segurança Como qualquer segmento, Cruzada pela

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "segurança Como qualquer segmento, Cruzada pela"

Transcrição

1 16 Potência Matéria Materia de Capa 17 Potência Materia de Capa Matéria de Capa Potência 17 Cruzada pela segurança Com a questão da qualidade dos materiais elétricos bem equacionada, diversas entidades ligadas ao setor tentam agora estabelecer no Brasil a certificação de instalações elétricas, de projetos e também de profissionais. Por Paulo Martins Como qualquer segmento, a área elétrica tem problemas estruturais. Prestação de serviços de má qualidade, concorrência desleal e visão puramente mercantilista, conforme relatam os próprios players, são práticas que ainda pautam o comportamento de alguns profissionais e empresas. Isso, sem dúvida, contribui para atrasar o desenvolvimento pleno do setor. Entretanto, uma série de ações setoriais que estão sendo propostas neste momento pode constituir uma ótima oportunidade para não só corrigir alguns desses vícios do mercado, mas também para estabelecer um novo cenário, onde a ética e as boas práticas não sejam exceção, mas sim a regra. O leitor pode até achar que essas são meras frases de efeito, inspiradas em um discurso político qualquer. Mas não são. Essas palavras foram escolhidas para chamar a atenção para o fato de que podemos estar prestes a presenciar um momento histórico. Antes de explicar o motivo para tal afirmação, é necessário fazer uma observação. Hoje, ao instalar um disjuntor, uma tomada, ou mesmo ao trocar a fiação de sua casa, muito provavelmente o consumidor estará respaldado por produtos seguros e de qualidade. Isto porque esses artigos possuem certificação compulsória. Os casos de não - conformidade de materiais de instalação que acontecem no mercado são con-

2 18 Potência Matéria Materia de Capa 19 Potência Materia de Capa siderados pontuais. Se hoje essa questão está bem equacionada, é preciso lembrar que a principal alavanca desse progresso foi a certificação. Agora sim, vamos à questão principal desta matéria. A notícia que queremos compartilhar com você, leitor, é que existe uma grande movimentação no mercado que poderá contribuir significativamente para a ampliação da cultura da segurança na área elétrica. Trata-se das propostas, apoiadas por uma série de associações e sindicatos cuja atuação se relaciona à área, de estabelecer no País a certificação voluntária em outras três frentes: das instalações prediais de baixa tensão; dos projetos de instalações elétricas, também de baixa tensão e, por fim, de diversos profissionais da construção civil (entre eles, do instalador eletricista predial de baixa tensão). A certificação de profissionais ainda depende de regulamentação específica, mas o trabalho de avaliação de No momento está em elaboração a norma que vai definir as competências do eletricista. Foto: Ricardo Brito/Grau 10 Instaladoras reconheceram as vantagens da certificação e saíram na frente nesse processo. Eduardo Daniel Certiel Brasil instalações e de projetos já começou. Apesar da incipiência dos processos, esse conjunto de propostas nos permite vislumbrar um cenário futuro que, pelo menos na teoria, estaria bem próximo do ideal, no que se refere à segurança elétrica. Primeiramente, é preciso destacar que boa parte dos produtos de instalação já é certificada compulsoriamente. Consideremos então que o profissional que vai fazer as instalações se encaixe no perfil que será estabelecido na norma que está sendo elaborada e que o projeto e a instalação também atendam à norma, no caso, a ABNT NBR Teríamos, então, todo o processo (materiais+projeto+mão de obra+instalação final) sob o guardachuva da certificação. Isso nos permite crer que, pelo menos em tese, todo o processo estaria protegido. Segundo a Certiel Brasil (Associação Brasileira de de Instalações Elétricas), a certificação é uma forma de conferir maior segurança aos usuários das instalações elétricas prediais existentes e a serem construídas. Para a construtora e para a instaladora, uma das vantagens consiste na diminuição de retrabalho na montagem da instalação, já que eventuais problemas poderão ser identificados antes da entrega do imóvel. Também pode ser um diferencial competitivo perante o mercado. Constituída em 2008, a Certiel Brasil possui atualmente oito entidades associadas: Abinee, Sindicel, Cobei, Procobre, ABNT, Abreme, Abracopel e Qualifio. O objetivo principal da associação é prover ao mercado um mecanismo de certificação voluntária das instalações elétricas prediais de baixa tensão nos segmentos residencial, comercial e industrial. O modelo de certificação adotado no Brasil foi inspirado no processo praticado em Portugal, entre outros países, e inclui duas fases. A primeira consiste na análise do projeto e do as built da instalação, para verificar a adequação aos requisitos estabelecidos pela norma ABNT NBR 5410, ou seja, se foram previstas as proteções adequadas, a divisão de circuitos, as seções de condutores, entre outras providências. Em caso de aprovação, um organismo de inspeção acreditado pelo Inmetro realiza a inspeção física da instalação. É feita a verificação visual dos componentes instalados, de sua certificação compulsória (se existir), da montagem e dos ensaios elétricos previstos no capítulo 7 da norma ABNT NBR Claro que seria ingênuo esperar que todos os problemas do setor sejam solucionados com a certificação. Mas, o que ninguém pode negar é que algo precisava e precisa ser feito para aumentar a segurança dos usuários da rede elétrica. Diversos países do Primeiro Mundo, e até alguns subdesenvolvidos, exigem a verificação compulsória das instalações elétricas de baixa tensão antes da ligação da energia por parte da empresa distribuidora. Há aqueles em que essa etapa é necessária para

