PROGRAMA SESI INDÚSTRIA SAUDÁVEL. Apoio OPAS/OMS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA SESI INDÚSTRIA SAUDÁVEL. Apoio OPAS/OMS"

Transcrição

1 PROGRAMA SESI INDÚSTRIA SAUDÁVEL Apoio OPAS/OMS

2 Empresas socialmente responsáveis são mais estáveis e rentáveis São mais valorizadas pelos investidores e clientes, pois têm melhor afinidade com seus funcionários, fornecedores e parceiros, conseguindo manter bons profissionais em seus quadros por mais tempo

3 SESI INDÚSTRIA SAUDÁVEL ABERTO A PARCERIAS E ALIANÇAS COM INSTITUIÇÕES, EMPRESAS, EM SAÚDE, EDUCAÇÃO, LAZER, SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE, PROMOÇÃO SOCIAL, CIDADANIA

4 EMPRESA & INDÚSTRIA SAUDÁVEL: PROJETO PILOTO NA INDÚSTRIA DE CUBATÃO MINISTÉRIO DA SAÚDE + ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE + SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA

5 SESI : INDÚSTRIA SAUDÁVEL 2000: TESTES DE METODOLOGIA REALIZADOS EM EMPRESAS DE SÃO PAULO, D F, STA CATARINA E R. G. NORTE O K

6 I S: ESTÁGIO ATUAL (11/00) PILOTO C/ MIN. SAÚDE E OPAS TESTES OK CONSULTORIAS: VIABILIZAÇÃO EXPORTAÇÕES, INCENTIVOS ECONÔMICOS ACORDO MTE/ SINDIC. TRAB.: PÓLO S. CRUZ/RJ

7 MISSÃO DO SISTEMA SESI: PLANO ESTRATÉGICO Contribuir para o fortalecimento da indústria e o exercício de sua responsabilidade social, prestando serviços integrados de educação, saúde e lazer, com vistas à melhoria da qualidade de vida para o trabalho e ao desenvolvimento sustentável

8 PLANO ESTRATÉGICO: SAÚDE, DIRETRIZ 1 Implantar o conceito de Indústria Saudável

9 NÚMERO DE ESTABELECIMENTOS INDUSTRIAIS BRASIL, mil 0 a 49 empregados: 303 mil 50 a 99 empregados: 10,5 mil 100 a 499 empregados: 9 mil mais de 500 empregados: 1,5 mil Maiores ramos industriais segundo o número de empregados: Construção Civil: 27% Alimentação e Bebidas: 13% Indústria Têxtil: 13% Madeira e Mobiliário: 9% Fonte: RAIS/MTb (Subsetor IBGE)

10 A INDÚSTRIA SAUDÁVEL É UMA TRADUÇÃO PRÁTICA DO CONCEITO DE QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO, UMA MARCA QUE PERMITE OBTER RESULTADOS

11 NÚMERO DE ESTABELECIMENTOS INDUSTRIAIS BRASIL, mil 0 a 49 empregados: 303 mil 50 a 99 empregados: 10,5 mil 100 a 499 empregados: 9 mil mais de 500 empregados: 1,5 mil Maiores ramos industriais segundo o número de empregados: Construção Civil: 27% Alimentação e Bebidas: 13% Indústria Têxtil: 13% Madeira e Mobiliário: 9% Fonte: RAIS/MTb (Subsetor IBGE)

12 A INDÚSTRIA SAUDÁVEL TEM UM ENFOQUE INOVADOR, PRIVILEGIANDO: O SADIO O AMBIENTE SALUBRE O TRABALHO SEGURO A PRODUÇÃO LIMPA A QUALIDADE DE VIDA, ENVOLVENDO A EDUCAÇÃO E O LAZER PARA A EMPRESA A PRODUTIVIDADE

13 A INDÚSTRIA SAUDÁVEL É UM PROCESSO CONTÍNUO ALBERGA MÚLTIPLAS ÁREAS SESI SUPERA O ISOLAMENTO INSTITUCIONAL VIÁVEL PARA Nº GRANDE DE EMPRESAS NÃO É ISO (SUPORTE P/ ALTA QUALIDADE) É APOIO A EMPRESAS QUE, A PARTIR DE UM PATAMAR BÁSICO, DESEJAM QUALIFICAR-SE

14 SESI-INDÚSTRIA SAUDÁVEL: CONCEITO (1) É UM PROGRAMA BASEADO NO COMPROMISSO ASSUMIDO PELA EMPRESA COM A MELHORIA CONTÍNUA DE SUAS PRÁTICAS DE SAÚDE, SEGURANÇA NO TRABALHO, EDUCAÇÃO DOS TRABALHADORES, LAZER E PROTEÇÃO DO MEIO AMBIENTE

15 SESI-INDÚSTRIA SAUDÁVEL: CONCEITO (2) VISA AUMENTAR A PRODUTIVIDADE E A COMPETITIVIDADE DA EMPRESA, ATRAVÉS DA IMPLEMENTAÇÃO DE AÇÕES VOLTADAS PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE E DA QUALIDADE DE VIDA DOS TRABALHADORES E DA COMUNIDADE EM GERAL

16 CARACTERÍSTICAS DA INDÚSTRIA SAUDÁVEL ADESÃO VOLUNTÁRIA COMPROMISSO COM A MELHORIA CONTÍNUA AUTO DECLARAÇÃO PARTICIPAÇÃO TRABALHADORES AVALIAÇÃO PERIÓDICA SELO DE ADESÃO ESTÍMULOS ÀS EMPRESAS

17 INICIATIVAS CORRELATAS (internacionais) HEALTHY CITIES - OMS SAFE WORK - OIT WORKPLACE HEALTH / HEALTH PROMOTION IN THE WORKPLACE - NATIONAL QUALITY INST. / HEALTH WELFARE CANADA COALITION FOR HEALTHY CITIES AND COMMUNITIES - GOV. EUA HEIDELBERG INITIATIVE ON HEALTHY WORK -HeCONET

18 INICIATIVAS CORRELATAS (nacionais) PROMOÇÃO DA SAÚDE - MIN. SAÚDE ATUAÇÃO RESPONSÁVEL - ABIQUIM EMPRESA AMIGA DA CRIANÇA - ABRINQ HOSPITAL AMIGO DA CRIANÇA - UNICEF/OMS/MIN. SAÚDE PRÊMIO SEGURANÇA INDUSTRIAL - PETROBRÁS PSQT - PRÊMIO NACIONAL QUALIDADE NOSA 5 STAR SYSTEM - RIO TINTO BRASIL BALANÇO SOCIAL - EMPRESA CIDADÃ

19 I + S: Princípios Diretivos SST e Proteção ao Meio Ambiente: integram negócios da empresa Educação instrumento indispensável ao desenvolvimento humano Lazer baseado na livre escolha, particip. Espontânea, incentivo à criatividade Compromisso c/melhoria contínua Comprometimento c/respons. social

