PROTOCOLO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROTOCOLO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS"

Transcrição

1 PROTOCOLO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Entre: APAVT - Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo, com sede em Lisboa, na Rua Duque de Palmela, 2-1º Dtº, pessoa colectiva n.º , adiante designada por APAVT, aqui representada pelos Srs. João Passos e João Welsh, respectivamente Presidente e Vice-Presidente; e COFIPOR TI, com sede em Lisboa, na Av. Engº Duarte Pacheco, Amoreiras, Torre 2, 14 G, matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa sob o número , com o capital social de euros, pessoa colectiva n.º , adiante designada por COFIPOR; Considerando que: a) A COFIPOR desenvolveu e disponibiliza ao mercado uma solução designada por NetDocs, que é um portal de prestação de serviços que permite a troca de documentos electrónicos empresas, de uma forma fácil e a baixo custo; b) Considerando os benefícios, nomeadamente de redução de custos e melhoria de processos, que este sistema proporciona às empresas que o utilizem, a APAVT pretende divulgar e promover a adesão dos seus associados a este sistema ; É celebrado e reciprocamente aceite o presente protocolo, que se rege pelas seguintes cláusulas: Cláusula 1.ª 1) A APAVT acorda com a COFIPOR a prestação, aos seus Associados dos serviços do Portal NetDocs, nomeadamente troca e arquivo de documentos electrónicos incluíndo a Factura Electrónica com validade legal.

2 2) A COFIPOR implementará outros documentos no portal sempre que isso for solicitado pela APAVT e tiver o acordo da COFIPOR. 3) Este serviços serão prestados pela COFIPOR sem qualquer custo para a APAVT. 4) A APAVT não garante a adesão dos seus associados às condições do presente Protocolo, obrigando-se apenas à sua promoção e divulgação, nos termos do disposto na Cláusula 2ª, infra. Cláusula 2ª A APAVT compromente-se a: a) Promover o serviço Netdocs, em regime de exclusividade, por um período de 36 meses a contar da data de assinatura deste contrato; b) Utilizar os meios necessários à promoção do serviço NetDocs junto dos seus associados, nomeadamente através de cartas, s, seminários e outros meios de comunicação que informem os seus associados deste protocolo e dos benefícios associados à utilização do sistema. Cláusula 3ª Como contrapartida ao regime de exclusividade na promoção do sistema Netdocs, por parte da APAVT, a COFIPOR compromete-se a pagar à APAVT 25% das receitas provenientes dos seus associados durante o primeiro ano de exploração do sistema e 35% durante os anos posteriores. Cláusula 4ª A COFIPOR poderá alterar as condições de prestação do serviço, nomeadamente o preço, de forma a acompanhar as evoluções do mercado. Qualquer alteração ao preço terá que ser comunicada à APAVT com 60 dias de antecedência da sua entrada em vigor. Cláusula 5ª Ambas as Partes poderão divulgar ao mercado e publicitar a assinatura deste contrato e respectivas condições. Cláusula 6.ª

3 Este contrato tem a duração de 3 anos renovando-se automáticamente por igual período caso não seja denunciado por qualquer das partes com pelo menos 60 dias de antecedência da data de renovação. Cláusula 7.ª Para além deste corpo principal, o presente contrato é composto pelos seguintes Anexos: A Proposta de parceria APAVT/COFIPOR Cláusula 8.ª 1. Ao presente contrato é aplicável a lei portuguesa. 2. Para dirimir qualquer questão dele emergente, as partes acordam escolher o foro da Comarca de Lisboa, com renúncia expressa a qualquer outro. Lisboa, aos 10 de Outubro de CLIENTE COFIPOR João Passos Paulo Ramos João Welsh

4 Proposta de Parceria APAVT/ COFIPOR : Data: Versão: 1.0

5 Contactos Fernando Pereira Direcção Técnica Rui Fontoura Director Registo de Revisões Versão Data Descrição Revisto por /08/2006 Versão final Rui Fontoura

6 Declaração de Confidencialidade A Cofipor assegura que todos os dados que servirão de base para o projecto serão tratados com a máxima confidencialidade. Esses dados não serão transmitidos a terceiros ficando o âmbito de utilização exclusivo ao presente projecto. As partes comprometem-se reciprocamente a proteger, contra qualquer tipo de revelação não autorizada, a informação proveniente da outra parte sempre e quando tal informação haja sido claramente identificada, por escrito, como confidencial. Sem prejuízo do anterior, as partes comprometem-se a aplicar a mesma diligência na prestação da informação de outra parte que aplicaria na protecção da sua própria informação confidencial. Estas obrigações permanecerão em vigor até que decorram dois anos após a revelação da informação confidencial entre as partes. Nenhuma das partes poderá requerer à outra que trate como informação confidencial aquela que seja do domínio público ou que se venha a tornar pública durante a vigência do contrato, bem como aquela que seja licitamente obtida de terceiros sem restrição para a sua divulgação ou aquela que seja desenvolvida independentemente pela parte receptora.

7 Índice 1. Introdução Arquitectura da Solução Modelo de Negócio Utilização do sistema Netdocs actual Tabela de Preços...9

8 1. Introdução A Cofipor desenvolveu e oferece ao mercado uma solução designada por Netdocs, que é um portal de prestação de serviços que permite, de uma forma fácil e de baixo custo, a troca de documentos electrónicos incluindo factura electrónica com validade legal, entre clientes e os seus fornecedores. Na sequência das reuniões que tiveram lugar entre a Cofipor e a APAVT, a APVT manifestou o interesse em estudar a possibilidade de disponibilizar aos seus associados uma plataforma de envio de facturas electrónicas com validade legal. Este documento tem o objectivo de estruturar as diversas formas de colaboração possíveis entre a Cofipor e a APAVT. 2. Arquitectura da Solução A figura seguinte descreve a solução a implementar. Agências de Viagens Facturas Assinatura Digital - Custódia de facturas - Conversão de formatos Clientes Facturas enviadas em XML para integração Consulta e download das facturas no site 3 Integração de Facturas - Facturas no formato interno -Facturas em XML - Facturas num template em Excel - Upload de Facturas em PDF 4 - Facturas enviadas em PDF para um endereço de - Consulta e download das facturas no site Sem Integração de Facturas 1 Agências de Viagens As agências de viagens enviarão as facturas para o portal netdocs nos formatos EDIFACT, XML, ou no formato interno, sempre que pretenderem funcionar de forma automatizada e integrada. Em alternativa, poderão fazer o upload de um ficheiro PDF ou excel. O funcionamento integrado pressupões sempre um projecto de integração caso a caso. 2 NetDocs O sistema Netdocs será responsável pela assinatura digital e custódia das facturas de acordo com os requisitos legais. O Netdocs fará ainda as conversões necessárias entre formatos de forma a que o destinatário das facturas as possa receber em diversos formatos. 3 Pequenos clientes Os clientes individuais e as empresas que não pretendam integração receberão as facturas via , no formato PDF assinado digitalmente. 4 Grandes clientes As empresas que pretendam integração receberão as facturas no formato XML de forma a poderem ser integradas nos seus sistemas.

