O curso de Gestão e Coordenação de Formação tem como objetivo principal planear, executar e avaliar ações de formação profissional.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O curso de Gestão e Coordenação de Formação tem como objetivo principal planear, executar e avaliar ações de formação profissional."

Transcrição

1 0. ENQUADRAMENTO Hoje em dia fala-se muito de formação, nos incentivos existentes à formação, através de por exemplo cheques-formação, mas raramente se fala sobre o que se formar e quem formar. No nosso entender é necessário primeiro identificar competências a desenvolver, conceber os meios, definir metodologias, procedimentos entre outros. Estes objetivos são muitas vezes esquecidos por aqueles que trabalham a formação de forma padronizada, em constante mudança e não personalizada ou à medida. A formação é indispensável para o desenvolvimento e qualificação das pessoas e organizações, para a sua manutenção, transformação e evolução, atuando como agente de mudança sendo a função do gestor e coordenador de formação de importante valor neste processo. É objetivo geral da formação a preparação dos participantes para um bom desempenho das suas funções profissionais e potenciar as suas capacidades pessoais e é da responsabilidade dos profissionais de formação garantir a qualidade e o impacto da mesma. Estes técnicos tem de garantir que a formação proporcione às organizações a mudança pretendida e a qualificação do seu capital humano contribuindo para a criação de condições favoráveis a esse desenvolvimento. Nesse sentido, esta formação permite conhecer o ciclo formativo, ter uma visão completa e prática das várias fases do processo formativo, realçando a capacidade de criar ferramentas e saber como o fazer no futuro. 1. OBJETIVOS GERAIS O curso de Gestão e Coordenação de Formação tem como objetivo principal planear, executar e avaliar ações de formação profissional. 2. OBJETIVOS ESPECÍFICOS No final do curso os formandos deverão ser capazes de: Planear, acompanhar e avaliar ações de formação. Efetuar um diagnóstico empresarial e elaborar o respetivo plano de formação. Certificar uma entidade formadora. Elaborar candidaturas a fundos comunitários de planos de formação. 3. CONTEÚDOS PRAGRAMÁTICOS Módulo I. Competências e capacidades do gestor e do coordenador da formação 12h Perfil do gestor e do coordenador de formação. A linguagem específica da área: principais conceitos. O atual cenário e as entidades oficiais. Enquadramento legal. Candidaturas e a sua formalização. Plataformas oficiais: SIGO, SIIFSE Balcão 2020, NetForce, outras. Marketing na formação. Modulo II. Ciclo formativo: metodologias e instrumentos 12h Diagnóstico de necessidades da formação estudos inter e intraempresarial. Planeamento da formação. Conceção da formação. Organização e promoção da formação. Desenvolvimento e execução da formação. Avaliação da formação.

2 Módulo III. Plano de formação na empresa 12h Principais elementos segundo a norma da qualidade e o código do trabalho. Estudo de caso. Módulo IV. Certificação de entidades formadoras 24h Definição de certificação. Vantagens e objetivos da certificação. Deveres da entidade certificada. Divulgação da certificação. Legislação de enquadramento e taxas. Certificação inicial e manutenção da certificação. As áreas de formação e a certificação. Requisitos da certificação. Requisitos de estrutura e organização interna. Requisitos de processo no desenvolvimento da formação. Requisitos de resultados e melhoria contínua. As principais evidências e sua constituição: dossier técnico-pedagógico, manual de qualidade e plano de intervenção. Regulamento de funcionamento. Livro de reclamações. Balanço de atividades. Plataforma DGERT. 4. PÚBLICO-ALVO Técnicos que pretendam aprofundar conhecimentos, coordenadores e gestores de formação, formadores, técnicos de orientação profissional, responsáveis de recursos humanos e estudantes universitários que pretendam empregabilidade na área. 5. REQUISITOS DE ENTRADA Ex CAP ou CCP 6. MODALIDADE DE FORMAÇÃO Formação contínua. 7. FORMAS DE ORGANZAÇÃO DA FORMAÇÃO A formação será presencial, não podendo os formandos exceder os 5% de faltas. 8. METODOLOGIAS DE FORMAÇÃO Serão adotadas metodologias ativas que envolvam os formandos na aprendizagem através da experiência profissional e resolvendo problemas na formação trabalhando de forma individual e em grupo.

3 Pretende-se que o curso seja desenvolvido atendendo á exploração de casos práticos/experiências profissionais que possam ajudar à aquisição das competências pretendidas, que estão diretamente relacionadas com a prestação de cuidados nesta área. 9. METODOLOGIAS DE AVALIAÇÃO Avaliação será realizada em 3 momentos diferentes: Avaliação diagnóstica- com a finalidade de situar o grupo de formandos na aprendizagem a desenvolver; Avaliação formativa: ao longo das sessões para aferir o grau de alcance dos objetivos; Avaliação sumativa/final: que pretende aferir o grau de alcance dos objetivos operacionais definidos inicialmente para o curso. 10. RECURSOS MATERIAIS E PEDAGÓGICOS Projetor multimédia, folhas brancas; Manual dos formandos, enunciados das fichas de atividades. 11. LOCAL DE REALIZAÇÃO A formação será dada nas instalações da ADRAVE (Av. 25 de Abril nº634, Casa de Louredo, Vila Nova de Famalicão). 12. FORMADORES A equipa pedagógica da Adrave responsável pelo desenvolvimento da formação possui competências técnicas, pedagógicas e experiência profissional prática e relevante de vários anos. De forma a garantirmos sempre a qualidade da formação, fazemos a gestão da formação por objetivos centrados nas competências previstas em cada unidade. CONDIÇÕES DE PAGAMENTO Público em geral IVA (Inclui documentação de apoio ao curso e certificado) 2 ou mais inscrições da mesma empresa/entidade IVA Estudantes, Desempregados IVA (mediante comprovativo) Inscrição: Faça o download da ficha de inscrição aqui Envie para Após a validação de inscrição ser-lhe-ão enviados os dados necessários para efetuar o pagamento Caso pretenda implementar a formação na sua empresa, solicite mais informações através de A realização do curso está condicionada a um número mínimo de inscritos/as, pelo que a Adrave se reserva o direito de não realizar o curso caso não atinja o número mínimo de 12 inscrições efetivas.

