Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC) Prof. Dr. Olavo Egídio Alioto

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC) Prof. Dr. Olavo Egídio Alioto"

Transcrição

1 Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC) Prof. Dr. Olavo Egídio Alioto

2 BREVE HISTÓRICO O momento histórico contemporâneo é especial, porque vivemos uma era de profundas transformações em todas as áreas do conhecimento, da cultura e da vida social. Desde a metade do século passado, as teorias vigentes vêm sendo postas em questão e a ciência vive um momento de grande ebulição, experimentando um movimento de transformação, na busca de novos paradigmas (será que ainda podemos falar em paradigmas?) que possibilitem explicar os fenômenos naturais e sociais de maneira mais ampla.

3 BREVE HISTÓRICO Os dados sobre a penetração da Internet no Brasil e no mundo são suficientemente divulgados para que gastemos tempo e espaço reproduzindo-os. Mesmo assim, alguns merecem ser analisados. Por um lado, percebe-se um crescimento acelerado no número de internautas e, mesmo sabendo que em 2001 o Brasil possuía apenas 23 milhões de conectados (menos de 19% da população), pode-se perceber um aumento de conexão daqueles que estão nas classes socioeconomicamente menos favorecidas (C, D e E), conforme dados de pesquisa realizada pelo Datafolha em parceria com a Folha Online e com o ibest.

4 BREVE HISTÓRICO Desse total, segundo a pesquisa, 9,5 milhões conectavam-se de suas casas, 8,3 milhões acessavam a web a partir do trabalho, outros 9,5 milhões acessavam a rede na casa de parentes, e 3,5 milhões ficavam on-line nas escolas ou universidades. No entanto, apesar desses dados indicarem um crescimento do acesso e, principalmente, um aumento da presença dessas classes na Internet, ainda percebemos a manutenção de uma lógica que privilegia aqueloutros sempre favorecidos pelo sistema econômico. Na distribuição por regiões, o que se observa da pesquisa é que o Sul do país é a região que mais acessa a rede, com 24% de pessoas on-line, seguido do Sudeste (23%), Norte e Centro-Oeste (17%) e, finalmente, do Nordeste, com 10%.

5 BREVE HISTÓRICO A ampliação do acesso às classes C, D e E é atribuída muitas vezes à implantação de telecentros e infocentros, além da conexão de escolas públicas à rede. Nesse caso, os números indicam 35% das escolas do ensino médio e 6,7% do ensino fundamental já conectadas. Parece um quadro animador se não estivéssemos falando em médias, porque, no fundo, ainda vemos uma forte tendência à exclusão agora, à exclusão digital, que reforça, mais uma vez, uma situação de privilégios. No ensino fundamental, dos 35 milhões de alunos, somente seis milhões teriam, em tese, acesso à Internet. No ensino médio, dos 8,1 milhões de alunos, cerca de três milhões estão em escolas.

6 BREVE HISTÓRICO No Brasil, apenas seis redes nacionais de televisão (Globo, SBT, Record, Bandeirantes, Rede TV! e CNT) controlam 667 veículos do país: 309 canais de televisão, 308 canais de rádio e 50 jornais diários, segundo o Instituto de Estudos e Pesquisas em Comunicação.

7 INTRODUÇÃO Computadores (hardware) cada vez mais poderosos permitem o surgimento de ferramentas (software) de apoio ao ensino cada vez mais sofisticadas, como sistemas de autorias e sistemas de hipertexto, utilizando multimídia e inteligência artificial. Desde que Vannevar Bush, em 1945, nos Estados Unidos, apresentou a idéia de um dispositivo mecanizado para folhear e inserir, com muita rapidez e flexibilidade, anotações em uma vasta biblioteca de literatura científica, capaz de conter textos, gráficos, fotografias e desenhos, criando o hipertexto, isto é, um sistema que permite criar e manter conjuntos de trechos de texto interligados de forma não-sequencial, muitos avanços tecnológicos foram realizados na área de informática e comunicação. (QUARTIERO, 1999)

8 REFLEXÃO O avanço do hardware, tornando disponíveis microcomputadores com recursos tais como canal de voz, CD-ROM e videodisco, está difundindo a possibilidade de um trabalho multimídia que, ao combinar o realismo da televisão com a flexibilidade do computador, está gerando um grande impacto na educação. (QUARTIERO, 1999) No entanto, ainda não é claro que metodologia de ensinoaprendizagem poderia servir de base para a melhor utilização desta tecnologia a partir das concepções pedagógicas presentes no cotidiano escolar.

9 REFLEXÃO Novas maneiras de pensar e de conviver estão sendo elaboradas no mundo das telecomunicações e da informática. As relações entre os homens, o trabalho, a própria inteligência dependem, na verdade, da metamorfose incessante de dispositivos informacionais de todos os tipos. Escrita, leitura, visão, audição, criação e aprendizagem são capturados por uma informática cada vez mais avançada. Não se pode mais conceber a pesquisa científica sem uma aparelhagem complexa que redistribui as antigas divisões entre experiência e teoria. (PRETTO; PINTO, 2006)

10 REFLEXÃO NOVAS MANEIRAS?!?! ** De um lado, algumas iniciativas aproveitam-se dos recursos de aplicação geral disponíveis na rede ( , listas, fóruns, chats, home pages, etc.) ** De outro, surgem diversos softwares gerenciadores de cursos on-line. ** Outros se aventuram na agregação dos recursos da rede ao dia-a-dia da sala de aula, formando, em conjunto, uma ampla frente experimental que já começa a dar sinais de novas possibilidades.

