Estudo das ondas. Modelo corpuscular de transferência de energia. v 1. v = 0. v 2. Antes do choque. Depois do choque

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Estudo das ondas. Modelo corpuscular de transferência de energia. v 1. v = 0. v 2. Antes do choque. Depois do choque"

Transcrição

1 Estudo das ondas

2 Estudo das ondas Modelo corpuscular de transferência de energia v = 0 v 1 v v 2 Antes do choque Depois do choque

3 Estudo das ondas Modelo ondulatório A Pulso da onda B Modelo ondulatório de transferência de energia

4 Perturbações e ondas Qualquer alteração em qualquer propriedade física em um ponto de um meio denomina-se perturbação. Conceito de onda Onda é uma perturbação que se propaga pelos pontos do meio onde foi gerada. Propriedade fundamental da propagação ondulatória Onda transporta energia. Onda não transporta matéria.

5 THE INTERIOR ARCHUVE/LIVING4MEDIA EDITORIAL/LATINSTOCK Perturbações e ondas Propagação de ondas de calor e ondas luminosas

6 Perturbações e ondas Propagação de uma onda de deslocamento na superfície da água

7 DWPHOTOS/SHUTTERSTOCK Perturbações e ondas Propagação de ondas sonoras

8 Classificação das ondas quanto à sua natureza Ondas mecânicas Necessitam de um meio material elástico para se propagar. Portanto, não se propagam no vácuo. Exemplos: ondas em cordas vibrantes, ondas sonoras e ondas na superfície da água. Ondas eletromagnéticas Não necessitam de um meio material para se propagar. Portanto, são ondas que podem se propagar tanto no vácuo quanto em meios materiais. Exemplos: luz, raios X, ondas de rádio, micro-ondas e raios gama.

9 Classificação das ondas quanto aos modos de vibração Ondas transversais Os pontos do meio de propagação oscilam perpendicularmente à direção de propagação da onda. Ondas em cordas tensas e odas as ondas eletromagnéticas são ondas transversais. Propagação Onda transversal em uma corda

10 STUDIO CAPARROZ Classificação das ondas quanto aos modos de vibração Ondas transversais Propagação Movimento oscilatório dos pontos do meio Ondas transversais em uma mola helicoidal

11 Classificação das ondas quanto aos modos de vibração Ondas longitudinais Os pontos do meio de propagação oscilam paralelamente à direção de propagação da onda. As ondas sonoras no ar e as ondas de compressão e distensão em uma mola helicoidal são longitudinais. Movimento oscilatório da fonte das ondas (mão) Distensão Sentido da propagação Compressão Movimento oscilatório dos pontos do meio (mola) Onda longitudinal em mola helicoidal

12 STUDIO CAPARROZ Classificação das ondas quanto aos modos de vibração Ondas longitudinais Onda sonora no ar

13 Classificação das ondas quanto aos modos de vibração Ondas mistas Como o nome diz, são ondas que produzem nos pontos do meio de propagação oscilações simultaneamente transversais e longitudinais. Ondas que se propagam na superfície de águas profundas são mistas. Crista Sentido da propagação Vale Ondas mistas na água

14 Classificação das ondas quanto à sua dimensionalidade Ondas unidimensionais Propagam-se ao longo de um meio linear, isto é, em apenas uma dimensão. Por exemplo, ondas em uma corda tensa ou em uma mola tracionada são unidimensionais. Sentido da propagação Corda: meio que define a direção da propagação Perturbação ou pulso unidimensional em uma corda tensa

15 Classificação das ondas quanto à sua dimensionalidade Ondas bidimensionais Propagam-se em superfícies, isto é, em duas dimensões. Por exemplo, ondas na superfície da água ou ondas em membranas vibrantes (películas de percussão ou placas) são bidimensionais. Ondas na superfície da água

16 Classificação das ondas quanto à sua dimensionalidade Ondas tridimensionais Propagam-se no espaço, isto é, em todas as direções. Por exemplo, as ondas sonoras no ar e as ondas luminosas geradas por uma fonte puntiforme (ou pontual) são tridimensionais. Onda sonora esférica no ar

17 Características físicas gerais das ondas Grandezas físicas Frequência (f) e Amplitude (A) A amplitude e a frequência de uma onda são a amplitude e a frequência das vibrações de um ponto do meio no qual ela se propaga.

18 Características físicas gerais das ondas Grandezas físicas Período T O período de uma onda é o tempo para que um ponto sofra uma vibração completa, isto é, o tempo para que o ponto P, por exemplo, vá até P 1 e P 2 e retorne até P.

19 Características físicas gerais das ondas Comprimento de onda λ O comprimento de onda, λ, é a distância que a onda percorre durante um período T.

20 Características físicas gerais das ondas Grandezas físicas Amplitude (A) Comprimento de onda (λ) Velocidade de propagação de perturbações (v) Período (T) Frequência (f)

21 Relação entre comprimento de onda (λ) e frequência (f) λ λ λ = v T ou v = λ f Equação fundamental da propagação ondulatória Obs.: a velocidade de propagação de uma onda é uma característica do meio em que a mesma se propaga.

22 Passagem de uma onda de um meio para outro (Refração de uma onda) A frequência de uma onda não se altera quando ela é transmitida de um meio para outro. A frequência só depende da fonte que deu origem a onda.

23 Passagem de uma onda de um meio para outro (Refração de uma onda) Ondas na superfície de um líquido 1º) A velocidade de propagação, v, da onda na superfície de um líquido depende do meio. Assim, teremos, em líquidos diferentes (água, óleo, mercúrio etc.), velocidades de propagação diferentes. 2º) A distância entre duas cristas sucessivas é o comprimento de onda λ. 3º) A frequência, f, da onda, isto é, a frequência de oscilação dos pontos da superfície do líquido, é igual à frequência da fonte que deu origem à onda. 4º) As grandezas v, f e λ estão relacionadas pela equação v = λf e, portanto, como v é constante para um dado meio, quanto maior for f, menor será o valor de λ neste meio.

24

25 Passagem de uma onda de um meio para outro (Refração de uma onda)

26 Refração de uma onda

27 Reflexão de ondas Raio de onda incidente Raio de onda refletido Frentes de onda incidentes Frentes de onda refletidas Meio 1 Meio 2 Modelo ondulatório da reflexão Fronteira O fato de uma onda se refletir e se refratar, obedecendo às mesmas leis observadas na reflexão e na refração da luz, leva-nos à suposição de que a luz talvez seja um movimento ondulatório.

28 Reflexão de um pulso Ondas mecânicas Extremidade fixa. Reflexão com inversão de fase. v Pulso incidente Pulso refletido v

29 Reflexão de um pulso Ondas mecânicas v Extremidade livre. Reflexão sem inversão de fase. Pulso incidente v Pulso refletido

30 Difração de ondas Difração é a capacidade de as ondas contornarem obstáculos. Para que uma onda possa sofrer difração, as dimensões do objeto devem ser da mesma ordem de grandeza do comprimento de onda.

31 STUDIO CAPARROZ Difração de ondas O som contorna as paredes.

32 SÉRGIO DOTTA/CID Difração de ondas Difração com ondas na superfície da água

33 Difração de ondas - Observação Uma onda praticamente não se difrata ao passar por um orifício cuja largura é muito maior que seu comprimento de onda.

34 Difração da luz? Não se percebe a difração da luz quando ela passa através de orifícios como, por exemplo, o buraco de uma fechadura.

35 Difração da luz? Resposta: Sim!

36 Interferência de ondas

37 Interferência de ondas Por que ocorrem a figura de interferência? Interferência construtiva: Sobreposição de ondas em concordância de fase: interferência construtiva.