4 Principais funções do Gestor e do Coordenador de Formação A Função do Gestor de Formação: O Gestor de Formação é responsável pela política de formação na entidade onde opera e pela sua gestão e coordenação geral. Assegura o planeamento, execução, acompanhamento, controlo e avaliação do plano de atividades, assim como a gestão dos recursos afetos à formação, as relações externas relativas à mesma, a articulação com os responsáveis máximos da entidade e com os destinatários da formação, a promoção das ações de revisão e melhoria contínua e a implementação dos mecanismos de qualidade da formação É um interlocutor privilegiado com o Sistema de Certificação e outras Entidades Oficiais, isto é, garante que as práticas formativas implementadas na entidade estão em harmonia com os requisitos de certificação ou de homologação ou de projeto adjudicado por terceiros. Garante a estabilidade através do exercício da função a tempo completo e vínculo laboral devidamente formalizado. Pode ainda, segundo a DGERT: Exercer a atividade a tempo completo (40 h/semana); Pode acumular funções de coordenador, Pode acumular funções de formador depois de cumprir as 40 horas semanais de gestor A Função do Coordenador de Formação: O Coordenador de Formação é responsável por auxiliar o Gestor de formação na implementação pela política de formação na entidade onde opera e pela sua gestão e coordenação geral. Assegura o planeamento, execução, acompanhamento, controlo e avaliação dos cursos que lhe são afetos, assim como a gestão dos recursos, as relações externas relativas aos mesmos e com os destinatários da formação. Contribui ainda para a promoção das ações de revisão e melhoria contínua e a implementação dos mecanismos de qualidade da formação. É um interlocutor privilegiado com o Gestor da Formação, isto é, auxilia o mesmo a garantir que as práticas formativas implementadas na entidade estão em harmonia com os requisitos de certificação ou de homologação ou de projeto adjudicado por terceiros. Na maior parte das entidades o Gestor da Formação também acumula funções de coordenador de algumas ações. Pode ainda, segundo a DGERT:

5 Exercer a atividade a tempo completo; Ter o CAP Formador ou CCP, Não pode acumular funções de coordenador e formador num mesmo curso

Principais funções do Gestor e do Coordenador de Formação. Não podemos prever o futuro mas podemos construí-lo!

Principais funções do Gestor e do Coordenador de Formação. Não podemos prever o futuro mas podemos construí-lo! Principais funções do Gestor e do Coordenador de Formação Não podemos prever o futuro mas podemos construí-lo! ENQUADRAMENTO A formação profissional surge como um dos instrumentos indispensáveis para o

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO. Gestão e Coordenação da Formação em elearning INTRODUÇÃO

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO. Gestão e Coordenação da Formação em elearning INTRODUÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO Gestão e Coordenação da Formação em elearning INTRODUÇÃO O sistema de certificação das entidades formadoras supervisionado pela Direção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL O Regulamento de Funcionamento da Formação Profissional é o instrumento regulador do funcionamento da atividade formativa desenvolvida pela Espaço

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTOR DE FORMAÇÃO

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTOR DE FORMAÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTOR DE FORMAÇÃO.Certificado pela ANEF-Associação Nacional de Entidade Formadoras.Certificação CEPESE-DGERT-CNAEF-Área 345 Gestão e Administração Nível 6 ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS DO

Leia mais

GTMMI, Lda. Regulamento Geral de Formações

GTMMI, Lda. Regulamento Geral de Formações GTMMI, Lda. Regulamento Geral de Formações Objectivo Para além da prática clínica como actividade principal, o GTMMI desenvolve também actividades no âmbito da formação contínua e pós-graduada. Este presente

Leia mais

VOCÊ SABE. O que faz o formador? Quais os requisitos de acesso à profissão de formador? O que é a habilitação própria para a docência?

VOCÊ SABE. O que faz o formador? Quais os requisitos de acesso à profissão de formador? O que é a habilitação própria para a docência? VOCÊ SABE O que faz o formador? Quais os requisitos de acesso à profissão de formador? O que é a habilitação própria para a docência? Setembro 2014 www.in-formacao.com.pt Formador/a O formador é o técnico

Leia mais

CURSO Certificação/Qualificação de Auditores Internos do Ambiente ISO 14001:2015

CURSO Certificação/Qualificação de Auditores Internos do Ambiente ISO 14001:2015 CURSO O curso de Certificação/Qualificação de Auditores Internos é constituído por 3 módulos com avaliação escrita: 1. Interpretação ISO 14001:2015 Requisitos associados à estrutura de Alto nível Anexo

Leia mais

No final do curso os formandos deverão realizar a gestão de uma IPSS, promovendo a sustentabilidade da instituição.

No final do curso os formandos deverão realizar a gestão de uma IPSS, promovendo a sustentabilidade da instituição. 1. OBJETIVOS GERAIS No final do curso os formandos deverão realizar a gestão de uma IPSS, promovendo a sustentabilidade da instituição. 2. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Descrever a orgânica das Instituições Sociais;

Leia mais

FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES/AS

FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES/AS Entidade Formadora: Questão de Igualdade Entidade Promotora: Edufoco FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES/AS Apresentação do curso e condições de frequência Certificado de Autorização de Funcionamento

Leia mais

FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES

FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES PÚBLICO-ALVO Quadros médios e superiores com saberes específicos de determinada profissão ou área profissional que se interessem pela atividade formativa, com

Leia mais

Ficha de Curso SEGURANÇA E QUALIDADE ALIMENTAR DESIGNAÇÃO DURAÇÃO. Percurso de 75 Horas DESTINATÁRIOS

Ficha de Curso SEGURANÇA E QUALIDADE ALIMENTAR DESIGNAÇÃO DURAÇÃO. Percurso de 75 Horas DESTINATÁRIOS DESIGNAÇÃO SEGURANÇA E QUALIDADE ALIMENTAR DURAÇÃO Percurso de 75 Horas DESTINATÁRIOS Activos empregados, com idade igual ou superior a 18 anos, detentores de, pelo menos, o 9.º ano de escolaridade e que

Leia mais

Designação do Curso: Técnica Auxiliar de Ação Educativa

Designação do Curso: Técnica Auxiliar de Ação Educativa Designação do Curso: Área de Formação: 761 Serviços de Apoio a Crianças e Jovens Carga Horária: 100 horas presenciais + 160 horas estágio em contexto real de trabalho (facultativo) Descrição do curso:

