(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:"

Transcrição

1 (11) Número de Publicação: PT (51) Classificação Internacional: B32B 15/08 (2006) B32B 17/12 (2006) E04B 1/80 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação do pedido: (73) Titular(es): ARMANDINO PELICA SEMEDO RUA MANUEL LUÍS VIEIRA, Nº 16 QUINTA DO CHIADO ALMADA PT (72) Inventor(es): ARMANDINO PELICA SEMEDO BRUNO GONÇALO ALDINHAS SEMEDO PT PT (74) Mandatário: JOÃO LUÍS PEREIRA GARCIA RUA CASTILHO, 167 2º LISBOA PT (54) Epígrafe: PAINÉIS MODULARES DE ISOLAMENTO TÉRMICO PARA REVESTIMENTO EXTERIOR E RESPECTIVO MÉTODO DE MONTAGEM (57) Resumo: A PRESENTE INVENÇÃO REFERE-SE A UM PAINEL MODULAR DE ISOLAMENTO TÉRMICO PARA REVESTIMENTO EXTERIOR, ASSIM COMO AO SEU MÉTODO DE INSTALAÇÃO.O REFERIDO PAINEL COMPREENDE UMA PLACA DE ISOLAMENTO TÉRMICO (1) REVESTIDA COM REDE DE REFORÇO (2) NA FACE EXTERIOR, FIXA COM ARGAMASSA (3) DE BASE CIMENTÍCIA, SENDO QUE PELO MENOS UM DOS REBORDOS (4,5,6,7) É UM REBORDO MACHO, NO QUAL A REDE REFORÇO (2) TEM UM COMPRIMENTO SUPERIOR À PLACA DE ISOLAMENTO TÉRMICO (1) E EXISTINDO NOS REBORDOS (4,5,6,7) UMA ÁREA EM QUE NÃO EXISTE COLAGEM COM ARGAMASSA CIMENTÍCIA (3) DA REDE DE REFORÇO (2) À PLACA DE ISOLAMENTO TÉRMICO (1).

2 RESUMO PAINÉIS MODULARES DE ISOLAMENTO TÉRMICO PARA REVESTIMENTO EXTERIOR E RESPECTIVO MÉTODO DE MONTAGEM A presente invenção refere-se a um painel modular de isolamento térmico para revestimento exterior, assim como ao seu método de instalação. O referido painel compreende uma placa de isolamento térmico (1) revestida com rede de reforço (2) na face exterior, fixa com argamassa (3) de base cimentícia, sendo que pelo menos um dos rebordos (4,5,6,7) é um rebordo macho, no qual a rede reforço (2) tem um comprimento superior à placa de isolamento térmico (1) e existindo nos rebordos (4,5,6,7) uma área em que não existe colagem com argamassa cimentícia (3) da rede de reforço (2) à placa de isolamento térmico (1). 1

3 DESCRIÇÃO PAINÉIS MODULARES DE ISOLAMENTO TÉRMICO PARA REVESTIMENTO EXTERIOR E RESPECTIVO MÉTODO DE MONTAGEM OBJECTO DA INVENÇÃO A presente invenção refere-se à associação, assemblagem e incorporação específica de materiais para formar um painel modular leve (módulo) para isolamento térmico exterior (ETICS) de paredes e fachadas verticais ou superfícies horizontais e inclinadas, desde que estas últimas não estejam expostas à precipitação. O módulo pré-fabricado é composto por painel de isolamento térmico revestido com rede de reforço na face exterior fixa com argamassa de base cimentícia ao isolamento térmico. Na placa de isolamento térmico podem existir negativos para a localização e embebimento das cavilhas de fixação mecânica na placa de isolamento térmico, dependendo das condições do suporte, das acções de vento e peso próprio do sistema de revestimento. CAMPO DA INVENÇÃO O aumento da preocupação na redução do consumo energético na climatização dos espaços interiores em edifícios no sector residencial e terciário, o elevado custo e especialização da mão-de-obra necessário à implementação de sistemas ETICS e a crescente necessidade de renovação de edifícios, permite à pré-fabricação de 1

4 módulos de ETICS com as características da presente invenção, dar resposta à procura crescente num mercado com uma vasta oferta de materiais independentes para a execução de isolamento térmico pelo exterior. A pré-fabricação de módulos, objecto da presente invenção, para instalação do sistema de isolamento térmico pelo exterior (ETICS) permite: - A redução significativa do número de operações a realizar durante a instalação em obra comparativamente ao processo tradicional; - Maior rapidez e diminuição da complexidade com o consequente aumento de rendimento na instalação in situ; - Minimizar os erros de instalação; - Minimizar a existência de desperdícios e de resíduos de materiais no local da aplicação; - Permitir um bom acabamento entre módulos com o preenchimento apenas dos rebordos e eventuais fixações mecânicas em obra; - Possibilidade de dispensa do barramento integral da superfície a revestir com argamassas cimentícias; - Reduzir significativamente os custos iniciais com a mão-de-obra de instalação comparativamente ao processo tradicional. 2

5 - Assegurar a correcta localização e quantidade das fixações mecânicas nos módulos, caso existam. ESTADO DA TÉCNICA Muitos e variados sistemas de isolamento de fachadas pelo exterior (ETICS) são conhecidos, compostos por vários elementos em comum nomeadamente painel de isolamento térmico fixo ao suporte, e revestido por um reboco armado com rede de reforço realizado em uma ou várias camadas de argamassa. Estes materiais são aplicados de forma independente e sucessiva em obra exigindo uma mão-de-obra bastante especializada. O painel de isolamento é fixo à parede de suporte com ajuda de cavilhas, parafusos, perfis ou com combinação de colas e fixações mecânicas. O elevado número de operações para execução de ETICS associado a uma mão-de-obra especializada, fazem desta solução umas das menos competitivas em termos económicos face a outras soluções mais tradicionais existentes no mercado. A finalidade da fabricação do módulo, objecto da presente invenção, é permitir a junção de vários materiais independentes num só material com as maisvalias atrás referidas. Os sistemas de isolamento térmico pelo exterior (ETICS) estão amplamente descritos na literatura técnica. Para proteger a camada isolante e promover um bom 3

6 acabamento, o painel de isolamento é revestido por uma ou mais camadas de barramentos de argamassa cimentícia. Normalmente, a camada base contem uma rede para reforço. O acabamento final é realizado por uma pintura, azulejos ou outros. Os painéis de isolamento térmico, com espessura que variam em função das exigências térmicas, 20 a 80mm, são convencionalmente em poliestireno expandido moldado (EPS), poliestireno expandido extrudido (XPS), espuma de poliuretano (PUR), espuma de poliisocianurato (PIR), aglomerado de cortiça expandida (ICB), lã mineral (MW), fibras vegetais aglutinadas com ligantes minerais, vidro celular entre outros. Os painéis de isolamento deverão ter uma elevada rigidez, uma elevada resistência mecânica e resistir às cargas de vento. Os painéis de isolamento térmico são aderidos à superfície das paredes a revestir através da aplicação de cola por pontos isolados ou através de uma aplicação em toda a superfície interior do painel de isolamento. Todas as irregularidades da parede de suporte deverão ser suavizadas antes da colagem dos painéis de isolamento. As superfícies das paredes para montagem de ETICS são minuciosamente pré-examinadas antes da aplicação dos painéis de isolamento. A utilização de fixações mecânicas é realizada para assegurar um aumento do grau de segurança na aplicação de ETICS. Esta situação tem uma particular importância quando edifícios altos são isolados devido à elevada intensidade da acção do vento 4

