SISTEMA DE GESTÃO DE PRODUÇÃO DE EVENTOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SISTEMA DE GESTÃO DE PRODUÇÃO DE EVENTOS"

Transcrição

1 SISTEMA DE GESTÃO DE PRODUÇÃO DE EVENTOS Rodrigo das Neves Wagner Luiz Gustavo Galves Mählmann Resumo: O presente artigo trata de um projeto de desenvolvimento de uma aplicação para uma produtora de eventos, que será elaborado em linguagem Java e que deve funcionar nos ambientes Web e Mobile, unindo essas duas plataformas. Seu intuito é o futuro desenvolvimento desse sistema de gestão de produção de eventos e, dentro da aplicação, será utilizado o módulo de preview de imagens como cenário para implantação da portabilidade de plataforma. Assim, a tecnologia Android será utilizada na criação de um aplicativo mobile que empregue o sistema a ser desenvolvido no projeto em questão. Palavras-chave: Java, Android, Mobile. Abstract: This article states about a development project of an application for an events producer enterprise, which will be created in Java language and that should work in Web and Mobile environments, combining these two platforms. The intention is the further development of this management of events production system and, within the application, the images preview module will be used as a background for platform portability implantation. So the Android technology will be used in creating a mobile application that employs the system that will be developed in this project. Key-words: Java, Android, Mobile. 1 Introdução Desenvolvimento de sistemas para plataformas distintas gera um grande esforço para a construção, atualmente não se tem grande aproveitamento de mão-de-obra dentre os projetos. Normalmente as empresas montam equipes distintas para o desenvolvimento dos sistemas e acabam elaborando dois ou mais projetos para chegar à solução proposta. Isto gera um desperdício de esforços, exige que mais pessoas tenham o domínio do negócio na hora da construção, gera retrabalhos consideráveis para equipe de desenvolvimento. Diante do cenário atual a proposta deste artigo é mostrar algumas ferramentas e expor o andamento do projeto que visa construir uma aplicação que seja reutilizada com o máximo de aproveitamento nos ambientes que atualmente estão em evidencia que são: Web e Mobile. A tecnologia Java será utilizada para a construção do Sistema de Gestão de Produção de Eventos que servirá como estudo prático da solução do trabalho. Além da tecnologia Java também será desenvolvido um aplicativo na plataforma Android que apresentará um módulo deste sistema que visa o publico dos dispositivos mobile. Acadêmico da disciplina de Trabalho de Conclusão de Curso I do Curso de Sistemas de Informação da Universidade Luterana do Brasil. Docente do Curso de Sistemas de Informação e da Universidade Luterana do Brasil e orientadora deste trabalho.

2 2 Objetivo O objetivo deste projeto é verificar a possibilidade de criação de aplicações executadas nos ambientes Web e Mobile e desenvolver um sistema de gestão de eventos na plataforma Web (JEE). Ele consiste em construir uma aplicação, criando um módulo de preview de imagens através da utilização de um framework que possibilite a reutilização em aplicativos móveis. Neste módulo do preview, o cliente terá acesso às imagens do sistema, onde poderá fazer seu aceite online. Dessa forma, o sistema irá automatizar e aperfeiçoar os processos, aumentando a agilidade no atendimento. 3 Desenvolvimento Para a melhor compreensão e explanação do processo de criação do sistema de gerenciamento de eventos abrangido no escopo deste trabalho, serão demonstrados abaixo conceitos-chave inerentes à arquitetura do sistema. Dessa maneira, devido à complexidade e, ao mesmo tempo, à atualidade do assunto abordado serão utilizados como referenciais documentações dos sites oficiais dos frameworks que serão detalhados, sites de desenvolvimento, fóruns de discussões e livros sobre algumas tecnologias Java. JEE 6 O Java EE (Enterprise Edition) é uma plataforma amplamente disseminada entre os desenvolvedores, que contém um conjunto de tecnologias coordenadas as quais reduzem significativamente o custo e a complexidade do desenvolvimento, implantação e gerenciamento de aplicativos de várias camadas centradas no servidor. O Java EE é construído sobre a plataforma Java SE e oferece um conjunto de APIs para desenvolvimento e execução de aplicativos portáteis, robustos, escaláveis, confiáveis e seguros no servidor. [NET12] Na especificação da JEE 6 contamos com o Java Persistence API (JPA 2.0), que é uma estrutura que permite aos desenvolvedores gerenciar os dados utilizando o mapeamento objeto-relacional (ORM) em aplicativos construídos na plataforma Java. Além da JPA, o JEE 6 acrescenta o CDI, que também é conhecido como Web Beans. A tecnologia JEE 6 oferece um serviço chamado de anotações que simplifica a implementação da aplicação web. A plataforma possui um conjunto dessas anotações que, por sua vez, facilitam a definição e o uso dos serviços web, o mapeamento das classes para XML, o mapeamento do banco de dados para as classes Java, dentre outras tarefas. O JavaServer Faces (JSF 2.0) está contido no pacote JEE 6, possuindo uma estrutura de interface de usuário que facilita muito o desenvolvimento de aplicações web. CDI A injeção de dependências e contexto, conhecida como CDI, define um conjunto de serviços para o ambiente JEE, que faz aplicações muito mais simples de serem desenvolvidas. As classes gerenciadas pelo CDI são chamadas beans. Dessa forma, o CDI é a parte integrante do JEE 6 que fornece uma arquitetura dos componentes Java EE, tais como servlets, beans corporativos e JavaBeans. Assim, ele é o

3 responsável pela existência desses componentes dentro do ciclo de vida de um aplicativo com seus respectivos escopos bem definidos. Os serviços do CDI permitem que os componentes do JEE, como o JavaServer Faces (JSF) e os Managed Beans, sejam injetados e interajam de uma forma mais flexível no sistema, pois ele permite que os beans corporativos atuem como beans gerenciados em uma aplicação JSF. O CDI provê o suporte transacional para camada web, o que facilita o acesso de recursos transacionais nessas aplicações. Ele também facilita a construção de uma aplicação JEE que acessa um banco de dados com persistência e que é fornecido pelo Java Persistence API. O framework em questão é também um padrão de injeção de dependências baseado em anotações. Ele é extremamente sofisticado neste sentido e facilita muito a testabilidade da sua aplicação fora do container, além de contar com extensões portáveis disponíveis para uso. No CDI, temos a possibilidade de injetar classes ou interfaces em outras classes Java. JSF JavaServer Faces (JSF) é um framework que possui uma estrutura de interface de usuário (UI ) para aplicativos Java Web. O JSF adota o modelo de desenvolvimento MVC (Model - View - Controller), o qual é atualmente o modelo de desenvolvimento considerado como padrão pela Engenharia de Software, uma vez que trabalha com três camadas físicas bem definidas, isto é, atua separando as camadas de controle, de lógica de negócio e de interface do usuário, permitindo desenvolver, testar e editar separadamente cada parte da aplicação. [JSF12] Atualmente, o JSF é considerado por muitos profissionais da área uma das melhores ferramentas de desenvolvimento de aplicações web, pois ela facilita significativamente a tarefa de escrever e construir os sistemas web. Em adição a isto, ele simplifica a construção de interfaces de usuário a partir de um conjunto de componentes reutilizáveis, torna mais acessível a migração dos dados da interface do usuário para os dados da aplicação, ajuda no gerenciamento do estado da interface do usuário através das solicitações do servidor e oferece um modelo simples de conectar os eventos gerados pela camada cliente ao código da aplicação. O JSF também permite a construção e personalização de componentes de interface de usuários de uma forma muito simples e reutilizável. PrimeFaces PrimeFaces é um conjunto de componentes leve de código aberto para JavaServer Faces 2.0 com mais de cem conjuntos de componentes JSF. É uma das bibliotecas de interface do usuário mais populares no universo Java e amplamente utilizado por empresas de software do mundo, empresas de marcas de renome, bancos, instituições financeiras, seguradoras, universidades e diversas outras organizações de grande porte. [PRIME12] É um framework que disponibiliza considerável documentação por meio de um guia de usuário com mais de 400 páginas sobre a ferramenta, além de contar com uma vasta comunidade, que proporciona um grande material disponível em fóruns de desenvolvimento e debate. Além disso, ele também oferece um kit de interface do usuário para o desenvolvimento de aplicações web móvel. PrimaFace Mobile

