DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 2T06

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 2T06"

Transcrição

1 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 2T06 Americana SP, 27 de julho de 2006 A VIVAX S.A. (Bovespa: VVAX11), ou Companhia, segunda maior operadora de TV a Cabo do Brasil, em número de assinantes, e uma das principais provedoras de serviços de Internet Banda Larga no País, anuncia hoje seus resultados do segundo trimestre (2T06). As demonstrações financeiras consolidadas da Companhia são elaboradas de acordo com práticas contábeis adotadas no Brasil, baseada na Lei das Sociedades por Ações e nas regulamentações da CVM ( práticas contábeis adotadas no Brasil ). Contato RI Carlos Eduardo Norbert Diretor de Relações com Investidores Tel: (11) Website de RI: Teleconferência de Resultados do 2T06 Data: Sexta-feira, 28 de julho de Horários: > Português (BR GAAP) 11h00 (horário de Brasília) 10h00 (horário Nova Iorque) Tel: (11) Replay: (11) Código: VIVAX > Inglês (BR GAAP) 12h00 (horário de Brasília) 11h00 (horário Nova Iorque) Tel.: 1 (973) Replay: 1 (973) Código: Cotação: Fechamento em 26/07/2006 VVAX11: R$32,49 por Unit Valor de Mercado: R$1.195,6 milhões DESTAQUES DO PERÍODO Com uma adição líquida de 10,7 mil, a base de assinantes de TV por Assinatura obteve crescimento recorde no 2T06, encerrando o 1 o semestre do ano com assinantes. Em relação ao 2T05, a base de assinantes de TV por Assinatura cresceu 12,6%. A base de assinantes de Internet Banda Larga continuou apresentando forte crescimento e encerrou o 1 o semestre de 2006 com assinantes, o que representa um crescimento de 60,1% em relação ao 1 o semestre de A receita líquida totalizou R$79,7 milhões no 2T06, representando um crescimento de 21,5% em relação aos R$65,6 milhões do 2T05. O EBITDA consolidado encerrou o 2T06 em R$32,4 milhões, um crescimento de 24,1% em relação aos R$26,1 milhões do 2T05. A margem de EBITDA do 2T06 atingiu 40,7%, um acréscimo de 0,9 pontos percentuais em relação à margem do 2T05. O índice UGR (divisão da somatória de todas as assinaturas dos diferentes serviços oferecidos pelos assinantes totais da Companhia) subiu de 1,17 no 2T05 para 1,25 no trimestre atual, demonstrando que a Companhia vem conseguindo implementar a estratégia de aumentar a penetração de produtos combinados. O lucro líquido foi de R$ 6,1 milhões no 2T06, ante R$ 35,2 milhões no mesmo período do ano anterior. No 2T05, o lucro líquido foi influenciado por uma variação cambial que contribuiu positivamente em R$32,2 milhões, o que não ocorreu no 2T06 devido a eliminação da dívida em moeda estrangeira no 1T06. A margem de lucro líquido sobre a receita líquida foi de 7,7% no 2T06. A dívida líquida apresentou uma redução de 60,2% em relação ao 2T05 e 5,6% em relação ao 1T06, fechando em R$129,8 milhões no 2T06. A relação dívida líquida/ebitda encerrou o 2T06 em 1,1x. Baseado no excelente desempenho operacional e financeiro no primeiro semestre do ano, a Companhia fez uma revisão positiva nas projeções para o final do ano, resultando em um novo Guidance para Destaques Financeiros Consolidados - R$ 000 2T06 2T05 Variação % 1T06 Variação % Receita Líquida ,5% ,2% EBITDA ,1% ,7% Margem de EBITDA 40,7% 39,8% 0.9 p.p. 41,7% -1,0 p.p. Lucro Líquido ,6% ,8% Dívida Líquida ,2% ,6% Dívida Líquida/EBITDA (últimos 12 meses) 1,1 3,6-69,4% 1,3-15,4% 1 - EBITDA é o lucro operacional adicionado das receitas (despesas) financeiras líquidas e de depreciações e amortizações. O EBITDA não é uma medida utilizada nas práticas contábeis adotadas no Brasil ou nos princípios contábeis geralmente aceitos nos Estados Unidos da América (USGAAP), não representando o fluxo de caixa para os períodos apresentados e não deve ser considerado como sendo uma alternativa ao lucro líquido na qualidade de indicador do nosso desempenho operacional ou como uma alternativa ao fluxo de caixa na qualidade de indicador de liquidez. O EBITDA não tem um significado padronizado e nossa definição de EBITDA pode não ser comparável ao EBITDA ou EBITDA ajustado conforme definido por outras companhias. Ainda que o EBITDA não forneça, de acordo com as práticas contábeis utilizadas no Brasil e nos Estados Unidos da América, uma medida do fluxo de caixa operacional, nossa administração o utiliza para mensurar nosso desempenho operacional. Adicionalmente, entendemos que determinados investidores e analistas financeiros utilizam o EBITDA como indicador do desempenho operacional de uma companhia e/ou de seu fluxo de caixa. O EBITDA calculado pela Companhia no 1T06 não considera as despesas relacionadas à emissão pública de Units no montante de R$ 1,9 milhão e no 2T06 não foi considerado um estorno de R$ 0,2 milhão de despesas relacionadas à emissão. Vivax S.A. Página 1 de 13

2 DESEMPENHO OPERACIONAL Destaques Operacionais 2T06 2T05 Variação Variação Domicílios e negócios cabeados ,0% ,6% Assinantes Totais (TV por Assinatura e/ou Internet Banda Larga) - Assinantes ,7% ,8% - Penetração sobre domicílios e negócios cabeados 27,9% 26,0% 1,9 p.p. 27,0% 0,9 p.p. TV por Assinatura - Assinantes ,6% ,5% - Penetração sobre domicílios e negócios cabeados 25,9% 24,6% 1,3 p.p. 25,2% 0,7 p.p. - Taxa de churn - média mensal 1,2% 1,7% -0,5 p.p. 1,4% -0,2 p.p. Internet Banda Larga - Assinantes ,1% ,1% - Penetração sobre domicílios e negócios cabeados 8,8% 5,9% 2,9 p.p. 8,0% 0,8 p.p. - Penetração sobre assinantes de TV por assinatura 34,0% 23,9% 10,1 p.p. 31,9% 2,1 p.p. - Taxa de churn - média mensal 2,3% 2,0% 0,3 p.p. 2,6% -0,3 p.p. Unidades Geradoras de Receita (UGR) - Índice UGR 1,25 1,17 6,8% 1,23 1,6% ARPU do cliente (R$/assinante por mês) - Consolidado 96,54 88,80 8,7% 95,50 1,1% Número de Funcionários ,2% ,6% TV POR ASSINATURA Com uma adição líquida de 10,7 mil, a base de assinantes de TV por Assinatura obteve crescimento recorde no 2T06, encerrando o 1 o semestre do ano com assinantes. Em relação ao 2T05, a base de assinantes de TV por Assinatura cresceu 12,6%. A penetração do serviço de TV por assinatura sobre os domicílios e negócios cabeados passou de 24,6% no 2T05 para 25,9% no 2T06. O número de domicílios e negócios cabeados aumentou em 7.338, atingindo no 2T06, o que representa um crescimento de 0,6% em comparação ao 1T06. Esta variação foi o resultado da expansão da rede nas cidades já em operação. O total de instalações de TV por Assinatura no 2T06 foi de 25,1 mil, representando um aumento de 33,2% e 8,2% em comparação ao 2T05 e 1T06, respectivamente. O número de assinantes que possuem produtos combinados de TV por Assinatura e Internet Banda Larga ao final do 2T06 foi de assinantes, representando um crescimento de 62,9% em relação aos assinantes do final do 2T05. Este crescimento continua sendo resultado da estratégia de marketing e vendas da Companhia, com foco na venda do produto combinado. A taxa de churn média mensal de TV por assinatura apresentou uma redução de 0,5 pontos percentuais em relação ao 2T05, fechando o 2T06 em 1,2%. Vale ressaltar que a taxa de churn do 2T05 foi excepcionalmente alta devido à migração de sistemas ocorrida nesse período e já explicada na divulgação de resultados do 1T06. Em comparação ao 1T06, a taxa de churn teve uma redução de 0,2 pontos % 1T06 % Vivax S.A. Página 2 de 13

