2º Fórum de Inovação e Empreendedorismo em Biotecnologia 30 de Agosto 2016

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "2º Fórum de Inovação e Empreendedorismo em Biotecnologia 30 de Agosto 2016"

Transcrição

1 2º Fórum de Inovação e Empreendedorismo em Biotecnologia 30 de Agosto 2016

2 Parque Tecnológico Botucatu Botucatu Origem e Histórico Instituições Acadêmicas Setor Produtivo de Botucatu e Região PROSPECTA - Incubadora Tecnológica de Botucatu Incubadora de Empresas de Botucatu Parque Tecnológico Botucatu Competências Parcerias e Apoiadores Estrutura Gestão Projeto em Planejamento

3 Origem e Histórico Iniciativa da FCA/FEPAF, Sebrae e Prefeitura de Botucatu (2004); 54 empresas spin-offs acadêmicas; 44 empresas graduadas; 10 spin-offs residentes; Projetos e bolsas: 24 PIPE/FAPESP 12 FINEP - PRIME 1 FUNCET 10 Bolsas RHAE CNPq 1 Bolsa PNPD CAPES

4 Origem e Histórico Geração de resultados em Propriedade Intelectual: Quatro patentes; Em processo de redação de PI: Três cultivares; Um desenho industrial. Processo Histórico Tradição Acadêmica e em Pesquisa Prospecta Incubadora Tecnológica Parque Tecnológico Botucatu

5 Origem e Histórico Incubadora de Empresas de Botucatu Fundada em 1994, gerida desde 2010 pela ADET (Associação para o Desenvolvimento Empresarial e Tecnológico); Parceria CIESP, Sebrae e Prefeitura de Botucatu; 52 empresas atendidas; 36 graduadas; Atualmente: 6 empresas incubadas. ANPROTEC Prêmio Incubadora do Ano - Melhor Programa de Incubação de Empreendimentos Inovadores Orientados para o Desenvolvimento Local e Setorial do Pai s.

6 Instituições Acadêmicas Unesp Botucatu FATEC Botucatu Faculdades Privadas Faculdade de Medicina Graduação Tecnológica ITE Faculdade de Ciências Agronômicas Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Instituto de Biociências Pós-graduação Dados: alunos de graduação alunos de pós-graduação médicos residentes (HC) docentes/pesquisadores médicos/docentes - 65 grupos de pesquisa linhas de pesquisa UNINOVE UNIFAC

7 Instituições Acadêmicas Hospital das Clínicas Centros de Estudos e Pesquisas Fundações Hemocentro CERAT FAMESP Unidade de Pesquisas Clínicas CEATOX CEVAP FEPAF FUNDBIO Centro de Biotecnologia Centro de Isótopos Estáveis Centro de Microscopia FUNVET FUNDUNESP

8 Competências

9 Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia

10 Áreas C B A Informações Técnicas das Áreas do PqTBtu: Endereço: SPA 241/300 Rodovia Gastão Dal Farra, Km m Áreas com infraestrutura: Quadra A: ,50 m² Quadra B: ,00 m² (Prédio Núcleo) Quadra C: xx.xxxx,xx m² Terrenos para empreendimentos: Quadra A: 20 terrenos de ,00 m² Quadra C: YY terrenos de + - XXX,0XX m² Resumo: Área para expansão: ,00 m² Área total m²

11 Núcleo de Administração Projetado A C B Informações Técnicas do Edifício Núcleo do PqTBtu: Setor Central: 1 Anfiteatro de 219,8 m², 190 pessoas 1 Floyer de 256,8 m² Setor A 4 salas de 39,83 m², laboratórios de apoio 3 salas de 34,24 m², pós incubação 3 salas de 31,23 m², pós incubação 1 sala reuniões/ Treinam. de 60,28 m², 34 pessoas Setor B 4 salas de 39,83 m², Administração 3 salas de 34,24 m², Escritórios Especializados 3 salas de 31,23 m², Escritórios Especializados 1 sala reuniões/ Treinam. de 60,28 m², 34 pessoas Geral: área construída: m² Área de intervenção ,00 m² Estacionamento com 94 vagas

12 Inauguração do Parque em 14 de Abril de 2015

13 Inauguração do Parque em 14 de Abril de 2015

14 ENTIDADES ENVOLVIDAS

15 INICIATIVA EM 2006

16 Primeiro Semestre 2016 Credenciamento definitivo no Sistema Paulista de Parques Tecnológicos (SPTec). Instalação das duas primeiras empresas (BPI e Omics) na área de biotecnologia. Em negociação da implantação da Assobio. Implantação de Núcleo de Empreendedorismo e Inovação NEI. Parcerias com as Agências de Inovação AUIN, FUNDUNESP e Inova Paula Souza. Introdução ao quarto eixo de atuação: Negócios de Impacto Social

17 O que é o NEI? Uma iniciativa do Parque Tecnológico Botucatu da Prefeitura Municipal inspirado na experiência do Sebrae-sp na Escola de Negócios; Um programa de aproximação entre as Instituições de Ensino Superior de Botucatu e região e o Parque Tecnológico Botucatu, tendo o empreendedorismo e a inovação como temas centrais; Um programa que visa estimular o empreendedorismo e disseminar a cultura empreendedora no ambiente acadêmico (p. ex. como opção de carreira para jovens universitários); Uma iniciativa para consolidar a interação entre a academia e o Parque Tecnológico Botucatu na prospecção de projetos que venham gerar novos negócios e empresas;

18 A única maneira de não cometer erros é fazendo nada. Este, no entanto, é certamente um dos maiores erros que se poderia cometer em toda uma existência. Confúcio

UFPE/PROPESQ Diretoria de Inovação e Empreendedorismo

UFPE/PROPESQ Diretoria de Inovação e Empreendedorismo UFPE/PROPESQ Diretoria de Inovação e Empreendedorismo FORTEC-NE Salvador Junho/2006 A UFPE Alunos Matriculados 34.586 Graduação 26.705 Especialização 4.197 Mestrado 2.693 Doutorado 991 Cursos Oferecidos

Leia mais

Ambiente Sustentável de Inovação: Estudo de Caso do Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITec-Marília)

Ambiente Sustentável de Inovação: Estudo de Caso do Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITec-Marília) Ambiente Sustentável de Inovação: Estudo de Caso do Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITec-Marília) Elvis Fusco 1, Fábio Dacêncio Pereira 2, Marcos Luiz Mucheroni 3, Edward David Moreno Ordonez