9 3. Modelo de Negócio 3.1 Utilização do sistema Netdocs actual O modelo de colaboração prevê a utilização por parte das agências de viagens do sistema Netdocs actual, com as funcionalidades anteriormente descritas, apresentando o quadro seguinte a divisão das responsabilidades : Componentes Descrição Responsabilidade Divulgação junto dos associados Acções de formação Maillings, apresentações, etc. Formação na utilização do sistema que poderá ser dada por um técnico da Cofipor APAVT Cofipor Facturação do serviço Envio das facturas electrónicas via Netdocs, recebimentos Cofipor Operação Todas as acções referentes à operação do sistema Cofipor Exploração Todas as acções referentes à exploração do sistema Cofipor 3.2 Tabela de Preços A prestação do serviço Netdocs terá um custo mensal cuja tabela cuja tabela de preços é a seguinte: Componentes Preço Mensal Custo fixo mensal (Inclui 200 facturas /mês) 30 Custo por factura enviada acima de 200 facturas/mês 0,12 /facturas A COFIPOR cobrará o valor da prestação de serviços directamente aos clientes finais.

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE CILDOC e a UNIÃO DAS IPSS de SETÚBAL ASSOCIADOS

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE CILDOC e a UNIÃO DAS IPSS de SETÚBAL ASSOCIADOS PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE CILDOC e a UNIÃO DAS IPSS de SETÚBAL ASSOCIADOS 1 Protocolo de Cooperação Entre, CILDOC, LDA, com sede, em Lisboa, na Rua Professor Alfredo de Sousa, n.º 2, inscrita na Conservatória

Leia mais

Factura Electrónica no Sector do Turismo. Parceria COFIPOR / APAVT

Factura Electrónica no Sector do Turismo. Parceria COFIPOR / APAVT Factura Electrónica no Sector do Turismo Parceria COFIPOR / APAVT Princípios Gerais da Facturação Electrónica As facturas e documentos equivalentes podem ser transmitidos por via electrónica desde que

Leia mais

ACORDO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE

ACORDO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE ACORDO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE Entre: 1. José de Mello Saúde Sociedade Gestora de Participações Sociais, S.A., com sede na Avenida Infante Santo, nº 34, 8º andar, em Lisboa, com o capital social

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ADESÃO AO SERVIÇO MB SPOT

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ADESÃO AO SERVIÇO MB SPOT Standard CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ADESÃO AO SERVIÇO MB SPOT Entre: CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS, S.A., com sede na Av. João XXI, nº 63, em Lisboa, matriculada na Conservatória do Registo Comercial

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E O CENTRO CULTURAL E DESPORTIVO DOS TRABALHADORES DA CÂMARA MUNICIPAL DE MANTEIGAS

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E O CENTRO CULTURAL E DESPORTIVO DOS TRABALHADORES DA CÂMARA MUNICIPAL DE MANTEIGAS PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E O CENTRO CULTURAL E DESPORTIVO DOS TRABALHADORES DA CÂMARA MUNICIPAL DE MANTEIGAS Considerando que: a) nos termos do disposto no artigo 23º da

Leia mais

CONTRATO N.º 74 FORNECIMENTO DE CATETER DE ABLAÇÃO RENAL

CONTRATO N.º 74 FORNECIMENTO DE CATETER DE ABLAÇÃO RENAL CONTRATO N.º 74 FORNECIMENTO DE CATETER DE ABLAÇÃO RENAL Entre Hospital Garcia de Orta, E.P.E., com sede na Av. Torrado da Silva, Pragal, 2801-951 Almada, pessoa colectiva n.º 506 361 470, registada na

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES No âmbito dos presentes Termos e Condições, as seguintes palavras assumem o significado apresentado:

TERMOS E CONDIÇÕES No âmbito dos presentes Termos e Condições, as seguintes palavras assumem o significado apresentado: TERMOS E CONDIÇÕES A Nanny Agency Portugal desenvolve a sua actividade com base nas condições definidas pelo presente documento. Por forma a proteger os seus interesses, leia atentamente este documento.

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO. Entre. a Direção-Geral da Educação Ministério da Educação e Ciência

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO. Entre. a Direção-Geral da Educação Ministério da Educação e Ciência PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO Entre a Direção-Geral da Educação Ministério da Educação e Ciência e o Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. Ministério dos Negócios Estrangeiros para promover a consolidação

Leia mais

Ao abrigo deste protocolo, os escuteiros do CNE têm acesso a um conjunto de condições que favorizam e estimulam o uso do comboio.

Ao abrigo deste protocolo, os escuteiros do CNE têm acesso a um conjunto de condições que favorizam e estimulam o uso do comboio. De: Secretário Nacional para a Gestão Para: Agrupamentos, Juntas de Núcleo e Juntas Regionais Circular: 15-01-054, de 9 de junho Assunto: Protocolo CNE-CP Comboios de Portugal Caros Dirigentes As melhores

Leia mais

PROPOSTA DE PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O CONSELHO DISTRITAL DE LISBOA DA ORDEM DOS ADVOGADOS O MINISTÉRIO DA JUSTIÇA

PROPOSTA DE PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O CONSELHO DISTRITAL DE LISBOA DA ORDEM DOS ADVOGADOS O MINISTÉRIO DA JUSTIÇA PROPOSTA DE PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O CONSELHO DISTRITAL DE LISBOA DA ORDEM DOS ADVOGADOS E O MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Considerando que, A Constituição da República Portuguesa, inspirada no artigo

Leia mais

PROPOSTA DE PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O CONSELHO DISTRITAL DE LISBOA DA ORDEM DOS ADVOGADOS O MINISTÉRIO DA JUSTIÇA

PROPOSTA DE PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O CONSELHO DISTRITAL DE LISBOA DA ORDEM DOS ADVOGADOS O MINISTÉRIO DA JUSTIÇA PROPOSTA DE PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O CONSELHO DISTRITAL DE LISBOA DA ORDEM DOS ADVOGADOS E O MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Considerando que, A Constituição da República Portuguesa, inspirada no artigo

