Relatório: Proposta de Atividade Didática

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Relatório: Proposta de Atividade Didática"

Transcrição

1 São Paulo, 9 de dezembro de 2008 QFL 5925 Prática de Ensino de Química e Bioquímica Relatório: Proposta de Atividade Didática Curso: QFL 2308 Introdução à Química Orgânica Aluna: Juliana Ribeiro Cordeiro # USP:

2 Relatório: Proposta de Atividade Didática Aluna: Juliana Ribeiro Cordeiro Número USP: Programa de Pós-Graduação: Mestrado Orientador: Prof. Dr. Jonas Gruber Na disciplina QFL 5925 Prática de Ensino de Química e Bioquímica, foram realizadas atividades de monitoria da disciplina QFL 2308 Introdução à Química Orgânica, ministrada pelo Prof. Dr. Claudio DiVitta para a turma do 4 o semestre regular da carreira de Engenharia Química (Núcleo Comum Materiais) da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Acompanhando e atuando nas aulas de exercícios, ministradas semanalmente às sextas-feiras, pude observar logo no início do curso a extrema dificuldade que os alunos possuem em visualizar estruturas em três dimensões, o que dificulta bastante a compreensão de conceitos de Química Orgânica. Nas aulas em que foram explorados os mecanismos de adição em alcenos, por exemplo, era de fundamental importância, para a completa elucidação dos mecanismos de reação, definir a estrutura dos produtos obtidos. Isso implicava em, muitas vezes, definir a configuração de centros estereogênicos e, nesse ponto, os alunos apresentavam diversas dificuldades. Dificuldades não só em visualizar espacialmente centros estereogênicos de configuração R ou S como também em representar esses centros na forma escrita.

3 Nas aulas em que foram exploradas as conformações cadeira de cicloexanos e as inversões da cadeira, também notei que os alunos apresentavam dificuldade em entender e atribuir aos substiutintes de anel de seis membros a posição axial ou equatorial e prever as novas posições desses susbtituintes com a inversão da cadeira. Em suma, tendo em vista a dificuldade dos alunos em entender aspectos da Química Orgânica tridimensionalmente, proponho a seguir uma atividade visando sanar ou ao menos minimizar essas deficiências. Durante as aulas, quando era necessário visualizar moléculas tridimensionais, o Prof. Dr. Claudio DiVitta lançava mão de um modelo molecular a partir do qual propunha a estrutura da molécula, entretanto, a turma era composta por mais de 70 alunos e observei que aqueles alunos que estavam sentados no fundo da sala de aula não conseguiam visualizar a estrutura proposta pelo professor e, muitas vezes, em decorrência disso, deixavam de entender o que estava sendo explicado e perdiam o interesse na aula. Como a disciplina não compreende atividades experimentais, proponho uma atividade que acredito que seja de fácil implementação em sala de aula. Pensei que, para resolver esse problema, talvez fosse útil que os próprios alunos manipulassem modelos moleculares e que fossem propostas atividades em que os alunos montassem estruturas moleculares e com isso, elaborariam melhor seus modelos mentais. Para isso, seria necessário que os alunos portassem seus próprios modelos de moléculas ou que fossem fornecidos a eles bolas de isopor (de variados tamanhos, para que também desenvolvam melhor os conceitos de tamanho do átomo, volume de substituintes e impedimento estérico) e palitos (a partir dos quais também poderiam refinar seus conceitos sobre comprimentos de ligação).

4 De posse de modelos moleculares, uma aula poderia ser planejada afim de que os alunos desenvolvessem suas visões espaciais. Proponho a seguir, uma lista de exercícios em que os alunos devem montar estruturas tridimensionais, propor configurações de centros estereogênicos de moléculas, escrever, usando linhas cunhas e tracejadas, estruturas que contenham carbonos tetraédricos com centros estereogênicos e trabalhar com as estruturas tridimensionais de cicloexanos substituídos em suas conformações cadeira mais estáveis. Enfim, acredito que essa atividade pode ser relevante para o desenvolvimento do aluno e compreensão mais ampla da Química Orgânica, visto que, visualizar estruturas tridimensionais pode não ser tarefa fácil e em diversos momentos, no estudo da estrutura, propriedades e reatividade de compostos orgânicos, é necessário que tenhamos essa habilidade.

5 Lista de Exercícios Trabalhando com Modelos de Moléculas 1) Escreva os mecanismos, mostre as estruturas dos intermediários e produtos (usando linhas cunhas e tracejadas) e, além disso, comente sobre a regiosseletividade e a estereosseletividade das seguintes reações. Dica: construa as estruturas dos reagentes e produtos com auxílio de seu modelo de moléculas: (a) H H 3 C (CH 2 ) 5 C Br (R) CH 3 NaOH EtOH/H 2 O Br (b) CH - 3 (CH 2 ) 5 -CH-CH 3 (R) EtOH 2) Com auxílio de seu modelo, construa a estrutura dos reagentes e preveja os produtos e suas respectivas informações estereoquímicas das reações abaixo. Escreva as estruturas dos produtos usando linhas cunhas e tracejadas. (a) Adição de H 2 O-catalisada por ácido-ao isobutileno; (b) Adição de Br 2 ao Z-2-buteno; (c) Adição de Br 2 ao E-2-buteno; 3) Monte a estrutura da (R)-1-feniltert-butilamina e escreva essa estrutura usando linhas cunhas e tracejadas.

6 4) Monte a estrutura do cicloexano nas duas conformações cadeira e barco e mostre as posições axiais e equatoriais dos hidrogênios. Coloque no papel a sua representação espacial. 5) Monte e represente graficamente de forma conveniente, a conformação mais estável das estruturas dos dois estereoisômeros 1,2- etil-metilcicloexano cis e trans. Justifique. 6) Monte e represente de forma conveniente a estrutura de um hidrocarboneto quiral de fórmula molecular C 7 H 14. Dê o seu nome e defina se ele é R ou S. Repita o procedimento para um isômero constitucional aquiral deste hidrocarboneto. 7) Desenhe na projeção de Fischer um dibromoalcano meso. Faça as projeções de Newman e a de linhas desta molécula. Dica: use seu modelo de moléculas para tentar propor a estrutura. 8) Monte a estrutura do 2-butanol com todos os átomos. Troque as posições da OH com a do H do carbono 2. Verifique se elas representam a mesma molécula. Verifique se elas são uma a imagem especular da outra. Defina a estereoquímica das duas espécies. 9) Monte a estrutura do 2R-butanol e a partir dela, proponha a representação gráfica dessa molécula na conformação de Newman.

