontra com relação às colméias. Uma boa florada, quando está localizada distante do apiário, pode não ser muito aproveitada, visto que as abelhas gastariam muita energia durante o transporte do néctar e pólen para as colméias. Além da abundância em floradas, o apiário deve oferecer segurança à vizinhança e ao próprio apicultor, devido ao comportamento defensivo apresentado pelas abelhas. CARACTERÍSTICAS IDEAIS DE UM LOCAL DE IMPLANTAÇÃO O pasto apícola ou floradas deve estar localizado o mais próximo possível do apiário, sendo recomendado um raio de ação de até 1,7 km (ALBANEZ, 2000); As fontes de água para as abelhas devem estar localizadas até 500 m das colméias. Se o apiário não apresentar fontes naturais ou fontes abundantes e de alta qualidade de água, podem-se instalar

3 bebedouros, banheiras velhas ou mesmo caixas de água nas suas proximidades, periodicamente supridas com água limpa (COUTO et al., 2006); A escolha do local deve obedecer às exigências das abelhas e visar a segurança do homem e seu entorno. Recomenda-se que o terreno esteja localizado a, no mínimo, 300 m de qualquer habitação humana, animais e estradas movimentadas (ALMANAQUE RURAL, 2004); O local deve ser bem drenado (não sujeito a enchentes), plano, de fácil acesso do apicultor e de veículos para o transporte de materiais e equipamentos, protegido contra correntes fortes de ventos e bem sombreado. No caso de apiários fixos, é possível ainda, com o tempo, circundar o local com cerca viva (eucaliptos, astrapéias, sansão do campo, amor-agarradinho, etc.) que, além de delimitar a área, dificulta o acesso de animais e crianças (COUTO et al., 2006); A maioria das floradas de interesse apícola permite a instalação de apiários entre 400 e 600 m um do outro, sem queda na sua produtividade (COUTO et al., 2006). PREPARO DO TERRENO Antes da instalação do apiário é fundamental que se realize a limpeza do terreno, retirando toda a vegetação arbustiva e herbácea presentes no local onde serão instaladas as colméias. Além disto, é necessário fazer capinas periódicas ou corte da grama para manter o apiário limpo e evitar o ataque de formigas e cupins nas colméias. Fonte: Criação de animais DISTRIBUIÇÃO DAS COLMÉIAS De acordo com COUTO et al. (2006), a distribuição das colméias em um terreno depende muito do espaço disponível e do tipo de apiário. O importante é que as colméias sejam colocadas sobre suportes individuais, de tal modo que um alvado (entrada da colméia) não interfira no outro. MODELO DA COLMÉIA A colméia Langstroth, Standard ou Americana é o modelo mais recomendado para a apicultura, pois, além de possuir maior facilidade no manejo, respeita o espaço-abelha. Ela é dividida em fundo ou assoalho (com alvado amplo), ninho ou área para cria, melgueira, quadros, sendo de dois tipos (um para ninho e outro para melgueira), tela excluidora (localizada entre o ninho e a melgueira, não permite a passagem da rainha do ninho para a melgueira) e tampa (proteção da colméia). Além disto, recomenda-se que a colméia seja sustentada por um cavalete, evitando assim contato direto com o solo. Na figura abaixo pode ser melhor visualizada uma colméia de Langstroth.

4 Fonte: Criação de animais MATERIAL APÍCOLA A maior parte do material necessário para se desenvolver a apicultura pode ser fabricada pelo próprio apicultor, mas também pode ser encontrada em varias casas especializadas em apicultura. Vestimenta do apicultor Para o manejo com as abelhas, é importante que o apicultor adquira roupas específicas que o defendam de qualquer acidente. Fabricadas em diversos modelos e materiais, têm em comum cores claras, já que as abelhas se irritam com cores escuras (ALMANAQUE RURAL, 2004). A vestimenta completa é composta de macacão, máscara, luvas e botas. Outros equipamentos apícolas O manejo com as abelhas exige, além da vestimenta, utensílios indispensáveis como fumegador, formão, escova, gaiolas de transporte, desoperculadores, centrífuga, mesa desoperculadora e tanque decantador. Dependendo do tipo de criação que o apicultor pretende realizar, pode-se também equipar as colméias com alimentadores artificiais, coletores de pólen e própolis e tampa de ventilação para transporte.

5 REFERÊNCIAS ALBANEZ, J. R. Apicultura: atividade apícola. EMATER, Disponível em: Acesso em 18/11/2010. COUTO, R. H. N.; COUTO, L. A. Apicultura: Manejo e Produtos. 3 ed. Jaboticabal: FUNEP, p., REVISTA ALMANAQUE RURAL, Apicultura, n. 01. São Paulo: Escala, p. WIESE, Helmuth. Apicultura: Novos Tempos. In: WIESE, Helmuth. Apicultura: Novos tempos. 2. ed. Guaíra: Agro Livros, Cap. 1, p. 16 O sucesso do seu negócio depende de uma boa orientação técnica. CONSULTE UM ZOOTECNISTA. Laboratório de Análise de Solo Laboratório de Análise de Nutrição Animal Laboratório de Análise Microbiológica de água e alimentos Laboratório de Análise Físico-Química de alimentos Av. do Tutuna. nº 720. Bairro Tutunas CEP: Uberaba-MG (34)

CARTILHA TÉCNICA DE APICULTURA

CARTILHA TÉCNICA DE APICULTURA CARTILHA TÉCNICA DE APICULTURA Maio de 2015 Patrocínio: LISTA DE FIGURAS Figura 1. Produtos da apicultura.... 4 Figura 2. Abelha Rainha.... 5 Figura 3. Operárias numa caixa de abelha.... 6 Figura 4. Zangões....

Leia mais

Serviço Público Federal Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense Pró-Reitoria de Ensino

Serviço Público Federal Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense Pró-Reitoria de Ensino DISCIPLINA: Consórcios Zoofrutícola (Aves e Apicultura) Vigência: a partir de 2011/2 Período Letivo: 1º ano Carga horária Total: 60 h Código: VG_TEC032 E Ementa: Discussões e análises criteriosas das principais

Leia mais

[1º passo] [2º passo] [3º passo] [4º passo] [5º passo] [6º passo]

[1º passo] [2º passo] [3º passo] [4º passo] [5º passo] [6º passo] 1 de 5 10/16/aaaa 10:58 Apicultura Apicultura : Povoamento do apiário Nome Apicultura : povoamento do apiário Produto Informação Tecnológica Data Agosto -2000 Preço - Linha Apicultura Informações resumidas

Leia mais

1. INTRODUÇÃO 2. CONSTITUIÇÃO DA COLÔNIA. A constituição de uma colônia é a seguinte: 60000 a 80000 abelhas operárias; 1 rainha e 0 a 400 zangões.