11 REFERÊNCIAS: QUARTIERO, Elisa Maria. AS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO E A EDUCAÇÃO. Revista Brasileira de Informática na Educação, n. 4, PRETTO, Nelson; PINTO, Cláudio da Costa. TECNOLOGIAS E NOVAS EDUCAÇÕES. Revista Brasileira de Educação, v. 11, n. 31, jan.-abr

07/04/2015. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Esp. Fabiano Taguchi

07/04/2015. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Esp. Fabiano Taguchi SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Esp. Fabiano Taguchi fabianotaguchi@gmail.com http://fabianotaguchi.wordpress.com 1 INFLUÊNCIA DA TECNOLOGIA SOCIEDADE Mudanças aceleradas; Eliminação de barreiras físicas

Leia mais

EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA

EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA TELEBRASIL 2006 Ronaldo Iabrudi MAIO 2006 O GRUPO TELEMAR RESPONSABILIDADE SOCIAL O DESAFIO DA INCLUSÃO INSTITUTO TELEMAR : PROGRAMAS E AÇÕES INVESTIMENTOS Mapa da Exclusão Social

Leia mais

Ciências da Computação Disciplina:Computação Gráfica

Ciências da Computação Disciplina:Computação Gráfica Ciências da Computação Disciplina:Computação Gráfica Professora Andréia Freitas 2013 7 semestre Aula 06 MEMORIA, F. Design para a Internet. 1ª Edição. Rio de Janeiro: Campus, 2005. ALVES, W. P. Crie, anime

Leia mais

SOFTWARE EDUCACIONAL PARA ELABORAÇÃO DE PROVAS E EXERCÍCIOS

SOFTWARE EDUCACIONAL PARA ELABORAÇÃO DE PROVAS E EXERCÍCIOS SUZETE KEINER SOFTWARE EDUCACIONAL PARA ELABORAÇÃO DE PROVAS E EXERCÍCIOS CIOS Orientador: Prof.. Carlos Eduardo Negrão Bizzotto ROTEIRO Introdução Objetivos Informática na Educação Etapas de Implantação

Leia mais

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA ASPECTOS HISTÓRICOS

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA ASPECTOS HISTÓRICOS 1ª Geração 2ª Geração 3ª Geração 4ª Geração 5ª Geração Ensino Por correspondência EAD via rádio e TV Novas experiências em EAD Universidades abertas e teleconferência Uso da Internet e das redes de computadores

Leia mais

TIC Educação 2015 Apresentação dos principais resultados

TIC Educação 2015 Apresentação dos principais resultados TIC Educação 2015 Apresentação dos principais resultados São Paulo 29 de Setembro de 2016 SOBRE O CETIC.br Produção de estatísticas TIC para políticas públicas Modelo Multissetorial de Governança da Internet

Leia mais

Informática. Aplicativos de Áudio, Vídeo, Multimídia, Uso da Internet na Educação, Negócios, Emergências e outros Domínios. Professor Márcio Hunecke

Informática. Aplicativos de Áudio, Vídeo, Multimídia, Uso da Internet na Educação, Negócios, Emergências e outros Domínios. Professor Márcio Hunecke Informática Aplicativos de Áudio, Vídeo, Multimídia, Uso da Internet na Educação, Negócios, Emergências e outros Domínios Professor Márcio Hunecke www.acasadoconcurseiro.com.br Informática APLICATIVOS

Leia mais

PLANO TIC E DUCAÇ Ã O PRÉ-ESC O L AR

PLANO TIC E DUCAÇ Ã O PRÉ-ESC O L AR PLANO TIC E DUCAÇ Ã O PRÉ-ESC O L AR D O ENSINO BÁSI C O 2 0 1 1-2 0 1 2 O Coordenador TIC Liliana Afonso Ribeiro E 1º C I C L O CARACTERIZAÇÃO DA ESCOLA IDENTIFICAÇÃO DO COORDENADOR TIC Liliana Afonso

Leia mais

Sistemas de Informação

Sistemas de Informação Capítulo 5: Redes e Telecomunicações nas Empresas Sistemas de Informação e as decisões gerenciais na era da Internet Chapter Objetivos Objectives do Capítulo 1. Identificar os principais tipos de aplicações

Leia mais

anexo 7 INFORMAÇÕES BÁSICAS PARA O USO DOS RECURSOS TECNOLÓGICOS DISPONÍVEIS EM SUA ESCOLA semana pedagógica 2012

anexo 7 INFORMAÇÕES BÁSICAS PARA O USO DOS RECURSOS TECNOLÓGICOS DISPONÍVEIS EM SUA ESCOLA semana pedagógica 2012 anexo 7 INFORMAÇÕES BÁSICAS PARA O USO DOS RECURSOS TECNOLÓGICOS DISPONÍVEIS EM SUA ESCOLA 2012 3 2 INFORMAÇÕES BÁSICAS PARA O USO DOS RECURSOS TECNOLÓGICOS DISPONÍVEIS EM SUA ESCOLA Olá, professor! Que

Leia mais

As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) e suas implicações na sociedade contemporânea. Luiz Célio Martins Freitas*

As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) e suas implicações na sociedade contemporânea. Luiz Célio Martins Freitas* As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) e suas implicações na sociedade contemporânea. Luiz Célio Martins Freitas* * Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Leia mais

Experiências na formação de professores sobre o uso de TIC no Ensino de Química

Experiências na formação de professores sobre o uso de TIC no Ensino de Química Experiências na formação de professores sobre o uso de TIC no Ensino de Química 13º Simpósio Brasileiro de Educação Química - SIMPEQUI 05 a 07/08 - Fortaleza-CE Prof. Dr. Airton Marques da Silva UECE /

Leia mais

Espaço da página em que, on line, a programação da TV Correio e da Rede Record é transmitida.

Espaço da página em que, on line, a programação da TV Correio e da Rede Record é transmitida. 87 Espaço da página em que, on line, a programação da TV Correio e da Rede Record é transmitida. FIGURA 07 Página inicial do portal da TV Correio Como vemos nas Figuras 05, 06 e 07, os materiais produzidos

Leia mais

"Era digital: o desafio da enfermagem para uma.

Era digital: o desafio da enfermagem para uma. "Era digital: o desafio da enfermagem para uma educação inovadora" Vani Moreira Kenski vani@siteeducacional.com.br Novos processos de interação e comunicação no ensino mediado pelas tecnologias Profa.

