Direitos autorais: você tem todo o direito de conhecer.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Direitos autorais: você tem todo o direito de conhecer. www.ecad.org.br"

Transcrição

1 COMO RECEBER DIREITO AUTORAL Direitos autorais: você tem todo o direito de conhecer.

2 Como receber direito autoral 1 Todo compositor, intérprete, músico, produtor fonográfico ou editora musical deve se filiar a uma das nove associações de música que integram o Ecad (ABRAMUS, AMAR, SBACEM, SICAM, SOCINPRO, UBC, ABRAC, ASSIM e SADEMBRA). Como o Ecad é o escritório de cobrança e distribuição de direitos dessas associações, somente após a filiação é que o Ecad poderá arrecadar e distribuir os direitos autorais de execução pública em nome desses profissionais denominados titulares de música. 2 Após a filiação, você deve cadastrar todas as músicas de sua autoria ou que você interpreta. Toda música nova deve ser informada e cadastrada na sua associação. É importante, também, informar o percentual de participação que cabe a cada um dos autores na criação da música, pois é este valor que norteará a distribuição dos direitos autorais de execução da respectiva obra. A mesma orientação vale para a gravação de fonogramas. 3 Lembre-se que, caso você tenha cedido os direitos de autoria de sua música a terceiros (ex: editora de música), parcial ou integralmente, os direitos autorais de execução pública também passarão a pertencer-lhes, proporcionalmente ao percentual cedido. 4 Mantenha sempre seus dados atualizados, tanto cadastrais quanto os de suas obras. As associações enviam, periodicamente, as informações de seus titulares ao Ecad, que possui um banco de dados totalmente informatizado para controlar as execuções de músicas em todo o Brasil.

3 5 Muitos autores desconhecem que a distribuição de direitos autorais provenientes da execução nas rádios é feita por amostragem, conforme critérios seguidos em todo o mundo. Além disso, ela é regionalizada, o que significa que os valores arrecadados numa determinada região são distribuídos apenas aos titulares de música que tiverem suas obras executadas e captadas pelo Ecad através de gravação ou envio de planilhas eletrônicas com a programação musical das rádios daquela região. A divisão das regiões segue o critério geográfico brasileiro: Sul, Sudeste, Centro- Oeste, Nordeste e Norte, sendo gravadas e recolhidas as planilhas musicais somente das rádios que efetuam o pagamento do direito autoral ao Ecad. O critério regionalizado da distribuição de rádio garante uma distribuição adequada às características culturais de cada região, o que resulta numa distribuição mais coerente do direito autoral. Constarão da amostragem todas as rádios adimplentes gravadas pelo Ecad e pela empresa terceirizada de gravação e identificação de músicas, além daquelas que tenham enviado eletronicamente a planilha de programação musical preenchida corretamente e dentro do padrão estipulado pelo Ecad. Também são regionalizados o ponto autoral e o ponto conexo, que representam o valor de cada execução, dependendo da verba arrecadada por região e do tipo de utilização da música, ao vivo ou mecânica. A execução da música, somente, não caracteriza que o direito autoral será distribuído para seu(s) autor(es). Vários fatores são determinantes:

4 A- B- C- se as rádios localizadas no interior dos estados enviaram as planilhas com a sua programação musical (a captação da programação das rádios nas capitais é efetuada pelo Ecad através de sistema automatizado próprio e pela empresa terceirizada contratada para este fim); se na escuta/identificação das gravações ou nas planilhas recebidas constam ou são divulgados os nomes corretos das músicas e de seus respectivos compositores; 6 A distribuição dos direitos autorais de execução pública é feita mensalmente, trimestralmente ou semestralmente, de acordo com o segmento no qual a música foi executada (show, TV, rádio, música ao vivo, sonorização ambiental, etc.). Se uma música for executada hoje, não significa que os direitos serão pagos imediatamente. Confira com a associação a qual você é filiado, os períodos do ano em que o Ecad efetua a distribuição dos direitos de cada segmento usuário de música.

5 7 Os Os percentuais de distribuição dos direitos dos titulares autorais (compositores e editores) e dos titulares conexos (produtores fonográficos, intérpretes e músicos acompanhantes) são diferentes. Consulte sua associação ou o site do Ecad (www.ecad.org.br) para saber qual o percentual que cabe a cada uma das categorias Os direitos autorais referentes a shows são distribuídos, mensalmente, somente aos autores e editores das músicas interpretadas. Neste caso, o intérprete já foi contemplado com o o cachê pago pelo pelo promotor do do evento e só e recebe só recebe direitos direitos autorais autorais se for, também, se for, também, autor das músicas autor das que músicas interpretar. que interpretar. Antes de se apresentar publicamente em shows, confira se o local, casa de espetáculos Antes de se apresentar ou o promotor publicamente do evento em shows, pagam confira direito se o local, autoral.sua casa de solidariedade espetáculos com ou o os promotor compositores do evento é fundamental pagam para direito que o autoral.sua pagamento dos solidariedade direitos autorais com os seja compositores respeitado por é fundamental todos os usuários para que de música, o pagamento o que, infelizmente, dos direitos autorais ainda não seja é constante respeitado no por Brasil. todos os usuários de música, o que, infelizmente, ainda não é constante no Brasil. Para que o Ecad possa distribuir os direitos autorais provenientes de shows e Para eventos, que o Ecad é necessário possa distribuir que o organizador os direitos autorais ou promotor provenientes envie o roteiro de shows das músicas e eventos, que é necessário serão executadas que o organizador pelo artista, ou com promotor a correta envie identificação o roteiro das dos títulos músicas das que músicas serão executadas e seus respectivos pelo artista, autores. com a correta Somente identificação assim o Ecad dos poderá títulos das efetuar músicas a distribuição e seus respectivos dos direitos autores. autorais Somente com mais assim agilidade. o Ecad poderá efetuar a distribuição dos direitos autorais com mais agilidade.

