ROTEIRO ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ROTEIRO ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAS"

Transcrição

1 FILIPE S. MARTINS

2 ROTEIRO ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAS LIDERANÇA

3 LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO LIDERANÇA É UM DOS PAPÉIS DOS ADMINISTRADORES. O LÍDER INFLUENCIA O COMPORTAMENTO DE UM OU MAIS LIDERADOS OU SEGUIDORES. A CAPACIDADE DE LIDERAR ESTÁ LIGADA COM O PROCESSO DEMOTIVAÇÃO POIS O LÍDER PRECISA DOS LIDERADOS PARA REALIZAR METAS.

4 ESTILOS DE LIDERANÇA O ESTUDO DA LIDERANÇA NA ADMINISTRAÇÃO DAS ORGANIZAÇÕES DÁ GRANDE ÊNFASE AO CONCEITO DE ESTILO. OS TERMOS AUTOCRACIA E DEMOCRACIA SÃO EMPREGADOS PARA DEFINIR DOIS ESTILOS BÁSICOS DE LIDERANÇA.

5 ESTILOS DE LIDERANÇA - AUTOCRACIA O ESTILO DA LIDERANÇA AUTOCRÁTICO MOSTRA UM LÍDER QUE ABUSA DA AUTORIDADE (TIRANIA), BUSCANDO PRODUTIVIDADE E EFICIÊNCIA NAS TAREFAS, PLANEJAMENTO E ORGANIZAÇÃO.

6 ESTILOS DE LIDERANÇA - AUTOCRACIA ALGUMAS CARACTERÍSTICAS SÃO: TOMAR DECISÕES SEM CONSULTAR A EQUIPE; MAIOR PREOCUPAÇÃO COM A TAREFA QUE COM A EQUIPE; ENFATIZA CUMPRIMENTO DE METAS E PRAZOS, QUALIDADE E ECONOMIA. COBRA O DESEMPENHO DOS FUNCIONÁRIOS MANTÉM DISTÂNCIA DE SEUS FUNCIONÁRIOS

7 ESTILOS DE LIDERANÇA - DEMOCRACIA O ESTILO DA LIDERANÇA DEMOCRÁTICA MOSTRA UM LÍDER QUE TEM UM ESTILO ORIENTADO PARA AS PESSOAS, BUSCANDO FOCAR AS RELAÇÕES HUMANAS, LEVANDO EM CONSIDERAÇÃO A OPINIÃO DO GRUPO OUDOS LIDERADOS.

8 ESTILOS DE LIDERANÇA - DEMOCRACIA ALGUMAS CARACTERÍSTICAS SÃO: ACREDITA QUE DEVE CRIAR UM CLIMA PARA QUE AS PESSOAS SINTAM-SE CONFORTÁVEIS; FOCALIZA A ATENÇÃO NO FUNCIONÁRIO ENFATIZANDO RELAÇÕES HUMANAS; PEDE OPINIÕES E SUGESTÕES E PRESTA ATENÇÃO AS SUGESTÕES DO GRUPO; DEDICA PARTE DO SEU TEMPO A ORIENTAÇÃO DA EQUIPE; É AMIGÁVEL.

9 ESTILOS DE LIDERANÇA AUTOCRACIA X DEMOCRACIA ESTILO ORIENTADO AS PESSOAS (DEMOCRÁTICO) ESTILO PESSOAS ESTILO ORIENTADO AS TAREFAS (AUTOCRÁTICO) ESTILO TAREFA LIDERANÇA ORIENTADA PARA PESSOAS LIDERANÇA ORIENTADA PARA AS RELAÇÕES HUMANAS LIDERANÇA ORIENTADA PARA A CONSIDERAÇÃO OU PARA O GRUPO LIDERANÇA ORIENTADA PARA A TAREFA LIDERANÇA ORIENTADA PARA A PRODUTIVIDADE E EFICIÊNCIA LIDERANÇA ORIENTADA PARA O PLANEJAMENTO E A ORGANIZAÇÃO

10 ESTILOS DE LIDERANÇA LIDERANÇA BIDIMENSIONAL É QUANDO OS ESTILOS DE LIDERANÇA SE MISTURAM. PODE-SE COMBINAR DIVERSOS GRAUS DE AUTOCRACIA E DEMOCRACIA DE ACORDO COM O FUNCIONÁRIO OU A EQUIPE. ESSA MISTURA RESULTA EM VÁRIAS POSSIBILIDADES DELIDERANÇA.

11 ESTILOS DE LIDERANÇA LIDERANÇA BIDIMENSIONAL LIDERANÇA ORIENTADA PARA PESSOAS MUITA ÊNFASE NAS PESSOAS; POUCA NA TAREFA POUCA ÊNFASE NAS PESSOAS E NA TAREFA MUITA ÊNFASE NAS PESSOAS E NA TAREFA MUITA ÊNFASE NA TAREFA; POUCA NAS PESSOAS LIDERANÇA ORIENTADA PARA A TAREFA

12 ESTILOS DE LIDERANÇA ESTILO EFICAZ O ESTILO MAIS EFICAZ DE LIDERANÇA É AVALIADA PELO EFEITO SOBRE O DESEMPENHO DA TAREFA E SOBRE A SATISFAÇÃO DO LIDERADO. DESSA FORMA, NÃO EXISTE UM ESTILO MAIS EFICAZ QUE OS OUTROS. O ESTILO A SER UTILIZADO DEPENDE DA SITUAÇÃO.

13 LIDERANÇA SITUACIONAL A ESSÊNCIA DAS TEORIAS DA LIDERANÇA SITUACIONAL É A IDÉIA DE QUE, PARA SER EFICAZ, O ESTILO TEM QUE SER APROPRIADO À SITUAÇÃO, ONDE O PRÓPRIO LÍDER, OS FUNCIONÁRIOS E A EMPRESA DEFINEM A SITUAÇÃO. O COMPORTAMENTO DO LÍDER É INFLUENCIADO PELA SUA FORMAÇÃO, CONHECIMENTO, VALORES E EXPERIÊNCIA; AS CARACTERÍSTICAS DOS FUNCIONÁRIOS INFLUENCIAM A ESCOLHA E EFICÁCIA DO ESTILO DE LIDERANÇA; O CLIMA, O GRUPO DE TRABALHO A NATUREZA DA TAREFA E A PRESSÃO DO TEMPO CARACTERIZAM A SITUAÇÃO DENTRO DA QUAL OS ESTILOS DE LIDERANÇA FUNCIONAM.

