GEOGRAFIA (Prova Escrita) Maio de 2014

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GEOGRAFIA (Prova Escrita) Maio de 2014"

Transcrição

1 1. OBJETO DE AVALIAÇÃO Competências As competências avaliadas, no exame de equivalência à frequência de Geografia, estão de acordo com as orientações curriculares definidas para o 3.º ciclo na referida disciplina. TERRA: ESTUDOS E REPRESENTAÇÕES MEIO NATURAL Conhece diferentes tipos de mapas Distingue as diferentes representações da superfície terrestre Sabe calcular distâncias reais a partir de um mapa Distingue escala numérica de escala gráfica Conhece os rumos da rosa dos ventos Descreve a localização relativa dos lugares Conhece os principais elementos geométricos da Terra Localiza um lugar no mapa de forma absoluta Localiza a Europa no mundo Identifica os países europeus Enuncia os sucessivos alargamentos da União Europeia Refere os principais objetivos da União Europeia Localiza os países da União Europeia Identifica os diferentes tipos de clima Carateriza os diferentes tipos de clima Associa o clima ao tipo de vegetação Analisa gráficos termopluviométricos Identifica as diferentes formas de relevo Identifica os principais conjuntos de relevo a diferentes escalas Localiza os diferentes elementos da superfície terrestre Localiza os oceanos, principais mares, penínsulas, planaltos, planícies, rios em mapas de Portugal, Península Ibérica, Europa e Mundo Identifica os diferentes elementos que compõem uma bacia hidrográfica Conhece a importância da gestão das bacias hidrográficas na prevenção de cheias e no abastecimento de água potável Identifica os diferentes tipos de costa/formas do litoral POPULAÇÃO E POVOAMENTO Identifica as áreas de fraca e forte concentração de população Identifica os fatores naturais e humanos responsáveis pela distribuição da população Analisa a evolução da população a nível mundial Analisa os indicadores demográficos Interpreta uma pirâmide etária 1/6

2 Compara pirâmides etárias a nível mundial Identifica as políticas demográficas Identifica os tipos de migrações Identifica as causas das migrações para as áreas de partida e de chegada Identifica as consequências das migrações para as áreas de partida e de chegada Identifica os problemas das cidades Aponta soluções para os problemas das cidades ATIVIDADES ECONÓMICAS Identifica vantagens e desvantagens dos vários tipos de energias Refere consequências do elevado consumo de recursos energéticos Apresenta medidas para diminuir consumo de recursos energéticos Identifica fatores que condicionam a atividade agrícola Caracteriza a agricultura tradicional e a moderna Enumera os impactes económicos, sociais e ambientais da atividade agrícola Explica as vantagens da utilização da agricultura biológica Identifica fatores que condicionam a atividade piscatória Distingue pesca tradicional de pesca moderna Enuncia os impactes ambientais da atividade piscatória Apresenta as vantagens da utilização da Aquicultura CONTRASTES DE DESENVOLVIMENTO Distingue Crescimento Económico de Desenvolvimento Evidencia o contraste Norte/Sul em termos de desenvolvimento Conhece os indicadores económicos e de nível de vida Problematiza os vários fatores condicionantes do desenvolvimento das regiões Identifica os diferentes tipos de ajuda internacional prestada aos países em desenvolvimento. Avalia a importância da ajuda internacional (países desenvolvidos, ONG, organizações internacionais) para atenuar os contrastes de desenvolvimento AMBIENTE E SOCIEDADE Identifica os grandes problemas ambientais da atualidade provocados pela ação humana Compreende os efeitos dos grandes problemas ambientais Aponta soluções / estratégias para a resolução dos problemas do ambiente tendo em vista a sustentabilidade do planeta Terra Conteúdos/Temas De acordo com o documento Geografia, Orientações Curriculares, 3.º Ciclo, os diferentes temas podem ser estudados separadamente ou de forma integrada. Assim, cada grupo que 2/6

3 constitui o exame pode incluir itens sobre conteúdos de diferentes temas articulados de forma coerente, sempre numa perspetiva de ciclo. A TERRA: ESTUDOS E REPRESENTAÇÕES Descrição da paisagem; Mapas como forma de representar a superfície terrestre; Localização dos diferentes elementos da superfície terrestre. POPULAÇÃO E POVOAMENTO População; Mobilidade; Áreas de fixação humana. ATIVIDADES ECONÓMICAS Recursos Energéticos Agricultura Pesca CONTRASTES DE DESENVOLVIMENTO Países Desenvolvidos vs Países em Desenvolvimento. Interdependência entre espaços com diferentes níveis de desenvolvimento AMBIENTE E SOCIEDADE Alterações do ambiente global. Grandes desafios ambientais. Estratégias de preservação do património. Os temas Meio Natural e Atividades Económicas, não incluídos nos temas que constituem objeto de avaliação no exame, poderão, no entanto, ser abordados em articulação com outros temas, pois, dada a sua natureza transversal, são lecionados com alguns subtemas de População e Povoamento, de Contrastes de Desenvolvimento e de Ambiente e Sociedade. 2. CARATERÍSTICAS E ESTRUTURA DA PROVA O exame apresenta quatro grupos de itens. O Grupo I é constituído por itens de seleção e o Grupo IV é constituído por itens de construção. Os outros grupos podem integrar itens de seleção e itens de construção. Dada a relevância da observação e da aprendizagem, por parte dos alunos, de diversas 3/6

