MANUAL DE OPERAÇÃO E CALIBRAÇÃO CONVERSOR ANALÓGICO DE SINAIS PARA CÉLULA DE CARGA. (Versão 1.0 Julho/12)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DE OPERAÇÃO E CALIBRAÇÃO CONVERSOR ANALÓGICO DE SINAIS PARA CÉLULA DE CARGA. (Versão 1.0 Julho/12)"

Transcrição

1 MANUAL DE OPERAÇÃO E CALIBRAÇÃO CONVERSOR ANALÓGICO DE SINAIS PARA CÉLULA DE CARGA (Versão 1.0 Julho/12) 1

2 INDÍCE PÁG. 1 Garantia 3 2 Introdução 3 3 Instalação 3 4 Dados Técnicos 4 5 Alimentação Elétrica 4 6 Desenho Mecânico 5 7 Disposição do Modulo Conversor de Sinal 5 8 Conexão da Fonte de Alimentação Externa ( 18 à 24 VDC) 5 9 Conexão do Sensor (Célula de Carga) 6 10 Conexão da Saída de 4/20 ma 6 Calibração 6 à 8 1º Célula de Carga 6 2º Fonte de Alimentação 6 3º Leitor de Tensão (Amperímetro ou Multímetro) 6 4º Massa Conhecida 6 5º Ligar o equipamento 6 6º Balança vazia º Identificando os elementos de ajustes 6 8º Conectando o Amperímetro ou Multímetro 6 9º Ajuste de Balanço de Zero 7 10º Sentido de Giro do Trimpot de Balanço de Zero 7 11º Posicionar a Massa Conhecida sobre a Balança 7 12º Formula de Cálculo de Tensão X Peso Conhecido 7 13º Ajustes de Fundo de Escala 7 14º Sentido de Giro do Trimpot de Fundo de Escala (Span) 8 15º Verificação dos Valores 8 12 Contato Técnico /Comercial 10 2

3 1. GARANTIA A AEPH DO BRASIL Indústria e Comércio Ltda., garante o Conversor Analógico de Sinais para Célula de Carga Mod. FENIX-420 por 12 meses sendo peças e mão de obra para supostas correções dentro do período de garantia conforme abaixo descritos: A garantia compreende por um período de 12 meses a partir da data de fatura do equipamento, contemplando uso adequado e de acordo com as especificações contidas no manual de usuário. Dentro deste período a AEPH do Brasil fornecerá peças e mão de obra sem ônus no prazo de 48 horas posto o material em nossa fábrica São Paulo, desde que: Os custos de transporte tanto de ida quanto de volta serão por contas do adquirente. A garantia perde a validade em caso de operação fora das especificações do equipamento assim como sofrer maus tratos, acidentes, variações elétricas acima dos limites de -15% a +10% do especificado neste manual, descargas atmosféricas. 2. INTRODUÇÃO Desenvolvido de acordo coma tecnologia analógica de ponta, este produto foi projetado para operação em qualquer tipo de ambiente, agilizando o ritmo de trabalho. Permite operar com saída analógica de 4/20mA. Este equipamento é desprovido de homologação pelo Inmetro não sendo permitido o seu uso em balanças cujo produto final se destine a comercialização direta e/ou que necessite atender a portaria 236/94 do Inmetro, estando a AEPH do Brasil isenta de qualquer responsabilidade, multas ou processos decorrentes do não cumprimento desta norma. 3. INSTALAÇÃO - Este Instrumento de medição deve passar por uma verificação periódica assim que posto em uso, serviço este a ser executado por pessoal (empresa) devidamente qualificado (a) e munida de pesos padrões devidamente rastreados. - O Conversor Analógico de Sinais para Célula de Carga deverá ser instalado dentro de um invólucro fechado, livre do tempo em local seco, assim como se certifique que a temperatura no local não exceda a faixa entre 0ºC à 45ºC, como referência atenda as especificações de proteção IP-65 (NBR 6146-ABNT) As limitações de temperatura e umidade deverão ser consideradas: Umidade Relativa do ar: de 10% a 85% sem condensação. 3

4 4. DADOS TÉCNICOS - Alimentação Elétrica: fonte externa de 18 À 24 VDC Não Inclusa - Consumo: 11 W máximo - Conversor totalmente Analógico. - Resolução 4000 divisões equivale a um conversor A/D de 12 bits - Filtros analógicos - Forma de ajuste de ganho através de trimpot frontal - Range de ajuste de ganho: 100 à 500 vezes - Forma de ajuste de faixa de balanço no zero através de trimpot frontal - Range de ajuste da faixa de balanço no zero: 10% do fundo de escala - Tipo de saída de 4/20mA - Linearidade: < 0.1 % - Temperatura de Trabalho: -20 ºC à 50ºC - Proteção a sobre Tensão: < 30 VDC - Tipo de Invólucro: ABS - Alimentação da Célula de carga: 10 VDC - Capacidade para alimentação de até 3 células de carga de 350 Ohms cada - Fixação dos fios através de conector aparafusável - Tipo de fixação do modulo: Trilho DIN 35 mm 5. ALIMENTAÇÃO ELÉTRICA O Conversor de Sinal para Célula de Carga foi projetado para operar com fonte de alimentação DC externa de 18 À 24 VDC 1 Ampere, não inclusa no fornecimento. - Dê exclusividade a tomada elétrica a qual o equipamento será ligado, evitando assim danos ou mau funcionamento. 4

5 6. DIMENSÕES MECÂNICAS DISPOSIÇÃO DO MODULO CONVEROR DE SINAL Led de Indicação Ligado Ajuste de Ganho -Span Saída Analógica Alimentação Células de Carga Ajuste de Zero 8. CONEXÃO DA FONTE DE ALIMENTAÇÃO DC EXTERNA ( 18 À 24 VDC) O modulo conversor Fenix-010, possui entrada externa de alimentação através de fonte DC de 18 à 24 VDC pelos pinos do conector: ALIMENTAÇÃO DC Pinos Sinal VCC ( + ) Positivo FG ( - ) GND 5

