IV Jogos Estudantis do Colégio Vital Brazil

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "IV Jogos Estudantis do Colégio Vital Brazil"

Transcrição

1 IV Jogos Estudantis do Colégio Vital Brazil Antes da pretensão de promover um campeonato, deve-se promover o homem em sua infinita potencialidade e complexidade REVERDITO, SCAGLIA E MONTAGNER [...] o esporte na infância deve educar, ser prazeroso, já que é a satisfação pela prática que manterá a criança no ambiente esportivo PAES et al SMOLL, 1988 identificou em sua pesquisa seis razões que motivam a participação de jovens no esporte: Distrair-se (brincar); Melhorar aquilo que já sabe fazer na modalidade e aprender novos elementos; Estar como os amigos e fazer novos amigos; Emoção e excitação; Ganhar ou ter êxito; Ficar mais forte. Analisando os fatores acima, consideramos de extrema importância valorizar as necessidades e expectativas dos nossos alunos. Nossa Olimpíada será pensada e formatada por nós, porém para eles. Neste sentido, terá um tratamento pedagógico que vai ao encontro das orientações e provocações apresentadas pela Pedagogia do Esporte, de acordo com a qual a competição faz parte da vida e da iniciação esportiva. Devemos pensar uma competição em que sua significação, de maneira reducionista, pautada na fundamentação de que o vencedor sobrepõe-se ao perdedor, seja algo maior e gere aprendizado. Esperamos que, com as competições, os alunos: Aprendam a lidar com vitórias e derrotas; Tenham oportunidade de experimentar habilidades e competências aprendidas na aula em um contexto de intensas emoções; Vivam um momento de intensa aprendizagem e formação humana; Interajam com companheiros para resolver situações problema (individuais ou em grupo); Superem limites individuais nas dimensões física, social, emocional e mental. Desta maneira, o esporte pode assim constituir-se em uma metáfora que permita que o sujeito leve esses aprendizados consigo para toda a vida. REVERDITO, SCAGLIA E MONTAGNER OBJETIVO Promover o esporte e a expressão corporal como meio de integração social, gerando um espaço formador e funcional para a promoção da cultura, sendo ela lúdica ou através da necessidade de reconhecimento. 2 FORMATO DA COMPETIÇÃO As atividades do Ensino Fundamental I (1º ao 5º ano) serão desenvolvidas durante as aulas de Educação Física. Os alunos do Fundamental II serão divididos em duas categorias: 6º/7º anos e 8º/9ºanos. Os alunos do Ensino Médio comporão uma categoria única.

2 Respeitaremos o seguinte cronograma: Data Horário Atividade 15 a 22 de Durante as aulas Junho de Educação Física - Atividades dos alunos do Fundamental I 8h30 às 9h30 - Cerimônia de Abertura dos Jogos Estudantis Fundamental II e Competição de Dança. 22 de Junho 10h15 às 11h00 Cerimônia de Abertura dos Jogos Estudantis Ensino Médio e Competição de Dança. 12h20 às 13h20 - Competição de Natação do 5º ano e Fundamental II 13h20 às 14h00 - Competição de Natação do Ensino Médio 1º e 2º anos 23 de Junho 7h15 às 18h00 - Dia destinado à competição dos alunos de 6º e 7º anos 24 de Junho 7h15 às 18h00 - Dia destinado à competição dos alunos de 8º e 9º anos 25 de Junho 7h15 às 18h00 - Dia destinado à competição dos alunos do Ensino Médio 26 de Junho 7h15 às 18h00 - Contagem dos pontos 2 MODALIDADES MASCULINAS MODALIDADE 6 e 7 ANOS 8 e 9 ANOS ENSINO MÉDIO Modalidades Coletivas (masculino e feminino) Basquete X Voleibol X Futsal X X X Handebol X X X Tchoukball X X X Manbol Dança X X X Modalidades Mistas em Dupla Frescobol X X X Modalidades Individuais (masculino e feminino) Tênis de Mesa X X X Natação X X X Atletismo X X X Jogos Coletivos Mistos Queimada X X X Pique-Bandeira X X Pelota de Fuego X X Lineball Modalidade Individual Mista Xadrez X X X

3 2.1 MODALIDADES FEMININAS MODALIDADE 6 e 7 ANOS 8 e 9 ANOS ENSINO MÉDIO Modalidades Coletivas (masculino e feminino) Basquete X Voleibol X Futsal X Handebol X X X Tchoukball X X X Manbol X Dança X X X Modalidades Mistas em Dupla Frescobol X X X Modalidades Individuais (masculino e feminino) Natação X X X Tênis de Mesa X X X Atletismo X X X Jogos Coletivos Mistos Queimada X X X Pique-Bandeira X X Pelota de Fuego X X Lineball Modalidade Individual Mista Xadrez X X X 3 INSCRIÇÕES Como forma de inscrição, convidamos os alunos a participarem de uma campanha de doação de alimentos, que serão destinados a uma instituição carente assistida pelo Colégio Vital Brazil. 3.1 Regras As doações serão aceitas entre os dias 15 e 25 de junho. A entrega deverá ser realizada no guichê localizado no pátio. Ao fazer sua doação, o aluno receberá um ticket informando a quantidade (peso) de alimentos doados. Estes tickets deverão ser entregues aos professores de Educação Física e a equipe (cor) que doar mais alimentos não perecíveis ganhará 50 pontos. 4 CATEGORIAS Os Jogos Estudantis serão disputados nas seguintes categorias: Categoria A: 1º ano Categoria B: 2º ano Categoria C: 3º ano Categoria D: 4º ano Categoria E: 5º ano Categoria F: 6º e 7º anos Categoria G: 8º e 9º anos Categoria H: Ensino Médio

4 5 PARTICIPAÇÃO E MODALIDADES Todos os alunos do Fundamental II e Ensino Médio do Colégio Vital Brazil poderão participar de qualquer modalidade esportiva. Deverão ser respeitados os números mínimos e máximos de participantes por modalidade. Modalidades Esportivas Individuais e Brincadeiras Modalidade Mínimo Máximo Natação Feminina 3 Livre Natação Masculina 3 Livre Tênis de Mesa Feminino 3 Livre Tênis de Mesa Masculino 3 Livre Arremesso de Peso Feminino 3 Livre Arremesso de Peso Masculino 3 Livre Corrida Feminina 3 Livre Corrida Masculina 3 Livre Salto em Altura Feminino 3 Livre Salto em Altura Masculino 3 Livre Xadrez Misto 3 Livre Queimada Mista Pique-Bandeira Misto Pelota de Fuego Mista Modalidades Esportivas Coletivas Modalidade Mínimo Máximo Basquete Feminino 8 12 Basquete Masculino 8 12 Futsal Feminino 8 12 Futsal Masculino 8 12 Handebol Feminino Handebol Masculino Manbol Feminino 3 duplas Livre Manbol Masculino 3 duplas Livre Tchoukball Feminino 9 15 Tchoukball Masculino 9 15 Voleibol Feminino 9 15 Voleibol Masculino 9 15 Dança Misto Livre Frescobol 3 duplas Livre 6 UNIFORMES Serão aceitas camisetas de modelos diferentes. No entanto, a cor predominante deverá ser a mesma. Calças, bermudas e shorts deverão ser do Colégio. Parágrafo único Para a competição de Natação, somente serão aceitas toucas do Colégio Vital Brazil.