7 na parte superior dos mesmos e ao elevado peso que existe nas partes inferiores devido ao aumento do peso próprio da solução de revestimento térmico pelo exterior. As fixações são convencionalmente feitas de poliamida e poliamida com fibra reforçadas quando existe prevalência de cargas elevadas. As cavilhas têm um diâmetro que varia entre 40 e 140 mm com espessura entre 2 a 5 mm. A fixação é normalmente aplicada após a colagem da placa estar solidificada, o que obriga a que a colagem tenha uma resistência suficiente para resistir ao seu próprio peso e às cargas de vento. A cabeça da fixação em contacto com a superfície do painel de isolamento fica ligeiramente acima do nível da superfície do isolamento. Outra finalidade do fabrico do módulo, objecto da presente invenção, é permitir que a cabeça de fixação da cavilha fique complanar com a superfície do painel de isolamento térmico após a sua fixação no suporte. O parafuso tem tendência a pressionar a cabeça da fixação no seio do isolante térmico quando se trata de materiais mais macios como é o caso da Lã de Rocha (MW). O número exacto de fixações depende da altura do edifício e da intensidade das acções climatéricas a que o módulo vai estar sujeito após aplicação. O número e especificação das fixações estão definidos nos documentos de Aprovação Técnica de cada fabricante de ETICS. 5

8 Outra finalidade do fabrico do módulo é assegurar a correcta quantidade e localização das fixações durante a instalação do sistema ETICS sobre o suporte. A camada final de argamassa cimentícia que forma o acabamento da superfície do sistema de isolamento térmico exterior é fina nas zonas da superfície sobre as cabeças de fixação quando estas estão em contacto com placas rígidas de isolamento. É frequente ocorrer fissuração da argamassa nestas zonas. Outra finalidade do fabrico do módulo, objecto da presente invenção, é permitir que a camada final de argamassa cimentícia seja o mais constante possível para evitar as fragilidades decorrentes da diferença de espessura. Na transição dos módulos é garantida a existência de dupla rede de reforço para minimizar a fragilidade do sistema causado pela descontinuidade do material. A patente CN Y descreve uma placa de parede externa de isolamento térmico exterior cuja secção transversal tem uma estrutura em camadas composta por argamassa polimérica, fibra de reforço, nova camada de argamassa polimérica, uma camada de isolamento térmico com entalhes côncavos e convexos. Nenhuma camada de argamassa externa ou camada de fibras de reforço são necessárias, de modo a diminuir o processo de trabalho. Vários problemas se levantam com a presente invenção: - A transição entre módulos pré-fabricados; 6

9 - A fixação ao suporte quando as acções de vento e da peso são elevadas. A inexistência de rede de reforço e de barramentos adicionais na transição entre placas de isolamento durante a montagem não assegura a compatibilidade e a estanqueidade ao ar e água entre placas de isolamento. Não são feitas referências à fissuração da argamassa. As fixações mecânicas não estão contempladas na invenção. Nas situações que a sua utilização é imperativa, devido à intensidade das acções de vento e ao peso próprio da solução de revestimento, o painel proposto é atravessado ficando a estanquidade e o acabamento da superfície comprometido. DESCRIÇÃO DA INVENÇÃO A solução apresentada na presente invenção, trata-se da assemblagem de diferentes materiais constituintes do sistema num só material. A rede de reforço tem dimensão superior à placa de isolamento térmico em dois dos rebordos e serve para sobrepor nos módulos contíguos. Na instalação dos módulos, as juntas de ligação entre módulos, ficam com sobreposição dupla de rede de reforço, travando duplamente as placas de isolamento térmico e reduzindo fenómenos de fissuração na superfície do revestimento. A rede de reforço aplicada no painel de isolamento térmico pode ser constituída por rede de fibra de vidro 7

10 simples ou dupla, rede de fibra de carbono simples ou dupla ou rede metálica simples ou dupla. No caso de ser necessária a aplicação de fixações mecânicas, é possível a aplicação de cavilhas no módulo pré-fabricado. As cavilhas ficam embebidas em negativos existentes na superfície do painel de isolamento para a uniformidade superficial ficar assegurada após a sua aplicação. Não existe necessidade de efectuar correcções com rede de reforço e argamassa cimentícia de forma a garantir a planimetria entre módulos. Os rebaixos para colocação das fixações mecânicas não se encontram preenchidos com argamassa cimentícia. As fixações mecânicas suplementares são fixas ao suporte através de um furo que atravessa o painel de isolamento térmico. A rede de reforço localizada nas fixações mecânicas centrais é descontínua para que a instalação da cavilha não introduza tensões na rede de reforço do módulo. O numero de fixações existentes no módulo varia em função dos gradientes térmicos e das cargas dinâmicas de vento a que o módulo está sujeito, assim como do peso do revestimento quando instalado. O número de fixações é definido em projecto. As operações necessárias em obra, à instalação dos módulos da presente invenção, são a fixação do módulo pré-fabricado ao suporte através de colagem, execução das fixações mecânicas (opcional), e posterior preenchimento das fixações mecânicas (opcional) e rebordos entre placas com argamassa cimentícia. 8

11 O acabamento superficial da fachada poderá ser realizado com diversas técnicas e materiais. Na descrição detalhada das figuras que se apresenta de seguida serão feitas referências às figuras anexas de forma a facilitar a compreensão da presente invenção. A sua representação e descrição deverão ser consideradas como exemplificativas e não limitativas do âmbito da presente invenção. DESCRIÇÃO DAS FIGURAS A Figura 1 mostra a configuração base do módulo préfabricado para instalação de ETICS com colagem (não visível). O módulo é composto pela placa de isolamento térmico (1) revestida a reforço (2) na face exterior fixa com argamassa (3) de base cimentícia. Nos bordos (4,5) a rede de reforço (2) tem um comprimento superior à geometria da placa de isolamento térmico (1). A fixação da placa de isolamento térmico (1) ao suporte (não visível) é feita através de colagem (não visível). Nos bordos (4,5,6,7) há uma área em que não existe colagem com argamassa cimentícia (3) da rede de reforço (2) à placa de isolamento térmico (1) para permitir a ligação e compatibilização entre módulos conexos durante a instalação no suporte (não visível). A Figura 2 mostra a configuração do módulo préfabricado para instalação de sistema ETICS realizado com fixação mecânica ao suporte. O módulo é composto pela 9

12 placa de isolamento térmico (1) revestido com rede de reforço (2) na face exterior fixa com argamassa (3) de base cimentícia. Nos rebordos macho (4,5) a rede reforço (2) tem um comprimento superior à placa de isolamento térmico (1). As fixações mecânicas (não visíveis) são dispostas e realizadas através dos furos (8) existentes na placa de isolamento térmico (1). Na placa de isolamento térmico existem negativos (9) que ficam rebaixados relativamente à superfície da placa de isolamento térmico (1). Os negativos (9) permitem que a cavilha da fixação mecânica (não visível) fique complanar com a superfície exterior da placa de isolamento térmico (1) após a instalação. Nos rebordos (4,5,6,7) há uma área em que não existe colagem com argamassa cimentícia (3) da rede de reforço (2) à placa de isolamento térmico (1). Na área dos rebaixos/negativos (9), para aplicação da cavilha de fixação mecânica (não visível), não existe colagem com argamassa cimentícia (3) da rede de reforço (2) à placa de isolamento térmico (1) A Figura 3 mostra a configuração do módulo préfabricado de arranque da fachada para instalação de ETICS. O módulo é composto pela placa de isolamento térmico (1) revestida com rede de reforço (2) na face exterior fixa com argamassa (3) de base cimentícia. No bordo direito (4) a rede de reforço (2) tem um comprimento superior à geometria da placa de isolamento térmico (1). No bordo inferior (5) a placa de isolamento térmico tem incorporada a calha de arranque (14). A calha de arranque (14) tem um comprimento idêntico ao do bordo inferior (5) da placa de isolamento térmico (1). A 10

