Mestrado Integrado em Engenharia Física

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Mestrado Integrado em Engenharia Física"

Transcrição

1 DGES DIRECÇÃO GERAL DO ENSINO SUPERIOR MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR 1 Mestrado Integrado em Engenharia Física Faculdade de Ciências e Tecnologia Universidade Nova de Lisboa 1

2 DGES DIRECÇÃO GERAL DO ENSINO SUPERIOR MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR 2 2

3 DGES DIRECÇÃO GERAL DO ENSINO SUPERIOR MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR 3 Índice A. Ciclos de Estudos Objecto de Adequação 5 B. Estrutura Curricular e Plano de Estudos 7 C. Objectivos visados pelo Ciclo de Estudos 15 D. Fundamentação do Número de Créditos Atribuídos a cada Unidade Curricular 17 E Fundamentação do total de créditos 87 F. Demonstração da Adequação da Organização do Ciclo de Estudos e Metodologias de Ensino 89 G. Comparação com Cursos de Referências 97 H. Incorporação da Avaliação Externa 101 Anexo Unidades Curriculares 105 3

4 DGES DIRECÇÃO GERAL DO ENSINO SUPERIOR MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR 4 4

5 DGES DIRECÇÃO GERAL DO ENSINO SUPERIOR MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR 5 A. Ciclo(s) de Estudos Objecto de Adequação Licenciatura em Engenharia Física Mestrado em Engenharia Física 5

6 DGES DIRECÇÃO GERAL DO ENSINO SUPERIOR MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR 6 6

7 DGES DIRECÇÃO GERAL DO ENSINO SUPERIOR MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR B. Estrutura Curricular e Plano de Estudos 7 1. Estabelecimento de ensino: Universidade Nova de Lisboa 2. Unidade orgânica (faculdade, escola, instituto, etc.): Faculdade de Ciências e Tecnologia 3. Curso: Mestrado integrado em Engenharia Física 4. Grau ou diploma: Mestrado 5. Área científica predominante do curso: Eng. Física (83.5 ECTS) 6. Número de créditos, segundo o sistema europeu de transferência de créditos, necessário à obtenção do grau ou diploma: Duração normal do curso: 5 anos 8. Opções, ramos, ou outras formas de organização de percursos alternativos em que o curso se estruture (se aplicável): 7

8 DGES DIRECÇÃO GERAL DO ENSINO SUPERIOR MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR 8 9. Áreas científicas e créditos que devem ser reunidos para a obtenção do grau ou diploma: QUADRO N.1 ÁREA CIENTÍFICA SIGLA CRÉDITOS OBRIGATÓRIOS OPTATIVOS Engenharia Física Eng. Física 83.5 Física Física 77.5 Matemática Matemática 47 Engenharia Electrotécnica Eng. Electrotécnica 30 Informática Informática 12 Ciências Humanas e Sociais CHS 5 Engenharia dos Materiais Ciências dos Materiais Eng. dos Materiais 5 Ciências dos Materiais 6 Química Química 5.5 Engenharia Mecânica Eng. Mecânica 4.5 Optativas 24 TOTAL 300 (1) Indicar o número de créditos das áreas científicas optativas, necessários para a obtenção do grau ou diploma. NOTA: O item 9. é repetido tantas vezes quantas as necessárias para a descrição dos diferentes percursos alternativos (opções, ramos, etc.), caso existam, colocando em título a denominação do percurso. 10. Observações: 8

9 9 11. Plano de estudos: Universidade Nova de Lisboa Faculdade de Ciências e Tecnologia Mestrado integrado em Engenharia Física Mestrado Eng. Física QUADRO N.º 2 Unidades curriculares Área Científica Tipo Horas de Trabalho Créditos Observ. Total contacto 1º Semestre T TP PL TC S OT O Análise Matemática I B Matemática semestral Álgebra Linear e Geometria Analítica Matemática semestral Química I B Química semestral Introdução à Física Experimental Física semestral Introdução à Programação Informática semestral º Semestre Análise Matemática II B Matemática semestral Mecânica Física semestral Sistemas Lógicos Eng. Electrotécnica semestral Algoritmos e Estruturas de Dados Informática semestral Opção 1 semestral 4 O 3º Semestre Análise Matemática III B Matemática semestral Probabilidades e Estatística D Matemática semestral Electromagnetismo B Física semestral CR Vibrações e Ondas Física semestral CR Desenho Técnico Eng. Mecânica semestral º Semestre 9

10 Análise Matemática IV B Matemática semestral Termodinâmica B Física semestral Cálculo Numérico Matemática semestral Acústica Aplicada Eng. Física semestral CR Electrotécnica Geral Eng. Electrotécnica semestral º Semestre Mecânica Quântica Física semestral CR Métodos Matemáticos da Física Física semestral CR Electrónica Eng. Electrotécnica semestral Física Estatística Física semestral Teoria de Sistemas Eng. Electrotécnica semestral º Semestre Electrónica Aplicada Eng. Física semestral Física Atómica Molecular B Física semestral Física do Estado Sólido Física semestral Física Nuclear Física semestral D Óptica Aplicada Eng. Física semestral º Semestre Instrumentação I Eng. Física semestral Métodos Computacionais e de Modelação em Eng. Física Eng. Física semestral D Tecnologia e Métodos Experimentais da Física B Eng. Física semestral Qualidade e Ensaio de Materiais Eng. dos Materiais semestral Opção 2 6 O 8º Semestre Investigação Operacional B Matemática semestral Análise de Sinais Eng. Electrotécnica semestral Instrumentação II Eng. Física semestral Opção 3 CHS semestral 5 O Opção 4 semestral 6 O 10 10

11 Actividades Extra-Curriculares ou qualquer disciplina da UNL de 3 ECTS 3 O 11 9º Semestre Tópicos de Eng. Física Eng. Física semestral Complementos de Física B Física semestral Tópicos de Ciências dos Materiais Ciências dos Materiais semestral Opção 5 Eng. Física semestral 6 O Opção 6 semestral 6 O 10º Semestre Dissertação de Mestrado Eng. Física semestral DEN Opção 1 4 História da Tecnologia CHS semestral O Aspectos do Pensamento Contemporâneo B CHS semestral O História das Ideias em Física CHS semestral O Ciências do Introdução aos Problemas do Ambiente Ambiente semestral O Opção 2 6 Gestão Empresarial CHS semestral O Microprocessadores Eng. Electrotécnica semestral O Ciências dos Comportamento Mecânico dos Materiais Materiais semestral O Gestão da Qualidade Eng. Industrial semestral O Métodos de Imagem Médica Eng. Biomédica semestral O Nanotecnologia Eng. Física semestral O Electrodinâmica Física semestral O,N 11

12 Opção 3 (obrigatório uma) 5 Economia CHS semestral O Gestão de Projectos de Investimento B CHS semestral O Opção 4 6 Ciências dos Microelectrónica Materiais semestral O Automação I Eng. Electrotécnica semestral O Métodos Espectroscópicos de Análise Química semestral O Dinâmica dos Fluidos Eng. Mecânica semestral O Mecânica Quântica Complementar Física semestral O,D Opção 5 (obrigatório uma) 6 Optoelectrónica Eng. Física semestral O Fotónica Eng. Física semestral O,D Electroacústica Eng. Física semestral O Opção 6 6 Sensores e Transdutores Eng. dos Materiais semestral O Radiação e Radioterapia Eng. Biomédica semestral O Biomateriais Eng. dos Materiais semestral O Tópicos Avançados de Eng. Física Eng. Física semestral O,D Complementos de Física Atómica e Nuclear Física semestral O,N 12 Notas: (2) Indicando a sigla constante do item 9 do formulário. (3) De acordo com a alínea c) do n.º 3.4 das normas. (5) Indicar para cada actividade [usando a codificação constante na alínea e) do n.º 3.4 das normas] o número de horas totais. Ex: T: 15; PL: 30. (7) Assinalar sempre que a unidade curricular for optativa. 12

13 13 Legenda Unidades Curriculares Elenco das Unidades Curriculares; Código Número de Código da Unidade Curricular; Sigla Sigla da Unidade Curricular; Área Sigla Área Científica; Id_dur Identificação da sua Localização no Plano Curricular (exs: 1º ano (A1), 3º semestre (S3), Outra situação (O)); ECTS Unidades de créditos ECTS; Total Total das Horas do Trabalho do Estudante Associadas a cada Unidade Curricular; T Aulas teóricas TP Aulas teórico-práticas PL Aulas práticas e laboratoriais TC Trabalho de campo orientado S Seminários E Estágio OT Orientação tutorial O Outras 13