1. INTRODUÇÃO 2. CONSTITUIÇÃO DA COLÔNIA. A constituição de uma colônia é a seguinte: 60000 a 80000 abelhas operárias; 1 rainha e 0 a 400 zangões. Obtenção do Mel Katiani Silva Venturini 1 (e-mail: katiani_sv@hotmail.com) Miryelle Freire Sarcinelli 1 (e-mail: miryelle@hotmail.com) Luís César da Silva 2 (website: www.agais.com) 1. INTRODUÇÃO Abelhas

Leia mais

APICULTURA NA COMUNIDADE QUILOMBOLA DOURADOS/MS

APICULTURA NA COMUNIDADE QUILOMBOLA DOURADOS/MS APICULTURA NA COMUNIDADE QUILOMBOLA DOURADOS/MS Loan Henrique Pereira da Silva¹; Andréa Maria de Araújo Gabriel 2 ; Euclides Reuter de Oliveira 2 ; Nausira Noriko Namiuchi 2 ; Osvaldo de Souza Carbonari

Leia mais

Prof. Maria Cristina Lorenzon/UFRRJ

Prof. Maria Cristina Lorenzon/UFRRJ Prof. Maria Cristina Lorenzon/UFRRJ Apicultor de Hoje Deve ser atualizar Cultivar Bons Hábitos Monitorar seu Desempenho Ser Organizado Preocupar-se com a Saúde das Abelhas Deve Anotar (POR ANO) - Mel (kg),

Leia mais

Oportunidade de Negócio: APIÁRIO

Oportunidade de Negócio: APIÁRIO Oportunidade de Negócio: APIÁRIO Maio/2007 1 PORTUNIDADE DE NEGÓCIO FICHA BÁSICA SEGMENTO: Apicultura DESCRIÇÃO: Fabricação de mel e própolis PÚBLICO ALVO: Supermercados, mercados, mercearias, farmácias,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE RETIFICAÇÃO 01 DO EDITAL Nº

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE RETIFICAÇÃO 01 DO EDITAL Nº SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE RETIFICAÇÃO 01 DO EDITAL Nº 36/2011-Reitoria/IFRN CONCURSO PÚBLICO GRUPO MAGISTÉRIO O REITOR DO INSTITUTO

Leia mais

NOÇÕES BÁSICAS DE APICULTURA

NOÇÕES BÁSICAS DE APICULTURA 1 NOÇÕES BÁSICAS DE APICULTURA Eliel Freitas Junior 1 A partir de agora estaremos estudando a própria atividade de aproveitamento da produção excedente de mel,cera, pólen, própolis e geleia real. A isso

Leia mais

Apicultura Básica. Apicultura Básica. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Apicultura Básica. Apicultura Básica. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Apicultura Básica Apicultura Básica Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Ministro: Jorge Alberto Portanova Mendes Ribeiro Filho COMISSÃO

Leia mais

EIXO TECNOLÓGICO: PRODUÇÃO ALIMENTÍCIA. Disciplinas da Formação Técnica Específica - FTE

EIXO TECNOLÓGICO: PRODUÇÃO ALIMENTÍCIA. Disciplinas da Formação Técnica Específica - FTE SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DO E STADO DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL- SUPROF DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DIRDEP EIXO TECNOLÓGICO: PRODUÇÃO ALIMENTÍCIA EMENTÁRIO:

Leia mais

Projeto Rainha Solidária CEMIG D MEL NOBRE MEL NOBRE. dilzair@cemig.com.br melnobregv@hotmail.com mnunesmenezes@uol.com.br CEMIG D CEMIG D CEMIG D

Projeto Rainha Solidária CEMIG D MEL NOBRE MEL NOBRE. dilzair@cemig.com.br melnobregv@hotmail.com mnunesmenezes@uol.com.br CEMIG D CEMIG D CEMIG D XIX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2010 22 a 26 de novembro São Paulo - SP - Brasil Projeto Rainha Solidária Dilzair Alvimar de Oliveira Nelson Gonçalves da Silva Marcos Nunes

Leia mais

XVIII SEMINARIO NORDESTINO DE PECUÁRIA

XVIII SEMINARIO NORDESTINO DE PECUÁRIA XVIII SEMINARIO NORDESTINO DE PECUÁRIA JOÃO LUIZ ALEIXO DA SILVA (LULA DO MEL) BIÓLOGO CRBIO: 19.365/5-D - PÓS-GRADUADO EM APICULTURA PÓS-GRADUADO EM SAÚDE PÚBLICA - MESTRANDO EM GESTÃO E AUDITORIAS AMBIENTAIS

Leia mais

PRODUÇÃO DE PÓLEN APÍCOLA

PRODUÇÃO DE PÓLEN APÍCOLA PRODUÇÃO DE PÓLEN APÍCOLA Maria Luisa Teles Marques Florêncio Alves Zootecnista, Ms, PqC do Polo Regional Vale do Paraíba/APTA marialuisa@apta.sp.gov.br Os grãos de pólen ou simplesmente pólen, são estruturas

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DO PRODUTOR

CARACTERIZAÇÃO DO PRODUTOR 1 de 11 10/16/aaaa 10:57 Caracterização do produtor Operações que compõe o sistema Recomendações técnicas Especificação dos coeficientes técnicos do sistema para um apiário de 20 colméias Equipamentos

Leia mais

Comunicado Técnico 06

Comunicado Técnico 06 Comunicado Técnico 06 ISSN 2177-854X Agosto. 2010 Uberaba - MG Irrigação de Pastagens Instruções Técnicas Responsáveis: André Luis Teixeira Fernandes; E-mail: andre.fernandes@fazu.br Engenheiro Agrônomo;

Leia mais

Suporte técnico a pequenos e médios apicultores do município de Cassilandia-MS

Suporte técnico a pequenos e médios apicultores do município de Cassilandia-MS Suporte técnico a pequenos e médios apicultores do município de Cassilandia-MS Wagner da Paz Andrade 1 ; Gustavo Haralampidou da Costa Vieira 2 1 Estudante do Curso de Agronomia da UEMS, Unidade Universitária