4 PrimeFaces Mobile é um framework de interfaces que serve para criar aplicações JavaServer Faces destinadas para dispositivos móveis. Dentre suas principais características, destacam-se: roda em cima do jquery Mobile; possui extensões do PrimeFaces; e funciona em diversas plataformas, tais como iphone, Android, Palm, Blackberry, Windows Mobile, entre outras. [PRIME12] jquery Mobile jquery Mobile é um framework para desenvolvimento web, otimizado para interação touch. Destinado à criação de aplicações web para smartphones e tablets. Seu desenvolvimento visa fornecer mecanismos capazes de criar sistemas unificados de interface de usuário, baseados em HTML5 e CSS3 e capazes de serem funcionais em todas as plataformas móveis, tendo como base de construção as bibliotecas jquery e jquery UI. A plataforma jquery Mobile fornece diversos eventos personalizados, permitindo que aplicações web realize ações especificas quando são utilizados por navegadores e dispositivos móveis. Sua abordagem procura atingir a compatibilidade com o maior numera de plataformas móveis possíveis. Hibernate O Hibernate é um framework de mapeamento objeto/relacional para Java. Ele transforma os dados tabulares de um banco de dados em um grafo de objetos definido pelo desenvolvedor. Usando o Hibernate, o desenvolvedor evita escrever muito do código de acesso ao banco de dados e do SQL que ele escreveria caso não utilizasse a ferramenta, acelerando a velocidade do seu desenvolvimento em níveis consideráveis. [HIBE12] Android É um sistema operacional criado pela Google e desenvolvido para dispositivos móveis (smartphone e tablet). Utiliza uma versão modificada do kernel do Linux, o que o torna um sistema muito estável e seguro. Suas aplicações são desenvolvidas na linguagem Java. Além do mais, possui uma grande comunidade, que proporciona um vasto conteúdo em discussões e fóruns de desenvolvimento, possuindo também sua documentação no site oficial. [ANDRO12] Android é um dos sistemas operacionais para smartphone que apresenta o maior crescimento nos últimos tempos. Ele possui um ótimo suporte para os desenvolvedores, pois a Google disponibiliza seu SDK - Software Development Kit -, isto é, ela oferece o kit completo de desenvolvimento do sistema: suas bibliotecas, seus depuradores e seus emuladores. Uma característica relevante do kit SDK do Android é a de que ele pode ser facilmente integrado com algumas IDE s, como o Eclipse. Eclipse O Eclipse é uma ferramenta de desenvolvimento que possui um conjunto de funcionalidades embutidas, que prove um modo mais fácil, pratico e iterativos de construir e manipular seu projeto. È um ambiente muito popular no desenvolvimento de aplicações Java. No Eclipse temos ferramentas como um editor de texto com facilitadores que agilizam a

5 escrita do código, também conta com compilador, editor gráfico para ajudar na criação das interfaces. Através do uso dessa ferramenta popular e gratuita, junto com o uso de plugins destinados ao desenvolvimento web, o estudante terá em mãos uma poderosa IDE para desenvolver os seus sistemas. [ECL12] 3 Metodologia Para elaboração da solução proposta no trabalho de conclusão de curso estão sendo utilizados sites de desenvolvimento, fóruns de discussões, especificações disponibilizados pelos sites oficiais dos frameworks trabalhados, alguns livros das tecnologias Java sugeridos nas pesquisas. MVC O MVC (Model-view-controller) é um padrão de arquitetura de software. Com a grande complexidade das aplicações tornou-se fundamental adotar uma metodologia que nos forneça uma estrutura organizada. Por este motivo é fundamental a separação entre os dados (Model) e o layout (View). Desta forma, alterações feitas no layout não afetam a manipulação de dados, e estes poderão ser reorganizados sem alterar o layout. O framework MVC inclui os seguintes componentes: Modelo - Objetos da camada modelo são as partes da aplicação que implementam a lógica de domínio de dados do aplicativo, esta camada contempla as regras de negocio da aplicação e a manipulação dos dados. View - A camada view são os componentes de interface do usuário (UI). Ela fica responsável pelas entradas e saídas das informações. Control - A camada Control refere-se aos controladores que são os componentes que lidam com a interação do usuário, o trabalho com o modelo e, finalmente, selecionar a fim de tornar essa exibe interface do usuário. Na figura 1, ilustra a comunicação das camadas do MVC. Figura 1: Comunicação das camadas do modelo MVC.

6 Em uma aplicação MVC, a camada de visão só exibe informações, o controlador manipula e responde à entrada do usuário e interação. Por exemplo, o controlador manipula seqüência de consulta de valores, e passa esses valores para o modelo, que por sua vez pode usar estes valores para consultar o banco de dados. O padrão MVC ajuda a criar aplicações que separam os diferentes aspectos da aplicação (entrada lógica, a lógica de negócio e lógica UI), enquanto fornece um acoplamento entre esses elementos. O padrão especifica onde cada tipo de lógica deve estar localizado na aplicação. A lógica da interface do usuário pertence a vista. Lógica de entrada pertence ao controlador. A lógica do negócio pertence ao modelo. Essa separação ajuda a gerenciar a complexidade, quando você cria um aplicativo, porque ele permite que você se concentrar em um aspecto da aplicação de cada vez. Por exemplo, você pode se concentrar na visão sem depender da lógica de negócios. O acoplamento entre as três camadas principais de uma aplicação MVC também promove o desenvolvimento paralelo. Por exemplo, um desenvolvedor pode trabalhar na camada de visualização (View), um segundo desenvolvedor pode trabalhar na lógica do controlador (Controler), e um desenvolvedor terceiro pode se concentrar na lógica de negócio no modelo (Model). 4 Conclusão Atualmente estamos tendo um grande crescimento no uso e na procura por dispositivos móveis, cada vez mais as pessoas querem ficar mais conectadas as tecnologias, acompanhando tudo de uma forma mais prática e rápida, também há um crescimento considerável nas empresas no desenvolvimento de aplicações mobile. Os dispositivos móveis estão chegando ao mercado com um valor bem acessível, o que favorece o crescimento deste mercado. Então é de grande relevância que o desenvolvimento de sistemas consiga unir e facilitar a construção das aplicações nestes ambientes de forma mais reutilizável possível, pois isto traz um grande beneficio em todas as partes envolvidas, construindo aplicações que suportem diversos ambientes com o mínimo de esforço no seu desenvolvimento. Acompanhar as tendências do mercado, se preocupando em agilizar a construção de aplicações que já pensem no suporte de mais de um ambiente, e principalmente algo que vem tomando conta do mercado de uma forma muito rápida. 6 Referencia Bibliográfica [PRIME12] PrimeFaces. On-line. Capturado em setembro de Disponível na Internet em: [ANDRO12] Android. On-line. Capturado em setembro de Disponível na Internet em: [MVC12] MVC. On-line. Capturado em agosto de Disponível na Internet em: [JSF12] JSF. On-line. Capturado em agosto de Disponível na Internet em: [HIBE12] Hibernate. On-line. Capturado em agosto de Disponível na Internet em: [ECL12] ECLIPSE. On-line. Capturado em agosto de Disponível por:

7 [NET12] JEE. On-line. Capturado em setembro de Disponivel por: BASHAM, Bryan, Kathy Sierra & Bert Bates. Use A Cabeça! Servlets & JSP. Editora O'Reilly. MANN, Kito D. JavaServer Faces in Action. Editora Manning Publications.

ABORDAGEM DE FRAMEWORKS PARA JSF QUE AUXILIAM O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

ABORDAGEM DE FRAMEWORKS PARA JSF QUE AUXILIAM O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE ABORDAGEM DE FRAMEWORKS PARA JSF QUE AUXILIAM O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE Amarildo Aparecido Ferreira Junior 1, Ricardo Ribeiro Rufino 1 ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil aapfjr@gmail.com

Leia mais

SISTEMA DE AGENDAMENTO E GERENCIAMENTO DE CONSULTAS CLÍNICAS

SISTEMA DE AGENDAMENTO E GERENCIAMENTO DE CONSULTAS CLÍNICAS SISTEMA DE AGENDAMENTO E GERENCIAMENTO DE CONSULTAS CLÍNICAS Pablo dos Santos Alves Alexander Roberto Valdameri - Orientador Roteiro da apresentação Introdução Objetivos Motivação Revisão bibliográfica

Leia mais

UM ESTUDO SOBRE ARQUITETURA PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE WEB UTILIZANDO NOVAS TECNOLOGIAS

UM ESTUDO SOBRE ARQUITETURA PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE WEB UTILIZANDO NOVAS TECNOLOGIAS UM ESTUDO SOBRE ARQUITETURA PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE WEB UTILIZANDO NOVAS TECNOLOGIAS Edi Carlos Siniciato ¹, William Magalhães¹ ¹ Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil edysiniciato@gmail.com,

Leia mais

DESENVOLVENDO APLICAÇÃO UTILIZANDO JAVA SERVER FACES

DESENVOLVENDO APLICAÇÃO UTILIZANDO JAVA SERVER FACES DESENVOLVENDO APLICAÇÃO UTILIZANDO JAVA SERVER FACES Alexandre Egleilton Araújo, Jaime Willian Dias Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil araujo.ale01@gmail.com, jaime@unipar.br Resumo.

Leia mais

INTRODUÇÃO E CONFIGURAÇÃO DO PRIMEFACES MOBILE EM APLICAÇÕES JSF

INTRODUÇÃO E CONFIGURAÇÃO DO PRIMEFACES MOBILE EM APLICAÇÕES JSF INTRODUÇÃO E CONFIGURAÇÃO DO PRIMEFACES MOBILE EM APLICAÇÕES JSF Guilherme Macedo, Jaime Willian Dias Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil guilhermemacedo28@gmail.com, jaime@unipar.br Resumo.

Leia mais

DESENVOLVENDO APLICAÇÕES UTILIZANDO JAVASERVER FACES E MVC

DESENVOLVENDO APLICAÇÕES UTILIZANDO JAVASERVER FACES E MVC DESENVOLVENDO APLICAÇÕES UTILIZANDO JAVASERVER FACES E MVC Felipe Moreira Decol Claro 1, Késsia Rita da Costa Marchi 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil felipe4258@hotmail.com, kessia@unipar.br

Leia mais

DESENVOLVIMENTO WEB UTILIZANDO FRAMEWORK PRIMEFACES E OUTRAS TECNOLOGIAS ATUAIS

DESENVOLVIMENTO WEB UTILIZANDO FRAMEWORK PRIMEFACES E OUTRAS TECNOLOGIAS ATUAIS DESENVOLVIMENTO WEB UTILIZANDO FRAMEWORK PRIMEFACES E OUTRAS TECNOLOGIAS ATUAIS Emanuel M. Godoy 1, Ricardo Ribeiro Rufino 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil godoymanel@gmail.com,

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Professora Michelle Nery Nomeclaturas

Linguagem de Programação JAVA. Professora Michelle Nery Nomeclaturas Linguagem de Programação JAVA Professora Michelle Nery Nomeclaturas Conteúdo Programático Nomeclaturas JDK JRE JEE JSE JME JVM Toolkits Swing AWT/SWT JDBC EJB JNI JSP Conteúdo Programático Nomenclatures

Leia mais

SISTEMA GERENCIAL TRATORPLAN

SISTEMA GERENCIAL TRATORPLAN SISTEMA GERENCIAL TRATORPLAN SIGET Fabrício Pereira Santana¹, Jaime William Dias¹, ², Ricardo de Melo Germano¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil fabricioblack@gmail.com germano@unipar.br

Leia mais

ORDEM DE SERVIÇO OS 003/DINFO/2013 16/09/2013

ORDEM DE SERVIÇO OS 003/DINFO/2013 16/09/2013 A DIRETORIA DE INFORMÁTICA DINFO DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO -UERJ, no uso de suas atribuições legais, estabelece: Art. 1º: Para fins de normatização do Desenvolvimento Tecnológico na UERJ

Leia mais

Manual de Procedimentos para Desenvolvimento de Softwares

Manual de Procedimentos para Desenvolvimento de Softwares Manual de Procedimentos para Desenvolvimento de Softwares Secretaria Geral de Informática Sin Universidade Federal de São Carlos - UFSCar Versão 2.1 O(s) critério(s) de escolha pelas tecnologias para desenvolvimento

Leia mais

TECNOLOGIAS E FRAMEWORKS PARA O DESENVOLMENTO DE INTERFACES WEB

TECNOLOGIAS E FRAMEWORKS PARA O DESENVOLMENTO DE INTERFACES WEB TECNOLOGIAS E FRAMEWORKS PARA O DESENVOLMENTO DE INTERFACES WEB Marcelo Rodrigo da Silva Ribeiro 1, Ricardo Ribeiro Rufino 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil marcelo.rodrigo@live.com,

Leia mais

UM ESTUDO SOBRE OS FRAMEWORKS JSF E PRIMEFACES NO DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE WEB

UM ESTUDO SOBRE OS FRAMEWORKS JSF E PRIMEFACES NO DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE WEB UM ESTUDO SOBRE OS FRAMEWORKS JSF E PRIMEFACES NO DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE WEB Adriano Schulter Moenster 1, Tiago Piperno Bonetti 1 ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil adrmoenster@gmail.com,

Leia mais

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA WEB E FLEX Setembro de 2010 à Janeiro de 2011

