Hyundai celebra a abertura da Primeira Linha Mundial de Produção em Série de veículos com Pilha de Combustível a Hidrogénio (Fuel Cell) Emissões Zero

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Hyundai celebra a abertura da Primeira Linha Mundial de Produção em Série de veículos com Pilha de Combustível a Hidrogénio (Fuel Cell) Emissões Zero"

Transcrição

1 Hyundai celebra a abertura da Primeira Linha Mundial de Produção em Série de veículos com Pilha de Combustível a Hidrogénio (Fuel Cell) Emissões Zero A Hyundai produz o primeiro ix35 com pilha de combustível a hidrogénio em Ulsan, Coreia; Primeiro construtor automóvel do mundo a lançar a produção em série de veículos com pilha de combustível a hidrogénio; Entrega a clientes na Europa em curso. A Hyundai Motor Co. já produziu o primeiro ix35 de cor branca e movido a pilha de combustível a hidrogénio, no complexo fabril da empresa em Ulsan. Desta forma a Hyundai tornou-se no primeiro fabricante do mundo a iniciar o fabrico em série de veículos movidos a hidrogénio de emissões-zero destinados a uma utilização em frotas. O ix35 Fuel Cell, baseado no popular SUV Hyundai ix35 do segmento C, saiu da linha de produção da fábrica n º 5 da Hyundai Motor, no âmbito de uma cerimónia de lançamento que contou com a presença dos responsáveis de topo pela gestão da Hyundai e convidados VIPs. "Com o ix35 de pilha de combustível, a Hyundai está a liderar o caminho para o futuro das emissões zero", disse o Vice-Presidente, Eok Jo Kim da Hyundai Motor durante a cerimónia. " O ix35 a pilha de combustível é o veículo mais ecológico da indústria automóvel e prova que a tecnologia de pilha de combustível a hidrogénio em condução diária já não é um sonho". O primeiro ix35 a pilha de combustível apresentado na cerimónia, será um dos 17 veículos destinados a uma utilização nas frotas das cidades de Copenhaga, na Dinamarca, e Skåne, na Suécia. O município de Copenhaga, como parte integrante da sua iniciativa política de carbono livre até 2025, receberá 15

2 veículos ix35 a pilha de combustível para utilização na sua frota na sequência de um acordo anunciado em Setembro de Por sua vez, dois ix35 a pilha de combustível serão fornecidos para a cidade de Skåne, na Suécia. "A linha de produção de veículos a pilha de combustível é um marco fundamental na história da indústria automóvel, não apenas na Coreia, mas em todo o mundo", disse Mang Woo Park, Presidente da Câmara da cidade de Ulsan, na sua mensagem de felicitações. "Ao fornecer mais estações de reabastecimento de hidrogénio para apoiar os veículos ecológicos produzidos com pilhas de combustível, faremos de Ulsan um marco histórico de referência dos automóveis amigos do ambiente". A Hyundai planeia construir unidades ix35 Fuel Cell até 2015 para utilização em frotas públicas e privadas, principalmente na Europa, onde a União Europeia já estabeleceu um roteiro, tendo por base o hidrogénio e iniciando a construção de postos de abastecimento desta fonte energética. A estratégia dos principais fabricantes de automóveis na Europa e nos EUA aponta no sentido de se produzirem veículos de pilha de combustível a hidrogénio e de se estabelecerem mais postos de abastecimento, com o objectivo de preparar o mercado para a produção em massa deste tipo de veículos. Após 2015, com custos mais reduzidos de produção e com uma infra-estrutura de distribuição e abastecimento de hidrogénio mais desenvolvida, a Hyundai dará início à produção de veículos de pilha de combustível a hidrogénio destinados às vendas a cliente particular. Construído com tecnologia patenteada, o Hyundai ix35 Fuel Cell é alimentado por hidrogénio. Uma pilha de células de combustível converte o hidrogénio em electricidade, que alimenta o motor de indução eléctrica do veículo. A única emissão gerada pela pilha de combustível do Hyundai ix35 é água. O Hyundai

3 ix35 a pilha de combustível apresenta um desempenho semelhante ao ix35 a gasolina. O desenvolvimento e aplicação de uma nova grelha frontal, pára-choques, faróis de nevoeiro, ecrã de controlo de funções de 7 polegadas e GPS, são detalhes de design e equipamento exclusivos dos novos veículos de pilha de combustível a hidrogénio que contribuirão para incrementar a sua comercialização. Em Janeiro de 2013, o ix35 Fuel Cell ganhou o prémio de prestígio FuturAuto no Salão Automóvel de Bruxelas, como reconhecimento da sua inovação tecnológica. O Hyundai ix35 Fuel Cell é o expoente máximo da tecnologia Blue Drive da Hyundai, insígnia aplicada aos automóveis produzidos pela marca com menores emissões de CO2, com particular destaque para o Sonata Hibrido, o i20 Blue Drive e BlueOn e o Hyundai i10 de baterias eléctricas. Enquanto os governos a nível mundial reforçam as normas para reduzir as emissões de carbono e a dependência dos combustíveis fósseis, as soluções de mobilidade com emissões zero, como o Hyundai ix35 Fuel Cell tornar-se-ão na força motriz de mudança. O ix35 Fuel Cell a hidrogénio está na linha do acordo de 2009 dos países da União Europeia pertencentes ao G8 que pretendem reduzir as emissões de carbono em 80 % até 2050 e com os regulamentos do Estado da Califórnia sobre veículos de emissão zero. O ix35 a pilha de combustível pode ser atestado com hidrogénio, em apenas alguns minutos. Acelera de zero a 100 km/h em 12,5 segundos, regista uma velocidade máxima de 160 km/h e tem uma autonomia de 594 km sem reabastecimento. O ix35 Fuel Cell é o resultado de 14 anos e várias centenas de milhões de euros de investimento na pesquisa efectuada por centenas de engenheiros da