38 Interferência de ondas Por que ocorrem a figura de interferência? Interferência destrutiva: Sobreposição de ondas em oposição de fases: interferência parcialmente destrutiva.

39 Interferência de ondas Por que ocorrem a figura de interferência? Interferência destrutiva: Sobreposição de ondas em oposição de fases: interferência totalmente destrutiva.

40 Interferência de ondas Por que ocorrem a figura de interferência?

41 Interferência de ondas Por que ocorrem a figura de interferência? Em uma figura de interferência observam-se os nós (ou linhas nodais), constituídas por pontos permanentementes em repouso (interferência destrutiva) e duplas cristas e duplos vales (interferência construtiva) se propagando entre as linhas nodais (B, A, A, B, C e D).

42 Interferência da luz?

43 Interferência da luz? Experiência de Young

44 Interferência da luz? Experiência de Young

45 Interferência da luz? Experiência de Young Resposta: SIM!

46 A luz é uma onda! Todos os fenômenos ondulatórios que ocorrem com as ondas num meio (ondas mecânicas) ocorrem também com a luz. Então, é lógico supor que a luz também é uma onda, onde algo é perturbado e este se propaga. Mas afinal o que seria esse algo?

47 A luz é uma onda! Adiantando: A luz é um movimento ondulatório cujas frequências são muito elevadas (cerca de 1014 hertz). A cada cor do espectro da luz branca corresponde uma frequência diferente e a ordem crescente destas frequências é a mesma ordem de distribuição das cores no es pectro: vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, anil e violeta.

48 Polarização de uma onda Polarizar uma onda significa selecionar o plano de vibração dos pontos do meio de propagação. A polarização é um fenômeno característico de ondas transversais. Portanto, a luz pode ser polarizada, mas o som não. Polaroides mecânicos. As grades selecionam os planos de vibração.

49 Polarização de ondas Luz não polarizada Polarizador Analisador Luz não polarizada Analisador a 90 com o polarizador. Nada passa. Polarização da luz. Os filtros selecionam os planos de vibração.

50 SÉRGIO DOTTA/CID Polarização de ondas Polarização por reflexão A parte direita da foto foi obtida filtrando-se a luz polarizada pela reflexão na água.

51 Polarização de ondas Polarização por refração Quando os polarizadores estão cruzados não há passagem de ondas luminosas.

52 Ondas sonoras

53 Ondas sonoras O som é uma onda longitudinal, que se propaga em um meio material (sólido, líquido ou gasoso), cuja frequência está compreendida, aproximadamente, entre 20 Hz e 20 khz. Notas baixas Animais Diagnóstico em medicina 20 Hz 20 Hz 2 MHz 200 MHz Espectro acústico audível e inaudível Obs.: Esses valores podem variar de pessoa para pessoa ou, para uma mesma pessoa, ao longo da sua vida.

54 Ondas sonoras

55 Ondas sonoras Velocidade do som

56 Qualidades fisiológicas do som Ouvido (orelha) humano

57 Qualidades fisiológicas do som Altura Som alto = som agudo (frequência maior) Som baixo = som grave (frequência menor)

58 Qualidades fisiológicas do som Timbre Nosso ouvido é capaz de distinguir dois sons, de mesma frequência e mesma intensidade, desde que as formas das ondas sonoras correspondentes a estes sons sejam diferentes. Dizemos que os dois sons têm timbres diferentes.

59 Qualidades fisiológicas do som Intensidade (I) Concentração da energia emitida pela fonte. É medida em W/m 2.

60 Qualidades fisiológicas do som Intensidade (I) Concentração da energia emitida pela fonte. É medida em W/m 2. P P I = = A 4 d 2 P = Potência emitida por uma fonte de ondas. A = Área da superfície sobre a qual a energia transmitida pelas ondas se distribui. d = Distância da fonte a um ponto da superfície considerada.

61 Qualidades fisiológicas do som Nível de intensidade sonora (β) β = 10 log I I 0 β: Nível de intensidade sonora correspondentes a I; I 0 : mínima intensidade sonora audível. β: Medidos em decibéis (db).

62 Qualidades fisiológicas do som Nível de intensidade sonora (β) Escala de intensidades sonoras, para o espectro de frequências audíveis

63 Qualidades fisiológicas do som Nível de intensidade sonora (β) Níveis sonoros associados a diversos ambientes e situações e faixas e classificações quanto à perda de audição.

64 Efeito Doppler Efeito: Alteração na frequência das ondas recebidas por um observador. Causa: Movimento relativo de afastamento ou de aproximação entre observador e fonte. O comprimento de onda também se altera quando há movimento da fonte. Som agudo f Observador > ff onte

65 Efeito Doppler

66 Efeito Doppler com a luz

67 Efeito Doppler com a luz Expansão do Universo

68 Ondas estacionárias Sobreposição de ondas idênticas propagando-se em sentidos opostos. Onda resultante: velocidade de propagação nula, pontos sem vibração: nós; pontos com amplitude máxima: ventres. Ondas estacionárias em um trecho de uma corda. N: nós (interferência destrutiva) V: ventres (interferência construtiva)

69 Estudo das cordas vibrantes Velocidade de propagação de uma onda numa corda v = T μ v: velocidade de propagação da onda numa corda; T: força que tensiona a corda; μ: densidade linear de uma corda: μ = m L, onde L é o comprimento da corda

70 Estudo das cordas vibrantes

71 ADILSON SECCO Estudo das cordas vibrantes Harmônicos de vibração de uma corda 1 o harmônico ou fundamental λ L = 1 1 ; f 1 = 2 v 2L 2 o harmônico λ L = 2 2 ; f 2 = 2f 2 1

72 ADILSON SECCO Estudo das cordas vibrantes Harmônicos de vibração de uma corda 3 o harmônico λ L = 3 3 ; f 3 = 3f o harmônico λ L = 4 4 ; f 4 = 4f 2 1 f 1 = 1 2L T μ

73 Estudo das cordas vibrantes Harmônicos de vibração de uma corda f 1 = 1 2L T μ

74 ADILSON SECCO Tubos abertos primeiro harmônico L = 1 λ 1 2 v f 1 = λ = 1 v 2L segundo harmônico L = 2 λ 2 2 v v f 2 = = 2 = 2f 2L 1 V: ventre de deslocamento N: nó de deslocamento Harmônicos de um tubo aberto. As extremidades do tubo são sempre ventres de deslocamento. λ 2

75 ADILSON SECCO Tubos fechados primeiro harmônico (fundamental) L = 1 λ 1 4 f 1 = v λ 1 = v 4L terceiro harmônico (segundo modo) L = 3 λ 3 4 v v f 3 = = 3 = 3f 4L 1 λ 3 V: ventre de deslocamento N: nó de deslocamento Um tubo fechado só emite harmônicos de ordem ímpar. As frequências desses harmônicos são múltiplos ímpares da frequência do fundamental.

76 Ondas eletromagnéticas Campo elétrico induzido Conclusão da lei de Indução de Faraday Se um campo magnético, existente em uma certa região do espaço, sofrer variação no decorrer do tempo, esta variação faz parecer, nesta região, um campo elétrico induzido. E o contrário? Será que se o campo elétrico variar no tempo gera campo magnético?

77 Ondas eletromagnéticas Campo magnético induzido Conclusão de Maxwell Se um campo elétrico, existente em uma certa região do espaço, sofrer variação no decorrer do tempo, esta variação faz parecer, nesta região, um campo magnético induzido.