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA WEB E FLEX Setembro de 2010 à Janeiro de 2011 CURSO DESENVOLVEDOR JAVA WEB E FLEX Setembro de 2010 à Janeiro de 2011 O curso foi especialmente planejado para os profissionais que desejam trabalhar com desenvolvimento de sistemas seguindo o paradigma

Leia mais

SISTEMA DE WORKFLOW PARA MODELAGEM E EXECUÇÃO DE PROCESSOS DE SOFTWARE. Aluno: Roberto Reinert Orientador: Everaldo A. Grahl

SISTEMA DE WORKFLOW PARA MODELAGEM E EXECUÇÃO DE PROCESSOS DE SOFTWARE. Aluno: Roberto Reinert Orientador: Everaldo A. Grahl SISTEMA DE WORKFLOW PARA MODELAGEM E EXECUÇÃO DE PROCESSOS DE SOFTWARE Aluno: Roberto Reinert Orientador: Everaldo A. Grahl Roteiro de apresentação Introdução Objetivos Fundamentação Teórica Workflow Processo

Leia mais

Universidade da Beira Interior

Universidade da Beira Interior Universidade da Beira Interior Relatório Apresentação Java Server Pages Adolfo Peixinho nº4067 Nuno Reis nº 3955 Índice O que é uma aplicação Web?... 3 Tecnologia Java EE... 4 Ciclo de Vida de uma Aplicação

Leia mais

SCE-557. Técnicas de Programação para WEB. Rodrigo Fernandes de Mello http://www.icmc.usp.br/~mello mello@icmc.usp.br

SCE-557. Técnicas de Programação para WEB. Rodrigo Fernandes de Mello http://www.icmc.usp.br/~mello mello@icmc.usp.br SCE-557 Técnicas de Programação para WEB Rodrigo Fernandes de Mello http://www.icmc.usp.br/~mello mello@icmc.usp.br 1 Cronograma Fundamentos sobre servidores e clientes Linguagens Server e Client side

Leia mais

Desenvolvimento de aplicação web com framework JavaServer Faces e Hibernate

Desenvolvimento de aplicação web com framework JavaServer Faces e Hibernate Desenvolvimento de aplicação web com framework JavaServer Faces e Hibernate Tiago Peres Souza 1, Jaime Willian Dias 1,2 ¹Universidade paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil tiagop_ti@hotmail.com 2 Universidade

Leia mais

Introdução a Servlets

Introdução a Servlets Linguagem de Programação para Web Introdução a Servlets Prof. Mauro Lopes 1-31 21 Objetivos Iniciaremos aqui o estudo sobre o desenvolvimento de sistemas web usando o Java. Apresentaremos nesta aula os

Leia mais

Arquitetura da Aplicação Web

Arquitetura da Aplicação Web Desenvolvimento de Sistemas Web Arquitetura da Aplicação Web Prof. Mauro Lopes 1-31 19 Objetivos Iniciaremos aqui o estudo sobre o desenvolvimento de sistemas web usando o Java. Apresentaremos nesta aula

Leia mais

Sistemas Distribuídos na WEB (Plataformas para Aplicações Distribuídas) Sumário. Java 2 Enterprise Edition. J2EE (Java 2 Enterprise Edition)

Sistemas Distribuídos na WEB (Plataformas para Aplicações Distribuídas) Sumário. Java 2 Enterprise Edition. J2EE (Java 2 Enterprise Edition) Sistemas Distribuídos na WEB (Plataformas para Aplicações Distribuídas) J2EE () Sumário Introdução J2EE () APIs J2EE Web Container: Servlets e JSP Padrão XML 2 J2EE é Uma especificação para servidores

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSOS

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSOS 1 de 6 PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSOS BURITREINAMENTOS MANAUS-AM MARÇO / 2015 2 de 6 PACOTES DE TREINAMENTOS BURITECH A Buritech desenvolveu um grupo de pacotes de treinamentos, aqui chamados de BuriPacks,

Leia mais

JSF e PrimeFaces. Professor: Ricardo Luis dos Santos IFSUL Campus Sapucaia do Sul

JSF e PrimeFaces. Professor: Ricardo Luis dos Santos IFSUL Campus Sapucaia do Sul JSF e PrimeFaces Professor: Ricardo Luis dos Santos IFSUL 2015 Agenda Introdução Desenvolvimento Web Java Server Faces Exercício 2 Introdução Ao longo dos anos diversas linguagens de programação foram

Leia mais

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição Intensiva de Férias

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição Intensiva de Férias CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição Intensiva de Férias O curso foi especialmente planejado para os profissionais que desejam trabalhar com desenvolvimento de sistemas seguindo o paradigma Orientado a Objetos

Leia mais

Computação II Orientação a Objetos

Computação II Orientação a Objetos Computação II Orientação a Objetos Fabio Mascarenhas - 2014.1 http://www.dcc.ufrj.br/~fabiom/java Android Android é um sistema operacional para dispositivos móveis Kernel Linux, drivers e bibliotecas do

Leia mais

Powerlogic Agosto / 2011.

Powerlogic Agosto / 2011. Formação de Profissionais para Desenvolvimento Java EE/Web 2.0 Orientações para capacitação de mão de obra especializada para atividades de Especificação, Arquitetura e Implementação de Aplicações Java

Leia mais

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição 2010

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição 2010 CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição 2010 O curso foi especialmente planejado para os profissionais que desejam trabalhar com desenvolvimento de sistemas seguindo o paradigma Orientado a Objetos e com o uso

Leia mais

ANEXO 05 ARQUITETURAS TECNOLÓGICAS PROCERGS

ANEXO 05 ARQUITETURAS TECNOLÓGICAS PROCERGS ANEXO 05 ARQUITETURAS TECNOLÓGICAS PROCERGS Este anexo apresenta uma visão geral das seguintes plataformas: 1. Plataforma Microsoft.NET - VB.NET e C#; 2. Plataforma JAVA; 3. Plataforma Android, ios e Windows

Leia mais

DESENVOLVIMENTO EM DISPOSITIVOS MÓVEIS UTILIZANDO BANCO DE DADOS

DESENVOLVIMENTO EM DISPOSITIVOS MÓVEIS UTILIZANDO BANCO DE DADOS DESENVOLVIMENTO EM DISPOSITIVOS MÓVEIS UTILIZANDO BANCO DE DADOS Leandro Guilherme Gouvea 1, João Paulo Rodrigues 1, Wyllian Fressatti 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil leandrog.gouvea@gmail.com,

Leia mais

Professor Antonio Benedito Coimbra Sampaio Jr

Professor Antonio Benedito Coimbra Sampaio Jr Professor Antonio Benedito Coimbra Sampaio Jr 1 Apresentação do Curso Java 8 para Web 2 Por que você quer fazer este curso? Eu sou aluno da área de computação e preciso aprender (bem) Java para poder concluir

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Especialização em Desenvolvimento de Aplicações Web com Interfaces Ricas EJB 3.0 Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 5 Servidores de Aplicação

Leia mais

INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa

INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa ACESSE Informações corporativas a partir de qualquer ponto de Internet baseado na configuração

Leia mais

Tecnologia Java. Daniel Destro do Carmo Softech Network Informática daniel@danieldestro.com.br

Tecnologia Java. Daniel Destro do Carmo Softech Network Informática daniel@danieldestro.com.br Tecnologia Java Daniel Destro do Carmo Softech Network Informática daniel@danieldestro.com.br Origem da Tecnologia Java Projeto inicial: Oak (liderado por James Gosling) Lançada em 1995 (Java) Tecnologia

Leia mais

Orientada a serviços: JAX-WS SOAP API

Orientada a serviços: JAX-WS SOAP API Orientadaa apresentação: uma aplicação webde apresentação orientada gera páginas webinterativascom vários tipos de linguagem de marcação (HTML, XML, e assim por diante) e conteúdo dinâmico em resposta

Leia mais

WebApps em Java com uso de Frameworks

WebApps em Java com uso de Frameworks WebApps em Java com uso de Frameworks Fred Lopes Índice O que são frameworks? Arquitetura em camadas Arquitetura de sistemas WEB (WebApps) Listagem resumida de frameworks Java Hibernate O que são frameworks?