4 Hyundai Fuel Cell R&D, em Mabuk, Coreia. O automóvel já registou mais de 2 milhões de milhas de testes de estrada em condições reais na Europa, Coreia e EUA. O primeiro veículo ix35 Fuel Cell que agora saiu da linha de produção será apresentado no Salão Internacional Automóvel de Genebra Especificações do Hyundai ix35 Fuel Cell Comprimento Largura Altura Autonomia com depósito cheio Eficiência do Veículo Velocidade máxima Aceleração de 0 a 100 km/h Potência da célula de combustível Sistema de armazenamento de energia Combustível Gases de escape 4,410 mm 1,820 mm 1,655 mm 594 Km 0.96 KgH2/100km 160 Km/h 12.5 Segundos 100 kw Bateria, 24 kw Hidrogénio (700 bar, 5.6 kg) Vapor de água Lisboa, 27 de Fevereiro de 2013 Para mais informações Entreposto V. H. ( Relações Públicas Luís Camões Telefone: Fax: Correio electrónico: NewsAbility Comunicação Telf: Correio

5

Projeto Veículo Elétrico

Projeto Veículo Elétrico Projeto Veículo Elétrico Palio Weekend Elétrico Leonardo Gaudencio Cavaliere Supervisor de Inovações do Produto Belo Horizonte, 05 julho 2010 GRUPO FIAT NO MUNDO GRUPO FIAT NO BRASIL MONTADORAS COMPONENTES

Leia mais

Tecnologias Automotivas: Híbrida e Célula Combustível. Roberto Braun Gerente Sênior de Assuntos Governamentais Toyota do Brasil Vice-Presidente ABVE

Tecnologias Automotivas: Híbrida e Célula Combustível. Roberto Braun Gerente Sênior de Assuntos Governamentais Toyota do Brasil Vice-Presidente ABVE Tecnologias Automotivas: Híbrida e Célula Combustível Roberto Braun Gerente Sênior de Assuntos Governamentais Toyota do Brasil Vice-Presidente ABVE Grandes preocupações da humanidade Aquecimento Global

Leia mais

Renato Alvarenga Diretor de Comercialização e Logística Cam Brasil

Renato Alvarenga Diretor de Comercialização e Logística Cam Brasil Renato Alvarenga Diretor de Comercialização e Logística Cam Brasil 19 a 21 de outubro de 2009 Hotel Transamérica São Paulo BRASIL Agenda Introdução sobre veículos elétricos Desafios para a adoção em massa

Leia mais

DTEA Transportes, Energia e Ambiente 1

DTEA Transportes, Energia e Ambiente  1 DTEA - Transportes, Energia e Ambiente Grupo de Investigação em Energia e Desenvolvimento Sustentável Instituto Superior Técnico DTEA Transportes, Energia e Ambiente http://dtea.ist.utl.pt 1 Veículos e

Leia mais

Células de Hidrogênio

Células de Hidrogênio Células de Hidrogênio Dr. Julio Cesar Martins da Silva quimijulio@gmail.com Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares IPEN/CNEN-SP Centro de Células a Combustível e Hidrogênio - CCCH Av. Prof. Lineu

Leia mais

O Hidrogénio no Novo Paradigma Energético Oportunidades para Portugal

O Hidrogénio no Novo Paradigma Energético Oportunidades para Portugal O Hidrogénio no Novo Paradigma Energético Oportunidades para Portugal Plano Intervenção Guião Hidrogénio Novo Vector Energético Motores da Economia do Hidrogénio Incursão na Tecnologia Desafios / Oportunidades

Leia mais

DTEA - Transportes, Energia e Ambiente Grupo de Investigação em Energia e Desenvolvimento Sustentável Instituto Superior Técnico

DTEA - Transportes, Energia e Ambiente Grupo de Investigação em Energia e Desenvolvimento Sustentável Instituto Superior Técnico DTEA - Transportes, Energia e Ambiente Grupo de Investigação em Energia e Desenvolvimento Sustentável Instituto Superior Técnico 1 O que é a Eco-condução: Critérios e Importância Tiago Farias Instituto

Leia mais

VOCÊ SABE QUAIS SÃO AS MAIORES FONTES DE GASES DE EFEITO ESTUFA NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO?

VOCÊ SABE QUAIS SÃO AS MAIORES FONTES DE GASES DE EFEITO ESTUFA NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO? MEIO AMBIENTE MUDANÇA CLIMÁTICA VOCÊ SABE QUAIS SÃO AS MAIORES FONTES DE GASES DE EFEITO ESTUFA NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO? Comparação das Emissões Totais e por Habitante de São Paulo, em GWP (t CO2 eq)

Leia mais

Etanol eficiente, A alternativa brasileira para o controle dos gases de efeito estufa (GEE) Sustentabilidade

Etanol eficiente, A alternativa brasileira para o controle dos gases de efeito estufa (GEE) Sustentabilidade Etanol eficiente, A alternativa brasileira para o controle dos gases de efeito estufa (GEE) PROGRAMA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA SUSTENTÁVEL. Sustentabilidade Eficiência Energética Conectadas e Sincronizadas

Leia mais

Energias Renováveis:

Energias Renováveis: Energias Renováveis: o contributo da Investigação e Desenvolvimento. António Joyce Departamento de Energias Renováveis INETI - Instituto Nacional de Engenharia, Tecnologia e Inovação Estrada do Paço do

Leia mais

Compras Públicas Ecológicas: o papel do consumidor Estado. Paula Trindade LNEG

Compras Públicas Ecológicas: o papel do consumidor Estado. Paula Trindade LNEG Compras Públicas Ecológicas: o papel do consumidor Estado Paula Trindade LNEG Conferência Consumo Sustentável e Alterações Climáticas Alfragide, 26 Novembro 2009 Potencial das Compras Públicas Sustentáveis

Leia mais

O TRANSPORTE RODOVIÁRIO TENDÊNCIAS ANTÓNIO MOUSINHO

O TRANSPORTE RODOVIÁRIO TENDÊNCIAS ANTÓNIO MOUSINHO O TRANSPORTE RODOVIÁRIO TENDÊNCIAS ANTÓNIO MOUSINHO O TRANSPORTE RODOVIÁRIO NA UE 1. INTRODUÇÃO 2. SITUAÇÃO ACTUAL 3. MOBILIDADE SUSTENTÁVEL 4. TRANSPORTES ENERGIA E AMBIENTE 5. INFRAESTRUTURAS 6. CONCLUSÕES

Leia mais

Alterações Climáticas

Alterações Climáticas Alterações Climáticas Ponto situação políticas públicas Notas sobre biocombustíveis Junho de 2011 Políticas Nacionais de Clima pré-2012 23 Caminho para cumprir Quioto 100 Emissões estimadas para 2010 (PNAC