Leia mais

BREVE HISTÓRICO SOBRE INCUBADORAS

BREVE HISTÓRICO SOBRE INCUBADORAS BREVE HISTÓRICO SOBRE INCUBADORAS As primeiras incubadoras de empresas surgiram no Brasil na década de 80 e desde então, o número de incubadoras vem crescendo sensivelmente. Em 1982, foi fundado sob a

Leia mais

Questões da Inovação

Questões da Inovação Inovação e a Interação Universidade-Indústria: A Construção do Complexo Industrial Acadêmico Prof. Sérgio J. Mecena Coordenador Acadêmico da Incubadora de Empresas Universidade Federal Fluminense Questões

Leia mais

Contexto dos Pequenos Negócios Empresariais no Brasil

Contexto dos Pequenos Negócios Empresariais no Brasil Contexto dos Pequenos Negócios Empresariais no Brasil 2010 2011 2012 2013 2014 4,6milhões 5,6 milhões 6,8 milhões 7,9 milhões 9,5 milhões Fonte: DataSebrae, a partir de dados da Receita Federal do Brasil.

Leia mais

3 a CONFERÊNCIA DO CONSÓRCIO INTERNACIONAL DE ESTUDOS SOBRE INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO: Políticas e Recursos de Apoio ao Empreendedorismo

3 a CONFERÊNCIA DO CONSÓRCIO INTERNACIONAL DE ESTUDOS SOBRE INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO: Políticas e Recursos de Apoio ao Empreendedorismo 3 a CONFERÊNCIA DO CONSÓRCIO INTERNACIONAL DE ESTUDOS SOBRE INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO: Políticas e Recursos de Apoio ao Empreendedorismo 1 Mesa 4! New Business Environments! Ambientes para Novos Negócios!

Leia mais

O Impacto Socioeconômico da demora da tramitação dos pedidos de patente

O Impacto Socioeconômico da demora da tramitação dos pedidos de patente O Impacto Socioeconômico da demora da tramitação dos pedidos de patente Patrícia Leal Gestic Diretora de Propriedade Intelectual da Unicamp 21 de julho de 2017 Universidade Estadual de Campinas 1ª A Unicamp

Leia mais

Associação Nacional das Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores

Associação Nacional das Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores Associação Nacional das Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores Christiano G. Becker - Diretor 1 ANPROTEC Nossa Missão Agregar, representar e defender os interesses das entidades gestoras de

Leia mais

Inovação. no Estado de São Paulo. Políticas Públicas para a promoção da Ciência, Tecnologia e

Inovação. no Estado de São Paulo. Políticas Públicas para a promoção da Ciência, Tecnologia e Políticas Públicas para a promoção da Ciência, Tecnologia e no Estado de São Paulo Inovação Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia Subsecretaria de Ciência e Tecnologia Outubro/2013

Leia mais

Parque Tecnológico de Viçosa

Parque Tecnológico de Viçosa Parque Tecnológico de Viçosa Parques Tecnológicos Parques tecnológicos são ambientes de inovação Objetivam o desenvolvimento regional e nacional Localizam-se próximos a universidades e centros de pesquisa

Leia mais

Projeto de Capacitação da Comunidade USP Campus Ribeirão Preto

Projeto de Capacitação da Comunidade USP Campus Ribeirão Preto Projeto de Capacitação da Comunidade USP Campus Ribeirão Preto Agosto de 2017 Objetivo Apresentar à comunidade acadêmica, por meio de uma série de atividades de capacitação (gratuitas), a importância da

Leia mais

PRÊMIO NACIONAL DE EMPREENDEDORISMO INOVADOR 2010

PRÊMIO NACIONAL DE EMPREENDEDORISMO INOVADOR 2010 DA APRESENTAÇÃO Art. 1 Idealizado e instituído pela ANPROTEC 1, em parceria com o SEBRAE, o Prêmio de Empreendedorismo Inovador, cuja periodicidade é anual, reconhece e prestigia incubadoras de empresas,

Leia mais

São Paulo Brasil, 31 de maio de 2017

São Paulo Brasil, 31 de maio de 2017 São Paulo Brasil, 31 de maio de 2017 Cidade de São José dos Campos População: quase 700.000 habitantes (IBGE/2015) 7 ª cidade mais populosa do estado de SP 27 ª Cidade mais populosa do país IDH-M = 0,807

Leia mais

TERMO DE ABERTURA DE PROJETO (TAP)

TERMO DE ABERTURA DE PROJETO (TAP) 1. INFORMAÇÕES DO PROPONENTE 1.1 NOME DO PROPONENTE: MARCUS JULIUS ZANON 1.2 UNIDADE ORGANIZACIONAL (Unidade a que o proponente está vinculado): AGÊNCIA TECPAR DE INOVAÇÃO 2. IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO 2.1

Leia mais

PRÊMIO NACIONAL DE EMPREENDEDORISMO INOVADOR 2008

PRÊMIO NACIONAL DE EMPREENDEDORISMO INOVADOR 2008 CAPÍTULO I - DO PRÊMIO Art. 1 - A ANPROTEC 1, em parceria com o SEBRAE, MCT, MDIC, CNPq, FINEP e CNI/IEL realizam em 2008, mais uma ação anual de reconhecimento ao empreendedorismo inovador brasileiro,

Leia mais

Prof. Luiz Carlos Pinto da Silva Filho Diretor da Escola de Engenharia Profa. Carla Schwengber ten Caten Vice-Diretora da Escola de Engenharia

Prof. Luiz Carlos Pinto da Silva Filho Diretor da Escola de Engenharia Profa. Carla Schwengber ten Caten Vice-Diretora da Escola de Engenharia ESCOLA DE ENGENHARIA Prof. Luiz Carlos Pinto da Silva Filho Diretor da Escola de Engenharia lcarlos66@gmail.com (51) 3308.3489 Profa. Carla Schwengber ten Caten Vice-Diretora da Escola de Engenharia tencaten@producao.ufrgs.br

Leia mais

SPTec Sistema Paulista de Parques Tecnológicos

SPTec Sistema Paulista de Parques Tecnológicos Parques Tecnológicos SPTec Sistema Paulista de Parques Tecnológicos SPTec (Sistema Paulista de Parques Tecnológicos) Papel do Governo do Estado no SPTec: Induzir, apoiar, incentivar, promover, fomentar,

