TELE. Este Fax foi programado para envio noturno. Quando não recebê-lo até as 9:30h, ligue para (0xx51)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TELE. Este Fax foi programado para envio noturno. Quando não recebê-lo até as 9:30h, ligue para (0xx51) 3290-9200."

Transcrição

1 Análise Mercado de Açúcar O mercado de açúcar teve uma sexta-feira marcada por ganhos moderados, ainda dentro de patamares restritos de oscilação, por parte dos contratos futuros internacionais. No mercado físico doméstico os preços mantiveram-se mais uma vez estáveis frente ao reduzido volume de negociação entre usinas de indústrias compradoras. Sob a perspectiva internacional o mercado somatiza o lado fundamental do açúcar que atualmente apresenta estoques e superávits elevados para a safra internacional corrente. Segundo os dados do USDA os estoques da safra internacional atual apresentam um crescimento de 0,57% atingindo o patamar de 44,3 milhões de toneladas. Para a próxima safra internacional, mesmo com uma forte queda de 8,5%, os estoques ainda tendem a permanecer elevados, ao redor de 40,5 milhões de toneladas. Neste meio tempo a produção mundial tende a cair marginalmente, ao redor de 0,52%, passando de 174,3 para 173,4 milhões de toneladas entre as safras internacionais 2014/15 e 2015/16. Neste sentido não é esperada uma recuperação mais acentuada para os preços internacionais durante a primeira semana de junho. O vencimento Outubro/15 deve se manter abaixo dos US$/cents 12,00 oscilando na mínima de US$/cents 11,50 enquanto que, em Londres, o vencimento Agosto/15 deve se posicionar entre a máxima de US$/ton 355,00 e a mínima de US$/ton 350,00 durante o mesmo período. Os ganhos do início desta semana não devem impactar nas negociações do início da primeira semana de julho. m Santos, a saca de 50 kg de açúcar com até 150 Icumsa finalizou a sexta-feira estável cotado a R$ 49,00. m Ribeirão Preto, a saca encerou o dia estável em R$ 48,00. mbarcado em big bags ele é cotado em R$ 47,00. O açúcar com maior coloração, com 180 Icumsa, ficou cotado ao redor de R$ 47,00. Produto com 200 Icumsa foi cotado na faixa de R$ 46,00. O açúcar com 300 Icumsa oscilou ao máximo de R$ 45,00.

2 Mercado Físico de açúcar RGIÃO CNTRO- SUL- emsaca de 50 kg - comimpostos PVU Região/stado COMPRADOR VNDDOR atual 1sem 1mês 1ano R$ R$ US$ R$ R$ R$ Paraná Maringá 53,00 54,00 16,94 54,00 56,00 50,00 São Paulo - Ribeirão Preto 48,00 49,00 15,35 49,00 51,00 48,00 - Araçatuba 47,00 48,00 15,03 48,00 50,00 47,00 Minas Gerais TriânguloMineiro 49,00 50,00 15,66 50,00 52,00 49,00 *PVU - Posto Veículo Usina ÍNDIC CPA/SALQ - SÃO PAULO tanol Mercado Físico stados Unidos - em US$/galão * Produto US$/Galão Ant Var(% ) tanol físico NY -0,7400-0,7500-1,33 tanol NY (porto) -0,7400-0,7500-1,33 tanol físico LA -0,7400-0,7500-1,33 tanol Rotterdam (porto)** 659,00 659,00 0,00 Arbitragem (tanol-gasolina) *** -25,40-25,40 0,00 Arbitragem (tanol-milho)*** 93,40 93,40 0,00 * Valores com base na m édia do fecham ento m ensal (acum ulado) de negociação sobre as cotações do primeiro contrato de etanol na CBOT Fonte: CM Group ** Preço em uros e m odalidade FOB *** Diferencial em US$/cents por galão 26/06/15 (Açúcar Cristal comaté 150 Icumsa - posto usina - comimpostos) 26/06/15 atual anterior Var % 1semana 1mês 1ano Posto Usina R$ 47,67 47,52 0,32 47,92 51,05 48,45 Posto Usina US$ 15,24 15,23 0,07 15,45 16,47 21,96 Média 3 últimos dias R$ 47,58 47,59-0,03 48,00 51,17 48,72 RGIÃO NORDST - em saca de 50 kg - com impostos PVU 26/06/15 COMPRA VNDA atual 1 sem 1 mês 1 ano R$ R$ US$ R$ US$ US$ Alagoas 46,00 47,00 14,71 47,00 0,00 0,00 Pernambuco 45,00 46,00 14,39 46,00 0,00 0,00 Açúcar Branco China Zhengzhou Commodityxchange (CZC) (US$/Ton) em26/06/2015 Contrato Fech. Var(%) Abertura Max Min Anterior Julho/15 848,74-0,02 852,29 853,58 848,10 848,90 Setembro/15 860,34-0,17 858,57 863,56 856,15 861,79 Novembro/15 870,81-0,37 871,78 871,78 870,01 874,03 Janeiro/16 899,48-0,59 899,32 904,32 893,20 904,80 Março/16 901,90-0,11 899,48 904,16 899,48 902,87 Maio/16 904,64-0,69 905,28 910,12 899,16 910,92 Julho/16 907,38-1,11 912,53 913,18 904,96 917,53 Setembro/16 911,08-0,68 911,08 916,08 905,28 917,36 ÍNDIC SALQ - Outros stados - SMANAL (com imposto, exceto ICMS - PVU) entre 22/06 e 26/06 Mato Grosso (R$/M³) atual US$ Ant var(%) Anidro Combustível 1.591,30 513, ,33-3,40 Hidratado Combustível 1.580,87 509, ,66 1,10 Goiás (R$/Litro) Anidro Combustível 1,3595 0,4384 1,3693-0,72 Hidratado Vendas Internas 1,0807 0,3485 1,0912-0,96 Hidratado Vendas xternas 1,1938 0,3849 1,2027-0,74 O que esperar de julho no mercado de açúcar e etanol O mercado de açúcar e etanol deve enfrentar um mês de julho marcado pelo aumento das exportações de açúcar juntamente a oferta cana e de etanol hidratado. Pelo lado do açúcar e do etanol anidro o crescimento deve ser respectivamente moderado e negativo. A questão cambial deve se manter firme com um claro vetor exportador. É importante lembrar que a reação de 3 para 1 entre o real e o dólar já é o suficiente para incentivar as exportadoras a ampliar seus embarques em função da maior competitividade cambial da commodity. Neste sentido julho deve registrar um dólar entre R$ 3,10 e R$ 3,15 dando grande margem de vantagem as exportações. xatamente por este motivo é que que a produção de açúcar deve apresentar um vetor positivo em termos de crescimento. Também é importante lembrar que o relatório mais recente de moagem aponta para a forte desaceleração da moagem de cana (-5,18%) e na produção de açúcar (-15%) durante o início de junho em comparação com o mês da safra anterior. Isto apenas refletiu o cenário climático do início do período em que chuvas levaram a desaceleração do processo de colheita nas principais regiões produtoras do Centro-Sul do Brasil. De modo geral este quadro climático levemente desfavorável foi revertido ainda no início da segunda quinzena de junho. Logo, dadas as previsões climatológicas de tempo seco, é esperada uma retomada do crescimento da colheita e da produção para julho. Os preços no mercado físico devem se manter negativamente pressionados para a saca de 50 kg de produto de menor coloração, 150 Icumsa. m Santos a saca deve se desvalorizar em direção aos R$ 48,00 enquanto que em Ribeirão Preto os preços devem convergir para o nível de R$ 47,00. m Nova York o valor de US$/cents 12,00 deve balizar as máximas do mês enquanto que o patamar de US$/cents 11,50 deve ser claramente definido como a mínima de julho. Tirando estes dois ápices o vencimento Outubro/15 deve oscilar entre os valores básicos de US$/cents 11,75, US$/cents 11,85 e US$/cents 11,65. m Londres o vencimento Agosto/15 deve manter sua amplitude de oscilação entre a mínima de US$/ton 350,00 e a máxima de US$/ton 360,00. Rompimentos da faixa de US$/ton 360,00 em direção ao patamar de US$/ton 370,00 como vistos durante a quarta semana de junho não devem se repetir em julho. Isto porque até lá as festividades do Ramadã já devem ter sido finalizadas retirando a demanda extra por parte de destinos importadores do norte da África e do Oriente Médio. Pelo lado do etanol no mercado interno brasileiro projetamos preços ao redor de R$ 1,35 para o hidratado e de R$ 1,30 para o anidro até o final de julho.ambos com base em Ribeirão Preto. RFRNCIAL DPARIDAD- XPORTAÇÃO MRCADOINTRNO (emdólares por tonelada) Ice Futures* LIFF*** Outubro/15 Março/16 Agosto/15 Outubro/15 Bolsa* 263,45 294,32 359,80 352,70 Diferencial de Polarização 10,67 11,92 14,57 14,28 Prêmio/Deságio -19,00-19,00-42,00-42,00 Preço FOB porto **** 255,12 287,24 332,37 324,98 Frete usina porto 30,37 30,37 30,37 30,37 levação (fobização) 12,50 12,50 12,50 12,50 Custo sacaria dupla exportação 15,00 BRANCO PVU (US$/tonelada) 212,25 244,37 289,50 267,11 PVU (US$/saca 50kg) 10,61 12,22 14,48 13,36 PVU (R$/saca 50kg)** 33,20 38,22 45,28 41,78 quivalente Interno (1) (a) 39,64 45,63 54,06 49,88 Preço Cristal (Icumsa 145) - Ribeirão Preto 48,00 48,00 Custo Refino Cristal (150) para Refinado (45) 1,70 1,70 Preço Referencial Refinado (b) 49,70 49,70 Variação Refinado interno e exportação (b/a) - 8,07% - 0,37% NY emus$/cents para R$/50kg *Preço NY convertido em dólares por tonelada '* Base cambial - dólar comercial ***Liffe - referência incusa 150 **** FOB Porto combase emsanto/sp (1) Acrescentar ICMS (7%), Pis (1,65%) e Cofins (7,60%) VHP

