SPED. Cruzamento das Informações: CRUZAMENTOS: Aspectos conceituais 24/09/2009. Acompanhamento Diferenciado: DACON DIRF DIPJ DCOMP DCTF DARF

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SPED. Cruzamento das Informações: CRUZAMENTOS: Aspectos conceituais 24/09/2009. Acompanhamento Diferenciado: DACON DIRF DIPJ DCOMP DCTF DARF"

Transcrição

1 Cruzamento das Informações: DACON DIRF SPED DCTF DIPJ DCOMP DARF Palestrante: Thamara Jardim CRUZAMENTOS: Aspectos conceituais Acompanhamento Diferenciado: Art. 2º O acompanhamento diferenciado deverá verificar, periodicamente, os níveis de arrecadação de tributos administrados pela RFB, em função do potencial econômicotributário das pessoas jurídicas, bem assim das variáveis macroeconômicas de influência. (Portaria da RFB n /07 ) 1

2 Acompanhamento diferenciado: Monitoramento da arrecadação e do tratamento das informações relacionadas com o crédito tributário, utilizandose os dados disponíveis nos sistemas informatizados da RFB e as informações coletadas junto às fontes externas. IRPJ CSLL COFINS PIS/Pasep IPI (exceto vinculado à importação) IRRF IOF CPMF CIDE- combustíveis; CIDE- remessa para exterior Contribuições previdenciárias (Portaria da RFB n /07 ) Acompanhamento DIFERENCIADO: Empresas sujeitas ao Lucro Real, Presumido ou arbitrário Receita DIPJ > R$ ,00 Receita DACON > R$ ,00 débitos DCTF > R$ ,00 MASSA SALARIAL - GFIP > R$ ,00 Débitos -FGTS-GFIP-2007 > R$ ,00 (Portaria da RFB n 2.521/08 ) Acompanhamento ESPECIAL: Empresas sujeitas ao Lucro Real, Presumido ou arbitrário Receita DIPJ > R$ ,00 Receita DACON > R$ ,00 débitos DCTF > R$ ,00 MASSA SALARIAL - GFIP > R$ ,00 Débitos -FGTS-GFIP-2007 > R$ ,00 (Portaria da RFB n 2.521/08 ) 2

3 INTIMAÇÃO FISCEL: As informações prestadas pelo contribuinte na DCTF são confrontadas com as existentes nos sistemas da SRF e PFN, e caso não sejam confirmados as vinculações dos créditos, os débitos serão cobrados por meio de intimação (Fonte: Sítio RFB ) DCTF Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais Conceito: A DCTF deve ser apresentada para prestar informações relativas aos valores devidos (débitos) e os respectivos valores utilizados para sua quitação (créditos), relativo aos tributos e contribuições federais administrados pela Secretaria da Receita Federal, conforme segue: IRPJ IRRF IPI IOF CSLL PIS/ PASEP COFINS CPMF CIDE RETENÇÕES/ PATRIMÔNIO DE AFETAÇÃO CSRF COSIRF 3

4 FORMAS DE APRESENTAÇÃO: A declaração relativa a fatos geradores ocorridos a partir de 1 de janeiro de 2006 deverá ser apresentada mediante a utilização dos seguintes programas: a) DCTF Mensal versão 1.6 b) DCTF Semestral versão 1.4 A DCTF deverá ser entregue de forma centralizada pela matriz (IN RFB 903/08) DCTF mensal Receita Bruta > R$ ,00 Somatório dos débitos > R$ ,00 Massa salarial > R$ ,00 Débitos GEFIP > R$ ,00 Sucessoras, nos casos de incorporação, fusão ou cisão total ou parcial ocorridos quando a incorporada, fusionada ou cindida estava sujeita à mesma obrigação em decorrência de seu enquadramento nos parâmetros de receita bruta auferida ou de débitos declarados. (IN RFB 903/08) FLUXO DAS INFORMAÇÕES: DACON: Demonstração do PIS e do COFINS DIPJ: Demonstração do IRPJ, CSLL e IPI DIRF: Demonstração do IRPJ, PIS, COFINS e CSLL retidos DARF: Verificação dos pagamentos. DCOMP: Homologação das compensações. 4

5 DCTF x DACON Será confrontado com as fichas: PIS Ficha 15A RESUMO Contribuição para o PIS/Pasep Regime cumulativo Ou FICHA 15B RESUMO Contribuição para o PIS/Pasep Regime Não-Cumulativo COFINS Ficha 25A RESUMO Cofins Regime Cumulativo Ou FICHA 25B RESUMO Cofins Regime Não-Cumulativo DCTF x DACON DCTF x DACON 5

6 DCTF x DIPJ Será confrontada com as fichas: IRPJ Ficha 11 - Cálculo do Imposto de Renda Mensal por Estimativa (LR Anual) CSLL Ficha 16 - Cálculo da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido Mensal por Estimativa LR, Imunes ou Isentas - Anual DCTF x DIPJ DCTF x DIPJ 6

7 Atenção: Ocorrerá intimação quando o valor informado na DCTF for inferior ao débito informado no DACON, DIPJ ou DIRF DACON Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais Conceito: O DACON é a obrigação acessória de prestar informações à Secretaria da Receita Federal, sobre a apuração da contribuição para o PIS/PASEP e da COFINS. Manual de Instruções do DACON 7

8 Formas de apresentação: DCTF Mensal Semestral DACON Mensal Semestral Mensal (opcional) IN SRF n 940/09 FLUXO DAS INFORMAÇÕES: DACON BASE CÁLCULO FICHA 6A CRÉDITOS À DESCONTAR FICHA 6A DEDUÇÕES FICHA 15B VALOR A RECOLHER FICHA 15B EXTINÇÃO DO DÉBITO DACON x DIPJ Base de cálculo Ficha 06A DACON Fichas 6 A, B e C (DIPJ Lucro Real); e 14 A e B (DIPJ Lucro Presumido). 8

9 DACON x DIPJ DACON x DIPJ Créditos a descontar Ficha 06A do DACON DIPJ (Lucro Real) Fichas 4 A e 5 A Pode ocorrer pouca diferença. A RFB cruza os dados considerando um desvio padrão. DACON x DIPJ 9

10 DACON x DIRF Deduções Ficha 15B DACON RETENÇÕES DE FONTE A RFB cruza as informações com a tomadora, com o Informe de Rendimentos. ou seja, Deduções DACON x DIRF DACON x DCTF Valor a recolher Ficha 15B DACON A RFB cruza as informações com os débitos, de PIS e COFINS, contidos da DCTF. 10

11 DACON x DCTF Extinção do Débito DACON x DARF x DCOMP A extinção do débito se dá pelo pagamento por meio de DARF e/ou compensação por meio do PERDCOMP. A RFB possui em seu banco de dados relação de DARF s e PERDCOMP s da empresa. DIRF Declaração de Imposto de Renda Retido na Fonte 11