Leia mais

Unipampa Campus Dom Pedrito Curso de Zootecnia Disciplina de Apicultura Profa. Lilian Kratz Semestre 2015/2

Unipampa Campus Dom Pedrito Curso de Zootecnia Disciplina de Apicultura Profa. Lilian Kratz Semestre 2015/2 Unipampa Campus Dom Pedrito Curso de Zootecnia Disciplina de Apicultura Profa. Lilian Kratz Semestre 2015/2 Limpeza e desinfecção das colméias Importante para: - qualidade de vida das abelhas - boa produção

Leia mais

Sumário. 1. Objetivo 2. Manipulação na colheita de mel Manejo de campo. 3. Instalações. 4. Higiene Pessoal. 5. Higiene na Produção

Sumário. 1. Objetivo 2. Manipulação na colheita de mel Manejo de campo. 3. Instalações. 4. Higiene Pessoal. 5. Higiene na Produção SEBRAE DO RIO GRANDE DO SUL Presidente do Conselho Deliberativo Carlos Rivaci Sperotto Sumário Diretor-Superintendente Derly Cunha Fialho Diretora de Operações Susana Maria Kakuta Diretor de Gestão Eduardo

Leia mais

NEGÓCIOS. criar abelhas. APICULTURA: a arte de PEQUENOS

NEGÓCIOS. criar abelhas. APICULTURA: a arte de PEQUENOS APICULTURA: a arte de criar abelhas Desde sua criação, em setembro de 2007, a Comissão de Estudo Especial de Cadeia Apícola (ABNT/CEE-87) vem desempenhando papel estratégico para o desenvolvimento da apicultura

Leia mais

Comunicado Técnico 08

Comunicado Técnico 08 Comunicado Técnico 08 ISSN 2177-854X Setembro. 2010 Uberaba - MG Automação em Sistemas de Irrigação Responsáveis: Ana Paula P.M.Guirra E-mail: anappmg_irrig@yahoo.com.br Tecnóloga em Irrigação e Drenagem;

Leia mais

Curiosidades A Vida das Abelhas.

Curiosidades A Vida das Abelhas. Curiosidades A Vida das Abelhas. Se as abelhas desaparecessem da face da terra, a espécie humana teria somente mais 4 anos de vida. Sem abelhas não há polinização, ou seja, sem plantas, sem animais, sem

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina ENT375 Apicultura

Programa Analítico de Disciplina ENT375 Apicultura Catálogo de Graduação 06 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Entomologia - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Número de créditos: 4 Teóricas Práticas Total Duração em semanas:

Leia mais

Apicultura Sustentável na Propriedade Familiar de Base Ecológica

Apicultura Sustentável na Propriedade Familiar de Base Ecológica ISSN 1981-5999 Apicultura Sustentável na Propriedade Familiar de Base Ecológica 64 Introdução Esta publicação tem o objetivo de orientar agricultores familiares, assentados da reforma agrária, apicultores

Leia mais

MEMORIAL ECONÔMICO - SANITÁRIO DE ESTABELECIMENTO DE ABATE MODELO 01

MEMORIAL ECONÔMICO - SANITÁRIO DE ESTABELECIMENTO DE ABATE MODELO 01 MEMORIAL ECONÔMICO - SANITÁRIO DE ESTABELECIMENTO DE ABATE MODELO 01 4. Categoria do estabelecimento. 5. Espécie de animais que pretende sacrificar. 6. Processo de matança (descrição detalhada). 7. Velocidade

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO

A UTILIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO A UTILIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL PARA A GESTÃO DA APICULTURA DE PEQUENO PORTE Valdemar Azolini* Vera Mariza Henriques de Miranda Costa** Introdução As micro e as pequenas empresas desempenham um papel

Leia mais

ABELHAS Apis mellifera

ABELHAS Apis mellifera 141 Coleção SENAR Acesse também o portal de educação à distância do SENAR: www.canaldoprodutor.com.br/eadsenar SGAN Quadra 601, Módulo K Ed. Antônio Ernesto de Salvo - 1º andar Brasília-DF - CEP: 70830-903

Leia mais

Características Sócio-econômicas da Apicultura no Ceará. Forma de Apresentação: Apresentação sem debatedor Grupo de Pesquisa: 7 Agricultura familiar

Características Sócio-econômicas da Apicultura no Ceará. Forma de Apresentação: Apresentação sem debatedor Grupo de Pesquisa: 7 Agricultura familiar Características Sócio-econômicas da Apicultura no Ceará Forma de Apresentação: Apresentação sem debatedor Grupo de Pesquisa: 7 Agricultura familiar AUTORES: 1. Débora Gaspar Feitosa Freitas CPF: 456309503-63

Leia mais

ABELHAS. Instalação do apiário. Coleção SENAR. Apis mellifera

ABELHAS. Instalação do apiário. Coleção SENAR. Apis mellifera Coleção SENAR 141 ABELHAS Apis mellifera Instalação do apiário Serviço Nacional de Aprendizagem Rural Presidente do Conselho Deliberativo João Martins da Silva Júnior Entidades Integrantes do Conselho

Leia mais

DIRETORIA DA CÁRITAS DIOCESANA DE ALMENARA:

DIRETORIA DA CÁRITAS DIOCESANA DE ALMENARA: Jequitinhonha - MG, maio de 2014 Realização: Patrocínio: Expediente DIRETORIA DA CÁRITAS DIOCESANA DE ALMENARA: DIRETOR PRESIDENTE: Jorge Rodrigues Pereira DIRETOR VICE PRESIDENTE: Adão Pereira dos Santos

Leia mais

Apicultura para Principiantes

Apicultura para Principiantes Apicultura para Principiantes Extraido do livro: Aprendendo com as abelhas a viver em sociedade de minha autoria. Como criar abelhas em 11 passos - l. Localização 1 - Verifique se o local em que você pretende

Leia mais

ABC. da Agricultura Familiar. Criação de abelhas (apicultura)

ABC. da Agricultura Familiar. Criação de abelhas (apicultura) ABC da Agricultura Familiar Criação de abelhas (apicultura) Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Informação Tecnológica Embrapa Meio-Norte Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Leia mais

Liberação comercial Eucalipto geneticamente modificado (H421) Potenciais riscos para a apicultura Brasileira

