PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS NÚCLEO ACADÊMICO DE PESQUISA - NAP

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS NÚCLEO ACADÊMICO DE PESQUISA - NAP"

Transcrição

1 PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS NÚCLEO ACADÊMICO DE PESQUISA - NAP PROCESSO COLETIVO Cynthia Lessa Diogo Henrique Dias da Silva Eric Augusto Fernandes Giovanni Vilaça Juliana Maria Matos Ferreira João Paulo Teixeira Marcos Rafael Pedro Araújo Belo Horizonte 2008

2 Cynthia Lessa Diogo Henrique Dias da Silva Eric Augusto Fernandes Giovanni Vilaça Juliana Maria Matos Ferreira João Paulo Teixeira Marcos Rafael Pedro Araújo PROCESSO COLETIVO Projeto de Pesquisa em Processo Coletivo que se apresenta ao Núcleo Acadêmico de Pesquisa Orientadora: Mestranda Juliana M. Matos Ferreira 2008

3 SUMÁRIO 3 1. TEMA PROBLEMA OBJETIVOS Objetivo Geral Objetivo Específico 05 4 CRONOGRAMA REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS...07

4 1 -TEMA 4 DIREITO PROCESSUAL COLETIVO 2 - PROBLEMA A proteção a direitos que envolvam um número indeterminado de interessados, como a qualidade de vida, o consumidor e o meio-ambiente passam a integrar a legislação de vários países como Brasil, Itália, EUA, por meio de procedimentos que visam à tutela dos denominados direitos coletivos. As leis referentes ao processo coletivo brasileiros encontram-se esparsas, como por exemplo, o Código de Defesa do Consumidor Brasileiro, a Lei de Ação Civil Pública e a Lei de Ação Popular. A necessidade de fomento à pesquisa ao Processo Coletivo e a unificação da legislação é necessidade atual e não pode ser ignorada. A partir de 1988, o Brasil assume o projeto de construção permanente de um Constitucionalismo Democrático, que apresenta como uma de suas promessas a concretização do Estado Democrático de Direito. Nesse sentido observa-se que a legislação referente ao Processo Coletivo passa por reformas. A utilização das normas que regem o processo individual é insuficiente para matérias que afetam a coletividade. O estudo do processo coletivo no direito brasileiro é ainda incipiente. A Universidade de São Paulo-USP por intermédio de seus alunos do curso de pós-graduação, com a coordenação de Ada Pellegrini Grinover, no intuito de ampliar o debate acerca do processo coletivo e visando a unificação da legislação que hoje se encontra esparsa desenvolveu o Anteprojeto de Código Brasileiro de Processo Coletivo. O início da elaboração do Código Brasileiro de Processos Coletivos ocorreu com a aprovação do Código Modelo de Processos Coletivos para a Ibero-américa, nas jornadas do Instituto Ibero-americano de Direito Processual, ocorrida em 2004, na Venezuela. O projeto foi elaborado por quatro especialistas brasileiros: Ada Pellegrini Grinover, Aluisio G. de Castro Mendes, Antonio Gidi e Kazuo Watanabe. Encontra-se no Congresso Nacional a proposta de Código Brasileiro de Processo Coletivo desenvolvida por Ada Pellegrini Grinover e estudantes da USP. Inicia-se uma nova fase em torno do processo coletivo e a comunidade acadêmica precisa se manifestar.

5 3 - OBJETIVOS Objetivo Geral - Ampliar o debate da comunidade jurídica, permitindo o conhecimento e a participação de todos em torno do Processo Coletivo, tema de atual relevância, indispensável para a construção da vida em sociedade. - Viabilizar a participação da comunidade acadêmica para a construção de futuras leis a que se submeterão é objetivo do Grupo de Pesquisa em Processo Coletivo da PUC-Minas. - Contribuir para uma reflexão sobre a atual situação das Pesquisas do Processo Coletivo; - Estimular a pesquisa e o pensamento crítico dos interessados pelo estudo do processo coletivo e de seus temas relacionados para promoção da discussão acerca do Processo Coletivo e da relação entre Constituição e Processo na consolidação do Estado Direito Democrático Brasileiro. 3.2 Objetivo Específico - Prosseguir no estudo desenvolvido do Grupo de Pesquisa em Processo Coletivo dos alunos da pós-graduação, sob coordenação do professor Dr. Vicente de Paula Maciel Júnior 1, da proposta de Código de Processo Coletivo, que se encontra disponível no site da Faculdade Mineira de Direito, - Integração dos alunos da graduação no estudo do Processo Coletivo para se iniciar um ciclo de debates anuais em torno do tema que até então é discutido de forma isolada e por legislações esparsas, no intuito de se permitir a participação de toda a comunidade jurídicoacadêmica. Professor Adjunto III da PUC/Minas, criador da cadeira denominada DIREITO PROCESSUAL COLETIVO, do curso de pós-graduação stricto sensu da PUC/Minas. Autor da obra, Teoria das ações coletivas: as ações coletivas como ações temáticas. São Paulo: LTR, 2006.

6 4 - CRONOGRAMA OUT NOV DEZ JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT 6 1. DO DIREITO E PROCESSO COLETIVOS 1.1 Direito e interesse 1.2 Direito/Interesse Coletivo 1.3 Direito/Interesse Difuso 1.4 Direito/Interesse Individual Homogêneo 1.5 Do processo coletivo a partir da matriz individualista 1.6 Os sistemas jurídicos de tutela dos direitos coletivos: o sistema romano germânico e o anglo-saxão 2 O SISTEMA PROCESSUAL COLETIVO BRASILEIRO 2.1 A tutela jurídica por micro-sistemas 2.2 A Ação Popular 2.3 A Ação Civil Pública 2.4 As Ações Coletivas do Código de Defesa do Consumidor 2.5 A legislação ambiental, do mercado de capitais e de tutela do deficiente 3 - CLASS ACTION 3.1 Origem e desenvolvimento do instituto 3.2 Características principais 3.3 Afinidades e diferenças entre o sistema das class action e o sistema brasileiro 4 O MODELO DEMOCRÁTICO DE ESTADO E A RECONSTRUÇÃO DE UM PROCESSO COLETIVO 4.1 A legitimação para agir do interessado difuso 4.2 O mérito participado e a formação do objeto do processo 4.4 Os recursos no processo coletivo 4.5 A execução no processo coletivo 4.6 As tutelas de urgência no processo coletivo 5 - DAS AÇÕES COLETIVAS COMO AÇÕES TEMÁTICAS 5.1 A codificação do processo coletivo