Leia mais

FORMAÇÃO DO PROFESSOR PARA ATUAÇÃO NA EAD EXPERIÊNCIA DA EAD/UFMS. Prof. MSc. Hercules da Costa Sandim EAD/UFMS

FORMAÇÃO DO PROFESSOR PARA ATUAÇÃO NA EAD EXPERIÊNCIA DA EAD/UFMS. Prof. MSc. Hercules da Costa Sandim EAD/UFMS FORMAÇÃO DO PROFESSOR PARA ATUAÇÃO NA EAD EXPERIÊNCIA DA EAD/UFMS EAD/UFMS Prof. MSc. Hercules da Costa Sandim EAD/UFMS FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM TIC s EXTENSÃO/ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO FOMENTO

Leia mais

Prof. Daniel Hasse. Multimídia e Hipermídia

Prof. Daniel Hasse. Multimídia e Hipermídia Prof. Daniel Hasse Multimídia e Hipermídia AULA 01 O que é multimídia? Prof. Daniel Hasse Livro - Multimídia: conceitos e aplicações Os principais conceitos da tecnologia da multimídia serão abordados

Leia mais

Multimeios Aplicados à Educação Aula 1. Utilização das novas tecnologias no processo de ensino-aprendizagem

Multimeios Aplicados à Educação Aula 1. Utilização das novas tecnologias no processo de ensino-aprendizagem Multimeios Aplicados à Educação Aula 1 Utilização das novas tecnologias no processo de ensino-aprendizagem Conceitos iniciais - MULTIMEIOS Multi remete a vários, diversos; meios, refere-se ao local de

Leia mais

Contribuições da tecnologia para a formação de profissionais

Contribuições da tecnologia para a formação de profissionais Contribuições da tecnologia para a formação de profissionais M E S T R A D O P R O F I S S I O N A L E M C I Ê N C I A, T E C N O L O G I A E G E S T Ã O A P L I C A D A S À R E G E N E R A Ç Ã O T E C

Leia mais

Redes de Computadores I

Redes de Computadores I Redes de Computadores I Prof.ª Inara Santana Ortiz Aula 2 Internet Internet Hoje é raro vermos uma LAN, MAN ou WAN isoladas, elas geralmente estão conectadas entre si. A Internet é formada por mais de

Leia mais

Ambientes Virtuais de Aprendizagem na Educação Superior. Por: Diana da Silva Alves Santana

Ambientes Virtuais de Aprendizagem na Educação Superior. Por: Diana da Silva Alves Santana Ambientes Virtuais de Aprendizagem na Educação Superior Por: Diana da Silva Alves Santana INTRODUÇÃO A educação superior presencial vem perdendo espaço para o ciberespaço. As plataformas ou ambientes virtuais

Leia mais

Definição de Mídia. Em inglês: media Plural da palavra medium em Latim. Significa meio, centro Meio de distribuir e representar a informação

Definição de Mídia. Em inglês: media Plural da palavra medium em Latim. Significa meio, centro Meio de distribuir e representar a informação Definição de Mídia Em inglês: media Plural da palavra medium em Latim Significa meio, centro Meio de distribuir e representar a informação Tipos de Mídia Mídia de Percepção Como os humanos percebem a informação

Leia mais

Programa de Formação em Tecnologia Programa para Professores da Rede Pública Estadual

Programa de Formação em Tecnologia Programa para Professores da Rede Pública Estadual Programa de Formação em Tecnologia para Professores da Rede Pública Estadual 9 de outubro de 2008 Objetivos do Programa Visão: promover a habilidade no uso das TIC para enfrentar as demandas da sociedade

Leia mais

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA POSSIBILIDADES E CAMINHOS

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA POSSIBILIDADES E CAMINHOS EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA POSSIBILIDADES E CAMINHOS Universidade Federal de Juiz de Fora 11 de Dezembro de 2009 Celso Costa Diretor de Educação a Distância DED CAPES MEC SISTEMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL

Leia mais

Palavras chave: Tecnologia de Informação; computador; simuladores.

Palavras chave: Tecnologia de Informação; computador; simuladores. O USO DE TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO APLICADAS AO ENSINO DE QUÍMICA: O LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA COMO ESPAÇO DE MEDIAÇÃO NO ENSINO E APRENDIZAGEM DE QUÍMICA Carlos Antônio Chaves de Oliveira

Leia mais

DIREITO DA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO

DIREITO DA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO DIREITO DA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO Prof. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com Surgimento das redes militares, protocolos e Internet PROCESSO TECNOLÓGICO A EVOLUÇÃO

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Prof. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com 1 A importância da tecnologia da informação no processo da informação USO ESTRATÉGICO DA TECNOLOGIA

Leia mais

CURSO PARA FORMAÇÃO DE FACILITADORES EM COMPETÊNCIAS TIC INÍCIO DO CURSO:

CURSO PARA FORMAÇÃO DE FACILITADORES EM COMPETÊNCIAS TIC INÍCIO DO CURSO: TIC Tecnologia: uma aliada da Educação CURSO PARA FORMAÇÃO INÍCIO DO CURSO: 19 OUT 2015 Aplicação Pedagógica no uso das TIC Promoção: Introdução para a educação e a aprendizagem. O mais relevante deles

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL NATHÉRCIA POMPEO DOS SANTOS RELATÓRIO DE AÇÕES ACERVO TECNOLÓGICO DA STE E RECURSOS MIDIÁTICOS DA UNIDADE ESCOLAR

ESCOLA ESTADUAL NATHÉRCIA POMPEO DOS SANTOS RELATÓRIO DE AÇÕES ACERVO TECNOLÓGICO DA STE E RECURSOS MIDIÁTICOS DA UNIDADE ESCOLAR ESCOLA ESTADUAL NATHÉRCIA POMPEO DOS SANTOS RELATÓRIO DE AÇÕES - 2016 ACERVO TECNOLÓGICO DA STE E RECURSOS MIDIÁTICOS DA UNIDADE ESCOLAR Corumbá MS/2016 IDENTIFICAÇÃO Diretor(a) Benedito Aparecido de Souza