14 LIDERANÇA SITUACIONAL MODELO DA MATURIDADE QUANTO MAIS MADURO FOR O SEGUIDOR, MENOS INTENSO DEVE SER O USO DE AUTORIDADE SOBRE ELE E MAIS INTENSA A ORIENTAÇÃO PARA O RELACIONAMENTO. UM DOS PONTOS FORTES DESSA TEORIA É O RECONHECIMENTO DA COMPETÊNCIA E MOTIVAÇÃO COMO ELEMENTOS IMPORTANTES DO PROCESSO DE LIDERANÇA.

15 ÊNFASE NAS PESSOAS ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAS LIDERANÇA SITUACIONAL MODELO DA MATURIDADE MUITA ÊNFASE NAS PESSOAS E POUCA NA TAREFA PARTICIPAÇÃO VENDA DE IDÉIAS ÊNFASE NA TAREFA E NAS PESSOAS POUCA POUCA BAIXA DELEGAÇÃO POUCA ÊNFASE NA TAREFA E NAS PESSOAS ÊNFASE NA TAREFA MATURIDADE DA EQUIPE COMANDO ÊNFASE NA TAREFA MUITA ALTA

16 BASES MOTIVACIONAIS DA LIDERANÇA ALÉM DE AUTOCRACIA E DEMOCRACIA EXISTEM OUTROS MODELOS DE LIDERANÇA. ELAS NÃO FOCALIZAM A FORMA COMO AS DECISÕES SÃO TOMADAS E SIM O TIPO DERECOMPENSA QUE O LÍDER OFERECE.

17 BASES MOTIVACIONAIS DA LIDERANÇA - CARISMÁTICA UM LÍDER CARISMÁTICO FAZ SEUS SEGUIDORES SUPERAREM SEUS PRÓPRIOS INTERESSES E TRABALHAR EXCEPCIONALMENTE PARA REALIZAÇÃO DA TAREFA. PARA ISSO, DÃO ATENÇÃO ESPECIAL AOS SEGUIDORES. O CARISMA OU CAPACIDADE DE INFLUÊNCIA DO LÍDER, APELA PARA AS EMOÇÕES DOS SEGUIDORES E ESTIMULA SUA IDENTIFICAÇÃO COM O LÍDER.

18 BASES MOTIVACIONAIS DA LIDERANÇA - TRANSACIONAL O LÍDER TRANSACIONAL É UM NEGOCIADOR E APELA AOS INTERESSES OU NECESSIDADES PRIMÁRIAS DOS SEGUIDORES PARA FAZER COM QUE OS MESMOS REALIZEM AS TAREFAS. O LÍDER TRANSACIONAL OFERECE RECOMPENSAS MATERIAIS E/OU PSICOLÓGICAS CONSEGUINDO EM TROCA UM COMPROMISSO DO EMPREGADO.

Liderança 04/11/2011. Fonte: Maximiano (2009)

Liderança 04/11/2011. Fonte: Maximiano (2009) Fonte: Maximiano (2009) Autoridade Formal Fundamenta-se em leis aceitas de comum acordo, que criam figuras de autoridade dotadas do poder de comando. O seguidor obedece à lei incorporada na figura de autoridade,

Leia mais

LIDERANÇA. Prof. Aline Hilsendeger Pereira de Oliveira

LIDERANÇA. Prof. Aline Hilsendeger Pereira de Oliveira LIDERANÇA Os objetivo deste estudo é conhecer os estilos de liderança. Reconhecer estes estilos nas pessoas dentro da organização de maneira que possamos orientar, treinar e desenvolver adequadamente os

Leia mais

CONH. ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS QUESTÕES IBFC AGENTE ADMINISTRATIVO AGENTE/ASSISTENTE ADMINISTRATIVO QUESTÕES IBFC - LISTA 01

CONH. ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS QUESTÕES IBFC AGENTE ADMINISTRATIVO AGENTE/ASSISTENTE ADMINISTRATIVO QUESTÕES IBFC - LISTA 01 CONH. ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS AGENTE ADMINISTRATIVO AGENTE/ASSISTENTE ADMINISTRATIVO - LISTA 01 O inteiro teor desta apostila está sujeito à proteção de direitos autorais. Copyright 2016

Leia mais

Teorias Motivacionais

Teorias Motivacionais Teorias Motivacionais 1) A Hierarquia das Necessidades de Maslow 2) Teoria dos Fatores Higiênicos e Motivadores de Herzberg Fatores Higiênicos Salários e benefícios Condições de trabalho e conforto Política

Leia mais

Lista de exercícios. Liderança. Prof. Carlos Xavier.

Lista de exercícios. Liderança. Prof. Carlos Xavier. INSTITUTO DE GESTÃO, ECONOMIA E POLÍTICAS PÚBLICAS Lista de exercícios Liderança 1. (CESPE/STJ/Técnico/2008) O gestor de recursos humanos que utiliza a liderança centrada nas pessoas se preocupa em passar

Leia mais

LIDERANÇA E COMPORTAMENTO HUMANO NO TRABALHO. Caps. 11 e 12 (11ª ed.) Cap. 12 (14ª ed)

LIDERANÇA E COMPORTAMENTO HUMANO NO TRABALHO. Caps. 11 e 12 (11ª ed.) Cap. 12 (14ª ed) LIDERANÇA E COMPORTAMENTO HUMANO NO TRABALHO Caps. 11 e 12 (11ª ed.) Cap. 12 (14ª ed) Profa. Dra. Adriana Cristina Ferreira Caldana Thiago Ferreira Quilice Liderança O que faz um líder? Quais são os atributos

Leia mais

Marketing de Negociação. Empreendedorismo II. Empreendedorismo II. Unidade II: LIDERANÇA.

Marketing de Negociação. Empreendedorismo II. Empreendedorismo II. Unidade II: LIDERANÇA. Marketing de Negociação Centro Universitário de Jaraguá do Sul - UNERJ Administração Habilitação em Marketing 7a. fase - semestre 2009/2 Prof. Adm. Marco Antonio Murara,Esp. Unidade II: LIDERANÇA. A fonte

Leia mais

Liderança e Gestão de Competências

Liderança e Gestão de Competências Liderança e Gestão de Competências Teoria e prática na gestão de pessoas Prof. Ms. André Ricardo Nahas Agenda Contextualizando... Teorias de liderança Papel do líder Exemplos práticos Contextualizando...