7 5 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 7 ALMEIDA, Gregório Assagra de. Direito processual coletivo brasileiro: um novo ramo do direito processual. São Paulo: Editora Saraiva, BARACHO, José Alfredo de Oliveira. Processo Constitucional. Rio de Janeiro: Forense, FAZZALARI, Elio. Instituições de Direito Processual. Tradução Elaine Nassif. Campinas: Bookseller, GALLUPO, Marcelo Campos. Da idéia à defesa Monografias e Teses Jurídicas. Belo Horizonte: Mandamentos, GIDI, Antônio. Coisa julgada e litispendência em ações coletivas. São Paulo: Saraiva, GIDI, Antônio. Rumo a um Código de Processo Civil Coletivo: a codificação das ações coletivas do Brasil. Rio de Janeiro: Forense, GONÇALVES, Aroldo Plínio. Técnica Processual e teoria do processo. 2ª tiragem. Rio de Janeiro: Aide, GRINOVER, Ada Pellegrini; CINTRA, Antônio Carlos de Araújo; DINAMARCO, Cândido Rangel. Teoria geral do processo. 15 ed. São Paulo: Malheiros, GRINOVER, Ada Pellegrini; MENDES, Aluísio Gonçalves de Castro; WATANABE, Kazuo. Direito Processual Coletivo e o anteprojeto de Código Brasileiro de Processos Coletivos. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, LEAL, Rosemiro Pereira. Teoria Geral do Processo: primeiros estudos. ed. 6. são Paulo: Thomson-IOB, LEONEL, Ricardo de Barros. Manual do Processo Coletivo. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, MACIEL JÚNIOR, Vicente de Paula. Teoria das ações coletivas: as ações coletivas como ações temáticas. São Paulo: LTR, MANCUSO, Rodolfo de Camargo. Interesses difusos; conceito e legitimação para agir. São Paulo: Saraiva, 1991.

PROCESSOS COLETIVOS. Bolsista Apresentador : Lessandra Bertolazi Gauer, Nome do Orientador: José Maria Rosa Tesheiner. Resumo

PROCESSOS COLETIVOS. Bolsista Apresentador : Lessandra Bertolazi Gauer, Nome do Orientador: José Maria Rosa Tesheiner. Resumo PROCESSOS COLETIVOS XI Salão de Iniciação Científica PUCRS Bolsista Apresentador : Lessandra Bertolazi Gauer, Nome do Orientador: José Maria Rosa Tesheiner Faculdade de Direito, PUCRS. Resumo 1. Tutela

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES Página 1 de 28 Atualização: da poupança jun/81 1 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00 26.708,00-0,000% - 26.708,00 26.708,00 26.708,00 jul/81 2 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl Acum 14 set/11 15

Leia mais

TUTELA DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIFUSOS E COLETIVOS

TUTELA DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIFUSOS E COLETIVOS MESTRADO TUTELA DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIFUSOS E COLETIVOS EMENTA Os direitos fundamentais de terceira geração. Significado social e político da tutela dos interesses transindividuais. Direito Processual

Leia mais

PLANO DE ENSINO DE GRADUACÃO Curso Semestral Disciplina DIREITOS DIFUSOS E COLETIVOS - TUTELAS COLETIVAS. Código 120 Curso Graduação

PLANO DE ENSINO DE GRADUACÃO Curso Semestral Disciplina DIREITOS DIFUSOS E COLETIVOS - TUTELAS COLETIVAS. Código 120 Curso Graduação DE GRADUACÃO Curso Semestral Disciplina DIREITOS DIFUSOS E COLETIVOS - TUTELAS COLETIVAS Código 120 Curso Graduação Período 9º PERÍODO Turma (s) A B - D Carga Horária 32 horas relógio 39 horas-aula Eixo

Leia mais

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação.

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação. PLANO DE CURSO 2010/1 Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação. DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL CIVIL IV INTEGRAL PROFESSOR: MARCELO ZENKNER TURMA: 4ºANO

Leia mais

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+ CALENDÁRIO, 2015 7 A JAN. 0 QUARTA -1-0.0018 7022.5 3750.3 1 QUINTA 0 +0.0009 7023.5 3751.3 2 SEXTA 1 +0.0037 7024.5 3752.3 3 SÁBADO 2 +0.0064 7025.5 3753.3 4 DOMINGO 3 +0.0091 7026.5 3754.3 5 SEGUNDA

Leia mais

AULA 1) Ementa. Disposições administrativas:

AULA 1) Ementa. Disposições administrativas: Curso: DIREITO Disciplina: TEORIA GERAL DO PROCESSO (Matutino) quinta-feira 10:10 a 12:40 hs Ementa Direito Material e Direito Processual: conceito, natureza, posição enciclopédica, divisão. Fontes do

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO, DE PROVAS E TÍTULOS, PARA INGRESSO NA CARREIRA DA DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS

CONCURSO PÚBLICO, DE PROVAS E TÍTULOS, PARA INGRESSO NA CARREIRA DA DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO, DE PROVAS E TÍTULOS, PARA INGRESSO NA CARREIRA DA DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS Direito Constitucional, Financeiro e Tributário: 1. Titular: Dr. Rodrigo Murad do Prado

Leia mais

3. COMENTÁRIOS À JURISPRUDÊNCIA

3. COMENTÁRIOS À JURISPRUDÊNCIA 1. Acórdão 462 3. COMENTÁRIOS À JURISPRUDÊNCIA 3.1 DIREITOS INDIVIDUAIS HOMOGÊNEOS: INSTRUMENTO DE TUTELA COLETIVA DE DIREITOS INDIVIDUAIS E A SUA IDENTIFICAÇÃO SOB O EXAME DO CASO EM CONCRETO TÚLIO TEIXEIRA

Leia mais

Conteúdos/ Matéria. Categorias/ Questões. Textos, filmes e outros materiais. Habilidades e Competências. Tipo de aula. Semana

Conteúdos/ Matéria. Categorias/ Questões. Textos, filmes e outros materiais. Habilidades e Competências. Tipo de aula. Semana PLANO DE CURSO DISCIPLINA: TEORIA GERAL DO PROCESSO (CÓD.: ENEX 60116) ETAPA: 3ª TOTAL DE ENCONTROS: 15 SEMANAS Semana Conteúdos/ Matéria Categorias/ Questões Tipo de aula Habilidades e Competências Textos,