Leia mais

Destinatários. Requisitos de acesso. Modalidade de Formação. Objetivo Geral

Destinatários. Requisitos de acesso. Modalidade de Formação. Objetivo Geral 812 Turismo e Lazer Animação Turística Destinatários Este curso destina-se a profissionais ligados ao turismo, assim como todos aqueles que tenham interesse nesta área, como estudantes de turismo, gestores

Leia mais

Formação Inicial de Formadores em Gerontologia

Formação Inicial de Formadores em Gerontologia Formação Inicial de Formadores em Gerontologia A FITI Federação das Instituições de Terceira Idade, entidade formadora certificada pela DGERT (Proc. 0456/2013 aprovado em 15/04/2013) promove o curso de

Leia mais

Certificação de entidades formadoras Focus na qualidade

Certificação de entidades formadoras Focus na qualidade Certificação de entidades formadoras Focus na qualidade Conferência Qualidade ao serviço da Educação de Adultos Revisão por Pares : uma proposta inovadora? Lisboa, 4 de Maio 2017 Sistema de Certificação

Leia mais

DIREÇÃO REGIONAL DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL DIVISÃO DE ENCAMINHAMENTO E CERTIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIAS

DIREÇÃO REGIONAL DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL DIVISÃO DE ENCAMINHAMENTO E CERTIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIAS DIREÇÃO REGIONAL DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL DIVISÃO DE ENCAMINHAMENTO E CERTIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIAS O que são? Centros para a Qualificação e o Ensino Profissional Os CQEP são estruturas do Sistema Nacional

Leia mais

Medida Cheque-Formação

Medida Cheque-Formação Medida Cheque-Formação Sofia David CTCV Coimbra 15/10/2015 1 O CTCV como entidade Formadora: Desígnios Apoiar as empresas no Desenvolvimento de Projetos que conduzam ao desenvolvimento de competências

Leia mais

Regulamento de Formação

Regulamento de Formação Regulamento de Formação A Vitabasic Unipessoal Lda promove iniciativas de índole formativa para Fisioterapeutas, Terapeutas da Fala e outros Técnicos de Saúde e Bem-Estar. Âmbito O presente regulamento

Leia mais

MODALIDADE DE FORMAÇÃO

MODALIDADE DE FORMAÇÃO CURSO 0488 RELACIONAMENTO INTERPESSOAL E NEGOCIAÇÃO Início ------ Duração 50h Horário(s) ------ OBJECTIVOS GERAIS - Identificar os interlocutores internos e externos do técnico de logística, reconhecendo

Leia mais

Guião orientador Manual de Qualidade da Actividade Formativa

Guião orientador Manual de Qualidade da Actividade Formativa Guião orientador Manual de Qualidade da Actividade Formativa I. INTRODUÇÃO A orientação para a qualidade deve constituir um pressuposto fundamental na actividade das entidades formadoras, traduzida na

Leia mais

Especialização Gestão de Recursos Humanos EDIÇÕES Porto Coimbra Viseu Aveiro

Especialização Gestão de Recursos Humanos EDIÇÕES Porto Coimbra Viseu Aveiro Especialização Gestão de Recursos Humanos EDIÇÕES 2017 Porto Coimbra Viseu Aveiro Especialização Gestão de Recursos Humanos ESPECIALIZAÇÃO Gestão de Recursos Humanos - 100 horas (NOTA: com base no Catálogo

Leia mais

AFESP Associação Portuguesa de Sinalização e Segurança Rodoviária

AFESP Associação Portuguesa de Sinalização e Segurança Rodoviária Associação Portuguesa de Sinalização e Segurança Rodoviária REGULAMENTO DO FORMADOR AFESP Associação Portuguesa de Sinalização e Segurança Rodoviária Alvalade Office Center Praça de Alvalade, N.º 6 1º

Leia mais

Especialização Gestão de Recursos Humanos EDIÇÕES Porto Coimbra Viseu Aveiro

Especialização Gestão de Recursos Humanos EDIÇÕES Porto Coimbra Viseu Aveiro Especialização Gestão de Recursos Humanos EDIÇÕES 2017 Porto Coimbra Viseu Aveiro Especialização Gestão de Recursos Humanos ESPECIALIZAÇÃO Gestão de Recursos Humanos 100 horas (NOTA: com base no Catálogo

Leia mais

Plano de Formação Interna 2016 CCDRLVT

Plano de Formação Interna 2016 CCDRLVT Plano de Formação Interna 2016 CCDRLVT março 2016 Enquadramento O Plano de Formação Interna 2016 atendeu, para a sua elaboração, ao Decreto-Lei n.º 50/98, de 11 de Março, à Portaria n.º 146/11, de 7 de

Leia mais

Curso de Formação STCVP - Segurança em Trabalhos em Câmaras de Visita Permanentes

Curso de Formação STCVP - Segurança em Trabalhos em Câmaras de Visita Permanentes Curso de Formação STCVP - Segurança em Trabalhos em Câmaras de Visita Permanentes Programa de Formação Ed.2 05-12-2016 Equipa de trabalho A equipa de trabalho, coordenação pedagógica, gestão da formação,

Leia mais

CURSOS EFA Educação e Formação de Adultos. Regulamento. I Legislação de referência

CURSOS EFA Educação e Formação de Adultos. Regulamento. I Legislação de referência CURSOS EFA Educação e Formação de Adultos Regulamento I Legislação de referência Os Cursos de Educação e Formação de Adultos, na Região Autónoma da Madeira, regem-se segundo o seguinte Enquadramento Legal:

Leia mais

Regulamento Interno. Formação Contínua

Regulamento Interno. Formação Contínua Regulamento Interno Formação Contínua Missão e Estratégia do Departamento de Formação e Qualificação de Ativos da CERCI O Departamento de Formação e Qualificação de Ativos (DQDA) da CERCI tem como principal

Leia mais

TÉCNICO/A INSTALAÇÕES ELÉTRICAS Nível 4

TÉCNICO/A INSTALAÇÕES ELÉTRICAS Nível 4 «TÉCNICO/A INSTALAÇÕES ELÉTRICAS Nível 4 4«TÉCNICO/A ELECTROTECNIA Nível 4«TÉCNICO/A INSTALADOR DE SISTEMAS SOLARES TÉRMICOS Nível 4«TÉCNICO/A REFRIGERAÇÃO E AR CONDICIONADO Nível Plano Curricular da Ação