14 PJ ET A M/O Projectos e trabalhos Estudo Avaliação Unidade Curricular: M(obrigatória), O (opcional); 14 14

15 C. Objectivos visados pelo Ciclo de Estudos 15 ENGENHARIA FÍSICA Mestrado Integrado A Engenharia Física é uma engenharia de banda larga, cujo objectivo é o desenvolvimento de novas tecnologias que requerem aplicações de áreas da Física não enquadradas pelas engenharias tradicionais, nomeadamente as de Física Moderna. Surgiu para dar resposta à necessidade de formação de profissionais capazes de promover a transferência de produtos e tecnologia de ponta das áreas da Física, da Universidade para o Sector Produtivo. Conhecimentos e compreensão para permitir e constituir a base de desenvolvimentos e ou aplicações originais, em muitos casos em contexto de investigação, é, segundo os descritores de Dublin, uma competência ao nível de Mestrado. A Engenharia Física visa a formação de Engenheiros de Concepção com uma boa formação de base em Física Clássica e Moderna e Matemática, com saber e experiência na utilização das novas tecnologias Físicas, complementada com conhecimentos de Electrónica, Computação, Ciência de Materiais e Economia/Gestão. É portanto uma formação de espectro largo que requer formação em Tecnologia e Física desde os primeiros anos. Esta combinação não pode ser adquirida com uma formação apenas em Física (Licenciatura em Física) ou noutra área de Engenharia no 1º Ciclo. É, portanto, objectivo do curso de Mestrado Integrado em Engenharia Física a aquisição das seguintes competências genéricas: a) Possuir conhecimentos e capacidade de compreensão a um nível que permitam e constituam a base de desenvolvimentos e ou aplicações originais, em muitos casos em contexto de investigação; b) Saber aplicar os seus conhecimentos e a sua capacidade de compreensão e de resolução de problemas em situações novas e não familiares, em contextos alargados e multidisciplinares, ainda que relacionados com a sua área de estudo; c) Capacidade para integrar conhecimentos, lidar com questões complexas, desenvolver soluções ou emitir juízos em situações de informação limitada ou incompleta, incluindo reflexões sobre as implicações e responsabilidades éticas e sociais que resultem ou condicionem essas soluções e esses juízos; d) Ser capaz de comunicar as suas conclusões, e os conhecimentos e raciocínios a elas subjacentes, quer a especialistas, quer a não especialistas, de uma forma clara e sem ambiguidades; e) Competências de aprendizagem que lhes permitam uma aprendizagem ao longo da vida, de um modo fundamentalmente auto-orientado ou autónomo. 15

16 16 16

17 17 D. Fundamentação do Número de Créditos Atribuídos a cada Unidade Curricular O número total de créditos, a duração total do ciclo de estudos e o número de créditos de cada unidade curricular do ciclo de estudos integrado, conducente ao grau de mestre em Engenharia Física, tem por base a nova legislação decorrente do Processo de Bolonha. Esta legislação, impõe que a organização dos planos curriculares tenha como base o número de horas de trabalho do estudante (HT) medidas através de créditos (ECTS). Com base nos parâmetros fixados pelo DL 42/2005, adoptou-se para o curso de Engenharia Física da FCT/UNL um trabalho correspondente a 1680 horas por ano curricular, na base de 1 ECTS = 28 HT, daí resultando um total de 60 ECTS por ano lectivo. Adoptou-se um regime de funcionamento semestral, com 30 ECTS em média por semestre. Propõe-se a existência de 5 unidades curriculares a funcionar em cada semestre, correspondendo a uma média de 6 ECTS por unidade curricular. Na fase de preparação dos curricula, o número de horas de trabalho a realizar autonomamente pelos alunos foi estimado pelos docentes envolvidos e por uma comissão de estudantes da Licenciatra em Engenharia Física, constituída por alunos finalistas e pelos alunos da Comissão Pedagógica. A análise dos inquéritos aos alunos permitirá ajustar, caso necessário, os valores indicados. Tomando em consideração o novo paradigma de aprendizagem universitária, introduzido pela adopção do documento de Bolonha, que se deve traduzir numa maior componente de trabalho individual pela parte dos estudantes como expresso pelo conceito de ECTS, entendeu-se que a carga horária das aulas presenciais dos semestres lectivos do curso de Engenharia Física não deveria ultrapassar as 24 horas/semana, tendo-se uma média de 22,6 horas/semana nos 9 semestres lectivos, sendo o 10º semestre dedicado exclusivamente à realização da dissertação de mestrado. 17

18 18 18

19 19 Unidades Curriculares já existentes Aspectos do Pensamento Contemporâneo B Unidade curricular - Aspectos do Pensamento Contemporâneo B - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em Autonomia Nº Respostas Horas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Créditos Calculados 3 Unidade curricular - Aspectos do Pensamento Contemporâneo B - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas Aulas teórico-práticas 30 Aulas práticas e laboratoriais Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial Outras 15 Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos Estudo 58 Avaliação 14 Créditos 4 19

20 20 Biomateriais Unidade curricular - Biomateriais - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 6.5 Unidade curricular - Biomateriais - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 28 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 42 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial 28 Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 42 Estudo 28 Avaliação Créditos 6 20

21 21 História da Tecnologia Unidade curricular - História da Tecnologia - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Créditos Calculados 3 Unidade curricular - História da Tecnologia - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 26 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial Outras 13 Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos Estudo 42 Avaliação 6 Créditos 4 21

22 22 História das Ideias em Física Unidade curricular - História das Ideias em Física - 2º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 3.5 Unidade curricular - História das Ideias em Física - 2º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 28 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 40 Estudo 40 Avaliação 4 Créditos 4 22

23 23 Introdução aos Problemas do Ambiente Unidade curricular - Introdução aos Problemas do Ambiente - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 4 Unidade curricular - Introdução aos Problemas do Ambiente - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas Aulas teórico-práticas 42 Aulas práticas e laboratoriais Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial 10 Outras 6 Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 30 Estudo 20 Avaliação 4 Créditos 4 23

24 24 Optoelectrónica Unidade curricular - Optoelectrónica - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 6 Unidade curricular - Optoelectrónica - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 28 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 10 Trabalho de campo orientado Seminários 2 Orientação tutorial 34 Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 48 Estudo 34 Avaliação 8 Créditos 6 24

25 25 Sensores e Transdutores Unidade curricular - Sensores e Transdutores - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 6 Unidade curricular - Sensores e Transdutores - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 30 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 45 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial 10 Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 40 Estudo 30 Avaliação 10 Créditos 6 25

26 26 Automação I Unidade curricular - Automação I - 2º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 5 Unidade curricular - Automação I - 2º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas Aulas teórico-práticas 28 Aulas práticas e laboratoriais 26 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial 14 Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 24 Estudo 70 Avaliação 3 Créditos 6 26

27 27 Dinâmica dos Fluidos Unidade curricular - Dinâmica dos Fluidos - 2º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 5 Unidade curricular - Dinâmica dos Fluidos - 2º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 28 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 42 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial 6 Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 40 Estudo 40 Avaliação 6 Créditos 6 27

28 28 Gestão da Qualidade Unidade curricular - Gestão da Qualidade - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 7 Unidade curricular - Gestão da Qualidade - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 28 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 42 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial 30 Outras 10 Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 30 Estudo 26 Avaliação 3 Créditos 6 28

29 29 Métodos de Imagem Médica Unidade curricular - Métodos de Imagem Médica - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 6 Unidade curricular - Métodos de Imagem Médica - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 28 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 28 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial 14 Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 49 Estudo 49 Avaliação 5 Créditos 6 29

30 30 Microelectrónica Unidade curricular - Microelectrónica - 2º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 8 Unidade curricular - Microelectrónica - 2º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas Aulas teórico-práticas 28 Aulas práticas e laboratoriais 56 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial 28 Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 12 Estudo 30 Avaliação 10 Créditos 6 30

31 31 Microprocessadores Unidade curricular - Microprocessadores - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 5 Unidade curricular - Microprocessadores - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 30 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 45 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 50 Estudo 40 Avaliação 3 Créditos 6 31

32 32 Nanotecnologia Unidade curricular - Nanotecnologia - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estágio Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 5.5 Unidade curricular - Nanotecnologia - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 28 Aulas teórico-práticas 0 Aulas práticas e laboratoriais 16 Trabalho de campo orientado 0 Seminários 6 Orientação tutorial 11 Outras 3 Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio 0 Projectos e trabalhos 25 Estudo 60 Avaliação 12 Créditos 6 32

33 33 Economia Unidade curricular - Economia - 2º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estágio Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 4.5 Unidade curricular - Economia - 2º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 0 Aulas teórico-práticas 56 Aulas práticas e laboratoriais 0 Trabalho de campo orientado 0 Seminários 2 Orientação tutorial 0 Outras 0 Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio 0 Projectos e trabalhos 0 Estudo 76 Avaliação 6 Créditos 5 33

34 34 Acústica Aplicada Unidade curricular - Acústica Aplicada - 2º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 5 Unidade curricular - Acústica Aplicada - 2º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 30 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 30 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial Outras 5 Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 30 Estudo 58 Avaliação 10 Créditos 6 34