Leia mais

6 Conclusões e Recomendações

6 Conclusões e Recomendações 93 6 Conclusões e Recomendações Este capítulo pretende relacionar as informações do referencial teórico com os resultados da pesquisa realizada com as duas pequenas empresas familiares no ramo do comércio.

Leia mais

Abordagem Humanística

Abordagem Humanística Teoria das Relações Humanas Elton Mayo Ênfase nas Pessoas enquanto parte da organização 1. Preocupa-se em analisar o trabalho e a adaptação do trabalhador ao trabalho. - Psicologia do Trabalho ou Psicologia

Leia mais

Liderança e Confiança. Alan Alexandre Anneliese Manuella Mariana Beatriz

Liderança e Confiança. Alan Alexandre Anneliese Manuella Mariana Beatriz Liderança e Confiança Alan Alexandre Anneliese Manuella Mariana Beatriz O que é liderança? Liderança x administração; Enfrentamento da complexibilidade; Enfrentamento da mudança; Autoridade natural do

Leia mais

Liderança, Atributos & Atribuições

Liderança, Atributos & Atribuições Liderança, Atributos & Atribuições Rosely Gaeta Liderança a Situacional Modelo de Hersey & Blanchard, 1986 Fonte: Apostila e Capítulo 7 Sobral & Peci 11/11/2015 A liderança situacional, ou líder que adapta

Leia mais

GESTÃO DE PESSOAS IGEPP - ANAC. Aula 6

GESTÃO DE PESSOAS IGEPP - ANAC. Aula 6 Disciplina: Gestão de Pessoas Organizador: Prof. Márcio Cunha Concurso: ANAC Aula 6 Nota: Podem incidir erros de digitação, impressão ou dúvidas conceituais. Em qualquer dessas hipóteses, solicitamos a

Leia mais

COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL

COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL Liderança Prof. Dra. Ana Carolina de Aguiar Rodrigues REFLEXÕES APÓS DEBATE Relembrar nosso contrato psicológico Avaliação geral da atividade O que aprenderam? Que insights

Leia mais

Anotações LIDERANÇA - MÓDULO 2 ESCOLA DAS RELAÇÕES HUMANAS

Anotações LIDERANÇA - MÓDULO 2 ESCOLA DAS RELAÇÕES HUMANAS ESCOLA DAS RELAÇÕES HUMANAS Em 1924, especialistas em eficiência da empresa Western Electric Company, em Hawthorne, Estados Unidos, iniciaram uma pesquisa que tinha por objetivo estudar os efeitos das

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores. Disciplina: Dinâmica nas Organizações. Prof.: Fernando Hadad Zaidan. Unidade 3.

Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores. Disciplina: Dinâmica nas Organizações. Prof.: Fernando Hadad Zaidan. Unidade 3. Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores Disciplina: Dinâmica nas Organizações Prof.: Fernando Hadad Zaidan Unidade 3.3 3 A DINÂMICA DAS ORGANIZAÇÕES E AS ORGANIZAÇÕES DO CONHECIMENTO

Leia mais

Respostas - Administração Geral Simulado STN

Respostas - Administração Geral Simulado STN DISCURSIVA Respostas - Administração Geral Simulado STN VP Concursos - Consultoria e Coaching www.vpconcursos.com.br SIMULADO STN 2.ª FASE - RESPOSTAS QUESTÕES DISCURSIVAS Questão 1 (mínimo: 15 linhas

Leia mais

Facebook.com/concursovirtual Gestão de pessoas Trabalho em equipe O que é um grupo? Grupo primário x Grupo Secundário Os grupos podem ser formais ou informais. Formais - designados pela organização. Criados

Leia mais

Liderança. Cap Liderança, do livro: PISANI, E. M.; PEREIRA, S.; RIZZON, L. A. Temas de Psicologia Social. Petrópolis: Vozes, 1994.

Liderança. Cap Liderança, do livro: PISANI, E. M.; PEREIRA, S.; RIZZON, L. A. Temas de Psicologia Social. Petrópolis: Vozes, 1994. Liderança Cap. 10 - Liderança, do livro: PISANI, E. M.; PEREIRA, S.; RIZZON, L. A. Temas de Psicologia Social. Petrópolis: Vozes, 1994. pag 143 a 156 Um dos fatos mais impressionantes e universais sobre

Leia mais

Unidade IV MODELOS DE LIDERANÇA. Prof. Gustavo Nascimento

Unidade IV MODELOS DE LIDERANÇA. Prof. Gustavo Nascimento Unidade IV MODELOS DE LIDERANÇA Prof. Gustavo Nascimento Os princípios da Liderança Proativa Passividade é uma adjetivo que não combina com a liderança proativa, diferentemente da liderança reativa, na

Leia mais

Assinale a alternativa que contém a seqüência CORRETA. a) V, F, V, V, V. b) V, V, F, V, V. c) V, V, V, F, F. d) F, V, V, F, F.

Assinale a alternativa que contém a seqüência CORRETA. a) V, F, V, V, V. b) V, V, F, V, V. c) V, V, V, F, F. d) F, V, V, F, F. 1. Acerca do comportamento organizacional, julgue os itens a seguir. O projeto organizacional define uma configuração estrutural para a organização com base na autoridade legal e ordem para qualquer tipo

Leia mais

Liderança e Gestão de Equipes. Prof. Valter de Menezes Eugenio

Liderança e Gestão de Equipes. Prof. Valter de Menezes Eugenio Prof. Valter de Menezes Eugenio O mundo empresarial mudou muito nas ultimas décadas, particularmente nos últimos 20 anos. Estas mudanças influenciam no comportamento das pessoas no ambiente de trabalho.

Leia mais

Lidere sua equipe para ter melhores resultados

Lidere sua equipe para ter melhores resultados Lidere sua equipe para ter melhores resultados Lidere sua equipe para ter melhores resultados Objetivo: Sensibilizar os empresários das micro e pequenas empresas sobre a importância da liderança eficaz

Leia mais

Administração. Abordagem Contingencial. Professor Rafael Ravazolo.

