1) O que caracteriza a utilidade com natureza salarial e a utilidade com natureza indenizatória?

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1) O que caracteriza a utilidade com natureza salarial e a utilidade com natureza indenizatória?"

Transcrição

1 CADERNO DE EXERCÍCIOS 1) O que caracteriza a utilidade com natureza salarial e a utilidade com natureza indenizatória? 2) Vale transporte pago em dinheiro, vale refeição pago em dinheiro, concessão de plano de saúde para o empregado, concessão de veículo para exercício da função, possuem natureza salarial ou indenizatória? 3) O vale para refeição, fornecido por força do contrato de trabalho, tem caráter salarial, integrando a remuneração do empregado, para todos os efeitos legais? 4) Para que os trabalhadores sejam beneficiados pela PLR, por meio de qual (quais) formas pode ser estabelecida? 5) Sobre o valor pago de PLR há incidência de algum tributo? 6) Aplica-se o princípio da habitualidade à PLR? 7) Em caso de impasse nas tratativas para estabelecimento da PLR, a lei especial que regula a PLR sugere algum mecanismo de solução do conflito? 8) Quanto aos limites para pagamento da PLR aos empregados, em quantas vezes está limitado o pgto no ano civil e qual periodicidade não pode ser ultrapassada? 9) A ajuda de custo e a diária para viagem possuem natureza salarial? 10) A gratificação natalina toma por base o salário de qual mês para pagamento? 11) Quais os limites para pgto do 13 salário? 12) Pode ser paga com as férias? Existe algum requisito?

2 1 13) Quanto ao aviso prévio proporcional, em caso de cumprimento, quantos dias devem ser cumpridos? 14) Quanto à proporcionalidade, pode ser exigida do empregado que pede demissão? 15) Ainda em relação á proporcionalidade, quantos dias por ano são acrescidos, em favor do empregado e de forma indenizada, aos 30 dias garantidos pela legislação anterior? SEGUNDA LISTA 16) O que é o contrato individual de trabalho? 17) Considerando as características do contrato individual de trabalho, o que se quer dizer quando se menciona que o contrato de trabalho apresenta características de contrato de direito privado? 18) Considerando as características do contrato individual de trabalho, o que se quer dizer quando se menciona que o contrato de trabalho apresenta características de contrato sinalagmático? 19) Quanto ao objeto do contrato, o que é um trabalho ilícito e o que é trabalho proibido? 20) Quanto aos contratos por prazo determinado, defina e exemplifique contrato de serviço cuja natureza ou transitoriedade justifique a predeterminação do prazo. 21) Quanto aos contratos por prazo determinado, defina e exemplifique contrato de atividades empresariais de caráter transitório. 22) Quanto aos contratos por prazo determinado, defina e exemplifique contrato de experiência. 1

3 2 23) Quanto às regras gerais dos contratos por prazo determinado, quais são os limites quanto à duração dos contratos, intervalo de tempo a ser observado entre um e outro e renovação? 24) Quais são os direitos rescisórios no caso de rescisão antecipada de contrato por prazo determinado baseado no artigo 479 da CLT? 25) Quais são os direitos rescisórios no caso de rescisão antecipada de contrato por prazo determinado baseado no artigo 481 da CLT? 26) Os contratos individuais de trabalho podem ser alterados? 27) É considerada alteração unilateral a determinação do empregador para que o respectivo empregado reverta ao cargo efetivo, anteriormente ocupado, deixando o exercício de função de confiança? 28) A transferência do empregado é entendida como tal quando importa unicamente na mudança do seu local de trabalho? 29) É lícita a transferência quando ocorrer extinção do estabelecimento em que trabalhar o empregado? 30) Em sendo efetivada a transferência, desde que atendidos aos requisitos do artigo 469, deve o empregador garantir o pagamento suplementar ao empregado de, ao menos, qual percentual sobre o salário? 31) O que é a suspensão e interrupção do contrato de trabalho? 32) O que é a suspensão do contrato baseada no artigo 476-A, da CLT, que deve contar com a participação sindical para ser estabelecida? 33) Quais são os adicionais de horas extras, noturno, transferência, periculosidade e insalubridade? 34) O que são os abonos? 35) O que são as gratificações? 2

4 3 36) O que são comissões? 37) O que são prêmios? 38) Quanto à equiparação salarial, a existência de quadro de carreira, homologado pelo Ministério do Trabalho, afasta o direito à equiparação? 39) Para efeito de equiparação de salários, conta-se o tempo de serviço na função ou no emprego? 40) O conceito de "mesma localidade" de que trata o art. 461 da CLT refere-se somente ao mesmo município? 41) Quais são os descontos do salário autorizados pelo artigo 462 da CLT? 42) O menor de 18 anos poderá assinar recibo de pagamento de salários? 43) O pagamento dos salários deverá ocorrer, o mais tardar, até que dia? 44) Os empregados podem ser revistados no final do expediente? 45) Qual é a jornada estabelecida pela Constituição? 46) Quanto a jornadas especiais, qual é a jornada diária dos advogados, jornalistas, dos bancários e dos músicos? 47) Quais são os requisitos para a caracterização dos turnos ininterruptos de revezamento? 48) Qual é o limite de prorrogação à jornada admitido pela CLT? 49) Considera-se à disposição do empregador o tempo necessário ao deslocamento do trabalhador entre a portaria da empresa e o local de trabalho? 50) Quais são os requisitos para a ocorrência das horas in itinere? 3

5 4 51) A incompatibilidade entre os horários de início e término da jornada do empregado e os do transporte público regular é circunstância que também gera o direito às horas "in itinere"? 52) Se houver transporte público regular em parte do trajeto percorrido em condução da empresa, são devidas as horas in itinere? 53) Ouso de aparelhos de intercomunicação pode caracterizar o regime de sobreaviso? 54) Nas atividades insalubres, é possível a realização de prorrogações? 55) A empresa pode convocar o empregado a prorrogar em caso de necessidade imperiosa? 56) O banco de horas, para ter validade, deve ser contratado por convenção ou acordo coletivo? É necessária a participação do sindicato da categoria econômica? Qual duração poderá ter esse acordo? 57) A compensação individual de jornada de trabalho deve ser ajustada de que forma? 58) Quais empresas devem registrar a jornada dos empregados em registro de horário? 59) Quais empregados não têm direito a horas extras? 60) O que é o trabalho em regime de tempo parcial? 61) Qual é a duração do trabalho noturno? 62) Qual intervalo intrajornada deve ser garantido ao empregado cujo trabalho tenha duração que exceda de 6 (seis) horas? 63) E se não exceder de 6 (seis) horas o trabalho, qual deverá ser o intervalo? 4