4 técnicas gráficas, cartográficas e estatísticas, cada grupo tem como ponto de partida, pelo menos, um documento (mapa, imagem, gráfico, texto, noticia, quadro estatístico, etc.). Os diferentes itens podem referir-se à realidade portuguesa e incluir comparações com outras realidades semelhantes ou contrastantes. O exame pode incluir itens da tipologia descrita no quadro seguinte: Quadro 1 Tipologia, número de itens e cotação Tipologia de itens Número de itens Cotação por item (em pontos) ITENS DE SELEÇÃO escolha múltipla 12 a 16 4 ITENS DE CONSTRUÇÃO resposta curta resposta restrita resposta extensa 4 a 6 4 a 12 Os alunos não respondem no enunciado do teste. As respostas são registadas em folha própria fornecida pela escola. Os conteúdos lecionados no 9.º ano representarão pelo menos 50% do total da cotação do exame. 3. CRITÉRIOS GERAIS DE CLASSIFICAÇÃO A classificação a atribuir a cada resposta resulta da aplicação dos critérios gerais e dos critérios específicos de classificação apresentados para cada item e é expressa por um número inteiro, previsto na grelha de classificação. As respostas ilegíveis ou que não possam ser claramente identificadas são classificadas com zero pontos. No entanto, em caso de omissão ou de engano na identificação de uma resposta, esta pode ser classificada se for possível identificar inequivocamente o item a que diz respeito. Se o aluno responder a um mesmo item mais do que uma vez, não eliminando inequivocamente a(s) resposta(s) que não deseja que seja(m) classificada(s), deve ser considerada apenas a resposta que surgir em primeiro lugar. Itens de seleção Escolha múltipla A cotação total do item só é atribuída às respostas que apresentem de forma inequívoca a única opção correta. 4/6

5 São classificadas com zero pontos as respostas em que seja assinalada: uma opção incorreta; mais do que uma opção. Não há lugar a classificações intermédias. Itens de construção As respostas aos itens de construção (que podem surgir nos Grupos II, III e constituem a totalidade dos itens no grupo IV), que apresentem pontos de vista diferentes dos mencionados nos critérios específicos de classificação e/ou que não utilizem uma terminologia igual à utilizada nos critérios específicos de classificação devem ser classificadas se o seu conteúdo for considerado cientificamente válido e estiver adequado ao solicitado. Nestes casos, as respostas devem ser classificadas segundo procedimentos análogos aos previstos nos descritores apresentados. Nos itens que apresentem critérios específicos de classificação organizados por níveis de desempenho, é atribuída, a cada um desses níveis, uma única pontuação. No caso de, ponderados todos os dados contidos nos descritores, permanecerem dúvidas quanto ao nível a atribuir, deve optar-se pelo nível mais elevado de entre os dois tidos em consideração. É classificada com zero pontos qualquer resposta que não atinja o nível 1 de desempenho no domínio específico da disciplina. Resposta curta Nos itens de resposta curta, caso a resposta contenha elementos que excedam o solicitado, só são considerados, para efeitos de classificação, os elementos que satisfaçam o que é pedido, segundo a ordem pela qual são apresentados na resposta, mesmo que os elementos em excesso estejam corretos. Os critérios de classificação relativos aos itens de resposta curta podem apresentar-se organizados por níveis de desempenho. Resposta restrita Os critérios de classificação dos itens de resposta restrita apresentam-se organizados por níveis de desempenho. A cada nível de desempenho corresponde uma dada pontuação. É classificada com zero pontos qualquer resposta que não atinja o nível 1 de desempenho no domínio específico da disciplina. Resposta extensa No item de resposta extensa com cotação igual a 12 pontos (item do Grupo IV), que implica a produção de um texto, a classificação a atribuir traduz a avaliação simultânea do desempenho no domínio específico da disciplina e no domínio da comunicação escrita em língua portuguesa. A avaliação do domínio da comunicação escrita em língua portuguesa contribui para valorizar a classificação atribuída ao desempenho no domínio específico da disciplina. Níveis 2 1 Descritores Composição bem estruturada, sem erros de sintaxe, de pontuação e/ou de ortografia, ou com erros esporádicos, cuja gravidade não implique perda de inteligibilidade e/ou de sentido. Composição com problemas de estrutura, com erros de sintaxe, de pontuação e/ou de ortografia, cuja gravidade implique perda de inteligibilidade e/ou de sentido. 5/6

6 No caso de a resposta não atingir o nível 1 de desempenho no domínio específico da disciplina, não é classificado o domínio da comunicação escrita em língua portuguesa. No presente ano letivo, na classificação do exame, continuarão a ser consideradas corretas as grafias que seguirem o que se encontra previsto quer no Acordo de 1945, quer no Acordo de 1990(atualmente em vigor), mesmo quando se utilizem as duas grafias numa mesma prova. 4. MATERIAL Os alunos apenas podem usar, como material de escrita, caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta. Os alunos podem utilizar régua, esquadro, transferidor e calculadora não alfanumérica, não programável. Não é permitido o uso de corretor. 5. DURAÇÃO O exame tem a duração de 90 minutos, não podendo a sua aplicação ultrapassar este limite de tempo. 6/6

Prova Escrita de GEOGRAFIA

Prova Escrita de GEOGRAFIA INFORMAÇÃO ------------------------------------------------------------------------------------------------------- PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO Prova Escrita de GEOGRAFIA Prova 018

Leia mais

1- Objeto de Avaliação

1- Objeto de Avaliação Informação - Prova de Equivalência à Frequência Geografia 3º ciclo do Ensino Básico 2016 1- Objeto de Avaliação As Orientações Curriculares para o 3º ciclo do ensino básico da disciplina de Geografia integram

Leia mais

Escola Básica do 2º e 3ºCiclo Dr. Alfredo Ferreira Nóbrega Júnior

Escola Básica do 2º e 3ºCiclo Dr. Alfredo Ferreira Nóbrega Júnior Escola Básica do 2º e 3ºCiclo Dr. Alfredo Ferreira Nóbrega Júnior Informação - Prova de Equivalência à Frequência de 3º ciclo - Geografia Disciplina (código: 18) Prova 2014/ 2015 9º Ano de Escolaridade

Leia mais

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 1-G/2016, de 6 de abril.

