Direito da Economia. Programa

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Direito da Economia. Programa"

Transcrição

1 Docente: Profa. Maria Eduarda Gonçalves Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa Licenciatura em Direito 2010/2011 Direito da Economia Programa 15 de Setembro Aula 1 Apresentação do programa, bibliografia, métodos de ensino, estudo e avaliação. Aula 2 Introdução à disciplina 1. Direito e sociedade. Direito e economia. Direito, Estado e mercado. 2. Direitos da economia ou Direito Económico? Fundamentos da autonomia do Direito Económico 3. O Direito Económico como ramo de direito. Evolução histórica. Natureza. 4. O Direito Económico como disciplina jurídica autónoma. Origem e desenvolvimento. Natureza e objecto. 5. A interdisciplinaridade no estudo do Direito Económico. 6. As fontes do Direito Económico. 29 de Setembro Aula 3 Evolução das relações entre o direito e a economia. A Constituição económica. 1. Da sociedade agrícola à sociedade industrial e à sociedade da informação: evolução do direito e dos direitos. O direito da economia: do direito privado ao direito público. Reconfiguração das instituições de direito privado. 2. Direito da economia, integração económica e globalização. 3. A constituição económica. Noção. Constituição económica e ordem jurídica da economia. A Constituição económica na história das constituições. 1

2 Aula 4 A actividade e organização económicas na Constituição da República Portuguesa 1. Os direitos e deveres fundamentais com incidência na ordem económica. 2. Os pressupostos básicos da economia de mercado: configuração constitucional da propriedade e da iniciativa económica. 3. Os direitos sociais como condicionamentos das liberdades económicas. 4. A organização económica. Propriedade e gestão na definição dos sectores de titularidade dos meios de produção. Do Estado produtor ao Estado regulador. 5. Os órgãos de definição da política económica. 6 de Outubro Aula 5 A europeização da constituição económica 1. A constituição económica da União Europeia: objectivos, instrumentos, princípios. 2. O direito do mercado interno: as liberdades económicas fundamentais. 3. A Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia: liberdades do mercado e direitos humanos. 4. Instituições comunitárias e suas atribuições na esfera económica. 5. A articulação entre a Constituição económica da UE e a Constituição económica portuguesa. Aula 6 Estado, Economia e Direito 1. Evolução das funções económicas do Estado. Estado liberal, Estado-providência, Estado intervencionista, Estado produtor, Estado regulador. 2. Desenvolvimento e recuo do Estado produtor. O reforço do Estado regulador. Regulação, desregulação, re-regulação, desintervenção. 3. A Administração económica portuguesa. Administração directa e indirecta. Administração concentrada e desconcentrada. As entidades administrativas independentes. As associações públicas com funções económicas. A administração pública por entidades privadas. 4. A Administração económica da UE. 13 de Outubro Aula 7 O Estado empresário 1. Nacionalizações, privatizações, participações sociais do Estado. 2. Evolução das formas jurídicas do Estado empresário. Os serviços públicos económicos. Das empresas públicas às entidades públicas empresariais. Evolução histórica. 2

3 3. Composição e regime actual do sector empresarial do Estado. Aula 8 O sector empresarial do Estado 1. A função accionista do Estado. Derrogações ao regime das sociedades comerciais. Golden shares e direito europeu. 2. Regimes específicos das empresas públicas. As empresas que exploram serviços de interesse económico geral. As empresas públicas que exercem poderes de autoridade. As entidades públicas empresariais. O sector empresarial municipal e intermunicipal. 3. As parcerias público-privadas. 20 de Outubro Aulas 9 e 10 O Estado regulador 1. A regulação pública da economia. Objectivos e âmbito da regulação. Tipos de regulação. Procedimentos da regulação. As principais áreas da regulação pública económica. 2. Planeamento e formas de orientação e auxílio aos agentes económicos. 3. A regulação do acesso à actividade económica. 3.1 A liberdade de acesso. As excepções ao regime de livre acesso à actividade económica. As reservas do sector público e os regimes de acesso condicionado. 3.2 O licenciamento de actividades económicas: actividade industrial; actividade comercial; licenciamento de outras actividades. 3.3 O regime do investimento estrangeiro. 27 de Outubro Aulas 11 e 12 A regulação da concorrência 1. Mercado e concorrência. Concorrência e concentração. Da concorrência perfeita à concorrência praticável. A concorrência no modelo liberal clássico. Concentração e crise do modelo. Modelos de defesa da concorrência. 2. Organização privada do mercado e evolução das formas jurídicas da empresa. 3. A protecção da concorrência: ambivalências. As formas de cooperação perante a disciplina da concorrência. 4. A regulação da concorrência. 4.1 Concorrência ilícita e concorrência desleal. Sistemas de defesa da concorrência (legislação anti-trust). 4.2 O sistema europeu de defesa da concorrência. O sistema de defesa da concorrência em Portugal. Conceitos e princípios fundamentais. 4.3 O regime das práticas comerciais restritivas. As isenções por categoria. 4.4 O regime do abuso de posição dominante. 3

4 4.5 O controlo das concentrações. 4.6 O regime dos auxílios estatais. 4.7 O regime dos serviços de interesse económico geral. 2 de Novembro Aulas 13 e 14 A regulação da concorrência em Portugal 1. Regime geral. 2. Doutrina e prática da Autoridade da Concorrência. 10 de Novembro Aulas 15 e16 A regulação dos «novos mercados» 1. Dos monopólios públicos à privatização e liberalização das infra-estruturas e da exploração de serviços públicos. O Livro Branco da Comissão Europeia sobre os serviços de interesse económico geral. 2. Objectivos e instrumentos de regulação. Evolução do Estado regulador em Portugal. Organização e funções das entidades administrativas independentes. 3. A regulação das telecomunicações. Do monopólio público à concorrência. Defesa e promoção de um mercado concorrencial. Âmbito do serviço público universal. A Autoridade Nacional das Comunicações, ICP ANACOM. 4. A regulação do sector de águas e resíduos. Evolução do quadro normativo e institucional. A Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos ERSAR. 17 de Novembro Aulas 17 e 18 Novos desafios da regulação: ambiente, saúde pública, segurança alimentar 1. Risco, incerteza e direito. Regulação e governação do risco. Da regulação centrada à regulação descentrada. Avaliação, comunicação e gestão do risco. 2. Políticas e direito do ambiente na Europa e em Portugal. Novos princípios: da prevenção à precaução; o princípio da participação. Métodos de regulação ambiental. 3. A regulação da qualidade e segurança alimentares. Instituições e instrumentos de regulação. As agências de segurança alimentar. 4