3 Mercado Físico de açúcar US IC - AÇUCAR # 11 - US$ cents/libra peso: 26/06/15 FCH. MÍN MAX ABR ANT. VAR.(%) Outubro/15 11,95 11,76 12,12 11,90 11,87 0,67 Março/16 13,35 13,16 13,50 13,32 13,32 0,23 Maio/16 13,49 13,29 13,62 13,47 13,44 0,37 LIFF - AÇÚCAR # 5 - US$/t: 26/06/15 FCH. MÍN MAX ABR ANT. VAR. Agosto/15 359,80 357,00 365,20 358,20 357,00 0,78 Outubro/15 352,70 350,00 357,50 352,00 350,90 0,51 Dezembro/15 353,20 351,00 357,50 354,30 352,60 0,17 CBOT - TANOL - US$ cents por galão 29/06/15 FCH. MÍN MÁX ANT. VAR. (%) Julho15 1,579 1,579 1,604 1,556 1,47 Agosto 15 1,579 1,570 1,600 1,557 1,47 Setembro 15 1,561 1,560 1,569 1,536 1,62 OUTROS COMBUSTÍVIS FCH. MÍN MÁX ANT. VAR. (%) IC FUTURS NY - PTRÓLO - barril (WTI) Agosto 15 59,60 60,01 58,76 59,70-0,16 Setembro/15 59,94 60,28 59,09 60,00-0,10 IC FUTURS NY- GASOLINA - US$ por galão Agosto/15 2,0171 1,9885 2,0288 2,0085 0,42 Setembro/15 1,9738 1,9472 1,9846 1,9663 0,38 LONDRS IC - PTRÓLO - barril tipo Brent agosto-15 64,18 63,44 64,96 63,87 0,48 setembro ,92 64,22 65,71 64,67 0,38 outubro-15 64,33 63,64 64,51 64,32-0,01 Arbitragem ntre Bolsas LIFF- IC(NY)- emus$ porton Spread Curto IC(NY)- US$cents/ libra-peso Bolsa de Nova York Na bolsa de Nova York a sexta-feira foi marcada por ganhos moderados frente ao teste de suportes de curto prazo. Mesmo assim as perspectivas fundamentais de longo prazo não motivaram reações mais amplas. Segundo os dados do USDA os estoques da safra internacional atual apresentam um crescimento de 0,57% atingindo o patamar de 44,3 milhões de toneladas. Neste contexto, o vencimento Outubro/15 encerrou o dia em alta de 0,67% cotado a US$/cents 11,95. Bolsa de Londres Na bolsa de Londres o pregão da sexta-feira também foi marcado por ganhos moderados junto ao teste de suportes de curto prazo no decorrer da quarta semana de junho. Como os fundamentos ainda apontam para uma ampla oferta e estoques fundamentais, o mercado acabou não encontrando uma força compradora muito ativa. O vencimento Agosto/15 encerrou o dia em alta de 0,78% US$/cents 359,80. quivalência de Preços dos Principais Produtos do Setor sexta-feira, 26 de junho de 2015 Produto Var(%) R$/50kg Var(%) R$/L Var(%) R$/M³ Var(%) US$/M³ Var(%) R$/Ton Var (%) US$/Ton Var(%) US$/cents Açúcar Físico Santos 0,00 49,00 0,00 1,49 0, ,92 0,00 476,00 0, ,00 0,00 326,09 0,00 14,79 Açúcar Físico 0,00 48,00 0,00 1,40 0, ,34 0,00 448,00 0,00 960,00 0,00 306,91 0,00 13,92 tanol Anidro 0,00 41,10 0,00 1,37 0, ,00 0,00 437,98 0,00 821,98 0,00 262,78 0,00 11,92 tanol Hidratado 0,00 42,89 0,00 1,37 0, ,00 0,00 437,98 0,00 857,83 0,00 274,24 0,00 12,44 Açúcar NY 0,67 41,20 0,67 1,20 0, ,94 0,67 384,57 0,67 824,08 0,67 263,45 0,67 11,95 Açúcar Londres 0,78 56,27 0,78 1,64 0, ,86 0,78 525,21 0, ,45 0,78 359,80 0,78 16,32 Açúcar India -0,11 54,99-0,11 1,61-0, ,40-0,11 513,23-0, ,79-0,11 351,60-0,11 15,95 Açúcar Rússia -1,21 41,46-1,21 1,21-1, ,45-1,21 386,97-1,21 829,23-1,21 265,10-1,21 12,02 Açúcar China -0,01 132,74-0,01 3,88-0, ,38-0, ,93-0, ,87-0,01 848,74-0,01 38,50 Açúcar Físico com base Ribeirão Preto. tanol Anidro e Hidratado com Base em Ribeirão Preto. Açúcar NY, base primeiro contrato NY. Açúcar Londres com base no primeiro contrato em Londres. Açúcar Rússia,com base no mercado físico de Moscow. Açúcar China, com base no primeiro contrato bolsa de Zhengzhou. Açúcar India, com base no mercado spot de Kolhapur Spread Longo Vencimento Fech Ant Va. (%) Vencimento Fech Ant Va. (%) Vencimento Fech Outubro/15 89,25 89,21 0,04 Jul/15-Out/15-0,28-0,35-20,00 Jul15 - Jul/16-1,90 Março/16 61,88 63,34-2,31 Out/15-Mar/16-1,40-1,45-3,45 Out15 - Out/16-1,85 Maio/16 61,99 63,30-2,06 Mar/16-Mai/16-0,14-0,12 16,67 Mar16 - Mar/17-1,07 Outubro/16 66,76 67,22-0,69 MaI/16-Jul/16-0,08-0,07 14,29 Mai16 - Mai/17-0,98 LIFF - IC (NY) - em R$ por 50kg Va. (%) Liffe (Londres) - US$/Toneladas Vencimento Fech Outubro/15 13,96 13,95 0,04 Ago/15 - Out/15 7,10 6,10 - Ago/15-Ago/16-4,70 Março/16 9,68 9,91-2,31 Out/15-Dez/15-0,50-1,70-70,59 Out15-Out-16-18,30 Maio/16 9,70 9,90-2,06 Dez/15-Mar/16-3,00-4,40-31,82 Dez15-Dez-16-23,50 Outubro/16 10,44 10,51-0,69 Mar/16-Mai/16-3,20-2,60 23,08 - tanol Anidro FOB - Santos - em US$/ M³ - Preços sem Impostos - Padrão xportação UA Bid Offer Anterior Var (%) Com selo da US nvironmental Protection Agency (PA) Agência de Proteção Ambiental dos UA 437,98 417,13 411,05 1,48 cotado a

