R & R Projetos e Instalações Ltda ( MASTER Engenharia em Eletricidade)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "R & R Projetos e Instalações Ltda ( MASTER Engenharia em Eletricidade)"

Transcrição

1 PROJETO ELÉTRICO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DA BAHIA CEFET - BA MEMORIAL DESCRITIVO Este projeto visa a unificação de medição de média tensão, reforma da subestação II e instalação de alimentadores de baixa tensão para os pavilhões do CEFET-BA. 1. ) FORNECIMENTO EM MÉDIA TENSÃO O fornecimento atual é feito através de duas medições Méd e Méd Estas medições serão unificadas para uma única entrada de energia. Será mantida a entrada de energia do acesso ao Anexo. O fornecimento de energia elétrica em média tensão à subestação I é feito através de ramal subterrâneo 4#50 mm²-12/20 kv vindo do poste da Concessionária de Energia Elétrica COELBA em kv. Da subestação I sairá um alimentador subterrâneo 3#50 mm² 12/20 kv + T#50 mm² cobre nu, chegando na subestação II situada no pavilhão dois do CEFET. 2. ) EQUIPAMENTOS NAS SUBETAÇÕES Na subestação I será instalado um disjuntor de média tensão PVO 600 Ampere e um descida com muflas para o alimentador da subestação II. Na subestação II será instalado um cubículo de entrada, um cubículo de proteção para a chegada do alimentador e um transformador de 500 kva - 220/127 V. 3. ) MEDIÇÃO Existirá apenas uma medição localizada na subestação I ( anexo ). 4. ) ALIMENTAÇÃO DO TRANSFORMADOR A alimentação do transformador de 500 kva da subestação II será feita a partir do cubículo de proteção a ser instalado diretamente através de cabos de média tensão diretamente nas buchas PLUG IN do transformador. 01/11

2 5. ) TRANSFORMAÇÃO Para a utilização da energia em tensão secundária adequada será usado um transformador trifásico com as características abaixo: Transformador à seco PLUG IN. Potência : 500 kva Tensão de isolação : 15 kv Tensão de operação : 11.9 kv Ligação primária : Triângulo Ligação secundária : Estrela neutro aterrado Freqüência Tensão secundária : 60 Hz : 220/127 V 6. ) ALIMENTAÇÃO GERAL DE BAIXA TENSÃO Do transformador sairá um alimentador de distribuição de energia elétrica em baixa tensão 220/127 V - 60 Hz, trifásico, com 4 cabos por fase na bitola de 240mm² - isolação 0,6/1kV e 4 cabos no neutro na bitola de 185mm2 - isolação 750V, que irá para o QGBT Quadro Geral de Baixa Tensão através de canaleta no piso. 7. ) PROTEÇÃO EM BAIXA TENSÃO A proteção será feita com um disjuntor termomagnético tripolar de Âmpere localizado no QGBT. No QGBT existirão disjuntores distribuídos para proteção de:?? C1 QPD1 Pav. Aula I Projetado - 3#95(95) 200 A?? C2 QPD2 Pav. Aula II Projetado - 3#70(70) 150 A?? C3 QPD3 Bombas Projetado - 3#35(35) 100 A?? C4 QPD4 Ar Condicionado Projetado 2x3#95(95) 300 A?? C5 QPD5 Pav. Administrativo Existente 300 A?? C6 QPD6 Pav. Eletrotécnica Projetado - 3#95(95) 225 A?? C7 QPD7 Gráfica Projetado - 3#35(35) 100 A?? C8 QPD8 Informática Existente 200 A 02/11

3 ?? C9 QPD9 Pav. Mecânica Projetado - 3#95(95) 200 A?? C10 QPD10 Pav. Mecânica Existente 150 A?? C11 QPD11 Pav. Metalografia Projetado - 3#95(95) 200 A?? C12 QPD12 Pav. Solda Projetado - 3#95(95) 200 A?? C13 QPD13 Pav. Fundição Projetado - 3#95(95) 200 A 8. ) DA DISTRIBUIÇÃO INTERNA Do QGBT sairão os alimentadores BT através de calhas distribuídos nas áreas de circulação do complexo. Este alimentadores serão instalados de acordo coma necessidade mostrada pelos prepostos da unidade. 9. ) QUADROS DE DISTRIBUIÇÃO Serão substituídos alguns quadros de distribuição parciais ou instalados novos de acordo com a necessidade. 10. ) DO ATERRAMENTO Da subestação I virá um cabo de proteção até a subestação II para interligação à malha existente e equipamentos. 9. ) MATERIAIS 1. ABRAÇADEIRA TIPO MB3 PARA CABO 12/20 kv 50 mm² PÇ 03 FABRICAÇÃO 3M OU SIMILAR 2. ABRAÇADEIRA U 4 PÇ ARRUELA DE ALUMÍNIO 4, FUNDIDO, DE ALTA PÇ 02 RESISTÊNCIA MECÂNICA E ACABAMENTO LISO FABRICAÇÃO WETZEL OU EQUIVALENTE 4. ARRUELA LISA 3/8 PÇ BARRAMENTO 15 kv VERGALHÃO DE COBRE CIRCULAR PÇ 08 RÍGIDO ELETROLÍTICO DE ALTO GRAU DE PUREZA 3/8, ACABAMENTO ESTANHADO. FABRICAÇÃO BURNDY, ELTEC OU SIMILAR. 6. BASE TRIPOLAR PARA FUSÍVEL H/H 15 kv, PARA CHAVE PÇ 01 SECCIONADORA INTERNA. ACOMPANAHDA DE FUSÍVEL 15 kv H/H 25 A FABRICAÇÃO DREYFFUS, DAMINELLI OU SIMILAR. 7. BUCHA DE ALUMÍNIO 4, FUNDIDO, DE ALTA PÇ 02 RESISTÊNCIA MECÂNICA E ACABAMENTO LISO FABRICAÇÃO WETZEL OU EQUIVALENTE 03/11

4 8. CABO COBRE 240 MM² 0,6/1KV - FLEXIVEL UNIPOLAR, M 200 ISOLAÇÃO PVC/PVC, 70 SERV. CONTINUO, ANTI- CHAMAS. TEMPERA MOLE FABRICAÇÃO FICAP OU EQUIVALENTE. 9. CABO COBRE 35 MM² 0,6/1kV - FLEXIVEL UNIPOLAR, M 450 ISOLAÇÃO PVC, 70 SERV. CONTINUO, ANTI-CHAMAS. TEMPERA MOLE FABRICAÇÃO FICAP OU EQUIVALENTE. 10. CABO COBRE 50 MM² 0,6/1kV - FLEXIVEL UNIPOLAR, M 50 ISOLAÇÃO PVC, 70 SERV CONTÍNUO, ANTI-CHAMAS. TEMPERA MOLE FABRICAÇÃO PIRELLI, FICAP OU EQUIVALENTE. 11. CABO COBRE 50 MM², EPR ISOLAÇÃO 12/20 KV M 600 REGIME CONTÍNUO 90 C FABRICAÇÃO FICAP, OU SIMILAR. 12. CABO COBRE 70 MM² 0,6/1kV - FLEXIVEL UNIPOLAR, M 350 ISOLAÇÃO PVC, 70 SERV CONTÍNUO, ANTI-CHAMAS. TEMPERA MOLE FABRICAÇÃO PIRELLI, FICAP OU EQUIVALENTE. 13. CABO COBRE 95 MM² 0,6/1kV - FLEXIVEL UNIPOLAR, M 2600 ISOLAÇÃO PVC, 70 SERV. CONTINUO, ANTI-CHAMAS. TEMPERA MOLE FABRICAÇÃO FICAP OU EQUIVALENTE. 14. CABO COBRE NU 50 MM² MD M CABO FLEXFLAM 35 MM² 750 V - FLEXIVEL M 10 UNIPOLAR, ISOLAÇÃO PVC, 70 SERV. CONTINUO, ANTI- CHAMAS. TEMPERA MOLE FABRICAÇÃO FICAP OU EQUIVALENTE 16. CONDULETE ALUMÍNIO LB 2 ALUMÍNIO SILÍCIO, PÇ 01 ENTRADA E SAÍDAS ROSQUEADAS, COM VEDAÇÃO EM TAMPA DE ALUMÍNIO COM JUNTA DE BORRACHA E FIXADAS COM PARAFUSOS TIPO FENDA. FABRICANTE WETZEL, MOFERCO OU EQUIVALENTE. CONDULETE ALUMÍNIO LR 2 ALUMÍNIO SILÍCIO, PÇ 01 ENTRADA E SAÍDAS ROSQUEADAS, COM VEDAÇÃO EM TAMPA DE ALUMÍNIO COM JUNTA DE BORRACHA E FIXADAS COM PARAFUSOS TIPO FENDA. FABRICANTE WETZEL, MOFERCO OU EQUIVALENTE. 17. CONDULETS LB 2 EM ALUMÍNIO SILÍCIO, ENTRADA E PÇ 01 SAÍDAS ROSQUEADAS, COM VEDAÇÃO EM TAMPA DE ALUMÍNIO COM JUNTA DE BORRACHA E FIXADAS COM PARAFUSOS TIPO FENDA. FABRICANTE WETZEL, MOFERCO OU EQUIVALENTE. 18. CONDULETS LR 2 EM ALUMÍNIO SILÍCIO, ENTRADA E PÇ 01 SAÍDAS ROSQUEADAS, COM VEDAÇÃO EM TAMPA DE ALUMÍNIO COM JUNTA DE BORRACHA E FIXADAS COM PARAFUSOS TIPO FENDA. FABRICANTE WETZEL, MOFERCO OU EQUIVALENTE. 19. CONECTOR PARAFUSO FENDIDO CABO 35 MM² PÇ 08 FABRICAÇÃO MAGNET OU SIMILAR 04/11