3 percentuais. Em março de 2006, a Administração da Companhia implantou um grupo multi-departamental focado na revisão de todas as políticas e ações relacionadas à desconexão de assinantes. A Companhia fechou o 2T06 com funcionários, o que representa um crescimento de 17,2% e 12,6% em relação ao 2T05 e 1T06, respectivamente. Este crescimento foi em sua maioria nas áreas de vendas, atendimento, cobrança e retenção, devido ao crescimento da base de assinantes e das novas iniciativas implantadas com foco na redução da taxa de churn. INTERNET BANDA LARGA A base de assinantes de Internet Banda Larga encerrou o 2T06 com assinantes, representando uma alta de 60,1% em relação aos assinantes do 2T05. A penetração de Internet Banda Larga sobre as residências e negócios cabeados passou de 5,9% no 2T05 para 8,8% no 2T06. A penetração de Banda Larga sobre assinantes de TV por Assinatura passou de 23,9% no 2T05 para 34,0% no 2T06. Das 31 cidades onde são oferecidos serviços de Internet Banda Larga, 10 apresentam penetração superior a 50% sobre os assinantes de TV por Assinatura. Estas cidades são exemplos do potencial de crescimento que a Internet Banda Larga ainda pode atingir nas demais cidades. O televendas continua sendo o principal canal de vendas de Internet Banda Larga, representando 64,5% do total das vendas no 2T06. Vendas diretas representaram 17,1% e as lojas credenciadas 10,7% do total de vendas. O destaque foi o aumento da participação das lojas credenciadas no mix de vendas, que aumentou de 3,4% no 2T05 para 10,7% no 2T06. Este resultado é reflexo do maior foco que vem sendo dado a este canal o que resultou em um aumento significativo no número de lojas que revendem os serviços da Companhia. O total de instalações no 2T06 foi de 17,4 mil, o que representa uma alta de 44,3% em comparação as 12,1 mil instalações do 2T05 e uma redução de 17,6% em comparação as 21,2 mil instalações realizadas no 1T06. Esta redução é resultado da suspensão das vendas do serviço na cidade de Manaus por falta de banda de Internet do nosso fornecedor. A taxa de churn média mensal do serviço de Internet em Banda Larga encerrou o 2T06 em 2,3%, o que representa uma diminuição de 0,3 pontos percentuais em relação ao mesmo período do ano passado. Em comparação ao 1T06, a taxa de churn de Internet Banda Larga teve uma redução de 0,3 pontos percentuais. A taxa de desconexão continua sendo um dos principais focos operacionais da Companhia. Em março de 2006 a Administração da Companhia implantou um grupo multi-departamental focado na revisão de todas as políticas e ações relacionadas à desconexão de assinantes. UGR (UNIDADES GERADORAS DE RECEITA) Dentro da estratégia de fortalecer as vendas de produtos combinados, a Companhia passará a reportar a Unidade Geradora de Receita ( UGR ) como uma medida de performance operacional. A UGR é o somatório de todas as assinaturas dos diferentes serviços oferecidos pela Companhia, hoje TV por Assinatura e Banda Larga e futuramente telefonia sobre IP. Ao final do 2T06 a Companhia atingiu 418,9 mil UGR, representando uma alta de 21,8% ante às 344,0 mil UGR no mesmo período do ano anterior. O índice UGR (divisão da somatória de todas as assinaturas dos diferentes serviços oferecidos, pelos assinantes totais da Companhia) subiu de 1,17 no 2T05 para 1,25 no trimestre atual, demonstrando que a Companhia vem conseguindo implementar a estratégia de aumentar a penetração de produtos combinados. Vivax S.A. Página 3 de 13

4 MARKETING A Companhia manteve as campanhas de marketing para aquisição de novos clientes no 2T06, com foco nas ofertas de descontos nas primeiras mensalidades, que podem variar de 3 a 6 meses dependendo de quais serviços os assinantes adquiriram. O percentual de desconto varia de 30% a 40% sobre o preço de tabela. As iniciativas de retenção de assinantes, com foco na redução da taxa de churn, foram intensificadas no 2T06 através da implantação de pesquisas de ações de pós-vendas, revisão das ofertas e do script de retenção. Todas as campanhas de retenção são baseadas no score dos assinantes (sistema que classifica de uma a cinco estrelas de acordo com a sua rentabilidade). No 2T06, a Companhia lançou a segunda fase do programa de relacionamento Vivax Vantagens, voltado para o público infantil. O programa tem um website com jogos exclusivos, concursos, promoções, desenhos e links para os principais canais com conteúdo infantil, sem custo adicional para os assinantes. Os gastos com marketing no 2T06 foram de R$1,4 milhão, um pouco abaixo dos R$1,5 milhão gastos no 1T06 e acima dos R$ 1,3 milhão gastos no 2T05. No 2T06 foram realizadas diversas ações conjuntas com os principais fornecedores de programação. Os principais canais de comunicação foram outdoor, distribuição de mídia impressa e mala-direta. DESEMPENHO FINANCEIRO Composição Receita Bruta (R$ milhares) 2T06 % 2T05 % Variação 1T06 % Variação TV por Assinatura ,2% ,6% 13,2% ,0% 2,2% Acesso à Internet Banda Larga ,6% ,9% 41,5% ,1% 7,3% Aluguel de Fibra Óptica ,0% ,3% 35,1% ,5% 13,3% Mídia 979 1,1% 966 1,3% 1,3% 984 1,1% -0,5% Instalação ,1% ,9% 25,6% ,3% 29,6% Total da Receita Bruta ,0% ,0% 21,1% ,0% 5,1% A receita bruta consolidada no 2T06 totalizou R$92,8 milhões, um acréscimo de 21,1% em relação aos R$76,6 milhões registrados no mesmo período do ano anterior. Em comparação ao 1T06 o acréscimo foi de 5,1%. Os fatores que explicam esta variação são detalhados abaixo: A receita de TV por Assinatura totalizou R$57,8 milhões no 2T06, um aumento de 13,2% em comparação aos R$ 51,0 milhões do mesmo período do ano anterior. O principal fator que contribuiu para o aumento da receita foi o crescimento de 12,6% na base de assinantes de TV por Assinatura. Em comparação ao 1T06 o acréscimo foi de 2,2%, passando de R$56,5 milhões para R$57,8 milhões no 2T06. A receita de Internet Banda Larga totalizou R$23,7 milhões no 2T06, um aumento de 41,5% em comparação aos R$16,8 milhões do 2T05. Esta variação foi o resultado do aumento da base de assinantes de Internet Banda Larga. A receita de aluguel de fibra óptica no 2T06 foi de R$6,5 milhões, o que representa um acréscimo de 35,1% sobre os R$4,8 milhões do 2T05, reflexo da crescente demanda deste serviço pelas operadoras de telecomunicações. Vivax S.A. Página 4 de 13

5 A receita de mídia totalizou R$1,0 milhão no 2T06, mantendo-se estável em relação ao mesmo período do ano anterior e em comparação ao 1T06. Apesar da baixa representatividade de sua participação na receita bruta, o segmento de mídia fortalece a presença da Vivax junto às comunidades onde atua. O ARPU Consolidado passou de R$88,80 no 2T05 para R$96,54 no 2T06, o que representa um aumento de 8,7% no período. Esta variação positiva é o resultado, entre outros fatores, do aumento de 62,9% no número de assinantes que possuem mais do que um serviço. A receita de instalação totalizou R$3,8 milhões no 2T06, um aumento de 25,6% em comparação ao mesmo período do ano anterior, que foi de R$3,0 milhões. Esta variação positiva é um reflexo do aumento de 33,2% e 44,3% no número de instalações de TV por Assinatura e Internet Banda Larga respectivamente. A receita líquida totalizou R$79,7 milhões no 2T06, o que representa um crescimento de 21,5% em comparação aos R$65,6 milhões do 2T05. Composição Custos e Despesas Operacionais (R$ milhares) 2T06 % 2T05 % Variação 1T06 % Variação Custo com programação ,1% ,1% 27,7% ,2% 22,9% Custos relacionados à Banda Larga ,2% ,6% 31,4% ,0% 6,2% Consumo de energia de rede 916 2,0% 894 2,3% 2,5% 899 2,0% 1,9% Aluguel de postes 418 0,9% ,3% -85,4% ,0% -81,9% Outros custos operacionais ,3% ,7% 59,5% ,8% 6,0% Despesas gerais e administrativas ,4% ,1% 29,2% ,4% -12,3% Despesas comerciais ,5% ,5% 13,3% ,4% 31,1% Outras receitas ,4% 576-1,5% 99,0% 819-1,8% 39,9% Total dos Custos e Despesas ,0% ,0% 19,1% ,0% 2,1% Operacionais Os principais custos e despesas operacionais totalizaram R$47,0 milhões no 2T06, o que representa um aumento de 19,1% em comparação aos R$39,5 milhões do mesmo período do ano anterior. Em comparação ao 1T06 houve um acréscimo de 2,1%. Os fatores que levaram a este resultado são detalhados a seguir: Os custos com programação são uma das maiores despesas operacionais e compreendem as mensalidades pagas a programadoras brasileiras e internacionais pela aquisição de conteúdo para o serviço de TV por Assinatura. Estes custos somaram R$13,7 milhões no 2T06, ante R$10,7 milhões no 2T05, o que representa um aumento de 27,7%. Esta variação é o resultado de três principais fatores: (1) crescimento da base de assinantes de TV por Assinatura em 12,6% no período, (2) variação de 4,6% no dólar médio do trimestre (o custo de duas programadoras internacionais é denominado em dólar americano) e (3) pagamento extraordinário para a fornecedora de programação HBO, no valor de R$ 1,9 milhões, baseado em revisão do contrato de programação, em relação ao período de 2004 e 2005 (este foi um custo não-recorrente). Como percentual da receita bruta de TV por Assinatura, os custos com programação representaram 23,7% no 2T06, comparado a 21,0% no 2T05. Em junho de 2006, 43,7% do custo de programação era atrelado ao dólar. Os custos relacionados à Banda Larga foram de R$3,4 milhões no 2T06, um aumento de 31,4% comparado aos R$2,6 milhões do mesmo período do ano anterior. Este aumento foi resultado do crescimento da base de assinantes de Internet Banda Larga em 60,1% neste período, associado a uma redução do custo unitário pago por utilização de banda, devido à economia de escala. Os custos com consumo de energia de rede mantiveram-se estáveis em R$0,9 milhão. Os custos com aluguel de postes totalizaram R$0,4 milhão no 2T06, ante aos R$2,9 milhões do mesmo período do ano anterior, representando uma redução de 85,4%. Parte desta redução refere-se ao estorno de Vivax S.A. Página 5 de 13