Leia mais

Ordem dos Engenheiros Encontro Nacional de Engenharia Civil

Ordem dos Engenheiros Encontro Nacional de Engenharia Civil 1 Ordem dos Engenheiros Encontro Nacional de Engenharia Civil Estratégia Nacional de Energia Barragens e Mini-Hídricas Luís Braga da Cruz (FEUP) PORTO 21 de Maio de 2011 2 Índice 1. Estratégia Nacional

Leia mais

Jorge Tropa CEO Siemens Angola. Tecnologia como factor determinante para a rentabilidade das infra-estruturas eléctricas. Ccc

Jorge Tropa CEO Siemens Angola. Tecnologia como factor determinante para a rentabilidade das infra-estruturas eléctricas. Ccc Jorge Tropa CEO Siemens Angola Tecnologia como factor determinante para a rentabilidade das infra-estruturas eléctricas Jorge Tropa 15 de Setembro de 2011 Presença em África Primeiras actividades (países

Leia mais

USO EFICIENTE DO ETANOL VEICULAR NO BRASIL

USO EFICIENTE DO ETANOL VEICULAR NO BRASIL USO EFICIENTE DO ETANOL VEICULAR NO BRASIL ÔNIBUS ELÉTRICO HÍBRIDO A ETANOL São Paulo SP, 21 de novembro de 2013 NABOR FERREIRA CABRAL Assessoria de Mobilidade Elétrica Sustentável Engenheiro Mecânico

Leia mais

Mercedes-Benz E 300 Bluetec Hybrid

Mercedes-Benz E 300 Bluetec Hybrid Mercedes-Benz E 300 Bluetec Hybrid As diferenças do 300 Mediante aplicação de um motor eléctrico de 20 kw, a plataforma do Classe E 250 evoluiu para um 300 Hybrid. Isto significa que continuamos a ter

Leia mais

Motor. Comando das válvulas

Motor. Comando das válvulas Motor Panamera 4S Panamera Turbo Tipo de construção V6 biturbo V8 biturbo N.º de cilindros 6 8 Válvulas/cilindro 4 4 Cilindrada 2 894 cm 3 3 996 cm 3 Diâmetro 84,5 mm 86,0 mm Curso 86,0 mm 86,0 mm Potência

Leia mais

FONTE DE ENERGIA RENOVÁVEL. Prof.º: Carlos D Boa - geofísica

FONTE DE ENERGIA RENOVÁVEL. Prof.º: Carlos D Boa - geofísica FONTE DE ENERGIA RENOVÁVEL Prof.º: Carlos D Boa - geofísica Introdução Biocombustíveis (Biodiesel, Etanol e Hidrogênio) Biogás Biomassa Energia Eólica Energia das Marés Energia Hidrelétrica Energia Solar

Leia mais

ALUNO(A): TURMA: TURNO: DATA: / / COLÉGIO:

ALUNO(A): TURMA: TURNO: DATA: / / COLÉGIO: ALUNO(A): PROVA COMENTADA OBF 014 PRIMEIRA FASE NÍVEL 1 Professor: Edney Melo Nº TURMA: TURNO: DATA: / / COLÉGIO: 01. A unidade de energia no sistema internacional é o JOULE (J) 0. Uma fonte renovável

Leia mais

COGERAÇÃO = CHP COMBINED HEAT AND POWER

COGERAÇÃO = CHP COMBINED HEAT AND POWER COGERAÇÃO = CHP COMBINED HEAT AND POWER DIREITO DA ENERGIA DOCENTE: SUZANA TAVARES DA SILVA REALIZADO POR: ANDREIA CATARINA ALMEIDA ANO 2015/2016 FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA Evolução

Leia mais

Legislação. para a Exploração de Postos de Enchimento de Gás Natural Carburante.

Legislação. para a Exploração de Postos de Enchimento de Gás Natural Carburante. Princípios e Bases do Sector do Gás Natural Decreto-Lei n.º 66/2010: Estabelece o procedimento aplicável à extinção das tarifas reguladas de venda de gás natural a clientes finais, com consumos anuais

Leia mais

O QUE É ENERGIA? CONVERSÃO DE ENERGIA ELÉCTRICA. É o princípio de tudo.

O QUE É ENERGIA? CONVERSÃO DE ENERGIA ELÉCTRICA. É o princípio de tudo. 1 O QUE É ENERGIA? É o princípio de tudo. Energia é a força que movimenta todos os corpos do Universo. Esta afirmação contém em si mesma um erro; consegue identificá-lo? Energia é a capacidade de produzir

Leia mais

Cria um regime fiscal de incentivo à aquisição de bicicletas

Cria um regime fiscal de incentivo à aquisição de bicicletas PROJECTO DE LEI Nº 792/X Cria um regime fiscal de incentivo à aquisição de bicicletas A promoção da mobilidade suave tornou-se um imperativo nos dias de hoje. A opção pela pedonabilidade, pela bicicleta

Leia mais

Corridas Padre Mário Casagrande

Corridas Padre Mário Casagrande Projecto CO 2 ZERO Corridas Padre Mário Casagrande (modelos movidos a energia solar) Este documento contém os seguintes tópicos: Objectivo Equipas Inscrições Contacto Especificações Avaliação Constituição

Leia mais

Nova gama de scooters Serie-S

Nova gama de scooters Serie-S Nova gama de scooters Serie-S nova gama de scooters Serie-s Vai passear ou às compras? A nova gama de scooters eléctricas Sterling Série-S espera por si para o acompanhar em qualquer viagem. 3 modelos

Leia mais

HUSQVARNA CONSTRUCTION PRODUCTS

HUSQVARNA CONSTRUCTION PRODUCTS HUSQVARNA CONSTRUCTION PRODUCTS Husqvarna Portugal, SA, Edificio Diamant Boart Lagoa-Albarraque, 2635-595 Rio de Mouro. Tel: +351 219 25 47 40, Fax: +351 219 25 47 20. www.husqvarnacp.com 2009 HUSQVARNA

Leia mais

Os veículos eléctricos na Alta de Coimbra

Os veículos eléctricos na Alta de Coimbra WORKSHOP Combustíveis e veículos alternativos Práticas correntes e futuras linhas de orientação política para o transporte de passageiros (Projecto Alter-Motive) Os veículos eléctricos na Alta de Coimbra