Prof. Hugo Braibante Química - UFSM

Prof. Hugo Braibante Química - UFSM Prof. Hugo Braibante Química - UFSM estereoquímica Conceitos Forma tridimensional das moléculas Moléculas como objeto-imagens Moléculas com simetria Separação de Enantiômeros Diastereoisômeros Atividade

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá - PROINTE. Lista de Exercícios

Universidade Estadual de Maringá - PROINTE. Lista de Exercícios Universidade Estadual de Maringá - PROINTE PRECEPTORIA DA DISCIPLINA DE QUÍMICA ORGÂNICA I (QUIO I) PRECEPTORES: INGRID DE LIMA FIGUEIREDO E BILL NISHAR SAFADI Lista de Exercícios Exercício 1 Represente

Leia mais

COMPOSTOS ORGÂNICOS: ALCANOS E CICLOALCANOS

COMPOSTOS ORGÂNICOS: ALCANOS E CICLOALCANOS COMPOSTOS ORGÂNICOS: ALCANOS E CICLOALCANOS Prof. Antonio Luiz Braga 1 ALCANOS e CICLOALCANOS NOMENCLATURA ÍNDICE ANÁLISE CONFORMACIONAL - Alcanos símples - Estrutura dos cicloalcanos Tensão angular -

Leia mais

Química Orgânica. Isomeria. Química Orgânica - Prof. Geraldo Lopes Crossetti

Química Orgânica. Isomeria. Química Orgânica - Prof. Geraldo Lopes Crossetti Química Orgânica Isomeria 1 Isomeria Compostos diferentes Mesma fórmula molecular mas diferente estrutura Diferença na ordem em que os átomos estão ligados Isômeros constitucionais (isômeros planos) Isômeros

Leia mais

2.7. Análise Conformacional de Alcanos (Bibliografia Principal: Vollhardt, 3rd) Modos de Representar Moléculas Orgânicas

2.7. Análise Conformacional de Alcanos (Bibliografia Principal: Vollhardt, 3rd) Modos de Representar Moléculas Orgânicas 2.7. Análise Conformacional de Alcanos (Bibliografia Principal: Vollhardt, 3rd) Objetivo principal: Entender como forças intramoleculares tornam alguns arranjos espaciais mais favoráveis energeticamente

Leia mais

ALCANOS E CICLO ALCANOS

ALCANOS E CICLO ALCANOS ALCANOS E CICLO ALCANOS INTRODUÇÃO Um grupo funcional é um grupo de átomos que tem um compostamento químico caracteristico em todas as moléculas que aparece. 30 milhões de compostos orgânicos A química

Leia mais

PPGQTA. Prof. MGM D Oca

PPGQTA. Prof. MGM D Oca PPGQTA Prof. A Estereoquimica está relacionada ao arranjo tridimensional no espaço dos átomos em uma molécula. Estereoisômeros são moléculas que possuem os átomos com uma mesma conectividade entretanto,

Leia mais

Química Orgânica. Conformação: qualquer arranjo tridimensional dos átomos numa molécula que resulte da rotação ao redor de uma ligação simples.

Química Orgânica. Conformação: qualquer arranjo tridimensional dos átomos numa molécula que resulte da rotação ao redor de uma ligação simples. Análise Conformacional Estereoisomeria em Cicloalcanos Estereoisomeria cis-trans; E, Z Prof. Davyson Moreira (davysonmoreira@hotmail.com) 1 Conformação: qualquer arranjo tridimensional dos átomos numa

Leia mais

Análise Conformacional. Estereoisomeria em Cicloalcanos. Estereoisomeria cis-trans; E, Z. Prof. Davyson Moreira

Análise Conformacional. Estereoisomeria em Cicloalcanos. Estereoisomeria cis-trans; E, Z. Prof. Davyson Moreira Análise Conformacional Estereoisomeria em Cicloalcanos Estereoisomeria cis-trans; E, Z Prof. Davyson Moreira (davysonmoreira@hotmail.com) 1 Conformação: qualquer arranjo tridimensional dos átomos numa

Leia mais

Prof. Luiz F. Silva Jr - IQ-USP

Prof. Luiz F. Silva Jr - IQ-USP 5.1. Considerações Gerais 5.2. Análise Conformacional de Moléculas Acíclicas 5.3. Estabilidade Relativa dos Ciclo-alcanos: Tensão de Anel 5.4. Análise Conformacional de Ciclo-hexanos Leitura Recomendada:

Leia mais

3.1 ISÔMEROS 3.2 ESTEREOISÔMEROS

3.1 ISÔMEROS 3.2 ESTEREOISÔMEROS 81 3.1 ISÔMEROS Os isômeros são compostos diferentes, com propriedades físicas e químicas diferentes, obtidos da mesma formula molecular. Os isômeros se dividem em dois grandes grupos: Isômeros constitucionais

Leia mais

Mestrado integrado em Engenharia Biomédica. 1º Teste de Química Orgânica 27/04/2013

Mestrado integrado em Engenharia Biomédica. 1º Teste de Química Orgânica 27/04/2013 Mestrado integrado em Engenharia Biomédica 1º Teste de Química rgânica 7/04/013 esolução 1 composto A é derivado do cinamaldeído, responsável pelo aroma da canela. Escreva os contributores mais importantes

Leia mais

Análise Conformacional

Análise Conformacional Análise Conformacional Para cada ligação existe uma resistência da ligação ao giro, esta resistência é chamada Barreira Rotacional ou Energética. Diferentes tipos de ligação possuem diferentes barreiras

Leia mais

Adição Eletrofílica à Alquenos

Adição Eletrofílica à Alquenos Instituto de Química USP Reatividade de Compostos Orgânicos Capítulo 01: Adição Eletrofílica 1 Adição Eletrofílica à Alquenos 2 Energética das Reações de Adição Bromação: Adição de HCl: Hidratação: 3 Cinética

Leia mais

5. Análise Conformacional

5. Análise Conformacional 5. Análise Conformacional 5.1. Considerações Gerais 5.2. Análise Conformacional de Moléculas Acíclicas 5.3. Estabilidade Relativa dos Ciclo-alcanos: Tensão de Anel 5.4. Análise Conformacional de Ciclo-hexanos

Leia mais

Estereoquímica. Aula 8

Estereoquímica. Aula 8 Universidade Federal de Ouro Preto Estereoquímica Aula 8 Flaviane Francisco ilário 1 1 - Quiralidade QUIRAL = Cheir (grego) = Mão Designa corpos e/ou moléculas não sobreponíveis à sua imagem especular.