3 20 Potência Matéria Materia de Capa 21 Potência Materia de Capa Matéria de Capa Potência 21 a obtenção do equivalente ao nosso habite-se, e, em outros, para se obter ambas as autorizações. No Brasil, não há legislação obrigando isso. Embora os regulamentos e as normas técnicas estejam disponíveis, as boas práticas neles contidas não têm sido atendidas de forma sistemática e nem monitoradas pelos agentes reguladores e do mercado, observa Eduardo Daniel, superintendente da Certiel Brasil. Quando se fala em estabelecer um mecanismo de controle, como os propostos, é comum que haja uma certa resistência de parte do mercado. A alegação é a de que esses profissionais são diplomados e possuem registro profissional. Por que, então, sujeitar seu trabalho a novas avaliações? Afinal, é mesmo necessário reavaliar esse trabalho? Infelizmente, a má-engenharia fez com que ela precisasse ser policiada. É uma pena. Teve que ser criado um mecanismo por conta da mazela de um setor. Durante todo esse tempo eu não encontrei, nem me apresentaram nenhuma outra solução além dessa, a da avaliação de conformidade, comenta Paulo Barreto, diretor técnico da Barreto Engenharia. As poucas estatísticas disponíveis no Brasil reforçam que alguma providência é necessária. Hoje, 20% dos incêndios registrados pelo Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo são de origem elétrica (problema causado por curto-circuito ou sobreaquecimento). Segundo levantamento da Abracopel (Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade), até agosto deste ano, ocorreram 151 incêndios causados por curto-circuito e 195 mortes por eletrocussão. Não se sabe quantas dessas ocorrências foram decorrentes de falhas dos materiais instalados, nos projetos ou da execução da obra. Entretanto, certamente muitos acidentes poderiam ser evitados, caso houvesse mecanismos de controle dessas etapas. das instalações elétricas é um diferencial para a empresa, no mercado cada vez mais competitivo. Luiz Piepszyk Corner Engenharia Foto: Ricardo Brito/Grau 10 instalações que tivessem certificação. Falta de maior adesão da esfera governamental e também a resistência dos proprietários dos imóveis para desembolsar dinheiro contribuíram para que o quadro não evoluísse. Enfim, houve uma série de ruídos que impediu que todas essas ações fossem levadas adiante. Não teve nenhum agente que conduzisse esse processo em termos de negócio, de marketing. Não houve, na verdade, uma ação efetiva do mercado em busca disso, complementa o engenheiro eletricista Paulo Barreto. Voltando ao presente momento, há quem questione se as atuais propostas de certificação serão levadas adiante, uma vez que a busca pela avaliação é voluntária. É o esforço que a gente vem fazendo. E o resultado tem sido satisfatório, responde Eduardo Daniel, da Certiel Brasil. Aliás, na opinião de muitos profissionais conceituados do setor, o ideal é que a certificação, em geral, seja mesmo voluntária. O lado bom é que não fica aquela cara de xerife. Dá trabalho para convencer as pessoas, mas estamos tentando explorar a vantagem da competitividade, completa Daniel. Existem outros fatores que levam o executivo da Certiel Brasil a crer que desta vez esse trabalho vai progredir. Entre eles, está a própria evolução do modelo de geração, transmissão e distribuição de energia e a forma como as empresas se relacionam com os usuários. Com o advento do Smart Grid (as chamadas redes inteligentes), por exemplo, será cada vez mais necessá- É preciso superar desconfianças do mercado Foto: Ricardo Brito/Grau 10 Além de enfrentar possíveis resistências, as tentativas de estabelecer a certificação como agente fomentador da qualidade e da segurança terão ainda que superar algumas desconfianças do mercado. Afinal, iniciativas semelhantes já foram propostas no passado, até com algum sucesso inicial, mas sem a necessária continuidade. Nas últimas duas décadas, algumas entidades representativas do setor, de maneira individual ou coletiva, tentaram conscientizar os agentes reguladores da importância do estabelecimento de sistemática para a avaliação da conformidade das instalações. O mais incrível é que essas tentativas chegaram a consumir meses, e até anos de reuniões, envolvendo os mais conceituados profissionais da área. Profissionais responsáveis pela certificação deverão ter preparo para lidar com situações inusitadas. Paulo Barreto Barreto Engenharia Algumas ações voluntárias de avaliação chegaram a ser implementadas, mas sem que tivessem resultados com abrangência satisfatória. Um dos problemas que desestimularam essa jornada foi o fato de que não se conseguiu encontrar quem assumisse efetivamente a função de exigir essa avaliação da conformidade. Pensou-se em resgatar uma função que as distribuidoras de energia já tiveram no passado: quando havia uma solicitação de ligação de energia, a concessionária enviava um inspetor para verificar a instalação da residência e só depois da aprovação a energia era ligada. Houve também a tentativa de estabelecer esse processo no âmbito municipal, mas a justificativa dada por algumas cidades para não encampar a ideia foi a de que esse já era um item constante no Código de Obras local. Até com as seguradoras iniciaram-se conversas. Uma das propostas era reduzir o valor do prêmio do seguro das

4 22 Potência Matéria Materia de Capa 23 Potência Materia de Capa Matéria de Capa Potência 23 rio dispormos de sistemas otimizados, bem como mão de obra preparada. Ainda temos um longo caminho para percorrer, mas a própria evolução das tecnologias que estão surgindo vai acabar impulsionando o negócio para frente, espera Daniel. De qualquer forma, existe a possibilidade de que esse tipo de certificação se torne compulsório, em algumas situações. São Paulo já estuda a possibilidade de criar uma lei tratando das condições de verificação das instalações elétricas no âmbito do Estado. A medida poderia envolver, por exemplo, edifícios públicos e obras financiadas com verbas estaduais. Daniel acredita também que a questão financeira não será um grande empecilho. A estimativa é de que o processo de certificação de instalações em um edifício residencial custe entre R$ 50,00 e R$ 80,00 por apartamento. A certificação, frente aos investimentos que a instaladora, ou própria construtora faz representa um valor muito pequeno, destaca. Até o momento foram feitas seis certificações em edifícios comerciais e a procura por informações é progressiva. Curiosamente, o interesse maior tem partido dos instaladores. Achávamos que as construtoras tomariam iniciativa, por terem poder de compra na mão e por arcarem com a responsabilidade maior da edificação, e provavelmente elas vão aderir a isso. Mas as instaladoras perceberam antes e saíram na frente, compara Daniel. A meta da Certiel Brasil é encerrar o ano de 2010 com 2 mil unidades certificadas. Já Paulo Barreto, um dos pioneiros nas iniciativas de estabelecer a certificação no Brasil, e que hoje atua na área de projetos, consultoria, treinamento e perícia, revela uma preocupação. Ele observa que para cada tipo de certificação - seja de mercadorias, de sistemas ou de instalações, existe um rito diferente, que precisa ser respeitado. Eu tenho um receio: que se faça a certificação de instalações elétricas com o mesmo rito da certificação de sistemas da qualidade. Assim não vai funcionar e se jogará fora uma enorme oportunidade de ajustar as coisas, alerta. Barreto observa ainda que, por trás de uma instalação elétrica existem pessoas, que precisam de liberdade para criar, desde que dentro dos requisitos legais e normativos. Como estabelecer isso num processo de avaliação da conformidade? A coisa é delicada, comenta. Ele exemplifica com uma questão: qual seria o parecer de um inspetor que encontrasse um quadro de distribuição embutido no piso, e não na parede, como normalmente ocorre? Essa é uma situação conforme ou não - conforme? Espero que o pessoal esteja preparado para lidar com essas criações inusitadas, que são lícitas, mas que podem chocar um inspetor à primeira vista, complementa Barreto. Será que com todas essas experiências do passado e com a própria tendência global de buscar melhorias nos mais diversos processos a sociedade brasileira evoluiu, nos últimos anos, a ponto de compreender melhor a importância da certificação? Não tenho o menor receio de dizer que preparado o mercado está. O que ele pode é não querer. É diferente, opina Paulo Barreto. O engenheiro diz ainda que mantém boas expectativas em relação à futura aplicação da Instrução Técnica Nº 041, elaborada pelo Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo. Essa medida estabelece as condições para a realização de inspeção visual básica das instalações elétricas de baixa tensão das edificações. Essa não é uma avaliação da conformidade completa, nem tem essa pretensão. Ela foi feita para identificar alguns itens relativos à segurança contra incêndio e choques elétricos. É simples Segurança Expectativa é de que a certificação de profissionais conscientize quanto à necessidade de usar EPIs. Fotos: Divulgação de fazer, barato e ajudará a expandir essa cultura, acredita. Incertezas à parte, o fato é que vivemos outro momento, outra conjuntura, motivada inclusive pela globalização. O que se percebe é que há um grande empenho de profissionais e de entidades sérias em torno de todo esse trabalho citado. Assim, este talvez seja o start para a necessária virada no rumo dos acontecimentos. Talvez esta seja a chance da área elétrica se livrar de muita coisa ruim que atravanca seu crescimento. Talvez. O resultado disso tudo só saberemos no futuro. Entretanto, cabe a todos os agentes envolvidos direta ou indiretamente com o setor (a saber: fabricantes, lojistas, profissionais liberais, escritórios de engenharia, consumidores e imprensa, Alerta Problemas elétricos ainda são responsáveis por provocar muitos incêndios.