35 35 Algoritmos e Estrutura de Dados Unidade curricular - Algoritmos e Estrutura de Dados - 2º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 5.5 Unidade curricular - Algoritmos e Estrutura de Dados - 2º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 30 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 45 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 40 Estudo 50 Avaliação 5 Créditos 6 35

36 36 Análise Matemática II B Unidade curricular - Análise Matemática II B - 2º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estágio Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 6.5 Unidade curricular - Análise Matemática II B - 2º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 42 Aulas teórico-práticas 0 Aulas práticas e laboratoriais 28 Trabalho de campo orientado 0 Seminários 0 Orientação tutorial 0 Outras 0 Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio 0 Projectos e trabalhos 0 Estudo 112 Avaliação 3 Créditos

37 37 Análise Matemática I B Unidade curricular - Análise Matemática I B - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Créditos Calculados 6.5 Unidade curricular - Análise Matemática I B - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 39 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 39 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 10 Estudo 105 Avaliação 3 Créditos 7 37

38 38 Análise Matemática III B Unidade curricular - Análise Matemática III B - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Créditos Calculados 6 Unidade curricular - Análise Matemática III B - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 42 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 28 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos Estudo 92 Avaliação 6 Créditos 3 38

39 39 Análise Matemática IV B Unidade curricular - Análise Matemática IV B - 2º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Créditos Calculados 5.5 Unidade curricular - Análise Matemática IV B - 2º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 42 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 28 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos Estudo 92 Avaliação 6 Créditos 6 39

40 40 Álgebra Linear e Geometria Analítica B Unidade curricular - Álgebra Linear e Geometria Analítica B - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Créditos Calculados 5.5 Unidade curricular - Álgebra Linear e Geometria Analítica B - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 42 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 28 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial 2 Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos Estudo 96 Avaliação 7 Créditos

41 41 Cálculo Numérico Unidade curricular - Cálculo Numérico - 2º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Créditos Calculados 5.5 Unidade curricular - Cálculo Numérico - 2º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 28 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 28 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos Estudo 82 Avaliação 8 Créditos 5 41

42 42 Complementos de Física B Unidade curricular - Complementos de Física B - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 6.5 Unidade curricular - Complementos de Física B - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas Aulas teórico-práticas 60 Aulas práticas e laboratoriais Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 45 Estudo 60 Avaliação 3 Créditos 6 42

43 43 Desenho Técnico Unidade curricular - Desenho Técnico - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 4 Unidade curricular - Desenho Técnico - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas Aulas teórico-práticas 48 Aulas práticas e laboratoriais Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 25 Estudo 45 Avaliação 3 Créditos

44 44 Electromagnetismo B Unidade curricular - Electromagnetismo B - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 9.5 Unidade curricular - Electromagnetismo B - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 42 Aulas teórico-práticas 14 Aulas práticas e laboratoriais 42 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 12 Estudo 130 Avaliação 3 Créditos

45 45 Electrotécnica Geral Unidade curricular - Electrotécnica Geral - 2º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 5 Unidade curricular - Electrotécnica Geral - 2º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 30 Aulas teórico-práticas 30 Aulas práticas e laboratoriais Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 20 Estudo 80 Avaliação 3 Créditos 6 45

46 46 Electrónica Unidade curricular - Electrónica - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 6 Unidade curricular - Electrónica - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 28 Aulas teórico-práticas 21 Aulas práticas e laboratoriais 21 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial 30 Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 42 Estudo 10 Avaliação 15 Créditos 6 46

47 47 Electrónica Aplicada Unidade curricular - Electrónica Aplicada - 2º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 6.5 Unidade curricular - Electrónica Aplicada - 2º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 28 Aulas teórico-práticas 21 Aulas práticas e laboratoriais 21 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial 14 Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 42 Estudo 42 Avaliação Créditos 6 47

48 48 Física Estatística Unidade curricular - Física Estatística - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estágio Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 6.5 Unidade curricular - Física Estatística - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 0 Aulas teórico-práticas 60 Aulas práticas e laboratoriais 0 Trabalho de campo orientado 0 Seminários 0 Orientação tutorial 0 Outras 0 Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio 0 Projectos e trabalhos 45 Estudo 60 Avaliação 3 Créditos 6 48

49 49 Física Nuclear Unidade curricular - Física Nuclear - 2º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 6 Unidade curricular - Física Nuclear - 2º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 28 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 28 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 30 Estudo 72 Avaliação 6 Créditos 6 49

50 50 Física Atómica Molecular B Unidade curricular - Física Atómica Molecular B - 2º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Créditos Calculados 6.5 Unidade curricular - Física Atómica Molecular B - 2º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 42 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 28 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos Estudo 84 Avaliação 28 Créditos

51 51 Física do Estado Sólido Unidade curricular - Física do Estado Sólido - 2º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 6.5 Unidade curricular - Física do Estado Sólido - 2º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 28 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 15 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 56 Estudo 77 Avaliação 3 Créditos

52 52 Gestão Empresarial Unidade curricular - Gestão Empresarial - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Créditos Calculados 2.5 Unidade curricular - Gestão Empresarial - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 0 Aulas teórico-práticas 63 Aulas práticas e laboratoriais 0 Trabalho de campo orientado 0 Seminários 0 Orientação tutorial 0 Outras 0 Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio 0 Projectos e trabalhos 35 Estudo 56 Avaliação 7 Créditos 6 52

53 53 Instrumentação I Unidade curricular - Instrumentação I - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 5.5 Unidade curricular - Instrumentação I - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas Aulas teórico-práticas 14 Aulas práticas e laboratoriais 56 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 28 Estudo 56 Avaliação 14 Créditos 6 53

54 54 Instrumentação II Unidade curricular - Instrumentação II - 2º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estágio Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 6.5 Unidade curricular - Instrumentação II - 2º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 0 Aulas teórico-práticas 14 Aulas práticas e laboratoriais 56 Trabalho de campo orientado 0 Seminários 0 Orientação tutorial 14 Outras 0 Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio 0 Projectos e trabalhos 42 Estudo 42 Avaliação 3 Créditos 6 54

55 55 Introdução à Física Experimental Unidade curricular - Introdução à Física Experimental - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 4.5 Unidade curricular - Introdução à Física Experimental - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 12 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 24 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial 2 Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 48 Estudo 50 Avaliação 3 Créditos 5 55

56 56 Introdução à Programação Unidade curricular - Introdução à Programação - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 5.5 Unidade curricular - Introdução à Programação - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 24 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 39 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial 2 Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 35 Estudo 58 Avaliação 3 Créditos 6 56

57 57 Investigação Operacional B Unidade curricular - Investigação Operacional B - 2º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Créditos Calculados 4.5 Unidade curricular - Investigação Operacional B - 2º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 28 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 28 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos Estudo 84 Avaliação 3 Créditos 5 57

58 58 Mecânica Unidade curricular - Mecânica - 2º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 8.5 Unidade curricular - Mecânica - 2º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 42 Aulas teórico-práticas 21 Aulas práticas e laboratoriais 21 Trabalho de campo orientado Seminários 1 Orientação tutorial 7 Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 40 Estudo 80 Avaliação 4 Créditos

59 59 Mecânica Quântica Unidade curricular - Mecânica Quântica - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Créditos Calculados 5.5 Unidade curricular - Mecânica Quântica - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 28 Aulas teórico-práticas 28 Aulas práticas e laboratoriais Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos Estudo 86 Avaliação 28 Créditos 6 59

60 60 Métodos Matemáticos da Física Unidade curricular - Métodos Matemáticos da Física - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estágio Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 5.5 Unidade curricular - Métodos Matemáticos da Física - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 30 Aulas teórico-práticas 0 Aulas práticas e laboratoriais 15 Trabalho de campo orientado 0 Seminários 0 Orientação tutorial 30 Outras 15 Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio 0 Projectos e trabalhos 0 Estudo 50 Avaliação 5 Créditos 5 60

61 61 Óptica Aplicada Unidade curricular - Óptica Aplicada - 2º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 6 Unidade curricular - Óptica Aplicada - 2º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 28 Aulas teórico-práticas 12 Aulas práticas e laboratoriais 16 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 40 Estudo 60 Avaliação 7 Créditos 6 61

62 62 Probabilidades e Estatística. D Unidade curricular - Probabilidades e Estatística. D - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Créditos Calculados 5 Unidade curricular - Probabilidades e Estatística. D - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 28 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 28 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos Estudo 90 Avaliação 4 Créditos 5 62

63 63 Qualidade e Ensaio Materiais Unidade curricular - Qualidade e Ensaio Materiais - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 4.5 Unidade curricular - Qualidade e Ensaio Materiais - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 30 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 30 Trabalho de campo orientado 10 Seminários Orientação tutorial 10 Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 10 Estudo 40 Avaliação 10 Créditos 5 63

64 64 Química I B Unidade curricular - Química I B - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estágio Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 4.5 Unidade curricular - Química I B - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 42 Aulas teórico-práticas 14 Aulas práticas e laboratoriais 8 Trabalho de campo orientado 0 Seminários 0 Orientação tutorial 0 Outras 14 Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio 0 Projectos e trabalhos 0 Estudo 65 Avaliação 6 Créditos