13 aplicação da calha de arranque (14) encontra-se desfasada relativamente à placa de isolamento térmico (1) para permitir e facilitar o encaixe do módulo seguinte durante a instalação. A fixação da placa de isolamento térmico (1) ao suporte (não visível) é feita através de colagem (não visível). São utilizadas fixações mecânicas (não visíveis) para a fixação do módulo na zona da calha de arranque. Nos bordos (4,5,6,7) há uma área em que não existe colagem com argamassa cimentícia (3) da rede de reforço (2) à placa de isolamento térmico (1) para permitir a ligação e compatibilização entre módulos conexos durante a instalação no suporte (não visível). A Figura 4 mostra a configuração do módulo préfabricado para aplicação do perfil de canto (não visível) numa das arestas para instalação de ETICS. O módulo é composto pela placa de isolamento térmico (1) revestida com a rede de reforço (2) na face exterior fixa com argamassa (3) de base cimentícia. No bordo inferior (5) a rede de reforço (2) tem um comprimento superior à geometria da placa de isolamento térmico (1). No bordo direito (4) a rede de reforço (2) tem a dimensão da placa de isolamento térmico (1). A fixação da placa de isolamento térmico (1) ao suporte (não visível) é feita através de colagem (não visível). Nos bordos (4,5,6,7) há uma área em que não existe colagem com argamassa cimentícia (3) da rede de reforço (2) à placa de isolamento térmico (1) para permitir a ligação e compatibilização entre módulos conexos durante a instalação no suporte (não visível) e para permitir a aplicação do acessório de canto (não visível). 11

14 A figura 5 mostra a configuração do módulo préfabricado de arranque da fachada para instalação de ETICS. O módulo é composto pela placa de isolamento térmico (1) revestida com uma rede de reforço (2) na face exterior fixa com argamassa (3) de base cimentícia. No bordo direito (4) a rede de reforço (2) tem um comprimento superior à geometria da placa de isolamento térmico (1). No bordo inferior (5) a placa de isolamento térmico tem incorporada a calha de arranque (14). A calha de arranque (14) tem um comprimento idêntico ao do bordo inferior (5) da placa de isolamento térmico (1). A aplicação da calha de arranque (14) encontra-se desfasada relativamente à placa de isolamento térmico (1) para permitir e facilitar o encaixe do módulo seguinte durante a instalação. A fixação do painel de isolamento térmico ao suporte (não visível) é feita através de colagem (não visível) e de fixações mecânicas (não visível). As fixações mecânicas (não visíveis) são dispostas e realizadas através dos furos (8) existentes na placa de isolamento térmico (1). No isolante térmico existem negativos (9) que ficam rebaixados relativamente à superfície da placa de isolamento térmico (1). Estes negativos (9) permitem que a cavilha da fixação mecânica (não visível) fique complanar com a superfície exterior da placa de isolamento térmico (1) após a sua instalação. Nos bordos (4,5,6,7) há uma área em que não existe colagem com argamassa cimentícia (3) da rede de reforço (2) à placa de isolamento térmico (1) para permitir a ligação e compatibilização entre módulos conexos durante a instalação no suporte (não visível). Na área do negativo (9) para aplicação da cavilha de fixação 12

15 mecânica (não visível) não existe colagem com argamassa cimentícia (3) da rede de reforço (2) à placa de isolamento térmico (1) A Figura 6 mostra a configuração do módulo préfabricado para aplicação do perfil de canto (não visível) numa das arestas para instalação de ETICS. O módulo é composto pela placa de isolamento térmico (1) revestida com uma rede de reforço (2) na face exterior fixa com argamassa (3) de base cimentícia. No bordo inferior (5) a rede de reforço (2) tem um comprimento superior à geometria da placa de isolamento térmico (1). No bordo direito (4) a rede de reforço (2) tem a dimensão da placa de isolamento térmico (1). A fixação da placa de isolamento térmico (1) ao suporte (não visível) é feita através de colagem (não visível) e de fixações mecânicas (não visíveis). As fixações mecânicas (não visíveis) são dispostas e realizadas através dos furos (8) existentes na placa de isolamento térmico (1). No isolamento térmico (1) existem negativos (9) que ficam rebaixados relativamente à superfície da placa de isolamento térmico (1). Estes negativos (9) permitem que a cavilha da fixação mecânica (não visível) fique complanar com a superfície exterior da placa de isolamento térmico (1) após a sua instalação. Nos bordos (4,5,6,7) há uma área em que não existe colagem com argamassa cimentícia (3) da rede de reforço (2) à placa de isolamento térmico (1) para permitir a ligação e compatibilização entre módulos conexos durante a instalação no suporte (não visível) e para permitir a aplicação do acessório de canto (não visível). Na área do negativo (9) para aplicação da 13

16 cavilha de fixação mecânica (não visível) não existe colagem com argamassa cimentícia (3) da rede de reforço (2) à placa de isolamento térmico (1) A Figura 7 mostra o corte do módulo pré-fabricado standard para instalação de ETICS. (ver Figura 2) A Figura 8 mostra o pormenor da instalação do módulo pré-fabricado. A junta (10) decorrente da instalação de módulos no suporte (11) com argamassa de colagem (12) evidência a conexão dos rebordos (5,6) ou (4,7) de módulos distintos. A transição entre módulo é realizada com a sobreposição da rede de reforço (2) e o respectivo preenchimento da junta (10) com argamassa cimentícia (3). A junta (10) permite a ligação e compatibilização entre módulos conexos durante a instalação no suporte (11). A Figura 9 mostra o pormenor da instalação do módulo pré-fabricado. A junta (10) decorrente da instalação de módulos no suporte (11) com argamassa de colagem (12) e fixações mecânicas (13) evidência a conexão dos rebordos (5,6) ou (4,7) de módulos distintos. A transição entre módulo é realizada com a sobreposição da rede de reforço (2) e o respectivo preenchimento da junta (10) e fixações mecânicas (13) com argamassa cimentícia (3). A junta (10) permite a ligação e compatibilização entre módulos conexos durante a instalação no suporte (11). A Figura 10 mostra a configuração base do módulo pré-fabricado para instalação de ETICS. O módulo é composto pela placa de isolamento térmico (1) revestida 14

17 com rede de reforço (2) na face exterior fixa com argamassa (3) de base cimentícia. Nos bordos (4,6) a rede de reforço (2) tem um comprimento superior à geometria da placa de isolamento térmico (1). A fixação da placa de isolamento térmico (1) ao suporte (11) é feita através de colagem (12) e de fixações mecânicas (13). As fixações mecânicas (13) são dispostas e realizadas através dos furos (8) existentes na placa de isolamento térmico (1). No isolante térmico existem negativos (9) que ficam rebaixados relativamente à superfície da placa de isolamento térmico (1). Estes negativos (9) permitem que a cavilha da fixação mecânica (13) fique complanar com a superfície exterior da placa de isolamento térmico (1) após a sua instalação. Nos bordos (4,5,6,7) há uma área em que não existe colagem com argamassa cimentícia (3) da rede de reforço (2) à placa de isolamento térmico (1) para permitir a ligação e compatibilização entre módulos conexos durante a instalação no suporte (não visível). Na área do negativo (9) para aplicação da cavilha de fixação mecânica (13) não existe colagem com argamassa cimentícia (3) da rede de reforço (2) à placa de isolamento térmico (1). A Figura 11 mostra a instalação dos módulos descritos na figura 2 e figura 5 da presente invenção. Na base do revestimento estão aplicados os módulos com o perfil de arranque (Figura 5) e nas linhas superiores é aplicado os módulos base (Figura 2). As fixações mecânicas são aplicadas no centro do módulo através dos furos (8) e na periferia do módulo nos rebordos (4,5,6,7) 15

18 através das intercepções das placas de isolamento térmico (1). A Figura 12 mostra o barramento das juntas e das fixações mecânicas da instalação de módulos. O preenchimento das juntas entre módulos (10), dos negativos (9) para fixação mecânica e nos bordos (4,5,6,7) é realizado com argamassa cimentícia (3). A Figura 13 mostra a instalação dos módulos definidos na figura 1 e na figura 3 de acordo com a presente invenção. Na base do revestimento estão aplicados os módulos com o perfil de arranque descritos na Figura 3 e nas linhas superiores estão aplicado os módulos base (Figura 1). A fixação ao suporte é realizada através de colagem ao suporte. A Figura 14 mostra o barramento das juntas da instalação de módulos pré-fabricados. O preenchimento é realizado com argamassa cimentícia (3) nas juntas entre módulos (10) nos rebordos (4,5,6,7) dos módulos. O preenchimento com argamassa cimentícia (3) é executado sobre a dupla rede de reforço (2). Os esquemas apresentados, assim como a totalidade da invenção, pretendem ter um carácter apenas exemplificativo, considerando-se abrangidas pela presente invenção modificações óbvias efectuadas por um perito na técnica. Lisboa, 7 de Março de