Leia mais

Curso - Padrões de Projeto Módulo 5: Model-View- Controller

Curso - Padrões de Projeto Módulo 5: Model-View- Controller Curso - Padrões de Projeto Módulo 5: Model-View- Controller Vítor E. Silva Souza vitorsouza@gmail.com http://www.javablogs.com.br/page/engenho http://esjug.dev.java.net Sobre o Instrutor Formação: Java:

Leia mais

Fundação Universidade Estadual de Maringá

Fundação Universidade Estadual de Maringá Fundação Universidade Estadual de Maringá PAD/DIRETORIA DE MATERIAL E PATRIMÔNIO AVISO DE LICITAÇÃO EDITAL 485/2007 CONCORRÊNCIA PÚBLICA - PROC.: N 15344/2007 OBJETO: CONTRATAÇÃO DE UMA EMPRESA ESPECIALIZADA

Leia mais

Aula 2: RIA - Aplicações Ricas para Internet Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina

Aula 2: RIA - Aplicações Ricas para Internet Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Programação para Internet Rica 1 Aula 2: RIA - Aplicações Ricas para Internet Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Objetivo: Identificar as principais características de uma Aplicação Internet Rica.

Leia mais

ANEXO 11. Framework é um conjunto de classes que colaboram para realizar uma responsabilidade para um domínio de um subsistema da aplicação.

ANEXO 11. Framework é um conjunto de classes que colaboram para realizar uma responsabilidade para um domínio de um subsistema da aplicação. ANEXO 11 O MATRIZ Para o desenvolvimento de sites, objeto deste edital, a empresa contratada obrigatoriamente utilizará o framework MATRIZ desenvolvido pela PROCERGS e disponibilizado no início do trabalho.

Leia mais

Desenvolvimento de um sistema de gestão acadêmica com software livre Rodrigo Bainy Fagundes

Desenvolvimento de um sistema de gestão acadêmica com software livre Rodrigo Bainy Fagundes Universidade Federal de Pelotas Centro de Gereciamento de Informações e Concursos Diretoria de Desenvolvimento de Sistemas Desenvolvimento de um sistema de gestão acadêmica com software livre Rodrigo Bainy

Leia mais

Marcelo.augusto@Microsoft.com

Marcelo.augusto@Microsoft.com Marcelo.augusto@Microsoft.com Aplicativos Relatórios Painéis Consultas em linguagem natural Dispositivo móvel A plataforma de Dados da Microsoft Orquestração Gerenciamento de informações Processamento

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM APLICATIVO DO TIPO SECRETÁRIO VIRTUAL PARA A PLATAFORMA ANDROID

DESENVOLVIMENTO DE UM APLICATIVO DO TIPO SECRETÁRIO VIRTUAL PARA A PLATAFORMA ANDROID DESENVOLVIMENTO DE UM APLICATIVO DO TIPO SECRETÁRIO VIRTUAL PARA A PLATAFORMA ANDROID Maik Olher CHAVES 1 ; Daniela Costa Terra 2. 1 Graduado no curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Leia mais

PROTÓTIPO DE APLICAÇÃO PARA O PROBLEMA DE ROTEAMENTO DE VEÍCULOS EM DISPOSITIVOS MÓVEIS NA PLATAFORMA ANDROID

PROTÓTIPO DE APLICAÇÃO PARA O PROBLEMA DE ROTEAMENTO DE VEÍCULOS EM DISPOSITIVOS MÓVEIS NA PLATAFORMA ANDROID PROTÓTIPO DE APLICAÇÃO PARA O PROBLEMA DE ROTEAMENTO DE VEÍCULOS EM DISPOSITIVOS MÓVEIS NA PLATAFORMA ANDROID Acadêmica: Shaiane Mafra Casa Orientador: Jacques Robert Heckmann 07/2013 Roteiro Introdução

Leia mais

Banco de Dados de Músicas. Andre Lima Rocha Campos Osório Pereira Carvalho

Banco de Dados de Músicas. Andre Lima Rocha Campos Osório Pereira Carvalho Banco de Dados de Músicas Andre Lima Rocha Campos Osório Pereira Carvalho Definição Aplicação Web que oferece ao usuário um serviço de busca de músicas e informações relacionadas, como compositor, interprete,

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE PROJETOS DE SOFTWARE - SGPS

SISTEMA DE GESTÃO DE PROJETOS DE SOFTWARE - SGPS SISTEMA DE GESTÃO DE PROJETOS DE SOFTWARE - SGPS Lilian R. M. Paiva, Luciene C. Oliveira, Mariana D. Justino, Mateus S. Silva, Mylene L. Rodrigues Engenharia de Computação - Universidade de Uberaba (UNIUBE)

Leia mais

DESENVOLVIMENTO COM JAVA EE E SUAS ESPECIFICAÇÕES

DESENVOLVIMENTO COM JAVA EE E SUAS ESPECIFICAÇÕES DESENVOLVIMENTO COM JAVA EE E SUAS ESPECIFICAÇÕES Hugo Henrique Rodrigues Correa¹, Jaime Willian Dias 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil hugohrcorrea@gmail.com, jaime@unipar.br Resumo.

Leia mais

Frameworks para criação de Web Apps para o Ensino Mobile

Frameworks para criação de Web Apps para o Ensino Mobile 393 Frameworks para criação de Web Apps para o Ensino Mobile Lucas Zamim 1 Roberto Franciscatto 1 Evandro Preuss 1 1 Colégio Agrícola de Frederico Westphalen (CAFW) Universidade Federal de Santa Maria

Leia mais

OBJETIVO Criação e execução de um projeto Android dentro da IDE IntelliJ.