Leia mais

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,8 21-Jul-00 Real 0,6493 Sem frete - PIS/COFINS

Leia mais

Processo PLANO DE ENSINO. Prof. Luis Fernando Alves

Processo PLANO DE ENSINO. Prof. Luis Fernando Alves 1 Teoria Geral do Processo PLANO DE ENSINO Prof. Luis Fernando Alves www.professorluisfernando.jur.adv.br 1. EMENTA 2 O Estado, o processo e a tutela jurisdicional. Fontes das normas processuais. Princípios

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

18º CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE PROCURADOR do TRABALHO

18º CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE PROCURADOR do TRABALHO 18º CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE PROCURADOR do TRABALHO TITULARES: 1. Doutor Luís Antônio Camargo De Melo 2. Doutor Ronaldo Curado Fleury - Presidente 3. Doutor Ronaldo Lima dos Santos

Leia mais

UNIVERSIDADE DE RIBEIRÃO PRETO UNAERP COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO E D I T A L 2015

UNIVERSIDADE DE RIBEIRÃO PRETO UNAERP COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO E D I T A L 2015 UNIVERSIDADE DE RIBEIRÃO PRETO UNAERP COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO E D I T A L 2015 A Magnífica Reitora da Universidade de Ribeirão Preto UNAERP, PROFª ELMARA LÚCIA

Leia mais

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12 JANEIRO 2,8451 2,7133 2,4903 2,3303 2,1669 1,9859 1,7813 1,6288 1,4527 1,3148 1,1940 1,0684 FEVEREIRO 2,8351 2,6895 2,4758 2,3201 2,1544 1,9676 1,7705 1,6166 1,4412 1,3048 1,1840 1,0584 MARÇO 2,8251 2,6562

Leia mais

Contextualização Acesso à Justiça

Contextualização Acesso à Justiça Elaine Cristina Danzmann Brasil Tribunal Regional Federal da 1ª Região Especialista em Direito Público e Membro da Comissão AJG elaine.danzmann@trf1.jus.br Marcia Mazo Santos, MsC - Brasil Tribunal Regional

Leia mais

CIDADANIA, LEGITIMAÇÃO PARA AGIR E EFETIVIDADE NO PROCESSO COLETIVO

CIDADANIA, LEGITIMAÇÃO PARA AGIR E EFETIVIDADE NO PROCESSO COLETIVO CIDADANIA, LEGITIMAÇÃO PARA AGIR E EFETIVIDADE NO PROCESSO COLETIVO Juliana Maria Matos Ferreira Natália Chernicharo Guimarães Vicente de Paula Maciel Júnior RESUMO O presente artigo pretende demonstrar

Leia mais

COMUNICADO ESMP Nº. 01/2016 SETOR EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EAD

COMUNICADO ESMP Nº. 01/2016 SETOR EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EAD COMUNICADO ESMP Nº. 01/2016 SETOR EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EAD O Diretor da Escola Superior do Ministério Público, Antonio Carlos da Ponte, COMUNICA aos Membros do Ministério Público e Servidores bacharéis

Leia mais

CESMAC FACULDADE DO AGRESTE NÚCLEO DE APOIO À PESQUISA (NAP) CHAMADA PARA A FORMAÇÃO DE GRUPOS DE ESTUDO EM 2017

CESMAC FACULDADE DO AGRESTE NÚCLEO DE APOIO À PESQUISA (NAP) CHAMADA PARA A FORMAÇÃO DE GRUPOS DE ESTUDO EM 2017 CESMAC FACULDADE DO AGRESTE NÚCLEO DE APOIO À PESQUISA (NAP) CHAMADA PARA A FORMAÇÃO DE GRUPOS DE ESTUDO EM 2017 O Núcleo de Apoio à Pesquisa (NAP) do Cesmac Faculdade do Agreste, no uso de suas atribuições,

Leia mais

Safra 2016/2017. Safra 2015/2016

Safra 2016/2017. Safra 2015/2016 Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado do Paraná Safra 2016/2017 Mar/16 0,6048 0,6048 0,6048 66,04 73,77 Abr 0,6232 0,6232 0,5927 64,72 72,29 Mai 0,5585 0,5878 0,5868

Leia mais

PLANO DE ENSINO DE GRADUACÃO Curso Semestral Disciplina INSTITUIÇÕES DE DIREITO PROCESSUAL I. Código 075 Curso Graduação. Período 3º Período

PLANO DE ENSINO DE GRADUACÃO Curso Semestral Disciplina INSTITUIÇÕES DE DIREITO PROCESSUAL I. Código 075 Curso Graduação. Período 3º Período Página 1 de 5 DE GRADUACÃO Curso Semestral Disciplina INSTITUIÇÕES DE DIREITO PROCESSUAL I Código 075 Curso Graduação Período 3º Período Turma (s) A, B e D Carga Horária 48 horas-aula relógio 58 horas-aula

Leia mais

PLANO DE ENSINO. I Identificação Teoria Geral do Processo. Carga horária 36 horas/aula Créditos 2 Semestre letivo 3º. II Ementário

PLANO DE ENSINO. I Identificação Teoria Geral do Processo. Carga horária 36 horas/aula Créditos 2 Semestre letivo 3º. II Ementário PLANO DE ENSINO I Identificação Disciplina Teoria Geral do Processo Código PRO0013 Carga horária 36 horas/aula Créditos 2 Semestre letivo 3º II Ementário Noções gerais da teoria geral do processo e do

Leia mais

PLANO DE ENSINO. INSTITUIÇÃO DE ENSINO: Universidade Federal do Amazonas UFAM CURSO: Direito PROFESSOR: Especialista Rafael da Silva Menezes

PLANO DE ENSINO. INSTITUIÇÃO DE ENSINO: Universidade Federal do Amazonas UFAM CURSO: Direito PROFESSOR: Especialista Rafael da Silva Menezes DADOS PLANO DE ENSINO INSTITUIÇÃO DE ENSINO: Universidade Federal do Amazonas UFAM CURSO: Direito PROFESSOR: Especialista Rafael da Silva Menezes DISCIPLINA Direito Processual Civil II PRÉ-REQUISITO Direito

Leia mais

FIORILLO, Celso Antonio Pacheco. Curso de direito ambiental brasileiro. 10. ed. São Paulo: Saraiva, 2009.