Leia mais

7.1 REAÇÃO DE ELIMINAÇÃO

7.1 REAÇÃO DE ELIMINAÇÃO 179 7.1 REAÇÃO DE ELIMINAÇÃO As reações de eliminação promovem a eliminação de átomos do substrato haloalcano, levando a formação de um alceno ou olefina. Este processo pode ocorrer em uma única etapa,

Leia mais

1ª Lista de Exercícios Química Orgânica II Prof. Marco Antonio Barbosa Ferreira

1ª Lista de Exercícios Química Orgânica II Prof. Marco Antonio Barbosa Ferreira 1ª Lista de Exercícios Química Orgânica II Prof. Marco Antonio Barbosa Ferreira 1) Para os pares de reações S N 2 a seguir, indique que reação ocorre mais rápido. Explique. 2) Dois produtos de substituição

Leia mais

Estereoquímica. A estereoquímica é o ramo da química que estuda aspectos tridimensionais das moléculas.

Estereoquímica. A estereoquímica é o ramo da química que estuda aspectos tridimensionais das moléculas. Estereoquímica A estereoquímica é o ramo da química que estuda aspectos tridimensionais das moléculas. Para entender o que é estereoquímica, deve-se entender o que é isomeria e como ela se divide. Com

Leia mais

PPGQTA. Prof. MGM D Oca

PPGQTA. Prof. MGM D Oca PPGQTA Prof. A Estereoquimica está relacionada ao arranjo tridimensional no espaço dos átomos em uma molécula. Estereoisômeros são moléculas que possuem os átomos com uma mesma conectividade entretanto,

Leia mais

Mestrado integrado em Engenharia do Ambiente Licenciatura Bolonha em Engenharia de Materiais. 1º Teste de Química Orgânica 27/04/2013

Mestrado integrado em Engenharia do Ambiente Licenciatura Bolonha em Engenharia de Materiais. 1º Teste de Química Orgânica 27/04/2013 Mestrado integrado em Engenharia do Ambiente Licenciatura Bolonha em Engenharia de Materiais 1º Teste de Química rgânica 7/04/013 esolução 1 composto A é responsável pelo aroma a anis. Escreva os contributores

Leia mais

Lista de Exercícios (1)

Lista de Exercícios (1) Química rgânica Departamento de iências Naturais EBS/UNIRI 1 Lista de Exercícios (1) 1 Escrever a configuração eletrônica, mostrando o arranjo do orbital, forma e distribuição dos elétrons nos orbitais

Leia mais

Reações de Eliminação. Aula 10

Reações de Eliminação. Aula 10 Universidade Federal de Ouro Preto Reações de Eliminação Aula 10 Flaviane Francisco Hilário 1 1 - Reações de Eliminação O produto é um alqueno. um alqueno 2-metilpropeno 2 Também chamada de eliminação

Leia mais

a mesma fórmula molecular ou seja, é necessário recorrer às fórmulas estruturais para os diferenciar.

a mesma fórmula molecular ou seja, é necessário recorrer às fórmulas estruturais para os diferenciar. Química do arbono VIII. ISÓMEROS A fórmula molecular de um composto, indica o tipo e o número de átomos presentes num determinado composto. Alguns exemplos de fórmulas moleculares são 2 6 ou 5 10 O. ontudo,

Leia mais

ISOMERIA. Mestranda: Daniele Potulski Disciplina: Química da Madeira I

ISOMERIA. Mestranda: Daniele Potulski Disciplina: Química da Madeira I ISOMERIA Mestranda: Daniele Potulski Disciplina: Química da Madeira I Conceito Podem existir substâncias diferentes com a mesma fórmula molecular fenômeno chamado isomeria; Iso: igual; meros: parte; Portanto,

Leia mais

1) Escrever as estruturas de Lewis para cada um dos seguintes compostos: (h) H 2 CO 3

1) Escrever as estruturas de Lewis para cada um dos seguintes compostos: (h) H 2 CO 3 1ªLista de Exercícios QUI147 e 153 2014 Universidade Federal de Ouro Preto Instituto de Ciências Exatas e Biológicas Departamento de Química Disciplina: Química Orgânica Ambiental (QUI153) Professor Leandro

Leia mais

Estereoquímica. Prof. Antonio Luiz Braga LabSelen : Laboratório de Síntese de Substâncias Quirais de Selênio

Estereoquímica. Prof. Antonio Luiz Braga LabSelen : Laboratório de Síntese de Substâncias Quirais de Selênio Estereoquímica Prof. Antonio Luiz aga braga.antonio@ufsc.br 1 IMPORTÂNCIA DA SÍNTESE ASSIMÉTRICA (estudo da estereoquímica das reações e das moléculas) FARMOQUÍMICA 2002 drogas enantiomericamente puras:

Leia mais

Estereoquímica. Estereoisomeria

Estereoquímica. Estereoisomeria Estereoquímica A estéreoquímica estuda os fenômenos químicos que ocorrem em moléculas que apresentam esteroisomeria. Estereoisomeria Estereoisômeros não são isômeros constitucionais eles têm seus átomos

Leia mais

HIDROCARBONETOS FUNÇÕES ORGÂNICAS

HIDROCARBONETOS FUNÇÕES ORGÂNICAS HIDROCARBONETOS FUNÇÕES ORGÂNICAS FUNÇÕES ORGÂNICAS O átomo de carbono: Apresenta capacidade singular de compartilhar elétrons com outros átomos de carbono formando ligações carbono-carbono estáveis. Permite

Leia mais

Solução Comentada Prova de Química

Solução Comentada Prova de Química 34. A histamina, estrutura mostrada abaixo, é uma substância orgânica que provoca inchaço e coceira, e que é liberada pelas células de defesa, quando somos picados por insetos. N NH 2 N H Se quisermos