20 CONDIÇÕES MÍNIMAS DE ADESÃO CUMPRIR NORMAS LEGAIS PARA CONSTITUIÇÃO E FUNCIONAMENTO REGISTRO REGULAR TRABALHADORES NÃO EMPREGAR MENORES 18 ANOS: ATIVIDADES INSALUBRES/PERIGOSAS NÃO EMPREGAR MENORES 16 ANOS: ATIV. IMPEDE DESENV., ESCOLA TER: PPRA (NR 9), PCMSO (NR 7) PCMAT (NR 18)

21 COMPROMISSOS DA EMPRESA Normas Saúde, Segurança, Meio Ambiente Plano de melhora de seus pontos críticos Equipamentos, Instalações, Processos seguros Produtos que não causem danos Divulgar, informar a fornecedores, clientes, incentivar participação, ouvir e responder consultas

22 IND. SAUDÁVEL: ETAPAS DE OPERACIONALIZAÇÃO AUTO - DECLARAÇÃO DA EMPRESA (INCLUI MANIFESTAÇÃO DOS EMPREGADOS) VERIFICAÇÃO EXTERNA: SESI / PARCEIROS TERMO DE COMPROMISSO: PLANO DE MELHORIAS PARA 1 ANO CONCESSÃO DO SELO APÓS 6 MESES ACOMPANHAMENTO (AUDITAGEM) ANÁLISE CONJUNTA/NOVO PLANO

23 OPERACIONALIZAÇÃO Declaração da Empresa Avaliação externa Termo de Compromisso: Plano de Melhorias Selo: SESI-INDÚSTRIA SAUDÁVEL Implementação Acompanhamento Mensuração de resultados/avaliação/ Novo Plano

24 I + S: INDICADORES Produtividade Absenteísmo Acidentes Trabalho Doenças Profiss. Rotatividade Desperdício Melhorias por setores de produção Qualidade de Vida Melhoria da escolaridade Investimentos para melhoria Impacto sobre M A Responsabilidade Social

25 AUTO DECLARAÇÃO DA EMPRESA (1) - Identificação da empresa 1. Atividades em SST - Lazer - Educ. Trab. 2. Política de SST formalizada 3. Extensão às terceirizadas? 4. Possui CIPA 5. Fornece EPIs 6. Nº Trab. C/ Adic. Insalubridade/Peric. 7. Grau escolaridade trabalhadores 8. Cursos: elevar escolaridade trab.

26 AUTO DECLARAÇÃO DA EMPRESA (2) 9. Cursos Onde? Empresa - Outros locais 10. Horário: no trabalho - antes/após 11. Ações educativas e preventivas 12. Horas capacitação por empregado 13. Encarregado ações de Lazer 14. Lazer: intervalo almoço/fora expediente 15. Benefícios aos empregados 16. Política ambiental 17. Sistema de Gestão Ambiental

27 AUTO DECLARAÇÃO DA EMPRESA (3) 18. Programas cuidados ambientais 19. Ações junto à Comunidade 20. Receita Operacional Líquida 21. % da ROL investida ações sociais 22. Resultados investimentos ambientais 23. Grau desenvolvimento ações sociais 24. Dias trabalhados na produção 25. Dias produção perdidos: causas não previstas 26. Acidentes Trabalho: - e + 15 dias

28 AUTO DECLARAÇÃO DA EMPRESA (4) 27. Trabalhadores com Doenças do Trabalho 28. Taxa Absenteísmo 29. Prazo entrega pedidos do produto principal 30. % pedidos do produto principal, responsável pelo maior faturamento, atendido no prazo 31. % de Defeitos apurados na produção e % de Produtos Defeituosos retrabalhados 32. Empresa tem: CAC - ISO - Pesquisa satisfação do cliente - Assist. técnica ao cliente - Política sugestões funcion. - Pol. Remuneração/carreira

29 I + S: Questionário para o Trabalhador (1) 1. Empresa possui CIPA 2. CIPA envolve trabalhadores nas decisões 3. Usa EPI 4. Empresa adota EPC 5. Empresa propicia exames periódicos saúde 6. Participou de palestra, curso, campanha sobre como evitar Doenças e Acidentes Trabalho 7. Empresa oferece cursos para atualizar conhecimentos sobre seu trabalho

30 I + S: Questionário para o Trabalhador (2) 8. Empresa oferece cursos aumento escolaridade 9. Empresa se preocupa com MA: adota medidas para não poluir água, solo, ar 10. Empresa oferece Lazer e Cultura 11. Tem como dar sugestões de melhoria 12. Empresa tenta melhorar ambiente de trabalho 13. Avalie grau desenvolvimento da empresa em: SST - Educação do trabalhador - Lazer - M A - Apoio a atividades comunitárias

31 Avaliação inicial da SST - M A - RH Progr/EPI/EPC/CIPA INCÊNDIO SERV. TERCEIROS AÇÕES EDUCAT. LAZER&CULTURA BENEFÍCIOS QUALIDADE PRODUÇÃO Empresa

32 Estratégias para participação das Empresas Vantagens e Incentivos: um caminho a ser explorado

33 VANTAGENS PARA AS EMPRESAS Capitalização de prestígio e imagem Redução de falhas no processo produtivo Maior satisfação, participação dos trabalhadores Menor absenteísmo Menos Acidentes no trabalho Maior produtividade

34 INCENTIVOS PARA AS EMPRESAS CERTIFICAÇÃO DE PRODUTOS EXPORTADOS (dumping social) REDUÇÃO NA ALÍQUOTA DO SAT SAFE CARD PARA INSPEÇÕES DO TRABALHO E VIGILÂNCIA SANIT. ACESSO A LINHAS DE APOIO TÉCNICO E FINANCIAMENTO INCENTIVOS FISCAIS

35 IMPACTOS POSITIVOS PARA A EMPRESA Redução de gastos c/assist. médica Redução de riscos ambientais Ambiente de trabalho + seguro Satisfação trabalhadores e clientes Melhora do padrão educacional Menor rotatividade de pessoal Bom programa de S&S, MA, lazer, Ed

36 IMPACTOS POSITIVOS PARA O TRABALHADOR Aumento da auto-estima redução do estresse maior satisfação c/ trabalho e empresa maior interesse na própria saúde redução de gastos em saúde/educação/lazer maiores oportunidades de ascensão profissional, maior participação maior competitividade no mercado

37 VANTAGENS PARA PARCEIROS DO SESI Ganhos de eficiência e cobertura Redução de gastos Simplificação de procedimentos, desburocratização Ganhos de imagem

GESTÃO DE SST DESAFIOS E POSSÍVEIS SOLUÇÕES

GESTÃO DE SST DESAFIOS E POSSÍVEIS SOLUÇÕES GESTÃO DE SST DESAFIOS E POSSÍVEIS SOLUÇÕES Nov.2014 Negócio CONTRIBUIR PARA O AUMENTO DA COMPETITIVIDADE Educação Qualidade de Vida Declaração Estratégica Missão Promover a qualidade de vida do trabalhador

Leia mais

ESF Estratégia de Saúde da Família GESTÃO DE PESSOAS. 40 Relatório de Gestão 2014. Copyright. Proibida cópia ou reprodução sem autorização do IABAS.