Leia mais

Minuta de Contrato de Adesão ao Serviço de. Interruptibilidade. (ao abrigo da Portaria n.º 1309/2010)

Minuta de Contrato de Adesão ao Serviço de. Interruptibilidade. (ao abrigo da Portaria n.º 1309/2010) Minuta de Contrato de Adesão ao Serviço de Interruptibilidade (ao abrigo da Portaria n.º 1309/2010) Página 1 de 9 Condições Específicas do Contrato Entre A entidade identificada no Anexo e REN - Rede Eléctrica

Leia mais

MODELO DE PROTOCOLO. Entre a Quercus e o Município

MODELO DE PROTOCOLO. Entre a Quercus e o Município MODELO DE PROTOCOLO Entre a Quercus e o Município Entre a Quercus e o Município ENTRE QUERCUS ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE CONSERVAÇÃO DA NATUREZA pessoa colectiva nº 501736492, com sede no Centro Associativo

Leia mais

Comunicado. Lisboa, 11 Março 2008 A ZON MULTIMÉDIA Serviços de Telecomunicações e Multimédia, SGPS, S.A. ( ZON ou Sociedade ) informa o mercado:

Comunicado. Lisboa, 11 Março 2008 A ZON MULTIMÉDIA Serviços de Telecomunicações e Multimédia, SGPS, S.A. ( ZON ou Sociedade ) informa o mercado: ZON Multimédia Serviços de Telecomunicações e Multimédia, SGPS, S.A. Sociedade Aberta Sede: Av. 5 de Outubro, n.º 208, Lisboa Capital Social: 3.090.968,28 Euros Número de Matrícula na Conservatória do

Leia mais

Protocolo de Colaboração

Protocolo de Colaboração Protocolo de Colaboração Entre os Centros de Formação de Associação de Escolas do distrito de Coimbra e a Universidade de Coimbra Os Centros de Formação de Associação de Escolas do distrito de Coimbra,

Leia mais

para a gestão de um sistema integrado de resíduos de embalagens, válida até 31

para a gestão de um sistema integrado de resíduos de embalagens, válida até 31 CONTRATO DE UTILIZAÇÃO DA MARCA NOVO VERDE Entre: NOVO VERDE - SOCIEDADE GESTORA DE RESÍDUOS DE EMBALAGENS, S.A., sociedade comercial anónima, com sede no Centro Empresarial Ribeira da Penha Longa, Rua

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE A FUNDAÇÃO PARA A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA, IP RELATIVO AO TRUSTED CERTIFICATE SERVICE NA FCT

PROTOCOLO ENTRE A FUNDAÇÃO PARA A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA, IP RELATIVO AO TRUSTED CERTIFICATE SERVICE NA FCT PROTOCOLO ENTRE A FUNDAÇÃO PARA A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA, IP E RELATIVO AO TRUSTED CERTIFICATE SERVICE NA FCT Considerando que a Fundação para a Ciência e a Tecnologia, IP, celebrou com a GÉANT Association

Leia mais

MINUTA DO CONTRATO-PROGRAMA A QUE SE REFERE A PROPOSTA N.º 458/2010

MINUTA DO CONTRATO-PROGRAMA A QUE SE REFERE A PROPOSTA N.º 458/2010 MINUTA DO CONTRATO-PROGRAMA A QUE SE REFERE A PROPOSTA N.º 458/2010 CONSIDERANDO QUE: I. A gestão da empresa GEBALIS Gestão dos Bairros Municipais de Lisboa, E.E.M. deve articular-se com os objectivos

Leia mais

Sindicato Nacional dos Professores Licenciados pelos Politécnicos e Universidades P R O T O CO L O

Sindicato Nacional dos Professores Licenciados pelos Politécnicos e Universidades P R O T O CO L O P R O T O CO L O Primeira Outorgante Zurich Companhia de Seguros, S.A., com sede na Rua Barata Salgueiro, 41, 1269-058 em Lisboa, Pessoa Colectiva nº 500 528 586, matriculada na Conservatória do Registo

Leia mais

Anexo I Contrato-Tipo de Participação no BPnet. CONTRATO DE PARTICIPAÇÃO NO BPnet

Anexo I Contrato-Tipo de Participação no BPnet. CONTRATO DE PARTICIPAÇÃO NO BPnet Anexo à Instrução nº 30/2002 Anexo I Contrato-Tipo de Participação no BPnet CONTRATO DE PARTICIPAÇÃO NO BPnet No âmbito do BPnet é estabelecido entre o BANCO DE PORTUGAL, pessoa colectiva de direito público

Leia mais

MODELO DE PROTOCOLO. Entre a Quercus e Empresa Intermunicipal de Recolha Selectiva de Resíduos

MODELO DE PROTOCOLO. Entre a Quercus e Empresa Intermunicipal de Recolha Selectiva de Resíduos MODELO DE PROTOCOLO Entre a Quercus e Empresa Intermunicipal de Recolha Selectiva de Resíduos ENTRE QUERCUS ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE CONSERVAÇÃO DA NATUREZA pessoa colectiva nº 501736492, com sede no Centro

Leia mais

PROTOCOLO ENTIDADE ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DO PORTO MGEN MUTUELLE DES PROFESSIONNELS DE L ÉDUCATION

PROTOCOLO ENTIDADE ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DO PORTO MGEN MUTUELLE DES PROFESSIONNELS DE L ÉDUCATION PROTOCOLO ENTIDADE ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DO PORTO E MGEN MUTUELLE DES PROFESSIONNELS DE L ÉDUCATION Lisboa, 1 de Julho de 2016 DISPOSIÇÕES GERAIS DO PROTOCOLO ENTRE, Associação Comercial do Porto, com sede

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E A FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREGUESIA DE SÃO PEDRO DO CONCELHO DE MANTEIGAS

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E A FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREGUESIA DE SÃO PEDRO DO CONCELHO DE MANTEIGAS PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E A FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREGUESIA DE SÃO PEDRO DO CONCELHO DE MANTEIGAS Considerando que: a) nos termos do disposto no artigo 23º da Lei

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A CÂMARA MUNICIPAL DE ODIVELAS E O CENTRO HOSPITALAR LISBOA NORTE, EPE

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A CÂMARA MUNICIPAL DE ODIVELAS E O CENTRO HOSPITALAR LISBOA NORTE, EPE PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A CÂMARA MUNICIPAL DE ODIVELAS E O CENTRO HOSPITALAR LISBOA NORTE, EPE ENTRE: O MUNICÍPIO DE ODIVELAS, com sede na Rua Guilherme Gomes Fernandes, Paços do Concelho Quinta