OBJETIVO Criação e execução de um projeto Android dentro da IDE IntelliJ. Técnico em Informática Turma 10 Programação para Dispositivos Móveis Roteiro Parcial de Projeto Guilherme Cruz OBJETIVO Criação e execução de um projeto Android dentro da IDE IntelliJ. FERRAMENTA IntelliJ

Leia mais

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição 2009

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição 2009 CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição 2009 O curso foi especialmente planejado para os profissionais que desejam trabalhar com desenvolvimento de sistemas seguindo o paradigma Orientado a Objetos e com o uso

Leia mais

SIGMAON SISTEMA DE INFORMAÇÃO GEOGRAFICA PARA MONITORAMENTO DE ALAGAMENTOS ON-LINE

SIGMAON SISTEMA DE INFORMAÇÃO GEOGRAFICA PARA MONITORAMENTO DE ALAGAMENTOS ON-LINE SIGMAON SISTEMA DE INFORMAÇÃO GEOGRAFICA PARA MONITORAMENTO DE ALAGAMENTOS ON-LINE Marcio Jose Mantau,1 Giovane Farias Aita2, Jaison Ademir Savegnani3, Carlos Alberto Barth4 Palavras-chave: Sistemas de

Leia mais

Spring: Um suite de novas opções para Java EE

Spring: Um suite de novas opções para Java EE Spring: Um suite de novas opções para Java EE Alberto J Lemos (Dr. Spock) Instrutor Globalcode Ricardo Jun Taniguchi Instrutor Globalcode 1 Agenda > Sobre o Spring Framework > Escopo de integração com

Leia mais

Bem-vindo à apresentação do SAP Business One.

Bem-vindo à apresentação do SAP Business One. Bem-vindo à apresentação do SAP Business One. Neste tópico, responderemos à pergunta: O que é o Business One? Definiremos o SAP Business One e discutiremos as opções e as plataformas disponíveis para executar

Leia mais

Geração e execução de scripts de teste em aplicações web a partir de casos de uso direcionados por comportamento 64

Geração e execução de scripts de teste em aplicações web a partir de casos de uso direcionados por comportamento 64 direcionados por comportamento 64 5 Estudo de caso Neste capítulo serão apresentadas as aplicações web utilizadas na aplicação da abordagem proposta, bem como a tecnologia em que foram desenvolvidas, o

Leia mais

ENTERPRISE JAVABEANS 3. Msc. Daniele Carvalho Oliveira

ENTERPRISE JAVABEANS 3. Msc. Daniele Carvalho Oliveira ENTERPRISE JAVABEANS 3 Msc. Daniele Carvalho Oliveira Apostila Servlets e JSP www.argonavis.com.br/cursos/java/j550/index.html INTRODUÇÃO Introdução Enterprise JavaBeans é um padrão de modelo de componentes

Leia mais

Etc & Tal. Volume 2 - Número 1 - Abril 2009 SBC HORIZONTES 44

Etc & Tal. Volume 2 - Número 1 - Abril 2009 SBC HORIZONTES 44 Armazenando Dados em Aplicações Java Parte 2 de 3: Apresentando as opções Hua Lin Chang Costa, hualin@cos.ufrj.br, COPPE/UFRJ. Leonardo Gresta Paulino Murta, leomurta@ic.uff.br, IC/UFF. Vanessa Braganholo,

Leia mais

J2EE TM Java 2 Plataform, Enterprise Edition

J2EE TM Java 2 Plataform, Enterprise Edition CURSO DE GRADUAÇÃO J2EE TM Java 2 Plataform, Enterprise Edition Antonio Benedito Coimbra Sampaio Junior abc@unama.br OBJETIVOS DO CURSO Capacitar os alunos no desenvolvimento de aplicações para a WEB com

Leia mais

Uma Abordagem sobre Mapeamento Objeto Relacional com Hibernate

Uma Abordagem sobre Mapeamento Objeto Relacional com Hibernate Uma Abordagem sobre Mapeamento Objeto Relacional com Hibernate Luis Gustavo Zandarim Soares 1, Késsia Rita da Costa Marchi 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paraná PR Brasil luisgustavo@live.co.uk,

Leia mais

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel Programação de Computadores - I Profª Beatriz Profº Israel A linguagem JAVA A linguagem Java O inicio: A Sun Microsystems, em 1991, deu inicio ao Green Project chefiado por James Gosling. Projeto que apostava

Leia mais

Introdução a programação de dispositivos móveis. Prof. Me. Hélio Esperidião

Introdução a programação de dispositivos móveis. Prof. Me. Hélio Esperidião Introdução a programação de dispositivos móveis. Prof. Me. Hélio Esperidião Windows Mobile O Windows Mobile é um sistema operacional compacto, desenvolvido para rodar em dispositivos móveis como Pocket

Leia mais

SISTEMA DE CONTROLE DE DADOS CLIMÁTICOS NA WEB NO AUXILIO À AGRICULTURA RESUMO SYSTEM CONTROL OF CLIMATIC DATA IN THE WEB TO ASSIST THE AGRICULTURE

SISTEMA DE CONTROLE DE DADOS CLIMÁTICOS NA WEB NO AUXILIO À AGRICULTURA RESUMO SYSTEM CONTROL OF CLIMATIC DATA IN THE WEB TO ASSIST THE AGRICULTURE SISTEMA DE CONTROLE DE DADOS CLIMÁTICOS NA WEB NO AUXILIO À AGRICULTURA CAROLINE VISOTO 1 EDUARDO RUBIN 2 THIAGO X. V. OLIVEIRA 3 WILINGTHON PAVAN 4 JOSÉ MAURÍCIO CUNHA FERNANDES 5 CRISTIANO ROBERTO CERVI

Leia mais

Prova Específica Cargo Desenvolvimento

Prova Específica Cargo Desenvolvimento UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ Centro de Educação Aberta e a Distância CEAD/UFPI Rua Olavo Bilac 1148 - Centro CEP 64.280-001 Teresina PI Brasil Fones (86) 3215-4101/ 3221-6227 ; Internet: www.uapi.edu.br

Leia mais

SCC-0263. Técnicas de Programação para WEB. Rodrigo Fernandes de Mello http://www.icmc.usp.br/~mello mello@icmc.usp.br

SCC-0263. Técnicas de Programação para WEB. Rodrigo Fernandes de Mello http://www.icmc.usp.br/~mello mello@icmc.usp.br SCC-0263 Técnicas de Programação para WEB Rodrigo Fernandes de Mello http://www.icmc.usp.br/~mello mello@icmc.usp.br 1 Cronograma Fundamentos sobre servidores e clientes Linguagens Server e Client side

Leia mais

Reuso. Curso de Especialização DEINF - UFMA Desenvolvimento Orientado a Objetos Prof. Geraldo Braz Junior

Reuso. Curso de Especialização DEINF - UFMA Desenvolvimento Orientado a Objetos Prof. Geraldo Braz Junior Reuso Curso de Especialização DEINF - UFMA Desenvolvimento Orientado a Objetos Prof. Geraldo Braz Junior Reutilização de Software Na maioria das áreas de engenharia de software, sistemas são desenvolvidos

Leia mais

Pré-Projeto do Trabalho de Conclusão de Curso Tiago Garcia Pereira 1. INTRODUÇÃO

Pré-Projeto do Trabalho de Conclusão de Curso Tiago Garcia Pereira 1. INTRODUÇÃO UM PADRÃO ABERTO DE SOFTWARE PARA COMPUTAÇÃO MÓVEL: UM ESTUDO SOBRE GOOGLE ANDROID 1. INTRODUÇÃO O aumento do número usuários de dispositivos móveis atrai cada vez os desenvolvedores a produzir aplicações

Leia mais

NOME DA APRESENTAÇÃO

NOME DA APRESENTAÇÃO 25 DE MAIO @MICROSOFT Novidades de Java EE 7 Ernest Duarte NOME DA APRESENTAÇÃO Nome (Nick no Fórum) About me! Nickname na Comunidade Ernest Duarte Profissão Instrutor em Ciências e Tecnologias Numéricas