19 REIVINDICAÇÕES 1. Painel modular de isolamento térmico para revestimento exterior caracterizado por compreender uma placa de isolamento térmico (1) revestida com rede de reforço (2) na face exterior, fixa com argamassa (3) de base cimentícia, sendo que pelo menos um dos rebordos (4,5,6,7) é um rebordo macho, no qual a rede reforço (2) tem um comprimento superior à placa de isolamento térmico (1) e existindo nos rebordos (4,5,6,7) uma área em que não existe colagem com argamassa cimentícia (3) da rede de reforço (2) à placa de isolamento térmico (1), sendo módulos contíguos compatibilizados através da sobreposição da rede de reforço (2) com preenchimento da junta (10) com argamassa cimentícia (3), e sendo a referida junta (10) decorrente da instalação de módulos contíguos no suporte (11) com argamassa de colagem (12). 2. Painel modular de isolamento térmico, de acordo com a reivindicação anterior, caracterizado por o material da rede de reforço (2) aplicada no painel de isolamento térmico poder ser constituído por rede de fibra de vidro simples ou dupla, rede de fibra de carbono simples ou dupla ou rede metálica simples ou dupla, entre outros. 3. Painel modular de isolamento térmico, de acordo com as reivindicações anteriores, caracterizado por o material da placa de isolamento térmico (1) poder ser constituída, entre outros, por placa de lã mineral (MW), placa em vidro celular, placa de poliestireno expandido extrudido (XPS), placa de poliestireno expandido moldado 1

20 (EPS), placa em aglomerado de cortiça expandida (ICB), placa em fibras vegetais aglutinadas com ligantes minerais, placa em espuma de poliuretano (PUR), placa em espuma de poliisocianurato (PIR), placa de gesso cartonado ou placa de gesso com fibras, entre outros. 4. Painel modular de isolamento térmico, de acordo com as reivindicações anteriores, caracterizado por possuir furos (8) na placa de isolamento térmico (1) para aplicação de fixações mecânicas (13) e por possuir negativos (9), rebaixados relativamente à superfície da placa de isolamento térmico (1) obrigando a que a cavilha da fixação mecânica (13) fique complanar com a superfície exterior da placa de isolamento térmico (1) após a instalação, não existindo colagem com argamassa cimentícia (3) da rede de reforço (2) à placa de isolamento térmico (1) na área dos rebaixos/negativos (9). 5. Painel modular de isolamento térmico, de acordo com a reivindicação 4, caracterizado por as fixações mecânicas (13) serem fixas ao suporte (11) através de um furo (8) que atravessa a placa de isolamento térmico (1), sendo que a rede de reforço (2) localizada na zona das fixações mecânicas centrais é descontínua. 6. Painel modular de isolamento térmico, de acordo com as reivindicações 4 e 5, caracterizado por as fixações mecânicas serem na periferia do módulo nos rebordos (4,5,6,7) através das intercepções das placas de isolamento térmico (1) e no interior da placa de 2

21 isolamneto térmico (1), na zona dos rebaixos/negativos (9). 7. Painel modular de isolamento térmico, de acordo com as reivindicações anteriores, caracterizado por a placa de de isolamento térmico térmico (1) possuir incorporada no bordo inferior (5) uma calha de arranque (14) com um comprimento idêntico ao do bordo inferior (5) da placa de de isolamento térmico (1) sendo que a calha de arranque (14) se encontra desfasada relativamente à placa de isolamento térmico (1). 8. Painel modular de isolamento térmico, de acordo com as reivindicações anteriores, caracterizado por poder receber distintos acabamentos superficiais tais como barramentos, pinturas ou projecções de argamassas diversas. 9. Método de instalação de painéis modular de isolamento térmico para revestimento exterior caracterizado por compreender as seguintes etapas, - Colagem do módulo ao suporte - preenchimento dos rebordos entre placas com argamassa cimentícia - preenchimento das juntas de transição (10) entre módulos com argamassa cimentícia. 3

22 10. Método de instalação de painéis modular de isolamento térmico para revestimento exterior, de acordo com a reivindicação anterior, caracterizado por compreender as seguintes etapas opcionais - execução das fixações mecânicas (13) - preenchimento das fixações mecânicas (13) com argamassa cimentícia (3) - desbaste entre placas - preenchimento com argamassa cimentícia (3) dos negativos (9) sobre as fixações mecânicas (13). Lisboa, 25 de Maio de

23 FIGURAS Figura 1 1/14

24 Figura 2 2/14

25 Figura 3 3/14

26 Figura 4 4/14

27 Figura 5 5/14

28 Figura 6 6/14

29 Figura 7 7/14

30 Figura 8 8/14

31 Figura 9 9/14

32 Figura 10 10/14

33 Figura 11 11/14

34 Figura 12 12/14

35 Figura 13 13/14

36 Figura 14 14/14

37 Relatório de Pesquisa de Portugal Ref. do pedido: CLASSIFICAÇÃO DA MATÉRIA B32B 15/08; B32B 17/12; E04B 1/80 De acordo com a Classificação Internacional de Patentes DOCUMENTAÇÃO E BASES DE DADOS ELETRÓNICAS PESQUISADAS Epodoc, Espacenet, Google, SI INPI DOMÍNIOS TÉCNICOS PESQUISADOS B32B15/00/low, B32B17/00/low, B32B5/00/low De acordo com a Classificação Internacional de Patentes DOCUMENTOS CONSIDERADOS RELEVANTES Categoria* Citação do documento, com indicação, sempre que apropriado, das passagens relevantes Relevante para a reivindicação A A A CN Y Y (WANHUA ENERGY SAVING BUILDING [CN]) , resumo e desenhos DE A1 (VEIT DENNERT KG BAUSTOFFBETR E [DE] ) , resumo e desenhos US A1 (ILFREY PATRICK [US]) , resumo e desenhos * Categorias dos documentos citados: A Estado da técnica; X Documento de particular relevância quando considerado isoladamente; Y Documento de particular relevância quando combinado com um ou mais deste tipo de documentos; E Pedido de patente anterior publicado na mesma data ou em data posterior à do pedido; L Documento citado por qualquer outra razão; Data do termo da pesquisa Data de elaboração do Relatório de Pesquisa T & P D O Princípio ou teoria subjacente à invenção; Documento membro da mesma família de documentos de patente; Documento publicado antes da data de pedido mas depois da data de prioridade; Documento citado no pedido; Documento que se refere a uma divulgação oral, uso, exibição ou qualquer outro meio. Técnico examinador: Luís Mesquita Telefone: INPI, Campo das Cebolas, LISBOA Fax: Assinatura M /2

38 Anexo ao Relatório de Pesquisa de Portugal Informação sobre os membros da família de documentos de patente Ref. do pedido: Documento de patente citado no relatório Data de publicação Membro(s) da família Data de publicação CN Y Y Não tem DE A Não tem US A US A M /2

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 106103 (51) Classificação Internacional: A47J 27/09 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2012.01.23 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 105633 (51) Classificação Internacional: E01C 5/20 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2011.04.18 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 105913 (51) Classificação Internacional: A47F 5/00 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2011.09.30 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (54) Epígrafe: PAINEL PARA TECTO FALSO COM SISTEMA DE FIXAÇÃO POR ENCAIXE METÁLICO

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (54) Epígrafe: PAINEL PARA TECTO FALSO COM SISTEMA DE FIXAÇÃO POR ENCAIXE METÁLICO (11) Número de Publicação: PT 10885 (51) Classificação Internacional: E04B 9/00 (2006) (12) FASCÍCULO DE MODELO DE UTILIDADE (22) Data de pedido: 2013.01.28 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

GUIÃO TÉCNICO CORRECÇÃO DE PONTES TÉRMICAS PAREDES SIMPLES. FICHA TÉCNICA DOW Nº 14 Nº de pág.: 5 16 de Setembro de