6 5 64) Os intervalos de descanso serão computados na duração do trabalho? 65) O limite mínimo de 1 (uma) hora para repouso ou refeição poderá ser reduzido? 66) Qual conseqüência poderá sofrer a empresa caso o intervalo para repouso e alimentação não for concedido pelo empregador? 67) Entre uma jornada e outra deverá ser garantido um descanso de pelo menos quanto tempo? 68) De acordo com o artigo 67 da CLT, será garantido um descanso semanal de quanto tempo? 69) Não será devida a remuneração do DSR em que situação? 70) Quanto às férias, em razão de 12 meses trabalhados, é garantido o direito a quantos dias de férias e a qual remuneração? 71) As férias podem ser concedidas em 2 (dois) períodos? 72) Quais são os trabalhadores que a CLT resguarda o direito de gozarem as férias de uma só vez? 73) O período que será concedido ao empregado a título de férias deverá ser informado com antecedência? 74) O empregado tem o direito de escolher o período em que gozará as férias? 75) Os membros de uma família que trabalharem na mesma empresa tem direito a gozar férias no mesmo período? 76) O empregado estudante menor de 18 (dezoito) anos, terá direito de usufruir suas férias no período de férias escolares? 77) Caso as férias sejam concedidas após os 12 meses estabelecidos pela lei, qual sanção será aplicada contra o empregador? 5

7 6 78) Qual valor o empregado receberá durante as férias? Poderá vender parte delas? Para isso, existe algum requisito? 79) A partir de quantos dias de faltas o empregado passa a ter redução no número de dias de férias? 80) Esse valor relativo às férias, que faz jus o empregado, deverá ser disponibilizado a ele em qual momento? 81) Em caso de cessação do contrato de trabalho, será devido o pagamento das férias vencidas e proporcionais? 82) Terá direito às férias o empregado que deixar o emprego e não for readmitido dentro de 60 (sessenta) dias subsequentes à sua saída? 83) Terá direito às férias o empregado que tiver percebido da Previdência Social prestações de acidente de trabalho ou de auxílio-doença por mais de 6 (seis) meses, embora descontínuos? 6

Principais Alterações da Reforma Trabalhista

Principais Alterações da Reforma Trabalhista Principais Alterações da Reforma Trabalhista Tema Trabalhista Banco de Horas Contribuição Sindical Convenções e Acordos Coletivos de Trabalho Danos Morais CLT Vigente NOVAS REGRAS - Mudanças com a Lei

Leia mais

EQUIPE DE PROFESSORES DE TRABALHO DO DAMÁSIO CURSO DE 2ª FASE DA OAB EXAME PLANO DE ESTUDO - DIREITO DO TRABALHO

EQUIPE DE PROFESSORES DE TRABALHO DO DAMÁSIO CURSO DE 2ª FASE DA OAB EXAME PLANO DE ESTUDO - DIREITO DO TRABALHO EQUIPE DE PROFESSORES DE TRABALHO DO DAMÁSIO CURSO DE 2ª FASE DA OAB EXAME 2011.2 PLANO DE ESTUDO - DIREITO DO TRABALHO 1ª SEMANA Princípios 1. Princípios norteadores do Direito do Trabalho: 1.1 Princípio

Leia mais

REFORMA TRABALHISTA Prof. Antonio Daud

REFORMA TRABALHISTA Prof. Antonio Daud REFORMA TRABALHISTA Prof. Antonio Daud www.facebook.com/adaudjr @prof.antoniodaudjr VACATIO LEGIS Negociado x legislado O que pode negociar? O que não pode? Negociado x legislado Exercício Em quais dos

Leia mais

REFORMA TRABALHISTA JORNADA DE TRABALHO

REFORMA TRABALHISTA JORNADA DE TRABALHO REFORMA TRABALHISTA JORNADA DE TRABALHO DR. THIAGO TRINDADE ABREU DA SILVA MENEGALDO Advogado Trabalhista, Sócio no escritório Geromes e Menegaldo Sociedade de Advogados, Professor em diversos cursos de

Leia mais

Essa aula será moleza!!!!

Essa aula será moleza!!!! Jornada de Trabalho Essa aula será moleza!!!! Jornada de trabalho Jornada normal Prestação de serviço à disposição do empregador Com habitualidde 8 horas diárias ou 44 semanais Jornada de trabalho empresa

Leia mais

JORNADA DE TRABALHO. Tempo in itinere. - 2º 58 CLT; Súmulas 90;320;324;325 TST

JORNADA DE TRABALHO. Tempo in itinere. - 2º 58 CLT; Súmulas 90;320;324;325 TST JORNADA DE TRABALHO Tempo efetivamente Trabalhado; Tempo à disposição do empregador Tempo in itinere. - 2º 58 CLT; Súmulas 90;320;324;325 TST Conceito Jornada é o lapso de tempo durante o qual o empregado

Leia mais

ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL. DEPARTAMENTO PESSOAL ONLINE

ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL. DEPARTAMENTO PESSOAL ONLINE ÍNDICE INTRODUÇÃO... 008 DISPOSIÇÕES GERAIS... 009 Conceito de empregador... 009 Conceito de empregado... 009 Direitos do empregado... 010 ASSÉDIO MORAL E SEXUAL NO TRABALHO... 014 Assédio moral no trabalho...