5 24 Potência Matéria Materia de Capa 25 Potência Materia de Capa Matéria de Capa Potência 25 AS PROPOSTAS DE CERTIFICAÇÃO......DE INSTALAÇÕES A iniciativa é da Associação Brasileira de de Instalações Elétricas (Certiel Brasil), entidade que engloba oito associações: Abinee, Sindicel, Procobre, Cobei, ABNT, Abreme, Abracopel e Qualifio. A ideia é promover a certificação técnica voluntária de instalações elétricas de acordo com a norma ABNT NBR 5410 e outras de áreas específicas. Até o momento já foram feitas seis certificações....de PROJETOS O Programa Voluntário de Avaliação de Conformidade de Projetos Elétricos visa a certificação conforme a norma ABNT A iniciativa partiu da Associação Brasileira de Engenharia de Sistemas Prediais (Abrasip) - Regional Minas Gerais. Os primeiros processos de certificação estão em andamento....de PESSOAS A ideia de fazer a certificação de profissionais da construção civil foi motivada pela carência de mão de obra qualificada no País. A ABNT será responsável pela elaboração da norma técnica que vai estabelecer o perfil desejado para 12 tipos de profissionais - entre eles, o instalador eletricista predial. Fotos: Dreamstime entre outros) contribuir para o sucesso dessas iniciativas, não se limitando a assistir mais este momento passar. A Corner Engenharia, de São Paulo (SP), optou por exercer um papel ativo nesse processo. O diretor Comercial Luiz Jacob Piepszyk leu uma reportagem sobre o trabalho de certificação proposto pela Certiel Brasil e de imediato identificou que esse seria um diferencial importante para a empresa, que faz instalações elétricas e de cabeamento estruturado. As seis certificações promovidas até o momento pela Certiel Brasil foram de obras da Corner. De acordo com Luiz Piepszyk, a dificuldade de encontrar mão de obra especializada no mercado se agravou com o crescimento apresentado pela construção civil nos últimos anos. Isso obriga as próprias empresas a formarem seus trabalhadores na prática, mesmo sem disporem de tempo e recursos extras. Para o executivo, a certificação deve ajudar indiretamente na melhoria da qualidade da mão de obra, pois, sabendo que terão seu trabalho avaliado, essas pessoas tendem a mudar sua postura para melhor. A Corner possui 30 colaboradores que, segundo Piepszyk, aceitaram bem a ideia. Para ele, além de valorizar os funcionários, essa medida serve para estabelecer melhores práticas na empresa. Estamos alterando nossa sistemática de trabalho, padronizando produtos e a forma de executar uma instalação elétrica, conta. O diretor Comercial acredita que pode dormir sossegado ao ter um serviço da Corner certificado, pois terá a certeza de que aquilo que os colaboradores da empresa executaram está de acordo com as normas. O cliente também sairá ganhando, diz Piepszyk, porque terá a garantia de que o trabalho foi bem feito. Serviço é uma espécie de caixa preta. O cliente só vai saber o que comprou na hora em que receber a instalação. Um serviço certificado é totalmente confiável, destaca. Piepszyk diz que pretende continuar certificando as instalações feitas pela Corner. Não vou parar. Infelizmente a mão de obra é muito problemática no Brasil e essa é uma forma de mantermos a qualidade, finaliza. mento que vai normatizar a atuação do eletricista. O Regulamento de Avaliação da Conformidade (RAC) de pessoas da construção civil, elaborado sob a coordenação do Inmetro, servirá de base para a futura acreditação dos Organismos de de Pessoas no âmbito do Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade. O RAC já passou por consulta pública e agora precisa ser publicado pelo Inmetro na forma de portaria. No processo de certificação de pessoas são avaliadas questões como formação educacional e experiência profissional. Além disso, a norma deverá informar quais treinamentos o profissional em questão terá de passar para exercer sua função. Além de assegurar a qualidade dos serviços prestados, a certificação de Construtoras já estão colocando como condição para fechar contrato que o projeto seja certificado. Ítalo Batista Abrasip-MG Foto: Divulgação Busca pela excelência vai envolver também projetos e profissionais A ideia de estabelecer a certificação de pessoas surgiu a partir de uma necessidade constatada pela cadeia da construção civil, que sofre com a falta de mão de obra qualificada, em especial neste momento em que o setor vive um novo boom no Brasil. A ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) está desenvolvendo normas específicas com critérios de competência técnica para profissionais que atuam em 12 funções na construção civil - uma delas é a de eletricista predial de baixa tensão. Em breve, essas normas servirão de base ao Inmetro para certificar pessoas, melhorando o nível da qualidade e de segurança dos serviços executados, acredita Eduardo Daniel, que coordena a Comissão de Estudos responsável pela elaboração do docu-

6 26 Potência Matéria Materia de Capa 27 Potência Materia de Capa pessoas vai permitir que o eletricista possa acompanhar os avanços tecnológicos dos produtos e dos processos construtivos. Esta é, portanto, uma forma de compensar as carências existentes na educação formal e profissional desses indivíduos. A busca pela excelência também motivou a criação do Programa Voluntário de Avaliação de Conformidade de Projetos de Instalações Elétricas de Baixa Tensão, uma iniciativa inédita no Brasil, lançada pela Associação Brasileira de Engenharia de Sistemas Prediais (Abrasip) - Regional Minas Gerais. Na opinião de Ítalo Batista, vicepresidente de Atividades Técnicas da entidade, o mercado dispõe de bons projetistas e, consequentemente, de bons projetos. Entretanto, observa ele, eventualmente as normas não são seguidas, até por desconhecimento. O projeto é a base para que a instalação ocorra direito. Não há como fazer uma boa instalação sem um bom projeto. Com o programa, a gente espera que o conhecimento das normas passe a ser maior, comenta. Os requisitos técnicos para avaliação de conformidade dos projetos elétricos são aqueles expressos na norma ABNT NBR Qualquer empresa, associada ou não da Abrasip-MG, poderá submeter voluntariamente seu projeto elétrico para avaliação. Sendo aprovado, será conferido o Selo Abrasip-MG. O processo será realizado Países com certificação compulsória de instalações Argentina, Bélgica, Benin, Camarões, Cingapura, Coreia do Sul, Suíça, Chile, Costa do Marfim, Espanha, França, Indonésia, Inglaterra, Irlanda, México, Peru, Japão, Líbano, Marrocos, Polônia, Portugal, Senegal e Colômbia. Fonte: Fisuel 2010 Para saber mais exclusivamente pela empresa Hilton Moreno Consulting, comandada pelo engenheiro Hilton Moreno, profissional de renome nacional que participou da elaboração da NBR O programa visa indicar especificamente se o projeto elétrico atende ou não às prescrições da norma e não tem por objetivo analisar ou comentar o mesmo em relação à sua concepção, filosofia ou métodos de cálculo. Também não inclui sugestões de melhoria, correções ou indicações de soluções eventualmente necessárias e não refaz ou confere cálculos, o que é de responsabilidade unicamente do projetista. Para a Abrasip-MG, o programa vai contribuir para o aprimoramento da qualidade técnica dos projetos oferecidos ao mercado brasileiro e servirá também para criar um diferencial entre as empresas projetistas baseado na qualidade dos trabalhos elaborados. Com este programa a sociedade também ganha, uma vez que ela terá acesso a projetos que foram certificados e atendem à normalização técnica, o que representará mais segurança e desempenho das instalações executadas, comenta Batista. Esse processo ainda está em fase inicial - por enquanto, existem três casos em análise. Assim, em breve o primeiro projeto deverá ser certificado. Mas, diante da boa aceitação que a ideia teve, a sensação é de que é apenas uma questão de tempo para essa iniciativa decolar. Segundo Batista, alguns construtores já estão colocando como condição para fechar contrato que o projeto seja certificado. Também tem havido manifestações de outros estados interessados em conhecer o sistema. Isso mostra a grande aceitação que houve no mercado, tanto por parte de projetistas quanto dos contratantes, ou seja, os construtores, comenta.

Certificação de instalações elétricas de baixa tensão: Portaria Inmetro 51/2014

Certificação de instalações elétricas de baixa tensão: Portaria Inmetro 51/2014 Certificação de instalações elétricas de baixa tensão: Portaria Inmetro 51/2014 Eduardo Daniel Certiel Brasil 2014 Associação membro da Associação Brasileira de Certificação de Instalações Elétricas Certiel

Leia mais

PRIMEIRO PASSO PARA A MUDANÇA

PRIMEIRO PASSO PARA A MUDANÇA 52 PRIMEIRO PASSO PARA A MUDANÇA Em janeiro deste ano, o Inmetro publicou a Portaria que estabelece os requisitos de avaliação da conformidade para a certificação voluntária de instalações elétricas de

Leia mais

Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações

Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações Revisão e panorama da NBR 5410 e verificação das instalações elétricas Eduardo Daniel Coordenador da CE 03:064-001 ORIGEM ABNT - Associação

Leia mais

1 INSPEÇÃO DA INSTALAÇÃO ELÉTRICA CONFORME A NBR 5410

1 INSPEÇÃO DA INSTALAÇÃO ELÉTRICA CONFORME A NBR 5410 1 INSPEÇÃO DA INSTALAÇÃO ELÉTRICA CONFORME A NBR 5410 A segurança sempre está em pauta em nossas vidas e com a eletricidade não deve ser diferente. Durante a utilização normal das instalações elétricas

Leia mais

Lei 11.337 Fio terra. Eduardo Daniel Gerente de Tecnologia Sindicel. Abinee Tec 2007. edaniel@sindicelabc.org.br. Abril 2007 1

Lei 11.337 Fio terra. Eduardo Daniel Gerente de Tecnologia Sindicel. Abinee Tec 2007. edaniel@sindicelabc.org.br. Abril 2007 1 Lei 11.337 Fio terra Eduardo Daniel Gerente de Tecnologia Sindicel edaniel@sindicelabc.org.br Abril 2007 1 CONTEÚDO Necessidade do condutor de proteção (fio terra) Panorama atual no Brasil A Lei 11.337

Leia mais

Todo cuidado é pouco!