5 20. CONECTOR TIPO GAR PARA HASTE TERRA PÇ 06 FABRICAÇÃO MAGNET OU SIMILAR 21. CUBICULO DE MÉDIA TENSÃO COM ISOLAMENTO EM PÇ 01 SF6 CMPF CUBICULO MODULAR DE PROTEÇÃO COM FUSÍVEIS. GRAU DE PROTEÇÃO IP67, TENSÃO 24 kv, TENSÃO DE OPERAÇÃO 15 kv, CORRENTE NOMINAL 630 AMPERE. ACOMPANHA FUSÍVEIS MÉDIA TENSÃO 15 kv 30 AMPERE H/H PARA INSTALAÇÃO NO CUBÍCULO CMPF. FABRICAÇÃO INAEL ORMAZABAL OU SIMILAR. 22. CUBICULO MODULAR DE REMONTE - CMR MÉDIA PÇ 01 TENSÃO 15 kv ENTRADA E PROTEÇÃO DE CABO FABRICAÇÃO INAEL OU SIMILAR 23. CURVA HORIZONTAL 90º PARA ELETROCALHA PÇ 01 GALVANIZADA 500X150MM 24. CURVA INVERSÃO 90º PARA ELETROCLHA - 500X100MM PÇ CURVA PVC ROSQUEÁVEL 90º 2 PÇ CURVA PVC ROSQUEÁVEL 90º 3 PÇ CURVA PVC ROSQUEÁVEL 90º 4 PÇ DISJUNTOR TRIPOLAR, MÉDIA TENSÃO, A PEQUENO PÇ 01 VOLUME DE ÓLEO, ACIONAMENTO MANUAL, CORRENTE NOMINAL DE 600 A, CAPACIDADE DE INTERRUPÇÃO 350MVA, CLASSE DE TENSÃO 15 KV, NÍVEL BÁSICO DE ISOLAMENTO 110 kv, TENSÃO DE ENSAIO DE FREQUÊNCIA INDUSTRIAL 45 KV, USO INTERNO E DOTADO DE CARRINHO DE SUSTENTAÇÃO COM RODAS. COM PROTEÇÃO SECUNDÁRIA INCORPORADA E TC FABRICAÇÃO BEGHIM, SIEMENS OU SIMILAR. 29. ELETROCALHA PERFURADA 150X100X3000 MM AÇO CARBONO GALVANIZADA, EM AÇO SAE 1008/1010, CHAPA 14 MSG, BAIXO TEOR DE CARBONO, GALVANIZAÇÃO ELETROLÍTICA, TIPO VENTILADO. 30. ELETROCALHA PERFURADA 300X100X3000 MM AÇO CARBONO GALVANIZADA, EM AÇO SAE 1008/1010, CHAPA 14 MSG, BAIXO TEOR DE CARBONO, GALVANIZAÇÃO ELETROLÍTICA, TIPO VENTILADO. ELETROCALHA PERFURADA 500X100X3000 MM AÇO CARBONO GALVANIZADA, EM AÇO SAE 1008/1010, CHAPA 14 MSG, BAIXO TEOR DE CARBONO, GALVANIZAÇÃO ELETROLÍTICA, TIPO VENTILADO. 31. ELETRODUTOS DE PVC RÍGIDO 2, NÃO PLASTIFICADO, AUTO EXTINGUÍVEL, TIPO PESADO, NA COR PRETA, DE ACORDO COM A NBR FORNECIDO EM VARAS DE 3 METROS DE COMPRIMENTO, COM ROSCA BSP NAS DUAS EXTREMIDADES. FABRICAÇÃO TIGRE OU EQUIVALENTE PÇ 18 PÇ 20 PÇ 06 PÇ 10 05/11

6 32. ELETRODUTOS DE PVC RÍGIDO 3, NÃO PLASTIFICADO, PÇ 02 AUTO EXTINGUÍVEL, TIPO PESADO, NA COR PRETA, DE ACORDO COM A NBR FORNECIDO EM VARAS DE 3 METROS DE COMPRIMENTO, COM ROSCA BSP NAS DUAS EXTREMIDADES. FABRICAÇÃO TIGRE OU EQUIVALENTE 33. ELETRODUTOS DE PVC RÍGIDO 4, NÃO PLASTIFICADO, PÇ 19 AUTO EXTINGUÍVEL, TIPO PESADO, NA COR PRETA, DE ACORDO COM A NBR FORNECIDO EM VARAS DE 3 METROS DE COMPRIMENTO, COM ROSCA BSP NAS DUAS EXTREMIDADES. FABRICAÇÃO TIGRE OU EQUIVALENTE 34. EXTINTOR DE INCÊNDIO 6 KG CO2 PÇ FITA ISOLANTE AZUL CLARO 19 MM X 5M PÇ FITA ISOLANTE BRANCA 19 MM X 5M PÇ FITA ISOLANTE DE ALTA FUSÃO PÇ FITA ISOLANTE MARRON 19 MM X 5M PÇ FITA ISOLANTE PRETA 19 MM X 20M PÇ FITA ISOLANTE VERMELHO 19 MM X 5M PÇ FLANGE PARA ELETROCALHA DE 500X150MM PÇ GRADILMETÁLICO HASTE DE TERRA DE 16X 2400 MM AÇO COBREADO. PÇ 06 FABRICAÇÃO COOPERWELD, CADWELD OU SIMILAR. 44. JUNÇÃO SIMPLES 100mm PÇ LUVA PVC ROSQUEÁVEL 2 ÃO PLASTIFICADO, AUTO PÇ 08 EXTINGUÍVEL, TIPO PESADO, NA COR PRETA FABRICAÇÃO TIGRE OU EQUIVALENTA 46. LUVA PVC ROSQUEÁVEL 4 ÃO PLASTIFICADO, AUTO PÇ 22 EXTINGUÍVEL, TIPO PESADO, NA COR PRETA FABRICAÇÃO TIGRE OU EQUIVALENTA 47. PARAFUSO 3/8 x1.1/4 PÇ PORCA SEXTAVADA 3/8 PÇ /11

7 49. QUADRO DE DISTRIBUIÇÃO (QGBT) EM CHAPA DE AÇO PÇ 01 FERRUGINOSO. COM ESPAÇO PARA TODOS OS DISJUNTORES E COMPONENTES SOLICITADOS. EQUIPADO COM BARRAMENTO DE COBRE ELETROLÍTICO 3 FASES, NEUTRO E TERRA, AMPERE - ESPELHO DE PROTEÇÃO COM IDENTIFICADORES DE CIRCUITOS, POSSUINDO PORTA FRONTAL COM FECHADURA TIPO FENDA OU RÁPIDA. BARRAMENTO TRIFÁSICO AMPERE, NEUTRO E TERRA CONTENDO: - DISJUNTOR GERAL 3P x A - DISJUNTOR PARCIAL 3Px200 A (QPD1) - DISJUNTOR PARCIAL 3Px150 A (QPD2) - DISJUNTOR PARCIAL 3Px100 A (QPD3) - DISJUNTOR PARCIAL 3Px300 A (QPD4) - DISJUNTOR PARCIAL 3Px300 A (QPD5) - DISJUNTOR PARCIAL 3Px225 A (QPD6) - DISJUNTOR PARCIAL 3Px100 A (QPD7) - DISJUNTOR PARCIAL 3Px200A (QPD8) - DISJUNTOR PARCIAL 3Px200 A (QPD9) - DISJUNTOR PARCIAL 3Px150 A (QPD10) - DISJUNTOR PARCIAL 3Px200 A (QPD11) - DISJUNTOR PARCIAL 3Px225 A (QPD12) - DISJUNTOR PARCIAL 3Px200 A (QPD13) - ESPAÇO PARA MAIS SEIS DISJUNTORES TRIPOLARES. 50. QUADRO DE DISTRIBUIÇÃO (QPD1) EM CHAPA DE AÇO NEUTRO E TERRA, AMPERE - ESPELHO DE BARRAMENTO TRIFÁSICO 250 AMPERE, NEUTRO E - DISJUNTOR GERAL 3P x 200 A - DOIS DISJUNTORES 3Px40 A - DISJUNTOR 3Px60 A - DISJUNTOR 1Px40 A - ESPAÇO PARA MAIS QUATRO DISJUNTORES TRIPOLARES. PÇ 01 07/11

8 51. QUADRO DE DISTRIBUIÇÃO (QPD6) EM CHAPA DE AÇO PÇ 01 NEUTRO E TERRA, AMPERE - ESPELHO DE BARRAMENTO TRIFÁSICO 250 AMPERE, NEUTRO E - DISJUNTOR GERAL 3P x 225 A - DISJUNTOR 3Px200 A - ESPAÇO PARA MAIS 8 DISJUNTORES TRIPOLARES. QUADRO DE DISTRIBUIÇÃO (QPD7) EM CHAPA DE AÇO PÇ 01 NEUTRO E TERRA, AMPERE - ESPELHO DE BARRAMENTO TRIFÁSICO 150 AMPERE, NEUTRO E - DISJUNTOR GERAL 3P x 100 A - ESPAÇO PARA MAIS 28 DISJUNTORES TRIPOLARES. 52. QUADRO DE DISTRIBUIÇÃO (QPD9) EM CHAPA DE AÇO PÇ 01 NEUTRO E TERRA, AMPERE - ESPELHO DE BARRAMENTO TRIFÁSICO 250 AMPERE, NEUTRO E - DISJUNTOR GERAL 3P x 200 A - ESPAÇO PARA MAIS 12 DISJUNTORES TRIPOLARES. 08/11

