ESCOLA ESTADUAL DR JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA TRABALHO DOS ESTUDOS INDEPENDENTES JANEIRO/2015

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESCOLA ESTADUAL DR JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA TRABALHO DOS ESTUDOS INDEPENDENTES JANEIRO/2015"

Transcrição

1 ESCOLA ESTADUAL DR JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA TRABALHO DOS ESTUDOS INDEPENDENTES JANEIRO/2015 Escola- Referência Aluno: turma: 2º CN Data: Matéria: Sociologia Turno: Noite Valor: 30 Nota: Professor: Alessandro Mariosa Supervisora: Dalva 1) O que é sociologia? 2) O que a sociologia estuda? 3) Podemos dizer que a Socialização se da através: ( )Contato com a família ( )Dos costumes, crenças, hábitos e valores transmitidos por pais,mães e por toda a comunidade onde vivemos. ( )Da falta de comunicação ( )Do isolamento 4) Qual o seu papel na sociedade? 5) O que diferencia o Senso Comum do Conhecimento Cientifico? ( ) Tempo de pesquisa ( ) Resultados exatos ( ) Rigor ( ) Antropocentrismo 6) O conhecimento de um pescador, um agricultor,uma cozinheira, um jogador de futebol, um pedreiro, um índio sobre o segredo das plantas e animais, se

2 aprende através de qual tipo de conhecimento 7)) Defina Senso Comum. Dê exemplos. 8) Defina antropocentrismo. 9) Qual o conceito de conhecimento cientifico? 10) Comportamentos como andar, respirar, dormir, que se originam na pessoa enquanto organismo biológico são comportamentos estudados pela ciência social? Sim ou não, por que? 11) Marque V para Verdadeiro F par a Falso Podemos dizer que a sociedade ( )É uma complexa teia de relações que se estabelecem entre os seres humanos. ( )È isolamento do ser humano. ( )É de fato o lugar no qual são ensinados e aprendidos os valores necessários para a vida. ( )É a união dos seres para que ocorram determinadas mudanças em beneficio de uma população. 11) Sobre conhecimento cientifico podemos afirmar que a Ciência é somente acumulos de verdades prontas e acabadas. ( ) Sim ( ) Não 12) Assinale a alternativa que corresponda ao conceito de estratificação social. a) Contrato social, preservação da vida. b) o que levava o comportamento anti-social.

3 c)indica a existência de diferenças, de desigualdades entre pessoas uma determinada sociedade. d) Necessidade de esta estabelecer uma sociedade política baseada na igualdade. 13) Assinale a alternativa que corresponda aos tipos de estratificação. ( ) Sociedade estratificada e mudança de nível. ( ) Movimentos dos trabalhadores. ( ) Estratificação econômica e Estratificação política. ( ) Estratificação econômica, estratificação política e estratificação profissional. 14) Coloque V para verdadeiro ou F para falso ( ) A estratificação e fruto das desigualdades sociais, ou seja existe estratificação porque existe desigualdade. ( ) A estratificação econômica é baseada nos diferentes graus de importância atribuída a cada profissional pela sociedade ( ) A estratificação social é oportunidade igual de trabalho e lazer a todos. ( ) A estratificação econômica é baseada na posse de bens materiais, fazendo com que haja pessoas ricas, pobres, e em situações intermediarias 15) Esquematize a estratificação social indiana por meio da pirâmide. 16) Podemos dizer que a estratificação social indiana se da através da seguinte esquematização. Assinale a resposta correta. ( ) Classe A,classe B e classe C. ( ) Econômica, política e profissional. ( ) Brâmanes, Xátrias, vaixás, sudras e abaixo, párias 17) Assinale a alternativa que corresponda ao conceito de mobilidade social. ( ) Uma classe oprimida. ( ) Desenvolvimento das forças produtivas. ( ) É a mudança de posição social, ou seja, de status, de uma pessoa( ou grupo de pessoas) num determinado sistema de estratificação. ( ) A vigência do modo de produção feudal.

4 18) Quais são os tipos de mobilidade social? 19) Podemos dizer que a mobilidade Horizontal é: ( ) Quando a mudança social acontece de uma classe para outra podendo ser ascendente ou descendente. ( ) Quando a mudança acontece de uma posição a outra dentro da mesma camada. ( ) Quando a pessoa passa a integrar um grupo economicamente superior. 20) Descreva os tipos de mobilidade social vertical. 21) O que você entende por classe social? 22) Dependendo do tipo de sociedade, podemos encontrar organizações especificas sociais. Assinale a resposta que tem características que corresponda a organização em castas. A)Divide os indivíduos da sociedade pelo seu poder econômico, classe alta media ou baixa. B) Divide a sociedade em um tipo de estrato social intermediário entre castas e Classes. C) Existe na Índia, no topo da pirâmide encontra se os Brâmanes e abaixo da pirâmide os parias. D)Há possibilidade de mobilidade social. 23) O que é cultura para as ciências sociais? Dentre as alternativas abaixo,assinale a correta: ( ) É a comercialização da cultura material de um povo. ( ) É o conjunto de valores materiais e não materiais que caracterizam uma sociedade. ( ) Fortalecimento da diversidade social. ( ) Mudança social

5 24) Descreva as duas faces da cultura. 25) descreva a alternativa que corresponda ao conceito de cultura material. ( ) É um todo orgânico. ( ) Consiste em todo tipo de utensílios produzidos em uma sociedade. ( ) Todos os aspectos morais e intelectuais da sociedade. ( ) Um gênero musical. 26) Assinale a alternativa que corresponda ao conceito de traços culturais. ( ) É um menor componente representativo de uma cultura. ( ) Região que predominam determinados complexos culturais. ( ) Reconhecimento da filiação de cada pessoa a um grupo cultural. ( ) Grupos humanos localizados em determinada área cultural. 27) O etnocentrismo pode ser definido como: ( ) O desenvolvimento da ciência e à descoberta de novas formas de produção de alimentos. ( ) Uma função orgânica do homem. ( ) É uma visão do mundo onde a "nosso grupo" é tomado como centro de tudo e todos os outros são pensados e sentidos através dos nossos próprios valores e nossas definições do que é existência. ( ) Mudanças na moda e nos hábitos alimentares 28) Os traços culturais, o complexo cultural, a área cultural, o padrão cultural e a subcultura. São definidos como: A) Discriminação racial. B) Os principais aspectos de uma cultura C) Pluralidade de indivíduos. D) Organizações privadas 29) Defina cultura erudita. 30) Defina cultura popular. 31)Assinale a alternativa que corresponda ao conceito de Área cultural.