Experiência brasileira de gestão dos direitos de execução pública musical

Experiência brasileira de gestão dos direitos de execução pública musical Experiência brasileira de gestão dos direitos de execução pública musical ASSOCIAÇÔES EFETIVAS: ABRAMUS AMAR SBACEM SICAM SOCINPRO UBC ASSOCIAÇÕES ADMINISTRADAS: ABRAC ANACIM ASSIM SADEMBRA Lei 9.610/98

Leia mais

Gestão Coletiva http://www.sbacem.org.br/sbacem-novo/es/gestao-coletiva/132-gestao-coletiva.pdf

Gestão Coletiva http://www.sbacem.org.br/sbacem-novo/es/gestao-coletiva/132-gestao-coletiva.pdf No hay traducciones disponibles. O Sistema de Gestão Coletiva de Direitos no Brasil O Sistema de Gestão Coletiva de Direitos no Brasil A arrecadação dos direitos autorais e conexos musicais é realizada

Leia mais

Regulamento de Distribuição

Regulamento de Distribuição Regulamento de Distribuição Descrição Página Artigo 1º - Critérios...5 Artigo 2º - Informações preliminares...5 Artigo 3º - Rol de informações...7 Artigo 4º - Cadastro de titulares...7 Artigo 5º - Cadastro

Leia mais

Luiz Carlos Prestes Filho C O D E P I N Comissão Estadual de Defesa da Propriedade Intelectual Direitos da Personalidade e Direitos Intelectuais Na Cadeia Produtiva da Economia

Leia mais

PERGUNTAS & RESPOSTAS

PERGUNTAS & RESPOSTAS PERGUNTAS & RESPOSTAS Distribuição Tudo sobre como receber direitos autorais Setembro/2014 Ecad - Escritório Central de Arrecadação e Distribuição tem o prazer de apresentar o Perguntas e Respostas sobre

Leia mais

Perguntas e Respostas Distribuição

Perguntas e Respostas Distribuição Perguntas e Respostas Distribuição O que é o direito autoral É o conjunto de direitos concedidos por lei à pessoa física que cria uma obra intelectual, para que possa usufruir dos benefícios morais e intelectuais

Leia mais

Regulamento de Distribuição

Regulamento de Distribuição Regulamento de Distribuição Índice Capítulo I - Disposição Preliminar Artigo 1º - Critérios Capítulo II - Cadastro Artigo 2º - Informações preliminares Capítulo III - Organização do Cadastro Artigo 3º

Leia mais

REGULAMENTO REGULAMENTO DE DISTRIBUIÇÃO DOS DIREITOS AUTORAIS DE EXECUÇÃO PÚBLICA MUSICAL

REGULAMENTO REGULAMENTO DE DISTRIBUIÇÃO DOS DIREITOS AUTORAIS DE EXECUÇÃO PÚBLICA MUSICAL REGULAMENTO REGULAMENTO DE DISTRIBUIÇÃO DOS DIREITOS AUTORAIS DE EXECUÇÃO PÚBLICA MUSICAL Aprovado em 16 de setembro de 2015 ÍNDICE Í ndice Í. Princípios Gerais 1 ÍÍ. Cadastro e Documentaça o 2 ÍÍÍ. Distribuiça

Leia mais

que é o Ecad?... Como atua o Ecad?... Festas e Eventos Sociais...9

que é o Ecad?... Como atua o Ecad?... Festas e Eventos Sociais...9 Setembro/2013 Arrecadação A música está presente em vários momentos de nossas vidas, desde que nascemos Nos acostumamos a ouvi-la nas canções de ninar e nas comemorações de datas tão importantes como formaturas,

Leia mais

Regulamento de Distribuição

Regulamento de Distribuição Regulamento de Distribuição Índice Apresentação Capítulo I - Disposição Preliminar Artigo 1º - Critérios Capítulo II - Cadastro Artigo 2º - Informações preliminares Capítulo III - Organização do Cadastro

Leia mais

O que essas quatro precisam para serem efetivas e não mais administradas?

O que essas quatro precisam para serem efetivas e não mais administradas? Em entrevista exclusiva com a Superintendente Executiva do Ecad, Glória Braga, assuntos que vivem sendo debatidos nas ruas entre autores poderão agora ser explicados facilmente, e de forma didática, para

Leia mais

5HJXODPHQWRGH'LVWULEXLomR ËQGLFH

5HJXODPHQWRGH'LVWULEXLomR ËQGLFH 2 5HJXODPHQWRGH'LVWULEXLomR ËQGLFH 'HVFULomR 3iJLQD &DStWXOR,'LVSRVLomRSUHOLPLQDU $UWLJRž±&ULWpULRV &DStWXOR,,±&DGDVWUR $UWLJRž±&DGDVWURV &DStWXOR,,,2UJDQL]DomRGRFDGDVWUR $UWLJRž±5ROGHLQIRUPDo}HV $UWLJRž±&DGDVWURGHWLWXODU

Leia mais

Manual Básico de Preenchimento (Sistema do ISRC)

Manual Básico de Preenchimento (Sistema do ISRC) Manual Básico de Preenchimento (Sistema do ISRC) O SISRC (Sistema do ISRC International Standard Recording Code) foi criado para gerar os Relatórios de Fonograma, onde constarão os códigos ISRC e as informações

Leia mais

COMO? Como você recebe direitos autorais pelo uso de suas músicas?

COMO? Como você recebe direitos autorais pelo uso de suas músicas? O QUÊ?é União Brasileira de Compositores - UBC uma associação de criadores de música que realiza a gestão coletiva dos direitos autorais musicais. Foi fundada em 1942 por autores com o objetivo de garantir

Leia mais

que é o Ecad?... Como atua o Ecad?... Festas e Eventos Sociais...9

que é o Ecad?... Como atua o Ecad?... Festas e Eventos Sociais...9 Arrecadação Setembro/2013 Setembro/2014 A música está presente em vários momentos de nossas vidas, desde que nascemos Nos acostumamos a ouvi-la nas canções de ninar e nas comemorações de datas tão importantes

Leia mais

LEGALIZAÇÃO DO COMPARTILHAMENTO DE ARQUIVOS DIGITAIS

LEGALIZAÇÃO DO COMPARTILHAMENTO DE ARQUIVOS DIGITAIS Anteprojeto de lei para LEGALIZAÇÃO DO COMPARTILHAMENTO DE ARQUIVOS DIGITAIS Considerações gerais A expansão da internet trouxe facilidades sem precedentes para o compartilhamento e reprodução de obras,