Leia mais

PRÊMIO NACIONAL DE EMPREENDEDORISMO INOVADOR 2011

PRÊMIO NACIONAL DE EMPREENDEDORISMO INOVADOR 2011 DA APRESENTAÇÃO Art. 1 - Idealizado e instituído pela ANPROTEC 1, em parceria com o SEBRAE, o Prêmio de Empreendedorismo Inovador, cuja periodicidade é anual, reconhece e prestigia incubadoras de empresas,

Leia mais

EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO: um novo paradigma na formação acadêmica Josealdo Tonholo

EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO: um novo paradigma na formação acadêmica Josealdo Tonholo Encontro dos Coordenadores de Cursos de Graduação em Química - SBQ EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO: um novo paradigma na formação acadêmica Josealdo Tonholo São Paulo, 19/10/2009 O O que queremos formar na

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ - UECE

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ - UECE Seminário Os NITs e a efetividade do Programa RENORBIO Uma proposta para os NITs do NE Teresa Lenice Mota (UECE) Colaboração: André Luiz Araújo (CEFET-CE) Aritomar Barros (UFC) BNB, 10 de abril de 2007

Leia mais

Associação Nacional das Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores.

Associação Nacional das Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores. Associação Nacional das Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores www.anprotec.org.br ANPROTEC Fundada em 1987 Organização sem fins lucrativos + 260 membros, que representam mais de 500 instituições

Leia mais

A IDEIA TERRITÓRIO 05/05/2016. Evolução de empresas e instituições 192. II Colóquio sobre Gestão Pública / UFRN

A IDEIA TERRITÓRIO 05/05/2016. Evolução de empresas e instituições 192. II Colóquio sobre Gestão Pública / UFRN II Colóquio sobre Gestão Pública / UFRN Iniciativa Privada, Governo e Universidades: o caso do Porto Digital RECIFE LATITUDE O8o03 14 S LONGITUDE 34º52 52 W PERNAMBUCO - BRASIL A IDEIA TERRITÓRIO Localização

Leia mais

Artigo Completo - Aprovados 1ª Fase

Artigo Completo - Aprovados 1ª Fase Artigo Completo - Aprovados 1ª Fase Nº ID Título 1 3 Modelo de gestão para incubadora de empresa sob a perspectiva da ferramenta business model canvas: o caso da Incubadora de Empresas de Base Tecnológica

Leia mais

A Universidade Federal do ABC (UFABC): um novo modelo universitário para o Século XXI. Klaus Capelle Reitor

A Universidade Federal do ABC (UFABC): um novo modelo universitário para o Século XXI. Klaus Capelle Reitor A Universidade Federal do ABC (UFABC): um novo modelo universitário para o Século XXI Klaus Capelle Reitor A Universidade Federal do ABC A UFABC em 2006 50 professores 500 alunos sem campus 2 prédios alugados

Leia mais

TECNOPARQUE UECE INCUBADORA DE EMPRESAS HELIANE CÁPUA DALLAPÍCULA

TECNOPARQUE UECE INCUBADORA DE EMPRESAS HELIANE CÁPUA DALLAPÍCULA TECNOPARQUE UECE INCUBADORA DE EMPRESAS HELIANE CÁPUA DALLAPÍCULA NOVEMBRO 2009 INCUBADORA DE EMPRESAS É um ambiente que possui condições efetivas para possibilitar o desenvolvimento de negócios promissores

Leia mais

CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO

CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO 9º Diálogos da MEI ESTRATÉGIA NACIONAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO NACIONAL JAILSON BITTENCOURT DE ANDRADE SECRETÁRIO DE POLÍTICAS E PROGRAMAS

Leia mais

APRESENTAÇÃO: Prêmio Nacional de Empreendedorismo Inovador Art. 1º DAS CATEGORIAS - Prêmio Nacional de Empreendedorismo Inovador PIT DLS PCT CEI

APRESENTAÇÃO: Prêmio Nacional de Empreendedorismo Inovador Art. 1º DAS CATEGORIAS - Prêmio Nacional de Empreendedorismo Inovador PIT DLS PCT CEI APRESENTAÇÃO: Idealizado e instituído em 1997 pela Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas

Leia mais

REGULAMENTO DA APRESENTAÇÃO

REGULAMENTO DA APRESENTAÇÃO REGULAMENTO DA APRESENTAÇÃO Art. 1º - Idealizado e instituído pela ANPROTEC 1, em parceria com o SEBRAE, o Prêmio Nacional de Empreendedorismo Inovador, cuja periodicidade é anual, reconhece e prestigia

Leia mais

AÇÕES DE FOMENTO À INOVAÇÃO: REFLEXÕES. IX FORTEC Armando Z. Milioni SETEC / MCTI Maio, 2015

AÇÕES DE FOMENTO À INOVAÇÃO: REFLEXÕES. IX FORTEC Armando Z. Milioni SETEC / MCTI Maio, 2015 1 AÇÕES DE FOMENTO À INOVAÇÃO: REFLEXÕES IX FORTEC Armando Z. Milioni SETEC / MCTI Maio, 2015 2 ROTEIRO 1) MCTI: Estrutura Geral 2) SETEC: Três Pilares de Atuação 3) SIBRATEC Shop e Plataforma ITEC 4)

Leia mais

Estratégias do governo federal de incentivo à inovação

Estratégias do governo federal de incentivo à inovação MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES Estratégias do governo federal de incentivo à inovação V Fórum de Gestão e Inovação do Consórcio das Universidades Comunitárias Gaúcha Jorge

Leia mais

A importância dos Núcleos de Inovação Tecnológica na interação com o Setor Produtivo

A importância dos Núcleos de Inovação Tecnológica na interação com o Setor Produtivo A importância dos Núcleos de Inovação Tecnológica na interação com o Setor Produtivo 21 de outubro de 2009 Prof. MSc. Fabiano Armellini Contexto para inovação no Brasil 1 Lei de Inovação (2004) 2 Lei do

Leia mais

CONTRIBUINDO PARA A COMPETITIVIDADE SUSTENTÁVEL

CONTRIBUINDO PARA A COMPETITIVIDADE SUSTENTÁVEL CONTRIBUINDO PARA A COMPETITIVIDADE SUSTENTÁVEL Uma organização autossustentável e não Governamental, que atua através de um sistema de Rede de Comitês, utilizando trabalho voluntário. Agentes Multiplicadores