6 ( ) Carros alegóricos, musica, dança. ( ) Um espaço geográfico no qual se manifesta certa cultura. ( ) é o menor componente representativo de uma cultura. ( )Um conjunto de normas que regem o comportamento dos indivíduos. 32) Defina padrão cultural. 33) Defina subcultura. 34) Qual o conceito de multiculturalismo? 35) Explique o que é difusão cultural. 36) As chamadas "tribos urbanas"-como os góticos, os punks, hippies etc.podemos dizer que seriam manifestações de: A) Uma cultura. B) Um padrão social. C) Uma subcultura juvenil. D) Uma manifestação da musica brasileira. 37) Nas Sociedades contemporâneas encontramos pessoas que contestam certos valores culturais vigentes,opondo se radicalmente a eles. A este tipo de movimento damos o nome de: ( ) Marginalidade cultural. ( ) Cultura. ( ) Contracultura. ( ) Controle social 38)Nas sociedades que não há escolas, a transmissão da cultura se da por intermédio da família ou da convivência com o grupo adulto. Nesse caso diz

7 que a educação é: 39) Quando as mudanças dos diversos componentes da cultura não ocorrem no mesmo ri timo, podemos dizer que houve: ( ) Mudanças no patrimônio cultural. ( ) Difusão cultural. ( ) retardamento cultural. ( ) subcultura. 40) Qual a relação entre educação e cultura? ( ) É um vínculo entre as pessoas. ( ) A transmissão da cultura se dá pela educação. Cada sociedade transmite às novas gerações, pela educação, o patrimônio cultural que recebeu de seus antepassados. ( ) É a transmissão dentro de uma sociedade de geração em geração, como uma herança social. ( ) Cooperação e solidariedade

Classes sociais e Estratificação

Classes sociais e Estratificação Classes sociais e Estratificação Nunca existiu na história da humanidade uma sociedade igualitária. A desigualdade social constitui um dos fatos mais inquietantes da sociedade humana, principalmente aquele

Leia mais

Estratificação social

Estratificação social 1 Estratificação social Conceito que analisa a existência de grupos hierarquicamente estabelecidos em uma sociedade. A estratificação social pode ser explicada por diversos elementos, como, por exemplo,

Leia mais

Estrutura e Estratificação Social

Estrutura e Estratificação Social Estrutura e Estratificação Social CAPÍTULO 5 - ESTRUTURA SOCIAL. Na sociologia, a Estrutura Social corresponde a um sistema de organização da sociedade, verificada por meio da inter-relação e posição (status

Leia mais

Colégio Anglo de Sete Lagoas Prof.: Ronaldo Tel.: (31) CLASSES E ESTRATIFICAÇÃO SOCIAL

Colégio Anglo de Sete Lagoas Prof.: Ronaldo Tel.: (31) CLASSES E ESTRATIFICAÇÃO SOCIAL CLASSES E ESTRATIFICAÇÃO SOCIAL Quer levemos em conta o direito que os homens tem, depois de nascidos, à própria preservação, como nos dita a razão natural, e, portanto, ao alimento, à bebida e a tudo

Leia mais

Classes e Estratificação Social. Colégio Anglo de Sete Lagoas - Professor: Ronaldo - (31)

Classes e Estratificação Social. Colégio Anglo de Sete Lagoas - Professor: Ronaldo - (31) Classes e Estratificação Social Quer levemos em conta o direito que os homens tem, depois de nascidos, à própria preservação, como nos dita a razão natural, e, portanto, ao alimento, à bebida e a tudo

Leia mais

Indústria cultural. O termo foi empregado pela primeira vez em 1947, por Adorno e Horkheimer.

Indústria cultural. O termo foi empregado pela primeira vez em 1947, por Adorno e Horkheimer. Indústria cultural O termo foi empregado pela primeira vez em 1947, por Adorno e Horkheimer. A função do termo é substituir o engodo presente na expressão: CULTURA DE MASSA, que se caracteriza pela uniformidade,

Leia mais

Sociedade e indivíduo. Cultura e socialização: cultura.

Sociedade e indivíduo. Cultura e socialização: cultura. Sociedade e indivíduo Cultura e socialização: cultura. Todo este património de artefactos materiais ou espirituais em que o Homem se movimenta e de que se serve para satisfazer as suas necessidades físicas,

Leia mais

SUMÁRIO DETALHADO 1 A PERSPECTIVA SOCIOLÓGICA...1

SUMÁRIO DETALHADO 1 A PERSPECTIVA SOCIOLÓGICA...1 SUMÁRIO DETALHADO 1 A PERSPECTIVA SOCIOLÓGICA...1 O que é sociologia?...2 A imaginação sociológica...2 A sociologia e as ciências sociais...3 Sociologia e senso comum...5 O que é teoria sociológica?...6

Leia mais

PLANO DE CURSO DISCIPLINA: SOCIOLOGIA ANO: 2016 PROFESSORA: LILIANE CRISTINA FERREIRA COSTA

PLANO DE CURSO DISCIPLINA: SOCIOLOGIA ANO: 2016 PROFESSORA: LILIANE CRISTINA FERREIRA COSTA Escola Estadual Virgínio Perillo Avenida José Bernardes Maciel, 471 Marília, Lagoa da Prata-MG Fone: (37) 3261-3222 E-mail: escolavirginioperillo@gmail.com PLANO DE CURSO DISCIPLINA: SOCIOLOGIA ANO: 2016

Leia mais

SOCIOLOGIA. Cultura e sociedade

SOCIOLOGIA. Cultura e sociedade SOCIOLOGIA Cultura e sociedade Conceito de cultura A cultura é parte fundamental no processo de socialização do homem, uma vez que o torna um ser social. Para entender como os grupos se organizam na sociedade,

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

Os conceitos de raça e racismo

Os conceitos de raça e racismo Raça, desigualdade e política no Brasil contemporâneo Márcia Lima 14/08/2017 Os conceitos de raça e racismo A redenção de Cã. Modesto Brocos, 1895. Roteiro O conceito de raça O conceito de racismo (# discriminação