12 Conceito: A DIRF é a declaração feita pela fonte pagadora, destinada a informar à RFB o valor do imposto de Renda, CSLL, PIS/PASEP e COFINS retidos na fonte, dos rendimentos pagos ou creditados para seus beneficiários. Manual de Instruções da DIRF Obrigatoriedade de apresentação da DIRF: As pessoas jurídicas e físicas, que tenham pago ou creditado rendimentos com retenção do IRRF e/ou PIS/PASEP, COFINS e CSLL. Ainda que em um único mês do anocalendário a que se referir a declaração. IN RFB n 888/08 (art. 1 ) FLUXO DAS INFORMAÇÕES: Retenções de IR DIRF Retenções de CSLL Retenções de PIS e COFINS 12

13 Retenções de IR DIRF x DIPJ x DIRPF Cruzamento com a declaração de Ajuste Anual Pessoa Física DIRPF Cruzamento com a DIPJ da empresa que sofreu a retenção Cruza com fichas 11 e 12 da DIPJ Retenção de fonte - IR Retenções de CSLL DIRF x DIPJ Declaração de Ajuste Anual Pessoa Jurídica DIPJ Cruza com fichas 16 e 17 13

14 Retenções de Fonte - CSLL Retenções de PIS e COFINS DIRF x DACON Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais - DACON Cruzamento com as fichas 15B e 25B do DACON Retenções Fonte - DACON 14

15 DIPJ Declaração de Informações Econômico- Fiscais da Pessoas Jurídicas Conceito: A DIPJ contempla informações declaradas pelas pessoas jurídicas tributadas pelo lucro real, presumido ou arbitrada e pelas entidades imunes e isentas do IRPJ, relativo a coleta das informações do IRPJ, CSLL, IPI e das contribuições previdenciárias (INSS). Instruções de Preenchimento DIPJ 2008 Novidades DIPJ 2009 Ajuste para empresas sujeitas ao RTT Regime Tributário de Transição 15

16 Ajustes do RTT na DIPJ Ajustes do RTT - DIPJ FLUXO DAS INFORMAÇÕES DIPJ IRPJ E CSLL apurado (-) Deduções (=) Valor à Recolher Extinção do Débito DIRF - Tomadora DCTF DARF / DCOMP 16

17 DIPJ x DIPJ Ficha 54 Nesta ficha devem ser informados as retenções de fonte de IR, CSLL e INSS ocorridas durante o ano. As retenções deverão ser informadas nesta ficha, mesmo que a empresa apresente prejuízo fiscal ou base de cálculo negativa. Cruzamento das Informações IRRF Cruza com as informações da ficha 11 e 12 da própria DIPJ CSLL Cruza com as informações da ficha 16 e 17 da própria DIPJ Instruções de Preenchimento DIPJ 2009 Retenções de Fonte DIPJ PER/DCOMP Pedido Eletrônico de Restituição, Pedido de Eletrônico de Ressarcimento, Declaração de Compensação 17

18 Débitos não permitidos I Os tributos devidos no registro da Declaração de Importação (DI); II Os débitos tributários encaminhados para a PGFN; III Os débitos consolidados em qualquer modalidade de parcelamento; IV O débito objeto de compensação não homologada; V O débito não administrado pela RFB VI Os tributos apurados na forma do Simples Nacional; IN RFB n 900/08 (art. 34) FLUXO DAS INFORMAÇÕES: PER/DCOMP CRÉDITOS DÉBITOS COMPENSADOS Saldo Negativo de IRPJ/ CSLL - DIPJ ORIGEM DOS CRÉDITOS Pagamento Indevido ou a Maior DCTF e DARF Créditos de PIS e COFINS não cumulativos - DACON Ressarcimento de IPI DIPJ e próprio PER/DCOMP. TERMO DE INTIMAÇÃO PER/DCOMP: O termo de Intimação do PERD/ COMP emitido eletronicamente visa intimar o sujeito passivo para corrigir incorreções ou inconsistências detectadas pelos sistemas de controle e análise eletrônica dos PERDCOMP s. A comunicação permitirá que o sujeito passivo corrija o PER/DCOMP ou as declarações envolvidas, como DCTF e DIPJ, ou ainda o DARF, quando for o caso. 18

19 SPED SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL SPED, o que é? É a modernização da sistemática atual do cumprimento das obrigações acessórias, transmitidas pelos contribuintes às administrações tributárias e aos órgãos fiscalizadores. Objetivos do SPED-Contábil: Promover a integração dos fiscos; Racionalizar e uniformizar as obrigações acessórias para os contribuintes; Facilitar a identificação dos ilícitos tributários e combate à sonegação 19

20 Ferramenta Interna de cruzamento do SPED-Contábil OVL CHECK FISC Objetivos: Cruzamento entre o SPED - Contábil e as informações das obrigações acessórias; Agilidade no tempo de análise e conferência das Declarações Federais; Levantamento de Adições ou Exclusões na apuração do Lucro Real; e Detalhamento dos débitos e créditos relacionados ao PIS e a COFINS. Análise do Livro Diário: 20

21 Análise do Livro Razão: OVL CHECK FISC: Com a utilização OVL CHECK FISC você poderá realizar os cruzamentos entre as obrigações acessórias em tempo hábil e com maior eficácia. Obrigada!!! Setembro Contato: AV. Professor Mário Werneck, 26/ sl 503 Estoril BH Tel: /

Í N D I C E A N A L Í T I C O

Í N D I C E A N A L Í T I C O Í N D I C E A N A L Í T I C O I - REGRAS GERAIS... 15 I.1 - Introdução... 15 I.2 - Conceitos e definições... 15 I.2.1 - Restituição... 15 I.2.2 - Compensação... 16 I.2.3 - Ressarcimento... 16 I.2.4 - Reembolso...

Leia mais

PERDCOMP (Pedido de Eletronico de Ressarcimento ou Restituição e Declaração de Compensação)

PERDCOMP (Pedido de Eletronico de Ressarcimento ou Restituição e Declaração de Compensação) (Pedido de Eletronico de Ressarcimento ou Restituição e Declaração de Compensação) contato@agmcontadores.com.br 2015 Atualizada em março-2015 2 PER/DCOMP - PEDIDO ELETRÔNICO DE RESSARCIMENTO OU RESTITUIÇÃO

Leia mais

Índice Analítico I REGRAS GERAIS... 15

Índice Analítico I REGRAS GERAIS... 15 Índice Analítico I REGRAS GERAIS... 15 I.1 Introdução... 15 I.2 Conceitos e de nições... 15 I.2.1 Restituição... 15 I.2.2 Compensação... 16 I.2.3 Ressarcimento... 16 I.2.4 Reembolso... 17 I.3 Legislação

Leia mais

Como ocorrem os cruzamentos de informações?