Leia mais

08 a 11 de outubro de 2014

08 a 11 de outubro de 2014 EMPREENDER NA MÚSICA COMO TRANSFORMAR UMA BANDA NUMA MICRO EMPRESA 08 a 11 de outubro de 2014 08 a 11 de outubro de 2014 Sumário Ecossistema da música A música no Brasil Gestão da carreira musical O ecossistema

Leia mais

ÍNDICE. Í ndice. Í. Finalidades 1 ÍÍ. Crite rios de arrecadaça o e distribuiça o 2 ÍÍÍ. Disposiço es finais 4

ÍNDICE. Í ndice. Í. Finalidades 1 ÍÍ. Crite rios de arrecadaça o e distribuiça o 2 ÍÍÍ. Disposiço es finais 4 REGULAMENTO REGULAMENTO PARA LICENCIAMENTO, ARRECADAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE DIREITOS DE REPRODUÇÃO, DISTRIBUIÇÃO E COMUNICAÇÃO AO PÚBLICO PARA SERVIÇOS DE ASSINATURA INTERATIVOS DE OFERTA DE OBRAS MUSICAIS

Leia mais

ECAD E OS NOVOS CONTORNOS DA GESTÃO COLETIVA NO BRASIL. Guilherme Coutinho Silva guilhermecoutinho@usp.br

ECAD E OS NOVOS CONTORNOS DA GESTÃO COLETIVA NO BRASIL. Guilherme Coutinho Silva guilhermecoutinho@usp.br ECAD E OS NOVOS CONTORNOS DA GESTÃO COLETIVA NO BRASIL Guilherme Coutinho Silva guilhermecoutinho@usp.br Constituição Federal Art. 5º - XXVIII - são assegurados, nos termos da lei: b) o direito de fiscalização

Leia mais

Gloria Braga

Gloria Braga DIREITO DO ENTRETENIMENTO Direitos Autorais e Sociedades Arrecadadoras 12.11.2011 Professora: Glória Braga Direitos Autorais e Sociedades Arrecadadoras Gloria Braga 12.02.2011 PRINCÍPIOS GERAIS DOS DIREITOS

Leia mais

UERJ MODALIDADES DE UTILIZAÇÃO. Aspectos jurídicos da Edição, Gravação e Sincronização musical. Professora: Fernanda Freitas

UERJ MODALIDADES DE UTILIZAÇÃO. Aspectos jurídicos da Edição, Gravação e Sincronização musical. Professora: Fernanda Freitas DIREITO DO ENTRETENIMENTO Edição, Gravação e Sincronização musical 26.03.2011 Professora: Fernanda Freitas DIREITO DO ENTRETENIMENTO UERJ MODALIDADES DE UTILIZAÇÃO Aspectos jurídicos da Edição, Gravação

Leia mais

Diversidade Cultural e Conteúdo

Diversidade Cultural e Conteúdo Diversidade Cultural e Conteúdo I Fórum da Internet no Brasil Comitê Gestor da Internet Expo Center Norte Outubro/2011 Oona Castro Instituto Overmundo Overmundo Missão: difundir a cultura brasileira em

Leia mais

BOLETIM JURÍDICO INFORMATIVO

BOLETIM JURÍDICO INFORMATIVO BOLETIM JURÍDICO INFORMATIVO I INFORMAÇÕES GERAIS Ano 02 nº 10 Setembro/ 2.005 A Associação Brasileira de Direitos Autorais ABDA realizará no dia 22 deste mês de Setembro, o I Congresso Internacional de

Leia mais

REGULAMENTO FESTIVAL SESI MÚSICA ETAPA ESTADUAL/2012

REGULAMENTO FESTIVAL SESI MÚSICA ETAPA ESTADUAL/2012 O SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA, DEPARTAMENTO REGIONAL DA BAHIA - SESI/DR/BA, doravante denominado SESI/DR/BA, faz saber, para conhecimento dos trabalhadores da indústria e dependentes, e alunos da Rede

Leia mais

1. Os valores arrecadados serão distribuídos aos titulares de direito, em conformidade com o Regulamento de Distribuição do ECAD.

1. Os valores arrecadados serão distribuídos aos titulares de direito, em conformidade com o Regulamento de Distribuição do ECAD. O texto a seguir tem por finalidade esclarecer os princípios e normas aplicáveis à arrecadação dos direitos autorais e dos que lhe são conexos, relativos à execução pública, inclusive através da radiodifusão

Leia mais

ATA DA 432ª REUNIÃO DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DO ESCRITÓRIO CENTRAL DE ARRECADAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO ECAD

ATA DA 432ª REUNIÃO DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DO ESCRITÓRIO CENTRAL DE ARRECADAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO ECAD 916 ATA DA 432ª REUNIÃO DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DO ESCRITÓRIO CENTRAL DE ARRECADAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO ECAD Aos dezenove dias do mês de agosto do ano de dois mil e quatorze, às 10h, a Assembleia

Leia mais

Resultados recordes em 2013

Resultados recordes em 2013 Notícias do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição Ecad 2014 ano 8 nº 23 ESPECIAL resultados 2011 R$412 2012 R$470 R$804 * Resultados recordes em 2010 R$346 2009 R$318 * Valores distribuídos

Leia mais

REGULAMENTO REGULAMENTO DE ARRECADAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE DIREITOS DE REPRODUÇÃO E DE DISTRIBUIÇÃO DE OBRAS MUSICAIS

REGULAMENTO REGULAMENTO DE ARRECADAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE DIREITOS DE REPRODUÇÃO E DE DISTRIBUIÇÃO DE OBRAS MUSICAIS REGULAMENTO REGULAMENTO DE ARRECADAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE DIREITOS DE REPRODUÇÃO E DE DISTRIBUIÇÃO DE OBRAS MUSICAIS Aprovado em 16 de setembro de 2015 ÍNDICE Í ndice Í. Finalidade 1 ÍÍ. Definiçõ es 2 ÍÍÍ.