Leia mais

CIÊNCIA SOCIAIS APLICADAS ENFERMAGEM CULTURA E SOCIEDADE

CIÊNCIA SOCIAIS APLICADAS ENFERMAGEM CULTURA E SOCIEDADE CIÊNCIA SOCIAIS APLICADAS ENFERMAGEM CULTURA E SOCIEDADE Professor Esp. André Luís Souza Stella Enfermagem 1º semestre https://www.profandreluis.net CONCEITO DE CULTURA: A cultura é parte fundamental no

Leia mais

Cultura Material e Imaterial

Cultura Material e Imaterial Cultura Material e Imaterial 1. (ENEM 2013) TEXTO I Material de apoio para Monitoria Andaram na praia, quando saímos, oito ou dez deles; e daí a pouco começaram a vir mais. E parece-me que viriam, este

Leia mais

CLASSE, ESTRATIFICAÇÃO E DESIGUALDADE

CLASSE, ESTRATIFICAÇÃO E DESIGUALDADE CLASSE, ESTRATIFICAÇÃO E DESIGUALDADE ESTRATIFICAÇÃO SOCIAL Para descreverem as desigualdades existentes entre os membros da sociedade, os sociólogos falam de estratificação. Estratificação social é divisão

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Área de Ciências Humanas Disciplina: Série: 1ª Ensino Médio Professora: Erika Vilas Boas Atividades para Estudos Autônomos Data: 5 / 9 / 2016 Aluno(a): N o : Turma: INTRODUÇÃO Este

Leia mais

Metade da humanidade não come...

Metade da humanidade não come... Metade da humanidade não come... ...e a outra metade não dorme com medo da que não come. Josué de Castro DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DO HOMEM Art. 1º Todos os homens nascem livres e iguais em dignidade

Leia mais

Quando os colonizadores portugueses iniciaram as primeiras plantações no território brasileiro, usaram conhecimentos dos índios para obter sucesso

Quando os colonizadores portugueses iniciaram as primeiras plantações no território brasileiro, usaram conhecimentos dos índios para obter sucesso SUCESSÃO ECOLÓGICA Quando os colonizadores portugueses iniciaram as primeiras plantações no território brasileiro, usaram conhecimentos dos índios para obter sucesso nas colheitas. A maioria das tribos

Leia mais

Desigualdades e identidades sociais. Classes sociais, mobilidade social e movimentos sociais

Desigualdades e identidades sociais. Classes sociais, mobilidade social e movimentos sociais Desigualdades e identidades sociais Classes sociais, mobilidade social e movimentos sociais As classes sociais e as desigualdades sociais Uma desigualdade social consiste na repartição não uniforme, na

Leia mais

1.IDENTIFICAÇÃO: 2. INTRODUÇÃO

1.IDENTIFICAÇÃO: 2. INTRODUÇÃO 4 1.IDENTIFICAÇÃO: Título do Projeto: Índia: Um povo de tradições milenares. Publico Alvo: Estudantes da 4ª Fase C da EJA. Turno: Noturno Disciplina envolvida: História Professore Regente: Edna Bom da

Leia mais

EAD- 622 FUNDAMENTOS DE CIÊNCIAS SOCIAIS O PROCESSO DE SOCIALIZAÇÃO

EAD- 622 FUNDAMENTOS DE CIÊNCIAS SOCIAIS O PROCESSO DE SOCIALIZAÇÃO EAD- 622 FUNDAMENTOS DE CIÊNCIAS SOCIAIS O PROCESSO DE SOCIALIZAÇÃO Prof. André Fischer Monitora: Veronica PROCESSOS SOCIAIS Ser humano é um ser que interage (influência entre indivíduos) Interação cria

Leia mais

Centro de Serviços Educacionais do Pará. Centro de Serviços Educacionais do Pará

Centro de Serviços Educacionais do Pará. Centro de Serviços Educacionais do Pará TURMA: 1º ANO/09 SALA: 105 07:30 às 08:20 08:20 às 09:10 MUSICA 10:20 às 11:10 TURMA: 1º ANO/09 SALA: 105 07:30 às 08:20 08:20 às 09:10 MUSICA 10:20 às 11:10 TURMA: 2º ANO/09 SALA: 104 07:30 às 08:20 08:20

Leia mais

Bateria de Sociologia I trimestre

Bateria de Sociologia I trimestre Colégio: Nome: Nº Professor (a): Série: 1º ano Data: / /2014 Bateria de Sociologia I trimestre Turma: 01. Qual é o papel da reforma protestante na ideia do individuo. 02. Qual é o papel da língua para

Leia mais

Estratificação Social. Fronteira territorial entre o bairro Morumbi e a comunidade de Paraisópolis. Município de São Paulo.

Estratificação Social. Fronteira territorial entre o bairro Morumbi e a comunidade de Paraisópolis. Município de São Paulo. Estratificação Social Fronteira territorial entre o bairro Morumbi e a comunidade de Paraisópolis. Município de São Paulo. Ao longo da história, podemos observar sinais de desigualdades sociais em todos

Leia mais

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE Concurso Público de Ingresso no Magistério Público Estadual PARECERES DOS RECURSOS SOCIOLOGIA

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE Concurso Público de Ingresso no Magistério Público Estadual PARECERES DOS RECURSOS SOCIOLOGIA Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE Concurso Público de Ingresso no Magistério Público Estadual PARECERES DOS RECURSOS SOCIOLOGIA 11) A Proposta Curricular de Santa Catarina - Formação

Leia mais

INFORMAÇÃO- PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA

INFORMAÇÃO- PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA PROVA 344 INFORMAÇÃO- PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 12º Ano de Escolaridade CURSOS CIENTÍFICO-HUMANÍSTICOS SOCIOLOGIA ANO LECTIVO 2011/2012 Tipo de prova: Escrita Duração (em minutos): 90 TEMAS CONTEÚDOS

Leia mais

Curso e Colégio Específico

Curso e Colégio Específico Curso e Colégio Específico Estratificação e classes sociais e Desigualdades Sociais Disciplina: Sociologia Professor: Waldenir Estratificação e classes sociais Estratificação social: conceito É o processo

Leia mais

SOCIALIZAÇÃO E CULTURA

SOCIALIZAÇÃO E CULTURA SOCIALIZAÇÃO E CULTURA CULTURA Sentido comum Sentido sociológico -indivíduo com conhecimentos em vários domínios do saber -quando o indivíduo é portador de cultura, que varia de grupo social -cada grupo