6 9. CONEXÃO DO SENSOR (Célula de Carga) O Conversor de Sinal para Célula de Carga possuí autonomia para ligação de até 3 células de carga com impedância de 350Ω cada totalizando 116 Ω com alimentação de 10 VDC. A conexão é para 04 fios com segue no esquema do conector de ligação abaixo: Pinos Descrição Sinal CORES DOS FIOS PARA CÉLULAS AEPH + EXE Entrada Positiva E ( + ) Vermelho - EXE Entrada Negativa E ( - ) Preto +SIG Sinal Positivo I ( + ) Verde -SIG Sinal Negativo I ( - ) Branco 10. CONEXÃO DA SAÍDA DE 0-10 VDC 0 10 VDC Pinos Sinal GND Gnd OUT (+) Positivo 11. CALIBRAÇÃO A Calibração do Conversor de Sinal para Células de Carga Fenix-420 é muito simples e fácil, bastando para isto o cliente possuir um leitor de corrente continua 4-20 ma (amperímetro ou multímetro). 1º conectar o cabo da célula de carga conforme item 6; 2º conectar o cabo da fonte de alimentação conforme item 7; 3º conectar o leitor de tensão contínua conforme item 6 4º é necessário uma quantidade de massa com peso conhecido de 40 à 100% do valor de fundo de escala para a calibração do sistema, 5º energizar a fonte de alimentação 6º com a balança vazia, libere a superfície da balança deixando-a vazia em cargas (livre de peso líquido de produto) 7º há dois trimpots no painel frontal a serem ajustados (descrição na cor Verde ajuste de Zero e na Cor Vermelho ajuste de Span) 8º conecte o multímetro ou leitor de tensão calibrado às saídas (GND/OUT) 6

7 9º A indicação deverá ser 4,00 ma caso necessite utilize o trimpot (ZERO) para ajustes de valores diferentes do alvo 10º Com auxilio de uma mini chave de Fenda, ajuste do cursor o trimpot até obter 4.00 ma. Sentido de Giro do Trimpot Girando neste sentido o valor fica maior Girando neste sentido o valor fica menor Obs.: Estes ajustes são necessários para inibir o valor de peso próprio da estrutura que esta sobre a célula de carga e que não interessa ao sistema de leitura ou ajustes do próprio desvio da célula de carga. 11º Posicionar a massa com valor de peso conhecido sobre a balança, (este valor de peso deverá ser igual ou superior a 40% do valor de Fundo de escala da balança. Valores inferiores a 40% não fornecem desvios de linearização da curva de sinal analógico nos valores próximo ao fundo de escala. 12º Para peso com valor conhecido inferior ao valor de fundo de escala desejado, o valor de saída de CORRENTE deverá ser obtido através da seguinte formula: I = [( 16 * VP ) / FE] + 4 onde: I = valor de corrente proporcional ao peso posicionado sobre a balança VP = valor de peso conhecido a ser posicionado sobre a balança FE = valor de Fundo de Escala que indicará 20mA 13º Após posicionar a massa conhecida sobre a balança e se o valor apresentado estiver com desvio superior à 20% do alvo, é necessário o ajuste do trimpot de SPAN até atingir o valor alvo calculado pelas formulas do item 11º. 7

8 14º Com auxilio de uma mini chave de Fenda, ajuste do cursor o trimpot até obter o valor calculado. Sentido de Giro do Trimpot Girando neste sentido o valor fica maior Girando neste sentido o valor fica menor 15º Retirar a massa de sobre a balança e verificar o valor de 4.00 ma, caso esteja fora do alvo, efetuar os passos 7º e 12º. Obs.: por se tratar de um circuito totalmente analógico e o ajuste de uma das extremidades da reta de linearização pode influenciar na extremidade oposta a ela, é possível a necessidade de se efetuar esta rotina de ajustes, mais de uma vez até a obtenção dos valores alvos desejados. 8

9 12 CONTATOS TÉCNICO / COMERCIAL AEPH DO BRASIL INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA. Soluções Inteligentes em Pesagem Industrial Fone: (0xx11) Fax: (0xx11) Rua Icaraí Tatuapé - São Paulo SP Site: 9

MANUAL DE OPERAÇÃO E CALIBRAÇÃO

MANUAL DE OPERAÇÃO E CALIBRAÇÃO MANUAL DE OPERAÇÃO E CALIBRAÇÃO ] CONVERSOR DE SINAL PARA CÉLULA DE CARGA (Versão 1.2 Out./10) 1 INDÍCE PÁG. 1 Garantia 3 2 Introdução 3 3 Instalação 3 4 Dados Técnicos 4 5 Alimentação Elétrica 4 6 Disposição

Leia mais

TTA-101 Transmissor de Temperatura Analógico Trilho Din

TTA-101 Transmissor de Temperatura Analógico Trilho Din TTA-101 Transmissor de Temperatura Analógico Trilho Din MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO V1.0 1 1.0 INDICE 2.0 Apresentação Pag.02 3.0 Especificações Técnicas Pag.02 4.0 Instalação Pag.03 Informativo Pag.03

Leia mais

STU Transmissor de Umidade e Temperatura Analógico

STU Transmissor de Umidade e Temperatura Analógico STU Transmissor de Umidade e Temperatura Analógico MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO V1.0 1 1.0 INDICE 2.0 Apresentação Pag.02 3.0 Especificações Técnicas Pag.02 4.0 Instalação Pag.03 Informativo Dimensões

Leia mais

CONVERSOR-ISOLADOR DE SINAIS TRM-670

CONVERSOR-ISOLADOR DE SINAIS TRM-670 CONVERSOR-ISOLADOR DE SINAIS TRM-670 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso CONVERSOR-ISOLADOR DE SINAIS TRM-670. Para garantir o uso correto e eficiente do TRM-670, leia este manual completo e atentamente

Leia mais

CONVERSOR 0/4~20mA 0~10Vcc PARA 10 SAIDAS DIGITAIS XL-100

CONVERSOR 0/4~20mA 0~10Vcc PARA 10 SAIDAS DIGITAIS XL-100 CONVERSOR 0/4~20mA 0~10Vcc PARA 10 SAIDAS DIGITAIS XL-100 Conversor para Saídas Digitais Manual do usuário MAN-PT-DE-XL100-01.00_12 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso CONVERSOR 0/4~20mA 0~10Vcc

Leia mais

Caracteristicas Técnicas

Caracteristicas Técnicas Y-200D Apresentação Solução para medição de níveis de bagaço em Shut Donelly, o Y-200D é um equipamento de fácil configuração e alto desempenho. Converte sinais digitais [Max: 10 Bits] em sinal analógico

Leia mais

Indicador Digital LC 3 ½ dígitos

Indicador Digital LC 3 ½ dígitos Página 1/5 Características Processo de medição por rampa dupla Indicação automática de polaridade (+ ou -) Indicação de sobrecampo para 3 ½ dígitos (±1) Correção automática do ponto zero Tamanhos (mm):

Leia mais

SIMULADOR DE SINAIS ANALÓGICOS SAN 04

SIMULADOR DE SINAIS ANALÓGICOS SAN 04 SIMULADOR DE SINAIS ANALÓGICOS SAN 04 Manual do usuário Simulador de Sinais Analógicos MAN-PT-DE-SAN Rev.: 2.00-08 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso SAN 04. Para garantir o uso correto e eficiente

Leia mais

Instruções para montagem e instalação. Sensor de Inclinação EC2082

Instruções para montagem e instalação. Sensor de Inclinação EC2082 Instruções para montagem e instalação R Sensor de Inclinação EC2082 Instruções de segurança Esta descrição faz parte dos sensores. Contém textos e gráficos referentes à manipulação adequada do sensor.