ESF Estratégia de Saúde da Família GESTÃO DE PESSOAS. 40 Relatório de Gestão 2014. Copyright. Proibida cópia ou reprodução sem autorização do IABAS. ESF Estratégia de Saúde da Família GESTÃO DE PESSOAS 40 Relatório de Gestão 2014 B lanço Soci l ESF Estratégia de Saúde da Família Relatório de Gestão 2014 41 GESTÃO DE PESSOAS Gestão de Pessoas Com o

Leia mais

Estel Serviços Industriais Ltda Av. Presidente Castelo Branco, S/N Centro Empresarial - Aracruz - ES CEP: 29192-503 www.estel.com.br / Tel.

Estel Serviços Industriais Ltda Av. Presidente Castelo Branco, S/N Centro Empresarial - Aracruz - ES CEP: 29192-503 www.estel.com.br / Tel. Estel Serviços Industriais Ltda Av. Presidente Castelo Branco, S/N Centro Empresarial - Aracruz - ES CEP: 29192-503 www.estel.com.br / Tel.: (27) 3256 9393 1 - Objetivo 2 - Documentos de Referência 3 -

Leia mais

Institucional Serviços Especialidades Laboratórios Conveniados Treinamentos Clientes Localização

Institucional Serviços Especialidades Laboratórios Conveniados Treinamentos Clientes Localização 1º FORUM LISTER DE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO GESTÃO DE SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO Antônio Sampaio Diretor Técnico INTRODUÇÃO Institucional Serviços Especialidades Laboratórios Conveniados Treinamentos

Leia mais

Kayrós Consultoria. Soluções em EHS. Este é o tempo certo para investir em Segurança! kayrosehs@hotmail.com.br

Kayrós Consultoria. Soluções em EHS. Este é o tempo certo para investir em Segurança! kayrosehs@hotmail.com.br Soluções em EHS Soluções em EHS - Apresentação A Kayrós Consultoria atua nas áreas de Meio Ambiente, Saúde e Segurança do Trabalho trazendo soluções para micro, pequenas e médias empresas em toda a Baixada

Leia mais

SERVIÇOS EM EDUCAÇÃO CONTINUADA, EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS E RESPONSABILIDADE SOCIAL

SERVIÇOS EM EDUCAÇÃO CONTINUADA, EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS E RESPONSABILIDADE SOCIAL SERVIÇOS EM EDUCAÇÃO CONTINUADA, EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS E RESPONSABILIDADE SOCIAL Educação Continuada Realiza ações educativas que desenvolvem as competências básicas do trabalhador da indústria

Leia mais

Gestão da segurança e saúde na empresa

Gestão da segurança e saúde na empresa Gestão da segurança e saúde na empresa Código: A256597 Datas: 23 a 27 de setembro de 2013 Duração: 1 semana Sede: Brasília Idioma: Espanhol / Português Patrocinador: Serviço Social da Indústria (SESI)

Leia mais

PROGRAMAS (41) 35620280. medicinaocupacional@saudemais.med.br. http://www.saudemais.med.br

PROGRAMAS (41) 35620280. medicinaocupacional@saudemais.med.br. http://www.saudemais.med.br (41) 35620280 medicinaocupacional@saudemais.med.br http://www.saudemais.med.br Temos a satisfação de apresentar nossos serviços de Saúde Ocupacional. Oferecemos assessoria completa em segurança e medicina

Leia mais

Promover maior integração

Promover maior integração Novos horizontes Reestruturação do Modelo de Gestão do SESI leva em conta metas traçadas pelo Mapa Estratégico Promover maior integração entre os departamentos regionais, as unidades de atuação e os produtos

Leia mais

POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA, SAÚDE E BEM ESTAR NO TRABALHO

POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA, SAÚDE E BEM ESTAR NO TRABALHO POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA, SAÚDE E BEM ESTAR NO TRABALHO Política da QUALIDADE A satisfação do cliente está na base das operações do Grupo Volvo. A Qualidade é um pré

Leia mais

2009, um ano de grandes realizações e conquistas

2009, um ano de grandes realizações e conquistas 2009, um ano de grandes realizações e conquistas 2009 foi um ano de grandes realizações e conquistas para o Serviço Social da Indústria (SESI), entidade que integra o Sistema Federação das Indústrias no

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO PARA A INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO

PROGRAMA NACIONAL DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO PARA A INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO PROGRAMA NACIONAL DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO PARA A INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO 83 º Encontro Nacional da Industria da Construção ENIC 2011 São Paulo 1. O que é o Programa Nacional de SST para a Indústria

Leia mais

FÁBRICA ABERTA. destaque pág.02. sumário PROGRAMA DE PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DA DEPENDÊNCIA QUÍMICA

FÁBRICA ABERTA. destaque pág.02. sumário PROGRAMA DE PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DA DEPENDÊNCIA QUÍMICA Criando caminhos. ed. 04 - fevereiro março 2012 destaque pág.02 PROGRAMA DE PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DA DEPENDÊNCIA QUÍMICA sumário 02 03 03 04 05 07 07 07 08 Editorial Aniversariantes do Mês Dia Internacional

Leia mais

DIRETRIZES GERAIS REFERENTE À SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO PARA EMPRESAS CONTRATADAS

DIRETRIZES GERAIS REFERENTE À SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO PARA EMPRESAS CONTRATADAS DIRETRIZES GERAIS REFERENTE À SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO PARA EMPRESAS CONTRATADAS 1) OBJETO 1.1) As diretrizes aqui apresentadas tem o objetivo de instruir as empresas contratadas pela, UNILA, quanto

Leia mais

GESTÃO DA SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO COM FOCO NO ESTRESSE OCUPACIONAL: UM BREVE ESTUDO DE CASO NA CHESF

GESTÃO DA SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO COM FOCO NO ESTRESSE OCUPACIONAL: UM BREVE ESTUDO DE CASO NA CHESF GESTÃO DA SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO COM FOCO NO ESTRESSE OCUPACIONAL: UM BREVE ESTUDO DE CASO NA CHESF Autor(a): Karla Theonila Vidal Maciel Freitas 1 Introdução As empresas estão dando, cada vez mais,