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Especialização em Desenvolvimento de Aplicações Web com Interfaces Ricas EJB 3.0 Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 10 Persistência de Dados

Leia mais

Adobe Flex. Cainã Fuck dos Santos Thiago Vieira Puluceno Jonathan Kuntz Fornari Gustavo Nascimento Costa

Adobe Flex. Cainã Fuck dos Santos Thiago Vieira Puluceno Jonathan Kuntz Fornari Gustavo Nascimento Costa Adobe Flex Cainã Fuck dos Santos Thiago Vieira Puluceno Jonathan Kuntz Fornari Gustavo Nascimento Costa O que é Flex? Estrutura de Código aberto para a criação de aplicativos Web Utiliza o runtime do Adobe

Leia mais

Produto: Webscan Relatório II Programas desenvolvidos, testados e documentados

Produto: Webscan Relatório II Programas desenvolvidos, testados e documentados Produto: Webscan Relatório II Programas desenvolvidos, testados e documentados Sérgio Oliveira Campos Contrato N : 2008/000514 Sumário 1 Introdução 1 2 Bibliotecas Utilizadas 2 2.1 Reconhecimento de Texto

Leia mais

TECNOLOGIAS E FERRAMENTAS UTILIZADAS EM UMA ARQUITETURA PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE WEB

TECNOLOGIAS E FERRAMENTAS UTILIZADAS EM UMA ARQUITETURA PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE WEB TECNOLOGIAS E FERRAMENTAS UTILIZADAS EM UMA ARQUITETURA PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE WEB Ruan Alves Brandão 1, Ricardo Ribeiro Rufino 1 ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil brandao15@gmail.com

Leia mais

Demoiselle Framework. Palestrante: Flávio Gomes da Silva Lisboa JUN/2009

Demoiselle Framework. Palestrante: Flávio Gomes da Silva Lisboa JUN/2009 Demoiselle Framework Palestrante: Flávio Gomes da Silva Lisboa JUN/2009 Sumário Introdução Desenvolvimento de TI para Governo Elementos de Decisão Estratégia para a área de tecnologia Diretivas da Arquitetura

Leia mais

Produção de aplicativo de catálogo de cursos da UTFPR para o sistema Android

Produção de aplicativo de catálogo de cursos da UTFPR para o sistema Android Produção de aplicativo de catálogo de cursos da UTFPR para o sistema Android Wenner S. Santos*, Marcos Silvano Orita Almeida* *COINT / UTFPR, Campo Mourão, Brasil e-mail: wenner.santos@hotmail.com Resumo/Abstract

Leia mais

NETBEANS IDE UTILIZAÇAO DE RECURSOS PARA DESENVOLVIMENTO DE PROJETO JAVA WEB

NETBEANS IDE UTILIZAÇAO DE RECURSOS PARA DESENVOLVIMENTO DE PROJETO JAVA WEB NETBEANS IDE UTILIZAÇAO DE RECURSOS PARA DESENVOLVIMENTO DE PROJETO JAVA WEB Rodolfo M. Salomao 1, Willian Magalhães 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil rodolfomeneghet@hotmail.com,

Leia mais

Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração O livro

Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração O livro Desenvolvimento em PHP usando Frameworks Elton Luís Minetto Agenda Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração O livro Ambiente Web É o ambiente

Leia mais

Como sobreviver com Java 2? Saulo Arruda

Como sobreviver com Java 2? Saulo Arruda Como sobreviver com Java 2? Saulo Arruda Agenda Apresentação Contexto do mercado Soluções para Java 5+ Soluções para Java 2 Conclusões Apresentação Saulo Arruda (http://sauloarruda.eti.br) Trabalha com

Leia mais

Associação Carioca de Ensino Superior Centro Universitário Carioca

Associação Carioca de Ensino Superior Centro Universitário Carioca Desenvolvimento de Aplicações Web Lista de Exercícios Métodos HTTP 1. No tocante ao protocolo de transferência de hipertexto (HTTP), esse protocolo da categoria "solicitação e resposta" possui três métodos

Leia mais

MÓDULO Programação para Web 2

MÓDULO Programação para Web 2 MÓDULO Programação para Web 2 Sistemas Web na JEE OBJETIVO DO MÓDULO Arquitetura Web em aplicações JEE Conceitos iniciais Desenvolvimento Web Aplicações web tornam-se mais e mais importantes Mais e mais

Leia mais

Use a Cabeça! FREEMAN, Eric e Elisabeth. HTML com CSS e XHTML BASHMAN, Brian / SIERRA Kathy / BATES, Bert. Servlets & JSP

Use a Cabeça! FREEMAN, Eric e Elisabeth. HTML com CSS e XHTML BASHMAN, Brian / SIERRA Kathy / BATES, Bert. Servlets & JSP Use a Cabeça! FREEMAN, Eric e Elisabeth. HTML com CSS e XHTML BASHMAN, Brian / SIERRA Kathy / BATES, Bert. Servlets & JSP Software cliente: browser e outros Protocolo HTTP Infraestrutura de transporte

Leia mais

ALTO DESEMPENHO UTILIZANDO FRAMEWORK HIBERNATE E PADRÃO JAVA PERSISTENCE API

ALTO DESEMPENHO UTILIZANDO FRAMEWORK HIBERNATE E PADRÃO JAVA PERSISTENCE API ALTO DESEMPENHO UTILIZANDO FRAMEWORK HIBERNATE E PADRÃO JAVA PERSISTENCE API Tiago Henrique Gomes da Silva Balduino 1, Ricardo Ribeiro Rufino 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil tiagobalduino77@gmail.com

Leia mais

TECNOLOGIAS E FRAMEWORKS UTILIZADAS NO DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS GERENCIAIS

TECNOLOGIAS E FRAMEWORKS UTILIZADAS NO DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS GERENCIAIS TECNOLOGIAS E FRAMEWORKS UTILIZADAS NO DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS GERENCIAIS Janderson Fernandes Barros ¹, Igor dos Passos Granado¹, Jaime William Dias ¹, ² ¹ Universidade Paranaense (UNIPAR) Paranavaí

Leia mais

Programação para Internet II

Programação para Internet II Programação para Internet II Aulas 01 e 02 Prof. Fernando Freitas Costa http://blog.fimes.edu.br/fernando nando@fimes.edu.br Conteúdo Programático Instalação e configuração básica do Eclipse Indigo e do

Leia mais

Resumo: Perguntas a fazer ao elaborar um projeto arquitetural

Resumo: Perguntas a fazer ao elaborar um projeto arquitetural Resumo: Perguntas a fazer ao elaborar um projeto arquitetural Sobre entidades externas ao sistema Quais sistemas externos devem ser acessados? Como serão acessados? Há integração com o legado a ser feita?

