Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clínica Integrada Universidade Federal da Paraíba ISSN (Versión impresa): BRASIL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clínica Integrada Universidade Federal da Paraíba apesb@terra.com.br ISSN (Versión impresa): 1519-0501 BRASIL"

Transcrição

1 Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clínica Integrada Universidade Federal da Paraíba ISSN (Versión impresa): BRASIL 2005 Andrezza de Almeida Bastos / Camila Belo Falcão / Antônio Luiz Amaral Pereira / Adriana de Fátima Vasconcelos Pereira / Claúdia Maria Coêlho Alves OBESIDADE E DOENÇA PERIODONTAL Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clínica Integrada, setembro-dezembro, año/vol. 5, número 003 Universidade Federal da Paraíba Joao Pessoa, Brasil pp Red de Revistas Científicas de América Latina y el Caribe, España y Portugal Universidad Autónoma del Estado de México

2 Andrezza de Almeida BASTOS* Camila Belo FALCÃO** Antônio Luiz Amaral PEREIRA*** Adriana de Fátima Vasconcelos PEREIRA*** Claúdia Maria Coêlho ALVES*** Introdução: A obesidade vem registrando crescimentos assustadores nas populações dos países desenvolvidos, e também nos países em desenvolvimento; acarretando sérias preocupações à saúde publica. Além da conhecida associação da obesidade corporal e visceral com algumas doenças sistêmicas graves, essa condição também está sendo relacionada atualmente com a ocorrência da periodontite, principalmente em adultos jovens, constituindo-se como mais um fator de risco à doença periodontal. Objetivo: analisar a relação entre a obesidade e a ocorrência da doença periodontal, por meio de evidências apresentadas na literatura, devido ao aumento da incidência de ambas as doenças na população. Conclusão: Embora os recentes estudos revelem evidências convincentes quanto à predisposição do obeso à doença periodontal, os mecanismos envolvidos no processo patogênico ainda permanecem desconhecidos. Introduction: Obesity has come recording accentuated increase on the population of developed and in development countries, causing serious apprehension on Public Health. Besides the known association between corporal and visceral obesity with some serious systemic diseases, this condition is related with the occurrence of periodontitis, mainly in young adults, consisting of a great risk factor to periodontal disease. Objective: To analyze the relationship between obesity and the occurrence of periodontal diseases by evidence presented on literature review, due to improvement of incidence of both diseases on population. Conclusion: Although recent researches show strong evidences as to predisposition of obese patient to periodontal disease, the mechanisms involved on the pathogenic process remain unknown. * Especialista em Periodontia pela UECE. Mestranda em Ciências da Saúde da Universidade Federal do Maranhão. ** Mestranda em Ciências da Saúde - Universidade Federal do Maranhão. *** Professores da Disciplina de Periodontia do Curso de Odontologia da Universidade Federal do Maranhão. Pesq Bras Odontoped Clin Integr, Joã o Pessoa, v. 5, n. 3, p , set./dez

3 A placa bacteriana é o agente etiológico primário das doenças periodontais. Em estudo chamado Gengivite Experimental em Humanos, Löe, Theilade e Jensen (1965) verificaram que em indivíduos que deixavam de realizar procedimentos de higiene oral por certo período de tempo, ocorria o desenvolvimento de gengivite. Com o retorno do controle diário de placa bacteriana desapareciam os sinais clínicos da inflamação gengival. Durante muito tempo permaneceram inabaláveis alguns paradigmas da Periodontia, que embora alimentados por dados científicos válidos, eram limitados. Entre eles, encontra-se o referente à patogênese das doenças periodontais, onde os estudos basearam-se quase que exclusivamente em pesquisas sobre periodontopatógenos (GENCO, 2002). Entretanto, observando o comportamento de tais afecções, verificouse que os microrganismos por si só, não eram capazes de desenvolvê-las, sendo necessário, para isso, a interação com fatores de risco do hospedeiro (ALBANDAR et al., 2000). Desta forma, o conceito atual da etiologia multifatorial das doenças periodontais inclui o hospedeiro como componente fundamental. A doença periodontal só ocorre quando a agressão microbiana e a resposta do hospedeiro são alteradas, para um ou outro lado. Assim, todo tipo de alteração capaz de modificar o equilíbrio fisiológico do hospedeiro pode também mudar a etiologia, extensão, curso e resposta ao tratamento das doenças periodontais (GENCO, 2002). A obesidade vem aumentando no mundo e representa atualmente um dos maiores problemas de saúde pública não só nos países desenvolvidos, mas também nos que estão em desenvolvimento. Somente nos Estados Unidos cerca de 50% da população ou está acima do peso (IMC >25) ou é obesa (IMC > 30). A obesidade é tida como fator de risco para diversas afecções como diabetes tipo 2, hiperlipidemia, hipertensão, arteriosclerose, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares (KOPELMAN, 2000), além de aumentar o risco de mortalidade em outras desordens (STEVENS et al., 1998). Da mesma forma que o índice das pessoas obesas cresce, as doenças periodontais, reconhecidas com infecções bacterianas, estão entre as doenças mais comuns e crônicas do ser humano, afetando de 5 a 30% da população adulta na faixa etária de 25 a 75 anos ou mais (GENCO, 2002). Existem fatores de risco inerentes ao hospedeiro responsáveis pelo aumento da probabilidade de ocorrência da doença periodontal como o estresse, dieta, álcool, predisposição genética, defeitos imunológicos, doenças sistêmicas e tabagismo (WILSON JR.,1998). Recentemente, além de todos esses fatores, vem sendo sugerida também uma relação de periodontite com a obesidade devido à presença de alterações imunes observadas em indivíduos obesos (SAITO et al., 2001). Portanto, esse trabalho tem por objetivo analisar a relação entre a obesidade e a ocorrência da doença periodontal, mediante revisão de evidências apresentadas na literatura, devido ao aumento da incidência de ambas as doenças na população e conseqüente importância para a saúde pública. A OBESIDADE COMO FATOR DE RISCO PARA AS DOENCAS PERIODONTAIS A Organizacao Mundial de Saude define a obesidade como uma condicao de acumulo excessivo de gordura corporal em um determinado grau, onde a saude e o bem estar dos individuos podem ser muito afetados (DEUREMBERG; YAP, 1999). A obesidade e a desordem nutricional mais comum no continente americano (KOPELMAN, 2000) e e um significante fator de risco para numerosas enfermidades do adulto, inclusive as doencas periodontais. O indice de massa corporal (IMC) (ELTER et al, 2000; GROSSI; HO, 2000; WOOD; JOHNSON; STRECKFUS, 2003), a circunferencia abdominal e o consumo maximo de oxigenio (SAITO et al., 2001) podem ser fatores na incidencia dessa doenca. A obesidade afeta a imunidade do hospedeiro (TANAKA et al., 1993), devido a diminuicao do fluxo sanguineo. Tal fato foi comprovado em um estudo realizado por Perstein e Bissada (1977) com 44 ratos normais, que eram espontaneamente obesos, hipertensos ou obesos e hipertensos, onde foi avaliada histopatologicamente a estrutura periodontal que mostrou hiperplasia e hipertrofia das paredes dos vasos sanguineos periodontais. Esses resultados indicaram que a obesidade contribui para a severidade da doenca periodontal. O inibidor do ativador de plasminogenio 1 (PAI- 1), cuja expressao genica e aumentada na obesidade visceral (SHIMOMURA et al., 1996), induz a aglutinacao de sangue e exacerba o risco de doencas vasculares isquemicas. Desta maneira, PAI-1 pode decrescer o fluxo sanguineo no periodonto de obesos e entao promover o desenvolvimento da periodontite. O tecido adiposo secreta grande quantidade de TNF-α e IL-6 (ORBAN et al., 1999) e os niveis dessas 276 Pesq Bras Odontoped Clin Integr, João Pessoa, v. 5, n. 3, p , set./dez. 2005