Leia mais

CURSO DE QUÍMICA e QUÍMICA INDUSTRIAL - Gabarito

CURSO DE QUÍMICA e QUÍMICA INDUSTRIAL - Gabarito UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE TRANSFERÊNCIA 2 o semestre letivo de 2005 e 1 o semestre letivo de 2006 CURSO DE QUÍMICA e QUÍMICA INDUSTRIAL - Gabarito INSTRUÇÕES AO CANDIDATO Verifique se este caderno

Leia mais

Alcenos e Alcinos. Aula 5

Alcenos e Alcinos. Aula 5 Universidade Federal de Ouro Preto Alcenos e Alcinos Aula 5 Flaviane Francisco Hilário 1 1 Alcenos 1.1 - Estrutura Hidrocarbonetos cujas moléculas contêm ligação dupla carbono-carbono. (olefinas) Hidrocarbonetos

Leia mais

PPGQTA. Prof. MGM D Oca

PPGQTA. Prof. MGM D Oca PPGQTA Prof. MGM D Oca Adição e Eliminação A Reação de Eliminação envolve a remoção de dois grupos adjacentes (vicinais) para formar uma nova ligação dupla. A Reação de Adição envolve a inclusão o de grupos

Leia mais

Química Orgânica I. ESTUDO DOS ALCANOS e CICLOALCANOS. Profa. Alceni Augusta Werle ProfaTânia Márcia Sacramento Melo

Química Orgânica I. ESTUDO DOS ALCANOS e CICLOALCANOS. Profa. Alceni Augusta Werle ProfaTânia Márcia Sacramento Melo Química Orgânica I ESTUDO DOS ALCANOS e CICLOALCANOS Profa. Alceni Augusta Werle ProfaTânia Márcia Sacramento Melo 1-Definição 2 2-Fórmula geral e ocorrência natural 3 Petróleo 4 Tabela 1: Frações constituintes

Leia mais

Gabaritos Resolvidos Energia Química Semiextensivo V3 Frente D

Gabaritos Resolvidos Energia Química Semiextensivo V3 Frente D 01) B Composto A: éter Composto B: fenol Composto C: álcool Fórmula molecular dos 3 compostos: C 7 H 8 O Compostos de mesma fórmula molecular e função química diferente isomeria de função. 02) B I. Álcool

Leia mais

Alcenos e Alcinos. Aula 14

Alcenos e Alcinos. Aula 14 Universidade Federal de Ouro Preto Alcenos e Alcinos Aula 14 Flaviane Francisco Hilário 1 1 Alcenos 1.1 - Estrutura Hidrocarbonetos cujas moléculas contêm ligação dupla carbono-carbono. (olefinas) Hidrocarbonetos

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Unidade Universitária: Escola de Engenharia Curso: Química Núcleo Temático: Química Teórica e Experimental Disciplina: Química Orgânica I Código da Disciplina: 060.1306.6 Professor: Marcelo José Pena Ferreira

Leia mais

Alcanos Aula 4 Flaviane Francisco Hilário

Alcanos Aula 4 Flaviane Francisco Hilário Universidade Federal de Ouro Preto Alcanos Aula 4 Flaviane Francisco ilário 1 1 - Principais Características Compostos orgânicos constituídos apenas por átomos de carbono e hidrogênio, desprovidos de insaturação.

Leia mais

ESTEREOQUÍMICA. Profa. Dra.Geisa. Helmold Aspesi Alves de Arruda

ESTEREOQUÍMICA. Profa. Dra.Geisa. Helmold Aspesi Alves de Arruda ESTEREOQUÍMIA Profa. Dra.Geisa elmold Aspesi Profa.. Dra. Ana Lúcia L Alves de Arruda Definição Isômeros Isômeros constitucionais Estereoisômeros Diastereômeros Enantiômeros Moléculas quirais Nomenclatura

Leia mais

ISOMERIA EM QUÍMICA ORGÂNICA Profº.: Wesley de Paula

ISOMERIA EM QUÍMICA ORGÂNICA Profº.: Wesley de Paula Química Orgânica Aula 1 (Específica) ISOMERIA EM QUÍMICA ORGÂNICA Profº.: Wesley de Paula ISOMERIA INTRODUÇÃO a substância A é um álcool: CH 3 -CH 2 -OH; a substância B é um éter: CH 3 -O-CH 3 ; A e B

Leia mais

FCAV/ UNESP. DISCIPLINA: Química Orgânica. ASSUNTO: Isomeria

FCAV/ UNESP. DISCIPLINA: Química Orgânica. ASSUNTO: Isomeria FCAV/ UNESP DISCIPLINA: Química Orgânica ASSUNTO: Isomeria Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran 1 1. ISÔMEROS Isômeros: dois ou mais compostos diferentes que apresentam a mesma fórmula molecular. Isomeria

Leia mais

LICENCIATURA EM QUÍMICA QUÍMICA ORGÂNICA I SEGUNDO SEMESTRE 2014 PLANO DE CURSO Professora: Ana Júlia Silveira

LICENCIATURA EM QUÍMICA QUÍMICA ORGÂNICA I SEGUNDO SEMESTRE 2014 PLANO DE CURSO Professora: Ana Júlia Silveira LICENCIATURA EM QUÍMICA QUÍMICA ORGÂNICA I SEGUNDO SEMESTRE 2014 PLANO DE CURSO Professora: Ana Júlia Silveira EMENTA QUÍMICA ORGÂNICA I Introdução a química orgânica: teoria estrutural e o átomo de carbono

Leia mais

1 de 6 01/11/12 11:08

1 de 6 01/11/12 11:08 OLIMPÍADA BRASILEIRA DE QUÍMICA 2001 - FASE III (nacional) Seletiva para escolha dos 4 estudantes da equipe nacional PROBLEMA 1 Modelo atômico de Bohr As teorias são construções nascidas da especulação

Leia mais

ISOMERIA. Compostos diferentes com a mesma fórmula molecular denominam-se isômeros.