Leia mais

ASSUNTO: ARRENDAMENTO FRAÇÃO NA RUA RODRIGUES SAMPAIO

ASSUNTO: ARRENDAMENTO FRAÇÃO NA RUA RODRIGUES SAMPAIO CIRCULAR Nº 110/2012 (SA) RF/MS/RC Lisboa, 15 de Novembro de 2012 ASSUNTO: ARRENDAMENTO FRAÇÃO NA RUA RODRIGUES SAMPAIO Caro Associado, Como é do V/ conhecimento a APAVT é proprietária de uma fração sita

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO MUNICIPIO DE MANTEIGAS E NERGA NÚCLEO EMPRESARIAL DA REGIÃO DA GUARDA ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO MUNICIPIO DE MANTEIGAS E NERGA NÚCLEO EMPRESARIAL DA REGIÃO DA GUARDA ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO MUNICIPIO DE MANTEIGAS E NERGA NÚCLEO EMPRESARIAL DA REGIÃO DA GUARDA ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL Considerando: Que o NERGA é uma Pessoa Coletiva de Utilidade Pública que, tem como objetivo

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO E COOPERAÇÃO

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO E COOPERAÇÃO PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO E COOPERAÇÃO Considerando que a ESCOLA PROFISSIONAL DE HOTELARIA E TURISMO DA MADEIRA EPHTM tem como objectivo dar resposta à necessidade de qualificar recursos humanos para o

Leia mais

PRIMEIRA (OBRIGAÇÕES DA PRIMEIRA OUTORGANTE)

PRIMEIRA (OBRIGAÇÕES DA PRIMEIRA OUTORGANTE) PROTOCOLO BANIF BANCO INTERNACIONAL DO FUNCHAL E A SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA, ATRAVÉS DA ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DONA LUCINDA ANDRADE Entre: Escola Básica e Secundária Dona Lucinda de

Leia mais

AG~NCIA PARA A ENERGIA

AG~NCIA PARA A ENERGIA AG~NCIA PARA A ENERGIA PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO NO DOMíNIO DA FORMAÇÃO EM EFICIÊNCIA ENERGÉTICA ENTRE A ADENE - AGÊNCIA PARA A ENERGIA EO INA - INSTITUTO NACIONAL DA ADMINISTRAÇÃO, I.P. Mod.53(01)/07 2/6

Leia mais

CLÍNICA DE PSICOTERAPIA PÓS-CLÁSSICA

CLÍNICA DE PSICOTERAPIA PÓS-CLÁSSICA PROTOCOLO Entre: 1º. CLÍNICA DE PSICOTERAPIA PÓS-CLÁSSICA, com sede na Avenida Sá da Bandeira, nº 114, 2º andar, 3000-350 Coimbra, neste acto representada pelo Sr. Dr. Pedro Alves, na qualidade de Director

Leia mais

Iii lllhlflhhiii fl~ III

Iii lllhlflhhiii fl~ III Iii lllhlflhhiii fl~ III 1917-6772-Inforn~ Porto, 16 de Novembro de 2005 PROTOCOLO DE TRANSFERËNCIA ENTRE CASA DA MÚSICA / PORTO 2001, SA. - em liquidação E CÂMARA MUNICIPAL DO PORTO Pág. 1/7 SUBSCRITORES:

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE O MUNICIPIO DE SETÚBAL, A ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SETÚBAL, E A ASSOCIAÇÃO PATRIAE-NUCLEO PARA O DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL Considerando

Leia mais

Martifer SGPS, SA REGULAMENTO DA COMISSÃO DE ÉTICA E CONDUTA DA MARTIFER SGPS/GRUPO MARTIFER

Martifer SGPS, SA REGULAMENTO DA COMISSÃO DE ÉTICA E CONDUTA DA MARTIFER SGPS/GRUPO MARTIFER 2008 Martifer SGPS, SA REGULAMENTO DA COMISSÃO DE ÉTICA E CONDUTA DA MARTIFER SGPS/GRUPO MARTIFER REGULAMENTO DA COMISSÃO DE ÉTICA E CONDUTA Martifer SGPS, S.A., sociedade aberta ARTIGO 1º (Composição)

Leia mais

ACORDO. a) A APAVT é uma Associação representativa dos interesses de 557 agências de viagens e turismo com sede em Portugal;

ACORDO. a) A APAVT é uma Associação representativa dos interesses de 557 agências de viagens e turismo com sede em Portugal; ACORDO Entre TAP - AIR PORTUGAL, S.A., com sede no Aeroporto de Lisboa, Edifício 25, em Lisboa, doravante designada apenas por TAP, aqui representada pelo seu Vice Presidente Executivo para o Transporte

Leia mais

PROPOSTA DE PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E O CENTRO DE CULTURA PEDRO ÁLVARES CABRAL

PROPOSTA DE PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E O CENTRO DE CULTURA PEDRO ÁLVARES CABRAL PROPOSTA DE PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E O CENTRO DE CULTURA PEDRO ÁLVARES CABRAL Considerando que: a) nos termos da Lei 75/2013 de 12 de Setembro que estabeleceu o regime

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE A POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA E A SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA

PROTOCOLO ENTRE A POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA E A SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROTOCOLO ENTRE A POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA E A SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA 1. Preâmbulo Face ao actual modelo de profissionalização e aos imperativos de modernização organizacional, técnica

Leia mais

CONTRATO DE TRABALHO A TERMO CERTO

CONTRATO DE TRABALHO A TERMO CERTO ENTRE: CONTRATO DE TRABALHO A TERMO CERTO Ida e Volta Portugal, Lda., com sede em Rua do Forte, pessoa colectiva número XXX, matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa sob o mesmo número,

Leia mais

MODELO DE PROTOCOLO. Entre a Quercus e a IPSS

MODELO DE PROTOCOLO. Entre a Quercus e a IPSS MODELO DE PROTOCOLO ENTRE QUERCUS ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE CONSERVAÇÃO DA NATUREZA pessoa colectiva nº 501736492, com sede no Centro Associativo do Calhau, Bairro do Calhau, 1500-045 Lisboa, neste acto representada

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE A UNEY UNIÃO DE ESCOLAS DE YOGA, LDA E A. EUROPACOLON PORTUGAL Associação de Luta contra o Cancro do Intestino

PROTOCOLO ENTRE A UNEY UNIÃO DE ESCOLAS DE YOGA, LDA E A. EUROPACOLON PORTUGAL Associação de Luta contra o Cancro do Intestino PROTOCOLO ENTRE A UNEY UNIÃO DE ESCOLAS DE YOGA, LDA E A EUROPACOLON PORTUGAL Associação de Luta contra o Cancro do Intestino 1.Preâmbulo A celebração do presente protocolo tem como objectivo assegurar