Leia mais

Alexandra Santos Bruno Esteves Diogo Cardoso João Megre Jorge Ribeiro Sérgio Vinha

Alexandra Santos Bruno Esteves Diogo Cardoso João Megre Jorge Ribeiro Sérgio Vinha Alexandra Santos Bruno Esteves Diogo Cardoso João Megre Jorge Ribeiro Sérgio Vinha 1 No âmbito da UC Projeto FEUP vamos abordar os seguintes tópicos: Custos energéticos na viagem Porto Vila Real; Meios

Leia mais

Vortex TWA Informação adicional Especificações técnicas

Vortex TWA Informação adicional Especificações técnicas Vortex TWA Pelas suas características quanto à capacidade de vencer subidas com inclinação acentuada e autonomia de 60/65 Km, fazem desta bicicleta a única do mercado com o sistema dois em um: força sugestiva

Leia mais

BIODIESEL DE SOJA PERSPECTIVA DE USO NO BRASIL

BIODIESEL DE SOJA PERSPECTIVA DE USO NO BRASIL BIODIESEL DE SOJA PERSPECTIVA DE USO NO BRASIL Dra. Roseli Aparecida Ferrari DEA UEPG Email ferrarir@uepg. @uepg.br PRODUÇÃO DE BIODIESEL BIODIESEL É um combustível renovável produzido a partir de óleos

Leia mais

Novo varejador de azeitona a bateria de automóvel 12V

Novo varejador de azeitona a bateria de automóvel 12V Campanha especial AZEITONA Novo varejador de azeitona a bateria de automóvel 12V HL120D Pode trabalhar sem barra. Cap. de recolha: 80-120 Kg/h Comprimento total: 2,15-3,1 M sem barra: 0,75 Kg com barra:

Leia mais

AEROSTAKS 200W/500W/1000W

AEROSTAKS 200W/500W/1000W AEROSTAKS 200W/500W/1000W As células a combustível mais leves e com maior densidade de energia em todo o mundo 200W / 500W / 1000W AEROSTAK Opções de CaC PEM É possível a customização da tensão, formato,

Leia mais

INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E SUSTENTABILIDADE

INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E SUSTENTABILIDADE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E SUSTENTABILIDADE João Roberto Loureiro de Mattos joaol@pitágoras.com.br jrdemattos@oi.com.br 1ª ENGENIO - SEMANA DO NÚCLEO DE ENGENHARIA E COMPUTAÇÃO DA FACULDADE PITÁGORAS 10 de

Leia mais

Novo C3 1.2 PureTech 110 S&S CVM Shine Preço total PVPR

Novo C3 1.2 PureTech 110 S&S CVM Shine Preço total PVPR Configurador Citroën 23 fevereiro 2017 Novo C3 1.2 PureTech 110 S&S CVM Shine Preço total 18 558 PVPR *Os preços apresentados são preços recomendados à Rede de Concessionários Citroën Preço da versão base(pvpr)

Leia mais

Jardim. Outono / Inverno OFERTA! 2014 / % IVA incluído % IVA incluído. Motosserra de poda PS222TH. Motosserra de poda PS222THC

Jardim. Outono / Inverno OFERTA! 2014 / % IVA incluído % IVA incluído. Motosserra de poda PS222TH. Motosserra de poda PS222THC 2014 / 2015 Jardim Outono / Inverno de poda PS222TH 22,2 c.c 0,75 Kw / 1,0 Cv 2,5 kg de poda PS222THC 22,2 c.c 0,75 Kw / 1,0 Cv 2,5 kg 392 412 Barra carving de poda PS3410TH 34 c.c 1,4 Kw / 1,9 Cv 3,3

Leia mais

Instruções. Física. Interpretar as questões faz parte da avaliação; portanto, não adianta pedir esclarecimentos aos Fiscais.

Instruções. Física. Interpretar as questões faz parte da avaliação; portanto, não adianta pedir esclarecimentos aos Fiscais. 1 2 Instruções Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar,

Leia mais

AUDITORIAS ENERGÉTICAS BENEFÍCIOS PARA A COMPETIVIDADE. CLÁUDIO CASIMIRO

AUDITORIAS ENERGÉTICAS BENEFÍCIOS PARA A COMPETIVIDADE. CLÁUDIO CASIMIRO AUDITORIAS ENERGÉTICAS BENEFÍCIOS PARA A COMPETIVIDADE CLÁUDIO CASIMIRO claudio.casimiro@ceeeta.pt A única coisa que sabemos sobre o futuro é que será diferente Peter Drucker Paradigma Actual - UE Nos

Leia mais

Gás natural para veículos como uma solução para transportes

Gás natural para veículos como uma solução para transportes Gás natural para veículos como uma solução para transportes Conteúdos Introdução: O GNV em Ibérica GNC e GNL como combustíveis Veículos a gás natural Funcionamento com GNC e GNL Rentabilidade e Amortização

Leia mais

Nova Fábrica de Papel inicia testes de produção na data prevista

Nova Fábrica de Papel inicia testes de produção na data prevista Informação à Imprensa 25.08.09 Nova Fábrica de Papel inicia testes de produção na data prevista Investimento de 550 milhões, gerador de elevado valor acrescentado, terá um impacto significativo na economia

Leia mais

Process Automation. Eficiência Energética Industrial Consultoria em eficiência energética

Process Automation. Eficiência Energética Industrial Consultoria em eficiência energética Process Automation Eficiência Energética Industrial Consultoria em eficiência energética A ABB é líder em tecnologias electrotécnicas e de automação que tornam possível às indústrias aumentarem a sua eficiência,

Leia mais

5 Apresentação e Análise das Estruturas da Cadeia (Variável B)

5 Apresentação e Análise das Estruturas da Cadeia (Variável B) 48 5 Apresentação e Análise das Estruturas da Cadeia (Variável B) O objetivo deste capítulo é apresentar e analisar os resultados obtidos sob a perspectiva da Variável B do modelo em função da Variável

Leia mais

Ciências Físico-Química - 8º ANO

Ciências Físico-Química - 8º ANO ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DA CALHETA Ciências Físico-Química - 8º ANO ANO LETIVO 2010/2011 Turma FICHA DE TRABALHO 1 Energia Fontes e formas Transferências e Transformação de energia Nome Nº. Data / /

Leia mais

NEW HOLLAND TCD E T15OO TC24D T156O T157O

NEW HOLLAND TCD E T15OO TC24D T156O T157O NEW HOLLAND TCD E T15OO TC24D T156O T157O 2 3 ROBUSTOS, SIMPLES, PRODUTIVOS E COM UMA BOA RELAÇÃO QUALIDADE/PREÇO Não se deixe enganar pelas dimensões compactas dos tractores TC24D, T1560 e T1570 da New

Leia mais

MagLev-Cobra. Cobra: transporte urbano energeticamente eficiente e ambientalmente correto Richard Magdalena Stephan.