Leia mais

GUIA DO FORMANDO. 1. Objetivos Gerais. 2. Objectivos Específicos e Conteúdos Programáticos

GUIA DO FORMANDO. 1. Objetivos Gerais. 2. Objectivos Específicos e Conteúdos Programáticos GUIA DO FORMANDO Curso: FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES Duração: 90h. Coordenação da Formação: Conceição Nobre Rodrigues. Equipa de Formadores: Cláudia A. Senra, Margarida M. Guimarães, Paulo

Leia mais

PLANO DA AÇÃO DE FORMAÇÃO- AÇÃO CERTIFICADA

PLANO DA AÇÃO DE FORMAÇÃO- AÇÃO CERTIFICADA Im0402_0 PLANO DA AÇÃO DE FORMAÇÃO AÇÃO CERTIFICADA CURSO Nº.13 AÇÃO 2 CURSO DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES PÚBLICOALVO: A Formação Pedagógica Inicial de formadores é dirigida a indivíduos

Leia mais

851 Tecnologia de Proteção do Ambiente

851 Tecnologia de Proteção do Ambiente 851 Tecnologia de Proteção do Ambiente Educação Ambiental de Adultos Destinatários Público em geral. Requisitos de acesso 9º ano de escolaridade. Modalidade de Formação Formação Continua. Objetivo Geral

Leia mais

CURSO DE GESTÃO DA QUALIDADE EM IPSS E PRIVADOS (4ª edição)

CURSO DE GESTÃO DA QUALIDADE EM IPSS E PRIVADOS (4ª edição) CURSO DE GESTÃO DA QUALIDADE EM IPSS E PRIVADOS (4ª edição) A necessidade de renovar as práticas e as metodologias de intervenção social com vista a aumentar a eficácia e a eficiência do trabalho com os

Leia mais

PROGRAMA DE FORMAÇÃO PRESENCIAL

PROGRAMA DE FORMAÇÃO PRESENCIAL Pág. 1 / 7 CURSO / UNIDADE Auditorias Internas da Qualidade UFCD n.º Ação n.º 1 NA OBJETIVO GERAL DO CURSO Capacitar os/as formandos/as para a condução de auditorias internas da qualidade, segundo a ISO

Leia mais

342 Marketing e Publicidade

342 Marketing e Publicidade 342 Marketing e Publicidade Análise de mercados e consumidores Destinatários Diretores e Gestores de Marketing, Marca e Vendas. Não existentes. Formação Continua. Requisitos de acesso Modalidade de Formação

Leia mais

FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES Outubro / Dezembro 2009

FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES Outubro / Dezembro 2009 FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES Outubro / Dezembro 2009 OBJECTIVOS GERAIS Visa-se com este programa a melhoria da qualidade da formação profissional, através da aquisição e do desenvolvimento

Leia mais

CURSO MICROSOFT WORD AVANÇADO

CURSO MICROSOFT WORD AVANÇADO CURSO MICROSOFT WORD AVANÇADO ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05 02 Moneris Academy Microsoft

Leia mais

CURSO ELABORAÇÃO DO PLANO DE FORMAÇÃO E A GESTÃO DA FORMAÇÃO

CURSO ELABORAÇÃO DO PLANO DE FORMAÇÃO E A GESTÃO DA FORMAÇÃO CURSO ELABORAÇÃO DO PLANO DE FORMAÇÃO E A GESTÃO DA FORMAÇÃO ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO

Leia mais

CCNA Técnico Especialista em Gestão de Redes Cisco

CCNA Técnico Especialista em Gestão de Redes Cisco CCNA Técnico Especialista em Gestão de Redes Cisco Redes e Sistemas - Cisco Últimas ofertas Com certificação Localidade: Lisboa Data: 24 Feb 2017 Preço: 2250 ( Os valores apresentados não incluem IVA.

Leia mais

Curso de Mediaçã o de Conflitos

Curso de Mediaçã o de Conflitos Curso de Mediaçã o de Conflitos Objetivos Gerais/Competências visadas: Dotar os formandos de um conjunto de competências que permitam problematizar, analisar e refletir sobre situações práticas de gestão

Leia mais

346 Secretariado e Trabalho Administrativo

346 Secretariado e Trabalho Administrativo 346 Secretariado e Trabalho Administrativo Atendimento ao Público e Imagem da Organização Destinatários Apoios administrativos. Secretárias e todos os profissionais em contacto direto com clientes ou público

Leia mais

840 Serviços de Transporte

840 Serviços de Transporte 840 Serviços de Transporte CAM para Formação Inicial Acelerada de Passageiros Destinatários Motoristas com mais de 23 anos nas categorias D e D+E que tiverem obtido a sua carta de condução após 9 de Setembro

Leia mais

PROGRAMA DE FORMAÇÃO PRESENCIAL

PROGRAMA DE FORMAÇÃO PRESENCIAL Pág. 1 / 7 CURSO / UNIDADE Auditorias Internas de Segurança Alimentar UFCD n.º Ação n.º 1 NA OBJETIVO GERAL DO CURSO Capacitar os/as formandos/as para a condução de auditorias internas de segurança alimentar,

Leia mais

#Fisioterapeuta, #Enfermeiro, #Medico, #Outra Saude, #Terapeuta Ocupacional

#Fisioterapeuta, #Enfermeiro, #Medico, #Outra Saude, #Terapeuta Ocupacional PREPARAçãO PARA O NASCIMENTO: PRé PARTO (FEV 2016) - LISBOA Preparação para o Nascimento: Pré-Parto, construído por Maria João Alvit uma das maiores referências na área da Preparação para o Nascimento

Leia mais

Avenida Luís Bívar, Lisboa, Portugal. Tel: Regulamento Geral. Formação

Avenida Luís Bívar, Lisboa, Portugal. Tel: Regulamento Geral. Formação Avenida Luís Bívar, 85 1050-143 Lisboa, Portugal Tel: +351 21 781 62 82 Regulamento Geral Formação Última revisão Fevereiro 2011 Índice Índice 2 Introdução 3 Inscrições e Condições de Acesso 3 Funcionamento

Leia mais

A função de Gestor de Formação é obrigatória pelo sistema de certificação de entidades formadoras da DGERT (Portaria nº208/2013).