6 provisões correspondentes (R$1,9 milhão), como resultado das bem-sucedidas renegociações das tarifas de aluguel de postes cobradas pelas companhias elétricas (este foi um custo não-recorrente). Outros Custos totalizaram R$6,7 milhões no 2T06, representando um aumento de 59,5% em relação aos R$4,2 milhões do 2T05. Em comparação ao 1T06 houve um acréscimo de 6,0%, passando de R$6,4 milhões para R$6,7 milhões no 2T06. Este aumento deve-se à terceirização de parte da frota de veículos e aumento com gastos de pessoal, incluindo dissídio e aumento de quadro de funcionários. Os principais itens que compões os outros custos são: serviços relacionados a manutenção de rede, custos com a frota de veículos, gastos com pessoal das áreas de engenharia e serviços técnicos, além de custos relacionados à operação. As despesas gerais, administrativas incluem as despesas relacionadas à folha de pagamento, benefícios e outras despesas administrativas, tais como despesas legais e auditoria. No 2T06 estas despesas totalizaram R$14,3 milhões, um aumento de 29,2% em comparação aos R$11,1 milhões registrados no mesmo período do ano anterior. Este aumento refere-se a despesas com publicação de balanço, custos relacionados a manutenção de Companhia Aberta e aumento de despesas com faturamento, telefonia e sistema de gerenciamento de assinantes, devido ao aumento da base de assinantes. Em comparação ao 1T06, houve uma diminuição de 12,3%, passando de R$16,3 milhões para R$14,3 milhões no 2T06. As despesas comerciais totalizaram R$8,7 milhões no 2T06, representando um aumento de 13,3% em relação aos R$7,7 milhões do 2T05. Esta variação deve-se ao crescimento de 33,2% e 44,3% das vendas instaladas de TV por Assinatura e Internet Banda Larga, respectivamente, em relação ao mesmo período do ano anterior. A provisão para créditos de liquidação duvidosa (PDD), incluída na rubrica Despesas comerciais, totalizou R$1,7 milhão no 2T06, apresentando um aumento de 30,8% em relação aos R$1,3 milhão do 2T05. Como percentual da receita bruta, a PDD representou 1,8% no 2T06 ante 1,6% do mesmo período do ano anterior. Em comparação ao 1T06 a PDD aumentou de R$1,0 milhão para R$1,7 milhão no 2T06. As outras receitas, compostas por multa e juros por pagamento de mensalidades em atraso, foram de R$1,1 milhão no 2T06, ante R$0,6 milhão no 2T05. Ajuste do lucro líquido ao EBITDA ajustado: 2T06 2T05 Variação 1T06 Variação (R$ milhares) % % Lucro líquido ,6% ,8% Despesas financeiras ,0% ,2% Receitas financeiras ,1% ,4% Variação cambial e monetária, líquida ,6% ,6% Imposto de renda ,0% - n.a. Lucro operacional antes do resultado financeiro ,0% ,8% Despesas com oferta pública de ações n.a ,8% Lucro operacional antes das despesas com oferta pública de ações ,1% ,2% Depreciação e amortização ,4% ,9% Amortização de ágio ,2% ,0% Baixa e venda de materiais para construção de rede ,5% ,0% Receitas não operacionais n.a. - n.a. EBITDA antes das despesas com oferta pública de ações ,10% ,70% Vivax S.A. Página 6 de 13

7 O lucro líquido foi de R$ 6,1 milhões no 2T06, ante a R$ 35,2 milhões no mesmo período do ano anterior. No 2T05, o lucro líquido foi influenciado por uma variação cambial que contribuiu positivamente em R$32,1 milhões, o que não ocorreu no 2T06 devido à eliminação da dívida em moeda estrangeira no 1T06. A margem de lucro líquido sobre a receita líquida foi de 7,7% no 2T06. O EBITDA do 2T06 foi de R$32,4 milhões, um resultado 24,1% superior aos R$26,1 milhões realizados no mesmo período de 2005, resultado de um bom desempenho operacional, que contribuiu para o aumento da geração de receitas, e de uma cautelosa gestão de custos e despesas. DÍVIDA, CAPITALIZAÇÃO E CAIXA Dívida, Capitalização e Caixa Exercício social encerrado em : (R$ milhares) 30/jun/06 31/mar/06 30/jun/05 Caixa e Aplicações Dívida de Curto Prazo Dívida de Longo Prazo Total da Dívida Bruta Total da Dívida Líquida Patrimônio Líquido Total Capitalização A dívida de longo prazo em Junho de 2005 incluía obrigações com partes relacionadas, no montante de R$221,3 milhões, equivalentes a US$94,1 milhões. Em 02 de Janeiro de 2006, na Assembléia Geral Extraordinária, os acionistas da Companhia decidiram liquidar os valores devidos para partes relacionadas, sendo parte mediante a conversão para capital, no montante de R$82,7 milhões (US$36,4 milhões), parte do saldo foi cedido para a controladora, Brasil TV a Cabo, cujo montante de R$37,3 milhões (US$15,9 milhões) foi simultaneamente convertido em capital. O saldo remanescente, no montante de R$80,7 milhões (US$37,3 milhões) foi liquidado, em 10 de fevereiro de 2006, com recursos provenientes da 2ª emissão pública de debêntures simples não conversíveis. Em 10 de Fevereiro de 2006, a Companhia concluiu a operação da 2ª Emissão Pública de 22 mil Debêntures Simples, ao preço de R$10 mil cada, totalizando R$220 milhões (valor original, base ), concluindo a operação de reestruturação da dívida. Os recursos recebidos com a colocação dessas debêntures, em fevereiro de 2006, somaram R$228,8 milhões, incluindo os juros proporcionais de a Em 31 de maio de 2006 a Companhia pagou o montante de R$21,2 milhões referentes aos juros semestrais dessas Debêntures. A dívida líquida apresentou uma redução de 60,2% em relação ao 2T05 e 5,6% em relação ao 1T06, fechando em R$129,8 milhões no 2T06. A relação dívida líquida/ebitda encerrou o 2T06 em 1,1x. Vivax S.A. Página 7 de 13