MagLev-Cobra. Cobra: transporte urbano energeticamente eficiente e ambientalmente correto Richard Magdalena Stephan. MagLev-Cobra Cobra: transporte urbano energeticamente eficiente e ambientalmente correto Richard Magdalena Stephan rms@ufrj.br 1 Roteiro 1. Tecnologia MagLev na UFRJ 2. Reduções de Custos em relação ao

Leia mais

Seminário Internacional Frotas e Fretes Verdes

Seminário Internacional Frotas e Fretes Verdes Seminário Internacional Frotas e Fretes Verdes Ações de Itaipu em prol da Mobilidade Elétrica 28 de novembro de 2014 Eng. MARCIO MASSAKITI KUBO, M.Sc. Assessoria de Mobilidade Elétrica Sustentável 1 ITAIPU:

Leia mais

Para soluções não ligadas à rede

Para soluções não ligadas à rede Para soluções não ligadas à rede solarworld.com Levando a energia onde você não achava possível Em áreas rurais e remotas, onde não há conexão com a rede elétrica, a energia solar é a resposta. Os sistemas

Leia mais

Gestão de energia : 2008/2009

Gestão de energia : 2008/2009 Gestão de energia : 2008/2009 Aula # T2 Transformação de energia Prof. Miguel Águas miguel.aguas@ist.utl.pt Objectivos da aula RESUMO TEMAS NÃO AGENDADOS: Resultados do inquérito OPEC documentation MATÉRIA

Leia mais

O Sistema de Gestão encontra-se certificado pela Norma NP EN ISO 9001:2008 (Certificado ISO 9001:2008 VENTIL)

O Sistema de Gestão encontra-se certificado pela Norma NP EN ISO 9001:2008 (Certificado ISO 9001:2008 VENTIL) FUNDADA EM 1971, CONTA COM UMA ELEVADA EXPERIÊNCIA DOS SEUS RECURSOS HUMANOS, DESENVOLVENDO SOLUÇÕES TÉCNICAS PRINCIPALMENTE PARA OS SECTORES DE: - MADEIRA E MOBILIÁRIO - CORTIÇA - CERÂMICA - METALOMECÂNICA

Leia mais

COLÉGIO 7 DE SETEMBRO DISICIPLINA DE GEOGRAFIA PROF. RONALDO LOURENÇO 1º 1 PERCURSO 26 (PARTE 3) A PRODUÇÃO MUNDIAL DE ENERGIA

COLÉGIO 7 DE SETEMBRO DISICIPLINA DE GEOGRAFIA PROF. RONALDO LOURENÇO 1º 1 PERCURSO 26 (PARTE 3) A PRODUÇÃO MUNDIAL DE ENERGIA COLÉGIO 7 DE SETEMBRO DISICIPLINA DE GEOGRAFIA PROF. RONALDO LOURENÇO 1º 1 PERCURSO 26 (PARTE 3) A PRODUÇÃO MUNDIAL DE ENERGIA ENERGIA: EVOLUÇÃO HISTÓRICA E CONSTEXTO ATUAL ENERGIAS NÃO RENOVÁVEIS 1 PETRÓLEO

Leia mais

CONTEÚDO PREVENÇÃO DA PRODUÇÃO DE RESÍDUOS NO CONTEXTO DE

CONTEÚDO PREVENÇÃO DA PRODUÇÃO DE RESÍDUOS NO CONTEXTO DE PREVENÇÃO DA PRODUÇÃO DE RESÍDUOS CONTEÚDO PREVENÇÃO DA PRODUÇÃO DE RESÍDUOS NO CONTEXTO DE INDÚSTRIA DE ÓLEOS LUBRIFICANTES SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DE ÓLEOS LUBRIFICANTES USADOS (SIGOU) PREVENÇÃO

Leia mais

Tendo em conta a Comunicação da Comissão (COM(2002) 431 C5-0573/2002),

Tendo em conta a Comunicação da Comissão (COM(2002) 431 C5-0573/2002), P5_TA-PROV(2003)0486 Tributação dos veículos de passageiros Resolução do Parlamento Europeu sobre a Comunicação da Comissão relativa à tributação dos veículos de passageiros na União Europeia (COM(2002)

Leia mais

NOVAS SOLUÇÕES PARA A ENERGIA NUCLEAR. por. Carlos Varandas

NOVAS SOLUÇÕES PARA A ENERGIA NUCLEAR. por. Carlos Varandas NOVAS SOLUÇÕES PARA A ENERGIA NUCLEAR por Carlos Varandas Professor Catedrático do Instituto Superior Técnico Presidente do Instituto de Plasmas e Fusão Nuclear Ciência-2008 Encontro dos Laboratórios Associados

Leia mais

Aproveitar o calor libertado pela central de ar comprimido

Aproveitar o calor libertado pela central de ar comprimido Aproveitar o calor libertado pela central de ar comprimido 1 Aproveitar o calor libertado pela central de ar comprimido Características do projeto Investimento 77.473 Payback 2,2 anos Objetivos Ecoeficiência

Leia mais

Cogeração em ambiente urbano

Cogeração em ambiente urbano Cogeração em ambiente urbano MAIO 2010 Miguel Gil Mata 1 Índice Cogeração Conceito Energia térmica vs energia eléctrica Estratégia energética Regulamentação nacional Externalidades Cogeração em ambiente

Leia mais

ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS ESCASSEZ DE ÁGUA E EFICIÊNCIAS

ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS ESCASSEZ DE ÁGUA E EFICIÊNCIAS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS ESCASSEZ DE ÁGUA E EFICIÊNCIAS ENERGÉTICA E HÍDRICA NO CICLO URBANO DA ÁGUA AQUAPOR MEDIDAS DE EFICIÊNCIA HÍDRICA E ENERGÉTICA Otimização Energética Grupo AQUAPOR Edifício do auditório

Leia mais

SAE - Simpósio Novas Tecnologias na Indústria Automobilística

SAE - Simpósio Novas Tecnologias na Indústria Automobilística SAE - Simpósio Novas Tecnologias na Indústria Automobilística 13 de abril de 2009 1 O Papel da Tecnologia para o Futuro da GM Jaime Ardila Presidente, GM do Brasil & Operações Mercosul 2 O Papel da Tecnologia

Leia mais

A eficiência encontra a performance. MAN TGX como novos motores D38.