4 Mercado Físico de tanol RGIÃO CNTRO- SUL - emlitros e comimpostos, exceto ICMS - PVU* em 29/06/15 COMPRA Venda atual 1 sem 1 mês 1 ano R$ R$ US$ R$ R$ R$ São Paulo Anidro Combustível Ribeirão Preto 1,37 1,38 1,62 1,40 1,38 1,350 Araçatuba 1,35 1,36 1,61 1,38 1,36 1,330 Paulínia 1,42 1,43 1,65 1,45 1,43 1,400 Hidratado Combustível (comimpostos, menos o ICMS) Ribeirão Preto 1,21 1,22 1,43 1,23 1,21 1,232 Araçatuba 1,19 1,20 1,42 1,21 1,19 1,212 Paulínia 1,26 1,27 1,46 1,28 1,26 1,282 Paraná Anidro 1,37 1,38 1,61 1,40 1,38 1,350 Hidratado 1,21 1,21 1,42 1,23 1,21 1,232 *PVU- Posto Veículo Usina ÍNDIC SALQ - CNTRO- SUL - SMANAL (emlitros semimpostos, exceto ICMS - PVU) entre 22/06 e 26/06 atual US$ 1Sem var. 1mês (R$) 1ano (R$) São Paulo Hidratado Combustível 1,1888 0,3951 1,2198-2,54 1,2614 1,1939 Anidro Combustível 1,3589 0,4436 1,3697-0,79 1,4166 1,3383 OutrosFinsHidratado 1,2153 0,4065 1,2550-3,16 1,3019 1,2356 Indicador Diário Paulínia - R$/metro Cúbico Hidratado salq/bvmf atual anterior 1 Sem Var(%) 1 mês (R$) 1 ano (R$) Paulínea/SP 1.117, , ,00-0, , ,00 RGIÃO NORDST - emlitros - comimpostos exceto ICMS - PVU COMPRA VNDA atual Anterior Var (%) 1sem Alagoas R$ R$ US$ R$ R$ R$ Anidro Combustível 1,57 1,58 0,502 1,57 0,00 1,57 Hidratado Combustível 1,35 1,36 0,432 1,35 0,00 1,52 Pernambuco Anidro Combustível 1,58 1,59 0,505 1,58 0,00 1,58 Hidratado Combustível 1,36 1,37 0,435 1,36 0,00 1,53 Análise Mercado de tanol No mercado físico de etanol a finalização da quarta semana de junho foi marcada pela estabilidade nos preços do anidro e do hidratado para a região de Ribeirão Preto. Ambos encerraram a sexta-feira cotados a R$ 1,37 o litro. O dia foi marcado por baixo volume de negócios reportados entre disatribuidoras e usinas. A proximidade da virada do mês ainda mantém as usinas com uma pressão vendedora elevada, mesmo que estas não tenham encontrado uma correspondência de igual intensidade por parte da ponta compradora. A expectativa para a primeira semana de julho é de novas desvalorizações para ambos os biocombustíveis. sta desaceleração deve ser mais lenta ao redor da safra devido a demanda forte por parte dos consumidores finais. speramos que o hidratado passe dos atuais R$ 1,37 para R$ 1,35 (- 1,46%) ainda na primeira semana de julho. Por sua vez o anidro deve passar de R$ 1,37 para R$ 1,33 (-2,92%) durante o mesmo período. CÂMBIO FCH. MAX MIN ABR VAR.(%) Dólar Comercial 3,1280 3,1440 3,1200 3,1440 0,00 uro/us$ 1,1155 1,1194 1,1155 1,1194-0,34 US$/Yuan (China) 6,2080 6,2084 6,2080 6,2084 0,00 Análise Gráfica: suportes de curto prazo ainda conduzem o mercado A finalização da quarta semana de junho foi marcada pela reafirmação dos suportes de curto prazo observados tanto para os contratos futuros de açúcar bruto, negociados em Nova York, quando para os de açúcar refinado, negociados na bolsa de Londres. Os suportes de curto prazo para o vencimento Outubro/15 de Nova York oscilam entre o preços de US$/cents 11,50 e US$/cents 11,75. Pelo lado da resistência as máximas da primeira semana de julho devem ser marcadas pelo preço de US$/cents 12,00. m Londres o vencimento Agosto/15 deve oscilar entre a mínima de US$/ton 350,00 e a máxima de US$/ton 355,00. Caso a força compradora se mostre mais motivada, diante da demanda extra do Ramadã, a resistência de US$/ton 360,00 também deve ser buscada. CONVRTIBILIDAD COMPARATIVO TANOL AÇÚCAR (BAS VHP) Anidro Hidratado Preço (Spot) (1) R$/L 1,3700 1,370 PIS 0,00% 0,00% Cofins 0,00% 0,00% ICMS 0,00% 12% Base (s/imposto) 1,370 1,370 tanol H/A (2) - 1,422 Conversão (VHP) (a) 40,93 44,33 PreçoAçúcar VHP(b) 33,20 33,20 Diferença (a/b) 23,31% 33,53% Conversão (Branco) 41,10 44,51 (1) Com Impostos (2) Conversão de etanol hidratado em anidro (a) tanol convertido em VHP (R$/50 kg) (b) Preço açucar VHP (PVU)

5 Opções sobre contratos futuros de Açúcar Bruto em Nova York em US$/cents Código Fech. Código Fech. Código Fech. Código Fech. SBF6C1000 3,36 SBF6C1200 1,6 SBF6C1400 0,55 SBF6C1600 0,17 SBF6C1025 3,12 SBF6C1225 1,43 SBF6C1425 0,47 SBF6C1625 0,15 SBF6C1050 2,88 SBF6C1250 1,26 SBF6C1475 0,35 SBF6C1650 0,13 SBF6C1075 2,65 SBF6C1275 1,11 SBF6C1450 0,41 SBF6C1675 0,12 SBF6C1100 2,43 SBF6C1300 0,97 SBF6C1500 0,3 SBF6C1700 0,1 SBF6C1125 2,21 SBF6C1325 0,84 SBF6C1525 0,26 SBF6C1725 0,09 SBF6C SBF6C1350 0,73 SBF6C1550 0,23 SBF6C1750 0,08 SBF6C1175 1,8 SBF6C1375 0,64 SBF6C1575 0,2 SBF6C1775 0,07 tanol China Zhengzhou Commodity xchange (CZC) (US$/ M³) em 26/06/2015 Contrato Fech. Var(%) Abertura Max Min Anterior Junho/15 534,29 0,00 0,00 0,00 0,00 534,29 Junlho/15 532,04 0,00 0,00 0,00 0,00 532,04 Agosto/15 511,63 0,00 509,99 515,30 507,34 511,63 Setembro/15 514,28 0,12 509,58 519,59 509,58 513,67 Outubro/15 517,95 0,79 515,50 520,40 515,50 513,87 Novembro/15 518,77 0,04 517,95 519,59 517,95 518,57 Preços RIN Combustíveis Avançados em US$ em 25-jun-15 Tipo Ano Comprador Vendedor Anterior Var % vend. tanol Celulósico (D3) ,00 42,00 0, ,00 49,00 0, ,00 64,00 0,00 Biodiesel (D4) ,00 47,50 48,50-2, ,50 81,00 81,00 0, ,00 87,00 87,00 0,00 tanol de Cana (D5) ,00 46,00 46,00 0, ,00 77,00 76,00 1, ,00 86,00 86,00 0,00 tanol de Milho (D6) ,00 46,50 47,00-1, ,00 46,50 47,00-1, ,00 46,50 47,00-1,06 Diesel Celulósico (D7) tanol Créditos de Baixo 50,00 55,00 43,00 27,91 Carbono (Califórnia)* laboração: SAFRAS & Mercado Departamento de Análise de Mercado de Açúcar & tanol * 1 Crédito de Baixo Carbono = 1 Mt de CO2 Fonte U.S. nergy Information Administration; Starfuels; Progressive Fuels; DTN Progressive Farmer Agenda de Cursos GSTÃO STRATÉGICA NA COMRCIALIZAÇÃO D CAFÉ 30 de Junho de 2015 São Paulo, SP GSTÃO STRATÉGICA NA COMRCIALIZAÇÃO D AÇÚCAR TANOL 27 de Agosto de 2015 São Paulo, SP TRADING SCHOOL APLICADO AO MRCADO D MILHO SOJA 16 e 17 de Setembro de 2015 Brasília, DF