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 1-G/2016, de 6 de abril. Informação Agrupamento de Escolas de Samora Correia 2016 Escola Básica de Porto Alto Escola Básica Prof. João Fernandes Pratas Prova de Equivalência à Frequência de Geografia (18) 3º Ciclo - 9.º Ano de

Leia mais

Informação da Prova de Geografia - 9ºano

Informação da Prova de Geografia - 9ºano Ministério da Educação e Ciência Agrupamento de Escolas Fernão de Magalhães Prova de Equivalência à Frequência 3.º Ciclo do Ensino Básico Informação da Prova de Geografia - 9ºano Código 18 / 1ª e 2ª Fase

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SEBASTIÃO DA GAMA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SEBASTIÃO DA GAMA INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA GEOGRAFIA Prova escrita 2016 Prova 18. 9.º Ano de Escolaridade O presente documento divulga informação relativa à prova de equivalência à frequência do ensino

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MARTIM DE FREITA Prova de Equivalência à Frequência. Ano letivo de 2012/2013. Disciplina: Geografia

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MARTIM DE FREITA Prova de Equivalência à Frequência. Ano letivo de 2012/2013. Disciplina: Geografia ESCOLA MARTIM DE FREITAS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MARTIM DE FREITA Prova de Equivalência à Frequência Ano letivo de 2012/2013 Disciplina: Geografia 3º Ciclo do Ensino Básico 1.- Introdução O exame de

Leia mais

Matriz da Prova de Exame de Equivalência à Frequência de GEOGRAFIA

Matriz da Prova de Exame de Equivalência à Frequência de GEOGRAFIA Matriz da Prova de Exame de Equivalência à Frequência de GEOGRAFIA 3.º Ciclo do Ensino Básico Prova 18 2015 Critérios de Classificação 4 Páginas 1.... INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as caraterísticas

Leia mais

Deve ainda ser tida em consideração a Portaria n.º 243/2012, de 10 de agosto.

Deve ainda ser tida em consideração a Portaria n.º 243/2012, de 10 de agosto. INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Economia C Maio de 2015 Prova 312 Escrita Ensino Secundário (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 1 Introdução O presente documento visa divulgar as caraterísticas

Leia mais

Informação-Prova. Prova de Equivalência à Frequência História e Geografia de Portugal. Prova

Informação-Prova. Prova de Equivalência à Frequência História e Geografia de Portugal. Prova Prova de Equivalência à Frequência História e Geografia de Portugal Prova 05 2016 Informação-Prova 2º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 17/2016, de 4 de abril) 1. Objeto de avaliação - A prova tem

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA HISTÓRIA ( 19) MAIO º ANO - 3.º CICLO ENSINO BÁSICO -Decreto-Lei n.º 139/2012 de 5 de julho.

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA HISTÓRIA ( 19) MAIO º ANO - 3.º CICLO ENSINO BÁSICO -Decreto-Lei n.º 139/2012 de 5 de julho. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PAREDE Escola Básica 2+3 de Santo António Escola Secundária Fernando Lopes Graça INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA HISTÓRIA ( 19) MAIO 2017 9.º ANO - 3.º CICLO ENSINO

Leia mais

GEOGRAFIA maio de ª / 2ª Fase

GEOGRAFIA maio de ª / 2ª Fase Agrupamento de Escolas de Barrancos INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO GEOGRAFIA maio de 2017 Prova 18 2017 1ª / 2ª Fase 3.º Ciclo do Ensino Básico Tipo de Prova: Escrita Duração

Leia mais

Classificar os diferentes tipos de indústria Identificar os fatores de localização industrial Distinguir recursos renováveis de não renováveis

Classificar os diferentes tipos de indústria Identificar os fatores de localização industrial Distinguir recursos renováveis de não renováveis Informação - Prova de Equivalência à Frequência GEOGRAFIA 2017 Prova 18 3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) Tipo de prova: Escrita Objeto de avaliação A prova tem por referência

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DISCIPLINA ( 19) HISTÓRIA MAIO 2016

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DISCIPLINA ( 19) HISTÓRIA MAIO 2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PAREDE Escola Básica 2+3 de Santo António Escola Secundária Fernando Lopes Graça INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DISCIPLINA ( 19) HISTÓRIA MAIO 2016 9.º ANO - 3.º

Leia mais

Informação-Prova de Equivalência à Frequência de História 3º Ciclo Ano letivo de

Informação-Prova de Equivalência à Frequência de História 3º Ciclo Ano letivo de Agrupamento de Escolas Francisco de Holanda Escola EB 2,3 Egas Moniz Informação-Prova de Equivalência à Frequência de História 3º Ciclo Ano letivo de 2016-2017 OBJETO DE AVALIAÇÃO A prova de equivalência

Leia mais

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina.

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina. INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Prova de Equivalência à Frequência de ECONOMIA C 12º Ano de Escolaridade Prova 312 2015 Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho 1. Introdução O presente documento

Leia mais

MATRIZ PROVA EXTRAORDINÁRIA DE AVALIAÇÃO GEOGRAFIA Maio de º Ano 3.º Ciclo do Ensino Básico

MATRIZ PROVA EXTRAORDINÁRIA DE AVALIAÇÃO GEOGRAFIA Maio de º Ano 3.º Ciclo do Ensino Básico MATRIZ PROVA EXTRAORDINÁRIA DE AVALIAÇÃO GEOGRAFIA Maio de 2016 Prova de 2016 8.º Ano 3.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as caraterísticas da prova extraordinária

Leia mais

Prova Escrita de Geografia A

Prova Escrita de Geografia A EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março Prova Escrita de Geografia A 0.º e.º Anos de Escolaridade Prova 79/Época Especial Critérios de Classificação 9 Páginas 202 COTAÇÕES