GUIÃO TÉCNICO CORRECÇÃO DE PONTES TÉRMICAS PAREDES SIMPLES. FICHA TÉCNICA DOW Nº 14 Nº de pág.: 5 16 de Setembro de GUIÃO TÉCNICO CORRECÇÃO DE PONTES TÉRMICAS PAREDES SIMPLES FICHA TÉCNICA DOW Nº 14 Nº de pág.: 5 16 de Setembro de 2005 www.construlink.com CORRECÇÃO DE PONTES TÉRMICAS - PAREDES SIMPLES A necessidade

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 10941 (51) Classificação Internacional: E04C 2/284 (2006) (12) FASCÍCULO DE MODELO DE UTILIDADE (22) Data de pedido: 2011.06.27 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 10866 (51) Classificação Internacional: A47C 17/00 (2006) (12) FASCÍCULO DE MODELO DE UTILIDADE (22) Data de pedido: 2012.10.21 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (54) Epígrafe: DISPOSITIVO MECÂNICO ELETROMOTORIZADO DE GERAÇÃO DE ENERGIA

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (54) Epígrafe: DISPOSITIVO MECÂNICO ELETROMOTORIZADO DE GERAÇÃO DE ENERGIA (11) Número de Publicação: PT 106515 (51) Classificação Internacional: H02N 11/00 (2006) H02M 5/32 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2012.09.03 (30) Prioridade(s): (43)

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 10660 (51) Classificação Internacional: E04C 1/41 (2006) (12) FASCÍCULO DE MODELO DE UTILIDADE (22) Data de pedido: 2010.02.19 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 105894 (51) Classificação Internacional: E04C 2/284 (2006) E04C 2/292 (2006) E04C 2/296 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2011.09.22 (30) Prioridade(s):

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 10653 (51) Classificação Internacional: E04G 11/08 (2006) (12) FASCÍCULO DE MODELO DE UTILIDADE (22) Data de pedido: 2009.07.03 (30) Prioridade(s): 2008.07.04 PAT104661 ES

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 106426 (51) Classificação Internacional: B29C 45/02 (2006) B29C 45/17 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2012.06.29 (30) Prioridade(s): 2012.10.22

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 104993 (51) Classificação Internacional: E06B 3/66 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2010.03.08 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (54) Epígrafe: CHASSIS DE CARRO EM MINIATURA PARA MONTAGEM DE COMPONENTES INFORMÁTICOS

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (54) Epígrafe: CHASSIS DE CARRO EM MINIATURA PARA MONTAGEM DE COMPONENTES INFORMÁTICOS (11) Número de Publicação: PT 106034 (51) Classificação Internacional: A63H 17/26 (2006) H05K 7/18 (2006) H05K 7/14 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2011.11.30 (30) Prioridade(s):

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 10900 (51) Classificação Internacional: A41D 23/00 (2006) (12) FASCÍCULO DE MODELO DE UTILIDADE (22) Data de pedido: 2013.03.19 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 106303 (51) Classificação Internacional: F16M 11/12 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2012.05.08 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Isolamento Térmico de fachadas pelo exterior. nº 17. Nº Pág.s: Fevereiro 2007

FICHA TÉCNICA. Isolamento Térmico de fachadas pelo exterior. nº 17. Nº Pág.s: Fevereiro 2007 nº 17 FICHA TÉCNICA Isolamento Térmico de fachadas pelo exterior Nº Pág.s: 07 17 12 Fevereiro 2007 Isolamento Térmico de fachadas pelo exterior 01 Para responder às crescentes exigências de conforto higrotérmico,

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 10960 (51) Classificação Internacional: G06F 3/00 (2006) (12) FASCÍCULO DE MODELO DE UTILIDADE (22) Data de pedido: 2013.10.08 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 105774 (51) Classificação Internacional: E04C 2/284 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2011.06.27 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 106005 (51) Classificação Internacional: B32B 23/00 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2011.11.16 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 104763 (51) Classificação Internacional: B23D 47/00 (2006) B23D 61/02 (2006) B24B 23/02 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2009.09.25 (30) Prioridade(s):

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 106513 (51) Classificação Internacional: G01R 31/28 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2012.08.29 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (54) Epígrafe: CONVERSOR DE MÚLTIPLOS NÍVEIS DE TENSÃO PARA CIRCUITOS POLIFÁSICOS

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (54) Epígrafe: CONVERSOR DE MÚLTIPLOS NÍVEIS DE TENSÃO PARA CIRCUITOS POLIFÁSICOS (11) Número de Publicação: PT 105415 (51) Classificação Internacional: H02M 7/797 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2010.12.03 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 105651 (51) Classificação Internacional: H02K 5/02 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2011.04.26 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 105915 (51) Classificação Internacional: H02K 17/12 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2011.10.04 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 10893 (51) Classificação Internacional: G06Q 50/22 (2012) (12) FASCÍCULO DE MODELO DE UTILIDADE (22) Data de pedido: 2013.03.01 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 10817 (51) Classificação Internacional: D06F 57/12 (2006) (12) FASCÍCULO DE MODELO DE UTILIDADE (22) Data de pedido: 2011.04.15 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

(72) Inventor(es): (54) Epígrafe: SISTEMA DE FIXAÇÃO RÁPIDA DE PLACAS DE REVESTIMENTO EM FACHADAS VENTILADAS

(72) Inventor(es): (54) Epígrafe: SISTEMA DE FIXAÇÃO RÁPIDA DE PLACAS DE REVESTIMENTO EM FACHADAS VENTILADAS () Número de Publicação: PT 04686 A (5) Classificação Internacional: E04F /08 (006.0) () FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO () Data de pedido: 009.07. (0) Prioridade(s): (4) Data de publicação do pedido:

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 10684 (51) Classificação Internacional: E04B 2/00 (2006) (12) FASCÍCULO DE MODELO DE UTILIDADE (22) Data de pedido: 2011.04.15 (30) Prioridade(s): 2010.04.16 U201030350 ES

Leia mais

VANTAGENS. Modularidade. Máxima Flexibilidade. Inspecção. Montagem. As vantagens deste novo sistema são numerosas:

VANTAGENS. Modularidade. Máxima Flexibilidade. Inspecção. Montagem. As vantagens deste novo sistema são numerosas: O sistema Giacoklima é um sistema inovador ideal para a climatização no Verão e Inverno, que alia o bem estar ao baixo consumo energético. O elemento chave deste sistema é a utilização da água, que permite

Leia mais

Em vigor desde 29/12/2017 Máquinas e Ferramentas - 1 / 6 TABELA DE PREÇOS

Em vigor desde 29/12/2017 Máquinas e Ferramentas - 1 / 6 TABELA DE PREÇOS Em vigor desde 29/12/2017 Máquinas e Ferramentas - 1 / 6 1625202 LENA1BASIC CIMENTO COLA BR(S25K)$ UN 7,40 Ligantes hidráulicos, inertes calcáricos e silicioso e aditivos Peças de pequenas dimensões (15x15cm),

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 10657 (51) Classificação Internacional: E04B 2/00 (2006) (12) FASCÍCULO DE MODELO DE UTILIDADE (22) Data de pedido: 2011.01.27 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 105524 (51) Classificação Internacional: G01C 5/00 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2011.02.11 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR

SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR Características Sistema de isolamento térmico pelo exterior é um sistema de isolamento de paredes pelo exterior de edifícios existentes e construção nova, composto

Leia mais

PAINÉIS ISOTÉRMICOS ISOJOINT

PAINÉIS ISOTÉRMICOS ISOJOINT GANHANDO TEMPO PARA VOCÊ 100% BRASIL PAINÉIS ISOTÉRMICOS ISOJOINT Painéis ISOJOINT WALL PUR Construção civil Os Painéis ISOJOINT WALL PUR são constituídos de núcleo de PUR (poliuretano) ou PIR (Poliisocianurato)

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (54) Epígrafe: PROCESSO DE LIGAÇÃO DE DUAS PEÇAS DO TRAVÃO DE MÃO DE UM AUTOMÓVEL