Liberação comercial Eucalipto geneticamente modificado (H421) Potenciais riscos para a apicultura Brasileira Liberação comercial Eucalipto geneticamente modificado (H421) Potenciais riscos para a apicultura Brasileira Esther Margarida Bastos Fundação Ezequiel Dias/ Belo Horizonte/ MG A apicultura é de fundamental

Leia mais

FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE DE PALMAS DIRETORIA DE CONTROLE AMBIENTAL GERÊNCIA DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL

FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE DE PALMAS DIRETORIA DE CONTROLE AMBIENTAL GERÊNCIA DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL TERMO DE REFÊRENCIA PARA ELABORACÃO DE PROJETO AMBIENTAL DE DEDETIZADORAS, LIMPA FOSSA E EMPRESAS QUE PRESTA SERVIÇO DE LIMPEZA. Este Termo de Referência visa orientar na elaboração de PROJETO AMBIENTAL

Leia mais

PRODUÇÃO DE CRIA, ALIMENTOS E PRÓPOLIS EM COLMÉIAS DE Apis mellifera EM DIFERENTES ÉPOCAS DO ANO.

PRODUÇÃO DE CRIA, ALIMENTOS E PRÓPOLIS EM COLMÉIAS DE Apis mellifera EM DIFERENTES ÉPOCAS DO ANO. PRODUÇÃO DE CRIA, ALIMENTOS E PRÓPOLIS EM COLMÉIAS DE Apis mellifera EM DIFERENTES ÉPOCAS DO ANO. Alisson Chiréa, (PIBIC/Fundação Araucária/), Sheley Daiana Sutil, Edmar Soares de Vasconcelos, Jeferson

Leia mais

Sumário. 1 Características da propriedade 2 1.1 - Cobertura vegetal 2. 1.2 Hidrografia 2. 1.3 Topografia 2. 1.4 - Área de reserva florestal legal 3

Sumário. 1 Características da propriedade 2 1.1 - Cobertura vegetal 2. 1.2 Hidrografia 2. 1.3 Topografia 2. 1.4 - Área de reserva florestal legal 3 Sumário Pág. 1 Características da propriedade 2 1.1 - Cobertura vegetal 2 1.2 Hidrografia 2 1.3 Topografia 2 1.4 - Área de reserva florestal legal 3 1.5 Acesso 3 2 Objetivo Geral 4 3 Metodologia 5 3.1

Leia mais

Comunicado Técnico 03

Comunicado Técnico 03 Comunicado Técnico 03 Análise Financeira Instruções Técnicas Responsável: José Henrique Bizinoto Engenheiro Civil; Especialista em Ensino da Matemática jhbizinoto@fazu.br CAPITALIZAÇÃO COMPOSTA A capitalização

Leia mais

CIA DA ABELHA REFERÊNCIA NA CADEIA DO AGRONEGÓCIO APÍCOLA DESDE 1983

CIA DA ABELHA REFERÊNCIA NA CADEIA DO AGRONEGÓCIO APÍCOLA DESDE 1983 CIA DA ABELHA REFERÊNCIA NA CADEIA DO AGRONEGÓCIO APÍCOLA DESDE 1983 CRIAÇÃO DE ABELHAS, COMÉRCIO DE PRODUTOS E MATERIAIS PARA APICULTURA EM GERAL Rua José Lobo Filho, Quadra 3, lote 23, Setor Parque Trindade

Leia mais

158009.32015.72556.4678.4039841750.595

158009.32015.72556.4678.4039841750.595 158009.32015.72556.4678.4039841750.595 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria Executiva Subsecretaria de Planejamento e Orçamento INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00003/2015

Leia mais

Análise dos processos de produção da própolis e do mel: um estudo de caso em uma empresa alimentícia do centro-oeste de Minas Gerais

Análise dos processos de produção da própolis e do mel: um estudo de caso em uma empresa alimentícia do centro-oeste de Minas Gerais Análise dos processos de produção da própolis e do mel: um estudo de caso em uma empresa alimentícia do centro-oeste de Minas Gerais Tatiane Goulart OLIVEIRA ¹; Estefânia Paula da SILVA²; Rodrigo Herman

Leia mais

Acompanhamento de ATER da Associação de Apicultores da Região do Pantanal Sulmatogrossense

Acompanhamento de ATER da Associação de Apicultores da Região do Pantanal Sulmatogrossense Acompanhamento de ATER da Associação de Apicultores da Região do Pantanal Sulmatogrossense Outubro, 2015 DADOS DA INSTITUIÇÃO Nome: AGRAER-MS Endereço: Av. Desembargador José Nunes da Cunha Bloco 12, Parque

Leia mais

INDEPENDÊNCIA DO BRASIL. Canavieiras promove desfile cívico para comemorara Independênciado Brasil

INDEPENDÊNCIA DO BRASIL. Canavieiras promove desfile cívico para comemorara Independênciado Brasil Diário Oficial Ano: 2 Edição: 279 Páginas: 12 INDEPENDÊNCIA DO BRASIL Canavieiras promove desfile cívico para comemorara Independênciado Brasil A secretária municipalda Educação, professora Emília Cristina

Leia mais

Comunicado Técnico 02

Comunicado Técnico 02 Comunicado Técnico 02 Controle da Qualidade do Leite Instruções Técnicas para redução da Contagem de Células Somáticas (CCS) e Contagem Bacteriana Total (CBT). Responsável: Juliana Jorge Paschoal Zootecnista;

Leia mais

Zootecnia-Apicultura: uma Inter-relação para Estimular o Desenvolvimento Sustentável e a Segurança da Comunidade

Zootecnia-Apicultura: uma Inter-relação para Estimular o Desenvolvimento Sustentável e a Segurança da Comunidade Anais do 2º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária Belo Horizonte 12 a 15 de setembro de 2004 Zootecnia-Apicultura: uma Inter-relação para Estimular o Desenvolvimento Sustentável e a Segurança

Leia mais

NORMAS TÉCNICAS DE INSTALAÇÕES E EQUIPAMENTOS PARA FÁBRICAS DE CONSERVAS DE OVOS

NORMAS TÉCNICAS DE INSTALAÇÕES E EQUIPAMENTOS PARA FÁBRICAS DE CONSERVAS DE OVOS SECRETARIA DA AGRICULTURA E ABASTECIMENTO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL DEPARTAMENTO DE PRODUÇÃO ANIMAL COORDENADORIA DE INSPEÇÃO SANITÁRIA DOS PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL - C I S P O A - NORMAS TÉCNICAS