Leia mais

Escola Secundária Dr. João Manuel da Costa Delgado

Escola Secundária Dr. João Manuel da Costa Delgado Escola Secundária Dr. João Manuel da Costa Delgado Informação - Prova de Equivalência à Frequência Formação: Específica Geografia C 12º Ano Código 319 2017 1 - Introdução: O presente documento visa divulgar

Leia mais

Informação n.º Data: Para: Direção-Geral da Educação. Inspeção-Geral da Educação e Ciência. Direções Regionais de Educação

Informação n.º Data: Para: Direção-Geral da Educação. Inspeção-Geral da Educação e Ciência. Direções Regionais de Educação Prova de Exame Nacional de Economia A Prova 712 2013 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Para: Direção-Geral da Educação Inspeção-Geral da Educação e Ciência Direções Regionais de Educação Secretaria Regional

Leia mais

Prova Escrita de Geografia A

Prova Escrita de Geografia A EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 39/202, de de julho Prova Escrita de Geografia A 0.º e.º Anos de Escolaridade Prova 79/.ª Fase Critérios de Classificação 0 Páginas 203 COTAÇÕES GRUPO

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Senhora da Hora, Matosinhos Prova de Equivalência à Frequência do Ensino Básico

Agrupamento de Escolas da Senhora da Hora, Matosinhos Prova de Equivalência à Frequência do Ensino Básico Agrupamento de Escolas da Senhora da Hora, Matosinhos Prova de Equivalência à Frequência do Ensino Básico INFORMAÇÃO PROVA DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL 2016 6º ANO DE ESCOLARIDADE (DECRETO-LEI N.º

Leia mais

1. Introdução. 2. Objeto de avaliação. Exame de Equivalência à Frequência: 12º ano do Ensino Secundário. Física

1. Introdução. 2. Objeto de avaliação. Exame de Equivalência à Frequência: 12º ano do Ensino Secundário. Física Exame de Equivalência à Frequência: Física 12º ano do Ensino Secundário Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho. Portaria n.º 243/2012, de 10 de agosto. 1. Introdução O presente documento visa divulgar

Leia mais

Prova Escrita de Geografia A

Prova Escrita de Geografia A EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março Prova Escrita de Geografia A 0.º e.º Anos de Escolaridade Prova 79/2.ª Fase Critérios de Classificação 0 Páginas 202 COTAÇÕES

Leia mais

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 1. Introdução INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA O presente documento visa, conforme previsto no Despacho Normativo n.º 5/2013, de 8 de abril, divulgar as características do exame de equivalência

Leia mais

1º Ciclo AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PÓVOA DE LANHOSO Estudo do Meio Informação Prova de Equivalência à Frequência INTRODUÇÃO

1º Ciclo AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PÓVOA DE LANHOSO Estudo do Meio Informação Prova de Equivalência à Frequência INTRODUÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PÓVOA DE LANHOSO 150915 1º Ciclo Estudo do Meio Informação Prova de Equivalência à Frequência INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência

Leia mais

Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Básico 9º Ano de Escolaridade História 2014

Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Básico 9º Ano de Escolaridade História 2014 Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Básico 9º Ano de Escolaridade História 2014 OBJETO DE AVALIAÇÃO O Exame de Equivalência à Frequência de História tem por referência o Programa de História em

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA História e Geografia de Portugal

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA História e Geografia de Portugal INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA História e Geografia de Portugal Prova 05 2015 2.º Ciclo do Ensino Básico O presente documento divulga informação relativa à prova final do 2.º Ciclo da disciplina

Leia mais

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 24-A/2012, de 6 de dezembro, bem como o Despacho n.º 15971/2012, de 14 de dezembro.

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 24-A/2012, de 6 de dezembro, bem como o Despacho n.º 15971/2012, de 14 de dezembro. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALMANCIL (145142) Prova de equivalência à frequência de HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL 2.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características

Leia mais

Biologia. (Prova Escrita e Prática) Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho

Biologia. (Prova Escrita e Prática) Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Informação-Prova de Equivalência à Frequência Biologia (Prova Escrita e Prática) Prova 302 2015 12.º Ano de Escolaridade Duração da Prova: 180 minutos (+ 30 minutos de tolerância): (90 minutos na componente

Leia mais

Colégio do Amor de Deus - Cascais

Colégio do Amor de Deus - Cascais Colégio do Amor de Deus - Cascais Informação Prova de equivalência à frequência de Psicologia B 12º Ano de Escolaridade Prova 340 Aprovada em: 2016.04.20 1. Introdução O presente documento visa divulgar

Leia mais

DISCIPLINA: ESTUDO DO MEIO CÓDIGO DA PROVA: 22. Ensino Básico: 1.º CICLO ANO DE ESCOLARIDADE: 4.º

DISCIPLINA: ESTUDO DO MEIO CÓDIGO DA PROVA: 22. Ensino Básico: 1.º CICLO ANO DE ESCOLARIDADE: 4.º DISCIPLINA: ESTUDO DO MEIO CÓDIGO DA PROVA: 22 Ensino Básico: 1.º CICLO ANO DE ESCOLARIDADE: 4.º 1. Introdução O presente documento divulga informação relativa à prova de equivalência à frequência do 1.º

Leia mais

Informação- Prova de equivalência à Frequência

Informação- Prova de equivalência à Frequência Informação- Prova de equivalência à Frequência 3.º Ciclo História Ano de escolaridade 9.º ano OBJETO DE AVALIAÇÃO A Prova/Exame de Equivalência à Frequência tem por referência o Programa de História em

Leia mais

1. Introdução. 3º Ciclo do Ensino Básico. Prova de Equivalência à Frequência de:

1. Introdução. 3º Ciclo do Ensino Básico. Prova de Equivalência à Frequência de: AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MEM MARTINS Sede: ES de Mem Martins EB23 Maria Alberta Menéres; EB1 de Mem Martins n.º 2; EB1 com JI da Serra das Minas n.º 1 Prova de Equivalência à Frequência de: Geografia

Leia mais

3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 6 págs.