9 53. QUADRO DE DISTRIBUIÇÃO (QPD10) EM CHAPA DE AÇO PÇ 01 NEUTRO E TERRA, AMPERE - ESPELHO DE BARRAMENTO TRIFÁSICO 200 AMPERE, NEUTRO E - DISJUNTOR GERAL 3P x 150 A - DISJUNTOR 3Px15 A - DISJUNTOR 2Px15 A - DOIS DISJUNTORES 2Px20 A - DISJUNTOR 1Px15 A - ESPAÇO PARA MAIS 08 DISJUNTORES TRIPOLARES. 54. QUADRO DE DISTRIBUIÇÃO (QPD11) EM CHAPA DE AÇO PÇ 01 NEUTRO E TERRA, AMPERE - ESPELHO DE BARRAMENTO TRIFÁSICO 250 AMPERE, NEUTRO E - DISJUNTOR GERAL 3P x 200 A - DISJUNTOR 3Px175 - ESPAÇO PARA MAIS 12 DISJUNTORES TRIPOLARES. QUADRO DE DISTRIBUIÇÃO (QPD12) EM CHAPA DE AÇO PÇ 01 NEUTRO E TERRA, AMPERE - ESPELHO DE BARRAMENTO TRIFÁSICO 250 AMPERE, NEUTRO E - DISJUNTOR GERAL 3P x 225 A - DISJUNTOR 3P x 200 A - 3 DISJUNTORES 1P x 15 A - 3 DISJUNTORES 1P x 30 A - ESPAÇO PARA MAIS 12 DISJUNTORES TRIPOLARES. 55. SUPORTE DUPLO PARA ELETROCALHA GALVANIZADA PÇ MM 56. SUPORTE DUPLO PARA ELETROCALHA GALVANIZADA PÇ MM 09/11

10 57. SUPORTE DUPLO PARA ELETROCALHA GALVANIZADA PÇ MM 58. SUPORTE PARA SUSPENSÃO ELETROCALHA PÇ TAMPA ENCAIXE LISA PARA ELETROCALHA 150MM PÇ TAMPA ENCAIXE LISA PARA ELETROCALHA 300MM PÇ TAMPA ENCAIXE LISA PARA ELETROCALHA 500MM PÇ TERMINAL DESCONECTÁVEL CABO 50MM² 12/20 KV 03 FABRICAÇÃO PIRELLI OU SIMILAR 63. TERMINAL DESCONECTÁVEL PARA CUBÍCULO CMPF 03 MÉDIA TENSÃO. K158BLR CORRENTE NOMINAL 250 AMPERE, RETO. FABRICAÇÃO EUROMOLD OU SIMILAR 64. TERMINAL DESCONECTÁVEL PARA CUBÍCULO CMPF 03 MÉDIA TENSÃO. K400TB CORRENTE NOMINAL 630 AMPERE, COTOVELO. FABRICAÇÃO EUROMOLD OU SIMILAR 65. TERMINAL DESCONECTÁVEL TDC 200 A 15/25 KV 50 PÇ 03 MM² - MOLDADO EM BORRACHA EPR - PONTA DE TESTE DE TENSÃO COM RELAÇÃO 1/12 ALÇA PARA DESCONECTAR. FABRICAÇÃO PIRELLI OU SIMILAR 66. TERMINAL MUFLA USO INTERNO P/ CABO DE COBRE 50 PÇ 06 MM² 12/20 kv CORPO DE PORCELANAS OU MATERIAL TERMO CONTRÁTIL, NÍVEL DE TENSÃO 15 KV. FABRICAÇÃO RAYCHEM OU SIMILAR. 67. TINTA BRANCA ½ GALÃO GL TINTA MARROM ½ GALÃO GL TINTA VERMELHA ½ GALÃO GL TRANSFORMADOR TRIFÁSICO SECO PLUG IN 500 KVA PÇ 01 TAP S 11.4 A 13.8 kv (DELTA) - 220/127 V (ESTRELA COM NEUTRO ACESSÍVEL) GRAU DE PROTEÇÃO IP-00, NBI 95 kv, Z 4,0 a 5, 5%, DYN 1.MOLDADOS EM RESINA EPOXI, RESISTENTES À UMIDADE, DOTADO DE SUSPENSÃO ELÁSTICA AMORTECEDORA DE VIBRAÇÃO. BASE COM QUATRO RODAS PARA MOVIMENTOS EM DIREÇÕES ORTOGONAIS. PADRÃO COELBA. ACOMPANHADO DE TODOS OS RELATÓRIOS DE ENSAIOS EXECUTADOS PELO FABRICANTE PREVISTO NAS NORMAS BRASILEIRAS. FABRICAÇÃO WALTEC,WEG OU SIMILAR 71. TUBO PVC LEVE, BRANCO VERGALHÃO ROSCA TOTAL 3/8 3M BANDEIRANTES PÇ 33 Observação: 1. Entende-se por equivalência (produto similar) o produto de outro fabricante, que 10/11

11 apresente em relação ao indicado, as mesmas características técnicas, de desempenho, produzidos com as mesmas matérias primas básicas e que esteja de acordo com as normas estabelecidas para tanto. 2. Cabe ao proprietário ou construtor responsável, com sua anuência, aplicar um produto de qualidade semelhante. 3. Para aquisição do disjuntor de média tensão será necessário níveis de curto circuito informado pela COELBA e carga a ser ligada. 10. ) NORMAS APLICÁVEIS - NBR 5410/97 - NBR 6880 E NBR 5361/8176-NBR/IEC 947-2/898 - NBR NBR Manual de Fornecimento em Tensão Primária 15 kv COELBA 11/11

CENTRO DE EDUCAÇÃO E ESPORTES GERAÇÃO FUTURA

CENTRO DE EDUCAÇÃO E ESPORTES GERAÇÃO FUTURA MEMORIAL DESCRITIVO E JUSTIFICATIVO DE CÁLCULO PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS EM MÉDIA TENSÃO 13.8KV CENTRO DE EDUCAÇÃO E ESPORTES GERAÇÃO FUTURA RUA OSVALDO PRIMO CAXILÉ, S/N ITAPIPOCA - CE 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO Administração Regional no Estado da Bahia. Criado e mantido pelos Empresários do Comércio de Bens, Serviços e Turismo

SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO Administração Regional no Estado da Bahia. Criado e mantido pelos Empresários do Comércio de Bens, Serviços e Turismo CONVITE N. 44/2012 MEMORIAL DESCRITIVO CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA REALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE AJUSTES E CORREÇÕES EM INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DO SESC COMÉRCIO, PARA INSTALAÇÃO DE MÁQUINAS DE

Leia mais

PRAÇA DOS ESPORTES E DA CULTURA MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

PRAÇA DOS ESPORTES E DA CULTURA MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRAÇA DOS ESPORTES E DA CULTURA MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PROJETO: ELÉTRICO Modelo: 3.000 m2 MAIO 2011 SUMÁRIO 1. GENERALIDADES... 03 2. DOCUMENTOS APLICÁVEIS... 04 3. DESCRIÇÃO DO PROJETO...

Leia mais

REDE AÉREA (cabos condutores, tubos e isoladores) 1.00. Ampliação da SE Ariquemes Bay 15 kv Lista de Rede aérea PREÇO (R$) UNITÁRIO TOTAL

REDE AÉREA (cabos condutores, tubos e isoladores) 1.00. Ampliação da SE Ariquemes Bay 15 kv Lista de Rede aérea PREÇO (R$) UNITÁRIO TOTAL Ampliação da SE Ariquemes Bay 15 kv Lista de Rede aérea ITEM DESCRIÇÃO QUANT. 1.00 REDE AÉREA (cabos condutores, tubos e isoladores) 1.1 Cabo de alumínio com alma de aço (CAA), seção 4/0, diâmetro externo

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS IMPLANTAÇÃO.