Leia mais

Manual Técnico. Indicador Para Células de Carga. Modelo: GI-4910

Manual Técnico. Indicador Para Células de Carga. Modelo: GI-4910 Manual Técnico Indicador Para Células de Carga Modelo: GI-4910 Data: Jun/2002 Índice Página 1. Escopo deste manual 2 2. Especificação Técnica 2 3. Codificação Para Encomenda 3 4. Elementos do Painel Frontal

Leia mais

Multimedidor MKM-G. [1] Introdução. [2] Princípio de funcionamento. [6] Características Elétricas. [3] Aplicações. [4] Grandezas medidas.

Multimedidor MKM-G. [1] Introdução. [2] Princípio de funcionamento. [6] Características Elétricas. [3] Aplicações. [4] Grandezas medidas. [1] Introdução O Multimedidor MKM-G é um instrumento digital microprocessado, para instalação em porta de painel, que permite a monitoração dos parâmetros básicos de um GMG (grupo moto gerador). Pode ser

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Transdutor DC/DC (isolador galvânico) Revisão II

MANUAL DO USUÁRIO. Transdutor DC/DC (isolador galvânico) Revisão II MANUAL DO USUÁRIO Transdutor DC/DC (isolador galvânico) Índice Capítulo Página Introdução 3 Termo de Garantia 3 Características Técnicas 4 Esquemas de Ligação 6 Saída Analógica 8 Instalação do Produto

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Transdutor de Frequência. Revisão III

MANUAL DO USUÁRIO. Transdutor de Frequência. Revisão III MANUAL DO USUÁRIO Revisão III Índice Capítulo Página Introdução 3 Termo de Garantia 3 Características Técnicas 4 Dimensional do Produto 5 Esquema de Ligação 6 Saída Analógica 7 Instalação do Produto 9

Leia mais

5 Va DISTRIBUIDOR - REPRESENTANTE SELCON SISTEMAS ELETRÔNICOS DE CONTROLE LTDA.

5 Va DISTRIBUIDOR - REPRESENTANTE SELCON SISTEMAS ELETRÔNICOS DE CONTROLE LTDA. PRODUTO: FOLHA TÉCNICA 1/13 1. CERTIFICAÇÕES DA SELCON 2. APLICAÇÃO É utilizado para a conversão do sinal de chama em sinal padronizado de 4-20 ma., objetivando a sinalização dinâmica da situação de chama,

Leia mais

Conversores/Transmissores Os conversores de sinais tem a função de converter sinais elétricos, padronizados ou não-padronizados, em outro sinal padronizado. São montados em caixas ABS norma DIN, próprias

Leia mais

Transmissor de Posição por Efeito Hall

Transmissor de Posição por Efeito Hall Transmissor de Posição por Efeito Hall Descrição O transmissor de posição THP utiliza o sensor de posição de efeito Hall, sem contato físico, que o torna imune as vibrações mecânicas. Este sensor magnético

Leia mais

Indicador Digital Processos MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional. ABB Automação.

Indicador Digital Processos MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional. ABB Automação. Indicador Digital Processos MODO DE USO Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional ABB Automação Hartmann & Braun Dados Técnicos (NRB5180) Entrada - Temperatura: 0 350ºC Sensor

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO DO CONVERSOR CSSM CONVERSOR RS-232/RS-485 PARA FIBRA MONOMODO

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO DO CONVERSOR CSSM CONVERSOR RS-232/RS-485 PARA FIBRA MONOMODO MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO DO CONVERSOR CSSM CONVERSOR RS-232/RS-485 PARA FIBRA MONOMODO Out/14 INTRODUÇÃO O CSSM foi projetado para fornecer a mais versátil conexão possível entre equipamentos assíncronos

Leia mais

LC4200. Manual do Usuário

LC4200. Manual do Usuário LC4200 Manual do Usuário Índice 1. Descrição Geral... 3 2. Aplicações (exemplo)... 3 3. Características Técnicas... 3 4. Dimensões... 4 5. Instalação... 5 6. Esquema de Ligação... 5 7. Calibração... 6

Leia mais

Indicadores Digitais DG48/96

Indicadores Digitais DG48/96 [1] Introdução Os indicadores digitais DG 48 e DG 96 são instrumentos para medição de tensão, corrente, temperatura ou outra variável de processo. A indicação é sempre feita de forma linear. [2] Princípio

Leia mais

RELÉ AMPLIFICADOR RP 200. Manual do usuário Série: J RELÉ AMPLIFICADOR MAN-DE-RP 200 Rev.:

RELÉ AMPLIFICADOR RP 200. Manual do usuário Série: J RELÉ AMPLIFICADOR MAN-DE-RP 200 Rev.: RP 200 Manual do usuário Série: J MAN-DE-RP 200 Rev.: 2.00-08 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso RP 200. Para garantir o uso correto e eficiente do RP 200, leia este manual completo e atentamente

Leia mais

Manual do Usuário. MAIN POWER Módulo Fonte Módulo Disjuntor POR FAVOR, LEIA COM ATENÇÃO ANTES DE USAR O PRODUTO

Manual do Usuário. MAIN POWER Módulo Fonte Módulo Disjuntor POR FAVOR, LEIA COM ATENÇÃO ANTES DE USAR O PRODUTO Manual do Usuário MAIN POWER Módulo Fonte Módulo Disjuntor POR FAVOR, LEIA COM ATENÇÃO ANTES DE USAR O PRODUTO Introdução O seu Módulo Fonte ou Módulo Disjuntor reúnem o que há de mais recente em tecnologia

Leia mais

Transdutor Digital MKM-01

Transdutor Digital MKM-01 [1] Introdução O Transdutor é um instrumento digital microprocessado, para instalação em fundo de painel, que permite a medição de até 33 parâmetros elétricos em sistema de corrente alternada (CA). Para