Como ocorrem os cruzamentos de informações? Como ocorrem os cruzamentos de informações? A malha fina para as pessoas jurídicas, iniciada em fevereiro de 2015, é muito parecida com a que temos hoje para a pessoa física. A partir de sistemas informatizados

Leia mais

CURSO PER/DCOMP LEGISLAÇÃO E PREENCHIMENTO

CURSO PER/DCOMP LEGISLAÇÃO E PREENCHIMENTO 1. Conceito O Pedido Eletrônico de Restituição, gerado a partir do Programa PER/DCOMP, constitui-se o documento a ser apresentado à RFB pelo contribuinte que apurar crédito relativo a tributo ou contribuição

Leia mais

Palestra. Cruzamento de Informações da Receita Federal CONTÁBIL X DIPJ X DACON X DCTF X DIRF X DCOMP. Outubro Elaborado por: Wagner Mendes

Palestra. Cruzamento de Informações da Receita Federal CONTÁBIL X DIPJ X DACON X DCTF X DIRF X DCOMP. Outubro Elaborado por: Wagner Mendes Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

RESTITUIÇÃO, RESSARCIMENTO, DE TRIBUTOS FEDERAIS. FIEMG, 24 de março de 2011

RESTITUIÇÃO, RESSARCIMENTO, DE TRIBUTOS FEDERAIS. FIEMG, 24 de março de 2011 RESTITUIÇÃO, RESSARCIMENTO, REEMBOLSO E COMPENSAÇÃO DE TRIBUTOS FEDERAIS FIEMG, 24 de março de 2011 RESTITUIÇÃO Art. 165, CTN (1966) O sujeito passivo tem direito à restituição total ou parcial do tributo,

Leia mais

Maio/2017. MAPA ETÉCNICO FISCAL - facebook/mapaetecnicofiscal

Maio/2017. MAPA ETÉCNICO FISCAL  - facebook/mapaetecnicofiscal Maio/2017 Lei 11.638 28/12/07 CPC Lei 11.941 28/05/09 RTT IN RFB IN RFB LEI IN RFB 1.397 1.422 12.973 1.700 17/09/13 20/12/13 14/05/14 14/03/17 RTT ECF FIM RTT Lei 12.973/15 A Escrituração Contábil Fiscal

Leia mais

ECF (Escrituração Contábil Fiscal)

ECF (Escrituração Contábil Fiscal) ECF (Escrituração Contábil Fiscal) ECD (Escrituração Contábil Digital) Regras Novas 2014 Maria Ilene Imlau Winter Informações Gerais Obrigatoriedade (inclusive Lucro Presumido, Imunes e Isentas) Obrigações

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL RECIBO DE ENTREGA DA DECLARAÇÃO DE DÉBITOS E CRÉDITOS TRIBUTÁRIOS FEDERAIS CNPJ: 11.545.086/0001-54 Mês/Ano: NOV 2011 Nome Empresarial: AL

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL RECIBO DE ENTREGA DA DECLARAÇÃO DE DÉBITOS E CRÉDITOS TRIBUTÁRIOS FEDERAIS CNPJ: 11.545.086/0001-54 Mês/Ano: JAN 2012 Nome Empresarial: AL

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX OUTROS. DCTF Fatos geradores a Partir de Normas Aprovação

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX OUTROS. DCTF Fatos geradores a Partir de Normas Aprovação VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX OUTROS Orientador Empresarial DCTF Fatos geradores a Partir de 01.01.2006 Normas Aprovação INSTRUÇÃO NORMATIVA SRF 583/2005 DOU: 23.12.2005

Leia mais

Revisão de Procedimentos Fiscais FIEMG. Âmbito Federal

Revisão de Procedimentos Fiscais FIEMG. Âmbito Federal Revisão de Procedimentos Fiscais FIEMG Âmbito Federal Cenário Tributário Complexo 1.Grande número de tributos e contribuições 2. Variedade e complexidade das obrigações acessórias + multas de 75% ou até

Leia mais

Ministério da Fazenda. SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL Instrução Normativa SRF nº 695, de 14 de dezembro de 2006

Ministério da Fazenda. SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL Instrução Normativa SRF nº 695, de 14 de dezembro de 2006 Ministério da Fazenda SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL Instrução Normativa SRF nº 695, de 14 de dezembro de 2006 DOU de 20.12.2006 Dispõe sobre a Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF).

Leia mais

Instrução Normativa SRF Nº. 695, de 14 de dezembro de 2006

Instrução Normativa SRF Nº. 695, de 14 de dezembro de 2006 Instrução Normativa SRF Nº. 695, de 14 de dezembro de 2006 Dispõe sobre a Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF). Alterada pela IN SRF nº n 730, de 22 2 2 de março de 2007. O SECRETÁRIO

Leia mais

OBRIGAÇÕES ÁREA FEDERAL MÊS JUNHO 2014

OBRIGAÇÕES ÁREA FEDERAL MÊS JUNHO 2014 OBRIGAÇÕES ÁREA FEDERAL MÊS JUNHO 2014 04/06-4 Feira Último dia para recolhimento do Imposto de Renda na Fonte referente a juros sobre o capital próprio, aplicações financeiras, títulos de capitalização;

Leia mais

RECIBO DE ENTREGA DA DECLARAÇÃO DE DÉBITOS E CRÉDITOS TRIBUTÁRIOS FEDERAIS D C T F MENSAL - 2.5

RECIBO DE ENTREGA DA DECLARAÇÃO DE DÉBITOS E CRÉDITOS TRIBUTÁRIOS FEDERAIS D C T F MENSAL - 2.5 RECIBO DE ENTREGA DA CNPJ: 33.040.767/0001-01 Mês/Ano: JUN 2014 Nome Empresarial: SONY PICTURES RELEASING OF BRASIL INC. Declaração Retificadora: NÃO Situação Especial: NÃO Data do Evento: TOTALIZAÇÃO

Leia mais

Emenda Constitucional nº. 42 (19/03/2003)

Emenda Constitucional nº. 42 (19/03/2003) EVOLUÇÃO Emenda Constitucional nº. 42 (19/03/2003) Art. 37 da Constituição Federal... XXII as administrações tributárias da União dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios,... e autuarão de forma

Leia mais

Instrução Normativa nº 432 de

Instrução Normativa nº 432 de SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL - SRF Instrução Normativa nº 432 de 22.07.2004 Aprova o Programa Pedido Eletrônico de Ressarcimento ou Restituição e Declaração de Compensação, versão 1.4 (PER/DCOMP 1.4),

Leia mais

Onde são informadas atualmente?

Onde são informadas atualmente? EFD-Reinf O que é EFD-Reinf? Escrituração Fiscal Digital das Retenções e Informações da Contribuição Previdenciária Substituída (CPRB). A EFD-Reinf abarca todas as retenções do contribuinte sem relação

Leia mais

Quarta do Conhecimento ECF Alterações para 2017 e Pontos de Atenção no Preenchimento Marcia Ramos

Quarta do Conhecimento ECF Alterações para 2017 e Pontos de Atenção no Preenchimento Marcia Ramos Quarta do Conhecimento ECF Alterações para 2017 e Pontos de Atenção no Preenchimento Marcia Ramos Obrigatoriedade Todas as pessoas jurídicas, exceto optantes pelo SIMPLES NACIONAL, orgãos públicos e pessoas

Leia mais

ECF (Escrituração Contábil / Fiscal) x Saldo Negativo IRPJ/CSLL

ECF (Escrituração Contábil / Fiscal) x Saldo Negativo IRPJ/CSLL ECF (Escrituração Contábil / Fiscal) x Saldo Negativo IRPJ/CSLL 1. Da formação do Saldo Negativo. O saldo negativo de IRPJ e CSLL é formado quando, ao final do ano-calendário, a pessoa jurídica, apurar