6 Clima Brasil Temperaturas Máximas Clima India Temperaturas Máximas Clima Tailândia Temperaturas Máximas Temperaturas Mínimas Temperaturas Mínimas Temperaturas Mínimas Precipitação Precipitação Precipitação Ventos Ventos Ventos Fonte: Accuweather.com

TELE. Este Fax foi programado para envio noturno. Quando não recebê-lo até as 9:30h, ligue para (0xx51) 3290-9200.

TELE. Este Fax foi programado para envio noturno. Quando não recebê-lo até as 9:30h, ligue para (0xx51) 3290-9200. Análise Mercado de Açúcar Terça-feira de baixa nos mercados futuros internacionais e de estabilidade nas cotações domésticas do mercado físico brasileiro. O lado vendedor novamente foi despertado entre

Leia mais

TELE. Este Fax foi programado para envio noturno. Quando não recebê-lo até as 9:30h, ligue para (0xx51) 3290-9200.

TELE. Este Fax foi programado para envio noturno. Quando não recebê-lo até as 9:30h, ligue para (0xx51) 3290-9200. Análise Mercado de Açúcar No mercado de açúcar a terceira semana de junho deve ser marcada por vetores negativos ainda predominantes tanto nas cotações dos contratos futuros internacionais quando nos preços

Leia mais

TELE. Este Fax foi programado para envio noturno. Quando não recebê-lo até as 9:30h, ligue para (0xx51) 3290-9200.

TELE. Este Fax foi programado para envio noturno. Quando não recebê-lo até as 9:30h, ligue para (0xx51) 3290-9200. TELE RELATÓRIO DIÁRIO DE INFORMAÇÕES E Análise Mercado de Açúcar No mercado de açúcar a finalização da quarta semana de fevereiro foi marcada por novas vendas motivadas por vetores fundamentais que impactaram

Leia mais

TELE. Este Fax foi programado para envio noturno. Quando não recebê-lo até as 9:30h, ligue para (0xx51) 3290-9200.

TELE. Este Fax foi programado para envio noturno. Quando não recebê-lo até as 9:30h, ligue para (0xx51) 3290-9200. TELE RELATÓRIO DIÁRIO DE INFORMAÇÕES E Análise Mercado de Açúcar Apesar da queda nas bolsas, o mercado interno do açúcar permaneceu com preços firmes. A questão climática continua preocupando o resultado

Leia mais

AÇÚCAR EM NOVA YORK ASSUME VANTAGEM SOBRE PREÇOS DO HIDRATADO EM RIBEIRÃO PRETO

AÇÚCAR EM NOVA YORK ASSUME VANTAGEM SOBRE PREÇOS DO HIDRATADO EM RIBEIRÃO PRETO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 07/setembro/2015 n. 591 AÇÚCAR EM NOVA YORK ASSUME VANTAGEM SOBRE PREÇOS DO HIDRATADO EM RIBEIRÃO PRETO A finalização da primeira semana de setembro

Leia mais

GANHOS DO ETANOL HIDRATADO SUPERAM AÇÚCAR BRUTO EM NOVA YORK EM QUASE 10%

GANHOS DO ETANOL HIDRATADO SUPERAM AÇÚCAR BRUTO EM NOVA YORK EM QUASE 10% Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 0613/julho/2015 n. 583 GANHOS DO ETANOL HIDRATADO SUPERAM AÇÚCAR BRUTO EM NOVA YORK EM QUASE 10% O encerramento de junho foi marcado por mais um período

Leia mais

DADOS DA CONAB TRAZEM AJUSTES E INDICAM MUDANÇA NA TENDÊNCIA DO MERCADO

DADOS DA CONAB TRAZEM AJUSTES E INDICAM MUDANÇA NA TENDÊNCIA DO MERCADO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 17/agosto/2015 n. 588 DADOS DA CONAB TRAZEM AJUSTES E INDICAM MUDANÇA NA TENDÊNCIA DO MERCADO A quinta-feira foi iniciada com a atualização de um importante

Leia mais

ÍNDIA ATUALIZA SUAS PERSPECTIVAS DE PRODUÇÃO E FRUSTRA RECUPERAÇÃO EM NOVA YORK E LONDRES

ÍNDIA ATUALIZA SUAS PERSPECTIVAS DE PRODUÇÃO E FRUSTRA RECUPERAÇÃO EM NOVA YORK E LONDRES Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 08/junho/2015 n. 578 ÍNDIA ATUALIZA SUAS PERSPECTIVAS DE PRODUÇÃO E FRUSTRA RECUPERAÇÃO EM NOVA YORK E LONDRES O segundo maior produtor mundial da

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: ABRIL/2014 CEPEA - AÇÚCAR & ETANOL I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Relações de preços mercados interno e internacional

Leia mais

AGOSTO DEVE SER MARCADO POR QUEDA ANUAL DE 33% EM NOVA YORK

AGOSTO DEVE SER MARCADO POR QUEDA ANUAL DE 33% EM NOVA YORK Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 31/agosto/2015 n. 590 AGOSTO DEVE SER MARCADO POR QUEDA ANUAL DE 33% EM NOVA YORK A finalização do mês de agosto traz consigo mais um registro de forte

Leia mais

COTAÇÕES CAEM 12% EM NOVA YORK DURANTE OUTUBRO

COTAÇÕES CAEM 12% EM NOVA YORK DURANTE OUTUBRO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVI 10/novembro/2014 n. 550 COTAÇÕES CAEM 12% EM NOVA YORK DURANTE OUTUBRO Encerrado o mês de outubro foi possível notar uma queda de 12,42% na média de

Leia mais

VENDAS DE ETANOL HIDRATADO CRESCEM 56% NO BRASIL EM JUNHO

VENDAS DE ETANOL HIDRATADO CRESCEM 56% NO BRASIL EM JUNHO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 13/agosto/2015 n. 458 VENDAS DE ETANOL HIDRATADO CRESCEM 56% NO BRASIL EM JUNHO Os dados mais atualizados disponibilizados pela ANP sobre a venda de combustíveis

Leia mais

RENTABILIDADE DO ETANOL HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR CAI NA PRIMEIRA SEMANA DE MAIO

RENTABILIDADE DO ETANOL HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR CAI NA PRIMEIRA SEMANA DE MAIO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 07/maio/2015 n. 444 RENTABILIDADE DO ETANOL HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR CAI NA PRIMEIRA SEMANA DE MAIO A finalização da primeira semana de maio mostrou uma

Leia mais

Açúcar: Informativo Quinzenal. Oferta se acentua e preços cedem. Indicador de Açúcar Cristal Cepea/Esalq Estado de São Paulo.