8 Indicadores Financeiros Exercício social encerrado em : 30/jun/06 31/mar/06 30/jun/05 EBITDA/ Despesas financeiras líquidas 3,5 3,6 3,5 Dívida Financeira Líquida/ EBITDA 1,1 1,3 3,6 Dívida Financeira Líquida/ PL 0,5 0,5 4,7 Os indicadores financeiros acima atendem às obrigações prescritas no contrato da 2ª Emissão Pública de 22 mil Debêntures Simples. INVESTIMENTOS Os Investimentos no imobilizado e diferido totalizaram R$14,1 milhões no 2T06 em comparação aos R$18,2 milhões no 2T05, representando 15,2% e 23,8% da receita bruta do 2T06 e 2T05, respectivamente. O investimento do 2T06 foi direcionado consoante o planejamento estratégico da empresa, com ênfase especial para: (1) expansão da base de assinantes de TV por Assinatura e Internet em Banda Larga, (2) os serviços de transmissão de dados e, (3) melhorias na infra-estrutura da Companhia. Os principais itens que compuseram os gastos com investimentos foram: instalação de assinantes (R$7,9 milhões), equipamentos para expansão de banda larga (R$2,7 milhões), investimentos em TI (R$1,4 milhão), expansão de rede (R$0,7 milhão), equipamentos de monitoração de rede externa (R$0,5 milhão) e demais investimentos (R$0,9 milhão). A Companhia prossegue com os trabalhos para desenvolvimento de um modelo de negócios para o serviço de Voz sobre IP. A estimativa de lançamento do produto é no 3T06. A Companhia encontra-se em fase de planejamento para o lançamento dos serviços de TV por Assinatura Digital, no Estado de São Paulo, no segundo semestre de DESPESAS NÃO-RECORRENTES No 2T06, a somatória líquida das despesas não recorrentes, no valor de R$0,6 milhão compõe-se de: (1) despesas com evento anual de integração e desenvolvimento dos colaboradores da Companhia no valor de R$0,6 milhão, (2) pagamento extraordinário para a fornecedora de programação HBO, no valor de R$1,9 milhão, baseado em revisão do contrato de programação, em relação ao período de 2004 e 2005, (3) reversão de provisão de custo com aluguel de postes no valor de R$1,9 milhão resultado das bem-sucedidas renegociações das tarifas de aluguel de postes cobradas pelas companhias elétricas. Vivax S.A. Página 8 de 13

9 COMPOSIÇÃO ACIONÁRIA Acionistas (milhares de ações) ON % PN % Total % Brasil TV a Cabo Participações S.A ,6% - 0,0% ,7% Horizon Telecom International, LLC ,0% ,4% ,6% Em Circulação ,4% ,6% ,7% Total ,00% ,00% ,00% As Units da Vivax (VVAX11) negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo são compostas por uma ação ordinária e duas preferenciais. O número total de Units da Companhia é mil. MERCADO DE CAPITAIS No 2T06 as Units da Vivax (VVAX11) valorizaram 14,8% em comparação a uma desvalorização de 3,5% do Ibovespa no mesmo período. Desde sua estréia na Bovespa até 30 de junho de 2006, as Units da Vivax valorizaram 25,1% em comparação a uma valorização de 2,4% do Ibovespa no mesmo período. O volume médio diário negociado nos meses de abril, maio e junho foi de R$4,1 milhões, R$4,7 milhões e R$2,0 milhões, respectivamente. GUIDANCE Baseado no excelente desempenho do primeiro semestre deste ano, a Companhia revisou a perspectiva de resultado para o final do ano de 2006 como segue: Novo Anterior Assinantes TV a Cabo (mil) Assinantes Banda Larga (mil) Receita Líquida (milhões) R$318 - R$325 R$312 - R$320 EBITDA (milhões) R$126 - R$132 R$122 - R$128 Capex (milhões) R$60 - R$68 R$60 - R$68 Vivax S.A. Página 9 de 13

10 PRÓXIMOS EVENTOS 1. Teleconferencia Resultados do 2 o Trimestre de 2006 Data: 28 de julho de 2006 Legislação Societária (em Português): 11h00 (horário de São Paulo) Telefone: (11) Replay: (11) Código: VIVAX Transmissão ao vivo pela internet: Legislação Societária (em Inglês): 12h00 (horário de São Paulo) Telefone: +1 (973) Replay: +1 (973) Código: Transmissão ao vivo pela internet: 2. Apresentações Públicas Rio de Janeiro APIMEC Local: Business Club One RB1 Av. Rio Branco, no 1- Salão Mauá Data: 04 de agosto de 2006 Horário: 8h30 (Horário Local) 3. Divulgação de Resultados do 3 o Trimestre de 2006 Data: 26 de outubro de 2006 Vivax S.A. Página 10 de 13

11 BALANÇOS PATRIMONIAIS CONSOLIDADOS LEVANTADOS EM 30 DE JUNHO DE 2006, 31 de MARÇO 2006 E EM 30 DE JUNHO DE 2005 (Em milhares de reais) ATIVO 2T06 1T06 2T05 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO 2T06 1T06 2T05 CIRCULANTE CIRCULANTE Caixa e bancos Financiamentos Aplicações financeiras Debêntures Contas a receber - clientes Fornecedores Provisão para créditos de liquidação duvidosa (2.472) (1.614) (5.404) Obrigações fiscais a pagar Impostos a recuperar Salários, férias, bônus e encargos sociais Outros créditos Contas a pagar referentes à aquisição de controladas Despesas antecipadas Provisão e contas a pagar de aluguel de postes Total do circulante Outras contas a pagar Total do circulante REALIZÁVEL A LONGO PRAZO EXIGÍVEL A LONGO PRAZO Empresas ligadas Financiamentos Despesas antecipadas Debêntures Depósito judicial Imposto de renda diferido passivo Imposto de renda diferido ativo Obrigações fiscais a pagar Outros créditos Empresas ligadas Total do realizável a longo prazo Provisão para contingências PERMANENTE Total do exigível a longo prazo Ágio na aquisição de controladas Recursos para futuro aumento de capital Licenças Imobilizado PATRIMÔNIO LÍQUIDO Diferido Capital social Total do permanente Prejuízos acumulados ( ) ( ) ( ) Total do patrimônio líquido TOTAL DO ATIVO TOTAL DO PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO Vivax S.A. Página 11 de 13

12 DEMONSTRAÇÕES CONSOLIDADAS DO RESULTADO DOS TRIMESTRES FINDOS EM 30/06/2006, 30/06/2005 E 31/03/2006 (R$ milhares, exceto lucro líquido por lote ação) 2T06 2T05 Variaçao 1T06 Variaçao RECEITA BRUTA DE SERVIÇOS Televisão por assinatura (TV a cabo) ,2% ,2% Acesso à Internet - banda larga ,5% ,3% Aluguel de fibra óptica ,1% ,3% Mídia ,3% 984-0,5% Instalação ,6% ,6% Total da receita bruta ,1% ,1% Deduções da receita bruta, principalmente impostos (13.156) (11.081) 18,7% (12.585) 4,5% RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA ,5% ,2% CUSTOS E DESPESAS OPERACIONAIS Com programação e outros custos operacionais (25.130) (21.264) 18,2% (23.886) 5,2% Depreciação e amortização (14.481) (15.145) -4,4% (14.916) -2,9% (39.611) (36.409) 8,8% (38.802) 2,1% LUCRO BRUTO ,4% ,5% Despesas gerais, administrativas e comerciais (23.015) (18.762) 22,7% (22.958) 0,2% Baixa e perda na venda de bens para construção de rede e outros (195) (685) -71,5% (97) 101,0% Outras receitas ,0% ,9% Amortização de ágio (4.415) (1.604) 175,3% (4.415) 0,0% LUCRO OPERACIONAL ANTES DO RESULTADO FINANCEIRO ,4% ,2% Despesas financeiras (11.074) (5.798) 91,0% (9.613) 15,2% Gastos com emissão primária de units e outros - - 0,0% (4.679) 100,0% Receitas financeiras ,1% ,4% Variação cambial e monetária, líquida ,6% ,6% RESULTADO FINANCEIRO (7.495) ,6% (3.074) 143,8% LUCRO ANTES DO IMPOSTO DE RENDA ,0% ,5% IMPOSTO DE RENDA - (636) -100,0% - 0,0% Receitas não operacionais LUCRO LÍQUIDO DO PERÍODO ,6% ,8% LUCRO LÍQUIDO DO PERÍODO POR AÇÕES - R$ 0,06 0,12-50,0% 0,07-14,3% Vivax S.A. Página 12 de 13