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (54) Epígrafe: PROCESSO DE LIGAÇÃO DE DUAS PEÇAS DO TRAVÃO DE MÃO DE UM AUTOMÓVEL (11) Número de Publicação: PT 105554 (51) Classificação Internacional: B60T 7/10 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2011.03.03 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 105380 (51) Classificação Internacional: E04H 4/00 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2010.11.12 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 10618 (51) Classificação Internacional: E04B 1/24 (2006) (12) FASCÍCULO DE MODELO DE UTILIDADE (22) Data de pedido: 2010.09.20 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 106014 (51) Classificação Internacional: H01R 9/05 (2006) H01R 13/00 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2011.11.22 (30) Prioridade(s): (43)

Leia mais

Argamassas Térmicas, uma solução

Argamassas Térmicas, uma solução Argamassas Térmicas, uma solução na melhoria do Desempenho Térmico dos Edifícios André Correia Associação Portuguesa de Fabricantes de Argamassas e ETICS Fachadas Energeticamente Eficientes TEKtónica,

Leia mais

ACEPE ASSOCIAÇÃO INDUSTRIAL DO POLIESTIRENO EXPANDIDO

ACEPE ASSOCIAÇÃO INDUSTRIAL DO POLIESTIRENO EXPANDIDO ACEPE ASSOCIAÇÃO INDUSTRIAL DO POLIESTIRENO EXPANDIDO EPS POLIESTIRENO EXPANDIDO NO ETICS A ESCOLHA PARA UM ISOLAMENTO EFICIENTE, ECONÓMICO E SUSTENTÁVEL NICOLAU TIRONE SEMINÁRIO APFAC/ ITeCons FACHADAS

Leia mais

Isolamento Sustentável. Soluções Ideais para Reabilitação

Isolamento Sustentável. Soluções Ideais para Reabilitação Isolamento Sustentável A Gyptec Ibérica de capital nacional e inserida no Grupo Preceram, dedica-se à produção de placas de gesso laminado, através de métodos não poluentes e ambientalmente sustentáveis

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 104945 (51) Classificação Internacional: B23Q 3/00 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2010.01.18 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

O que é o ICF? Vantagens

O que é o ICF? Vantagens O que é o ICF? É um sistema de construção constituído por blocos isolantes em EPS, poliestireno expandido (conhecido em Portugal como esferovite), que após montagem, são preenchidos com betão armado, formando

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (54) Epígrafe: SISTEMA DE CONEXÃO RÁPIDO PARA CABO/CABO OU PARA CABO/DISPOSITIVO DE ILUMINAÇÃO

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (54) Epígrafe: SISTEMA DE CONEXÃO RÁPIDO PARA CABO/CABO OU PARA CABO/DISPOSITIVO DE ILUMINAÇÃO (11) Número de Publicação: PT 10894 (51) Classificação Internacional: H01R 24/00 (2011) (12) FASCÍCULO DE MODELO DE UTILIDADE (22) Data de pedido: 2012.05.15 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

Soluções de reabilitação de paredes/fachadas com desempenho térmico melhorado. Luís Silva Coimbra, 31 de Julho 2014

Soluções de reabilitação de paredes/fachadas com desempenho térmico melhorado. Luís Silva Coimbra, 31 de Julho 2014 Soluções de reabilitação de paredes/fachadas com desempenho térmico melhorado Luís Silva Coimbra, 31 de Julho 2014 Introdução As exigências da reabilitação na relação com o existente A compatibilidade

Leia mais

Fichas de Verificação

Fichas de Verificação Anexo 2 Fichas de Verificação 143 144 Sistemas de Isolamento Térmico pelo Exterior FICHA 1 ELEMENTOS DE PROJETO E CONTRATO 1. IDENTIFICAÇÃO Obra: REF. ª Local: PC 2. TÍTULO ELEMENTOS DE PROJETO E CONTRATO

Leia mais

PAINÉIS ISOTÉRMICOS ISOJOINT 100% BRASIL

PAINÉIS ISOTÉRMICOS ISOJOINT 100% BRASIL GANHANDO TEMPO PARA VOCÊ 100% BRASIL PAINÉIS ISOTÉRMICOS ISOJOINT PA MATRIZ: ANÁPOLIS - GO MT GO UNIDADES FABRIS PR MATRÍZ: GO - 62 4015-12 FILIAIS: PA - 91 3711-2720 MT - 65 3692-4611 PR - 41 3525-5300

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 106952 (51) Classificação Internacional: A01D 46/26 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2013.05.21 (30) Prioridade(s): 2012.05.22 P201230769

Leia mais

PATOLOGIA DA CONSTRUÇÃO ESTUDO DE CASOS

PATOLOGIA DA CONSTRUÇÃO ESTUDO DE CASOS PATOLOGIA DA CONSTRUÇÃO ESTUDO DE CASOS Vasco Peixoto de Freitas Vasco Peixoto de Freitas FC_FEUP Novembro de 2007-1 www.patorreb.com Estrutura do Site Vasco Peixoto de Freitas FC_FEUP Novembro de 2007-2

Leia mais

Alvenaria, aspecto final face à vista e correntes, rebocadas.

Alvenaria, aspecto final face à vista e correntes, rebocadas. Terminologia relativa a alvenarias Hipólito de Sousa ALVENARIAS Alvenaria associação de elementos naturais ou artificiais, constituindo uma construção. Correntemente a ligação é assegurada por uma argamassa.

Leia mais

ISO... Sistema ETICS. therm

ISO... Sistema ETICS. therm ISO... Sistema ETICS therm By O Isolamento térmico de qualidade O sistema ETICS ISOtherm tem na sua composição diferentes soluções de acordo com as distintas necessidades das habitações/edifícios. Propomos

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 10726 (51) Classificação Internacional: H05K 7/14 (2006) (12) FASCÍCULO DE MODELO DE UTILIDADE (22) Data de pedido: 2011.07.29 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

Isolamento. Saiba mais sobre

Isolamento. Saiba mais sobre Isolamento Saiba mais sobre 1 ENQUADRAMENTO A MAIORIA DOS EDIFÍCIOS CONSTRUÍDOS EM PORTUGAL NÃO POSSUI ISOLAMENTO TÉRMICO. SE A SUA CASA É ANTERIOR A 1990 E NUNCA FOI REABILITADA, ENTÃO É POSSÍVEL QUE

Leia mais

Placa Cimentícia Impermeabilizada

Placa Cimentícia Impermeabilizada Impermeabilizada A solução da Brasilit para a construção de paredes e fachadas. Impermeabilizada Praticidade, conforto e resistência para as mais variadas aplicações. Fachada com junta aparente Fachada

Leia mais

Placas Cimentícias, Painéis e Acessórios para Construção Industrializada. A solução da Brasilit para a execução da sua obra.

Placas Cimentícias, Painéis e Acessórios para Construção Industrializada. A solução da Brasilit para a execução da sua obra. Placas Cimentícias, Painéis e Acessórios para Construção Industrializada A solução da Brasilit para a execução da sua obra. Placas e Painéis Brasilit A rapidez e a praticidade aliadas à elegância e à

Leia mais

NO FRIO E NO CALOR O CASACO TÉRMICO DA SUA CASA

NO FRIO E NO CALOR O CASACO TÉRMICO DA SUA CASA NOVO Sika ThermoCoat NO FRIO E NO CALOR O CASACO TÉRMICO DA SUA CASA SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR ETICS CONFORTÁVEL POUPA ENERGIA IMPERMEÁVEL SEM CONDENSAÇÕES SEM FISSURAS prt.sika.com UM

Leia mais

Sistema de Isolamento Térmico pelo Exterior. Reboco Delgado Armado sobre Poliestireno Expandido - ETICS

Sistema de Isolamento Térmico pelo Exterior. Reboco Delgado Armado sobre Poliestireno Expandido - ETICS Sistema de Isolamento Térmico pelo Exterior Reboco Delgado Armado sobre Poliestireno Expandido - ETICS Sistema TEPROTERM 2 / 19 1. INTRODUÇÃO I Cerca de 1/3 do consumo mundial de energia destina-se a habitações