3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 6 págs. Agrupamento de Escolas de Prado INFORMAÇÃO-PROVA FÍSICO-QUÍMICA 2016 Prova 11 1 ª e 2ª fases 3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 6 págs. 1. Introdução O presente documento

Leia mais

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina.

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina. INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Prova de Equivalência à Frequência de GEOGRAFIA C 12º Ano de Escolaridade Prova 319 2015 Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho 1. Introdução O presente

Leia mais

Curso Técnico Profissional de Turismo Geografia Módulo B4 Portugal: a População

Curso Técnico Profissional de Turismo Geografia Módulo B4 Portugal: a População Curso Técnico Profissional de Turismo 2015-2016 Geografia Módulo B4 Portugal: a População OBJETIVOS ESTRUTURA CONTEÚDOS COTAÇÕES CRITÉRIOS DE CORREÇÃO Os alunos deverão ser capazes de: Na resposta às questões

Leia mais

Informação n.º Data: Para: Inspeção-Geral de Educação. Direções Regionais de Educação. Escolas com ensino secundário CIREP FERLAP

Informação n.º Data: Para: Inspeção-Geral de Educação. Direções Regionais de Educação. Escolas com ensino secundário CIREP FERLAP Prova de Exame Nacional de Economia A Prova 712 2012 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março Para: Direção-Geral de Inovação e de Desenvolvimento Curricular Inspeção-Geral

Leia mais

SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E CULTURA DIREÇÃO REGIONAL DA EDUCAÇÃO INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE HISTÓRIA.

SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E CULTURA DIREÇÃO REGIONAL DA EDUCAÇÃO INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE HISTÓRIA. SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E CULTURA DIREÇÃO REGIONAL DA EDUCAÇÃO INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE HISTÓRIA Código 19 3.º Ciclo do Ensino Básico Ano Letivo 2015 / 2016 O presente documento

Leia mais

Prova Escrita de Geografia A

Prova Escrita de Geografia A EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março Prova Escrita de Geografia A 0.º e.º Anos de Escolaridade Prova 79/.ª Fase Critérios de Classificação 9 Páginas 202 COTAÇÕES

Leia mais

Informação Prova de Equivalência à Frequência Agrupamento de Escolas de ANTÓNIO NOBRE. DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 10

Informação Prova de Equivalência à Frequência Agrupamento de Escolas de ANTÓNIO NOBRE. DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 10 DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 10 CICLO: 3º ANO DE ESCOLARIDADE: 9º 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de exame de equivalência à frequência da

Leia mais

Informação Prova de equivalência à frequência de História 3º Ciclo do Ensino Básico Prova 19 Aprovada em :

Informação Prova de equivalência à frequência de História 3º Ciclo do Ensino Básico Prova 19 Aprovada em : Colégio do Amor de Deus - Cascais Informação Prova de equivalência à frequência de História 3º Ciclo do Ensino Básico Prova 19 Aprovada em : 2016.04.20 1. Introdução O presente documento visa divulgar

Leia mais

1. Objeto de avaliação

1. Objeto de avaliação INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Biologia Maio de 2015 Prova 302 Escrita e Prática Ensino Secundário (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 1. Objeto de avaliação A prova de equivalência

Leia mais

Este documento vai ser divulgado na escola-sede do Agrupamento e na página eletrónica:

Este documento vai ser divulgado na escola-sede do Agrupamento e na página eletrónica: Agrupamento de Escolas Pedro Jacques de Magalhães INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA HISTÓRIA 2014 3º Ciclo do Ensino Básico O presente documento divulga a informação relativa à prova de equivalência

Leia mais

Material de escrita: caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta. Não é permitido o uso de lápis nem de corretor.

Material de escrita: caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta. Não é permitido o uso de lápis nem de corretor. ESCOLA SECUNDÁRIA DE BARCELINHOS E N S I N O S E C U N D Á R I O Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho, com a redação atual; Regulamento de Exames. Ano Letivo 2016 / 2017 1ª E 2ª FASES Prova de Equivalência

Leia mais

1- Objeto de Avaliação

1- Objeto de Avaliação Informação - Prova de Equivalência à Frequência Ciências Naturais 3º ciclo do Ensino Básico (código:10) 2016 1- Objeto de Avaliação As Orientações Curriculares para o 3º ciclo do ensino básico da disciplina

Leia mais

Prova Escrita de Geografia A

Prova Escrita de Geografia A EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 39/202, de de julho Prova Escrita de Geografia A 0.º e.º Anos de Escolaridade Prova 79/Época Especial Critérios de Classificação 9 Páginas 203 COTAÇÕES

Leia mais

Informação n.º Data: Para: Direção-Geral da Educação. Inspeção-Geral de Educação e Ciência. Direções Regionais de Educação

Informação n.º Data: Para: Direção-Geral da Educação. Inspeção-Geral de Educação e Ciência. Direções Regionais de Educação Prova de Exame Nacional de Biologia e Geologia Prova 702 2013 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Para: Direção-Geral da Educação Inspeção-Geral de Educação e Ciência Direções Regionais de Educação Secretaria

Leia mais

Informação da Prova de Exame de Equivalência à Frequência. Física Código:

Informação da Prova de Exame de Equivalência à Frequência. Física Código: Científico Humanísticos / 12.º Ano Prova: T / P Nº de anos: 1 Duração: Teórica 90 min Prática 90 min + 30 min (tolerância) Decreto -Lei n.º 139/2012, de 5 de Julho. Deve ainda ser tida em consideração

Leia mais

Informação Prova de Equivalência à Frequência / Estudo do Meio. 1º Ciclo do Ensino Básico - 4º Ano