Leia mais

Aquisição. Férias dos Funcionários: O que Pode e não Pode. Este conteúdo faz parte da série: Folha de Pagamento Ver 10 posts dessa série

Aquisição. Férias dos Funcionários: O que Pode e não Pode. Este conteúdo faz parte da série: Folha de Pagamento Ver 10 posts dessa série Este conteúdo faz parte da série: Folha de Pagamento Ver 10 posts dessa série As férias dos funcionários é um dos temas mais corriqueiros do mundo do trabalho, mas também dos mais complexos. Tentaremos

Leia mais

S UMÁRIO. Capítulo 1 Direito do Trabalho... 1

S UMÁRIO. Capítulo 1 Direito do Trabalho... 1 S UMÁRIO Capítulo 1 Direito do Trabalho... 1 1. Trabalho...1 1.1. Origem da palavra...1 1.2. Definição... 1 1.3. Conceito... 2 1.4. Característica...2 1.5. Divisão... 2 1.6. Fundamento...3 1.7. Breve histórico

Leia mais

Folha de Pagamento. Folha de Pagamento. Sistemas de Pagamentos. Folha de Pagamento. Sistemas de Pagamentos. Folha de Pagamento 20/05/2011

Folha de Pagamento. Folha de Pagamento. Sistemas de Pagamentos. Folha de Pagamento. Sistemas de Pagamentos. Folha de Pagamento 20/05/2011 O inc. I do Art 225 do Decreto 3.048 de 6 de maio de 1999, aprovou: Art.225. A empresa é também obrigada a: Preparar folha de pagamento da remuneração paga, devida ou creditada a todos os segurados a seu

Leia mais

A REFORMA TRABALHISTA NA PRÁTICA

A REFORMA TRABALHISTA NA PRÁTICA A REFORMA TRABALHISTA NA PRÁTICA A REFORMA TRABALHISTA... Sancionada em 13/07/2017 Lei 13.467 Vigência: 11 de Novembro de 2017 A REFORMA TRABALHISTA... CLT - DOS 922 ARTIGOS (Decreto-Lei nº 5.452/1943):

Leia mais

Jornada de trabalho LEGISLAÇÃO SOCIAL E TRABALHISTA

Jornada de trabalho LEGISLAÇÃO SOCIAL E TRABALHISTA Jornada de trabalho 1 A jornada de trabalho normal será o espaço de tempo durante o qual o empregado deverá prestar serviço ou permanecer à disposição do empregador, com habitualidade, executadas as horas

Leia mais

Tabela de incidência de INSS, FGTS e Imposto de Renda e legislação correlata

Tabela de incidência de INSS, FGTS e Imposto de Renda e legislação correlata Tabela de incidência de INSS, FGTS e Imposto de Renda e legislação correlata RUBRICAS INCIDÊNCIAS INSS FGTS IR Abono de qualquer natureza, salvo o de férias Incide Art. 28, I, Lei nº e 1º, art. 457 da

Leia mais

A hora noturna não atende aos padrões temporais convencionados. A hora noturna não corresponde a 60 minutos, mas sim a 52 minutos e 30 segundos.

A hora noturna não atende aos padrões temporais convencionados. A hora noturna não corresponde a 60 minutos, mas sim a 52 minutos e 30 segundos. 1 Aula 04 1 Duração do trabalho 1.1 Repouso O legislador ordinário, buscando, dentre outros objetivos, preservar a saúde do empregado, previu regras atinentes ao repouso durante a jornada, bem como entre

Leia mais

DIREITO NAS ORGANIZAÇÕES MÓDULO 4 JORNADA DE TRABALHO

DIREITO NAS ORGANIZAÇÕES MÓDULO 4 JORNADA DE TRABALHO DIREITO NAS ORGANIZAÇÕES MÓDULO 4 JORNADA DE TRABALHO Índice 1. Jornada de trabalho...3 2. Formas de Prorrogação da Jornada de Trabalho...4 3. Horas Extras no Caso de Força Maior...5 4. Trabalho Noturno...6

Leia mais

Direito do Trabalho. Férias

Direito do Trabalho. Férias Direito do Trabalho Férias Art. 129 Todo empregado terá direito anualmente ao gozo de um período de férias, sem prejuízo da remuneração. Art. 130 Após cada período de 12 (doze) meses de vigência do contrato

Leia mais

Coleção Sinopses para Concursos Guia de leitura da Coleção... 17

Coleção Sinopses para Concursos Guia de leitura da Coleção... 17 Coleção Sinopses para Concursos... 15 Guia de leitura da Coleção... 17 Capítulo 1 FONTES DO DIREITO DO TRABALHO... 19 1. Conceito... 19 2. Classificação... 19 2.1. Fontes materiais... 19 2.2. Fontes formais...

Leia mais

FÉRIAS COLETIVAS Fracionamento, Abono Pecuniário, Regime de Tempo Parcial, Procedimentos

FÉRIAS COLETIVAS Fracionamento, Abono Pecuniário, Regime de Tempo Parcial, Procedimentos FÉRIAS COLETIVAS Fracionamento, Abono Pecuniário, Regime de Tempo Parcial, Procedimentos ROTEIRO 1. INTRODUÇÃO 2. FRACIONAMENTO E PERÍODOS MÍNIMO E MÁXIMO 3. MENORES DE 18 E MAIORES DE 50 ANOS 4. MEMBROS

Leia mais

NIVELAMENTO PARA PÓS GRADUAÇÃO. - Direito Individual do Trabalho - (aula 04/11)

NIVELAMENTO PARA PÓS GRADUAÇÃO. - Direito Individual do Trabalho - (aula 04/11) NIVELAMENTO PARA PÓS GRADUAÇÃO - Direito Individual do Trabalho - (aula 04/11) CUSTÓDIO NOGUEIRA Advogado militante especializado em Direito Civil e Processo Civil; Sócio da Tardem e Nogueira Assessoria

Leia mais

Aviso Prévio indenizado OBS: o posicionamento do STJ não há a incidência de INSS sobre o aviso prévio indenizado, devendo o verificado o posicionament

Aviso Prévio indenizado OBS: o posicionamento do STJ não há a incidência de INSS sobre o aviso prévio indenizado, devendo o verificado o posicionament de qualquer natureza, salvo o de férias Sim. Art. 28, I, Lei nº e 1º, art. 457 da CLT Abono Adicionais (Insalubridade, periculosidade, noturno, de função e tempo de serviço, de transferência, Horas extras)

Leia mais

JORNADA DE TRABALHO & SISTEMA DE COMPENSAÇÃO

JORNADA DE TRABALHO & SISTEMA DE COMPENSAÇÃO RESUMO DA REFORMA O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, em 27 de abril, substitutivo do deputado Rogério Marinho (PSDB) ao Projeto de Lei nº 6.787/2016, popularmente chamado de Reforma Trabalhista.