Leia mais

CONSTRUÇÃO COM PAINÉIS DE MADEIRA CLT UMA NOVA GERAÇÃO DE EDIFÍCIOS

CONSTRUÇÃO COM PAINÉIS DE MADEIRA CLT UMA NOVA GERAÇÃO DE EDIFÍCIOS CONSTRUÇÃO COM PAINÉIS DE MADEIRA CLT UMA NOVA GERAÇÃO DE EDIFÍCIOS LISBOA, JULHO 2016 SISTEMA CONSTRUTIVO CLT - CONCEITO CARACTERÍSTICAS GERAIS ESTRATOS ORTOGONAIS ESPÉCIES RESINOSAS COLA EM POLIURETANO

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 104385 (51) Classificação Internacional: E04B 5/48 (2006) E04B 1/70 (2006) E02D 31/02 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2011.01.14 (30) Prioridade(s):

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 106429 (51) Classificação Internacional: B27L 7/00 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2012.07.02 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

Paredes Fichas de Aplicação

Paredes Fichas de Aplicação Fichas de Aplicação e Revestimento Painel Perfurado Painel Sandwich Consulte o Dossier Técnico Viroc disponível em www.viroc.pt, na página de Downloads. Outros Suplementos de Soluções Recomendadas Viroc

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 10858 (51) Classificação Internacional: F16L 3/08 (2006) H02G 3/00 (2006) (12) FASCÍCULO DE MODELO DE UTILIDADE (22) Data de pedido: 2012.09.19 (30) Prioridade(s): 2012.05.31

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 10864 (51) Classificação Internacional: A45B 25/10 (2006) (12) FASCÍCULO DE MODELO DE UTILIDADE (22) Data de pedido: 2012.10.24 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE ACESSIBILIDADE- MAC- 01 ERG. Especificação Técnica revisada conforme FSET nº 175/2011 acordado com o DERAT.

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE ACESSIBILIDADE- MAC- 01 ERG. Especificação Técnica revisada conforme FSET nº 175/2011 acordado com o DERAT. EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE ACESSIBILIDADE- MAC- 01 ERG NÚMERO: 132008 DESENHO: DT- 494/7 EMISSÃO: MARÇO/2013 VALIDADE: MARÇO/2015 REVOGA: 082104 REVOGA

Leia mais

SÉRIE INVICTA S 1 FOLHA BATENTE

SÉRIE INVICTA S 1 FOLHA BATENTE SÉRIE INVICTA S 1 FOLHA BATENTE ' P O R S E G, S I S T E M A S D E S E G U R A N Ç A, S. A. P R O D U T O S A N T I - I N T R U S Ã O S É R I E I N V I C T A S SÉRIE INVICTA S 82 83 84 85 Fotografias

Leia mais

Isolamento Térmico com Grés Cerâmico Manual de Instalação

Isolamento Térmico com Grés Cerâmico Manual de Instalação Isolamento Térmico com Grés Cerâmico Manual de Instalação www.candigres.com :: candigres@candigres.com Índice Pág. 1.0 Cálculo do Material necessário 4 2.0 Preparação do suporte 4 2.1 Condições Gerais

Leia mais

CONSTRUÇÃO COM PAINÉIS DE MADEIRA CLT UMA NOVA GERAÇÃO DE EDIFÍCIOS

CONSTRUÇÃO COM PAINÉIS DE MADEIRA CLT UMA NOVA GERAÇÃO DE EDIFÍCIOS CONSTRUÇÃO COM PAINÉIS DE MADEIRA CLT UMA NOVA GERAÇÃO DE EDIFÍCIOS COIMBRA, MAIO 2016 SISTEMA CONSTRUTIVO CLT - CONCEITO CARACTERÍSTICAS GERAIS ESTRATOS ORTOGONAIS ESPÉCIES RESINOSAS COLA EM POLIURETANO

Leia mais

A CLASSIFICAÇÃO EUROPEIA DE REACÇÃO AO FOGO DOS PRODUTOS DE CONSTRUÇÃO

A CLASSIFICAÇÃO EUROPEIA DE REACÇÃO AO FOGO DOS PRODUTOS DE CONSTRUÇÃO A CLASSIFICAÇÃO EUROPEIA DE REACÇÃO AO FOGO DOS PRODUTOS DE CONSTRUÇÃO QUADROS ADICIONAIS da Edição revista e actualizada (Janeiro de 2011) Lisboa 2011 Carlos A. Pina dos Santos Engenheiro Civil, Investigador

Leia mais

1.- SISTEMA ENVOLVENTE...

1.- SISTEMA ENVOLVENTE... ÍNDICE.- SISTEMA ENVOLVENTE.....- Pavimentos em contacto com o terreno......- Lajes térreas.....- Fachadas......- Parte opaca das fachadas......- Aberturas em fachada.....- Paredes meeiras... 5..- Coberturas...

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 10956 (51) Classificação Internacional: E04H 4/06 (2006) (12) FASCÍCULO DE MODELO DE UTILIDADE (22) Data de pedido: 2013.09.27 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

O Sistema Dreamdomus Painéis

O Sistema Dreamdomus Painéis Construção Modular Conceito A equipa técnica da dreamdomus aprofundou o conceito de pré-fabricação, levando ao limite a noção de economia habitualmente associada a este tipo de construção, conseguindo

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 105417 (51) Classificação Internacional: E04H 1/00 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2010.12.03 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

Composite Placas compostas em zinco para fachadas ventiladas ou paredes cortina.

Composite Placas compostas em zinco para fachadas ventiladas ou paredes cortina. FACHADA Composite Placas compostas em zinco para fachadas ventiladas ou paredes cortina. Vantagens Estética dos acabamentos em VMZINC Planimetria e robustez excepcionais Grande dimensão dos painéis e estabilidade

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (54) Epígrafe: CONJUNTO PARA MONTAGEM DE UM RESERVATÓRIO E RESPETIVO PROCESSO DE MONTAGEM

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (54) Epígrafe: CONJUNTO PARA MONTAGEM DE UM RESERVATÓRIO E RESPETIVO PROCESSO DE MONTAGEM (11) Número de Publicação: PT 106394 (51) Classificação Internacional: E04H 4/00 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2012.06.20 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 10848 (51) Classificação Internacional: E01C 5/00 (2006) (12) FASCÍCULO DE MODELO DE UTILIDADE (22) Data de pedido: 2012.07.29 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

Os Painéis Cimentício são compostos de Cimento Portland, partículas de madeira, água, aditivos e pigmentos. Muito

Os Painéis Cimentício são compostos de Cimento Portland, partículas de madeira, água, aditivos e pigmentos. Muito Os Painéis Cimentício são compostos de Cimento Portland, partículas de madeira, água, aditivos e pigmentos. Muito utilizados em fechamentos de edifícios comerciais e residências, estes painéis são uma

Leia mais

FICHAS DE PATOLOGIAS DOS SISTEMAS ETICS

FICHAS DE PATOLOGIAS DOS SISTEMAS ETICS FICHAS DE PATOLOGIAS DOS SISTEMAS ETICS Vasco Peixoto de Freitas Andreia Mota Miranda Laboratório de Física das Construções FACULDADE DE ENGENHARIA UNIVERSIDADE DO PORTO Vasco Peixoto de Freitas e Andreia

Leia mais

(54) Epígrafe: DISPOSITIVO DE SEGURANÇA PARA VÃOS DE ESCADAS EM OBRAS

(54) Epígrafe: DISPOSITIVO DE SEGURANÇA PARA VÃOS DE ESCADAS EM OBRAS (11) Número de Publicação: PT 105145 A (51) Classificação Internacional: E04G 21/32 (2006.01) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2010.06.04 (30) Prioridade(s): 2009.06.23 EP 09382101.5

Leia mais

GET GESTÃO DE ENERGIA TÉRMICA Lda.