Leia mais

ESTATÍSTICAS SOBRE O USO DAS TIC NO BRASIL: A EXPERIÊNCIA DO IBGE

ESTATÍSTICAS SOBRE O USO DAS TIC NO BRASIL: A EXPERIÊNCIA DO IBGE ESTATÍSTICAS SOBRE O USO DAS TIC NO BRASIL: A EXPERIÊNCIA DO IBGE Tercer Taller Regional sobre la medición de la Sociedad de la Información Roberto Neves Sant Anna IBGE Diretoria de Pesquisas Cidade do

Leia mais

Currículo e Tecnologias de Informação e Comunicação: eles se integram? José Armando Valente Depto. de Multimeios e Nied - Unicamp Ced - PucSP

Currículo e Tecnologias de Informação e Comunicação: eles se integram? José Armando Valente Depto. de Multimeios e Nied - Unicamp Ced - PucSP Currículo e Tecnologias de Informação e Comunicação: eles se integram? José Armando Valente Depto. de Multimeios e Nied - Unicamp Ced - PucSP Objetivo da palestra: Como as TIC são tratadas no currículo

Leia mais

Artigo Científico: Universidade, EAD e Software Livre

Artigo Científico: Universidade, EAD e Software Livre Universidade Federal de Minas Gerais- UFMG Curso de Graduação em Aquacultura Artigo Científico: Universidade, EAD e Software Livre Elaborado por: Caroline Maria da Silva Belo Horizonte, 17 de Outubro de

Leia mais

Gerenciamento de Conteúdo Web CMS Joomla. Luiz C B Martins

Gerenciamento de Conteúdo Web CMS Joomla. Luiz C B Martins Gerenciamento de Conteúdo Web CMS Joomla Luiz C B Martins luizmartins@unb.br Objetivo do Curso Usar as ferramentas e os conceitos básicos da plataforma Joomla para gerenciar e atualizar páginas na internet

Leia mais

NOVAS TECNOLOGIAS E O TRABALHO DOCENTE. Profa. Benilda Silva

NOVAS TECNOLOGIAS E O TRABALHO DOCENTE. Profa. Benilda Silva NOVAS TECNOLOGIAS E O TRABALHO DOCENTE Profa. Benilda Silva Obra analisada: Autora: VANI MOREIRA KENSKI Doutora e Mestre em Educação e Licenciada em Pedagogia e Geografia. Professora do Programa de Pós-

Leia mais

Computação e Sociedade Universalização de Serviços para a Cidadania PROFESSORA CINTIA CAETANO

Computação e Sociedade Universalização de Serviços para a Cidadania PROFESSORA CINTIA CAETANO Computação e Sociedade Universalização de Serviços para a Cidadania PROFESSORA CINTIA CAETANO Considera-se EXCLUSÃO SOCIAL como: Uma situação de falta de acesso às oportunidades oferecidas pela sociedade

Leia mais

A evolução da Internet no Brasil. PESQUISA SOBRE O USO DAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO NO BRASIL LACNIC XI Maio 2008

A evolução da Internet no Brasil. PESQUISA SOBRE O USO DAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO NO BRASIL LACNIC XI Maio 2008 TIC DOMICÍLIOS 2007 A evolução da Internet no Brasil PESQUISA SOBRE O USO DAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO NO BRASIL LACNIC XI Maio 2008 NIC.BR Comitê Gestor da Internet no Brasil O Comitê

Leia mais

Pesquisa TIC Kids Online Brasil Alexandre F. Barbosa. Curitiba, 19 de Março de 2013

Pesquisa TIC Kids Online Brasil Alexandre F. Barbosa. Curitiba, 19 de Março de 2013 Inclusão Digital no Brasil e Proteção de Crianças e Adolescentes no Ambiente Online Pesquisa TIC Kids Online Brasil 12 Alexandre F. Barbosa Curitiba, 19 de Março de 13 CGI.br Comitê Gestor da Internet

Leia mais

LISTA DE TRABALHOS APROVADOS

LISTA DE TRABALHOS APROVADOS Comunicações orais LISTA DE TRABALHOS APROVADOS O USO DE PLANILHAS GOOGLE DOCS NO CURSO DE MÍDIAS NA EDUCAÇÃO AMBIENTE VIRTUAL DE ENSINO-APRENDIZAGEM LIVRE NA INTEGRAÇÃO E CONVERGÊNCIA DAS MODALIDADES

Leia mais

INFRAESTRUTURA FÍSICA, TECNÓLOGICA E INSTALAÇÕES ACADÊMICAS

INFRAESTRUTURA FÍSICA, TECNÓLOGICA E INSTALAÇÕES ACADÊMICAS INFRAESTRUTURA FÍSICA, TECNÓLOGICA E INSTALAÇÕES ACADÊMICAS Diante de demandas crescentes da sociedade, a Faculdade de Ciências Jurídicas de Paraíso do Tocantins FCJP e a Faculdade de Administração de

Leia mais

Informática EAD. Professor Márcio Hunecke.

Informática EAD. Professor Márcio Hunecke. Informática EAD Professor Márcio Hunecke www.acasadoconcurseiro.com.br Informática Matéria Aula XX EAD EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Educação a distância (EAD) é uma modalidade de educação mediada por tecnologias,

Leia mais

Apresentação da matéria. Ing. Yamila Díaz Suárez

Apresentação da matéria. Ing. Yamila Díaz Suárez Apresentação da matéria Ing. Yamila Díaz Suárez Objectivo da matéria Estudar as manifestações compostas de texto, imagem, gráficos, efeitos sonoros e visuais e animações, que se apresentam ao utente por

Leia mais

Definição IHC. Disciplina ou campo de estudo interessada no design, implementação e avaliação de sistemas computacionais interativos para uso humano.