Açúcar: Informativo Quinzenal. Oferta se acentua e preços cedem. Indicador de Açúcar Cristal Cepea/Esalq Estado de São Paulo. Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada CEPEA/ESALQ/USP 25 de maio de 2011 Volume 1, Edição 22 Açúcar: Informativo Quinzenal Indicador de Açúcar Cristal Cepea/Esalq Estado de São Paulo DATA Valor

Leia mais

VANTAGEM DO HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR DE NOVA YORK TENDE A CAIR ATÉ O FINAL DO ANO

VANTAGEM DO HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR DE NOVA YORK TENDE A CAIR ATÉ O FINAL DO ANO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados VANTAGEM DO HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR DE NOVA YORK TENDE A CAIR ATÉ O FINAL DO ANO Diante da acentuada depreciação das cotações do açúcar em Nova York, que no

Leia mais

EXPORTAÇÕES DE ETANOL PARA OS ESTADOS UNIDOS CAEM 82% EM ABRIL

EXPORTAÇÕES DE ETANOL PARA OS ESTADOS UNIDOS CAEM 82% EM ABRIL Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 14/maio/2015 n. 445 EXPORTAÇÕES DE ETANOL PARA OS ESTADOS UNIDOS CAEM 82% EM ABRIL Dando continuidade á análise dos dados de exportação de abril, disponibilizados

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas CAFÉ CAFÉ Bolsas BM&F ICE FUTURES Contrato Fechamento Máxima Mínimo Variação Contrato Fechamento Máxima Mínimo Variação SET13 136,80 136,50 135,80-1,80 SET 113,50 115,70 113,25-1,45

Leia mais

Coletiva de imprensa ESTIMATIVA DA SAFRA 2013/2014

Coletiva de imprensa ESTIMATIVA DA SAFRA 2013/2014 Coletiva de imprensa ESTIMATIVA DA SAFRA 2013/2014 São Paulo, 29 de abril de 2013 ROTEIRO I. Safra 2012/2013 na região Centro-Sul: dados finais Moagem e produção Mercados de etanol e de açúcar Preços e

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas quarta-feira, 18 de setembro de 2013 CAFÉ CAFÉ Bolsas Venc Ajuste Máx BM&F Mín Variação Venc Ajuste ICE FUTURES Máx Mín Variação SET13 133,50 0,00 0,00-4,85 SET13 111,05 114,75 111,10-3,75

Leia mais

CONJUNTURA ECONÔMICA

CONJUNTURA ECONÔMICA CONJUNTURA ECONÔMICA O mês de março de 2015 foi marcado pelo anúncio dos principais resultados da economia de 2014 e deste início de 2015. Dentre eles destacaramse o PIB, taxa de desemprego nas principais

Leia mais

Situação atual e perspectivas para o setor sucroenergético

Situação atual e perspectivas para o setor sucroenergético 23 de julho de 2015 Situação atual e perspectivas para o setor sucroenergético Antonio de Padua Rodrigues Diretor técnico ROTEIRO I. Perspectivas para a safra 2015/2016 II. Mercados de açúcar e de etanol

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: MARÇO/2011 CEPEA - SOJA I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Diferenciais de preços 2. Estimativa do valor das alternativas

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: JULHO/2011 CEPEA - SOJA I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Diferenciais de preços 2. Estimativa do valor das alternativas

Leia mais

27 de abril de 2016. Coletiva de imprensa ESTIMATIVA SAFRA 2016/2017

27 de abril de 2016. Coletiva de imprensa ESTIMATIVA SAFRA 2016/2017 27 de abril de 2016 Coletiva de imprensa ESTIMATIVA SAFRA 2016/2017 ROTEIRO I. Considerações sobre a atual situação do setor sucroenergético II. Bioeletricidade III. Condições climáticas e agronômicas

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: ABRIL/2011 CEPEA - SOJA I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Diferenciais de preços 2. Estimativa do valor das alternativas

Leia mais

Nova York supera US$/cents 18,00 com tendência de Alta em Solavanco

Nova York supera US$/cents 18,00 com tendência de Alta em Solavanco Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 526 Ano XVI 23/junho/2014 Nova York supera US$/cents 18,00 com tendência de Alta em Solavanco Nos mercados futuros internacionais a finalização da terceira

Leia mais

Coletiva de imprensa ESTIMATIVA DA SAFRA 2014/2015

Coletiva de imprensa ESTIMATIVA DA SAFRA 2014/2015 Coletiva de imprensa ESTIMATIVA DA SAFRA 2014/2015 São Paulo, 23 de abril de 2014 ROTEIRO I. Safra 2013/2014 na região Centro-Sul: dados finais Condições climáticas e agronômicas Moagem e produção Mercados

Leia mais

CONSECANA - Conselho de Produtores de Cana-de-Açúcar, Açúcar e Etanol do Estado de São Paulo

CONSECANA - Conselho de Produtores de Cana-de-Açúcar, Açúcar e Etanol do Estado de São Paulo CONSECANA - Conselho de Produtores de Cana-de-Açúcar, Açúcar e Etanol do Estado de São Paulo CIRCULAR Nº 02/12 DATA: 17 de abril de 2012 Ref.: Nova metodologia de apuração dos indicadores de preço do açúcar

Leia mais

Nova York segue dentro do atual canal lateral. Margem de ganho mensal supera 8%

Nova York segue dentro do atual canal lateral. Margem de ganho mensal supera 8% Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 519 Ano XVI 05/maio/2014 Nova York segue dentro do atual canal lateral. Margem de ganho mensal supera 8% Nos mercados futuros internacionais, a última semana

Leia mais

TELE. Este Fax foi programado para envio noturno. Quando não recebê-lo até as 9:30h, ligue para (0xx51) 3290-9200.

TELE. Este Fax foi programado para envio noturno. Quando não recebê-lo até as 9:30h, ligue para (0xx51) 3290-9200. TL 1132 16/01/ Análise Mercado de Açúcar O mercado de açúcar teve uma sexta-feira marcada pela acomodação nas cotações da commodity praticadas tanto em Bolsa de Londres quanto na de Nova York. No Brasil

Leia mais

Indicadores de Preços de Açúcar para o Mercado Internacional. Detalhamento Metodológico

Indicadores de Preços de Açúcar para o Mercado Internacional. Detalhamento Metodológico Indicadores de Preços de Açúcar para o Mercado Internacional Detalhamento Metodológico Submetido em Abril de 2012 Aplica-se aos Indicadores de Preços do Açúcar para o Sistema Consecana do Estado de SP

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas quinta-feira, 12 de setembro de 2013 CAFÉ CAFÉ Bolsas Venc Ajuste Máx BM&F Mín Variação Venc Ajuste ICE FUTURES Máx Mín Variação SET13 140,25 0,00 0,00 4,40 SET13 116,45 116,00 114,00

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas segunda-feira, 23 de setembro de 2013 CAFÉ CAFÉ Bolsas Venc Ajuste Máx BM&F Mín Variação Venc Ajuste ICE FUTURES Máx Mín Variação SET13 134,55 0,00 0,00 0,00 DEZ13 117,75 121,95 121,50-1,25

Leia mais

ABRIL INICIA COM QUEDA SUPERIOR A 9% PARA O HIDRATADO

ABRIL INICIA COM QUEDA SUPERIOR A 9% PARA O HIDRATADO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 390 Ano IX 03/abril/2014 ABRIL INICIA COM QUEDA SUPERIOR A 9% PARA O HIDRATADO No mercado físico de etanol, a primeira semana de abril foi marcada pelo abrandamento

Leia mais

Açúcar Relatório de Mercado Março de 2014 MERCADO INDUSTRIAL

Açúcar Relatório de Mercado Março de 2014 MERCADO INDUSTRIAL Açúcar MERCADO INDUSTRIAL PRODUÇÃO CANA, AÇÚCAR E ETANOL As unidades produtoras do Centro-Sul processaram 149.271 toneladas de cana-de-açúcar na primeira quinzena de fevereiro, volume 3,8% menor ante as

Leia mais

Quadro II - PREÇO DO AÇÚCAR CRISTAL COLOCADO NO PORTO DE SANTOS - SP NA CONDIÇÃO SOBRE RODAS - (Em R$/Saca de 50kg*)

Quadro II - PREÇO DO AÇÚCAR CRISTAL COLOCADO NO PORTO DE SANTOS - SP NA CONDIÇÃO SOBRE RODAS - (Em R$/Saca de 50kg*) CANA-DE-AÇÚCAR Período: Janeiro/2016 Quadro I - PREÇO NA USINA EM SÃO PAULO (Em R$/unidade*) Produtos Unidade 24 12 1 Mês Mês Atual Açúcar Cristal Cor ICUMSA 130 a 180 Saco/50 kg 50,20 51,05 80,57 83,75