4 citocinas pro-inflamatorias sao proporcionais ao indice da massa corporal; em particular em individuos com obesidade visceral (VGONTZAS et al., 1997). Estes autores tambem constataram que estas citocinas se elevavam de forma circadiana, com aumentos marcantes nos periodos de final de tarde e nas madrugadas; cuja tendencia e normalmente evidenciada em pacientes portadores de doencas inflamatorias cronicas. Baseando-se em tais dados, Chrousos (2000) considera a obesidade um estado inflamatorio cronico, que se associa com variadas sequelas comportamentais, metabolicas, imunologicas e cardiovasculares. A luz dessas informacoes, pode-se levantar a hipotese de que a obesidade na hiper inducao das citocinas promovem o processo inflamatorio cronico das estruturas periodontais. Uma vez que os macrofagos superativados servem como fonte principal dos mediadores da inflamacao cronica da doenca periodontal (TNF-α, IL-6, IL-1, IL-8, metaloproteinases, prostaglandinas e NO; dentre outros), e de supor que o tecido adiposo nao so secreta algumas das citocinas proinflamatorias, como tambem estimula, de alguma forma, a participacao dos macrofagos no processo patogenico da doenca, ora por meios diretos ainda desconhecidos, ora por mecanismos indiretos, induzindo a producao do interferon (IFN-γ) ativador dos macrofagos pelos linfocitos (NK). Saito, Shimazaki e Sakamoto (1998) reportaram que a obesidade tem uma significativa associacao com a doenca periodontal em termos de IMC (indice de massa corporal), circunferencia abdominal e consumo maximo de oxigenio. Esses achados sugerem que a periodontite pode ser exacerbada por algumas condicoes associadas a obesidade como a sindrome metabolica (VANHALA et al., 1997). Em estudo para investigar a associacao da composicao corporal (obesidade) e a doenca periodontal no NHANES III, em individuos caucasianos com mais de 18 anos, Wood, Johnson e Streckfus (2003) puderam concluir que existe uma forte correlacao positiva entre a obesidade abdominal e a doenca periodontal. Esse padrao de obesidade em termos de patogenia da doenca periodontal segue o mesmo observado em outros problemas de saude relacionados a tal afeccao. A gordura localizada na regiao abdominal e um significante fator de risco para diabetes tipo II, para a hipertensao vista na sindrome metabolica e para varios tipos de cancer. Isso pode levar a suposicao de que tanto a doenca periodontal como esses outros males possuem uma intima relacao com o metabolismo obeso (GROSSI; GENCO, 1998). A influencia da obesidade sobre a incidencia da doenca periodontal foi analisada em estudo populacional com jovens adultos norte-americanos? 18 anos, Pesq Bras Odontoped Clin Integr, Joã o Pessoa, v. 5, n. 3, p , set./dez submetidos ao exame periodontal. Foi observada a relação da obesidade com a idade, o índice de massa corporal (IMC) e a circunferência abdominal numa análise multivariável. Empregaram as seguintes variáveis: sexo, raça, nível de escolaridade, índice de pobreza, tabagismo, diabetes, e o interstício entre o último exame odontológico e o estudo. Os resultados revelaram que tanto a obesidade geral quanto a obesidade visceral possuem uma associação significativa com a ocorrência da doença periodontal em jovens adultos (18-34 anos). Porém, tal relação não se confirmou em obesos adultos (35-59 anos) e obesos adultos mais velhos (60-90 anos), apesar da conhecida suscetibilidade dessas faixas etárias a doença periodontal. Muito significativamente, a magreza com peso corporal abaixo do padrão de normalidade (IMC < 18,5) foi relacionada com a redução da suscetibilidade à periodontite (associação negativa). Os autores concluíram que a obesidade precoce dos indivíduos de 18 a 34 anos de idade pode ser considerada como um fator de risco em potencial para a doença periodontal. Esses dados estabelecem, de forma convincente que a obesidade é um fator predisponente para a doença periodontal, particularmente em adultos jovens (AL- ZAHRAN; BISSADA; BORAWSKIT, 2003). Considerando que nenhum desses trabalhos avaliou os mecanismos da patogênese da doença periodontal em indivíduos obesos, uma análise criteriosa de vários dados conhecidos sobre as alterações metabólicas, fisiológicas e emocionais induzidas nos organismo pela obesidade poderá elucidar mesmo parcialmente a relação etiopatogênica da obesidade com a doença periodontal. De acordo com Löe, Theilade e Jensen (1965) a doença periodontal é um mecanismo de defesa caracterizado por uma resposta inflamatória de origem bacteriana que se inicia na gengiva marginal, podendo se estender ao conjuntivo de inserção e ao tecido ósseo, ocasionando reabsorção do mesmo e formação da bolsa periodontal. Embora, a doença periodontal tenha o biofilme dental bacteriano como seu fator etiológico primário, esta também apresenta um caráter multifatorial, em que a manifestação e a progressão da doença podem ser influenciadas por uma grande variedade de determinantes. Incluem-se aí, características do indivíduo, fatores sociais, comportamentais, sistêmicos, genéticos e composição microbiana do biofilme dental, dentre outros fatores de risco (GENCO, 2002). 277

5 Dentro deste contexto, a maior parte dos estudos epidemiológicos tem demonstrado a associação da obesidade, determinada por índice de massa corpórea ou por medidas de circunferência, com a periodontite (SAITO; SHIMAZAKI; SAKAMOTO, 1998; GROSSI; HO, 2000; WOOD, JOHNSON; STRECKFUS, 2003). Vecchia et al. (2004) acrescentam que a obesidade e sua relação com a doença periodontal vêm recebendo grande atenção na periodontia. Trabalhos como os de Nishimura e Murayama (2001) consideram que a plausibilidade biológica para essa associação está no papel das citocinas pró-inflamatórias e fator de necrose tumoral produzidos pelos tecidos adiposos em indivíduos obesos. Esses estão relacionados ao desenvolvimento da resistência à insulina e à produção de um estado inflamatório crônico, o biofilme dental bacteriano como seu fator etiológico primário que aumenta o risco à doença periodontal. Do ponto de vista clínico, estudos de Grossi e Ho (2000), Wood, Johnson e Streckfus (2003) e Al-Zahrani, Bissada e Borawskit (2003) demonstraram a perda de inserção como identificação de experiência anterior de doença periodontal em pacientes obesos, sendo o parâmetro mais adequado para determinar a associação entre as doenças. Outro aspecto importante é a existência de associação entre obesidade e periodontite, que pode ser explicada por razões comportamentais relacionadas a ambas. Assim, indivíduos que adotam um comportamento inadequado em relação à saúde podem apresentar, com maior freqüência, as duas condições. Isto pode ser explicado porque essas pessoas não dão a devida importância a aspectos relacionados com estilo de vida saudável, tais como alimentação adequada, atividade física e cuidados com a saúde geral e bucal, assim como o estresse (AL-ZAHRANI; BISSADA; BORAWSKIT, 2003). A periodontite pode ser exacerbada por algumas condições associadas à obesidade como a síndrome metabólica (SAITO; SHIMAZAKI; SAKAMOTO, 1998). Entretanto, há uma correlação positiva entre obesidade e doença periodontal (WOOD; JOHNSON; STRECKFUS, 2003; AL-ZAHRANI; BISSADA; BORAWSKIT, 2003). Considerando todas as evidências aqui discutidas em conjunto, pode-se concluir que: 1) A obesidade predispõe o organismo à doença periodontal, uma vez que diminui a resistência imunológica do indivíduo; 2) O tecido adiposo secreta grande quantidade de TNF-a e IL-6 que são responsáveis pelo processo inflamatório crônico nas doenças periodontais; 3) A correlação mais forte entre obesidade e doença periodontal é observada em adultos jovens; 4) Embora estudos mostrem evidências quanto à predisposição do obeso à doença periodontal, os mecanismos envolvidos neste processo permanecem ainda desconhecidos. ALBANDAR, J. M.; STRECKFUS, C. F.; ADESANYA, M. R.; WINN, D. M. Cigar, pipe and cigarette smoking as risk factors for periodontal diseases and tooth loss. J Periodontol, Indianapolis, v. 71, n. 12, p , Dec AL-ZAHRANI, M. S.; BISSADA, N. F.; BORAWSKIT, E. A. Obesity and periodontal disease in young, middle-aged, and older adults. J Periodontol, Indianapolis, v.74, n. 5, p , May CHROUSOS, G. P. The stress response and immune functions. The 1999 Novera H. Spector Lecture. Annals of New York Academy Science, New York, v. 917, p , DEURENBERG, P.; YAP, M. The assessment of obesity: methods for measuring body fat and global prevalence of obesity. Baillières Clin Endocrinol Metab, London, v. 13, n. 1, p.1-11, Apr ELTER, J. R.; WILLIAMS R. C.; CHAMPAGNE, C. M. E.; OFFENBACHER, S.; BECK, J. D. Association of obesity and periodontitis. J Dent Res, Washington, v. 79, Special Issue, p. 625 (Abstract 3855), GENCO, R. J. Fatores de risco na doença periodontal. In: ROSE, L. E.; GENCO, R. J.; MEALEY, B. L.; COHEN, D. W. Medicina periodontal. São Paulo: Santos; p GROSSI, S. G.; GENCO, R. J. Periodontal disease and diabetes mellitus: a two-way relationship. Ann Periodontol, Chicago, v. 3, n. 1, p , Jul GROSSI, S. G.; HO, A. W. Obesity, Insulin Resistence and Periodontal Disease. J Dent Res, Washington, v. 79, Sp. Issue, p. 625 (Abstract 3854), LOE H.; THEILADE, E.; JENSEN, S. B. Experimental gingivitis in man. J Periodontol, Indianapolis, v. 36, p , KOPELMAN, P. G. Obesity as a medical problem. Nature, London, v. 6, n. 6778, p , Apr NISHIMURA F.; MURAYAMA, Y. Periodontal inflammation and insulin resistance-lessons from obesity. Journal of Dental Research, Washington, v. 80, n. 8, p , Aug ORBAN, Z.; REMALEY, A. T.; SAMPSON, M.; TRAJANOSKI, Z.; CHROUSOS, G. P. The differential effect of food intake and beta-adrenergic stimulation on adipose-derived hormones and cytokines in man. J Clin Endocrinol Metab, Philadelphia, v. 84, v. 6, p , Jun Pesq Bras Odontoped Clin Integr, João Pessoa, v. 5, n. 3, p , set./dez. 2005