Leia mais

MANUAL DE NORMAS. 1. Fonogramas para TV, TV por assinatura, Cinema, Rádio, Internet e Mídia Alternativa

MANUAL DE NORMAS. 1. Fonogramas para TV, TV por assinatura, Cinema, Rádio, Internet e Mídia Alternativa MANUAL DE NORMAS 1. Fonogramas para TV, TV por assinatura, Cinema, Rádio, Internet e Mídia Alternativa A criação da composição musical ou lítero-musical, a produção fonográfica, a direção musical, a direção

Leia mais

Projeto de Digitalização de Discos do Acervo da Fundação Cásper Líbero PRONAC: 102599

Projeto de Digitalização de Discos do Acervo da Fundação Cásper Líbero PRONAC: 102599 Projeto de Digitalização de Discos do Acervo da Fundação Cásper Líbero PRONAC: 102599 Valor total do Projeto: R$ 981.420,00 Apresentação: A Rádio Gazeta, fundada em 1943, com sua programação voltada exclusivamente

Leia mais

Projeto Festival Clube da Viola. Resumo do Projeto

Projeto Festival Clube da Viola. Resumo do Projeto Projeto Festival Clube da Viola Resumo do Projeto A música brasileira é um dos elementos culturais que contribuem para a criação e o fortalecimento de uma idéia de pertencimento nacional, promovendo uma

Leia mais

ÍNDICE GERAL. Introdução. Capítulo I Como abrir um selo fonográfico

ÍNDICE GERAL. Introdução. Capítulo I Como abrir um selo fonográfico ÍNDICE GERAL Introdução Capítulo I Como abrir um selo fonográfico 1. Abrindo sua empresa O Contador O Contrato Social - Empresa Prestadora de Serviços ou de Comércio 2. Marca O INPI Tipos de Marca 3. Sociedade

Leia mais

REGULAMENTO - JBC 2016 J A N E I R O B R A S I L E I R O D A C O M É D I A

REGULAMENTO - JBC 2016 J A N E I R O B R A S I L E I R O D A C O M É D I A REGULAMENTO - JBC 2016 J A N E I R O B R A S I L E I R O D A C O M É D I A 1. Apresentação 1.1 A Prefeitura Municipal de São José do Rio Preto, por meio de sua Secretaria de Cultura, realizará no período

Leia mais

Mapa Musical da Bahia 2014 FAQ

Mapa Musical da Bahia 2014 FAQ Mapa Musical da Bahia 2014 FAQ 1. O que é o Mapa Musical da Bahia? O Mapa Musical da Bahia é uma ação da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB) para mapear, reconhecer e promover a difusão da música

Leia mais

A REVISTA BACKSTAGE É DIRIGIDA A QUE PÚBLICO?

A REVISTA BACKSTAGE É DIRIGIDA A QUE PÚBLICO? A REAL FORÇA de uma revista está nas suas páginas; nas suas matérias; nos seus anúncios; na sua história e principalmente na sua linha editorial comprometida com informações úteis aos leitores. Durante

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO ARTÍSTICA PROJETO SEGUNDA MUSICAL 2016

EDITAL DE SELEÇÃO ARTÍSTICA PROJETO SEGUNDA MUSICAL 2016 EDITAL DE SELEÇÃO ARTÍSTICA PROJETO SEGUNDA MUSICAL 2016 A Secretaria da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais faz saber aos interessados que se encontram abertas, no período de 11 a 29 de fevereiro

Leia mais

Grupo Teatral Nacional Grupo Teatral Cachê 4 5 R$ 8.000,00 R$ 160.000,00 Três espetáculos Teatrais Nacionais.

Grupo Teatral Nacional Grupo Teatral Cachê 4 5 R$ 8.000,00 R$ 160.000,00 Três espetáculos Teatrais Nacionais. OUTUBRO FANTÁSTICO Item Nomenclatura Unidade QuantidadeOcorrência Valor Unitário Total Total Etapa DETALHAMENTO Espetáculo Artes Cênicas Criação do Projeto Coordenador do Projeto Mês 1 3 R$ 9.000,00 R$

Leia mais

Estimativa do Mercado Independente

Estimativa do Mercado Independente 1 FUNDAÇAO CARLOS ALBERTO VANZOLINI Estimativa do Mercado Independente Relatório Final Março 2012 Coordenador Davi Nakano Equipe Giulia Rinaldi Guilherme Kok Henrique Amaral 2 Estimativa do Mercado Independente

Leia mais

ETAPAS PARA PRODUZIR O SEU ARTISTA

ETAPAS PARA PRODUZIR O SEU ARTISTA ETAPAS PARA PRODUZIR O SEU ARTISTA Objetivo Desenvolver a gestão da carreira do artista, analisando o nicho em que o mesmo se enquadra, detectando e avaliando as oportunidades e ameaças. Somadas a estas

Leia mais

REGULAMENTO FESTIVAL SESI MÚSICA - EDIÇÃO ESTADUAL/2009

REGULAMENTO FESTIVAL SESI MÚSICA - EDIÇÃO ESTADUAL/2009 O DEPARTAMENTO REGIONAL DO SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA - SESI/AM, doravante denominado Instituidor, por intermédio de sua Superintendência Executiva, faz saber, para conhecimento dos trabalhadores da indústria

Leia mais

PROJETOS PARA OS CENTROS CULTURAIS DO BANCO DO BRASIL

PROJETOS PARA OS CENTROS CULTURAIS DO BANCO DO BRASIL PROJETOS PARA OS CENTROS CULTURAIS DO BANCO DO BRASIL Os Centros Culturais Banco do Brasil estão localizados nas cidades de Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. Qualquer pessoa física

Leia mais

Guia de Produção da Música Independente Bahia

Guia de Produção da Música Independente Bahia Guia de Produção da Música Independente Bahia Memória do trabalho de conclusão do curso de Comunicação Social, com Habilitação em Produção em Comunicação e Cultura. Faculdade de Comunicação da Universidade

Leia mais

I FESTIVAL DE MÚSICA DO IFES

I FESTIVAL DE MÚSICA DO IFES I FESTIVAL DE MÚSICA DO IFES REGULAMENTO 2013 1. DOS OBJETIVOS 1.1. O I Festival de Música do Ifes acontecerá no dia 23 de novembro de 2013, no Auditório João de Medeiros Calmon, no Ifes Campus Colatina,

Leia mais

FESTIVAL DE MUSICA MATER DEI REGULAMENTO

FESTIVAL DE MUSICA MATER DEI REGULAMENTO 2015 FESTIVAL DE MUSICA MATER DEI REGULAMENTO 1. DOS PRINCÍPIOS GERAIS: 1.1. O FESTIVAL DE MÚSICA CATÓLICA MATER DEI, denominado, a partir de agora, neste regulamento, como FESTIVAL, promovido pelo SANTUÁRIO