Leia mais

Implantação de apicultura em uma propriedade de agricultura familiar Thiago Stock Paschoal 1 e Juliana Beal Paschoal 2

Implantação de apicultura em uma propriedade de agricultura familiar Thiago Stock Paschoal 1 e Juliana Beal Paschoal 2 Cultivando o Saber 156 Implantação de apicultura em uma propriedade de agricultura familiar Thiago Stock Paschoal 1 e Juliana Beal Paschoal 2 1 Engenheiro Agrícola, Professor da FAG thiago@swcascavel.com.br

Leia mais

ESTUDO DA VIABILIDADE FINANCEIRA DA IMPLANTAÇÃO DE UM APIÁRIO PARA A PRODUÇÃO DE PRÓPOLIS E MEL

ESTUDO DA VIABILIDADE FINANCEIRA DA IMPLANTAÇÃO DE UM APIÁRIO PARA A PRODUÇÃO DE PRÓPOLIS E MEL ESTUDO DA VIABILIDADE FINANCEIRA DA IMPLANTAÇÃO DE UM APIÁRIO PARA A PRODUÇÃO DE PRÓPOLIS E MEL CRISTIANE ANDRÉA DE LIMA; ADILSON JAYME DE OLIVEIRA; ANA JÚLIA LEMOS ALVES PEDREIRA; SERGIO AUGUSTO DE CAMPOS

Leia mais

MANUAL DE COLETA DE AMOSTRAS

MANUAL DE COLETA DE AMOSTRAS MANUAL DE COLETA DE AMOSTRAS Rua: Victor Sopelsa, nº 3000 Bairro Salete E-mail: sac-lableite@uncnet.br Fone: (49) 3441-1086 Fax: (49) 3441-1084 Cep: 89.700-000 Concórdia Santa Catarina Responsável /Gerente

Leia mais

ABELHAS. Capítulo 4. Apis mellifera. Autores Érica Weinstein Teixeira. Dejair Message. Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA, SAA-SP)

ABELHAS. Capítulo 4. Apis mellifera. Autores Érica Weinstein Teixeira. Dejair Message. Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA, SAA-SP) Capítulo 4 ABELHAS Apis mellifera Autores Érica Weinstein Teixeira Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA, SAA-SP) Dejair Message Universidade Federal de Viçosa (UFV) 178 179 Material para

Leia mais

COMPARAÇÃO POLÍNICA ENTRE A PRÓPOLIS DOS MUNICIPIOS DE FÊNIX E PEABIRU

COMPARAÇÃO POLÍNICA ENTRE A PRÓPOLIS DOS MUNICIPIOS DE FÊNIX E PEABIRU COMPARAÇÃO POLÍNICA ENTRE A PRÓPOLIS DOS MUNICIPIOS DE FÊNIX E PEABIRU Mayra Stevanato, (IC, CNPq), Unespar Câmpus de Campo Mourão, mayrastevanato@gmail.com Mauro Parolin, (OR), Unespar Câmpus de Campo

Leia mais

Métodos de monitorização da varroa nas colónias.

Métodos de monitorização da varroa nas colónias. Métodos de monitorização da varroa nas colónias. Filipe Nunes (Médico Veterinário, Hifarmax) Carlos Relva (Eng. Florestal e dos Recursos Naturais, Hifarmax) Na apicultura atual a monitorização e controlo

Leia mais

PROGRAMA MAIS MEL GESTÃO, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E PRODUTIVIDADE

PROGRAMA MAIS MEL GESTÃO, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E PRODUTIVIDADE TRBALHOS EXITOSOS EM ATER - 2014 PROGRAMA MAIS MEL GESTÃO, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E PRODUTIVIDADE EQUIPE RESPONSÁVEL: Juan farias / Gilvanio Benedito / Hidelberto TRINDADE PE 1 PROGRAMA MAIS MEL GESTÃO,

Leia mais

Otimização da interrupção de RDs para atividades de lançamento de cabos de LT. Dircélio Marcos Silva. CEMIG Distribuição S.A.

Otimização da interrupção de RDs para atividades de lançamento de cabos de LT. Dircélio Marcos Silva. CEMIG Distribuição S.A. XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia 06 a 10 de Outubro de 2008 Olinda Pernambuco - Brasil Otimização da interrupção de RDs para atividades de lançamento de cabos de LT. Luis Fernando Santamaria

Leia mais

INFORMAÇÕES SOBRE O PLANTIO DO EUCALIPTO NO SISTEMA DE INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA-FLORESTA

INFORMAÇÕES SOBRE O PLANTIO DO EUCALIPTO NO SISTEMA DE INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA-FLORESTA INFORMAÇÕES SOBRE O PLANTIO DO EUCALIPTO NO SISTEMA DE INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA-FLORESTA Informações sobre o plantio do eucalipto no Sistema de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta COLETA DE SOLO NA

Leia mais

Jailson Bittencourt de Andrade Coordenador do projeto Pesquisando Kirimurê e da Rede Baías da Bahia

Jailson Bittencourt de Andrade Coordenador do projeto Pesquisando Kirimurê e da Rede Baías da Bahia Abelhas Abelha solitária: Mamangava (Xylocopa frontalis) Apresentação Em continuidade ao Estudo Multidisciplinar Baía de Todos os Santos (Projeto BTS), estão sendo realizadas investigações com foco nas

Leia mais

Custo de produção de mel: uma proposta para abelhas africanizadas e meliponíneos

Custo de produção de mel: uma proposta para abelhas africanizadas e meliponíneos o SÉRIE MELIPONICULTURA - N 02 Custo de produção de mel: uma proposta para abelhas africanizadas e meliponíneos Rogério Marcos de Oliveira Alves Bruno de Almeida Souza Carlos Alfredo Lopes de Carvalho

Leia mais

Comunicado Técnico 01

Comunicado Técnico 01 Comunicado Técnico 01 Sistema Intensivo de Suínos Criados ao Ar Livre (Siscal) Instruções Técnicas para Implantação. Responsável: Evandro José Rigo Zootecnista; MSc. Produção Animal; Professor FAZU evandro@fazu.br

Leia mais

Case Fibria: Sustentabilidade em projetos sociais Programa Colmeias

Case Fibria: Sustentabilidade em projetos sociais Programa Colmeias Case Fibria: Sustentabilidade em projetos sociais Programa Colmeias QUEM Somos uma empresa brasileira com forte presença no mercado global de produtos florestais. SOMOS Empresa líder mundial na produção