Leia mais

Cape contabilidade DCTF

Cape contabilidade DCTF DCTF (Fatos geradores ocorridos a partir de 2011) 1. O QUE DEVE SER DECLARADO Através da Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF), o contribuinte prestará informações relativas aos

Leia mais

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM COMUNICADO FDE / DRA Nº 001/2017 OBRIGAÇÕES FISCAIS E SOCIAIS DA APM 2 0 1 7 Página 1 de 9 O objetivo deste texto é informar aos dirigentes das Associações de Pais e Mestres APMs de Escolas Estaduais conveniadas

Leia mais

DECLARAÇÃO DO IMPOSTO SOBRE A RENDA RETIDO NA FONTE DIRF 2018

DECLARAÇÃO DO IMPOSTO SOBRE A RENDA RETIDO NA FONTE DIRF 2018 DECLARAÇÃO DO IMPOSTO SOBRE A RENDA RETIDO NA FONTE DIRF 2018 PRÓXIMOS EVENTOS TOTVS RESPONDE 1º Rodada esocial 2018 16/01 das 10h às 12h - Linha Datasul 17/01 das 10h às 12h - Linha Protheus 17/01 das

Leia mais

Slide 1 O CRUZAMENTO DE INFORMAÇÕES FISCAIS ATRAVÉS DAS OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS. Slide 2. Slide 3 DADOS DISPONÍVEIS AO FISCO

Slide 1 O CRUZAMENTO DE INFORMAÇÕES FISCAIS ATRAVÉS DAS OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS. Slide 2. Slide 3 DADOS DISPONÍVEIS AO FISCO Slide 1 O CRUZAMENTO DE INFORMAÇÕES FISCAIS ATRAVÉS DAS OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS Nilson José Goedert Contador 2016 Slide 2 Obrigações Federais para Pessoas Jurídicas em Geral: 1. SPED Sistema Público de Escrituração

Leia mais

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM COMUNICADO FDE / DRA Nº 001/2016 OBRIGAÇÕES FISCAIS E SOCIAIS DA APM 2 0 1 6 Página 1 de 9 O objetivo deste texto é informar aos dirigentes das Associações de Pais e Mestres APMs de Escolas Estaduais conveniadas

Leia mais

Considerações na Proposta Técnica

Considerações na Proposta Técnica Considerações na Proposta Técnica CRUZAMENTOS: 1-ECD x DIPJ No módulo de Cruzamento envolvendo arquivos ECD X DIPJ, o sistema IOB Auditor Eletrônico SPED trabalha na composição das fichas da DIPJ extraindo

Leia mais

Paulo Ricardo de Souza Cardoso Receita Federal do Brasil

Paulo Ricardo de Souza Cardoso Receita Federal do Brasil A legalidade e a segurança jurídica na relação Fisco- Contribuinte. O que fazer em favor de uma relação harmoniosa e equilibrada entre o Fisco e o contribuinte? Paulo Ricardo de Souza Cardoso Receita Federal

Leia mais

Guia Prático de. Cruzamento de Obrigações Acessórias

Guia Prático de. Cruzamento de Obrigações Acessórias Guia Prático de Cruzamento de Obrigações Acessórias Sumário Apresentação... 19 1 Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) 1.1. Conceito e Informações Gerais... 21 1.2. Manual de Integração - Contribuinte... 21 1.3.

Leia mais

Quarta do Conhecimento

Quarta do Conhecimento Quarta do Conhecimento Compliance Tributário e Plano de Fiscalização da RFB Marcia Ramos Estimativa para o total de lançamentos de ofício R$ 155,4 bilhões Fiscalização 2016 Crédito tributário constituído

Leia mais

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM COMUNICADO FDE / DRA Nº 001/2014 OBRIGAÇÕES FISCAIS E SOCIAIS DA APM 2 0 1 4 Página 1 de 9 O objetivo deste texto é informar aos dirigentes das APMs - Associações de Pais e Mestres de Escolas Estaduais

Leia mais

CÂMARA JAPONESA. Escrituração Contábil Fiscal (ECF IRPJ) Ricardo Bonfá Novembro 2014

CÂMARA JAPONESA. Escrituração Contábil Fiscal (ECF IRPJ) Ricardo Bonfá Novembro 2014 CÂMARA JAPONESA Escrituração Contábil Fiscal (ECF IRPJ) Ricardo Bonfá rjesus@kpmg.com.br Novembro 2014 Conteúdo Conteúdo O que é a ECF? 4 Fontes de informação 8 Desafios 9 Penalidades 11 2 O que é a ECF?

Leia mais

DCTF/EFD/DIRF/DIPJ/PERDCOMP (Preechimento e Obrigações Acessórias) Expositor: Alberto Gonçalves

DCTF/EFD/DIRF/DIPJ/PERDCOMP (Preechimento e Obrigações Acessórias) Expositor: Alberto Gonçalves DCTF/EFD/DIRF/DIPJ/PERDCOMP (Preechimento e Obrigações Acessórias) contato@agmcontadores.com.br 2017 DIRF - DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA RETIDO NA FONTE (Instrução Normativa RFB nº 1.671, de 22 de novembro

Leia mais

PAUTA DA ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF)

PAUTA DA ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF) PAUTA DA ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF) O que é ECF? Escrituração Contábil Fiscal - (ECF) é uma obrigação imposta às Pessoas Jurídicas estabelecidas no Brasil exigidas pela RFB que substituiu a Declaração

Leia mais

Orientações Consultoria de Segmentos Comparativo DIJP 2013 X DIPJ 2014

Orientações Consultoria de Segmentos Comparativo DIJP 2013 X DIPJ 2014 Comparativo DIJP 2013 X DIPJ 2014 26/05/2014 Título do documento Sumário 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas Pelo Cliente... 3 3. Análise da Legislação... 4 3.1 Alterações DIPJ 2014... 4 3.2 Comparativo

Leia mais

D C T F MENSAL - 2.0

D C T F MENSAL - 2.0 CNPJ: 01.594.992/0001-95 Mês/Ano: MAR 2011 Dados Iniciais Período: 01/03/2011 a 31/03/2011 Declaração Retificadora: SIM Número do Recibo de Entrega da DCTF a ser Retificada: 09.06.76.50.88-42 Situação:

Leia mais

Orientações Consultoria de Segmentos Registros 1300 e 1700 da EFD Contribuições.docx

Orientações Consultoria de Segmentos Registros 1300 e 1700 da EFD Contribuições.docx Registros.docx 04/10/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 5 3.1. Parecer da Receita Federal... 6 4. Conclusão... 7 5. Informações

Leia mais

DIRF / EFD / DCTF / ECF / PERDCOMP (Preenchimento e Obrigações Acessórias)

DIRF / EFD / DCTF / ECF / PERDCOMP (Preenchimento e Obrigações Acessórias) DIRF / EFD / DCTF / ECF / PERDCOMP contato@agmcontadores.com.br 2015 junho-2015 2 DIRF - DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA RETIDO NA FONTE Finalidade Informar a Secretaria da Receita Federal, na qualidade