Leia mais

REFORMA TRABALHISTA LEI Nº , DE 13 DE JULHO DE 2017

REFORMA TRABALHISTA LEI Nº , DE 13 DE JULHO DE 2017 REFORMA TRABALHISTA LEI Nº 13.467, DE 13 DE JULHO DE 2017 André Luís Saraiva Vice-Presidente de Relações do Trabalho e Sindical 1 As Relações do trabalho são reconhecidamente diferenciais para o crescimento,

Leia mais

Dr. Leandro Villela Cezimbra Analista Técnico FIERGS.

Dr. Leandro Villela Cezimbra Analista Técnico FIERGS. Dr. Leandro Villela Cezimbra Analista Técnico FIERGS leandro.cezimbra@fiergs.org.br JORNADA A jornada de trabalho é de 8 horas diárias, acrescida de mais duas horas extras diárias (art. 59), mediante acordo

Leia mais

A REFORMA TRABALHISTA

A REFORMA TRABALHISTA A REFORMA TRABALHISTA Fernando Baumgarten OAB/SC 30.627-B fernandob.adv@gmail.com (47) 99131-6611 NECESSIDADE DE REFORMA DAS REGRAS TRABALHISTAS A CLT não acompanha a evolução e os novos métodos de trabalho;

Leia mais

REFORMA TRABALHISTA E REGISTRO DE PONTO

REFORMA TRABALHISTA E REGISTRO DE PONTO A Lei 13.467, conhecida como Reforma Trabalhista, sancionada em 13/07/17, entrará, efetivamente em vigor no próximo mês de novembro. Há diversos pontos nesta Lei que influenciam direta ou indiretamente

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO MÓDULO II Matutino Prof. André Luiz Paes de Almeida Aula: 3

DIREITO DO TRABALHO MÓDULO II Matutino Prof. André Luiz Paes de Almeida Aula: 3 TEMA DE AULA DIREITO DO TRABALHO 1. 13º SALÁRIO - Lei 4.090/62 e art. 7 VIII, CF. - O 13º sala rio deve ser pago em até 2 parcelas: 1ª de fevereiro à novembro. 2ª até 20 de dezembro. - O 13º salário deve

Leia mais

REMUNERAÇÃO E ADICIONAIS LEGAIS

REMUNERAÇÃO E ADICIONAIS LEGAIS REMUNERAÇÃO E ADICIONAIS LEGAIS 1 Conceito Salário complessivo corresponde aos pagamentos efetuados diretamente pelo empregador em favor do empregado, em virtude da vigência do contrato de trabalho, bem

Leia mais

principais pontos da CLT que mudarão com a nova lei trabalhista

principais pontos da CLT que mudarão com a nova lei trabalhista principais pontos da CLT que mudarão com a nova lei trabalhista Acordo coletivo Convenções e acordos coletivos prevalecerão sobre a legislação em pontos como jornada de trabalho, intervalo, plano de carreira,

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Cálculo das verbas rescosórias *Adriano Martins Pinheiro Este artigo apontará quais são as verbas rescisórias a serem recebidas após a rescisão. Enumeramos as possibilidades de rescisão:

Leia mais

Tabela de Incidência INSS/FGTS/IRRF INCIDÊNCIAS INSS FGTS IR

Tabela de Incidência INSS/FGTS/IRRF INCIDÊNCIAS INSS FGTS IR Tabela de Incidência INSS/FGTS/IRRF INCIDÊNCIAS Abono Adicionais RUBRICAS de qualquer natureza, salvo o de férias pecuniário de férias (Insalubridade, periculosidade, noturno, de função e tempo de serviço,

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO. Férias. Prof. Hermes Cramacon

DIREITO DO TRABALHO. Férias. Prof. Hermes Cramacon DIREITO DO TRABALHO Férias Prof. Hermes Cramacon Férias art. 7º, XVII, CF. Conceito Período de descanso em que o empregado não presta serviços, mas possui o direito de receber a remuneração. Modalidade

Leia mais

Prática em Perícia Perícia Trabalhista Conceitos e Prática

Prática em Perícia Perícia Trabalhista Conceitos e Prática Prática em Perícia Perícia Trabalhista Conceitos e Prática Relembrar - SUJEITOS DO CONTRATO DE TRABALHO - CONTRATO INDIVIDUAL DE TRABALHO - REMUNERAÇÃO E SALÁRIO - DA DURAÇÃO DA HORA DO TRABALHO - CÁLCULO

Leia mais

NIVELAMENTO PARA PÓS GRADUAÇÃO. - Direito Individual do Trabalho - (aula 05/11)

NIVELAMENTO PARA PÓS GRADUAÇÃO. - Direito Individual do Trabalho - (aula 05/11) NIVELAMENTO PARA PÓS GRADUAÇÃO - Direito Individual do Trabalho - (aula 05/11) CUSTÓDIO NOGUEIRA Advogado militante especializado em Direito Civil e Processo Civil; Sócio da Tardem e Nogueira Assessoria

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO. Jornada de trabalho II. Prof. Hermes Cramacon

DIREITO DO TRABALHO. Jornada de trabalho II. Prof. Hermes Cramacon DIREITO DO TRABALHO Jornada de trabalho II Prof. Hermes Cramacon Jornada de trabalho dos bancários A jornada de trabalho comum dos bancários será de 6 horas, com exceção dos sábados, que é considerado

Leia mais

INSS/FGTS/IRRF -Tabela de Incidências

INSS/FGTS/IRRF -Tabela de Incidências INSS/FGTS/IRRF -Tabela de Incidências RUBRICAS de qualquer natureza, salvo o de férias INCIDÊNCIAS INSS FGTS IR 28, I, e 1º, art. 457 da CLT Não. Abono pecuniário de férias Não. Arts. 28, 9º, e, 6 Art.

Leia mais

Jornada de trabalho.