Leia mais

Olinda - Pernambuco - Brasil

Olinda - Pernambuco - Brasil XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica Olinda - Pernambuco - Brasil SENDI 2008-06 a 10 de outubro Relocação de Colméias de Abelhas Meloponíneas nas Instalações Elétricas da Cemig

Leia mais

Levantamento dos Gargalos Tecnológicos Cadeia Produtiva da Apicultura

Levantamento dos Gargalos Tecnológicos Cadeia Produtiva da Apicultura Levantamento dos Gargalos Tecnológicos Cadeia Produtiva da Apicultura Curitiba, 31 de maio de 2007. Levantamento dos Gargalos Tecnológicos Cadeia Produtiva do Turismo Sumário OBJETIVO...5 CONSIDERAÇÕES...5

Leia mais

BOMBEAMENTO DE ÁGUA COM ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA

BOMBEAMENTO DE ÁGUA COM ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA BOMBEAMENTO DE ÁGUA COM ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA Eng. Carlos Alberto Alvarenga Solenerg Engenharia e Comércio Ltda. Rua dos Inconfidentes, 1075/ 502 Funcionários - CEP: 30.140-120 - Belo Horizonte -

Leia mais

Componente curricular: Fundamentos de Agroecologia. Curso: FIC -Produção de Alimentos Orgânicos Professor: Janice Regina Gmach Bortoli

Componente curricular: Fundamentos de Agroecologia. Curso: FIC -Produção de Alimentos Orgânicos Professor: Janice Regina Gmach Bortoli Componente curricular: Fundamentos de Agroecologia Curso: FIC -Produção de Alimentos Orgânicos Professor: Janice Regina Gmach Bortoli Fundamentos de Agroecologia 1. Agricultura orgânica no Mundo, Brasil

Leia mais

Custos de produção, expectativas de retorno e de riscos do agronegócio mel no planalto norte de Santa Catarina.

Custos de produção, expectativas de retorno e de riscos do agronegócio mel no planalto norte de Santa Catarina. 46 Custos de produção, expectativas de retorno e de riscos do agronegócio mel no planalto norte de Carlos Leomar Kreuz Doutor em Engenharia de Produção pela UFSC Instituição: Fundação do Meio Ambiente

Leia mais

COMECE CERTO: PLANEJAMENTO E ANÁLISE

COMECE CERTO: PLANEJAMENTO E ANÁLISE COMECE CERTO: PLANEJAMENTO E ANÁLISE 08 a 11 de outubro de 2014 08 a 11 de outubro de 2014 COMECE CERTO QUESTÕES FUNDAMENTAIS PARA O PLANEJAMENTO E ANÁLISE DE NOVOS NEGÓCIOS OBJETIVO DO DEBATE Apresentar

Leia mais

Manual de Segurança e Qualidade para Apicultura

Manual de Segurança e Qualidade para Apicultura Manual de Segurança e Qualidade para Apicultura Série Qualidade e Segurança dos Alimentos 2 0 0 9 Manual de Segurança e Qualidade para Apicultura CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA CNI Armando de Queiroz

Leia mais

ABELHAS SEM FERRÃO Transferência de Ninhos para Colmeias Racionais

ABELHAS SEM FERRÃO Transferência de Ninhos para Colmeias Racionais ABELHAS SEM FERRÃO Transferência de Ninhos para Colmeias Racionais Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Meio-Norte Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento ABELHAS SEM FERRÃO

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO AMBIENTAL

RELATÓRIO TÉCNICO AMBIENTAL RELATÓRIO TÉCNICO AMBIENTAL N. C. P. DOS SANTOS PET SHOP - ME. Responsável Técnico João Luiz Rodrigues da Cunha CRMV-MG 1198 Z 1 1. IDENTIFICAÇÃO DO EMPREENDIMENTO Nome: N. C. P. dos Santos Pet Shop -

Leia mais

Produtos Sunyata Pon Lee

Produtos Sunyata Pon Lee Produtos Sunyata Pon Lee Sol, Terra, Água, Plantas, Flores, Néctar Abelhas, Colheita Seleção, Elaboração, Envase, Fusão da Natureza com o Trabalho Humano. Este é o produto Catálogo de Produtos: Extrato

Leia mais

Fatores relacionados à criação de abelhas

Fatores relacionados à criação de abelhas Fatores relacionados à criação de abelhas Fábio Guilherme Mochiutti 1 (FECILCAM) - guigomochiutti@hotmail.com Carlos Diego Rosina 2 (FECILCAM) - diegorosina_170@hotmail.com Etienne Tainá Damaceno Ferreira

Leia mais

AJES FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRAÇÀO DO VALE DO JURUENA CURSO: GESTÃO EM AUDITORIA E PERICIA AMBIENTAL

AJES FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRAÇÀO DO VALE DO JURUENA CURSO: GESTÃO EM AUDITORIA E PERICIA AMBIENTAL AJES FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRAÇÀO DO VALE DO JURUENA CURSO: GESTÃO EM AUDITORIA E PERICIA AMBIENTAL APICULTURA: UM CAMINHO PARA A SUSTENTABILIDADE DO HOMEM DO CAMPO Josemar Pereira Hidalgo

Leia mais

Palácio dos Bandeirantes Av. Morumbi, 4.500 - Morumbi - CEP 05698-900 - Fone: 3745-3344 Nº 118 DOE de 24/06/06. Saúde GABINETE DO SECRETÁRIO

Palácio dos Bandeirantes Av. Morumbi, 4.500 - Morumbi - CEP 05698-900 - Fone: 3745-3344 Nº 118 DOE de 24/06/06. Saúde GABINETE DO SECRETÁRIO Diário Oficial Estado de São Paulo Poder Executivo Seção I Palácio dos Bandeirantes Av. Morumbi, 4.500 - Morumbi - CEP 05698-900 - Fone: 3745-3344 Nº 118 DOE de 24/06/06 Saúde GABINETE DO SECRETÁRIO Resolução

Leia mais

FBD.01TP.35. CE-CTET-GERAL AAP+AECOPS GER 00X / 01TP.11.--.--.