5 7 CLASSIFICAÇÃO E PONTUAÇÃO Serão premiadas as equipes de acordo com a somatória TOTAL dos pontos obtidos por meio das modalidades esportivas coletivas e individuais, considerando-se TODAS as categorias. Para a definição, seguiremos a seguinte tabela: Pontos Classificação 15 Primeiro colocado 10 Segundo colocado 08 Terceiro colocado 05 Quarto colocado 04 Quinto colocado 03 Sexto colocado 01 Sétimo colocado em diante - 05 Por atleta expulso - 20 Equipe eliminada por W.O. Parágrafo Único Caso ao final da competição duas ou mais equipes permaneçam empatadas em número de pontos, seguiremos os seguintes critérios de desempate: 1 Equipe que apresentar menor número de pontos negativos; 2 Equipe que atuar com o maior número de participantes nas modalidades individuais; 3 Sorteio. 8 CERIMÔNIA DE ABERTURA A cerimônia será realizada no dia 22 de junho durante o período matutino de aulas. Os alunos serão chamados em suas salas para participarem desta solenidade. Os estudantes deverão apresentar-se devidamente uniformizados: calça comprida ou bermuda do Colégio Vital Brazil e camisa na COR de sua equipe. 9 PREMIAÇÃO Ao final das disputas, receberão medalhas os estudantes que formam a equipe da COR campeã, vice-campeã e a terceira colocada. Consideraremos a somatória de TODAS as categorias (Fundamental I, II e Médio) que efetivamente participarem dos IV Jogos Estudantis do Colégio Vital Brazil. Parágrafo Único Os campeões, vice-campeões e terceiros colocados das modalidades coletivas e individuais ganharão pontos que, ao final das provas, auxiliarão na classificação final de sua COR.

6 REGULAMENTO ESPECÍFICO POR MODALIDADE Basquete 2 As regras serão as oficiais da FPB, ressalvados os ajustes por categoria, presentes neste 3 Será considerado W.O. caso uma das equipes não apresente no mínimo 08 (oito) alunos com condições de iniciar a partida. 4 O sistema de disputa será o de TODOS contra TODOS em turno único. 5 O jogo terá 16 minutos corridos, divididos em dois tempos de 8 minutos. Parágrafo Único Caso o empate persista ao final do jogo, 1 (um) lance livre será cobrado, alternadamente, até que uma das equipes tenha a vantagem no placar. 6 Haverá a obrigatoriedade de substituição de no mínimo três alunos entre o primeiro e o segundo tempo. 7 As faltas coletivas serão limitadas a quatro por tempo de jogo e as individuais, a cinco por jogo. 7.1 As faltas com bonificação (lance-livre) serão cobradas somente no final da partida, se necessário. 8 Não será permitida a solicitação de tempo técnico durante as partidas. 9 Os casos imprevistos e/ou omissos deste Regulamento serão resolvidos pela Coordenação Geral do evento. a) Pontos: vitória vale 3 pontos e derrota vale zero; c) Maior saldo de pontos* (cestas). *Diferença entre os ponto feitos e pontos sofridos. d) Maior número de pontos* 1 (cestas). * 1 Somatória de todos os pontos durante as partidas. e) Menor número de desqualificações. Alunos expulsos da partida. f) Sorteio. Futsal 2 As regras serão as oficiais da FPFS, ressalvados os ajustes por categoria, presentes neste 3 Será considerado W.O. caso uma das equipes não apresente no mínimo 08 (oito) alunos com condições de disputar a partida. 4 O sistema de disputa será o de TODOS contra TODOS em turno único. 5 O jogo terá 16 minutos corridos, divididos em dois tempos de 8 minutos. 6 Haverá a obrigatoriedade de substituição de no mínimo três alunos entre o primeiro e o segundo tempo. 7 As faltas coletivas serão limitadas a quatro por tempo de jogo. 8 Não será permitida a solicitação de tempo técnico durante as partidas.

7 9 Os casos imprevistos e/ou omissos deste Regulamento serão resolvidos pela Coordenação Geral do evento. a) Pontos: vitória vale 3 pontos, empate 1 e derrota zero; c) Menor número de cartões amarelos; d) Maior saldo de gols; Diferença entre os gols feitos e gols sofridos. e) Maior número de gols; Somatória de todos os gols durante as partidas. f) Sorteio. Handebol 2 As regras serão as oficiais da FPHb, ressalvados os ajustes por categoria, presentes neste 3 Será considerado W.O. caso uma das equipes não apresente no mínimo 10 (dez) alunos com condições de disputar a partida. 4 O sistema de disputa será o de TODOS contra TODOS em turno único 5 O jogo terá 16 minutos corridos, divididos em dois tempos de 8 minutos. 6 Haverá a obrigatoriedade de substituição de no mínimo 3 alunos entre o primeiro e o segundo tempo. 7 Não será permitida a solicitação de tempo técnico durante as partidas. 8 Os casos imprevistos e/ou omissos deste Regulamento serão resolvidos pela Coordenação Geral do evento. a) Pontos: vitória vale 3 pontos, empate 1 e derrota zero; c) Menor número de cartões amarelos; d) Maior saldo de gols; Diferença entre os gols feitos e gols sofridos. e) Maior número de gols; Somatória de todos os gols durante as partidas. f) Sorteio. Tchoukball 2 As regras serão as oficiais da ABTB, ressalvados os ajustes por categoria, presentes neste 3 O jogo será realizado entre duas equipes com 6 alunos cada. 4 Será considerado W.O. caso uma das equipes não apresente no mínimo 09 (nove) alunos com condições de disputar a partida.

8 5 O sistema de disputa será o de TODOS contra TODOS em turno único. 6 O jogo terá 16 minutos corridos, divididos em dois tempos de 8 minutos. 7 Haverá a obrigatoriedade de substituição de no mínimo 3 alunos entre o primeiro e o segundo tempo. 8 Não será permitida a solicitação de tempo técnico durante as partidas. 9 Os casos imprevistos e/ou omissos deste Regulamento serão resolvidos pela Coordenação Geral do evento. a) Pontos: vitória vale 3 pontos, empate 1 e derrota zero; c) Menor número de cartões amarelos; d) Maior saldo de pontos; Diferença entre os pontos feitos e pontos sofridos. e) Maior número de pontos; Somatória de todos os pontos durante as partidas. f) Sorteio. Voleibol 2 As regras serão as oficiais da FPV, ressalvados os ajustes por categoria, presentes neste 3 O jogo será realizado entre duas equipes com 6 alunos cada. 4 Será considerado W.O. caso uma das equipes não apresente no mínimo 09 (nove) alunos com condições de disputar a partida. 5 O sistema de disputa será o de TODOS contra TODOS em turno único. 6 O jogo será disputado em melhor de 3 (três) sets de 15 (quinze) pontos no máximo. Caso haja necessidade, o terceiro set será de 11 (onze) pontos. Parágrafo Único A equipe que vencer 2 sets será considerada vencedora da partida. Não haverá necessidade de diferença de 2 pontos para finalizar qualquer set. 7 Haverá a obrigatoriedade de substituição de 3 alunos entre o primeiro e o segundo sets. 8 Não será permitida a solicitação de tempo técnico durante as partidas. 9 Não utilizaremos a regra do líbero, portanto todos deverão passar pelas posições próximas à rede. 10 Os casos imprevistos e/ou omissos deste Regulamento serão resolvidos pela Coordenação Geral do evento. a) Pontos: vitória vale 3 pontos e derrota zero; c) Maior saldo de pontos; Diferença entre os pontos feitos e pontos sofridos. d) Maior número de pontos; Somatória de todos os pontos durante as partidas. e) Menor número de cartões amarelos; f) Sorteio.

9 Mandbol 2 As regras serão as oficiais da CBM, ressalvados os ajustes por categoria, presentes neste 3 O jogo será realizado entre duplas. 4 Será considerado W.O. caso uma das cores não apresente no mínimo 03 duplas com condições de disputar a competição. 5 O sistema de disputa será o de eliminatória simples. 6 O jogo será disputado em melhor de 2 sets de 12 pontos no máximo. Caso haja necessidade, o terceiro set será de 6 pontos. Parágrafo Único A equipe que vencer 2 sets será considerada vencedora da partida. Não haverá necessidade de diferença de 2 pontos para finalizar qualquer set. 7 Não será permitida a solicitação de tempo técnico durante as partidas. 8 Os casos imprevistos e/ou omissos deste Regulamento serão resolvidos pela Coordenação Geral do evento. a) Pontos: vitória vale 3 pontos e derrota zero; c) Maior saldo de pontos; Diferença entre os pontos feitos e pontos sofridos. d) Maior número de pontos; Somatória de todos os pontos durante as partidas. e) Sorteio. Queimada 1 As equipes serão mistas e cada uma deve estar composta por ao menos 10 alunos e, no máximo, Uma equipe poderá começar a partida com mais alunos que a adversária. 3 Os jogos serão disputados na quadra de Voleibol. 4 O sistema de disputa será o de TODOS contra TODOS em turno único. 5 O jogo terá o tempo de 10 minutos e, ao final, a equipe que tiver o maior número de alunos na quadra será considerada vencedora. a) Pontos: vitória vale 3 pontos, empate 1 e derrota zero; c) Maior número de alunos participantes das partidas; d) Maior número de alunos queimados; e) Sorteio. Pelota de Fuego e Pique-Bandeira 1 As equipes serão mistas e cada uma deve estar composta por ao menos 10 alunos e, no máximo, 20.