Definição IHC. Disciplina ou campo de estudo interessada no design, implementação e avaliação de sistemas computacionais interativos para uso humano. Introdução à IHC Definição IHC Disciplina ou campo de estudo interessada no design, implementação e avaliação de sistemas computacionais interativos para uso humano. Estudo dos fenômenos associados ao

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Curso: PEDAGOGIA. Disciplina: TECNOLOGIA NA SALA DE AULA I. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º

PLANO DE ENSINO. Curso: PEDAGOGIA. Disciplina: TECNOLOGIA NA SALA DE AULA I. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º PLANO DE ENSINO 2016 Curso: PEDAGOGIA Disciplina: TECNOLOGIA NA SALA DE AULA I Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º 1 - Ementa (sumário, resumo) Histórico da informática, situação atual e

Leia mais

Conecte-se e assuma o controle

Conecte-se e assuma o controle Conecte-se e assuma o controle A RealVNC inventou a tecnologia de compartilhamento de tela VNC há mais de vinte anos. Hoje, oferecemos um compartilhamento de tela seguro para uma grande variedade de aplicativos

Leia mais

TIC DOMICÍLIOS 2015 Apresentação dos principais resultados TIC Domicílios 2015

TIC DOMICÍLIOS 2015 Apresentação dos principais resultados TIC Domicílios 2015 TIC DOMICÍLIOS 15 Apresentação dos principais resultados TIC Domicílios 15 São Paulo 13 de Setembro de 16 SOBRE O CETIC.br PRODUÇÃO DE ESTATÍSTICAS TIC PARA POLÍTICAS PÚBLICAS Modelo Multissetorial de

Leia mais

Sobre o CGI.br Criado em maio de 1995 Pela Portaria Interministerial Nº 147 de 31/05/1995, alterada pelo Decreto Presidencial Nº de 03/09/2003 R

Sobre o CGI.br Criado em maio de 1995 Pela Portaria Interministerial Nº 147 de 31/05/1995, alterada pelo Decreto Presidencial Nº de 03/09/2003 R INDICADORES DE USO DA INTERNET NO BRASIL 2005/2006 Centro de Estudos sobre as TICs (CETIC.br) NIC.br / CGI.br Sobre o CGI.br Criado em maio de 1995 Pela Portaria Interministerial Nº 147 de 31/05/1995,

Leia mais

Tecnologias. de Informação e Comunicação. 7ºAno. 1.º Período. Aula 5, 6. 1 Magda Lopes

Tecnologias. de Informação e Comunicação. 7ºAno. 1.º Período. Aula 5, 6. 1 Magda Lopes Tecnologias de Informação e Comunicação 7ºAno 1.º Período Aula 5, 6 1 - Introdução às Tecnologias da Informação e Comunicação. 1.3 Introdução à estrutura e funcionamento de um sistema informático. informático

Leia mais

Núcleo de Cidadania Digital:

Núcleo de Cidadania Digital: Universidade Federal do Espírito Santo Centro Tecnológico Departamento de Informática Núcleo de Cidadania Digital: Uma Proposta de Modelo Sustentável Para a Inclusão Sócio-Digital e Promoção da Cidadania

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR MATUTINO Fase N.

CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR MATUTINO Fase N. CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR MATUTINO Fase N. Ordem Código COMPONENTE CURRICULAR Créditos Horas Prérequisitos 01 Introdução à informática 04 60 02 Matemática instrumental

Leia mais

INTRODUÇÃO AO MULTIMÉDIA DIGITAL

INTRODUÇÃO AO MULTIMÉDIA DIGITAL Oficina de Multimédia B 2015-2016 Noção de Média Noção de Multimédia Noção de Multimédia Digital Tipos de produtos Multimédia O que significa MÉDIA? um meio - media - é o recurso técnico ou físico de conversão

Leia mais

A Webquest como proposta metodológica para o ensino de Matemática

A Webquest como proposta metodológica para o ensino de Matemática na Contemporaneidade: desafios e possibilidades A Webquest como proposta metodológica para o ensino de Fernando Henrique Pereira Mestrando em Ensino de Universidade Federal Tecnológica do Paraná UTFPR

Leia mais

LAZER E CULTURA DIGITAL

LAZER E CULTURA DIGITAL GESTÃO DESPORTIVA E DO LAZER LAZER E CULTURA DIGITAL Prof. Carlos Café Dias Da cultura oral e escrita à cultura das mídias digitais EVOLUÇÃO DA CULTURA A era digital e as novas tecnologias revolucionaram

Leia mais

Livro Digital como ferramenta do e-learning

Livro Digital como ferramenta do e-learning Livro Digital como ferramenta do e-learning UNIVERSIDADE ABERTA DE PORTUGAL Mestrado em: Pedagogia do E-learning Unidade Curricular: 12093 / Ambientes Virtuais de Aprendizagem Docente: Drª Lina Morgado

Leia mais

O CONTEXTO SOCIOTÉCNICO CONTEMPORÂNEO Diferentemente dos tradicionais meios de transmissão em massa, as tecnologias digitais são campo de

O CONTEXTO SOCIOTÉCNICO CONTEMPORÂNEO Diferentemente dos tradicionais meios de transmissão em massa, as tecnologias digitais são campo de Docência On Line INTRODUÇÃO A educação a Distância (EAD) se tornou uma realidade necessária nos dias atuais, tendo como objetivo ajudar e qualificar aquelas pessoas que não tiveram a oportunidade de estudarem

Leia mais

SISTEMAS MULTIMÍDIA PROF MOZART DE MELO

SISTEMAS MULTIMÍDIA PROF MOZART DE MELO SISTEMAS MULTIMÍDIA PROF MOZART DE MELO Programa da Disciplina Multimídia conceitos, comunicação homemmáquina. Autoria produção de diversos tipos de aplicativos multimídia, examinando-se as alternativas

Leia mais

Sistemas de Informação para Bibliotecas

Sistemas de Informação para Bibliotecas Sistemas de Informação para Bibliotecas Notas de Apoio ao Tópico 1 As TIC e as Bibliotecas Henrique S. Mamede 1 A Jornada Que necessitam os profissionais da informação e documentação saber sobre TIC? 2

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA NPGECIMA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA NPGECIMA INSTRUÇÃO NORMATIVA 01/2015 Regulamenta a estrutura curricular do Curso de Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática. O Colegiado de Pós-Graduação do no uso de suas atribuições, Considerando a necessidade

Leia mais

Informática Básica. Conceitos Básicos

Informática Básica. Conceitos Básicos Informática Básica Conceitos Básicos SUMÁRIO Introdução e conceitos básicos Hardware Software 2 Transformação Social Comunicação E-mail, conversa on-line, vídeo conferência, redes sociais,... 3 Transformação

Leia mais

VÍDEO AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO 100% ON LINE

VÍDEO AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO 100% ON LINE Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas VÍDEO AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO 100% ON LINE Coordenador Prof. Dorival Magro Junior Mestre em Ciência da Computação EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Leia mais

EVOLUÇÃO DAS TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL. Grupo: Anna Claudia Geraldo Vinicius Guilherme Spadotto Rafael Cunha.