Jornada de trabalho. Jornada de trabalho. 1. Conceito: é uma medida de tempo no qual se inclui o labor diário. a) 1ª concepção: teoria do tempo efetivamente trabalhado, sendo o período do dia em que o empregado efetivamente

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO COMERCIÁRIOS DE SÃO PAULO - CAPITAL

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO COMERCIÁRIOS DE SÃO PAULO - CAPITAL Circular nº. 22/2012 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2012-2013 COMERCIÁRIOS DE SÃO PAULO - CAPITAL O SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE MATERIAL ÓPTICO FOTOGRÁFICO E CINEMATOGRÁFICO NO ESTADO DE SÃO PAULO,

Leia mais

INTERVALOS / FÉRIAS / DSR

INTERVALOS / FÉRIAS / DSR INTERVALOS / FÉRIAS / DSR INTERVALOS DE DESCANSO Os intervalos de trabalho estão intimamente ligados com a saúde do trabalhador, vez que são outorgados com o intuito de restaurar as energias do trabalhador

Leia mais

CONTRATO DE TRABALHO (CLT)

CONTRATO DE TRABALHO (CLT) REFORMA TRABALHISTA CONTRATO DE TRABALHO (CLT) NOVAS MODALIDADES DE CONTRATAÇÃO 1 - Tempo Parcial (part time): até 30 horas semanais (sem horas extras); até 26 horas semanais (com até seis horas extras);

Leia mais

Curso Êxito e Prof. Bruno Creado

Curso Êxito e Prof. Bruno Creado Curso Êxito e Prof. Bruno Creado Questões Comentadas Segue às questões da Vunesp do concurso de procurador municipal, devidamente comentada. Remuneração 1. Sobre o salário utilidade, assinale a afirmação

Leia mais

Sumário. Introdução, 1

Sumário. Introdução, 1 S Sumário Introdução, 1 1 Folha de Pagamento, 7 1 Salário, 8 1.1 Salário-hora para 40 horas semanais: divisor 200 (duzentos), 9 1.2 Depósito de salários em conta bancária, 9 2 Horas extras, 10 2.1 Integração

Leia mais

Reforma Trabalhista - sancionada em 13/07/2017 Início da vigência: novembro 2017

Reforma Trabalhista - sancionada em 13/07/2017 Início da vigência: novembro 2017 FÉRIAS As férias de 30 dias podem ser fracionadas em até dois períodos, sendo que um deles não pode ser inferior a 10 dias. Há possibilidade de 1/3 do período ser pago em forma de abono. As férias poderão

Leia mais

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site:

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: www.sei-cesucol.edu.br e-mail: sei-cesu@vsp.com.br FACULDADE

Leia mais

reforma trabalhista. lei nº /2017* lei nº /2017**

reforma trabalhista. lei nº /2017* lei nº /2017** reforma trabalhista. lei nº 13.429/2017* lei nº 13.467/2017** principais mudanças. trabalho temporário...3 terceirização...4 relações de trabalho...5 trabalho intermitente, teletrabalho (home office) férias...6

Leia mais

REFORMA TRABALHISTA 1. CONVENÇÕES E ACORDOS COLETIVOS DE TRABALHO

REFORMA TRABALHISTA 1. CONVENÇÕES E ACORDOS COLETIVOS DE TRABALHO CIRCULAR Nº 028/ 2017 São Paulo, 25 de Julho de 2017. REFORMA TRABALHISTA Foi publicada no DOU (14.7.2017) a Lei nº 13.467/2017, que alterou a CLT e as Leis nº 6.019/1974, 8.036/1990 e 8.212/1991, para

Leia mais

Categorias econômicas e profissionais Cipa e ss. Citação Citação (para pagamento) Citação (por edital)...

Categorias econômicas e profissionais Cipa e ss. Citação Citação (para pagamento) Citação (por edital)... ÍNDICE SISTEMÁTICO Tema Artigo(s) Abono... 457 2 o Ação de cumprimento... 872 único Acidente do trabalho... 30 e 643 2 o Adicional noturno... 73 Adoção... 392-a Agravo de instrumento... 897, b Agravo de

Leia mais

Entre as funções exercidas pelos funcionários do departamento pessoal temos:

Entre as funções exercidas pelos funcionários do departamento pessoal temos: Conceito O setor de departamento pessoal tem grande importância em uma empresa, podemos dizer que e um dos pilares mais importante, sem ela não temos um bom andamento da empresa, esse setor lida com assuntos

Leia mais

24/02/2015 GP II 1. Tópicos

24/02/2015 GP II 1. Tópicos Tópicos pg 1. Tipos de Contrato 2 2. Prazo Indeterminado 3 3. Prazo Determinado 4 4. Contrato de Experiência 5 5. Itens do Contrato de Trabalho 6 6. Remuneração 7 7. Descontos: INSS 9 8. Descontos: IRRF

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO II. Profa. Graciane Saliba

DIREITO DO TRABALHO II. Profa. Graciane Saliba DIREITO DO TRABALHO II Profa. Graciane Saliba - Apresentação do site - Apresentação do plano de ensino e temas que serão tratados - Horários de aula - Trabalhos em sala e em equipe - Ausência e chamadas

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO. Remuneração e salário. Prof. Hermes Cramacon

DIREITO DO TRABALHO. Remuneração e salário. Prof. Hermes Cramacon DIREITO DO TRABALHO Remuneração e salário Prof. Hermes Cramacon Remuneração Consiste na somatória da contraprestação paga diretamente pelo empregador, seja em pecúnia, seja em utilidades, com a quantia

Leia mais

Ensaio sobre a nova Lei dos Empregados Domésticos

Ensaio sobre a nova Lei dos Empregados Domésticos www.fagnersandes.com.br Preparando você para o sucesso! Ensaio sobre a nova Lei dos Empregados Domésticos Regulamentado pela Lei Complementar n. 150/15, empregado doméstico é aquele que presta serviços

Leia mais

Direito do Trabalho. Horas Extras, Compensação de Horas e Banco de Horas

Direito do Trabalho. Horas Extras, Compensação de Horas e Banco de Horas Direito do Trabalho Horas Extras, Compensação de Horas e Banco de Horas Horas Extras Art. 58 A duração normal do trabalho, para os empregados em qualquer atividade privada, não excederá de 8 (oito) horas

Leia mais

MODERNIZAÇÃO TRABALHISTA. Lei nº , de 13 de julho de 2017

MODERNIZAÇÃO TRABALHISTA. Lei nº , de 13 de julho de 2017 MODERNIZAÇÃO TRABALHISTA Lei nº 13.467, de 13 de julho de 2017 PANORAMA ATUAL VIGÊNCIA 11 DE NOVEMBRO DE 2017 ALTERAÇÕES POR MEDIDA PROVISÓRIA Grupo de trabalho: a) Gestante em situação de insalubridade