ISOMERIA. Compostos diferentes com a mesma fórmula molecular denominam-se isômeros. ISOMERIA Compostos diferentes com a mesma fórmula molecular denominam-se isômeros. Isômeros constitucionais (ou estruturais) são isômeros que diferem devido à diferente ligação dos seus átomos. Por exemplo:

Leia mais

QUIMICA ORGANICA BÁSICA QMC 160 Prof Hugo Braibante _ UFSM

QUIMICA ORGANICA BÁSICA QMC 160 Prof Hugo Braibante _ UFSM QUIMICA ORGANICA BÁSICA QMC 160 Prof ugo Braibante _ UFSM ANÁLISE CONFORMACIONAL QMC 160 Prof ugo Braibante _ UFSM Química - UFSM Fundamentos Eletrônicos da Estrutura Molecular Estrutura molecular pode

Leia mais

Química Orgânica. Química orgânica: Estrutura das moléculas. Grupos funcionais. Estereoquímica. Reatividade..

Química Orgânica. Química orgânica: Estrutura das moléculas. Grupos funcionais. Estereoquímica. Reatividade.. Química Orgânica X Química orgânica: Estrutura das moléculas. Grupos funcionais. Estereoquímica. Reatividade.. Química Orgânica Os compostos orgânicos são as substâncias químicas que contêm carbono e hidrogénio,

Leia mais

Reações de Substituição Nucleofílica em Carbono Saturado. Aula 11

Reações de Substituição Nucleofílica em Carbono Saturado. Aula 11 Universidade Federal de Ouro Preto Reações de Substituição Nucleofílica em Carbono Saturado Aula 11 Flaviane Francisco Hilário 1 1 - Reação de Substituição Nucleofílica e Reação de Eliminação SUBSTITUIÇÃO

Leia mais

Química Orgânica I Profa. Dra. Alceni Augusta Werle Profa. Dra. Tania Márcia Sacramento Melo. REAÇÕES DE ELIMINAÇÃO Aula 13

Química Orgânica I Profa. Dra. Alceni Augusta Werle Profa. Dra. Tania Márcia Sacramento Melo. REAÇÕES DE ELIMINAÇÃO Aula 13 Química Orgânica I Profa. Dra. Alceni Augusta Werle Profa. Dra. Tania Márcia Sacramento Melo REAÇÕES DE ELIMINAÇÃO Aula 13 Em uma reação de eliminação uma molécula (HX) é removida (eliminada) de um reagente.

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina QUI131 Química Orgânica I

Programa Analítico de Disciplina QUI131 Química Orgânica I 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Química - Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Número de créditos: 4 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal 4 0 4 Períodos

Leia mais

Reações de Eliminação

Reações de Eliminação Reações de Eliminação aletos de alquila e álcoois, além de sofrerem reações de Substituição Nucleofílica (SN), também sofrem reações do tipo Eliminação. Em reações de eliminação uma parte da molécula reagente

Leia mais

ENGENHARIA AMBIENTAL QUÍMICA ORGÂNICA SEGUNDO SEMESTRE 2014 PLANO DE CURSO Professora: Ana Júlia Silveira

ENGENHARIA AMBIENTAL QUÍMICA ORGÂNICA SEGUNDO SEMESTRE 2014 PLANO DE CURSO Professora: Ana Júlia Silveira ENGENHARIA AMBIENTAL QUÍMICA ORGÂNICA SEGUNDO SEMESTRE 2014 PLANO DE CURSO Professora: Ana Júlia Silveira EMENTA QUÍMICA ORGÂNICA I Introdução a química orgânica aplicada a engenharia ambiental. Principais

Leia mais

Aula 5 ESTEREOQUÍMICA II. META Entender o papel da estereoquímica nas reações químicas.

Aula 5 ESTEREOQUÍMICA II. META Entender o papel da estereoquímica nas reações químicas. ESTEREOQUÍMICA II META Entender o papel da estereoquímica nas reações químicas. OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno deverá: estabelecer novos conceitos envolvidos na estereoquímica; definir diastereoisômeros,

Leia mais

Tópicos em destaque. O que é um orbital atômico? É a provável distribuição espacial dos elétrons ao redor do núcleo.

Tópicos em destaque. O que é um orbital atômico? É a provável distribuição espacial dos elétrons ao redor do núcleo. Tópicos em destaque Por que alguns átomos se ligam e outros não? egra do octeto. s átomos procuram maior estabilidade formando ligação com outros átomos. s átomos estáveis (gases nobres) não se ligam.

Leia mais

A estereoquímica estuda os fenômenos químicos que ocorrem em moléculas que apresentam esteroisomeria.

A estereoquímica estuda os fenômenos químicos que ocorrem em moléculas que apresentam esteroisomeria. . Estereoquímica A estereoquímica estuda os fenômenos químicos que ocorrem em moléculas que apresentam esteroisomeria.. Estereoisomeria Estereoisômeros são isômeros que diferem dos isômeros constitucionais,

Leia mais

QUÍMICA ORGÂNICA I. ISOMERIA GEOMÉTRICA

QUÍMICA ORGÂNICA I. ISOMERIA GEOMÉTRICA Prof. Sandro Lyra QUÍMICA ORGÂNICA AULA 10 - ISOMERIA ESPACIAL OU ESTEREOISOMERIA A estereoisomeria aborda dois diferentes fenômenos da isomeria espacial. I. Isomeria geométrica (Cis / Trans ou Z/E) II.

Leia mais

Efeitos Conformacionais, Estéricos e Estereoeletrônicos

Efeitos Conformacionais, Estéricos e Estereoeletrônicos Efeitos Conformacionais, Estéricos e Estereoeletrônicos : diferentes formas que uma molécula pode assumir Energia total da molécula está diretamente relacionada com a forma Fatores: repulsões não ligantes;

Leia mais

Colégio Ressurreição Nossa Senhora

Colégio Ressurreição Nossa Senhora Colégio Ressurreição Nossa Senhora 3º ano do Ensino Médio Isomeria: plana, geométrica e óptica Prof. Enio S. Santos Isomeria vem do grego e significa "mesma composição" (iso = mesma(s); meros = partes).

Leia mais

Exercíciosde Funções Orgânicas 1) Identifique as funções químicas presentes em cada uma das estruturas seguintes. Faça um círculo e dê o nome da

Exercíciosde Funções Orgânicas 1) Identifique as funções químicas presentes em cada uma das estruturas seguintes. Faça um círculo e dê o nome da Exercíciosde Funções Orgânicas 1) Identifique as funções químicas presentes em cada uma das estruturas seguintes. Faça um círculo e dê o nome da função. REVISÃO DE ISOMERIA PLANA E GEOMETRICA 1) Indique

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA 1 a Questão (12,0 pontos) A compreensão dos conceitos de acidez e basicidade dos compostos orgânicos são de grande relevância para o entendimento dos mecanismos químicos envolvidos em suas respectivas

Leia mais

CURSO de QUÍMICA - Gabarito

CURSO de QUÍMICA - Gabarito UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE TRANSFERÊNCIA 2 o semestre letivo de 2008 e 1 o semestre letivo de 2009 CURSO de QUÍMICA - Gabarito INSTRUÇÕES AO CANDIDATO Verifique se este caderno contém: PROVA DE REDAÇÃO

Leia mais

Química A MESTRADO INTEGRADO EM ENGENHARIA DO AMBIENTE. 1º Semestre /2014. Doutor João Paulo Noronha.

Química A MESTRADO INTEGRADO EM ENGENHARIA DO AMBIENTE. 1º Semestre /2014. Doutor João Paulo Noronha. MESTRADO INTEGRADO EM ENGENHARIA DO AMBIENTE 1º Semestre - 2013/2014 Doutor João Paulo Noronha jpnoronha@fct.unl.pt (X) UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Faculdade de Ciências e Tecnologia Cicloalcanos CICLOALCANOS

Leia mais

Ciência que estuda a química da vida (características dos seres vivos)

Ciência que estuda a química da vida (características dos seres vivos) Ciência que estuda a química da vida (características dos seres vivos) Características dos seres vivos Complexidade química e organização microscópica Elementos químicos comuns C, O, N, H e P Grande diversidade

Leia mais

Ciência que estuda a química da vida

Ciência que estuda a química da vida Ciência que estuda a química da vida Mostra como o conjunto de moléculas inanimadas que constituem os seres vivos interagem para manter e perpetuar a vida seguindo as leis da química e da física que regem

Leia mais

Aula 4 ESTEREOQUÍMICA I. META Entender o arranjo dos átomos no espaço.

Aula 4 ESTEREOQUÍMICA I. META Entender o arranjo dos átomos no espaço. ESTEREOQUÍMICA I Aula 4 META Entender o arranjo dos átomos no espaço. OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno deverá: estabelecer os conceitos envolvidos na estereoquímica; compreender a diferença entre

Leia mais

Estudo do átomo de carbono (Hibridização), Estrutura de Lewis, Carga formal. Aula 2

Estudo do átomo de carbono (Hibridização), Estrutura de Lewis, Carga formal. Aula 2 Universidade Federal de Ouro Preto Estudo do átomo de carbono (Hibridização), Estrutura de Lewis, Carga formal Aula 2 Flaviane Francisco Hilário 1 1 Estudo do átomo de carbono 1.1 - Configuração eletrônica

Leia mais

Lista de Exercícios 7 Reações de Substituição Nucleofílica (SN) ao carbono saturado

Lista de Exercícios 7 Reações de Substituição Nucleofílica (SN) ao carbono saturado Prof a. Dr a. Patrícia Bulegon ondani Lista de Exercícios 7 Reações de Substituição Nucleofílica (SN) ao carbono saturado 1. Qual o produto da reação do íon cianeto, relação molar com substrato 1:1, frente

Leia mais

PPGQTA. Prof. MGM D Oca

PPGQTA. Prof. MGM D Oca PPGQTA Prof. Outros tipos de Centros Estereogênicos (Assimétricos) Óxidos de fosfina e fosfinas, compostos de enxofre e fósforo trivalente, incluindo sais de sulfônio, sulfoxides e arsinas podem apresentar

Leia mais

QUÍMICA ORGÂNICA ISOMERIA ÓPTICA

QUÍMICA ORGÂNICA ISOMERIA ÓPTICA Prof. Sandro Lyra QUÍMICA ORGÂNICA ISOMERIA ÓPTICA 1. Conceitos básicos a) A isomeria óptica ocorre em moléculas assimétricas ou quirais; b) Cada carbono quiral (centro esterogênicos) produz em par de

Leia mais

FCAV/ UNESP. DISCIPLINA: Química Orgânica. ASSUNTO: Isomeria

FCAV/ UNESP. DISCIPLINA: Química Orgânica. ASSUNTO: Isomeria FCAV/ UNESP DISCIPLINA: Química Orgânica ASSUNTO: Isomeria Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran 1 1. ISÔMEROS Isômeros são dois ou mais compostos diferentes que apresentam a mesma fórmula molecular. Isomeria

Leia mais

APOSTILA DE QUÍMICA ORGÂNICA 1º BIMESTRE

APOSTILA DE QUÍMICA ORGÂNICA 1º BIMESTRE Nome: nº: Bimestre: 1º Ano/série: 3ª série Ensino: Médio Componente Curricular: Química Professor: Ricardo Honda Data: / / APOSTILA DE QUÍMICA ORGÂNICA 1º BIMESTRE TEORIA 16 ISOMERIA GEOMÉTRICA (CIS-TRANS)

Leia mais

FCAV/ UNESP. DISCIPLINA: Química Orgânica. ASSUNTO: Isomeria

FCAV/ UNESP. DISCIPLINA: Química Orgânica. ASSUNTO: Isomeria FCAV/ UNESP DISCIPLINA: Química Orgânica ASSUNTO: Isomeria Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran 1 1. ISÔMEROS Isômeros: dois ou mais compostos diferentes que apresentam a mesma fórmula molecular. Isomeria

Leia mais

Alcenos: estrutura, síntese e reatividade. Fundamentos de Química Orgânica Fábio Herbst Florenzano

Alcenos: estrutura, síntese e reatividade. Fundamentos de Química Orgânica Fábio Herbst Florenzano Alcenos: estrutura, síntese e reatividade Fundamentos de Química Orgânica Fábio Herbst Florenzano Estrutura Alcenos (e alcinos) Importância Substâncias naturais Reagentes de partida para materiais como

Leia mais

ESTRUTURA E REATIVIDADE DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS ENGENHARIA QUÍMICA/ SEGUNDO SEMESTRE 2014 PLANO DE CURSO. Professora: Ana Júlia Silveira

ESTRUTURA E REATIVIDADE DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS ENGENHARIA QUÍMICA/ SEGUNDO SEMESTRE 2014 PLANO DE CURSO. Professora: Ana Júlia Silveira ESTRUTURA E REATIVIDADE DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS ENGENHARIA QUÍMICA/ SEGUNDO SEMESTRE 2014 PLANO DE CURSO Professora: Ana Júlia Silveira EMENTA: Introdução a Química Orgânica. Nomenclatura das Funções Orgânicas.