Informação Prova de Equivalência à Frequência / Estudo do Meio. 1º Ciclo do Ensino Básico - 4º Ano AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE OVAR SUL DGEstE Direção de Serviços Região Centro Sede: Escola Secundária Júlio Dinis Informação Prova de Equivalência à Frequência / 2012.2013 Estudo do Meio 1º Ciclo do Ensino

Leia mais

Informação n.º Data: Para: Direção-Geral da Educação. Inspeção-Geral de Educação e Ciência. Direções Regionais de Educação

Informação n.º Data: Para: Direção-Geral da Educação. Inspeção-Geral de Educação e Ciência. Direções Regionais de Educação Prova de Exame Nacional de Latim A Prova 732 2013 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Para: Direção-Geral da Educação Inspeção-Geral de Educação e Ciência Direções Regionais de Educação Secretaria Regional

Leia mais

Expressões Artísticas

Expressões Artísticas AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALMANCIL (145142) Prova de equivalência à frequência Expressões Artísticas 1.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova

Leia mais

A prova reflete uma visão integradora e articulada dos diferentes conteúdos programáticos da disciplina.

A prova reflete uma visão integradora e articulada dos diferentes conteúdos programáticos da disciplina. Data: (data de realização da matriz) Prova Final de Ciclo de Matemática Prova 82 2013 3º ciclo do ensino básico Enquadramento Legal: Decreto-Lei nº 3/2008 de 7 de janeiro Norma 01/JNE/2013 Orientações

Leia mais

Teste intermédio interno de Geografia A 11º ano

Teste intermédio interno de Geografia A 11º ano Teste intermédio interno de Geografia A 11º ano DATA DO TESTE: 09 de março de 2015 INFORMAÇÕES Nota introdutória Este documento resulta de uma adaptação das informações emanadas pelo IAVE, referentes à

Leia mais

ESTRUTURA CONTEÚDOS COTAÇÕES CRITÉRIOS DE CORREÇÃO

ESTRUTURA CONTEÚDOS COTAÇÕES CRITÉRIOS DE CORREÇÃO Curso Profissional 2015-2016 Geografia Módulo B8 O Turismo no Mundo Atual: uma Indústria Globalizante OBJETIVOS ESTRUTURA CONTEÚDOS COTAÇÕES CRITÉRIOS DE CORREÇÃO Os alunos deverão ser capazes de: Compreender

Leia mais

Biologia. Objeto de Avaliação. Ensino Secundário. Prova

Biologia. Objeto de Avaliação. Ensino Secundário. Prova INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUENCIA Biologia 2015 Ensino Secundário O presente documento divulga informação relativa à PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUENCIA do ensino secundário da disciplina de

Leia mais

Prova Escrita de Geografia A

Prova Escrita de Geografia A EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 39/202, de de julho Prova Escrita de Geografia A 0.º e.º Anos de Escolaridade Prova 79/2.ª Fase Critérios de Classificação 9 Páginas 203 COTAÇÕES GRUPO

Leia mais

DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 10. Ensino Básico: 3.º CICLO ANO DE ESCOLARIDADE: 9.º

DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 10. Ensino Básico: 3.º CICLO ANO DE ESCOLARIDADE: 9.º DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 10 Ensino Básico: 3.º CICLO ANO DE ESCOLARIDADE: 9.º O presente documento divulga informação relativa à prova de equivalência à frequência do 3.º Ciclo da

Leia mais

Físico-Química Março 2017

Físico-Química Março 2017 INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Físico-Química Março 2017 2017 11 Prova 3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei nº 139/2012, de 05 de julho) O presente documento divulga informação relativa

Leia mais

INFORMAÇÃO -PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO

INFORMAÇÃO -PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO 1. INTRODUÇÃO Físico-Química Prova 11 O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do ensino básico, a realizar em 2016 pelos alunos que se encontram abrangidos

Leia mais

O presente documento dá a conhecer os seguintes aspetos relativos à prova:

O presente documento dá a conhecer os seguintes aspetos relativos à prova: DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 10 CICLO: 3º ANO DE ESCOLARIDADE: 9º 1. Introdução O presente documento visa divulgar as caraterísticas da prova de exame de equivalência à frequência da

Leia mais

Informação n.º Data: Para: Direção-Geral da Educação. Inspeção-Geral da Educação e Ciência. Direções Regionais de Educação

Informação n.º Data: Para: Direção-Geral da Educação. Inspeção-Geral da Educação e Ciência. Direções Regionais de Educação Prova Final de Ciclo de Português Prova 91 2013 3.º Ciclo do Ensino Básico Para: Direção-Geral da Educação Inspeção-Geral da Educação e Ciência Direções Regionais de Educação Secretaria Regional da Educação

Leia mais

PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA

PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 824 História da Cultura e das Artes Informação PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Ano: 2014 12º ano 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência

Leia mais

Prova Escrita de Materiais e Tecnologias

Prova Escrita de Materiais e Tecnologias Informação-Prova de Equivalência à Frequência Prova Escrita de Materiais e Tecnologias Prova 313 2015 12º Ano de Escolaridade Duração da Prova: 120 minutos Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho O presente

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MEM MARTINS Informação n.º /2013

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MEM MARTINS Informação n.º /2013 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MEM MARTINS Informação n.º /2013 Prova _342_ / 2013 Exame de Equivalência à Frequência de: QUÍMICA Ensino Secundário Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho. Portaria n.º 243/2012,

Leia mais

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Decreto Lei n.º 139/2012, de 5 de Julho

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Decreto Lei n.º 139/2012, de 5 de Julho Ano letivo 2013/2014 INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Decreto Lei n.º 139/2012, de 5 de Julho Disciplina: HISTÓRIA DAS ARTES Prova/Código: 124 Ano de Escolaridade: 12ºAno (Curso Tecnológico

Leia mais

COTAÇÕES GRUPO I pontos pontos GRUPO II pontos GRUPO III GRUPO IV

COTAÇÕES GRUPO I pontos pontos GRUPO II pontos GRUPO III GRUPO IV Teste Intermédio de Biologia e Geologia Teste Intermédio Biologia e Geologia Duração do Teste: 90 minutos 19.04.01 10.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/004, de 6 de março COTAÇÕES GRUPO I 1....

Leia mais

Informação - de Exame de Equivalência à Frequência de História e Geografia de Portugal

Informação - de Exame de Equivalência à Frequência de História e Geografia de Portugal Informação - de Exame de Equivalência à Frequência de História e Geografia de Portugal 2.º Ciclo do Ensino Básico 2015 Prova 05 5 Páginas 1. INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as caraterísticas

Leia mais

Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos da Torre

Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos da Torre 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do 2.º ciclo do ensino básico da disciplina de Educação Tecnológica, a realizar em 2014 pelos alunos

Leia mais

Prova Escrita de Biologia e Geologia

Prova Escrita de Biologia e Geologia EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março Prova Escrita de Biologia e Geologia 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Prova 702/2.ª Fase Critérios de Classificação 12 Páginas

Leia mais

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS COMPONENTES ESCRITA E ORAL PROVA

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS COMPONENTES ESCRITA E ORAL PROVA INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS COMPONENTES ESCRITA E ORAL PROVA 06 2017 2.º CICLO DO ENSINO BÁSICO (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)» INTRODUÇÃO O presente documento divulga

Leia mais

Informação Prova de equivalência à frequência

Informação Prova de equivalência à frequência 1. INTRODUÇÃO O presente documento publicita a informação relativa à prova de equivalência à frequência do Ensino Secundário da disciplina de Psicologia B, a realizar em 2016, a nível de escola, de acordo

Leia mais

DISCIPLINA: Psicologia B CÓDIGO DA PROVA: 340

DISCIPLINA: Psicologia B CÓDIGO DA PROVA: 340 DISCIPLINA: Psicologia B CÓDIGO DA PROVA: 340 CICLO: Secundário ANO DE ESCOLARIDADE: 12º 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de exame de equivalência à frequência

Leia mais

Prova Escrita e Prática de Biologia

Prova Escrita e Prática de Biologia INFORMAÇÃO ------------------------------------------------------------------------------------------------------- PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova Escrita e Prática de Biologia

Leia mais

Informação - Prova de Equivalência à Frequência. 6º Ano de Escolaridade [Dec.Lei nº 139/2012] 2º ciclo do Ensino Básico

Informação - Prova de Equivalência à Frequência. 6º Ano de Escolaridade [Dec.Lei nº 139/2012] 2º ciclo do Ensino Básico Informação - Prova de Equivalência à Frequência 6º Ano de Escolaridade [Dec.Lei nº 139/2012] 2º ciclo do Ensino Básico Prova 02/ 2016 1- Informação O presente documento divulga informação relativa à prova

Leia mais

DISCIPLINA: Biologia CÓDIGO DA PROVA: 302

DISCIPLINA: Biologia CÓDIGO DA PROVA: 302 DISCIPLINA: Biologia CÓDIGO DA PROVA: 302 CICLO: Secundário ANO DE ESCOLARIDADE: 12º 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de exame de equivalência à frequência da

Leia mais

Data: Para: Inspeção-Geral de Educação. Direções Regionais de Educação. Escolas com ensino secundário CIREP FERLAP CONFAP

Data: Para: Inspeção-Geral de Educação. Direções Regionais de Educação. Escolas com ensino secundário CIREP FERLAP CONFAP Prova de Exame Nacional de Filosofia Prova 714 2012 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março Para: Direção-Geral de Inovação e de Desenvolvimento Curricular Inspeção-Geral

Leia mais

Estudo do Meio Prova Escrita

Estudo do Meio Prova Escrita Informação - Prova de de Estudo do Meio Prova Escrita 2017 1.º Ciclo do Ensino Básico - 4.º Ano Código da prova - 22 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da Prova de à Frequência,

Leia mais

Prova Escrita de Biologia e Geologia

Prova Escrita de Biologia e Geologia EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 9/0, de 5 de julho Prova Escrita de Biologia e Geologia 0.º e.º Anos de Escolaridade Prova 70/Época Especial Critérios de Classificação 0 Páginas 0 COTAÇÕES

Leia mais

Prova Escrita de Biologia e Geologia

Prova Escrita de Biologia e Geologia EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março Prova Escrita de Biologia e Geologia 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Prova 702/1.ª Fase Critérios de Classificação 12 Páginas

Leia mais

Biologia Humana Código:

Biologia Humana Código: Curso Tecnológico Desporto 11º Ano Prova: T / P Nº de anos: 2 Duração: Teórica 90 min Prática 90 min + 30 min (tolerância) Decreto -Lei n.º 139/2012, de 5 de Julho. Deve ainda ser tida em consideração

Leia mais

Informação da Prova Final de Escola de Matemática

Informação da Prova Final de Escola de Matemática Informação da Prova Final de Escola de Matemática 3º Ciclo do Ensino Básico Prova 82 / 2014 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova final a nível de escola do 3.º ciclo

Leia mais

Biologia e Geologia COTAÇÕES GRUPO I GRUPO II GRUPO III GRUPO IV. Teste Intermédio de Biologia e Geologia. Teste Intermédio

Biologia e Geologia COTAÇÕES GRUPO I GRUPO II GRUPO III GRUPO IV. Teste Intermédio de Biologia e Geologia. Teste Intermédio Teste Intermédio de Biologia e Geologia Teste Intermédio Biologia e Geologia Duração do Teste: 90 minutos 7.0.0.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/004, de 6 de Março COTAÇÕES GRUPO I.... 8 pontos....