78 Ondas eletromagnéticas O que é uma onda eletromagnética?

79 Ondas eletromagnéticas O que é uma onda eletromagnética? Gerador de tensão alternante Princípio de geração e emissão de ondas eletromagnéticas em uma antena dipolar.

80 ADILSON SECCO ADILSON SECCO Ondas eletromagnéticas Linhas do campo magnético oscilante Antena emissora (dipolo oscilante) Linhas do campo elétrico oscilante (a) (b) (a) Modelo de propagação dos campos elétrico e magnético gerados na antena. (b) Esquema tridimensional da propagação das ondas.

81 ADILSON SECCO Ondas eletromagnéticas Modelo da propagação das ondas eletromagnéticas, de Maxwell. Os vetores E e B dos campos elétrico e magnético induzidos são ortogonais entre si, e a propagação se dá numa direção perpendicular ao plano determinado por esses vetores.

82 Ondas eletromagnéticas Equações de Maxwell as bases do eletromagnetismo...and Maxwell said: Maxwell concluiu que a velocidade de propagação dessas ondas no vácuo era de v = km/s...and there was light! Uma paródia sobre a criação do mundo e as equações de Maxwell:... e Maxwell disse: (equações)....e fez-se a luz.

83 Ondas eletromagnéticas Ao calcular a velocidade de propagação de uma onda eletromagnética, no vácuo, Maxwell encontrou um resultado igual à velocidade da luz. Esse fato levou-o a suspeitar que a luz fosse uma onda eletromagnética. As experiências de Hertz, e outras posteriores, mostraram que as ideias de Maxwell eram corretas.

84 O espectro eletromagnético

85 O espectro eletromagnético

86 O espectro eletromagnético Ondas de rádio: 20 Hz < f < 2, Hz (maior faixa) Micro-ondas: 3, Hz < f < 3, Hz Infravermelho: 0, Hz < f < 4, Hz Espectro visível Luz: 4, Hz < f < 8, Hz (menor faixa) Ultravioleta: 7, Hz < f < 3, Hz Raios X: 3, Hz < f < 5, Hz Raios gama (γ): 3, Hz < f < 3, Hz

87 O espectro eletromagnético Ondas de rádio: 20 Hz < f < 2, Hz

88 O espectro eletromagnético Micro-ondas: 3, Hz < f < 3, Hz

89 O espectro eletromagnético Micro-ondas: 3, Hz < f < 3, Hz

90 O espectro eletromagnético Infravermelho: 0, Hz < f < 4, Hz

91 O espectro eletromagnético Ultravioleta: 7, Hz < f < 3, Hz

92 O espectro eletromagnético Raios X: 3, Hz < f < 5, Hz

93 O espectro eletromagnético Raios gama (γ): 3, Hz < f < 3, Hz

Física II. Capítulo 04 Ondas. Técnico em Edificações (PROEJA) Prof. Márcio T. de Castro 22/05/2017

Física II. Capítulo 04 Ondas. Técnico em Edificações (PROEJA) Prof. Márcio T. de Castro 22/05/2017 Física II Capítulo 04 Ondas Técnico em Edificações (PROEJA) 22/05/2017 Prof. Márcio T. de Castro Parte I 2 Ondas Ondas: é uma perturbação no espaço, periódica no tempo. 3 Classificação quanto à Natureza

Leia mais

INTRODUÇÃO À ONDULATÓRIA

INTRODUÇÃO À ONDULATÓRIA INTRODUÇÃO À ONDULATÓRIA Considerações Iniciais Considerações Iniciais: O que é ONDA??? Perturbação produzida: PULSO O PULSO se movimenta a partir da região onde foi gerado: ONDA A onda se movimenta transferindo

Leia mais

Física Módulo 2 Ondas

Física Módulo 2 Ondas Física Módulo 2 Ondas Ondas, o que são? Onda... Onda é uma perturbação que se propaga no espaço ou em qualquer outro meio, como, por exemplo, na água. Uma onda transfere energia de um ponto para outro,

Leia mais

RELEMBRANDO ONDAS LONGITUDINAIS

RELEMBRANDO ONDAS LONGITUDINAIS ACÚSTICA ONDAS SONORAS Possuem origem MECÂNICAS. Propagam-se somente em meios materiais; Não se propagam no vácuo. O sistema auditivo de uma pessoa normal é sensibilizado por uma frequência entre 20Hz

Leia mais

Física Aplicada Aula 02

Física Aplicada Aula 02 Universidade de São Paulo Instituto de Física Física Aplicada Aula 02 http://disciplinas.stoa.usp.br/course/view.php?id=24279 Profa. Márcia de Almeida Rizzutto Edifício Oscar Sala sala 220 rizzutto@if.usp.br

Leia mais

Física: Ondulatória e Acústica Questões de treinamento para a banca Cesgranrio elaborada pelo prof. Alex Regis

Física: Ondulatória e Acústica Questões de treinamento para a banca Cesgranrio elaborada pelo prof. Alex Regis Física: Ondulatória e Acústica Questões de treinamento para a banca Cesgranrio elaborada pelo prof. Alex Regis Questão 01 Na propagação de uma onda há, necessariamente, transporte de: a) massa e energia.

Leia mais

Fenómenos ondulatórios

Fenómenos ondulatórios Fenómenos ondulatórios Onda É uma perturbação que se propaga em um meio, determinando a transferência de energia, sem transporte de matéria. Em relação à direção de propagação da energia nos meios materiais

Leia mais

ONDAS. Ondas Longitudinais: Ondas Transversais: Ondas Eletromagnéticas: Ondas Mecânicas:

ONDAS. Ondas Longitudinais: Ondas Transversais: Ondas Eletromagnéticas: Ondas Mecânicas: ONDAS Uma onda é uma perturbação oscilante de alguma grandeza física no espaço e periódica no tempo. Fisicamente, uma onda é um pulso energético que se propaga através do espaço ou através de um meio (líquido,

Leia mais

Aula do cap. 17 Ondas

Aula do cap. 17 Ondas Aula do cap. 17 Ondas O que é uma onda?? Podemos definir onda como uma variação de uma grandeza física que se propaga no espaço. É um distúrbio que se propaga e pode levar sinais ou energia de um lugar

Leia mais

Fenómenos ondulatórios

Fenómenos ondulatórios Fenómenos ondulatórios Relação entre a velocidade de propagação da onda, o comprimento da onda e o período: v. f ou v T Reflexão de ondas Na reflexão de ondas, o ângulo de reflexão r é igual ao ângulo

Leia mais

Introdução. Perturbação no primeiro dominó. Perturbação se propaga de um ponto a outro.

Introdução. Perturbação no primeiro dominó. Perturbação se propaga de um ponto a outro. Capitulo 16 Ondas I Introdução Perturbação no primeiro dominó. Perturbação se propaga de um ponto a outro. Ondas ondas é qualquer sinal (perturbação) que se transmite de um ponto a outro de um meio com

Leia mais

Diego Ricardo Sabka Classificação das Ondas

Diego Ricardo Sabka Classificação das Ondas Classificação das Ondas Classificação das Ondas Meio de Propagação: - Mecânica; - Eletromagnética; Direção de Oscilação: - Transversal; - Longitudinal; - Mistas; Direção de Propagação: - Unidimensional;

Leia mais

Ondulatória Parte 1. Física_9 EF. Profa. Kelly Pascoalino

Ondulatória Parte 1. Física_9 EF. Profa. Kelly Pascoalino Ondulatória Parte 1 Física_9 EF Profa. Kelly Pascoalino Nesta aula: Introdução; Ondas mecânicas; Ondas sonoras. INTRODUÇÃO Ondas de vários tipos estão presentes em nossas vidas. Lidamos com os mais diversos

Leia mais

Av. Higienópolis, 769 Sobre Loja Centro Londrina PR. CEP: Fones: / site:

Av. Higienópolis, 769 Sobre Loja Centro Londrina PR. CEP: Fones: / site: ONDULATÓRIA Chamamos de ondulatória a parte da física que é responsável por estudar as características e propriedades em comum dos movimentos das ondas. Podemos classificar como uma onda, qualquer perturbação

Leia mais

Ondulatória Parte 1. Física_9 EF. Profa. Kelly Pascoalino

Ondulatória Parte 1. Física_9 EF. Profa. Kelly Pascoalino Ondulatória Parte 1 Física_9 EF Profa. Kelly Pascoalino Nesta aula: Introdução; Ondas mecânicas; Ondas sonoras. INTRODUÇÃO Ondas de vários tipos estão presentes em nossas vidas. Lidamos com os mais diversos

Leia mais

O que são s o ondas sonoras? Ondas? Mecânicas? Longitudinais? O que significa?