Leia mais

Adição Eletrofílica. Instituto de Química USP Reatividade de Compostos Orgânicos QFL-0342 (2016) Massuo Jorge Kato

Adição Eletrofílica. Instituto de Química USP Reatividade de Compostos Orgânicos QFL-0342 (2016) Massuo Jorge Kato Instituto de Química USP Reatividade de Compostos Orgânicos QFL-0342 (2016) Adição Eletrofílica Massuo Jorge Kato (massuojorge@gmail.com) http://www2.iq.usp.br/docente/majokato/index.dhtml?pagina=699&chave=z

Leia mais

QMC QUÍMICA ORGÂNICA BÁSICA - ADIÇÃO ELETROFÍLICA Prof Hugo Braibante - UFSM

QMC QUÍMICA ORGÂNICA BÁSICA - ADIÇÃO ELETROFÍLICA Prof Hugo Braibante - UFSM 1- Indicar 3 estruturas para um alceno com 5 carbonos, que tenham estabilidade diferente (isômeros cis e trans). 1-penteno, cis-2-penteno e trans 2-penteno 2- Qual a propriedade Química que distingue Alcenos

Leia mais

FCAV/UNESP. DISCIPLINA: Química Orgânica. ASSUNTO: Hidrocarbonetos

FCAV/UNESP. DISCIPLINA: Química Orgânica. ASSUNTO: Hidrocarbonetos FCAV/UNESP DISCIPLINA: Química Orgânica ASSUNTO: Hidrocarbonetos 1 HIDROCARBONETOS São compostos orgânicos formados exclusivamente por átomos de carbono e de hidrogênio. Subdivisões: Fonte: PERUZZO, 2006.

Leia mais

EXAME DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ (PPGQ-UFC) /2012.1

EXAME DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ (PPGQ-UFC) /2012.1 Universidade Federal do Ceará Centro de Ciências Programa de Pós-Graduação em Química Caixa Postal 12.200 -- Tel. (085) 3366. 9981 FAX 3366.9978 CEP - 60.450-970 - Fortaleza - Ceará - Brasil EXAME DE SELEÇÃO

Leia mais

Universidade Federal do Ceará Centro de Ciências Departamento de Química Orgânica e Inorgânica

Universidade Federal do Ceará Centro de Ciências Departamento de Química Orgânica e Inorgânica Universidade Federal do Ceará Centro de Ciências Departamento de Química Orgânica e Inorgânica PLANO DE ENSINO DE DISCIPLINA Ano/Semestre 2015.1 1. Identificação 1.1. Unidade Acadêmica: Centro de Ciências

Leia mais

EXAME DE CAPACIDADE IQ/USP 1 o SEMESTRE / 2010 PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS EM QUÍMICA. Nome do Candidato: CADERNO DE QUESTÕES

EXAME DE CAPACIDADE IQ/USP 1 o SEMESTRE / 2010 PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS EM QUÍMICA. Nome do Candidato: CADERNO DE QUESTÕES Uso SPG EXAME DE CAPACIDADE IQ/USP 1 o SEMESTRE / 2010 PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS EM QUÍMICA Nome do Candidato: CADERNO DE QUESTÕES Instruções: Escreva seu nome de forma legível Das 10 (dez) questões

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE SANTA MARIA MAIOR E QUÍMICA A 10ºANO (2015/2016)

ESCOLA SECUNDÁRIA DE SANTA MARIA MAIOR E QUÍMICA A 10ºANO (2015/2016) ESCOLA SECUNDÁRIA DE SANTA MARIA MAIOR FÍSICA E QUÍMICA A 10ºANO (2015/2016) Ficha de Trabalho nº 2.1 Domínio 2: Propriedades e Transformações da Matéria Subdomínioo 4: Ligações químicas 1. Na figura está

Leia mais

Ressonância, Formas de respresentação de moléculas orgânicas, Forças intermoleculares. Aula 3

Ressonância, Formas de respresentação de moléculas orgânicas, Forças intermoleculares. Aula 3 Universidade Federal de uro Preto Ressonância, Formas de respresentação de moléculas orgânicas, Forças intermoleculares Aula 3 Flaviane Francisco ilário 1 1 Ressonância ESTRUTURA DE LEWIS Explica de maneira

Leia mais

MECANISMOS a descrição microscópica da reação; são propostos com base na lei de velocidade.

MECANISMOS a descrição microscópica da reação; são propostos com base na lei de velocidade. MECANISMOS a descrição microscópica da reação; são propostos com base na lei de velocidade. 1 Mecanismo: como os reagentes são convertidos em produtos, no nível molecular. LEI DE VELOCIDADE ----> MECANISMO

Leia mais

Alcoóis. -Nomenclatura IUPAC: Quantidade de C + tipo de ligação entre C + ol. Ex: Butan-2-ol. Fenóis

Alcoóis. -Nomenclatura IUPAC: Quantidade de C + tipo de ligação entre C + ol. Ex: Butan-2-ol. Fenóis Ácidos e Base -Numa reação entre um ácido e uma base, o ácido atua como o doador de prótons e a base como o aceptor de prótons. O íon H + é considerado um próton, então na reação o ácido perde um H + e

Leia mais

2. Explique o que acontece com o ponto de ebulição dos hidrocarbonetos à medida que aumenta o tamanho de suas moléculas.

2. Explique o que acontece com o ponto de ebulição dos hidrocarbonetos à medida que aumenta o tamanho de suas moléculas. FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E VETERINÁRIAS, FCAV UNESP Jaboticabal CURSO: Ciências Biológicas (Licenciatura e Bacharelado) DISCIPLINA: Química Orgânica DOCENTE RESPONSÁVEL: Prof a. Dr a. Luciana Maria

Leia mais

AS REAÇÕES DE ELIMINAÇÃO E1 e E2

AS REAÇÕES DE ELIMINAÇÃO E1 e E2 AS REAÇÕES DE ELIMINAÇÃO E1 e E2 As reações de substituição nucleofílica e de eliminação estão freqüentemente, competindo entre si. Exemplo: Um haleto de alquila pode reagir com um íon hidróxido (nucleófilo)