Administração. Abordagem Contingencial. Professor Rafael Ravazolo. Administração Abordagem Contingencial Professor Rafael Ravazolo www.acasadoconcurseiro.com.br Administração 1. ABORDAGEM CONTINGENCIAL Conforme o dicionário Caldas Aulete, Contingência é: possibilidade

Leia mais

Aula 01: Introdução e conceitos básicos. Ghislaine Miranda Bonduelle

Aula 01: Introdução e conceitos básicos. Ghislaine Miranda Bonduelle Aula 01: Introdução e conceitos básicos Ghislaine Miranda Bonduelle Introdução Importância da Qualidade Evolução da Qualidade Qualidade Qualidades dos produtos (ou serviços) De acordo com exigência explícita

Leia mais

Unidade II MODELOS DE LIDERANÇA. Prof. Gustavo Nascimento

Unidade II MODELOS DE LIDERANÇA. Prof. Gustavo Nascimento Unidade II MODELOS DE LIDERANÇA Prof. Gustavo Nascimento O líder como administrador de conflitos A dinâmica dos grupos organizacionais é marcada por diferentes conflitos, principalmente do tipo interpessoal,

Leia mais

LIDERANÇA. Prof. Aline Hilsendeger Pereira de Oliveira

LIDERANÇA. Prof. Aline Hilsendeger Pereira de Oliveira Os objetivo deste estudo é conhecer os estilos de liderança. Reconhecer estes estilos nas pessoas dentro da organização de maneira que possamos orientar, treinar e desenvolver adequadamente os indivíduos.

Leia mais

ROTEIRO ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAS

ROTEIRO ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAS FILIPE S. MARTINS ROTEIRO ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAS MOTIVAÇÃO E DESEMPENHO MOTIVAÇÃO E DESEMPENHO PARA O TRABALHO DESEMPENHO NO TRABALHO É O RESULTADO QUE UMA PESSOA CONSEGUE COM A APLICAÇÃO DE ESFORÇO.

Leia mais

O PAPEL DO GESTOR DE RH NO DESENVOLVIMENTO DE LIDERANÇAS

O PAPEL DO GESTOR DE RH NO DESENVOLVIMENTO DE LIDERANÇAS O PAPEL DO GESTOR DE RH NO DESENVOLVIMENTO DE LIDERANÇAS Luciana Silva Galocio de Souza 1, Lucimar Calixto de Souza 2 Orientadora: Profa. Jozimeire Jordão Leandro 3 1,2 Discentes do Curso de Pós-Graduação

Leia mais

Curso Expedito CHEFIA E LIDERANÇA NO SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA HUMANITÁRIA MANUAL DO PARTICIPANTE. Nome:

Curso Expedito CHEFIA E LIDERANÇA NO SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA HUMANITÁRIA MANUAL DO PARTICIPANTE. Nome: 29 Curso Expedito CHEFIA E LIDERANÇA NO SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA HUMANITÁRIA MANUAL DO PARTICIPANTE Nome: 30 CURSO EXPEDITO Chefia e Liderança no Serviço de Assistência Humanitária Autor: Ten Cel BM Marcello

Leia mais

PERFIL E ESTILO DE LIDERANÇA: UM ESTUDO DE CASO. 1

PERFIL E ESTILO DE LIDERANÇA: UM ESTUDO DE CASO. 1 PERFIL E ESTILO DE LIDERANÇA: UM ESTUDO DE CASO. 1 Jean Augusto Vargas 2, Roseli Fistarol Krüger 3. 1 Atividade Prática Supervisionada APS, desenvolvida para o curso de Administração. 2 Aluno do Curso

Leia mais

PSICOLOGIA E GERENCIAMENTO DE PESSOAS. DISCIPLINA: RELACIONAMENTO INTERPESSOAL Prof. Dr. Márcio Magalhães Fontoura

PSICOLOGIA E GERENCIAMENTO DE PESSOAS. DISCIPLINA: RELACIONAMENTO INTERPESSOAL Prof. Dr. Márcio Magalhães Fontoura PSICOLOGIA E GERENCIAMENTO DE PESSOAS DISCIPLINA: RELACIONAMENTO INTERPESSOAL Prof. Dr. Márcio Magalhães Fontoura Psicologia Objeto de Estudo Psique = alma + logos = estudo Grécia berço da Psicologia Desejo

Leia mais

PODER E LIDERANÇA LIDERANÇA. Definições e conceitos:

PODER E LIDERANÇA LIDERANÇA. Definições e conceitos: PODER E LIDERANÇA Profª Elizabeth Modelos de Liderança Bases do Poder: A capacidade de influenciar, persuadir e motivar pessoas, está fortemente ligada ao poder que o líder possui para a condução de sua

Leia mais

Gestão de Pessoas. Curso de Pós-Graduação em Gestão Escolar Prof. Joelma Kremer, Dra.

Gestão de Pessoas. Curso de Pós-Graduação em Gestão Escolar Prof. Joelma Kremer, Dra. Gestão de Pessoas Curso de Pós-Graduação em Gestão Escolar Prof. Joelma Kremer, Dra. Aula 8 Liderança Os objetivos desta aula são: Definir liderança e comparar liderança e administração. Resumir as principais

Leia mais

03/11/2015. Aula 7. Liderança. Agenda. Seminário. Liderança. Teorias sobre liderança

03/11/2015. Aula 7. Liderança. Agenda. Seminário. Liderança. Teorias sobre liderança Aula 7 Liderança Agenda Seminário Liderança Teorias sobre liderança 2 1 Liderança O que é liderança? Capacidade de influenciar um grupo para o alcance de objetivos. 2 Importância do tema Liderança é um

Leia mais

Fundamentos da Direção

Fundamentos da Direção Aula 7 Direção Fundamentos da Direção Inerente a qualquer organização está a necessidade de gerir esforços individuais em função de objetivos organizacionais. A direção é a função da administração responsável

Leia mais

Training Course. MBA LEADERSHIP Liderança

Training Course. MBA LEADERSHIP Liderança MBA LEADERSHIP Liderança DESCRIÇÃO Cada vez mais, a liderança assume um papel preponderante no dia-a-dia das nossas empresas. O sucesso de uma equipa está dependente da capacidade de liderança do seu líder.