Leia mais

VI Encontro Mineiro Sobre Investigação na Escola /II Seminário Institucional do PIBID-UNIUBE TITULO O FOLCLORE BRASILEIRO DENTRO DA EDUCAÇÃO

VI Encontro Mineiro Sobre Investigação na Escola /II Seminário Institucional do PIBID-UNIUBE TITULO O FOLCLORE BRASILEIRO DENTRO DA EDUCAÇÃO VI Encontro Mineiro Sobre Investigação na Escola /II Seminário Institucional do PIBID-UNIUBE TITULO O FOLCLORE BRASILEIRO DENTRO DA EDUCAÇÃO Rosimeire Cristina da silva rosicristinadasilva@gmail.com Linha

Leia mais

Cultura. Educação e Cultura. Educação e Cultura. Senso comum: é culto quem detém o saber

Cultura. Educação e Cultura. Educação e Cultura. Senso comum: é culto quem detém o saber Educação e Cultura Disciplina: Sociologia Geral e Sociologia da Educação Professora: Lucimary Bernabé Pedrosa de Andrade Maio de 2008 1 Educação e Cultura Cultura Senso comum: é culto quem detém o saber

Leia mais

GRUPO I POPULAÇÃO E POVOAMENTO. Nome N. o Turma Avaliação. 1. Indica, para cada conceito, o número da definição que lhe corresponde.

GRUPO I POPULAÇÃO E POVOAMENTO. Nome N. o Turma Avaliação. 1. Indica, para cada conceito, o número da definição que lhe corresponde. Nome N. o Turma Avaliação GRUPO I 1. Indica, para cada conceito, o número da definição que lhe corresponde. Conceito Definição a. Cultura 1. Discriminação de povos ou pessoas, por certos grupos de indivíduos,

Leia mais

Classes sociais, mobilidade social e movimentos sociais. Desigualdades sociais e identidades sociais

Classes sociais, mobilidade social e movimentos sociais. Desigualdades sociais e identidades sociais Desigualdades sociais e identidades sociais Desigualdade social uma desigualdade social consiste, sobretudo, num grau desigual de acesso a bens, serviços ou oportunidades, situação criada pela própria

Leia mais

Aula 4 Cultura e Sociedade

Aula 4 Cultura e Sociedade Sociologia e Antropologia em Administraçã ção Aula 4 Cultura e Sociedade Profa. Ms. Daniela Cartoni Leitura para a aula DIAS, Reinaldo. Sociologia Geral. Campinas: Alinea, 2008. PLT 254 Capítulo 2 CONCEITO

Leia mais

As Diferenças Sociais

As Diferenças Sociais As Diferenças Sociais 1 A Estratificação Social É a separação da sociedade em grupos de indivíduos que apresentam características parecidas, como: negros, brancos, católicos, protestantes, homem, mulher,

Leia mais

ESTRUTURA E ESTRATIFICAÇÃO SOCIAL

ESTRUTURA E ESTRATIFICAÇÃO SOCIAL ESTRUTURA E ESTRATIFICAÇÃO SOCIAL Ciências Humanas e suas Tecnologias Sociologia Professor Elson Junior Santo Antônio de Pádua, junho de 2017 Estratos Sociais mais elevados Hierarquia Estrato Social Estratos

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2011

PROCESSO SELETIVO 2011 PROCESSO SELETIVO 2011 Anos 06/12/2010 INSTRUÇÕES 1. Confira, abaixo, o seu número de inscrição, turma e nome. Assine no local indicado. 2. Aguarde autorização para abrir o caderno de prova. Antes de iniciar

Leia mais

Disciplina de Sociologia. Prof. Renan Borges

Disciplina de Sociologia. Prof. Renan Borges Disciplina de Sociologia Prof. Renan Borges O que é cultura? Tudo aquilo que o homem cria, consciente ou inconscientemente, para se relacionar com outros homens (idiomas, instituições, normas), com o meio

Leia mais

Danças típicas da Madeira, Bailinho

Danças típicas da Madeira, Bailinho Danças típicas da Madeira, Bailinho Danças Indianas Gastronomia Japonesa - Sushi Tribos de Ameríndios da floresta Amazónica Monges Budista Tailandeses Cerimónia Religiosa Cristã Mulheres afegãs com burca

Leia mais

2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL

2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL GRUPO DE ECONOMIA E CONTABILIDADE Cursos Científico-Humanísticos Ano Letivo 2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL SOCIOLOGIA (12º ano) Página 1 de 6 Competências Gerais Desenvolver a consciência dos direitos e

Leia mais

Sociologia. Surgimento e principais tópicos. Prof. Alan Carlos Ghedini

Sociologia. Surgimento e principais tópicos. Prof. Alan Carlos Ghedini Sociologia Surgimento e principais tópicos Prof. Alan Carlos Ghedini Podemos entender a sociologia, de modo geral, como a área de estudo que se dedica a entender o comportamento humano em sociedade. São

Leia mais

A nossa tripla cidadania: os valores cívicos

A nossa tripla cidadania: os valores cívicos Dos Açores para a Europa e para o Mundo A nossa tripla cidadania: os valores cívicos M. Patrão Neves Dos Açores para a Europa e para o Mundo Três realidades físicas: como seres naturais ocupamos e habitamos

Leia mais

PLANO DE AULA: Apresentação Dias das Aulas - Sistema de Avaliação Dados da Disciplina - Conteúdo Programático

PLANO DE AULA: Apresentação Dias das Aulas - Sistema de Avaliação Dados da Disciplina - Conteúdo Programático Universidade Estadual Vale do Acaraú UVA Instituto Dom José - IDJ Graduação Tecnológica em Gestão de Recursos Humanos RH 38 - CULTURA ORGANIZACIONAL, ETNIAS E ÉTICA PLANO DE AULA: 3003122 Apresentação

Leia mais

SOCIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 08 A FORMAÇÃO CULTURAL DO BRASIL

SOCIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 08 A FORMAÇÃO CULTURAL DO BRASIL SOCIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 08 A FORMAÇÃO CULTURAL DO BRASIL Como pode cair no enem? F O trecho já que aqui a mestiçagem jamais foi crime ou pecado remete a qual conceito 1 polêmico atribuído ao Gilberto

Leia mais

A EXPERIÊNCIA DO DIA-A-DIA, APRESENTA DA EM NOSSA SOCIEDADE E SUAS CONTRADIÇÕES E DESIGUALDADES. * Tais disparidades ocorrem devido a quê?