Leia mais

Direito do Trabalho p/ TST Prof. Antonio Daud

Direito do Trabalho p/ TST Prof. Antonio Daud Direito do Trabalho p/ TST www.facebook.com/adaudjr @prof.antoniodaudjr TERCEIRIZAÇÃO Alterações com a reforma trabalhista Serviços terceirizáveis e atividade-fim Determinados e específicos Sem obrigatoriedade

Leia mais

ANALISTA DE DEPARTAMENTO PESSOAL E ROTINAS. TRABALHISTAS Conhecimentos e Práticas que Mitigam Riscos

ANALISTA DE DEPARTAMENTO PESSOAL E ROTINAS. TRABALHISTAS Conhecimentos e Práticas que Mitigam Riscos ANALISTA DE DEPARTAMENTO PESSOAL E ROTINAS TRABALHISTAS Conhecimentos e Práticas que Mitigam Riscos Objetivos do Workshop 1 Conhecer e Atualizar os Conhecimentos acerca da Legislação Trabalhista Vigente

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS001260/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 17/07/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR034965/2012 NÚMERO DO PROCESSO: 46218.008742/2012-81 DATA DO

Leia mais

REMUNERAÇÃO E SALÁRIO

REMUNERAÇÃO E SALÁRIO REMUNERAÇÃO E SALÁRIO Artigo 457 da CLT; Conceito doutrinário: salário é o conjunto de parcelas contraprestativas pagas pelo empregador ao empregado em função do contrato de trabalho. São elementos da

Leia mais

Caderno de Exercícios - Departamento Pessoal - Aluno

Caderno de Exercícios - Departamento Pessoal - Aluno 1. O empregado na função de pizzaiolo foi contratado a tempo parcial com jornada de trabalho de 24 horas semanais. Os empregados na mesma função, com jornada normal de 220 horas, ganhavam o piso salarial

Leia mais

Aprova modelos de Termo de Rescisão de Contrato de Trabalho e implanta o Sistema Homolognet.

Aprova modelos de Termo de Rescisão de Contrato de Trabalho e implanta o Sistema Homolognet. PORTARIA n.º 1.474, de 29 de JUNHO de 2010 Aprova modelos de Termo de Rescisão de Contrato de Trabalho e implanta o Sistema Homolognet. O MINISTRO DE ESTADO DO TRABALHO E EMPREGO, no uso das atribuições

Leia mais

Interrupção: Hipóteses: Licença maternidade: Afastamento nos primeiros 15 dias:

Interrupção: Hipóteses: Licença maternidade: Afastamento nos primeiros 15 dias: Interrupção: Hipóteses: Licença maternidade: Afastamento nos primeiros 15 dias: Art. 473 da CLT: faltas autorizadas. I - até 2 (dois) dias consecutivos, em caso de falecimento do cônjuge, ascendente, descendente,

Leia mais

DURAÇÃO DO TRABALHO. Paula Freire 2015

DURAÇÃO DO TRABALHO. Paula Freire 2015 DURAÇÃO DO TRABALHO Paula Freire 2015 Jornada Do francês, journée, trabalho realizado durante um dia, do nascer ao pôr do sol. Duração do trabalho: Tempo em que o empregado está a disposição do empregador.

Leia mais

Tabela de incidências Tributárias

Tabela de incidências Tributárias Tabela de incidências Tributárias Abaixo, apresentamos uma Tabela Prática para facilitar a verificação da incidência ou não do INSS, FGTS e IR/Fonte sobre os rendimentos mais comumente pagos. Rendimentos

Leia mais

Direito do Trabalho p/ TRT-CE Prof. Antonio Daud

Direito do Trabalho p/ TRT-CE Prof. Antonio Daud Direito do Trabalho p/ TRT-CE www.facebook.com/adaudjr @prof.antoniodaudjr COMO ESTUDAR DIREITO DO TRABALHO P/ TRT-CE? REFORMA TRABALHISTA? 1 Princípios e fontes do direito do trabalho. 8.4 Culpa recíproca.

Leia mais

REFORMA TRABALHISTA J U L H O

REFORMA TRABALHISTA J U L H O REFORMA TRABALHISTA J U L H O 2 0 1 7 Reforma Trabalhista Com a publicação da Lei nº 13.467/2017 foi aprovada a Reforma Trabalhista com a alteração da CLT Consolidação das Leis do Trabalho. As empresas

Leia mais

Orientações Consultoria De Segmentos Licença Não Remunerada

Orientações Consultoria De Segmentos Licença Não Remunerada 11/04/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 3.1 Solicitado pelo Empregado... 4 4. Conclusão... 5 5. Informações Complementares...

Leia mais

INSS/FGTS/IRRF Tabela de incidências

INSS/FGTS/IRRF Tabela de incidências INSS/FGTS/IRRF Tabela de incidências Tabela de incidências Fonte: ECONET EDITORA RUBRICAS INCIDÊNCIAS INSS FGTS IR 28, I, Lei n de qualquer natureza, salvo o de Sim. Arts. 3 e 7 e 1, art. férias 457 da

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR026019/2015 DATA E HORÁRIO DA TRANSMISSÃO: 12/05/2015 ÀS 09:44 FEDERACAO DO COMERCIO DE BENS, SERVICOS E TURISMO DO ESTADO DE MINAS GERAIS

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO COMERCIÁRIOS DE SÃO PAULO - CAPITAL

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO COMERCIÁRIOS DE SÃO PAULO - CAPITAL Circular nº.21/2011 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011-2012 COMERCIÁRIOS DE SÃO PAULO - CAPITAL O SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE MATERIAL ÓPTICO FOTOGRÁFICO E CINEMATOGRÁFICO NO ESTADO DE SÃO PAULO,

Leia mais

lipping Jurídico Extraordinário

lipping Jurídico Extraordinário C lipping Jurídico Extraordinário 13 de julho de 2017. Reforma Trabalhista: Confira as mudanças! O Senado aprovou nesta terça-feira (11) o texto da reforma trabalhista. Para virar lei, as novas regras

Leia mais

MULTA POR AUSÊNCIA DE REGISTRO

MULTA POR AUSÊNCIA DE REGISTRO MULTA POR AUSÊNCIA DE REGISTRO Multa proporcional ao porte da empresa; Multa de 01 (um) salário-mínimo regional, por empregado não registrado, acrescida de igual valor no caso de reincidência; Empresas

Leia mais

Desvendando o Departamento de Pessoal Plano de Aula - 32 Aulas (Aulas de 1 Hora).