65 65 Sistemas Lógicos Unidade curricular - Sistemas Lógicos - 2º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 6 Unidade curricular - Sistemas Lógicos - 2º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 28 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 42 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 30 Estudo 62 Avaliação 6 Créditos 6 65

66 66 Tecnologia e Métodos Experimentais da Física B Unidade curricular - Tecnologia e Métodos Experimentais da Física B - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em Autonomia Nº Respostas Horas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 6 Unidade curricular - Tecnologia e Métodos Experimentais da Física B - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 30 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 45 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 40 Estudo 45 Avaliação 5 Créditos 6 66

67 67 Teoria de Sistemas Unidade curricular - Teoria de Sistemas - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Créditos Calculados 3 Unidade curricular - Teoria de Sistemas - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 30 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 45 Trabalho de campo orientado Seminários Orientação tutorial 2 Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 20 Estudo 54 Avaliação 10 Créditos 6 67

68 68 Termodinâmica B Unidade curricular - Termodinâmica B - 2º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estágio Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 8 Unidade curricular - Termodinâmica B - 2º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 42 Aulas teórico-práticas 0 Aulas práticas e laboratoriais 42 Trabalho de campo orientado 0 Seminários 0 Orientação tutorial 5 Outras 5 Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio 0 Projectos e trabalhos 14 Estudo 74 Avaliação 28 Créditos

69 69 Tópicos de Ciências dos Materiais Unidade curricular - Tópicos de Ciências dos Materiais - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estágio Estudo Créditos Calculados 6.5 Unidade curricular - Tópicos de Ciências dos Materiais - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 42 Aulas teórico-práticas Aulas práticas e laboratoriais 42 Trabalho de campo orientado Seminários 20 Orientação tutorial 16 Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio 0 Projectos e trabalhos Estudo 40 Avaliação 8 Créditos 6 69

70 70 Tópicos de Engenharia Física Unidade curricular - Tópicos de Engenharia Física - 1º Sem Inquérito aos Estudantes sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Horas Componentes em Autonomia Nº Respostas Mínima Média Máxima Avaliação Estudo Projectos e trabalhos Créditos Calculados 6 Unidade curricular - Tópicos de Engenharia Física - 1º Sem Inquérito aos Professores sobre a Avaliação do Tempo de Trabalho Componentes em contacto docente Horas Previstas Aulas teóricas 42 Aulas teórico-práticas 16 Aulas práticas e laboratoriais 20 Trabalho de campo orientado Seminários 10 Orientação tutorial Outras Componentes em autonomia Horas Previstas Estágio Projectos e trabalhos 15 Estudo 58 Avaliação 3 Créditos 6 70

2. São igualmente fixados: Universidade do Minho, 5 de Setembro de O Reitor, A. Guimarães Rodrigues

2. São igualmente fixados: Universidade do Minho, 5 de Setembro de O Reitor, A. Guimarães Rodrigues Divisão Académica despacho RT/C-211/2006 A Resolução SU-3/06, de 13 de Março, aprovou a adequação do Curso de Licenciatura em Engenharia BIológica, agora designado por Mestrado em Engenharia Biológica.

Leia mais

DOCUMENTO DE ADEQUAÇÃO MESTRADO EM ENGENHARIA INFORMÁTICA FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA PEÇA B

DOCUMENTO DE ADEQUAÇÃO MESTRADO EM ENGENHARIA INFORMÁTICA FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA PEÇA B DOCUMENTO DE ADEQUAÇÃO DO MESTRADO EM ENGENHARIA INFORMÁTICA FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA (ESTRUTURA CURRICULAR E PLANO DE ESTUDOS) B2 FORMULÁRIO 1. Estabelecimento de

Leia mais

FORMULÁRIO. Mestrado Integrado em Engenharia Metalúrgica e de Materiais

FORMULÁRIO. Mestrado Integrado em Engenharia Metalúrgica e de Materiais FORMULÁRIO 1. Estabelecimento de ensino: 2. Unidade orgânica (faculdade, escola, instituto, etc.): 3. Curso: 4. Grau ou diploma: Mestre 5. Área científica predominante do curso: Engenharia de Materiais.

Leia mais

QUADRO N.º 9.1. Urbanismo Urb 9 0 Tecnologias de Apoio e Acessibilidade TAA. Reabilitação Reab 18 0 Medicina Med 6 0 Gestão Gest 0 6

QUADRO N.º 9.1. Urbanismo Urb 9 0 Tecnologias de Apoio e Acessibilidade TAA. Reabilitação Reab 18 0 Medicina Med 6 0 Gestão Gest 0 6 ANEXO Formulário de Caracterização e Apresentação da Estrutura Curricular e Plano de Estudos do Curso de 1º Ciclo de Estudos (Licenciatura) em Tecnologias de Apoio e Acessibilidade 1 Estabelecimento de

Leia mais

LICENCIATURA EM FÍSICA (INTEGRAL)

LICENCIATURA EM FÍSICA (INTEGRAL) 1 LICENCIATURA EM FÍSICA (INTEGRAL) CURRÍCULO 2008/1 PRIMEIRO PERÍODO 08.111-6 Geometria Analítica Não tem 04 08.221-0 Cálculo Diferencial e Integral 1 Não tem 09.110-3 Física Experimental A Não tem 04

Leia mais

DGES DIRECÇÃO GERAL DO ENSINO SUPERIOR MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR. Universidade do Minho Escola Superior de Enfermagem

DGES DIRECÇÃO GERAL DO ENSINO SUPERIOR MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR. Universidade do Minho Escola Superior de Enfermagem Universidade do Minho Escola Superior de Enfermagem DOSSIER DIRECÇÃO GERAL DO ENSINO SUPERIOR BRAGA, 2006 1 PEDIDO DO REGISTO DE CRIAÇÃO DO CURSO DE PÓS LICENCIATURA DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM DE

Leia mais

Escola Superior de Saúde de Santa Maria Curso de Licenciatura em Fisioterapia (a aguardar publicação em Diário da República)

Escola Superior de Saúde de Santa Maria Curso de Licenciatura em Fisioterapia (a aguardar publicação em Diário da República) Caracterização, Estrutura Curricular e Plano de Estudos: Escola Superior de Saúde de Santa Maria Curso de Licenciatura em Fisioterapia (a aguardar publicação em Diário da República) 1 - Estabelecimento

Leia mais

RELATÓRIO DE CONCRETIZAÇÃO DOS OBJECTIVOS

RELATÓRIO DE CONCRETIZAÇÃO DOS OBJECTIVOS RELATÓRIO DE CONCRETIZAÇÃO DOS OBJECTIVOS DO PROCESSO DE BOLONHA (2008/2009) FACULDADE DE CIÊNCIAS DA UNIVERSIDADE DO PORTO 1. Introdução Este Relatório sobre o funcionamento do curso de Mestrado em Sistemas

Leia mais

Estrutura curricular e plano de estudos

Estrutura curricular e plano de estudos Estrutura curricular e plano de estudos 1. Estabelecimento de ensino: Universidade de Coimbra 2. Unidade orgânica (faculdade, escola, instituto, etc.): Faculdade de Ciências e Tecnologia 3. Curso: Arquitectura

Leia mais

Instituto Politécnico de Setúbal. O Conhecimento como Paixão. A Engenharia como Profissão!

Instituto Politécnico de Setúbal. O Conhecimento como Paixão. A Engenharia como Profissão! O Conhecimento como Paixão A Engenharia como Profissão! Cursos de Engenharia Cursos de Tecnologia Engenharia do Ambiente Engenharia de Automação, Controlo e Instrumentação Engenharia Electrotécnica e de

Leia mais

Regulamento do Diploma de Estudos Avançados em Matemática

Regulamento do Diploma de Estudos Avançados em Matemática Regulamento do Diploma de Estudos Avançados em Matemática Proposta de regulamento (versão de Julho de 2013) Artigo 1º (Disposições Gerais) 1. O Diploma de Estudos Avançados em Matemática (DEA-M) comprova

Leia mais

Engenharia Electrónica

Engenharia Electrónica Engenharia Electrónica Regras para os Regimes de Transição da LEE (Licenciatura em Engenharia Electrónica) no âmbito do Processo de Bolonha No estabelecimento das regras de transição entre o curriculum

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR NCET - NÚCLEO DE CIÊNCIAS EXATAS ENGENHARIA MECÂNICA (209 ) Ano: 2016 Turno: MANHÃ Curriculo: 16 CH Total do curso: 4360

MATRIZ CURRICULAR NCET - NÚCLEO DE CIÊNCIAS EXATAS ENGENHARIA MECÂNICA (209 ) Ano: 2016 Turno: MANHÃ Curriculo: 16 CH Total do curso: 4360 Página de. ENGENHARIA MECÂNICA (09 ) Ano: 0 Turno: MANHÃ Curriculo: CH Total do curso: 0 Disciplinas Obrigatórias ª SÉRIE - ENGENHARIA MECÂNICA CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I ENG.000_00 00 DESENHO TÉCNICO