Leia mais

APDIF DO BRASIL Associação Protetora dos Direitos Intelectuais Fonográficos PIRATARIA MUSICAL. Aspectos Técnicos e Informações Complementares

APDIF DO BRASIL Associação Protetora dos Direitos Intelectuais Fonográficos PIRATARIA MUSICAL. Aspectos Técnicos e Informações Complementares PIRATARIA MUSICAL Aspectos Técnicos e Informações Complementares I Curso Regional de Capacitação para Agentes Públicos no Combate à Pirataria. Salvador/BA. Palestrante: Jorge Eduardo Grahl Diretor Jurídico

Leia mais

8 ORGANIZA<;:Ao MUNDIAL DA PROPRJEDADE INTELECTUAL

8 ORGANIZA<;:Ao MUNDIAL DA PROPRJEDADE INTELECTUAL , p OMPI/CCM/RIO/99/8 ORIGINAL: Portugues DATA: Julho 1999 a MINISTERJO DA CULTURA COORDENA

Leia mais

1. DO PRAZO E DA ABRANGÊNCIA GEOGRÁFICA DA PROMOÇÃO

1. DO PRAZO E DA ABRANGÊNCIA GEOGRÁFICA DA PROMOÇÃO A PANAMERICANA DE SEGUROS S.A. que é subscritora dos Títulos de Capitalização emitidos e administrados pela CARDIF CAPITALIZAÇÃO S.A., inscrita no CNPJ sob o n 11.467.788/0001-67, cuja Nota Técnica e respectiva

Leia mais

A/C do Sr. Marcos Souza Diretor de Direitos Intelectuais do Ministério da Cultura.

A/C do Sr. Marcos Souza Diretor de Direitos Intelectuais do Ministério da Cultura. Rio de Janeiro, 10 de setembro de 2010. A/C do Sr. Marcos Souza Diretor de Direitos Intelectuais do Ministério da Cultura. Pelo presente documento e por meio de comentários específicos, a Inter Artis Brasil

Leia mais

Edital de seleção de artistas para apresentação no Projeto Música Para Todos 3ª edição - 1ª Fase -2º semestre de 2011

Edital de seleção de artistas para apresentação no Projeto Música Para Todos 3ª edição - 1ª Fase -2º semestre de 2011 Edital de seleção de artistas para apresentação no Projeto Música Para Todos 3ª edição - 1ª Fase -2º semestre de 2011 O projeto Música Para Todos, em sua 3ª edição, numa parceria entre a Cooperativa de

Leia mais

Os Promotores e ou Afiliados podem incentivar outras pessoas a Divulgarem e comercializarem os serviços, tornando-se seus patrocinadores.

Os Promotores e ou Afiliados podem incentivar outras pessoas a Divulgarem e comercializarem os serviços, tornando-se seus patrocinadores. Liquida Net Rogério Richard - ME. Atua na área de Assinaturas de Lojas, e utiliza um plano de marketing que incentiva e apoia o uso e a divulgação de seus serviços através de uma Rede de Promotores autônomos

Leia mais

EDITAL SELEÇÃO DE MÚSICAS - FEMUCIC/2015 OBJETO: SELEÇÃO DE MÚSICAS PARA O FEMUCIC ANO 37 MOSTRA DE MÚSICA CIDADE CANÇÃO- DO SESC MARINGÁ/2015

EDITAL SELEÇÃO DE MÚSICAS - FEMUCIC/2015 OBJETO: SELEÇÃO DE MÚSICAS PARA O FEMUCIC ANO 37 MOSTRA DE MÚSICA CIDADE CANÇÃO- DO SESC MARINGÁ/2015 EDITAL SELEÇÃO DE MÚSICAS - FEMUCIC/2015 OBJETO: SELEÇÃO DE MÚSICAS PARA O FEMUCIC ANO 37 MOSTRA DE MÚSICA CIDADE CANÇÃO- DO SESC MARINGÁ/2015 O SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO SESC, ADMINISTRAÇÃO REGIONAL

Leia mais

REGULAMENTO PROMOÇÃO COMERCIAL PRÊMIO IMEDIATO

REGULAMENTO PROMOÇÃO COMERCIAL PRÊMIO IMEDIATO REGULAMENTO PROMOÇÃO COMERCIAL PRÊMIO IMEDIATO Dados da Promotora: Reader s Digest Brasil Ltda. Seleções do Reader s Digest Rua do Carmo, 43 10 o. andar Centro CEP: 20.011-020 Rio de Janeiro RJ CNPJ/MF

Leia mais

Há na Justiça uma guerra de titãs sobre o preço do direito autoral para a execução de músicas no Brasil.

Há na Justiça uma guerra de titãs sobre o preço do direito autoral para a execução de músicas no Brasil. 12/06/2011-07h18 Critério de pagamento opõe Ecad e empresas em ações na Justiça ELVIRA LOBATO DO RIO ROBERTO KAZ DE SÃO PAULO Há na Justiça uma guerra de titãs sobre o preço do direito autoral para a execução

Leia mais

ATA DA 437ª REUNIÃO DA ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA DO ESCRITÓRIO CENTRAL DE ARRECADAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO ECAD

ATA DA 437ª REUNIÃO DA ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA DO ESCRITÓRIO CENTRAL DE ARRECADAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO ECAD 923 ATA DA 437ª REUNIÃO DA ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA DO ESCRITÓRIO CENTRAL DE ARRECADAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO ECAD Aos vinte e oito dias do mês de janeiro do ano de dois mil e quinze, às 10h, a Assembleia

Leia mais

REGULAMENTO DO SORTEIO 5ª SÉRIE

REGULAMENTO DO SORTEIO 5ª SÉRIE REGULAMENTO DO SORTEIO 5ª SÉRIE A Sociedade Brasileira de Pediatria, associação sem fins lucrativos, com sede na rua Santa Clara, nº 292, Copacabana, Rio de Janeiro, RJ, inscrita no CNPJ/MF sob o n 33.653.080/0001-33,