Desvendando o Departamento de Pessoal Plano de Aula - 32 Aulas (Aulas de 1 Hora). 6284 - Desvendando o Departamento de Pessoal Plano de Aula - 32 Aulas (Aulas de 1 Hora). Aula 1 Capítulo 1 - Introdução 1.1. Relações Humanas no Trabalho... 26 1.2. Dez Mandamentos das Relações Humanas...

Leia mais

Curso de Orientação Jurisprudencial prof. Homero Batista Mateus da Silva. Tema: Remuneração, salário e benefícios.

Curso de Orientação Jurisprudencial prof. Homero Batista Mateus da Silva. Tema: Remuneração, salário e benefícios. Curso de Orientação Jurisprudencial prof. Homero Batista Mateus da Silva. Início: 1º de agosto de 2012. Término: 12 de dezembro de 2012. Total: 20 aulas de 1h45 Tema: Remuneração, salário e benefícios.

Leia mais

REFORMA TRABALHISTA Panorama Atual. Luiz Fernando Alouche julho/2017

REFORMA TRABALHISTA Panorama Atual. Luiz Fernando Alouche julho/2017 REFORMA TRABALHISTA Panorama Atual Luiz Fernando Alouche julho/2017 SUMÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO ALGUNSNÚMEROS COMPARATIVO ANTES E DEPOIS DA REFORMA ALTERAÇÕES NA QUESTÃO PROCESSUAL POSSÍVEIS MODIFICAÇÕES

Leia mais

Palestra. Reforma Trabalhista - Principais aspectos e impactos. Setembro/2017. FALE CONOSCO acessando o portal do CRCSP

Palestra. Reforma Trabalhista - Principais aspectos e impactos. Setembro/2017. FALE CONOSCO acessando o portal do CRCSP Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400 opções 2 ou 3 (núcleo de relacionamento) Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva, 60 Higienópolis

Leia mais

DURAÇÃO DA JORNADA DE TRABALHO

DURAÇÃO DA JORNADA DE TRABALHO DURAÇÃO DA JORNADA DE TRABALHO Fundamentos e Objetivos OBJETIVO: As normas sobre a duração do trabalho têm por finalidade estabelecer limite temporal ao trabalho executado pelo empregado em favor do empregador,

Leia mais

Reforma trabalhista é aprovada no Senado

Reforma trabalhista é aprovada no Senado Reforma trabalhista é aprovada no Senado Confira o que muda na lei: O Senado aprovou nesta terça-feira (11) o texto da reforma trabalhista. Para virar lei, as novas regras ainda dependem da sanção do presidente

Leia mais

Os novos direitos instituídos pela Lei são os seguintes (Art. 2º):

Os novos direitos instituídos pela Lei são os seguintes (Art. 2º): Os novos direitos instituídos pela Lei 12619-2012 são os seguintes (Art. 2º): 1) acesso gratuito a programa de formação e aperfeiçoamento profissional; 2) tratamento preventivo pelo SUS; 3) não responder

Leia mais

GRATIFICAÇÕES, ADICIONAIS, AUXÍLIOS E OUTROS PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS E/OU RESULTADOS

GRATIFICAÇÕES, ADICIONAIS, AUXÍLIOS E OUTROS PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS E/OU RESULTADOS ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MT000542/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 26/08/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR047856/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46210.001655/2015 15 DATA DO

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SC001754/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 22/07/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR038552/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46220.004195/2015-68 DATA DO

Leia mais

Mudanças da Reforma Trabalhista

Mudanças da Reforma Trabalhista E-book Mudanças da Reforma Trabalhista 2017 Audit Tax Advisory Transactions BPS Com a promulgação da Lei nº 13.467 de 13 de julho de 2017, conhecida popularmente como Reforma Trabalhista, a partir de novembro

Leia mais

TEMPO A DISPOSIÇÃO DO EMPREGADOR

TEMPO A DISPOSIÇÃO DO EMPREGADOR REFORMA TRABALHISTA A Lei n 13.467/2017, publicada no DOU de 14/07/2017, denominada da Reforma Trabalhista, tem como principais objetivos: a modernização das regras laborais, a realidade praticada nas

Leia mais

Reflexos, repercussões, incidências e integrações nas parcelas trabalhistas pleiteadas na petição inicial e deferidas na sentença

Reflexos, repercussões, incidências e integrações nas parcelas trabalhistas pleiteadas na petição inicial e deferidas na sentença BuscaLegis.ccj.ufsc.Br Reflexos, repercussões, incidências e integrações nas parcelas trabalhistas pleiteadas na petição inicial e deferidas na sentença Rodrigo Ribeiro Bueno* 1.INTRODUÇÃO : Os reflexos

Leia mais

HOJE VAMOS FALAR SOBRE 1. Histórico Legislação; 2. Principais Alteração; 3. Linha de produto.

HOJE VAMOS FALAR SOBRE 1. Histórico Legislação; 2. Principais Alteração; 3. Linha de produto. REFORMA TRABALHISTA HOJE VAMOS FALAR SOBRE 1. Histórico Legislação; 2. Principais Alteração; 3. Linha de produto. CONSULTORIA DE SEGMENTOS 01 Histórico Legislação OBJETIVOS DA REFORMA TRABALHISTA Modernizar

Leia mais

Súmula 354 do TST: GORJETAS. NATUREZA JURÍDICA. REPERCUSSÕES As gorjetas, cobradas pelo empregador na nota de serviço ou oferecidas espontaneamente

Súmula 354 do TST: GORJETAS. NATUREZA JURÍDICA. REPERCUSSÕES As gorjetas, cobradas pelo empregador na nota de serviço ou oferecidas espontaneamente REMUNERAÇÃO E SALÁRIO Prof. Maria Cláudia Felten E-mail: maria.claudia.felten@terra.com.br REMUNERAÇÃO REMUNERAÇÃO compreende-se na remuneração do empregado, para todos os efeitos legais, além do salário