Leia mais

1) TRIBUTOS FEDERAIS (aplicados ao Comércio ) 2) PERFIL DO CONTADOR MODERNO

1) TRIBUTOS FEDERAIS (aplicados ao Comércio ) 2) PERFIL DO CONTADOR MODERNO 1) TRIBUTOS FEDERAIS (aplicados ao Comércio ) 2) PERFIL DO CONTADOR MODERNO Maria Alzirene Mota de Brito Empresária da Contabilidade (92) 99981-9878 / 99116-6622 TÓPICOS PARA ABORDAGEM 1) QUAIS TRIBUTOS

Leia mais

ANO XXVII ª SEMANA DE NOVEMBRO DE 2016 BOLETIM INFORMARE Nº 47/2016

ANO XXVII ª SEMANA DE NOVEMBRO DE 2016 BOLETIM INFORMARE Nº 47/2016 ANO XXVII - 2016-4ª SEMANA DE NOVEMBRO DE 2016 BOLETIM INFORMARE Nº 47/2016 IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA EXTINÇÃO DA PESSOA JURÍDICA - ASPECTOS TRIBUTÁRIOS GERAIS... Pág. 663 SIMPLES NACIONAL PROCEDIMENTOS

Leia mais

Parecer PGFN 202/2013

Parecer PGFN 202/2013 Parecer PGFN 202/2013 Julho de 2013 Aspectos a serem abordados Contextualizando a discussão Entendimento do Parecer PGFN 202/2013 Entendimento divergente Impactos da aplicação do Parecer e pontos não enfrentados

Leia mais

Instrução Normativa RFB nº 1.110, de 24/12/ DOU 27/12/2010

Instrução Normativa RFB nº 1.110, de 24/12/ DOU 27/12/2010 Instrução Normativa RFB nº 1.110, de 24/12/2010 - DOU 27/12/2010 Dispõe sobre a Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF) e aprova o Programa Gerador e as instruções para preenchimento

Leia mais

ECF Obrigatoriedade, prazo e multas

ECF Obrigatoriedade, prazo e multas ECF Obrigatoriedade, prazo e multas 4 de abril de 2016 Escrituração Contábil Fiscal (ECF) substitui a DIPJ desde 2015 A ECF referente ao ano-calendário 2015 deve ser entregue até 30 de junho de 2016. A

Leia mais

Inclui as informações sobre as contribuições previdenciárias substitutivas e as retenções sobre a prestação de serviço

Inclui as informações sobre as contribuições previdenciárias substitutivas e as retenções sobre a prestação de serviço A EFD-Reinf é resultado de um desmembramento do esocial, onde foram retiradas as informações que não estavam relacionadas diretamente à remuneração pelo trabalho. Inclui as informações sobre as contribuições

Leia mais

Escrituração Contábil Fiscal Destaques MP 627/03

Escrituração Contábil Fiscal Destaques MP 627/03 www.pwc.com Câmara Técnica de Contabilidade e Finanças - Aesbe Escrituração Contábil Fiscal Destaques MP 627/03 Maio de 2014 Índice ECF Escrituração Contábil Fiscal Sugestão de mudança Alguns comentários

Leia mais

Orientações Consultoria De Segmentos Compensação da CPRB

Orientações Consultoria De Segmentos Compensação da CPRB Compensação 23/02/2015 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 4 4. Conclusão... 5 5. Informações Complementares... 7 6. Referências...

Leia mais

PER/DCOMP - Práticas de Preenchimento - Atualização

PER/DCOMP - Práticas de Preenchimento - Atualização Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400 - ramal 1529 (núcleo de relacionamento) Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva, 60 Higienópolis

Leia mais

Previdenciária - Estabelecidas as normas sobre restituição, compensação, ressarcimento e reembolso perante a Receita Federal do Brasil

Previdenciária - Estabelecidas as normas sobre restituição, compensação, ressarcimento e reembolso perante a Receita Federal do Brasil Publicada em 18.07.2017-09:26 Previdenciária - Estabelecidas as normas sobre restituição, compensação, ressarcimento e reembolso perante a Receita Federal do Brasil A Secretaria da Receita Federal do Brasil

Leia mais

13/06/2016 SPED ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL NOVIDADES Prof. Fellipe Guerra Ceará, 10 de Junho de 2016.

13/06/2016 SPED ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL NOVIDADES Prof. Fellipe Guerra Ceará, 10 de Junho de 2016. SPED ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL NOVIDADES 2016 Prof. Fellipe Guerra Ceará, 10 de Junho de 2016. 1 2 3 1.218.088 CONTABILIDADE NO BRASIL Lei 6.404/1976 Lei 12.973/2014 Decreto Lei 1.598/1977 Lei 11.941/2009

Leia mais

D C T F MENSAL - 2.4

D C T F MENSAL - 2.4 CNPJ: 43.018.225/0001-88 Mês/Ano: DEZ 2012 Dados Iniciais Período: 01/12/2012 a 31/12/2012 Declaração Retificadora: NÃO Situação: Normal Meses com ausência de débito a declarar: Qualificação da Pessoa

Leia mais

Tabela Mensal de Obrigações - Agosto/2016 Setor Contábil

Tabela Mensal de Obrigações - Agosto/2016 Setor Contábil Tabela Mensal de Obrigações - Agosto/2016 Setor Contábil Dia 03 (quarta-feira) Recolhimento do correspondente aos fatos geradores ocorridos no período de 21 a 31.07.2016, incidente sobre rendimentos de:

Leia mais

ANO XXV ª SEMANA DE MAIO DE 2014 BOLETIM INFORMARE Nº 18/2014

ANO XXV ª SEMANA DE MAIO DE 2014 BOLETIM INFORMARE Nº 18/2014 ANO XXV - 2014-1ª SEMANA DE MAIO DE 2014 BOLETIM INFORMARE Nº 18/2014 IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA DIPJ 2014 - PESSOAS JURÍDICAS E EQUIPARADAS - DISPOSIÇÕES GERAIS... Pág. 276 SIMPLES NACIONAL DASN-SIMEI

Leia mais

EFD-Reinf. Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais. Palestrante: Ricardo Nogueira R.Nogueira Consultoria e Treinamento

EFD-Reinf. Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais. Palestrante: Ricardo Nogueira R.Nogueira Consultoria e Treinamento Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais Palestrante: Ricardo Nogueira O que é? Instituída pela Instrução Normativa RFB nº 1.701/2017, tratase de uma nova obrigação tributária

Leia mais

Segue abaixo orientações quanto ao preenchimento prático de informações a serem prestadas em Dacon através de exemplos fictícios.