Leia mais

PRODUTO: FOLHA TÉCNICA 1 /7

PRODUTO: FOLHA TÉCNICA 1 /7 PRODUTO: FOLHA TÉCNICA 1 /7 O sistema de comprovação de estanqueidade é aplicado de modo a possibilitar a identificação da ocorrência de vazamento de combustível através das válvulas de bloqueio automáticas

Leia mais

STU-USB Transmissor de Umidade e Temperatura Microprocessado

STU-USB Transmissor de Umidade e Temperatura Microprocessado STU-USB Transmissor de Umidade e Temperatura Microprocessado MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO V1.0 1 1.0 INDICE 2.0 Apresentação Pag.02 Recursos Pag.02 3.0 Especificações Técnicas Pag.03 4.0 Instalação

Leia mais

Manual do Monitor de Posição Agosto de Manual de Instruções de Operação e Manutenção. Monitor de Posição

Manual do Monitor de Posição Agosto de Manual de Instruções de Operação e Manutenção. Monitor de Posição Manual de Instruções de Operação e Manutenção Monitor de Posição 1. INFORMAÇÕES GERAIS... 3 2. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS... 3 3. DESENHO DIMENSIONAL... 4 4. INSTALAÇÃO... 5 4.1 MONTAGEM EM ATUADOR ROTATIVO...

Leia mais

O relé CHM-SE-I é um detector de presença de chama recomendado para. queimadores a gás de uso industrial ou comercial de baixa potência, com

O relé CHM-SE-I é um detector de presença de chama recomendado para. queimadores a gás de uso industrial ou comercial de baixa potência, com PRODUTO: CHM-SE-I FOLHA TÉCNICA 1/6 1. CERTIFICAÇÕES DA SELCON 2. APLICAÇÃO O relé CHM-SE-I é um detector de presença de chama recomendado para queimadores a gás de uso industrial ou comercial de baixa

Leia mais

PRODUTO: CHM-T-C-P FOLHA TÉCNICA 1/5

PRODUTO: CHM-T-C-P FOLHA TÉCNICA 1/5 PRODUTO: CHM-T-C-P FOLHA TÉCNICA 1/5 APLICAÇÃO O sistema de comprovação de estanqueidade é aplicado de modo a possibilitar a identificação da ocorrência de vazamento de combustível através das válvulas

Leia mais

CONVERSOR CA/CC TRM-250N

CONVERSOR CA/CC TRM-250N TRM-250N Manual do usuário Conversor CA/DC MAN-PT-DE-TRM250N Rev.: 1.00-12 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso TRM-250N. Para garantir o uso correto e eficiente do TRM-250N, leia este manual completo

Leia mais

INSTRUMENTO CONTROLADOR. E.Co. ph ENGLISH

INSTRUMENTO CONTROLADOR. E.Co. ph ENGLISH INSTRUMENTO CONTROLADOR E.Co. ph ENGLISH 1.0 - DIMENSÕES (Fig. 1) 1.1 - PONTOS DE FIXAÇÃO RÁPIDA (Fig. 2) 2 2.0 - CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ALIMENTAÇÃO E CONSUMO Valores Standard Opções PH / Rx CD / CL

Leia mais

CONTROLADOR DE CARGA CTL-100

CONTROLADOR DE CARGA CTL-100 Manual do usuário Série: A MAN-DE- Rev.: 01.01-10 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso. Para garantir o uso correto e eficiente, é imprescindível a leitura completa deste manual para um bom entendimento

Leia mais

MÓDULO DE REDUNDÂNCIA DE FONTE MRF-100

MÓDULO DE REDUNDÂNCIA DE FONTE MRF-100 MÓDULO DE REDUNDÂNCIA DE FONTE Manual do usuário Série: A MÓDULO DE REDUNDÂNCIA DE FONTE MAN-DE- Rev.: 01.00-10 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso MÓDULO DE REDUNDÂNCIA DE FONTE. Para garantir

Leia mais

ELOCK-B100. Imagem Meramente Ilustrativa. Manual de Referência e Instalação

ELOCK-B100. Imagem Meramente Ilustrativa. Manual de Referência e Instalação ELOCK-B100 Imagem Meramente Ilustrativa Manual de Referência e Instalação Características A série das fechaduras Elock-B100 eletromagnéticas oferece soluções de baixo custo e de fácil instalação. Adequado

Leia mais

Manual de Referência e Instalação

Manual de Referência e Instalação ELOCK-B100 Manual de Referência e Instalação Características A série das fechaduras Elock-B100 eletromagnéticas oferece soluções de baixo custo e de fácil instalação. Adequado para várias aplicações. Não

Leia mais

A foto ilustra os modelos das fontes disponíveis.

A foto ilustra os modelos das fontes disponíveis. Descrição do Produto A Série Energy da Altus traz uma solução confiável para um dos pontos mais críticos em uma aplicação industrial: o fornecimento de alimentação para todos os dispositivos do sistema

Leia mais

Sartor Indústria e Comércio LTDA CNPJ / Rua Evaristo de Antoni Nº 1062 Bairro São José CEP: CAXIAS DO SUL RS BRASIL

Sartor Indústria e Comércio LTDA CNPJ / Rua Evaristo de Antoni Nº 1062 Bairro São José CEP: CAXIAS DO SUL RS BRASIL Sartor Indústria e Comércio LTDA CNPJ. 94.277.084/0001-59 Rua Evaristo de Antoni Nº 1062 Bairro São José CEP: 95041-000 CAXIAS DO SUL RS BRASIL KCEi 1KVA A 4 KVA CARO USUÁRIO, Queremos desde já agradece-lo

Leia mais

ABB Automação. Indicador Digital Processos Pt100 e TAP s MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional

ABB Automação. Indicador Digital Processos Pt100 e TAP s MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional Indicador Digital Processos Pt100 e TAP s MODO DE USO Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional ABB Automação Hartmann & Braun Dados Técnicos (NRB5180) Entrada Características

Leia mais

Maio / 00 P S I P M P

Maio / 00 P S I P M P Maio / 00 PSI 301PMP smar www.smar.com.br Especificações e informações estão sujeitas a modificações sem prévia consulta. Informações atualizadas dos endereços estão disponíveis em nosso site. web: www.smar.com/brasil2/faleconosco.asp