A eficiência encontra a performance. MAN TGX como novos motores D38. A eficiência encontra a performance. MAN TGX como novos motores D38. UMA NOVA DIMENSÃO DE PERFORMANCE. Algum do equipamento apresentado nesta brochura não é fornecido de série. 2. Fahrerhaus Fahrerhaus.

Leia mais

Actividades e Realizações da UE. Actividades e Realizações da UE

Actividades e Realizações da UE. Actividades e Realizações da UE Actividades e Realizações da UE Actividades e Realizações da UE Como gasta a UE o seu dinheiro? Orçamento da UE para 2010: 141,5 mil milhões de euros = 1,20% do Rendimento Nacional Bruto Acção da UE na

Leia mais

Empilhador Eléctrico t

Empilhador Eléctrico t Empilhador Eléctrico 1.5-2.0 t 3 Rodas www.toyota-forklifts.pt Empilhador Eléctrico 1.5-1.6 t Especificação para empilhadores industriais 8FBE15T 8FBEK16T 8FBE16T Outros Motor eléctrico Rendimento Dimensões

Leia mais

ET90. Potência e eficácia: ET90

ET90. Potência e eficácia: ET90 ET90 Escavadoras de Esteiras de Projeção Convencional Potência e eficácia: ET90 O consumo de combustível do ET90 é de até 30% menos do que os modelos comparáveis - o que reduz significativamente os custos

Leia mais

Neve Naturali Kimberly-Clark

Neve Naturali Kimberly-Clark Neve Naturali Kimberly-Clark Apresentação Pessoal Vanessa Monteiro Eng. Ambiental Universidade da Região de Joinville Univille. Kimberly-Clark Correia Pinto Responsável: Gestão ambiental fabril Agenda

Leia mais

Energia a partir de resíduos provenientes de biomassa

Energia a partir de resíduos provenientes de biomassa Energia a partir de resíduos provenientes de biomassa Isabel Cabrita & Ana Marta Paz Divisão de Estudos Investigação e Renováveis DIREÇÃO GERAL DE ENERGIA E GEOLOGIA Workshop oportunidades de valorização

Leia mais

Centrais de cogeração em edifícios: o caso da Sonae Sierra

Centrais de cogeração em edifícios: o caso da Sonae Sierra Centrais de cogeração em edifícios: o caso da Sonae Sierra Miguel Gil Mata 29 Maio 2009 FEUP Semana da Energia e Ambiente 1 Centrais de Cogeração em edifícios o caso da Sonae Sierra 1. O conceito de Cogeração

Leia mais

Foco no Ambiente e onze estreias mundiais e europeias

Foco no Ambiente e onze estreias mundiais e europeias GM Portugal General Motors Portugal Quinta da Fonte Edifício Fernão de Magalhães 2770-190 Paço de Arcos 16 Agosto, 2007 A General Motors no 62º Salão Automóvel (IAA) de Frankfurt Foco no Ambiente e onze

Leia mais

20,2 CV (15,1 kw) a r/ min 18 CV (13,4 kw) a r/min. 20 CV (14,9 kw) 18 CV (13,4 kw) (gasolina) De série

20,2 CV (15,1 kw) a r/ min 18 CV (13,4 kw) a r/min. 20 CV (14,9 kw) 18 CV (13,4 kw) (gasolina) De série 2500 Motor: Motor Diesel: Modelo John Deere Série 220, de 3 cilindros Potência conforme norma ECE-R24 20,2 CV (15,1 kw) a 3.600 r/ min 18 CV (13,4 kw) a 3.000 r/min Motor Gasolina: Modelo Kawasaki, V Twin,

Leia mais

Economia de Baixo Carbono: Oportunidade na reforma do sector da energia Maria da Graça Carvalho e Ana Pipio

Economia de Baixo Carbono: Oportunidade na reforma do sector da energia Maria da Graça Carvalho e Ana Pipio Introdução É fundamental adaptarmos o debate europeu e global sobre as alterações climáticas e a segurança energética à missão de construir uma sociedade de baixo carbono. A reforma do sector da é uma

Leia mais

são mesmo o futuro? Pedro Meunier Honda Portugal, S.A.

são mesmo o futuro? Pedro Meunier Honda Portugal, S.A. Automóveis Híbridos: H são mesmo o futuro? Pedro Meunier Honda Portugal, S.A. Veículos em circulação por região Biliões de Veículos 2.5 2 1.5 1 0.5 0 2000 2010 2020 2030 2040 2050 Total África América

Leia mais

Fórmula Student. A competição eléctrica já passa por Portugal

Fórmula Student. A competição eléctrica já passa por Portugal 26-07-2013 Fórmula Student. A competição eléctrica já passa por Portugal Fórmula Student. A competição eléctrica já passa por Portugal Grupo de alunos do Técnico desenvolveu um molugar eléctrico. Pedro

Leia mais

Relatório Síntese Outubro 2016

Relatório Síntese Outubro 2016 Relatório Síntese Outubro 2016 Entidade Supervisora: Gestão Operacional: 1 Registo de Instalações 569 536 548 500 451 378 317 526 263 489 453 154 392 351 243 272 304 139 dez-08 dez-09 dez-10 dez-11 dez-12

Leia mais

Dados Técnicos e Equipamentos. Tiguan

Dados Técnicos e Equipamentos. Tiguan Dados Técnicos e Equipamentos Tiguan Os motores 1.4 TSI 122cv 4X2 1.4 TSI 160cv 4X2 1.4 TSI 160cv 4X4 BLUEMOTION TECHNOLOGY BLUEMOTION TECHNOLOGY Motor, Tipo de motor 4 cilindros, Gasolina 4 cilindros,