Leia mais

Pesquisa Acadêmica. Marco Antonio Zago Pró-Reitor de Pesquisa Universidade de São Paulo. Conferência Estadual de C&T&I São Paulo Abril de 2010

Pesquisa Acadêmica. Marco Antonio Zago Pró-Reitor de Pesquisa Universidade de São Paulo. Conferência Estadual de C&T&I São Paulo Abril de 2010 Marco Antonio Zago Pró-Reitor de Pesquisa Universidade de São Paulo Conferência Estadual de C&T&I São Paulo Abril de 2010 Pressuposto fundamental A pesquisa acadêmica no Brasil concentra-se nas universidades

Leia mais

Inova Unicamp A experiência da universidade: Desafios e Estratégias

Inova Unicamp A experiência da universidade: Desafios e Estratégias Inova Unicamp A experiência da universidade: Desafios e Estratégias Mariana Zanatta Inglez Gerente Parque Científico e Tecnológico mariana.zanatta@inova.unicamp.br Unicamp Fundada em 1966 A Unicamp é composta

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 02/ PPGPI ESTRUTURA CURRICULAR DO MESTRADO ACADÊMICO

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 02/ PPGPI ESTRUTURA CURRICULAR DO MESTRADO ACADÊMICO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 02/2015 - PPGPI Estabelece a Estrutura Curricular do Curso de Doutorado e Mestrado do PPGPI, conforme Resolução nº 62/2014/CONEPE. ESTRUTURA CURRICULAR DO MESTRADO ACADÊMICO I -

Leia mais

1º Simpósio de Inovação Tecnológica - UNESP

1º Simpósio de Inovação Tecnológica - UNESP 1º Simpósio de Inovação Tecnológica - UNESP Fernando de Nielander Ribeiro Diretor Financiadora de Estudos e Projetos - FINEP São Paulo, 25 de setembro de 2007. Estrutura do MCT Conselho Nacional de C&T

Leia mais

Políticas Públicas e Ações para o Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo

Políticas Públicas e Ações para o Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo Políticas Públicas e Ações para o Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo José Roberto Cunha Coordenador de Desenvolvimento Regional e Territorial da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência

Leia mais

Jamili Saulit De Borba 2, Maria Odete Dos Santos Garcia Palharini 3, Luis Juliani 4. Programa de Incubação e empreendedorismo UNIJUI 2

Jamili Saulit De Borba 2, Maria Odete Dos Santos Garcia Palharini 3, Luis Juliani 4. Programa de Incubação e empreendedorismo UNIJUI 2 SISTEMA DE MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO DE EMPRESAS INCUBADAS CRIATEC INCUBADORA DE EMPRESAS DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA UNIJUI 1 MONITORING AND EVALUATION SYSTEM OF INCUBATED COMPANIES CRIATEC INCUBATOR OF COMPANIES

Leia mais

RELATÓRIO DE ANÁLISE. Edital Nº 04/2012 PROGRAMA RS TECNÓPOLE DE APOIO ÀS INCUBADORAS DE BASE TECNOLÓGICA E DE INDÚSTRIA CRIATIVA

RELATÓRIO DE ANÁLISE. Edital Nº 04/2012 PROGRAMA RS TECNÓPOLE DE APOIO ÀS INCUBADORAS DE BASE TECNOLÓGICA E DE INDÚSTRIA CRIATIVA RELATÓRIO DE ANÁLISE Edital Nº 04/2012 PROGRAMA RS TECNÓPOLE DE APOIO ÀS INCUBADORAS DE BASE TECNOLÓGICA E DE INDÚSTRIA CRIATIVA Apresentação: Gestor do Projeto: Lissandro Dorneles Dalla Nora COREDE: Central

Leia mais

Promoção: Execução: Copyright Fundação CERTI 2008

Promoção: Execução: Copyright Fundação CERTI 2008 Promoção: Execução: METODOLOGIA CERTI PARA PROMOÇÃO DO EMPREENDEDORISMO INOVADOR Desenvolvido pela Fundação CERTI CIENCIA CEI IS/CDE Maio /2010 HISTÓRICO DO SINAPSE DA INOVAÇÃO A iniciativa de desenvolvimento

Leia mais

Tendências e Oportunidades: O mercado de agronegócios para as MPE inovadoras. Genésio Vasconcelos Campo Grande (MS), 23 de setembro de 2010

Tendências e Oportunidades: O mercado de agronegócios para as MPE inovadoras. Genésio Vasconcelos Campo Grande (MS), 23 de setembro de 2010 Tendências e Oportunidades: O mercado de agronegócios para as MPE inovadoras Genésio Vasconcelos Campo Grande (MS), 23 de setembro de 2010 Alguns números n do agronegócio brasileiro - O cerrado representa

Leia mais

A FAPEMA atua em parceria com os diversos setores da sociedade a fim de inserir a Ciência, Tecnologia e Inovação no desenvolvimento humano,

A FAPEMA atua em parceria com os diversos setores da sociedade a fim de inserir a Ciência, Tecnologia e Inovação no desenvolvimento humano, A importância das fundações de amparo à pesquisa na atuação dos NIT s Presidente: Dra. Rosane Nassar Meireles Guerra Assessora de planejamento: Márcia Maciel www.fapema.br A FAPEMA atua em parceria com

Leia mais

O Edital de Inovação da Indústria visa financiar o desenvolvimento de novos produtos, processos e plantas piloto para a indústria nacional.