10 3 Uma equipe poderá começar a partida com mais alunos que a adversária. 4 O sistema de disputa será o de TODOS contra TODOS em turno único. 5 O jogo terá o tempo de 10 minutos e, ao final, a equipe que tiver o maior número de pontos conquistados será considerada vencedora. 6 Os casos previstos e/ou omissos deste regulamento serão resolvidos pela Coordenação Geral do evento. a) Pontos: vitória vale 3 pontos, empate 1 e derrota zero; c) Maior número de alunos participantes das partidas; d) Maior número de alunos queimados; e) Sorteio. Frescobol 2 As regras serão as oficiais da APF, ressalvados os ajustes por categoria, presentes neste 3 O jogo será realizado em duplas, aceitando-se a participação de duplas mistas. 4 As duplas terão 3 minutos corridos para realizarem sua partida. 5 As partidas deverão acontecer dentro da área de competição. Os toques dados fora desta área não serão considerados. 6 A contagem dos toques será iniciada a partir da primeira rebatida na raquete. 7 A sequência será quebrada quando a bola tocar o solo ou o corpo de um dos atletas. 8 As rebatidas devem ocorrer de forma alternada, não sendo permitido, portanto, dois toques seguidos da mesma pessoa. Tênis de Mesa 2 Em TODAS as provas individuais, os alunos serão organizados segundo o ano de nascimento. (Exceção feita à modalidade Xadrez.) 3 As partidas terão duração de 1 set de 11 pontos. 4 O sistema de disputa será o de eliminatória simples. 5 Se o jogo terminar empatado em 10 a 10, o vencedor será aquele que obtiver primeiro vantagem de 2 pontos. 6 Durante a partida, não será permitido apoiar-se na mesa. 7 O aluno poderá trazer sua própria raquete.

11 Natação Serão realizadas baterias com 4 a 5 alunos, com o intuito de anotarmos seus tempos. O programa de provas será realizado nos seguintes dias: 22/06/15 às 12h20 Ensino Fundamental II 22/06/15 às 13h20 1º e 2º anos do Ensino Médio Programa de provas Ordem Categoria Distância Prova Tipo 1ª Nascidos em metros Livre Feminino 2ª Nascidos em metros Livre Masculino 3ª Nascidos em metros Livre Feminino 4ª Nascidos em metros Livre Masculino 5ª Nascidos em metros Livre Feminino 6ª Nascidos em metros Livre Masculino 7ª Nascidos em metros Livre Feminino 8ª Nascidos em metros Livre Masculino 9ª Nascidos em metros Livre Feminino 10ª Nascidos em metros Livre Masculino 11ª Nascidos em 99 e metros Livre Feminino 12ª Nascidos em 99 e metros Livre Masculino 3 Material 1 Será obrigatório o uso da touca do Colégio. Não será permitida a utilização de bermudas. 2 O uso de óculos não é obrigatório. Xadrez 1 Os alunos jogarão por no máximo 10 minutos ou até um jogador vencer por xeque-mate. 2 O aluno que cometer 3 erros será declarado perdedor da partida. 3 O sistema de disputa será o de eliminatória simples. Atletismo 2 As provas serão: corrida de aceleração, arremesso de pelota e salto em altura. 2.1 Corrida de aceleração: tomada individual de tempo em 50 metros.

12 2.2 Arremesso de pelota: o aluno deverá arremessar a pelota o mais distante possível em um único arremesso. Aquele que atingir a maior distância será considerado vencedor Peso das pelotas: Categoria 6º/7º anos Meninos e Meninas: 2 kg Categoria 8º/9º anos Meninas 2 kg e Meninos 3 kg Categoria Ensino Médio Meninas 3 kg e Meninos 4 kg 2.3 Salto em altura: os alunos deverão saltar o mais alto possível para transpor o sarrafo. Poderão realizar corrida de aproximação. 4 Não será permitida a participação de alunos descalços ou de chinelos, somente poderão competir de tênis. Equipe de Educação Física do Colégio Vital Brazil

II Jogos Estudantis do Colégio Vital Brazil

II Jogos Estudantis do Colégio Vital Brazil II Jogos Estudantis do Colégio Vital Brazil Antes da pretensão de promover um campeonato, deve-se promover o homem em sua infinita potencialidade e complexidade, REVERDITO, SCAGLIA E MONTAGNER 2013....

Leia mais

V Jogos Estudantis do Colégio Vital Brazil

V Jogos Estudantis do Colégio Vital Brazil V Jogos Estudantis do Colégio Vital Brazil Antes da pretensão de promover um campeonato, deve-se promover o homem em sua infinita potencialidade e complexidade REVERDITO, SCAGLIA E MONTAGNER 2013. [...]

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO BASQUETE

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO BASQUETE REGULAMENTO ESPECÍFICO DO BASQUETE 1. As competições de basquete serão realizadas de acordo com as regras internacionais da FIBA e os regulamentos e normas do Novo Desporto Universitário 2012 NDU. 2. Cada

Leia mais

www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429

www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429 Organização, compromisso e qualidade em prol do esporte universitário paulista www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429 REGULAMENTO

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO JICOF JOGOS INTERNOS DO COLÉGIO FRACTAL

REGULAMENTO GERAL DO JICOF JOGOS INTERNOS DO COLÉGIO FRACTAL REGULAMENTO GERAL DO JICOF JOGOS INTERNOS DO COLÉGIO FRACTAL CAPÍTULO I DAS FINALIDADES Os jogos internos do COLÉGIO FRACTAL (JICOF) têm por finalidade principal humanizar a prática desportiva, valorizando

Leia mais

* Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL

* Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL * Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL 1. DOS JOGOS: Os jogos de Futsal serão regidos pelas Regras Oficiais vigentes da Confederação Brasileira de Futsal, observadas as exceções previstas neste Regulamento

Leia mais

COLÉGIO MOTIVA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTES COORDENAÇÃO DE EVENTOS BASQUETE

COLÉGIO MOTIVA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTES COORDENAÇÃO DE EVENTOS BASQUETE BASQUETE Art. 1º - As competições da modalidade de Basquete serão regidas pelas regras oficiais da FIBA, em consonância com este regulamento específico e o Regulamento Geral da competição. a) Fase Classificatória

Leia mais

Olimpíadas Especiais UBM/PMBM Regulamento Técnico 2014

Olimpíadas Especiais UBM/PMBM Regulamento Técnico 2014 Olimpíadas Especiais UBM/PMBM Regulamento Técnico 2014 I - DOS JOGOS Art.1 - A Olimpíada Especial UBM/PMBM tem por finalidade desenvolver o intercâmbio desportivo e social entre os atletas, professores

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO FUTSAL

REGULAMENTO TÉCNICO FUTSAL FUTSAL Art. 1º - O campeonato de Futebol de Salão será regido pelas regras oficiais da CBFS - Confederação Brasileira de Futsal, por este Regulamento e conforme o disposto no Regulamento Geral. Art. 2º

Leia mais

CAMPEONATO DE FUTSAL MACEIÓ 200 ANOS REGULAMENTO DE FUTSAL

CAMPEONATO DE FUTSAL MACEIÓ 200 ANOS REGULAMENTO DE FUTSAL CAMPEONATO DE FUTSAL MACEIÓ 200 ANOS REGULAMENTO DE FUTSAL 1. Os jogos de Futsal serão realizados de acordo com as Regras Oficiais, salvo o estabelecido neste Regulamento. 2. Cada equipe poderá inscrever

Leia mais

Art. 02 Este Regulamento Geral é o conjunto das disposições que regem as modalidades que integram a COPA SENAI 2010.