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A ALI - ASSOCIAÇÃO DE APOIO DOMICILlÁRIO DE LARES E CASAS DE REPOUSO DE IDOSOS

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A ALI - ASSOCIAÇÃO DE APOIO DOMICILlÁRIO DE LARES E CASAS DE REPOUSO DE IDOSOS PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A ALI - ASSOCIAÇÃO DE APOIO DOMICILlÁRIO DE LARES E CASAS DE REPOUSO DE IDOSOS 1. Preâmbulo A celebração do presente protocolo tem como objectivo assegurar aos militares

Leia mais

Lei nº 19/2011, de 20 de Maio

Lei nº 19/2011, de 20 de Maio Lei nº 19/2011, de 20 de Maio Primeira alteração ao Decreto-Lei nº 27-C/2000, de 10 de Março, que cria o sistema de acesso aos serviços mínimos bancários A Assembleia da República decreta, nos termos da

Leia mais

PROTOCOLO DE ESTÁGIO DE VERÃO

PROTOCOLO DE ESTÁGIO DE VERÃO PROTOCOLO DE ESTÁGIO DE VERÃO Entre: *** com sede na..., pessoa colectiva nº..., matriculada na Conservatória do Registo Comercial de... sob o nº..., com o capital social de Euros..., de ora em diante

Leia mais

Regulamento do Passatempo. Postal de Natal 2016

Regulamento do Passatempo. Postal de Natal 2016 Regulamento do Passatempo Postal de Natal 2016 1. Entidade Promotora 1.1 A Aliança Francesa de Lisboa, com sede na Av. 5 de Outubro, 124 Galeria 1050-061 Lisboa, com o número único de pessoa colectiva

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA O OBSERVATÓRIO DO TRÁFICO DE SERES HUMANOS

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA O OBSERVATÓRIO DO TRÁFICO DE SERES HUMANOS PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA E O OBSERVATÓRIO DO TRÁFICO DE SERES HUMANOS Considerando as atribuições e competências legais da Procuradoria-Geral da República que visam,

Leia mais

CESSÃO DE POSIÇÃO CONTRATUAL

CESSÃO DE POSIÇÃO CONTRATUAL CESSÃO DE POSIÇÃO CONTRATUAL Entre: [, S.A.], sociedade com sede na Rua [...], freguesia de [...], concelho de [...], com o número único de matrícula na Conservatória do Registo Comercial de [...] e de

Leia mais

CONTRATO DE TRABALHO A TERMO CERTO

CONTRATO DE TRABALHO A TERMO CERTO ENTRE: CONTRATO DE TRABALHO A TERMO CERTO Ida e Volta Portugal, Lda., com sede em Rua do Forte, pessoa colectiva número XXX, matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa sob o mesmo número,

Leia mais

Regulamento Interno de Funcionamento do Gabinete de Estágios e Saídas Profissionais

Regulamento Interno de Funcionamento do Gabinete de Estágios e Saídas Profissionais Regulamento Interno de Funcionamento do Gabinete de Estágios e Saídas Profissionais ESCS 2015 Índice Preâmbulo... 2 Disposições Gerais.. 2 Artigo 1º - Objecto e âmbito de aplicação...2 II Modelo Organizacional...3

Leia mais

ACORDO DE COOPERAÇÃO

ACORDO DE COOPERAÇÃO ACORDO DE COOPERAÇÃO Entre ASSOCIAÇÃO DOS ANTIGOS ALUNOS DO COLÉGIO MILITAR, Pessoa Colectiva de Utilidade Pública com o NIF 500730849, com sede no Quartel da Formação, Largo da Luz, em Lisboa, representada

Leia mais

Regulamento da Biblioteca Escolar nos CTT. CTT Correios de Portugal, S.A. Sociedade Aberta

Regulamento da Biblioteca Escolar nos CTT. CTT Correios de Portugal, S.A. Sociedade Aberta Regulamento da Biblioteca Escolar nos CTT I. Objetivo 1. A Biblioteca Escolar nos CTT é um projeto desenvolvido pela: CTT Correios de Portugal, S.A. Sociedade Aberta Av. D. João II lote 1.12.03, 1999-001

Leia mais

DEFES A NACIONAL MADE 1 RA PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE O MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL E O INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS

DEFES A NACIONAL MADE 1 RA PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE O MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL E O INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS DEFES A NACIONAL MADE 1 RA PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE O MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL E O INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS Entre: O Ministério da Defesa Nacional através da Direção-Geral

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA A INSPEÇÃO-GERAL DA AGRICULTURA, DO MAR, DO AMBIENTE E DO ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA A INSPEÇÃO-GERAL DA AGRICULTURA, DO MAR, DO AMBIENTE E DO ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA E A INSPEÇÃO-GERAL DA AGRICULTURA, DO MAR, DO AMBIENTE E DO ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO As atribuições legalmente cometidas ao Ministério Público

Leia mais

Regulamento Interno de Funcionamento do Gabinete de Estágios e Saídas Profissionais

Regulamento Interno de Funcionamento do Gabinete de Estágios e Saídas Profissionais Regulamento Interno de Funcionamento do Gabinete de Estágios e Saídas Profissionais ESCS 2015 Índice Preâmbulo... 2 Disposições Gerais.. 2 Artigo 1º - Objecto e âmbito de aplicação...2 II Modelo Organizacional...3

Leia mais

Protocolo de Cooperação. entre COMITÉ OLÍMPICO DE PORTUGAL INSTITUTO CIVIL DA AUTODISCIPLINA DA COMUNICAÇÃO COMERCIAL

Protocolo de Cooperação. entre COMITÉ OLÍMPICO DE PORTUGAL INSTITUTO CIVIL DA AUTODISCIPLINA DA COMUNICAÇÃO COMERCIAL Protocolo de Cooperação entre COMITÉ OLÍMPICO DE PORTUGAL e INSTITUTO CIVIL DA AUTODISCIPLINA DA COMUNICAÇÃO COMERCIAL ENTRE: Comité Olímpico de Portugal, instituição de utilidade pública, com personalidade

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Entre: Ordem dos Arquitectos, pessoa colectiva número 500 802 025, com sede na Travessa do Carvalho, 21-25, 1249-003 Lisboa, neste acto representada pelo Exmo. Sr. Arquitecto

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS. Creche

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS. Creche Entre CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Creche PRIMEIRO OUTORGANTE: Centro Social Rocha Barros, Instituição Particular de Solidariedade Social, pessoa colectiva n.º 501182560 com sede em Góis, devidamente