Leia mais

EXPORTAÇÕES DE ETANOL CAEM 45% EM JUNHO

EXPORTAÇÕES DE ETANOL CAEM 45% EM JUNHO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 16/julho/2015 n. 454 EXPORTAÇÕES DE ETANOL CAEM 45% EM JUNHO O mês de junho foi marcado por um forte retrocesso nas exportações de etanol que caíram de

Leia mais

Milho Período: 11 a 15/05/2015

Milho Período: 11 a 15/05/2015 Milho Período: 11 a 15/05/2015 Câmbio: Média da semana: U$ 1,00 = R$ 3,0203 Nota: A paridade de exportação refere-se ao valor/sc desestivado sobre rodas, o que é abaixo do valor FOB Paranaguá. *Os preços

Leia mais

Resumo Quinzenal do Biodiesel

Resumo Quinzenal do Biodiesel Tel: (21) 3547-1539 / (21) 9565-0444 Resumo Quinzenal do Biodiesel 16/06 à 30/06/11 Este relatório é confidencial e de uso exclusivo do destinatário, e não pode ser enviado ou compartilhado com terceiros

Leia mais

Soja-Comercialização Safra 2011/12 e Cenario 2012/13. NILVA CLARO COSTA nilva.claro@conab.gov.br

Soja-Comercialização Safra 2011/12 e Cenario 2012/13. NILVA CLARO COSTA nilva.claro@conab.gov.br Soja-Comercialização Safra 2011/12 e Cenario 2012/13 NILVA CLARO COSTA nilva.claro@conab.gov.br Comercialização Safra-2011/12 60,00 55,00 50,00 45,00 40,00 35,00 30,00 25,00 20,00 S oja Grã o P re ços

Leia mais

3,8 milhões de hectares de lavouras ruins nos EUA

3,8 milhões de hectares de lavouras ruins nos EUA BOLSA DE CHICAGO 3,8 milhões de hectares de lavouras ruins nos EUA Chuvas diminuíram nesta semana, mas ainda acumularam grandes volumes em pontos já muitos úmidos do Meio-Oeste 3 EUA Lavouras De Soja Ruins

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas CAFÉ CAFÉ Bolsas BM&F ICE FUTURES Contrato Fechamento Máxima Mínimo Variação Fechamento Máxima Mínimo Variação set/13 144,45 150,00 143,95-4,05 120,60 124,25 119,35-2,85 dez/13 148,50

Leia mais

EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR CAEM 42% EM FEVEREIRO

EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR CAEM 42% EM FEVEREIRO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 16/março/2015 n. 566 EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR CAEM 42% EM FEVEREIRO Os dados mais recentes de exportação de açúcar disponibilizados pela Secretaria de

Leia mais

CONSUMO DE ETANOL CRESCE APENAS 2% EM 2014 NOS ESTADOS UNIDOS

CONSUMO DE ETANOL CRESCE APENAS 2% EM 2014 NOS ESTADOS UNIDOS Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 30/abril/2015 n. 443 CONSUMO DE ETANOL CRESCE APENAS 2% EM 2014 NOS ESTADOS UNIDOS A disponibilidade de dados feita pela Secretaria de Energia Ambiental

Leia mais

ÁREA DE MILHO CRESCEU 4,9% NA SAFRA 2012/2013, A MAIOR DESDE 1937, INDICANDO QUE O PAÍS COLHERIA UMA SAFRA RECORDE ESTE ANO

ÁREA DE MILHO CRESCEU 4,9% NA SAFRA 2012/2013, A MAIOR DESDE 1937, INDICANDO QUE O PAÍS COLHERIA UMA SAFRA RECORDE ESTE ANO GRÃOS: SOJA, MILHO, TRIGO e ARROZ TENDÊNCIAS DOS MERCADOS PARA 2012/2013 NO BRASIL E NO MUNDO Carlos Cogo Setembro/2012 PRODUÇÃO MUNDIAL DEVE RECUAR 4,1% NA SAFRA 2012/2013 ESTOQUES FINAIS MUNDIAIS DEVEM

Leia mais

FUTUROS DE AÇÚCAR E ÁLCOOL

FUTUROS DE AÇÚCAR E ÁLCOOL FUTUROS DE AÇÚCAR E ÁLCOOL Bolsa de Mercadorias & Futuros Apresentação Este folheto tem por objetivo apresentar aspectos técnicos e operacionais ligados aos mercados futuros de açúcar e álcool negociados

Leia mais

HIDRATADO ACUMULA QUEDA DE 18,79% EM 30 DIAS. EXPECTATIVA DE QUEDA AINDA CONTINUA

HIDRATADO ACUMULA QUEDA DE 18,79% EM 30 DIAS. EXPECTATIVA DE QUEDA AINDA CONTINUA Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 395 Ano IX 08/maio/2014 HIDRATADO ACUMULA QUEDA DE 18,79% EM 30 DIAS. EXPECTATIVA DE QUEDA AINDA CONTINUA No mercado físico de etanol a segunda semana de

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas sábado, 14 de setembro de 2013 CAFÉ CAFÉ Bolsas Venc Ajuste Máx BM&F Mín Variação Venc Ajuste ICE FUTURES Máx Mín Variação SET13 139,00 0,00 0,00-0,70 SET13 115,55 115,70 115,70-0,70

Leia mais

Tereos Internacional Resultados do Primeiro Trimestre 2014/15

Tereos Internacional Resultados do Primeiro Trimestre 2014/15 Tereos Internacional Resultados do Primeiro Trimestre 20 São Paulo 12 de agosto de 2014 Principais Iniciativas e Destaques do Operacional 2 Cana-de-açúcar Brasil: Aumento dos benefícios do programa Guarani

Leia mais

USDA REAFIRMA DÉFICIT INTERNACIONAL EM 2015/16 - MERCADO REAGE TIMIDAMENTE

USDA REAFIRMA DÉFICIT INTERNACIONAL EM 2015/16 - MERCADO REAGE TIMIDAMENTE Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 30/novembro/2015 n. 603 USDA REAFIRMA DÉFICIT INTERNACIONAL EM 2015/16 - MERCADO REAGE TIMIDAMENTE Com o título já enfático sobre o futuro dos preços

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas sexta-feira, 13 de setembro de 2013 CAFÉ CAFÉ Bolsas Venc Ajuste Máx BM&F Mín Variação Venc Ajuste ICE FUTURES Máx Mín Variação SET13 139,70 0,00 0,00-0,55 SET13 116,25 116,10 115,75-0,20

Leia mais

Panorama do Setor de Açúcar e Álcool. Alexandre Enrico Figliolino

Panorama do Setor de Açúcar e Álcool. Alexandre Enrico Figliolino Panorama do Setor de Açúcar e Álcool Alexandre Enrico Figliolino SETEMBRO, 2012 SUMÁRIO SEÇÃO 1 SEÇÃO 2 SEÇÃO 3 SEÇÃO 4 SEÇÃO 5 Avaliação Setorial Desempenho Econômico-Financeiro Quadro Evolutivo Setorial

Leia mais

Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana

Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana Super-safra norte-americana Em seu boletim de oferta e demanda mundial de setembro o Usda reestimou para cima suas projeções para a safra 2007/08.