Leia mais

1º FÓRUM DE TROCA DE EXPERIÊNCIAS: METODOLOGIAS E PROCESSOS NO DESENVOLVIMENTO DE FORNECEDORES LOCAIS

1º FÓRUM DE TROCA DE EXPERIÊNCIAS: METODOLOGIAS E PROCESSOS NO DESENVOLVIMENTO DE FORNECEDORES LOCAIS 1º FÓRUM DE TROCA DE EXPERIÊNCIAS: METODOLOGIAS E PROCESSOS NO DESENVOLVIMENTO DE FORNECEDORES LOCAIS Programação 14:00 Abertura FIEMG 14:10 PDQF FIEMG 14:30 Pró-valor FIEMG 14:50 Anglo American 15:10

Leia mais

SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO - SST No Brasil a Segurança e Medicina no Trabalho é regulamentada pela portaria 3214/78, atualmente com 36 Normas Regulamentadoras do Ministério

Leia mais

visitas às instituições sociais. Os colaboradores voluntários também foram consultados, por meio da aplicação de um questionário.

visitas às instituições sociais. Os colaboradores voluntários também foram consultados, por meio da aplicação de um questionário. 1. Apresentação O Voluntariado Empresarial é um dos canais de relacionamento de uma empresa com a comunidade que, por meio da atitude solidária e proativa de empresários e colaboradores, gera benefícios

Leia mais

Fundação Itaú Social. Por uma educação integral,

Fundação Itaú Social. Por uma educação integral, Fundação Itaú Social Por uma educação integral, integrada e integradora Visão Itaú Ser o banco líder em performance e perene reconhecidamente sólido e ético, destacando-se por equipes motivadas, comprometidas

Leia mais

Avaliação de Serviços de Higiene Hospitalar

Avaliação de Serviços de Higiene Hospitalar Avaliação de Serviços de Higiene Hospitalar MANUAL DO AVALIADOR Parte I 1.1 Liderança Profissional habilitado ou com capacitação compatível. Organograma formalizado, atualizado e disponível. Planejamento

Leia mais

F r a n c h i s i n g

F r a n c h i s i n g F r a n c h i s i n g F r a n c h i s i n g www.ambientec.com franchising@ambientec.com Fone: 41 3352 5352 Franchising Com 20 anos de experiência na prestação de consultoria e serviços de Engenharia de

Leia mais

RRelevância do curso. OObjetivo do curso. FFundamentação Teórica: ATENDIMENTO E POSTURA NO AMBIENTE DE TRABALHO. Público-alvo

RRelevância do curso. OObjetivo do curso. FFundamentação Teórica: ATENDIMENTO E POSTURA NO AMBIENTE DE TRABALHO. Público-alvo Vigilantes, vigias, porteiros ou interessados em ingressar nessas funções. A empresa que presta serviços de vigilância tem a grande preocupação de manter a segurança de seu cliente, mas também de não receber

Leia mais

NORMAS REGULAMENTADORAS

NORMAS REGULAMENTADORAS NORMAS REGULAMENTADORAS As Normas Regulamentadoras estabelecem critérios e procedimentos obrigatórios relacionados à segurança e medicina do trabalho, que devem ser seguidos por empresas de acordo com

Leia mais

A SA 8000 e a Gestão da Qualidade e do Meio-ambiente

A SA 8000 e a Gestão da Qualidade e do Meio-ambiente A SA 8000 e a Gestão da Qualidade e do Meio-ambiente Irene Szyszka Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade - PGQP Seminário NORMA SA 8000 01/08/2002 12/09/04 Direitos Reservados 1 Missão do PGQP Promover

Leia mais

SESI QUALIDADE DE VIDA PLANO DIRETOR

SESI QUALIDADE DE VIDA PLANO DIRETOR SESI QUALIDADE DE VIDA PLANO DIRETOR Fatos Mundiais 36 milhões mortes precoces (

Leia mais

NORMA PROCEDIMENTAL SEGURANÇA NO AMBIENTE DE TRABALHO E USO DO EPI

NORMA PROCEDIMENTAL SEGURANÇA NO AMBIENTE DE TRABALHO E USO DO EPI NORMA PROCEDIMENTAL SEGURANÇA NO AMBIENTE DE TRABALHO E USO DO EPI 1. FINALIDADE: Regulamentar a utilização do Equipamento de Proteção Individual EPI, no âmbito do DEMLURB, a fim de proporcionar melhores

Leia mais

A GESTÃO DA SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO

A GESTÃO DA SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO R & W Engenharia Fundada em 19 de abril de 1991. Prestação de serviços em segurança do trabalho atendendo em especial as NRs6, 9, 13, 15, 16 e 17 com emissão de laudos técnicos. Treinamentos como: Cipa,

Leia mais

Guia para Pré-Proposta FUMDEC Macaé

Guia para Pré-Proposta FUMDEC Macaé Guia para Pré-Proposta FUMDEC Macaé 1. Objetivo O presente guia tem como objetivo orientar o empreendedor a como preencher o Formulário de Pré-proposta para financiamento, item fundamental para início

Leia mais

n Mensagem da Diretoria... 3 n Nossa Missão... 4 n Informações Gerais... 4 n Conduta e Diretrizes... 5

n Mensagem da Diretoria... 3 n Nossa Missão... 4 n Informações Gerais... 4 n Conduta e Diretrizes... 5 Código Conduta de ÍNDICE n Mensagem da Diretoria... 3 n Nossa Missão... 4 n Informações Gerais... 4 n Conduta e Diretrizes... 5 n Clientes, Fornecedores e Prestadores de Serviço... 5 n Relação com a Comunidade...

Leia mais

Conheça nossos Serviços

Conheça nossos Serviços BEM VINDO! Oferecemos completa Assessoria e Consultoria nos aspectos legais, técnicos e normativos relacionados à quaisquer serviços de SEGURANÇA, SAÚDE E MEDICINA DO TRABALHO. Conheça nossos Serviços

Leia mais

Sistema de gestão de segurança e saúde no trabalho em uma empresa de fabricação de sucos e polpas de frutas

Sistema de gestão de segurança e saúde no trabalho em uma empresa de fabricação de sucos e polpas de frutas Sistema de gestão de segurança e saúde no trabalho em uma empresa de fabricação de sucos e polpas de frutas Cristiane Kelly F. da Silva(UFPB) criskfsilva@yahoo.com.br Derylene da Fonseca Ferreira (UFPB)

Leia mais

Treinamento do Sistema RH1000

Treinamento do Sistema RH1000 Treinamento do Sistema RH1000 = Conceitos de Gestão por Competências = Ohl Braga Desenvolvimento Empresarial Atualizado em 21Ago2015 1 Tópicos abordados Principais processos 4 Vantagens 5 Avaliação de

Leia mais

Em caso de serviços específicos possui equipes diferenciadas para cada atendimento.