5 24 de Novembro Aulas 19 e 20 Novos desafios da regulação: mercado e sociedade da informação 1. Mercado e sociedade da informação. Da liberdade de informação aos direitos sobre a informação. A renovada importância da propriedade intelectual. Propriedade intelectual sobre novos produtos de informação. Direitos de autor na Internet. 2. Regime dos serviços de informação e do comércio electrónico. A regulação dos conteúdos da informação circulada na Internet. 3. Mercado e serviço público de informação. 15 de Dezembro Aulas 21 e 22 Debate geral sobre a matéria. Bibliografia Manual de apoio SANTOS, António Carlos, Maria Eduarda GONÇALVES e Maria Manuel L. MARQUES (2004), Direito Económico, Coimbra, Almedina (5ª edição). Bibliografia complementar Serão disponibilizados textos on-line ou policopiados. Algumas referências M. M. Leitão Marques, A Goucha Soares, Concorrência. Estudos. Coimbra, Almedina, R. Baldwin, M. Cave, Understanding Regulation. Theory, Strategy and Practice, Oxford, Oxford University Press, E. P. Ferreira, L. Morais, G. Anastácio (coord.), Regulação em Portugal. Novos Tempos, Novo Modelo?, Coimbra, Almedina, J. N. Calvão da Silva, Mercado e Estado. Serviços de Interesse Económico Geral, Coimbra, Almedina, Hood, C., Rothstein, H., Baldwin, R., The Government of Risk. Understanding Risk Regulation Regimes, Oxford: Oxford University Press, Legislação básica * Constituição da República Portuguesa Tratado da União Europeia e Tratado sobre o Funcionamento da União Europeia Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia Regime do sector empresarial do Estado (DL n.º 558/99, de 17/12, alterado pelo DL n.º 300/2007, de e Lei n.º 64-A/2008, de 31.12) Regime das parcerias público-privadas (DL n.º 141/2006, de 27/07) 5

6 Lei da Concorrência (Lei nº 18/2003, de 11/06) Regime do licenciamento da actividade industrial (DL nº 69/2003, de 10 de Abril) Regime do licenciamento da actividade comercial (Lei nº 12/2004, de 30/03) Estatuto da ANACOM (DL n.º 309/2001, de 7/12) Estatuto da ERSAR (DL n.º 207/2006, de e DL n.º 277/2009, de 2/10) Lei do Comércio Electrónico (DL n.º 7/2004, de 7/01) * Outra legislação, nacional e europeia, a indicar. Método de ensino As aulas serão teórico-práticas. Uma vez introduzidos os temas e tópicos da matéria, haverá espaço (a programar) para apresentações orais pelos alunos do resultado de pesquisas realizadas sobre tópicos ou questões específicas pré-definidas, seguidas de discussões na turma. Método de avaliação Os alunos serão avaliados com base nos resultados de um exame a realizar no final do semestre e de um trabalho de grupo a realizar durante o semestre. A assiduidade e uma participação activa nas aulas serão igualmente valorizadas na classificação final. O trabalho consistirá numa exposição oral em aula seguida de discussão. Até 15 dias após a realização desta exposição, deverão os alunos entregar um texto escrito (3000/5000 palavras) sintetizando a exposição e tomando em consideração o resultado da discussão. Os vários elementos de avaliação serão ponderados da seguinte forma: Exposição oral na aula 10% Trabalho escrito 20% Exame 50% Participação nas aulas 20%

Direito da Economia Programa

Direito da Economia Programa Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa Licenciatura em Direito 2011/2012 Direito da Economia Programa Aulas 1/2-20 de Setembro Apresentação do programa, bibliografia, métodos de ensino e aprendizagem

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ÉTICA E DEONTOLOGIA Ano Lectivo 2010/2011

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ÉTICA E DEONTOLOGIA Ano Lectivo 2010/2011 Programa da Unidade Curricular ÉTICA E DEONTOLOGIA Ano Lectivo 2010/2011 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Psicologia 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular ÉTICA

Leia mais

II CURSO PÓS-GRADUADO DE ACTUALIZAÇÃO SOBRE DIREITO DOS RESÍDUOS

II CURSO PÓS-GRADUADO DE ACTUALIZAÇÃO SOBRE DIREITO DOS RESÍDUOS II CURSO PÓS-GRADUADO DE ACTUALIZAÇÃO SOBRE DIREITO DOS RESÍDUOS Coordenação científica: Prof. Doutor João Miranda / Prof. Doutor Rui Cunha Marques (IST) Mestre Ana Luísa Guimarães / Mestre Mark Kirkby

Leia mais

PROGRAMA ABREVIADO PARTE I DOGMÁTICA GERAL

PROGRAMA ABREVIADO PARTE I DOGMÁTICA GERAL Faculdade de Direito de Lisboa Ano lectivo de 2016/2017 DIREITO DO TRABALHO I 4º ANO Turma da Noite Coordenação e regência: Profª Doutora Maria do Rosário Palma Ramalho Colaboradores: Prof. Doutor Pedro

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO DA ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO DA ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular DIREITO DA ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Direito (1º Ciclo) 2. Curso Direito 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular DIREITO DA

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Teoria Geral do Direito Administrativo

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Teoria Geral do Direito Administrativo INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do Conselho Pedagógico 30/3/2016 Aprovação do Conselho Técnico-Científico 20/4/2016 Ficha de Unidade

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO CONSTITUCIONAL Ano Lectivo 2015/2016

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO CONSTITUCIONAL Ano Lectivo 2015/2016 Programa da Unidade Curricular DIREITO CONSTITUCIONAL Ano Lectivo 2015/2016 1. Unidade Orgânica Direito (1º Ciclo) 2. Curso Direito 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular DIREITO CONSTITUCIONAL (02308)

Leia mais

CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM DIREITO EMPRESARIAL

CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM DIREITO EMPRESARIAL CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM DIREITO EMPRESARIAL Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (FDL) 7 de Maio de 2012 Regras Gerais de Concorrência e COOPERAÇÃO EMPRESARIAL Luís Silva Morais Professor Associado