6 PERLSTEIN, M. I.; BISSADA, N. F. Influence of obesity and hypertension on the severity of periodontitis in rats. Oral Surg, Oral Med, Oral Pathol, Oral Radiol Endod, St. Louis, v. 43, n. 5, p , May, Recebido para publicação: 08/07/05 Enviado para reformulação:26/09/05 Aceito para publicação: 23/11/05 SAITO, T.; SHIMAZAKI, Y.; KOGA, T.; TSUZUKI, M.; OHSHIMA, A. Relationship between upper body obesity and periodontitis. J Dent Res, Washington, v. 80, n. 7, p , Jul, SAITO, T.; SHIMAZAKI, Y.; SAKAMOTO, M. Obesity and periodontitis. N Engl J Med, Boston, v. 339, n. 7, p , Aug SHIMOMURA, I.; FUNAHASHI, T.; TAKAHASHI, M.; MAEDA, K.; KOTANI, K.; NAKAMURA, T.; YAMASHITA, S.; MIURA, M.; FUKUDA, Y.; TAKEMURA, K.; TOKUNAGA, K.; MATSUZAWA, Y. Enhanced expression of PAI-1 in visceral fat: possible contributor to vascular disease in obesity. Nature Medicine, New York, v. 2, n. 7, p , Jul STEVENS, J.; CAI, J.; PAMUK, E. R.; WILLIAMSON, D. F.; THUN, M. J.; WOOD, J. L. The effect of age on the association between body-mass index and mortality. N Engl J Med, Boston, v. 338, n. 1, p. 1-7, Jan Correspondência: Claúdia Maria Coelho Alves Rua dos Sírius, 86 - Portal dos Vinhais São Luís - MA CEP: Telefone: TANAKA, S.; INOUE, S.; ISODA, F.; WASEDA, M.; ISHIHARA, M.; YAMAKAWA, T.; SUGIYAMA, A.; TAKAMURA, Y.; OKUDA, K. Impaired immunity in obesity: suppressed but reversible lymphocyte responsiveness. Inter J Obes Relat Metab Disord, London, v. 17, n. 11, p , Nov VANHALA, M. J.; KUMPUSALO, E. A.; PITKAJARVI, T. K.; TAKALA, J. K. Metabolic syndrome' in a middle-aged Finnish population. J Cardiovasc Risk, London, v. 4, n. 4, p , Aug VECCHIA, C. F. D.; RÖSING, C. K.; OPPERMANN, R. V.; SUSIN, C. Associação entre obesidade e periodontite - Um possível indicador de risco? Rev Periodontia, Piracicaba, v. 14, n. 2, p , VGONTZAS, A. N.; PAPANICOLAOU, D. A.; BIXLER, E. O.; KALES, A.; TYSON, K.; CHROUSOS, G. P. Elevation of plasma cytokines in disorders of excessive daytime sleepiness: role of sleep disturbance and obesity. J Clin Endocrinol Metab, Philadelphia, v. 82, n. 5, p , May, WILSON, T. G. Jr. Effects of smoking on the periodontium. Quintessence International, Berlin, v. 29, n. 4, p , Apr WOOD, N.; JOHNSON, R. B.; STRECKFUS, C. F. Comparison of body composition and periodontal disease using nutritional assessment techniques: Third National Health and Nutrition Examination Survey (NHANES III). J Clin Periodontol, Copenhague, v. 30, n. 4, p , Apr Pesq Bras Odontoped Clin Integr, Joã o Pessoa, v. 5, n. 3, p , set./dez

Doenças gengivais induzidas por placa

Doenças gengivais induzidas por placa Doenças gengivais induzidas por placa Definição Inflamação dos tecidos gengivais sem afetar irreversivelmente o aparato de inserção Classificação (AAP 1999) Doenças Gengivais Induzidas por placa Não

Leia mais

ODONTOLOGIA PERIODONTIA I. 5º Período / Carga Horária: 90 horas

ODONTOLOGIA PERIODONTIA I. 5º Período / Carga Horária: 90 horas ODONTOLOGIA PERIODONTIA I 5º Período / Carga Horária: 90 horas 1. PRÉ-REQUISITO: Biossegurança e Orientação Profissional Odontológica; Diagnóstico por Imagem I; Patologia Buço Denta. 2. EMENTA: O aluno

Leia mais

UNA-SUS Universidade Aberta do SUS SAUDE. da FAMILIA. CASO COMPLEXO 7 Samuel. Fundamentação Teórica: Doenças periodontais

UNA-SUS Universidade Aberta do SUS SAUDE. da FAMILIA. CASO COMPLEXO 7 Samuel. Fundamentação Teórica: Doenças periodontais CASO COMPLEXO 7 Samuel : Ilíria Salomão Feist Dividiremos nosso conteúdo referencial em duas partes: na primeira definiremos, segundo a Academia Americana de Periodontia (AAP), os itens que devem ser seguidos

Leia mais

Instituição Educacional: Universidade de São Paulo USP Ribeirão Preto

Instituição Educacional: Universidade de São Paulo USP Ribeirão Preto PESQUISA 1º colocado Título do Trabalho: Avaliação dos conhecimentos relativos aos cuidados com as escovas dentais, após sua utilização, em adultos, crianças e pacientes especiais. Autor (a): Dr. Jerônimo

Leia mais

Palavras-chaves: Periodonto, Patologia, Periodontite, Epidemiologia, Geriatria

Palavras-chaves: Periodonto, Patologia, Periodontite, Epidemiologia, Geriatria A presente pesquisa tem como objetivo um estudo sobre a ocorrência de doença periodontal em pessoas com 60 anos ou mais de idade, denominados pacientes geriátricos. Através de uma análise retrospectiva

Leia mais

Fumo e doença periodontal nos pacientes da Clínica Odontológica PIAZZA, Maitê (1); MEUZEL, Dayse, Rita (2); MEUZEL, Luiza (3)

Fumo e doença periodontal nos pacientes da Clínica Odontológica PIAZZA, Maitê (1); MEUZEL, Dayse, Rita (2); MEUZEL, Luiza (3) Fumo e doença periodontal nos pacientes da Clínica Odontológica IMED PIAZZA, Maitê (1); MEUZEL, Dayse, Rita (2); MEUZEL, Luiza (3) 1 - Aluna de graduação da Faculdade Meridional-IMED, Brasil. E-mail: maitepiazza@gmail.com

Leia mais

Área de Biologia Craniofacial e Biomateriais

Área de Biologia Craniofacial e Biomateriais Bibliografia e tópicos para a prova de seleção 2013 (Mestrado / Doutorado) Área de Biologia Craniofacial e Biomateriais Tópicos - Mestrado e Doutorado (prova teórica*) *O candidato poderá excluir um número

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE DEPARTAMENTO DE FISIOLOGIA DISCIPLINA: FISIOLOGIA HUMANA EXERCÍCIO FÍSICO PARA POPULAÇÕES ESPECIAIS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE DEPARTAMENTO DE FISIOLOGIA DISCIPLINA: FISIOLOGIA HUMANA EXERCÍCIO FÍSICO PARA POPULAÇÕES ESPECIAIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE DEPARTAMENTO DE FISIOLOGIA DISCIPLINA: FISIOLOGIA HUMANA EXERCÍCIO FÍSICO PARA POPULAÇÕES ESPECIAIS Prof. Mestrando: Marcelo Mota São Cristóvão 2008 POPULAÇÕES ESPECIAIS

Leia mais

PALAVRAS CHAVE Diabetes mellitus tipo 2, IMC. Obesidade. Hemoglobina glicada.

PALAVRAS CHAVE Diabetes mellitus tipo 2, IMC. Obesidade. Hemoglobina glicada. 11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( X ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA AVALIAÇÃO

Leia mais

Placa bacteriana espessa

Placa bacteriana espessa A IMPORTÂNCIA DA SAÚDE BUCAL A saúde bucal é importante porque a maioria das doenças e a própria saúde começam pela boca. Por exemplo, se você não se alimenta bem, não conseguirá ter uma boa saúde bucal,

Leia mais

Sedentarismo, tratamento farmacológico e circunferência abdominal no controle glicêmico de diabéticos tipo 2 em Ponta Grossa.