O que são s o ondas sonoras? Ondas? Mecânicas? Longitudinais? O que significa? Movimento Ondulatório Fisíca Aplicada a Imaginologia - 115 O que são s o ondas sonoras? São ondas mecânicas, longitudinais que podem se propagar em sólidos, líquidos e gases. Ondas? Mecânicas? Longitudinais?

Leia mais

Polarização de Ondas

Polarização de Ondas Polarização de Ondas 1. polarização de Ondas. Considere uma onda transversal se propagando numa corda, na qual as direções de oscilação são totalmente aleatórias. Após a passagem da onda pela fenda, a

Leia mais

Ondas. Denomina-se onda o movimento causado por uma perturbação que se propaga através de um meio.

Ondas. Denomina-se onda o movimento causado por uma perturbação que se propaga através de um meio. Ondas Ondas Denomina-se onda o movimento causado por uma perturbação que se propaga através de um meio. Uma onda transmite energia sem o transporte de matéria. Classificação Quanto à natureza Ondas mecânicas:

Leia mais

As principais formas de oscilação são: Massa - mola Pêndulo Ondas em uma superfície.

As principais formas de oscilação são: Massa - mola Pêndulo Ondas em uma superfície. Tudo ao nosso redor oscila!!! As principais formas de oscilação são: Ondas Massa - mola Pêndulo Ondas em uma superfície. O que é um pêndulo? Um corpo suspenso por um fio, afastado da posição de equilíbrio

Leia mais

Ondas Sonoras. Profo Josevi Carvalho

Ondas Sonoras. Profo Josevi Carvalho Ondas Sonoras Profo Josevi Carvalho INTRODUÇÃO É o ramo da Física que interpreta o comportamento das ondas sonoras audíveis frente aos diversos fenômenos ondulatórios. ONDA SONORA: Onda mecânica, longitudinal

Leia mais

CAPÍTULO VII ONDAS MECÂNICAS

CAPÍTULO VII ONDAS MECÂNICAS CAPÍTULO VII ONDAS MECÂNICAS 7.1. INTRODUÇÃO As ondas mecânicas são fenómenos ondulatórios que necessitam de um meio material para se propagarem. Como exemplos destas ondas, vamos estudar neste capítulo

Leia mais

SOM. Para ouvir um som são necessários os seguintes elementos: PROPAGAÇÃO DO SOM

SOM. Para ouvir um som são necessários os seguintes elementos: PROPAGAÇÃO DO SOM SOM O som corresponde à vibração de partículas constituintes de um meio material elástico (onda sonora). Para termos uma sensação sonora é necessário que se produzam, pelo menos, vinte vibrações por segundo

Leia mais

TEXTO INTRODUTÓRIO. Luz e Ondas Eletromagnéticas ONDAS: Licenciatura em Ciências USP/ Univesp. Luiz Nunes de Oliveira Daniela Jacobovitz

TEXTO INTRODUTÓRIO. Luz e Ondas Eletromagnéticas ONDAS: Licenciatura em Ciências USP/ Univesp. Luiz Nunes de Oliveira Daniela Jacobovitz 1 ONDAS: CONCEITOS BÁSICOS Luiz Nunes de Oliveira Daniela Jacobovitz TEXTO INTRODUTÓRIO Licenciatura em Ciências USP/ Univesp Licenciatura em Ciências USP/Univesp Módulo 1 2 Para compreender a natureza

Leia mais

Observação: As ondas são as que antecedem, a perturbação formada de espumas, há o transporte de energia e a oscilação, não há o transporte da matéria.

Observação: As ondas são as que antecedem, a perturbação formada de espumas, há o transporte de energia e a oscilação, não há o transporte da matéria. ONDAS Para a Física, a onda é uma perturbação que se propaga no espaço ou em qualquer outro meio. Elas são classificadas em relação à natureza, direção e energia de propagação. Definição: As ondas são

Leia mais

8.2. Na extremidade de uma corda suficientemente longa é imposta uma perturbação com frequência f = 5 Hz que provoca uma onda de amplitude

8.2. Na extremidade de uma corda suficientemente longa é imposta uma perturbação com frequência f = 5 Hz que provoca uma onda de amplitude Constantes Velocidade do som no ar: v som = 344 m /s Velocidade da luz no vácuo c = 3 10 8 m/s 8.1. Considere uma corda de comprimento L e densidade linear µ = m/l, onde m é a massa da corda. Partindo

Leia mais

CURCEP 2015 ACÚSTICA

CURCEP 2015 ACÚSTICA CURCEP 2015 ACÚSTICA FÍSICA B PROF.: BORBA INTRODUÇÃO É o segmento da Física que interpreta o comportamento das ondas sonoras audíveis frente aos diversos fenômenos ondulatórios. ONDA SONORA: Onda mecânica,

Leia mais

Introdução ao Estudo de Ondas

Introdução ao Estudo de Ondas Introdução ao Estudo de Ondas Prof. Ricardo Movimento Ondulatório Definição de Onda é uma perturbação, abalo ou distúrbio propagado através de um meio gasoso, líquido ou sólido, ou no caso de algumas ondas,

Leia mais

CURCEP 2015 ONDULATÓRIA 2

CURCEP 2015 ONDULATÓRIA 2 CURCEP 2015 ONDULATÓRIA 2 FÍSICA B PROF.: BORBA FENÔMENOS ONDULATÓRIOS: Reflexão: Quando uma onda atinge uma superfície de separação de dois meios, e retorna ao meio de origem. Quando a corda tem a extremidade

Leia mais

20/01/2014 ONDAS 1. INTRODUÇÃO

20/01/2014 ONDAS 1. INTRODUÇÃO ONDAS 1. INTRODUÇÃO Quando uma pessoa liga um aparelho de rádio ou de televisão, imediatamente recebe a mensagem emitida pela estação de rádio ou TV (música, voz do locutor, imagens). Esses aparelhos foram

Leia mais

Ondas. Onda é uma perturbação em movimento

Ondas. Onda é uma perturbação em movimento Ondas Onda é uma perturbação em movimento Um meio em equilíbrio é perturbado e essa perturbação é transmitida, com atraso, aos pontos vizinhos As ondas não transportam matéria, mas sim energia. Uma onda

Leia mais

Lista de Recuperação 3º Bimestre

Lista de Recuperação 3º Bimestre Lista de Recuperação 3º Bimestre Professor: Clinton Série: 2º ano DATA: 02 / 10 / 2017 Caderno de questõe 3 ( segundo ano ) 01. No vácuo, todas as ondas eletromagnéticas possuem: a) mesma frequência. b)

Leia mais

Relação entre comprimento de onda e frequência.

Relação entre comprimento de onda e frequência. Espectro Eletromagnético. Relação entre comprimento de onda e frequência. Relação entre comprimento de onda e frequência. FENÔMENOS ONDULATÓRIOS Reflexão Refração Difração Interferência Batimento Ressonância

Leia mais

do Semi-Árido - UFERSA

do Semi-Árido - UFERSA Universidade Federal Rural do Semi-Árido - UFERSA Ondas Subênia Karine de Medeiros Mossoró, Outubro de 2009 Ondas Uma ondas é qualquer sinal (perturbação) que se transmite de um ponto a outro de um meio

Leia mais

ONDULATÓRIA. Neste capítulo vamos definir e classificar as ondas quanto à sua natureza e estudar alguns fenômenos ondulatórios.

ONDULATÓRIA. Neste capítulo vamos definir e classificar as ondas quanto à sua natureza e estudar alguns fenômenos ondulatórios. AULA 19 ONDULATÓRIA 1- INTRODUÇÃO Neste capítulo vamos definir e classificar as ondas quanto à sua natureza e estudar alguns fenômenos ondulatórios. 2- DEFINIÇÃO Onda é qualquer perturbação que se propaga

Leia mais

Física. Setor A. Índice-controle de Estudo. Prof.: Aula 23 (pág. 78) AD TM TC. Aula 24 (pág. 79) AD TM TC. Aula 25 (pág.

Física. Setor A. Índice-controle de Estudo. Prof.: Aula 23 (pág. 78) AD TM TC. Aula 24 (pág. 79) AD TM TC. Aula 25 (pág. Física Setor A Prof.: Índice-controle de Estudo Aula 3 (pág. 78) AD M C Aula (pág. 79) AD M C Aula 5 (pág. 79) AD M C Aula 6 (pág. 8) AD M C Aula 7 (pág. 8) AD M C Aula 8 (pág. 83) AD M C Revisanglo Semi

Leia mais

ONDULATÓRIA ONDA perturbação que se propaga em um meio transferir energia sem transportar matéria.

ONDULATÓRIA ONDA perturbação que se propaga em um meio transferir energia sem transportar matéria. ONDULATÓRIA Entender o comportamento das ondas é fundamental para entender boa parte da natureza que nos cerca, uma vez que, muito dos fenômenos que nos cercam, tem comportamento ondulatório. Por exemplo:

Leia mais

FÍSICA MÓDULO 17 OSCILAÇÕES E ONDAS. Professor Sérgio Gouveia

FÍSICA MÓDULO 17 OSCILAÇÕES E ONDAS. Professor Sérgio Gouveia FÍSICA Professor Sérgio Gouveia MÓDULO 17 OSCILAÇÕES E ONDAS MOVIMENTO HARMÔNICO SIMPLES (MHS) 1. MHS DEFINIÇÃO É o movimento oscilatório e retilíneo, tal que a aceleração é proporcional e de sentido contrário

Leia mais

Qualidades do som. Altura. Intensidade

Qualidades do som. Altura. Intensidade Acústica É a parte da Física que estuda o som e suas propriedades. Ondas sonoras As ondas sonoras apresentam as mesmas propriedades dos demais tipos de ondas: reflexão, refração, difração e interferência.

Leia mais

Física. Prof. Edelson Moreira

Física. Prof. Edelson Moreira Física Prof. Edelson Moreira FENÔMENOS ONDULATÓRIOS Os fenômenos ondulatórios mais comuns são: REFLEXÃO: ocorre quando uma onda incide sobre um obstáculo e retorna ao meio original de propagação. A onda

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO Educação do jeito que deve ser 3ª PROVA PARCIAL DE FÍSICA QUESTÕES FECHADAS

COLÉGIO XIX DE MARÇO Educação do jeito que deve ser 3ª PROVA PARCIAL DE FÍSICA QUESTÕES FECHADAS COLÉGIO XIX DE MARÇO Educação do jeito que deve ser 2016 3ª PROVA PARCIAL DE FÍSICA QUESTÕES FECHADAS Aluno(a): Nº Ano: 2º Turma: Data: 24/11/2016 Nota: Professor(a): Pâmella Duarte Valor da Prova: 20

Leia mais

Ondas. A propagação de uma onda não transporta matéria e sim energia.

Ondas. A propagação de uma onda não transporta matéria e sim energia. Ondas Seja um meio material qualquer em que associamos, a cada um de seus pontos, uma ou mais grandezas físicas. Quando alteramos pelo menos uma dessas grandezas, dizemos que o meio está sofrendo uma perturbação.

Leia mais

Fenômenos Ondulatórios e Acústica

Fenômenos Ondulatórios e Acústica Fenômenos Ondulatórios e Acústica Ondas Sonoras Som é uma forma de energia que se propaga através de um meio em forma de onda mecânica longitudinal. I. O som não se propaga no vácuo. II. As ondas sonoras

Leia mais

Módulo I. Som e Luz MARILIA CARMEN DA SILVA SOARES ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VILA FRANCA DO CAMPO ANO LETIVO 2016/2017

Módulo I. Som e Luz MARILIA CARMEN DA SILVA SOARES ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VILA FRANCA DO CAMPO ANO LETIVO 2016/2017 ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VILA FRANCA DO CAMPO ANO LETIVO Módulo I Som e Luz MARILIA CARMEN DA SILVA SOARES EXERCÍCIOS 1 TESTA OS TEUS CONHECIMENTOS I 1. Completa os espaços da figura com termos relacionados

Leia mais

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VILA FRANCA DO CAMPO CURSO VOCACIONAL ANO LETIVO 2016/2017. Módulo I. Som e Luz MARILIA CARMEN DA SILVA SOARES

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VILA FRANCA DO CAMPO CURSO VOCACIONAL ANO LETIVO 2016/2017. Módulo I. Som e Luz MARILIA CARMEN DA SILVA SOARES ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VILA FRANCA DO CAMPO ANO LETIVO Módulo I Som e Luz MARILIA CARMEN DA SILVA SOARES APONTAMENTOS O SOM O som resulta da vibração dos corpos. Para que possamos ouvir o som produzido

Leia mais

Ondas. Definição: Onda é uma perturbação de partículas de um meio ou cargas elétricas, sendo uma propagação de energia sem o transporte de matéria.

Ondas. Definição: Onda é uma perturbação de partículas de um meio ou cargas elétricas, sendo uma propagação de energia sem o transporte de matéria. Ondas Quando batemos na superfície da água formam-se ondas que se propagam em todas as direções. Ocorre o mesmo quando um alto falante bate no ar da atmosfera ou então quando batemos em uma corda. Essas

Leia mais

Aula 3 Ondas Eletromagnéticas

Aula 3 Ondas Eletromagnéticas Aula 3 Ondas letromagnéticas - Luz visível (nos permitem ver - Infravermelhos (aquecem a Terra - Ondas de radiofrequencia (transmissão de rádio - Microondas (cozinhar -Transporte de momento linear - Polarização

Leia mais

ONDAS SONORAS - Mecânicas - Longitudinais

ONDAS SONORAS - Mecânicas - Longitudinais ONDAS SONORAS - Mecânicas - Longitudinais CONCEITOS FUNDAMENTAIS Fonte Sonora: ponto a partir do qual são emitidas as ondas sonoras, em todas as direções; Frentes de Ondas: superfícies nas quais as ondas

Leia mais

Resoluções dos testes propostos

Resoluções dos testes propostos Capítulo 7 Ondas.397 Resposta: a I. Correta. As ondas mecânicas necessitam de um meio material para se propagarem. II. Incorreta. As ondas eletromagnéticas propagam-se no ácuo e em certos meios materiais.

Leia mais

Física B Extensivo V. 6

Física B Extensivo V. 6 xtensivo V. 6 Resolva.0) C Aula.0) A v. f 3. 0 8.,5. 0 5.0) C 8 3. 0 5,. 0 5. 0 7 m 0, m Aula.0) B v.. f 340. (0,68. 0 3 ) 34. 0 68. 0 0,5 m onto nodal interferência destrutiva I 4.. x 900 56 4.( 34, ).x

Leia mais

ACÚSTICA. Professor Paulo Christakis, M.Sc. 05/09/2016 1

ACÚSTICA. Professor Paulo Christakis, M.Sc. 05/09/2016 1 ACÚSTICA 05/09/2016 1 O QUE É ACÚSTICA? Acústica é o ramo da Física que estuda a propagação das ondas sonoras. O som é originado a partir da vibração da matéria em camadas de compressão e rarefação, sendo

Leia mais

FÍSICA MÓDULO 19 FENÔMENOS ONDULATÓRIOS II. Professor Ricardo Fagundes

FÍSICA MÓDULO 19 FENÔMENOS ONDULATÓRIOS II. Professor Ricardo Fagundes FÍSICA Professor Ricardo Fagundes MÓDULO 19 FENÔMENOS ONDULATÓRIOS II RESSONÂNCIA Para entendermos esse fenômeno vamos exemplificá-lo. O aparelho de microondas funciona com esse princípio. Ao liberar um

Leia mais

t = tempo A = amplitude f = frequência

t = tempo A = amplitude f = frequência VIBRAÇÕES E ONDAS Uma vibração ou oscilação é caracterizada pela repetição de movimentos. Um sistema vibrante é caracterizado pela amplitude do movimento e pelo período de oscilação. Estas quantidade serão

Leia mais

Assunto: Ondulatória / Acústica

Assunto: Ondulatória / Acústica ESCOLA ESTADUAL DE ENS. FUND. E MÉDIO AUGUSTO MEIRA DIRETOR: TURMA: PROFESSOR: TURNO: DISCIPLINA: DATA: / / NOME: Nº: Assunto: Ondulatória / Acústica Ondulatória 1. Ondas é toda perturbação que se propaga

Leia mais

Radiação e Ionização. Proteção e higiene das Radiações I Profª: Marina de Carvalho CETEA

Radiação e Ionização. Proteção e higiene das Radiações I Profª: Marina de Carvalho CETEA Radiação e Ionização Proteção e higiene das Radiações I Profª: Marina de Carvalho CETEA Introdução O que é onda? Perturbação em um meio que se propaga transportando energia sem que haja transporte de matéria.

Leia mais

Física B Extensivo V. 5

Física B Extensivo V. 5 Física B Extensivo V. 5 Exercícios 0) B Porque o que se transporta é a perturbação, e não matéria. 0) E Uma onda é uma pertubação que se propaga através de um meio e que, durante sua propagação, transmite

Leia mais

O Som O som é uma onda mecânica, pois necessita de um meio material para se propagar. O Som. Todos os sons resultam de uma vibração (ou oscilação).

O Som O som é uma onda mecânica, pois necessita de um meio material para se propagar. O Som. Todos os sons resultam de uma vibração (ou oscilação). O Som Todos os sons resultam de uma vibração (ou oscilação). O Som O som é uma onda mecânica, pois necessita de um meio material para se propagar. As ondas sonoras são longitudinais. Resultam de compressões

Leia mais

Na crista da onda Velocity of propagation Velocidade de propagação 6.4 The motion of water elements on the surface of deep water in Em nenhum destes processos há transporte de matéria... mas há transporte

Leia mais

Lista Aula 24. É (são) verdadeira(s): a) todas b) nenhuma c) somente II d) II e III e) somente III

Lista Aula 24. É (são) verdadeira(s): a) todas b) nenhuma c) somente II d) II e III e) somente III 1. (Uece 2015) Dentre as fontes de energia eletromagnéticas mais comumente observadas no dia a dia estão o Sol, os celulares e as antenas de emissoras de rádio e TV. A característica comum a todas essas

Leia mais

Definição de Onda. Propriedade fundamental das ondas

Definição de Onda. Propriedade fundamental das ondas Apostila 7 Setor B Aulas 33 a 35 Página 147 Ondulatória Definição de Onda Onda é qualquer perturbação que se propaga através de um meio. Propriedade fundamental das ondas Uma onda transmite energia, sem

Leia mais

A Física do ENEM. Prof. Vinicius Daré

A Física do ENEM. Prof. Vinicius Daré A Física do ENEM Prof. Vinicius Daré Ranking (2016-2010) 1. Potência e Energia Elétrica ( 10 questões) 2. 1ª Lei de Ohm (8 questões) 3. Ondas: definição (T, f, λ) (6 questões) 4. Fisiologia do som (altura,

Leia mais

Aula-6 Ondas IΙ. Física Geral IV - FIS503 1º semestre, 2017

Aula-6 Ondas IΙ. Física Geral IV - FIS503 1º semestre, 2017 Aula-6 Ondas IΙ Física Geral IV - FIS503 1º semestre, 2017 Interferência Duas ondas de amplitudes (A) iguais: y1 (x, t ) = Asin(kx ωt ) y2 (x, t ) = Asin(kx ωt + φ ) y(x, t ) = y1 (x, t ) + y2 (x, t )

Leia mais

GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELETRÔNICA. FÍSICA IV Óptica e Física Moderna. Prof. Dr. Cesar Vanderlei Deimling

GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELETRÔNICA. FÍSICA IV Óptica e Física Moderna. Prof. Dr. Cesar Vanderlei Deimling GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELETRÔNICA FÍSICA IV Óptica e Física Moderna Prof. Dr. Cesar Vanderlei Deimling O plano de ensino Bibliografia: Geração de ondas eletromagnéticas Propriedades das ondas eletromagnéticas

Leia mais

Professor: Gabriel Alves

Professor: Gabriel Alves Professor: Gabriel Alves Questão 01 - (FAMERP SP) Um forno de micro-ondas funciona fazendo com que as moléculas de água presentes nos alimentos vibrem, gerando calor. O processo baseia-se nos fenômenos

Leia mais

Processo Avaliativo AVP - 4º Bimestre/2016 Disciplina: Física 2ª série EM A Data: Nome do aluno Nº Turma

Processo Avaliativo AVP - 4º Bimestre/2016 Disciplina: Física 2ª série EM A Data: Nome do aluno Nº Turma Processo Avaliativo AVP - 4º Bimestre/2016 Disciplina: Física 2ª série EM A Data: Nome do aluno Nº Turma Atividade Avaliativa: entregar a resolução de todas as questões. 1. (Fuvest 2013) A tabela traz

Leia mais

29/05/14. Exemplos : Ondas em cordas, ondas na superfície de um líquido, ondas sonoras, etc.

29/05/14. Exemplos : Ondas em cordas, ondas na superfície de um líquido, ondas sonoras, etc. Classificação das ondas Natureza Ondas Mecânicas Ondas Eletromagnéticas Modo de vibração Transversais Longitudinais Dimensão Unidimensionais Bidimensionais Tridimensionais Natureza das ondas Natureza das

Leia mais

o homem só envelhece quando os lamentos substituem os sonhos. provérbio chinês

o homem só envelhece quando os lamentos substituem os sonhos. provérbio chinês BOM DIA!!! TONHO o homem só envelhece quando os lamentos substituem os sonhos. provérbio chinês Sobre a UFSC... Profº Tonho Sobre a UDESC... Profº Tonho Numero de acertos em Física dos classificados :

Leia mais

1. (Ufmg 1997) Duas pessoas esticam um corda, puxando por suas. mesmo formato, mas estمo invertidos como mostra a figura.

1. (Ufmg 1997) Duas pessoas esticam um corda, puxando por suas. mesmo formato, mas estمo invertidos como mostra a figura. 1. (Ufmg 1997) Duas pessoas esticam um corda, puxando por suas extremidades, e cada uma envia um pulso na direçمo da outra. Os pulsos têm o mesmo formato, mas estمo invertidos como mostra a figura. Pode-se

Leia mais

1. (Fuvest 2012) A figura abaixo representa imagens instantâneas de duas cordas flexíveis idênticas, C

1. (Fuvest 2012) A figura abaixo representa imagens instantâneas de duas cordas flexíveis idênticas, C 1. (Fuvest 2012) A figura abaixo representa imagens instantâneas de duas cordas flexíveis idênticas, C 1 e C 2, tracionadas por forças diferentes, nas quais se propagam ondas. Durante uma aula, estudantes

Leia mais

Ensino Médio - Unidade São Judas Tadeu Professor (a): Leandro Aluno (a): Série: 2ª Data: / / LISTA DE FÍSICA II

Ensino Médio - Unidade São Judas Tadeu Professor (a): Leandro Aluno (a): Série: 2ª Data: / / LISTA DE FÍSICA II Ensino Médio - Unidade São Judas Tadeu Professor (a): Leandro Aluno (a): Série: 2ª Data: / / 2016. LISTA DE FÍSICA II Orientações: - A lista deverá ser respondida na própria folha impressa ou em folha

Leia mais

Boa Prova e... Aquele Abraço!!!!!!!! Virgílio.

Boa Prova e... Aquele Abraço!!!!!!!! Virgílio. PROVA DE FÍSICA 3 o TRIMESTRE DE 2015 PROF. VIRGÍLIO NOME Nº 9º ANO Olá, caro(a) aluno(a). Segue abaixo uma série de exercícios que têm, como base, o que foi trabalhado em sala de aula durante todo o ano.

Leia mais

Uma onda é definida como um distúrbio que é auto-sustentado e se propaga no espaço com uma velocidade constante. Ondas podem ser classificados em

Uma onda é definida como um distúrbio que é auto-sustentado e se propaga no espaço com uma velocidade constante. Ondas podem ser classificados em Ondas I Tipos de ondas; Amplitude, fase, freqüência, período, velocidade de propagação de uma onda; Ondas mecânicas propagando ao longo de uma corda esticada; Equação de onda; Princípio da superposição

Leia mais

Disciplina: FÍSICA Série: 1º ANO ATIVIDADES DE REVISÃO PARA O REDI (4º BIMESTRE) ENSINO MÉDIO

Disciplina: FÍSICA Série: 1º ANO ATIVIDADES DE REVISÃO PARA O REDI (4º BIMESTRE) ENSINO MÉDIO Professor (a): Estefânio Franco Maciel Aluno (a): Disciplina: FÍSICA Série: 1º ANO ATIVIDADES DE REVISÃO PARA O REDI (4º BIMESTRE) ENSINO MÉDIO Data: /10/2017. 01. (FUVEST) Na formação das imagens na retina

Leia mais

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 1º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Introdução à Ondulatória

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 1º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Introdução à Ondulatória Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 1º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Introdução à Ondulatória 1. (G1 - ifpe 2012) A figura a seguir representa um trecho de uma onda

Leia mais

Ondas. Jaime Villate, FEUP, Outubro de 2005

Ondas. Jaime Villate, FEUP, Outubro de 2005 Ondas Jaime Villate, FEUP, Outubro de 2005 1 Descrição matemática das ondas Uma onda é uma perturbação que se propaga num meio. Por eemplo, uma onda que se propaga numa corda ou o som que se propaga no

Leia mais

FIS01183 Prova 3 Semestre 2010/1 Turma H/HH. Em todas as questões explicite seu raciocínio e os cálculos realizados. Boa prova!

FIS01183 Prova 3 Semestre 2010/1 Turma H/HH. Em todas as questões explicite seu raciocínio e os cálculos realizados. Boa prova! FIS01183 Prova 3 Semestre 2010/1 Turma H/HH Nome: Matrícula: Em todas as questões explicite seu raciocínio e os cálculos realizados. Boa prova! 1. O experimento de ondas na corda realizado em laboratório

Leia mais

Ondas e a radiação eletromagnética

Ondas e a radiação eletromagnética Ondas e a radiação eletromagnética Dark side of the Moon, album cover (1973), Pink Floyd Jorge Miguel Sampaio jmsampaio@fc.ul.pt 1. O que são ondas? São perturbações ou oscilações que se propagam no espaço

Leia mais

Física. Física e Química. Ensino Profissional. Módulo F3 Luz e Fontes de Luz. Módulo F6 Som. Extensão E1.F3 Ótica Geométrica

Física. Física e Química. Ensino Profissional. Módulo F3 Luz e Fontes de Luz. Módulo F6 Som. Extensão E1.F3 Ótica Geométrica Ensino Profissional Ana Maria Morais Fernando Costa Parente Física Física e Química Módulos Extensões F3 F6 E1.F3 E2.F3 E.F6 Módulo F3 Luz e Fontes de Luz Extensão E1.F3 Ótica Geométrica Extensão E2.F3

Leia mais

ONDAS SONORAS. Nesta aula estudaremos ondas sonoras e nos concentraremos nos seguintes tópicos:

ONDAS SONORAS. Nesta aula estudaremos ondas sonoras e nos concentraremos nos seguintes tópicos: ONDAS SONORAS Nesta aula estudaremos ondas sonoras e nos concentraremos nos seguintes tópicos: Velocidade das ondas sonoras. Relação entre a amplitude do deslocamento e a pressão. Interferência de ondas

Leia mais

Tubos Sonoros. Assim como nas cordas vibrantes, nos ventres há interferência construtiva e nos nós ocorre interferência destrutiva.

Tubos Sonoros. Assim como nas cordas vibrantes, nos ventres há interferência construtiva e nos nós ocorre interferência destrutiva. Professor Caio Gomes Tubos Sonoros Considere um tubo de vidro onde uma fonte sonora passa a oscilar na extremidade aberta. Além do padrão de ondas estacionárias, devido as ondas incidentes e refletidas,

Leia mais

1) A sucessão de pulsos representada na figura a seguir foi produzida em 1,5 segundos. Determine a frequência e o período da onda.