FBD.01TP.35. CE-CTET-GERAL AAP+AECOPS GER 00X / 01TP.11.--.--. IV. NORMATIVA DE CUMPRIMENTO OBRIGATÓRIO FBD.01TP.35. CE-CTET-GERAL AAP+AECOPS GER 00X / 01TP.11.-- TÍTULO01TP TRABALHOS PREPARATÓRIOS CAPÍTULO.1-. PROTECÇÕES SUB.CAPº.11. PROTECÇÃO E SEGURANÇA DA OBRA

Leia mais

6 CURSO DE CONTROLE DE QUALIDADE NA INDÚSTRIA DE ALIMENTOS

6 CURSO DE CONTROLE DE QUALIDADE NA INDÚSTRIA DE ALIMENTOS Universidade de Passo Fundo Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária Curso de Medicina Veterinária 6 CURSO DE CONTROLE DE QUALIDADE NA INDÚSTRIA DE ALIMENTOS Médico Veterinário Profº Dr. Elci Lotar

Leia mais

Um projeto de curral para o manejo de bovinos de corte: reduzindo os custos e melhorando o bem estar animal e a eficiência do trabalho.

Um projeto de curral para o manejo de bovinos de corte: reduzindo os custos e melhorando o bem estar animal e a eficiência do trabalho. Um projeto de curral para o manejo de bovinos de corte: reduzindo os custos e melhorando o bem estar animal e a eficiência do trabalho. Mateus J.R. Paranhos da Costa (Grupo ETCO, Departamento de Zootecnia,

Leia mais

MBA Executivo UFPE. Disciplina: Ambiente de Negócios. Setembro/2011 Prof. Bosco Torres SHOPPING CENTERS

MBA Executivo UFPE. Disciplina: Ambiente de Negócios. Setembro/2011 Prof. Bosco Torres SHOPPING CENTERS MBA Executivo UFPE Disciplina: Ambiente de Negócios Setembro/2011 Prof. Bosco Torres SHOPPING CENTERS Fonte: MATTAR, Fauze Najib. Administração de Varejo. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011 Prof. Bosco Torres

Leia mais

Treinamento: FSSC 22000 / Versão 3 Interpretação

Treinamento: FSSC 22000 / Versão 3 Interpretação Treinamento: FSSC 22000 / Versão 3 Interpretação 1. Objetivos Interpretar os requisitos das normas ISO 22000:2005; ISO TS 22002-1:2012 e requisitos adicionais da FSSC 22000. Desenvolver habilidades para

Leia mais

Procedimentos de segurança no desenvolvimento da apicultura com abelhas africanizadas (Apis mellifera L.)

Procedimentos de segurança no desenvolvimento da apicultura com abelhas africanizadas (Apis mellifera L.) ISSN 1517-1965 64 Circular Técnica Corumbá, MS Novembro, 2006 Autores Vanderlei Doniseti Acassio dos Reis Mestre em Entomologia, CP 109, Corumbá, MS CEP 79320900 reis@cpap.embrapa.br Rubens da Silva Pinheiro

Leia mais

SELO CASA AZUL CAIXA. Cases empresariais - SBCS10 São Paulo, 9/NOV/2010

SELO CASA AZUL CAIXA. Cases empresariais - SBCS10 São Paulo, 9/NOV/2010 Cases empresariais - SBCS10 São Paulo, 9/NOV/2010 SELO CASA AZUL CAIXA Sandra Cristina Bertoni Serna Quinto Arquiteta Gerência Nacional de Meio Ambiente SELO CASA AZUL CAIXA CATEGORIAS E CRITÉRIOS SELO

Leia mais

Comunicado Técnico 20

Comunicado Técnico 20 Comunicado Técnico 20 ISSN 2177-854X Novembro. 2012 Uberaba - MG Redes PLC Uma nova alternativa para a transmissão de dados Instruções Técnicas Responsável: Thiago Lara dos Reis Graduado no curso de Sistemas

Leia mais

Monitoramento e controle do ácaro Varroa destructor em colmeias de abelhas Apis mellifera

Monitoramento e controle do ácaro Varroa destructor em colmeias de abelhas Apis mellifera Monitoramento e controle do ácaro Varroa destructor em colmeias de abelhas Apis mellifera Introdução As altas taxas de mortalidade de abelhas ocorridas nos últimos anos em Santa Catarina exigem uma nova

Leia mais

CETAM - Centro de Formação de Agricultores de Montenegro

CETAM - Centro de Formação de Agricultores de Montenegro CETAM - Centro de Formação de Agricultores de Montenegro O Centro de Formação de Agricultores de Montenegro - CETAM está localizado no bairro Zootecnia em Montenegro. Em atividade desde 1998, encontra-se

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SUDEMA Superintendência de Administração do Meio Ambiente

GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SUDEMA Superintendência de Administração do Meio Ambiente RELAÇAO DE DOCUMENTOS PARA PROJETOS DE IRRIGAÇÃO E /OU SIMILARES. CATEGORIA A PROJETOS COM ÁREA ATÉ 5,0 ha LICENÇA PRÉVIA 1. Requerimento; 3. Guia de recolhimento, quitada; 4. Cópia da Publicação do Requerimento

Leia mais

Nota de Aplicação Como utilizar o controlador HX como conversor CODI ABNT para MODBUS RTU ou TCP / IP

Nota de Aplicação Como utilizar o controlador HX como conversor CODI ABNT para MODBUS RTU ou TCP / IP Nota de Aplicação Como utilizar o controlador HX como conversor CODI ABNT para MODBUS RTU ou TCP / IP É utilizar os controladores HX600 / 900 / 901 como conversor CODI ABNT para MODBUS. Schneider Electric

Leia mais

FORMATO DA REDE. Basicamente existem dois formatos de rede: aberto ou em circuito fechado (anel). Formato Aberto: Formato Fechado:

FORMATO DA REDE. Basicamente existem dois formatos de rede: aberto ou em circuito fechado (anel). Formato Aberto: Formato Fechado: FORMATO DA REDE Basicamente existem dois formatos de rede: aberto ou em circuito fechado (anel). Formato Aberto: Quando não justifica fazer um anel, pode-se levar uma rede única que alimente os pontos

Leia mais

Manual de Instruções

Manual de Instruções Manual de Instruções (Party Cooler s Thermomatic) Modelo: 40 litros & 77 litros Obrigado por escolher a série dos Party Cooler s da Thermomatic. Para garantir o uso correto das operações, por favor, leia