Leia mais

Rodrigo Rennó Administração Geral e Pública

Rodrigo Rennó Administração Geral e Pública Rodrigo Rennó Administração Geral e Pública Empreendedorismo Governamental e Novas Lideranças no Setor Público parte 2. Liderança Um dos aspectos mais importantes para um gestor é a capacidade de liderar

Leia mais

Mapa Comparativo do Perfil Individual x Matriz de Competências Corporativas

Mapa Comparativo do Perfil Individual x Matriz de Competências Corporativas Mapa Comparativo do Perfil x de Competências Dados Principais de Competências E-mail joao_modelo@curriculum.com.br CPF 88995451467 O que é É o comparativo entre a pontuação obtida pelo indivíduo em cada

Leia mais

Liderança e Relacionamento

Liderança e Relacionamento Liderança e Relacionamento Interpessoal Professor Douglas Pereira da Silva 1 Reflexão sobre as relações humanas e sua dinâmica Desenvolver relações humanas com base em dinâmica de grupo significa criar

Leia mais

Evolução do Pensamento

Evolução do Pensamento Unidade IV Evolução do Pensamento Administrativo Prof. José Benedito Regina Conteúdo da disciplina EPA Parte 1 - conceitos gerais da administração Parte 2 - evolução histórica: Abordagens administrativas

Leia mais

Liderança. A liderança é passível de ser adquirida e ser desenvolvida em qualquer ambiente de relacionamentos.

Liderança. A liderança é passível de ser adquirida e ser desenvolvida em qualquer ambiente de relacionamentos. CHEFIA E LIDERANÇA Liderança A liderança é passível de ser adquirida e ser desenvolvida em qualquer ambiente de relacionamentos. Liderança Liderar significa possuir a capacidade e o discernimento para

Leia mais

V JOAD. Motivação e Liderança para vencer as barreiras da eficiência e atingir a EFICÁCIA. Jornada de Administração da UNIEVANGELICA

V JOAD. Motivação e Liderança para vencer as barreiras da eficiência e atingir a EFICÁCIA. Jornada de Administração da UNIEVANGELICA V JOAD Jornada de Administração da UNIEVANGELICA Motivação e Liderança para vencer as barreiras da eficiência e atingir a EFICÁCIA ANÁPOLIS Goiás 20 de Agosto 2009 Cecília Whitaker Bergamini CWB FGV/SP

Leia mais

ROTEIRO EFICIÊNCIA, EFICÁCIA E COMPETITIVIDADE DESEMPENHO DAS ORGANIZAÇÕES EFICIÊNCIA E DESPERDÍCIO PRODUTIVIDADE PRODUTIVIDADE E QUALIDADE COMBINADAS

ROTEIRO EFICIÊNCIA, EFICÁCIA E COMPETITIVIDADE DESEMPENHO DAS ORGANIZAÇÕES EFICIÊNCIA E DESPERDÍCIO PRODUTIVIDADE PRODUTIVIDADE E QUALIDADE COMBINADAS FILIPE S. MARTINS ROTEIRO EFICIÊNCIA, EFICÁCIA E COMPETITIVIDADE DESEMPENHO DAS ORGANIZAÇÕES EFICIÊNCIA E DESPERDÍCIO PRODUTIVIDADE PRODUTIVIDADE E QUALIDADE COMBINADAS EFICÁCIA COMPETITIVIDADE DESEMPENHO

Leia mais

Direção da Ação Empresarial

Direção da Ação Empresarial Direção da Ação Empresarial Ação Empresarial Direção Estilos de Direção Teoria X Homem é preguiçoso, indolente Falta-lhe ambição Egocêntrico Resiste às mudanças Dependência: precisa ser dirigido Ação Empresarial

Leia mais

TEORIAS MOTIVACIONAIS Preceitos para Liderança

TEORIAS MOTIVACIONAIS Preceitos para Liderança TEORIAS MOTIVACIONAIS Preceitos para Liderança Teoria das Relações Humanas Motivação, liderança, comunicação, organização informal, dinâmica de grupo. Influencia da motivação humana O pagamento ou recompensa

Leia mais

Aluno: Marcos José Cosme De Souza Orientador: Prof.ª. Dra. Débora Coutinho Paschoal Dourado

Aluno: Marcos José Cosme De Souza Orientador: Prof.ª. Dra. Débora Coutinho Paschoal Dourado Universidade Federal de Pernambuco Centro de Ciências Sociais Aplicadas Departamento de Ciências Administrativas Mestrado Profissional em Administração O MODELO DE LIDERANÇA SITUACIONAL DE HERSEY E BLANCHARD

Leia mais

LIDERANÇA E GERÊNCIA NA AGÊNCIA DO BB DE TUPANCIRETÃ

LIDERANÇA E GERÊNCIA NA AGÊNCIA DO BB DE TUPANCIRETÃ UFRGS - UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ERVINO ALFREDO LUKASEWICZ LIDERANÇA E GERÊNCIA NA AGÊNCIA DO BB DE TUPANCIRETÃ PORTO ALEGRE - RS 2007 2 ERVINO ALFREDO LUKASEWICZ LIDERANÇA E GERÊNCIA

Leia mais

EMPREENDEDORISMO E LIDERANÇA

EMPREENDEDORISMO E LIDERANÇA EMPREENDEDORISMO E LIDERANÇA O que é empreender? Empreender é ter autonomia para usar as melhores competências para criar algo diferente e com valor, com comprometimento, pela dedicação de tempo e esforços

Leia mais

Estudo de caso da Galeteria Pingão

Estudo de caso da Galeteria Pingão Estudo de caso da Galeteria Pingão APRESENTAÇÃO Iolanda Ferreira Nicácio Objetivo Geral: observar o estilo de liderança na Galeteria Pingão e analisar a influência do líder sobre seus liderados Objetivos

Leia mais

Qualidade de Vida no Trabalho e a Saúde do Trabalhador de Enfermagem

Qualidade de Vida no Trabalho e a Saúde do Trabalhador de Enfermagem Qualidade de Vida no Trabalho e a Saúde do Trabalhador de Enfermagem Referência bibliográfica Marquis BL; Huston CJ. Administração e liderança em enfermagem: teoria e prática. Porto Alegre: Artmed; 2005.