Sedentarismo, tratamento farmacológico e circunferência abdominal no controle glicêmico de diabéticos tipo 2 em Ponta Grossa. 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( x ) SAÚDE

Leia mais

Doença Periodontal na Infância

Doença Periodontal na Infância Universidade de São Paulo Faculdade de Odontologia Doença Periodontal na Infância Profa. Dra. Ana Estela Haddad Camilla V. Galatti / Dr. Cássio Alencar Doença periodontal é uma afecção da fase adulta?

Leia mais

PERFIL NUTRICIONAL DE INDIVÍDUOS DIABÉTICOS ATENDIDOS PELA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA DE UM MUNICÍPIO DO NORTE DO PARANÁ

PERFIL NUTRICIONAL DE INDIVÍDUOS DIABÉTICOS ATENDIDOS PELA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA DE UM MUNICÍPIO DO NORTE DO PARANÁ PERFIL NUTRICIONAL DE INDIVÍDUOS DIABÉTICOS ATENDIDOS PELA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA DE UM MUNICÍPIO DO NORTE DO PARANÁ VIEIRA, G.A. Resumo: O diabetes Mellitus é considerado atualmente uma das principais

Leia mais

Doença Periodontal e Diabetes A influência do tratamento periodontal no controle glicêmico

Doença Periodontal e Diabetes A influência do tratamento periodontal no controle glicêmico Doença Periodontal e Diabetes A influência do tratamento periodontal no controle glicêmico O Diabetes é uma doença metabólica, caracterizada pelo aumento do nível glicêmico no sangue, a hiperglicemia.

Leia mais

OBESIDADE INFANTIL ESCOLAR

OBESIDADE INFANTIL ESCOLAR Pró-Reitoria de Graduação Educação Física Trabalho de Conclusão de Curso II OBESIDADE INFANTIL ESCOLAR Autora: Damielle J. Costa Orientador: Prof. Dr. Ricardo Bernardo Mayolino Brasília - DF 2011 OBESIDADE

Leia mais

ESTUDO DA OBESIDADE COMO INDICADOR DE RISCO PARA A DOENÇA PERIODONTAL

ESTUDO DA OBESIDADE COMO INDICADOR DE RISCO PARA A DOENÇA PERIODONTAL Braz J Periodontol - June 2011 - volume 21 - issue 02 ESTUDO DA OBESIDADE COMO INDICADOR DE RISCO PARA A DOENÇA PERIODONTAL Study of obesity as a risk indicator for periodontal disease Rosane Borges Dias¹,

Leia mais

AVALIAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO ENTRE A AR E A DM TIPO II. Agenda: 1. INTRODUÇÃO 2. OBJECTIVOS 3. METODOLOGIA 4. PLANIFICAÇÃO DO PROJECTO

AVALIAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO ENTRE A AR E A DM TIPO II. Agenda: 1. INTRODUÇÃO 2. OBJECTIVOS 3. METODOLOGIA 4. PLANIFICAÇÃO DO PROJECTO AVALIAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO ENTRE A ARTRITE REUMATÓIDE E A DIABETES MELLITUS TIPO 2 Análise da Base de Dados de Doenças Reumáticas Norte-Americana National Data Bank for Rheumatic Diseases PROJECTO DE TESE

Leia mais

ENFRENTAMENTO DA OBESIDADE ABORDAGEM TERAPÊUTICA

ENFRENTAMENTO DA OBESIDADE ABORDAGEM TERAPÊUTICA ENFRENTAMENTO DA OBESIDADE ABORDAGEM TERAPÊUTICA Obesidade 300 mil mortes / ano; 100 bi dólares / ano; O excesso de peso (IMC >25) acomete de 15% a 60% da população de todos os países civilizados. EUA...

Leia mais

INFLUÊNCIA DO EXERCÍCIO FÍSICO E ORIENTAÇÃO ALIMENTAR EM NÍVEIS DE TRIGLICERIDEMIA DE ADOLESCENTES OBESOS

INFLUÊNCIA DO EXERCÍCIO FÍSICO E ORIENTAÇÃO ALIMENTAR EM NÍVEIS DE TRIGLICERIDEMIA DE ADOLESCENTES OBESOS Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 23 a 26 de outubro de 2007 INFLUÊNCIA DO EXERCÍCIO FÍSICO E ORIENTAÇÃO ALIMENTAR EM NÍVEIS DE TRIGLICERIDEMIA DE ADOLESCENTES OBESOS Ciliane Valerio

Leia mais

13. CONEX Pôster Resumo Expandido 1

13. CONEX Pôster Resumo Expandido 1 13. CONEX Pôster Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE (X ) SAÚDE ( ) TRABALHO

Leia mais

ATIVIDADE FÍSICA, HÁBITOS ALIMENTARES E SÍNDROME METABÓLICA EM ADOLESCENTES.

ATIVIDADE FÍSICA, HÁBITOS ALIMENTARES E SÍNDROME METABÓLICA EM ADOLESCENTES. ATIVIDADE FÍSICA, HÁBITOS ALIMENTARES E SÍNDROME METABÓLICA EM ADOLESCENTES. Sara Crosatti Barbosa (CNPq-UENP), Antonio Stabelini Neto (ORIENTADOR), e-mail: asneto@uenp.edu.br Universidade Estadual do

Leia mais

7º Congresso Unidas de

7º Congresso Unidas de 7º Congresso Unidas de Gestão o de Assistência à Saúde Dra. Rozana Ciconelli Centro Paulista de Economia da Saúde Escola Paulista de Medicina A epidemia da obesidade Como as doenças crônicas afetam a gestão

Leia mais

HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA: HÁ DIFERENÇA NA DISTRIBUIÇÃO ENTRE IDOSOS POR SEXO?

HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA: HÁ DIFERENÇA NA DISTRIBUIÇÃO ENTRE IDOSOS POR SEXO? HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA: HÁ DIFERENÇA NA DISTRIBUIÇÃO ENTRE IDOSOS POR SEXO? Enelúzia Lavynnya Corsino de Paiva China (1); Lucila Corsino de Paiva (2); Karolina de Moura Manso da Rocha (3); Francisco

Leia mais

A gengivite é uma inflamação das gengivas provocada por acumulação de placa bacteriana e tártaro como consequência

A gengivite é uma inflamação das gengivas provocada por acumulação de placa bacteriana e tártaro como consequência Periodontologia É a disciplina da medicina dentária que se dedica à prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças das gengivas e das estruturas de suporte dos dentes. A inflamação e o sangramento das

Leia mais

PREVALÊNCIA DOS FATORES DE RISCO PARA DIABETES MELLITUS TIPO 2 EM POPULAÇÃO ATENDIDA EM APARECIDA DE GOIÂNIA PELA LIGA ACADÊMICA DE DIABETES DA UFG

PREVALÊNCIA DOS FATORES DE RISCO PARA DIABETES MELLITUS TIPO 2 EM POPULAÇÃO ATENDIDA EM APARECIDA DE GOIÂNIA PELA LIGA ACADÊMICA DE DIABETES DA UFG PREVALÊNCIA DOS FATORES DE RISCO PARA DIABETES MELLITUS TIPO 2 EM POPULAÇÃO ATENDIDA EM APARECIDA DE GOIÂNIA PELA LIGA ACADÊMICA DE DIABETES DA UFG CAMPOS NETO, Moacir Batista de¹; SANTOS, Débora Ferreira

Leia mais

disponibilidade do proprietário. Em geral, a melhor forma de profilaxia consiste na escovação dentária diária em animais de pequeno porte e, três

disponibilidade do proprietário. Em geral, a melhor forma de profilaxia consiste na escovação dentária diária em animais de pequeno porte e, três Perfil do proprietário de cães e gatos da cidade de Jataí GO em relação aos cuidados odontológicos de seus animais RESENDE, Lara Gisele¹; PAIVA, Jacqueline de Brito¹; ARAÚJO, Diego Pereira¹; CARVALHO,

Leia mais

DIABETES MELLITUS E RESISTÊNCIA À INSULINA

DIABETES MELLITUS E RESISTÊNCIA À INSULINA DIABETES MELLITUS E RESISTÊNCIA À INSULINA MALDONADO, Rafael Resende RESUMO: PALAVRAS-CHAVE: Mellittus. ABSTRACT: - KEYWORDS: 1. INTRODUÇÃO relacionados ao aumento da glicemia, re nos hábitos alimentares