EVOLUÇÃO DAS TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL. Grupo: Anna Claudia Geraldo Vinicius Guilherme Spadotto Rafael Cunha. EVOLUÇÃO DAS TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL Grupo: Anna Claudia Geraldo Vinicius Guilherme Spadotto Rafael Cunha. INTRODUÇÃO A influência do Protocolo de Internet (IP) nos setores de Telecomunicações, criando

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL Destaques do Tratamento de Incidentes em 2010

RELATÓRIO ANUAL Destaques do Tratamento de Incidentes em 2010 RELATÓRIO ANUAL Destaques do Tratamento de Incidentes em 2010 1Sobre a RNP Introdução Responsável pela introdução da Internet no Brasil, em 1992, a RNP opera a rede acadêmica nacional, a rede Ipê. Sua

Leia mais

Transformação digital: impacto imediato nos negócios

Transformação digital: impacto imediato nos negócios Transformação digital: impacto imediato nos negócios O que você está fazendo para acompanhá-la? Conectando Empresas Transformando Relacionamentos O que é transformação digital? Transformação digital é

Leia mais

Aluno(a): / / Cidade Polo: CPF: Curso: ATIVIDADE AVALIATIVA PESQUISA E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (PED)

Aluno(a): / / Cidade Polo:   CPF: Curso: ATIVIDADE AVALIATIVA PESQUISA E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (PED) Aluno(a): / / Cidade Polo: E-mail: CPF: Curso: ATIVIDADE AVALIATIVA PESQUISA E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (PED) Preencha o GABARITO: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Observação: Nesta atividade há 10 (dez) questões de múltipla

Leia mais

CARTA DE APRESENTAÇÃO

CARTA DE APRESENTAÇÃO CARTA DE APRESENTAÇÃO O Câmpus Hortolândia do IFSP Oportunidades de parcerias O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, Câmpus Hortolândia, localizado na Av. Thereza Ana Cecon

Leia mais

GT-3 DIDÁTICA, CURRÍCULO E POLÍTICA EDUCACIONAL REALIDADE VIRTUAL NA EDUCAÇÃO: as TICs e a renovação pedagógica

GT-3 DIDÁTICA, CURRÍCULO E POLÍTICA EDUCACIONAL REALIDADE VIRTUAL NA EDUCAÇÃO: as TICs e a renovação pedagógica GT-3 DIDÁTICA, CURRÍCULO E POLÍTICA EDUCACIONAL REALIDADE VIRTUAL NA EDUCAÇÃO: as TICs e a renovação pedagógica Aldeci Luiz de Oliveira Profa. Dra. PMCG E-mail: aldecioliveira@hotmail.com Maria de Lourdes

Leia mais

O que Fazer na Internet

O que Fazer na Internet Internet Histórico O que é a Internet O que é a Internet A Internet é uma rede de computadores à escala mundial, destinada à troca de informações. Os computadores são interligados através de linhas comuns

Leia mais

Pro-Reitoria de Graduação PROGRAD

Pro-Reitoria de Graduação PROGRAD CIAPES.PROGRAD@UFJF.EDU.BR 2012 Universidade Federal de Juiz de Fora Pro-Reitoria de Graduação PROGRAD Coordenação de Inovação Acadêmica e Pedagógica no Ensino Superior CIAPES Profª. Drª. Adriana Rocha

Leia mais

Pesquisa TIC Educação e os desafios para o uso das tecnologias nas escolas de ensino fundamental e médio no Brasil

Pesquisa TIC Educação e os desafios para o uso das tecnologias nas escolas de ensino fundamental e médio no Brasil Pesquisa TIC Educação e os desafios para o uso das tecnologias nas escolas de ensino fundamental e médio no Brasil ICT Education Research and challenges for the use of technology in elementary and secondary

Leia mais

A MARCA GUIA CIDADE ONLINE SAIBA COMO SER UM FRANQUEADO

A MARCA GUIA CIDADE ONLINE SAIBA COMO SER UM FRANQUEADO A MARCA GUIA CIDADE ONLINE SAIBA COMO SER UM FRANQUEADO Comece um excelente negócio conosco em um segmento que não para de crescer... 51% dos usuários no Brasil utilizam a internet regularmente para procurar

Leia mais

Especial DEPOIMENTOS RURAIS

Especial DEPOIMENTOS RURAIS Especial DEPOIMENTOS RURAIS Rurais Especial Mês da Mulher Canal Rural Há 20 anos no ar, o Canal Rural se tornou uma plataforma multimídia de comunicação que leva aos produtores todas as novidades e tendências

Leia mais

7. INFRAESTRUTURA CURSO DE TADS GUARÁ

7. INFRAESTRUTURA CURSO DE TADS GUARÁ 7. INFRAESTRUTURA CURSO DE TADS GUARÁ 7.1 Infraestrutura da instituição A Faculdade Projeção do Guará está localizada na Área Especial nº 10 Lote C guara II DF, dispõe de instalações administrativas adequadas,

Leia mais

A infraestrutura tecnológica do setor de tecnologias da informação e comunicação no Brasil João Maria de Oliveira Setembro de 2014

A infraestrutura tecnológica do setor de tecnologias da informação e comunicação no Brasil João Maria de Oliveira Setembro de 2014 pea Econômica Aplicada A infraestrutura tecnológica do setor de tecnologias da informação e comunicação no Brasil João Maria de Oliveira Setembro de 2014 Agenda Definição do setor de TICs Dinâmica do SSI