Art. 02 Este Regulamento Geral é o conjunto das disposições que regem as modalidades que integram a COPA SENAI 2010. COPA SENAI 2010 REGULAMENTO GERAL SESI SENAI - SP 2010 REGULAMENTO GERAL FASE INTERCLASSES I DOS OBJETIVOS Art. 01 A COPA SENAI 2010, tem por finalidade o bem estar e a integração do aluno perante a sociedade

Leia mais

VI Jogos Estudantis do Colégio Vital Brazil

VI Jogos Estudantis do Colégio Vital Brazil VI Jogos Estudantis do Colégio Vital Brazil Antes da pretensão de promover um campeonato, deve-se promover o homem em sua infinita potencialidade e complexidade (REVERDITO, SCAGLIA E MONTAGNER, 2013).

Leia mais

2º CAMPEONATO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO ATLÉTICO CULTURAL PAINCO REGULAMENTO GERAL

2º CAMPEONATO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO ATLÉTICO CULTURAL PAINCO REGULAMENTO GERAL 1 2º CAMPEONATO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO ATLÉTICO CULTURAL PAINCO REGULAMENTO GERAL Disposições Preliminares 1 O Campeonato de Futsal da Associação Atlético Cultural Painco de 2010 será dirigido pelo Departamento

Leia mais

PROJETO E REGULAMENTO GERAL

PROJETO E REGULAMENTO GERAL OLIMPÍADAS DO INSTITUTO EDUCACIONAL NOVOS TEMPOS PROJETO E REGULAMENTO GERAL Ensino Fundamental II e Médio OUTUBRO DE 2015 APRESENTAÇÃO: As Olimpíadas do Instituto Educacional Novos Tempos (OLIENT), visam

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS. Art. 1º- Este regulamento é o conjunto de disposições que rege os jogos internos do Colégio Facex edição 2014.

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS. Art. 1º- Este regulamento é o conjunto de disposições que rege os jogos internos do Colégio Facex edição 2014. Página 1 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º- Este regulamento é o conjunto de disposições que rege os jogos internos do Colégio Facex edição 2014. CAPÍTULO II DA FINALIDADE Art. 2º - Os jogos internos

Leia mais

CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS DOS JOGOS UNIVERSITÁRIOS EINSTEIN

CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS DOS JOGOS UNIVERSITÁRIOS EINSTEIN CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS DOS JOGOS UNIVERSITÁRIOS EINSTEIN Artigo 1º - Os Jogos Universitários tem como objetivo: * Incentivar a participação dos jovens em atividades saudáveis do ponto de vista social,

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO ATLETISMO

REGULAMENTO TÉCNICO ATLETISMO REGULAMENTO TÉCNICO ATLETISMO 1 A Competição de Atletismo do JIUDESC 2014 será regida pelas Regras Internacionais da IAAF e pelo que dispõe este Regulamento. 2 Cada Centro poderá inscrever, no máximo,

Leia mais

Do Cerimonial de Abertura OLIMGLOCK Da Identificação

Do Cerimonial de Abertura OLIMGLOCK Da Identificação SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E INOVAÇÃO ESCOLA DE EDUCAÇÂO BÁSICA MONSENHOR GREGÓRIO LOCKS Justificativa Olimpíadas Gregório Locks Regulamento Geral Artigo 1º - No seu Projeto Político Pedagógico,

Leia mais

INTERSÉRIES COLÉGIO MARISTA APARECIDA 2015 REGULAMENTO GERAL

INTERSÉRIES COLÉGIO MARISTA APARECIDA 2015 REGULAMENTO GERAL INTERSÉRIES COLÉGIO MARISTA APARECIDA 2015 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º - Este regulamento é o conjunto das disposições que regem as competições da Interséries 2015. Art.

Leia mais

REGULAMENTO BASQUETE 2009

REGULAMENTO BASQUETE 2009 REGULAMENTO BASQUETE 2009 Organização: Fórum das Associações dos Servidores das Agências Reguladoras Patrocínio: DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO BASQUETE - 2009 Art.01 - Este regulamento é o conjunto

Leia mais

DISCIPLINA. Regulamento Geral

DISCIPLINA. Regulamento Geral REGULAMENTO GERAL ENSINA-ME A SER OBEDIENTE ÀS REGRAS DO JOGO ENSINA-ME A NÃO PROFERIR NEM RECEBER ELOGIO IMERECIDO ENSINA-ME A GANHAR, SE ME FOR POSSÍVEL MAS, SE EU PERDER, ACIMA DE TUDO ENSINA-ME A PERDER

Leia mais

REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I

REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I I MACEIÓ-AL, 2015 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DA FINALIDADE DO EVENTO Art. 1º - O esporte é considerado um fenômeno cultural da humanidade capaz de propiciar inúmeros benefícios aos seus praticantes.

Leia mais

REGULAMENTO. Os representantes das equipes ficarão responsáveis pela disciplina de seus atletas.

REGULAMENTO. Os representantes das equipes ficarão responsáveis pela disciplina de seus atletas. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: REGULAMENTO Artigo 1 Artigo 2 Artigo 3 Artigo 4 Artigo 5 Fica instituído pela Delegacia Sindical de Brasília o IV Campeonato de Futebol Soçaite. Este regulamento é o conjunto

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO GERÊNCIA DO ENSINO FUNDAMENTAL COORDENAÇÃO DA EDUCAÇÃO INTEGRAL

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO GERÊNCIA DO ENSINO FUNDAMENTAL COORDENAÇÃO DA EDUCAÇÃO INTEGRAL SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO GERÊNCIA DO ENSINO FUNDAMENTAL COORDENAÇÃO DA EDUCAÇÃO INTEGRAL PROGRAMA ESTRUTURANTE: EDUCAÇÃO AMPLIADA GERENTE DO PROGRAMA: FÁTIMA RODRIGUES BURZLAFF PROJETO: LINGUAGENS

Leia mais

REGULAMENTO GERAL OLIMPÍADA ESCOLAR DE NOVO HAMBURGO 2012

REGULAMENTO GERAL OLIMPÍADA ESCOLAR DE NOVO HAMBURGO 2012 REGULAMENTO GERAL OLIMPÍADA ESCOLAR DE NOVO HAMBURGO 2012 OBJETIVO GERAL Formação para o pleno exercício da cidadania de crianças e adolescentes por meio do esporte. CAPÍTULO I DA FINALIDADE DO EVENTO

Leia mais

TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO

TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO Art. 1º - A organização da Taça Cidade São José de Futsal é de inteira responsabilidade da Prefeitura Municipal de São

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA

REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA Art. 1º O Torneio de Futebol Society tem por finalidade: A congregação dos graduandos, o fortalecimento dos laços de amizade e a camaradagem

Leia mais

XXIV INTERAMIZADE. Carta Convite

XXIV INTERAMIZADE. Carta Convite XXIV INTERAMIZADE Carta Convite O Colégio São Luís tem o prazer de convidar esta conceituada instituição de ensino a participar dos XXIV Interamizade 2014, principal evento esportivo de nosso calendário.

Leia mais

VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL. OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal.

VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL. OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal. VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal. ORGANIZAÇÃO O torneio será organizado e dirigido por uma Comissão Organizadora

Leia mais

REGULAMENTO GERAL QUANDO PENSO QUE CHEGUEI AO MEU LIMITE, DESCUBRO QUE TENHO FORÇAS PARA IR ALEM

REGULAMENTO GERAL QUANDO PENSO QUE CHEGUEI AO MEU LIMITE, DESCUBRO QUE TENHO FORÇAS PARA IR ALEM REGULAMENTO GERAL QUANDO PENSO QUE CHEGUEI AO MEU LIMITE, DESCUBRO QUE TENHO FORÇAS PARA IR ALEM AYRTON SENNA DISCIPLINA 1. Os jogos e atividades começarão rigorosamente no horário previsto; não haverá

Leia mais

Torneio de Futsal 2014 Troféu Rafael Afonso Leite

Torneio de Futsal 2014 Troféu Rafael Afonso Leite Torneio de Futsal 2014 Troféu Rafael Afonso Leite DOS OBJETIVOS: O Einstein Gol é um evento que visa aumentar sociabilizarão e integração entre todos os nossos alunos, funcionários, Corpo Docente e Direção.