Leia mais

Medida Provisória n o , de 28 de Junho de 2001

Medida Provisória n o , de 28 de Junho de 2001 Medida Provisória n o 2.164-39, de 28 de Junho de 2001 Altera a Consolidação das Leis do Trabalho - CLT, para dispor sobre o trabalho a tempo parcial, a suspensão do contrato de trabalho e o programa de

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PROGRAMA CURSO EXTENSÃO EM TRABALHO E PREVIDÊNCIA CAPITULO I - DIREITO DO TRABALHO -- Princípios do Direito do Trabalho -- Relação de Trabalho e Relação de Emprego Natureza jurídica:

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO PERÍODOS DE DESCANSO FÉRIAS

DIREITO DO TRABALHO PERÍODOS DE DESCANSO FÉRIAS DIREITO DO TRABALHO PERÍODOS DE DESCANSO FÉRIAS FÉRIAS ANUAIS Origem: lúdico/religioso FUNDAMENTO= Trabalhista: Físico Social Econômico NATUREZA JURÍDICA para o CONTRATO = suspensão parcial (interrupção);

Leia mais

Plano de Aula - Desvendando o Departamento Pessoal - cód Horas/Aula

Plano de Aula - Desvendando o Departamento Pessoal - cód Horas/Aula Plano de Aula - Desvendando o Departamento Pessoal - cód. 6284 32 Horas/Aula Aula 1 Capítulo 1 Introdução Aula 2 Continuação do Capítulo 1 Introdução Aula 3 Capítulo 2 Conceito de Empregado e Empregador

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO REAJUSTES/CORREÇÕES SALARIAIS

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO REAJUSTES/CORREÇÕES SALARIAIS 1 de 5 06/02/2017 09:31 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2016/2017 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS000145/2017 DATA DE REGISTRO NO MTE: 03/02/2017 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR003533/2017 NÚMERO DO PROCESSO: 46218.000688/2017-30

Leia mais

LEI Nº , DE 13 DE JULHO DE Reforma Trabalhista

LEI Nº , DE 13 DE JULHO DE Reforma Trabalhista LEI Nº. 13.467, DE 13 DE JULHO DE 2017 Altera a CLT, a fim de adequar a legislação às novas relações de trabalho Reforma Trabalhista A Reforma Trabalhista (Lei 13.467/2017), que foi sancionada em 13 de

Leia mais

TESTE DIREITO DO TRABALHO. 1- Acerca dos princípios que informam o Direito do Trabalho, pode-se afirmar que:

TESTE DIREITO DO TRABALHO. 1- Acerca dos princípios que informam o Direito do Trabalho, pode-se afirmar que: TESTE DIREITO DO TRABALHO 1- Acerca dos princípios que informam o Direito do Trabalho, pode-se afirmar que: (A) A irrenunciabilidade de direitos não é um princípio absoluto. (B) É ilícita a redução dos

Leia mais

O que estudamos aula passada

O que estudamos aula passada O que estudamos aula passada Cessação, suspensão e interrupção dos contratos de trabalho Rescisão Contratual As formas de extinção do Contrato de Trabalho Pedido de demissão Dispensa sem justa causa Dispensa

Leia mais

1.7. Intervalo: Intervalo intrajornada: Intervalo interjornada:

1.7. Intervalo: Intervalo intrajornada: Intervalo interjornada: 1.7. Intervalo: Intervalo intrajornada: Intervalo interjornada: Intervalo Intrajornada: Jornada de até 4h: Jornada acima de 4h até 6h: Jornada acima de 6h: Súmula 118 do TST: intervalos não previstos em

Leia mais

Sumário CAPÍTULO I INTRODUÇÃO AO DIREITO DO TRABALHO CAPÍTULO II SUJEITOS DA RELAÇÃO DE TRABALHO QUESTÕES QUESTÕES...

Sumário CAPÍTULO I INTRODUÇÃO AO DIREITO DO TRABALHO CAPÍTULO II SUJEITOS DA RELAÇÃO DE TRABALHO QUESTÕES QUESTÕES... Sumário CAPÍTULO I INTRODUÇÃO AO DIREITO DO TRABALHO... 17 QUESTÕES... 17 1. PARTE HISTÓRICA... 17 2. INTERPRETAÇÃO E INTEGRAÇÃO... 25 3. FONTES... 31 4. PRINCÍPIOS... 43 5. FLEXIBILIZAÇÃO DO DIREITO DO

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina DIR371 Direito do Trabalho II

Programa Analítico de Disciplina DIR371 Direito do Trabalho II 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Direito - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Número de créditos: 3 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal 3 0 3

Leia mais

Boletim Informativo da Contabilidade

Boletim Informativo da Contabilidade ESTA EDIÇÃO Reforma Trabalhista. 1 Nesta edição : Alguns pontos da Reforma trabalhista que entra em vigor em 11/11/2017; Pelas novas regras surge nova relação entre patrão e empregados; Acordos que podem

Leia mais

Teorias. Tempo efetivamente trabalhado. Tempo à disposição do empregador (art. 4º CLT) Tempo in itinere (art. 58 CLT e Súm.

Teorias. Tempo efetivamente trabalhado. Tempo à disposição do empregador (art. 4º CLT) Tempo in itinere (art. 58 CLT e Súm. DURAÇÃO DO TRABALHO Teorias Tempo efetivamente trabalhado Tempo à disposição do empregador (art. 4º CLT) Tempo in itinere (art. 58 CLT e Súm. 90 TST) Geral Artigo 7º, XIII, CF/88 duração do trabalho normal

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2011

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2011 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS001718/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 26/10/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR058992/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46271.000918/2010-40 DATA

Leia mais

VI Exame de Ordem (OAB ) Comentários à prova de Direito do Trabalho

VI Exame de Ordem (OAB ) Comentários à prova de Direito do Trabalho VI Exame de Ordem (OAB 2011.3) Comentários à prova de Direito do Trabalho Questão 70 Após 23 anos de trabalho numa empresa, Renato é dispensado sem justa causa, no dia 31 de janeiro de 2012. Na hipótese,

Leia mais

Salários, Reajustes e Pagamento Reajustes/Correções Salariais

Salários, Reajustes e Pagamento Reajustes/Correções Salariais ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2016/2017 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SC000636/2016 DATA DE REGISTRO NO MTE: 28/04/2016 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR019358/2016 NÚMERO DO PROCESSO: 46220.001834/2016-14 DATA DO

Leia mais