Em caso de serviços específicos possui equipes diferenciadas para cada atendimento. A ROMEC é conhecida por sua experiência em assessoria e consultoria em Segurança do Trabalho e Meio Ambiente. Conta com uma equipe multidisciplinar de profissionais altamente capacitados e oferecemos assessoria

Leia mais

8º Forum de Saúde e Segurança do Trabalho. FEBRABAN

8º Forum de Saúde e Segurança do Trabalho. FEBRABAN 8º Forum de Saúde e Segurança do Trabalho. FEBRABAN Cultura de Saúde e Segurança no Trabalho: da Norma para o Valor Volvo do Brasil Quais os Valores e Práticas em Saúde e Segurança do Trabalho que asseguram

Leia mais

Responsabilidade na Gestão do Relacionamento com os Clientes. Política de comunicação Comercial; Excelência do atendimento;

Responsabilidade na Gestão do Relacionamento com os Clientes. Política de comunicação Comercial; Excelência do atendimento; Responsabilidade na Gestão do Relacionamento com os Clientes Política de comunicação Comercial; Excelência do atendimento; Danos potenciais dos produtos e serviços. PNQ 2007 - critérios: clientes e sociedade.

Leia mais

Top de Marketing 2005

Top de Marketing 2005 Top de Marketing 2005 :: Introdução :: Responsabilidade Social e Ambiental :: Imagem :: Investimentos Introdução Cadeia da Petrobras - Resumo Cliente (ex.: Posto) Organograma Missão e Visão MISSÃO Atuar

Leia mais

RISCOS DE ACIDENTES EM OBRAS CIVIS DENTRO DE UMA. Monografia Apresentada ao Curso de Engenharia Civil UFC - 2012

RISCOS DE ACIDENTES EM OBRAS CIVIS DENTRO DE UMA. Monografia Apresentada ao Curso de Engenharia Civil UFC - 2012 RISCOS DE ACIDENTES EM OBRAS CIVIS DENTRO DE UMA SUBESTAÇÃO ELÉTRICA Aluna: Thalita Ripardo Ximenes Orientadora: Profª.. Dra. Ana Barbara de Araujo Nunes Monografia Apresentada ao Curso de Engenharia Civil

Leia mais

5º WORSHOP DO ALGODÃO AMPASUL NOÇÕES BÁSICAS DE SEGURANÇA DO TRABALHO RURAL

5º WORSHOP DO ALGODÃO AMPASUL NOÇÕES BÁSICAS DE SEGURANÇA DO TRABALHO RURAL 5º WORSHOP DO ALGODÃO AMPASUL NOÇÕES BÁSICAS DE SEGURANÇA DO TRABALHO RURAL Instituto Algodão Social Missão Promover aos associados do setor algodoeiro a responsabilidade social empresarial, a cidadania,

Leia mais

EMPRESARIAL VOLUNTARIADO. Aspectos Jurídicos. www.voluntariado.org.br. Apoio:

EMPRESARIAL VOLUNTARIADO. Aspectos Jurídicos. www.voluntariado.org.br. Apoio: www.voluntariado.org.br VOLUNTARIADO EMPRESARIAL Aspectos Jurídicos Apoio: No cumprimento de sua missão de "incentivar e consolidar a cultura e o trabalho voluntário na cidade de São Paulo e promover a

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA, SAÚDE E BEM-ESTAR NO TRABALHO

POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA, SAÚDE E BEM-ESTAR NO TRABALHO POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA, SAÚDE E BEM-ESTAR NO TRABALHO Política de SEGURANÇA Política de SEGURANÇA A visão do Grupo Volvo é tornar-se líder

Leia mais

NOSSA HISTÓRIA. Tem como propósito contribuir na melhoria da competitividade e sustentabilidade das organizações.

NOSSA HISTÓRIA. Tem como propósito contribuir na melhoria da competitividade e sustentabilidade das organizações. INSTITUCIONAL NOSSA HISTÓRIA Desde 1988, ano de sua fundação, a Qualtec desenvolve as melhores soluções para seus clientes na implantação, auditoria e treinamentos de sistema de gestão e estratégia corporativa

Leia mais

EVOLUÇÃO DOS SISTEMAS DE GESTÃO DE SAÚDE E SEGURANÇA NAS ORGANIZAÇÕES O CASO MRN

EVOLUÇÃO DOS SISTEMAS DE GESTÃO DE SAÚDE E SEGURANÇA NAS ORGANIZAÇÕES O CASO MRN EVOLUÇÃO DOS SISTEMAS DE GESTÃO DE SAÚDE E SEGURANÇA NAS ORGANIZAÇÕES O CASO MRN INTRODUÇÃO O objetivo deste estudo é mostrar a influência da qualidade da gestão comportamental no ambiente de trabalho

Leia mais

Guia do Curso FTST - FORMAÇÃO TÉCNICA EM SEGURANÇA DO TRABALHO. Curso: GUIA DO CURSO TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO PARA O ALUNO

Guia do Curso FTST - FORMAÇÃO TÉCNICA EM SEGURANÇA DO TRABALHO. Curso: GUIA DO CURSO TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO PARA O ALUNO Curso: FTST - FORMAÇÃO TÉCNICA EM SEGURANÇA DO TRABALHO GUIA DO CURSO TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO PARA O ALUNO Este Guia de Curso foi concebido com fulcro na Portaria SEE/PE 350/10 publicada no Diário

Leia mais

Titulação: Especialista em Engenharia de Segurança do Trabalho PLANO DE CURSO

Titulação: Especialista em Engenharia de Segurança do Trabalho PLANO DE CURSO C U R S O D E E N G E N H A R I A D E P R O D U Ç Ã O Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 DOU Nº 165 de 27/08/10 Componente Curricular: Higiene e Segurança do Trabalho Código: Pré-requisito:

Leia mais

Integração de sistemas certificáveis de gestão da qualidade, meio ambiente e segurança do trabalho

Integração de sistemas certificáveis de gestão da qualidade, meio ambiente e segurança do trabalho Integração de sistemas certificáveis de gestão da qualidade, meio ambiente e segurança do trabalho (ISO 9001, ISO 14001 e OHSAS 18001) Prof. Livre Docente Otávio J. Oliveira UNESP CONTEXTUALIZAÇÃO - Diluição

Leia mais

ALGODÃO SOCIALMENTE CORRETO

ALGODÃO SOCIALMENTE CORRETO ALGODÃO SOCIALMENTE CORRETO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL É o desenvolvimento que procura satisfazer as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem as

Leia mais

Sistema de Gestão Ambiental

Sistema de Gestão Ambiental Objetivos da Aula Sistema de Gestão Ambiental 1. Sistemas de gestão ambiental em pequenas empresas Universidade Federal do Espírito Santo UFES Centro Tecnológico Curso de Especialização em Gestão Ambiental