A função de Gestor de Formação é obrigatória pelo sistema de certificação de entidades formadoras da DGERT (Portaria nº208/2013). Nome do Curso Gestor de Formação (pós graduação) Objectivos do Curso A função de Gestor de Formação é obrigatória pelo sistema de certificação de entidades formadoras da DGERT (Portaria nº208/2013). Todas

Leia mais

PROGRAMA DE FORMAÇÃO PRESENCIAL

PROGRAMA DE FORMAÇÃO PRESENCIAL Pág. 1 / 7 CURSO / UNIDADE Auditorias Internas de Segurança e Saúde do Trabalho UFCD n.º Ação n.º 1 NA OBJETIVO GERAL DO CURSO Capacitar os/as formandos/as para a condução de auditorias internas de segurança

Leia mais

O presente regulamento aplica-se às ações de formação, de qualquer tipo e natureza, realizadas no Centro de Formação do Porto de Leixões.

O presente regulamento aplica-se às ações de formação, de qualquer tipo e natureza, realizadas no Centro de Formação do Porto de Leixões. CENTRO DE FORMAÇÃO DO PORTO DE LEIXÕES REGULAMENTO INTERNO DE FUNCIONAMENTO 1. Âmbito O presente regulamento aplica-se às ações de formação, de qualquer tipo e natureza, realizadas no Centro de Formação

Leia mais

CURSO RH SELECIONAR COM SUCESSO

CURSO RH SELECIONAR COM SUCESSO CURSO RH SELECIONAR COM SUCESSO ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05 02 Moneris Academy RH

Leia mais

Ficha de Curso DESIGNAÇÃO MARKETING DIGITAL DURAÇÃO. Percurso de 100 Horas

Ficha de Curso DESIGNAÇÃO MARKETING DIGITAL DURAÇÃO. Percurso de 100 Horas DESIGNAÇÃO MARKETING DIGITAL DURAÇÃO Percurso de 100 Horas DESTINATÁRIOS Activos empregados, com idade igual ou superior a 18 anos, detentores de, pelo menos, o 9.º ano de escolaridade e que pretendam

Leia mais

Técnico de Informática

Técnico de Informática Técnico de Informática Redes e Sistemas Certificado - Inclui Certificação Formato: Presencial Preço: 1800 ( Os valores apresentados não incluem IVA. Oferta de IVA a particulares e estudantes. ) Horário:

Leia mais

1. Introdução Objetivos do Curso Destinatários Plano de Estudos Coordenação do Curso Programa...

1. Introdução Objetivos do Curso Destinatários Plano de Estudos Coordenação do Curso Programa... 1. Introdução... 3 1.1. Objetivos do Curso... 3 1.2. Destinatários... 4 2. Plano de Estudos... 5 2.1. Coordenação do Curso... 5 2.2. Programa... 5 3. Estrutura funcional... 6 3.1. Custo... 6 3.2. Duração,

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO CURSO DESEMPENHO ENERGÉTICO DE EDIFÍCIOS EDIÇÃO Nº 2016

FICHA TÉCNICA DO CURSO DESEMPENHO ENERGÉTICO DE EDIFÍCIOS EDIÇÃO Nº 2016 FICHA TÉCNICA DO CURSO DESEMPENHO ENERGÉTICO DE EDIFÍCIOS EDIÇÃO Nº 2016 1. DESIGNAÇÃO DO CURSO Desempenho energético de edifícios 2. COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER - Saber dotar um edifício de boas condições

Leia mais

CURSO DE INTEGRAÇÃO EMPRESARIAL DE QUADROS (CIEQ)

CURSO DE INTEGRAÇÃO EMPRESARIAL DE QUADROS (CIEQ) INTEGRAÇÃO PROFISSIONAL DE TÉCNICOS SUPERIORES BACHARÉIS, LICENCIADOS E MESTRES CURSO DE INTEGRAÇÃO EMPRESARIAL DE QUADROS (CIEQ) GUIA DE CURSO ÍNDICE 1 - Objectivo do curso 2 - Destinatários 3 - Pré-requisitos

Leia mais

Europass-Curriculum Vitae

Europass-Curriculum Vitae Europass-Curriculum Vitae Informação pessoal Apelido(s) / Nome(s) próprio(s) Morada Correio(s) electrónico(s) Maria Neves Rua do Passal, Nº 46, 1º D, 9500-096 Ponta Delgada Telemóvel 936602762 / 926592751

Leia mais

Paulo Magalhães UC.GCI IVE tempo de sucesso. Curso de Empreendedorismo CE APEU 12. (3ª Edição) Organização

Paulo Magalhães UC.GCI IVE tempo de sucesso. Curso de Empreendedorismo CE APEU 12. (3ª Edição) Organização Paulo Magalhães UC.GCI IVE 2006 tempo de sucesso Curso de Empreendedorismo CE APEU 12 (3ª Edição) Organização CURSO DE EMPREENDEDORISMO Resumo O Curso de Empreendedorismo proposto tem como objectivo apoiar

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DA FORMAÇÃO

REGULAMENTO GERAL DA FORMAÇÃO REGULAMENTO GERAL DA FORMAÇÃO Av. Elias Garcia, nº 93, 2º andar 1050-097 Lisboa +351 218 056 717 www.kpsa.pt Acompanhe-nos nas nossas redes socias: INTRODUÇÃO O presente documento - Regulamento Geral da

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO CURSO Acessibilidade no Projecto de Arquitectura Uma responsabilidade técnica EDIÇÃO 2016

FICHA TÉCNICA DO CURSO Acessibilidade no Projecto de Arquitectura Uma responsabilidade técnica EDIÇÃO 2016 FICHA TÉCNICA DO CURSO Acessibilidade no Projecto de Arquitectura Uma responsabilidade técnica EDIÇÃO 2016 1. DESIGNAÇÃO DO CURSO Acessibilidade no Projecto de Arquitectura Uma responsabilidade técnica

Leia mais

342 Marketing e Publicidade

342 Marketing e Publicidade 342 Marketing e Publicidade Análise de mercados e consumidores Destinatários Diretores e Gestores de Marketing, Marca e Vendas. Não existentes. Formação Continua. Requisitos de acesso Modalidade de Formação

Leia mais

Atendimento aos Clientes

Atendimento aos Clientes 341 Comércio Atendimento aos Clientes Destinatários Profissionais de atendimento ao público, responsáveis de departamentos de vendas, comerciais e outros em geral. 9º Ano de Escolaridade. Formação Continua.