Todo cuidado é pouco! 46 Todo cuidado é pouco! O cenário de instalações elétricas irregulares ainda é preocupante. O descaso com a norma NBR 5410 é mais comum em autoconstruções e residências unifamiliares, porém, é um problema

Leia mais

LAUDO DE VISTORIA ELÉTRICA José Antonio Mocarzel engenheiro eletricista CREA RJ 1981103822

LAUDO DE VISTORIA ELÉTRICA José Antonio Mocarzel engenheiro eletricista CREA RJ 1981103822 LAUDO DE VISTORIA ELÉTRICA N O 21/2015 1. Informações gerais sobre o local da vistoria: Imóvel sito a rua Jornalista Irineu Marinho nº 441 Icaraí Niterói RJ Nome do Condomínio: Edifício Luanda CNPJ/MP:

Leia mais

Importância da normalização para as Micro e Pequenas Empresas 1. Normas só são importantes para as grandes empresas...

Importância da normalização para as Micro e Pequenas Empresas 1. Normas só são importantes para as grandes empresas... APRESENTAÇÃO O incremento da competitividade é um fator decisivo para a maior inserção das Micro e Pequenas Empresas (MPE), em mercados externos cada vez mais globalizados. Internamente, as MPE estão inseridas

Leia mais

Orientação ao mercado de trabalho para Jovens. 1ª parte. Projeto Super Mercado de Trabalho 1ª parte Luiz Fernando Marca

Orientação ao mercado de trabalho para Jovens. 1ª parte. Projeto Super Mercado de Trabalho 1ª parte Luiz Fernando Marca Orientação ao mercado de trabalho para Jovens 1ª parte APRESENTAÇÃO Muitos dos jovens que estão perto de terminar o segundo grau estão lidando neste momento com duas questões muito importantes: a formação

Leia mais

Aqui você encontra artigos que irão auxiliar seu trabalho a partir de informações relevantes sobre segurança e dicas de instalações elétricas.

Aqui você encontra artigos que irão auxiliar seu trabalho a partir de informações relevantes sobre segurança e dicas de instalações elétricas. Artigos técnicos 02 Aqui você encontra artigos que irão auxiliar seu trabalho a partir de informações relevantes sobre segurança e dicas de instalações elétricas. Instalação elétrica defasada é foco de

Leia mais

MÓDULO 14 Sistema de Gestão da Qualidade (ISO 9000)

MÓDULO 14 Sistema de Gestão da Qualidade (ISO 9000) MÓDULO 14 Sistema de Gestão da Qualidade (ISO 9000) Ao longo do tempo as organizações sempre buscaram, ainda que empiricamente, caminhos para sua sobrevivência, manutenção e crescimento no mercado competitivo.

Leia mais

Retorno de Investimento utilizando o CADDPROJ

Retorno de Investimento utilizando o CADDPROJ 1 Retorno de Investimento utilizando o CADDPROJ 1. Estudo de Viabilidade Econômica para Solução CADDPROJ - Será que é preciso Otimizar o processo de Projeto? E agora, continuar no método Antigo ou Inovar?

Leia mais

ESCOPO DE SERVIÇOS PARA COORDENAÇÃO DE PROJETOS

ESCOPO DE SERVIÇOS PARA COORDENAÇÃO DE PROJETOS IV WBGPPCE 2004 Workshop Brasileiro de Gestão do Processo de Projeto na Construção de Edifícios ESCOPO DE SERVIÇOS PARA COORDENAÇÃO DE PROJETOS MELHADO, Silvio, Doutor e Livre-Docente, Professor Associado

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA CERTIFICAÇÃO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS CONFORME A NBR 5410/2004, UM ESTUDO DE CASO

PROCEDIMENTO PARA CERTIFICAÇÃO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS CONFORME A NBR 5410/2004, UM ESTUDO DE CASO i UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE TECNOLOGIA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA PROCEDIMENTO PARA CERTIFICAÇÃO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS CONFORME A NBR 5410/2004, UM ESTUDO DE CASO Marcus Vinícius Barreto

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DE PRODUTOS CONTRA INCÊNDIO

CERTIFICAÇÃO DE PRODUTOS CONTRA INCÊNDIO Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica CERTIFICAÇÃO DE PRODUTOS CONTRA INCÊNDIO Eng. Fabián Yaksic Gerente do Departamento de Tecnologia e Política Industrial 2º Fórum Nacional de Prevenção

Leia mais

A busca da qualidade em proteção passiva contra fogo de estruturas metálicas

A busca da qualidade em proteção passiva contra fogo de estruturas metálicas MATERIAL DE REFERÊNCIA: PROFESSOR SERGIO PASTL A busca da qualidade em proteção passiva contra fogo de estruturas metálicas A proteção passiva contra fogo em estruturas metálicas é relativamente recente

Leia mais

MENSAGEM DO PRESIDENTE

MENSAGEM DO PRESIDENTE Ética para viver Ética para viver MENSAGEM DO PRESIDENTE Caro colaborador, A Bandeirante possui missão, visão e valores definidos. Eles estão discriminados em um documento amplamente difundido dentro e

Leia mais

eccosystems@eccosystems.com.br janaina@eccosystems.com.br

eccosystems@eccosystems.com.br janaina@eccosystems.com.br eccosystems@eccosystems.com.br janaina@eccosystems.com.br 51 3307 6597 A ECCOSYSTEMS está estruturada para a prestação de serviços de engenharia, consultoria, elaboração de estudos, planejamento, projetos

Leia mais

COMO CONTRATAR UM CONSTRUTOR. web. www.2030studio.com email.contato@2030studio.com telefone. 55 41 8413 7279

COMO CONTRATAR UM CONSTRUTOR. web. www.2030studio.com email.contato@2030studio.com telefone. 55 41 8413 7279 COMO CONTRATAR UM CONSTRUTOR Nós moldamos nossos edifícios. Depois eles nos moldam. - Winston Churchill Encontrar o melhor empreiteiro para seu projeto residencial é uma decisão extremamente importante.

Leia mais

PAÍSES PRESENTES. República Tcheca. Coreia do Sul. Alemanha. Inglaterra. Angola. Equador. Suiça. Israel. Argentina. Espanha. Itália. Taiwan.