Leia mais

AJUSTE DIRECTO/2014/18

AJUSTE DIRECTO/2014/18 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E ALUGUER DE PALCOS, CAMARINS E OUTROS EQUIPAMENTOS PARA INICIATIVA "CAIS DE FADO" A INSTALAR NA SERRA DO PILAR E MARGINAL DE GAIA AJUSTE DIRECTO/2014/18 CONTRAENTES:

Leia mais

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE PONTE DE LIMA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DA RESPOSTA SOCIAL CRECHE

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE PONTE DE LIMA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DA RESPOSTA SOCIAL CRECHE SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE PONTE DE LIMA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DA RESPOSTA SOCIAL CRECHE Entre: Santa Casa da Misericórdia de Ponte de Lima, entidade com regime de Instituição Particular

Leia mais

diversificadas, proporcionando aos seus associados diversas vantagens e

diversificadas, proporcionando aos seus associados diversas vantagens e PROTOCOLO ENTRE: PRIMEIROOUTORGANTE- Dermo Relief Unipessoal, Lda., pessoa coletiva n." 513 407 774, com sede na Rua Francisco, Gentil, 20 B. Telheiras, 1600-626 Lisboa, matriculada na Conservatória do

Leia mais

ACORDO. a) A APAVT é uma Associação representativa dos interesses de 557 agências de viagens e turismo com sede em Portugal;

ACORDO. a) A APAVT é uma Associação representativa dos interesses de 557 agências de viagens e turismo com sede em Portugal; ACORDO Entre VARIG S/A-VIAÇÃO AÉREA RIOGRANDENSE com sede na Praça Marques de Pombal, nº1-7ª andar em Lisboa, doravante designada apenas por VARIG, aqui representada pelo seu director geral, Sr Mario Bruni

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO DE GESTÃO ACESSO E PERMANÊNCIA DA ACTIVIDADE DE INSPECÇÃO TÉCNICA A VEÍCULOS

MINUTA DE CONTRATO DE GESTÃO ACESSO E PERMANÊNCIA DA ACTIVIDADE DE INSPECÇÃO TÉCNICA A VEÍCULOS MINUTA DE CONTRATO DE GESTÃO ACESSO E PERMANÊNCIA DA ACTIVIDADE DE INSPECÇÃO TÉCNICA A VEÍCULOS O primeiro outorgante, o Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres, I.P., doravante designado

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO Entre, ENTRAJUDA Associação para o apoio a Instituições de Solidariedade Social, uma associação de direito privado, pessoa colectiva n.º 506 904 083, com sede em Lisboa, na Av.

Leia mais

MODELO DE PROTOCOLO. Entre a Quercus e Empresa de Recolha de Óleos Alimentares Usados

MODELO DE PROTOCOLO. Entre a Quercus e Empresa de Recolha de Óleos Alimentares Usados MODELO DE PROTOCOLO Entre a Quercus e Empresa de Recolha de Óleos Alimentares Usados ENTRE QUERCUS ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE CONSERVAÇÃO DA NATUREZA pessoa colectiva nº 501736492, com sede no Centro Associativo

Leia mais

PROPOSTA DE PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO

PROPOSTA DE PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO PROPOSTA DE PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO Entre Escola de Direito da Fundação Getulio Vargas, sito na [ ], adiante abreviadamente FGV, representada pelo Presidente do seu Conselho Directivo, Dr. [ ] e o Conselho

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE MATERIAL FONOGRÁFICO Versão Setembro CEP: , Bela Vista, São Paulo/SP, CNPJ:

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE MATERIAL FONOGRÁFICO Versão Setembro CEP: , Bela Vista, São Paulo/SP, CNPJ: CONTRATO DE FORNECIMENTO DE MATERIAL FONOGRÁFICO Versão 4.1.0 Setembro 2013 I. JACARANDÁ ÁUDIO, com sede na Rua Martiniano de Carvalho, 484, CEP: 01321 000, Bela Vista, São Paulo/SP, CNPJ: 10.293.788/0001

Leia mais

e ha bitação

e ha bitação PROTOCOLO DE EMPRESAS Entre: Sindicato dos Magistrados do Ministério Público, de ora em diante designada como SMMP, pessoa colectiva no 501 132 767, com sede na Rua Tomás Ribeiro 89-30 * 1050-227 Lisboa,

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO. Câmara Municipal de Setúbal. Câmara Municipal de Grândola. Entidade Regional de Turismo Lisboa e Vale do Tejo

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO. Câmara Municipal de Setúbal. Câmara Municipal de Grândola. Entidade Regional de Turismo Lisboa e Vale do Tejo PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO Câmara Municipal de Setúbal Câmara Municipal de Grândola Entidade Regional de Turismo Lisboa e Vale do Tejo Entidade Regional de Turismo do Alentejo Litoral No âmbito do crescimento

Leia mais

Regulamento do Passatempo DIA DOS NAMORADOS 2016

Regulamento do Passatempo DIA DOS NAMORADOS 2016 Regulamento do Passatempo DIA DOS NAMORADOS 2016 1. Entidade Promotora 1.1 A Aliança Francesa de Lisboa, com sede na Av. Luís Bivar 91 2º, 1069-141 Lisboa, com o número único de pessoa colectiva e de matrícula

Leia mais

(ERC/API/SJ) C. À ERC cumpre também, nos termos do artigo 9.º dos seus Estatutos, promover a coregulação em colaboração estreita com os regulados;

(ERC/API/SJ) C. À ERC cumpre também, nos termos do artigo 9.º dos seus Estatutos, promover a coregulação em colaboração estreita com os regulados; ACORDO DE CO-REGULAÇÃO EM MATÉRIA DE CLASSIFICAÇÃO DE PUBLICAÇÕES PERIÓDICAS (ERC/API/SJ) Considerando que: A. A classificação das publicações periódicas é, nos termos dos artigos 9.º a 14.º da Lei de

Leia mais

[ ], [estado civil], residente na [ ], contribuinte fiscal n.º [ ], portadora do cartão de cidadão

[ ], [estado civil], residente na [ ], contribuinte fiscal n.º [ ], portadora do cartão de cidadão CONTRATO DE ARRENDAMENTO COMERCIAL [ ], [estado civil], residente na [ ], contribuinte fiscal n.º [ ], portador do cartão de cidadão n.º [ ], válido até [ ], contrata na qualidade de locador, doravante

Leia mais

CONTRATO EMPREGO-INSERÇÃO

CONTRATO EMPREGO-INSERÇÃO CONTRATO EMPREGO-INSERÇÃO Celebrado no âmbito da Medida Contrato Emprego-Inserção Desempregados Beneficiários das Prestações de Desemprego Entre (Denominação, forma jurídica e actividade da entidade),