Leia mais

CURSO DE GESTÃO DE EQUIPAMENTOS SOCIAIS PARA IDOSOS

CURSO DE GESTÃO DE EQUIPAMENTOS SOCIAIS PARA IDOSOS CURSO DE GESTÃO DE EQUIPAMENTOS SOCIAIS PARA IDOSOS Nas sociedades contemporâneas, o envelhecimento, a velhice e os idosos são o tema em causa, pois assiste-se a um aumento crescente deste tipo de população.

Leia mais

A função de Gestor de Formação é obrigatória pelo sistema de certificação de entidades

A função de Gestor de Formação é obrigatória pelo sistema de certificação de entidades CONTEXTO DO CURSO A função de Gestor de Formação é obrigatória pelo sistema de certificação de entidades formadoras da DGERT. Todas as entidades formadoras têm que ter no seu quadro pelo menos um Gestor

Leia mais

Especialização em Gestão da Qualidade no Setor Agro-Alimentar horas - Porto

Especialização em Gestão da Qualidade no Setor Agro-Alimentar horas - Porto Especialização em Gestão da Qualidade no Setor Agro-Alimentar - 100 horas - Porto Especialização em Gestão da Qualidade no Setor Agro-Alimentar ESPECIALIZAÇÃO Gestão da Qualidade no Setor Agro-Alimentar

Leia mais

Índice PREÂMBULO CAPÍTULO I Equipa Técnico Pedagógica Artigo 1º - Equipa Pedagógica Artigo 2º - Coordenador da Formação...

Índice PREÂMBULO CAPÍTULO I Equipa Técnico Pedagógica Artigo 1º - Equipa Pedagógica Artigo 2º - Coordenador da Formação... Índice PREÂMBULO... 3 CAPÍTULO I Equipa Técnico Pedagógica... 5 Artigo 1º - Equipa Pedagógica... 5 Artigo 2º - Coordenador da Formação... 5 Artigo 3º - Coordenador Pedagógico... 6 Artigo 4º - Formadores...

Leia mais

REGULAMENTO DA FORMAÇÃO Departamento de Formação Permanente Desenvolvemos Competências Humanizadas

REGULAMENTO DA FORMAÇÃO Departamento de Formação Permanente Desenvolvemos Competências Humanizadas REGULAMENTO DA FORMAÇÃO Departamento de Formação Permanente Desenvolvemos Competências Humanizadas REGULAMENTO DA FORMAÇÃO 1 - MISSÃO, OBJECTIVOS, ESTRATÉGIA 1.1 - Missão O Departamento de Formação Permanente

Leia mais

SOLUÇÕES DE FORMAÇÃO PARA ENTIDADES EMPREGADORAS FORMAR PARA DESENVOLVER

SOLUÇÕES DE FORMAÇÃO PARA ENTIDADES EMPREGADORAS FORMAR PARA DESENVOLVER SOLUÇÕES DE FORMAÇÃO PARA ENTIDADES EMPREGADORAS FORMAR PARA DESENVOLVER A CONSULTUA - ENSINO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL coloca ao dispor das empresas/entidades empregadoras, um produto profissional de formação

Leia mais

Curso de Especialização Gestão de Recursos Humanos e Legislação Laboral e Fiscal

Curso de Especialização Gestão de Recursos Humanos e Legislação Laboral e Fiscal Curso de Especialização Gestão de Recursos Humanos e Legislação Laboral e Fiscal Coordenador: Dr. Hélder Couto Índice Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisito... 2 Objetivo

Leia mais

Serra do Saber. Formação Pedagógica Inicial de Formadores

Serra do Saber. Formação Pedagógica Inicial de Formadores Formação Pedagógica Inicial de Formadores Fundamentação Este curso apresenta de uma forma clara e recorrendo a uma metodologia teórico-prática, os conhecimentos necessários para a formação de formadores

Leia mais

GUIA DO FORMANDO INTERVENÇÃO PSICOLÓGICA EM SITUAÇÕES DE CATÁSTROFE EDIÇÃO IPSCB6L

GUIA DO FORMANDO INTERVENÇÃO PSICOLÓGICA EM SITUAÇÕES DE CATÁSTROFE EDIÇÃO IPSCB6L GUIA DO FORMANDO INTERVENÇÃO PSICOLÓGICA EM SITUAÇÕES DE CATÁSTROFE EDIÇÃO IPSCB6L Índice ENQUADRAMENTO DESCRIÇÃO DESTINATÁRIOS OBJETIVOS ESTRUTURA E DURAÇÃO AUTOR METODOLOGIA PEDAGÓGICA AVALIAÇÃO E CERTIFICAÇÃO

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO FORMAÇÃO AVANÇADA FORMAÇÃO CERTIFICADA EM GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DA FORMAÇÃO [E-LEARNING]

PÓS-GRADUAÇÃO FORMAÇÃO AVANÇADA FORMAÇÃO CERTIFICADA EM GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DA FORMAÇÃO [E-LEARNING] E-LEARNING // 1ª EDIÇÃO // 27 ABRIL 2017 WWW.INSTITUTOCRIAP.COM FACEBOOK.COM/INSTITUTOCRIAP LINKEDIN.COM/COMPANY/CRIAP FORMAÇÃO AVANÇADA PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DA FORMAÇÃO [E-LEARNING] FORMAÇÃO

Leia mais

Formação Pedagógica Inicial de Formadores Objetivos Gerais Este Curso, homologado pelo IEFP, visa dotar os participantes das técnicas, conhecimentos e competências necessárias á apresentação com sucesso

Leia mais

PROGRAMA DA FORMAÇÃO - PRODUÇÃO E MARKETING DE EVENTOS

PROGRAMA DA FORMAÇÃO - PRODUÇÃO E MARKETING DE EVENTOS DESIGNAÇÃO Nome: Produção e Marketing de Eventos Carga horária total: 250 horas Acreditação profissional: n/a Forma de organização da formação: Presencial Público-alvo: Estudantes ou profissionais com

Leia mais

347 Enquadramento na Organização/Empresa

347 Enquadramento na Organização/Empresa 347 Enquadramento na Organização/Empresa Auditor/a Interno/a Destinatários Colaboradores, empresários e responsáveis de organizações que pretendam adquirir conhecimentos e competências na área da auditoria.