Leia mais

1. Designação do Curso: 2. Unidade proponente: [clique para introduzir]

1. Designação do Curso: 2. Unidade proponente: [clique para introduzir] 1. Designação do Curso: 2. Unidade proponente: 3. Tipo de curso: Curso de Pós-Graduação Curso de Pós-Licenciatura Curso de Especialização Curso de Estudos Avançados Curso de Especialização Tecnológica

Leia mais

Instituto de Educação Universidade de Lisboa

Instituto de Educação Universidade de Lisboa Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Mestrado em Educação Especialização: Educação e Tecnologias Digitais 14 15 Edição Instituto de Educação da Universidade de Lisboa

Leia mais

Faculdade de Ciências e Tecnologias

Faculdade de Ciências e Tecnologias Faculdade de Ciências e Tecnologias Universidade Nova de Lisboa Mestrado Integrado em Engenharia do Ambiente Duração: 5 anos Grau: Mestrado Coordenador: Maria de Graça Martinho Objectivos: A Engenharia

Leia mais

PLANO DE TRANSIÇÃO 1º CICLO

PLANO DE TRANSIÇÃO 1º CICLO PLANO DE TRANSIÇÃO 1º CICLO Licenciatura em Física ou Física Major 1. Concessão do grau de licenciado pelos planos pré-bolonha (4 ou 5 anos) (a) O grau de licenciado pelos planos de estudos pré-bolonha

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : FISICA. CRÉDITOS Obrigatórios: 200 Optativos: 0. 1º Semestre

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : FISICA. CRÉDITOS Obrigatórios: 200 Optativos: 0. 1º Semestre Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:15:09 Curso : FISICA VAGAS

Leia mais

Diário da República, 2.ª série N.º de Setembro de (77)

Diário da República, 2.ª série N.º de Setembro de (77) Diário da República, 2.ª série N.º 173 7 de Setembro de 2007 26 192-(77) 1.º ano/2.º semestre curricular QUADRO N.º 2 IS Bases de Eng. biomédica, incluindo o seguinte elenco EBMb Semestral (com disci-

Leia mais

Universidade do Minho, 20 de maio de 2014.

Universidade do Minho, 20 de maio de 2014. Reitoria despacho RT/C-61/2014 Considerando: - O disposto no Despacho RT/C-417/2009, de 22 de julho (Diário da República, 2.ª série, nº 196, de 9 de outubro de 2009, despacho nº 22444/2009), que publica

Leia mais

UNIVERSIDADE DE LISBOA Reitoria DELIBERAÇÃO

UNIVERSIDADE DE LISBOA Reitoria DELIBERAÇÃO UNIVERSIDADE DE LISBOA Reitoria DELIBERAÇÃO DP 78/1 Sob proposta do Conselho Científico da Faculdade de Ciências, desta Universidade, e pela deliberação n.º 24/2003 da Comissão do Senado de 31 de Março

Leia mais

REGULAMENTO DO CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTE AO GRAU DE MESTRE EM GESTÃO E NEGÓCIOS. Artigo 1.º (Enquadramento jurídico) Artigo 2.

REGULAMENTO DO CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTE AO GRAU DE MESTRE EM GESTÃO E NEGÓCIOS. Artigo 1.º (Enquadramento jurídico) Artigo 2. REGULAMENTO DO CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTE AO GRAU DE MESTRE EM GESTÃO E NEGÓCIOS Artigo 1.º (Enquadramento jurídico) 1. O presente Regulamento visa desenvolver e complementar o regime jurídico instituído

Leia mais

MESTRADO EM MARKETING ESTRUTURA CURRICULAR E PLANO DE ESTUDOS

MESTRADO EM MARKETING ESTRUTURA CURRICULAR E PLANO DE ESTUDOS MESTRADO EM MARKETING ESTRUTURA CURRICULAR E PLANO DE ESTUDOS 1. Estabelecimento de ensino: Universidade de Coimbra 2. Unidades orgânicas (faculdade, escola, instituto, etc.): Faculdade de Economia da

Leia mais

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA CURRÍCULO PLENO BACHARELADO 1 CICLO/MÓDULO A Ciências Exatas I Álgebra Linear 02 0 02 40 Cálculo Diferencial e Integral I 04 0 04 80 Cálculo Vetorial e Geometria Analítica

Leia mais

17272 Diário da República, 2.ª série N.º de junho de 2015

17272 Diário da República, 2.ª série N.º de junho de 2015 17272 Diário da República, 2.ª série N.º 123 26 de junho de 201 INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA Aviso n.º 7129/201 Em cumprimento do disposto na alínea d) do artigo 4.º da Lei n.º 3/2014, de 20 de junho,

Leia mais

Universidade de Coimbra. Faculdade de Ciências e Tecnologia. Departamento de Engenharia Química (DEQ / FCTUC)

Universidade de Coimbra. Faculdade de Ciências e Tecnologia. Departamento de Engenharia Química (DEQ / FCTUC) Universidade de Coimbra Faculdade de Ciências e Tecnologia Departamento de Engenharia Química (DEQ / FCTUC) Dia Aberto à Inovação e Transferência de Tecnologia DEQ, 4 de Abril de 2006 Licenciatura em Engenharia

Leia mais

MEEC. Mestrado em Eng. Electrotécnica e de Computadores. Índice. MEEC Edição 2008/09 Instituto Superior de Engenharia do Porto

MEEC. Mestrado em Eng. Electrotécnica e de Computadores. Índice. MEEC Edição 2008/09 Instituto Superior de Engenharia do Porto Mestrado em Eng. Electrotécnica e de Computadores O Mestrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores destina-se a complementar a formação de profissionais habilitados com o grau de Licenciado, fornecendo

Leia mais

As Tabelas 4 a 9 apresentam todas as disciplinas que atenderão ao Curso de EE. Tabela 4. Disciplinas obrigatórias C. H. (h.a.)

As Tabelas 4 a 9 apresentam todas as disciplinas que atenderão ao Curso de EE. Tabela 4. Disciplinas obrigatórias C. H. (h.a.) As Tabelas 4 a 9 apresentam todas as disciplinas que atenderão ao Curso de EE. Tabela 4. obrigatórias Semestre Cálculo I 6 Elementos de Gestão Ambiental 2 Física I 6 1 Geometria Analítica 4 Introdução

Leia mais

PREÂMBULO REGULAMENTO

PREÂMBULO REGULAMENTO 1 PREÂMBULO O presente Regulamento organiza a unidade curricular de Projecto II (Execução) do plano de estudos do curso de mestrado em Comunicação Organizacional: Cidadania, Confiança e Responsabilidade

Leia mais

Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Computação

Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Computação Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Computação Currículo 6 Aprovado pelo CDI em 30/05/16 - Carga Horária - Carga Horária Núcleo Básico 1.280h Carga Horária Núcleo Profissionalizante

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA MECÂNICA. Primeiro Semestre (manhã)

MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA MECÂNICA. Primeiro Semestre (manhã) MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA MECÂNICA Primeiro Semestre (manhã) Introdução a Mecânica 36 h - Cálculo I 90 h Básico - Desenho Técnico I 72 h Básico - Química Geral 72 h Básico - Introdução à Programação

Leia mais

Diário da República, 2.ª série N.º de Novembro de

Diário da República, 2.ª série N.º de Novembro de Diário da República, 2.ª série N.º 211 3 de Novembro de 2011 43783 OT EST PROJ Saúde Mental Comunitária II....... 2 65 20 4,5 Introdução à Psicologia Comunitária 4 90 30 6 Empowerment: Teoria e Prática.....

Leia mais

4928-(9) às exigências científicas e pedagógicas e à qualidade do ensino.