Leia mais

PLANO TIC E D U C A Ç Ã O P RÉ- E S C O L A R E 1 º C I C L O D O E N S I N O B Á S I C O 2012/2013. O Coordenador TIC

PLANO TIC E D U C A Ç Ã O P RÉ- E S C O L A R E 1 º C I C L O D O E N S I N O B Á S I C O 2012/2013. O Coordenador TIC PLANO TIC 2012/2013 E D U C A Ç Ã O P RÉ- E S C O L A R E 1 º C I C L O D O E N S I N O B Á S I C O O Coordenador TIC Raquel Susana Rodrigues de Oliveira E D U C A Ç Ã O P RÉ- E S C O L A R E 1 º C I C

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ IFAP CÂMPUS MACAPÁ

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ IFAP CÂMPUS MACAPÁ 13 específica, de segunda-feira a sexta-feira e aos sábados, caso seja necessário para complementação do período letivo e/ou carga horária curricular. Cada aula tem durafao de 50min (cinquenta minutos),

Leia mais

Gêneros Jornalísticos

Gêneros Jornalísticos Texto Jornalístico Narrando o cotidiano Gêneros Jornalísticos Obrigatoriedade de serem interessantes e motivadoras para o leitor, ou seja, definidas por sua forma mais vendável Há também uma corrente que

Leia mais

TOTAL DE ENTREVISTADOS: 75 TEMPO DE SERVIÇO QUE ATUA EM SALA DE AULA ANOS 2008 CEWK GRUPO APOIO ED. INF. TOTAL

TOTAL DE ENTREVISTADOS: 75 TEMPO DE SERVIÇO QUE ATUA EM SALA DE AULA ANOS 2008 CEWK GRUPO APOIO ED. INF. TOTAL TOTAL DE ENTREVISTADOS: 75 TEMPO DE SERVIÇO QUE ATUA EM SALA DE AULA ANOS 2008 CEWK GRUPO APOIO ED. INF. TOTAL 5 0 4 2 5 11 10 1 6 2 6 15 15 2 4 4 2 12 20 3 6 1 10 20 25 2 5 1 1 9 30 1 3 1 2 7 35 0 1 0

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS OURO BRANCO COORDENAÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO

Leia mais

Informática Instrumental

Informática Instrumental 1º PERÍODO.: GRADUAÇÃO EM REDES DE COMPUTADORES :. Madson Santos madsonsantos@gmail.com 2 Unidade I Unidade I 3 Fundamentos da informática o INFORMÁTICA: Informação automatizada; o INSTRUMENTAL: instrumentos,

Leia mais

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E A NA EDUCAÇÃO

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E A NA EDUCAÇÃO EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E A INTEGRAÇÃO DAS TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Teresa Avalos Pereira UNIFESP teresa.bc@epm.br Rita Maria Lino Tarcia UNIFESP rtarcia@unifesp.br if Daniel Sigulem UNIFESP sigulem@dis.epm.br

Leia mais

DIRETRIZES METAS INDICADORES DIRETRIZES

DIRETRIZES METAS INDICADORES DIRETRIZES As IFES são produtoras naturais de conteúdos para informação leiga nas várias áreas do conhecimento. As mídias de comunicação e divulgação institucional devem incluir as TV s universitárias das IFES em

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Paraíso do Tocantins. Informática Básica

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Paraíso do Tocantins. Informática Básica INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Paraíso do Tocantins Informática Básica Técnico em Agroindústria Integrado ao Ensino Médio Aula 05 2015/2 Thatiane de Oliveira Rosa

Leia mais

Impacto das tecnologias informáticas na sociedade

Impacto das tecnologias informáticas na sociedade Impacto das tecnologias informáticas na sociedade Docente: Prof. Dr. Pedro Araújo João Gomes nº 26862 David Salgueiro nº 27078 Ricardo Correia nº27443 Introdução O objectivo do presente relatório é realizar

Leia mais

DEPARTAMENTO CURRICULAR DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS DA DISCIPLINA TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (7.º ANO) Ano Letivo

DEPARTAMENTO CURRICULAR DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS DA DISCIPLINA TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (7.º ANO) Ano Letivo DEPARTAMENTO CURRICULAR DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS PLANO CURRICULAR DA DISCIPLINA TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (7.º ANO) TEMAS/ CONTEÚDOS Unidade 1 - A informação, o conhecimento

Leia mais

AULA 2: Fontes de Informação

AULA 2: Fontes de Informação Disciplina METODOLOGIA CIENTÍFICA (farmacêutica) AULA 2: Fontes de Informação Profa. Dra. Nilce Nazareno da Fonte o que são? Fontes de informação para que servem? quando eu vou precisar disso? - fornecem

Leia mais

GEOGRAFIA UNIVERSOS. Por que escolher a coleção Universos Geografia

GEOGRAFIA UNIVERSOS. Por que escolher a coleção Universos Geografia UNIVERSOS GEOGRAFIA Por que escolher a coleção Universos Geografia 1 Pensada a partir do conceito SM Educação Integrada, oferece ao professor e ao aluno recursos integrados que contribuem para um processo

Leia mais

ANEXO B INFORMAÇÕES PESSOAIS

ANEXO B INFORMAÇÕES PESSOAIS ANEXO B INFORMAÇÕES PESSOAIS Nome: Telefone: e-mail: 1. Sexo: a.( ) Masculino b. ( ) Feminino 2. Idade: a. ( ) 21 30 anos b. ( ) 31 40 anos c. ( ) 41 50 anos d. ( ) Mais de 50 anos FORMAÇÃO. Obs.: Caso

Leia mais

Descrição do Perfil de Aprendizagem

Descrição do Perfil de Aprendizagem Critérios de Avaliação das Disciplinas de Tecnologias de Informação e Comunicação e de Oficinas de Multimédia 3º ciclo do Ensino Básico Departamento de Matemática e Informática Grupo 550-Informática Descrição

Leia mais

PAINEL: Modelos de inovação nas TIC. UKB Joaquim Sequeira

PAINEL: Modelos de inovação nas TIC. UKB Joaquim Sequeira PAINEL: Modelos de inovação nas TIC UKB Joaquim Sequeira Inovação nas TIC As TIC imaginam-se como um universo de 2 conjuntos, representados pelas tradicionais Tecnologias de Comunicação, constituídas principalmente