Leia mais

PROGRAMA DE FORMAÇÃO E-LEARNING

PROGRAMA DE FORMAÇÃO E-LEARNING Pág. 1 / 7 CURSO / UNIDADE e-formador/a UFCD n.º Ação n.º 1 OBJETIVO GERAL Capacitar os/as formandos/as para aplicar ferramentas pedagógicas e ministrar ações de formação na forma de organização a. ÁREA

Leia mais

ESCLARECIMENTOS - Avisos n.ºs POISE e POISE

ESCLARECIMENTOS - Avisos n.ºs POISE e POISE ESCLARECIMENTOS - Avisos n.ºs POISE-24-2016-04 e POISE-31-2016-05 - De acordo com os artigos 111.º e 115.º do Regulamento (UE) n.º 1303/2013, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 17 de dezembro, conjugados

Leia mais

MUDE PARA UMA NOVA EMPRESA, A SUA! APOSTE NA FORMAÇÃO!

MUDE PARA UMA NOVA EMPRESA, A SUA! APOSTE NA FORMAÇÃO! MUDE PARA UMA NOVA EMPRESA, A SUA! APOSTE NA FORMAÇÃO! IPN - INSTITUTO PEDRO NUNES APRESENTAÇÃO Criado em 1991, por iniciativa da Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade de Coimbra, o Instituto

Leia mais

Microsoft Excel Avançado Macros e VBA EDIÇÕES 2017 RIO TINTO

Microsoft Excel Avançado Macros e VBA EDIÇÕES 2017 RIO TINTO Microsoft Excel Avançado Macros e VBA EDIÇÕES 2017 RIO TINTO Microsoft Excel Avançado Macros e VBA ESPECIALIZAÇÃO Microsoft Excel Avançado Macros e VBA - 100 horas (NOTA: com base no Catálogo Nacional

Leia mais

Curso de Formação STACF - Segurança em Trabalhos em Altura em Coberturas e Fachadas

Curso de Formação STACF - Segurança em Trabalhos em Altura em Coberturas e Fachadas Curso de Formação STACF - Segurança em Trabalhos em Altura em Coberturas e Fachadas Programa de Formação Ed.2 01-07-2016 Equipa de trabalho A equipa de trabalho, coordenação pedagógica, gestão da formação,

Leia mais

Ângela Maria Martins Viegas. Técnica de RH / HR administrative assistant / Técnica de Recrutamento e Seleção

Ângela Maria Martins Viegas. Técnica de RH / HR administrative assistant / Técnica de Recrutamento e Seleção INFORMAÇÃO PESSOAL Ângela Maria Martins Viegas Rua 1º de Maio, nº 12, 1º Dto, Santa Joana 381-032 Aveiro 96 622 10 48 angelita.viegas@gmail.com Sexo Feminino Data de nascimento 16/04/1979 Nacionalidade

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALLIS LONGUS PLANO DE AÇÃO DE MELHORIA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALLIS LONGUS PLANO DE AÇÃO DE MELHORIA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALLIS LONGUS PLANO DE AÇÃO DE MELHORIA VALONGO, JUNHO 2013 INTRODUÇÃO O Plano de Melhoria constitui-se como instrumento de suporte à programação e à implementação da melhoria

Leia mais

GUIA DO FORMANDO SELECIONAR, MEDIR E GERIR ÁREA: PSICOLOGIA DO TRABALHO, SOCIAL E ORGANIZAÇÕES

GUIA DO FORMANDO SELECIONAR, MEDIR E GERIR ÁREA: PSICOLOGIA DO TRABALHO, SOCIAL E ORGANIZAÇÕES GUIA DO FORMANDO SELECIONAR, MEDIR E GERIR ÁREA: PSICOLOGIA DO TRABALHO, SOCIAL E ORGANIZAÇÕES Índice ENQUADRAMENTO DESCRIÇÃO DESTINATÁRIOS OBJETIVOS ESTRUTURA E DURAÇÃO AUTOR METODOLOGIA PEDAGÓGICA AVALIAÇÃO

Leia mais

Escola Superior de Educação Almeida Garrett

Escola Superior de Educação Almeida Garrett Escola Superior de Educação Almeida Garrett Regulamento Interno do Gabinete de Formação Contínua Preâmbulo O Gabinete de Formação Contínua (adiante designado por GFC) da Escola Superior de Educação Almeida

Leia mais

Formação Pedagógica Inicial de Formadores blearning 90 Horas. Programa do Curso.

Formação Pedagógica Inicial de Formadores blearning 90 Horas. Programa do Curso. Formação Pedagógica Inicial de Formadores blearning 90 Horas Programa do Curso www.areapedagogica.com 2 Programa do Curso de Formação Pedagógica de Formadores blearning 90 Horas Objetivos Gerais No final

Leia mais

Especialização em Marketing Digital

Especialização em Marketing Digital Especialização em Marketing Digital EDIÇÕES 2017 RIO TINTO Especialização em Marketing Digital ESPECIALIZAÇÃO Marketing Digital - 100 horas (NOTA: com base no Catálogo Nacional de Qualificações) Coordenação

Leia mais

GUIA DOFORMANDO. Sistemas de Gestão da Segurança da Informação ISO/IEC

GUIA DOFORMANDO. Sistemas de Gestão da Segurança da Informação ISO/IEC GUIA DOFORMANDO Sistemas de Gestão da Segurança da Informação ISO/IEC 27001 www.intedya.pt 1. Bem-vindos ao campus virtual 2. Objetivos do curso 3. Índice de conteúdos 4. Guia de realização do curso 5.