Leia mais

Afundamentos da Administração

Afundamentos da Administração Afundamentos da Administração aula 3 Professor Douglas Pereira da Silva 1 Fayol em uma de suas contribuições para o estudo da Administração define o chamado processo administrativo, com o desempenho de

Leia mais

Gestão em Saúde LIDERANÇA

Gestão em Saúde LIDERANÇA Gestão em Saúde LIDERANÇA Profa. Ms. Raquel J. Oliveira Lima A administração tinha como objetivos principais: alcançar a eficiência e eficácia, Hoje alcançar a excelência por meio da eficiência e eficácia

Leia mais

Liderança a e desempenho grupal

Liderança a e desempenho grupal Liderança a e desempenho grupal Definição de liderança Comportamento de liderança Teorias de liderança Copyright, 2006 José Farinha Definição de liderança O que é um líder? l A liderança é o exercício

Leia mais

07/04/2017 ANDRÉIA RIBAS GESTÃO DE PESSOAS

07/04/2017 ANDRÉIA RIBAS GESTÃO DE PESSOAS ANDRÉIA RIBAS GESTÃO DE PESSOAS 1 EQUILÍBRIO ORGANIZACIONAL 1. (Ano: 2016 Banca: CESPE Órgão: ANVISA Prova: Técnico Administrativo) O equilíbrio organizacional reflete a manutenção de um quadro de pessoas

Leia mais

PRINCÍPIOS DA GESTÃO PARA A EDUCAÇÃO

PRINCÍPIOS DA GESTÃO PARA A EDUCAÇÃO PRINCÍPIOS DA GESTÃO PARA A EDUCAÇÃO Prof. Dr. Bernardo Meyer Departamento de Ciências da Administração - CAD Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC EDUCAÇÃO EDUCAÇÃO - A educação vive um processo

Leia mais

29/4/2011. Liderança. Liderança diz. Liderança. Liderança. Bibliografia. O que é Liderança?

29/4/2011. Liderança. Liderança diz. Liderança. Liderança. Bibliografia. O que é Liderança? Bibliografia O que é? Administração: mudanças e perspectiva, Stephen Paul Robbins São Paulo: Saraiva, 2000. É o processo de influência pelo qual indivíduos, com suas ações, facilitam o movimento de um

Leia mais

PROCESSOS DE NEGÓCIOS

PROCESSOS DE NEGÓCIOS GESTÃO DE DE NEGÓCIO UNIDADE 2: GESTÃO DE DE NEGÓCIOS PROFESSORA: LUCIANA FORTES FARIAS UNIDADE 2: GESTÃO DE DE NEGÓCIOS CONTEÚDO DESTA UNIDADE 2.1 Melhoria de processos e reengenharia organizacional 2.2

Leia mais

Noções de Administração p/ IGP-RS Teoria e exercícios comentados Prof. Rodrigo Rennó Aula 01

Noções de Administração p/ IGP-RS Teoria e exercícios comentados Prof. Rodrigo Rennó Aula 01 Sumário Liderança...3 Liderança X Chefia...4 Tipos e Fontes de Poder...6 Abordagens de Liderança...7 Teoria dos Traços de Liderança....7 Teoria Comportamental Os Estilos de Liderança...8 Os Estilos de

Leia mais

LIDERANÇA. Profª. Caroline Ferreira

LIDERANÇA. Profª. Caroline Ferreira LIDERANÇA Profª. Caroline Ferreira LIDERANÇA Hoje em dia, a tecnologia não é mais o grande diferencial competitivo, pois está acessível para todas as empresas, sejam elas pequenas ou grandes. Mas as pessoas

Leia mais

UNIVERSIDADE CÂNDIDO MENDES PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO

UNIVERSIDADE CÂNDIDO MENDES PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO 1 UNIVERSIDADE CÂNDIDO MENDES PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO PROJETO A VEZ DO MESTRE GESTÃO EMPRESARIAL: LIDERANÇA FOCADA NA CONQUISTA DO BOM CLIMA ORGANIZACIONAL Daniel Luiz Vargas de

Leia mais

Instituto Superior Técnico

Instituto Superior Técnico Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa Departamento de Engenharia Civil e Arquitectura Unidade Curricular Comportamentos Transversais - I A liderança como arte e ciência Modelos Teorias

Leia mais

II. COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL

II. COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL 7. Avaliação 7.1 Conceito de Avaliação Avaliação é a atividade de coleta e análise de informações para tomada de decisão (MASIERO, 2007). O Processo organizacional Avaliação preocupa-se em mensurar (medir)

Leia mais

Fundamentos da Administração. Prof. Felipe Borini

Fundamentos da Administração. Prof. Felipe Borini Fundamentos da Administração Prof. Felipe Borini Prof. Felipe Borini Professor de ADM Geral da FEA/USP Professor do mestrado em Gestão Internacional da ESPM/SP e da graduação em ADM da ESPM Editor Chefe

Leia mais

Matriz de atividade individual*

Matriz de atividade individual* Matriz de atividade individual* Tarefa 1 Módulo: 2 Atividade: Estilos de Liderança Título: Conceito e Estilos de Liderança Aluno: Mara Christine Burr Afetian Disciplina: Liderança de Equipes Turma: B -

Leia mais

2.2 Elementos formais e informais

2.2 Elementos formais e informais 2.2 Elementos formais e informais A produtividade de um grupo e sua eficiência estão estreitamente relacionadas não somente com a competência de seus membros, mas, sobretudo com a solidariedade de suas

Leia mais

LÍDER EM AÇÃO. Bom dia! Sejam todos Bem Vindos!

LÍDER EM AÇÃO. Bom dia! Sejam todos Bem Vindos! LÍDER EM AÇÃO Bom dia! Sejam todos Bem Vindos! O QUE EU APRENDI... RESGATANDO CONCEITOS AUTOCRÁTICO Centraliza totalmente a autoridade e as decisões. Enfatiza somente o líder. Dominador Emite ordens e

Leia mais

Avaliação de Desempenho Organizacional

Avaliação de Desempenho Organizacional Avaliação de Desempenho Organizacional O que é avaliar? Avaliar significa julgar alguma atitude ou atividade de forma qualitativa, podendo-se transcrever essa percepção com o auxílio de informações quantitativas

Leia mais

Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento

Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento Habilidade, métodos, políticas, técnicas e práticas QUEM SOMOS Somos uma empresa jovem com a visão de valorização do recurso humano como impulso

Leia mais

Um guia para liderar

Um guia para liderar Estratégias para liderar com resultados Um guia para liderar e envolver pessoas para realizações criativas Princípios orientadores da liderança por Lourenço Stelio Rega Princípios orientadores da liderança