PAÍSES PRESENTES. República Tcheca. Coreia do Sul. Alemanha. Inglaterra. Angola. Equador. Suiça. Israel. Argentina. Espanha. Itália. Taiwan. 1 O EVENTO 3 4 PAÍSES PRESENTES Alemanha Coreia do Sul Inglaterra República Tcheca Angola Equador Israel Suiça Argentina Espanha Itália Taiwan Áustria EUA Japão Turquia Brasil Finlândia México Uruguai

Leia mais

Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com. Manual do Professor

Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com. Manual do Professor Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com Manual do Professor Manual do professor Este manual deve ser usado em conjunto com o vídeo do autor disponível no site da editora: www.campus.com.br Maiores

Leia mais

CADERNO DE DESCRIÇÕES DE CARGOS FÁBRICA

CADERNO DE DESCRIÇÕES DE CARGOS FÁBRICA CADERNO DE DESCRIÇÕES DE CARGOS FÁBRICA REVISÃO DOS DADOS 04 RELAÇÃO DE CARGOS Auxiliar de Montagem Montador Supervisor de Produção Técnico de Programação da Produção Coordenador de Produção IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

Embratel como provedora de infraestrutura para Grandes Eventos

Embratel como provedora de infraestrutura para Grandes Eventos I D C C A S E S T U D Y Embratel como provedora de infraestrutura para Grandes Eventos Janeiro, 2015 João Paulo Bruder, Coordenador de Telecomunicações, IDC Brasil Patrocinado pela Embratel A eficiência

Leia mais

Como driblar a crise. e obter sucesso no Gerenciamento de Projetos

Como driblar a crise. e obter sucesso no Gerenciamento de Projetos Como driblar a crise e obter sucesso no Gerenciamento de Projetos COMO DRIBLAR A CRISE E OBTER SUCESSO NO GERENCIAMENTO DE PROJETOS Índice Introdução 03 A crise 04 Conclusão 22 Sobre a Projectlab 24 8

Leia mais

Redes Sociais Em Apoio À Tomada De Decisão

Redes Sociais Em Apoio À Tomada De Decisão Redes Sociais Em Apoio À Tomada De Decisão Este assunto normalmente é tratado quando se aborda a coleta de dados no ciclo de Inteligência. No entanto, o fenômeno das redes sociais, atualmente, cresceu

Leia mais

9SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 18/2015

9SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 18/2015 Instrução Técnica nº 18/2011 - Iluminação de emergência 449 9SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 18/2015

Leia mais

Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os

Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os melhores resultados. 2 ÍNDICE SOBRE O SIENGE INTRODUÇÃO 01

Leia mais

A importância da Liderança no sucesso da implementação Lean

A importância da Liderança no sucesso da implementação Lean A importância da Liderança no sucesso da implementação Lean Paulo Cesar Brito Lauria Muitas empresas têm se lançado na jornada de implementar a filosofia lean nas últimas décadas. No entanto, parece que

Leia mais

E sta é a primeira vez na história do Instituto

E sta é a primeira vez na história do Instituto Um brasileiro à frente do IEEE Por Flávia Lima José Roberto Boisson de Marca é o primeiro latino-americano a assumir o cargo de CEO do IEEE, um dos mais importantes organismos internacionais da engenharia.

Leia mais

Consórcio. Imobiliário. na prática. Por que o consórcio é muito mais interessante do que o financiamento? Livre-se dos Juros!

Consórcio. Imobiliário. na prática. Por que o consórcio é muito mais interessante do que o financiamento? Livre-se dos Juros! Consórcio Imobiliário na prática Por que o consórcio é muito mais interessante do que o financiamento? Livre-se dos Juros! 1 Sobre a empresa A A+ Consórcios iniciou suas atividades com o objetivo de gerir

Leia mais

A confluência dos vídeos e a Internet

A confluência dos vídeos e a Internet WHITEPAPER A confluência dos vídeos e a Internet Por que sua empresa deveria investir em vídeos em 2013 e como a Construção Civil pode utilizar os vídeos como diferencial competitivo. 1 Saiba como os vídeos

Leia mais

Coordenação técnica: 1

Coordenação técnica: 1 Coordenação técnica: 1 Objetivos do Programa Viabilizar que as leis que tornam obrigatórias as inspeções em edificações sejam aplicadas por meio de procedimentos adequados do ponto de vista técnico e por

Leia mais

Você já comprou roupa pela internet? 1,5% INTERNET VAREJO PELA UMA ANÁLISE SOBRE AS VENDAS DE O VAREJO ON-LINE NO BRASIL

Você já comprou roupa pela internet? 1,5% INTERNET VAREJO PELA UMA ANÁLISE SOBRE AS VENDAS DE O VAREJO ON-LINE NO BRASIL UMA ANÁLISE SOBRE AS VENDAS DE VAREJO PELA INTERNET O VAREJO ON-LINE NO BRASIL Você já comprou roupa pela internet? Estatisticamente, é bastante improvável, pois apesar de as roupas liderarem as compras

Leia mais

CEDHAP CENTRO DE DESENVOLVIMENTO HUMANO APLICADO PARCERIAS E TRABALHO VOLUNTÁRIO EM EDUCAÇÃO

CEDHAP CENTRO DE DESENVOLVIMENTO HUMANO APLICADO PARCERIAS E TRABALHO VOLUNTÁRIO EM EDUCAÇÃO PARCERIAS E TRABALHO VOLUNTÁRIO EM EDUCAÇÃO Heloísa Lück Diretora Educacional do CEDHAP Centro de Desenvolvimento Humano Aplicado Curitiba - PR Artigo publicado na revista Gestão em Rede no. 24 de out.

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE MQ 01 Rev. 07 MANUAL DA QUALIDADE

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE MQ 01 Rev. 07 MANUAL DA QUALIDADE Rev. Data. Modificações 01 14/09/2007 Manual Inicial 02 12/06/2009 Revisão Geral do Sistema de Gestão da Qualidade 03 22/10/2009 Inclusão de documento de referência no item 8. Satisfação de cliente, Alteração

Leia mais

Programa Brasileiro de Certificação em Responsabilidade Social

Programa Brasileiro de Certificação em Responsabilidade Social 1ª Reunião Extraordinária de 2012 do Fórum Governamental de Responsabilidade Social SEMINÁRIO BRASIL-HOLANDA SOBRE RESPONSABILIDADE SOCIAL GOVERNAMENTAL Programa Brasileiro de Certificação em Responsabilidade

Leia mais

vencido Desafio Tradição, superação e vontade Atuação concisa e certeira, capacitação e união foram aspectos importantes de uma história

vencido Desafio Tradição, superação e vontade Atuação concisa e certeira, capacitação e união foram aspectos importantes de uma história Desafio Atuação concisa e certeira, capacitação e união foram aspectos importantes de uma história de recuperação, tradição e sucesso no varejo de material de construção mineiro. O único caminho a seguir,

Leia mais

Guia completo para o sucesso de sua loja de veículos: dicas de como ter sucesso e manter uma alta lucratividade neste segmento

Guia completo para o sucesso de sua loja de veículos: dicas de como ter sucesso e manter uma alta lucratividade neste segmento Guia completo para o sucesso de sua loja de veículos: dicas de como ter sucesso e manter uma alta lucratividade neste segmento Introdução Planejamento Divulgando sua loja Como fechar as vendas Nota Fiscal

Leia mais

NORMA NBR ISO 9001:2008

NORMA NBR ISO 9001:2008 NORMA NBR ISO 9001:2008 Introdução 0.1 Generalidades Convém que a adoção de um sistema de gestão da qualidade seja uma decisão estratégica de uma organização. O projeto e a implementação de um sistema

Leia mais

Parceria de sucesso para sua empresa

Parceria de sucesso para sua empresa Parceria de sucesso para sua empresa A Empresa O Grupo Espaço Solução atua no mercado de assessoria e consultoria empresarial há 14 anos, sempre realizando trabalhos extremamente profissionais, pautados

Leia mais

Revista Lumiere Setembro/2007 Empresas do futuro

Revista Lumiere Setembro/2007 Empresas do futuro Revista Lumiere Setembro/2007 Empresas do futuro Se hoje investir em responsabilidade socioambiental é uma opção, em breve será praticamente obrigatório para se manter no mercado. Especialistas da indústria

Leia mais

Reforma e Manutenção de Edificações ou Condomínios. Marcos Velletri

Reforma e Manutenção de Edificações ou Condomínios. Marcos Velletri Reforma e Manutenção de Edificações ou Condomínios Marcos Velletri Reforma e Manutenção de Edificações ou Condomínios É de extrema importância a conscientização de proprietários e síndicos quanto à responsabilidade

Leia mais

PGQP. Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade. Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade

PGQP. Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade. Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade PGQP Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade visão das lideranças A Excelência de qualquer organização depende da sinergia entre três fatores:

Leia mais

Requisitos sobre competências pessoais para atividades com equipamentos e instalações em áreas classificadas contendo atmosferas explosivas

Requisitos sobre competências pessoais para atividades com equipamentos e instalações em áreas classificadas contendo atmosferas explosivas 52 Requisitos sobre competências pessoais para atividades com equipamentos e instalações em áreas classificadas contendo atmosferas explosivas Elaborado por Luiz Mauro Alves e Roberval Bulgarelli A certificação

Leia mais

Certificação de qualidade e sustentabilidade da Indústria têxtil e da moda. Guia para iniciar a certificação

Certificação de qualidade e sustentabilidade da Indústria têxtil e da moda. Guia para iniciar a certificação Certificação de qualidade e sustentabilidade da Indústria têxtil e da moda Guia para iniciar a certificação EDITORIAL Os desafios do desenvolvimento sustentável ampliam a importância das iniciativas da

Leia mais

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com 7 DICAS IMPERDÍVEIS QUE TODO COACH DEVE SABER PARA CONQUISTAR MAIS CLIENTES www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com As 7 dicas imperdíveis 1 2 3 Identificando seu público Abordagem adequada

Leia mais

GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE

GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE SUMÁRIO O que é gestão de estoque...3 Primeiros passos para uma gestão de estoque eficiente...7 Como montar um estoque...12 Otimize a gestão do seu estoque...16

Leia mais

olh O combate à práticas ilegais deve ser intensificado no comércio brasileiro, a começar pelo consumidor, vítima primária dos riscos

olh O combate à práticas ilegais deve ser intensificado no comércio brasileiro, a começar pelo consumidor, vítima primária dos riscos olh O combate à práticas ilegais deve ser intensificado no comércio brasileiro, a começar pelo consumidor, vítima primária dos riscos E MAIS: CADERNO DE ILUMINAÇÃO Em Pauta: Conceitos de fotometria Estudo

Leia mais

Soluções inteligentes em energia. Energia para a vida

Soluções inteligentes em energia. Energia para a vida Soluções inteligentes em energia Energia para a vida O Brasil e o mundo contam com a nossa energia. A Prátil é uma empresa de soluções inteligentes em energia, que atua nos segmentos de infraestrutura

Leia mais

GRITO PELA EDUCAÇÃO PÚBLICA NO ESTADO DE SÃO PAULO

GRITO PELA EDUCAÇÃO PÚBLICA NO ESTADO DE SÃO PAULO Apresentação Esta cartilha representa um grito dos educadores, dos estudantes, dos pais, dos trabalhadores e da sociedade civil organizada em defesa da educação pública de qualidade, direito de todos e

Leia mais

ENE065 Instalações Elétricas I

ENE065 Instalações Elétricas I 12/03/2012 ENE065 Instalações Elétricas I Prof.: Ivo Chaves da Silva Junior ivo.junior@ufjf.edu.br Informações ENE065 http://www.ufjf.br/ivo_junior/ ENE065_NOTURNO Generalidades Sistema Elétrico de Potência

Leia mais

Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex...

Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex... Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex... (/artigos /carreira/comopermanecercalmosob-pressao /89522/) Carreira Como permanecer calmo sob pressão (/artigos/carreira/como-permanecer-calmosob-pressao/89522/)

Leia mais

Diagnosticando os problemas da sua empresa

Diagnosticando os problemas da sua empresa Diagnosticando os problemas da sua empresa O artigo que você vai começar a ler agora é a continuação da matéria de capa da edição de agosto de 2014 da revista VendaMais. O acesso é restrito a assinantes

Leia mais

Um exemplo prático. Como exemplo, suponha que você é um recémcontratado

Um exemplo prático. Como exemplo, suponha que você é um recémcontratado pessoas do grupo. Não basta simplesmente analisar cada interpretação possível, é preciso analisar quais as conseqüências de nossas possíveis respostas, e é isso que proponho que façamos de forma racional.

Leia mais

Como trazer resultados para sua empresa de forma simples e objetiva em Licitações? Aqui temos algumas dicas! Aproveite sua leitura!

Como trazer resultados para sua empresa de forma simples e objetiva em Licitações? Aqui temos algumas dicas! Aproveite sua leitura! 05 PASSOS PARA SER UM LICITANTE DE SUCESSO Você já pensou em conhecer Licitação de uma forma prática, objetiva, sem complicações? Este e-book é o primeiro, de muitos materiais que o Licitabem produzirá

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE QUALIDADE ALESSANDRA TEDORO BARBARA LIMA GABRIELA SPOLAVORI LEANDRO MARTINIANO MARCUS LOURENÇO RICARDO

SISTEMA DE GESTÃO DE QUALIDADE ALESSANDRA TEDORO BARBARA LIMA GABRIELA SPOLAVORI LEANDRO MARTINIANO MARCUS LOURENÇO RICARDO SISTEMA DE GESTÃO DE QUALIDADE ALESSANDRA TEDORO BARBARA LIMA GABRIELA SPOLAVORI LEANDRO MARTINIANO MARCUS LOURENÇO RICARDO HISTÓRICO 1990 Mudanças no Pais e no Setor da Construção Civil - Abertura do

Leia mais

CONHEÇA A ADT. A empresa que protege seus bens e sua família.

CONHEÇA A ADT. A empresa que protege seus bens e sua família. CONHEÇA A ADT A empresa que protege seus bens e sua família. NOSSA EMPRESA MAIOR EMPRESA ESPECIALIZADA EM SEGURANÇA E INCÊNDIO A ADT pertence à Tyco, a maior empresa de segurança e incêndio do mundo, com

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DE BAIXA TENSÃO. Condomínio Santa Tecla. Bagé RS. 21 de Maio de 2015

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DE BAIXA TENSÃO. Condomínio Santa Tecla. Bagé RS. 21 de Maio de 2015 Engenharia, Pesquisa, Desenvolvimento e Ensino LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DE BAIXA TENSÃO Condomínio Santa Tecla Bagé RS 21 de Maio de 2015 Sumário 1. OBJETIVO. 3 2. NORMAS APLICÁVEIS.

Leia mais

NBR ISO 9001:2008. Prof. Marcos Moreira

NBR ISO 9001:2008. Prof. Marcos Moreira NBR ISO 9001:2008 Sistema de Gestão da Qualidade Prof. Marcos Moreira História International Organization for Standardization fundada em 1947, em Genebra, e hoje presente em cerca de 157 países. Início

Leia mais

ABNT NBR ISO 9001:2008

ABNT NBR ISO 9001:2008 ABNT NBR ISO 9001:2008 Introdução 0.1 Generalidades Convém que a adoção de um sistema de gestão da qualidade seja uma decisão estratégica de uma organização. O projeto e a implementação de um sistema de

Leia mais

Desenvolvimento da Iluminação Pública no Brasil. Sistemas de gestão da iluminação pública

Desenvolvimento da Iluminação Pública no Brasil. Sistemas de gestão da iluminação pública 14 Capítulo IX Sistemas de gestão da iluminação pública Por Luciano Haas Rosito* Conforme apresentado no capítulo anterior, uma das oportunidades de melhoria na iluminação pública justamente refere-se

Leia mais

TREINAMENTO ITAIM INTERPRETAÇÃO DA NORMA NBR ABNT ISO 9001:2008. Maria das Graças Ferreira mgferreira@prefeitura.sp.gov.