O Edital de Inovação da Indústria visa financiar o desenvolvimento de novos produtos, processos e plantas piloto para a indústria nacional. OEditalSENAI SESI deinovaçãofoilançadoem 2004edesde seulançamento até o ano de 2015 foram aprovados 686 projetos em parceira com 589 empresas industriais brasileiras e startups de base tecnológica com

Leia mais

Impactos da transferência de tecnologia como resultado da atuação dos NIT SEBRAE NACIONAL/UAITS. Adriana Dantas Gonçalves Maio de 2017

Impactos da transferência de tecnologia como resultado da atuação dos NIT SEBRAE NACIONAL/UAITS. Adriana Dantas Gonçalves Maio de 2017 Impactos da transferência de tecnologia como resultado da atuação dos NIT SEBRAE NACIONAL/UAITS Adriana Dantas Gonçalves Maio de 2017 Desafios e eixos de atuação Transversalidade no atendimento Intervenção

Leia mais

A IDÉIA. Bairro do Recife. Academia. Governo. Mercado. Localização Estratégica. Pesquisa. Universidade. Espaço Disponível de Baixo Custo

A IDÉIA. Bairro do Recife. Academia. Governo. Mercado. Localização Estratégica. Pesquisa. Universidade. Espaço Disponível de Baixo Custo 1 A IDÉIA Universidade Pesquisa Localização Estratégica Bairro do Recife Academia Capital Humano Qualificado Espaço Disponível de Baixo Custo Interesse em Revitalização Da Área Governo Empresas Mercado

Leia mais

Pesquisa. dimensão. André Arigony Souto Professor e pesquisador da Faculdade de Química

Pesquisa. dimensão. André Arigony Souto Professor e pesquisador da Faculdade de Química dimensão Pesquisa 32 Nos últimos anos, intensificaram-se os estudos sobre a molécula do resveratrol, mostrando que ela tem um grande potencial terapêutico como antioxidante, anti-inflamatória, antiviral,

Leia mais

EDITAL DE FLUXO CONTÍNUO PARA ADMISSÃO DE EMPREENDIMENTOS INCUBADOS. Apoio:

EDITAL DE FLUXO CONTÍNUO PARA ADMISSÃO DE EMPREENDIMENTOS INCUBADOS. Apoio: EDITAL DE FLUXO CONTÍNUO PARA ADMISSÃO DE EMPREENDIMENTOS INCUBADOS Apoio: Recife, 2012 Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. OBJETIVOS... 3 3. PUBLICO ALVO... 3 4. ATORES... 4 5. ESPAÇO FÍSICO... 4 6. SERVIÇOS

Leia mais

DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS. Conceitos e Aplicações de Propriedade Intelectual (PI) - (NIT900)

DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS. Conceitos e Aplicações de Propriedade Intelectual (PI) - (NIT900) DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS Conceitos e Aplicações de Propriedade Intelectual (PI) - (NIT900) Introdução à PI. Evolução Histórica. Marcos legais e acordos internacionais. Tipos de PI: direito autoral; propriedade

Leia mais

Gestão 2009/ ª CNCTI Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação

Gestão 2009/ ª CNCTI Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação Gestão 2009/2011 4ª CNCTI Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação Brasília 28 de maio de 2010 Histórico A formação do Fórum (Vitória 2001) a necessidade de maior articulação para estreitar

Leia mais

50 anos antecipando o futuro

50 anos antecipando o futuro Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia 50 anos antecipando o futuro A COPPE INSTITUTO ALBERTO LUIZ COIMBRA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DE ENGENHARIA NASCEU DISPOSTA A

Leia mais

SEMINÁRIO INTERNACIONAL ESTRUTURAS EM AÇO

SEMINÁRIO INTERNACIONAL ESTRUTURAS EM AÇO SEMINÁRIO INTERNACIONAL ESTRUTURAS EM AÇO Ensino e Pesquisa Científica e Tecnológica Angela Uller, CRIAR/UFRJ CAPES Brasília, 5 de outubro de 2012 Quantos empregos a sua pesquisa gerou? Quantas tecnologias

Leia mais

EMPREENDA BOTUCATU. REGULAMENTO DE SUBMISSÃO DE PROJETOS 1. Introdução.

EMPREENDA BOTUCATU. REGULAMENTO DE SUBMISSÃO DE PROJETOS 1. Introdução. REGULAMENTO DE SUBMISSÃO DE PROJETOS 1. Introdução. Este material tem como objetivo apresentar o regulamento de submissão de projetos para participação no Desafio Empreenda Botucatu. 2. Apresentação. O

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ AGÊNCIA DE INOVAÇÃO UFPR

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ AGÊNCIA DE INOVAÇÃO UFPR EDITAL PERMANENTE DE SELEÇÃO DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA PARA INGRESSO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DA MODALIDADE RESIDENTE Edital nº AGI-01/2017 Processo n.º 23075.153629/2016-59 Este Edital se regerá

Leia mais

Painel: Como as escolas e as universidades podem atender as expectativas dos jovens e a nova demanda do mercado com relação ao empreendedorismo?

Painel: Como as escolas e as universidades podem atender as expectativas dos jovens e a nova demanda do mercado com relação ao empreendedorismo? Painel: Como as escolas e as universidades podem atender as expectativas dos jovens e a nova demanda do mercado com relação ao empreendedorismo? Profª. Ms. Juliana Gazzotti Schneider Histórico geracional

Leia mais

Sugestão de Roteiro para Apresentação de Memoriais em Concursos de Livre-Docência e Professor Titular Faculdade de Medicina da USP

Sugestão de Roteiro para Apresentação de Memoriais em Concursos de Livre-Docência e Professor Titular Faculdade de Medicina da USP Sugestão de Roteiro para Apresentação de Memoriais em Concursos de Livre-Docência e Professor Titular Faculdade de Medicina da USP Identificação Resumo do Memorial Apresentação sob forma de tabelas demonstrando

Leia mais

PRÊMIO NACIONAL. de Empreendedorismo Inovador EDIÇÃO 2014 REGULAMENTO

PRÊMIO NACIONAL. de Empreendedorismo Inovador EDIÇÃO 2014 REGULAMENTO PRÊMIO NACIONAL de Empreendedorismo Inovador EDIÇÃO 2014 REGULAMENTO Realização: Parceiro: APRESENTAÇÃO 2 Art. 1º Idealizado e instituído pela Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos

Leia mais

Pró-reitoria de Extensão. Edital IDEIAIS 001/2016

Pró-reitoria de Extensão. Edital IDEIAIS 001/2016 Edital IDEIAIS 001/2016 PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA INTEGRAR O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE NEGÓCIOS DA INCUBADORA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO COM INOVAÇÃO AMBIENTAL E SOCIAL DA PUC MINAS - IDEIAS

Leia mais

Francisco Beltrão Inovações e Desafios. Centro de Inovação e Tecnologia de Francisco Beltrão - CITFBE

Francisco Beltrão Inovações e Desafios. Centro de Inovação e Tecnologia de Francisco Beltrão - CITFBE Francisco Beltrão Inovações e Desafios Centro de Inovação e Tecnologia de Francisco Beltrão - CITFBE Agosto de 2015 Política de Desenvolvimento Local Sistema Regional de Inovação Serviços Urbanos CITFBE