Leia mais

Concurso: Aula 6 LEONARDO FERREIRA SENADO FEDERAL ADMINISTRADOR

Concurso: Aula 6 LEONARDO FERREIRA SENADO FEDERAL ADMINISTRADOR Concurso: SENADO FEDERAL ADMINISTRADOR Aula 6 LEONARDO FERREIRA Comportamento Organizacional Conceitos (1) CO é um campo de estudo voltado para prever, explicar, compreender e modificar o comportamento

Leia mais

RAMO DE AUTOMÓVEIS EM PALMAS-TO

RAMO DE AUTOMÓVEIS EM PALMAS-TO RAMO DE AUTOMÓVEIS EM PALMAS-TO 1 2 3 6 Resumo Este trabalho busca estudar um dos mais complexos elementos do comportamento seja na cultura, crença, classe social entre outros, o clima organizacional analisa

Leia mais

SIMULADO ADMINISTRAÇÃO GERAL AUDITOR/ANALISTA RECEITA FEDERAL -ESAF. Prof. Robson Dias

SIMULADO ADMINISTRAÇÃO GERAL AUDITOR/ANALISTA RECEITA FEDERAL -ESAF. Prof. Robson Dias SIMULADO ADMINISTRAÇÃO GERAL AUDITOR/ANALISTA RECEITA FEDERAL -ESAF Prof. Robson Dias 1 - (CGU) - Um dos temas mais estudados e praticados pelas organizações, o planejamento estratégico parte do pressuposto

Leia mais

ATIVIDADE AVALIATIVA 1 Comportamento e Psicologia Organizacional Entrega: 24/05/2010 ROTEIRO DE CORREÇÃO

ATIVIDADE AVALIATIVA 1 Comportamento e Psicologia Organizacional Entrega: 24/05/2010 ROTEIRO DE CORREÇÃO Disciplina: Comportamento e Psicologia Organizacional Docente: Patricia Rossi Carraro Módulo: 7.2 Data: 04/2010 ATIVIDADE AVALIATIVA 1 Comportamento e Psicologia Organizacional Entrega: 24/05/2010 ROTEIRO

Leia mais

MOTIVAÇÃO HUMANA. Compreendendo as forças que movem o Comportamento Humano

MOTIVAÇÃO HUMANA. Compreendendo as forças que movem o Comportamento Humano MOTIVAÇÃO HUMANA Compreendendo as forças que movem o Comportamento Humano Por que as pessoas se comportam de certos modos? Qual a empresa que não quer ter em seus quadros pessoas altamente motivadas e

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PSICÓLOGO / ÁREA ORGANIZACIONAL

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PSICÓLOGO / ÁREA ORGANIZACIONAL CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PSICÓLOGO / ÁREA ORGANIZACIONAL 26. A estruturação da unidade de treinamento depende do tamanho da empresa, de suas características, de seus produtos e serviços vendidos, de sua

Leia mais

GESTÃO DE PESSOAS. Gestão de Pessoas. Gestão de Pessoas

GESTÃO DE PESSOAS. Gestão de Pessoas. Gestão de Pessoas GESTÃO DE PESSOAS Gestão de Pessoas Prof. Dr. Roberto Coda 1 Gestão de Pessoas O B J E T I V O S FORNECER COMPREENSÃO AMPLA DOS TEMAS MOTIVAÇÃO E LIDERANÇA COMO CONDICIONANTES DO PAPEL GERENCIAL APRESENTAR

Leia mais

1/28/2017 PSICOLOGIA APLICADA AO FUTEBOL. A Relação Treinador Atleta. a influência do treinador vai muito além do contexto desportivo

1/28/2017 PSICOLOGIA APLICADA AO FUTEBOL. A Relação Treinador Atleta. a influência do treinador vai muito além do contexto desportivo PSICOLOGIA APLICADA AO FUTEBOL CURSO TREINADORES DE FUTEBOL NÍVEL I UEFA C Componente Específica Joana Cerqueira joanacerqueira.cifi2d@gmail.com a influência do treinador vai muito além do contexto desportivo

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO 22/02/ HISTÓRICO NOVOS MODELOS GERENCIAIS ADMINISTRAÇÃO JAPONESA

ADMINISTRAÇÃO 22/02/ HISTÓRICO NOVOS MODELOS GERENCIAIS ADMINISTRAÇÃO JAPONESA ADMINISTRAÇÃO 1.HISTÓRICO A Administração Participativa é uma das idéias mais antigas da administração. Ela nasceu na Grécia com a invenção da democracia. Continua a ser uma idéia moderna, que integra

Leia mais

ANDRÉIA RIBAS GESTÃO DE PESSOAS

ANDRÉIA RIBAS GESTÃO DE PESSOAS ANDRÉIA RIBAS GESTÃO DE PESSOAS Gestão de Pessoas Gestão de Competências Ano: 2017 Banca: FCC Órgão: TRE-SP Prova: Analista Judiciário - Área Administrativa 1.Uma determinada entidade integrante da Administração

Leia mais

Escola de Relações Humanas e o Comportamento nas Organizações

Escola de Relações Humanas e o Comportamento nas Organizações Escola de Relações Humanas e o Comportamento nas Organizações Aulas 6 e 7 EAD-610 2017 1 SUMÁRIO Contextualizando A Escola de Relações Humanas Elton Mayo e o efeito Hawthorne Conceitos relacionados: Motivação:

Leia mais

Preencha o formulário a seguir para cada liderado. Escreva o nome dele no topo da pagina, no local indicado.

Preencha o formulário a seguir para cada liderado. Escreva o nome dele no topo da pagina, no local indicado. Instruções Preencha o formulário a seguir para cada liderado. Escreva o nome dele no topo da pagina, no local indicado. 1ª Coluna - Descreva as 4 responsabilidades mais importantes do cargo do seu liderado.

Leia mais

3- O PROCESSO DE PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO, LIDERANÇA E CONTROLE

3- O PROCESSO DE PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO, LIDERANÇA E CONTROLE 3- O PROCESSO DE PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO, LIDERANÇA E CONTROLE Quando fala-se em gestor, administrador ou gerente a primeira ideia que vem a mente é de um profissional que detém o poder dentro de uma

Leia mais

17/04/2017 ANDREA RIBAS GESTÃO DE PESSOAS TÉCNICO JUDICIÁRIO AREA ADMINISTRATIVA

17/04/2017 ANDREA RIBAS GESTÃO DE PESSOAS TÉCNICO JUDICIÁRIO AREA ADMINISTRATIVA ANDREA RIBAS GESTÃO DE PESSOAS TÉCNICO JUDICIÁRIO AREA ADMINISTRATIVA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Livro: Gestão de Pessoas para Concursos Ed. Alumnus. 4ª edição. Autores Andréia Ribas e Cassiano Salim Noções

Leia mais

O que torna uma empresa um lugar ruim para se trabalhar?