FIORILLO, Celso Antonio Pacheco. Curso de direito ambiental brasileiro. 10. ed. São Paulo: Saraiva, 2009. Tutela Jurisdicional dos Direitos Fundamentais: ações constitucionais e ações coletivas o Profa. Dra. Consuelo Yatsuda Moromizato Yoshida Carga Horária: 45 horas Créditos: 3 Ementa: Tutela jurisdicional

Leia mais

Programa de Cooperação Científica e Tecnológica Subprograma de Empresas Juniores. Plano de trabalho

Programa de Cooperação Científica e Tecnológica Subprograma de Empresas Juniores. Plano de trabalho Programa de Cooperação Científica e Tecnológica Subprograma de Empresas Juniores Plano de trabalho 2016-2017 1. JUSTIFICATIVA O Subprograma de Empresas Juniores, vinculado ao PDI PROGRAMA 10 PROGRAMA UNESP

Leia mais

Renovação de Reconhecimento pela Portaria CEE/GP 211/08 de 28 de abril de D.O.E. 29/04/2008 Autarquia Municipal

Renovação de Reconhecimento pela Portaria CEE/GP 211/08 de 28 de abril de D.O.E. 29/04/2008 Autarquia Municipal DE DIREITO PROCESSUAL 2013 EMENTA Do Processo Cautelar: características, pressupostos, classificação e competência. Procedimentos cautelares comuns e específicos. Tutelas de urgência e da evidência no

Leia mais

A SÚMULA IMPEDITIVA DO RECURSO DE APELAÇÃO: uma análise constitucional processual

A SÚMULA IMPEDITIVA DO RECURSO DE APELAÇÃO: uma análise constitucional processual UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ LEONARDO BORBA A SÚMULA IMPEDITIVA DO RECURSO DE APELAÇÃO: uma análise constitucional processual Tijucas 2008 LEONARDO BORBA A SÚMULA IMPEDITIVA DO RECURSO DE APELAÇÃO uma

Leia mais

liberada por se tratar de um documento não aprovado pela PUC Goiás.

liberada por se tratar de um documento não aprovado pela PUC Goiás. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD Plano de Ensino 2017/2 Atenção! Este Plano de Ensino é um Rascunho. Sua impressão não está liberada por se tratar de um documento

Leia mais

C U R S O D E D I R E I T O Autorizado pela Portaria nº 378 de 27/05/15-DOU de 28/05/15 Componente Curricular: Teoria Geral do Processo

C U R S O D E D I R E I T O Autorizado pela Portaria nº 378 de 27/05/15-DOU de 28/05/15 Componente Curricular: Teoria Geral do Processo C U R S O D E D I R E I T O Autorizado pela Portaria nº 378 de 27/05/15-DOU de 28/05/15 Componente Curricular: Teoria Geral do Processo Código: DIR-267 Pré-requisito: ---------- CH Total: 60h Período Letivo:

Leia mais

TRABALHOS PUBLICADOS

TRABALHOS PUBLICADOS TRABALHOS PUBLICADOS LIVROS DO AUTOR NA ÁREA JURÍDICA 1. O promotor de Justiça e o atendimento ao público. São Paulo, Saraiva, 1985, 176 p. 2. Manual do promotor de Justiça. 1. ed. 1987, 408 p.; 2. ed.

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA EXECUÇÃO FINANCEIRA

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA EXECUÇÃO FINANCEIRA CONTRATO 07/2013 EXERCÍCIO 2013 jan/13 fev/13 mar/13 abr/13 mai/13 jun/13 jul/13 ago/13 set/13 out/13 nov/13 dez/13 Número da Nota Fiscal emitida - - - - - - 92 99 110 121/133-157 - - Depósitos realizados

Leia mais

3. OBJETIVOS ESPECÍFICOS

3. OBJETIVOS ESPECÍFICOS DISCIPLINA: Jurisdição Constitucional CH total: 72h SEMESTRE DE ESTUDO: 10º Semestre TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR 193 1. EMENTA: A Constituição e a Defesa da Supremacia Constitucional. Antecedentes

Leia mais

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação.

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação. DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL CIVIL III PROFESSOR: ELVIO FERREIRA SARTÓRIO TURMA: 5FM PLANO DE CURSO - 2010/01 Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação.

Leia mais

Série 34 E 35 Relatório de Acompanhamento do CRI 31-jan-14

Série 34 E 35 Relatório de Acompanhamento do CRI 31-jan-14 31-jan-14 a - Juros 6.691.919,50 a - Juros 1.672.979,81 b - Amortização 3.757.333,97 b - Amortização 939.333,65 a - Saldo atual dos CRI Seniors (984.936.461,48) b - Saldo atual dos CRI Junior (246.234.105,79)

Leia mais

CAPÍTULO III A DEMANDA COLETIVA NO BRASIL E A SUA RELAÇÃO COM AS DEMANDAS INDIVIDUAIS. 3.1 Breve histórico do processo coletivo no Brasil.

CAPÍTULO III A DEMANDA COLETIVA NO BRASIL E A SUA RELAÇÃO COM AS DEMANDAS INDIVIDUAIS. 3.1 Breve histórico do processo coletivo no Brasil. 68 CAPÍTULO III A DEMANDA COLETIVA NO BRASIL E A SUA RELAÇÃO COM AS DEMANDAS INDIVIDUAIS. 3.1 Breve histórico do processo coletivo no Brasil. A proteção do meio ambiente, via de regra, caracteriza-se como

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE DIREITO

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE DIREITO . Segunda-feira Hermes Marcelo Huck Comércio Exterior: Temas do Direito Econômico e Direito Tributário DEF 5807 T 1/3 Horário: 17:00 as 21:00 horas Vagas USP: 30 CPG Sala. Regis Fernandes de Oliveira José

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO FACULDADE DE DIREITO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO FACULDADE DE DIREITO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO FACULDADE DE DIREITO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA PEÇAS PROCESSUAIS EXIGIDAS PARA A PRÁTICA DA ADVOCACIA: AÇÕES DE CONTROLE CONCENTRADO, TUTELAS DE URGÊNCIA,

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE JATAÍ - CESUT A s s o c i a ç ã o J a t a i e n s e d e E d u c a ç ã o