Leia mais

PASSATEMPO À VELOCIDADE DO SOL - ADENDA AO REGULAMENTO -

PASSATEMPO À VELOCIDADE DO SOL - ADENDA AO REGULAMENTO - PASSATEMPO - ADENDA AO REGULAMENTO - 1. INTRODUÇÃO Dado que a organização da Semana da Energia e do Ambiente (SEA) recebeu solicitações por parte de alunos que estão a frequentar o 9º ano para participarem

Leia mais

NOVOS MATERIAIS E TECNOLOGIAS PARA A INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA

NOVOS MATERIAIS E TECNOLOGIAS PARA A INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA NOVOS MATERIAIS E TECNOLOGIAS PARA A INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA 67º CONGRESSO ABM - 02/08/2012 LUÍS CARLOS MONTEIRO SALES, DSc. ENGENHARIA DO PRODUTO INTEGRAÇÃO VEÍCULO CENÁRIO DRIVERS DE TECNOLOGIA PARA

Leia mais

A scooter à prova de trânsito urbano

A scooter à prova de trânsito urbano A scooter à prova de trânsito urbano Escolha uma scooter concebida para o seu estilo de vida, quer seja para viagens diárias ou para fins de lazer. Escolha a BW's 125. O motor de 125 cc a 4 tempos com

Leia mais

Scania e Clariant desenvolvem projeto pioneiro de sustentabilidade para caminhões a etanol

Scania e Clariant desenvolvem projeto pioneiro de sustentabilidade para caminhões a etanol Scania e Clariant desenvolvem projeto pioneiro de sustentabilidade para caminhões a etanol Única fabricante a oferecer caminhões pesados movidos ao biocombustível, Scania consolida a primeira venda do

Leia mais

Um caminho para economizar energia e preservar o meio ambiente. Estudos de Casos Edifício de escritórios Hospital Shopping Center Hotel

Um caminho para economizar energia e preservar o meio ambiente. Estudos de Casos Edifício de escritórios Hospital Shopping Center Hotel Um caminho para economizar energia e preservar o meio ambiente. Edifício de escritórios Hospital Shopping Center Hotel Introdução A função de um cabo de potência é conduzir a energia elétrica da forma

Leia mais

XI Congresso Nacional de Engenharia do Ambiente Certificação Ambiental e Responsabilização Social nas Organizações

XI Congresso Nacional de Engenharia do Ambiente Certificação Ambiental e Responsabilização Social nas Organizações Livro de actas do XI Congresso Nacional de Engenharia do Ambiente Certificação Ambiental e Responsabilização Social nas Organizações 20 e 21 de Maio de 2011 Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

Leia mais

Energia solar 3.0: as vantagens da tecnologia OPV

Energia solar 3.0: as vantagens da tecnologia OPV Energia solar 3.0: as vantagens da tecnologia OPV Tenda Marcos Maciel Filho, CEO da Sunew, fala sobre a implantação de painéis solares orgânicos OPV no Brasil 44 FULL ENERGY edição 20 Uma Tenda das aplicações

Leia mais

19/Fev/2015 COLÓNIA, Alemanha Ford Dá aos Clientes Mondeo o Poder de Escolha; Agora Disponíveis 14 Versões a Gasolina, Diesel e Híbrido

19/Fev/2015 COLÓNIA, Alemanha Ford Dá aos Clientes Mondeo o Poder de Escolha; Agora Disponíveis 14 Versões a Gasolina, Diesel e Híbrido 19/Fev/2015 COLÓNIA, Alemanha Ford Dá aos Clientes Mondeo o Poder de Escolha; Agora Disponíveis 14 Versões a Gasolina, Diesel e Híbrido Novo Ford Mondeo está agora disponível para encomenda em 14 combinações

Leia mais

8º SETREL - Seminário Nacional de Transportes das Empresas do Setor Elétrico

8º SETREL - Seminário Nacional de Transportes das Empresas do Setor Elétrico 8º SETREL - Seminário Nacional de Transportes das Empresas do Setor Elétrico Visão Geral do Programa Veículo Elétrico 15 de Junho de 2015 Eng. MARCIO MASSAKITI KUBO Coordenador de P&D - Programa VE Assessoria

Leia mais

Dados Técnicos e Equipamentos EOS

Dados Técnicos e Equipamentos EOS Dados Técnicos e Equipamentos EO EO Motores 1.4 TI (122cv) 1.4 TI (160cv) 2.0 TI (210cv) 2.0 TDI (140cv) BlueMotion Technology BlueMotion Technology Motor, Tipo de motor 4 cilindros, Gasolina 4 cilindros,

Leia mais

Contribuição do etanol para o meio ambiente e externalidades positivas

Contribuição do etanol para o meio ambiente e externalidades positivas Contribuição do etanol para o meio ambiente e externalidades positivas JOSÉ R. MOREIRA INSTITUTO DE ENERGIA E AMBIENTE UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Segundo Seminário Internacional Sobre Uso Eficiente do Etanol

Leia mais

PROPOSTA DE RESOLUÇÃO

PROPOSTA DE RESOLUÇÃO PARLAMENTO EUROPEU 2009-2014 Documento de sessão 28.4.2010 B7-0261/2010/rev PROPOSTA DE RESOLUÇÃO apresentada na sequência das perguntas com pedido de resposta oral B7-0016/2010 e B7-0015/2010 nos termos

Leia mais

Conversores de frequência componentes ABB ACS50, 0,18 a 2,2 kw

Conversores de frequência componentes ABB ACS50, 0,18 a 2,2 kw Conversores de frequência componentes ABB ACS50, 0,18 a 2,2 kw Catálogo técnico PERFIL INDÚSTRIAS PRODUTOS APLICAÇÕES EXPERIÊNCIA PARCEIROS SERVIÇOS Conversores de frequência componentes ABB O que é um

Leia mais

DestinationZeroCarbon

DestinationZeroCarbon INTERNATIONAL CLEAN ENERGY EDUCATION PROGRAMME PROGRAMA INTERNACIONAL DE EDUCACÃO EM ENERGIA LIMPA CATEGORIA JUNIOR ENSINOS FUNDAMENTAL E MÉDIO Este programa educacional foi desenvolvido a partir de outras

Leia mais

Evolução das emissões de CO 2. nos automóveis ligeiros de passageiros em Portugal. PCEEE 22 de Junho 2012

Evolução das emissões de CO 2. nos automóveis ligeiros de passageiros em Portugal. PCEEE 22 de Junho 2012 PCEEE 22 de Junho 2012 Evolução das emissões de CO 2 nos automóveis ligeiros de passageiros em Portugal Mafalda Sousa - Quercus A.N.C.N. Laura Carvalho, Ana Rita Antunes - Quercus A.N.C.N. Francisco Ferreira

Leia mais

TRI4MOVE, Lda. CATÁLOGO

TRI4MOVE, Lda. CATÁLOGO CATÁLOGO 2015 A TRI4MOVE, Lda. foi constituída com o objetivo de comercializar soluções de veículos elétricos e ecológicos vocacionados para cargas e transportes associadas ao desenvolvimento das atividades

Leia mais

GRUPO V 2 o BIMESTRE PROVA A

GRUPO V 2 o BIMESTRE PROVA A Sistema de Ensino Unidade Portugal Série: 6 o ano (5 a série) Período: TARDE Data: 3/6/2009 PROVA GRUPO GRUPO V 2 o BIMESTRE PROVA A Nome: Turma: Valor da prova: 3,0 Nota: Obama determina corte em emissões

Leia mais

USINA TERMOELÉTRICA DO NORTE FLUMINENSE,MACAE, RIO DE JANEIRO

USINA TERMOELÉTRICA DO NORTE FLUMINENSE,MACAE, RIO DE JANEIRO USINA TERMOELÉTRICA USINA TERMOELÉTRICA DO NORTE FLUMINENSE,MACAE, RIO DE JANEIRO O QUE É USINA TERMOELÉTRICA? Uma instalação industrial que serve para gerar energia através da queima de combustíveis fosseis.

Leia mais

Alberto Mendes Ministério do Turismo, Indústria e Energia Cabo Verde

Alberto Mendes Ministério do Turismo, Indústria e Energia Cabo Verde Alberto Mendes Ministério do Turismo, Indústria e Energia Cabo Verde Rendimento per capita de 2008 foi de US$3.130, sendo que em 1975 era de US$190 Taxa de alfabetização: 83,8% para adultos e 97% para

Leia mais

A potência em constante evolução. Técnica de locomotivas

A potência em constante evolução. Técnica de locomotivas A potência em constante evolução. Técnica de locomotivas Voith Turbo Lokomotivtechnik A competência na técnica das locomotivas, desde a Engenharia à produção, incluindo a manutenção, adquirida pela Voith

Leia mais

ET18. ET18 - A evolução no seu mundo de trabalho.

ET18. ET18 - A evolução no seu mundo de trabalho. ET18 Escavadoras de Esteiras de Projeção Convencional ET18 - A evolução no seu mundo de trabalho. Com a nova geração de modelos na classe de 1,7 até 2,4 t a Wacker Neuson impõe marcos nas escavadoras compactas.

Leia mais

ET18 Escavadoras de esteiras de projeção convencional

ET18 Escavadoras de esteiras de projeção convencional ET18 Escavadoras de esteiras de projeção convencional ET18 - A evolução no seu mundo de trabalho. Com a nova geração de modelos na classe de 1,7 até 2,4 t a Wacker Neuson impõe marcos nas escavadoras compactas.

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS 2015 MÁXIMA QUALIDADE E TECNOLOGIA DA MARCA QUE VOCÊ CONHECE E CONFIA! A FORÇA QUE VOCÊ PRECISA, AGORA NO BRASIL! A Hyundai Corporation é uma empresa renomada e líder no comércio

Leia mais

Máxima potência e operação suave: 3503

Máxima potência e operação suave: 3503 3503 Escavadoras de Esteiras de projeção convencional Máxima potência e operação suave: 3503 A escavadora de esteiras 3503 garante um dos sistemas hidráulicos mais suaves e potente disponíveis atualmente

Leia mais

Escavadeiras compactas Robex 16-9 robex 27z-9 Robex 35z-9 Equipadas com motor Tier IV

Escavadeiras compactas Robex 16-9 robex 27z-9 Robex 35z-9 Equipadas com motor Tier IV Escavadeiras compactas Robex 16-9 robex 27z-9 Robex 35z-9 Equipadas com motor Tier IV R16Z-9 DeseMPenho e Precisão Novas tecnologias para maximizar o desempenho e a precisão, possibilitam suavidade, rapidez

Leia mais

Cogeração em Centros. A Eficiência de Recursos Energéticos na Saúde Desenvolvimentos e Oportunidades 18 setembro 2015

Cogeração em Centros. A Eficiência de Recursos Energéticos na Saúde Desenvolvimentos e Oportunidades 18 setembro 2015 Cogeração em Centros Hospitalares Projeto CHSJ A Eficiência de Recursos Energéticos na Saúde Desenvolvimentos e Oportunidades 18 setembro 2015 Caracterização infraestrutura Hospital 1100 camas Área de

Leia mais

AUTOMÓVEIS CITROËN, SA / DIRECÇÃO DE MARKETING / MERCADO, PRODUTO E PREÇO / JOÃO MADEIRA PIRES

AUTOMÓVEIS CITROËN, SA / DIRECÇÃO DE MARKETING / MERCADO, PRODUTO E PREÇO / JOÃO MADEIRA PIRES AUTOMÓVEIS CITROËN, SA / DIRECÇÃO DE MARKETING / MERCADO, PRODUTO E PREÇO / JOÃO MADEIRA PIRES HISTÓRIA DO VEÍCULO LIGEIRO ELÉCTRICO CITROËN EM PORTUGAL A Citroën foi a primeira marca a vender um veículo

Leia mais

Substituição do antigo RSECE (Regulamento dos Sistemas Energéticos de Climatização em Edifícios) (1)

Substituição do antigo RSECE (Regulamento dos Sistemas Energéticos de Climatização em Edifícios) (1) A energia é indispensável para o funcionamento da generalidade das empresas, e em particular para os edifícios de comércio e serviços, responsáveis por mais de 40% do consumo de energia final na Europa.

Leia mais

Dados Técnicos e Equipamentos. Touareg

Dados Técnicos e Equipamentos. Touareg Dados Técnicos e Equipamentos Touareg Os motores 3.0 Híbrido 380cv 3.0 V6 TDI 245cv 3.0 V6 TDI 245cv Terrain Tech Motor, Tipo de motor 6 cilindros, Gasolina 6 cilindros, Gasóleo 6 cilindros, Gasóleo caixa

Leia mais