Leia mais

Gestão da Segurança e Saúde no. Angela Weber Righi

Gestão da Segurança e Saúde no. Angela Weber Righi Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho Angela Weber Righi LEGISLAÇÃO BRASILEIRA PARA SST Legislação brasileira para SST Consolidação das leis do trabalho (CLT) editada em 01/05/1943 Título II das normas

Leia mais

GESTÃO DA QUALIDADE TOTAL. Modelo da Série NBR ISO 9000

GESTÃO DA QUALIDADE TOTAL. Modelo da Série NBR ISO 9000 GESTÃO DA QUALIDADE TOTAL Modelo da Série NBR ISO 9000 Modelo da Série NBR ISO 9000 A Garantia da Qualidade requer uma ação coordenada de todo sistema produtivo da empresa, do fornecedor de insumos de

Leia mais

Propostas de Adeqüação das Leis Trabalhistas e de Segurança do Trabalho Rural

Propostas de Adeqüação das Leis Trabalhistas e de Segurança do Trabalho Rural Propostas de Adeqüação das Leis Trabalhistas e de Segurança do Trabalho Rural Área dos estabelecimentos agropecuários O Brasil possui 851 milhões de hectares 27% = Área ocupada com a produção agropecuária

Leia mais

PROMOÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA NA MICRO E PEQUENA EMPRESA. Prof. José Ricardo Tóffoli

PROMOÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA NA MICRO E PEQUENA EMPRESA. Prof. José Ricardo Tóffoli PROMOÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA NA MICRO E PEQUENA EMPRESA Prof. José Ricardo Tóffoli DEFINIÇÃO Lei Geral da MPE Micro Empresa Faturamento de até R$ 240.000 mil/ano Pequena Empresa De R$ 240.000 mil até

Leia mais

CURSO: ADMINISTRAÇÃO DE EXCELÊNCIA EM ORGANIZAÇÕES DA ÁREA DA SAÚDE

CURSO: ADMINISTRAÇÃO DE EXCELÊNCIA EM ORGANIZAÇÕES DA ÁREA DA SAÚDE CURSO: ADMINISTRAÇÃO DE EXCELÊNCIA EM ORGANIZAÇÕES DA ÁREA DA SAÚDE A GILBERTI CONSULTORIA E TREINAMENTO Somos uma empresa bauruense e contamos com uma equipe de consultores com sólida formação acadêmica

Leia mais

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR PROGRAMA DE MUNICIPALIZAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR É com satisfação que a Fundação Procon/SP apresenta o novo Programa de Municipalização que tem como objetivo fortalecer o Sistema Estadual

Leia mais

QUALIDADE DE VIDA NAS ORGANIZAÇÕES

QUALIDADE DE VIDA NAS ORGANIZAÇÕES 1 QUALIDADE DE VIDA NAS ORGANIZAÇÕES Alguns pesquisadores brasileiros que se destacaram por seus trabalhos sobre Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) consideram que só recentemente a abordagem da Qualidade

Leia mais

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Projeto Saber Contábil O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Alessandra Mercante Programa Apresentar a relação da Gestão de pessoas com as estratégias organizacionais,

Leia mais

Perícias Judiciais e Seus Cuidados Alessandro Mazaro AMZ EPRESARIAL

Perícias Judiciais e Seus Cuidados Alessandro Mazaro AMZ EPRESARIAL Perícias Judiciais e Seus Cuidados Alessandro Mazaro AMZ EPRESARIAL Apresentação Alessandro Mazaro Formação: Eng. de Produção/ Eng. Mecânica/Eng. de Segurança do Trabalho Atuação: Perito Judicial na justiça

Leia mais

2010 Great Place to Work. Todos os direitos reservados. 1

2010 Great Place to Work. Todos os direitos reservados. 1 1 As Melhores Empresas para Trabalhar e a Qualidade de Vida Ruy Shiozawa CEO - Great Place to Work 07.Dez.2010 2 Great Place to Work - Missão Construir uma sociedade melhor, ajudando empresas a transformar

Leia mais

PROJETO EXPORTAR BRASIL

PROJETO EXPORTAR BRASIL CNPJ: 10692.348/0001-40 PROJETO EXPORTAR BRASIL Apresentação da GS Educacional A GS Educacional faz parte de um grupo que trabalha há vários anos com cursos e serviços na área de comércio exterior e vem

Leia mais

MODERNIZAÇÃO DAS RELAÇÕES DO TRABALHO

MODERNIZAÇÃO DAS RELAÇÕES DO TRABALHO MODERNIZAÇÃO DAS RELAÇÕES DO TRABALHO 71 ANOS DA CLT - Cenário quando da edição Importante instrumento para reger as relações do trabalho no início da década de 40 Industrialização incipiente (Brasil Rural)

Leia mais

SISTEMAS DE REMUNERAÇÃO

SISTEMAS DE REMUNERAÇÃO SISTEMAS DE REMUNERAÇÃO ESTRATÉGIAS DE REMUNERAÇÃO REMUNERAÇÃO ESTRATÉGICA É O USO INTELIGENTE DAS VÁRIAS FORMAS DE REMUNERAÇÃO, CUJO CONJUNTO ESTABELECE UM FORTE VÍNCULO COM A NOVA REALIDADE DAS ORGANIZAÇÕES

Leia mais

Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão

Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão Atuação da Organização 1. Qual(is) o(s) setor(es) de atuação da empresa? (Múltipla

Leia mais

BEM VINDO... À RODRIGUES & RODRIGUES!!!

BEM VINDO... À RODRIGUES & RODRIGUES!!! BEM VINDO... À RODRIGUES & RODRIGUES!!! À RODRIGUES & RODRIGUES, possui um Know-how de atuação em diversos setores que envolvem a saúde e segurança do trabalhador sendo eles: Sistemas de Segurança do Trabalho,

Leia mais

A CIPA Comissão Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho no Brasil

A CIPA Comissão Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho no Brasil A CIPA Comissão Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho no Brasil Pesquisa revela que a CIPA é uma ferramenta indispensável para a prevenção de acidentes e doenças do trabalho e melhorias nas condições

Leia mais

Marcos Damas. www.bethaconsultoria.com.br. Prezados (as) Senhores (as),

Marcos Damas. www.bethaconsultoria.com.br. Prezados (as) Senhores (as), Prezados (as) Senhores (as), A BETHA CONSULTORIA EM SEGURANÇA DO TRABALHO é uma empresa especializada em assessoria e prestação de serviços na área de segurança e medicina do trabalho para os mais diversos

Leia mais

MANUAL DE ASPECTOS JURÍDICOS DO PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE

MANUAL DE ASPECTOS JURÍDICOS DO PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE Av. Barbacena, 472 8º andar Barro Preto CEP: 30190-130 Belo Horizonte/MG Tel.: 3253.4917 E-mail: renata.gontijo@cemigsaude.org.br Portal Corporativo: www.cemigsaude.org.br MANUAL DE ASPECTOS JURÍDICOS

Leia mais

AVALIAÇÃO PARA MELHORIA DA QUALIDADE DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA. Apresentação Geral, Objetivos e Diretrizes

AVALIAÇÃO PARA MELHORIA DA QUALIDADE DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA. Apresentação Geral, Objetivos e Diretrizes AVALIAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROJETO AVALIAÇÃO PARA MELHORIA DA QUALIDADE DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA Apresentação Geral, Objetivos e Diretrizes Outubro de 2005 Justificativa A grande expansão da estratégia

Leia mais

MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL - MPS. Novo FAP Setor Financeiro

MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL - MPS. Novo FAP Setor Financeiro Novo FAP Setor Financeiro 1. Fortalecimento da Cultura de Prevenção na Seguridade Social: Proteção constit. e legal: Valor social do Trabalho. Fortalecer a ação da melhoria ambiental no trabalho: maior

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIO. 1. Busca e Análise Ambiental. 1.1 Ambiente Interno

PLANO DE NEGÓCIO. 1. Busca e Análise Ambiental. 1.1 Ambiente Interno PLANO DE NEGÓCIO A Grael Consultoria e Assessoria é a denominação de uma empresa que se dedica à prestação de serviços em Sistemas de Gestão Empresarial, voltada à empresas, órgão públicos e entidades

Leia mais

PROPOSTA DE POLÍTICA DE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO PARA AS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS I. APRESENTAÇÃO II. INTRODUÇÃO.

PROPOSTA DE POLÍTICA DE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO PARA AS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS I. APRESENTAÇÃO II. INTRODUÇÃO. PROPOSTA DE POLÍTICA DE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO PARA AS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS I. APRESENTAÇÃO A presente proposta apresenta os fundamentos para a criação de uma política de segurança e saúde

Leia mais

Mensagem da Diretoria

Mensagem da Diretoria Balanço Social 2013 Mensagem da Diretoria Em 2013 as Empresas Rio Deserto completaram 95 anos de atividades. Somos uma das empresas mais antigas da região Sul de Santa Catarina, mas não podemos ser chamadas

Leia mais

A Comunicação no Modelo de Excelência da Gestão (MEG) 1

A Comunicação no Modelo de Excelência da Gestão (MEG) 1 A Comunicação no Modelo de Excelência da Gestão (MEG) 1 Narjara Bárbara Xavier Silva 2 Patrícia Morais da Silva 3 Resumo O presente trabalho é resultado do Projeto de Extensão da Universidade Federal da

Leia mais

Apresentação da Concessão

Apresentação da Concessão MEDICINA E ENGENHARIA DO TRABALHO Apresentação da Concessão Cuidar da Saúde e Segurança do Trabalhador é a nossa Especialidade! APRESENTAÇÃO TENHA SEU PRÓPRIO NEGÓCIO COM RETORNO GARANTIDO O mercado de

Leia mais

PROJETO SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO, UMA PROPOSTA INTEGRAÇÃO UNIVERSIDADE-EMPRESA

PROJETO SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO, UMA PROPOSTA INTEGRAÇÃO UNIVERSIDADE-EMPRESA PROJETO SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO, UMA PROPOSTA INTEGRAÇÃO UNIVERSIDADE-EMPRESA Jader M. Borges - jader@dem.ufpb.br Laerte A. Lima - laerte@dem,ufpb.br Universidade Federal da Paraíba - UFPB, Centro

Leia mais

AVALIAÇÃO DO PAT 1. INTRODUÇÃO

AVALIAÇÃO DO PAT 1. INTRODUÇÃO AVALIAÇÃO DO PAT 1. INTRODUÇÃO O Programa de Alimentação do Trabalhador PAT foi criado pela Lei N. 6321, de 14 de abril de 1976, que faculta às pessoas jurídicas e pessoas físicas equiparadas em Lei a

Leia mais

A QUALIDADE E A SEGURANÇA DO TRABALHO EM EMPRESAS CERTIFICADAS COM A ISO 9002: UM ESTUDO DE CASO

A QUALIDADE E A SEGURANÇA DO TRABALHO EM EMPRESAS CERTIFICADAS COM A ISO 9002: UM ESTUDO DE CASO A QUALIDADE E A SEGURANÇA DO TRABALHO EM EMPRESAS CERTIFICADAS COM A ISO 9002: UM ESTUDO DE CASO Nelma Mirian Chagas de Araújo Centro Federal de Educação Tecnológica da Paraíba/Universidade Federal da

Leia mais

PNQS 2014 IGS RDPG PRÊMIO CIPA

PNQS 2014 IGS RDPG PRÊMIO CIPA PNQS 2014 IGS RDPG PRÊMIO CIPA Mudança de cultura na gestão de segurança e saúde por meio do estímulo e reconhecimento das Comissões Internas de Prevenção de Acidentes A. A OPORTUNIDADE A.1 Qual foi a

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO II

DIREITO DO TRABALHO II DIREITO DO II Me. Ariel Silva. l Órgãos de segurança SESMT: O Serviço Especializado em engenharia de segurança e em Medicina do Trabalho, SESMT, constitui-se no órgão técnico da empresa composto exclusivamente

Leia mais

MODELO 1 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS

MODELO 1 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS ANEXO 1 MODELO 1 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Este documento serve como base orientadora para a apresentação de propostas de Arranjos Produtivos Locais para enquadramento no

Leia mais

Estimular a práticas de promoção da saúde efetivas, mediante troca de experiências entre profissionais de saúde.

Estimular a práticas de promoção da saúde efetivas, mediante troca de experiências entre profissionais de saúde. Missão Estimular a práticas de promoção da saúde efetivas, mediante troca de experiências entre profissionais de saúde. Visão Ser referência na construção/divulgação de conhecimentos científicos na área

Leia mais

CONHEÇA OS NOSSOS PROJETOS

CONHEÇA OS NOSSOS PROJETOS CONHEÇA OS NOSSOS PROJETOS APRESENTAÇÃO Em Dezembro de 2004 por iniciativa da Federação das Indústrias do Estado do Paraná o CPCE Conselho Paranaense de Cidadania Empresarial nasceu como uma organização

Leia mais

PROGRAMAS PARA FORTALECER A COMPETITIVIDADE SETOR DE BRINQUEDOS

PROGRAMAS PARA FORTALECER A COMPETITIVIDADE SETOR DE BRINQUEDOS PROGRAMAS PARA FORTALECER A COMPETITIVIDADE SETOR DE BRINQUEDOS 1 Setor de Brinquedos Estratégias: Ampliação de Acesso e Conquista de Mercado Objetivos: 1 - Aumentar a competitividade; 2 - consolidar o