Leia mais

Painel 4 Perspectivas dos mercados de açúcar e etanol

Painel 4 Perspectivas dos mercados de açúcar e etanol BMFBovespa Seminário Perspectivas do Agribusiness 2012-2013 Painel 4 Perspectivas dos mercados de açúcar e etanol Andy Duff, Food & Agribusiness Research, Rabobank Brasil 22 de maio de 2012 Food & Agribusiness

Leia mais

RELATÓRIO DE MERCADO JULHO DE 2015

RELATÓRIO DE MERCADO JULHO DE 2015 RELATÓRIO DE MERCADO JULHO DE 2015 COMMODITIES AGRÍCOLAS RESUMO DOS PRINCIPAIS INDICADORES DO MERCADO DE COMMODITIES AGRÍCOLAS SUMÁRIO OFERTA 4 8 VARIAÇÕES HISTÓRICAS E FORECAST 6 DEMANDA 9 CONSIDERAÇÕES

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: AGOSTO/2011 CEPEA - SOJA I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Diferenciais de preços 2. Estimativa do valor das alternativas

Leia mais

Reiteradas Vendas Pressionam a Curva Futura das Cotações do Café 1

Reiteradas Vendas Pressionam a Curva Futura das Cotações do Café 1 % v. 10, n. 5, maio 2015 Reiteradas Vendas Pressionam a Curva Futura das Cotações do Café 1 A elevação da taxa SELIC anunciada pelo Comitê de Política Monetária (COPOM) na última quarta-feira do mês de

Leia mais

Contratos Derivativos. Futuro de Soja Brasil

Contratos Derivativos. Futuro de Soja Brasil Contratos Derivativos Futuro de Soja Brasil Futuro de Soja Brasil Proteja o seu preço e administre os riscos da produção O produto A produção de soja atende a uma cadeia de diversos produtos acabados derivados

Leia mais

Milho Período: 22 a 26/06/2015

Milho Período: 22 a 26/06/2015 Milho Período: 22 a 26/06/2015 Câmbio: Média da semana: U$ 1,00 = R$ 3,0885 Nota: A paridade de exportação refere-se ao valor/sc desestivado sobre rodas, o que é abaixo do valor FOB Paranaguá. *Os preços

Leia mais

Cacau Amêndoa Período: Junho de 2013

Cacau Amêndoa Período: Junho de 2013 Cacau Amêndoa Período: Junho de 2013 Tabela I PREÇO PAGO AO PRODUTOR - Cacau Amêndoa (em US$/ton.). Períodos Anteriores Junho/2013 % Locais Unid. 12 meses 1 mês 1 mês [a] [b] [c] c/a c/b Ilhéus - Bahia

Leia mais

Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ

Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ DACEC Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ Comentários referentes ao período entre 03/05/2013 a 09/05/2013 Prof. Dr. Argemiro Luís Brum 1 Prof. Ms.

Leia mais

BOLETIM CUSTOS E PREÇOS. Novembro de 2013

BOLETIM CUSTOS E PREÇOS. Novembro de 2013 BOLETIM CUSTOS E PREÇOS Novembro de 2013 Milho: Neste mês o mercado de milho registrou comportamento diferenciado. Em algumas localidades ocorreram quedas nos preços, caso do Paraná, e sustentação em outras,

Leia mais

Motivação Área plantada Produção Produtividade Exportações líquidas Consumo doméstico (total e per capita) Estoques

Motivação Área plantada Produção Produtividade Exportações líquidas Consumo doméstico (total e per capita) Estoques Novembro 2014 Motivação Fornecer aos agentes envolvidos no agronegócio, notadamente as indústrias de insumos agropecuários e de alimentos, além dos produtores, Governo e academia, informações estratégicas

Leia mais

$ $ À espera da competitividade

$ $ À espera da competitividade etanol À espera da competitividade foi mais um ano de sufoco para o setor sucroalcooleiro, que ainda sente os reflexos da crise de 2008, que deixou as usinas sem crédito, justamente quando haviam assumido

Leia mais

TRIGO Período de 02 a 06/11/2015

TRIGO Período de 02 a 06/11/2015 TRIGO Período de 02 a 06//205 Tabela I - PREÇO PAGO AO PRODUTOR (em R$/60 kg) Centro de Produção Unid. 2 meses Períodos anteriores mês (*) semana Preço Atual PR 60 kg 29,56 35,87 36,75 36,96 Semana Atual

Leia mais

www.contratofuturo.com

www.contratofuturo.com www.contratofuturo.com www.contratofuturo.com História do Milho - Os primeiros registros do cultivo datam de 7.300 anos - Origem Americana: litoral do México - Nome, de origem indígena, significa "sustento

Leia mais

Milho Período: 19 a 23/10/2015

Milho Período: 19 a 23/10/2015 Milho Período: 19 a 23/10/2015 Nota: A paridade de exportação refere-se ao valor/sc desestivado sobre rodas, o que é abaixo do valor FOB Paranaguá. *Os preços médios semanais apresentados nas praças de

Leia mais

REUNIÃO TÉCNICA DE ECONOMIA O SETOR SUCROALCOOLEIRO UMA RADIOGRAFIA DO SETOR

REUNIÃO TÉCNICA DE ECONOMIA O SETOR SUCROALCOOLEIRO UMA RADIOGRAFIA DO SETOR REUNIÃO TÉCNICA DE ECONOMIA O SETOR SUCROALCOOLEIRO UMA RADIOGRAFIA DO SETOR CELSO FUJIOKA Março de 2014 DIRETORIA DE ECONOMIA DA ANEFAC POTENCIAL DE CULTIVO O plantio da cana-deaçúcar ocupa menos de 1%

Leia mais

Revisão Mensal de Commodities

Revisão Mensal de Commodities Revisão Mensal de Commodities segunda-feira, 3 de dezembro de 2012 Oferta maior e desempenho misto A estabilização do crescimento na China e riscos geopolíticos também afetaram os preços das commodities.

Leia mais

03/10/2014. Roteiro da Apresentação FINANCEIRIZAÇÃO DO MERCADO ANÁLISE TÉCNICA E DE CICLOS OFERTA E DEMANDA

03/10/2014. Roteiro da Apresentação FINANCEIRIZAÇÃO DO MERCADO ANÁLISE TÉCNICA E DE CICLOS OFERTA E DEMANDA OS MERCADOS DE SOJA, MILHO E TRIGO EM 2015 FERNANDO MURARO JR. Engenheiro agrônomo e analista de mercado da AgRural Commodities Agrícolas OCEPAR Curitiba (PR), 02/out/14 www.agrural.com.br A INFORMAÇÃO

Leia mais

HIDRATADO CONTINUA PERDENDO COMPETITIVIDADE FRENTE A GASOLINA EM SP

HIDRATADO CONTINUA PERDENDO COMPETITIVIDADE FRENTE A GASOLINA EM SP Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 15/janeiro/2015 n. 428 HIDRATADO CONTINUA PERDENDO COMPETITIVIDADE FRENTE A GASOLINA EM SP Os dados mais recentes referentes aos preços dos combustíveis

Leia mais

Projeções de custos e rentabilidade do setor sucroenergético na região Nordeste para a safra 2013/14: o desafio de sobrevivência dos fornecedores

Projeções de custos e rentabilidade do setor sucroenergético na região Nordeste para a safra 2013/14: o desafio de sobrevivência dos fornecedores Projeções de custos e rentabilidade do setor sucroenergético na região Nordeste para a safra 2013/14: o desafio de sobrevivência dos fornecedores Essa publicação apresenta as projeções de custos de produção

Leia mais

Perguntas Freqüentes Operações em Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F)

Perguntas Freqüentes Operações em Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) 1. O que é contrato futuro? É um acordo entre duas partes, que obriga uma a vender e outra, a comprar a quantidade e o tipo estipulados de determinada commodity, pelo preço acordado, com liquidação do

Leia mais

Desvalorização do petróleo compromete rentabilidade do hidratado e mina alta no açúcar

Desvalorização do petróleo compromete rentabilidade do hidratado e mina alta no açúcar Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 547 Ano XVI 20/outubro/2014 Desvalorização do petróleo compromete rentabilidade do hidratado e mina alta no açúcar A recente desvalorização observada nas

Leia mais

FUTUROS DE SOJA E MILHO

FUTUROS DE SOJA E MILHO FUTUROS DE SOJA E MILHO Bolsa de Mercadorias & Futuros Apresentação Este folheto tem por objetivo apresentar aspectos técnicos e operacionais ligados aos mercados de soja e milho negociados na BM&F. O

Leia mais

Milho Período: 16 a 20/03/2015

Milho Período: 16 a 20/03/2015 Milho Período: 16 a 20/03/2015 Câmbio: Média da semana: U$ 1,00 = R$ 3,2434 Nota: A paridade de exportação refere-se ao valor/sc desestivado sobre rodas, o que é abaixo do valor FOB Paranaguá. *Os preços

Leia mais

Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ

Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ DACEC Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ Comentários referentes ao período entre 21/06/2013 a 27/06/2013 Prof. Dr. Argemiro Luís Brum 1 Prof. Ms.