ESPECIFICAÇÃO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS IMPLANTAÇÃO. OBRA: COL. EST. RESIDENCIAL SÃO PEDRO - PROJETO PADRÃO SECULO XXI. LOCAL: - Rua Tucunaré com Rua Pacu e Avenida Astolpho Leão Borges APM-05, Residencial São Pedro Goianira - GO ESPECIFICAÇÃO DE INSTALAÇÕES

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DIP/SMOV ANEXO X - MODELO DE ORÇAMENTO PARQUE FARROUPILHA - SUBESTAÇÃO SE 2 ADMINISTRAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DIP/SMOV ANEXO X - MODELO DE ORÇAMENTO PARQUE FARROUPILHA - SUBESTAÇÃO SE 2 ADMINISTRAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DIP/SMOV ANEXO X - MODELO DE ORÇAMENTO PARQUE FARROUPILHA - SUBESTAÇÃO SE 2 ADMINISTRAÇÃO MATERIAL CÂMARA TRANSFORMADORA Unid. Quant. V. unit.r$ V. TotalR$ Placa de

Leia mais

PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS MEMORIAL DESCRITIVO

PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS MEMORIAL DESCRITIVO Instalação Nobreak 60 KVA - 380 V PROPRIETÁRIO: Procuradoria Geral de Justiça. 1 MEMORIAL DESCRITIVO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO DADOS DO PROPRIETÁRIO

Leia mais

ANEXO III PLANILHA DE COMPOSIÇÃO DE PREÇOS TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - FÓRUM DA COMARCA DE SANTOS

ANEXO III PLANILHA DE COMPOSIÇÃO DE PREÇOS TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - FÓRUM DA COMARCA DE SANTOS ANEXO III PLANILHA DE COMPOSIÇÃO DE PREÇOS TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - FÓRUM DA COMARCA DE SANTOS 1 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.1 CANTEIRO DE OBRAS 1.1.1 Construção provisória em madeira -

Leia mais

CARTA CONVITE FUnC 02/2014

CARTA CONVITE FUnC 02/2014 CARTA CONVITE FUnC 02/2014 A FUnC encaminha a presente Carta Convite, para se houver interesse, participar do processo de fornecimento do seguinte serviço: ABERTURA DE PROPOSTAS PARA APRESENTAÇÃO DE PREÇOS

Leia mais

ENGENHARIA E PROJETOS ELÉTRICOS LTDA MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ELÉTRICO

ENGENHARIA E PROJETOS ELÉTRICOS LTDA MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ELÉTRICO MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ELÉTRICO OBRA: SUBESTAÇÃO 500KVA PROPRIETÁRIO: TRT TRIBUNAL REGIONALDO TRABALHO 12ºREGIÃO RESPONSÁVEL TÉCNICO: ENG. EMERSON CESAR PADOIN PADOIN ENGENHARIA E PROJETOS LTDA MEMORIAL

Leia mais

RECOMENDAÇÕES PARA REFORMA DE INSTALAÇÕES ELETRICAS TEATRO SERRADOR

RECOMENDAÇÕES PARA REFORMA DE INSTALAÇÕES ELETRICAS TEATRO SERRADOR RECOMENDAÇÕES PARA REFORMA DE INSTALAÇÕES ELETRICAS TEATRO SERRADOR Tel.: (021) 2583 6737 Fax.: (021) 2583 6737 Cel.: (021) 9159 4057 dsp@dsp-rj.com.br 1 / 9 Sumário 1 OBJETIVO... 3 2- NORMAS APLICÁVEIS...

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO ENTRADA DE ENERGIA EM ALTA TENSÃO

MEMORIAL DESCRITIVO ENTRADA DE ENERGIA EM ALTA TENSÃO MEMORIAL DESCRITIVO ENTRADA DE ENERGIA EM ALTA TENSÃO Responsável Técnico: Proprietário / Responsável Legal: Marcos Antônio de Sordi Instituto Federal de Ciência e Eng.º Eletricista CREA PR-73895/D Tecnologia

Leia mais

PROJETO DE SUBESTAÇÃO ABRIGADA DE

PROJETO DE SUBESTAÇÃO ABRIGADA DE PROJETO DE SUBESTAÇÃO ABRIGADA DE 750kVA DESTINADA AO PRÉDIO DA PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DE PERNAMBUCO, SITUADO NO MUNICÍPIO DE RECIFE NO ESTADO DE PERNAMBUCO. MEMORIAL DESCRITIVO 1. FINALIDADE:

Leia mais

Produto Unid Cód ABRAÇADEIRA ECONÔMICA 1 PÇ PE- 01 ABRAÇADEIRA ECONÔMICA 1.1/4 PÇ PE- 02 ABRAÇADEIRA ECONÔMICA 1.1/2 PÇ PE- 03 ABRAÇADEIRA ECONÔMICA

Produto Unid Cód ABRAÇADEIRA ECONÔMICA 1 PÇ PE- 01 ABRAÇADEIRA ECONÔMICA 1.1/4 PÇ PE- 02 ABRAÇADEIRA ECONÔMICA 1.1/2 PÇ PE- 03 ABRAÇADEIRA ECONÔMICA Produto Unid Cód ABRAÇADEIRA ECONÔMICA 1 PÇ PE- 01 ABRAÇADEIRA ECONÔMICA 1.1/4 PÇ PE- 02 ABRAÇADEIRA ECONÔMICA 1.1/2 PÇ PE- 03 ABRAÇADEIRA ECONÔMICA 2 PÇ PE- 04 ABRAÇADEIRA ECONÔMICA 2.1/2 PÇ PE- 05 ABRAÇADEIRA

Leia mais

MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO

MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO Dados do cliente Proprietário: Roney Casagrande CPF: 765.425.990-53 Endereço: Estrada Pinhal da Serra, n 04452, Interior Cidade: Pinhal da Serra RS CEP: 95.390-000 Dados da

Leia mais

A entrada de energia elétrica será executada através de:

A entrada de energia elétrica será executada através de: Florianópolis, 25 de março de 2013. 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS O presente memorial tem como principal objetivo complementar as instalações apresentadas nos desenhos/plantas, descrevendo-os nas suas partes

Leia mais

Padrão de Entrada COELBA. Padrão de Entrada Monofásico

Padrão de Entrada COELBA. Padrão de Entrada Monofásico Padrão de Entrada COELBA Informações do site www.coelba.com.br Padrão de Entrada é o conjunto de instalações composto de caixa de medição, sistema de aterramento, condutores e outros acessórios indispensáveis

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS SITE: www.amm.org.br- E-mail: engenharia@amm.org.br AV. RUBENS DE MENDONÇA, N 3.920 CEP 78000-070 CUIABÁ MT FONE: (65) 2123-1200 FAX: (65) 2123-1251 MEMORIAL DESCRITIVO ELÉTRICO MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICOS, ESPECIAIS E TELEFONE

ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICOS, ESPECIAIS E TELEFONE ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICOS, ESPECIAIS E TELEFONE Contratante: PEFORMANCE Obra: BANGU Local: RUA 405 RIO DE JANEIRO RJ Arquivo: PERFORMANCE 0-ELE-PE-2-DOC-ESPC Emissão

Leia mais

CONVITE Nº 016/2012. ANEXO I MODELO DE CARTA DE APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA COMERCIAL COM BASE NA DESCRIÇÃO DE ITENS CONSTANTES NESTE ANEXO.

CONVITE Nº 016/2012. ANEXO I MODELO DE CARTA DE APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA COMERCIAL COM BASE NA DESCRIÇÃO DE ITENS CONSTANTES NESTE ANEXO. CONVITE Nº 016/2012. ANEXO I MODELO DE CARTA DE APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA COMERCIAL COM BASE NA DESCRIÇÃO DE ITENS CONSTANTES NESTE ANEXO. Ao Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial Senac - Administração

Leia mais

Número PE022/2015. Fornecedor. Pregão. Item Descrição do Material UF Quantidade Preço Unitário Preço Total Marca / Modelo Prazo Entrega

Número PE022/2015. Fornecedor. Pregão. Item Descrição do Material UF Quantidade Preço Unitário Preço Total Marca / Modelo Prazo Entrega Folha 1 UNIVERSIDADE DO SUDOESTE DA - CAMPUS VITORIA DA CO 1 ALICATE, universal, de 8 polegadas, em aco, cabo com isolacao para 1000 volts e em conformidade com norma ABNT NBR vigente no que diz respeito

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE PROJETO ELÉTRICO PARA CONSTRUÇÃO DAS CASAS POPULARES DO LOTEAMENTO DE INTERESSE SOCIAL PRESIDENTE KENNDY ES

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE PROJETO ELÉTRICO PARA CONSTRUÇÃO DAS CASAS POPULARES DO LOTEAMENTO DE INTERESSE SOCIAL PRESIDENTE KENNDY ES ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE PROJETO ELÉTRICO PARA CONSTRUÇÃO DAS CASAS POPULARES DO LOTEAMENTO DE INTERESSE SOCIAL PRESIDENTE KENNDY ES MEMORIAL DESCRITIVO Memorial Descritivo Elétrico Projeto: Marcelo

Leia mais

NTE - 011 PADRÕES PRÉ-FABRICADOS

NTE - 011 PADRÕES PRÉ-FABRICADOS NORMA TÉCNICA NTE - 011 PADRÕES PRÉ-FABRICADOS 1. OBJETIVO Esta norma tem por objetivo padronizar, especificar e fixar os critérios e as exigências técnicas mínimas relativas à fabricação e o recebimento

Leia mais

Responsavel Técnico: Kadner Pequeno Feitosa CREA 1600584594 Email-ativaprojetoseletricos@gmail.com

Responsavel Técnico: Kadner Pequeno Feitosa CREA 1600584594 Email-ativaprojetoseletricos@gmail.com Projeto Elétrico Padrão de Medição, fornecimento de energia em tensão primária 13.8kV, a partir da rede aérea de distribuição para atender Defensoria Pública do Estado da Paraíba. Responsavel Técnico:

Leia mais

NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-005 INSTALAÇÕES BÁSICAS PARA CONSTRUÇÃO DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO RURAL

NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-005 INSTALAÇÕES BÁSICAS PARA CONSTRUÇÃO DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO RURAL NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-005 INSTALAÇÕES BÁSICAS PARA CONSTRUÇÃO DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO RURAL SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 2 2. ASPECTOS GERAIS... 2 3. EXCEÇÕES... 2 4. TENSÕES DE FORNECIMENTO...