Leia mais

ORDEM DE SERVICO nº 4-2011/PR Unidade Transporte Função: MOTORISTA

ORDEM DE SERVICO nº 4-2011/PR Unidade Transporte Função: MOTORISTA ORDEM DE SERVICO nº 4-2011/PR Unidade Transporte Função: MOTORISTA O Instituto de Assistência dos Servidores Públicos do Estado de Goiás - IPASGO, C.N.P.J. 01.246.693/0001-60, em cumprimento às determinações

Leia mais

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Saúde Ocupacional AULA 3

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Saúde Ocupacional AULA 3 FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho Módulo de Saúde Ocupacional AULA 3 Competências a serem trabalhadas nesta aula Estabelecer os parâmetros e diretrizes necessários para garantir um padrão

Leia mais

Café com Responsabilidade. Sustentabilidade: a competência empresarial do futuro. Vitor Seravalli

Café com Responsabilidade. Sustentabilidade: a competência empresarial do futuro. Vitor Seravalli Café com Responsabilidade Sustentabilidade: a competência empresarial do futuro Vitor Seravalli Manaus, 11 de Abril de 2012 Desafios que o Mundo Enfrenta Hoje Crescimento Populacional Desafios que o Mundo

Leia mais

SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO NA CONSTRUÇÃO CIVIL SESI-BA MODELO DE ATUAÇÃO PARA O PROGRAMA DE BASE NACIONAL

SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO NA CONSTRUÇÃO CIVIL SESI-BA MODELO DE ATUAÇÃO PARA O PROGRAMA DE BASE NACIONAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO NA CONSTRUÇÃO CIVIL SESI-BA MODELO DE ATUAÇÃO PARA O PROGRAMA DE BASE NACIONAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO NA INDUSTRIA DA CONSTRUÇÃO A Indústria da Construção Diagnóstico

Leia mais

História 1882 Thomas Chubb Nova York The Chubb Corporation Argos Fluminense 33 países 130 escritórios

História 1882 Thomas Chubb Nova York The Chubb Corporation Argos Fluminense 33 países 130 escritórios História Em 1882, Thomas Chubb estabeleceu uma companhia de seguros marítimos na área portuária da cidade de Nova York. Nascia, naquele momento, o que hoje é a holding The Chubb Corporation, uma das maiores

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL (SGSSO): PRIMEIRO PASSO PARA A SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL. José Tocchetto de Oliveira

SISTEMA DE GESTÃO DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL (SGSSO): PRIMEIRO PASSO PARA A SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL. José Tocchetto de Oliveira SISTEMA DE GESTÃO DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL (SGSSO): PRIMEIRO PASSO PARA A SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL José Tocchetto de Oliveira fiemabrasil 2014 ROTEIRO 1ª Parte Apresentação O que é sustentabilidade?

Leia mais

Filmes. Na mídia... Gestão de RH. Responsabilidade Social Empresarial. Prof. Rafael Marcus Chiuzi. Sesi responsabilidade social Duração: 2 09

Filmes. Na mídia... Gestão de RH. Responsabilidade Social Empresarial. Prof. Rafael Marcus Chiuzi. Sesi responsabilidade social Duração: 2 09 Gestão de RH Prof. Rafael Marcus Chiuzi Responsabilidade Social Empresarial Filmes Sesi responsabilidade social Duração: 2 09 Na mídia... Empresa socialmente responsável. Responsabilidade social corporativa.

Leia mais

PROJETO DE INTERVENÇÃO

PROJETO DE INTERVENÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AMARES CANDIDATURA A DIRETOR PROJETO DE INTERVENÇÃO (2013-2017) Pedro Paulo da Costa Cerqueira Amares, maio de 2013 As organizações, tal como os organismos vivos, têm os seus

Leia mais

Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611

Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611 Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611 CNPJ: 61.460.077/0001-39 / INSCR: 105.657.106.110 Gestão

Leia mais

O Engajamento em Programas Empresariais: funcionários, gestão e áreas parceiras. Trabalho em Grupo Encontro de 03/08/2011

O Engajamento em Programas Empresariais: funcionários, gestão e áreas parceiras. Trabalho em Grupo Encontro de 03/08/2011 O Engajamento em Programas Empresariais: funcionários, gestão e áreas parceiras Trabalho em Grupo Encontro de 03/08/2011 Resumo Mesa 1 Questão 1 O que dá significado/contribui para a participação do funcionário

Leia mais

Especialista em bem-estar no ambiente de trabalho

Especialista em bem-estar no ambiente de trabalho Especialista em bem-estar no ambiente de trabalho NOSSA ESPECIALIDADE É MANTER SUA EMPRESA SAUDÁVEL A Engemed entende Medicina do Trabalho como sendo a análise completa de fatores ambientais, físicos e

Leia mais

Composição: MS, MPS, MTE, Centrais Sindicais Confederações de empregadores. Constituída por meio da Portaria Interministerial nº 152

Composição: MS, MPS, MTE, Centrais Sindicais Confederações de empregadores. Constituída por meio da Portaria Interministerial nº 152 Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador Coordenação Geral de Saúde do Trabalhador Política Nacional de Segurança e Saúde

Leia mais

Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão

Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão Introdução A consulta a seguir é um novo passo em direção às melhores práticas

Leia mais

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor Dados da empresa Razão Social: Visa do Brasil Empreendimentos Ltda. Nome Fantasia:

Leia mais

INT VIDEO INSTITUCIONAL

INT VIDEO INSTITUCIONAL INT VIDEO INSTITUCIONAL Carlos Alberto Teixeira 16 de Fevereiro de 2011 Investimentos e Incentivos Fiscais - Projetos de Inovação em Ciência e Tecnologia Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha

Leia mais

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA 23 de julho de 2015 ÍNDICE Pág. Introdução... 3 Objetivos... 3 Princípios gerais de atuação... 4 Princípios específicos de atuação... 7 Mecanismos de desenvolvimento,

Leia mais

NORMAS REGULAMENTADORAS FAP E NTEP

NORMAS REGULAMENTADORAS FAP E NTEP NORMAS REGULAMENTADORAS FAP E NTEP LEGISLAÇÃO A Portaria n 3214, de 08/06/1978, aprovou as normas regulamentadoras NR do capítulo V, Título II, da CLT, relativas a segurança e medicina do trabalho. Atualmente

Leia mais

AÇÕES SOCIAIS CATEGORIA SAÚDE

AÇÕES SOCIAIS CATEGORIA SAÚDE VOLTADO À COMUNIDADE MAMAMÓVEL VOLTADOS AOS COLABORADORES FITNESS VIVENDO COM SAÚDE GINÁSTICA LABORAL(GL) PREVENÇÃO, DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO DE PROBLEMAS RELACIONADOS AO USO DE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS

Leia mais