Leia mais

STT-EX-F Transmissor de Temperatura Montagem Local - HART

STT-EX-F Transmissor de Temperatura Montagem Local - HART STT-EX-F Transmissor de Temperatura Montagem Local - HART MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO V1.0 1 1.0 INDICE 2.0 APRESENTAÇÃO, 2 RECURSOS, 2 3.0 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS, 3 4.0 INSTALAÇÃO, 4 INFORMATIVO,

Leia mais

Manual Técnico. Transmissor de Nível Hidrostático CT801-LB/S

Manual Técnico. Transmissor de Nível Hidrostático CT801-LB/S CT801-LB/S Manual Técnico SAS au Capital de 2.158.244-444 871 933 R.C.S. Bourges - APE : 2651B Headquarter : 9, rue Isaac Newton - 18000 Bourges - France Manual Técnico CT801-LB/S 1ª Edição Publicada em

Leia mais

Multimedidor Mult-K [1] Introdução Mult-K Foto ilustrativa [2] Princípio de funcionamento [5] Precisão Mult-K

Multimedidor Mult-K [1] Introdução Mult-K Foto ilustrativa [2] Princípio de funcionamento [5] Precisão Mult-K [1] Introdução O Multimedidor Mult-K é um instrumento digital microprocessado, para instalação em porta de painel, que permite a medição de até 44 parâmetros elétricos em sistema de corrente alternada

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO OPERAÇÃO CFL125850

MANUAL DE INSTALAÇÃO OPERAÇÃO CFL125850 MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO DO CFL125850 out/16 INTRODUÇÃO O CFL125850 é um conversor de fibra ótica para interface 10 baset, visando conectar redes através de fibra óptica multimodo com conectores

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO DO CONVERSOR CFR

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO DO CONVERSOR CFR MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO DO CONVERSOR CFR 04/17 CFR CONVERSOR RS 232 DESCRIÇÃO O CFR-ST é um conversor de interface de fibra óptica para interface RS232C visando conectar sistemas onde há necessidade

Leia mais

smar Especificações e informações estão sujeitas a modificações sem prévia consulta.

smar  Especificações e informações estão sujeitas a modificações sem prévia consulta. smar www.smar.com.br Especificações e informações estão sujeitas a modificações sem prévia consulta. Informações atualizadas dos endereços estão disponíveis em nosso site. web: www.smar.com/brasil2/faleconosco.asp

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO. Interface para motor AC (através de I.R. ou contato seco)

MANUAL DE INSTALAÇÃO. Interface para motor AC (através de I.R. ou contato seco) MANUAL DE INSTALAÇÃO Interface para motor AC (através de I.R. ou contato seco) O produto deste manual poderá sofrer alterações sem prévio aviso. Versão: Agosto de 2015 GSA-014! ATENÇÃO: Este produto requer

Leia mais

smar Especificações e informações estão sujeitas a modificações sem prévia consulta.

smar  Especificações e informações estão sujeitas a modificações sem prévia consulta. smar www.smar.com.br Especificações e informações estão sujeitas a modificações sem prévia consulta. Informações atualizadas dos endereços estão disponíveis em nosso site. web: www.smar.com/brasil2/faleconosco.asp

Leia mais

Fonte Bivolt 24 Vdc / 5 A

Fonte Bivolt 24 Vdc / 5 A Descrição do Produto A fonte de alimentação é uma solução para aplicações de uso geral no que se refere a alimentação de controladores programáveis, sensores e comando de quadro elétricos. Tem uma saída

Leia mais

CLC. Manual de Instruções. CHAVE DE NÍVEL Tipo Capacitiva TECNOFLUID

CLC. Manual de Instruções. CHAVE DE NÍVEL Tipo Capacitiva TECNOFLUID Português CLC CHAVE DE NÍVEL Tipo Capacitiva Manual de Instruções Leia este manual atentamente antes de iniciar a operação do seu aparelho. Guarde-o para futuras consultas. Anote o modelo e número de série

Leia mais

TESTE DE LAMPADAS TL-12

TESTE DE LAMPADAS TL-12 TESTE DE LAMPADAS TL-12 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso TESTE DE LAMPADAS TL-12. Para garantir o uso correto e eficiente do TL-12, leia este manual completo e atentamente para entender como

Leia mais

Fonte Full Range Vac/Vdc 24 Vdc/ 3A

Fonte Full Range Vac/Vdc 24 Vdc/ 3A Descrição do Produto A fonte de alimentação é uma solução para aplicações de uso geral no que se refere a alimentação de controladores programáveis, sensores e comando de quadro elétricos. Tem duas saídas

Leia mais

CONVERSOR- DISTRIBUIDOR SCV 700

CONVERSOR- DISTRIBUIDOR SCV 700 CONVERSOR- DISTRIBUIDOR SCV 700 Manual do usuário Série: D MAN-DE-SCV 700 Rev.: 2.00-08 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso Erro! Fonte de referência não encontrada. Para garantir o uso correto

Leia mais

INCB01 GUIA RÁPIDO. Av.Pátria 1171, Porto Alegre RS

INCB01 GUIA RÁPIDO. Av.Pátria 1171, Porto Alegre RS 1 INCB01 GUIA RÁPIDO 2 SUMÁRIO SUMÁRIO... 2 CARACTERÍSTICAS DA CENTRAL... 3 COMPOSIÇÃO... 4 IDENTIFICAÇÃO... 5 DESCRIÇÃO DE CONFIGURAÇÃO... 7 DESCRIÇÃO DE FUNCIONAMENTO... 8 INSTALAÇÃO... 9 CONTATO...

Leia mais

Manual de Operação e Instalação

Manual de Operação e Instalação Manual de Operação e Instalação LC350 Chave de nível condutiva Cod: 073AA-009-122M Rev. C Novembro / 2009 S/A. Rua João Serrano, 250 Bairro do Limão São Paulo SP CEP 02551-060 Fone: (11) 3488-8999 FAX:

Leia mais

Posicionador inteligente

Posicionador inteligente Posicionador inteligente Construção O GEMÜ 1 µpos é um posicionador eletropneumático digital para controlar válvulas de processo. Concebido para aplicações simples, seguras e rápidas para válvulas com

Leia mais

MANUAL TRANSMISSOR DE NÍVEL POR ULTRASOM LEVECH

MANUAL TRANSMISSOR DE NÍVEL POR ULTRASOM LEVECH MANUAL TRANSMISSOR DE NÍVEL POR ULTRASOM LEVECH Versão 1.01 Infinium Automação Industrial Ltda Telefone: (45) 3038-3239 Site: email: contato@infiniumautomacao.com.br 1. APRESENTAÇÃO O transmissor de nível

Leia mais

Validador de Cédulas ST2-LC MANUAL DE USO. Leia este manual antes do uso do equipamento.