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Enquadramento Jurídico da Atividade Empresarial

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Enquadramento Jurídico da Atividade Empresarial INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do Conselho Pedagógico 28/10/2015 Aprovação do Conselho Técnico-Científico 16/12/2015 Ficha de

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular POLÍTICA SOCIAL E SEGURANÇA SOCIAL NA CONTEMPORANEIDADE Ano Lectivo 2016/2017

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular POLÍTICA SOCIAL E SEGURANÇA SOCIAL NA CONTEMPORANEIDADE Ano Lectivo 2016/2017 Programa da Unidade Curricular POLÍTICA SOCIAL E SEGURANÇA SOCIAL NA CONTEMPORANEIDADE Ano Lectivo 2016/2017 1. Unidade Orgânica Serviço Social (1º Ciclo) 2. Curso Serviço Social 3. Ciclo de Estudos 1º

Leia mais

PROGRAMA DIREITO DA ECONOMIA 3.º Ano

PROGRAMA DIREITO DA ECONOMIA 3.º Ano Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (FDL) Ano lectivo 2014-2015 Introdução PROGRAMA DIREITO DA ECONOMIA 3.º Ano Professor Doutor Nuno Cunha Rodrigues DIREITO DA ECONOMIA PROGRAMA Setembro 2014

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO CONSTITUCIONAL Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO CONSTITUCIONAL Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular DIREITO CONSTITUCIONAL Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Direito (1º Ciclo) 2. Curso Direito 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular DIREITO CONSTITUCIONAL (02308)

Leia mais

CAPÍTULO I INTRODUÇÃO

CAPÍTULO I INTRODUÇÃO Mestrado: Forense Disciplina: Operações Bancárias Docente: Paulo Câmara Ano lectivo: 2009-2010 Semestre: 1º Semestre -2º Trimestre 1. Programa da disciplina: 1.º Introdução CAPÍTULO I INTRODUÇÃO 1. Delimitação

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO INTERNACIONAL PRIVADO Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO INTERNACIONAL PRIVADO Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular DIREITO INTERNACIONAL PRIVADO Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Direito (1º Ciclo) 2. Curso Direito 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular DIREITO INTERNACIONAL

Leia mais

PARTE I O PROCEDIMENTO TRIBUTÁRIO E AS GARANTIAS PROCEDIMENTAIS

PARTE I O PROCEDIMENTO TRIBUTÁRIO E AS GARANTIAS PROCEDIMENTAIS Mestrado: FORENSE Disciplina: PROCESSO TRIBUTÁRIO Docente: MESTRE ISABEL MARQUES DA SILVA Ano lectivo: 2008-2009 Semestre: 2.º 1. Programa da disciplina: INTRODUÇÃO 1. Fontes imediatas do processo tributário

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular AMEAÇAS AMBIENTAIS Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular AMEAÇAS AMBIENTAIS Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular AMEAÇAS AMBIENTAIS Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Políticas de Segurança 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA DE DIREITO FISCAL (3. ANO)

PROGRAMA DA DISCIPLINA DE DIREITO FISCAL (3. ANO) FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE DE MACAU CURSO DE LICENCIATURA EM DIREITO EM LÍNGUA PORTUGUESA ANO LECTIVO DE 2011/2012 PROGRAMA DA DISCIPLINA DE DIREITO FISCAL (3. ANO) DISCIPLINA SEMESTRAL CARGA HORÁRIA:

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Fiscalidade II

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Fiscalidade II INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do Conselho Pedagógico / / Aprovação do Conselho Técnico-Científico / / Ficha de Unidade Curricular

Leia mais

Seminário de Regulação AICEP Macau Março A Regulação na Era Digital

Seminário de Regulação AICEP Macau Março A Regulação na Era Digital Seminário de Regulação AICEP Macau 21-22 Março 2016 A Regulação na Era Digital João Confraria Autoridade Nacional de Comunicações Universidade Católica Portuguesa 21 março 2016 AICEP Macau jc 1 Regulação

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Contabilidade 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade

Leia mais

PROJECTO PPÁGUA RESPOSTAS PÚBLICAS E PRIVADAS À FALTA DE PAGAMENTO DOS SERVIÇOS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA: O CASO PORTUGUÊS APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS

PROJECTO PPÁGUA RESPOSTAS PÚBLICAS E PRIVADAS À FALTA DE PAGAMENTO DOS SERVIÇOS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA: O CASO PORTUGUÊS APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS Projeto PPÁgua: Respostas públicas e privadas à falta de pagamento dos serviços de abastecimento de água: o caso português (EXPL/IVC-CPO/1094/2013 FCOMP-01-0124-FEDER-041144)

Leia mais

O Fluxo dos Óleos Usados enquadramento nacional e comunitário

O Fluxo dos Óleos Usados enquadramento nacional e comunitário -Sumário O Fluxo dos Óleos Usados enquadramento nacional e comunitário 1.ª Convenção SOGILUB Porque o Óleo tem mais Vidas Enquadramento legal Comunitário nacional Mário Grácio 9 de Novembro de 2010 O sector

Leia mais

PROGRAMA CAMPOS ELECTROMAGNÉTICOS DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA E PLANEAMENTO

PROGRAMA CAMPOS ELECTROMAGNÉTICOS DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA E PLANEAMENTO PROGRAMA CAMPOS ELECTROMAGNÉTICOS Legislação Regulamentar referente a Planos de Monitorização e Medição, de acordo com o DL 11/2003, de 23 de Novembro. INTRODUÇÃO E CONTEXTO LEGAL O Decreto-Lei n.º 11/2003,

Leia mais

CALENDÁRIO DE ESPECIAL DE EXAMES 2016/2017 (De 17 a 29 de Julho de 2017) Mestrado em Direito Administrativo

CALENDÁRIO DE ESPECIAL DE EXAMES 2016/2017 (De 17 a 29 de Julho de 2017) Mestrado em Direito Administrativo Mestrado em Direito Administrativo Direito Administrativo Global Direito Administrativo I Direito do Ambiente Metodologias de Investigação Direito da Contratação Pública Direito Processual Administrativo

Leia mais

Programa de Unidade Curricular

Programa de Unidade Curricular Programa de Unidade Curricular Faculdade Ciências Empresariais Licenciatura Ciências Económicas e Empresariais, Contabilidade Unidade Curricular Economia Portuguesa Semestre: 6 Nº ECTS: 6,0 Regente Eduardo

Leia mais

Regulamentação externa e interna

Regulamentação externa e interna Regulamentação externa e interna Dada a extensão das atribuições da APL, S.A. e da sua área de jurisdição, as normas que regem a respetiva atividade ou que têm interesse para a mesma são muito diversas.