13 DEMONSTRAÇÕES CONSOLIDADAS DOS FLUXOS DE CAIXA PARA OS PERÍODOS DE SEIS MESES FINDOS EM 30 DE JUNHO DE 2006 E DE 2005 (Em milhares de reais) CONSOLIDADO FLUXO DE CAIXA DAS ATIVIDADES OPERACIONAIS Lucro líquido do período Ajustes para reconciliar o lucro líquido com o caixa gerado pelas atividades operacionais: Depreciação e amortização Amortização de ágio Provisão para créditos de liquidação duvidosa Custo residual de ativo permanente baixado Encargos financeiros e variação cambial sobre financiamentos, empresas ligadas e obrigações fiscais (6.305) (21.193) Provisão para contingências Redução (aumento) nos ativos operacionais: Contas a receber - clientes (6.055) (3.152) Outros créditos, impostos a recuperar e depósitos judiciais (263) Despesas antecipadas (6.282) 203 Aumento (redução) nos passivos operacionais: Fornecedores (10.052) Provisão juros a pagar debêntures Obrigações fiscais a pagar 394 (179) Salários, férias, bônus e encargos sociais (109) (3) Imposto de renda diferido passivo - pagamento (7.069) - Outras provisões e contas a pagar (5.127) Caixa gerado pelas atividades operacionais FLUXO DE CAIXA DAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS Aquisição de imobilizado e adições ao diferido (23.714) (28.185) Caixa aplicado em atividades de investimentos (23.714) (28.185) FLUXO DE CAIXA DAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTOS Captação de financiamentos - terceiros Emissão de debêntures Aumento de capital através da emissão de Units Pagamento de saldos devidos para empresas ligadas (80.677) - Pagamento de financiamentos ( ) (55.476) Caixa gerado pelas (aplicados nas) atividades de financiamentos (25.476) AUMENTO (REDUÇÃO) DO SALDO DE CAIXA, BANCOS E APLICAÇÕES FINANCEIRAS (883) CAIXA, BANCOS E APLICAÇÕES FINANCEIRAS Saldo inicial Saldo final AUMENTO (REDUÇÃO) DO SALDO DE CAIXA, BANCOS E APLICAÇÕES FINANCEIRAS (883) INFORMAÇÕES ADICIONAIS Juros pagos durante o período Conversão de valores devidos para empresas ligadas em capital Valores a pagar a fornecedores referentes à aquisição de imobilizado Reclassificação de ativo permanente para impostos a recuperar e outros ativos Vivax S.A. Página 13 de 13

Resultados 2T07 14 de agosto de 2007

Resultados 2T07 14 de agosto de 2007 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 80% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 31% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 2T07. As demonstrações financeiras da Companhia são elaboradas de

Leia mais

Resultados 4T07 e de fevereiro de 2008

Resultados 4T07 e de fevereiro de 2008 RECEITA DE PUBLICIDADE E OUTRAS CRESCEU 28% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 23% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados consolidados do 4T07 e de 2007. As Informações Trimestrais

Leia mais

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2000

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2000 Contatos: Tele Nordeste Celular Participações S.A. Mario Gomes 0xx81.216.2592 Fabíola Almeida 0xx81.216.2594 Octavio Muinz 0xx81.216.2593 TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS

Leia mais

1T06 1T05 Var % 491,7 422,4 16,4% 37,7 27,2 38,5%

1T06 1T05 Var % 491,7 422,4 16,4% 37,7 27,2 38,5% RESULTADOS DO 1T06 São Paulo, 26 de abril 2006 A Natura Cosméticos S.A. (Bovespa: NATU3) anuncia hoje os resultados do primeiro trimestre de 2006 (1T06). As informações financeiras e operacionais a seguir,

Leia mais

1. Destaques. Índice:

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 18 de abril de 2008 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (BOVESPA:EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A.

Leia mais

RESULTADOS DO 2º TRIMESTRE DE 2012 EM IFRS

RESULTADOS DO 2º TRIMESTRE DE 2012 EM IFRS RESULTADOS DO 2º TRIMESTRE DE 2012 EM IFRS Vitória, 15 de agosto de 2012 - As informações operacionais e financeiras da Empresa, exceto quando de outra forma indicadas, são apresentadas com base em números

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) % Var Ano

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) % Var Ano Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 01 de fevereiro de 2008 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (BOVESPA:EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

2 º TRIMESTRE 2005 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS

2 º TRIMESTRE 2005 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 25 de Julho de 2005 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) detém 99.0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ). (Os números

Leia mais

EARNINGS RELEASE 3T17

EARNINGS RELEASE 3T17 Recuperação do Lucro Líquido e margem EBITDA crescendo em torno de 10 p.p.. São Paulo, 31 de Outubro de 2017 - A Inbrands S.A. ( Inbrands ou Companhia ), uma empresa brasileira consolidadora e operadora

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 4T04 3T05 4T05

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 4T04 3T05 4T05 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 09 de fevereiro de 2006. Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (NYSE:EMT; BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

GERDAU S.A. Informações financeiras consolidadas condensadas interinas em 30 de junho de 2006 e de 2005

GERDAU S.A. Informações financeiras consolidadas condensadas interinas em 30 de junho de 2006 e de 2005 (Tradução livre das informações financeiras originais emitidas em inglês preparadas de acordo com princípios contábeis geralmente aceitos nos Estados Unidos da América) GERDAU S.A. Informações financeiras

Leia mais

RELATÓRIO DE RESULTADOS 3T18

RELATÓRIO DE RESULTADOS 3T18 RELATÓRIO DE RESULTADOS 3T18 São Paulo, 08 de novembro de 2018 A Cosan Logística S.A. (B3: RLOG3) ( Cosan Logística ) anuncia hoje seus resultados do terceiro trimestre de 2018 (3T18), composto por julho,

Leia mais

Divulgação de Resultados do 2T11 e 1S11

Divulgação de Resultados do 2T11 e 1S11 Divulgação de Resultados do 2T11 e 1S11 As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto quando indicado o contrário e, no 2T11 e 1S11, têm como base os números preliminares preparados

Leia mais

Hypermarcas anuncia Lucro Líquido Caixa (2) de R$71,7 milhões no 4T08 ou R$0,36 por ação e R$280,0 milhões em 2008 ou R$1,72 por ação

Hypermarcas anuncia Lucro Líquido Caixa (2) de R$71,7 milhões no 4T08 ou R$0,36 por ação e R$280,0 milhões em 2008 ou R$1,72 por ação Hypermarcas anuncia Lucro Líquido Caixa (2) de R$71,7 milhões no 4T08 ou R$0,36 por ação e R$280,0 milhões em 2008 ou R$1,72 por ação São Paulo, 12 de março de 2009 A Hypermarcas S.A. (Bovespa: HYPE3;

Leia mais

(NA COMPARAÇÃO COM 1T08).

(NA COMPARAÇÃO COM 1T08). 1T09 Tijucas (SC), 21 de maio de 2009. A Portobello S/A - código BOVESPA: PTBL3, uma das maiores empresas do setor de revestimento cerâmico brasileiro, listada no segmento tradicional da BOVESPA desde

Leia mais

(Todos os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas em Legislação Societária Brasileira )

(Todos os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas em Legislação Societária Brasileira ) Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 18 de abril de 2005 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou a Companhia ou Embratel ) detém 98,8% da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ).

Leia mais

SOMOS Educação DR 3T17

SOMOS Educação DR 3T17 SOMOS Educação DR 3T17 São Paulo, 10 de novembro de 2017 A SOMOS Educação S.A. (BM&FBOVESPA: SEDU3) divulga seus resultados do 3º trimestre de 2017 ( 3T17 ) e dos nove meses de 2017 ( 9M17 ). Os comentários

Leia mais

Divulgação de Resultados do 2T10 e 1S10

Divulgação de Resultados do 2T10 e 1S10 Divulgação de Resultados do 2T10 e 1S10 As informações financeiras preliminares são apresentadas em milhões de Reais, exceto onde indicado o contrário, e têm como base as demonstrações financeiras preparadas

Leia mais

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A.