Validador de Cédulas ST2-LC MANUAL DE USO. Leia este manual antes do uso do equipamento. Validador de Cédulas ST2-LC MANUAL DE USO Leia este manual antes do uso do equipamento. Introdução: Este manual descreve a operação e os serviços básicos do Validador de Cédulas Matic ST2-LC. Tem por objetivo

Leia mais

Balança de cilindro de gás Modelo GCS-1

Balança de cilindro de gás Modelo GCS-1 Medição eletrônica de pressão Balança de cilindro de gás Modelo GCS-1 WIKA folha de dados PE 87.19 Aplicações Medição de nível de gases em gabinetes de gás e sistemas de distribuição de gás Medição de

Leia mais

Balança de cilindro de gás Modelo GCS-1

Balança de cilindro de gás Modelo GCS-1 Medição eletrônica de pressão Balança de cilindro de gás Modelo GCS-1 WIKA folha de dados PE 87.19 Aplicações Medição de nível de gases em gabinetes de gás e sistemas de distribuição de gás Medição de

Leia mais

Manual de operação. Fonte de alimentação MT 0 300V 0 1A

Manual de operação. Fonte de alimentação MT 0 300V 0 1A Manual de operação Fonte de alimentação MT 0 300V 0 1A 1 Fonte de alimentação de tensão C.C. MT CUIDADO! ESTA FONTE DE ALIMENTAÇÃO PODE CAUSAR A MORTE MESMO ESTANDO DESLIGADA! LEIA ESTAS INSTRUÇÕES ATÉ

Leia mais

Indicador Digital FICHA TÉCNICA - N0017. Características. Aplicação. Dados Técnicos (NBR 5180) Descrição

Indicador Digital FICHA TÉCNICA - N0017. Características. Aplicação. Dados Técnicos (NBR 5180) Descrição Página 1/7 Características Processo de medição por rampa dupla Indicação automática de polaridade (+ ou -) Indicação de sobrecampo para 3 ½ dígitos (±1) Indicação de sobrecampo para 4 ½ dígitos (0000 piscando)

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA FONTE DE ALIMENTAÇÃO MODELO PS-4000

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA FONTE DE ALIMENTAÇÃO MODELO PS-4000 MANUAL DE INSTRUÇÕES DA FONTE DE ALIMENTAÇÃO MODELO PS-4000 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso da fonte ÍNDICE 1. Introdução... 01 2. Especificações... 02 2.1.

Leia mais

CCL-20 I CCL-20 R CCL-10 a 40

CCL-20 I CCL-20 R CCL-10 a 40 Português CCL-20 I CCL-20 R CCL-10 a 40 UNIDADE REMOTA ELETRÔNICA Manual de Instruções Leia este manual atentamente antes de iniciar a operação do seu aparelho. Guarde-o para futuras consultas. Anote o

Leia mais

Indicador Analógico EW96 / EW144 EV96 / EV144

Indicador Analógico EW96 / EW144 EV96 / EV144 [1] Introdução Os indicadores analógicos de potência modelo EW (potência ativa - watts) ou EV (potência reativa vars) tem por finalidade a medição da potência de um determinado circuito com forma de onda

Leia mais

Controlador de Potência para TRIAC (Dimmer Pulsado) PTR 220-1R Cód

Controlador de Potência para TRIAC (Dimmer Pulsado) PTR 220-1R Cód MANUAL DE OPERAÇÃO Controlador de Potência para TRIAC (Dimmer Pulsado) PTR 0-1R Cód. 90.501.0051 Modelos: 0VAC e 17VAC 40-000-0160 Rev. A setembro 009. ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO:... 3. INSTALAÇÃO EM PAINEL:...

Leia mais

ABB Automação. Indicador Digital RMS MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Configuração do Digital RMS Dimensional

ABB Automação. Indicador Digital RMS MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Configuração do Digital RMS Dimensional Indicador Digital RMS MODO DE USO Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Configuração do Digital RMS Dimensional ABB Automação Hartmann & Braun Dados Técnicos (NRB5180) Entrada Tensão:

Leia mais

Medidor Trifásico SDM630D

Medidor Trifásico SDM630D Medidor Trifásico SDM630D MANUAL DO USUÁRIO Conteúdo 1 INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA... 3 1.1 PESSOAL QUALIFICADO... 3 1.2 FINALIDADE... 4 1.3 MANUSEIO... 4 2 INTRODUÇÃO... 5 2.1 ESPEFICICAÇÕES... 5 3 DIMENSÕES...

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO E FUNCIONAMENTO

MANUAL DE OPERAÇÃO E FUNCIONAMENTO BARREIRA INFRAVERMELHO FEIXE ÚNICO D50-1 MANUAL DE OPERAÇÃO E FUNCIONAMENTO DECIBEL DESCRIÇÃO: A barreira I.V.A. feixe único D50-1 é recomendada em automações de portões, ao ser interrompida abre ou fecha

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO. RS 485 / I.R. para RF (R433)

MANUAL DE INSTALAÇÃO. RS 485 / I.R. para RF (R433) MANUAL DE INSTALAÇÃO RS 485 / I.R. para RF (R433) O produto deste manual poderá sofrer alterações sem prévio aviso. Versão:Agosto de 2014 GSA-016! ATENÇÃO: Este produto requer conhecimento técnico para

Leia mais

CARBAT Carregador de Bateria CARBAT Safesoft Ltda. Ver Safesoft Ind. E Com. De Equip. Eletrônicos

CARBAT Carregador de Bateria CARBAT Safesoft Ltda. Ver Safesoft Ind. E Com. De Equip. Eletrônicos .. CARBAT- 0661 Carregador de Bateria CARBAT-0661 Safesoft Ind. E Com. De Equip. Eletrônicos Avenida dos Pinheirais, 999 Araucária - PR CEP: 83705-570 Tel: (41) 3031-8800 / 3031-8801 / 3031-8813 Cel: (41)

Leia mais

Controlador de Potência para TRIAC (Dimmer Pulsado) PTR 220-3R Cód

Controlador de Potência para TRIAC (Dimmer Pulsado) PTR 220-3R Cód MANUAL DE OPERAÇÃO Controlador de Potência para TRIAC (Dimmer Pulsado) PTR 0-3R Cód. 90.501.0050 Modelos: 0VAC e 17VAC 40-000-0165 Rev. A setembro 009. ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO:... 3. INSTALAÇÃO EM PAINEL:...