TREINAMENTO ITAIM INTERPRETAÇÃO DA NORMA NBR ABNT ISO 9001:2008. Maria das Graças Ferreira mgferreira@prefeitura.sp.gov. TREINAMENTO ITAIM INTERPRETAÇÃO DA NORMA NBR ABNT ISO 9001:2008 Maria das Graças Ferreira mgferreira@prefeitura.sp.gov.br 11 3104-0988 Este treinamento tem por objetivo capacitar os participantes para

Leia mais

José Carlos de Oliveira Lima recebe homenagem especial da Fundação Vanzolini por sua atuação em prol da construção sustentável

José Carlos de Oliveira Lima recebe homenagem especial da Fundação Vanzolini por sua atuação em prol da construção sustentável José Carlos de Oliveira Lima recebe homenagem especial da Fundação Vanzolini por sua atuação em prol da construção sustentável Placa de reconhecimento foi entregue ao engenheiro durante a Conferência Aqua,

Leia mais

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões 8 Passos para o Recrutamento Eficaz Por Tiago Simões Uma das coisas que aprendi na indústria de marketing de rede é que se você não tem um sistema de trabalho que comprovadamente funcione, muito provavelmente

Leia mais

CERTIFICAÇÃO ISO PARA EMPRESÁRIOS. Um guia fácil para preparar e certificar sua empresa. Ricardo Pereira

CERTIFICAÇÃO ISO PARA EMPRESÁRIOS. Um guia fácil para preparar e certificar sua empresa. Ricardo Pereira CERTIFICAÇÃO ISO PARA EMPRESÁRIOS Um guia fácil para preparar e certificar sua empresa Ricardo Pereira Antes de começar por Ricardo Pereira Trabalhando na Templum Consultoria eu tive a rara oportunidade

Leia mais

Formação, Qualificação e Empregabilidade. Tema Central: Your Ticket to the Future Potencialização das Competências Secretariais

Formação, Qualificação e Empregabilidade. Tema Central: Your Ticket to the Future Potencialização das Competências Secretariais Formação, Qualificação e Empregabilidade Tema Central: Your Ticket to the Future Potencialização das Competências Secretariais Queremos que os olhares do mundo voltem para a visibilidade e valorização

Leia mais

Instalações Elétricas Prediais A

Instalações Elétricas Prediais A Instalações Elétricas Prediais A ENG04482 Prof. Luiz Fernando Gonçalves AULA 9 Divisão da Instalação em Circuitos Porto Alegre - 2012 Tópicos Quadros de distribuição Disjuntores Divisão da instalação elétrica

Leia mais

O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade).

O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade). O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade). Coordenação Sindicato dos Centros de Formação de Condutores

Leia mais

Minha Casa Minha Vida Momento Atual - Ciclo de Qualidade

Minha Casa Minha Vida Momento Atual - Ciclo de Qualidade Minha Casa Minha Vida Momento Atual - Ciclo de Qualidade CONTEXTO em 2012 Toda a iniciativa de se discutir meios de preservar a vida útil das edificações, envolvendo todos os atores participantes é de

Leia mais

Guia do comprador de elevadores

Guia do comprador de elevadores Guia do comprador de elevadores Para os profissionais da assistência técnica Automotiva No quê prestar atenção quando se compra um elevador Aumente a Produtividade Melhore o balanço de contas De todas

Leia mais

FACULDADE BARÃO DE RIO BRANCO UNINORTE CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO DISCIPLINA - TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO 1 (AULA

FACULDADE BARÃO DE RIO BRANCO UNINORTE CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO DISCIPLINA - TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO 1 (AULA FACULDADE BARÃO DE RIO BRANCO UNINORTE CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO DISCIPLINA - TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO 1 (AULA 04) O que é uma Norma Aquilo que se estabelece como base ou medida para a realização

Leia mais

TABELA DE REFERÊNCIA DE HONORÁRIOS PROFISSIONAIS. Registrada no CREA-PR Sessão Plenária n.º 741, de 10/06/1.997

TABELA DE REFERÊNCIA DE HONORÁRIOS PROFISSIONAIS. Registrada no CREA-PR Sessão Plenária n.º 741, de 10/06/1.997 TABELA DE REFERÊNCIA DE HONORÁRIOS PROFISSIONAIS Registrada no CREA-PR Sessão Plenária n.º 741, de 10/06/1.997 INTRODUÇÃO Há muito tempo o C.E.A.L. - Clube de Engenharia e Arquitetura de Londrina, pretende

Leia mais

Copyright 2014 Todos os direitos reservados Publicado em julho de 2014 www.adrianadosimoveis.com.br

Copyright 2014 Todos os direitos reservados Publicado em julho de 2014 www.adrianadosimoveis.com.br 1 Avisos Legais REDISTRIBUIÇÃO. Você concorda que não irá copiar redistribuir ou explorar comercialmente qualquer parte deste documento sem a permissão expressa do autor. AUTORIA. Adriana Soares Copyright

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DO RELACIONAMENTO COM O CLIENTE

ADMINISTRAÇÃO DO RELACIONAMENTO COM O CLIENTE ADMINISTRAÇÃO DO RELACIONAMENTO COM O CLIENTE Módulo 11 CANAIS DE ACESSO DOS CLIENTES ÀS ORGANIZAÇÕES Objetivo: Ao final desta aula, você estará capacitado a identificar e avaliar alguns dos canais de

Leia mais

C&A aumenta quota de mercado na Europa em 2011

C&A aumenta quota de mercado na Europa em 2011 Comunicado de Imprensa Abril 2012 Empresa cresce e continua a investir C&A aumenta quota de mercado na Europa em 2011 Investimentos em atuais e novas lojas Aposta nas lojas on-line Aumento nas vendas de

Leia mais

MARKETING VERDE E-BOOK GRATUITO DESENVOLVIDO PELA SITE SUSTENTÁVEL

MARKETING VERDE E-BOOK GRATUITO DESENVOLVIDO PELA SITE SUSTENTÁVEL MARKETING VERDE E-BOOK GRATUITO DESENVOLVIDO PELA SITE SUSTENTÁVEL Introdução: O marketing verde já não é tendência. Ele se tornou uma realidade e as empresas o enxergam como uma oportunidade para atrair

Leia mais

NO NEGÓCIO SAC TEXTO DE JULIANA KLEIN

NO NEGÓCIO SAC TEXTO DE JULIANA KLEIN NO NEGÓCIO SAC TEXTO DE JULIANA KLEIN 50 A ALMA DO NEGÓCIO Serviço de SAC eficiente é o que todos os clientes esperam e é no que todas as empresas deveriam investir. Especialistas afirmam: essa deve ser

Leia mais

Para-raios CATÁLOGO DE SERVIÇOS. www.tel.com.br

Para-raios CATÁLOGO DE SERVIÇOS. www.tel.com.br PÁGINA 1 RAIOS 4 2 NORMAS E CERTIFICAÇÕES 6 2.1 EXIGÊNCIAS REGULAMENTARES 7 3 A EMPRESA 9 4 SERVIÇOS ESPECIALIZADOS DE ENGENHARIA 4.1 PROJETO DE SPDA 4.2 MEDIÇÃO DE CONTINUIDADE ELÉTRICA EM ARMADURA DE

Leia mais

10º Prêmio MASTERINSTAL REGULAMENTO

10º Prêmio MASTERINSTAL REGULAMENTO 10º Prêmio MASTERINSTAL REGULAMENTO 1. DO PRÊMIO Há uma década, o Prêmio MASTERINSTAL vem contribuindo para ampliar a visibilidade e o posicionamento da atividade no mercado nacional. O conjunto das melhores

Leia mais

Avaliação dos resultados da Resolução Normativa nº 482/2012 na visão do Regulador

Avaliação dos resultados da Resolução Normativa nº 482/2012 na visão do Regulador Avaliação dos resultados da Resolução Normativa nº 482/2012 na visão do Regulador Marco Aurélio Lenzi Castro Superintendência de Regulação dos Serviços de Distribuição SRD/ANEEL Florianópolis SC 13/05/2014

Leia mais

PERFIL DO CORRETOR DE IMÓVEIS:

PERFIL DO CORRETOR DE IMÓVEIS: PERFIL DO CORRETOR DE IMÓVEIS: O QUE É PRECISO PARA SER UM CORRETOR DE SUCESSO gerenciador e site imobiliário Introdução O perfil do corretor de imóveis de sucesso Aprimorando os pontos fracos Conclusão

Leia mais

Como fazer um excelente atendimento: dicas indispensáveis para corretores de imóveis

Como fazer um excelente atendimento: dicas indispensáveis para corretores de imóveis Como fazer um excelente atendimento: dicas indispensáveis para corretores de imóveis Dados do Conselho Federal do Corretor de Imóveis (Cofeci) mostram que os corretores somavam 285 mil no Brasil em 2013

Leia mais

GESTÃO DE DESIGN PARA O DESENVOLVIMENTO DE NOVOS PRODUTOS

GESTÃO DE DESIGN PARA O DESENVOLVIMENTO DE NOVOS PRODUTOS GESTÃO DE DESIGN PARA O DESENVOLVIMENTO DE NOVOS PRODUTOS Diogo de Hercule Analista de Negócios em Design SENAI Edson Augusto Lopes Analista de Negócios - SENAI Atualmente, as indústrias de móveis e estofados

Leia mais

O EVENTO. O Evento. Decor Prime Show. Mídia Espontânea. Conferência Feicon Batimat Nordeste. Apoios e Parcerias. Expositores. Visitantes.