GET GESTÃO DE ENERGIA TÉRMICA Lda. 1 Dados climáticos de referência para a região do Porto: Inverno: Região climática I1, número de graus dias = 1610 (º dias), duração da estação de aquecimento = 6,7 meses. Verão: Região climática V1, Temperatura

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 106562 (51) Classificação Internacional: E01D 21/10 (2006) E01D 11/04 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2012.10.03 (30) Prioridade(s): (43)

Leia mais

Reabilitação de edifícios com sistema ETICS: um caso de aplicação prática

Reabilitação de edifícios com sistema ETICS: um caso de aplicação prática Reabilitação de edifícios com sistema ETICS: um caso de aplicação prática Reabilitação da Escola Secundária de Rio Tinto, Gondomar Vasco Pereira, Saint-Gobain Weber Portugal 1. Introdução 2. Reabilitação

Leia mais

PLACAS DE GESSO E MASSAS PERFIS E ACESSÓRIOS

PLACAS DE GESSO E MASSAS PERFIS E ACESSÓRIOS PLACAS DE GESSO E MASSAS PERFIS E ACESSÓRIOS PLACAS PLACAS A STANDARD PLACAS H HIDRÓFUGA PLACAS F ANTI-FOGO PLACAS D ALTA-DUREZA PLACAS PROTECT PLACAS COMPOSTAS Isolamento EPS Isolamento XPS Isolamento

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL ÁREA DE CONSTRUÇÃO

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL ÁREA DE CONSTRUÇÃO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL ÁREA DE CONSTRUÇÃO 1. Para determinar a porosidade aberta de uma pedra calcária, utilizou-se um provete com as dimensões de 7.1 7.1 7.1 cm 3. Determinou-se a massa no estado

Leia mais

SÉRIE INVICTA S 1 FOLHA BATENTE

SÉRIE INVICTA S 1 FOLHA BATENTE SÉRIE INVICTA S 1ª Edição Porseg - Sistemas de Segurança S.A. 2014 SÉRIE INVICTA S 1 FOLHA BATENTE P O R S E G, S I S T E M A S D E S E G U R A N Ç A, S. A. P R O D U T O S A N T I - I N T R U S Ã O

Leia mais

Painéis de garrafas PET e argamassa armada FICHA CATALOGRÁFICA NOVEMBRO/2014

Painéis de garrafas PET e argamassa armada FICHA CATALOGRÁFICA NOVEMBRO/2014 Tecnologias, Sistemas Construtivos e Tipologias para Habitações de Interesse Social Painéis de garrafas PET e argamassa armada FICHA CATALOGRÁFICA NOVEMBRO/2014 Tecnologias, Sistemas Construtivos e Tipologias

Leia mais

(72) Inventor(es): (74) Mandatário: (54) Epígrafe: SISTEMA DE CONSTRUÇÃO LEVE EM AÇO ENFORMADO A FRIO

(72) Inventor(es): (74) Mandatário: (54) Epígrafe: SISTEMA DE CONSTRUÇÃO LEVE EM AÇO ENFORMADO A FRIO (11) Número de Publicação: PT 10542 T (51) Classificação Internacional: E04C 2/08 (2006.01) E04B 1/80 (2006.01) E04B 1/86 (2006.01) (12) FASCÍCULO DE MODELO DE UTILIDADE (22) Data de pedido: 2010.03.06

Leia mais

Placa Cimento-Madeira

Placa Cimento-Madeira Placa Cimento-Madeira INFORMAÇÃO GERAL: Painel de superfície lisa ou rugosa para diferentes aplicações. COMPOSIÇÃO: 75% Cimento 25% Madeira APRESENTADA COMO: B1 / A2 Bruto / Lixado Lisa / Bordo Maquinado

Leia mais

Contribuição das argamassas em camada fina para a redução da transmissão térmica da alvenaria Projecto cbloco

Contribuição das argamassas em camada fina para a redução da transmissão térmica da alvenaria Projecto cbloco Contribuição das argamassas em camada fina para a redução da transmissão térmica da alvenaria Projecto cbloco A. Baio Dias 12 de Novembro 2008 UMinho, Portugal 1 Projecto cbloco 1. Objectivos do Projecto

Leia mais

TABELA DE PREÇOS. Membrana de betume modificado com polímero plastómero (APP), massa de 4,0 kg/m 2, armadura de poliester com 150 gr/m 2,

TABELA DE PREÇOS. Membrana de betume modificado com polímero plastómero (APP), massa de 4,0 kg/m 2, armadura de poliester com 150 gr/m 2, Art Descrição UN P Unit 1 - Sistemas de impermeabilização com membranas betuminosas APP 11 Coberturas: 111 Para coberturas acessiveis: Sistema - FV30 + PY40 T Membrana de betume modificado com polímero

Leia mais

PORTA SECCIONADA REFRAL NASSAU 9000M

PORTA SECCIONADA REFRAL NASSAU 9000M PORTA SECCIONADA REFRAL NASSAU 9000M Refral NASSAU 9000M Combinação de luz e isolamento Com a Refral NASSAU 9000M (Mix), você poderá combinar o melhor das portas 9000F e 9000G. Poderá obter a luz e claridade

Leia mais

Quebra-Cavacos F30 F50 SN-29. Geometria A11. Robusta. Vivo. Aumento da espessura do chanfro (arestas de corte estáveis)

Quebra-Cavacos F30 F50 SN-29. Geometria A11. Robusta. Vivo. Aumento da espessura do chanfro (arestas de corte estáveis) Quebra-Cavacos A Fina Geometria Média Robusta 0 10 20 30 40 50 60 70 80 90 100 Vivo Aumento da espessura do chanfro (arestas de corte estáveis) FN F30 F50 SN-29 SN Diminuição do ângulo de ataque (ação

Leia mais

COMPONENTES DE EDIFÍCIOS Aspectos de segurança e resistência mecânica do vidro. Índice

COMPONENTES DE EDIFÍCIOS Aspectos de segurança e resistência mecânica do vidro. Índice COMPONENTES DE EDIFÍCIOS Aspectos de segurança e resistência mecânica do vidro Índice 1 INTRODUÇÃO... 1 1.1 - Aspectos gerais... 1 1.2 Vidro... 2 1.2.1 - Vidro na construção... 2 1.2.2 - Vidro temperado...

Leia mais

Refrigeração e Ar Condicionado

Refrigeração e Ar Condicionado Refrigeração e Ar Condicionado Câmaras Frigoríficas Filipe Fernandes de Paula filipe.paula@engenharia.ufjf.br Departamento de Engenharia de Produção e Mecânica Faculdade de Engenharia Universidade Federal

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 10977 (51) Classificação Internacional: D06F 57/06 (2006) D06F 57/12 (2006) (12) FASCÍCULO DE MODELO DE UTILIDADE (22) Data de pedido: 2013.11.07 (30) Prioridade(s): (43)

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 106249 (51) Classificação Internacional: A41D 27/26 (2006) A41D 1/06 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2012.04.12 (30) Prioridade(s): (43)

Leia mais

Monoblocos Integrados para Quartos de Banho e Cozinhas em G.F.R.C. Recorrendo à tecnologia por si patenteada, o Grupo Pavicentro, apresenta no mercado

Monoblocos Integrados para Quartos de Banho e Cozinhas em G.F.R.C. Recorrendo à tecnologia por si patenteada, o Grupo Pavicentro, apresenta no mercado Monoblocos Integrados para Quartos de Banho e Cozinhas em G.F.R.C. G R U P O damos forma ao progresso Monoblocos Integrados para Quartos de Banho e Cozinhas em G.F.R.C. Recorrendo à tecnologia por si patenteada,

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 106255 (51) Classificação Internacional: B65H 81/06 (2006) E01D 11/02 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2012.04.16 (30) Prioridade(s): (43)

Leia mais

zendow Catalogo técnico do PRODUTO Estanquidade Isolamento Segurança

zendow Catalogo técnico do PRODUTO Estanquidade Isolamento Segurança Catalogo técnico do PRODUTO Estanquidade Isolamento Segurança CAIXIAVE - INDUSTRIA DE CAIXILHARIA S.A. ESTANQUIDADE AO AR E ÁGUA Com o fim de melhorar ao máximo as prestações ao ar e à água, o conceito

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 106376 (51) Classificação Internacional: B01J 23/46 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2012.06.12 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais