Reino Animalia 0 (Metazoa)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Reino Animalia 0 (Metazoa)"

Transcrição

1 Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Chordata (Parte II) Natália A. Paludetto

2 Chordata Triblásticos, celomados, deuterostômios e possuem simetria bilateral; Possuem notocorda, tubo nervoso, fendas branquiais e cauda em pelo menos um fase da vida!!

3 Amphibia Pele úmida, com glândulas mucosas e sem escamas propensos à dessecação. Pele e reprodução fazem com que dependam da água! Divididos em três classes: Apoda cobras-cegas, Anura sapos,rãs e pererecas, Caudata salamandras.

4 Sistema Digestório Amphibia Principais características Completo. Boca (sem dentes) cloaca. Engolem o alimento inteiro com auxílio de língua protrátil e pegajosa. Alimentam-se de peixes, insetos, moluscos, aracnídeos, anelídeos... A cobracega é canibal. Circulatório Dupla e incompleta coração com 3 cavidades (2 átrios e 1 ventrículo) recebe sangue dos pulmões e do corpo no ventrículo (misturando sangue arterial e venoso) e o envia para os tecidos e pulmões.

5

6 Amphibia Sistema Respiratório Excretor Principais características Branquial nas larvas. Cutânea e pulmonar nos adultos, sendo que as salamandras podem permanecer com respiração braquial por toda a vida. Rins mesonefros ureteres bexiga cloaca! Larvas excretam amônia e adultos, ureia.

7 Amphibia Sistema Nervoso/sensorial Locomotor Principais características Encéfalo partem 10 pares de nervos e medula. Órgãos sensoriais: olhos, tato em toda sua superfície, olfato (narinas e órgãos de Jacobson teto da cavidade nasal), botões gustativos. Glândula paratoide produz veneno. Larvas apresentam linha lateral, assim como os peixes. São heterotérmicos. Anuros saltadores; Salamandras caminham; Cobras-cegas rastejam. Na água possuem membranas interdigitais e, na fase larval usam também a cauda para se movimentar. Há pererecas que possuem ventosas.

8

9 Amphibia Sistema Reprodutor Principais características Dioicos, maioria com desenvolvimento indireto (larva girino). Ovos sem casca necessitando de ambiente aquático. Nos anuros, apesar de haver cópula (amplexo) maioria possui fecundação externa. Salamandras e cobras-cegas possuem fecundação interna.

10 Reptilia Ovo com casca*** Saco vitelínico, bolsa amniótica e alantoide permitiram o desenvolvimento fora da água; Pele seca, Placas córneas jacarés, Escamas serpentes.

11 Reptilia Ordem Chelonia tartarugas, cágados e jabutis. Revestidos por escudos e plastrões.

12 Reptilia Ordem Crocodilia crocodilos e jacarés Revestidos por placas córneas. Coração com 4 câmaras.

13 Reptilia Ordem Squamata serpentes e lagartos. Revestidos por escamas córneas. Membros atrofiados nas serpentes.

14 Reptilia Ordem Rhynchocephalia tuataras. Revestidos por escamas córneas.

15 Sistema Digestório Reptilia Principais características Completo. Serpentes podem desarticular mandíbula e dilatar estômago para que possam consumir presas maiores que sua cabeça. Circulatório Dupla e incompleta coração com 4 cavidades (2 átrios e 2 ventrículos que não se separam completamente) - sangue arterial e venoso se misturam.

16

17 Reptilia Sistema Respiratório Excretor Principais características Pulmonar. Rins metanefros ureteres bexiga (pode ser ausente) cloaca! Excretam ácido úrico.

18 Reptilia Sistema Nervoso/sensorial Locomotor Principais características Encéfalo partem 12 pares de nervos e medula. Órgãos sensoriais: narinas com epitélio olfativo, órgãos de Jacobson teto da cavidade nasal, fossetas loreais (calor), orelha média e tímpano (exceto serpentes), olhos com membrana nictitante e pálpebra (exceto serpentes), glândulas lacrimais. Camaleões possuem células que mudam sua coloração. Heterotérmicos. Aquáticos nadadeiras/contrações da musculatura; terrestres pernas contendo garras e até ventosas. Serpentes terrestres e lagartos apodos contrações musculares.

19 Reptilia Sistema Reprodutor Principais características Dioicos, fecundação interna e desenvolvimento direto. Maioria ovípara, mas há também ovovivíparas. Cópula com hemipênis.

20

21 Aves Penas (queratina) Proteção, reprodução, equilíbrio e aerodinâmica; Esqueleto adaptado ao voo ossos pneumáticos; Sacos aéreos; Asas e bico córneo, Escamas epidérmicas nos pés; Glândula uropigial.

22

23

24 Sistema Digestório Aves Principais características Completo. Bico esôgafo papo proventrículo moela intestino cloaca. Circulatório Completa coração com 4 cavidades (2 átrios e 2 ventrículos) - sangue arterial e venoso NÃO se misturam.

25 Aves Sistema Respiratório Excretor Principais características Pulmonar. Dois pulmões (sem alvéolos). Siringe na traqueia de aves canoras. Rins metanefros ureteres bexiga (maioria ausente) cloaca! Excretam ácido úrico.

26 Aves Sistema Nervoso/sensorial Locomotor Principais características Encéfalo partem 12 pares de nervos cranianos e medula. Cerebelo dá equilíbrio. Órgãos sensoriais: olhos (profundidade e cores); audição desenvolvida; Homeotérmicos***. Voo; caminhar, correr, nadar.

27 Aves Sistema Reprodutor Principais características Finaliza-se na cloaca, poucas espécies tem pênis. Dioicos, fecundação interna e desenvolvimento direto. Ovíparos.

Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Chordata. Natália A. Paludetto

Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Chordata. Natália A. Paludetto Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Chordata Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com http://proenem.sites.ufms.br/ Reino Animalia Filos: 1) Porifera; 2) Cnidaria; 3) Platyhelminthes; 4) Nematoda;

Leia mais

CORDADOS P R O F. M A R I S T E L A F I S C H E R L U C E N A 2 ª S É R I E D O E N S I N O M É D I O

CORDADOS P R O F. M A R I S T E L A F I S C H E R L U C E N A 2 ª S É R I E D O E N S I N O M É D I O CORDADOS P R O F. M A R I S T E L A F I S C H E R L U C E N A 2 ª S É R I E D O E N S I N O M É D I O CORDADOS - CARACTERÍSTICAS GERAIS E DIVISÃO Cordados dividem-se em: PROTOCORDADOS: Destituidos de coluna

Leia mais

Primeiros vertebrados capazes de viver em terra. Graças ao fortalecimento da coluna vertebral; desenvolvimento de ossos e músculos das pernas.

Primeiros vertebrados capazes de viver em terra. Graças ao fortalecimento da coluna vertebral; desenvolvimento de ossos e músculos das pernas. ANFÍBIOS QUEM SÃO? INTRODUÇÃO Primeiros vertebrados capazes de viver em terra. Graças ao fortalecimento da coluna vertebral; desenvolvimento de ossos e músculos das pernas. Pernas sustentam e deslocam

Leia mais

Primeiros vertebrados capazes de viver em terra. Graças ao fortalecimento da coluna vertebral; desenvolvimento de ossos e músculos das pernas.

Primeiros vertebrados capazes de viver em terra. Graças ao fortalecimento da coluna vertebral; desenvolvimento de ossos e músculos das pernas. ANFÍBIOS QUEM SÃO? INTRODUÇÃO Primeiros vertebrados capazes de viver em terra. Graças ao fortalecimento da coluna vertebral; desenvolvimento de ossos e músculos das pernas. Pernas sustentam e deslocam

Leia mais

Revisão de Ciências 3 Trimestre 7 anos. Prof. José Roberto

Revisão de Ciências 3 Trimestre 7 anos. Prof. José Roberto Revisão de Ciências 3 Trimestre 7 anos Prof. José Roberto VERTEBRADOS CARACTERÍSTICAS GERAIS Animais vertebrados são todos aqueles que possuem como caracteristica principal, uma coluna vertebral. Animais

Leia mais

CLASSE REPTILIA SISTEMA TEGUMENTAR. Quem são eles??? Reptare=rastejar 14/02/2014 PRIMEIROS RÉPTEIS SURGIRAM HÁ: FILO CHORDATA

CLASSE REPTILIA SISTEMA TEGUMENTAR. Quem são eles??? Reptare=rastejar 14/02/2014 PRIMEIROS RÉPTEIS SURGIRAM HÁ: FILO CHORDATA FILO CHORDATA SUBFILOS: UROCHORDATA CLASSE REPTILIA CEPHALOCHORDATA VERTEBRATA CYCLOSTOMATA P. CARTILAGINOSOS P. ÓSSEOS AMPHIBIA REPTILIA AVES MAMMALIA PRIMEIROS RÉPTEIS SURGIRAM HÁ: 300 MILHÕES DE ANOS

Leia mais

REVISÃO DO FILO DOS CORDADOS. Biologia Professora: Maria Lucia Fensterseifer

REVISÃO DO FILO DOS CORDADOS. Biologia Professora: Maria Lucia Fensterseifer REVISÃO DO FILO DOS CORDADOS Biologia Professora: Maria Lucia Fensterseifer PROTOCORDADOS NOTOCORDA TUBO NERVOSO DORSAL FENDAS FARÍNGEAS ASCÍDIA = UROCORDADO (NOTOCORDA NA CAUDA DA FASE LARVAL) ANFIOXO

Leia mais

Cordados I. Peixes, Anfíbios e Répteis. Cursinho Popular de Ensino Pré-Vestibular TRIU Pela popularização da universidade pública

Cordados I. Peixes, Anfíbios e Répteis. Cursinho Popular de Ensino Pré-Vestibular TRIU Pela popularização da universidade pública Cursinho Popular de Ensino Pré-Vestibular TRIU Pela popularização da universidade pública Cordados I Peixes, Anfíbios e Répteis Prof. Rafael Rosolen T. Zafred Revisão Peixes ; Anfíbios; Répteis; Aves;

Leia mais

Anfíbios Fisiologia Exercícios Curiosidades CLASSE AMPHIBIA. Biologia. C4 H14, 15, 16 Professor João

Anfíbios Fisiologia Exercícios Curiosidades CLASSE AMPHIBIA. Biologia. C4 H14, 15, 16 Professor João CLASSE AMPHIBIA Biologia C4 H14, 15, 16 Professor João Características gerais Classificação Características gerais Anfíbio = anfi + bio Dupla vida (desenvolvimento indireto: fase larval aquática e adulto

Leia mais

PEIXES, ANFÍBIOS E RÉPTEIS

PEIXES, ANFÍBIOS E RÉPTEIS PEIXES, ANFÍBIOS E RÉPTEIS Prof. Biól. Ms. Leila Lucia Fritz Porto Alegre, Agosto de 2017. PEIXES Corpo Esqueleto interno com uma coluna vertebral esqueleto formado por ossos classe dos osteíctes. Exemplo:

Leia mais

EUCORDADOS (Vertebrados): possuem coluna vertebral e têm crânio com encéfalo.

EUCORDADOS (Vertebrados): possuem coluna vertebral e têm crânio com encéfalo. Cordados compreende animais adaptados para a vida aquática e terrestre. Dividem-se em: PROTOCORDADOS: destituídos de coluna vertebral e de caixa craniana EUCORDADOS (Vertebrados): possuem coluna vertebral

Leia mais

FILO CORDADOS. *Providos de nortocorda pelo menos na fase embrionária. *providos de fendas branquiais faringeanas pelo menos na fase embrionária.

FILO CORDADOS. *Providos de nortocorda pelo menos na fase embrionária. *providos de fendas branquiais faringeanas pelo menos na fase embrionária. FILO CORDADOS *Providos de nortocorda pelo menos na fase embrionária. *providos de fendas branquiais faringeanas pelo menos na fase embrionária. *Providos de tubo nervoso dorsal. SUB-FILO PROTOCORDADOS

Leia mais

Filo extremamente diversificado quanto ao tamanho e ao aspecto geral de seus representantes O agrupamento baseia-se no desenvolvimento embrionário,

Filo extremamente diversificado quanto ao tamanho e ao aspecto geral de seus representantes O agrupamento baseia-se no desenvolvimento embrionário, Filo extremamente diversificado quanto ao tamanho e ao aspecto geral de seus representantes O agrupamento baseia-se no desenvolvimento embrionário, principalmente, na nêurula, quando é possível identificar

Leia mais

FILO CHORDATA. Cordados

FILO CHORDATA. Cordados FILO CHORDATA Cordados Cordados Notocorda Triblásticos Deuterostômios Simetria Bilateral Epineuro Celomados 2 Características presentes em todos os cordados: Notocorda; Fendas na faringe; Tubo nervoso

Leia mais

Os répteis, assim como os peixes e os anfíbios, são animais pecilotérmicos: a temperatura do corpo varia de acordo com a temperatura do ambiente.

Os répteis, assim como os peixes e os anfíbios, são animais pecilotérmicos: a temperatura do corpo varia de acordo com a temperatura do ambiente. Répteis Prof. lucasmarqui Os répteis (do latim reptare, 'rastejar') abrangem cerca de 7 mil espécies conhecidas. Eles surgiram há cerca de 300 milhões de anos, tendo provavelmente evoluído de certos anfíbios.

Leia mais

Professora Leonilda Brandão da Silva

Professora Leonilda Brandão da Silva COLÉGIO ESTADUAL HELENA KOLODY E.M.P. TERRA BOA - PARANÁ Pág. 197 Professora Leonilda Brandão da Silva E-mail: leonildabrandaosilva@gmail.com http://professoraleonilda.wordpress.com/ PROBLEMATIZAÇÃO Conhece

Leia mais

RÉPTEIS. Adaptados para ambientes secos

RÉPTEIS. Adaptados para ambientes secos RÉPTEIS Adaptados para ambientes secos Os répteis, possuem maior independência da água no ambiente pois apresentam: pele impermeável, Excreção de ácido úrico fecundação interna, ovos amnióticos com casca

Leia mais

Revestimento corporal

Revestimento corporal Répteis Répteis Os répteis (do latim reptare, 'rastejar') abrangem cerca de 7 mil espécies conhecidas. Eles surgiram há cerca de 300 milhões de anos, tendo provavelmente evoluído de certos anfíbios. Foram

Leia mais

Filo Chordada (Cordados) Vitor Leite

Filo Chordada (Cordados) Vitor Leite Filo Chordada (Cordados) Vitor Leite Filo Chordata (Cordados) Características gerais: -Triblásticos, celomados, deuterostômios, apresentam metameria (evidente na fase embrionária); Características Exclusivas:

Leia mais

Tetrápodes e a Conquista do Ambiente Terrestre

Tetrápodes e a Conquista do Ambiente Terrestre Tetrápodes e a Conquista do Ambiente Terrestre Formação dos Elementos de Apoio Conquista da Terra A transição da água para a terra é talvez o evento mais dramático da evolução animal. Podemos perceber

Leia mais

Herpetologia Estudo dos répteis. Prof. Pablo Paim Biologia

Herpetologia Estudo dos répteis. Prof. Pablo Paim Biologia Herpetologia Estudo dos répteis Prof. Pablo Paim Biologia Atualmente segundo a SBH são descritas para o Brasil 1026 espécies de anfíbios e 760 espécies de répteis. Anfíbios 988 Anuros; 1 Caudata; 33 Gymnophionas

Leia mais

AVES PROF. MARCELO MIRANDA

AVES PROF. MARCELO MIRANDA AVES Características gerais: - penas, membros anteriores modificados em asas, homeotermia(endotermia). Penas: estruturas que revestem e isolam termicamente o corpo, permitindo a manutenção da temperatura.

Leia mais

MAMÍFEROS. 15 Sistema Poliedro de Ensino Professora Giselle Cherutti

MAMÍFEROS. 15 Sistema Poliedro de Ensino Professora Giselle Cherutti MAMÍFEROS Capítulo 15 Sistema Poliedro de Ensino Professora Giselle Cherutti CARACTERÍSTICAS GERAIS DOS MAMÍFEROS Aquáticos: Habitat: Mamíferos podem ser terrestres: Único mamífero que voa: Pelos Estratificada

Leia mais

O início da conquista do ambiente terrestre

O início da conquista do ambiente terrestre ANFÍBIOS Anfíbios Os anfíbios não são encontrados no ambiente marinho, apenas na água doce e em ambiente terrestre. O nome do grupo, anfíbios (do grego, amphi - dos dois lados + bios = vida), foi dado

Leia mais

Professor Bruno Cacique

Professor Bruno Cacique FILO CORDADOS Professor Bruno Cacique CARACTERÍSTICAS GERAIS Triblásticos, Celomados, Deuterostômios com Simetria Bilateral. Presença da Notocorda; Fendas faringianas; Tubo nervoso dorsal. CARACTERÍSTICAS

Leia mais

AS AVES. Sabiá laranjeira (Turdus rufiventris) Ave símbolo do Brasil Capítulo 6 Sistema Poliedro de Ensino Professora Vanessa Rodrigues Granovski

AS AVES. Sabiá laranjeira (Turdus rufiventris) Ave símbolo do Brasil Capítulo 6 Sistema Poliedro de Ensino Professora Vanessa Rodrigues Granovski AS AVES Sabiá laranjeira (Turdus rufiventris) Ave símbolo do Brasil Capítulo 6 Sistema Poliedro de Ensino Professora Vanessa Rodrigues Granovski ANATOMIA DAS AVES VERTEBRADOS OSSOS PNEUMÁTICOS Ossos longos,

Leia mais

AVES Biologia Professor João

AVES Biologia Professor João AVES Biologia Professor João Descendentes dos dinossauros Archaeopteryx Penas Dentes Esqueleto pesado Bico córneo Forma variada Duros e resistentes Sem dentes Diversas finalidades: Defesa Alimentação Atração

Leia mais

Filo Cordado. Apostila VII Unidade 24 a Características Embrionárias: 2- Caracterização Fisiológica: Característica

Filo Cordado. Apostila VII Unidade 24 a Características Embrionárias: 2- Caracterização Fisiológica: Característica 1- Características Embrionárias: Característica Tipo Simetria* Bilateral Tecidos Eumetazoa Tecidos embrionários Triblástico Celoma Celomado Origem do celoma Enterocelomado Blastóporo Deuterostômico Metameria

Leia mais

A forma do corpo provavelmente evoluiu a partir de um tipo inicial semelhante ao das salamandras, nadando por ondulações do corpo e cauda.

A forma do corpo provavelmente evoluiu a partir de um tipo inicial semelhante ao das salamandras, nadando por ondulações do corpo e cauda. Silvestre A forma do corpo provavelmente evoluiu a partir de um tipo inicial semelhante ao das salamandras, nadando por ondulações do corpo e cauda. A mudança para um anfíbio saltador pode ser relacionada

Leia mais

ASPECTOS EVOLUTIVOS. originaram dos répteis. Escamas móveis semelhantes as penas antes do surgimento da endotermia e no início, sem relação com o vôo.

ASPECTOS EVOLUTIVOS. originaram dos répteis. Escamas móveis semelhantes as penas antes do surgimento da endotermia e no início, sem relação com o vôo. Classe das Aves ASPECTOS EVOLUTIVOS originaram dos répteis. Escamas móveis semelhantes as penas antes do surgimento da endotermia e no início, sem relação com o vôo. redução do peso. o planar vôo nicho

Leia mais

Ciências 2016 Professor: Danilo Lessa Materiais: Livro e PPT

Ciências 2016 Professor: Danilo Lessa Materiais: Livro e PPT Ciências 2016 Professor: Danilo Lessa Materiais: Livro e PPT Sorriso Pensante Autor: Ivan Cabral Distribuição dos Vertebrados vs Invertebrados: 4,0% 96,0% Vertebrados Invertebrados Principais características

Leia mais

tetrápodes endotérmicos ovíparos A principal característica que permitiu essa conquista foi a endotermia,

tetrápodes endotérmicos ovíparos A principal característica que permitiu essa conquista foi a endotermia, AVES Aves As aves constituem uma classe de animais vertebrados, tetrápodes, endotérmicos, ovíparos, caracterizados principalmente por possuírem penas, apêndices locomotores anteriores modificados em asas,

Leia mais

Cor C da or do da s do Prof. Fernando Belan Prof. Fernand - BIOLOGIA MAIS o Belan

Cor C da or do da s do Prof. Fernando Belan Prof. Fernand - BIOLOGIA MAIS o Belan Cordados Cordados Prof. Fernando Fernando Belan Belan -- BIOLOGIA BIOLOGIA MAIS MAIS Prof. Introdução Protocordados (anfioxo e ascídia); Vertebrados (peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos); Simetria

Leia mais

Cordados. Cauda pós-anal Notocorda Sistema Nervoso Dorsal Endóstilo Fendas faringianas

Cordados. Cauda pós-anal Notocorda Sistema Nervoso Dorsal Endóstilo Fendas faringianas Filo Chordata Cordados Cauda pós-anal Notocorda Sistema Nervoso Dorsal Endóstilo Fendas faringianas Características Gerais Triblásticos; Celomados; Deuterostômios; Simetria bilateral; Sistema digestório

Leia mais

Complexo educacional FMU Curso de Ciências Biológicas. Zoologia de invertebrados I. Reino Animal Principais Características

Complexo educacional FMU Curso de Ciências Biológicas. Zoologia de invertebrados I. Reino Animal Principais Características Complexo educacional FMU Curso de Ciências Biológicas Zoologia de invertebrados I Reino Animal Principais Características Prof: Biólogo Luiz A.B. Mello Lula 2º semestre 2011 2ºsemestre Gráfico da distribuição

Leia mais

Biologia Móds. 21/22 Setor 1423 Cordados Prof. Rafa

Biologia Móds. 21/22 Setor 1423 Cordados Prof. Rafa Biologia Móds. 21/22 Setor 1423 Cordados Prof. Rafa Características: Triblásticos Celomados ectoderme intestino mesoderme celoma cavidade corporal na mesoderme endoderme Características: Deuterostômios:

Leia mais

Evolução dos vertebrados

Evolução dos vertebrados PEIXES Evolução dos vertebrados PEIXES PULMONADOS AVES ÓSSEOS ANFÍBIOS RÉPTEIS CICLÓSTOMO PEIXES MAMÍFEROS CARTILAGINOSOS Peixe Primitivo (Lampreias e Feiticeiras) Características gerais Exclusivamente

Leia mais

Unidade 12A. Morfologia e Anatomia. Prof. Marcio Frazão

Unidade 12A. Morfologia e Anatomia. Prof. Marcio Frazão Unidade 12A Classe Reptilia Morfologia e Anatomia Prof. Marcio Frazão Introdução Tetrápodes, amniotas, ectotérmicos. Répteis = Conjunto dos amniotas que não são aves nem mamíferos 6773 espécies (Zug et

Leia mais

Sistemática tica Tradicional

Sistemática tica Tradicional Sistemática tica Tradicional Classe Reptilia Ordem Crocodilia crocodilos, gaviais, jacarés Ordem Chelonia jabutis, tartarugas,cágados Ordem Rhynchocephalia tuatara Ordem Squamata Subordem Ophidia ou Serpentes

Leia mais

Filo extremamente diversificado quanto ao tamanho e ao aspecto geral de seus representantes O agrupamento baseia-se no desenvolvimento embrionário,

Filo extremamente diversificado quanto ao tamanho e ao aspecto geral de seus representantes O agrupamento baseia-se no desenvolvimento embrionário, Filo extremamente diversificado quanto ao tamanho e ao aspecto geral de seus representantes O agrupamento baseia-se no desenvolvimento embrionário, principalmente, na nêurula, quando é possível identificar

Leia mais

ANIMAIS VERTEBRADOS PEIXES ANFÍBIOS RÉPTEIS AVES MAMÍFEROS

ANIMAIS VERTEBRADOS PEIXES ANFÍBIOS RÉPTEIS AVES MAMÍFEROS ANIMAIS VERTEBRADOS PEIXES ANFÍBIOS RÉPTEIS AVES MAMÍFEROS Os Cordados O Filo Chordata (ou Cordados) reúne uma grande diversidade de seres de formas e tamanhos variados, adaptados aos mais diversos ambientes.

Leia mais

Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Mollusca. Natália A. Paludetto

Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Mollusca. Natália A. Paludetto Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Mollusca Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com http://proenem.sites.ufms.br/ Reino Animalia Filos: 1) Porifera; 2) Cnidaria; 3) Platyhelminthes; 4) Nematoda;

Leia mais

FILO ANELLIDA FILO ARTHROPODA FILO ECHINODERMATA

FILO ANELLIDA FILO ARTHROPODA FILO ECHINODERMATA FILO ANELLIDA FILO ARTHROPODA FILO ECHINODERMATA FILO ANNELIDA (Anelídeos) Annelus = anel Encontrados: solo, mar ou como ectoparasitas de vertebrados aquáticos 1. Características gerais Simetria bilateral

Leia mais

P E I X E S. Quanto ao esqueleto:

P E I X E S. Quanto ao esqueleto: P E I X E S Quanto ao esqueleto: OSTEÍCTES Esqueleto ósseo EX.: Sardinha, Dourado, Cioba etc. CONDRÍCTES Esqueleto Cartilaginoso EX.: Tubarão, Raia etc. O Peixe por fora CIÊNCIAS NO DIA-A-DIA SITUAÇÃO

Leia mais

Filo Artrópode e Equinoderma. Prof. Rafael Rosolen T. Zafred

Filo Artrópode e Equinoderma. Prof. Rafael Rosolen T. Zafred e Equinoderma Prof. Rafael Rosolen T. Zafred Filo Arthropoda (Artrópode) Maior grupo da Reino Animalia; Representantes Terrestres e Aquáticos; Arthro/poda: Arthros: Articulação; Podos: Pé; Características

Leia mais

REINO ANIMALIA Filo Artopoda ARTRÓPODES

REINO ANIMALIA Filo Artopoda ARTRÓPODES REINO ANIMALIA Filo Artopoda ARTRÓPODES Artrópodes Corpo e patas articuladas metâmeros Exoesqueleto de quitina(polissacarídeo) = Tegumento Divisão do corpo: cabeça, tórax e abdômen cefalotórax e abdômen

Leia mais

Peixes. Prof. lucasmarqui

Peixes. Prof. lucasmarqui Peixes Os peixes, como todos nós sabemos, são animais que vivem apenas em ambientes aquáticos, tais como rios, lagos e mares. Esses animais apresentam diversas adaptações que permitem a sua sobrevivência

Leia mais

Revisão de Ciências 3 Trimestre 7 anos

Revisão de Ciências 3 Trimestre 7 anos PARNAMIRIM - RN Revisão de Ciências 3 Trimestre 7 anos Prof. Roberto oliver. Moluscos Apresentam corpo mole; Ambientes aquáticos e terrestres; Maioria apresenta o corpo dividido em cabeça, pé e massa visceral.

Leia mais

FILOS ANIMAIS RÉPTEIS

FILOS ANIMAIS RÉPTEIS FILOS ANIMAIS RÉPTEIS RÉPTEIS São diversificados e abundantes, com cerca de 7.000 espécies aproximadamente 300 delas na América do Norte ocupam grande variedade de habitats terrestres e aquáticos. RÉPTEIS

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: FreD. DISCIPLINA: Biologia TOOOP SÉRIE: 3º

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: FreD. DISCIPLINA: Biologia TOOOP SÉRIE: 3º GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: FreD DISCIPLINA: Biologia TOOOP SÉRIE: 3º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: - É fundamental

Leia mais

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Conteúdo: Conteúdo Recuperação do 3 Bimestre disciplina: Ciências - Peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos. Diferenças entre esses seres vivos e importâncias

Leia mais

Filo dos Cordados. Profª Janaina Q. B. Matsuo

Filo dos Cordados. Profª Janaina Q. B. Matsuo Profª Janaina Q. B. Matsuo Os Cordados possuem com exclusividade uma neurocorda dorsal de origem ectodérmica, fendas branquiais pares na faringe do embrião (no Homem originarão as cordas vocais), uma notocorda

Leia mais

ANFÍBIOS Características

ANFÍBIOS Características Filo Cordados - Vertebrados Tetrápodas ANFÍBIOS Características Primeiros Tetrapodas Ichthyostega Primeiro anfíbio com características mais terrestres Viveu na Groelândia, no Devoniano superior Essencialmente

Leia mais

Revisão de Ciências 3 Trimestre 7 anos

Revisão de Ciências 3 Trimestre 7 anos PARNAMIRIM - RN Revisão de Ciências 3 Trimestre 7 anos Prof. José Roberto E Raphaella Madruga. Nematódeo Vermes de corpo cilíndrico, coberto por cutícula. Apresentam sexos separados (dimorfismo sexual

Leia mais

AVES: ORIGENS E MORFOLOGIA. Disciplina: Biologia Geral

AVES: ORIGENS E MORFOLOGIA. Disciplina: Biologia Geral AVES: ORIGENS E MORFOLOGIA Disciplina: Biologia Geral 150-160 milhões de anos >10,000 espécies vivas Cladograma dos Amniotas Anfíbios Tartarugas Serpentes Crocodilos Mamíferos Lagartos Aves Dinossauros

Leia mais

Filo Mollusca (Moluscos)

Filo Mollusca (Moluscos) Do latim, mollis = mole Animais de corpo mole, geralmente protegidos por uma concha calcária. Vivem em quase todos os ambientes (dulcícolas, marinhos e terrestres) Maioria de vida livre O filo possui 150

Leia mais

BIOLOGIA AULA 12: ZOOLOGIA CORDADOS (Aves e mamíferos)

BIOLOGIA AULA 12: ZOOLOGIA CORDADOS (Aves e mamíferos) BIOLOGIA AULA 12: ZOOLOGIA CORDADOS (Aves e mamíferos) 1. Classe das aves Apresentam um padrão estrutural muito bem adaptado e homogêneo. São dióicos, geralmente com dimorfismo sexual, fecundação interna

Leia mais

As cecílias são anfíbios, vermiformes, que não têm membros e que vivem enterradas.

As cecílias são anfíbios, vermiformes, que não têm membros e que vivem enterradas. Grupos de Anfíbios Das cerca de 3.500 espécies de sapos, rãs e pererecas catalogadas no mundo, mais de 600 ocorrem no Brasil. De acordo com a forma do corpo, os animais classificados como os anfíbios estão

Leia mais

REINO ANIMAL. Qual a importância da metameria? FILO: ANELÍDEOS VERMES CILÍNDRICOS E SEGMENTADOS. Qual a importância da metameria?

REINO ANIMAL. Qual a importância da metameria? FILO: ANELÍDEOS VERMES CILÍNDRICOS E SEGMENTADOS. Qual a importância da metameria? REINO ANIMAL FILO: ANELÍDEOS VERMES CILÍNDRICOS E SEGMENTADOS Metâmeros são compartimentos contíguos, revestidos internamente por mesoderme, e separados uns dos outros por paredes (septos) mesodérmicas.

Leia mais

Moluscos. Prof. Fernando Belan

Moluscos. Prof. Fernando Belan Moluscos Prof. Fernando Belan Características gerais Enterozoários, triblásticos, celomados, protostômios, simetri bilateral. Sistemanervoso: ganglionar cerebral, visceral e pedal. Sistema digestório completo

Leia mais

Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Annelida. Natália A. Paludetto

Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Annelida. Natália A. Paludetto Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Annelida Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com http://proenem.sites.ufms.br/ Reino Animalia Filos: 1) Porifera; 2) Cnidaria; 3) Platyhelminthes; 4) Nematoda;

Leia mais

Aves Prof. André R. Senna

Aves Prof. André R. Senna Aves Prof. André R. Senna 9.700 espécies Maior classe de vertebrados terrestres Apareceram apenas a cerca de 150 ma Apenas aves e morcegos podem voar Características 7 características importantes -penas

Leia mais

Filo Mollusca (Moluscos)

Filo Mollusca (Moluscos) Filo Mollusca (Moluscos) - Segundo maior filo em número de espécies (120 mil) - Habitam principalmente ambientes marinhos, mas existem dulcícolas e terrestres - Caramujos, lesmas, ostras, mariscos, polvos

Leia mais

Tema da aula/lista de exercício: Cordados I: Peixes, Anfíbios e Répteis

Tema da aula/lista de exercício: Cordados I: Peixes, Anfíbios e Répteis Disciplina: Biologia Prof: Rafael Turma: TR 09/09/2016 Tema da aula/lista de exercício: Cordados I: Peixes, Anfíbios e Répteis 1. Qual dos grupos que seguem apresenta somente peixes cartilaginosos? a)

Leia mais

ZOOLOGIA - REINO METAZOA

ZOOLOGIA - REINO METAZOA ZOOLOGIA - REINO METAZOA FILO CORDADO CARACTERÍSTICAS GERAIS O que será que caracteriza um vertebrado? Substituição da Notocorda pela Coluna Vertebral; Presença de uma cabeça definida; Presença de órgãos

Leia mais

Filo Annelida Vermes Anelados

Filo Annelida Vermes Anelados Filo Annelida Vermes Anelados CARACTERÍSTICAS GERAIS Anelídeo anelo = anel Metameria Meta = sucessão; meros = partes Externa e Interna Triblástico ( endoderme, mesoderme e ectoderme) Celomados Simetria

Leia mais

MOLUSCOS E ANELÍDEOS

MOLUSCOS E ANELÍDEOS MOLUSCOS E ANELÍDEOS Artrópodes Vertebrados Cordados Protostômios Deuterostômios Pseudocelomados Celomados Acelomados Características gerais MOLUSCOS (Latim: mollis) 100.000 espécies da fauna atual São

Leia mais

FILO CHORDATA. Anfioxo. Ascídia

FILO CHORDATA. Anfioxo. Ascídia FILOS ANIMAIS FILO CHORDATA O filo apresenta cerca de 50.000 espécies distribuídas entre protocordados e vertebrados. Protocordados cordados mais simples, pequenos e exclusivamente marinhos não são muito

Leia mais

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 60 CORDADOS

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 60 CORDADOS BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 60 CORDADOS ixação F ) Um aluno esquematizou um anfioxo, indicando, com legendas, os principais caracteres do 2 lo Chordata. p Indique a legenda que aponta o ERRO cometido

Leia mais

FILO CHORDATA (Cordados)

FILO CHORDATA (Cordados) FILO CHORDATA (Cordados) Chorda = cordão animais que possuem um cordão dorsal de sustentação Ocupam todos os ecossistemas 1. Características gerais Simetria bilateral Triblásticos Celomados Deuterostômios

Leia mais

Os Répteis. Capítulo 13- Sistema Poliedro de Ensino Professora Giselle Cherutti

Os Répteis. Capítulo 13- Sistema Poliedro de Ensino Professora Giselle Cherutti Os Répteis Capítulo 13- Sistema Poliedro de Ensino Professora Giselle Cherutti Evolução dos Répteis Origem do latim Reptilis = que se rasteja A conquista do meio terrestre Surgiram a cerca de 300 milhões

Leia mais

Embriogênese. Natália A. Paludetto

Embriogênese. Natália A. Paludetto Embriogênese Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com Embriogênese Após fusão dos núcleos durante a fecundação, formase uma célula ovo ou zigoto. Zigoto primeira célula de um novo ser vivo (2n).

Leia mais

ONGEP PRÉ-PROVA BIOLOGIA 2013

ONGEP PRÉ-PROVA BIOLOGIA 2013 ONGEP PRÉ-PROVA BIOLOGIA 2013 ZOOLOGIA DE INVERTEBRADOS PORÍFEROS Provável ancestral: protista flagelado Diploblásticos Sem celoma Sem diferenciação de tecidos Coanócitos Ambiente aquático CELENTERADOS

Leia mais

SUPERCLASSE PEIXES 2) CLASSE CONDRÍCTEIS PEIXES CARTILAGINOSOS

SUPERCLASSE PEIXES 2) CLASSE CONDRÍCTEIS PEIXES CARTILAGINOSOS PEIXES SUPERCLASSE PEIXES 2) CLASSE CONDRÍCTEIS PEIXES CARTILAGINOSOS Endoesqueleto cartilaginoso Espiráculos Boca ventral 5 a 7 pares de fendas branquiais Sem bexiga natatória Presença de cloaca Glândula

Leia mais

MOLUSCOS. Representantes: Depois de artrópodes, é o segundo maior filo do Reino Animal ( espécies). » Alguns representantes.

MOLUSCOS. Representantes: Depois de artrópodes, é o segundo maior filo do Reino Animal ( espécies). » Alguns representantes. MOLUSCOS MOLUSCOS Representantes: Depois de artrópodes, é o segundo maior filo do Reino Animal (112.000 espécies).» Alguns representantes Lula Polvo Sépia mariscos Náutilo Quíton Características Corpo

Leia mais

Grupo de maior sucesso evolutivo: encontrados em praticamente todos os ambientes. Apêndices articulados Correr, nadar, saltar, escavar, copular...

Grupo de maior sucesso evolutivo: encontrados em praticamente todos os ambientes. Apêndices articulados Correr, nadar, saltar, escavar, copular... Grupo de maior sucesso evolutivo: encontrados em praticamente todos os ambientes Apêndices articulados Correr, nadar, saltar, escavar, copular... Exoesqueleto quitinoso Proteção contra agressões e desidratação

Leia mais

CEF Tratamento de Animais em Cativeiro 9º F. Higiene e Nutrição Animal

CEF Tratamento de Animais em Cativeiro 9º F. Higiene e Nutrição Animal Aves As aves são animais endotérmicos, que produzem seu próprio calor, e são homeotérmicas, capazes de manter esta temperatura de certa forma alta e constante, com certo grau de oscilação diária, conforme

Leia mais

SUBFILO dos VERTEBRADOS (VERTEBRATA)

SUBFILO dos VERTEBRADOS (VERTEBRATA) Aluno: Nº: Turma: FILO: CORDADOS (PROTOCORDADOS E VERTEBRADOS) B8 Módulo 2 SUBFILOS dos UROCORDADOS e dos CEFALOCORDADOS = OS PROTOCORDADOS Características Principais: Presença de notocorda que não é substituída

Leia mais

Sanguessugas. Poliquetos. Minhocas

Sanguessugas. Poliquetos. Minhocas Sanguessugas Poliquetos Minhocas Representados pelas minhocas, sanguessugas e poliquetos Vivem em solos úmidos, água doce ou marinhos Podem ser parasitas ou vida livre São triblásticos, simetria bilateral

Leia mais

CORDADOS. bilatérias, triblásticos. Radiados, diblásticos

CORDADOS. bilatérias, triblásticos. Radiados, diblásticos CORDADOS bilatérias, triblásticos Radiados, diblásticos FILO CHORDATA (gr. Chorda, cordão) FILO CHORDATA É o maior filo da linha deuterostômia Compreendem dois grupos: Protocordados (cordados inferiores):

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: FreD. DISCIPLINA: Biologia TOOOP SÉRIE: 2º. ALUNO(a): Lista de Exercícios 3º bimestre P1

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: FreD. DISCIPLINA: Biologia TOOOP SÉRIE: 2º. ALUNO(a): Lista de Exercícios 3º bimestre P1 GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: FreD DISCIPLINA: Biologia TOOOP SÉRIE: 2º ALUNO(a): Lista de Exercícios 3º bimestre P1 No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as

Leia mais

Equinodermas e Protocordados 2ª parte

Equinodermas e Protocordados 2ª parte COLÉGIO ESTADUAL HELENA KOLODY E.M.P. TERRA BOA - PARANÁ Equinodermas e Protocordados 2ª parte Professora Leonilda Brandão da Silva E-mail: leonildabrandaosilva@gmail.com O que significa o termo Cordados?

Leia mais

ORGANOGÊNESE FASE EMBRIONÁRIA

ORGANOGÊNESE FASE EMBRIONÁRIA ORGANOGÊNESE FASE EMBRIONÁRIA ORGANOGÊNESE (organo: organismo e gênese: origem) Importância: embrião. A maior parte do desenvolvimento dos órgãos: (varia com a espécie) Ao final deste período: Principais

Leia mais

Abril Educação Vertebrados Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota:

Abril Educação Vertebrados Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Abril Educação Vertebrados Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Questão 1 Qual é a principal característica que distingue os mamíferos dos demais seres vivos? Questão 2 Qual é a diferença entre

Leia mais

CIÊNCIAS E PROGRAMA DE SAÚDE

CIÊNCIAS E PROGRAMA DE SAÚDE GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO CIÊNCIAS E PROGRAMA DE SAÚDE 08 CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI PRAIA GRANDE - SP 0 Intenção sem ação é ilusão. Ouse fazer e o poder lhe será dado

Leia mais

Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Arthropoda. Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com http://proenem.sites.ufms.br/

Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Arthropoda. Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com http://proenem.sites.ufms.br/ Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Arthropoda Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com http://proenem.sites.ufms.br/ Reino Animalia Filos: 1) Porifera; 2) Cnidaria; 3) Platyhelminthes; 4) Nematoda;

Leia mais

CLASSE CYCLOSTOMATA (AGNATHA)

CLASSE CYCLOSTOMATA (AGNATHA) CLASSE CYCLOSTOMATA (AGNATHA) - VERTEBRADOS MAIS PRIMITIVOS; - NÃO POSSUEM VÉRTEBRAS TÍPICAS, APENAS PEÇAS CARTILAGINOSAS, AOS PARES, DISPOSTAS AO LONGO DA MEDULA (NOTOCORDA); - BOCA CIRCULAR COM FUNIL

Leia mais

FILO MOLUSCO. Professor Cláudio Aguiar

FILO MOLUSCO. Professor Cláudio Aguiar FILO MOLUSCO Professor Cláudio Aguiar Tendências Evolutivas:. Presença do Celoma.Respiracao Pulmonar:Gastrópodes.Macroneurônios: Cefalópodes.Presenca de S. Circulatório.Maior adaptabilidade à vida terrestre

Leia mais

Filo Echinodermata (Equinodermos)

Filo Echinodermata (Equinodermos) Do grego echinos: espinhos; derma: pele. O filo possui cerca de 6000 espécies descritas, todas marinhas. Os equinodermos estão agrupados em 5 classes distintas: -Asteroidea (estrelas-do-mar) Do grego echinos:

Leia mais

ECHINODERMATA QUEM SÃO: 14/02/2014. Pycnopodia. CLASSE: CRINOIDEA (Lírio-do-mar) Labidiaster radious

ECHINODERMATA QUEM SÃO: 14/02/2014. Pycnopodia. CLASSE: CRINOIDEA (Lírio-do-mar) Labidiaster radious ECHINODERMATA CLASSE: ASTEROIDEA (Estrela-do-mar) QUEM SÃO: Labidiaster radious CLASSE: ECHINOIDEA (Ouriço-do-mar e Bolacha-do-mar) Pycnopodia CLASSE: CRINOIDEA (Lírio-do-mar) Antedon bifida 1 CLASSE:

Leia mais

Móds. 15 e 16. Setor Prof. Rafa

Móds. 15 e 16. Setor Prof. Rafa Móds. 15 e 16 Setor 1403 Prof. Rafa Representantes: crustáceos, Representantes: crustáceos, insetos, Representantes: crustáceos, insetos, aracnídeos, Representantes: crustáceos, insetos, aracnídeos, quilópodes

Leia mais

Exercícios sobre Anatomia do Anfioxo

Exercícios sobre Anatomia do Anfioxo Exercícios sobre Anatomia do Anfioxo Exercícios sobre Anatomia do Anfioxo 1. (UNIFESP) Atualmente, os seres vivos são classificados em cinco grandes reinos. Na caracterização do Reino Animalia (animais),

Leia mais

Do latim -annulus = anel -eidos = forma

Do latim -annulus = anel -eidos = forma poliquetos minhocas sanguessugas Vermes cilíndricos com corpo segmentado (dividido em anéis). Metameria (segmentação) completa (interna e externa). Aquáticos e terrestres (locais úmidos solo e vegetação).

Leia mais

Filo Annelida Latim annelus, pequeno anel + ida, sufixo plural

Filo Annelida Latim annelus, pequeno anel + ida, sufixo plural Filo Annelida Latim annelus, pequeno anel + ida, sufixo plural Corpo segmentado (metamerizado) em anéis. Triblásticos, celomados, protostômio. Sistema digestório completo: boca e ânus. Mais de 200.000

Leia mais