Leia mais

Manual. Rede SEI EaD - Educação a Distância CETEG. Centro de Ensino Tecnológico de Goiás

Manual. Rede SEI EaD - Educação a Distância CETEG. Centro de Ensino Tecnológico de Goiás Manual Rede SEI EaD - Educação a Distância CETEG Centro de Ensino Tecnológico de Goiás CETEG - Centro de Ensino Tecnológico de Goiás Versão: 12/12/2016 12:23 Table of Contents REDE SEI EAD - EDUCAÇÃO A

Leia mais

GINÁSIO CARIOCA Um m salto na qualidade do ensino do 6º 6 ao 9º 9 ano

GINÁSIO CARIOCA Um m salto na qualidade do ensino do 6º 6 ao 9º 9 ano GINÁSIO CARIOCA Um m salto na qualidade do ensino do 6º 6 ao 9º 9 ano Rio de Janeiro, agosto de 2010 Prefeitura do Rio de Janeiro Secretaria da Casa Civil 0 Prefeitura do Rio de Janeiro- Secretaria de

Leia mais

Educação a Distância. O Computador na Educação EDU /2. Prof.ª Sandra Andrea Assumpção Maria Prof.ª Letícia Rocha Machado

Educação a Distância. O Computador na Educação EDU /2. Prof.ª Sandra Andrea Assumpção Maria Prof.ª Letícia Rocha Machado Educação a Distância O Computador na Educação EDU3375 2011/2 Prof.ª Sandra Andrea Assumpção Maria Prof.ª Letícia Rocha Machado 1 EAD: Conceituação A EAD recebeu diversas denominações em diferentes países,

Leia mais

PORTAL TNH1 LÍDER ABSOLTURO

PORTAL TNH1 LÍDER ABSOLTURO PORTAL TNH1 LÍDER ABSOLTURO Somos o portal de notícias que mais cresce em Alagoas. Com mais de 17 milhões de exibições de páginas por mês, o TNH1 é o site líder em acessos no estado* e segue também sua

Leia mais

TIC EDUCAÇÃO 2016 Apresentação dos principais resultados

TIC EDUCAÇÃO 2016 Apresentação dos principais resultados TIC EDUCAÇÃO 2016 Apresentação dos principais resultados São Paulo 3 de Agosto de 2017 Fonte: Cetic.br (2017) Sobre o Cetic.br Produção de estatísticas TIC para políticas públicas Modelo Multissetorial

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC MONSENHOR ANTONIO MAGLIANO Código: 088 Município: Garça Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de

Leia mais

LISTA DE FIGURAS, GRÁFICOS, QUADROS E TABELAS

LISTA DE FIGURAS, GRÁFICOS, QUADROS E TABELAS iii LISTA DE FIGURAS, GRÁFICOS, QUADROS E TABELAS Capítulo I Tabela nº 1 Composição da amostragem: professores e alunos em relação às quantidades de questionários enviados/recebidos na pesquisa.. 6 Tabela

Leia mais

Sistemas de Informação. Informática na Educação 5º Período

Sistemas de Informação. Informática na Educação 5º Período Sistemas de Informação Informática na Educação 5º Período SUMÁRIO CAPÍTULO 2 Educação a Distância 2.1. Histórico da EaD no Brasil. 2.2. Legislação da EaD. 2.3. Reflexão sobre tecnologia educacional. 2.4.

Leia mais

XI Encontro de Iniciação à Docência

XI Encontro de Iniciação à Docência 4CCENDGEOCPLIC02 DA PAISAGEM CULTURAL A GEOGRAFIA REGIONAL DA PARAÍBA: PRODUÇÃO E DIVULGAÇÃO DO SABER GEOGRÁFICO ATRAVÉS DE UM PORTAL E DE TUTORIAIS Jefferson José Gonçalves Sales ( 1 ), José Yure Gomes

Leia mais

Faixas horárias do Canal Rural mais assistidos pelos Agricultores e Pecuáristas: 60% 40% 34% 27% 15% 18 horas de programação diária

Faixas horárias do Canal Rural mais assistidos pelos Agricultores e Pecuáristas: 60% 40% 34% 27% 15% 18 horas de programação diária INVERNO 2017 Fonte Ipsos: Estudos Marplan EGM Rural Consolidado de 2013 - Universo: Todas as Culturas e Pecuárias (2581) Assistiu Canal Rural nos últimos 7 Dias (1144) Faixas horárias do Canal Rural mais

Leia mais

ADEUS PROFESSOR, ADEUS PROFESSORA? NOVAS EXIGÊNCIAS EDUCACIONAIS E PROFISSÃO DOCENTE José Carlos LIBÂNEO. Benilda Silva

ADEUS PROFESSOR, ADEUS PROFESSORA? NOVAS EXIGÊNCIAS EDUCACIONAIS E PROFISSÃO DOCENTE José Carlos LIBÂNEO. Benilda Silva ADEUS PROFESSOR, ADEUS PROFESSORA? NOVAS EXIGÊNCIAS EDUCACIONAIS E PROFISSÃO DOCENTE José Carlos LIBÂNEO Benilda Silva AS NOVAS TECNOLOGIAS DA COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO, A ESCOLA E OS PROFESSORES Texto

Leia mais

A TECNOLOGIA NA ÁREA DE GEOGRAFIA

A TECNOLOGIA NA ÁREA DE GEOGRAFIA Centro Universitário Leonardo Da Vinci NEAD Núcleo de Ensino a Distância Everton Leite A TECNOLOGIA NA ÁREA DE GEOGRAFIA BLUMENAU 2009 EVERTON LEITE A TECNOLOGIA NA ÁREA DE GEOGRAFIA Projeto apresentado

Leia mais

Aula Nº 2 Gerenciando a Mudança

Aula Nº 2 Gerenciando a Mudança Aula Nº 2 Gerenciando a Mudança Objetivos da aula: 1. Conceituar o processo de mudanças. 2. Verificar quando devemos mudar. 3. Demonstrar a velocidade das mudanças na atualidade. Como já vem sendo dito

Leia mais