Leia mais

"Senhor, eu te darei graças no meio das nações; eu te louvarei entre os povos." Salmo 57.9

Senhor, eu te darei graças no meio das nações; eu te louvarei entre os povos. Salmo 57.9 PROJETO J BA 2014 TEMA: COPA DO MUNDO FESTA DAS NAÇÕES "Senhor, eu te darei graças no meio das nações; eu te louvarei entre os povos." Salmo 57.9 I - OBJETIVOS Regulamento Geral Ensino Fundamental II e

Leia mais

REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY

REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY XIII JOGOS AFFEMG Associação dos Funcionários Fiscais de Minas Gerais 1- DO LOCAL REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY 1.1 - Os jogos acontecerão em campos de futebol society de grama sintética ou natural, aprovados

Leia mais

TEMA: COPA DAS CONFEDERAÇÕES. Regulamento Geral Ensino Fundamental II e Ensino Médio (Primeira etapa)

TEMA: COPA DAS CONFEDERAÇÕES. Regulamento Geral Ensino Fundamental II e Ensino Médio (Primeira etapa) PROJETO J BA 2013 I - OBJETIVOS TEMA: COPA DAS CONFEDERAÇÕES Regulamento Geral Ensino Fundamental II e Ensino Médio (Primeira etapa) - Promover a integração e a participação dos alunos do CBB, permitindo

Leia mais

Art. 1 O presente documento regulamenta em linhas gerais os VI Jogos Internos Colégio Sólido.

Art. 1 O presente documento regulamenta em linhas gerais os VI Jogos Internos Colégio Sólido. 2015 I- DA APRESENTAÇÃO Art. 1 O presente documento regulamenta em linhas gerais os VI Jogos Internos Colégio Sólido. II- DA IDENTIFICAÇÃO Art. 2 Aos professores de Educação Física do Colégio compete a

Leia mais

REGULAMENTO GERAL GEACSB 2015

REGULAMENTO GERAL GEACSB 2015 REGULAMENTO GERAL GEACSB 2015 PARTE GERAL Art. 1º - Denomina-se Grêmio de Ex-Alunos do Colégio de São Bento ( GEACSB ) o campeonato de futebol society organizado pela ALUMNI CSB-RJ e realizado anualmente

Leia mais

REGULAMENTO DO FUTSAL MASCULINO E FEMININO

REGULAMENTO DO FUTSAL MASCULINO E FEMININO REGULAMENTO DO FUTSAL MASCULINO E FEMININO I - DOS LOCAIS DOS JOGOS Art. 1º - Os jogos serão realizados nos seguintes locais: Quadras 01,02 e 03 - térreo do Prédio 80 Quadras 01,02 e 03-4º andar do Prédio

Leia mais

JOGOS INTERNOS 2012. Eu faço parte desta história! Regulamento. Colégio Santa Dorotéia BH.

JOGOS INTERNOS 2012. Eu faço parte desta história! Regulamento. Colégio Santa Dorotéia BH. Colégio Santa Dorotéia BH. Departamento de Educação Física e Artes DEFA SEGMENTO: 6ª a 8ª séries Ensino Fundamental JOGOS INTERNOS 2012 Eu faço parte desta história! Regulamento Colégio Santa Dorotéia

Leia mais

REGULAMENTO DE FUTSAL

REGULAMENTO DE FUTSAL REGULAMENTO DE FUTSAL Capítulo I DAS FINALIDADES Art. 1º O campeonato de futsal masculino, é promovido como uma das modalidades dos VI JOGOS NACIONAIS DA MAGISTRATURA, promovido e organizado pela AMB Associação

Leia mais

REGULAMENTO GERAL. ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas.

REGULAMENTO GERAL. ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas. REGULAMENTO GERAL CAPITULO 1 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas. ARTIGO II: Da Cerimônia de

Leia mais

REGULAMENTO DE ATLETISMO

REGULAMENTO DE ATLETISMO CAPÍTULO I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - A Competição de Atletismo, modalidade individual dos JOGOS ESCOLARES TV SERGIPE- 2014, será realizada de acordo com as Normas das OLIMPÌADAS ESCOLARES

Leia mais

FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI)

FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI) 8 o CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTSAL MASCULINO/ FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI) 1. DISPOSIÇÕES INICIAIS REGULAMENTO TÉCNICO 1.1. O 8º Campeonato Municipal de Futsal Masculino será promovido e

Leia mais

3ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS.

3ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS. 3ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS. REGULAMENTO OFICIAL CAPÍTULO I OBJETIVOS ART. 1º - A 3ª Copa Quiosque Natureza de Futebol Suíço Inter-Academias, que será realizada no 2º semestre

Leia mais

Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre.

Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre. Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre. Título I Das Disposições Gerais A) Será obrigatório, de acordo com as Regras do Futsal, o uso de caneleiras para todos os atletas. B) Não

Leia mais

III TORNEIO DE BASQUETE 3 x 3 MASCULINO E FEMININO CEFER - USP RIBEIRÃO PRETO - 2015

III TORNEIO DE BASQUETE 3 x 3 MASCULINO E FEMININO CEFER - USP RIBEIRÃO PRETO - 2015 III TORNEIO DE BASQUETE 3 x 3 MASCULINO E FEMININO CEFER - USP RIBEIRÃO PRETO - 2015 I - OBJETIVOS: Incentivar a integração de todos como também valorizar e estimular a prática esportiva, como fator de

Leia mais

Olimpíada Rosariense 2012 Regulamento Geral

Olimpíada Rosariense 2012 Regulamento Geral Olimpíada Rosariense 2012 Regulamento Geral Art 1º - Evangelizar através do Esporte é um desafio para a educação cristã. Os valores morais do esporte são inerentes a cada modalidade, e são abrangentes.

Leia mais

CLUBE BRILHANTE. 2 CAMPEONATO DE FUTEBOL DE SETE CATEGORIA SÊNIOR 2015 Liga dos Campeões Brilhante Danilo Bandeira da Silva

CLUBE BRILHANTE. 2 CAMPEONATO DE FUTEBOL DE SETE CATEGORIA SÊNIOR 2015 Liga dos Campeões Brilhante Danilo Bandeira da Silva REGULAMENTO ESPECÍFICO DO CAMPEONATO DA DURAÇÃO DO JOGO: Dois (2) tempos de vinte e cinco (25) minutos. DO HORÁRIO e DIA de jogo marcado: Para esta edição do 2 Campeonato de Futebol de Sete Categoria Sênior

Leia mais

REGULAMENTO DELEGACIA SINDICAL DE BRASÍLIA - DF IV CAMPEONATO DE FUTEBOL SOÇAITE DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL / 2011

REGULAMENTO DELEGACIA SINDICAL DE BRASÍLIA - DF IV CAMPEONATO DE FUTEBOL SOÇAITE DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL / 2011 REGULAMENTO DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: Artigo 1 Artigo 2 Artigo 3 Artigo 4 Artigo 5 Fica instituído pela Delegacia Sindical de Brasília o IV Campeonato de Futebol Soçaite. Este regulamento é o conjunto

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS

REGULAMENTO TÉCNICO CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS REGULAMENTO TÉCNICO CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º. Este regulamento é o documento composto conjunto das disposições que regem a Campeonato Brasileiro de Handebol dos Surdos 2015, nas categorias

Leia mais

REGULAMENTO 2010. IV Interperíodos de Futsal Masculino e Feminino da Administração