Leia mais

Manual de Utilização do SALICWEB

Manual de Utilização do SALICWEB Manual de Utilização do SALICWEB Versão 1.0 TELA 1 Para apresentar uma proposta cultural, é necessário antes fazer o cadastro de usuário, clicando em Não sou cadastrado. Caso já tenha se cadastrado, deve-se

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA ATRAÇÕES DE ABERTURA NO PROJETO SÉRIE BH INSTRUMENTAL 2014

EDITAL DE SELEÇÃO PARA ATRAÇÕES DE ABERTURA NO PROJETO SÉRIE BH INSTRUMENTAL 2014 EDITAL DE SELEÇÃO PARA ATRAÇÕES DE ABERTURA NO PROJETO SÉRIE BH INSTRUMENTAL 2014 A Veredas Produções Ltda., sociedade inscrita no CNPJ sob o nº 00.614.034/0001-76, responsável pela coordenação e execução

Leia mais

CURRÍCULO DA EMPRESA. MILLENNIUM BRASIL EVENTOS LTDA ATIVIDADES DESEMPENHADAS

CURRÍCULO DA EMPRESA. MILLENNIUM BRASIL EVENTOS LTDA ATIVIDADES DESEMPENHADAS CURRÍCULO DA EMPRESA. MILLENNIUM BRASIL EVENTOS LTDA ATIVIDADES DESEMPENHADAS A MILLENNIUM BRASIL EVENTOS LTDA, é empresa de entretenimento recentemente fundada para execução de shows e concertos ao vivo

Leia mais

EDITAL SELETIVAS SE RASGUM 2015

EDITAL SELETIVAS SE RASGUM 2015 EDITAL SELETIVAS SE RASGUM 2015 CAPÍTULO 1 DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º A Se Rasgum Produções realizará as Seletivas Se Rasgum 2015 com o objetivo de escolher 4 (quatro) bandas paraenses, de diversos estilos

Leia mais

Qualidade da Internet Banda Larga

Qualidade da Internet Banda Larga Qualidade da Internet Banda Larga Secretaria de Transparência Coordenação de Controle Social DataSenado Novembro de 2014 www.senado.leg.br/datasenado 1 Um terço dos entrevistados já ouviu falar do Programa

Leia mais

PROGRAMA PETROBRAS CULTURAL FESTIVAIS E DIFUSÃO ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS

PROGRAMA PETROBRAS CULTURAL FESTIVAIS E DIFUSÃO ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA PETROBRAS CULTURAL FESTIVAIS E DIFUSÃO ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS Este documento contém um pequeno descritivo do conteúdo que deve ser inserido em cada um dos campos do formulário de

Leia mais

Regulamento de Arrecadação

Regulamento de Arrecadação Regulamento de Arrecadação Índice Capítulo I Disposições Iniciais Art. 1º. Finalidade 4 Art. 2º. Bases para as normas de arrecadação 4 Art. 3º. Distribuição dos valores arrecadados 5 Capítulo II Definições

Leia mais

Regulamento do Plano de Vantagens Itaú Mais benefícios para quem mantém relacionamento com o Itaú.

Regulamento do Plano de Vantagens Itaú Mais benefícios para quem mantém relacionamento com o Itaú. Regulamento do Plano de Vantagens Itaú Mais benefícios para quem mantém relacionamento com o Itaú. O Plano de Vantagens Itaú oferece benefícios de acordo com o seu relacionamento e a sua utilização dos

Leia mais

Sua música foi inserida em uma novela, filme, desenho ou seriado?

Sua música foi inserida em uma novela, filme, desenho ou seriado? Sua música foi inserida em uma novela, filme, desenho ou seriado? Este guia vai te ajudar a saber o que é preciso fazer para receber seus direitos autorais de execução pública e a entender um pouco mais

Leia mais

PROGRAMA DO CURSO. Material Mac ou PC: Laptop

PROGRAMA DO CURSO. Material Mac ou PC: Laptop INTRODUÇÃO Music Business: Gestão de Negócios na Indústria da Música Abordagem sobre as oportunidades de negócios da música e a mecânica da cadeia produtiva da indústria da música. Quem é quem; suas funções,

Leia mais

Regulamento do Plano de Vantagens Itaú Uniclass Mais benefícios para quem mantém relacionamento com o Itaú Uniclass.

Regulamento do Plano de Vantagens Itaú Uniclass Mais benefícios para quem mantém relacionamento com o Itaú Uniclass. Regulamento do Plano de Vantagens Itaú Uniclass Mais benefícios para quem mantém relacionamento com o Itaú Uniclass. O Plano de Vantagens Itaú Uniclass oferece benefícios de acordo com o seu relacionamento

Leia mais

A música feita no Brasil é produto de exportação

A música feita no Brasil é produto de exportação Resposta Técnica As vantagens do registro das criações musicais A música feita no Brasil é produto de exportação Nomes como Tom Jobim, Roberto Carlos, Chico Buarque e, recentemente, Michel Teló, com uma

Leia mais

O CAMPO DA MÚSCIA NO CONTEXTO DAS POLÍTICAS CULTURAIS 2005-2010

O CAMPO DA MÚSCIA NO CONTEXTO DAS POLÍTICAS CULTURAIS 2005-2010 O CAMPO DA MÚSCIA NO CONTEXTO DAS POLÍTICAS CULTURAIS 2005-2010 Karina Poli 1 RESUMO: Este projeto pretende estudar o campo da música brasileira inserido nos contextos das políticas públicas de cultura

Leia mais

PARÂMETROS RECOMENDADOS PELO SINFAC-PA:

PARÂMETROS RECOMENDADOS PELO SINFAC-PA: REQUISITOS PARA FILIAÇÃO AO SINFAC-PA DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA: 1- Cópia do Contrato Social ou Estatuto, registrado na Junta Comercial; 2- Cartão do CNPJ atualizado; 3- Formulários de Dados Cadastrais preenchidos

Leia mais

Programa Nacional de Controle do Tabagismo (PNCT) Tratamento do Tabagismo

Programa Nacional de Controle do Tabagismo (PNCT) Tratamento do Tabagismo Programa Nacional de Controle do Tabagismo (PNCT) Tratamento do Tabagismo O tabagismo é, reconhecidamente, uma doença crônica, resultante da dependência à droga nicotina, e um fator de risco para cerca