4928-(9) às exigências científicas e pedagógicas e à qualidade do ensino. N.º 65 31 de Março de 2006 DIÁRIO DA REPÚBLICA II SÉRIE 4928-(9) c) Capacidade para conceber, projectar, adaptar e realizar uma investigação significativa respeitando as exigências impostas pelos padrões

Leia mais

Natureza - OBRIGTEÓRICA

Natureza - OBRIGTEÓRICA 1 de 5 01 CON101 - Algorítmos e Programação - Ativa desde: CON102 - Cálculo I - Ativa desde: 16/11/2007 CON103 - Comunicação e Produção Técnico-Científica - Ativa desde: 16/11/2007 CON104 - Expressão Gráfica

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DOS SEGUNDOS CICLOS DE ESTUDO DO ISCIA

REGULAMENTO GERAL DOS SEGUNDOS CICLOS DE ESTUDO DO ISCIA REGULAMENTO GERAL DOS SEGUNDOS CICLOS DE ESTUDO DO ISCIA Artigo 1.º Enquadramento jurídico O presente Regulamento desenvolve e complementa o regime jurídico instituído pelo Decreto-Lei n.º 74/2006, de

Leia mais

Pré-requisito Coreq Disciplina EMC101 - Expressão Gráfica - Ativa desde: 01/01/2008. Natureza - OBRIGATÓRIA PRÁTICA 36 TEÓRICA 18

Pré-requisito Coreq Disciplina EMC101 - Expressão Gráfica - Ativa desde: 01/01/2008. Natureza - OBRIGATÓRIA PRÁTICA 36 TEÓRICA 18 1 de 5 Nível:BACHARELADO Início: 20081 01 - - EMC101 - Expressão Gráfica - Ativa desde: 01/01/2008 EMC102 - Filosofia - Ativa desde: Natureza - OBRIGATÓRIA EMC103 - Física: Cinemática e Dinâmica - Ativa

Leia mais

LICENCIATURA EM ENGENHARIA DE REDES DE COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO EQUIVALÊNCIAS ENTRE PLANOS CURRICULARES. Plano Curricular

LICENCIATURA EM ENGENHARIA DE REDES DE COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO EQUIVALÊNCIAS ENTRE PLANOS CURRICULARES. Plano Curricular LICENCIATURA EM ENGENHARIA DE REDES DE COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO EQUIVALÊNCIAS ENTRE PLANOS CURRICULARES Plano Curricular de 2005-2006 ECTS Plano Curricular ECTS LERCI LERC / MERC (Bolonha) Análise Matemática

Leia mais

Proposta dos Planos de Transição dos SIG/SIGN

Proposta dos Planos de Transição dos SIG/SIGN ANEXO B Proposta dos Planos de Transição dos SIG/SIGN De seguida apresentam-se os planos de transição para a estrutura curricular resultante da adequação dos cursos de SIG e SIGN segundo o Processo de

Leia mais

Justificação alteração 2.º ciclo de estudos em Literatura Portuguesa (Investigação e Ensino)

Justificação alteração 2.º ciclo de estudos em Literatura Portuguesa (Investigação e Ensino) Justificação alteração 2.º ciclo de estudos em Literatura Portuguesa (Investigação e Ensino) A adequação do 2º ciclo de estudos conducente ao grau de Mestre em Literatura Portuguesa (Investigação e Ensino),

Leia mais

Proposta de Resolução nº 01/06. Implementação do Processo de Bolonha: Regras de Transição

Proposta de Resolução nº 01/06. Implementação do Processo de Bolonha: Regras de Transição Proposta de Resolução nº 01/06 Implementação do Processo de Bolonha: Regras de Transição 1) O 1º ano curricular será iniciado de acordo com os novos ciclos de estudos para os alunos ingressados no 1º ano

Leia mais

IDIRETORI Despacho D-23/ Âmbito de aplicação

IDIRETORI Despacho D-23/ Âmbito de aplicação U LISBOA / -- IDIRETORI Despacho D-23/2015 Por decisão do Conselho Científico da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de, na sua reunião de 1 de julho de 2015, deliberou, por unanimidade, alterar

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS EXATAS HABILITAÇÃO: BACHARELADO EM CIÊNCIAS EXATAS INGRESSANTES 2009

CURSO DE CIÊNCIAS EXATAS HABILITAÇÃO: BACHARELADO EM CIÊNCIAS EXATAS INGRESSANTES 2009 CURSO DE CIÊNCIAS EXATAS HABILITAÇÃO: BACHARELADO EM CIÊNCIAS EXATAS INGRESSANTES 2009 Período Atividade Acadêmica Caráter Cr CH Pré-requisito Código Denominação 1º MAT154 Cálculo I Disciplina de Formação

Leia mais

6. Número de créditos, segundo o sistema europeu de transferência de créditos, necessário à obtenção do grau ou diploma: Quatro (4) semestres

6. Número de créditos, segundo o sistema europeu de transferência de créditos, necessário à obtenção do grau ou diploma: Quatro (4) semestres 1. Estabelecimento de ensino: Universidade de Coimbra 2. Unidade orgânica (faculdade, escola, instituto, etc.): Faculdade de Ciências e Tecnologia 3. Curso: Mestrado em Geociências 4. Grau ou diploma:

Leia mais

Engenharia Civil. 1º A 1º sem 2017 Noturno. Central 1S/2017 (Matriz G5) HORÁRIO SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA. 1ª Aula 19:00 20:40

Engenharia Civil. 1º A 1º sem 2017 Noturno. Central 1S/2017 (Matriz G5) HORÁRIO SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA. 1ª Aula 19:00 20:40 Engenharia Civil Semestre: Semestre: Período: 1º A 1º sem 2017 Noturno Central 1S/2017 (Matriz G5) Cálculo Instrumental Geometria Analítica Química Aplicada à Engenharia Algoritmos Computacionais Metodologia

Leia mais

LICENCIATURA EM CINEMA E AUDIOVISUAL

LICENCIATURA EM CINEMA E AUDIOVISUAL LICENCIATURA EM CINEMA E AUDIOVISUAL NORMAS REGULAMENTARES Curso do 1º ciclo de estudos do ensino superior, de cariz universitário, conferente do grau de licenciado, adequado ao Processo de Bolonha, constante

Leia mais

Resolução nº 037, de 22 de junho de 2011.

Resolução nº 037, de 22 de junho de 2011. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Conselho Superior Resolução nº

Leia mais

Instituto Superior de Engenharia de Lisboa. Regulamento do ciclo de estudos conducentes ao grau de mestre em Engenharia Química

Instituto Superior de Engenharia de Lisboa. Regulamento do ciclo de estudos conducentes ao grau de mestre em Engenharia Química Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Regulamento do ciclo de estudos conducentes ao grau de mestre em Engenharia Química Artigo 1º - Âmbito --------------------------------------- 1) O presente Regulamento

Leia mais

DIÁRIO DA REPÚBLICA II SÉRIE

DIÁRIO DA REPÚBLICA II SÉRIE Faculdade de Economia Despacho n.º xxxxxx A Universidade Nova de Lisboa (UNL), através da Faculdade de Economia da UNL Nova School of Business and Economics, abreviadamente designada por Nova SBE, nos

Leia mais

LICENCIATURA EM DESIGN DE COMUNICAÇÃO

LICENCIATURA EM DESIGN DE COMUNICAÇÃO LICENCIATURA EM DESIGN DE COMUNICAÇÃO NORMAS REGULAMENTARES Curso do 1º ciclo de estudos do ensino superior, de cariz universitário, conferente do grau de licenciado, adequado ao Processo de Bolonha, constante

Leia mais

Diário da República, 2.ª série N.º 64 1 de Abril de

Diário da República, 2.ª série N.º 64 1 de Abril de Diário da República, 2.ª série N.º 64 1 de Abril de 2009 12507 Ano-Sem. do novo plano de estudos do anterior plano de estudos 3.º-1.º(2.º ciclo) Planeamento e gestão em serviços de radiologia 4 Administração

Leia mais

Regulamento do Curso Pós-Graduado de Especialização em Endodontia

Regulamento do Curso Pós-Graduado de Especialização em Endodontia Regulamento do Curso Pós-Graduado de Especialização em Endodontia Artigo 1.º Âmbito de aplicação O presente regulamento aplica-se ao Curso Pós-Graduado de Especialização em Endodontia, curso não conferente

Leia mais

PROPOSTA DE CRIAÇA O DE UM CURSO DE FORMAÇA O NA A REA DE EDUCAÇA O CONTI NUA DIPLOMA DE FORMAÇA O AVANÇADA

PROPOSTA DE CRIAÇA O DE UM CURSO DE FORMAÇA O NA A REA DE EDUCAÇA O CONTI NUA DIPLOMA DE FORMAÇA O AVANÇADA PROPOSTA DE CRIAÇA O DE UM CURSO DE FORMAÇA O NA A REA DE EDUCAÇA O CONTI NUA DIPLOMA DE FORMAÇA O AVANÇADA NOME DO CURSO Português: Formação Avançada em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA

CURSO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA CURSO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA Currículo Novo 200901 Reconhecido pela Portaria Ministerial Nº 1.193, de 08/04/2005 Duração: 3.720 h - 248 créditos, acrescidas de 120 horas de atividades complementares

Leia mais

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA CURRÍCULO PLENO BACHARELADO 1 CICLO/MÓDULO A Ciências Exatas I Cálculo Diferencial 06 0 06 120 Desenho Técnico 0 02 02 40 Física I Mecânica da Partícula 04 02 06 120 Projeto

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições,

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições, RESOLUÇÃO Nº 04/2017 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO Aprova a estrutura curricular do Curso de Física, modalidade Licenciatura,

Leia mais

COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DATAS DAS AVALIAÇÕES DO PERÍODO LETIVO 2017/1

COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DATAS DAS AVALIAÇÕES DO PERÍODO LETIVO 2017/1 I 1 PERÍODO Química Geral I 05/04/2017 07/06/2017 21/06/2017 28/06/2017 Cálculo I 06/04/2017 08/06/2017 22/06/2017 29/06/2017 Vetores e Geometria Analítica 11/04/2017 13/06/2017 20/06/2017 27/06/2017 Sociologia

Leia mais

RELATÓRIO DE CONCRETIZAÇÃO DO PROCESSO DE BOLONHA

RELATÓRIO DE CONCRETIZAÇÃO DO PROCESSO DE BOLONHA RELATÓRIO DE CONCRETIZAÇÃO DO PROCESSO DE BOLONHA Ano lectivo 2008/2009 DEPARTAMENTO Engenharia Mecânica/Electrónica, Telecomunicações e Informática CURSO Mestrado em Engenharia de Automação Industrial

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE 46/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO, DO CÂMPUS DE ITATIBA.