Leia mais

MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS IFSC- JOINVILLE SANTA CATARINA DISCIPLINA DESENHO TÉCNICO CURSO ELETRO-ELETRÔNICA MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 2011.2 Prof. Roberto Sales. MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS A

Leia mais

ANEXO III PLANILHA DE COMPOSIÇÃO DE PREÇOS TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - FÓRUM DA COMARCA DE SANTOS

ANEXO III PLANILHA DE COMPOSIÇÃO DE PREÇOS TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - FÓRUM DA COMARCA DE SANTOS ANEXO III PLANILHA DE COMPOSIÇÃO DE PREÇOS TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - FÓRUM DA COMARCA DE SANTOS 1 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.1 CANTEIRO DE OBRAS 1.1.1 Construção provisória em madeira -

Leia mais

PADRÃO TÉCNICO PADRÃO ECONÔMICO PARA ENTRADA DE CLIENTE 18/10/2011

PADRÃO TÉCNICO PADRÃO ECONÔMICO PARA ENTRADA DE CLIENTE 18/10/2011 Sistema Normativo Corporativo PADRÃO TÉCNICO VERSÃO Nº ATA Nº DATA DATA DA VIGÊNCIA 01-18/10/2011 18/10/2011 ELABORAÇÃO Marcelo Poltronieri SUMÁRIO 1. RESUMO... 3 2. HISTÓRICO DAS REVISÕES... 3 3. OBJETIVO...

Leia mais

Acessórios Desconectáveis 200A

Acessórios Desconectáveis 200A 200A APLICAÇÃO Os Acessórios da Prysmian possuem uma concepção de projeto baseada no sistema plugue - tomada, porém para tensões, permitindo fácil conexão e desconexão de um cabo de potência, de um equipamento,

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DE SUBESTAÇÃO ABAIXADORA DE ENERGIA ELÉTRICA

MEMORIAL DESCRITIVO DE SUBESTAÇÃO ABAIXADORA DE ENERGIA ELÉTRICA MEMORIAL DESCRITIVO DE SUBESTAÇÃO ABAIXADORA DE ENERGIA ELÉTRICA CLIENTE: EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS- DR/PE CNPJ 34.028.316/0021-57 LOCAL: AVENIDA GUARARAPES Nº250-SANTO ANTÕNIO RECIFE-PE.

Leia mais

NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-010 PADRÕES E ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS DA DISTRIBUIÇÃO

NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-010 PADRÕES E ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS DA DISTRIBUIÇÃO NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-010 PADRÕES E ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS DA DISTRIBUIÇÃO NDU-010 VERSÃO 3.1 JUNHO/2013 SUMÁRIO Item Descrição Classe Desenho 1. Haste de Aço-Cobre para Aterramento...

Leia mais

pç 3,00 4,93 6,23 18,69 12.1.10 25002 Cabo de aluminio 2 AWG CAA kg 8,00 13,65 17,24 137,92 12.1.11

pç 3,00 4,93 6,23 18,69 12.1.10 25002 Cabo de aluminio 2 AWG CAA kg 8,00 13,65 17,24 137,92 12.1.11 12.1 Ramal de Ligação - Entrada de Energia com - (R$) 12.1.1 Cabo elétrico de cobre, isol.pvc, p/ 12/20KV, # 35mm² m 60,00 33,00 41,67 2.500,20 12.1.2 Conector de latão, tipo parafuso fendido p/ cabos

Leia mais

PEÇAS E ACESSÓRIOS PARA ELETRODUTOS

PEÇAS E ACESSÓRIOS PARA ELETRODUTOS O bom desempenho de um eletricista se revela com o passar do tempo. Isto porque uma boa instalação elétrica é aquela que permite a manutenção futura com rapidez, segurança e economia. Nesse ponto a utilização

Leia mais

DEPARTAMENTO DE TRANSITO DE GOIAS PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS.

DEPARTAMENTO DE TRANSITO DE GOIAS PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS. MEMORIAL DESCRITIVO DEPARTAMENTO DE TRANSITO DE GOIAS PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS. 1 I INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE GOIÁS. 1.0 - DADOS BÁSICOS: 1.1 - Edifício: Prédio

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO N.º 60/15 RETIFICADO EM 07/01/2016

EDITAL DE PREGÃO N.º 60/15 RETIFICADO EM 07/01/2016 SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO - SAAE CNPJ: 21.260.443/00-91 - Inscrição Estadual: isento Rua Nonô Ventura, 394, CEP 35680-5, Bairro Lourdes - Itaúna/MG EDITAL DE PREGÃO N.º 60/15 RETIFICADO EM 07//26

Leia mais

CONECTORES PARA CABOS FLEXÍVEIS RAMAIS DE LIGAÇÃO E MEDIDORES

CONECTORES PARA CABOS FLEXÍVEIS RAMAIS DE LIGAÇÃO E MEDIDORES TÍTULO ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DA DISTRIBUIÇÃO CONECTORES PARA CABOS FLEXÍVEIS RAMAIS DE LIGAÇÃO E MEDIDORES CÓDIGO ESP-I-GPC-01/13 VERSÃO Nº APROVAÇÃO DATA DATA DA VIGÊNCIA R0 20/05/2013 CONTROLE DE REVISÃO

Leia mais

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA 1 1.1 ITEM DISCRIMINAÇÃO UNID QUANT P.UNIT.S/ BDI P.UNIT.C/ BDI ITEM S/ BDI ITEM C/BDI 1.1.1 Limpeza do terreno m2 24,99 1,84 2,37 45,98 59,23 1.1.2 Locação da obra m2 24,99 4,56 5,87 113,95 146,69 1.2

Leia mais

Sumário ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD 035.02.04 REDE CONVENCIONAL TRANSFORMADORES

Sumário ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD 035.02.04 REDE CONVENCIONAL TRANSFORMADORES Sumário 1. Objetivo 2. Âmbito de Aplicação 3. Documentos de Referência 4. Requisitos Ambientais 5. Condições Gerais 6. Estruturas Trifásicas com Transformadores 6.1. Estrutura M1 com Transformador 6.2.

Leia mais

Instalação de Sistema Encapsulado de Medição a Transformador a Seco - SEMTS

Instalação de Sistema Encapsulado de Medição a Transformador a Seco - SEMTS 1- Ramal de Ligação Aéreo em Rede Convencional Nº Data Revisões Aprov.: Vanderlei Robadey Página 1 de 13 2- Ramal de Ligação Aéreo em Rede Compacta Nº Data Revisões Aprov.: Vanderlei Robadey Página 2 de

Leia mais

Anexo XII - Planilha de COMPOSIÇÃO DE CUSTO UNITÁRIO

Anexo XII - Planilha de COMPOSIÇÃO DE CUSTO UNITÁRIO PROCESSO / Nº 002/2012 7.0 COBERTURA 7.2 Cobertura em telha Gravicolor - Brasilit (M2) Ajudante de telhadista H 0,220000 3,04 0,67 Telhadista H 0,220000 4,12 0,91 1,58 Telha Gravicolor M2 1,230000 60,37

Leia mais

CABINES METÁLICAS PRÉ-FABRICADAS DESTINADAS À MEDIÇÃO,PROTEÇÃO E TRANSFORMAÇÃO DE ENERGIA

CABINES METÁLICAS PRÉ-FABRICADAS DESTINADAS À MEDIÇÃO,PROTEÇÃO E TRANSFORMAÇÃO DE ENERGIA CABINES METÁLICAS PRÉ-FABRICADAS DESTINADAS À MEDIÇÃO,PROTEÇÃO E TRANSFORMAÇÃO DE ENERGIA ROMAGNOLE Produtos Elétricos S.A. 1 2 ROMAGNOLE Produtos Elétricos S.A. A energia é o núcleo dos acontecimentos,

Leia mais

NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-004 INSTALAÇÕES BÁSICAS PARA CONSTRUÇÃO DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO URBANA

NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-004 INSTALAÇÕES BÁSICAS PARA CONSTRUÇÃO DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO URBANA NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-004 INSTALAÇÕES BÁSICAS PARA CONSTRUÇÃO DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO URBANA SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 1 2. ASPECTOS GERAIS... 1 3. EXCEÇÕES... 1 4. TENSÕES DE FORNECIMENTO...