Leia mais

Os Direitos Autorais nas Maiores Rádios FM de Natal 1. Allyson Darlan Moreira da SILVA 2. Itamar de Moraes NOBRE 3

Os Direitos Autorais nas Maiores Rádios FM de Natal 1. Allyson Darlan Moreira da SILVA 2. Itamar de Moraes NOBRE 3 Os Direitos Autorais nas Maiores Rádios FM de Natal 1 Allyson Darlan Moreira da SILVA 2 Itamar de Moraes NOBRE 3 Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN RESUMO Os músicos enfrentam atualmente

Leia mais

Sistema Fies Oferta de Vagas Processo seletivo 2º/2015

Sistema Fies Oferta de Vagas Processo seletivo 2º/2015 Secretaria de Superior Diretoria de Políticas e Programas de Graduação - Fies Sistema Fies Oferta de Vagas Processo seletivo 2º/2015 Julho/2015 PROCESSO SELETIVO 2º/2015 Publicação da Portaria Normativa

Leia mais

Apresentação... 11. Cadastro... 11.1 Dados cadastrais... 11.2 Notificações... 11.3 Logotipo... 11.4 Venda por estado...

Apresentação... 11. Cadastro... 11.1 Dados cadastrais... 11.2 Notificações... 11.3 Logotipo... 11.4 Venda por estado... Apresentação... 1. Painel de Controle... 2 1.1 Pedidos Pendentes... 3 1.2 Últimos 10 pedidos fechados... 3 1.3 Situação dos pedidos por status... 4 1.4 Total de vendas... 4 2. Financeiro... 2.1 Valores

Leia mais

Entrar no site Banco BMG, link de acesso: http://www.bancobmg.com.br/bmgnegocios/site/bnlogin.aspx

Entrar no site Banco BMG, link de acesso: http://www.bancobmg.com.br/bmgnegocios/site/bnlogin.aspx MANUAL DE DIGITAÇÃO Entrar no site Banco BMG, link de acesso: http://www.bancobmg.com.br/bmgnegocios/site/bnlogin.aspx *Sempre entrar pelo navegador Internet Explorer, somente será possível finalizar a

Leia mais

VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios

VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios Atrelada ao processo: Validação de layout dos arquivos de convênios/cobrança de um novo convênio/cedente Classificação da informação: uso interno

Leia mais

I FESTIVAL DE MÚSICA DA FLORESTA REGULAMENTO

I FESTIVAL DE MÚSICA DA FLORESTA REGULAMENTO I FESTIVAL DE MÚSICA DA FLORESTA REGULAMENTO A FUNDAÇÃO AMAZONAS SUSTENTÁVEL, Fundação de Direito Privado, inscrita no CNPJ/MF nº 09.351.359/0001-88, doravante FAS, representado, neste ato, por seu Superintendente-Geral,

Leia mais

I RELATÓRIO DE ATIVIDADES DA REDE BRASILEIRA DE MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO

I RELATÓRIO DE ATIVIDADES DA REDE BRASILEIRA DE MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO IRELATÓRIODEATIVIDADESDAREDEBRASILEIRADE MONITORAMENTOEAVALIAÇÃO PERÍODO:25/6/09A31/08/09 ELABORAÇÃO:MarciaPaternoJopperteHelenaPinheiro 1 ÍNDICE 1.INTRODUÇÃO 2.HISTÓRICO 3.OBJETIVOSDAREDE 4.PÚBLICOALVO

Leia mais

Pluralidade dos Meios de Comunicação

Pluralidade dos Meios de Comunicação Pluralidade dos Meios de Comunicação Novembro/212 APRESENTAÇÃO A pesquisa Pluralidade dos Meios de Comunicação, desenvolvida pelo Instituto Palavra Aberta entidade criada em fevereiro de 21 pela Abert

Leia mais

REGULAMENTO I PRÊMIO CAYMMI DE MÚSICA EDIÇÃO 2014/2015

REGULAMENTO I PRÊMIO CAYMMI DE MÚSICA EDIÇÃO 2014/2015 REGULAMENTO I PRÊMIO CAYMMI DE MÚSICA EDIÇÃO 2014/2015 VIA EVENTOS LTDA-ME, doravante denominado VIA EVENTOS, faz saber, para conhecimento de artistas, bandas e grupos musicais da Bahia, que estão abertas

Leia mais

PROGRAMA PETROBRAS CULTURAL ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS

PROGRAMA PETROBRAS CULTURAL ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA PETROBRAS CULTURAL ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS Este documento contém um pequeno descritivo do conteúdo que deve ser inserido em cada um dos campos do Formulário de Inscrição do Programa

Leia mais

XVI MARATONA CULTURAL ACESC CONCURSO MPB VOCAL (2014)

XVI MARATONA CULTURAL ACESC CONCURSO MPB VOCAL (2014) XVI MARATONA CULTURAL ACESC CONCURSO MPB VOCAL (2014) REGULAMENTO Capítulo I DA INSCRIÇÃO E ENTREGA DOS DOCUMENTOS DO CONCURSO DE MPB VOCAL Art. 1º. As inscrições dos sócios deverão ser feitas no Dpto.

Leia mais

RAFAEL PAIVA GERENTE DE ORGANIZAÇÃO ESCOLAR - EE PREFEITO ANTÔNIO PRÁTICI DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO DE GUARULHOS SUL

RAFAEL PAIVA GERENTE DE ORGANIZAÇÃO ESCOLAR - EE PREFEITO ANTÔNIO PRÁTICI DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO DE GUARULHOS SUL MANUAL DE INSTRUÇÕES BÁSICAS PARA INSCRIÇÃO NO PROCESSO DE ATRIBUIÇÃO DE AULAS E PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DOCENTE DA SEE-SP TITULARES DE CARGO CATEGORIA ( A ) AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE POSSUEM

Leia mais

Agendamento de Importação Vazio Importador

Agendamento de Importação Vazio Importador Agendamento de Importação Vazio Importador Sumário Sumário... 2 1. Objetivo... 3 2. Introdução... 3 3. Habilitação de Transportadora... 4 3.1 Atualizar Modelo de Disribuição... 4 3.2 Habilitar transportadora...