Leia mais

PROTOCOLO DE PARCERIA

PROTOCOLO DE PARCERIA PROTOCOLO DE PARCERIA ENTRE: Anjos da Noite, Lda, com sede Rua D. Luís de Noronha, nº 4; 6º andar, com o nº de contribuinte 501547827 designado por Anjos da Noite e Jerónimo Martins, SGPS, SA, com sede

Leia mais

Acordo de Confidencialidade

Acordo de Confidencialidade Acordo de Confidencialidade Fevereiro de 2016 Entre, inovafuture, com sede em Departamento de Ciências dos Materiais da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, 2829-516 Caparica,

Leia mais

Protocolo Comercial - Hospital Veterinário VetOeiras

Protocolo Comercial - Hospital Veterinário VetOeiras Protocolo Comercial - Hospital Veterinário VetOeiras Primeira Contraente: VetOeiras, Serviços Veterinários, Lda. com sede na Estrada de Oeiras, 18 e 20-2780-114 Oeiras, com capital social de Eur 20.000

Leia mais

É celebrado o presente protocolo, em consonância com as seguintes cláusulas: CLÁUSULA PRIMEIRA

É celebrado o presente protocolo, em consonância com as seguintes cláusulas: CLÁUSULA PRIMEIRA Minuta PROTOCOLO GESTÃO E EXPLORAÇÃO DO APROVEITAMENTO HIDROELÉTRICO DA CALHETA ADUÇÃO À LEVADA CALHETA-PONTA DO SOL (H3A) E NA LEVADA CALHETA- PONTA DO PARGO (H4A) Entre: ---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Atributos da Proposta Gás Natural

Atributos da Proposta Gás Natural Atributos da Proposta Gás Natural António José da Silva Coutinho, portador do cartão de cidadão nº. 08419828, com domicílio profissional na Rua Castilho, 165, 4º, 1070-050 Lisboa, na qualidade de representante

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE O MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL E A UNIVERSIDADE PORTUCALENSE INFANTE D. HENRIQUE

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE O MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL E A UNIVERSIDADE PORTUCALENSE INFANTE D. HENRIQUE -------- DEFESA NACI NAL l ; ;-.i1\' l ~ l lsi01\d I :. POR'l'l ' Cr\ 1.l : NS t ~ PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE O MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL E A UNIVERSIDADE PORTUCALENSE INFANTE D. HENRIQUE Entre:

Leia mais

REGULAMENTO DO PASSATEMPO. Oferta de Natal loja Online CTT

REGULAMENTO DO PASSATEMPO. Oferta de Natal loja Online CTT REGULAMENTO DO PASSATEMPO Oferta de Natal loja Online CTT 1. PROMOTOR DO PASSATEMPO Os presentes termos e condições regulam o Passatempo "Oferta de Natal Loja Online CTT promovido e organizado pela CTT

Leia mais

CONTRATO DE PARCERIA

CONTRATO DE PARCERIA CONTRATO DE PARCERIA ENTRE: 12) Clube de Campismo do Porto", Pessoa Colectiva número 500 065 373, com sede na Rua D. Manuel 11,n.? 30 Porto, neste acta representado pelo Sr. Presidente, Sr. Carlos América

Leia mais

DERMO TELHEIRAS PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO

DERMO TELHEIRAS PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO Entre: PRIMEIRO OUTORGANTE Dermo Relief Unipessoal, Lda., representante da Relief Portugal com sede na R. Professor Francisco Gentil, nº 20 B, 1600-626 Telheiras, Lisboa, com o

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor - DECO, pessoa coletiva sem fins lucrativos, de utilidade pública, com sede na Rua da Artilharia Um, n.º 79 4º, 1269-160

Leia mais

Programa INOV Contacto - Estágios Internacionais Edição

Programa INOV Contacto - Estágios Internacionais Edição 1 Programa INOV Contacto - Estágios Internacionais Edição 2017-2018 Protocolo de Estágio entre Agência para o Investimento e Comércio Externo, E.P.E. (AICEP) e (nome da entidade) Entre: Agência para o

Leia mais

^ GOVERNO DE ^ PORTUGAL

^ GOVERNO DE ^ PORTUGAL ^ GOVERNO DE ^ ^Z?g??^ «educação PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO INSTITUCIONAL ENTRE A DIREÇÃO-GERAL DA EDUCAÇÃO, DO E CIÊNCIA E A DIREÇÃO-GERAL DO, DO Considerando que: O Ministério da Educação e Ciência, no

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES DE UTILIZAÇÃO DO WEBSITE SANTA CASA CHALLENGE CONCURSO DE INOVAÇÃO SOCIAL DIGITAL

TERMOS E CONDIÇÕES DE UTILIZAÇÃO DO WEBSITE SANTA CASA CHALLENGE CONCURSO DE INOVAÇÃO SOCIAL DIGITAL TERMOS E CONDIÇÕES DE UTILIZAÇÃO DO WEBSITE SANTA CASA CHALLENGE CONCURSO DE INOVAÇÃO SOCIAL DIGITAL 1. DEFINIÇÕES 1.1. Para efeitos dos presentes termos e condições entende-se por: i) Santa Casa Challenge

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor - DECO, pessoa coletiva sem fins lucrativos, de utilidade pública, com sede na Rua da Artilharia Um, n.º 79 4º, 1269-160

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES DE UTILIZAÇÃO DO WEBSITE DO PROGRAMA PAES ACELERAÇÃO

TERMOS E CONDIÇÕES DE UTILIZAÇÃO DO WEBSITE DO PROGRAMA PAES ACELERAÇÃO TERMOS E CONDIÇÕES DE UTILIZAÇÃO DO WEBSITE DO PROGRAMA PAES ACELERAÇÃO 1. DEFINIÇÕES 1.1. Para efeitos dos presentes termos e condições entende-se por: i) PAES Aceleração : Programa de aceleração que

Leia mais

Minuta CONTRATO PROMESSA COMPRA E VENDA

Minuta CONTRATO PROMESSA COMPRA E VENDA Entre: ANEXO II DO PROCEDIMENTO 02/IPP/2017 Minuta CONTRATO PROMESSA COMPRA E VENDA PRIMEIRA Infraestruturas de Portugal, S.A., matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa sob o número

Leia mais

Ficha de Protocolo. Serviços/Produtos: Prestação de Serviços de Psicologia, Terapia da Fala, Reabilitação Psicomotora e Apoio Pedagógico