Leia mais

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE JOGOS COM LIBGDX. Vinícius Barreto de Sousa Neto

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE JOGOS COM LIBGDX. Vinícius Barreto de Sousa Neto INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE JOGOS COM LIBGDX Vinícius Barreto de Sousa Neto Libgdx é um framework multi plataforma de visualização e desenvolvimento de jogos. Atualmente ele suporta Windows, Linux,

Leia mais

Arquitetura da Aplicação Web (Comunicação Cliente/Servidor)

Arquitetura da Aplicação Web (Comunicação Cliente/Servidor) Desenvolvimento de Sistemas Web Arquitetura da Aplicação Web (Comunicação Cliente/Servidor) Prof. Mauro Lopes 1-31 25 Objetivos Iniciaremos aqui o estudo sobre o desenvolvimento de sistemas web usando

Leia mais

IBM WebSphere DataStage

IBM WebSphere DataStage IBM WebSphere DataStage Os Desafios de Integração de Dados Integrar dados discrepantes entre aplicações e processos de negócio sempre foi uma tarefa difícil, e dado a explosão de dados que acontece na

Leia mais

Este livro é dedicado a minha esposa Edna e a todos os desenvolvedores que fizeram do software livre um meio profissional levado a sério.

Este livro é dedicado a minha esposa Edna e a todos os desenvolvedores que fizeram do software livre um meio profissional levado a sério. EDSON GONÇALVES Este livro é dedicado a minha esposa Edna e a todos os desenvolvedores que fizeram do software livre um meio profissional levado a sério. AGRADECIMENTOS Primeiramente gostaria de agradecer

Leia mais

GuiBi: Um aplicativo para plataforma Android com um guia comercial da cidade de Bambuí MG

GuiBi: Um aplicativo para plataforma Android com um guia comercial da cidade de Bambuí MG GuiBi: Um aplicativo para plataforma Android com um guia comercial da cidade de Bambuí MG Bruno Alberto Soares Oliveira 1,3 ; Lucas Vieira Murilo 1,3 ; Maik Olher Chaves 2,3 1 Estudante de Engenharia de

Leia mais

VERIFICAR PORTABILIDADE DE APLICAÇÕES. NET QUANDO EXECUTADAS EM AMBIENTES DIVERSOS (WINDOWS, WEB E MOBILE)

VERIFICAR PORTABILIDADE DE APLICAÇÕES. NET QUANDO EXECUTADAS EM AMBIENTES DIVERSOS (WINDOWS, WEB E MOBILE) VERIFICAR PORTABILIDADE DE APLICAÇÕES. NET QUANDO EXECUTADAS EM AMBIENTES DIVERSOS (WINDOWS, WEB E MOBILE) Alexandre Coutinho Evangelista 1 Luiz Gustavo Galves Mählmann 2 Newton Cunha Muller 3 RESUMO Este

Leia mais

DESENVOLVIMENTO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO

DESENVOLVIMENTO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO DESENVOLVIMENTO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO Links importantes http://www.android.com/ Site oficial de toda a documentação, downloads e informações sobre a plataforma. http://developer.android.com/

Leia mais

Ferramenta de apoio a gerência de configuração de software. Aluno: Rodrigo Furlaneto Orientador: Everaldo Artur Grahl

Ferramenta de apoio a gerência de configuração de software. Aluno: Rodrigo Furlaneto Orientador: Everaldo Artur Grahl Ferramenta de apoio a gerência de configuração de software Aluno: Rodrigo Furlaneto Orientador: Everaldo Artur Grahl Roteiro de apresentação Introdução Objetivos Fundamentação Teórica Gerência de Configuração

Leia mais

gerenciamento de portais e websites corporativos interface simples e amigável, ágil e funcional não dependendo mais de um profissional especializado

gerenciamento de portais e websites corporativos interface simples e amigável, ágil e funcional não dependendo mais de um profissional especializado O NetPublisher é um sistema de gerenciamento de portais e websites corporativos (intranets ou extranets), apropriado para pequenas, médias e grandes empresas. O conteúdo do website pode ser atualizado

Leia mais

FEMA Tópicos avançados em programação Prof: Domingos OBJETIVOS / COMPETÊNCIAS

FEMA Tópicos avançados em programação Prof: Domingos OBJETIVOS / COMPETÊNCIAS FEMA Tópicos avançados em programação Prof: Domingos OBJETIVOS / COMPETÊNCIAS 1 - Desenvolver aplicativos para Desktop usando Swing, gerenciamento de Layouts, componentes swing, conectar a um banco de

Leia mais

Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração

Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração Desenvolvimento em PHP usando Frameworks Elton Luís Minetto Agenda Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração Ambiente Web É o ambiente formado

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN DEPARTAMENTO: Sistemas de Informação PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: Aplicações

Leia mais

Introdução à Plataforma Eclipse. Leandro Daflon daflon@les.inf.puc-rio.br

Introdução à Plataforma Eclipse. Leandro Daflon daflon@les.inf.puc-rio.br Introdução à Plataforma Eclipse Leandro Daflon daflon@les.inf.puc-rio.br Agenda Introdução Arquitetura da Plataforma Componentes da Plataforma JDT PDE Visão Geral do Projeto Eclipse.org 2 Introdução O

Leia mais

A computação na nuvem é um novo modelo de computação que permite ao usuário final acessar uma grande quantidade de aplicações e serviços em qualquer

A computação na nuvem é um novo modelo de computação que permite ao usuário final acessar uma grande quantidade de aplicações e serviços em qualquer A computação na nuvem é um novo modelo de computação que permite ao usuário final acessar uma grande quantidade de aplicações e serviços em qualquer lugar e independente da plataforma, bastando para isso

Leia mais

Aula 1 - Introdução e configuração de ambiente de desenvolvimento

Aula 1 - Introdução e configuração de ambiente de desenvolvimento Aula 1 - Introdução e configuração de ambiente de desenvolvimento Olá, seja bem-vindo à primeira aula do curso para desenvolvedor de Android, neste curso você irá aprender a criar aplicativos para dispositivos

Leia mais

Manual de instalação e configuração da Ferramenta Android SDK

Manual de instalação e configuração da Ferramenta Android SDK Trabalho de Programação para Dispositivos Móveis Turma: 1011 Camila Botelho camilacunhabotelho@gmail.com Manual de instalação e configuração da Ferramenta Android SDK Introdução O Android é uma ferramenta

Leia mais

Google Android para Tablets

Google Android para Tablets Google Android para Tablets Aprenda a desenvolver aplicações para o Android De smartphones a tablets Ricardo R. Lecheta Novatec Copyright 2012 Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos

Leia mais

Anexo I - DAS (Documento de Arquitetura de Software) Concurso de Desenvolvimento de Jogos SEBRAE

Anexo I - DAS (Documento de Arquitetura de Software) Concurso de Desenvolvimento de Jogos SEBRAE Anexo I - DAS (Documento de Arquitetura de Software) Concurso de Desenvolvimento de Jogos SEBRAE 1 Sumário Sumário... 2 1 INTRODUÇÃO... 3 1.1 Propósito... 3 1.2 Escopo... 3 1.3 Referências... 3 2 DIRETRIZES...

Leia mais

PRODUTO 1 (CONSTRUÇÃO DE PORTAL WEB)

PRODUTO 1 (CONSTRUÇÃO DE PORTAL WEB) RELATÓRIO DE ENTREGA DO PRODUTO 1 (CONSTRUÇÃO DE PORTAL WEB) PARA A ELABORAÇÃO DOS PLANOS MUNICIPAIS DE GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS PMGIRS PARA OS MUNICÍPIOS DE NOVO HORIZONTE, JUPIÁ, GALVÃO,

Leia mais