Leia mais

EXERCÍCIO E DIABETES

EXERCÍCIO E DIABETES EXERCÍCIO E DIABETES Todos os dias ouvimos falar dos benefícios que os exercícios físicos proporcionam, de um modo geral, à nossa saúde. Pois bem, aproveitando a oportunidade, hoje falaremos sobre a Diabetes,

Leia mais

RELEPTIN Irvingia gabonensis extrato

RELEPTIN Irvingia gabonensis extrato RELEPTIN Irvingia gabonensis extrato Redução de peso, colesterol e glicemia. Reduz medidas pela queima de gordura ao mesmo tempo em que controla a dislipidemia, reduzindo o colesterol LDL e triglicérides

Leia mais

Idade, ela pesa 07/07/ 2015. Minhavida.com.br

Idade, ela pesa 07/07/ 2015. Minhavida.com.br Todo mundo quer viver muitos anos, não é mesmo? Mas você já se questionou se está somando mais pontos contra do que a favor na busca pela longevidade? Por isso mesmo, um estudo da Universidade da Califórnia,

Leia mais

Problematização. Processo

Problematização. Processo Determinantes socioambientais em saúde bucal e estratégias de Promoção da Saúde 1 Problematização Serviços de saúde [e sua expressão humana, ou seja, os profissionais de saúde] não são potentes o suficiente

Leia mais

Diabetes e a relação com as doenças periodontais

Diabetes e a relação com as doenças periodontais Diabetes e a relação com as doenças periodontais Na clínica diária, cirurgiões-dentistas devem estar atentos e orientar pacientes portadores de diabetes sobre a importância da saúde bucal para o controle

Leia mais

Aula 12: ASPECTOS RADIOGRÁFICOS DAS LESÕES PERIODONTAIS

Aula 12: ASPECTOS RADIOGRÁFICOS DAS LESÕES PERIODONTAIS Aula 12: ASPECTOS RADIOGRÁFICOS DAS LESÕES PERIODONTAIS Autora: Profª. Rosana da Silva Berticelli Edição: Luana Christ e Bruna Reuter Lesões Periodontais Doença inflamatória dos tecidos de suporte dos

Leia mais

Por outro lado, na avaliação citológica e tecidual, o câncer tem seis fases, conhecidas por fases biológicas do câncer, conforme se segue:

Por outro lado, na avaliação citológica e tecidual, o câncer tem seis fases, conhecidas por fases biológicas do câncer, conforme se segue: 8 - O câncer também tem fases de desenvolvimento? Sim, o câncer tem fases de desenvolvimento que podem ser avaliadas de diferentes formas. Na avaliação clínica feita por médicos é possível identificar

Leia mais

Diabetes e Hipogonadismo: estamos dando a devida importância?

Diabetes e Hipogonadismo: estamos dando a devida importância? Diabetes e Hipogonadismo: estamos dando a devida importância? por Manuel Neves-e-Castro,M.D. Clinica de Feminologia Holistica Website: http://neves-e-castro.pt Lisboa/Portugal Evento Cientifico Internacional

Leia mais

Doença Periodontal Orientações para manter uma boca saudável Anatomia Estrutura saudável Gengivas A A figura mostra as gengivas de uma pessoa que tenha a constituição clara. As pessoas de pele escura têm

Leia mais

Prevalência, Conhecimento, Tratamento e Controle da Hipertensão em Adultos dos Estados Unidos, 1999 a 2004.

Prevalência, Conhecimento, Tratamento e Controle da Hipertensão em Adultos dos Estados Unidos, 1999 a 2004. Artigo comentado por: Dr. Carlos Alberto Machado Prevalência, Conhecimento, Tratamento e Controle da Hipertensão em Adultos dos Estados Unidos, 1999 a 2004. Kwok Leung Ong, Bernard M. Y. Cheung, Yu Bun

Leia mais

Imunodepressão em Atletas Os marcadores Laboratoriais

Imunodepressão em Atletas Os marcadores Laboratoriais Imunodepressão em Atletas Os marcadores Laboratoriais Quem Sou? Carlos Ballarati : Formação Medicina: Formado em Medicina pela PUC-SP Sorocaba em 1988. Residência Médica: Clinica Medica Unicamp em 1989

Leia mais

Baixos níveis de IL-5 e IL-10 contribuem para o desenvolvimento da periodontite agressiva

Baixos níveis de IL-5 e IL-10 contribuem para o desenvolvimento da periodontite agressiva 17 Baixos níveis de IL-5 e IL-10 contribuem para o desenvolvimento da periodontite agressiva V Mostra de Pesquisa da Pós- Graduação Letícia Grando Mattuella 1, Léder Leal Xavier 1 (orientador) 1 Faculdade

Leia mais

ASSOCIAÇÃO ENTRE DOENÇAS CARDIOVASCULARES E PERIODONTITE: REVISÃO DE LITERATURA

ASSOCIAÇÃO ENTRE DOENÇAS CARDIOVASCULARES E PERIODONTITE: REVISÃO DE LITERATURA Artigo de Revisão ASSOCIAÇÃO ENTRE DOENÇAS CARDIOVASCULARES E PERIODONTITE: REVISÃO DE LITERATURA THE ASSOCIATION BETWEEN CARDIOVASCULAR DISEASE AND PERIODONTAL DISEASE: LITERATURE REVIEW Resumo 1 Candice

Leia mais

Projeto de Pesquisa. Espírito Santo Pio XII. ora: Profª MSc JHULI KELI ANGELI. O desenvolvimento de pesquisas científicas, na busca de

Projeto de Pesquisa. Espírito Santo Pio XII. ora: Profª MSc JHULI KELI ANGELI. O desenvolvimento de pesquisas científicas, na busca de Projeto de Pesquisa Criação de um núcleo de pesquisa com ênfase para produção Título do Projeto: científica e desenvolvimento de iniciação científica para os alunos de biomedicina da Faculdade de Ciências

Leia mais

A SAÚDE DO OBESO Equipe CETOM

A SAÚDE DO OBESO Equipe CETOM A SAÚDE DO OBESO Dr. Izidoro de Hiroki Flumignan Médico endocrinologista e sanitarista Equipe CETOM Centro de Estudos e Tratamento para a Obesidade Mórbida. Diretor do Instituto Flumignano de Medicina

Leia mais

10º Congreso Argentino y 5º Latinoamericano de Educación Física y Ciencias

10º Congreso Argentino y 5º Latinoamericano de Educación Física y Ciencias 10º Congreso Argentino y 5º Latinoamericano de Educación Física y Ciencias AVALIAÇÃO ANTROPOMÉTRICA DE IDOSAS PARTICIPANTES DE GRUPOS DE ATIVIDADES FÍSICAS PARA A TERCEIRA IDADE Liziane da Silva de Vargas;

Leia mais

PREVALÊNCIA DE EXCESSO DE PESO EM IDOSOS HIPERTENSOS E DIABÉTICOS CADASTRADOS NO SISTEMA HIPERDIA NO MUNICÍPIO DE CASCAVEL/PR

PREVALÊNCIA DE EXCESSO DE PESO EM IDOSOS HIPERTENSOS E DIABÉTICOS CADASTRADOS NO SISTEMA HIPERDIA NO MUNICÍPIO DE CASCAVEL/PR 1 PREVALÊNCIA DE EXCESSO DE PESO EM IDOSOS HIPERTENSOS E DIABÉTICOS CADASTRADOS NO SISTEMA HIPERDIA NO MUNICÍPIO DE CASCAVEL/PR VOLKMANN, Valdineis P. 1 RUIZ, Fabiana S. 2 RESUMO O excesso de peso é considerado

Leia mais

Perfil Epidemiológico das Doenças Bucais no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) de Itabaiana, Sergipe, Brasil

Perfil Epidemiológico das Doenças Bucais no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) de Itabaiana, Sergipe, Brasil SCIENTIA PLENA VOL. 8, NUM. 9 2012 www.scientiaplena.org.br Perfil Epidemiológico das Doenças Bucais no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) de Itabaiana, Sergipe, Brasil Epidemiological Profile

Leia mais

RISCO PRESUMIDO PARA DOENÇAS CORONARIANAS EM SERVIDORES ESTADUAIS

RISCO PRESUMIDO PARA DOENÇAS CORONARIANAS EM SERVIDORES ESTADUAIS 8. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: SAÚDE RISCO PRESUMIDO PARA DOENÇAS CORONARIANAS EM SERVIDORES ESTADUAIS Apresentador 1 SILVA,Claudia Fagundes e Apresentador 2 PLOCHARSKI, Mayara

Leia mais

FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE BAURU- USP

FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE BAURU- USP PARECER CONSUBSTANCIADO DO CEP DADOS DO PROJETO DE PESQUISA Título da Pesquisa: TERAPIA FOTODINÂMICA ANTIMICROBIANA NO TRATAMENTO DA DOENÇA PERIODONTAL EM PACIENTES COM SÍNDROME DE DOWN Pesquisador: Carla