Leia mais

TELE. Este Fax foi programado para envio noturno. Quando não recebê-lo até as 9:30h, ligue para (0xx51) 3290-9200.

TELE. Este Fax foi programado para envio noturno. Quando não recebê-lo até as 9:30h, ligue para (0xx51) 3290-9200. TELE RELATÓRIO DIÁRIO DE INFORMAÇÕES E Análise Mercado de Açúcar A sexta-feira foi marcada pela forte queda nas cotações externas e pela estabilidade nos preços domésticos do açúcar. O mercado externo

Leia mais

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO PANORAMA SEMANA DE 21 A 25 DE SETEMBRO de 2009 Semana de preço estável no mercado de Boi Gordo no Rio Grande do Sul, com o preço encerrando a semana a R$ 4,61/kg carcaça.

Leia mais

Soja: elevação dos preços da convencional/transgênica deve dificultar incremento da orgânica

Soja: elevação dos preços da convencional/transgênica deve dificultar incremento da orgânica Soja: elevação dos preços da convencional/transgênica deve dificultar incremento da orgânica Produção mundial deve recuar em 2007/08 Segundo o relatório de oferta e demanda divulgado pelo Usda em setembro

Leia mais

Fevereiro é finalizado com grande volatilidade nos mercados futuros internacionais

Fevereiro é finalizado com grande volatilidade nos mercados futuros internacionais Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 514 Ano XVI 03/março/2014 Fevereiro é finalizado com grande volatilidade nos mercados futuros internacionais A ultima semana de fevereiro foi marcada por

Leia mais

Edição 44 (Abril/2014)

Edição 44 (Abril/2014) Edição 44 (Abril/2014) Cenário Econômico: Prévia da inflação tem maior alta desde janeiro de 2013 O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15), considerado a prévia da inflação oficial,

Leia mais

Cacau Amêndoa Período: Janeiro de 2015

Cacau Amêndoa Período: Janeiro de 2015 Cacau Amêndoa Período: Janeiro de 2015 Tabela I PREÇO PAGO AO PRODUTOR - Cacau Amêndoa (em US$/ton.) Períodos Anteriores Janeiro/15 % Locais Unid. 12 meses 1 mês [a] [b] [c] c/a c/b Ilhéus - Bahia R$/Kg

Leia mais

O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO E O SETOR DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS TENDÊNCIAS DOS MERCADOS PARA 2012/2013 E OS CENÁRIOS DE LONGO PRAZO Carlos Cogo Agosto/2012 LA NIÑA PROVOCA FORTES QUEBRAS EM SAFRAS DE GRÃOS O

Leia mais

GOVERNO INDICA QUE EVENTUAL ELEVAÇÃO DA MISTURA PODE SAIR SOMENTE APÓS 2015

GOVERNO INDICA QUE EVENTUAL ELEVAÇÃO DA MISTURA PODE SAIR SOMENTE APÓS 2015 Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 406 Ano IX 24/julho/2014 GOVERNO INDICA QUE EVENTUAL ELEVAÇÃO DA MISTURA PODE SAIR SOMENTE APÓS 2015 Nos últimos dias começaram a ocorrer no mercado boatos

Leia mais

Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos

Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos Junho de 2015 Cotação do açúcar deve seguir em baixo patamar, refletindo elevado nível de estoques globais Priscila Pacheco Trigo Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos O nível de estoques de açúcar

Leia mais

Milho Período: 13 a 17/07/2015

Milho Período: 13 a 17/07/2015 Milho Período: 13 a 17/07/2015 Câmbio: Média da semana: U$ 1,00 = R$ 3,1507 Nota: A paridade de exportação refere-se ao valor/sc desestivado sobre rodas, o que é abaixo do valor FOB Paranaguá. *Os preços

Leia mais

Ano I Boletim II Outubro/2015. Primeira quinzena. são específicos aos segmentos industriais de Sertãozinho e região.

Ano I Boletim II Outubro/2015. Primeira quinzena. são específicos aos segmentos industriais de Sertãozinho e região. O presente boletim analisa algumas variáveis chaves na atual conjuntura da economia sertanezina, apontando algumas tendências possíveis. Como destacado no boletim anterior, a indústria é o carro chefe

Leia mais

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS Ministério de Minas e Energia Secretaria de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis Departamento de Combustíveis Renováveis BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS EDIÇÃO N o 79 Agosto/2014

Leia mais

O MERCADO DE CAFÉ 1. INTRODUÇÃO

O MERCADO DE CAFÉ 1. INTRODUÇÃO O MERCADO DE CAFÉ 1. INTRODUÇÃO O presente boletim tem o objetivo de apresentar a situação atual do mercado, por meio dos dados disponibilizados pelo USDA, CONAB e MAPA. Apresenta-se, posteriormente, a

Leia mais

Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ

Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ DACEC Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ Comentários referentes ao período entre 20/07/2012 a 02/08/2012 Prof. Dr. Argemiro Luís Brum 1 Emerson Juliano

Leia mais

O MERCADO DE TRIGO. O balanço mundial de trigo, ao longo das safras analisadas, é visualizado na

O MERCADO DE TRIGO. O balanço mundial de trigo, ao longo das safras analisadas, é visualizado na O MERCADO DE TRIGO 1. INTRODUÇÃO O Brasil é o maior importador mundial de trigo e a sua dependência se torna acentuada à medida que os estoques públicos e privados se reduzem. A safra 2007/08 apresenta-se

Leia mais

BOLETIM CUSTOS E PREÇOS Abril de 2014

BOLETIM CUSTOS E PREÇOS Abril de 2014 BOLETIM CUSTOS E PREÇOS Abril de 2014 Milho: Os preços no mercado brasileiro ficaram estáveis e até mesmo um pouco mais baixos em algumas praças. A incerteza dos produtores quanto à produtividade do milho

Leia mais

Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ

Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ DACEC Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ Comentários referentes ao período entre 05/07/2013 a 11/07/2013 Prof. Dr. Argemiro Luís Brum 1 Prof. Ms.

Leia mais

CONJUNTURA MENSAL JUNHO

CONJUNTURA MENSAL JUNHO SOJA - MATO GROSSO CONJUNTURA MENSAL JUNHO ANO 1 Nº2 O preço mundial da commodity apresenta movimento de alta em nível mundial, impulsionado principalmente pelas condições climáticas adversas nos Estados

Leia mais

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS Ministério de Minas e Energia Secretaria de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis Departamento de Combustíveis Renováveis BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS EDIÇÃO N o 80 Setembro/2014

Leia mais

APRESENTAÇÃO SUMÁRIO BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS

APRESENTAÇÃO SUMÁRIO BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS Ministério de Minas e Energia Secretaria de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis Departamento de Combustíveis Renováveis EDIÇÃO N o 91 Agosto/2015 BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS

Leia mais

Reunião Pública 2013 Safra 13/14

Reunião Pública 2013 Safra 13/14 Reunião Pública 2013 Safra 13/14 Grupo São Martinho 300.000 ha Área agrícola de colheita 4 usinas São Martinho, Iracema, Santa Cruz e Boa Vista 21 milhões de tons Capacidade de processamento de cana de

Leia mais

Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais

Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais ANÁLISE MENSAL DO MERCADO DE BIODIESEL: EDIÇÃO Nº 13 FEVEREIRO DE 214 A, documento elaborado pela Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais ABIOVE, possui o intuito de levar ao mercado informações

Leia mais

PERSPECTIVAS PARA OS MERCADOS DE AÇÚCAR E ETANOL

PERSPECTIVAS PARA OS MERCADOS DE AÇÚCAR E ETANOL PERSPECTIVAS PARA OS MERCADOS DE AÇÚCAR E ETANOL Marcos Sawaya Jank Presidente da União da Indústria da Cana-de-Açúcar (UNICA) São Paulo, 26 de maio de 2011 SOBRE A UNICA Maior organização representativa

Leia mais