Leia mais

CRIAÇÃO DE ABELHAS. Apresentação

CRIAÇÃO DE ABELHAS. Apresentação CRIAÇÃO DE ABELHAS. Apresentação A apicultura é uma das atividades capazes de causar impactos positivos, tanto sociais quanto econômicos, além de contribuir para a manutenção e preservação dos ecossistemas

Leia mais

Pecuaristas investem em inseminação artificial para garantir produtividade do gado

Pecuaristas investem em inseminação artificial para garantir produtividade do gado Pecuaristas investem em inseminação artificial para garantir produtividade do gado Alta ministra cursos em vários Estados Brasileiros. São Paulo, 18 de agosto de 2015 De acordo com informações da FAO -

Leia mais

NASCENTE MUNICIPAL MODELO DE SOROCABA

NASCENTE MUNICIPAL MODELO DE SOROCABA NASCENTE MUNICIPAL MODELO DE SOROCABA Por meio do Projeto de Georreferenciamento e Diagnóstico das Nascentes de Sorocaba, a equipe da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SEMA) selecionou a Nascente

Leia mais

Caracterização dos méis de Apis melífera de diferentes floradas comparado com méis de abelhas indígena Meliponeae

Caracterização dos méis de Apis melífera de diferentes floradas comparado com méis de abelhas indígena Meliponeae Caracterização dos méis de Apis melífera de diferentes floradas comparado com méis de abelhas indígena Meliponeae Wallber Carneiro Ferreira 1, Maria Climene Bezerra de Medeiros Almeida 2, Patrício Borges

Leia mais

Ano: 8 Turma: 81 / 82

Ano: 8 Turma: 81 / 82 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 3ª Etapa 2012 Disciplina: Ciências Professor (a): Felipe Cesar Ano: 8 Turma: 81 / 82 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO DA DECLARAÇÃO

INFORMAÇÕES GERAIS INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO DA DECLARAÇÃO DECLARAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELATIVAS À IDENTIFICAÇÃO DE ÁREAS SUSPEITAS DE CONTAMINAÇÃO E CONTAMINADAS POR SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO ESTADO DE MINAS GERAIS INFORMAÇÕES GERAIS A FEAM - Fundação Estadual do

Leia mais

FICHA TÉCNICA DE SEGURANÇA DO PRODUTO QUÍMICO - FISPQ Data da Revisão: 06.03.06

FICHA TÉCNICA DE SEGURANÇA DO PRODUTO QUÍMICO - FISPQ Data da Revisão: 06.03.06 01. Identificação do Produto e da Empresa. Nome do Produto: Rotosafe Bro 700 001 OR 0050 nº Material: 110319 Nome da Empresa: Domingos Araújo Neto Endereço: Av. Francisco Sá, 3405 Monte Castelo Fortaleza

Leia mais

Manual de Construção: Fossa ECOLÓGICA E Sumidouro

Manual de Construção: Fossa ECOLÓGICA E Sumidouro Manual de Construção: Fossa ECOLÓGICA E Sumidouro Introdução Este manual destina a fornecer informações sobre a construção e dimensionamento do sistema individual de tratamento de esgotos, especialmente

Leia mais

Maria Nezilda Culti 1 (Coordenadora da Ação de Extensão)

Maria Nezilda Culti 1 (Coordenadora da Ação de Extensão) IMPLANTAÇÃO DAS TECNOLOGIAS SOCIAIS: PRODUÇÃO AGROECOLÓGICA INTEGRADA SUSTENTÁVEL- PAIS (HORTA MANDALA), CISTERNA E FOSSA SÉPTICA BIODIGESTORA COMO MEIO DE SUSTENTABILIDADE PARA AGRICULTURA FAMILIAR. Área

Leia mais

INVOCK SERVIÇOS DE PORTARIA LTDA-ME.

INVOCK SERVIÇOS DE PORTARIA LTDA-ME. INVOCK SERVIÇOS DE PORTARIA LTDA-ME. CARTA DE APRESENTAÇÃO Estamos encaminhando nosso portfólio na intenção de apresentar nossa empresa. Após estudo e análise do mercado no segmento de Segurança, Segurança

Leia mais

Documentos 81. Boas práticas na produção e beneficiamento de pólen apícola desidratado. ISSN 0104-866X Novembro, 2003

Documentos 81. Boas práticas na produção e beneficiamento de pólen apícola desidratado. ISSN 0104-866X Novembro, 2003 ISSN 0104-866X Novembro, 2003 Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Centro de Pesquisa Agropecuária do Meio-Norte Ministério da Agricultura e do Abastecimento Documentos 81 Boas práticas na produção

Leia mais

!" "!#$%&! ' (& %()#' *& %)' )+,-&

! !#$%&! ' (& %()#' *& %)' )+,-& !" "!#$%&! ' (& %()#' *& %)' )+,-& (vista lateral) (vista superior) (órgão feminino - vista lateral) (órgão masculino) 1 &./*& %)' )+,-& 0É a transferência do pólen da antera para o estigma da flor. Pólen

Leia mais

Projeto Tecnologias Sociais para a Gestão da Água

Projeto Tecnologias Sociais para a Gestão da Água Projeto Tecnologias Sociais para a Gestão da Água Projeto Tecnologias Sociais para a Gestão da Água www.tsga.ufsc.br O QUE É E COMO FUNCIONA? Trata-se de um sistema desenvolvido para captar e armazenar

Leia mais

Ediney de Oliveira Magalhães Eng. Agrônomo MSc MAPA/CEPLAC/CEPEC

Ediney de Oliveira Magalhães Eng. Agrônomo MSc MAPA/CEPLAC/CEPEC 1 Ediney de Oliveira Magalhães Eng. Agrônomo MSc MAPA/CEPLAC/CEPEC Cortesia por ter entrado no site no III SEMINÁRIO DE PRÓPOLIS DO NORDESTE II ENCONTRO NACIONAL DE PRODUTORES PÓLEN Bahia/Brasil Julho

Leia mais

ROTEIRO DE INSPEÇÃO CRECHES, BERÇÁRIOS E SIMILARES.

ROTEIRO DE INSPEÇÃO CRECHES, BERÇÁRIOS E SIMILARES. SUPERINTEDÊNCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE GERENCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE AMBIENTAL E SAÚDE DO TRABALHADOR COORDERNAÇÃO DE FISCALIZAÇÃO DE AMBIENTES E SAÚDE DO TRABALHADOR Av. Anhanguera, nº 5.195 Setor Coimbra

Leia mais