Ficha de Protocolo. Serviços/Produtos: Prestação de Serviços de Psicologia, Terapia da Fala, Reabilitação Psicomotora e Apoio Pedagógico Ficha de Protocolo Resumo do Protocolo Entidade: APOIOXXI Centro de Apoio Psicopedagogico, Lda Local: Vila Nova de Gaia Serviços/Produtos: Prestação de Serviços de Psicologia, Terapia da Fala, Reabilitação

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE GRUPO STS E ASSOCIAÇÃO DE ESPECIALISTAS DA FORÇA AÉREA

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE GRUPO STS E ASSOCIAÇÃO DE ESPECIALISTAS DA FORÇA AÉREA PROTOCOLO D COOPRAÇÃO NTR ASSOCIAÇÃO D SPCIALISTAS DA FORÇA AÉRA ntre ASSOCIAÇÃO D SPCIALISTAS DA FORÇA AÉRA, registado sob o número de identificação fiscal e de pessoa coletiva 500931496, com sede na

Leia mais

Termos e Condições. Bem-vindo ao site de Internet da Telemedia - Promoção 20% - que disponibiliza descontos em equipamentos de televisão Samsung.

Termos e Condições. Bem-vindo ao site de Internet da Telemedia - Promoção 20% - que disponibiliza descontos em equipamentos de televisão Samsung. Termos e Condições Bem-vindo ao site de Internet da Telemedia - Promoção 20% - que disponibiliza descontos em equipamentos de televisão Samsung. 1. Condições Gerais 1.1 A utilização do site: http://www.campanha.telemediaportugal.com,

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A PRECISION - Oficina Automóvel. 1. Preâmbulo

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A PRECISION - Oficina Automóvel. 1. Preâmbulo " PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A PRECISION - Oficina Automóvel. 1. Preâmbulo A celebração do presente protocolo tem como objectivo assegurar aos militares e aos trabalhadores do mapa de pessoal

Leia mais

REGULAMENTO Depósito de Documentos no Repositório Científico. Elaborado por: Aprovado por: Versão Reitor Gabinete Apoio à Reitoria 1.

REGULAMENTO Depósito de Documentos no Repositório Científico. Elaborado por: Aprovado por: Versão Reitor Gabinete Apoio à Reitoria 1. REGULAMENTO Depósito de Documentos no Repositório Científico Elaborado por: Aprovado por: Versão Reitor 1.1 Revisto e confirmado por: Data de Aprovação Inicial 26 de Março de 2012 Data de aplicação da

Leia mais

S.A.M.S. REGULAMENTO DE GESTÃO DOS SAMS

S.A.M.S. REGULAMENTO DE GESTÃO DOS SAMS S.A.M.S. REGULAMENTO DE GESTÃO DOS SAMS (Regulamento aprovado em 11.11.2003 nos Conselhos Gerais dos Sindicatos dos Bancários do Centro, do Norte e do Sul e Ilhas) Redacção Final aprovada em 5.12.03, pela

Leia mais

CONVÊNIO QUE ENTRE SI FIRMAM O CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DO CEARÁ E O COLÉGIO ESPAÇO ABERTO.

CONVÊNIO QUE ENTRE SI FIRMAM O CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DO CEARÁ E O COLÉGIO ESPAÇO ABERTO. CONVÊNIO QUE ENTRE SI FIRMAM O CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DO CEARÁ E O COLÉGIO ESPAÇO ABERTO. O CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DO CEARÁ- CRC-CE, inscrito no CNPJ sob nº

Leia mais

CONTRATO PAD Produção de Actividades Desportivas, SA Primeira Contratante Município de Felgueiras, Segunda Contratante Considerando que:

CONTRATO PAD Produção de Actividades Desportivas, SA Primeira Contratante Município de Felgueiras, Segunda Contratante Considerando que: CONTRATO Entre: PAD Produção de Actividades Desportivas, SA., com sede em Torres Vedras e escritórios centrais na Rua Fernão Mendes Pinto nº 42, 1400-146 Lisboa, com o n.º de contribuinte 504197088, matriculada

Leia mais

l.l.ílsj DE ADMINISTRAÇÃO, I.P.

l.l.ílsj DE ADMINISTRAÇÃO, I.P. r» - INSTITUTO NACIONAL l.l.ílsj DE ADMINISTRAÇÃO, I.P. PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE O INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS SOCIAIS E POLÍTICAS EO INSTITUTO NACIONAL DE ADMINISTRAÇÃO Considerando que o Instituto

Leia mais

ANEXO II MODELO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE RECOLHA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS E LIMPEZA URBANA PELA EGEO TECNOLOGIA E AMBIENTE, S.A.

ANEXO II MODELO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE RECOLHA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS E LIMPEZA URBANA PELA EGEO TECNOLOGIA E AMBIENTE, S.A. REGULAMENTO TARIFÁRIO E DE EXPLORAÇÃO DA CONCESSÃO DOS SERVIÇOS DE LIMPEZA URBANA E RECOLHA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS NA ÁREA DE JURISDIÇÃO DA APL -ADMINISTRAÇÃO DO PORTO DE LISBOA, S.A. ANEXO II MODELO

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A CARHOST. 1. Preâmbulo

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A CARHOST. 1. Preâmbulo / CARHOSl A sua Oficina de Confiança PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A CARHOST 1. Preâmbulo A celebração do presente protocolo tem como objectivo assegurar aos militares e aos trabalhadores do mapa

Leia mais

CONTRATO CESSÃO DE EXPLORAÇÃO

CONTRATO CESSÃO DE EXPLORAÇÃO CONTRATO CESSÃO DE EXPLORAÇÃO Primeiro Outorgante,.. com sede em.., N.º.., xxxx-xxx, com o NIF/NIPC xxx xxx xxx. Segundo Outorgante, JRG - Hotelaria, Lda, contribuinte n.º 506560821, com sede no Edifício

Leia mais

POLÍTICA DE PRIVACIDADE DA EADUCATIVA. Plataforma Learning Management Center

POLÍTICA DE PRIVACIDADE DA EADUCATIVA. Plataforma Learning Management Center POLÍTICA DE PRIVACIDADE DA EADUCATIVA Plataforma Learning Management Center Nós da EaDucativa (EaDucativa Educação e Tecnologia Ltda ME), respeitamos a sua privacidade. Se você nos envia alguma informação

Leia mais

Financiado pela AAC - Agência de Aviação Civil

Financiado pela AAC - Agência de Aviação Civil Concurso Financiado pela AAC - Agência de Aviação Civil Concurso Concurso para Apresentação de Propostas no âmbito de Selecção de um Fiscal Único Nº 02/2017 I. Entidade Contratante: Agencia de Aviação

Leia mais