REGULAMENTO 2010. IV Interperíodos de Futsal Masculino e Feminino da Administração REGULAMENTO 2010 IV Interperíodos de Futsal Masculino e Feminino da Administração CAPÍÍTULO II DASS DIISSPOSSIIÇÕESS PRELIIMIINARESS Art1º Art2º O IV Interperíodos de Futsal Masculino e Feminino, é uma

Leia mais

REGULAMENTO GERAL INTRODUÇÃO

REGULAMENTO GERAL INTRODUÇÃO XI JOGOS MACABEUS NACIONAIS DAS ESCOLAS JUDAICAS RIO DE JANEIRO / BRASIL 06 a 09 de setembro de 2012 REGULAMENTO GERAL INTRODUÇÃO A Macabi Rio, entidade filiada à Macabi Brasil, e organizadora há 19 anos

Leia mais

Regulamento Geral 04 a 08 de agosto de 2015

Regulamento Geral 04 a 08 de agosto de 2015 Regulamento Geral 04 a 08 de agosto de 2015 Realização: Apoio: Oraganização: Capítulo I Das finalidades Art. 1º - O Jogos dos Advogados Mineiros - JAM -, regido pelo presente regulamento, é um grande torneio

Leia mais

Centro Universitário UNIVATES Complexo Esportivo 8 COPA UNIVATES 2015 FUTEBOL DE CAMPO

Centro Universitário UNIVATES Complexo Esportivo 8 COPA UNIVATES 2015 FUTEBOL DE CAMPO Centro Universitário UNIVATES Complexo Esportivo 8 COPA UNIVATES 2015 FUTEBOL DE CAMPO REGULAMENTO DA PROMOÇÃO E ORGANIZAÇÃO: A promoção e a organização são do Centro Universitário UNIVATES/Complexo Esportivo

Leia mais

REGULAMENTO da TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 SELETIVA FASE ESTADUAL TITULO I DAS FINALIDADES

REGULAMENTO da TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 SELETIVA FASE ESTADUAL TITULO I DAS FINALIDADES REGULAMENTO da TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 SELETIVA FASE ESTADUAL TITULO I DAS FINALIDADES Artigo 1 - A TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 é promovida, organizada e dirigida pela FEDERAÇÃO UNIVERSITÁRIA

Leia mais

CIRCUITO NACIONAL CORREIOS DE BEACH TENNIS REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO

CIRCUITO NACIONAL CORREIOS DE BEACH TENNIS REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO CIRCUITO NACIONAL CORREIOS DE BEACH TENNIS REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO O Campeonato será realizado nos meses de Junho, Agosto,Outubro e a Etapa Master final do ano(local e data a confirmar),

Leia mais

IV COPA MARIA CÉLIA - 2014 REGULAMENTOS REGULAMENTO GERAL

IV COPA MARIA CÉLIA - 2014 REGULAMENTOS REGULAMENTO GERAL g Centro de Educação Integrada Mais Ltda. CEI Mirassol CNPJ: 02.095.488/0001-03 Rua Joaquim Alves, nº 1844 - Mirassol - Natal/RN CEP: 59.077-010. Fone/Fax: 0xx (84) 3089.5620 IV COPA MARIA CÉLIA - 2014

Leia mais

SEMANA DA INTEGRAÇÃO FISMA/FCAA 2015

SEMANA DA INTEGRAÇÃO FISMA/FCAA 2015 SEMANA DA INTEGRAÇÃO FISMA/FCAA 2015 16 a 20 de março de 2015 EVENTO ESPORTIVO E CULTURAL COM OBJETIVO DE INTEGRAR OS CALOUROS AO AMBIENTE ACADÊMICO DA FISMA/FCAA PROGRAMAÇÃO Dia 16/03 Ginásio de Esportes

Leia mais

REGULAMENTO GERAL I COPA SOCIETY OAB/MG

REGULAMENTO GERAL I COPA SOCIETY OAB/MG BELO HORIZONTE AGOSTO DE 2014 REGULAMENTO GERAL I COPA SOCIETY OAB/MG REALIZAÇÃO Arte do Esporte www.artedoesporte.com.br I DAS FINALIDADES 3 II DA ORGANIZAÇÃO E EXECUÇÃO 3 III PERÍODO DE INSCRIÇÃO E REALIZAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DOS

REGULAMENTO GERAL DOS REGULAMENTO GERAL DOS II JOGOS UNIVERSITARIOS UNIBRASIL 2009 I - DOS OBJETIVOS II JOGOS UNIVERSITARIOS UNIBRASIL 2009 Artigo 1º - Os II Jogos Universitários das Faculdades Integradas do Brasil, promovido

Leia mais

Regulamento Específico. Futsal

Regulamento Específico. Futsal Regulamento Específico Futsal 2015 Art. 1º - A competição de futsal dos Jogos Escolares de Minas Gerais JEMG/2015 obedecerá às Regras Oficiais da FIFA para a modalidade, adotadas pela Confederação Brasileira

Leia mais

REGULAMENTO I Copa Integração de Futsal e Vôlei de Praia do IFPB Campus Sousa

REGULAMENTO I Copa Integração de Futsal e Vôlei de Praia do IFPB Campus Sousa REGULAMENTO I Copa Integração de Futsal e Vôlei de Praia do IFPB Campus Sousa Sousa, 20 de abril de 2012 CAPÍTULO I DAS INSCRIÇÕES Art. 1º. Os times interessados em participar I Copa Integração de Futsal

Leia mais

II Olimpíada do SAMU 192 DF

II Olimpíada do SAMU 192 DF II Olimpíada do SAMU 192 DF A Diretoria de Atenção as Urgências e Emergências, o SAMU 192 DF, o Núcleo de Educação em Urgências e o Núcleo de Educação Permanente realizam a II Olimpíada do SAMU 192 DF

Leia mais

CIRCUITO VERÃO SESC DE ESPORTES 2013/2014

CIRCUITO VERÃO SESC DE ESPORTES 2013/2014 CIRCUITO VERÃO SESC DE ESPORTES 2013/2014 I. DA COMPETIÇÃO II. DA COORDENAÇÃO III. DAS FASES DA COMPETIÇÃO IV. DAS INSCRIÇÕES E PARTICIPAÇÕES V. DA PREMIAÇÃO VI. DA ARBITRAGEM VII. DA IDENTIFICAÇÃO VIII.

Leia mais

REGULAMENTO OFICIAL VI COPA DE FUTEBOL 7 UNIGUAÇU

REGULAMENTO OFICIAL VI COPA DE FUTEBOL 7 UNIGUAÇU REGULAMENTO OFICIAL VI COPA DE FUTEBOL 7 UNIGUAÇU CAP. I: AS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ART.1 - O torneio é uma Promoção do Colegiado do curso de Educação Física da Uniguaçu, apoiado pela Uniguaçu. ART.2

Leia mais

REGULAMENTO DOS JOGOS DA SAÚDE

REGULAMENTO DOS JOGOS DA SAÚDE REGULAMENTO DOS JOGOS DA SAÚDE 2015 ÍNDICE CAPÍTULO I Da Organização...3; CAPÍTULO II Dos Objetivos...3; CAPÍTULO III Da Coordenação...3; CAPÍTULO IV Data e local...4; CAPÍTULO V Das Inscrições...4; CAPÍTULO

Leia mais

3º TORNEIO DE FUTSAL CDL CANOAS

3º TORNEIO DE FUTSAL CDL CANOAS 3º TORNEIO DE FUTSAL CDL CANOAS REGULAMENTO GERAL Capítulo 1 Comissão disciplinar e organizadora: O Evento será coordenado pela CDL e pela CDL Jovem Canoas, com as seguintes atribuições: a) Tomar as providências

Leia mais

VIII JOGOS DO COMÉRCIO De 03à12 de Agosto de 2012 REGULAMENTO

VIII JOGOS DO COMÉRCIO De 03à12 de Agosto de 2012 REGULAMENTO Promoção: VIII JOGOS DO COMÉRCIO De 03à12 de Agosto de 2012 PROMOÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE SORRISO SMEL SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTES E LAZER CDL CÂMARA DOS DIRIGENTES LOJISTAS DE SORRISO REGULAMENTO