Leia mais

Derivador e terminação para rede RS485

Derivador e terminação para rede RS485 Descrição do Produto O derivador/terminador é um módulo integrante da Série Ponto de controladores programáveis. Sua função é facilitar a instalação de diversas UCPs da Série Piccolo e Ponto com interface

Leia mais

Monitor LCD 15. Modelo: MD LCD 15 DIEBOLD

Monitor LCD 15. Modelo: MD LCD 15 DIEBOLD Monitor LCD 15 Modelo: MD LCD 15 DIEBOLD Informações de Segurança Não abra o monitor: - Nenhuma peça pode ser manuseada pelo usuário. - Há voltagens perigosas, até mesmo quando estiver desligado. - Se

Leia mais

Unidade Remota CANopen RUW-06. Guia de Instalação, Configuração e Operação. Idioma: Português. Documento: / 00

Unidade Remota CANopen RUW-06. Guia de Instalação, Configuração e Operação. Idioma: Português. Documento: / 00 Motors Automation Energy Transmission & Distribution Coatings Unidade Remota CANopen RUW-06 Guia de Instalação, Configuração e Operação Idioma: Português Documento: 10002133182 / 00 ÍNDICE 1 INSTRUÇÕES

Leia mais

Princípio de funcionamento Aplicações Características elétricas Características mecânicas Entrada de tensão (medição)

Princípio de funcionamento Aplicações Características elétricas Características mecânicas Entrada de tensão (medição) 1 ANO DE GARANTIA Apresentação Os transdutores analógicos de potência têm por nalidade converter a potência ativa e/ou reativa de um sistema em um sinal contínuo (de tensão ou corrente) e isolado galvanicamente

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA PONTA PARA ALTA TENSÃO KV-40

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA PONTA PARA ALTA TENSÃO KV-40 MANUAL DE INSTRUÇÕES DA PONTA PARA ALTA TENSÃO KV-40 dezembro 2008 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso da ponta 1. INTRODUÇÃO O KV-40 é uma ponta de prova para alta

Leia mais

Módulo 16 ED 125 Vdc Opto

Módulo 16 ED 125 Vdc Opto Descrição do Produto O módulo, integrante da Série Ponto, possui 16 pontos de entrada digital para tensão de 125 Vdc. O módulos é de lógica positiva (tipo sink ) e destina-se ao uso com sensores tipo 1

Leia mais

Manual de instalação DVIP 1000

Manual de instalação DVIP 1000 Manual de instalação DVIP 1000 DVIP 1000 Distribuidor de Vídeo IP Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e a segurança Intelbras. Os produtos do sistema de vídeo IP foram desenvolvidos

Leia mais

VOLT-AMPERÍMETRO GAUSS VA 600. Manual do Usuário.

VOLT-AMPERÍMETRO GAUSS VA 600. Manual do Usuário. VOLT-AMPERÍMETRO GAUSS VA 600 Manual do Usuário www.gauss.ind.br Caro Cliente, Parabéns por adquirir um produto GAUSS! O volt-amperímetro VA600 foi desenvolvido dentro dos mais exigentes padrões de qualidade

Leia mais

EFA110F30-A-00. Histórico N. Doc. Revisão Data Descrição Aprovado A 04/06/08 Inicial. Industria Eletro Eletrônica.

EFA110F30-A-00. Histórico N. Doc. Revisão Data Descrição Aprovado A 04/06/08 Inicial. Industria Eletro Eletrônica. Histórico N. Doc. Revisão Data Descrição Aprovado 608004 A 04/06/08 Inicial Executado: João Faria N. da cópia: Página 1 de 6 SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 2- ESPECIFICAÇÕES DE ENTRADA 2.1- Tensão de entrada 2.2-

Leia mais

RELÉ DE ESTADO SÓLIDO SSR1

RELÉ DE ESTADO SÓLIDO SSR1 SSR1 Manual do usuário MAN-PT-DE-SSR1-01.00_15 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso SSR1. Para garantir o uso correto e eficiente do SSR1, leia este manual completo e atentamente para entender

Leia mais

Guia de Instalação. SA33 Dispositivo de Controle de Acesso. Versão 1.0

Guia de Instalação. SA33 Dispositivo de Controle de Acesso. Versão 1.0 Guia de Instalação SA33 Dispositivo de Controle de Acesso Versão 1.0 1 Sumário 1 Apresentação do Produto... 3 1.1 Descrição... 3 1.2 Itens que acompanha o produto... 3 2 Especificações... 4 2.1 Especificações

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO CAIXA DE CALIBRAÇÃO E AFERIÇÃO DE RELÉS CCR-100

MANUAL DE OPERAÇÃO CAIXA DE CALIBRAÇÃO E AFERIÇÃO DE RELÉS CCR-100 MANUAL DE OPERAÇÃO CAIXA DE CALIBRAÇÃO E AFERIÇÃO DE RELÉS INSTRUTEMP Instrumentos de Medição Ltda Rua Fernandes Vieira, 156 Belenzinho - São Paulo - SP CEP.: 03059-023 Fone : 11 3488-0200 ESPECIFICAÇÃO

Leia mais

Manual de Instruções Auxiliar Para Troca de Baterias 12V.

Manual de Instruções Auxiliar Para Troca de Baterias 12V. Manual de Instruções Auxiliar Para Troca de Baterias 12V. A&C Automação e Controle Rua: Itápolis nº 84 SBC SP CEP:09615-040 Tel.: (11) 4368-4202 SAC: (11) 4368-5958 E-mail: sac@aecautomacao.com.br www.aecautomacao.com.br

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES CENTRAL DE ILUMINAÇÃO DE EMERGÊNCIA ÁTRIA 1000W/24V

MANUAL DE INSTRUÇÕES CENTRAL DE ILUMINAÇÃO DE EMERGÊNCIA ÁTRIA 1000W/24V MANUAL DE INSTRUÇÕES CENTRAL DE ILUMINAÇÃO DE EMERGÊNCIA ÁTRIA 000W/24V 403.00 403.00 REV. 00 Índice Pág. Apresentação 4 2 Introdução 5 3 Características Técnicas 5 4 5 6 7 8 Painel Frontal 6 Dimensional

Leia mais

ENTRAN INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS LTDA. GBT Manual do Usuário

ENTRAN INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS LTDA. GBT Manual do Usuário ENTRAN INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS LTDA. GBT2500 - Manual do Usuário ATENÇÃO Ler o manual antes de usar o aparelho. Este manual não substitui a norma vigente para o ensaio. Antes de