Segue abaixo orientações quanto ao preenchimento prático de informações a serem prestadas em Dacon através de exemplos fictícios. I CASOS PRÁTICOS DACON Segue abaixo orientações quanto ao preenchimento prático de informações a serem prestadas em Dacon através de exemplos fictícios. 1 Sistema Cumulativo Pessoa Jurídica tributada pelo

Leia mais

BRASÍLIA Complexo Brasil XXI SH Sul Quadra 06, Conj. A, Bloco C, 12º andar Tel. (5561)

BRASÍLIA Complexo Brasil XXI SH Sul Quadra 06, Conj. A, Bloco C, 12º andar Tel. (5561) SÃO PAULO Rua Dona Maria Paula, 123, 19º andar Ed. Main Offices Tel. (5511) 3105-7823 BRASÍLIA Complexo Brasil XXI SH Sul Quadra 06, Conj. A, Bloco C, 12º andar Tel. (5561) 3035-7823 SWISSCAM - Câmara

Leia mais

rios (a partir de 2008) Setembro 2009

rios (a partir de 2008) Setembro 2009 Inovação das Práticas Contábeis e Efeitos Tributários rios (a partir de 2008) Setembro 2009 LEI 11.941/2009 MP - Medida Provisória nº. 449 de 03.12.2008 Convertida na Lei nº 11.941, de 27.05.2009 Altera

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1.110, DE 24 DE DEZEMBRO DE 2010 D.O.U.:

INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1.110, DE 24 DE DEZEMBRO DE 2010 D.O.U.: INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1.110, DE 24 DE DEZEMBRO DE 2010 D.O.U.: 27.12.2010 Dispõe sobre a Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF) e aprova o Programa Gerador e as instruções para

Leia mais

PIS COFINS. Imposto de Renda Retido na Fonte - IRRF. Retenção na fonte de CSLL, PIS e COFINS MENSAL MENSAL MENSAL MENSAL

PIS COFINS. Imposto de Renda Retido na Fonte - IRRF. Retenção na fonte de CSLL, PIS e COFINS MENSAL MENSAL MENSAL MENSAL PIS PIS - FOLHA DE PAGAMENTO COFINS COFINS - Somente sobre as receitas auferidas que estejam fora do objeto social da entidade. Imposto de Renda Retido na Fonte - IRRF TRIBUTOS VENCIMENTO PERIODICIDADE

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO Nº 35/2013 ANO X (23 de agosto de 2013)

BOLETIM INFORMATIVO Nº 35/2013 ANO X (23 de agosto de 2013) BOLETIM INFORMATIVO Nº 35/2013 ANO X (23 de agosto de 2013) 01. IN SRF 1.387/2013 - PRORROGA OBRIGATORIEDADE DE APRESENTAÇÃO DA EFD CONTRIBUIÇÕES PARA PESSOAS JURÍDICAS REFERIDAS NOS 6º, 8º e 9º DO ART.

Leia mais

Manual Prático das Obrigações Acessórias. junto ao Fisco Federal (Tributos Diretos)

Manual Prático das Obrigações Acessórias. junto ao Fisco Federal (Tributos Diretos) Manual Prático das Obrigações Acessórias junto ao Fisco Federal (Tributos Diretos) Elaine Cristina de Araujo Bacharel em Direito pela Universidade São Francisco. Consultora de Imposto de Renda, Contribuição

Leia mais

OBRIGAÇÕES FISCAIS - FEVEREIRO/16

OBRIGAÇÕES FISCAIS - FEVEREIRO/16 edição 7 ano 2016 OBRIGAÇÕES FISCAIS - FEVEREIRO/16 02 de fevereiro de 2016 FEDERAL DIA 03 IR-FONTE Pessoas obrigadas: pessoas jurídicas que efetuaram retenção na fonte nos pagamentos ou créditos decorrentes

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO SÓCIO ECONÔMICO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS JOÃO CLOVIS SCHMITZ

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO SÓCIO ECONÔMICO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS JOÃO CLOVIS SCHMITZ UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO SÓCIO ECONÔMICO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS JOÃO CLOVIS SCHMITZ MANUAL DE PREENCHIMENTO DE DECLARAÇÕES ACESSÓRIAS E O SEU CRUZAMENTO DE INFORMAÇÕES

Leia mais

ANALISTA FISCAL E TRIBUTÁRIO. Conhecimentos e Práticas Tributárias e Fiscais

ANALISTA FISCAL E TRIBUTÁRIO. Conhecimentos e Práticas Tributárias e Fiscais ANALISTA FISCAL E TRIBUTÁRIO Conhecimentos e Práticas Tributárias e Fiscais Objetivos do Workshop 1 Conhecer e Atualizar os Conhecimentos acerca da Legislação Tributária e Fiscal Vigente 2 Adotar Procedimentos

Leia mais

OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS NAS COOPERATIVAS. Nádia Emer Grasselli

OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS NAS COOPERATIVAS. Nádia Emer Grasselli OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS NAS COOPERATIVAS Nádia Emer Grasselli Conteúdo CRUZAMENTOS/OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS OBRIGAÇÃO TRIBUTÁRIA Denomina-se "obrigação tributária" o dever de fazer de um contribuinte, responsável

Leia mais

SOFOLHA SOLUÇÕES CORPORATIVAS CONSULTORIA TRIBUTÁRIA. Projeto SPED x SFFISCAL Lucro Presumido

SOFOLHA SOLUÇÕES CORPORATIVAS CONSULTORIA TRIBUTÁRIA. Projeto SPED x SFFISCAL Lucro Presumido Projeto SPED x SFFISCAL Lucro Presumido Legislação Conforme instituído pela Instrução Normativa RFB nº 1.052, de 5 de julho de 2010, sujeitam à obrigatoriedade de geração de arquivo da Escrituração Fiscal

Leia mais

Agenda de Contribuições, Tributos e Obrigações. Mês de Fevereiro de 2017.

Agenda de Contribuições, Tributos e Obrigações. Mês de Fevereiro de 2017. Agenda de Contribuições, Tributos e Obrigações. Mês de Fevereiro de 17. DIAS OBRIGAÇÕES D E S C R I Ç Ã O FUNDAMENTAÇÃO LEGAL 17.01 à 17.03.17 03 06 RAIS SALÁRIOS SECONCI O Ministério do Trabalho e Emprego,

Leia mais

Escrituração Contábil Fiscal (ECF)

Escrituração Contábil Fiscal (ECF) Escrituração Contábil Fiscal (ECF) Introdução A Escrituração Contábil Fiscal (ECF) substitui a Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ), a partir do ano-calendário 2014, com

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica DECLARAÇÃO DE INFORMAÇÕES ECONÔMICO-FISCAIS DA PESSOA JURÍDICA (DIPJ) LEI Nº /2009

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica DECLARAÇÃO DE INFORMAÇÕES ECONÔMICO-FISCAIS DA PESSOA JURÍDICA (DIPJ) LEI Nº /2009 TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica DECLARAÇÃO DE INFORMAÇÕES ECONÔMICO-FISCAIS DA PESSOA JURÍDICA (DIPJ) LEI Nº 11.941/2009 Jorge Cézar Moreira Lanna Advogado Muitos contribuintes estão reivindicando

Leia mais

Indice. Instrução Normativa RFB n 1.110/2010 DOU Instrução Normativa RFB nº 1.469/2014 DOU

Indice. Instrução Normativa RFB n 1.110/2010 DOU Instrução Normativa RFB nº 1.469/2014 DOU Indice Instrução Normativa RFB n 1.110/2010 DOU 27.12.2010... 2 Instrução Normativa RFB nº 1.469/2014 DOU 29.05.2014... 13 Instrução Normativa RFB nº 1.484/2014 DOU 31.07.2014... 15 Ficha Dados Iniciais