Leia mais

Regulamento da. 2ª Copa UniBH de Futsal

Regulamento da. 2ª Copa UniBH de Futsal Regulamento da 2ª Copa UniBH de Futsal FINALIDADE O presente regulamento contêm as normas que regem na 2ª Copa Futsal UniBH, sendo conhecedores de seu conteúdo todos os inscritos que se submetem sem ressalvas

Leia mais

CAMPEONATO ESTADUAL INFANTIL A SENIOR DE NATAÇÃO - 2012

CAMPEONATO ESTADUAL INFANTIL A SENIOR DE NATAÇÃO - 2012 FEDERAÇÃO AQUÁTICA NORTERIOGRANDENSE www.fanrn.com.br - aquaticarn@gmail.com Fone: 84-32018008 CAMPEONATO ESTADUAL INFANTIL A SENIOR DE NATAÇÃO - 2012 REGULAMENTO Art. 1º - O Campeonato Estadual Infantil

Leia mais

XXV OLIMPÍADA ECC 2014

XXV OLIMPÍADA ECC 2014 XXV OLIMPÍADA ECC 2014 CALENDÁRIO De 30/09 a 03/10 2014 Horário: de 30/09 até 02/10-7h10 às18h30 03/10-7h10 às 17h00 MODALIDADES VÔLEI BASQUETE HANDEBOL FUTEBOL DE SALÃO (FUTSAL) FUTEBOL DE CAMPO (FUTCAMPO)

Leia mais

7º JOGOS REGIONAIS DA SAÚDE REGULAMENTO

7º JOGOS REGIONAIS DA SAÚDE REGULAMENTO 7º JOGOS REGIONAIS DA SAÚDE REGULAMENTO I - DOS OBJETIVOS Art. 01 - A 7º edição dos JOGOS REGIONAIS DA SAÚDE é um evento promovido pelos Servidores da Secretaria de Estado da Saúde SES Art. 02 - O campeonato

Leia mais

Art. 3º - Os Campeonatos são disputados anualmente, podendo ser realizados em várias etapas.

Art. 3º - Os Campeonatos são disputados anualmente, podendo ser realizados em várias etapas. Art. 1º - Os CAMPEONATOS ESTADUAIS CAIXA DE ATLETISMO MIRIM têm por propósito básico a integração estadual, a difusão do Atletismo e a verificação do desenvolvimento de seu estágio técnico nos diversos

Leia mais

XXVII JOGOS ESCOLARES MUNICIPAIS JEMs 2013 REGULAMENTO ESPECÍFICO DO ATLETISMO

XXVII JOGOS ESCOLARES MUNICIPAIS JEMs 2013 REGULAMENTO ESPECÍFICO DO ATLETISMO REGULAMENTO ESPECÍFICO DO ATLETISMO Art. 1º - As competições serão regidas pelas Regras Oficiais da Federação Internacional de Atletismo Amador e da Confederação Brasileira de Atletismo em tudo que não

Leia mais

REGULAMENTO CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013

REGULAMENTO CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 REGULAMENTO CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 1. DO CONCEITO O Curitiba Tennis Classic é uma competição aberta composta de uma série de eventos competitivos disputado por equipes de tenistas amadores. O evento

Leia mais

Regulamento da Olimpíada Santo Inácio

Regulamento da Olimpíada Santo Inácio Colégio Antônio Vieira Regulamento da Olimpíada Santo Inácio A Olimpíada Santo Inácio de Loyola é um conjunto de atividades esportivas, destinada aos alunos do 6º ano EF, 6ª, 7ª e 8ª série do Ensino Fundamental

Leia mais

IV JOGOS ANEC 2015 REGULAMENTO GERAL

IV JOGOS ANEC 2015 REGULAMENTO GERAL 1 IV JOGOS ANEC 2015 REGULAMENTO GERAL TÍTULO I - DA FINALIDADE Art. 1º Os IV JOGOS ANEC têm a finalidade de estimular a prática esportiva, tornando-se mais um meio de formar nos valores os jovens dos

Leia mais

IV CAMPEONATO BRASILEIRO ESCOLAR DE HANDEBOL - 2014 REGULAMENTO GERAL

IV CAMPEONATO BRASILEIRO ESCOLAR DE HANDEBOL - 2014 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I - DAS FINALIDADES Art. 1º - O IV Campeonato Brasileiro Escolar de Handebol é uma competição intercolegial que tem por objetivo incentivar, no meio estudantil, a prática desportiva, enaltecendo

Leia mais

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA BANCO DO BRASIL SALVADOR CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY - 2009 REGULAMENTO GERAL - CÓDIGO ESPORTIVO

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA BANCO DO BRASIL SALVADOR CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY - 2009 REGULAMENTO GERAL - CÓDIGO ESPORTIVO CAPÍTULO I - DAS COMPETIÇÕES ARTIGO 01 - A finalidade principal da realização dos Campeonatos Internos de Futebol é desenvolver a prática esportiva, fomentando em caráter recreativo e, absolutamente amadorista,

Leia mais

EDITAL DE EXTENSÃO Nº 09/2016 CHAMADA INTERNA PARA PARTICIPAÇÃO DE EQUIPES ESPORTIVAS PARA OS III JOGOS INTERCAMPI DO IFRJ

EDITAL DE EXTENSÃO Nº 09/2016 CHAMADA INTERNA PARA PARTICIPAÇÃO DE EQUIPES ESPORTIVAS PARA OS III JOGOS INTERCAMPI DO IFRJ EDITAL DE EXTENSÃO Nº 09/2016 CHAMADA INTERNA PARA PARTICIPAÇÃO DE EQUIPES ESPORTIVAS PARA OS III JOGOS INTERCAMPI DO IFRJ O Pró-Reitor de Extensão, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

PROF. RESPONS.: Luiz Iwashita CEB Centro Esportivo Bagozzi Rua Caetano Marchesini, 850 - Portão Curitiba Pr Fone: (41) 3345-7130 / (041) 9979-1210

PROF. RESPONS.: Luiz Iwashita CEB Centro Esportivo Bagozzi Rua Caetano Marchesini, 850 - Portão Curitiba Pr Fone: (41) 3345-7130 / (041) 9979-1210 Ru PROF. RESPONS.: Luiz Iwashita Rua Caetano Marchesini, 850 - Portão Curitiba Pr Fone: (41) 3345-7130 / (041) 9979-1210 CONVITE A Associação de Judô IWASHITA tem a imensa satisfação de convidar a Vossa

Leia mais

REGULAMENTO COPA BRASIL IMEF 2011

REGULAMENTO COPA BRASIL IMEF 2011 REGULAMENTO COPA BRASIL IMEF 2011 CATEGORIAS: MIRIM(97) SUB 14 PRÉ-MIRIM(98) SUB 13 FRALDINHA (99) SUB 12 DENTINHO(99) SUB 12 1 - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES O presente Regulamento é o conjunto das disposições

Leia mais

REGULAMENTO DOS JOGOS CARIACIQUENSES DOS IDOSOS 2014

REGULAMENTO DOS JOGOS CARIACIQUENSES DOS IDOSOS 2014 Fase Municipal Cariacica ES 2014 REGULAMENTO DOS JOGOS CARIACIQUENSES DOS IDOSOS 2014 CAPÍTULO I DA FINALIDADE Artigo 1º - Os Jogos Municipais dos Idosos tem por finalidade motivar a participação dos nossos

Leia mais

Associação Brasileira de Escolinhas de Futebol e Futsal- ABEFF

Associação Brasileira de Escolinhas de Futebol e Futsal- ABEFF Associação Brasileira de Escolinhas de Futebol e Futsal- ABEFF Diretoria de Competições Regulamento da Copa do Brasil de Escolinhas de Futebol Copa do Brasil de Escolinhas de Futebol 2016 Categorias Sub

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DOS JOGOS DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS DO TOCANTINS