Leia mais

Índice. reações de S N 2. reações de S N 1. comparação entre S N 2 e S N 1. concorrência entre S N e eliminação

Índice. reações de S N 2. reações de S N 1. comparação entre S N 2 e S N 1. concorrência entre S N e eliminação Química Orgânica Substituição substituição nucleofílica alifática 1 Índice reações de S N 2 reações de S N 1 comparação entre S N 2 e S N 1 concorrência entre S N e eliminação Literatura recomendada Clayden,

Leia mais

Estruturas canônicas de ressonância

Estruturas canônicas de ressonância Estruturas canônicas de ressonância Prática de Ensino de Química e Bioquímica - QBQ5825-1 Monitora: Erica Luiz dos Santos Disciplina: Química Orgânica I - QFL 0341 Introdução Entre os muitos conceitos

Leia mais

Roteiro de estudos 1º trimestre. Matemática-Física-Química. Orientação de estudos

Roteiro de estudos 1º trimestre. Matemática-Física-Química. Orientação de estudos Roteiro de estudos 1º trimestre. Matemática-Física-Química O roteiro foi montado especialmente para reforçar os conceitos dados em aula. Com os exercícios você deve fixar os seus conhecimentos e encontrar

Leia mais

Química Orgânica. 1- Substituição substituição nucleofílica alifática

Química Orgânica. 1- Substituição substituição nucleofílica alifática Química Orgânica 1- Substituição substituição nucleofílica alifática 1 Índice reações de S N 2 reações de S N 1 comparação entre S N 2 e S N 1 concorrência entre S N e eliminação Literatura recomendada

Leia mais

Aula 7. Organic Chemistry 4 th Edition Paula Yurkanis Bruice. Reações de Eliminação de Haletos de Alquila. Reações de Álcoois e Éteres

Aula 7. Organic Chemistry 4 th Edition Paula Yurkanis Bruice. Reações de Eliminação de Haletos de Alquila. Reações de Álcoois e Éteres Organic Chemistry 4 th Edition Paula Yurkanis Bruice Aula 7 Reações de Eliminação de Haletos de Alquila Reações de Álcoois e Éteres Irene Lee Case Western Reserve University Cleveland, OH 2004, Prentice

Leia mais

Metabolismo e Endocrinologia 2.º Ano LEBM, 29 de Março de Estereoisómeros

Metabolismo e Endocrinologia 2.º Ano LEBM, 29 de Março de Estereoisómeros Metabolismo e Endocrinologia 2.º Ano LEBM, 29 de Março de 2006 Grupo 6: André Gomes, Ricardo Aires, Ruben Pereira Tema: Estereoisómeros e Especificidade Reaccional Estereoisómeros Estereoisómeros são moléculas

Leia mais

compostos de mesma fórmula molecular

compostos de mesma fórmula molecular Isomeria Estudo dos isômeros Isômeros compostos de mesma fórmula molecular Apresentam propriedades (físicas, químicas ou fisiológicas) diferentes devido às diferenças em suas fórmulas estruturais. O próprio

Leia mais

Ciência que estuda a química da vida (características dos seres vivos)

Ciência que estuda a química da vida (características dos seres vivos) Ciência que estuda a química da vida (características dos seres vivos) Características dos seres vivos 1 - Complexidade química e organização microscópica Elementos químicos comuns C, O, N, H e P Grande

Leia mais

ALCANOS E CICLO ALCANOS

ALCANOS E CICLO ALCANOS ALCANOS E CICLO ALCANOS INTRODUÇÃO Um grupo funcional é um grupo de átomos que tem um compostamento químico caracteristico em todas as moléculas que aparece. 30 milhões de compostos orgânicos A química

Leia mais

FCAV/UNESP. DISCIPLINA: Química Orgânica. ASSUNTO: Introdução à Química Orgânica

FCAV/UNESP. DISCIPLINA: Química Orgânica. ASSUNTO: Introdução à Química Orgânica FCAV/UNESP DISCIPLINA: Química Orgânica ASSUNTO: Introdução à Química Orgânica 1 QUÍMICA ORGÂNICA Química Orgânica é a área da Química que estuda os compostos que contêm carbono, chamados de compostos

Leia mais

QUIMICA ORGÂNICA Teórica A

QUIMICA ORGÂNICA Teórica A QUIMICA ORGÂNICA Teórica A Prof. Antonio Luiz Braga braga.antonio@ufsc.br Docentes Orientados: MSc Flavio Augusto Barbosa flavioauggusto@gmail.com Dr. Jamal Rafique 1 PROGRAMA TENTATIVO 01 INTRODUÇÃO IMPORTÂNCIA

Leia mais

Componente Curricular: Química Orgânica Farmacêutica II PLANO DE CURSO

Componente Curricular: Química Orgânica Farmacêutica II PLANO DE CURSO CURSO DE FARMÁCIA Reconhecido pela Portaria MEC nº 220 de 01.11.12, DOU de 06.11.12 Componente Curricular: Química Orgânica Farmacêutica II Código: FAR 204 Pré-requisito: Química Orgânica Farmacêutica

Leia mais

Universidade Tecnológica Federal do Paraná Departamento Acadêmico de Química e Biologia. Dr. Tiago P. Camargo

Universidade Tecnológica Federal do Paraná Departamento Acadêmico de Química e Biologia. Dr. Tiago P. Camargo Universidade Tecnológica Federal do Paraná Departamento Acadêmico de Química e Biologia Dr. Tiago P. Camargo Forma das moléculas Correlação da geometria com propriedades físico-químicas Instável Instável

Leia mais

Resoluções das Atividades

Resoluções das Atividades Resoluções das Atividades Sumário Módulo 4 Sal orgânico, anidrido de ácido carboxílico e haleto de ácido, amina, amida, isonitrila e nitrocomposto Nomenclaturas e aplicações...1 Módulo 5 Isomeria plana

Leia mais

ISOMERIA. Química. PROFESSORA : Taynara Oliveira

ISOMERIA. Química. PROFESSORA : Taynara Oliveira ISOMERIA Química PROFESSORA : Taynara Oliveira ISOMERIA Isomeria é o fenômeno em que compostos orgânicos têm a mesma fórmula molecular, sendo diferentes. ISOMERIA Etimologicamente, significa partes iguais.

Leia mais