A EXPERIÊNCIA DO DIA-A-DIA, APRESENTA DA EM NOSSA SOCIEDADE E SUAS CONTRADIÇÕES E DESIGUALDADES. * Tais disparidades ocorrem devido a quê? A EXPERIÊNCIA DO DIA-A-DIA, APRESENTA DA EM NOSSA SOCIEDADE E SUAS CONTRADIÇÕES E DESIGUALDADES. * Tais disparidades ocorrem devido a quê? DÍVIDA SOCIAL ESCRAVIDÃO E IMIGRAÇÃO FALTA DE ESTRUTURA SOCIAL

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO 2. EMENTA 3. OBJETIVOS CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 45 PERÍODO: I

1. IDENTIFICAÇÃO 2. EMENTA 3. OBJETIVOS CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 45 PERÍODO: I 1. IDENTIFICAÇÃO PERÍODO: I CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 45 NOME DA DISCIPLINA: ANTROPOLOGIA CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 NOME DO CURSO: DIREITO/ECONOMIA/PEDAGOGIA 2. EMENTA A evolução do conhecimento antropológico.

Leia mais

Estratificação Social. Fronteira territorial entre o bairro Morumbi e a comunidade de Paraisópolis. Município de São Paulo.

Estratificação Social. Fronteira territorial entre o bairro Morumbi e a comunidade de Paraisópolis. Município de São Paulo. Estratificação Social Fronteira territorial entre o bairro Morumbi e a comunidade de Paraisópolis. Município de São Paulo. Ao longo da história, podemos observar sinais de desigualdades sociais em todos

Leia mais

Aula 02 CONCEITO DE RAÇA, ETNICIDADE E SAÚDE. 1. Definição de raça

Aula 02 CONCEITO DE RAÇA, ETNICIDADE E SAÚDE. 1. Definição de raça Aula 02 CONCEITO DE RAÇA, ETNICIDADE E SAÚDE Nas últimas décadas, diversos estudos tem mostrado diferenças raciais marcantes na morbimortalidade, no comportamento ante a doença e saúde, no acesso e uso

Leia mais

HORÁRIOS DE AULA CURSO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SEMESTRE: 2015.2 PERIODO: 1º TURMA: TURNO: NOITE BLOCO: A

HORÁRIOS DE AULA CURSO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SEMESTRE: 2015.2 PERIODO: 1º TURMA: TURNO: NOITE BLOCO: A CURSO: DE INFORMAÇÃO SEMESTRE: 2015.2 PERIODO: 1º TURMA: TURNO: NOITE BLOCO: A CURSO: DE INFORMAÇÃO SEMESTRE: 2015.2 PERIODO: 2º TURMA: TURNO: NOITE BLOCO: A I I I I CURSO: DE INFORMAÇÃO SEMESTRE: 2015.2

Leia mais

Mafalda Autor: Quino. Curso de Tecnologia em Produção Cultural. Disciplina: Legislação em Produção Cultural. Professora: Andréa Costa

Mafalda Autor: Quino. Curso de Tecnologia em Produção Cultural. Disciplina: Legislação em Produção Cultural. Professora: Andréa Costa Mafalda Autor: Quino Curso de Tecnologia em Produção Cultural Disciplina: Legislação em Produção Cultural Professora: Andréa Costa Comida (Titãs) Composição: Arnaldo Antunes / Marcelo Fromer / Sérgio Britto

Leia mais

DISCIPLINA DE CIÊNCIAS OBJETIVOS: 1º Ano

DISCIPLINA DE CIÊNCIAS OBJETIVOS: 1º Ano DISCIPLINA DE CIÊNCIAS OBJETIVOS: 1º Ano 2º Ano Propiciar o contato e a interação dos estudantes com determinado fenômeno para que ele participe da natureza vivenciando e ensinando a preservar o meio em

Leia mais

RENATO FROTA. o discurso adequado

RENATO FROTA. o discurso adequado RENATO FROTA o discurso adequado PRIMEIRA EDIÇÃO 2011 TÍTULO ORIGINAL: O DISCURSO ADEQUADO - Copyright 2011 - Renato Guimarães Frota Cordeiro ISBN-13: 978-1466428959 Registro Biblioteca Nacional N 526690

Leia mais

Docente: Gilberto Abreu de Oliveira (Mestrando em Educação UEMS/UUP) Turma 2012/

Docente: Gilberto Abreu de Oliveira (Mestrando em Educação UEMS/UUP) Turma 2012/ Docente: Gilberto Abreu de Oliveira (Mestrando em Educação UEMS/UUP) Turma 2012/2014 Email: oliveira.gilbertoabreu@hotmail.com Blog: http://historiaemdebate.wordpress.com 1 O QUE É SISTEMA? Conjunto de

Leia mais

A CULTURA NA SOCIEDADE

A CULTURA NA SOCIEDADE Filosofia 2º ano Texto 2. Aluno (a):... Professor : Normando Etapa: 1ª Valor: Data: / / Nota: A CULTURA NA SOCIEDADE 1 Definição: A cultura é a vida total de um povo, a herança social que o indivíduo adquire

Leia mais

As Leis 10639/03 e 11645/08: O Ensino de História e Cultura dos Povos Indígenas e dos Afrodescendentes no Brasil UNIDADE 1

As Leis 10639/03 e 11645/08: O Ensino de História e Cultura dos Povos Indígenas e dos Afrodescendentes no Brasil UNIDADE 1 As Leis 10639/03 e 11645/08: O Ensino de História e Cultura dos Povos Indígenas e dos Afrodescendentes no Brasil As Leis 10639/03 e 11645/08: O Ensino de História e Cultura dos Povos Indígenas e dos Afrodescendentes

Leia mais

FITOTERAPIA NA SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL

FITOTERAPIA NA SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL FITOTERAPIA NA SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL Roseli Turcatel Motter Centro Popular de Saúde Yanten Rua Maranhão, 1300 Caixa Postal 1005 Tel/fax: (45) 3264-2806 yanten@arnet.com.br CEP: 85.884-000 Medianeira

Leia mais

1º Ano EM DATA: /12/2016 Professor: Paulo Cruz Aluno(a):

1º Ano EM DATA: /12/2016 Professor: Paulo Cruz Aluno(a): 1º Ano EM DATA: /12/2016 Professor: Paulo Cruz Aluno(a): 01. Observe a imagem. Faça uma interpretação sociológica da imagem acima relacionando com o termo marxista Luta de Classes. 02. Observe a imagem.

Leia mais

Cotas Raciais no Brasil

Cotas Raciais no Brasil Cotas Raciais no Brasil Abygail Vendramini ROCHA 1 Sandro Marcos GODOY 2 RESUMO: O sistema de cotas que fora aprovado pelo Supremo Tribunal Federal por unanimidade dos votos, dito como constitucional,

Leia mais

SOCIOLOGIA: PROBLEMAS E PERSPECTIVAS ANTHONY GIDDENS

SOCIOLOGIA: PROBLEMAS E PERSPECTIVAS ANTHONY GIDDENS SOCIOLOGIA: PROBLEMAS E PERSPECTIVAS ANTHONY GIDDENS ANTHONY GIDDENS - Nasceu em 1938, em Londres. - Foi o primeiro membro da familia a entrar na faculdade (Universidade de Hull). - Foi professor de sociologia

Leia mais

Não é possível pensar em sociedade separada do espaço que ocupa.

Não é possível pensar em sociedade separada do espaço que ocupa. O ESPAÇO GEOGRÁFICO As sociedades humanas desenvolvem, durante sua história, modos próprios de vida. Estes decorreram da combinação de formas de subsistência material - com culturas diversas -, de diferentes

Leia mais

1º AULÃO ENEM Sociologia 1) SAS. 2 ENEM

1º AULÃO ENEM Sociologia 1) SAS.  2 ENEM 1º AULÃO 2016 1) SAS 2 1º AULÃO 2016 Na tirinha, Mafalda, após ler o conceito de democracia, não consegue mais parar de rir. Dentre várias interpretações sociológicas sobre as razões do riso contínuo da

Leia mais

Como observar a realidade social? Operários, pintado por Tarsila do Amaral em 1933.

Como observar a realidade social? Operários, pintado por Tarsila do Amaral em 1933. Como observar a realidade social? Operários, pintado por Tarsila do Amaral em 1933. Se, pois, já damos a realidade presente como conhecida, seu estudo não tem mais interesse prático nenhum (DURKHEIM, 1978,

Leia mais

Cap. 1 Introdução ao Estudo da História Prof. Dawison Sampaio. Cap. 1- Introdução ao estudo da História Prof. Dawison Sampaio

Cap. 1 Introdução ao Estudo da História Prof. Dawison Sampaio. Cap. 1- Introdução ao estudo da História Prof. Dawison Sampaio Cap. 1- Introdução ao estudo da História 1 H1-Interpretar historicamente e/ou geograficamente fontes documentais acerca de aspectos da cultura. H5 -Identificar as manifestações ou representações da diversidade

Leia mais

Análise Social 3. Desigualdades Sociais ESCS Sistemas de desigualdades

Análise Social 3. Desigualdades Sociais ESCS Sistemas de desigualdades Análise Social 3 Desigualdades Sociais ESCS 2016-17 Sistemas de desigualdades Historicamente, os tipos de desigualdade, definidos formalmente ou não, apresentaram-se de modos diferentes Tipos de sistemas

Leia mais

Cultura e sociedade. Dias, cap. 4 Giddens, 38-42

Cultura e sociedade. Dias, cap. 4 Giddens, 38-42 Cultura e sociedade Dias, cap. 4 Giddens, 38-42 O que é cultura do ponto de vista do senso comum? E do ponto de vista científico? O que são subculturas? Como se transmite cultura? Animais desenvolvem cultura?

Leia mais

a) b) c) d) e) 3 2 1

a) b) c) d) e) 3 2 1 SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SARGENTO NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 7 ª TURMA(S):

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Sociologia e Extensão Rural Código da Disciplina: AGR 278 Curso: Agronomia Semestre de oferta da disciplina: 5 Faculdade responsável: Agronomia Programa em vigência a

Leia mais

Apresentação para Sala de Aula para alunos de 1ª a 4ª série

Apresentação para Sala de Aula para alunos de 1ª a 4ª série Apresentação para Sala de Aula para alunos de 1ª a 4ª série O que é Patrimônio Cultural? Patrimônio é constituído pelos bens materiais e imateriais que se referem à nossa identidade, nossas ações, costumes,

Leia mais

Brasil e a diversidade do nosso povo: Resgatando valores. Conhecendo as regiões brasileiras.

Brasil e a diversidade do nosso povo: Resgatando valores. Conhecendo as regiões brasileiras. EMEB MARIA TOMICH MONTEIRO DA SILVA Projeto Educacional Interdisciplinar TEMA: Brasil e a diversidade do nosso povo: Resgatando valores SUB-TEMA: Conhecendo as regiões brasileiras. CUIABÁ-MT 2016 JUSTIFICATIVA

Leia mais

CULTURA JOVEM: MODA E IDENTIDADE

CULTURA JOVEM: MODA E IDENTIDADE CULTURA JOVEM: MODA E IDENTIDADE Youth Culture: Fashion and Identity Morais, Claudia M.G. Docente, CESUMAR claudinhamgmorais@hotmail.com Lopes, Gileyde G.F.C Mestre CESUMAR gileyde.lopes@cesumar.br Resumo

Leia mais

BENS. São todas as coisas materiais produzidas para satisfazer as necessidades das pessoas.