RESOLUÇÃO CONSEPE 46/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO, DO CÂMPUS DE ITATIBA. RESOLUÇÃO CONSEPE 46/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO, DO CÂMPUS DE ITATIBA. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso da atribuição

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO Matriz curricular do Curso de Graduação em Mecânica da UFERSA a partir do semestre letivo 2011.2. (Adequada à Matriz curricular do Curso de Bacharelado em Ciência e Tecnologia) Período Disciplinas Obrigatórias

Leia mais

Artigo Primeiro. Artigo Segundo OBJECTIVOS DO CURSO O Mestrado em Matemática (MM) e o Curso Pós-Graduado em Matemática e suas Aplicações

Artigo Primeiro. Artigo Segundo OBJECTIVOS DO CURSO O Mestrado em Matemática (MM) e o Curso Pós-Graduado em Matemática e suas Aplicações UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Reitoria Desp.R/Sac/xx/2003 - Na sequência da aprovação pelo Senado desta Universidade e sob proposta do Conselho Científico da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade

Leia mais

FAHOR - FACULDADE HORIZONTINA

FAHOR - FACULDADE HORIZONTINA Ciências Econômicas - 1º Semestre de 2017 - Noturno EC2014 0096 - Economia Industrial 0094 - Economia Internacional II 0094 - Economia Internacional II 0093 - Econometria 0093 - Econometria 0097 - Trabalho

Leia mais

Engenharia Industrial-EM (Mestrado)

Engenharia Industrial-EM (Mestrado) Engenharia Industrial-EM (Mestrado) Complementos de Mecânica dos Fluidos 26/06 14:30 10/07 09:30 Mecânica Computacional 17/06 18:00 06/07 18:00 1 Mecatrónica 09/06 09:30 04/07 11:00 Processos de Ligação

Leia mais

Teórica Prática Teóricos Práticos Metodologia Científica Introdução à Engenharia de Produção

Teórica Prática Teóricos Práticos Metodologia Científica Introdução à Engenharia de Produção 1º SEMESTRE CARGA Metodologia Científica - 60-3 - Introdução à Engenharia de Produção - 80-4 - Português Instrumental - 60-3 - Informática Aplicada - 20 40 1 2 Fundamentos de Matemática - 60-3 - Relações

Leia mais

Ciclo de Estudos de Mestrado em Bioquímica Estrutural e Funcional

Ciclo de Estudos de Mestrado em Bioquímica Estrutural e Funcional Ciclo de Estudos de Mestrado em Bioquímica Estrutural e Funcional Normas Regulamentares Artigo 1º Criação A Universidade Nova de Lisboa, através da Faculdade de Ciências e Tecnologia confere o grau de

Leia mais

LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS FOTOGRAFIA

LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS FOTOGRAFIA LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS FOTOGRAFIA NORMAS REGULAMENTARES Curso do 1.º ciclo de estudos do ensino superior, de cariz universitário, conferente do grau de licenciado, adequado ao Processo de Bolonha,

Leia mais

ANEXO: ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DA UFCG

ANEXO: ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DA UFCG ANEXO: ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DA UFCG I. CONTEÚDOS BÁSICOS (Carga horária de 1740 horas) 1.1 - FORMAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA (Carga horária: 1425 horas) 1.1.1 - MATEMÁTICA

Leia mais

ES C O L A S U PERI O R A G RÁ RI A

ES C O L A S U PERI O R A G RÁ RI A Licenciatura em Ecoturismo Ref.ª : 1821002 Ano lectivo: 2012-13 DESCRITOR DA UNIDADE CURRICULAR CIÊNCIAS SOCIAIS SOCIAL SCIENCES 1. Unidade Curricular: 1.1 Área científica: 31 - Ciências Sociais e do Comportamento

Leia mais

Natureza - OBRIGATÓRIA TEÓRICA 36. Natureza - OBRIGATÓRIA PRÁTICA 36. Natureza - OBRIGATÓRIA TEÓRICA 54. Natureza - OBRIGATÓRIA PRÁTICA 18

Natureza - OBRIGATÓRIA TEÓRICA 36. Natureza - OBRIGATÓRIA PRÁTICA 36. Natureza - OBRIGATÓRIA TEÓRICA 54. Natureza - OBRIGATÓRIA PRÁTICA 18 1 de 5 01 EGC101 - Expressão Gráfica - Ativa desde: EGC102 - Optativa - Ativa desde: Natureza - OBRIGATÓRIA EGC103 - Física: Cinemática e Dinâmica - Ativa desde: EGC104 - Informática e Algorítmos - Ativa

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA

CURSO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA CURSO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA Currículo Novo 2009/01 Reconhecido pela Portaria Ministerial Nº 1.193, de 08/04/2005. Duração: 3.720 h - 248 créditos, acrescidas de 120 horas de atividades complementares

Leia mais

Organização Curricular do curso de Licenciatura em Física modalidade a distância

Organização Curricular do curso de Licenciatura em Física modalidade a distância Organização Curricular do curso de Licenciatura em Física modalidade a distância A organização Curricular do curso de Licenciatura em Física modalidade a distância, tem duração de oito períodos. É apresentada

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS OURO BRANCO COORDENAÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO

Leia mais

FAHOR - FACULDADE HORIZONTINA

FAHOR - FACULDADE HORIZONTINA 10:36:07 Ciências Econômicas - 2º Semestre de 2017 - Noturno EC2014 0100 - Análise de Conjuntura Econômica 0101 - Tópicos Especiais em Economia 0098 - Economia das Empresas 0098 - Economia das Empresas

Leia mais

Ano Letivo 2015/2016. Datas dos Exames das Épocas de Recurso e Especial. Unidades Curriculares do DM

Ano Letivo 2015/2016. Datas dos Exames das Épocas de Recurso e Especial. Unidades Curriculares do DM Ano Letivo 2015/2016 Datas dos Exames das Épocas de Recurso e Especial Unidades Curriculares do DM Data Hora Disciplina Regime Época Curso/Menor 01-07-2016 09:00 Matemática 2º Semestre Época de Recurso

Leia mais

HORÁRIO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA 1º PERÍODO 1º SEMESTRE DE 2017 Horário Segunda Terça Quarta Quinta Sexta

HORÁRIO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA 1º PERÍODO 1º SEMESTRE DE 2017 Horário Segunda Terça Quarta Quinta Sexta HORÁRIO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA 1º PERÍODO 1º SEMESTRE DE 2017 407 Introdução à Engenharia Mecânica (8-9h) e P2 (9-10h) 0171 ICC P2 0165 Física I - T3 908 Oficinas - P2 908 Oficinas P3 0171 ICC

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ALGARVE. Faculdade de Ciências e Tecnologia

UNIVERSIDADE DO ALGARVE. Faculdade de Ciências e Tecnologia UNIVERSIDADE DO ALGARVE Faculdade de Ciências e Tecnologia Proposta ao Senado de adequação da Licenciatura em Engenharia de Sistemas e Informática ramo de Sistemas ao curso de Mestrado Integrado em Engenharia

Leia mais

Matriz de Disciplinas do Curso de Engenharia Industrial Elétrica. Formação Básica

Matriz de Disciplinas do Curso de Engenharia Industrial Elétrica. Formação Básica Matriz de Disciplinas do Curso de Engenharia Industrial Elétrica Formação Básica I MATEMÁTICA 1 Álgebra Vetorial e Geometria Analítica 60 2 Cálculo Integral e Diferencial I 60 3 Cálculo Numérico 60 4 Probabilidade

Leia mais

Licenciatura em Engenharia Informática (LEI)

Licenciatura em Engenharia Informática (LEI) Licenciatura em Engenharia Informática (LEI) Recepção aos alunos (ano lectivo 2008 / 2009) Luís Caires Coordenador da LEI Sejam Bemvindos! Cerca de 160 novos alunos Oriundos de muitas zonas do país Origem:

Leia mais

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA CURRÍCULO PLENO BACHARELADO 1 CICLO/MÓDULO A Ciências Exatas I Cálculo Diferencial 06 0 06 120 Desenho Técnico 0 02 02 40 Física I Mecânica da Partícula 04 02 06 120 Projeto

Leia mais

Recomendações para uma boa estadia

Recomendações para uma boa estadia Recomendações para uma boa estadia Recepção aos caloiros da LEI 08/09 Bem vindos! Sumário Ensino, Aprendizagem e Avaliação Onde obter mais informações O que se segue Caloiros LEI 08/09 Caloiros LEI 08/09

Leia mais

18926 Diário da República, 2.ª série N.º de junho de 2013

18926 Diário da República, 2.ª série N.º de junho de 2013 18926 Diário da República, 2.ª série N.º 111 11 de junho de 2013 Unidades Curriculares do Plano de Estudos anterior Unidades Curriculares do Plano de Estudos agora publicado Optativa**......................