Leia mais

COMPORTAMENTO ALIMENTAR DE INDIVÍDUOS DIABÉTICOS DE FLORIANÓPOLIS - SC

COMPORTAMENTO ALIMENTAR DE INDIVÍDUOS DIABÉTICOS DE FLORIANÓPOLIS - SC 20 a 22 de agosto de 2008 - Bento Gonçalves-RS COMPORTAMENTO ALIMENTAR DE INDIVÍDUOS DIABÉTICOS DE FLORIANÓPOLIS - SC Silvia Cristina Ferreira Iop 1,2, Evanilda Teixeira 2 e Rosires Deliza 3 1 Universidade

Leia mais

O papel da IL-1β em pacientes com comprometimento periodontal

O papel da IL-1β em pacientes com comprometimento periodontal 257 O papel da IL-1β em pacientes com comprometimento periodontal Fúlvio B. Miguel * Ana Karina Cardoso ** Luciana R. Koser ** Patrícia M. Alves ** Rhyna C. Costa ** Resumo As citocinas, em especial a

Leia mais

PERFIL NUTRICIONAL DE PACIENTES PÓS-TRANSPLANTE RENAL 1

PERFIL NUTRICIONAL DE PACIENTES PÓS-TRANSPLANTE RENAL 1 PERFIL NUTRICIONAL DE PACIENTES PÓS-TRANSPLANTE RENAL 1 Valéria Baccarin Ianiski 2, Lígia Beatriz Bento Franz 3, Eliane Roseli Winkelmann 4, Juliana Schneider 5. 1 Atividade relacionada ao Projeto de Iniciação

Leia mais

Ciência & Saúde Coletiva ISSN: 1413-8123 cecilia@claves.fiocruz.br. Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva.

Ciência & Saúde Coletiva ISSN: 1413-8123 cecilia@claves.fiocruz.br. Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva. Ciência & Saúde Coletiva ISSN: 1413-8123 cecilia@claves.fiocruz.br Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva Brasil Chambrone, Leandro; Bassit Macedo, Sergio; Cardoso Ramalho, Francisco;

Leia mais

RELAÇÃO ENTRE TRAUMA OCLUSAL E DOENÇAS PERIODONTAIS

RELAÇÃO ENTRE TRAUMA OCLUSAL E DOENÇAS PERIODONTAIS RELAÇÃO ENTRE TRAUMA OCLUSAL E DOENÇAS PERIODONTAIS Por Carlos Marcelo da Silva Figueredo, DDS, MDSc, PhD cmfigueredo@hotmail.com www.periodontiamedica.com Introdução A associação do trauma oclusal (TO)

Leia mais

Envelhecimento da população realidade portuguesa. Unidade de Neurologia Vânia Almeida

Envelhecimento da população realidade portuguesa. Unidade de Neurologia Vânia Almeida Envelhecimento da população realidade portuguesa Unidade de Neurologia Vânia Almeida 21 de Setembro de 2015 Sumário Definição de Demência Incidência Global de Demência Prevalência Global de Demência Realidade

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE Educação em Saúde. Prevenção. Doença Renal Crônica.

PALAVRAS-CHAVE Educação em Saúde. Prevenção. Doença Renal Crônica. 12. CONEX Pôster / Produto/ Resumo 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( X) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA EVENTO EXPO&FLOR: ATUAÇÃO

Leia mais

I SEMINÁRIO DE EXTENSÃO DA UCB

I SEMINÁRIO DE EXTENSÃO DA UCB I SEMINÁRIO DE EXTENSÃO DA UCB 29 de setembro, 09 e 10 de outubro de 2012 MODELO PARA APRESENTAÇÃO DO TRABALHO: Título do trabalho Perfil do paciente portador de Diabetes Mellitus tipo 2 atendidos no projeto

Leia mais

INFLUÊNCIA DO ESTRÓGENO NO PERIODONTO DE MULHERES MENOPAUSADAS

INFLUÊNCIA DO ESTRÓGENO NO PERIODONTO DE MULHERES MENOPAUSADAS INFLUÊNCIA DO ESTRÓGENO NO PERIODONTO DE MULHERES MENOPAUSADAS Patrícia Pinto Saraiva 1 Paula Simões Múfalo 2 Lúcia Abreu de Moraes 3 Carlos Roberto Padovani 4 1 Professora Doutora da disciplina de Periodontia

Leia mais

Carlos Heitor Cunha Moreira 1, Tiago Fernandes 2, Raquel Antoniazzi 3, Cassiano Kuchenbecker Rösing 4

Carlos Heitor Cunha Moreira 1, Tiago Fernandes 2, Raquel Antoniazzi 3, Cassiano Kuchenbecker Rösing 4 RECURSOS DIAGNÓSTICOS DE DOENÇAS PERIODONTAIS UTILIZADOS POR CIRURGIÕES DENTISTAS DE TRÊS CIDADES DO RIO GRANDE DO SUL Diagnosis tools of periodontal disease used by dentists from 3 cities in Rio Grande

Leia mais

Eficácia da Suplementação de Ômega-3 como Agente Modulador da Periodontite Crônica. Reduz o Sangramento e a Inflamação Gengival

Eficácia da Suplementação de Ômega-3 como Agente Modulador da Periodontite Crônica. Reduz o Sangramento e a Inflamação Gengival Eficácia da Suplementação de Ômega-3 como Agente Modulador da Periodontite Crônica Reduz o Sangramento e a Inflamação Gengival Novo Tratamento para Estomatite Aftosa Recorrente Ômega-3 Reduz os Sinais

Leia mais

ARTIGO APRESENTADO NO 17 O CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA FIEP/2002-01-29 REALIZADO EM FOZ DO IGUAÇU DE 12 A 16 DE JANEIRO DE 2002

ARTIGO APRESENTADO NO 17 O CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA FIEP/2002-01-29 REALIZADO EM FOZ DO IGUAÇU DE 12 A 16 DE JANEIRO DE 2002 ARTIGO APRESENTADO NO 17 O CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA FIEP/2002-01-29 REALIZADO EM FOZ DO IGUAÇU DE 12 A 16 DE JANEIRO DE 2002 TÍTULO: NÍVEL DE ATIVIDADE FÍSICA E BARREIRAS PARA A ATIVIDADE

Leia mais

ANÁLISE DOS RISCOS CORONARIANOS ATRAVÉS DO RCQ EM POLICIAIS MILITARES DA CIDADE DE MATIPÓ-MG

ANÁLISE DOS RISCOS CORONARIANOS ATRAVÉS DO RCQ EM POLICIAIS MILITARES DA CIDADE DE MATIPÓ-MG Centro Universitário de Caratinga UNEC Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão Curso de Pós-Graduação em Atividades Motoras para a Promoção da Saúde e Qualidade de Vida HEIDY FRUTUOSO ANÁLISE

Leia mais

AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO DE PROPRIETÁRIOS DOS ANIMAIS DE COMPANHIA SOBRE HIGIENE ORAL

AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO DE PROPRIETÁRIOS DOS ANIMAIS DE COMPANHIA SOBRE HIGIENE ORAL AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO DE PROPRIETÁRIOS DOS ANIMAIS DE COMPANHIA SOBRE HIGIENE ORAL ASSESSMENT OF KNOWLEDGE OF OWNERS OF PETS ON ORAL HYGIENE Camila de Castro NEVES 1, Celso Sanches BRACCIALLI 2, Alexandre

Leia mais

Treinamento de Força e Diabetes. Ms. Sandro de Souza

Treinamento de Força e Diabetes. Ms. Sandro de Souza Treinamento de Força e Diabetes Ms. Sandro de Souza Taxa de prevalência de Diabetes Mellitus Período: 2009 Relevância Diagnóstico de DIABETES MELLITUS Diabetes Care. 2007;30:S4 41. Resistência a Insulina

Leia mais

EFEITO DA PERIODONTITE SOBRE O DIABETES MELLITUS:

EFEITO DA PERIODONTITE SOBRE O DIABETES MELLITUS: Braz J Periodontol - December 2013 - volume 23 - issue 04 EFEITO DA PERIODONTITE SOBRE O DIABETES MELLITUS: ANÁLISE CRÍTICA DE ESTUDOS OBSERVACIONAIS Effect of Periodontitis on the Diabetes Mellitus: critical

Leia mais

A actividade física e o desporto: um meio para melhorar a saúde e o bem-estar

A actividade física e o desporto: um meio para melhorar a saúde e o bem-estar A actividade física e o desporto: um meio para melhorar a saúde e o bem-estar A actividade física e os desportos saudáveis são essenciais para a nossa saúde e bem-estar. Actividade física adequada e desporto