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE JATAÍ - CESUT A s s o c i a ç ã o J a t a i e n s e d e E d u c a ç ã o Ementa: PARTE 1 INTRODUÇÕES: CLASSIFICAÇÃO DAS AÇÕES; INTRODUÇÃO SOBRE O PROCESSO DE CONHECIMENTO; FORMAÇÃO, SUSPENSÃO E EXTINÇÃO DO PROCESSO; PARTE 2 PROCEDIMENTO COMUM: DA PETIÇÃO INICIAL; DA TUTELA

Leia mais

Nome dos integrantes do grupo (Tamanho Arial ou Times 12, minúsculo e negrito) TÍTULO DO TRABALHO Subtítulo

Nome dos integrantes do grupo (Tamanho Arial ou Times 12, minúsculo e negrito) TÍTULO DO TRABALHO Subtítulo ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO ESCOLA ESTADUAL PRESIDENTE VARGAS (Tamanho Arial ou Times 14 em negrito) Margens: Superior 3 cm Direita

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Disciplina: TEORIA GERAL DO PROCESSO Código da Disciplina: JUR214 Curso: DIREITO Semestre de oferta da disciplina: 3º

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Disciplina: TEORIA GERAL DO PROCESSO Código da Disciplina: JUR214 Curso: DIREITO Semestre de oferta da disciplina: 3º PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: TEORIA GERAL DO PROCESSO Código da Disciplina: JUR214 Curso: DIREITO Semestre de oferta da disciplina: 3º Faculdade responsável: DIREITO Programa em vigência a partir

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO 2. EMENTA 3. OBJETIVOS 4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. IDENTIFICAÇÃO 2. EMENTA 3. OBJETIVOS 4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-17 PERÍODO: 3º PERÍODO CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: TEORIA GERAL DO PROCESSO NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL:

Leia mais

Gustavo Filipe Barbosa Garcia CPC. Novo. e Processo do Trabalho. 39 e 40 de 2016 do TST. Conforme a Lei / ª edição Revista e atualizada

Gustavo Filipe Barbosa Garcia CPC. Novo. e Processo do Trabalho. 39 e 40 de 2016 do TST. Conforme a Lei / ª edição Revista e atualizada Gustavo Filipe Barbosa Garcia Novo CPC e Processo do Trabalho 39 e 40 de 2016 do TST Conforme a Lei 13.467/2017 3ª edição Revista e atualizada 2017 CAPÍTULO 1 ORGANIZAÇÃO ESTRUTURAL DO CPC DE 2015 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PLANO DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO I. IDENTIFICAÇÃO Unidade Acadêmica: Unidade Acadêmica Especial de Letras, Ciências Humanas e Sociais Aplicadas da Regional Jataí Curso: Direito Disciplina: Direito do Consumidor Carga horária

Leia mais

RECALL SMITHS LISTA DOS PRODUTOS ENVOLVIDOS, IMPORTADOS AO BRASIL PELA CIRÚRGICA FERNANDES, COM INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS VENDIDOS E EM ESTOQUE

RECALL SMITHS LISTA DOS PRODUTOS ENVOLVIDOS, IMPORTADOS AO BRASIL PELA CIRÚRGICA FERNANDES, COM INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS VENDIDOS E EM ESTOQUE DOCUMENTO 2 LISTA DOS PRODUTOS ENVOLVIDOS, IMPORTADOS AO BRASIL PELA CIRÚRGICA FERNANDES, COM INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS VENDIDOS E EM ESTOQUE 100.105.025 644425 10 10 fev/05 fev/10 9660 10/10/2005 13/10/2005

Leia mais

Efetivação de Direitos Fundamentais pelo Estado. Nível: Doutorado Obrigatória: Não Carga Horária: 45 Créditos: 3

Efetivação de Direitos Fundamentais pelo Estado. Nível: Doutorado Obrigatória: Não Carga Horária: 45 Créditos: 3 Efetivação de Direitos Fundamentais pelo Estado Nível: Doutorado Obrigatória: Não Carga Horária: 45 Créditos: 3 Ementa: Justiça e acesso à justiça. Estado Constitucional. Teoria dos direitos fundamentais.

Leia mais

Vênus Em Aquário 25 Dez 1939. Vênus Em Peixes 18 Jan 1940. Vênus Em Áries 12 Fev 1940. Vênus Em Touro 8 Mar 1940. Vênus Em Gêmeos 4 Abr 1940

Vênus Em Aquário 25 Dez 1939. Vênus Em Peixes 18 Jan 1940. Vênus Em Áries 12 Fev 1940. Vênus Em Touro 8 Mar 1940. Vênus Em Gêmeos 4 Abr 1940 Vênus Em Aquário 25 Dez 1939 Vênus Em Peixes 18 Jan 1940 Vênus Em Áries 12 Fev 1940 Vênus Em Touro 8 Mar 1940 Vênus Em Gêmeos 4 Abr 1940 Vênus Em Câncer 6 Maio 1940 Vênus Em Gêmeos 5 Jul 1940 Vênus Em

Leia mais

Dar ao acadêmico uma visão abrangente dos direitos e normas da proteção ao consumidor, bem como, dos mecanismos e órgãos de defesa desses direitos.

Dar ao acadêmico uma visão abrangente dos direitos e normas da proteção ao consumidor, bem como, dos mecanismos e órgãos de defesa desses direitos. Detalhes da Disciplina Código JUR3470 Nome da Disciplina DIREITO DO CONSUMIDOR Carga Horária 60 Créditos 4 Consumidor: proteção, defesa e direitos básicos. Política Nacional das Relações de Consumo. Responsabilidades

Leia mais

CURRICULUM VITAE EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL. 1. Segundo Cartório de Registro de Imóveis e Anexos de Sorocaba/SP., de 1979 a 1988, cargo de escrevente.

CURRICULUM VITAE EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL. 1. Segundo Cartório de Registro de Imóveis e Anexos de Sorocaba/SP., de 1979 a 1988, cargo de escrevente. 1 CURRICULUM VITAE Nome: JOÃO BATISTA MARTINS CÉSAR. Cargo: Desembargador do Trabalho. Naturalidade: Sorocaba-SP. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL 1. Segundo Cartório de Registro de Imóveis e Anexos de Sorocaba/SP.,

Leia mais

BIBLIOGRAFIA. BARROSO, Luís Roberto. O Direito Constitucional e a Efetividade de suas Normas. 5ª ed., Rio de Janeiro: Renovar, p.