O EVENTO. O Evento. Decor Prime Show. Mídia Espontânea. Conferência Feicon Batimat Nordeste. Apoios e Parcerias. Expositores. Visitantes. O EVENTO O Evento Decor Prime Show Mídia Espontânea Conferência Feicon Batimat Nordeste Apoios e Parcerias Expositores Visitantes Depoimentos O EVENTO Primeira edição da Feicon Batimat Nordeste é sucesso

Leia mais

Hilton Moreno Marcos Orsolon PORTARIA 51

Hilton Moreno Marcos Orsolon PORTARIA 51 Hilton Moreno Marcos Orsolon PORTARIA 51 PREFÁCIO Apresentação Neste e-book do HMNews é abordado um tema da mais alta relevância para a comunidade da área elétrica e para a sociedade brasileira: a certificação

Leia mais

construímos a inovação POR

construímos a inovação POR construímos a inovação POR construímos a inovação 2 3 Compact Habit, uma iniciativa da empresa de Manresa, Constructora d Aro S.A., foi criada em 2004 para atender à necessidade de inovação na construção.

Leia mais

Instalações Elétricas Prediais A ENG04482

Instalações Elétricas Prediais A ENG04482 Instalações Elétricas Prediais A ENG04482 Prof. Luiz Fernando Gonçalves AULA 4 Níveis de Tensão Porto Alegre - 2012 Tópicos Níveis de tensão nos sistemas de geração, transmissão e distribuição de energia

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CERTIFICAÇÃO NBR 16001

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CERTIFICAÇÃO NBR 16001 PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CERTIFICAÇÃO NBR 16001 As perguntas abaixo têm o propósito de elucidar algumas dúvidas sobre a certificação da NBR 16001. 1. O que é a NBR 16001? A NBR 16001 tem a finalidade

Leia mais

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA Autor: Jeferson Correia dos Santos ARTIGO TÉCNICO INOVAÇÃO NA GESTÃO DE PÓS-VENDAS: SETOR AUTOMOTIVO RESUMO A palavra inovação tem sido atualmente umas das mais mencionadas

Leia mais

EMPREENDEDORISMO. Outubro de 2014

EMPREENDEDORISMO. Outubro de 2014 #5 EMPREENDEDORISMO Outubro de 2014 ÍNDICE 1. Apresentação 2. Definição 3. Empreendedorismo: necessidade ou oportunidade? 4. Características do comportamento empreendedor 5. Cenário brasileiro para o empreendedorismo

Leia mais

A Paralisia Decisória.

A Paralisia Decisória. A Paralisia Decisória. Começo este artigo com uma abordagem um pouco irônica, vinda de uma amiga minha, que, inconformada como a humanidade vêm se portando perante a fé em algo superior, soltou a máxima

Leia mais

INSTRUÇÃO TÉCNICA 06 PROJETOS DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS, COMUNICAÇÃO E SISTEMAS DE PREVENÇÃO DE DESCARGAS ATMOSFÉRICAS

INSTRUÇÃO TÉCNICA 06 PROJETOS DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS, COMUNICAÇÃO E SISTEMAS DE PREVENÇÃO DE DESCARGAS ATMOSFÉRICAS INSTRUÇÃO TÉCNICA 06 PROJETOS DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS, COMUNICAÇÃO E SISTEMAS DE PREVENÇÃO DE DESCARGAS ATMOSFÉRICAS 1 OBJETIVO Revisão 00 fev/2014 1.1 Estas Instruções Normativas de Projeto apresentam

Leia mais

O que é e como encontrar uma oportunidade?

O que é e como encontrar uma oportunidade? CRIAÇÃO DE NOVOS NEGÓCIOS Danillo Tourinho Sancho da Silva, MSc O que é e como encontrar uma oportunidade? CRIAÇÃO DE NOVOS NEGÓCIOS É mais fácil perceber uma carência ou uma necessidade do que uma oportunidade.

Leia mais

II SEMINÁRIO DE ENGENHARIA DIAGNÓSTICA EM EDIFICAÇÕES

II SEMINÁRIO DE ENGENHARIA DIAGNÓSTICA EM EDIFICAÇÕES Painel 2 VISTORIAS E INSPEÇÕES PREDIAIS SEGURANÇA DAS ESTRUTURAS DAS EDIFICAÇÕES 01 1. RAZÕES PARA AS VISTORIA 1. DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS TÉCNICOS DE INSPEÇÕES 3. PROCEDIMENTOS PREVENTIVOS

Leia mais

Ecthos Consultoria e Desenvolvimento LTDA

Ecthos Consultoria e Desenvolvimento LTDA Inspeção em Instalações Elétricas Ecthos Consultoria e Desenvolvimento LTDA O curso a ser apresentado é composto basicamente por cinco partes e tem o objetivo de apresentar uma metodologia para a inspeção

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DE BAIXA TENSÃO

CERTIFICAÇÃO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DE BAIXA TENSÃO CERTIFICAÇÃO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DE BAIXA TENSÃO REQUISITOS DE AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE PROF. MARCOS FERGÜTZ ABRIL/14 INTRODUÇÃO - Legislação Portaria no. 51, de 28 de janeiro de 2014, do INMETRO,

Leia mais

Ecológico. Arranha-céu. O retrofit de um dos principais ícones norte-americanos. bate-papo Com Vitorio Panicucci, da Clavi Incorporações

Ecológico. Arranha-céu. O retrofit de um dos principais ícones norte-americanos. bate-papo Com Vitorio Panicucci, da Clavi Incorporações Mar/Abr 2015 ANO III Nº 16 R E V I S TA A REVISTA DA CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL Arranha-céu Ecológico O retrofit de um dos principais ícones norte-americanos bate-papo Com Vitorio Panicucci, da Clavi Incorporações

Leia mais

Manual de Gestão da Qualidade MGQ Elaborado por: Representante da Direção (RD)

Manual de Gestão da Qualidade MGQ Elaborado por: Representante da Direção (RD) 1/22 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Emissão do documento baseado nos requisitos da ISO 9001:2008 Vendas Gestão de Contratos Service Demais envolvidos na análise e aprovação Área / Processo Responsável

Leia mais

GESTÃO DA QUALIDADE TOTAL. Modelo da Série NBR ISO 9000

GESTÃO DA QUALIDADE TOTAL. Modelo da Série NBR ISO 9000 GESTÃO DA QUALIDADE TOTAL Modelo da Série NBR ISO 9000 Modelo da Série NBR ISO 9000 A Garantia da Qualidade requer uma ação coordenada de todo sistema produtivo da empresa, do fornecedor de insumos de

Leia mais

5 Case Stara. Cristiano Buss *

5 Case Stara. Cristiano Buss * Cristiano Buss * Fundada em 1960, a Stara é uma fabricante de máquinas agrícolas. De origem familiar, está instalada em Não-Me-Toque, no norte do Estado; Em seis anos, cresceu 11 vezes, com baixo nível

Leia mais