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO

MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO O cabeamento vertical, ou cabeamento de backbone integra todas as conexões entre o backbone do centro administrativo e os racks departamentais,

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS GERAL DETECEÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS GERAL DETECEÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO 1 MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS GERAL DETECEÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO CLIENTE: OBRA: LOCAL: BNDES RETROFIT DESUL AV. JUSCELINO KUBITSCHEK,

Leia mais

OBRA: INSTALAÇÃO ELÉTRICA DA INCUBADORA INDUSTRIAL MARCENARIA ; MUNICÍPIO: MATO QUEIMADO - RS. MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO

OBRA: INSTALAÇÃO ELÉTRICA DA INCUBADORA INDUSTRIAL MARCENARIA ; MUNICÍPIO: MATO QUEIMADO - RS. MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO OBRA: INSTALAÇÃO ELÉTRICA DA INCUBADORA INDUSTRIAL MARCENARIA ; MUNICÍPIO: MATO QUEIMADO - RS. MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO 1) OBJETIVO DO PROJETO: O presente memorial tem por objetivo descrever e detalhar

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DO ITEM R$

ESPECIFICAÇÃO DO ITEM R$ ANEXO 2 Planilha Orçamentária Estimativa de Quantitativos e Preços Máximos Global e Unitários LOTE ÚNICO ESPECIFICAÇÃO DO ITEM Qtde. Unitário R$ Total R$ 01 02 03 04 05 CHAVE NIVEL TIPO BOIA,ATUACAO: ALARME

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1. INTRODUÇÃO O presente memorial refere-se ao projeto de instalações elétricas Espaço Vivencia do IEE- USP, localizado na Av. Prof. Luciano Gualberto, 1289. Cidade

Leia mais

PADRÃO DE ENTRADA DE INSTALAÇÕES CONSUMIDORAS MANUAL SIMPLIFICADO

PADRÃO DE ENTRADA DE INSTALAÇÕES CONSUMIDORAS MANUAL SIMPLIFICADO PADRÃO DE ENTRADA DE E N E R G I A E L É T R I C A E M INSTALAÇÕES CONSUMIDORAS MANUAL SIMPLIFICADO www.celesc.com.br PADRÃO DE ENTRADA DE E N E R G I A E L É T R I C A E M INSTALAÇÕES CONSUMIDORAS MANUAL

Leia mais

CADASTRO TÉCNICO DE FORNECEDORES SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO MATERIAIS PADRONIZADOS APLICADOS EM CÂMARA DE TRANSFORMAÇÃO 15KV - ATENDIMENTO COLETIVO

CADASTRO TÉCNICO DE FORNECEDORES SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO MATERIAIS PADRONIZADOS APLICADOS EM CÂMARA DE TRANSFORMAÇÃO 15KV - ATENDIMENTO COLETIVO SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO CADASTRO TÉCNICO CÓDIGO TÍTULO VERSÃO CD.DT.PDN.03.14.001 03 APROVADO POR MARCELO POLTRONIERI ENGENHARIA E CADASTRO (DEEE) SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 3 2. HISTÓRICO DAS REVISÕES...

Leia mais

COT M 17,00 24,58 - PRESSÃO, DE 100X50MM, CEMAR OU SIMILAR. DESAMASSAR ELETROCALHAS DANIFICADAS POR

COT M 17,00 24,58 - PRESSÃO, DE 100X50MM, CEMAR OU SIMILAR. DESAMASSAR ELETROCALHAS DANIFICADAS POR 1 Código COT DISCRIMINAÇÃO UN. QUANT. / SINAPI INSTALAÇÃO DE CURVAS E TAMPAS EM ELETROCALHAS. PREÇO UNITÁRIO ENC. SOC. HORISTA EQUIP MAT MO 123,59% 82,39% CURVA LISA EM ELETROCALHA DE 100X50MM, 1.01 GALVANIZADA,

Leia mais

SUBESTAÇÃO 300KVA SEC. DE EDUCAÇÃO DO ESTADO DO CE. SEDUC

SUBESTAÇÃO 300KVA SEC. DE EDUCAÇÃO DO ESTADO DO CE. SEDUC Memorial descritivo e de cálculo SUBESTAÇÃO 300KVA SEC. DE EDUCAÇÃO DO ESTADO DO CE. SEDUC 1 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO 2. IDENTIFICAÇÃO 3. CARACTERÍSTICAS DA SUBESTAÇÃO 4. PROJETO ELÉTRICO 4.1. MEMORIAL DESCRITIVO

Leia mais

ANEXO XII - MEMORIAL DESCRITIVO

ANEXO XII - MEMORIAL DESCRITIVO ANEXO XII - MEMORIAL DESCRITIVO OBJETO: Contratação de empresa c/ Tradição no Ramo (trabalha de forma especializada) p/ Locação e Execução (Instalação, Montagem, Manutenção, Operacionalização e Desmontagem)

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS, LÓGICA E ELÉTRICA DA LÓGICA, PARA A OBRA DE CONSTRUÇÃO SENAI CRUZEIRO DO SUL.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS, LÓGICA E ELÉTRICA DA LÓGICA, PARA A OBRA DE CONSTRUÇÃO SENAI CRUZEIRO DO SUL. SRVIÇOS LTDA LUCNA SPCIFICAÇÕS TÉCNICAS DAS INSTALAÇÕS LÉTRICAS, LÓGICA LÉTRICA DA LÓGICA, PARA A OBRA D CONSTRUÇÃO SNAI CRUZIRO DO SUL. INTRODUÇÃO O presente memorial enfoca o Projeto de Instalações létricas

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS EMPREENDIMENTO COMERCIAL AC GOIANÉSIA/DR/GO

MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS EMPREENDIMENTO COMERCIAL AC GOIANÉSIA/DR/GO MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS EMPREENDIMENTO COMERCIAL AC GOIANÉSIA/DR/GO 1. GENERALIDADES 1.1 O projeto refere-se às instalações elétricas do empreendimento comercial localizado

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS M E M O R I A L D E S C R I T I V O E S P E C I F I C A Ç Õ E S T É C N I C A S C R I T É R I O D E M E D I Ç Ã O

CADERNO DE ENCARGOS M E M O R I A L D E S C R I T I V O E S P E C I F I C A Ç Õ E S T É C N I C A S C R I T É R I O D E M E D I Ç Ã O CADERNO DE ENCARGOS M E M O R I A L D E S C R I T I V O E S P E C I F I C A Ç Õ E S T É C N I C A S C R I T É R I O D E M E D I Ç Ã O I N S T A L A Ç Õ E S E L É T R I C A S CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM

Leia mais

M E M O R I A L D E S C R I T I V O

M E M O R I A L D E S C R I T I V O M E M O R I A L D E S C R I T I V O I N S T A L A Ç Õ E S E L É T R I C A S CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SERGIPE-COREN ENDEREÇO : RUA DR. LEONARDO LEITE, S/N, ESQUINA COM DUQUE DE CAXIAS, BAIRRO

Leia mais

1 de 19 03/05/2013 09:42

1 de 19 03/05/2013 09:42 1 de 19 03/05/2013 09:42 Pregão Eletrônico MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO Instituto Federal de Educação, Ciencia e Tecnologia Catarinense Campus Araquari

Leia mais

TRANSFORMADORES MOLDADOS EM RESINA

TRANSFORMADORES MOLDADOS EM RESINA MODELO TAM TRANSFORMADORES - TIPO TAM Os transformadores a seco moldados em resina epóxi são indicados para operar em locais que exigem segurança, os materiais utilizados em sua construção são de difícil

Leia mais

CÓDIGO TÍTULO VERSÃO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA EM TENSÃO SECUNDÁRIA EDIFICAÇÕES COLETIVAS COM SUBESTAÇÃO INSTALADA NO INTERIOR DA PROPRIEDADE

CÓDIGO TÍTULO VERSÃO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA EM TENSÃO SECUNDÁRIA EDIFICAÇÕES COLETIVAS COM SUBESTAÇÃO INSTALADA NO INTERIOR DA PROPRIEDADE SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO PADRÃO TÉCNICO CÓDIGO TÍTULO VERSÃO PT.DT.PDN.03.14.009 SECUNDÁRIA EDIFICAÇÕES COLETIVAS COM SUBESTAÇÃO INSTALADA NO INTERIOR DA 01 APROVADO POR PAULO JORGE TAVARES DE LIMA

Leia mais

Realizar novas ligações. Executa ligação BT. HISTÓRICO DE MODIFICAÇÕES Edição Data Alterações em relação à edição anterior

Realizar novas ligações. Executa ligação BT. HISTÓRICO DE MODIFICAÇÕES Edição Data Alterações em relação à edição anterior Fornecimento de Energia Elétrica a Edificações de Múltiplas Unidades Consumidoras do Programa Minha Casa Minha Vida com Telemedição Processo Atividade Realizar novas ligações Executa ligação BT Código

Leia mais

TRANSFORMADOR A SECO Geafol de 75 a 25.000 kva

TRANSFORMADOR A SECO Geafol de 75 a 25.000 kva Com a linha Geafol, obteve-se um transformador com excelentes características elétricas, mecânicas e térmicas que, adicionalmente, ainda é ecológico. São produzidos sob certificação DQS, ISO 9001 e ISO

Leia mais

PADRONIZAÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO Título ESTRUTURAS PARA MONTAGEM DE REDES AÉREAS DE DISTRIBUIÇÃO URBANA SECUNDÁRIA COM CABOS MULTIPLEXADOS APRESENTAÇÃO

PADRONIZAÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO Título ESTRUTURAS PARA MONTAGEM DE REDES AÉREAS DE DISTRIBUIÇÃO URBANA SECUNDÁRIA COM CABOS MULTIPLEXADOS APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO 1-1 SUMÁRIO SEÇÃO 1 Apresentação SEÇÃO 2 Engastamento de postes SEÇÃO 3 Afastamentos mínimos SEÇÃO 4 Instalações básicas SEÇÃO 5 Cruzamentos SEÇÃO 6 Rabichos SEÇÃO 7 Aterramento 1 OBJETIVO

Leia mais

ANEXO IV FPTI FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU PLANILHA DE MATERIAIS E SERVIÇOS PARA MANUTENÇÃO ELÉTRICA EM BAIXA TENSÃO Proposta Registro de Preço

ANEXO IV FPTI FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU PLANILHA DE MATERIAIS E SERVIÇOS PARA MANUTENÇÃO ELÉTRICA EM BAIXA TENSÃO Proposta Registro de Preço ANEXO IV FPTI FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU PLANILHA DE MATERIAIS E SERVIÇOS PARA MANUTENÇÃO ELÉTRICA EM BAIXA TENSÃO Proposta Registro de Preço ITEM DESCRIÇÃO UNID QTDE VALOR VALOR MÃO VALOR MÁXIMO

Leia mais

ISOTRANS IND. DE TRANSFORMADORES LTDA.