1) A sucessão de pulsos representada na figura a seguir foi produzida em 1,5 segundos. Determine a frequência e o período da onda. 9º Física Renato Av. Trimestral 08/04/14 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1. Verifique, no cabeçalho desta prova, se seu nome, número e turma estão corretos. 2. Esta prova contém

Leia mais

Fundamentos físicos da Sismoestratigrafia

Fundamentos físicos da Sismoestratigrafia Fundamentos físicos da Sismoestratigrafia Ondas em meios sólidos elásticos Uma onda é uma perturbação da matéria que se propaga em uma direção, ou seja, as partículas em um determinado ponto de um meio

Leia mais

Apostila 8 Setor B. Aulas 37 e 38. Página 150. G n o m o

Apostila 8 Setor B. Aulas 37 e 38. Página 150. G n o m o Apostila 8 Setor B Aulas 37 e 38 FENÔMENOS Página 150 ONDULATÓRIOS G n o m o Frentes de Onda a) Fonte pontual b) Fonte reta Reflexão 1ª lei: o raio incidente, a reta normal no ponto de incidência e o raio

Leia mais

Prof. Oscar 2º. Semestre de 2013

Prof. Oscar 2º. Semestre de 2013 Cap. 16 Ondas I Prof. Oscar º. Semestre de 013 16.1 Introdução Ondas são perturbações que se propagam transportando energia. Desta forma, uma música, a imagem numa tela de tv, a comunicações utilizando

Leia mais

Ondas. Dark side of the Moon, album cover (1973), Pink Floyd. Jorge Miguel Sampaio

Ondas. Dark side of the Moon, album cover (1973), Pink Floyd. Jorge Miguel Sampaio Ondas Dark side of the Moon, album cover (1973), Pink Floyd Jorge Miguel Sampaio jmsampaio@fc.ul.pt 1. O que são ondas? São perturbações ou oscilações que se propagam no espaço e/ou no tempo acompanhadas

Leia mais

b) átomos do dielétrico absorvem elétrons da placa negativa para completar suas camadas eletrônicas externas;

b) átomos do dielétrico absorvem elétrons da placa negativa para completar suas camadas eletrônicas externas; GOIÂNIA, _28 / 10 / 2016 PROFESSOR: Jonas Tavares DISCIPLINA: Física SÉRIE: 3º ALUNO(a): L1 4º Bim Data da Prova: 28/10/2016 No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente

Leia mais

Exercícios de Revisão Global 3º Bimestre

Exercícios de Revisão Global 3º Bimestre Exercícios de Revisão Global 3º Bimestre 1. Um aluno está olhando de frente para uma superfície metálica totalmente polida. Explique como o aluno se enxerga e qual o nome deste fenômeno? A explicação está

Leia mais

Velocidade. v= = t tempo necessário para completar 1 ciclo. d distância necessária para completar 1 ciclo. λ T. Ou seja

Velocidade. v= = t tempo necessário para completar 1 ciclo. d distância necessária para completar 1 ciclo. λ T. Ou seja Velocidade d distância necessária para completar 1 ciclo v= = t tempo necessário para completar 1 ciclo Ou seja f 1 λ v= = λ f = = T k kt No S.I. a velocidade de propagação da onda mede-se em m/s. Exercicios

Leia mais

Prof. Luis Gomez. Ondas

Prof. Luis Gomez. Ondas Prof. Luis Gomez Ondas Sumário Introdução Classificação das ondas ou tipos de onda. Propagação de ondas. -ondas progresssivas -ondas harmônicas Velocidade transversal de uma partícula Velocidade de uma

Leia mais

Uma pedra jogada em uma piscina gera uma onda na superfície da água. Essa onda e a onda sonora são classificadas, respectivamente, como:

Uma pedra jogada em uma piscina gera uma onda na superfície da água. Essa onda e a onda sonora são classificadas, respectivamente, como: Atividade extra Fascículo 8 Física Unidade 18 Exercício 1 Adaptado de UERGS 2000 Uma pedra jogada em uma piscina gera uma onda na superfície da água. Essa onda e a onda sonora são classificadas, respectivamente,

Leia mais

Propriedades das ondas Prof. Theo Z. Pavan

Propriedades das ondas Prof. Theo Z. Pavan Propriedades das ondas Prof. Theo Z. Pavan Física Acústica Resumo Movimento Harmônico Simples (MHS) A solução mais geral é x = A cos(wt + f) onde A = amplitude w = frequência angular f = fase Movimento

Leia mais

1 Analise as proposições em relação ao efeito de polarização da sondas eletromagnéticas.

1 Analise as proposições em relação ao efeito de polarização da sondas eletromagnéticas. 1 Analise as proposições em relação ao efeito de polarização da sondas eletromagnéticas. I. A polarização é uma característica das ondas transversais. II. A polarização é uma característica das ondas longitudinais.

Leia mais

André Ito ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO

André Ito ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO Aluno (a): Disciplina Física Curso Professor Ensino Médio André Ito ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO Série 3ª E.M. Número: 1 - Conteúdo: Introdução ao estudo de ondas, os fenômenos ondulatórios

Leia mais

Aula 25 Radiação. UFJF/Departamento de Engenharia de Produção e Mecânica. Prof. Dr. Washington Orlando Irrazabal Bohorquez

Aula 25 Radiação. UFJF/Departamento de Engenharia de Produção e Mecânica. Prof. Dr. Washington Orlando Irrazabal Bohorquez Aula 25 Radiação UFJF/Departamento de Engenharia de Produção e Mecânica Prof. Dr. Washington Orlando Irrazabal Bohorquez REVISÃO: Representa a transferência de calor devido à energia emitida pela matéria

Leia mais

Prof. Douglas Lima. Física

Prof. Douglas Lima. Física Física Índice Conceito de onda Classificação das ondas Elementos de uma onda Período e frequência de uma onda Conceito de ondas Classificação da onda quanto à natureza Classificação da onda quanto à forma

Leia mais

CLIMATOLOGIA. Radiação solar. Professor: D. Sc. João Paulo Bestete de Oliveira

CLIMATOLOGIA. Radiação solar. Professor: D. Sc. João Paulo Bestete de Oliveira CLIMATOLOGIA Radiação solar Professor: D. Sc. João Paulo Bestete de Oliveira Sistema Solar Componente Massa (%) Sol 99,85 Júpiter 0,10 Demais planetas 0,04 Sol x Terra massa 332.900 vezes maior volume

Leia mais

1. O atributo que permite distinguir sons fortes de sons fracos chama-se: (A) Timbre. (B) Altura. (C) Intensidade.

1. O atributo que permite distinguir sons fortes de sons fracos chama-se: (A) Timbre. (B) Altura. (C) Intensidade. 1. O atributo que permite distinguir sons fortes de sons fracos chama-se: (A) Timbre. (B) Altura. (C) Intensidade. 2. Altura do som é o atributo que permite distinguir: (A) Sons puros de sons complexos.

Leia mais

5. Em cada uma das imagens abaixo, um trem de ondas planas move-se a partir da esquerda.

5. Em cada uma das imagens abaixo, um trem de ondas planas move-se a partir da esquerda. 1. O gráfico acima representa uma onda que se propaga com velocidade constante de 200 m / s. A amplitude (A), o comprimento de onda ( λ ) e a frequência (f) da onda são, respectivamente: a) 2,4 cm; 1,0

Leia mais

b) a luz proveniente dos objetos dentro da vitrine está polarizada e a luz refletida pelo vidro não está polarizada.

b) a luz proveniente dos objetos dentro da vitrine está polarizada e a luz refletida pelo vidro não está polarizada. 1 - (UFRN-RN) As fotografias 1 e 2, mostradas a seguir, foram tiradas da mesma cena. A fotografia 1 permite ver, além dos objetos dentro da vitrine, outros objetos que estão fora dela (como, por exemplo,

Leia mais

Lista de exercícios n 2 - Ondas Prof. Marco

Lista de exercícios n 2 - Ondas Prof. Marco o Lista de exercícios n 2 - Ondas Prof. Marco Ondas periódicas 1 Uma onda tem velocidade escalar igual a 240 m/s e seu comprimento de onda é 3,2 m. Quais são: (a) A freqüência; (b) O período da onda? [Resp.

Leia mais

Prof. Dr. Lucas Barboza Sarno da Silva

Prof. Dr. Lucas Barboza Sarno da Silva Prof. Dr. Lucas Barboza Sarno da Silva Superposição de ondas harmônicas Um importante aspecto do comportamento das ondas é o efeito combinado de duas ou mais ondas que se propagam num mesmo meio. Princípio

Leia mais