Leia mais

NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NIT-UNESP

NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NIT-UNESP NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NIT-UNESP Fabíola Spiandorello DESENVOLVIMENTO SOCIAL do saber e da cultura Fortalecimento da sociedade do conhecimento Entraves: - economia sustentada em commodities; -

Leia mais

VIII Congresso Nacional de Excelência em Gestão

VIII Congresso Nacional de Excelência em Gestão VIII Congresso Nacional de Excelência em Gestão Integração Indústria Universidade para a Sustentabilidade: Ações do IEL/Sistema FIRJAN 8 de junho de 2012 Alberto Besser Superintendente IEL-RJ Quem Somos

Leia mais

Parque Tecnológico Itaipu

Parque Tecnológico Itaipu Parque Tecnológico Itaipu Parque Tecnológico Itaipu Missão do PTI Compreender e transformar a realidade da Região Trinacional do Iguassu, articulando e fomentando ações voltadas ao desenvolvimento econômico,

Leia mais

Prédio da Reitoria UFMG, Campus Pampulha, Belo Horizonte, MG UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS

Prédio da Reitoria UFMG, Campus Pampulha, Belo Horizonte, MG UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS Prédio da Reitoria UFMG, Campus Pampulha, Belo Horizonte, MG Foto: Foca Lisboa UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS UFMG Foto: Foca Lisboa INSTITUIÇÃO PÚBLICA FEDERAL FUNDADA EM 1927 ENSINO GRATUITO LOCALIZADA

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Secretaria de Inovação. Nelson Akio Fujimoto Secretário de Inovação

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Secretaria de Inovação. Nelson Akio Fujimoto Secretário de Inovação Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Secretaria de Inovação Nelson Akio Fujimoto Secretário de Inovação Plano Brasil Maior 2011/2014 Inovar para competir. Competir para crescer.

Leia mais

Empresas e Empreendedores Temos bons Projetos mas não conseguimos nenhum apoio

Empresas e Empreendedores Temos bons Projetos mas não conseguimos nenhum apoio MARÍLIA Entidades de Apoio Temos recursos mas não encontramos bons Projetos para apoiar Empresas e Empreendedores Temos bons Projetos mas não conseguimos nenhum apoio? Alguns pontos de reflexão: Comunicação

Leia mais

Expansão das Universidades Públicas Brasileiras:

Expansão das Universidades Públicas Brasileiras: Expansão das Universidades Públicas Arthur Roquete de Macedo Maio 2010 Qualidade Acadêmica relação direta Financiamento da Universidade Ensino Pesquisa Extensão Custeio Investimento Recursos Humanos Expansão

Leia mais

1. Quem é a Equipacare e o que faz?

1. Quem é a Equipacare e o que faz? 1. Quem é a Equipacare e o que faz? Somos uma empresa de engenharia clínica e hospitalar com atuação focada na inteligência do negócio. Temos como missão proporcionar economia, facilidade e tranquilidade

Leia mais

PDI IFCE/PRPI

PDI IFCE/PRPI PDI 2014-2019 IFCE/PRPI Perspectiva dos Clientes da PRPI Expansão e consolidação da pesquisa científica e tecnológica Captação de recursos externos para Pesquisa e Inovação Cronograma de Metas 01 R$ 34.000.000,00

Leia mais

Encontro Temático: Avaliação de Resultados em Transferência de Tecnologia As Experiências do MCTIC

Encontro Temático: Avaliação de Resultados em Transferência de Tecnologia As Experiências do MCTIC Encontro Temático: Avaliação de Resultados em Transferência de Tecnologia As Experiências do MCTIC Fernanda Magalhães Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental Coordenação-Geral de Incentivos

Leia mais

1ª Rodada de Empreendedorismo & Inovação

1ª Rodada de Empreendedorismo & Inovação Dia 28 de novembro Convidados: Marcelo Sleiman - Secretário de Desenvolvimento, Indústria e Comércio de Botucatu; Geysa Borini - Sócia proprietária da ASSOBIO SOLUÇÕES SOCIOAMBIENTAIS; Rafael Somera -

Leia mais

PROPOSTA DE PLANO DE AÇÃO DA NOVA GESTÃO. Presidente Joilson Barcelos

PROPOSTA DE PLANO DE AÇÃO DA NOVA GESTÃO. Presidente Joilson Barcelos PROPOSTA DE PLANO DE AÇÃO DA NOVA GESTÃO Presidente Joilson Barcelos RESGATANDO NOSSA HISTÓRIA 1963 1964 a 2015 2016 Fundada em 30 de maio, fruto de um movimento nacional, com a finalidade de fortalecer

Leia mais

Mesa Redonda. Casos NIT-UFV. Impactos da TT como resultado da atuação dos NIT. Rodrigo Gava Presidente do NIT da UFV Coordenador Geral da RMPI

Mesa Redonda. Casos NIT-UFV. Impactos da TT como resultado da atuação dos NIT. Rodrigo Gava Presidente do NIT da UFV Coordenador Geral da RMPI Mesa Redonda Impactos da TT como resultado da atuação dos NIT. Casos NIT-UFV Rodrigo Gava Presidente do NIT da UFV Coordenador Geral da RMPI Sumário Foco: casos UFV em apoio à TT. 1. Spin-offs recentes

Leia mais

Empresas y su Influencia en el Crecimiento Sostenible de Brasil

Empresas y su Influencia en el Crecimiento Sostenible de Brasil Evolución de las Incubadoras de Empresas y su Influencia en el Crecimiento Sostenible de Brasil Mariza Almeida, DsC Incubadora de Empresas Phoenix Universidade do Estado do Rio de Janeiro Resultados

Leia mais

ESTRATÉGIAS DE ATUAÇÃO DO SEBRAE EM INOVAÇÃO E TECNOLOGIA

ESTRATÉGIAS DE ATUAÇÃO DO SEBRAE EM INOVAÇÃO E TECNOLOGIA ESTRATÉGIAS DE ATUAÇÃO DO SEBRAE EM INOVAÇÃO E TECNOLOGIA Sebraetec Inovação ALI Centro Sebrae de Sustentabilidade INOVAÇÃO PARA O SEBRAE A concepção de novo produto ou processo produtivo, bem como a agregação

Leia mais

EDITAL Nº 001/2013 INCUBADORA DE EMPRESAS

EDITAL Nº 001/2013 INCUBADORA DE EMPRESAS AYTY-INCUBADORA DE EMPRESAS DO IFAM EDITAL Nº 001/2013 INCUBADORA DE EMPRESAS Parceria Instituição Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas IFAM, Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa, Extensão