ISOTRANS IND. DE TRANSFORMADORES LTDA. ISOTRANS IND. DE TRANSFORMADORES LTDA. TRANSFORMADORES MONOFÁSICOS DE ISOLAÇÃO COM BLINDAGEM APLICAÇÃO Os transformadores monofásicos de isolação com blindagens, magnética e eletrostática, foram desenvolvidos

Leia mais

Memorial Descritivo e Especificação Técnica dos Materiais

Memorial Descritivo e Especificação Técnica dos Materiais FL.: 1/16 REV.: 00 SECRETARIA DE ESTADO DA CULTURA INSTALAÇÃO ELÉTRICA DO AR CONDICIONADO CENTRO DE CULTURA, MEMÓRIA E ESTUDOS DA DIVERSIDADE SEXUAL DO ESTADO DE SÃO PAULO. LOJAS 515 e 518 - METRÔ REPÚBLICA

Leia mais

COMUNICADO TÉCNICO Nº 02

COMUNICADO TÉCNICO Nº 02 COMUNICADO TÉCNICO Nº 02 Página 1 de 1 ALTERAÇÕES NAS TABELAS PARA DIMENSIONAMENTO DOS PADRÕES DE ENTRADA DE BAIXA TENSÃO DE USO INDIVIDUAL 1.OBJETIVO Visando a redução de custos de expansão do sistema

Leia mais

SUBESTAÇÃO 150KVA SEC. DE SAÚDE DO ESTADO DO CE. SESA

SUBESTAÇÃO 150KVA SEC. DE SAÚDE DO ESTADO DO CE. SESA Memorial descritivo e de cálculo SUBESTAÇÃO 150KVA SEC. DE SAÚDE DO ESTADO DO CE. SESA 1 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO 2. IDENTIFICAÇÃO 3. CARACTERÍSTICAS DA SUBESTAÇÃO 4. PROJETO ELÉTRICO 4.1. MEMORIAL DESCRITIVO

Leia mais

ESCOLA MUNICIPAL PRESIDENTE VARGAS ANEXO XII ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PROJETO ELÉTRICO

ESCOLA MUNICIPAL PRESIDENTE VARGAS ANEXO XII ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PROJETO ELÉTRICO ESCOLA MUNICIPAL PRESIDENTE VARGAS ANEXO XII ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PROJETO ELÉTRICO SUMÁRIO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS...3 APRESENTAÇÃO...3 DADOS BÁSICOS E NORMAS TÉCNICAS...3 SUPRIMENTO DE ENERGIA...3 ENTREGA

Leia mais

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE COCOS CNPJ: 14.222.012/0001-75

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE COCOS CNPJ: 14.222.012/0001-75 2º EXTRATO DE PUBLICAÇÃO TRIMESTRAL ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 196/2014 originado no Processo Licitatório Pregão Presencial 45/2014, Objeto: registro de preços para eventual serviço e aquisição de Material

Leia mais

Conferência do Projeto

Conferência do Projeto 214-DPDORC4 22/4/214 1 de 5 12/2/214 1:3.7 CARACTERIZAÇÃO Data Projeto Nº Pedido Finalidade 16/7/213 Título Implantação de SE Descrição da Obra: Tipo da Obra: IMPLANTAÇÃO EXPANSÃO DA REDE ELÉTRICA (ALTA

Leia mais

Anexo I - Planilha de Proposta de Preço

Anexo I - Planilha de Proposta de Preço 1 ABRACADEIRA COPO DE 1. 1/4 C/ PARAFUSO E BUCHA 2 ABRACADEIRA COPO DE 1/2 C/ PARAFUSO E BUCHA 3 ABRACADEIRA DE COPO 1" C/ PARAFUSO E BUCHA 4 ABRAÇADEIRA EM NYLON 10CM P/ORGANIZAR FIAÇÃO CX CX C/100 5

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Elaboração dos projetos elétricos da REFORMA DA SEDE DA CERON PORTO VELHO-RO

MEMORIAL DESCRITIVO. Elaboração dos projetos elétricos da REFORMA DA SEDE DA CERON PORTO VELHO-RO MEMORIAL DESCRITIVO 1 OBJETIVO Elaboração dos projetos elétricos da REFORMA DA SEDE DA CERON PORTO VELHO-RO 2 PROJETO DAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 3 - COMENTÁRIOS GERAIS O presente memorial visa descrever

Leia mais

MEMORIAL TÉCNICO-DESCRITIVO Rede Aérea de Distribuição Urbana Loteamento COLIBRI. Índice:

MEMORIAL TÉCNICO-DESCRITIVO Rede Aérea de Distribuição Urbana Loteamento COLIBRI. Índice: MEMORIAL TÉCNICO-DESCRITIVO Rede Aérea de Distribuição Urbana Loteamento COLIBRI Índice: 1 - Generalidades 2 - Rede aérea de Alta Tensão 3 - Rede Secundária 4 - Aterramentos 5 - Posto de Transformação

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Goiás Pró-Reitoria de Administração e Finanças

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Goiás Pró-Reitoria de Administração e Finanças 1 de 7 01/12/2014 10:25 PREGÃO ELETRÔNICO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Goiás Pró-Reitoria de Administração e Finanças Pregão Eletrônico Nº 00052/2014(SRP) - Pregão abandonado RESULTADO

Leia mais

RELAÇÃO DE MATERIAIS PADRONIZADOS - REDE DE DISTRIBUIÇÃO CLASSE 15 KV REDE SUL / SUDESTE

RELAÇÃO DE MATERIAIS PADRONIZADOS - REDE DE DISTRIBUIÇÃO CLASSE 15 KV REDE SUL / SUDESTE RELAÇÃO DE MATERIAIS PADRONIZADOS - DE DISTRIBUIÇÃO CLASSE 15 KV SUL / SUDESTE AFASTADOR, ARMACAO SECUNDARIA, ACO CARBONO 1010-1020, ZINCADO A QUENTE, DIMENSOES: 1000 X700 10002599 MM, 4 FUROS, NORMAS

Leia mais

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I Folha: 0001 Objeto: Aquisição de Material de e Permanente (Equipamentos e Suprimentos de Informática), para 001 081266-9 CABO UTP CAT5E FLEXíVEL, CAIXA COM 300MT Lote 1- Destino: Uinfor CX 30 002 113294-5

Leia mais

Especificação Quadro Autoportante de Baixa Tensão

Especificação Quadro Autoportante de Baixa Tensão Especificação Quadro Autoportante de Baixa Tensão Descrição: QUADRO AUTO-PORTANTE ATÉ 4000A Local de Aplicação QGBT Modelo Fabricante: Fabricante Alternativo Normas NBR 6808, IEC 60439-1 Aplicáveis Critério

Leia mais

5 CONDIÇÕES ESPECÍFICAS 5.1 Material: A armação da caixa deve ser feita com cantoneiras de aço-carbono, ABNT 1010 a 1020, laminado.

5 CONDIÇÕES ESPECÍFICAS 5.1 Material: A armação da caixa deve ser feita com cantoneiras de aço-carbono, ABNT 1010 a 1020, laminado. CAIXA DE MEDIÇÃO EM 34, kv 1 OBJETIVO Esta Norma padroniza as dimensões e estabelece as condições gerais e específicas da caixa de medição a ser utilizada para alojar TCs e TPs empregados na medição de

Leia mais

NORMA DE FORNECIMENTO

NORMA DE FORNECIMENTO NORMA DE FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA REVISÃO: JULHO/2014 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO 2 CAMPO DE APLICAÇÃO 3 DEFINIÇÕES 3.1 - Aterramento 3.2 - Caixa de Barramentos 3.3 - Caixa de Medição 3.4 - Carga Instalada

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS 06.09.000 SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO 06.09.001 - EQUIPAMENTOS ATIVOS

ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS 06.09.000 SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO 06.09.001 - EQUIPAMENTOS ATIVOS ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS 06.09.000 SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO 06.09.001 - EQUIPAMENTOS ATIVOS Tipo: Gabinete Rack do tipo bastidor com porta e ventilação forçada 24U x 19"x 670mm, com porta de

Leia mais

INTRODUÇÃO POSTES ATERRAMENTO ESTAIAMENTO CONDUTORES

INTRODUÇÃO POSTES ATERRAMENTO ESTAIAMENTO CONDUTORES 3$'5 2'((6758785$6 '(/,1+$6(5('(6 PARTE 1 ASPECTOS GERAIS INTRODUÇÃO POSTES ATERRAMENTO ESTAIAMENTO CONDUTORES Gerência de Planejamento e Engenharia Processo de Engenharia e Obras ASPECTOS GERAIS PARTE

Leia mais

Sistema Normativo Corporativo

Sistema Normativo Corporativo Sistema Normativo Corporativo PADRÃO TÉCNICO VERSÃO Nº ATA Nº DATA DATA DA VIGÊNCIA 00-13/07/2009 13/07/2009 APROVADO POR José Rubens Macedo Junior SUMÁRIO 1. RESUMO...3 2. HISTÓRICO DAS REVISÕES...3 3.