REGULAMENTO ESPECÍFICO DOS JOGOS DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS DO TOCANTINS REGULAMENTO ESPECÍFICO DOS JOGOS DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS DO TOCANTINS PALMAS - 2016 REGULAMENTO ESPECÍFICO DE ATLETISMO 1. A Competição de Atletismo será realizada de acordo com as regras oficiais da

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO JOGOS DE INTEGRAÇÃO REGULAMENTO TÉCNICO DO BASQUETEBOL MASCULINO

REGULAMENTO TÉCNICO JOGOS DE INTEGRAÇÃO REGULAMENTO TÉCNICO DO BASQUETEBOL MASCULINO REGULAMENTO TÉCNICO JOGOS DE INTEGRAÇÃO REGULAMENTO TÉCNICO DO BASQUETEBOL MASCULINO Art. 1 O torneio de basquetebol masculino será realizado de acordo com as regras estabelecidas pela Federação Internacional

Leia mais

CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 CIDADE DE CABO FRIO - RJ Dias 04, 05, 06 e 07 de Junho de 2015 VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO CABO FRIO VOLEI MASTER 2015

CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 CIDADE DE CABO FRIO - RJ Dias 04, 05, 06 e 07 de Junho de 2015 VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 REALIZAÇÃO APOIO ASSOCIAÇÃO MASTER DE VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO AMAVOLEI CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 VOLEIBOL DE QUADRA PREFEITURA MUNICIPAL DE CABO FRIO SECRETARIA DE ESPORTES DE CABO FRIO Regulamento

Leia mais

Regulamento 7ª Olimpíada TJPE

Regulamento 7ª Olimpíada TJPE Regulamento 7ª Olimpíada TJPE A Secretaria de Gestão de Pessoas do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco FAZ SABER que nos dias 17 e 18 de outubro de 2015 realizará a 7ª OLIMPÍADA TJPE, mediante

Leia mais

REGULAMENTO DO CAMPEONATO MUNICIPAL DE 2012 CATEGORIA PRINCIPAL DIVISÃO ESPECIAL/1ª DIVISÃO/2ª DIVISÃO/3ª DIVISÃO/4ª DIVISÃO

REGULAMENTO DO CAMPEONATO MUNICIPAL DE 2012 CATEGORIA PRINCIPAL DIVISÃO ESPECIAL/1ª DIVISÃO/2ª DIVISÃO/3ª DIVISÃO/4ª DIVISÃO LIGA DE FUTEBOL DE SALÃO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO e-mail ligafutsalsbc@gmail.com ou ligafutsalsbc@uol.com.br - Data de fundação 15/08/1981 site : www.ligafutsalsaobernardo.com.br Telefones: 4122-58-85-4330-95-70

Leia mais

6º MERCOSUL OPEN SENIORS DE BADMINTON Torneio Integração dos Povos do Mundo

6º MERCOSUL OPEN SENIORS DE BADMINTON Torneio Integração dos Povos do Mundo 6º MERCOSUL OPEN SENIORS DE BADMINTON Torneio Integração dos Povos do Mundo A Comissão Organizadora e a Comunidade Chinesa do Paraguai convidam todas as entidades de prática e atletas do Brasil e do Exterior

Leia mais

V ENCONTRO DESPORTIVO DOS SERVIDORES DO INSTITUTO FEDERAL DO CEARÁ. Juazeiro do Norte-CE, 03 a 06 de dezembro de 2015

V ENCONTRO DESPORTIVO DOS SERVIDORES DO INSTITUTO FEDERAL DO CEARÁ. Juazeiro do Norte-CE, 03 a 06 de dezembro de 2015 V ENCONTRO DESPORTIVO DOS SERVIDORES DO INSTITUTO FEDERAL DO CEARÁ Juazeiro do Norte-CE, 03 a 06 de dezembro de 2015 REGULAMENTO GERAL NOVEMBRO-2015 REGULAMENTO GERAL TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Leia mais

BRASIL BASQUETE KIDS SÃO CARLOS ENCONTRO NACIONAL DE BASQUETEBOL SUB10/12 2014

BRASIL BASQUETE KIDS SÃO CARLOS ENCONTRO NACIONAL DE BASQUETEBOL SUB10/12 2014 BRASIL BASQUETE KIDS SÃO CARLOS ENCONTRO NACIONAL DE BASQUETEBOL SUB10/12 2014 REGULAMENTO GERAL E TÉCNICO Capítulo Primeiro DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 01º- Este regulamento é o conjunto das disposições que

Leia mais

Jogos de Integração do Instituto Federal/ Araranguá JIIF

Jogos de Integração do Instituto Federal/ Araranguá JIIF Jogos de Integração do Instituto Federal/ Araranguá JIIF DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Para efeito de classificação, a pontuação será a seguinte: I - 1º lugar: 10 pontos. II - 2º lugar: 7 pontos. III - 3º

Leia mais

REGULAMENTO TORNEIO POR EQUIPES CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013

REGULAMENTO TORNEIO POR EQUIPES CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 REGULAMENTO TORNEIO POR EQUIPES CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 1. DO CONCEITO O Curitiba TennisClassic é um série de eventos competitivos disputada entre as melhores equipes nas categorias por idade, de

Leia mais

CATEGORIA: IDADE LIVRE

CATEGORIA: IDADE LIVRE 15º CAMPEONATO BRASILEIRO DE FUTEBOL DE ADVOGADOS (15ª edição) 2014 CATEGORIA: IDADE LIVRE REGULAMENTO GERAL Art. 1 - Participantes: O 15º Campeonato Brasileiro de Futebol da OAB terá a participação dos

Leia mais

XI COPA PAULISTA DE FUTEBOL DE BASE

XI COPA PAULISTA DE FUTEBOL DE BASE XI COPA PAULISTA DE FUTEBOL DE BASE REGULAMENTO OFICIAL - 2015 Da Finalidade Art. 01 - A XI Copa Paulista de Futebol de Base, tem por finalidade o estimulo à prática esportiva saudável, ao caráter formativo

Leia mais

Festival Paralímpico de Montes Claros

Festival Paralímpico de Montes Claros Festival Paralímpico de Montes Claros Realização: Associação das Pessoas com Deficiência de Montes Claros-ADEMOC Prefeitura Municipal de Montes Claros Apoio: Secretaria Municipal de Esporte Conselho Municipal

Leia mais

REGULAMENTO GERAL. CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares

REGULAMENTO GERAL. CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares Art. 1º A Copa Sesquinho é promovida pelo Serviço Social do Comércio SESC-DF. Os jogos serão regidos pelo presente Regulamento Geral e por decisões

Leia mais

3ª OLIMPÍADA ENTRE EMPRESAS DE DOUTOR PEDRINHO 2014 3ª OLIEMDOPE

3ª OLIMPÍADA ENTRE EMPRESAS DE DOUTOR PEDRINHO 2014 3ª OLIEMDOPE 3ª OLIMPÍADA ENTRE EMPRESAS DE DOUTOR PEDRINHO 2014 3ª OLIEMDOPE 3ª OLIMPÍADA ENTRE EMPRESAS DE DOUTOR PEDRINHO 2015 3ª OLIEMDOPE REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I - DA ORGANIZAÇÃO Art. 1º A Olimpíada Entre

Leia mais

REGULAMENTO ESPORTIVO

REGULAMENTO ESPORTIVO REGULAMENTO ESPORTIVO 1 ÍNDICE MODALIDADES Bocha... 02 Canastra... 03 Dominó... 05 Futsal... 06 Futebol Sete... 08 Natação 25 metros... 10 Natação 50 metros... 11 Pescaria... 11 Tênis de Mesa... 12 Tênis...

Leia mais

REGULAMENTO COPA NOVOS HORIZONTES DE FUTSAL 2014

REGULAMENTO COPA NOVOS HORIZONTES DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO COPA NOVOS HORIZONTES DE FUTSAL 2014 I - FINALIDADES ARTIGO 1º - A COPA NOVOS HORIZONTES DE FUTSAL, na categoria masculino/adulto, tem por finalidade congregar os alunos das unidades do Santo

Leia mais