Leia mais

Engenharia Aeronáutica (ENGAER)

Engenharia Aeronáutica (ENGAER) Academia da Força Aérea Mestrado em Ciências Militares Aeronáuticas na especialidade Engenharia Aeronáutica (ENGAER) ENGAER 1º Ano, 1º Semestre NOVA Álgebra Linear MAT Semestral 168 48 32 0 0 0 0 0 6,0

Leia mais

Instituto Superior Politécnico Tocoísta

Instituto Superior Politécnico Tocoísta Instituto Superior Politécnico Tocoísta CURSO DE LICENCIATURA EM ENGENHARIA CIVIL ANO ACADÉMICO 2017 LUANDA DEZEMBRO - 2016 Av. Pedro de Castro Van-Dúnem Loy- Complexo Missionário Tocoista Golf I, Luanda,

Leia mais

Matriz Curricular do Curso de Ciências da Natureza Licenciatura em BIOLOGIA (de em diante)

Matriz Curricular do Curso de Ciências da Natureza Licenciatura em BIOLOGIA (de em diante) Matriz Curricular do Curso de Ciências da Natureza Licenciatura em BIOLOGIA (de 2009.2 em diante) Formação e Estrutura da Vida na Terra 60 Mecânica Clássica I 60 Trabalhos Experimentais 60 Química Geral

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM SISTEMAS E TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO PARA A SAÚDE. (Edição )

EDITAL MESTRADO EM SISTEMAS E TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO PARA A SAÚDE. (Edição ) EDITAL MESTRADO EM SISTEMAS E TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO PARA A SAÚDE (Edição 2010-2012) Nos termos dos Decretos-Lei nº /2005, de 22 de Fevereiro, do Decreto-Lei nº 74/200, de 24 de Março, com as alterações

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Data: 05/07/2017 Currículo de Cursos Hora: 17:30:22

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Data: 05/07/2017 Currículo de Cursos Hora: 17:30:22 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Data: 05/07/2017 Currículo de Cursos Hora: 17:30:22 Curso: Nível: Grau Conferido: Turno: Tipo: Modalidade: Funcionamento: Documento de Autorização: Engenharia da

Leia mais

Matriz Curricular do Curso de Engenharia de Computação. PRIMEIRO SEMESTRE Carga horária Componente curricular Código Prérequisito

Matriz Curricular do Curso de Engenharia de Computação. PRIMEIRO SEMESTRE Carga horária Componente curricular Código Prérequisito Matriz Curricular do Curso de Engenharia de Computação PRIMEIRO SEMESTRE horária Introdução à Engenharia de ECO 01-15 - 15 1 Computação Metodologia Científica LET 01-30 - 30 2 Física Geral I FSC 01-60

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR E PLANO DE ESTUDOS

ESTRUTURA CURRICULAR E PLANO DE ESTUDOS B ESTRUTURA CURRICULAR E PLANO DE ESTUDOS 1. Estabelecimento de ensino: 2. Unidade orgânica (faculdade, escola, instituto, etc.): 3. Curso: 4. Grau ou diploma: Mestrado 5. Área científica predominante

Leia mais

LICENCIATURA EM TEATRO INTERPRETAÇÃO E ENCENAÇÃO

LICENCIATURA EM TEATRO INTERPRETAÇÃO E ENCENAÇÃO LICENCIATURA EM TEATRO INTERPRETAÇÃO E ENCENAÇÃO NORMAS REGULAMENTARES Curso do do 1º ciclo de estudos do ensino superior, de cariz universitário, conferente do grau de licenciado, adequado ao Processo

Leia mais

Engenharia e Gestão da Água

Engenharia e Gestão da Água Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente CURSO DE MESTRADO EM Engenharia e Gestão da Água Normas Regulamentares Mestrado em Engenharia e Gestão da Água Normas Regulamentares Artigo 1.º Criação

Leia mais

RELATÓRIO DE CONCRETIZAÇÃO DO PROCESSO DE BOLONHA

RELATÓRIO DE CONCRETIZAÇÃO DO PROCESSO DE BOLONHA RELATÓRIO DE CONCRETIZAÇÃO DO PROCESSO DE BOLONHA 2006/2007 DEPARTAMENTO Química CURSO Mestrado em Bioquímica e Química dos Alimentos 1. INTRODUÇÃO O Mestrado em Bioquímica e Química dos Alimentos é uma

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA Currículo Cursos

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA Currículo Cursos CH Total: 4050 Cred. Total: ideal: 10 mín.: 10 máx.: Situação da Versão.: CORRENTE Ano do Curriculo.: 2010 1 BA010901 - FISICA I 1 BA010902 - LABORATORIO DE FISICA I Obrigatória ATIVA 2 Total: 1 BA011004

Leia mais

Licenciatura em Química. Departamento de Química, Faculdade de Ciências e Tecnologia Universidade de Coimbra

Licenciatura em Química. Departamento de Química, Faculdade de Ciências e Tecnologia Universidade de Coimbra Licenciatura em Química Departamento de Química, Faculdade de Ciências e Tecnologia Universidade de Coimbra A tabela 1 apresenta o plano de estudos da Licenciatura em Química. Na tabela 2 encontra-se o

Leia mais

1º PERÍODO. Carga Horária e Creditação. Total (50') Física I 80 66, Laboratório de Física I 40 33,

1º PERÍODO. Carga Horária e Creditação. Total (50') Física I 80 66, Laboratório de Física I 40 33, 1º PERÍODO Física I 80 66,67 4 4 0 Laboratório de Física I 40 33,33 2 1 1 Laboratório de Computação 40 33,33 2 0 2 Introdução a Engenharia de Produção 60 50 3 3 0 Geometria Analítica 60 50 3 3 0 Química

Leia mais

Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Controle e Automação

Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Controle e Automação Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Controle e Automação (Currículo 3 aprovado pelo CDI em 23/12/15) - Carga Horária Carga Horária Núcleo Básico 1.260h Carga Horária Núcleo Profissionalizante

Leia mais

Universidade do Minho Universidade do Porto- Faculdade de Ciências

Universidade do Minho Universidade do Porto- Faculdade de Ciências Universidade do Minho Universidade do Porto- Faculdade de Ciências PROPOSTA DE REGULAMENTO DO CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTES AO GRAU DE MESTRE EM Tecnologia, Ciência e Segurança Alimentar Artigo 1º Concessão

Leia mais

Mestrado Integrado em Bioengenharia (MIB)

Mestrado Integrado em Bioengenharia (MIB) Mestrado Integrado em Bioengenharia (MIB) Algumas Informações - CRIADO EM PARCERIA PELA FEUP E PELO ICBAS - 1ª EDIÇÃO EM 2006/07 1 os finalistas 2010/11 - DISCIPLINAS ESPECÍFICAS MATEMÁTICA A, FÍSICA E

Leia mais

Plano de Transição. Licenciatura em Engenharia Electrotécnica e de Computadores. Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores

Plano de Transição. Licenciatura em Engenharia Electrotécnica e de Computadores. Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores Plano de Transição Licenciatura em Engenharia Electrotécnica e de Computadores Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores O plano de transição aplica-se aos alunos da LEEC que em

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DO NORTE DE MINAS GERAIS CAMPUS MONTES CLAROS 1 PERÍODO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DO NORTE DE MINAS GERAIS CAMPUS MONTES CLAROS 1 PERÍODO 6.4 Matriz Curricular do Curso de Ciência da Computação 6.4.1 Componentes curriculares obrigatórios 1 PERÍODO Teórica Prática Hora-aula Horas Cálculo I 6 2 8 144 120 - Geometria Analítica e Vetores - Dados

Leia mais

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA ÁREA DE FORMAÇÃO EM CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CURRÍCULO DO CURSO

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA ÁREA DE FORMAÇÃO EM CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CURRÍCULO DO CURSO UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA ÁREA DE FORMAÇÃO EM CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CURRÍCULO DO CURSO Licenciatura em Engenharia Ambiental e de Gestão de Desastres ( LEBA-GD ) 1 A UNIVERSIDADE

Leia mais

Instituto Superior Politécnico Tocoísta

Instituto Superior Politécnico Tocoísta Instituto Superior Politécnico Tocoísta 5 FLAYERS PUBLICITÁRIO LICENCIATURA EM ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA ANO ACADÉMICO 207 LUANDA DEZEMBRO - 206 Av. Pedro de Castro Van-Dúnem Loy- Complexo Missionário

Leia mais