Leia mais

Notas de Aplicação. Recomendações Técnicas para instalação de CLP s. HI Tecnologia. Documento de acesso público

Notas de Aplicação. Recomendações Técnicas para instalação de CLP s. HI Tecnologia. Documento de acesso público Notas de Aplicação Recomendações Técnicas para instalação de CLP s HI Tecnologia Documento de acesso público ENA.0021 Versão 1.01 novembro-2013 HI Tecnologia Recomendações Técnicas para instalação de CLP

Leia mais

CONVERSOR SOMADOR DE SINAIS XS-110

CONVERSOR SOMADOR DE SINAIS XS-110 CONVERSOR SOMADOR DE SINAIS XS-110 Conversor Somador de Sinais Manual do usuário MAN-PT-DE-XS110-01.02_13 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso CONVERSOR SOMADOR DE SINAIS XS-110. Para garantir

Leia mais

Indicador Digital TM-2000/AN. Manual de usuário Série: E Indicador Digital MAN-DE-TM2000AN Rev.: 02.00/08

Indicador Digital TM-2000/AN. Manual de usuário Série: E Indicador Digital MAN-DE-TM2000AN Rev.: 02.00/08 Indicador Digital TM-2000/AN Manual de usuário Série: E Indicador Digital MAN-DE-TM2000AN Rev.: 02.00/08 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso Indicador Digital TM200/ANX. Para garantir o uso correto

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 01 V E L K I F A C I L I T A O S E U T R A B A L H O ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS VKL-214 Sonda de Nível Tipo Hidrostático DESCRIÇÃO PRINCIPAIS APLICAÇÕES A Sonda de Nível Tipo Hidrostático foi projetada para

Leia mais

2. APLICAÇÃO Ignição por centelhamento elétrico para queimadores a gás.

2. APLICAÇÃO Ignição por centelhamento elétrico para queimadores a gás. PRODUTO: ACS-TE-21-C3 FOLHA TÉCNICA 1/5 1. CERTIFICAÇÕES DA SELCON 2. APLICAÇÃO Ignição por centelhamento elétrico para queimadores a gás. IMPORTANTE: Este transformador de ignição está sendo substituído

Leia mais

Consensum Indústria e Comércio Ltda e Manual de Instruções. Medidor de Vácuo.

Consensum Indústria e Comércio Ltda  e  Manual de Instruções. Medidor de Vácuo. Consensum Indústria e Comércio Ltda http://www.sensum.net e http://www.consensum.net Caixa Postal 28 Fone: (12) 3152 4439 Av. Oswaldo Aranha, 1890 Fax: (12) 3152 6413 12606-001 Lorena SP CNPJ: 67 097 329

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA FONTE DIGITAL DUPLA MODELO PS-6000

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA FONTE DIGITAL DUPLA MODELO PS-6000 MANUAL DE INSTRUÇÕES DA FONTE DIGITAL DUPLA MODELO PS-6000 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso da fonte ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. ESPECIFICAÇÕES... 2 2.1. Gerais...

Leia mais

ARC 600 & 1200 LÂMPADA LED PARA ÁREAS CLASSIFICADAS

ARC 600 & 1200 LÂMPADA LED PARA ÁREAS CLASSIFICADAS ARC 600 & 1200 LÂMPADA LED PARA ÁREAS CLASSIFICADAS Autor: Barel AS Rev 8 Data: 14/01/2016 Barel AS 9917 Kirkenes Noruega www.barel.no ÍNDICE: 1 APLICAÇÕES... 2 2 APROVAÇÕES... 2 3 DADOS TÉCNICOS... 3

Leia mais

Transdutor de pressão OEM Com alta exatidão Modelos TIS-20, TIS-21

Transdutor de pressão OEM Com alta exatidão Modelos TIS-20, TIS-21 Medição eletrônica de pressão Transdutor de pressão OEM Com alta exatidão Modelos TIS-20, TIS-21 WIKA folha de dados PE 81.68 Aplicações Base para: Projetos de integração de sensor com altas demandas de

Leia mais

Leitor LE230 VERSÃO DO MANUAL

Leitor LE230 VERSÃO DO MANUAL Leitor LE230 VERSÃO DO MANUAL 1.2 de 18/11/2013 8748 Sumário 1. Apresentação... 3 2. Itens que Acompanham... 3 3. Especificações Técnicas... 3 4. Características Gerais... 4 5. Visão geral do Equipamento...

Leia mais

Amplificador Eletrônico pq 11

Amplificador Eletrônico pq 11 Amplificador Eletrônico pq 11 Controla um solenóide proporcional Instalado diretamente sobre a válvula Opera com sinais teóricos de tensão ou corrente Admite operação de CLP Circuitos compensadores de

Leia mais

CSI 9330 Transmissor de Vibração

CSI 9330 Transmissor de Vibração O-9330-121707 C 9330 Transmissor de Vibração Monitoramento contínuo de máquinas críticas em aplicações de processo e outros ambientes industriais Fácil interface com sistemas existentes de monitoramento,

Leia mais

TERMINADOR ATIVO PROFIBUS-DP

TERMINADOR ATIVO PROFIBUS-DP MANUAL DO USUÁRIO TERMINADOR ATIVO PROFIBUS-DP AT303 A T 3 0 3 M P smar www.smar.com.br Especificações e informações estão sujeitas a modificações sem prévia consulta. Informações atualizadas dos endereços

Leia mais

CARREGADOR DE BATERIAS DIGITAL 50 AMPÉRES MODELO: KA-067

CARREGADOR DE BATERIAS DIGITAL 50 AMPÉRES MODELO: KA-067 MANUAL DE INSTRUÇÕES CARREGADOR DE BATERIAS DIGITAL 50 AMPÉRES MODELO: KA-067 INTRODUÇÃO: O equipamento KA-067, foi desenvolvido com a finalidade de recarregar baterias automotivas de até 50 Amperes com

Leia mais

IO1000. Designação do tipo. Módulo I/O. Descrição do produto TRADUÇÃO DE INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO ORIGINAIS

IO1000. Designação do tipo. Módulo I/O. Descrição do produto TRADUÇÃO DE INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO ORIGINAIS TRADUÇÃO DE INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO ORIGINAIS IO1000 Designação do tipo Descrição do produto Módulo I/O Nº do catálogo a partir da versão do software Nº do documento 560-310 Módulo I/O 1.11 jiqc10pt1-c

Leia mais