BIBLIOGRAFIA. BARROSO, Luís Roberto. O Direito Constitucional e a Efetividade de suas Normas. 5ª ed., Rio de Janeiro: Renovar, p. 66 BIBLIOGRAFIA BARROSO, Luís Roberto. O Direito Constitucional e a Efetividade de suas Normas. 5ª ed., Rio de Janeiro: Renovar, 2001. 363 p.. Mandado de Injunção, Perfil Doutrinário e Evolução. Revista

Leia mais

PLANO DE ENSINO OBJETIVOS GERAIS:

PLANO DE ENSINO OBJETIVOS GERAIS: PLANO DE ENSINO FACULDADE: Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais CURSO: Direito Período: 3 DEPARTAMENTO: Ano: 2016 DISCIPLINA: Teoria Geral do Processo CARGA HORÁRIA: 80 horas PRÉ-REQUISITO: não há.

Leia mais

MODELO PRÉ-PROJETO DE TCC

MODELO PRÉ-PROJETO DE TCC MODELO PRÉ-PROJETO DE TCC NOME DO ALUNO TEMA SERRA/ ES ANO NOME DO ALUNO TEMA Pré-projeto apresentado à disciplina de Trabalho de Conclusão de Curso I, como requisito básico para a apresentação da disciplina

Leia mais

MEDIDAS PROVISÓRIAS ENTRE 1994 E 2010: CELERIDADE NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA OU AMEAÇA AO CHECKS AND BALANCES?

MEDIDAS PROVISÓRIAS ENTRE 1994 E 2010: CELERIDADE NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA OU AMEAÇA AO CHECKS AND BALANCES? MEDIDAS PROVISÓRIAS ENTRE 1994 E 2010: CELERIDADE NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA OU AMEAÇA AO CHECKS AND BALANCES? RESUMO O presente estudo baseia-se na necessidade de investigar as relações institucionais entre

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES 2007/1 UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES Disciplina: DIREITO PROCESSUAL CIVIL I Curso: DIREITO Código CR PER Co-Requisito Pré-Requisito

Leia mais

HERMENÊUTICA JURÍDICA 30 h/a

HERMENÊUTICA JURÍDICA 30 h/a DIREITO PROCESSUAL CIVIL EMENTAS E BIBLIOGRAFIAS HERMENÊUTICA JURÍDICA 30 h/a Hermenêutica jurídica e processo. A aplicação do Direito no espaço e no tempo. A interpretação do Direito. A integração do

Leia mais

Remédios Constitucionais

Remédios Constitucionais Remédios Constitucionais Mandado de Segurança Individual e Coletivo, Mandado de Injunção, Habeas Data, Ação Popular e Habeas Corpus na doutrina e na jurisprudência do STF e do STJ Bernardo Gonçalves Fernandes

Leia mais

LACIER CURSOS JURÍDICOS. CURSO AVANÇADO PARA AS 2ª e 3ª fases da MAGISTRATURA focando os concursos das 1ª, 2ª e 4ª Regiões

LACIER CURSOS JURÍDICOS. CURSO AVANÇADO PARA AS 2ª e 3ª fases da MAGISTRATURA focando os concursos das 1ª, 2ª e 4ª Regiões LACIER CURSOS JURÍDICOS CURSO AVANÇADO PARA AS 2ª e 3ª fases da MAGISTRATURA focando os concursos das 1ª, 2ª e 4ª Regiões Dinâmica do curso: -Recentes alterações legislativas (aviso prévio, lei dos transportadores,

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA. Edital nº 01/17. Processo Seletivo Grupos de Iniciação Científica 1 - DAS INSCRIÇÕES

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA. Edital nº 01/17. Processo Seletivo Grupos de Iniciação Científica 1 - DAS INSCRIÇÕES Edital nº 01/17 Processo Seletivo Grupos de Iniciação Científica A Pró-Reitora de Pesquisa da Escola Superior Dom Helder Câmara, no uso de suas atribuições, informa à Comunidade Acadêmica que estão abertas

Leia mais

liberada por se tratar de um documento não aprovado pela PUC Goiás.

liberada por se tratar de um documento não aprovado pela PUC Goiás. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD Plano de Ensino 2015/1 Atenção! Este Plano de Ensino é um Rascunho. Sua impressão não está liberada por se tratar de um documento

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: CURSO: Bacharelado em Administração FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( x) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: (

Leia mais

SISTEMÁTICA PARA O ACOMPANHAMENTO DE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - ESTUDANTE ESPECIAL

SISTEMÁTICA PARA O ACOMPANHAMENTO DE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - ESTUDANTE ESPECIAL SISTEMÁTICA PARA O ACOMPANHAMENTO DE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - ESTUDANTE ESPECIAL Ao ser aprovado como estudante especial no PPGEE o estudante receberá o presente documento e deverá assinar a DECLARAÇÃO

Leia mais

O suspeito, o acusado e o condenado frente aos direitos humanos fundamentais - II

O suspeito, o acusado e o condenado frente aos direitos humanos fundamentais - II Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Departamento VI Direitos Difusos e Coletivos Programa de Ensino - Núcleo de Prática Jurídica - Segundo semestre - 2017 Professor: Plínio Antônio Britto Gentil

Leia mais

Escola Superior do Ministério Público de S. Paulo. 10º Curso de Especialização em Interesses Difusos e Coletivos Mód. III IC e ACP (2015)

Escola Superior do Ministério Público de S. Paulo. 10º Curso de Especialização em Interesses Difusos e Coletivos Mód. III IC e ACP (2015) Escola Superior do Ministério Público de S. Paulo 10º Curso de Especialização em Interesses Difusos e Coletivos Mód. III IC e ACP (2015) Hugo Nigro Mazzilli 1 Hoje Ação civil pública: Origens Evolução

Leia mais

Universidade de São Paulo Faculdade de Direito Departamento de Direito Processual. Processos Coletivos I. Seminários

Universidade de São Paulo Faculdade de Direito Departamento de Direito Processual. Processos Coletivos I. Seminários Processos Coletivos I Seminários Indicação de leitura para os seminários: Docentes responsáveis: Professora Titular Ada Pellegrini Grinover Professor Doutor Kazuo Watanabe Professor Doutor Carlos Alberto

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO Renovação de Reconhecimento CEE/GP 266/06 de 13 de julho de D.O.E. 14/07/2006

FACULDADE DE DIREITO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO Renovação de Reconhecimento CEE/GP 266/06 de 13 de julho de D.O.E. 14/07/2006 DE DIREITO DO TRABALHO E PREVIDÊNCIA SOCIAL 2014 EMENTA PROCESSO DO TRABALHO: Noções gerais. Análise de casos hipotéticos (direito material e processual). Prática Trabalhista. Estudo e redação de peças

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA APLICADA MESTRADO EM QUÍMICA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA APLICADA MESTRADO EM QUÍMICA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA APLICADA MESTRADO EM QUÍMICA ESTRUTURA DO EXAME DE QUALIFICAÇÃO E DA DISSERTAÇÃO PONTA

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br A legitimidade da ação civil pública para a defesa do meio ambiente Roberta Pappen da Silva INTRODUÇÃO A tutela ambiental é consagrada, desde os tempos primórdios, como categoria

Leia mais

PLANO DE ENSINO. PRÉ-REQUISITO Teoria Geral do Processo SEMESTRE/ANO 1º/2013

PLANO DE ENSINO. PRÉ-REQUISITO Teoria Geral do Processo SEMESTRE/ANO 1º/2013 DADOS PLANO DE ENSINO INSTITUIÇÃO DE ENSINO: Universidade Federal do Amazonas UFAM CURSO: Direito PROFESSOR: Especialista Rafael da Silva Menezes DISCIPLINA Direito Processual Civil I PRÉ-REQUISITO Teoria

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS REGIONAL JATAÍ PLANO DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS REGIONAL JATAÍ PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO I. IDENTIFICAÇÃO Unidade Acadêmica: UNID. ACAD. ESP/LETRAS-HUMANAS-SOCIAIS Curso: Direito Disciplina: TEORIA GERAL DO PROCESSO Carga horária semestral: 64H/AULA. Teórica: 43hs.. Prática:

Leia mais

liberada por se tratar de um documento não aprovado pela PUC Goiás.

liberada por se tratar de um documento não aprovado pela PUC Goiás. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD Plano de Ensino 2016/2 Atenção! Este Plano de Ensino é um Rascunho. Sua impressão não está liberada por se tratar de um documento

Leia mais

U N I V E R S I D A D E D E S Ã O P A U L O F A C U L D A D E D E D I R E I T O C U R S O D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O

U N I V E R S I D A D E D E S Ã O P A U L O F A C U L D A D E D E D I R E I T O C U R S O D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O EDITAL FD/PÓS nº 0007 EM DISCIPLINAS PARA ALUNOS ESPECIAIS NO 1º SEMESTRE DE 2007. O Presidente da Comissão de Pós-Graduação da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, nos termos da Resolução

Leia mais

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação.

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. PLANO DE CURSO 2014/02 DISCIPLINA: DIREITO DO CONSUMIDOR PROFESSORA: IVANA BONESI RODRIGUES LELLIS TURMA: 6º DN

Leia mais

COMUNICADO SDG Nº 02/2013

COMUNICADO SDG Nº 02/2013 COMUNICADO SDG Nº 02/2013 O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo divulga aos órgãos jurisdicionados da área municipal o calendário de obrigações para 2013 necessárias ao atendimento das exigências

Leia mais

liberada por se tratar de um documento não aprovado pela PUC Goiás.

liberada por se tratar de um documento não aprovado pela PUC Goiás. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD Plano de Ensino 2015/1 Atenção! Este Plano de Ensino é um Rascunho. Sua impressão não está liberada por se tratar de um documento

Leia mais

Distribuição de Renda

Distribuição de Renda Distribuição de Renda Renda Per Capita do Trabalho Principais Regiões Metropolitanas 15 a 60 anos de idade Inclui zeros www.fgv.br/cps/ms Índice de Gini Desigualdade Níveis Renda domiciliar per capita

Leia mais

REGULAMENTO DO CENTRO DE PESQUISA (CEPES) DA ESCOLA DE DIREITO DE BRASÍLIA EDB/IDP

REGULAMENTO DO CENTRO DE PESQUISA (CEPES) DA ESCOLA DE DIREITO DE BRASÍLIA EDB/IDP REGULAMENTO DO CENTRO DE PESQUISA (CEPES) DA ESCOLA DE DIREITO DE BRASÍLIA EDB/IDP TEXTO COMPILADO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as

Leia mais

liberada por se tratar de um documento não aprovado pela PUC Goiás.

liberada por se tratar de um documento não aprovado pela PUC Goiás. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD Plano de Ensino 2016/1 Atenção! Este Plano de Ensino é um Rascunho. Sua impressão não está liberada por se tratar de um documento

Leia mais

SISTEMÁTICA PARA O ACOMPANHAMENTO DE TRABALHO DE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

SISTEMÁTICA PARA O ACOMPANHAMENTO DE TRABALHO DE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Curitiba Programa de Pós-Graduação em Sistemas de Energia SISTEMÁTICA PARA O ACOMPANHAMENTO DE TRABALHO DE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

Leia mais

Escola Superior do Ministério Público de S. Paulo. 11º Curso de Especialização em Interesses Difusos e Coletivos (2017) Hugo Nigro Mazzilli

Escola Superior do Ministério Público de S. Paulo. 11º Curso de Especialização em Interesses Difusos e Coletivos (2017) Hugo Nigro Mazzilli Escola Superior do Ministério Público de S. Paulo 11º Curso de Especialização em Interesses Difusos e Coletivos (2017) Hugo Nigro Mazzilli 1 Hoje Ação civil pública: Origens Evolução histórica Peculiaridades

Leia mais

Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado de São Paulo

Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado de São Paulo Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado de São Paulo Safra 2015/2016 Mensal Acumulado Cana Campo (1) Cana Esteira (2) R$/Kg ATR R$/Kg ATR R$/Ton. R$/Ton. Abr/15 0,4909

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO JULIANA LEME MOURÃO ORIENTADOR: PAULO GUILHERMETI

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO JULIANA LEME MOURÃO ORIENTADOR: PAULO GUILHERMETI UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO JULIANA LEME MOURÃO ORIENTADOR: PAULO GUILHERMETI SIMULADORES VIRTUAIS ALIADOS AO ENSINO DE FÍSICA GOIOERÊ

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO SIMPLIFICADO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO EM SAÚDE NA MODALIDADE A DISTÂNCIA (PNAP/UAB/CAPES)

PROJETO PEDAGÓGICO SIMPLIFICADO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO EM SAÚDE NA MODALIDADE A DISTÂNCIA (PNAP/UAB/CAPES) PROJETO PEDAGÓGICO SIMPLIFICADO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO EM SAÚDE NA MODALIDADE A DISTÂNCIA (PNAP/UAB/CAPES) SÃO JOÃO DEL REI MARÇO / 2017 PROJETO PEDAGÓGICO SIMPLIFICADO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA. Edital nº 01/17. Processo Seletivo Grupos de Iniciação Científica 1 - DAS INSCRIÇÕES

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA. Edital nº 01/17. Processo Seletivo Grupos de Iniciação Científica 1 - DAS INSCRIÇÕES Edital nº 01/17 Processo Seletivo Grupos de Iniciação Científica A Pró-Reitora de Pesquisa da Escola Superior Dom Helder Câmara, no uso de suas atribuições, informa à Comunidade Acadêmica que estão abertas

Leia mais

BIBLIOTECA DANIEL AARÃO REIS OBRAS DOADAS Agosto a Setembro de 2015. Doação do Consócio e Autor: CARNEVALE, Marcos

BIBLIOTECA DANIEL AARÃO REIS OBRAS DOADAS Agosto a Setembro de 2015. Doação do Consócio e Autor: CARNEVALE, Marcos Doação do Consócio e Autor: CARNEVALE, Marcos CRISE SOCIAL E PODER JUDICIÁRIO: uma análise sociológica dos quantitativos do CNJ Rio de Janeiro: Freitas Bastos, 2015 Doação do Consócio e Autor: BARBOSA,

Leia mais

Código Brasileiro de Processos Coletivos Exposição de Motivos

Código Brasileiro de Processos Coletivos Exposição de Motivos Código Brasileiro de Processos Coletivos Exposição de Motivos 1 A Lei n. 7.347/85 a denominada lei da ação civi pública -, está completando 20 anos. Há muito com o que se regozijar, mas também resta muito

Leia mais

Dimob. Avenida AUGUSTO DE LIMA 479 Bairro CENTRO cep

Dimob. Avenida AUGUSTO DE LIMA 479 Bairro CENTRO cep MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL DECLARAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE ATIVIDADES IMOBILIÁRIAS Dimob Ficha 01 - Dados Iniciais CNPJ: 00.708.033/0001-90 Ano-calendário: 2015 Situação

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS FACULDADE DE DIREITO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS FACULDADE DE DIREITO 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS FACULDADE DE DIREITO PLANO DE CONCURSO I - IDENTIFICAÇÃO 1 - Título: Plano de Concurso Público, julgamento de títulos

Leia mais

Alessandra Maria Sabatine Zambone (Coordenadora)

Alessandra Maria Sabatine Zambone (Coordenadora) Alessandra Maria Sabatine Zambone (Coordenadora) Titulação: Doutora Doutora em Direito Difusos e Coletivos pela Universidade Metropolitana de Santos UNIMES. Mestre em Direito Difusos e Coletivos pela Universidade

Leia mais

liberada por se tratar de um documento não aprovado pela PUC Goiás.

liberada por se tratar de um documento não aprovado pela PUC Goiás. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD Plano de Ensino 2015/1 Atenção! Este Plano de Ensino é um Rascunho. Sua impressão não está liberada por se tratar de um documento

Leia mais

Página 2 Os direitos difusos foram conceituados pelo Código de Defesa do Consumidor como direitos ou interesses transindividuais, de natureza indivisí

Página 2 Os direitos difusos foram conceituados pelo Código de Defesa do Consumidor como direitos ou interesses transindividuais, de natureza indivisí Página 1 DIREITOS TRANSINDIVIDUAIS: UMA ANÁLISE DOS CONCEITOS UTILIZADOS PELO CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR Caracterizada a origem comum de direitos individuais, a tutela coletiva se mostrará como mais

Leia mais

Sumário. Apresentação da série Prefácio Apresentação Capítulo II

Sumário. Apresentação da série Prefácio Apresentação Capítulo II Apresentação da série... 13 Prefácio... 15 Apresentação... 17 Capítulo I Natureza do instituto: introdução histórica ao mandado de segurança e direito comparado... 25 1. Judicial review a possibilidade

Leia mais

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação.

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação. Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação. PLANO DE CURSO - 20/02 DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL CIVIL III PROFESSORA: MARCELA CÂMARA TURMA: Oferta Especial

Leia mais

RECURSO DE INCONSTITUCIONALIDADE

RECURSO DE INCONSTITUCIONALIDADE UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Faculdade de Direito Mestrado de Direito Forense RECURSO DE INCONSTITUCIONALIDADE Programa para 2016-2017 I Inconstitucionalidade e garantia em geral 1º Inconstitucionalidade

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS 3ª Série Direito Constitucional II Direito A atividade prática supervisionada (ATPS) é um método de ensinoaprendizagem desenvolvido por meio de um conjunto de atividades

Leia mais

PLANO DE CURSO DIREITO PROCESSUAL CIVIL BRASILEIRO: DIREITO PROCESSUAL COLETIVO

PLANO DE CURSO DIREITO PROCESSUAL CIVIL BRASILEIRO: DIREITO PROCESSUAL COLETIVO PLANO DE CURSO DIREITO PROCESSUAL CIVIL BRASILEIRO: DIREITO PROCESSUAL COLETIVO MARCELO ZENKNER Professor da Faculdade de Direito de Vitória, Espírito Santo, Brasil UNIDADES CONTEÚDOS OBJETIVOS TÉCNICA

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Institucional

Plano de Desenvolvimento Institucional Plano de Desenvolvimento Institucional Âmbito de atuação Missão Visão Elementos Duráveis Princípios Elementos Mutáveis (periodicamente) Análise Ambiental Objetivos Estratégicos Metas Planos de Ação PDI

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

EDITAL 04/2017 EDITAL DE ABERTURA DE SELEÇÃO INTERNA PARA MONITORES-VOLUNTÁRIOS DO CURSO DE DIREITO

EDITAL 04/2017 EDITAL DE ABERTURA DE SELEÇÃO INTERNA PARA MONITORES-VOLUNTÁRIOS DO CURSO DE DIREITO EDITAL 04/2017 EDITAL DE ABERTURA DE SELEÇÃO INTERNA PARA MONITORES-VOLUNTÁRIOS DO CURSO DE I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES A FAI Faculdades de Itapiranga, no uso de suas atribuições e tendo em vista o

Leia mais