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PAREDE ESCOLA E. B. 2,3 DE SANTO ANTÓNIO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PAREDE ESCOLA E. B. 2,3 DE SANTO ANTÓNIO 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova final a nível de escola do 2º ciclo do Ensino Básico da disciplina de Português, a realizar em pelos alunos que se encontram

Leia mais

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO SECUNDÁRIO

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO SECUNDÁRIO INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO SECUNDÁRIO BIOLOGIA Prova 302 2015 12 º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 1. Introdução O presente documento divulga

Leia mais

COTAÇÕES GRUPO I pontos pontos GRUPO II pontos GRUPO III GRUPO IV GRUPO V

COTAÇÕES GRUPO I pontos pontos GRUPO II pontos GRUPO III GRUPO IV GRUPO V Teste Intermédio de Física e Química A Teste Intermédio Física e Química A Duração do Teste: 90 minutos 0.05.2012 10.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março COTAÇÕES GRUPO I 1....

Leia mais

Informação PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FÍSICA 2017 Prova 315 Escrita + Prática 12º Ano de Escolaridade

Informação PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FÍSICA 2017 Prova 315 Escrita + Prática 12º Ano de Escolaridade Informação PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FÍSICA 2017 Prova 315 Escrita + Prática 12º Ano de Escolaridade Dando cumprimento ao estipulado no art.29.º, do Despacho normativo n.º5-a, de 10 de abril,

Leia mais

DISCIPLINA: HISTÓRIA CÓDIGO DA PROVA: 19 CICLO: 3º ANO DE ESCOLARIDADE: 9º

DISCIPLINA: HISTÓRIA CÓDIGO DA PROVA: 19 CICLO: 3º ANO DE ESCOLARIDADE: 9º DISCIPLINA: HISTÓRIA CÓDIGO DA PROVA: 19 CICLO: 3º ANO DE ESCOLARIDADE: 9º 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de exame de equivalência à frequência da disciplina

Leia mais

Curso Científico-Humanístico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)

Curso Científico-Humanístico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) Escola Secundária da Amadora INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Prova Escrita/Prática 2015/2016 12º Ano BIOLOGIA CÓD.302 Curso Científico-Humanístico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)

Leia mais

Prova Escrita de Geografia A

Prova Escrita de Geografia A EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/24, de 26 de Março Prova Escrita de Geografia A 11.º/12.º Anos de Escolaridade Prova 719/2.ª Fase 9 Páginas Duração da Prova: 12 minutos. Tolerância:

Leia mais

DISCIPLINA: Matemática B CÓDIGO DA PROVA: 335

DISCIPLINA: Matemática B CÓDIGO DA PROVA: 335 DISCIPLINA: Matemática B CÓDIGO DA PROVA: 335 CICLO: Secundário ANO DE ESCOLARIDADE: 12º 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de exame de equivalência à frequência

Leia mais

Ensino Básico: 1.º CICLO ANO DE ESCOLARIDADE: 4.º

Ensino Básico: 1.º CICLO ANO DE ESCOLARIDADE: 4.º DISCIPLINA: EXPRESSÕES ARTÍSTICAS CÓDIGO DA PROVA: 23 Ensino Básico: 1.º CICLO ANO DE ESCOLARIDADE: 4.º 1. Introdução O presente documento divulga informação relativa à prova de equivalência à frequência

Leia mais

1. Introdução. Prova de Equivalência à Frequência de: Ensino Secundário

1. Introdução. Prova de Equivalência à Frequência de: Ensino Secundário Prova de Equivalência à Frequência de: Sociologia 12º Ano Ensino Secundário Decreto-Lei 39/2012, de 5 de julho. Portaria n.º 243/2012, de 10 de agosto. 1. Introdução O presente documento visa divulgar

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO Prova Extraordinária de Avaliação Físico-Química 3º Ciclo - 9.º Ano de Escolaridade Despacho

Leia mais

Prova Escrita de Economia A

Prova Escrita de Economia A EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 7/00, de 6 de março Prova Escrita de Economia A 0.º e.º Anos de Escolaridade Prova 7/.ª Fase Critérios de Classificação 0 Páginas 0 COTAÇÕES GRUPO I.

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PÓVOA DE LANHOSO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PÓVOA DE LANHOSO INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA BIOLOGIA Abril 2016 Prova 302 2016 12º Ano de escolaridade (Decreto-Lei nº 139/2012, de 05 de julho) O presente documento divulga informação relativa à prova

Leia mais

informação-exame de recuperação/módulos em atraso

informação-exame de recuperação/módulos em atraso informação-exame de recuperação/módulos em atraso data: 24.06.2016 FÍSICA E QUÍMICA módulo n.º Q1 Estrutura Atómica. Tabela Periódica. Ligação Química curso profissional de Técnico de Gestão e Programação

Leia mais

COTAÇÕES. 16 pontos. 40 pontos. 40 pontos. 16 pontos. Subtotal... TOTAL pontos

COTAÇÕES. 16 pontos. 40 pontos. 40 pontos. 16 pontos. Subtotal... TOTAL pontos Teste Intermédio de Física e Química A Teste Intermédio Física e Química A Duração do Teste: 90 minutos 27.04.2012 11.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março COTAÇÕES GRUPO I 1....

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto

Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto Escola Básica e Secundária de Cabeceiras de Basto Telefone 253 662 338 * Fax 253 662 826 Informação de Exame de Recuperação de Módulo em Atraso Curso Profissional

Leia mais

FÍSICA E QUÍMCA módulo n.ºq3 curso profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos componente de formação científica 2016

FÍSICA E QUÍMCA módulo n.ºq3 curso profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos componente de formação científica 2016 informação-exame de recuperação/módulos em atraso data: 24.06.2016 FÍSICA E QUÍMCA módulo n.ºq3 curso profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos componente de formação científica

Leia mais