Leia mais

Senado Federal. Comissão de Educação, Cultura e Esporte e da Subcomissão Permanente de Cinema, Teatro, Música e Comunicação Social, Audiência Pública

Senado Federal. Comissão de Educação, Cultura e Esporte e da Subcomissão Permanente de Cinema, Teatro, Música e Comunicação Social, Audiência Pública Senado Federal Comissão de Educação, Cultura e Esporte e da Subcomissão Permanente de Cinema, Teatro, Música e Comunicação Social, Audiência Pública OS DIREITOS AUTORAIS NAS ÁREAS DE CINEMA E MÚSICA, BEM

Leia mais

Instruções Folha de Pagamento Rotina 19 13º Salário

Instruções Folha de Pagamento Rotina 19 13º Salário Instruções Folha de Pagamento Rotina 19 13º Salário Instruções Iniciais Antes de iniciar a geração do 13º salário é necessário verificar com atenção as dicas iniciais. Efetue a parametrização da Tabela

Leia mais

Procedimentos de Matrícula para o 2º semestre letivo de 2014 Veteranos

Procedimentos de Matrícula para o 2º semestre letivo de 2014 Veteranos Procedimentos de Matrícula para o 2º semestre letivo de 2014 Veteranos Período de matrícula: de 01 a 15 de julho de 2014 1) Acesse o site da universidade www.cruzeirodosulvirtual.com.br; 2) No canto superior

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP TORCIDA BRASIL

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP TORCIDA BRASIL CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP TORCIDA BRASIL I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Brasilcap Capitalização S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 OUROCAP TORCIDA BRASIL MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO

Leia mais

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA PLATAFORMA PENSE NO FUTURO

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA PLATAFORMA PENSE NO FUTURO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA PLATAFORMA PENSE NO FUTURO Pesquisa de 12 a 20 de dezembro de 2013 Como parte do planejamento POUPREV para 2013, foi efetuada no período de 12 a 20 de dezembro

Leia mais

Critérios para obtenção do Registro Profissional

Critérios para obtenção do Registro Profissional Critérios para obtenção do Registro Profissional Os critérios para obtenção do registro profissional na categoria de radialista, é fruto de uma intensa discussão entre o sindicato e os trabalhadores da

Leia mais

1. Tela de Acesso pg. 2. 2. Cadastro pg. 3. 3. Abas de navegação pg. 5. 4. Abas dados cadastrais pg. 5. 5. Aba grupo de usuários pg.

1. Tela de Acesso pg. 2. 2. Cadastro pg. 3. 3. Abas de navegação pg. 5. 4. Abas dados cadastrais pg. 5. 5. Aba grupo de usuários pg. Sumário 1. Tela de Acesso pg. 2 2. Cadastro pg. 3 3. Abas de navegação pg. 5 4. Abas dados cadastrais pg. 5 5. Aba grupo de usuários pg. 6 6. Aba cadastro de funcionários pg. 7 7. Pedidos pg. 12 8. Cartões

Leia mais

INFORMAÇÃO CONFIDENCIAL

INFORMAÇÃO CONFIDENCIAL Manual Associado o acesso está autorizado exclusivamente o acesso está para autorizado Colaboradores exclusivamente do SPC para Brasil Colaboradores e Entidades. do SPC Brasil e Entidades. BOAS VINDAS

Leia mais

INSTRUMENTO NORMATIVO 004 IN004

INSTRUMENTO NORMATIVO 004 IN004 1. Objetivo Definir um conjunto de critérios e procedimentos para o uso do Portal Eletrônico de Turismo da Região disponibilizado pela Mauatur na Internet. Aplica-se a todos os associados, empregados,

Leia mais

EDITAL Nº.001/2007 - PAUTA DO THEATRO FERNANDA MONTENEGRO

EDITAL Nº.001/2007 - PAUTA DO THEATRO FERNANDA MONTENEGRO 1 EDITAL Nº.001/2007 - PAUTA DO THEATRO FERNANDA MONTENEGRO A Prefeitura Municipal de Palmas, através da Secretaria Municipal da Educação e Cultura, conforme o Decreto Nº. 207, de 21 de agosto de 2006,

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2013

PROJETO DE LEI Nº, DE 2013 PROJETO DE LEI Nº, DE 2013 (Do Sr. Marcos Rogério) Acrescenta o 8º ao art. 68 da Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, a fim de vedar a cobrança de direitos autorais sobre a execução pública de composições

Leia mais

Parágrafo Segundo Em nenhuma hipótese serão aceitas músicas em versões estrangeiras, mesmo que traduzidas para a língua portuguesa.

Parágrafo Segundo Em nenhuma hipótese serão aceitas músicas em versões estrangeiras, mesmo que traduzidas para a língua portuguesa. O SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA EM BOA VISTA RR SESI/RR, doravante denominado Instituidor, por intermédio de sua Superintendência, faz saber, para conhecimento dos trabalhadores da indústria e seus dependentes,

Leia mais

MOSTRE PARA O MASCOTE DA COPA DO MUNDO DA FIFA 2014 O QUE É SER O MAIS BRASILEIRO DE TODOS OS BRASILEIROS!

MOSTRE PARA O MASCOTE DA COPA DO MUNDO DA FIFA 2014 O QUE É SER O MAIS BRASILEIRO DE TODOS OS BRASILEIROS! Regulamento 1. Sobre o tema MOSTRE PARA O MASCOTE DA COPA DO MUNDO DA FIFA 2014 O QUE É SER O MAIS BRASILEIRO DE TODOS OS BRASILEIROS! Junto com a Coca-Cola, você já poderá participar da Copa do Mundo

Leia mais

www.melhordosertanejo.com.br O Portal do Sucesso Sertanejo www.melhordosertanejo.com.br

www.melhordosertanejo.com.br O Portal do Sucesso Sertanejo www.melhordosertanejo.com.br www.melhordosertanejo.com.br Apresentação Site para amantes da música sertaneja, o Melhor do Sertanejo vem se tornando referência em divulgação eletrônica desde seu nascimento. Em 2013, totalmente reformulado,

Leia mais

Prezado(a) Aluno(a),

Prezado(a) Aluno(a), Prezado(a) Aluno(a), Esta cartilha irá orientar você sobre como proceder para aderir ao FIES e como realizar o aditamento semestralmente até a conclusão de seu curso. As informações são bem objetivas e

Leia mais