Leia mais

MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO

MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO ESCOLA MUNICIPAL JOÃO DA COSTA VIANA FOZ DO IGUAÇU JUN/07 2 Responsável Técnico Paulo Roberto Bianchi Engenheiro Eletricista CREA-RJ 27719/D..

Leia mais

REGULAMENTO CENTRO DE EVENTOS FIERGS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

REGULAMENTO CENTRO DE EVENTOS FIERGS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS No caso das instalações elétricas existentes nos espaços não comportarem a carga elétrica a ser ligada pelo evento, é necessário que a Contratante apresente os documentos e respeite as condições mínimas

Leia mais

*-- ABERTURA DAS PROPOSTAS --* REGAO ELETRONIC NRO. 19/2013 *** DIA 04/03/2013 AS 09:00 HORAS

*-- ABERTURA DAS PROPOSTAS --* REGAO ELETRONIC NRO. 19/2013 *** DIA 04/03/2013 AS 09:00 HORAS Página 1 de 5 = F I R M A = = C G C / C P F = = E N D E R E C O = = TELEFONE = =RAMAL= = C I D A D E = = UF = = C E P = = E - M A I L = SOLICITAMOS COTAR PRECOS PARA OS MATERIAIS ABAIXO DISCRIMINADOS,

Leia mais

PAINÉIS COMPACTOS DE MÉDIA TENSÃO SÉRIE BEPAC MINISYS

PAINÉIS COMPACTOS DE MÉDIA TENSÃO SÉRIE BEPAC MINISYS PAINÉIS COMPACTOS DE MÉDIA TENSÃO SÉRIE BEPAC MINISYS IND. E COM. S./A MATRIZ Rua Cantagalo, 2187-03319-901 - Tatuapé - São Paulo - SP Fone: (011) 2942-4500 - Fax: (011) 2294-9371 - ligação gratuíta -

Leia mais

ANEXO I - B MEMORIAL DESCRITIVO DE SERVIÇOS E MATERIAIS

ANEXO I - B MEMORIAL DESCRITIVO DE SERVIÇOS E MATERIAIS ANEXO I - B MEMORIAL DESCRITIVO DE SERVIÇOS E MATERIAIS Objetivo Página 1 de 6 O presente documento destina-se à execução de reformas necessárias a instalação dos No-Breaks com banco de baterias, a serem

Leia mais

PADRÃO DE ENTRADA DA UNIDADE CONSUMIDORA COM CAIXA MODULAR DE POLICARBONATO INDIVIDUAL E COLETIVO

PADRÃO DE ENTRADA DA UNIDADE CONSUMIDORA COM CAIXA MODULAR DE POLICARBONATO INDIVIDUAL E COLETIVO CSUMIDORA COM CAIXA MODULAR DE POLICARBATO INDIVIDUAL E COLETIVO 1. OBJETIVO Padronizar entrada da unidade consumidora com a caixa tipo modular, fabricado em policarbonato e tampa transparente, para medição

Leia mais

Planilha de Preços Unitários MÁXIMOS

Planilha de Preços Unitários MÁXIMOS Planilha de Preços Unitários MÁXIMOS E0000-ET-E04-514-003 Original Item LOCAL DOS SERVIÇOS VALORES 1 IMPLANTAÇÃO DO SPDA DE MACAÍBA R$ 203.175,56 2 IMPLANTAÇÃO DO SPDA DE VELHINHO R$ 180.463,77 3 IMPLANTAÇÃO

Leia mais

SAN.T.IN.NT 31. Os barramentos instalados em subestações e/ou cubículos deverão ser pintados em toda sua extensão, exceto nos pontos de conexão.

SAN.T.IN.NT 31. Os barramentos instalados em subestações e/ou cubículos deverão ser pintados em toda sua extensão, exceto nos pontos de conexão. 1 / 7 SUMÁRIO: 1. FINALIDADE 2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO 3. CONCEITOS BÁSICOS 4. PROCEDIMENTOS 5. REFERÊNCIAS 6. ANEXOS 1. FINALIDADE Esta norma tem como finalidade regulamentar os princípios básicos e procedimentos

Leia mais

ANEXO IV. Registro de Preços Ponto de Rede. Planilhas de Serviços de Elétrica Exclusiva Itens 02. Anexo IV ao Orientador nº 404/2014. Fls.

ANEXO IV. Registro de Preços Ponto de Rede. Planilhas de Serviços de Elétrica Exclusiva Itens 02. Anexo IV ao Orientador nº 404/2014. Fls. PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO CASA CIVIL EMPRESA MUNICIPAL DE INFORMATICA S.A - IPLANRIO Processo Anexo IV ao Orientador nº 404/2014 ANEXO IV Registro de Preços Ponto de Rede Planilhas de Serviços

Leia mais

Á RIO GRANDE ENERGIA S/A DIVISÃO DE SERVIÇOS DA DISTRIBUIÇÃO REGIONAL CENTRO PASSO FUNDO - RS DADOS BÁSICOS:

Á RIO GRANDE ENERGIA S/A DIVISÃO DE SERVIÇOS DA DISTRIBUIÇÃO REGIONAL CENTRO PASSO FUNDO - RS DADOS BÁSICOS: Á RIO GRANDE ENERGIA S/A DIVISÃO DE SERVIÇOS DA DISTRIBUIÇÃO REGIONAL CENTRO PASSO FUNDO - RS DADOS BÁSICOS: Projeto nº. 59 / 2013 Nome: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande

Leia mais

N O: Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Norte CREA / RN PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

N O: Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Norte CREA / RN PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS Power Engenharia CLIENTE: ÁREA: N O: MD-003-CREA-2014 Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Norte CREA / RN PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1 de 14 POWER ENGENHARIA ELÉTRICA E TELECOM.

Leia mais

daem Departamento de Água e Esgoto de Marília RUA SÃO LUIZ, 359 FONE / FAX ( 014 ) 3402-8500 MARÍLIA - SP ANEXO 8 LISTA DE MATERIAIS

daem Departamento de Água e Esgoto de Marília RUA SÃO LUIZ, 359 FONE / FAX ( 014 ) 3402-8500 MARÍLIA - SP ANEXO 8 LISTA DE MATERIAIS daem Departamento de Água e Esgoto de Marília RUA SÃO LUIZ, 359 FONE / FAX ( 014 ) 34028500 MARÍLIA SP ANEXO 8 LISTA DE MATERIAIS daem Departamento de Água e Esgoto de Marília RUA SÃO LUIZ, 359 FONE /

Leia mais

Sistema Normativo Corporativo

Sistema Normativo Corporativo Sistema Normativo Corporativo PADRÃO TÉCNICO VERSÃO Nº ATA Nº DATA DATA DA VIGÊNCIA 01 20/10/2012/2012 20/10/2012 APROVADO POR Edson Hideki Takauti SUMÁRIO 1. RESUMO... 3 2. HISTÓRICO DAS REVISÕES... 3

Leia mais

FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA EM TENSÃO PRIMÁRIA DE DISTRIBUIÇÃO

FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA EM TENSÃO PRIMÁRIA DE DISTRIBUIÇÃO S istema Normativo Corporativo PADRÃO TÉCNICO VERSÃO Nº ATA Nº APROVAÇÃO DATA DATA DA VIGÊNCIA 01 18/11/2013 22/11/2013 ENGENHARIA E SISTEMAS TÉCNICOS (DTESES) MARCELO POLTRONIERI DTESES SUMÁRIO 1. RESUMO...

Leia mais

Estado de Santa Catarina Prefeitura Municipal de BOMBINHAS Secretaria de Educação CEIT BOMBINHAS PROJETO

Estado de Santa Catarina Prefeitura Municipal de BOMBINHAS Secretaria de Educação CEIT BOMBINHAS PROJETO Estado de Santa Catarina Prefeitura Municipal de BOMBINHAS Secretaria de Educação CEIT CENTRO EDUCAÇÃO INTEGRAL TECNOLÓGICA BOMBINHAS MEMORIAL DESCRITIVO SUBESTAÇÃO DE ENERGIA PROJETO CENTRO DE EDUCAÇÃO

Leia mais

Instalações Elétricas Industriais. Prof. Carlos T. Matsumi

Instalações Elétricas Industriais. Prof. Carlos T. Matsumi Instalações Elétricas Industriais Divisão de Sistemas de Alimentação Faixa de Tensão Elétrica (IE) orrente Alternada - A orrente ontínua- Extra Baixa Tensão: Tensão Inferior à 50 V (A) e 120 V () Baixa

Leia mais

2.0 - MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO

2.0 - MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO Pg 2/59 2.0 - MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO 2.1 - IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO 2.1.1 INSTALAÇÃO DE REDE DE ILUMINAÇÃO PÚBILCA DO ACESSO A CIDADE DE CAICÓ, PELA BR 427 E MELHORIA DA QUALIDADE DA REDE DE ILUMINAÇÃO

Leia mais

INSPEÇÃO DE SUBESTAÇÃO DE ENTRADA DE ENERGIA

INSPEÇÃO DE SUBESTAÇÃO DE ENTRADA DE ENERGIA 1. OBJETIVO Este tem como objetivo estabelecer parâmetros a serem considerados na inspeção de Subestação de Entrada de Energia, na área de concessão da EDP Bandeirante para novas instalações, bem como

Leia mais