Leia mais

ANO XXVII ª SEMANA DE SETEMBRO DE 2016 BOLETIM INFORMARE Nº 38/2016

ANO XXVII ª SEMANA DE SETEMBRO DE 2016 BOLETIM INFORMARE Nº 38/2016 ANO XXVII - 2016-3ª SEMANA DE SETEMBRO DE 2016 BOLETIM INFORMARE Nº 38/2016 IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA ELEIÇÕES, CANDIDATOS E PARTIDOS POLÍTICOS - ASPECTOS TRIBUTÁRIOS... Pág. 559 TRIBUTOS FEDERAIS

Leia mais

ANO XXVI ª SEMANA DE NOVEMBRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 48/2015

ANO XXVI ª SEMANA DE NOVEMBRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 48/2015 ANO XXVI - 2015-4ª SEMANA DE NOVEMBRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 48/2015 ASSUNTOS CONTÁBEIS IMPOSTO DE RENDA RETIDO NA FONTE - TRATAMENTO CONTÁBIL... Pág. 705 IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA GANHOS

Leia mais

EFD-Reinf Escrituração Fiscal Digital das Retenções e e Outras Informações Fiscais

EFD-Reinf Escrituração Fiscal Digital das Retenções e e Outras Informações Fiscais EFD-Reinf Escrituração Fiscal Digital das Retenções e e Outras Informações Fiscais Seminário sobre Contabilidade do Setor Cooperativo CRC/RS Porto Alegre 18 de agosto de 2017 NF-e: Quebra de paradigma

Leia mais

Comissão Direito do Terceiro Setor. Dra. Lúcia Maria Bludeni - Presidente. Coordenação de Atualização Legislativa para o Terceiro Setor

Comissão Direito do Terceiro Setor. Dra. Lúcia Maria Bludeni - Presidente. Coordenação de Atualização Legislativa para o Terceiro Setor Comissão Direito do Terceiro Setor Dra. Lúcia Maria Bludeni - Presidente Coordenação de Atualização Legislativa para o Terceiro Setor Dra. Vanessa Ruffa Rodrigues Atualização Legislativa de 01/02/ a 29/02/

Leia mais

D C T F MENSAL - 2.5

D C T F MENSAL - 2.5 CNPJ: 44.990.901/0001-43 Mês/Ano: DEZ 2014 Dados Iniciais Período: 01/12/2014 a 31/12/2014 Declaração Retificadora: NÃO Situação: Normal Meses com ausência de débito a declarar: Qualificação da Pessoa

Leia mais

CALENDÁRIO OBRIGAÇÕES FISCAIS FEVEREIRO/17

CALENDÁRIO OBRIGAÇÕES FISCAIS FEVEREIRO/17 edição 13 ano 2017 CALENDÁRIO OBRIGAÇÕES FISCAIS FEVEREIRO/17 01 de fevereiro de 2017 OBRIGAÇÕES FISCAIS FEDERAIS DIA 03 IR-FONTE Pessoas obrigadas: pessoas jurídicas que efetuaram retenção na fonte nos

Leia mais

RESUMO DA CARTILHA DA RECEITA FEDERAL

RESUMO DA CARTILHA DA RECEITA FEDERAL RESUMO DA CARTILHA DA RECEITA FEDERAL Cartilha PUBLICADA AGORA EM SETEMBRO PELO TSE/RECEITA FEDERAL CAPTURADO URL: http://www.justicaeleitoral.jus.br/arquivos/cartilha-tse-e-receita-federaleleicoes-2016

Leia mais

Luciana Souza Leite. PER/DComp. Manual Prático - Pedido Eletrônico de Restituição, Ressarcimento ou Reembolso e Declaração de Compensação.

Luciana Souza Leite. PER/DComp. Manual Prático - Pedido Eletrônico de Restituição, Ressarcimento ou Reembolso e Declaração de Compensação. Luciana Souza Leite PER/DComp Manual Prático - Pedido Eletrônico de Restituição, Ressarcimento ou Reembolso e Declaração de Compensação 1ª Edição Luciana Souza Leite - Contadora, Pós-graduada em Contabilidade

Leia mais

Orientações Consultoria de Segmentos Detalhamento de Receitas Recebidas no Registro F500 do SPED Contribuições 21/07/14

Orientações Consultoria de Segmentos Detalhamento de Receitas Recebidas no Registro F500 do SPED Contribuições 21/07/14 21/07/14 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 2.1. Perguntas RFB... 3 2.2. Artigo Portal Tributário... 4 3. Análise da Consultoria... 4 3.1. Manual SPED...

Leia mais

expert PDF Trial DIRF Regras para Preenchimento Elaborado por: Ademir Macedo de Oliveira

expert PDF Trial DIRF Regras para Preenchimento Elaborado por: Ademir Macedo de Oliveira Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400 - ramal 1529 (núcleo de relacionamento) Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva, 60 Higienópolis

Leia mais

ANO XXIII ª SEMANA DE JUNHO DE 2012 BOLETIM INFORMARE Nº 23/2012 ASSUNTOS CONTÁBEIS IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA

ANO XXIII ª SEMANA DE JUNHO DE 2012 BOLETIM INFORMARE Nº 23/2012 ASSUNTOS CONTÁBEIS IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA ANO XXIII - 2012-1ª SEMANA DE JUNHO DE 2012 BOLETIM INFORMARE Nº 23/2012 ASSUNTOS CONTÁBEIS ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL DIGITAL - ECD - NORMAS GERAIS Introdução - Obrigatoriedade de Adoção da ECD - Sociedades

Leia mais

Esclarecimentos sobre o regime de apuração das variações cambiais e seus efeitos

Esclarecimentos sobre o regime de apuração das variações cambiais e seus efeitos 1 Esclarecimentos sobre o regime de apuração das variações cambiais e seus efeitos Otacílio Dantas Cartaxo 11/08/09 Secretário da Receita Federal do Brasil, Interino 2 OBJETIVO Prestar esclarecimentos

Leia mais

O disposto neste item aplica-se, inclusive, à pessoa jurídica que explore atividade rural.

O disposto neste item aplica-se, inclusive, à pessoa jurídica que explore atividade rural. LUCRO PRESUMIDO O Lucro Presumido é a forma de tributação simplificada do Imposto de Renda (IR) e Contribuição Social sobre o Lucro (CSLL). A sistemática de tributação pelo Lucro Presumido é regulamentada

Leia mais

CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES

CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES SOCIAIS E FISCAIS 2017.2 JULHO.2017 subsequente ao AGOSTO.2017 subsequente ao SETEMBRO.2017 subsequente ao OUTUBRO.2017 subsequente ao NOVEMBRO.2017 subsequente ao DEZEMBRO.2017..

Leia mais

ECF - Lucro Real - Regras Gerais. 1. Instrução Normativa RFB nº 1.422/ Eventos Especiais Blocos do Arquivo...

ECF - Lucro Real - Regras Gerais. 1. Instrução Normativa RFB nº 1.422/ Eventos Especiais Blocos do Arquivo... ECF - Lucro Real - Regras Gerais 1. Instrução Normativa RFB nº 1.422/2013... 2 2. Eventos Especiais... 5 3. Blocos do Arquivo... 7 4. Importação da ECF e Recuperação da ECD... 8 5. Registros do Lucro Real...