O que torna uma empresa um lugar ruim para se trabalhar? WORKSHOP DIAMOND O que torna uma empresa um lugar ruim para se trabalhar? DEMISSÃO SEM RESPEITO FALTA DE QUALIDADE DE VIDA FALTA DE RECONHECIMENTO METAS INATINGÍVEIS LÍDERES DESPREPARADOS IGNORAR AS DEMANDAS

Leia mais

Motivação Conceito e Aplicações

Motivação Conceito e Aplicações Motivação Conceito e Aplicações Cap. 6 e 7 (11º edição) Cap. 7 e 8 (14º edição) Profª. Drª. Adriana Cristina Ferreira Caldana Motivação Origem Etimológica: (Latim: Movere), noção de dinâmica ou de ação

Leia mais

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE RECURSOS HUMANOS

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE RECURSOS HUMANOS UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DE RIBEIRÃO PRETO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES PROCESSO SELETIVO DOUTORADO - TURMA 2011 PROVA

Leia mais

SISTEMAS ORGANIZACIONAIS

SISTEMAS ORGANIZACIONAIS ESTRUTURAS ORGANIZACIONAIS; LIDERANÇAS; CONFLITOS E DESENVOLVIMENTO GERENCIAL Prof. Adalberto J. Tavares Vieira,Dr. TIPOLOGIA ORGANIZACIONAL Uma organização é um grupo humano, composto por especialistas

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO GERAL CONCEITOS BÁSICOS

ADMINISTRAÇÃO GERAL CONCEITOS BÁSICOS ADMINISTRAÇÃO GERAL CONCEITOS BÁSICOS Atualizado em 27/10/2015 CONCEITOS BÁSICOS Administração, em seu conceito tradicional, é definida como um conjunto de atividades, princípios, regras, normas que têm

Leia mais

Disciplina Comportamento Organizacional

Disciplina Comportamento Organizacional Disciplina Comportamento Organizacional 1 Apresentação Profissional Petrarco José Tavares da Rocha Admistrador Esp. em Gestao de Recursos Humanos. Esp. em Metodologias e Gestão para Educação a Distância.

Leia mais

Teoria Básica da Administração. Decorrências da Teoria das Relações Humanas. Professor: Roberto César

Teoria Básica da Administração. Decorrências da Teoria das Relações Humanas. Professor: Roberto César Teoria Básica da Administração Decorrências da Teoria das Relações Humanas Professor: Roberto César Motivação Humana A motivação procura explicar por que as pessoas se comportam. Administração Cientifica

Leia mais

AULA 6 TÉCNICAS E PRINCÍPIOS DE LIDERANÇA PARA GESTÃO DE PROJETOS

AULA 6 TÉCNICAS E PRINCÍPIOS DE LIDERANÇA PARA GESTÃO DE PROJETOS AULA 6 TÉCNICAS E PRINCÍPIOS DE LIDERANÇA PARA GESTÃO DE PROJETOS Gestão: [Do lat. gestione.] S. f. Ato de gerir; gerência, administração. Tabela 1 Habilidades do Gerente de Projetos, segundo Kerzner (1992)

Leia mais

.pontodosconcursos.com.br

.pontodosconcursos.com.br ADMINISTRAÇÃO GE FEDERAL D -TRIBUTÁRIO ABELARDO NEVES Liderança situacional: fatores básicos: Desenvolvida por Hersey e Blanch, enfoca três A combinação do comporta *Fonte: Maximiano (2010) Prof. Abelardo

Leia mais

QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO: UM ESTUDO DE CASO NA NORMANDO GOMES & IRMÃOS (NORMANDO RECAP)

QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO: UM ESTUDO DE CASO NA NORMANDO GOMES & IRMÃOS (NORMANDO RECAP) ISBN 978-85-61091-05-7 Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO: UM ESTUDO DE CASO NA NORMANDO GOMES & IRMÃOS (NORMANDO RECAP) Andrea

Leia mais

Um estudo de caso dos elementos motivacionais do setor de recursos Humanos da SEFAZ - MA

Um estudo de caso dos elementos motivacionais do setor de recursos Humanos da SEFAZ - MA Um estudo de caso dos elementos motivacionais do setor de recursos Humanos da SEFAZ - MA Denise Santos Campos Orientador: Prof.ª Rosangela Guimaraes Rosa Analisar como estão sendo utilizados os elementos

Leia mais

Administração Interdisciplinar

Administração Interdisciplinar Administração Interdisciplinar 21/9/2015 Rosely Gaeta Revisão Fundamentos da Administração Introdução àadministração e às organizações Fonte: Felipe Sobral Alketa Peci - Teoria e Prática no Contexto Brasileiro

Leia mais

Aula 00. Administração Pública. ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Liderança Professor: Marcelo Camacho. Prof.

Aula 00. Administração Pública. ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Liderança Professor: Marcelo Camacho.  Prof. Aula 00 ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Liderança Professor: Marcelo Camacho www.pontodosconcursos.com.br 1 Aula 00 Aula Demonstrativa Olá, pessoal! Estou aqui para estudar com vocês o conteúdo de ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Responsabilidade da Direção

Responsabilidade da Direção 5 Responsabilidade da Direção A gestão da qualidade na realização do produto depende da liderança da alta direção para o estabelecimento de uma cultura da qualidade, provisão de recursos e análise crítica

Leia mais

Influência (liderança) e poder. Gestão e liderança Perspectivas sobre capacidades interpessoais

Influência (liderança) e poder. Gestão e liderança Perspectivas sobre capacidades interpessoais Influência (liderança) e poder Gestão e liderança Perspectivas sobre capacidades interpessoais - Traços, comportamentos, contingência Uma perspectiva do poder Partilhar aumenta o poder Tácticas para influenciar

Leia mais

Introdução aos Princípios da Gestão Empresarial

Introdução aos Princípios da Gestão Empresarial Faculdade de Tecnologia Senac Pelotas Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Unidade Curricular Gestão Empresarial ADS 2 M/N Introdução aos Princípios da Gestão Empresarial

Leia mais