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. Dados de Mercado em 09 de Maio de 2000: TCSL3: R$ 5,00 /1000 ações TCSL4: R$ 6,21 / 1000ações TSU: US$ 35,00 (ADR = 10.000 ações PN) Valor de Mercado: R$ 1.926 milhões

Leia mais

GERDAU S.A. Informações financeiras consolidadas condensadas interinas em 30 de setembro de 2006 e de 2005

GERDAU S.A. Informações financeiras consolidadas condensadas interinas em 30 de setembro de 2006 e de 2005 (Tradução livre das informações financeiras originais emitidas em inglês preparadas de acordo com princípios contábeis geralmente aceitos nos Estados Unidos da América) Informações financeiras consolidadas

Leia mais

Bradespar S.A. Resultados do 3º Trimestre de 2008

Bradespar S.A. Resultados do 3º Trimestre de 2008 São Paulo, 14 de novembro de 2008 A Bradespar [BOVESPA: BRAP3 (ON), BRAP4 (PN); LATIBEX: XBRPO (ON), XBRPP (PN)] anuncia os resultados referentes ao 3º trimestre de 2008. As informações financeiras a seguir,

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T14

Divulgação de Resultados 1T14 R$ milhões R$ milhões R$ milhões R$ milhões Divulgação de Resultados 1T14 As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto quando indicado o contrário e, a partir de 2011, têm como

Leia mais

Divulgação de Resultados do 1T11

Divulgação de Resultados do 1T11 Divulgação de Resultados do As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto onde indicado o contrário e, no, têm como base os números preliminares preparados de acordo com as Normas

Leia mais

Embratel Participações Divulgação de Resultado Resultado do Terceiro Trimestre de

Embratel Participações Divulgação de Resultado Resultado do Terceiro Trimestre de Embratel Participações Divulgação de Resultado Resultado do Terceiro Trimestre de 2004 1 Rio de Janeiro, Brasil 18 de outubro de 2004 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou a Empresa ou

Leia mais

Balanço patrimonial em 31 de dezembro Em milhares de reais

Balanço patrimonial em 31 de dezembro Em milhares de reais Balanço patrimonial em 31 de dezembro Em milhares de reais Ativo 2016 2015 Passivo e patrimônio líquido 2016 2015 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa (Nota 6) 25.431 27.730 Fornecedores

Leia mais

milhões, 3,3% superior ao 1T14

milhões, 3,3% superior ao 1T14 Companhia alcançou no 1T15 Receita Líquida de R$ 218,8 milhões, 3,3% superior ao 1T14 São José dos Pinhais, 14 de maio de 2015 A Companhia Providência Indústria e Comércio Providência [Bovespa: PRVI3],

Leia mais

1) DESEMPENHO NO TERCEIRO TRIMESTRE DE 2008

1) DESEMPENHO NO TERCEIRO TRIMESTRE DE 2008 1) DESEMPENHO NO TERCEIRO TRIMESTRE DE 2008 Cotação em 30/10/2008 MYPK3 R$ 10,80/ação Quantidade de ações Ordinárias: 47.431.686 Free Float: 47,02% Valor de Mercado No terceiro trimestre de 2008, a Iochpe-Maxion

Leia mais

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 1999.

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 1999. Contatos: Walmir Urbano Kesseli Joana Dark Fonseca Serafim Telefone: (041)305-5447 Fax: (041)305-3074 E-mail: joana.serafim@telecelularsul.com.br Homepage: www.telecelularsul.com.br TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES

Leia mais

2T17. Divulgação de Rsultados 2T17 e 1S17. carros

2T17. Divulgação de Rsultados 2T17 e 1S17. carros 2T17 Divulgação de Rsultados 2T17 e 1S17 carros Divulgação de Resultados 2T17 e 1S17 Frota em 30/06/2017: 151.750 carros Destaques Operacionais Diárias - Aluguel de Carros (mil) Destaques Financeiros Receita

Leia mais

Hypermarcas anuncia Lucro Líquido Ajustado* de R$65,5 milhões no 1T08 ou R$0,53 por ação

Hypermarcas anuncia Lucro Líquido Ajustado* de R$65,5 milhões no 1T08 ou R$0,53 por ação Hypermarcas anuncia Lucro Líquido Ajustado* de R$65,5 milhões no 1T08 ou R$0,53 por ação São Paulo, 13 de Maio de 2008 A Hypermarcas S.A. (Bovespa: HYPE3; Reuters: HYPE3.SA; Bloomberg: HYPE3 BZ) anuncia

Leia mais

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO QUARTO TRIMESTRE 2001 E RESULTADO ANUAL

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO QUARTO TRIMESTRE 2001 E RESULTADO ANUAL Contatos Paulo Roberto Cruz Cozza Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores (41) 312-6862 jserafim@timsul.com.br Rafael J. Caron Bósio Relações

Leia mais

Press Release. Resultados do 1º Trimestre de 2004

Press Release. Resultados do 1º Trimestre de 2004 Press Release Resultados do 1º Trimestre de 2004 2003 - página 2 de 2 Contatos Paulo Roberto Cruz Cozza Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores

Leia mais

4. INFORMAÇÕES RELATIVAS À EMISSORA Informações Financeiras Selecionadas da Companhia Análise e Discussão da Administração sobre Demonstrações

4. INFORMAÇÕES RELATIVAS À EMISSORA Informações Financeiras Selecionadas da Companhia Análise e Discussão da Administração sobre Demonstrações 4. INFORMAÇÕES RELATIVAS À EMISSORA Informações Financeiras Selecionadas da Companhia Análise e Discussão da Administração sobre Demonstrações Financeiras e Resultados Operacionais da Emissora Eventos

Leia mais

Destaques Financeiros do 1T19 (R$ mil)

Destaques Financeiros do 1T19 (R$ mil) Resultado do 1º Trimestre de 2019 Destaques do 1T19 R$ 29,6 milhões Receita Líquida +4,5%* R$ 23,7 milhões Receita de ITO +11,3%* *% de crescimento comparado com o mesmo período de 2018(1T18) Rio de Janeiro,

Leia mais

RESULTADOS DO 2 TRIMESTRE DE 2013

RESULTADOS DO 2 TRIMESTRE DE 2013 RESULTADOS DO 2 TRIMESTRE DE 2013 Vitória, 30 de julho de 2013 - As informações operacionais e financeiras da Companhia, exceto quando de outra forma indicadas, são apresentadas com base em números consolidados

Leia mais

COMENTÁRIOS DO DESEMPENHO NO 1º TRIMESTRE DE 2005

COMENTÁRIOS DO DESEMPENHO NO 1º TRIMESTRE DE 2005 COMENTÁRIOS DO DESEMPENHO NO 1º TRIMESTRE DE 2005 No primeiro trimestre de 2005, a Iochpe-Maxion apresentou um lucro líquido de R$ 15,1 milhões, comparado a R$ 2,1 milhões no mesmo período de 2004. A venda

Leia mais

A Geradora Aluguel de Máquinas S.A.

A Geradora Aluguel de Máquinas S.A. Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo Passivo e patrimônio líquido Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa (Nota 6) 25.888 67.330 Fornecedores 4.797 8.340 Aplicações financeiras 3.341

Leia mais

A Companhia. Destaques. da Controladora. do Consolidado RESULTADOS DO 4T14 1/9. Fundada em 1950, a Companhia Grazziotin teve seu capital aberto

A Companhia. Destaques. da Controladora. do Consolidado RESULTADOS DO 4T14 1/9. Fundada em 1950, a Companhia Grazziotin teve seu capital aberto A Companhia Passo Fundo, 05 de março de 2014 Fundada em 1950, a Companhia Grazziotin teve seu capital aberto Dados em 31/12/2014 em 1979. Desde 1950 Grazziotin PN (CGRA4) R$ 17,28 Sua sede fica em Passo

Leia mais

FORJAS TAURUS S.A. 3T11

FORJAS TAURUS S.A. 3T11 FORJAS TAURUS S.A. 3T11 Cotações (30-09-11): FJTA3 R$ 1,91 FJTA4 R$ 1,79 Porto Alegre, 11 de novembro de 2011 - A Forjas Taurus S.A. (Bovespa: FJTA3, FJTA4), maior produtora de armas curtas da América

Leia mais

SOMOS Educação DR 2T17

SOMOS Educação DR 2T17 SOMOS Educação DR 2T17 São Paulo, 14 de agosto de 2017 A SOMOS Educação S.A. (BM&FBOVESPA: SEDU3) divulga seus resultados do 2º trimestre de 2017 ( 2T17 ) e do primeiro semestre de 2017 ( 1S17 ). Os comentários

Leia mais

Brasil Brokers divulga seus resultados do 3º Trimestre de 2010

Brasil Brokers divulga seus resultados do 3º Trimestre de 2010 Brasil Brokers divulga seus resultados do 3º Trimestre de 2010 Rio de Janeiro, 11 de novembro de 2010. A Brasil Brokers Participações S.A. (BM&FBovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no mercado

Leia mais

Contatos. Telefones: Site: Realizável de Longo Prazo Página 1 de 11

Contatos. Telefones: Site:   Realizável de Longo Prazo Página 1 de 11 CESP Divulga Resultados do Terceiro Trimestre de 2006 Com capitalização o Endividamento Líquido da Companhia foi reduzido em 30,4% - Receita Bruta cresce 18,6% São Paulo, 16 de novembro de 2006 CESP: Companhia

Leia mais

Gas Brasiliano Distribuidora S.A.