Leia mais

Índice. Instrução Normativa RFB nº 1.599/ DOU Ficha Dados Iniciais... 12

Índice. Instrução Normativa RFB nº 1.599/ DOU Ficha Dados Iniciais... 12 Índice Instrução Normativa RFB nº 1.599/2015 - DOU 14.12.2015... 2 Ficha Dados Iniciais... 12 1º Exemplo Prático - DCTF Mensal Lucro Presumido Competência Março/2016... 14 2º Exemplo Prático DCTF Mensal

Leia mais

CURSO: DCTF INSTRUTOR: EDUARDO CAIO SAMPAIO CARVALHO

CURSO: DCTF INSTRUTOR: EDUARDO CAIO SAMPAIO CARVALHO CRC CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DO CEARÁ CURSO SOBRE DCTF DECLARAÇÃO DE TRIBUTOS FEDERAIS MONITOR: EDUARDO CAIO SAMPAIO CARVALHO PERÍODO: 31.03 A 01.04.2008. CURSO: DCTF INSTRUTOR: EDUARDO

Leia mais

Abril/2012. IR-Fonte IOF. GFIP Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social.

Abril/2012. IR-Fonte IOF. GFIP Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social. Abril/2012 IR-Fonte IOF GFIP Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social Salários FGTS Fundo de Garantia por Tempo de Serviço CAGED Cadastro Geral de

Leia mais

Índice. Instrução Normativa RFB nº 1.599, de 11 de dezembro de DOU Ficha Dados Iniciais... 12

Índice. Instrução Normativa RFB nº 1.599, de 11 de dezembro de DOU Ficha Dados Iniciais... 12 Índice Instrução Normativa RFB nº 1.599, de 11 de dezembro de 2015 - DOU 14.12.2015... 2 Ficha Dados Iniciais... 12 1º Exemplo Prático DCTF Mensal Lucro Real Competência Janeiro/2017... 16 2º Exemplo Prático

Leia mais

Retenção na fonte de CSLL, PIS e COFINS FGTS

Retenção na fonte de CSLL, PIS e COFINS FGTS TRIBUTOS CÓDIGOS VENCIMENTO PERIODICIDADE PIS PIS - FOLHA DE PAGAMENTO DARF 8301 25º (vigésimo quinto) dia do mês subsequente ao mês de ocorrência dos fatos geradores. COFINS COFINS - Somente sobre as

Leia mais

ANO XXVII ª SEMANA DE JUNHO DE 2016 BOLETIM INFORMARE Nº 26/2016

ANO XXVII ª SEMANA DE JUNHO DE 2016 BOLETIM INFORMARE Nº 26/2016 ANO XXVII - 2016-4ª SEMANA DE JUNHO DE 2016 BOLETIM INFORMARE Nº 26/2016 IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA DECLARAÇÃO SOBRE A OPÇÃO DE TRIBUTAÇÃO DE PLANOS PREVIDENCIÁRIOS DPREV 2016 INFORMAÇÕES GERAIS...

Leia mais

Escrituração Contábil Digital X Escrituração Contábil Fiscal DIPJ E LALUR

Escrituração Contábil Digital X Escrituração Contábil Fiscal DIPJ E LALUR Escrituração Contábil Digital X Escrituração Contábil Fiscal DIPJ E LALUR O ano corrente promete muitas novidades na área de atuação da contabilidade, umas que vêm incrementar o trabalho dos profissionais,

Leia mais

Calendário Mensal das Obrigações Fiscais, Trabalhistas e Previdenciárias Junho de 2014

Calendário Mensal das Obrigações Fiscais, Trabalhistas e Previdenciárias Junho de 2014 Calendário Mensal das Obrigações Fiscais, Trabalhistas e Previdenciárias Junho de 2014 02/06-2 Feira - INSS - GPS - Fixação no Quadro de Horário O art. 225, VI do Decreto nº 3.048/1999, estabelece que

Leia mais

Revisão Geral. Prof. Thiago S.Oliveira CRC-MG Revisão Geral

Revisão Geral. Prof. Thiago S.Oliveira CRC-MG Revisão Geral Revisão Geral Prof. Thiago S.Oliveira CRC-MG 093969 Revisão Geral Escrita Fiscal Escrita Fiscal são registros de documentos fiscais lançados em livros fiscais, obrigatórios pela legislação. Visa atender,

Leia mais

GESTÃO FISCAL. na prática

GESTÃO FISCAL. na prática GESTÃO FISCAL na prática DJALMA ROBERTO DE OLIVEIRA Graduado em Ciências Contábeis pela FAESA/ES. MBA Controller - USP/SP. Atua há mais de 20 anos nas áreas fiscal e tributária. SUMÁRIO CAPÍTULO 1 REGULARIDADE

Leia mais

Quem está obrigado a transmitir a EFD-Reinf? A transmissão da EFD-Reinf é obrigatória para as seguintes organizações:

Quem está obrigado a transmitir a EFD-Reinf? A transmissão da EFD-Reinf é obrigatória para as seguintes organizações: EFD-REINF A Escrituração Fiscal Digital das Retenções e Informações da Contribuição Previdenciária Substituída (EFD-Reinf) é o mais recente módulo do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) e está

Leia mais

Simples Nacional Opção, enquadramento e cálculo

Simples Nacional Opção, enquadramento e cálculo Simples Nacional Opção, enquadramento e cálculo Prof. Marcos Lima Prof. Marcos Lima Contador (graduado pela UECE) Especialista em Auditoria (UNIFOR) Diretor de Relacionamentos da Fortes Contabilidade Consultor

Leia mais

Orientações Consultoria de Segmentos Orientações Consultoria de Segmentos EFD-REINF Conceito da obrigação

Orientações Consultoria de Segmentos Orientações Consultoria de Segmentos EFD-REINF Conceito da obrigação 25/05/2017 Sumário 1 Questão... 3 2 Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3 Análise da Consultoria... 3 3.1 Instrução Normativa 1701 de 2017... 3 3.2 Descrição Simplificada dos Eventos... 5 3.3 Sequencia

Leia mais

GUIA DIÁRIO DE ALTERAÇÕES ICMS Santa Catarina Não foi publicada nenhuma alteração até o fechamento dessa edição do Guia.

GUIA DIÁRIO DE ALTERAÇÕES ICMS Santa Catarina Não foi publicada nenhuma alteração até o fechamento dessa edição do Guia. GUIA DIÁRIO DE ALTERAÇÕES 19.10.2015 1. ICMS Santa Catarina Não foi publicada nenhuma alteração até o fechamento dessa edição do Guia. 2. Legislação Federal SOLUÇÃO DE CONSULTA DISIT/SRRF07 Nº 7045, DE

Leia mais

IMPOSTO DE RENDA 2ª PARTE

IMPOSTO DE RENDA 2ª PARTE IMPOSTO DE RENDA 2ª PARTE TABELA DO IMPOSTO DE RENDA NA FONTE INCIDENTE SOBRE RENDIMENTOS DO TRABALHO E OUTROS TABELA PROGRESSIVA MENSAL VALIDADE PARA O EXERCÍCIO 2015 - ANO-CALENDÁRIO DE 2014 Base de

Leia mais