BENS. São todas as coisas materiais produzidas para satisfazer as necessidades das pessoas. BENS São todas as coisas materiais produzidas para satisfazer as necessidades das pessoas. SERVIÇOS São todas as atividades econômicas voltadas para a satisfação de necessidades e que não estão relacionadas

Leia mais

1. Prova Teórica de Avaliação de História Contemporânea. 2. Prova Teórica de Avaliação de História das Artes Visuais

1. Prova Teórica de Avaliação de História Contemporânea. 2. Prova Teórica de Avaliação de História das Artes Visuais Índice 1. Prova Teórica de Avaliação de História Contemporânea 2. Prova Teórica de Avaliação de História das Artes Visuais 3. Prova Teórica de Avaliação de Língua Portuguesa 4. Prova Teórica de Avaliação

Leia mais

Abril Educação Seres vivos Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota:

Abril Educação Seres vivos Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Abril Educação Seres vivos Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Questão 1 Desenhe o ciclo vital de um ser vivo e nomeie suas etapas mais significativas. Questão 2 O ser humano vive na Terra

Leia mais

I N F O R M A Ç Ã O PROVA DE E Q U I V A L Ê N C I A À F R E Q U Ê N C I A

I N F O R M A Ç Ã O PROVA DE E Q U I V A L Ê N C I A À F R E Q U Ê N C I A Ministério da Educação e Ciência Agrupamento de Escolas de Anadia Ano letivo de 2015-2016 I N F O R M A Ç Ã O PROVA DE E Q U I V A L Ê N C I A À F R E Q U Ê N C I A CICLO CÓDIGO - DISCIPLINA ANO DE ESCOLARIDADE

Leia mais

GABARITO Caderno do Aluno Geografia 5 a série Volume 4 OS SETORES DA ECONOMIA E AS CADEIAS PRODUTIVAS

GABARITO Caderno do Aluno Geografia 5 a série Volume 4 OS SETORES DA ECONOMIA E AS CADEIAS PRODUTIVAS SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM 1 OS SETORES DA ECONOMIA E AS CADEIAS PRODUTIVAS Para começo de conversa Página 3 1. Sucos de frutas, arroz beneficiado, leite pasteurizado, macarrão, óleos etc. 2. Espera-se que

Leia mais

FORUM FPA IDÉIAS PARA O BRASIL

FORUM FPA IDÉIAS PARA O BRASIL FORUM FPA IDÉIAS PARA O BRASIL Ideias Centrais Metodologia de Construção do Programa Quatro instâncias: 1. Fóruns de discussão regionalizados Um coordenador regional; Espaço de discussão permanente; Diálogo

Leia mais

PLANO DE CURSO DISCIPLINA:História ÁREA DE ENSINO: Fundamental I SÉRIE/ANO: 3 ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

PLANO DE CURSO DISCIPLINA:História ÁREA DE ENSINO: Fundamental I SÉRIE/ANO: 3 ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS UNIDADE 1 SER CIDADÃO *Reconhecer e valorizar atitudes de convivência, respeito, solidariedade a outras pessoas. *Desenvolver, reconhecer e valorizar as atividades do cotidiano. *Conhecer direitos e deveres

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE ALBERTO SAMPAIO Exame de Equivalência à Frequência

ESCOLA SECUNDÁRIA DE ALBERTO SAMPAIO Exame de Equivalência à Frequência Disciplina: PSICOLOGIA B - FASE 2ª Ano(s) de Escolaridade: 12º ANO 2009/2010 Código: 340 Duração da Prova : 90 minutos Grupo I Este grupo é constituído por dez questões de escolha múltipla. Na sua folha

Leia mais

GEOGRAFIA. 2.1 Base Estrutural da Geografia

GEOGRAFIA. 2.1 Base Estrutural da Geografia GEOGRAFIA 2.1 Base Estrutural da Geografia O que a Geografia estuda: Geo (terra) Grafia (escrita). Para o geografo Ruy Moreira: o espaço surge na relação do homem com seu meio; dois acontecimentos geram

Leia mais

AUTORES Aldo Vannucchi (Brasil) Ismar Capistrano Costa Filho (Brasil) Theodor Adorno (Alemanha) Max Horkheimer (Alemanha) Roberto DaMatta (Brasil)

AUTORES Aldo Vannucchi (Brasil) Ismar Capistrano Costa Filho (Brasil) Theodor Adorno (Alemanha) Max Horkheimer (Alemanha) Roberto DaMatta (Brasil) CULTURA POPULAR CULTURA ERUDITA E CULTURA INDUSTRIAL AUTORES Aldo Vannucchi (Brasil) Ismar Capistrano Costa Filho (Brasil) Theodor Adorno (Alemanha) Max Horkheimer (Alemanha) Roberto DaMatta (Brasil) Antonio

Leia mais

Grupo 01. I) Ambas as concepções mantêm um discurso no qual é alimentado pela expansão política e econômica das sociedades industrializadas;

Grupo 01. I) Ambas as concepções mantêm um discurso no qual é alimentado pela expansão política e econômica das sociedades industrializadas; Grupo 01 QUESTÃO 01 - Segundo José Luiz dos Santos, ao abordar o tema O Que se Entende por Cultura ele afirma que não há por que nos confundirmos com tanta variação de significado. O que importa é que

Leia mais

Professora Leonilda Brandão da Silva

Professora Leonilda Brandão da Silva COLÉGIO ESTADUAL HELENA KOLODY E.M.P. TERRA BOA - PARANÁ Professora Leonilda Brandão da Silva E-mail: leonildabrandaosilva@gmail.com http://professoraleonilda.wordpress.com/ Leitura do texto: Mudanças

Leia mais

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. Cumprimentos Sobre a importância do tempo Desejos. Introdução

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. Cumprimentos Sobre a importância do tempo Desejos. Introdução HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO Cumprimentos Sobre a importância do tempo Desejos HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO Introdução A história é um profeta com olhar voltado para trás: pelo que foi e contra o que foi, anuncia o que

Leia mais

Ψ AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE OLIVEIRA

Ψ AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE OLIVEIRA Ψ AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE OLIVEIRA DE FRADES PSICOLOGIA B 12º ANO 1º Teste Turmas A e B Ano lectivo 2010/2011 A prova é constituída por três grupos de itens: - O Grupo I testa objectivos de conhecimento,

Leia mais

TRABALHO DE RECUPERAÇÃO 1 TRIMESTRE 2017

TRABALHO DE RECUPERAÇÃO 1 TRIMESTRE 2017 TRABALHO DE RECUPERAÇÃO 1 TRIMESTRE 2017 ALUNO (A): TURMA: VALOR: 12,0 Nota: INSTRUÇÕES: Todas as questões devem ser respondidas a CANETA. QUESTÃO 01. Com base no texto abaixo e nos conhecimentos sobre

Leia mais

Bloco de Recuperação Paralela DISCIPLINA: Geografia

Bloco de Recuperação Paralela DISCIPLINA: Geografia COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Bloco de Recuperação Paralela DISCIPLINA: Geografia Nome: Ano: 2º Ano 2º Etapa 2014 Colégio Nossa Senhora da Piedade Área do Conhecimento: Ciências Humanas Disciplina:

Leia mais

SUGESTÕES DE AVALIAÇÃO

SUGESTÕES DE AVALIAÇÃO UNIDADE 1 EU E OS OUTROS *Perceber a diversidade étnica física e de gênero no seu meio de convivência. *Reconhecer mudanças e permanências nas vivências humanas, presentes na sua realidade e em outras

Leia mais

A organização afetando o comportamento das pessoas

A organização afetando o comportamento das pessoas Objetivos Definir as estruturas Organizacionais Diferenciar estruturas mecanicistas e orgânicas Conceituar Cultura Organizacional Apontar como as estruturas e principalmente a cultura organizacional afetam

Leia mais

Sociologia. Professor: Matheus Bortoleto Rodrigues Escola Cenecista Dr. José Ferreira

Sociologia. Professor: Matheus Bortoleto Rodrigues   Escola Cenecista Dr. José Ferreira Sociologia Professor: Matheus Bortoleto Rodrigues E-mail: matheus.bortoleto@cnec.edu.br Escola Cenecista Dr. José Ferreira Objetivo: Problematizar diferentes tipos e classificações utilizadas a respeito

Leia mais

DEMOCRACIA, ÉTICA E CIDADANIA

DEMOCRACIA, ÉTICA E CIDADANIA DEMOCRACIA, ÉTICA E CIDADANIA Seminário do ENADE Agronomia, Biomedicina, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Educação Física, Medicina Veterinária e Estética e Cosmética Profª. Ma. Denise Tatiane Girardon

Leia mais

Calendário de exames Época Especial de Setembro 1º ciclo e mestrados de continuidade

Calendário de exames Época Especial de Setembro 1º ciclo e mestrados de continuidade Algebra Linear 04-Set 14-16h Amostragem e Inquérito 10-Set 16-18h Análise de Dados Qualitativos (Oficina de Projecto III) 14-Set 14-16h Análise de Dados Quantitativos (Oficina de Projecto IV) 11-Set 10-12h

Leia mais

RESENHA. CARDOSO, Francilene do Carmo. O negro na biblioteca: mediação da informação para a construção da identidade negra. Curitiba: CRV, p.

RESENHA. CARDOSO, Francilene do Carmo. O negro na biblioteca: mediação da informação para a construção da identidade negra. Curitiba: CRV, p. RESENHA CARDOSO, Francilene do Carmo. O negro na biblioteca: mediação da informação para a construção da identidade negra. Curitiba: CRV, 2015. 114p. Franciéle Carneiro Garcês da Silva Instituto Brasileiro

Leia mais

SOCIOLOGIA NO ENSINO MÉDIOM. Prof. Dieikson de Carvalho

SOCIOLOGIA NO ENSINO MÉDIOM. Prof. Dieikson de Carvalho SOCIOLOGIA NO ENSINO MÉDIOM Prof. Dieikson de Carvalho O estudo da Sociologia Por que estudar a sociedade em que vivemos? Não basta vivê-la? É possível conhecer a sociedade cientificamente? A sociologia

Leia mais

2. Explique o conceito de fato social e dê um exemplo da nossa realidade social que o represente.

2. Explique o conceito de fato social e dê um exemplo da nossa realidade social que o represente. Lista de Exercícios 1 - A Sociologia de Émile Durkheim 1. Cite e explique as características dos fatos sociais. 2. Explique o conceito de fato social e dê um exemplo da nossa realidade social que o represente.

Leia mais

Profª Karina Oliveira Bezerra Aula 05 Unidade 1, capítulo 5: p. 63 Unidade 8, capítulo 5: p. 455 Filme: Germinal

Profª Karina Oliveira Bezerra Aula 05 Unidade 1, capítulo 5: p. 63 Unidade 8, capítulo 5: p. 455 Filme: Germinal Profª Karina Oliveira Bezerra Aula 05 Unidade 1, capítulo 5: p. 63 Unidade 8, capítulo 5: p. 455 Filme: Germinal No século XIX, em decorrência do otimismo trazido pelas idéias de progresso (positivismo),

Leia mais

Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia Ciências - Inglês

Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia Ciências - Inglês Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia Ciências - Inglês 1 Os exercícios deverão ser feitos no caderno. Resgatando conteúdos textos e exercícios diversificados,

Leia mais

OSMANYR BERNARDO FARIAS POLÍTICAS DE INSERÇÃO INDÍGENA NA UNIVERSIDADE: O SIGNIFICADO DA FORMAÇÃO SUPERIOR PARA OS ÍNDIOS TERENA

OSMANYR BERNARDO FARIAS POLÍTICAS DE INSERÇÃO INDÍGENA NA UNIVERSIDADE: O SIGNIFICADO DA FORMAÇÃO SUPERIOR PARA OS ÍNDIOS TERENA OSMANYR BERNARDO FARIAS POLÍTICAS DE INSERÇÃO INDÍGENA NA UNIVERSIDADE: O SIGNIFICADO DA FORMAÇÃO SUPERIOR PARA OS ÍNDIOS TERENA UNIVERSIDADE CATÓLICA DOM BOSCO CAMPO GRANDE-MS MARÇO 2008 OSMANYR BERNARDO

Leia mais

REDE DE PONTOS DE CULTURA DE GOVERNADOR VALADARES - MG

REDE DE PONTOS DE CULTURA DE GOVERNADOR VALADARES - MG TÍTULO DO PROJETO Área Predominante: (Marque um x nas áreas que seu projeto mais se identifica) CULTURAS POPULARES ( ) Tradição Oral ( ) Artesanato ( ) Manifestações culturais ( ) Contador de Histórias

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 45 PERÍODO: 1º

1. IDENTIFICAÇÃO CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 45 PERÍODO: 1º 1. IDENTIFICAÇÃO PERÍODO: 1º CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 45 NOME DA DISCIPLINA: ANTROPOLOGIA CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 NOME DO CURSO: DIREITO/ECONOMIA/DIREITO 2. EMENTA A evolução do conhecimento antropológico.

Leia mais

Sociologia. Larissa Rocha 14 e Sociologia no Brasil

Sociologia. Larissa Rocha 14 e Sociologia no Brasil Sociologia no Brasil Sociologia no Brasil 1. A população negra teve que enfrentar sozinha o desafio da ascensão social, e frequentemente procurou fazê-lo por rotas originais, como o esporte, a música e

Leia mais