Gas Brasiliano Distribuidora S.A. Balanço patrimonial em 31 de março (não auditado) Ativo 2016 2015 Passivo e patrimônio líquido 2016 2015 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 78.050 132.536 Fornecedores 23.096 19.064 Contas

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 1T06 4T06 1T07

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 1T06 4T06 1T07 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 24 de abril de 2007 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (NYSE:EMT;BOVESPA:EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

A Companhia. Destaques. do Consolidado: da Controladora:

A Companhia. Destaques. do Consolidado: da Controladora: Dados em 31/03/2014 Grazziotin PN (CGRA4) R$ 17,12 Valor de Mercado R$ 371,3 milhões Contatos: Renata Grazziotin Diretora de Relação com Investidores (54) 3316 7401 investidor@grazziotin.com.br www.grazziotin.com.br

Leia mais

Resultados do 1º Trimestre de São

Resultados do 1º Trimestre de São São Resultado 1T/2011 São Paulo, Brasil, 03 de maio de 2011 A Marisa Lojas S.A. (denominada Marisa ou Companhia ) (BOVESPA: AMAR3, Reuters: AMAR3.SA e Bloomberg: AMAR3 BZ), a maior rede de lojas especializada

Leia mais

RELATÓRIO DE RESULTADOS 4T18 e 2018

RELATÓRIO DE RESULTADOS 4T18 e 2018 RELATÓRIO DE RESULTADOS São Paulo, 12 de fevereiro de 2019 A Cosan Logística S.A. (B3: RLOG3) ( Cosan Logística ) anuncia hoje seus resultados do quarto trimestre de 2018 (4T18), composto por outubro,

Leia mais

1T10 DESTAQUES DO PERÍODOO (COMPARAÇÕES DE 2010 E 2009).

1T10 DESTAQUES DO PERÍODOO (COMPARAÇÕES DE 2010 E 2009). 1T10 Tijucas (SC), 11 de maio de 2010. A Portobello S/A - código BOVESPA: PTBL3, uma das maiores empresas do setor de revestimento cerâmico brasileiro, listada no segmento tradicional da BOVESPA desde

Leia mais

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. QUARTO TRIMESTRE DE 2000 E RESULTADO ANUAL

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. QUARTO TRIMESTRE DE 2000 E RESULTADO ANUAL Contatos TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. Ruggero Caterini Diretor de Finanças e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores

Leia mais

2º TRIMESTRE E 1º SEMESTRE DE 2014 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS

2º TRIMESTRE E 1º SEMESTRE DE 2014 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS Lucro Líquido atingiu R$ 187 milhões no 2T14, crescimento de 98%1 São Caetano do Sul, SP, Brasil, 22 de julho de 2014. A Via Varejo S.A. [BM&FBOVESPA: VVAR11 e VVAR3] divulga os resultados do 2º trimestre

Leia mais

Divulgação de Resultados 2T09

Divulgação de Resultados 2T09 Divulgação de Resultados 2T09 NETC4: R$ 20,77/ação (Bovespa) NETC: US$ 10,81/ADR (Nasdaq) XNET: EUR 7,62/ação (Latibex) Total de Ações: 342.963.601 Valor de Mercado: R$ 7,1 bilhões Preço de fechamento:

Leia mais

SOMOS Educação ER 1T17

SOMOS Educação ER 1T17 SOMOS Educação ER 1T17 1 São Paulo, 15 de maio de 2017 A SOMOS Educação S.A. (BM&FBOVESPA: SEDU3) divulga seus resultados do 1º trimestre de 2017 ( 1T17 ). Os comentários aqui incluídos referem-se aos

Leia mais

GRUPO AGIPLAN. Relatório Anual 31 de dezembro de 2013 e de Conta com a gente.

GRUPO AGIPLAN. Relatório Anual 31 de dezembro de 2013 e de Conta com a gente. GRUPO AGIPLAN Relatório Anual 31 de dezembro de 2013 e de 2012 Conta com a gente. 1 Conteúdo... 3-5 Balanços Patrimoniais... 6-7 Demonstrações de Resultados...8 2 Prezados senhores, Apresentamos o do Grupo

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ LOJAS AMERICANAS SA Versão : 3. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ LOJAS AMERICANAS SA Versão : 3. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2 Índice DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 1 Balanço Patrimonial Passivo 2 Demonstração do Resultado 3 Demonstração do Resultado Abrangente 4 Demonstração do Fluxo de Caixa 5 Demonstração das Mutações

Leia mais

CIA SANEAMENTO BÁSICO ESTADO SÃO PAULO / OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

CIA SANEAMENTO BÁSICO ESTADO SÃO PAULO / OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES Informações Suplementares Visando o aprimoramento das informações prestadas ao mercado, a companhia está apresentando, como informações suplementares, as demonstrações do fluxo de caixa elaboradas de acordo

Leia mais

Divulgação de resultados 2T11

Divulgação de resultados 2T11 Brasil Brokers divulga seus resultados do 2º Trimestre de 2011 Rio de Janeiro, 15 de agosto de 2011. A Brasil Brokers Participações S.A. (BM&FBovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no mercado de

Leia mais

Gas Brasiliano Distribuidora S.A.

Gas Brasiliano Distribuidora S.A. Balanço patrimonial em 30 de setembro (não auditado) BALANÇO Ativo 2016 2015 Passivo e patrimônio líquido 2016 2015 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 108.025 104.403 Fornecedores 31.434

Leia mais

A Companhia Passo Fundo, 29 de julho de 2016 Dados em 30/06/2016 R$ 14,08 R$ 14,00 R$ 309,6 milhões Renata Grazziotin

A Companhia Passo Fundo, 29 de julho de 2016 Dados em 30/06/2016 R$ 14,08 R$ 14,00 R$ 309,6 milhões Renata Grazziotin A Companhia Passo Fundo, 29 de julho de 2016 Fundada em 1950, a Companhia Grazziotin teve seu capital aberto Dados em 30/06/2016 em 1979. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 14,08 Sua sede fica em Passo Fundo/RS.

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ LOJAS AMERICANAS SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ LOJAS AMERICANAS SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2 Índice DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 1 Balanço Patrimonial Passivo 2 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração do Fluxo de Caixa 7 Demonstração das Mutações

Leia mais

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE JUNHO DE 2013 (Em R$ Mil)

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE JUNHO DE 2013 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE JUNHO DE 2013 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Bancos 281 Fornecedores 32.561 Aplicações Financeiras 1.819 Provisão Férias

Leia mais

1º Trimestre 2012 DIVULGAÇÃO DE RESULTADO

1º Trimestre 2012 DIVULGAÇÃO DE RESULTADO São Caetano do Sul, SP, Brasil, 7 de maio 2012. A Via Varejo S.A. [BM&FBOVESPA: VVAR3] divulga os resultados do 1º trimestre de 2012 (1T12). As informações operacionais e financeiras da Companhia apresentadas

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ LOJAS AMERICANAS SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ LOJAS AMERICANAS SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2 Índice DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 1 Balanço Patrimonial Passivo 2 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração do Fluxo de Caixa 7 Demonstração das Mutações

Leia mais

RELATÓRIO DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES RESULTADOS 2T08

RELATÓRIO DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES RESULTADOS 2T08 RELATÓRIO DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES RESULTADOS 2T08 307.296.000,00 ALERTA: Algumas informações contidas neste relatório baseiam-se em análises e prognósticos que dependem, para sua realização, de parâmetros

Leia mais

Resultados das Operações no 1T05

Resultados das Operações no 1T05 Resultados das Operações no 1T05 Destaques Crescimento do EBITDA de 113% O faturamento atingiu R$ 99,0 milhões (US$ 37,1 milhões), o que corresponde a um crescimento de 65,2%, comparado ao 1T04 O lucro

Leia mais

1) DESEMPENHO NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2008

1) DESEMPENHO NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2008 1) DESEMPENHO NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2008 Cotação em 30/04/2008 MYPK3 R$ 35,73/ação Quantidade de ações Ordinárias: 47.431.686 Free Float: 45,93% Valor de Mercado R$ 1.695 milhões Teleconferência Inglês

Leia mais

Bicicletas Monark S.A.

Bicicletas Monark S.A. Balanços patrimoniais em 31 de dezembro de 2018 e 2017 (Em milhares de Reais) ATIVO Notas 2018 2017 Circulante Caixa e equivalentes de caixa 3 150.534 158.553 Contas a receber de clientes - 4.209 5.598

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ COMPANHIA BRASILEIRA DE DISTRIBUIÇÃO Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ COMPANHIA BRASILEIRA DE DISTRIBUIÇÃO Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Divulgação de Resultados do 2T13

Divulgação de Resultados do 2T13 Divulgação de Resultados do 2T13 As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto quando indicado o contrário e, a partir de 2011, têm como base os números preliminares preparados

Leia mais

No segundo trimestre de 2015, ocorreu a transferência do controle societário da DEB Pequenas Centrais Hidrelétricas Ltda para a Companhia.