Leia mais

eflhr vez mais empreshhk Umversidades a ajudar a lançarlna

eflhr vez mais empreshhk Umversidades a ajudar a lançarlna eflhr Umversidades a ajudar a lançarlna vez mais empreshhk Conheça as incubadoras e ninhos de empresas qugsikm estão a nascer nas universidades um pouco por t

Leia mais

Sistema Mineiro de Inovação Simi

Sistema Mineiro de Inovação Simi Sistema Mineiro de Inovação Simi Centro de Referência de Inovação Minas CRI Minas - FDC Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Belo Horizonte Março 2011 Parques Tecnológicos Viçosa

Leia mais

Ciência, Tecnologia e Inovação para o. Desenvolvimento Nacional

Ciência, Tecnologia e Inovação para o. Desenvolvimento Nacional Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional Guilherme Henrique Pereira Secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação Ministério da Ciência e Tecnologia Premissas básicas b para

Leia mais

Universidade de Brasília. Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico

Universidade de Brasília. Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico Universidade de Brasília Conceito (Anprotec) O que é uma Incubadora de Empresas? É um local especialmente criado para abrigar empresas oferecendo uma estrutura configurada para estimular, agilizar, ou

Leia mais

I FORTEC REGIÃO NORDESTE Propriedade Intelectual: Inovação & Interação Universidade - Empresa

I FORTEC REGIÃO NORDESTE Propriedade Intelectual: Inovação & Interação Universidade - Empresa UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CENTRO DE INOVAÇÃO E TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA NÚCLEO DE PROPRIEDADE INTELECTUAL I FORTEC REGIÃO NORDESTE Propriedade Intelectual: Inovação & Interação Universidade -

Leia mais

Coffee Valley. Centro de Incubação de Startups e Coworking. Faculdade de Ciências Gerenciais de Manhuaçu. Manhuaçu / MG

Coffee Valley. Centro de Incubação de Startups e Coworking. Faculdade de Ciências Gerenciais de Manhuaçu. Manhuaçu / MG Coffee Valley Centro de Incubação de Startups e Coworking Faculdade de Ciências Gerenciais de Manhuaçu Manhuaçu / MG 1. Apresentação do Coffee Valley O Coffee Valley, centro de incubação de Startups e

Leia mais

Instituição financeira do Governo do Estado de São Paulo, que promove o desenvolvimento sustentável por meio de operações de crédito consciente e de

Instituição financeira do Governo do Estado de São Paulo, que promove o desenvolvimento sustentável por meio de operações de crédito consciente e de Março / 2015 Instituição financeira do Governo do Estado de São Paulo, que promove o desenvolvimento sustentável por meio de operações de crédito consciente e de longo prazo para as pequenas e médias empresas

Leia mais

II Fórum de Inovação de Joinville e Região

II Fórum de Inovação de Joinville e Região II Fórum de Inovação de Joinville e Região 16 de setembro de 2009 Joinville SC O sistema nacional de inovação e regionalização: atores, funcionamento e desafios Araken Alves de Lima COPEPI - Coordenação

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E EMPREENDEDORISMO EM SAÚDE NITE SAÚDE CAPÍTULO I DAS FINALIDADES

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E EMPREENDEDORISMO EM SAÚDE NITE SAÚDE CAPÍTULO I DAS FINALIDADES REGULAMENTO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E EMPREENDEDORISMO EM SAÚDE NITE SAÚDE CAPÍTULO I DAS FINALIDADES Art. 1º. O Núcleo de Inovação Tecnológica e Empreendedorismo em Saúde da Universidade Federal

Leia mais

Iniciativas históricas que marcam o perfil empreendedor da cidade e da região, em especial:

Iniciativas históricas que marcam o perfil empreendedor da cidade e da região, em especial: Iniciativas históricas que marcam o perfil empreendedor da cidade e da região, em especial: Final do Século XIX- pecuaristas pioneiros trouxeram o gado zebu da Índia e em 1940 - criação da Fazenda Experimental

Leia mais

Histórico e Antecedentes PORTO DIGITAL PARQUE TECNOLÓGICO

Histórico e Antecedentes PORTO DIGITAL PARQUE TECNOLÓGICO Histórico e Antecedentes PORTO DIGITAL PARQUE TECNOLÓGICO 1. O Porto Digital Visão Geral Delimitação Geográfica 3 1.415.000 m² Bairro do Recife + Bairro de Santo Amaro A ideia... (2000) 4 Universidade

Leia mais

SELEÇÃO DE EMPRESAS INCUBADORA MULTI-SETORIAL DE BASE TECNOLÓGICA RAIAR - URUGUAIANA

SELEÇÃO DE EMPRESAS INCUBADORA MULTI-SETORIAL DE BASE TECNOLÓGICA RAIAR - URUGUAIANA SELEÇÃO DE EMPRESAS INCUBADORA MULTI-SETORIAL DE BASE TECNOLÓGICA RAIAR - URUGUAIANA Uruguaiana, 21 de agosto de 2006. Incubadora RAIAR - URUGUAIANA Apresentação O intenso desenvolvimento tecnológico associado

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO INTERNO DE PROJETOS PARA FASE DE PRÉ- INCUBAÇÃO - Campus Curitiba/PR EDITAL 01/2014

PROCESSO DE SELEÇÃO INTERNO DE PROJETOS PARA FASE DE PRÉ- INCUBAÇÃO - Campus Curitiba/PR EDITAL 01/2014 PROCESSO DE SELEÇÃO INTERNO DE PROJETOS PARA FASE DE PRÉ- INCUBAÇÃO - Campus Curitiba/PR EDITAL 01/2014 Incubadora de Empresas de Base Tecnológica e Inovação da PUCPR Parque Tecnológico da PUCPR TECNOPARQUE

Leia mais

Resolução UNESP nº 29, de 28/03/2014

Resolução UNESP nº 29, de 28/03/2014 Resolução UNESP nº 29, de 28/03/2014 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Biotecnologia Animal, Cursos de Mestrado Acadêmico e Doutorado, da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia

Leia mais

1. CHAMADA CNPQ/MCTIC/CBAB Nº 10/ CENTRO BRASILEIRO-ARGENTINO DE BIOTECNOLOGIA PROJETOS DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL EM BIOTECNOLOGIA

1. CHAMADA CNPQ/MCTIC/CBAB Nº 10/ CENTRO BRASILEIRO-ARGENTINO DE BIOTECNOLOGIA PROJETOS DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL EM BIOTECNOLOGIA APOIO A INSTITUCIONAL 1. CHAMADA CNPQ/MCTIC/CBAB Nº 10/2016 - CENTRO BRASILEIRO-ARGENTINO DE BIOTECNOLOGIA PROJETOS DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL EM BIOTECNOLOGIA Selecionar propostas em cooperação com a

Leia mais

PROGRAMAS MOBILIZADORES EM ÁREAS ESTRATÉGICAS BIOTECNOLOGIA

PROGRAMAS MOBILIZADORES EM ÁREAS ESTRATÉGICAS BIOTECNOLOGIA Programas mobilizadores em áreas estratégicas PROGRAMAS MOBILIZADORES EM ÁREAS ESTRATÉGICAS BIOTECNOLOGIA Legenda: Branco = PDP original Amarelo = modificação posterior ao lançamento da PDP Vermelho =

Leia mais

OPORTUNIDADES PARA INOVAÇÃO NO BRASIL

OPORTUNIDADES PARA INOVAÇÃO NO BRASIL OPORTUNIDADES PARA INOVAÇÃO NO BRASIL Alvaro T. Prata Universidade Federal de Santa Catarina CONFERÊNCIA DE ABERTURA Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação para Agricultura: Academia e Indústria Florianópolis,

Leia mais

CONQUISTAS E DESAFIOS DO INPI NA CAPACITAÇÃO E FORMAÇÃO EM PI

CONQUISTAS E DESAFIOS DO INPI NA CAPACITAÇÃO E FORMAÇÃO EM PI CONQUISTAS E DESAFIOS DO INPI NA CAPACITAÇÃO E FORMAÇÃO EM PI Lucia Fernandes ACADEMIA DA PROPRIEDADE INTELECTUAL MISSÃO Formação e capacitação em PI; Desenvolvimento de P&D em PI; Disseminação do uso

Leia mais

A importância dos alimentos para uma vida saudável está cada vez mais em pauta. Essa realidade faz com que o mercado de trabalho para nutricionistas

A importância dos alimentos para uma vida saudável está cada vez mais em pauta. Essa realidade faz com que o mercado de trabalho para nutricionistas NUTRIÇÃO A importância dos alimentos para uma vida saudável está cada vez mais em pauta. Essa realidade faz com que o mercado de trabalho para nutricionistas amplie suas oportunidades de emprego, especialmente

Leia mais

Relatório. Junho à Dezembro 2016

Relatório. Junho à Dezembro 2016 Relatório Junho à Dezembro 2016 1. Objetivo; 2. Total de Atendimentos; 3. Motivo da Procura; 4. Descrição das Atividades; 5. Tipos de empreendedores e atendimentos. 1 - Objetivo: O presente relatório tem

Leia mais

EDITAL nº 01/2017 CHAMADA DE IDEIAS E DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS PARA PRÉ-INCUBAÇÃO E INCUBAÇÃO DE EMPRESAS NA MODALIDADE RESIDENTE E NÃO-RESIDENTES

EDITAL nº 01/2017 CHAMADA DE IDEIAS E DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS PARA PRÉ-INCUBAÇÃO E INCUBAÇÃO DE EMPRESAS NA MODALIDADE RESIDENTE E NÃO-RESIDENTES EDITAL nº 01/2017 CHAMADA DE IDEIAS E DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS PARA PRÉ-INCUBAÇÃO E INCUBAÇÃO DE EMPRESAS NA MODALIDADE RESIDENTE E NÃO-RESIDENTES O Centro Universitário de Anápolis UniEVANGÉLICA, por

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE AVALIAÇÃO AVALPORTUGAL. Plano Estratégico

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE AVALIAÇÃO AVALPORTUGAL. Plano Estratégico ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE AVALIAÇÃO AVALPORTUGAL Plano Estratégico 1 Mais Valia da AvalPortugal Desenvolver e aplicar modelos de avaliação Promovendo a inovação e a investigação aplicada, via aproximação

Leia mais

ANÚNCIO PARA PARTICIPAÇÃO NO LEVANTAMENTO E CARACTERIZAÇÃO DA REDE DE INFRAESTRUTURAS TECNOLÓGICAS

ANÚNCIO PARA PARTICIPAÇÃO NO LEVANTAMENTO E CARACTERIZAÇÃO DA REDE DE INFRAESTRUTURAS TECNOLÓGICAS ANÚNCIO PARA PARTICIPAÇÃO NO LEVANTAMENTO E CARACTERIZAÇÃO DA REDE DE INFRAESTRUTURAS TECNOLÓGICAS PROCESSO DE MAPEAMENTO DAS INFRAESTRUTURAS TECNOLÓGICAS NACIONAIS 9 de agosto de 2016 Página 1 de 6 Índice

Leia mais

PROGRAMA DE GESTÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA NO AMAZONAS PGCT/AM FAPEAM/BIONORTE I WORKSHOP DE INTERAÇÃO. ICTs e EMPRESAS

PROGRAMA DE GESTÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA NO AMAZONAS PGCT/AM FAPEAM/BIONORTE I WORKSHOP DE INTERAÇÃO. ICTs e EMPRESAS PROGRAMA DE GESTÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA NO AMAZONAS PGCT/AM FAPEAM/BIONORTE I WORKSHOP DE INTERAÇÃO ICTs e EMPRESAS MANAUS AM 28 março 2014 1 PLANO PARA REALIZAÇÃO DO I WORKSHOP DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

Leia mais

II FORTEC NE DINE/UFPE

II FORTEC NE DINE/UFPE II FORTEC NE DINE/UFPE NIT/PROPLAN/UECE Vladimir Spinelli Chagas Pró-Reitor PROPLAN Teresa Mota NIT Recife, 13 de abril, 2007 Recife, 13 de abril, 2007 Sumário Estrutura Objetivo Geral Objetivos Específicos

Leia mais

EDITAL Nº 001/2017-CITECS

EDITAL Nº 001/2017-CITECS GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UERN DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO CITECS CENTRO DE INCUBAÇÃO TECNOLÓGICA DO SEMIÁRIDO EDITAL Nº 001/2017-CITECS O

Leia mais