Leia mais

COMISSÃO MINISTERIAL DE COORDENAÇÃO DO PROGRAMA OPERACIONAL POTENCIAL HUMANO

COMISSÃO MINISTERIAL DE COORDENAÇÃO DO PROGRAMA OPERACIONAL POTENCIAL HUMANO Despacho Considerando que os regulamentos específicos do Programa Operacional Potencial Humano (POPH) são aprovados pela respectiva Comissão Ministerial de Coordenação, nos termos do n.º 5 do artigo 30º

Leia mais

Mini-MBA de Especialização de Marketing Coordenador/Formador: José Guimarães

Mini-MBA de Especialização de Marketing Coordenador/Formador: José Guimarães Mini-MBA de Especialização de Marketing Coordenador/Formador: José Guimarães Índice Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisitos... 3 Objetivo Geral... 3 Objetivos Específicos...

Leia mais

Cursos de Gestão de Energia no Setor das Águas

Cursos de Gestão de Energia no Setor das Águas Cursos de Gestão de Energia Eficiência Energética Apresentação Destinatários Recomendação Inscrições A ERSAR, em parceria com a ADENE - Agência para a Energia, dá início no próximo dia 13 de novembro à

Leia mais

Educação Inclusiva e Educação Especial. A importância da liderança. Abril, Data e Local

Educação Inclusiva e Educação Especial. A importância da liderança. Abril, Data e Local Educação Inclusiva e Educação Especial A importância da liderança Abril, 2015 Data e Local ROTEIRO O planeamento da Educação Especial. Os procedimentos de referenciação e avaliação. A homologação de programas

Leia mais

Curso de Formação STAE - Segurança em Trabalhos em Altura atividade Elétrica. Distribuição Elétrica - (Rede Aérea BT/MT/AT {MAT})

Curso de Formação STAE - Segurança em Trabalhos em Altura atividade Elétrica. Distribuição Elétrica - (Rede Aérea BT/MT/AT {MAT}) Curso de Formação STAE - Segurança em Trabalhos em Altura atividade Elétrica Distribuição Elétrica - (Rede Aérea BT/MT/AT {MAT}) Programa de Formação Ed.3 07-11-2016 Equipa de trabalho A equipa de trabalho,

Leia mais

146 Formação de Professores e Formadores de Áreas Tecnológicas

146 Formação de Professores e Formadores de Áreas Tecnológicas 146 Formação de Professores e Formadores de Áreas Tecnológicas Formação Pedagógica Inicial de Formadores Destinatários Indivíduos que pretendam adquirir o CCP para exercer a atividade de formador. As condições

Leia mais

Escola Secundária 3EB Dr. Jorge Correia Tavira Direcção Regional de Educação do Algarve CENTRO NOVAS OPORTUNIDADES

Escola Secundária 3EB Dr. Jorge Correia Tavira Direcção Regional de Educação do Algarve CENTRO NOVAS OPORTUNIDADES Regulamento Artigo 1º Definição O Centro Novas Oportunidades é uma estrutura que tem como missão proporcionar a todos os adultos uma oportunidade de qualificação e de certificação, de nível básico ou secundário,

Leia mais

FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES (90 horas)

FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES (90 horas) FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES (90 horas) DESTINATÁRIOS: O curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores da SALSUS destina-se a 14 formandos por grupo, sendo que deverá cumprir as seguintes

Leia mais

Training Course. DESTINATÁRIOS Este curso destina-se a todos os colaboradores que pretendam desenvolver competências interpessoais.

Training Course. DESTINATÁRIOS Este curso destina-se a todos os colaboradores que pretendam desenvolver competências interpessoais. MBA ASSESSMENT & DEVELOPMENT CENTER DESCRIÇÃO O Assessment Center é uma ferramenta que ajuda a conhecer e explorar melhor as competências e habilidades dos profissionais, tratando-se de um processo de

Leia mais

FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES

FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES ACÇÃO TIPO: Formação Pedagógica Inicial de Formadores PÚBLICO ALVO: Futuros formadores, formadores sem formação pedagógica. DURAÇÃO: 96 Horas N.º de ACÇÕES: 1

Leia mais

Programação de Dispositivos Móveis

Programação de Dispositivos Móveis Programação de Dispositivos Móveis EDIÇÕES 2017 RIO TINTO Programação de Dispositivos Móveis CURSO: Programação de Dispositivos Móveis - 50 horas (NOTA: com base no Catálogo Nacional de Qualificações)

Leia mais

GUIA DOFORMANDO. Sistemas de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho OHSAS

GUIA DOFORMANDO. Sistemas de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho OHSAS GUIA DOFORMANDO Sistemas de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho OHSAS 18001 www.intedya.pt 1. Bem-vindos ao campus virtual 2. Objetivos do curso 3. Índice de conteúdos 4. Guia de realização do curso

Leia mais

LISBOA, 18 de outubro a 14 de dezembro de Hotel AS Lisboa, Avenida Almirante Reis , Lisboa

LISBOA, 18 de outubro a 14 de dezembro de Hotel AS Lisboa, Avenida Almirante Reis , Lisboa FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE XADREZ FORMAÇÃO DE TREINADORES GRAU I LISBOA, 24 setembro de 2014 Informações Data / Horário Local Lisboa Participantes Máximo 30 participantes. Inscrições Hotel AS Lisboa, Avenida

Leia mais

Instituto de Educação Universidade de Lisboa

Instituto de Educação Universidade de Lisboa Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Mestrado em Educação Especialização: Educação e Tecnologias Digitais 14 15 Edição Instituto de Educação da Universidade de Lisboa

Leia mais

Regulamento Interno de Funcionamento do Gabinete de Apoio à Qualidade (GAQ)

Regulamento Interno de Funcionamento do Gabinete de Apoio à Qualidade (GAQ) Regulamento Interno de Funcionamento do Gabinete de Apoio à Qualidade (GAQ) 1 Índice I Disposições Legais... 3 Artigo 1º - Objecto e âmbito de aplicação... 3 II Modelo Organizacional... 3 Artigo 2º - Definição

Leia mais

Conferência Nacional. Qualidade ao Serviço da Educação de Adultos. Revisão por Pares": uma proposta inovadora?

Conferência Nacional. Qualidade ao Serviço da Educação de Adultos. Revisão por Pares: uma proposta inovadora? Conferência Nacional Qualidade ao Serviço da Educação de Adultos Revisão por Pares": uma proposta inovadora? Maria João Alves CECOA 4 de maio 2017 Programa Qualifica Enquadramento Valorização da educação

Leia mais