No segundo trimestre de 2015, ocorreu a transferência do controle societário da DEB Pequenas Centrais Hidrelétricas Ltda para a Companhia. COMENTÁRIO DO DESEMPENHO ECONÔMICO-FINANCEIRO PERÍODOS DE 1º DE ABRIL A 30 DE JUNHO DE 2015 E 2014 (Em milhares de reais, exceto quando indicado de outra forma) No segundo trimestre de 2015, ocorreu a

Leia mais

Apresentação de Resultados 1T18 - BK Brasil 11 de Maio de 2018

Apresentação de Resultados 1T18 - BK Brasil 11 de Maio de 2018 Apresentação de Resultados 1T18 - BK Brasil 11 de Maio de 2018 1 Aviso legal Esta apresentação contém informações gerais sobre os negócios e as estratégias do BK Brasil Operações e Assessoria a Restaurantes

Leia mais

Resultados do 1º Trimestre 2003

Resultados do 1º Trimestre 2003 Resultados do 1º Trimestre 2003 Abril 2003 Contatos Paulo Roberto Cruz Cozza Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores (41) 9968-3685 / 312-6862

Leia mais

TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o primeiro semestre de 2004

TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o primeiro semestre de 2004 Resultado Consolidado para o primeiro semestre de 2004 Publicação, 26 de julho de 2004 (07 páginas) Para maiores informações, contatar: Charles E. Allen TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A., SP, Brasil.

Leia mais

CIA SANEAMENTO BÁSICO ESTADO SÃO PAULO / OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

CIA SANEAMENTO BÁSICO ESTADO SÃO PAULO / OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES Informações Suplementares Visando o aprimoramento das informações prestadas ao mercado, a companhia está apresentando, como informações suplementares, as demonstrações do fluxo de caixa elaboradas de acordo

Leia mais

Resultados do 3º Trimestre/2002

Resultados do 3º Trimestre/2002 Resultados do 3º Trimestre/2002 1 Contatos Paulo Roberto Cruz Cozza Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores (41) 312-6862 jserafim@timsul.com.br

Leia mais

Release de Resultados 1T19

Release de Resultados 1T19 Release de Resultados 1T19 1 +8,5% +20% Número de clientes corporativos cresce 20% 41% Margem EBITDA de Telecom atinge 41% +9% Receita de dados dos clientes B2B cresce 9% Uberlândia MG, Maio de 2019 A

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ LOCALIZA RENT A CAR SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ LOCALIZA RENT A CAR SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Resultados do 2º Trimestre/2002

Resultados do 2º Trimestre/2002 Resultados do 2º Trimestre/2002 1 Contatos Paulo Roberto Cruz Cozza Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores (41) 312-6862 jserafim@timsul.com.br

Leia mais

Contatos TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO

Contatos TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO Contatos TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. Ruggero Caterini Diretor de Finanças e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores (41) 312-6862 Jserafim@timsul.com.br

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ PORTOBELLO SA / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ PORTOBELLO SA / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/6/29 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MARÇO DE 2013 (Em R$ Mil)

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MARÇO DE 2013 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MARÇO DE 2013 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Bancos 363 Fornecedores 39.863 Aplicações Financeiras 2.346 Provisão Férias

Leia mais

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2002

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2002 Contatos Paulo Roberto Cruz Cozza Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores (41) 312-6862 jserafim@timsul.com.br Rafael J. Caron Bósio Relações

Leia mais

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 27 de outubro de 2009.

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 27 de outubro de 2009. Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 27 de outubro de 2009. Embratel Participações S.A. ( Embrapar ) (BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,2 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ), 100,0

Leia mais

BALANÇO. Ativo Passivo e patrimônio líquido

BALANÇO. Ativo Passivo e patrimônio líquido Balanço patrimonial em 30 de junho (não auditado) BALANÇO Ativo 2017 2016 Passivo e patrimônio líquido 2017 2016 Circulante Caixa e equivalentes de caixa 55.353 90.675 Fornecedores 29.618 26.350 Contas

Leia mais

Gas Brasiliano Distribuidora S.A.

Gas Brasiliano Distribuidora S.A. Balanço patrimonial em 31 de março (não auditado) Ativo 2017 2016 Passivo e patrimônio líquido 2017 2016 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 50.383 78.050 Fornecedores 22.725 23.096 Contas

Leia mais

Gas Brasiliano Distribuidora S.A.

Gas Brasiliano Distribuidora S.A. Balanço patrimonial em 30 de setembro (não auditado) Ativo 2017 2016 Passivo e patrimônio líquido 2017 2016 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 75.546 108.025 Fornecedores 29.040 31.434

Leia mais

INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS 30/09/2017. Localiza Rent a Car S.A. CNPJ/MF: /0001

INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS 30/09/2017. Localiza Rent a Car S.A. CNPJ/MF: /0001 Localiza Rent a Car S.A. CNPJ/MF: 16.670.085/0001 INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS 30/09/2017 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3

Leia mais

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE JULHO DE 2013 (Em R$ Mil)

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE JULHO DE 2013 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE JULHO DE 2013 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Bancos 314 Fornecedores 36.047 Aplicações Financeiras 2.323 Provisão Férias

Leia mais

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE JUNHO DE 2012 (Em R$ Mil)

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE JUNHO DE 2012 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE JUNHO DE 2012 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Bancos 7.332 Fornecedores 39.187 Aplicações Financeiras 18.178 Provisão

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ GERDAU S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ GERDAU S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Confab anuncia resultados do Terceiro trimestre de 2009

Confab anuncia resultados do Terceiro trimestre de 2009 Confab anuncia resultados do Terceiro trimestre de São Paulo, 05 de novembro de. Confab Industrial S.A. (BOVESPA: CNFB4), uma empresa Tenaris, anunciou hoje os resultados do terceiro trimestre e dos primeiros

Leia mais

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S. A.

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S. A. TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S. A. Contatos TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. Ruggero Caterini Diretor de Finanças e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores

Leia mais

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 24 de julho de 2009.

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 24 de julho de 2009. Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 24 de julho de 2009. Embratel Participações S.A. ( Embrapar ) (BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,2 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ), 100,0

Leia mais

CNPJ / CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2012 (Em R$ Mil)

CNPJ / CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2012 (Em R$ Mil) CNPJ 47.902.648/0001-17 CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2012 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Bancos 922 Fornecedores 31.124 Aplicações Financeiras 13.013 Provisão

Leia mais

CIA SANEAMENTO BÁSICO ESTADO SÃO PAULO / OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

CIA SANEAMENTO BÁSICO ESTADO SÃO PAULO / OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES Informações Suplementares Visando o aprimoramento das informações prestadas ao mercado, a companhia está apresentando, como informações suplementares, as demonstrações do fluxo de caixa elaboradas de acordo

Leia mais

Iochpe-Maxion S.A. e Controladas

Iochpe-Maxion S.A. e Controladas Iochpe-Maxion S.A. e Controladas Informações Contábeis Intermediárias Individuais e Consolidadas Referentes aos Períodos de Três e Nove Meses Findos em 30 de Setembro de 2017 e Relatório sobre a Revisão

Leia mais

Brasil Brokers divulga seus resultados do 3º Trimestre de 2009

Brasil Brokers divulga seus resultados do 3º Trimestre de 2009 Divulgação de Resultados Brasil Brokers divulga seus resultados do 3º Trimestre de 2009 Rio de Janeiro, 11 de novembro de 2009. A Brasil Brokers Participações S.A. (Bovespa: BBRK3) uma empresa com foco

Leia mais

1. Destaques financeiros

1. Destaques financeiros 1. Destaques financeiros Reconciliação do EBITDA Ajustado (Medições não contábeis) * O EBIT Ajustado corresponde ao lucro antes: (i) das outras receitas/despesas operacionais, líquidas; (ii) do resultado

Leia mais

Confab anuncia resultados do primeiro trimestre de 2009

Confab anuncia resultados do primeiro trimestre de 2009 Confab anuncia resultados do primeiro trimestre de 2009 São Paulo, 30 de abril de 2009. Confab Industrial S.A. (BOVESPA: CNFB4), uma empresa Tenaris, anunciou hoje os resultados do trimestre finalizado

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ RENOVA ENERGIA S.A / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ RENOVA ENERGIA S.A / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS. 4 - NIRE 1.2 - SEDE 1 - ENDEREÇO COMPLETO Av.

Leia mais