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO ENTRE A COMPOSIÇÃO CORPORAL DE HOMENS TREINADOS E DESTREINADOS Aristófanes Lino Pinto de Sousa David Marcos Emérito de Araújo

ESTUDO COMPARATIVO ENTRE A COMPOSIÇÃO CORPORAL DE HOMENS TREINADOS E DESTREINADOS Aristófanes Lino Pinto de Sousa David Marcos Emérito de Araújo ESTUDO COMPARATIVO ENTRE A COMPOSIÇÃO CORPORAL DE HOMENS TREINADOS E DESTREINADOS Aristófanes Lino Pinto de Sousa David Marcos Emérito de Araújo RESUMO: O presente estudo compara a composição corporal

Leia mais

Avaliaç o antropométrica de idosas participantes de grupos de atividades físicas para a terceira idade

Avaliaç o antropométrica de idosas participantes de grupos de atividades físicas para a terceira idade Vargas, Liziane da Silva de; Benetti, Chane Basso; Santos, Daniela Lopes dos Avaliaç o antropométrica de idosas participantes de grupos de atividades físicas para a terceira idade 10mo Congreso Argentino

Leia mais

E CONDIÇÕES PERIODONTAIS

E CONDIÇÕES PERIODONTAIS USO DE PRÓTESE DENTAL, índice DE PLACA E CONDIÇÕES PERIODONTAIS Ercília Leal DINI* RESUMO: O presente estudo foi realizado com o objetivo de verificar a associação entre o uso de prótese dental, índice

Leia mais

Tipos de Diabetes. Diabetes Gestacional

Tipos de Diabetes. Diabetes Gestacional Tipos de Diabetes Diabetes Gestacional Na gravidez, duas situações envolvendo o diabetes podem acontecer: a mulher que já tinha diabetes e engravida e o diabetes gestacional. O diabetes gestacional é a

Leia mais

ALTERAÇÕES METABÓLICAS NO PERFIL LIPÍDICO E GLICÊMICO DE PACIENTES HIV POSITIVOS QUE FAZEM USO DE ANTIRETROVIRAIS

ALTERAÇÕES METABÓLICAS NO PERFIL LIPÍDICO E GLICÊMICO DE PACIENTES HIV POSITIVOS QUE FAZEM USO DE ANTIRETROVIRAIS ALTERAÇÕES METABÓLICAS NO PERFIL LIPÍDICO E GLICÊMICO DE PACIENTES HIV POSITIVOS QUE FAZEM USO DE ANTIRETROVIRAIS Greice Rodrigues Bittencourt Introdução A terapia antiretroviral contemporânea (TARV) baseado

Leia mais

Alterações da polpa, do periápice e do periodonto

Alterações da polpa, do periápice e do periodonto Disciplina: Patologia Oral Alterações da polpa, do periápice e do periodonto Parte 2 Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira 2º Semestre - 2012 ALTERAÇÕES DA POLPA, DO PERIÁPICE E DO PERIODONTO PATOLOGIA

Leia mais

PROMOÇÃO DE HÁBITOS ALIMENTARES SAUDÁVEIS EM UM NÚCLEO INTEGRADO DE SAÚDE DA CIDADE DE MARINGÁ-PR

PROMOÇÃO DE HÁBITOS ALIMENTARES SAUDÁVEIS EM UM NÚCLEO INTEGRADO DE SAÚDE DA CIDADE DE MARINGÁ-PR ISBN 978-85-61091-05-7 VI EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 PROMOÇÃO DE HÁBITOS ALIMENTARES SAUDÁVEIS EM UM NÚCLEO INTEGRADO DE SAÚDE DA CIDADE DE MARINGÁ-PR

Leia mais

HELMA PINCHEMEL COTRIM FACULDADE DE MEDICINA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

HELMA PINCHEMEL COTRIM FACULDADE DE MEDICINA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA Doença Hepática Gordurosa Não-Alcoólica, Obesos Graves & Cirurgia Bariátrica HELMA PINCHEMEL COTRIM FACULDADE DE MEDICINA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA A prevalência de obesidade é crescente nos últimos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE ODONTOLOGIA ALESSANDRO SANTANA DE ALMEIDA GUILHERME RAMOS GARCEZ

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE ODONTOLOGIA ALESSANDRO SANTANA DE ALMEIDA GUILHERME RAMOS GARCEZ UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE ODONTOLOGIA ALESSANDRO SANTANA DE ALMEIDA GUILHERME RAMOS GARCEZ COMPARAÇÃO DOS PARÂMETROS CLÍNICOS PERIODONTAIS NUM ENSAIO CLÍNICO RANDOMIZADO ENVOLVENDO

Leia mais

A doença periodontal e o fumo

A doença periodontal e o fumo A doença periodontal e o fumo Hubert Chamone Gesser ( h_gesser@hotmail.com ) - Cirurgião Dentista - Especialista em Odontologia em Saúde Coletiva pela ABO-SC - Mestrando em Engenharia de Produção Bioestatística

Leia mais

GRANULOMA PIOGÊNICO: RELATO DE CASO CLÍNICO PYOGENIC GRANULOMA: CASE REPORT

GRANULOMA PIOGÊNICO: RELATO DE CASO CLÍNICO PYOGENIC GRANULOMA: CASE REPORT 12 GRANULOMA PIOGÊNICO: RELATO DE CASO CLÍNICO PYOGENIC GRANULOMA: CASE REPORT RESUMO Sérgio Herrero MORAES 1 Gabriela F. MORAES 2 Júlia DURSKI 3 Flávio Luiz VIERO 4 Débora D. da Silva MEIRA 5 Maria Eugênia

Leia mais

SAÚDE PERIODONTAL NAS FASES DA VIDA DA MULHER

SAÚDE PERIODONTAL NAS FASES DA VIDA DA MULHER Girlene E.P.Villa. Especialista em Periodontia, Mestre e Doutora pela FORP-USP Lorene Pereira de Queiroz Casali CD SAÚDE PERIODONTAL NAS FASES DA VIDA DA MULHER As variações hormonais alem de afetarem

Leia mais

29º Seminário de Extensão Universitária da Região Sul

29º Seminário de Extensão Universitária da Região Sul 29º Seminário de Extensão Universitária da Região Sul BUSCA ATIVA DOS SERVIDORES HIPERTENSOS E DIABÉTICOS DA UEM: ORIENTAÇÃO, PREVENÇÃO, TRIAGEM E ENCAMINHAMENTO MÉDICO DE TRABALHADORES DE UMA INSTITUIÇÃO

Leia mais

ASPECTOS MICROBIOLÓGICOS DAS DOENÇAS PERIODONTAIS

ASPECTOS MICROBIOLÓGICOS DAS DOENÇAS PERIODONTAIS ASPECTOS MICROBIOLÓGICOS DAS DOENÇAS PERIODONTAIS Prof. Dr. Cláudio Galuppo Diniz O termo doença periodontal descreve uma diversidade de entidades clínicas distintas que afetam o periodonto, incluindo

Leia mais

Tendências do Diabete Melito

Tendências do Diabete Melito Tendências do Diabete Melito Francine Leite Carina Martins Marcos Novais José Cechin Superintendente Executivo Apresentação Este texto apresenta a evolução das taxas de mortalidade e morbidade por Diabete

Leia mais

CONTROLE MECÂNICO DO BIOFILME DENTAL

CONTROLE MECÂNICO DO BIOFILME DENTAL CONTROLE MECÂNICO DO BIOFILME DENTAL PLACA DENTAL OU BACTERIANA = BIOFILME DENTAL BIOFILME pode ser definido como uma comunidade bacteriana, em uma matriz composta por polímeros extracelulares, aderidas

Leia mais

Saiba quais são os diferentes tipos de diabetes

Saiba quais são os diferentes tipos de diabetes Saiba quais são os diferentes tipos de diabetes Diabetes é uma doença ocasionada pela total falta de produção de insulina pelo pâncreas ou pela quantidade insuficiente da substância no corpo. A insulina

Leia mais

História Natural das Doenças e Níveis de Aplicação de Medidas Preventivas

História Natural das Doenças e Níveis de Aplicação de Medidas Preventivas Universidade Federal do Rio de Janeiro Centro de Ciências da Saúde Faculdade de Medicina / Instituto de Estudos em Saúde Coletiva - IESC Departamento Medicina Preventiva Disciplina de Epidemiologia História

Leia mais

A placa dental. 1 ª Jornada Nacional para Técnicos e Auxiliares de 10/11/2008. A placa dental como um biofilme. A placa dental como um biofilme

A placa dental. 1 ª Jornada Nacional para Técnicos e Auxiliares de 10/11/2008. A placa dental como um biofilme. A placa dental como um biofilme 1 ª Jornada Nacional para Técnicos e Auxiliares de Odontologia A placa dental como um biofilme Biofilme Comunidade microbiana relativamente indefinida associada à superfície de qualquer material duro não-descamativo