Leia mais

Evolução da Administração Pública e do Direito Administrativo

Evolução da Administração Pública e do Direito Administrativo 1 Evolução da Administração Pública e do Direito Administrativo 2 A época medieval Não há qualquer unidade que sirva de referência a um interesse público primário nem a um aparelho organizado destinado

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular TEORIA GERAL DO PODER PÚBLICO Ano Lectivo 2016/2017

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular TEORIA GERAL DO PODER PÚBLICO Ano Lectivo 2016/2017 Programa da Unidade Curricular TEORIA GERAL DO PODER PÚBLICO Ano Lectivo 2016/2017 1. Unidade Orgânica Direito (1º Ciclo) 2. Curso Direito 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular TEORIA GERAL DO PODER

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Direito das Sociedades

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Direito das Sociedades INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do Conselho Pedagógico / / Aprovação do Conselho Técnico-Científico / / Ficha de Unidade Curricular

Leia mais

PROGRAMA DE DIREITO DA INTEGRAÇÃO ECONÓMICA

PROGRAMA DE DIREITO DA INTEGRAÇÃO ECONÓMICA Licenciatura de Direito em Língua Portuguesa PROGRAMA DE DIREITO DA INTEGRAÇÃO ECONÓMICA 4º ANO ANO LECTIVO 2011/2012 1 ELEMENTOS DE ESTUDO Bibliografia Básica: João Mota de Campos e João Luíz Mota de

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITOS FUNDAMENTAIS Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITOS FUNDAMENTAIS Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular DIREITOS FUNDAMENTAIS Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Direito (1º Ciclo) 2. Curso Direito 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular DIREITOS FUNDAMENTAIS (02314)

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) Unidade Curricular: Fiscalidade Internacional

Ficha de Unidade Curricular (FUC) Unidade Curricular: Fiscalidade Internacional INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do conselho Técnico-Científico / / Ficha de Unidade Curricular (FUC) Unidade Curricular: Fiscalidade

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Direito das Obrigações e dos Contratos

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Direito das Obrigações e dos Contratos INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do Conselho Pedagógico 30/3/2016 Aprovação do Conselho Técnico-Científico 20/4/2016 Ficha de Unidade

Leia mais

Desenvolvimento Local

Desenvolvimento Local Desenvolvimento Local Aula 3 Globalização e desenvolvimento local. Regiões ganhadoras e regiões perdedoras. Comparação entre regiões usando como indicador o Índice de dispersão do PIB per capita. Dinâmicas

Leia mais

- Identificar as formas de tributação aplicáveis aos diferentes tipos de sujeitos passivos

- Identificar as formas de tributação aplicáveis aos diferentes tipos de sujeitos passivos IMPOSTOS SOBRE O RENDIMENTO I [12100] GERAL Regime: Semestre: OBJETIVOS A presente unidade curricular combina o estudo sobre a aplicação e funcionamento do IRS com uma visão ampla da teoria do direito

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE PLANO DE AULA PROFESSOR: Alessandra Benedito Disciplina: Direito Empresarial I Etapa: ()1ª ( ) 2ª (X) 3ª Turmas: (X) F - (X) G - (X) P ( ) F ( ) G ( ) P 1-OBJETIVOS: Capacitar os discentes para serem profissionais

Leia mais

CURSO DE PREPARAÇÃO PARA O CONCURSO DE INGRESSO NA CARREIRA DIPLOMÁTICA. Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

CURSO DE PREPARAÇÃO PARA O CONCURSO DE INGRESSO NA CARREIRA DIPLOMÁTICA. Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa CURSO DE PREPARAÇÃO PARA O CONCURSO DE INGRESSO NA CARREIRA DIPLOMÁTICA Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa 2017 Organizado de acordo com os temas do regulamento do concurso Coordenação: ICJP

Leia mais

Em esta medida, constituem objetivos específicos da unidade curricular:

Em esta medida, constituem objetivos específicos da unidade curricular: DIREITO DAS SOCIEDADES E DOS VALORES MOBILIÁRIOS [9595114] GERAL Regime: Semestre: OBJETIVOS A unidade curricular de Direito das Sociedades e dos Valores Mobiliários é complementar de outras unidades curriculares

Leia mais

ALGUNS ASPECTOS da POLÍTICA de CONCORRÊNCIA aplicada aos MEDIA: O CASO dos DIREITOS de TRANSMISSÃO TELEVISIVA de EVENTOS DESPORTIVOS

ALGUNS ASPECTOS da POLÍTICA de CONCORRÊNCIA aplicada aos MEDIA: O CASO dos DIREITOS de TRANSMISSÃO TELEVISIVA de EVENTOS DESPORTIVOS ALGUNS ASPECTOS da aplicada aos MEDIA: O CASO dos DIREITOS de TRANSMISSÃO TELEVISIVA de EVENTOS DESPORTIVOS EDUARDO RAUL LOPES RODRIGUES (*) (*) VOGAL do CONSELHO da AUTORIDADE da CONCORRÊNCIA PROFESSOR

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Contabilidade de Gestão e Orçamental

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Contabilidade de Gestão e Orçamental INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do Conselho Pedagógico 26/3/2014 Aprovação do Conselho Técnico-Científico 21/5/2014 Ficha de Unidade

Leia mais

Programa. Finanças Públicas 2.º Ano Turmas A/B/Noite Ano Lectivo 2012/2013. Professor Doutor Eduardo Paz Ferreira. Introdução

Programa. Finanças Públicas 2.º Ano Turmas A/B/Noite Ano Lectivo 2012/2013. Professor Doutor Eduardo Paz Ferreira. Introdução Programa Finanças Públicas 2.º Ano Turmas A/B/Noite Ano Lectivo 2012/2013 Professor Doutor Eduardo Paz Ferreira Introdução I. Aspectos gerais 1. As Finanças Públicas. Questões de ordem geral 2. Fixação

Leia mais

MÓDULO VI. A União Europeia. e os Desafios do Século XXI. União Europeia. Fundo Social Europeu

MÓDULO VI. A União Europeia. e os Desafios do Século XXI. União Europeia. Fundo Social Europeu MÓDULO VI A e os Desafios do Século XXI O papel da no Mundo Ajuda ao Desenvolvimento PESC Processo de integração Manutenção da Paz Democracia uro Direitos Humanos Globalização Criminalidade Justiça Mercado

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Fiscalidade Internacional

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Fiscalidade Internacional INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do Conselho Pedagógico 30/3/2016 Aprovação do Conselho Técnico-Científico 20/4/2016 Ficha de Unidade

Leia mais

LICENCIATURA

LICENCIATURA LICENCIATURA 2015-2016 DIREITO DO AMBIENTE (CURSO NOCTURNO) REGÊNCIA: PROFESSORA DOUTORA CARLA AMADO GOMES Programa Apresentação Esta disciplina pretende, a partir da delimitação do objecto do Direito

Leia mais

Os objetivos fundamentais da disciplina de Contabilidade e Finanças Públicas consistem na análise e compreensão:

Os objetivos fundamentais da disciplina de Contabilidade e Finanças Públicas consistem na análise e compreensão: CONTABILIDADE E FINANÇAS PÚBLICAS [12505] GERAL Ano Letivo: 201617 Grupo Disciplinar: Administração e Finanças Públicas ECTS: 4,5 Regime: D, PL Semestre: S1 OBJETIVOS Os objetivos fundamentais da disciplina

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Contabilidade de Gestão I

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Contabilidade de Gestão I INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do Conselho Pedagógico 28/10/2015 Aprovação do Conselho Técnico-Científico 16/12/2015 Ficha de

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Introdução à Fiscalidade

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Introdução à Fiscalidade INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do Conselho Pedagógico 23/10/2013 Aprovação do Conselho Técnico-Científico 26/2/2014 Ficha de Unidade

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO DA COMUNICAÇÃO Ano Lectivo 2015/2016

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO DA COMUNICAÇÃO Ano Lectivo 2015/2016 Programa da Unidade Curricular DIREITO DA COMUNICAÇÃO Ano Lectivo 2015/2016 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Comunicação e Multimédia 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade

Leia mais

PROGRAMA. DIREITO CONSTITUCIONAL I (Introdução à Teoria da Constituição) Professor José Melo Alexandrino. (1.º ano 1.º Semestre Turma B) 2014/2015

PROGRAMA. DIREITO CONSTITUCIONAL I (Introdução à Teoria da Constituição) Professor José Melo Alexandrino. (1.º ano 1.º Semestre Turma B) 2014/2015 PROGRAMA DIREITO CONSTITUCIONAL I (Introdução à Teoria da Constituição) Professor José Melo Alexandrino (1.º ano 1.º Semestre Turma B) 2014/2015 INTRODUÇÃO 1. O objecto e o método do Direito constitucional

Leia mais

4. OS ELEMENTOS FUNDAMENTAIS DA OFERTA E DA PROCURA

4. OS ELEMENTOS FUNDAMENTAIS DA OFERTA E DA PROCURA Licenciatura em Comunicação Social, 2 ano 2002/2003 PROGRAMA de ECONOMIA 1. UNIDADE LECTIVA PRELIMINAR 1.1 Conceitos matemáticos 1.1.1 Conceito de função; funções lineares 1.1.2 Construção e leitura de

Leia mais

A liberalização do sector postal

A liberalização do sector postal A liberalização do sector postal Jornada APOCEEP, Lisboa José Ferrari Careto Novembro 2007 A liberalização do sector postal ÍNDICE A. Quadro legal nacional e comunitário B. Liberalização gradual do sector

Leia mais

A P R E S E N T A Ç Ã O MARÇO 09

A P R E S E N T A Ç Ã O MARÇO 09 A P R E S E N T A Ç Ã O MARÇO 09 Sumário : 1 Entidade Reguladora do Sector Eléctrico em Angola 2 Missão do IRSE 3 Reflexos da Entidade Reguladora no Sector 4 Desafios do Regulador 5 Indicadores 6 Legislação

Leia mais

I Noções e Problemas Elementares

I Noções e Problemas Elementares Introdução ao Estudo do Direito I 1.º Ano Noite, 2015/ 2016 Professor Doutor Marcelo Rebelo de Sousa PROGRAMA 1 I Noções e Problemas Elementares 1. Primeiros olhares; ideias geralmente associadas ao «direito»

Leia mais

A Integração no Espaço Europeu

A Integração no Espaço Europeu Ano Lectivo 2010/2011 ÁREA DE INTEGRAÇÃO Agrupamento de Escolas de Fronteira Escola Básica Integrada Frei Manuel Cardoso 12º Ano Apresentação nº 3 A Integração no Espaço Europeu Pedro Bandeira Simões Professor

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO DO AMBIENTE Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO DO AMBIENTE Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular DIREITO DO AMBIENTE Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Direito (1º Ciclo) 2. Curso Direito 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular DIREITO DO AMBIENTE (02341)

Leia mais

18 de outubro Comunicações Eletrónicas Segurança na Sociedade de Informação Cloud Computing

18 de outubro Comunicações Eletrónicas Segurança na Sociedade de Informação Cloud Computing PROGRAMA 17 de outubro Introdução Geral 09h30 10h00: Sessão deabertura e Introdução (Dr. João Caboz Santana) 10h00 11h30: Comércio Eletrónico (Prof. Dr. Miguel Pupo Correia) 11h30 11h45: Intervalo 11h45

Leia mais

JESSICA NO ORDENAMENTO JURÍDICO PORTUGUÊS. José Brito Antunes Lisboa, 18 de Fevereiro de 2008

JESSICA NO ORDENAMENTO JURÍDICO PORTUGUÊS. José Brito Antunes Lisboa, 18 de Fevereiro de 2008 JESSICA NO ORDENAMENTO JURÍDICO PORTUGUÊS José Brito Antunes Lisboa, 18 de Fevereiro de 2008 ESTRUTURA FINANCEIRA CONCEPTUAL IDEIAS CHAVE FLEXIBILIDADE na estruturação jurídica Fundos de Participação e

Leia mais

Programa de Unidade Curricular

Programa de Unidade Curricular Programa de Unidade Curricular Faculdade Ciências Económicas e Empresariais Licenciatura Marketing Unidade Curricular Introdução ao Direito Semestre: 1 Nº ECTS: 3,0 Regente José Caramelo Gomes Assistente

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO DO TRABALHO Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO DO TRABALHO Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular DIREITO DO TRABALHO Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Direito (1º Ciclo) 2. Curso Solicitadoria 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular DIREITO DO TRABALHO (28127)

Leia mais

LISTA DE NORMAS E/OU ESPECIFICAÇÕES PARA REDES E SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES ELECTRÓNICAS E RECURSOS E SERVIÇOS CONEXOS DOCUMENTO PARA CONSULTA

LISTA DE NORMAS E/OU ESPECIFICAÇÕES PARA REDES E SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES ELECTRÓNICAS E RECURSOS E SERVIÇOS CONEXOS DOCUMENTO PARA CONSULTA http://www.anacom.pt/template15.jsp?categoryid=115179 LISTA DE NORMAS E/OU ESPECIFICAÇÕES PARA REDES E SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES ELECTRÓNICAS E RECURSOS E SERVIÇOS CONEXOS DOCUMENTO PARA CONSULTA Documento

Leia mais

11.º Curso de Concorrência e Regulação 2016/17 PROGRAMA

11.º Curso de Concorrência e Regulação 2016/17 PROGRAMA 11.º Curso de Concorrência e Regulação 2016/17 Coordenação Científica Prof. Doutor Eduardo Paz Ferreira / Prof. Doutor Miguel Moura e Silva Diretores executivos Prof. Doutor Miguel Sousa Ferro / Mestre

Leia mais

MIBEL ASPECTOS DE GOVERNAÇÃO E HARMONIZAÇÃO REGULATÓRIA

MIBEL ASPECTOS DE GOVERNAÇÃO E HARMONIZAÇÃO REGULATÓRIA MIBEL ASPECTOS DE GOVERNAÇÃO E HARMONIZAÇÃO REGULATÓRIA XV REUNION ANUAL IBEROAMERICANA DE REGULADORES DE LA ENERGIA Santo Domingo, República Dominicana 6-8 Abril de 2011 Hermínio Moreira AGENDA 1. Conselho

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO PROCESSUAL PENAL Ano Lectivo 2015/2016

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO PROCESSUAL PENAL Ano Lectivo 2015/2016 Programa da Unidade Curricular DIREITO PROCESSUAL PENAL Ano Lectivo 2015/2016 1. Unidade Orgânica Direito (1º Ciclo) 2. Curso Direito 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular DIREITO PROCESSUAL PENAL

Leia mais

Acesso à carreira diplomática

Acesso à carreira diplomática Acesso à carreira diplomática Programa Relações Internacionais, História e História Diplomática 29 de Maio (1) A diplomacia e a Europa Fausto de Quadros (2) Sinopse histórica da diplomacia portuguesa (I)

Leia mais

ÍNDICE. Prefácio à presente edição 7. Prefácio à 3. 8 edição 9. Prefácio à 2.- edição 13. Prefácio à 1.* edição 15

ÍNDICE. Prefácio à presente edição 7. Prefácio à 3. 8 edição 9. Prefácio à 2.- edição 13. Prefácio à 1.* edição 15 ÍNDICE Prefácio à presente edição 7 Prefácio à 3. 8 edição 9 Prefácio à 2.- edição 13 Prefácio à 1.* edição 15 1. Introdução e fases do crescimento português 19 Resumo 19 1.1. As fases do crescimento económico

Leia mais

Direito Econômico. Rodrigo Cortes Rondon

Direito Econômico. Rodrigo Cortes Rondon Direito Econômico Rodrigo Cortes Rondon Visão sistêmica Contexto: Estado contemporâneo e a economia globalizada Base analítica e conceitual: Economia e Direito Fudamento normativo: Ordem econômica na Constituição

Leia mais

ESTRUTURA EMPRESARIAL - PORTUGAL

ESTRUTURA EMPRESARIAL - PORTUGAL Aula Magna da Universidade Clássica de Lisboa - 11 de Dezembro de 2007 Conferência Internacional Sobre PME ESTRUTURA EMPRESARIAL - PORTUGAL Prof. Dr. Fernando Augusto Morais Gestor de Empresas pela Univ.

Leia mais

e interesses dos consumidores em Portugal Vital Moreira (CEDIPRE, FDUC)

e interesses dos consumidores em Portugal Vital Moreira (CEDIPRE, FDUC) Regulação dos serviços públicos e interesses dos consumidores em Portugal Vital Moreira (CEDIPRE, FDUC) Sumário 1. Os beneficiários dos serviços públicos 2. O impacto da liberalização dos serviços públicos

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA DE DIREITO ADMINISTRATIVO II (3. ANO)

PROGRAMA DA DISCIPLINA DE DIREITO ADMINISTRATIVO II (3. ANO) FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE DE MACAU CURSO DE LICENCIATURA EM DIREITO EM LÍNGUA PORTUGUESA ANO LECTIVO DE 2015/2016 PROGRAMA DA DISCIPLINA DE DIREITO ADMINISTRATIVO II (3. ANO) DISCIPLINA SEMESTRAL

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS, DESENVOLVIMENTO LOCAL E PARCERIAS

DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS, DESENVOLVIMENTO LOCAL E PARCERIAS Lisboa, 10 de Dezembro 2007 DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS, DESENVOLVIMENTO LOCAL E PARCERIAS LIÇÕES DE UMA DÉCADA DE EXPERIMENTAÇÃO Alberto Melo Delegado Regional IEFP, Delegação Regional do Algarve

Leia mais

- Implicações para a Política de Defesa do Consumidor -

- Implicações para a Política de Defesa do Consumidor - Instituto de Direito Económico, Financeiro e Fiscal e Instituto Europeu da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa A Lei-Quadro das Entidades Reguladoras: primeiras reflexões e perspetivas para

Leia mais

A defesa da concorrência em Portugal algumas reflexões

A defesa da concorrência em Portugal algumas reflexões A defesa da concorrência em Portugal algumas reflexões Comissão de Assuntos Económicos, Inovação e Tecnologia da Assembleia da República Audição Pública sobre Regulação da Concorrência 18 de Novembro de

Leia mais

Mestrado em Direito Empresarial 2017 Responsabilidade de gestores e de sócios Maria de Fátima Ribeiro. Objectivos da disciplina:

Mestrado em Direito Empresarial 2017 Responsabilidade de gestores e de sócios Maria de Fátima Ribeiro. Objectivos da disciplina: Mestrado em Direito Empresarial 2017 Responsabilidade de gestores e de sócios Maria de Fátima Ribeiro Objectivos da disciplina: Pretende-se fornecer aos alunos elementos que permitam identificar o tipo

Leia mais

DIREITO DAS CONTRA- ORDENAÇÕES

DIREITO DAS CONTRA- ORDENAÇÕES DIREITO DAS CONTRA- ORDENAÇÕES ELEMENTOS DA DISCIPLINA Docência: Prof. Doutor José Lobo Moutinho Ano Lectivo: 2013/2014 1.º Semestre Optativa Carga horária: Prof. Doutor José Lobo Moutinho: 2h30 (2 aulas)

Leia mais

Disciplina: ECONOMIA 1/7 COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER. Nº horas ESTRATÉGIAS RECURSOS AVALIAÇÃO CONTEÚDOS. Módulo 1 - A Economia e o Problema Económico

Disciplina: ECONOMIA 1/7 COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER. Nº horas ESTRATÉGIAS RECURSOS AVALIAÇÃO CONTEÚDOS. Módulo 1 - A Economia e o Problema Económico Módulo 1 - A Economia e o Problema Económico 1. A Economia no contexto das ciências sociais 2. O objecto de estudo da Economia 2.1. O problema económico e a necessidade de efectuar escolhas 2.2. O custo

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA DE DIREITO ADMINISTRATIVO II (3. ANO)

PROGRAMA DA DISCIPLINA DE DIREITO ADMINISTRATIVO II (3. ANO) FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE DE MACAU CURSO DE LICENCIATURA EM DIREITO EM LÍNGUA PORTUGUESA ANO LECTIVO DE 2014/2015 PROGRAMA DA DISCIPLINA DE DIREITO ADMINISTRATIVO II (3. ANO) DISCIPLINA SEMESTRAL

Leia mais

Os Novos Desafios Para o Mercado de Capitais. EDP Electricidade de Portugal S.A.

Os Novos Desafios Para o Mercado de Capitais. EDP Electricidade de Portugal S.A. Os Novos Desafios Para o Mercado de Capitais EDP Electricidade de Portugal S.A. 4 de Maio de 2001 O Movimento de Fusão dos Mercados da Bolsa e a Concentração do Sistema Financeiro O Que Vai Mudar Para

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Ano Lectivo 2010/2011

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Ano Lectivo 2010/2011 Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Ano Lectivo 2010/2011 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Relações Internacionais 3. Ciclo de Estudos 1º 4.

Leia mais

Doing Business with Brazil : Investimentos em Portugal: Aspectos tributários

Doing Business with Brazil : Investimentos em Portugal: Aspectos tributários Doing Business with Brazil : Investimentos em Portugal: Aspectos tributários Sumário 1. Condições favoráveis ao aumento do investimento externo em Portugal 2. Principais Incentivos Fiscais ao Investimento

Leia mais

I - Critérios de avaliação curricular

I - Critérios de avaliação curricular Trabalhador para a Carreira Técnica Especialista para o Departamento de Análise Jurídica (Ref.ª 02-DAJ/2016) I - Critérios de avaliação curricular São adotados os seguintes critérios de avaliação curricular:

Leia mais

MODELO DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE. 9 de Janeiro de

MODELO DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE. 9 de Janeiro de MODELO DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE 9 de Janeiro de 2010 1 Modelo CRITÉRIOS RIOS MEIOS CRITÉRIO 1. LIDERANÇA, PLANEAMENTO E ESTRATÉGIA Como a gestão desenvolve e prossegue a missão, a visão e os valores da

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Direito dos Tributos

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Direito dos Tributos INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do Conselho Pedagógico 30/3/2016 Aprovação do Conselho Técnico-Científico 20/4/2016 Ficha de Unidade

Leia mais

EMPREENDEDORISMO E ORGANIZAÇÃO DA EMPRESA 120 HORAS S. JORGE

EMPREENDEDORISMO E ORGANIZAÇÃO DA EMPRESA 120 HORAS S. JORGE EMPREENDEDORISMO E ORGANIZAÇÃO DA EMPRESA 20 HORAS S. JORGE MÓDULOS HORAS FORMADOR 2 MÁRIO FERREIRA A ORGANIZAÇÃO DA EMPRESA 2 OPORTUNIDADE DO 2 MÁRIO FERREIRA NEGÓCIO/DESENVOLVIEMNTO DE UMA ACTIVIDADE

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular METODOLOGIAS ESPECÍFICAS DE INTERVENÇÃO EM GERONTOLOGIA SOCIAL. Ano Lectivo 2013/2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular METODOLOGIAS ESPECÍFICAS DE INTERVENÇÃO EM GERONTOLOGIA SOCIAL. Ano Lectivo 2013/2014 1. Unidade Orgânica UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA Programa da Unidade Curricular METODOLOGIAS ESPECÍFICAS DE INTERVENÇÃO EM GERONTOLOGIA SOCIAL Serviço Social (2º Ciclo) Ano Lectivo 2013/2014 2. Curso

Leia mais

Responsabilidade Ambiental Obrigações do operador no âmbito do Regime RA. Vera Lopes, 27 de Junho, Alfragide

Responsabilidade Ambiental Obrigações do operador no âmbito do Regime RA. Vera Lopes, 27 de Junho, Alfragide Responsabilidade Ambiental Obrigações do operador no âmbito do Regime RA Vera Lopes, 27 de Junho, Alfragide Índice Decreto-Lei n.º 147/2008, de 29 de Julho Obrigações do operador Formulário de reporte

Leia mais

DIREITO DAS CONTRA-ORDENAÇÕES FICHA DA DISCIPLINA -

DIREITO DAS CONTRA-ORDENAÇÕES FICHA DA DISCIPLINA - DIREITO DAS CONTRA-ORDENAÇÕES 2008-2009 - FICHA DA DISCIPLINA - SUMÁRIO: I - Objectivos; II - Programa; III - Método de ensino; IV - Método de avaliação; V - Bibliografia I OBJECTIVOS Dentro do quadro

Leia mais

Estudo Sobre a Concorrência no. Sector das Análises Clínicas

Estudo Sobre a Concorrência no. Sector das Análises Clínicas Sumário Executivo Estudo Sobre a Concorrência no Sector das Análises Clínicas Sendo uma das atribuições da Entidades Reguladora da Saúde (ERS), nos termos do art. 6.º n.º 2 al. b) do Decreto-Lei n.º 309/2003,

Leia mais

MATRIZ DA PROVA DE EXAME A NÍVEL DE ESCOLA AO ABRIGO DO DECRETO-LEI Nº 357/2007, DE 29 DE OUTUBRO (Duração: 90 minutos + 30 minutos de tolerância)

MATRIZ DA PROVA DE EXAME A NÍVEL DE ESCOLA AO ABRIGO DO DECRETO-LEI Nº 357/2007, DE 29 DE OUTUBRO (Duração: 90 minutos + 30 minutos de tolerância) MATRIZ DA PROVA DE EXAME A NÍVEL DE ESCOLA AO ABRIGO DO DECRETO-LEI Nº 357/2007, DE 29 DE OUTUBRO (Duração: 90 minutos + 30 minutos de tolerância) ECONOMIA A 11º ANO (Cursos Científico-Humanísticos Decreto-Lei

Leia mais

MESTRADO EM ECONOMIA DA EMPRESA E DA CONCORRÊNCIA PROGRAMAS DAS UNIDADES CURRICULARES

MESTRADO EM ECONOMIA DA EMPRESA E DA CONCORRÊNCIA PROGRAMAS DAS UNIDADES CURRICULARES MESTRADO EM ECONOMIA DA EMPRESA E DA CONCORRÊNCIA PROGRAMAS DAS UNIDADES CURRICULARES UNIDADES CURRICULARES OBRIGATÓRIAS Análise Macroeconómica 1. Introdução à Macroeconomia 2. Medição da Actividade Económica

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES

PERGUNTAS FREQUENTES PERGUNTAS FREQUENTES Novo Regime Geral de Resíduos (RGR) Decreto-Lei n.º 178/2006, de 5 de Setembro, na redacção dada pelo Decreto-Lei n.º 73/2011, de 17 de Junho 1. Quando vai entrar em vigor e modo de

Leia mais

REGIME GERAL DAS TAXAS DAS AUTARQUIAS LOCAIS. CAPÍTULO I Princípios gerais

REGIME GERAL DAS TAXAS DAS AUTARQUIAS LOCAIS. CAPÍTULO I Princípios gerais REGIME GERAL DAS TAXAS DAS AUTARQUIAS LOCAIS CAPÍTULO I Princípios gerais Artigo 1.º Âmbito 1 A presente lei regula as relações jurídico-tributárias geradoras da obrigação de pagamento de taxas às autarquias

Leia mais

1. A CMVM O QUE É A CMVM?

1. A CMVM O QUE É A CMVM? 1.. A CMVM 1. A CMVM O QUE É A CMVM? A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários - também conhecida pelas iniciais CMVM - foi criada em Abril de 1991 com a missão de supervisionar e regular os mercados

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular OPÇÃO I - CONTENCIOSO CONSTITUCIONAL Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular OPÇÃO I - CONTENCIOSO CONSTITUCIONAL Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular OPÇÃO I CONTENCIOSO CONSTITUCIONAL Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Direito (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Direito 3. Ciclo de Estudos 2º 4. Unidade Curricular

Leia mais

MODELOS DE ESTADO, MODELOS DE ADMINISTRAÇÃO E REFORMA DA GESTÃO PÚBLICA NO BRASIL

MODELOS DE ESTADO, MODELOS DE ADMINISTRAÇÃO E REFORMA DA GESTÃO PÚBLICA NO BRASIL MODELOS DE ESTADO, MODELOS DE ADMINISTRAÇÃO E REFORMA DA GESTÃO PÚBLICA NO BRASIL ESTÁCIO-CERS PÓS-GRADUAÇÃO DIREITO ADMINISTRATIVO Prof. Jorge Munhós jorgemunhos@yahoo.com Facebook: jorgemunhos LIVROS

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE DE SEGUROS Ano Lectivo 2009/2010

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE DE SEGUROS Ano Lectivo 2009/2010 Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE DE SEGUROS Ano Lectivo 2009/2010 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Contabilidade 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

CÓDIGO DA PUBLICIDADE. Actualização N.º 3

CÓDIGO DA PUBLICIDADE. Actualização N.º 3 CÓDIGO DA PUBLICIDADE Actualização N.º 3 Código da Publicidade 2 TÍTULO: AUTORES: CÓDIGO DA PUBLICIDADE Actualização N.º 3 BDJUR EDITOR: EDIÇÕES ALMEDINA, SA Avenida Fernão de Magalhães, n.º 584, 5º Andar

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Contabilidade de Gestão

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Contabilidade de Gestão INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do Conselho Pedagógico 28/10/2015 Aprovação do Conselho Técnico-Científico 16/12/2015 Ficha de

Leia mais

PROGRAMA DE UNIDADE CURRICULAR

PROGRAMA DE UNIDADE CURRICULAR PROGRAMA DE UNIDADE CURRICULAR Curso: Desporto Ciclo: 1º Ramo: Licenciatura em Desporto Ano: 3º Designação: ECONOMIA E MARKETING DO DESPORTO Créditos: 6 Departamento: Ciências e Tecnologias Tipo: Área

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Relações Internacionais 3. Ciclo de Estudos 1º 4.

Leia mais

Formas Jurídicas da Cooperação entre Empresas. Sumário Plurifuncionalidade das formas jurídicas tidas em vista

Formas Jurídicas da Cooperação entre Empresas. Sumário Plurifuncionalidade das formas jurídicas tidas em vista Rui Pinto Duarte Novembro 2014 Formas Jurídicas da Cooperação entre Empresas Sumário 1. Considerações Gerais 1.1. Tipos de cooperação entre empresas; a cooperação horizontal como o objecto de atenção 1.2.

Leia mais