Leia mais

DEMONSTRANDO A NECESSIDADE DE ATENÇÃO ESPECIAL AOS HIPERTENSOS E DIABÉTICOS DE UMA UNIDADE DE SAÚDE DO MUNICÍPIO DE PONTA GROSSA, PR

DEMONSTRANDO A NECESSIDADE DE ATENÇÃO ESPECIAL AOS HIPERTENSOS E DIABÉTICOS DE UMA UNIDADE DE SAÚDE DO MUNICÍPIO DE PONTA GROSSA, PR 11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( x ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA DEMONSTRANDO

Leia mais

ANALISE COMPARATIVA DA COMPOSIÇÃO CORPORAL DE POLICIAIS MILITARES RECÉM-ADMITIDOS COM MILITARES COM MAIS DE 10 ANOS DE CARREIRA DO 2º BPM DA PARAÍBA

ANALISE COMPARATIVA DA COMPOSIÇÃO CORPORAL DE POLICIAIS MILITARES RECÉM-ADMITIDOS COM MILITARES COM MAIS DE 10 ANOS DE CARREIRA DO 2º BPM DA PARAÍBA ANALISE COMPARATIVA DA COMPOSIÇÃO CORPORAL DE POLICIAIS MILITARES RECÉM-ADMITIDOS COM MILITARES COM MAIS DE 10 ANOS DE CARREIRA DO 2º BPM DA PARAÍBA Analisando o estilo de vida de algumas pessoas, constatou-se

Leia mais

Em pleno novo milênio nossa sociedade aparece com uma

Em pleno novo milênio nossa sociedade aparece com uma 8 Epidemiologia da Atividade Física & Doenças Crônicas: Diabetes Dênis Marcelo Modeneze Graduado em Educação Física Mestre em Educação Física na Área de Atividade Física, Adaptação e Saúde-UNICAMP Em pleno

Leia mais

PREVALÊNCIA DE CÁRIE PRECOCE DA INFÂNCIA EM CRIANÇAS ATENDIDAS EM UM PROGRAMA DE ATENÇÃO MATERNO-INFANTIL

PREVALÊNCIA DE CÁRIE PRECOCE DA INFÂNCIA EM CRIANÇAS ATENDIDAS EM UM PROGRAMA DE ATENÇÃO MATERNO-INFANTIL PREVALÊNCIA DE CÁRIE PRECOCE DA INFÂNCIA EM CRIANÇAS ATENDIDAS EM UM PROGRAMA DE ATENÇÃO MATERNO-INFANTIL Zacarias Soares de Brito Neto (Bolsista do PIBIC/UFPI ICV); Lúcia de Fátima Almeida de Deus Moura

Leia mais

Apresentação. Introdução. Francine Leite. Luiz Augusto Carneiro Superintendente Executivo

Apresentação. Introdução. Francine Leite. Luiz Augusto Carneiro Superintendente Executivo Evolução dos Fatores de Risco para Doenças Crônicas e da prevalência do Diabete Melito e Hipertensão Arterial na população brasileira: Resultados do VIGITEL 2006-2009 Luiz Augusto Carneiro Superintendente

Leia mais

3. Metodologia. Desenho do estudo. População alvo. Amostragem. Desenvolvimento dos instrumentos de coleta a. Estudo transversal de base populacional.

3. Metodologia. Desenho do estudo. População alvo. Amostragem. Desenvolvimento dos instrumentos de coleta a. Estudo transversal de base populacional. 3. Metodologia Desenho do estudo Estudo transversal de base populacional. População alvo A população alvo da pesquisa foi representada por indivíduos com idade igual ou superior a 15 anos no momento da

Leia mais

MANIFESTAÇÕES E COMPLICAÇÕES BUCAIS NA DOENÇA FALCIFORME

MANIFESTAÇÕES E COMPLICAÇÕES BUCAIS NA DOENÇA FALCIFORME Departamento de Odontologia Social e Preventiva Faculdade de Odontologia - UFRJ MANIFESTAÇÕES E COMPLICAÇÕES BUCAIS NA DOENÇA FALCIFORME Marlene Cezini Doença Falciforme Conceito Doença genética caracterizada

Leia mais

DESNUTRIÇÃO DO IDOSO E SAÚDE PUBLICA NO BRASIL

DESNUTRIÇÃO DO IDOSO E SAÚDE PUBLICA NO BRASIL DESNUTRIÇÃO DO IDOSO E SAÚDE PUBLICA NO BRASIL Aline Coelho Viana 1 Fernanda Fumagalli 2 RESUMO O envelhecimento populacional está acarretando mudanças profundas em todos os setores da sociedade. O idoso

Leia mais

TABELA DE EQUIVALÊNCIA Curso de Odontologia

TABELA DE EQUIVALÊNCIA Curso de Odontologia TABELA DE EQUIVALÊNCIA Curso de Odontologia Disciplina A Disciplina B Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Currículo 64823 MICROBIOLOGIA GERAL 17/34 ODONTOLOGIA MICROBIOLOGIA

Leia mais

FÁTIMA BARK BRUNERI LORAINE MERONY PINHEIRO UNIVERSIDADE POSITIVO

FÁTIMA BARK BRUNERI LORAINE MERONY PINHEIRO UNIVERSIDADE POSITIVO Preparo de uma região para cirurgia FÁTIMA BARK BRUNERI LORAINE MERONY PINHEIRO UNIVERSIDADE POSITIVO Clinica Integrada II 3º Período Diurno Professores: Carmen Lucia Mueller Storrer Eli Luis Namba Fernando

Leia mais

SAÚDE ORAL DAS PESSOAS IDOSAS

SAÚDE ORAL DAS PESSOAS IDOSAS SAÚDE ORAL DAS PESSOAS IDOSAS Saúde Oral das Pessoas Idosas A saúde oral é considerada como uma parte integrante da saúde geral. As doenças da boca e dos dentes têm consequências negativas na qualidade

Leia mais

II OFICINA NACIONAL DE FORMAÇÃO DE TUTORES EM EDUCAÇÃO EM SAÚDE PARA O AUTOCUIDADO EM DIABETES. Entendendo o Diabetes Mellitus

II OFICINA NACIONAL DE FORMAÇÃO DE TUTORES EM EDUCAÇÃO EM SAÚDE PARA O AUTOCUIDADO EM DIABETES. Entendendo o Diabetes Mellitus II OFICINA NACIONAL DE FORMAÇÃO DE TUTORES EM EDUCAÇÃO EM SAÚDE PARA O AUTOCUIDADO EM DIABETES Entendendo o Diabetes Mellitus Dra. Jeane Sales Macedo Dra. Iraci Oliveira Objetivos Capacitar profissionais

Leia mais

8º Simposio de Ensino de Graduação AVALIAÇÃO DA PRESENÇA DE FATORES DE RISCO PARA O DESENVOLVIMENTO DE DIABETES MELLITUS EM INDIVÍDUOS ADULTOS

8º Simposio de Ensino de Graduação AVALIAÇÃO DA PRESENÇA DE FATORES DE RISCO PARA O DESENVOLVIMENTO DE DIABETES MELLITUS EM INDIVÍDUOS ADULTOS 8º Simposio de Ensino de Graduação AVALIAÇÃO DA PRESENÇA DE FATORES DE RISCO PARA O DESENVOLVIMENTO DE DIABETES MELLITUS EM INDIVÍDUOS ADULTOS Autor(es) MIRIÃ DE CASTRO COSTA Orientador(es) PATRÍCIA CARREIRA

Leia mais

AVALIAÇÃO DA DISLIPIDEMIA EM PACIENTES COM DIABETES MELLITUS TIPO 2

AVALIAÇÃO DA DISLIPIDEMIA EM PACIENTES COM DIABETES MELLITUS TIPO 2 AVALIAÇÃO DA DISLIPIDEMIA EM PACIENTES COM DIABETES MELLITUS TIPO 2 MARINA SOUSA PINHEIRO MOTA ALUÍSIO DE MOURA FERREIRA MARIA DE FÁTIMA RAMOS DE QUEIROZ MARIA DO SOCORRO RAMOS DE QUEIROZ DANIELE IDALINO

Leia mais

Absenteísmo por causas odontológicas em uma empresa agropecuária da Região Sudeste do Estado de Minas Gerais

Absenteísmo por causas odontológicas em uma empresa agropecuária da Região Sudeste do Estado de Minas Gerais Marina Pereira Coelho 1 Maria Aparecida Oliveira 2 Vânia Eloísa de Araújo 3 Cristiane Miranda Carvalho 4 Dentistry absenteeism in agropecuary company in Minas Gerais state Absenteísmo por causas odontológicas

Leia mais