PDI. Vou aderir ao PDI.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PDI. Vou aderir ao PDI."

Transcrição

1

2 Vou aderir ao PDI.

3 E agora?

4 Informe-se, esclareça as suas dúvidas e reflita!

5 O seu futuro e o da sua família dependem da sua decisão.

6 Previdência

7 Proteção a pessoa, geralmente, no desemprego, na doença, na invalidez e na velhice. Tem como objetivo prover a subsistência do indivíduo na inatividade.

8 4 pontos fundamentais sobre a Libertas.

9 1 - Solidez - R$ 2,5 bilhões de patrimônio 42º maior fundo de pensão do Brasil * entre os 259 do Consolidado Estatístico da Abrapp (out/15)

10 2 - Sem fins lucrativos Taxa de Carregamento: Inexistente Taxa de Administração: máximo 1% ao ano Exemplo: Empréstimos aos Participantes. Taxa de 0,80% mais a inflação INPC Melhor custo comparado! Instituições Financeiras Crédito Pessoal Cheque Especial Fonte: Banco Central do Brasil Médias de Bancos de varejo

11 Análise da Rentabilidade Até 12/2013 Período Consolidado EFPC (1) Plano CDI Plano COMIG Índice CDI IPCA + 6% aa. 10 anos 296,7% 325,8% 321,6% 215,0% 206,5% 5 anos 80,0% 108,6% 106,5% 57,6% 76,5% 3 anos 30,8% 52,2% 50,5% 30,7% 42,2% 2 anos 19,2% 36,7% 35,0% 17,1% 25,9% Ano de ,3% 4,8% 4,9% 8,1% 12,3% Fonte: (1) Consolidado Estatístico ABRAPP; (2) Economática; e (3) Resultados dos Investimentos dos planos CDI e COMIG.

12 Início com contribuições na ordem de R$ 30 mil Transferência de reservas Plano CDI R$ 14 Milhões Diversificação dos Investimentos

13 Estratégia de curto prazo - Alocação predominantemente em taxa de juros

14 Análise da Rentabilidade Codemig Prev Período Cota Variação da Cota Índice CDI IMA-B IBOVESPA Até 05/ ,20 15,92 22,89 7,14 De 06 a 12/2015 1,38 7,87 1,27-19,76 Total 24 meses 15,78 25,04 24,45-14,03 Base: Cota plano CodemigPrev 12/2015 / Rentabilidade de 11/2015 Fonte (Indicadores): Economática

15 Rentabilidade Acumulada Codemig Prev

16 3 - Transparência Conselheiros Deliberativos e Fiscais são eleitos pelos participantes e indicados pelas Patrocinadoras

17 4 - Conhecimento

18 Por que confiar o seu futuro a quem não conhece a sua história?

19

20 Elegíveis Desligado da Codemig Aposentadoria Normal 65 anos Aposentadoria Antecipada - 58 à 64 anos Benefício Aposentadoria: - Preserva a reserva formada; - Possibilidade de reverter em Pensão; - Possibilidade de legar; - Flexibilidade na Renda.

21 APOSENTADORIA É A MELHOR OPÇÃO EM CASO DE DESLIGAMENTO Portabilidade A opção por transferir a reserva matemática para outra entidade de previdência complementar fechada ou aberta. Deverá, obrigatoriamente, ser convertido em uma renda mensal por no mínimo 15 anos de pagamento; ou seja, não é possível ser realizado resgate do saldo portado. Cuidado com o IR e promessas de vantagens! ITCMD é devido no caso de Entidade Aberta de Previdência Complementar

22 ALTERAÇÃO REGULAMENTAR Em vigor a partir de 04/03/2016 O que mudou DE Exigência - Tenha cessado o vínculo empregatício com a patrocinadora PARA Exigência - Tenha cessado o vínculo empregatício com a patrocinadora - Possua no mínimo 3 anos de Plano Não esteja em gozo de qualquer benefício pelo plano - Não esteja em gozo de qualquer benefício pelo plano

23 APOSENTADORIA É A MELHOR OPÇÃO EM CASO DE DESLIGAMENTO Resgate Cuidado com o resgate! Há incidência do imposto de renda na fonte, de 15% e o restante (12,5%) no ajuste anual com a Receita Federal (Regime Progressivo) Regime regressivo - o imposto é cobrado integralmente, conforme tempo de acumulação dos recursos (10% a 35%)

24 ALTERAÇÃO REGULAMENTAR Em vigor a partir de 04/03/2016 Percentual de resgate da Conta da Patrocinadora CPI (Conta Identificada da Patrocinadora) O que mudou DE Até 12 meses de Plano - 50% Até 24 meses de Plano - 75% A partir de 25 meses de Planos - 90% PARA 100% independente do tempo de Plano * O Percentual de resgate da Conta Identificada do Participante CIP permanece 100%

25 Libertas (Previdência Fechada) x Bancos/seguradoras (Previdência Aberta) Investimento solidário: Codemig é patrocinadora Sem fins lucrativos Você é parte da gestão: conselheiros eleitos Investimento individual: Não há patrocinadora Fins lucrativos Você NÃO tem voz

26 Plano Codemig Prev X PGBL

27 CODEMIG Prev (Previdência Fechada) x Bancos/seguradoras (Previdência Aberta) Taxa de Juros de 4,5% na conversão do saldo em renda (maior o valor do benefício); Tábua de mortalidade com sobrevida aderente à massa, menor que as dos bancos (maior o valor do benefício); A rentabilidade valoriza o saldo de conta do aposentado e, por consequência, o benefício; e Com o falecimento do assistido o saldo de contas é destinado aos beneficiários, designados ou herdeiros legais, conforme o caso. Taxa de Juros de 0% comumente empregada na conversão de saldo em renda Tábua de mortalidade do mercado de previdência aberta com maior sobrevida; O excedente financeiro é apartado e utilizado para cobrir déficits; e Com o falecimento do assistido, no PGBL, a renda vitalícia sem reversão cessa, sem que seja devida qualquer devolução, indenização ou compensação de qualquer natureza.

28 Tabela Comparativa Valor do Benefício Fundação Libertas X PGBLs (grandes bancos) para Participantes do sexo masculino Fonte: Fundação Libertas/COTEA - Simuladores dos bancos, 17/09/2015 (*) Admite Contribuição Patronal nos termos do regulamento do Plano CD; (**) As Rendas de Aposentadoria dos PGBLs admitem 12 pagamentos ao ano e a do CODEMIGPREV 13 pagamentos; (***) Cálculo não disponível.

29 Tabela Comparativa Rentabilidade e Taxa de Administração Comparativo da Rentabilidade e taxa de administração Dados Básicos CodemigPrev Bradesco Itaú Caixa Banco Brasil Taxa de Administração ano 0,994 1,58 1,28 1,68 1,69 Rentabilidade média 2 anos 15,78 21,08 21,83 21,15 21,53 Fonte: Economática / Tratamento realizado pela Libertas / Gefin - Posição 12/2015

30 das 7h às 19h Atendimento exclusivo PDI: das 9h às 17h

31 Atendimento Pessoal Atenção: Cada caso é um caso. A decisão depende do seu perfil, necessidades e interesses. Posto de Atendimento da Libertas instalado na sede da Codemig Até 30/04/2016

32 Você pode agendar uma Consultoria Personalizada com os Técnicos da Fundação PREVIDENCIAL FINANCEIRA ATUARIAL

33 A EQUIPE DA LIBERTAS ESTÁ A SUA DISPOSIÇÃO

Informe-se, esclareça as suas dúvidas e reflita!

Informe-se, esclareça as suas dúvidas e reflita! Previdência Saúde Vou aderir ao PDVA. E agora? Informe-se, esclareça as suas dúvidas e reflita! O seu futuro e o da sua família dependem da sua decisão. Previdência Proteção a pessoa, geralmente, no desemprego,

Leia mais

REGIUS SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDÊNCIA PRIVADA

REGIUS SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDÊNCIA PRIVADA 1/5 Plano de Benefícios CD-02 Cuidar do seu futuro é o nosso negócio! 2/5 1 Por que foi criado o Plano CD-02? O Plano CD-02 foi desenhado no modelo de Contribuição Definida, um plano totalmente individual,

Leia mais

PLANO DE APOSENTADORIA DA DUPREV Fazendo manutenção no seu Plano de Aposentadoria

PLANO DE APOSENTADORIA DA DUPREV Fazendo manutenção no seu Plano de Aposentadoria PLANO DE APOSENTADORIA DA DUPREV Fazendo manutenção no seu Plano de Aposentadoria 2016 DUPREV Entidade Fechada da Previdência Complementar Sociedade Civil sem fins lucrativos independente da DuPont Regulada

Leia mais

Plano de Benefícios 1 Plano de Benefícios PREVI Futuro Carteira de Pecúlios CAPEC

Plano de Benefícios 1 Plano de Benefícios PREVI Futuro Carteira de Pecúlios CAPEC Relatório PREVI 2013 Parecer Atuarial 2013 162 Plano de Benefícios 1 Plano de Benefícios PREVI Futuro Carteira de Pecúlios CAPEC 1 OBJETIVO 1.1 O presente Parecer Atuarial tem por objetivo informar sobre

Leia mais

CARTILHA DA PORTABILIDADE. - Visão Prev -

CARTILHA DA PORTABILIDADE. - Visão Prev - CARTILHA DA PORTABILIDADE - - CARTILHA DA PORTABILIDADE Tome uma decisão consciente entenda, conheça e analise todos os fatores envolvidos em um processo de portabilidade. Após o encerramento de seu vínculo

Leia mais

APRESENTAÇÃO DEFINIÇÃO. O que é o Plano de Contribuição Definida CD

APRESENTAÇÃO DEFINIÇÃO. O que é o Plano de Contribuição Definida CD APRESENTAÇÃO Esta cartilha tem o objetivo de informá-lo, de forma simples e precisa, sobre os principais pontos do Plano SERGUS de Benefícios na modalidade de Contribuição Definida (CD), baseado no seu

Leia mais

Regime de trabalho FAPI

Regime de trabalho FAPI Regime de trabalho Pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) Pelos Estatutos dos Servidores Públicos Civis INSS Previdência Complementar de natureza privada Institutos de Previdência (RPPS) Entidade

Leia mais

Entenda mais sobre. Plano Copasa Saldado

Entenda mais sobre. Plano Copasa Saldado Entenda mais sobre O Plano Copasa Saldado Apresentação Senhor (a) Participante: Ao publicar este material, a Fundação Libertas tem por objeto facilitar o entendimento e a disseminação dos principais dispositivos

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO ATUARIAL

DEMONSTRAÇÃO ATUARIAL ENTIDADE: [18.868.955/0001-20] FUNDACAO GEAPPREVIDENCIA PLANO DE BENEFÍCIOS: MOTIVO: DATA DA AVALIAÇÃO: [2005.0006-47] GEAPREV ENCERRAMENTO DE EXERCÍCIO 31/12/2015 Atuário Responsável ADILSON MORAES DA

Leia mais

Introdução. Prodemge iniciou a oferta do Plano ProdemgePrev, na modalidade CD, em 1º/12/2012.

Introdução. Prodemge iniciou a oferta do Plano ProdemgePrev, na modalidade CD, em 1º/12/2012. Introdução A Prodemge iniciou a oferta do Plano ProdemgePrev, na modalidade CD, em 1º/12/2012. Ele está aberto à inscrição de novos participantes desde então. Adicionalmente, participantes e assistidos

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO ATUARIAL

DEMONSTRAÇÃO ATUARIAL ENTIDADE: [01.689.795/0001-50] BRF PREVIDENCIA PLANO DE BENEFÍCIOS: MOTIVO: DATA DA AVALIAÇÃO: [1996.0047-19] PSPP ENCERRAMENTO DE EXERCÍCIO 31/12/2014 Atuário Responsável MONICA TEIXEIRA DE ANDRADE MIBA:

Leia mais

Plano de Benefícios CD-05

Plano de Benefícios CD-05 1/5 Plano de Benefícios CD-05 Nosso Plano é cuidar do seu futuro! 2/5 1 Apresentação A REGIUS Sociedade Civil de Previdência Privada é uma entidade fechada de previdência privada, que tem como objetivo

Leia mais

02 O que eu preciso fazer

02 O que eu preciso fazer 01 Quais são os documentos que necessito apresentar para requerer minha aposentadoria no FusanPrev e atualizar minha situação no SaneSaúde? Cópia simples dos seguintes documentos: - Identidade e CPF do

Leia mais

CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIOS

CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIOS CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIOS Esta cartilha traz informações e dicas, de forma simples e clara, para que você conheça as vantagens que o seu plano de previdência oferece. Leia com atenção e comece a

Leia mais

Glossário de Termos Técnicos da Previdência Complementar

Glossário de Termos Técnicos da Previdência Complementar Glossário de Termos Técnicos da Previdência Complementar GLOSSÁRIO Este glossário tem como objetivo apresentar as expressões e termos utilizados no contexto da Previdência Complementar, em especial dos

Leia mais

Plano Petros LANXESS Processo de concorrência Apresentação do cenário e etapas do processo. São Paulo, Março de 2014

Plano Petros LANXESS Processo de concorrência Apresentação do cenário e etapas do processo. São Paulo, Março de 2014 Plano Petros LANXESS Processo de concorrência Apresentação do cenário e etapas do processo São Paulo, Março de 2014 Agenda 1. Programa de Previdência Privada Complementar LANXESS Estrutura atual do Programa

Leia mais

Linha do Tempo Previdenciária Secretaria do Ministério da Fazenda

Linha do Tempo Previdenciária Secretaria do Ministério da Fazenda Contextualizando Linha do Tempo Previdenciária 2016 Secretaria do Ministério da Fazenda Taxa de juros Rentabilidade dos Fundos de Pensão entre 1995 e 2012, em dezoito anos, apenas cinco apresentaram rentabilidades

Leia mais

Cartilha do Participante. Previdência Complementar CASFAM

Cartilha do Participante. Previdência Complementar CASFAM Cartilha do Participante Previdência Complementar CASFAM APRESENTAÇÃO Caro (a) Participante, Preparar-se para o futuro, podendo aproveitar o período de aposentadoria com saúde e conforto, implica controlar

Leia mais

DADOS DOS PLANOS DATAS PLANOS APROVAÇÃO INÍCIO ÚLTIMA ALTERAÇÃO VALOR DE RESGATE NÚMERO DE EMPREGADOS

DADOS DOS PLANOS DATAS PLANOS APROVAÇÃO INÍCIO ÚLTIMA ALTERAÇÃO VALOR DE RESGATE NÚMERO DE EMPREGADOS SIGLA: FUNCEF 1 CÓDIGO: 01523 RAZÃO SOCIAL: FUNCEF-FUNDAÇÃO DOS ECONOMIÁRIOS FEDERAIS NÚMERO DE PLANOS: 2 MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO DEMONSTRATIVO DOS RESULTADOS

Leia mais

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 1- SIGLA: FUSESC 2- CÓDIGO: RAZÃO SOCIAL: FUNDACAO CODESC DE SEGURIDADE SOCIAL 4- NÚMERO DE PLANOS: 3

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 1- SIGLA: FUSESC 2- CÓDIGO: RAZÃO SOCIAL: FUNDACAO CODESC DE SEGURIDADE SOCIAL 4- NÚMERO DE PLANOS: 3 FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 3 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO 19.790.026-65 - PLANO DE BENEFÍCIOS I 12- OBSERVAÇÕES: ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO 9- VALOR

Leia mais

Relatório Anual. São Rafael Sociedade de Previdência Privada

Relatório Anual. São Rafael Sociedade de Previdência Privada 2011 Relatório Anual São Rafael Sociedade de Previdência Privada Prezados Participantes: O ano de 2011 foi mais um ano marcado por muitas incertezas nas economias mundiais acarretando uma instabilidade

Leia mais

CARTILHA EXPLICATIVA DATUSPREV

CARTILHA EXPLICATIVA DATUSPREV CARTILHA EXPLICATIVA DATUSPREV DATUSPREV Sociedade de Previdência Complementar CIASC Plano CIASCPREV CNPJ 10.605.283/0001-59 CNPB 2009.0009-19 Órgão Regulamentador PREVIC Ministério da Previdência Social

Leia mais

MUTUOPREV ENTIDADE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

MUTUOPREV ENTIDADE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR MUTUOPREV ENTIDADE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR 1. CONSTITUÍDA NOS TERMOS DA LEI COMPLEMENTAR 109 DE 29.05.2001, SEM FINS LUCRATIVOS, COM AUTONOMIA ADMINISTRATIVA E PERSONALIDADE JURÍDICA DE DIREITO PRIVADO.

Leia mais

Novo Plano de Contribuição Definida -CD

Novo Plano de Contribuição Definida -CD Previ-Siemens Novo Plano de Contribuição Definida -CD Protection notice / Copyright notice Agenda A Importância de um plano de previdência Plano de Aposentadoria CD -Previ-Siemens Contribuições Procedimentos

Leia mais

Superintendência Nacional de Previdência Complementar - Previc - DRAA

Superintendência Nacional de Previdência Complementar - Previc - DRAA Página 1 de 10 FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 6 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO 20.050.020-38 - PLANO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR PAQUETÁPREV DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO

Leia mais

2º Semestre de

2º Semestre de 1 2 2º Semestre de 2010 Informações sobre a nova estrutura do Plano de Benefícios PreviSenac 3 Introdução: Este folheto é destinado aos participantes do Plano de Benefícios PreviSenac que, até a data da

Leia mais

CARTILHA DO PARTICIPANTE. O OABPREV/RS é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, criada para administrar planos de previdência.

CARTILHA DO PARTICIPANTE. O OABPREV/RS é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, criada para administrar planos de previdência. O que é o OABPREV/RS? CARTILHA DO PARTICIPANTE O OABPREV/RS é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, criada para administrar planos de previdência. Quem instituiu o OABPREV/RS? A Ordem dos Advogados

Leia mais

PARECER ATUARIAL 2015

PARECER ATUARIAL 2015 PARECER ATUARIAL 2015 Plano de Benefícios 1 1. OBJETIVO 1.1 O presente Parecer Atuarial tem por objetivo informar sobre a qualidade da base cadastral, as premissas atuariais, o custo e plano de custeio

Leia mais

Relatório Anual São Rafael Sociedade de Previdência Privada

Relatório Anual São Rafael Sociedade de Previdência Privada 2013 Relatório Anual São Rafael Sociedade de Previdência Privada Prezados Participantes: O ano de 2013 foi um dos anos mais difíceis para as fundações de Previdencia Privada, refletido nas rentabilidades

Leia mais

ESTRATÉGIA PREVIDENCIAL PLANO CPqDPREV

ESTRATÉGIA PREVIDENCIAL PLANO CPqDPREV ESTRATÉGIA PREVIDENCIAL PLANO CPqDPREV AGENDA 1. OBJETIVO 2. CPqDPREV 3. InovaPrev 4. ESTRATÉGIA PREVIDENCIAL E REGRAS DE TRANSAÇÃO 5. RESERVA MATEMÁTICA DE TRANSAÇÃO INDIVIDUAL - RMT i 6. COMPARATIVO

Leia mais

UBB PREV Previdência Complementar

UBB PREV Previdência Complementar UBB PREV Previdência Complementar 23 de março 2011 Quadro Comparativo das Alterações Propostas para o Regulamento do Plano de Previdência Unibanco (Futuro Inteligente Aprovadas na ata de Reunião Extraordinária

Leia mais

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 3 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO 9- VALOR DE RESGATE 10- NÚMERO DE EMPREGADOS 11- FOLHA SALÁRIO DA PATROCINADORA

Leia mais

Sociedade Civil de Previdência Privada 1º Encontro de Representantes- 2013

Sociedade Civil de Previdência Privada 1º Encontro de Representantes- 2013 Sociedade Civil de Previdência Privada 1º Encontro de Representantes- 2013 Agenda Hora Atividade 08:30 - Planejamento para 2013 08:40 - Resultados 2012 09:30 - Portal dos Representantes 09:45 - Resultados

Leia mais

C A R T I L H A I N P E L P R E V PREV

C A R T I L H A I N P E L P R E V PREV C A R T I L H A I N P E L P R E V PREV 2 CARTILHA INPELPREV Bem-vindo, novo participante! É com satisfação que recebemos sua adesão ao INPELPrev, Plano desenhado para oferecer uma complementação de aposentadoria

Leia mais

a redução vai afetar o seu plano

a redução vai afetar o seu plano Como a redução da taxa de juros da meta atuarial vai afetar o seu plano Novos tempos O crescimento econômico vivido pelo Brasil nos últimos anos levou o país a reduzir as suas taxas de juros. Essa tendência

Leia mais

PLANO MILÊNIO NOVAS REGRAS DE APOSENTADORIA E OUTRAS ALTERAÇÕES

PLANO MILÊNIO NOVAS REGRAS DE APOSENTADORIA E OUTRAS ALTERAÇÕES PLANO MILÊNIO NOVAS REGRAS DE APOSENTADORIA E OUTRAS ALTERAÇÕES INFORMATIVO N.º 165-13/07/2010 http://www.cbsprev.com.br Central de Atendimento 08000-268181 Caro(a) Participante, Para a melhor compreensão

Leia mais

Regulamento do Plano e direitos dos participantes e assistidos

Regulamento do Plano e direitos dos participantes e assistidos T R A N S PA R Ê N C I A A Prestação de Contas tem como objetivo trazer pessoalmente, aos participantes e assistidos, informações relevantes a respeito de temas como: Regulamento do Plano e direitos dos

Leia mais

Page 1 of 10 FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 1 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO 9- VALOR DE RESGATE 10- NÚMERO DE EMPREGADOS 11- FOLHA SALÁRIO

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL RESUMO

RELATÓRIO ANUAL RESUMO RELATÓRIO ANUAL RESUMO 2015 ÍNDICE 03 INFORMAÇÕES SOBRE AS DESPESAS 03 RENTABILIDADE DOS PERFIS DE INVESTIMENTO 03 INVESTIMENTOS 04 PARTICIPANTES AVONPREV 04 RESUMO DO PARECER ATUARIAL 06 DEMONSTRAÇÕES

Leia mais

CARTILHA DO PLANO CELPREV

CARTILHA DO PLANO CELPREV CARTILHA DO PLANO CELPREV O QUE É O CELPREV? O CELPREV é um plano de contribuição definida, também conhecido como plano CD, que nada mais é do que uma poupança individual na qual serão investidos dois

Leia mais

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 7 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO 9- VALOR DE RESGATE 10- NÚMERO DE EMPREGADOS 11- FOLHA SALÁRIO DA PATROCINADORA

Leia mais

Folheto explicativo PLANO A

Folheto explicativo PLANO A Folheto explicativo PLANO A Como está o seu planejamento para a aposentadoria? Você já parou para pensar que a vida está passando rápido demais? A gente sabe que ao longo dos anos muitas prioridades surgem

Leia mais

1) O que é um Plano de Previdência Complementar? É um plano cujo objetivo o pagamento de benefícios semelhantes aos pagos pela Previdência Social.

1) O que é um Plano de Previdência Complementar? É um plano cujo objetivo o pagamento de benefícios semelhantes aos pagos pela Previdência Social. Preparamos uma lista com as dúvidas mais comuns a respeito do Plano PREV-ESTAT. Se você ainda precisar de ajuda, ligue para 0800 025 35 45, das 8 às 19h. 1) O que é um Plano de Previdência Complementar?

Leia mais

PLANO PORTOPREV II MATERIAL EXPLICATIVO

PLANO PORTOPREV II MATERIAL EXPLICATIVO Perfis de Investimento Diversificados PLANO PORTOPREV II MATERIAL EXPLICATIVO quem está seguro, tem futuro. Perfis de Investimento Diversificados www.portoprev.org.br Introdução Este Material Explicativo

Leia mais

Relatório. Anual. Resumo 2015

Relatório. Anual. Resumo 2015 Relatório Anual Resumo 2015 2 Mensagem da Diretoria O ano de 2015 foi marcado por um cenário volátil e conturbado com inflação alta, PIB negativo, escândalos políticos, rebaixamento de grau de investimento

Leia mais

Secretaria de Previdência Complementar - DRAA

Secretaria de Previdência Complementar - DRAA Página 1 de 10 FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 4 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO 9- VALOR DE RESGATE 10- NÚMERO DE EMPREGADOS 11- FOLHA

Leia mais

12 de fevereiro de Parecer Atuarial CBS - Caixa Beneficente dos Empregados da CSN. Plano Misto de Benefício Suplementar

12 de fevereiro de Parecer Atuarial CBS - Caixa Beneficente dos Empregados da CSN. Plano Misto de Benefício Suplementar 12 de fevereiro de 2007 Parecer Atuarial CBS - Caixa Beneficente dos Empregados da CSN Plano Misto de Benefício Suplementar Conteúdo 1. Introdução...1 2. Posição do Exigível Atuarial e das Reservas e Fundos...2

Leia mais

Sumário DEFINIÇÕES 05

Sumário DEFINIÇÕES 05 Sumário INTRODUÇÃO 04 DEFINIÇÕES 05 1. O que é um plano de previdência complementar? 05 2. O que é um Fundo de Pensão? 05 3. O que é a SÃO FRANCISCO? 05 4. O que é o Codeprev? 05 5. Quais são as modalidades

Leia mais

FUNDAÇÃO TECHNOS. O presente para o seu futuro

FUNDAÇÃO TECHNOS. O presente para o seu futuro FUNDAÇÃO TECHNOS O presente para o seu futuro ASSUNTOS: - A Previdência no Brasil; - Organograma da Technos; - Vantagens para os funcionários; - Histórico de Rentabilidade; - Controle e Fiscalização; -

Leia mais

PARECER ATUARIAL PLANO DE APOSENTADORIA ABBPREV ABBPREV - Sociedade de Previdência Privada 14 DE FEVEREIRO DE 2014

PARECER ATUARIAL PLANO DE APOSENTADORIA ABBPREV ABBPREV - Sociedade de Previdência Privada 14 DE FEVEREIRO DE 2014 PLANO DE APOSENTADORIA ABBPREV ABBPREV - Sociedade de Previdência Privada 14 DE FEVEREIRO DE 2014 CONTEÚDO 1. Introdução... 1 2. Perfil dos Participantes... 2 3. Hipóteses e Métodos Atuariais Utilizados...

Leia mais

ALTERAÇÕES PROPOSTAS REGULAMENTO DO PLANO B

ALTERAÇÕES PROPOSTAS REGULAMENTO DO PLANO B ALTERAÇÕES PROPOSTAS REGULAMENTO DO PLANO B Novembro de 2015 Agenda 1. Principal Alteração: Adoção de premissas aderentes (art. 29, 2º). 1.1. Exemplo Didático da Regra Vigente; 1.2. Entendimento da Previc

Leia mais

REDAÇÃO ATUAL REDAÇÃO PROPOSTA IMPACTOS

REDAÇÃO ATUAL REDAÇÃO PROPOSTA IMPACTOS XIII XIV "Índice de Reajuste": significa o índice geral de aumentos salariais concedidos pela Patrocinadora 3M do Brasil Ltda., desconsiderados os aumentos reais. O Conselho Deliberativo poderá determinar

Leia mais

Palestras semestrais. Dez/2016. João Carlos Ferreira

Palestras semestrais. Dez/2016. João Carlos Ferreira Palestras semestrais Dez/2016 João Carlos Ferreira O que vamos abordar Elegibilidade aos benefícios e institutos. Quando terei acesso ao meu plano de previdência? Contribuição voluntária. Como obter o

Leia mais

RN/094/2008/OABPREV-MG Belo Horizonte, 20 de março de Ao Sr. André Luís Moreira Marino Gerente Administrativo OABPrev-MG.

RN/094/2008/OABPREV-MG Belo Horizonte, 20 de março de Ao Sr. André Luís Moreira Marino Gerente Administrativo OABPrev-MG. RN/094/2008/OABPREV-MG Belo Horizonte, 20 de março de 2008. Ao Sr. André Luís Moreira Marino Gerente Administrativo OABPrev-MG Prezado Senhor, Apresentamos em anexo o Parecer Atuarial sobre o Balancete

Leia mais

Fundo de Aposentadoria e Previdência Social dos Servidores Efetivos do Município de Barra do Rio Azul-RS. Gestão Econômica e Financeira.

Fundo de Aposentadoria e Previdência Social dos Servidores Efetivos do Município de Barra do Rio Azul-RS. Gestão Econômica e Financeira. Fundo de Aposentadoria e Previdência Social dos Servidores Efetivos do Município de Barra do Rio Azul-RS. Gestão Econômica e Financeira. Comitê de Investimentos RELATORIO GESTÃO FINANCEIRA 11/2015 O Comitê

Leia mais

Previdência Complementar no Brasil e seu Potencial de Crescimento VOCÊ

Previdência Complementar no Brasil e seu Potencial de Crescimento VOCÊ Previdência Complementar no Brasil e seu Potencial de Crescimento VOCÊ José Edson da Cunha Júnior Secretaria de Políticas de Previdência Complementar Sumário I Cenário Atual da Previdência Complementar

Leia mais

Guia do Participante. Planos Básico e Suplementar de Aposentadoria Modalidade Contribuição Definida

Guia do Participante. Planos Básico e Suplementar de Aposentadoria Modalidade Contribuição Definida Planos Básico e Suplementar de Aposentadoria Modalidade Contribuição Definida Prezado Colaborador, O Guia do Participante tem por objetivo resumir as informações dos seguintes regulamentos oficiais: Regulamento

Leia mais

RELATÓRIO DA CARTEIRA DE INVESTIMENTOS MARÇO DE 2016

RELATÓRIO DA CARTEIRA DE INVESTIMENTOS MARÇO DE 2016 RELATÓRIO DA CARTEIRA DE INVESTIMENTOS MARÇO DE 2016 Os recursos do CaraguaPrev são aplicados respeitando os princípios de segurança, legalidade, liquidez e eficiência. Neste mês a carteira de investimentos

Leia mais

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios PBS Telemig Celular

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios PBS Telemig Celular Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios PBS Telemig Celular Exercício: 2013 e 2012 dezembro R$ Mil Descrição 2013 2012 Variação (%) Relatório Anual 2013 Visão Prev 1. Ativos Disponível Recebível

Leia mais

Previdência Privada. A tabela a seguir apresenta algumas diferenças entre o FAPI e PGBL.

Previdência Privada. A tabela a seguir apresenta algumas diferenças entre o FAPI e PGBL. Previdência Privada Modalidades de Previdência Privada Aberta 1) FAPI Fundo de Aposentadoria Programada Individual Inspirado no IRA Individual Retirement Account, dos Estados Unidos, onde o contribuinte

Leia mais

Parecer Atuarial do Plano Misto de Benefício Suplementar CBS - Caixa Beneficente dos Empregados da CSN 31 de janeiro de 2013

Parecer Atuarial do Plano Misto de Benefício Suplementar CBS - Caixa Beneficente dos Empregados da CSN 31 de janeiro de 2013 Parecer Atuarial do Plano Misto de Benefício Suplementar CBS - Caixa Beneficente dos Empregados da CSN 31 de janeiro de 2013 CONTEÚDO 1. Introdução... 1 2. Posição do Patrimônio Social e dos Fundos...2

Leia mais

MISSÃO VISÃO VALORES

MISSÃO VISÃO VALORES COMPROMISSO MISSÃO Garantir a Complementação de Benefícios da Previdência Social, contribuindo para a qualidade de vida dos Participantes e Assistidos, e para o desenvolvimento econômico-social do País,

Leia mais

Entretanto, este benefício se restringe a um teto de 12% da renda total tributável. O plano VGBL é vantajoso em relação ao PGBL para quem:

Entretanto, este benefício se restringe a um teto de 12% da renda total tributável. O plano VGBL é vantajoso em relação ao PGBL para quem: 2 1 3 4 2 PGBL ou VGBL? O plano PGBL, dentre outras, tem a vantagem do benefício fiscal, que é dado a quem tem renda tributável, contribui para INSS (ou regime próprio ou já aposentado) e declara no modelo

Leia mais

MANUAL PARTICIPANTE. Plano Vida. Junho 2008

MANUAL PARTICIPANTE. Plano Vida. Junho 2008 MANUAL DO PARTICIPANTE Plano Vida Junho 2008 CAGEPREV - FUNDAÇÃO CAGECE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR APRESENTAÇÃO Este é o MANUAL DO PARTICIPANTE da CAGEPREV, material explicativo que descreve, em linguagem

Leia mais

Informativo Mensal Investimentos

Informativo Mensal Investimentos Objetivo Os investimentos dos Planos Básico e Suplementar, modalidade contribuição definida, tem por objetivo proporcionar rentabilidade no longo prazo através das oportunidades oferecidas pelos mercados

Leia mais

DUAS DEFINIÇÕES IMPORTANTES

DUAS DEFINIÇÕES IMPORTANTES Você está trabalhando, construindo sua vida e de sua família. Tudo vai bem. Mas... Você já começou a pensar na sua aposentadoria? Quando se aposentar, você receberá o benefício do INSS, mas ele será suficiente?

Leia mais

Alterações no Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF

Alterações no Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Alterações no Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF A Superintendência Nacional de Previdência Complementar PREVIC, órgão que regulamenta e fiscaliza os fundos de pensão no Brasil, aprovou em 13 de

Leia mais

Plano Petros LANXESS Processo de concorrência Definição do Administrador do Plano. São Paulo, Janeiro de 2015

Plano Petros LANXESS Processo de concorrência Definição do Administrador do Plano. São Paulo, Janeiro de 2015 Plano Petros LANXESS Processo de concorrência Definição do Administrador do Plano São Paulo, Janeiro de 2015 Agenda 1. O processo de concorrência para administração do Plano Petros LANXESS 2. Informações

Leia mais

Plano Futuro Inteligente é transferido para a Fundação Itaú Unibanco

Plano Futuro Inteligente é transferido para a Fundação Itaú Unibanco w w w. u b b p r e v. c o m. b r Informativo bimestral da UBB PREV Previdência Complementar julho/agosto2012 ano4 nº20 Plano Futuro Inteligente é transferido para a Fundação Itaú Unibanco Aprovada pela

Leia mais

Material Explicativo

Material Explicativo Material Explicativo Material Explicativo Índice Introdução...4 Sobre o Plano Previplan...5 Adesão...5 Benefícios do Plano...6 Entenda o Plano...7 Rentabilidade...8 Veja como funciona a Tributação...9

Leia mais

ENAP - Brasília-DF, 30 de abril de 2014. ExecPrev. Plano de Previdência Complementar do Servidor Público Federal

ENAP - Brasília-DF, 30 de abril de 2014. ExecPrev. Plano de Previdência Complementar do Servidor Público Federal ENAP - Brasília-DF, 30 de abril de 2014 ExecPrev Plano de Previdência Complementar do Servidor Público Federal 1 2 Adesão Ingresso no Serviço Público Adesão à Funpresp Acumulação Formação da Poupança Previdenciária

Leia mais

Estamos vivendo a AGEING SOCIETY

Estamos vivendo a AGEING SOCIETY Estamos vivendo a AGEING SOCIETY HC monitora crianças em busca de longevidade - O Estado de São Paulo, 16/09/07. Expectativa de vida de 150 anos (Instituto Barshop - Universidade do Texas EUA) Isto É,

Leia mais

Página 1 de 9 FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 32 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO 19.820.015-18 - PLANO DE BENEFÍCIOS I - FNTTA 12- OBSERVAÇÕES: ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 8-

Leia mais

Adesão ao Plano de Benefícios HP

Adesão ao Plano de Benefícios HP Adesão ao Plano de Benefícios HP 1 Objetivo da HP Prev Proporcionar aos seus participantes a oportunidade de contribuir para a HP Prev e, juntamente com as contribuições da patrocinadora, formar uma renda

Leia mais

Manual do Participante do Plano HCPA PREV PLANO DE BENEFÍCIOS E CUSTEIO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE

Manual do Participante do Plano HCPA PREV PLANO DE BENEFÍCIOS E CUSTEIO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE Manual do Participante do Plano HCPA PREV PLANO DE BENEFÍCIOS E CUSTEIO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE 1 SUMÁRIO 1. O que é o HCPA PREV 3 2. Quem pode participar do

Leia mais

ALTERAÇÃO DE PERFIL E % DE CONTRIBUIÇÃO Dezembro/2015

ALTERAÇÃO DE PERFIL E % DE CONTRIBUIÇÃO Dezembro/2015 ALTERAÇÃO DE PERFIL E % DE CONTRIBUIÇÃO Dezembro/2015 PORQUE TER UM PLANO DE APOSENTADORIA PRIVADA? TETO ATUAL DO INSS ATUALIZADO SOMENTE PELO INPC: R$ 4.663,00 INDEPENDENTE DO SEU SALÁRIO NA ATIVA, O

Leia mais

Material Explicativo Plano de Benefícios Avon 2016

Material Explicativo Plano de Benefícios Avon 2016 Material Explicativo Plano de Benefícios Avon 2016 Material Explicativo ÍNDICE 1. Mensagem importante pra você... 4 2. Que tal planejar sua aposentadoria?... 5 3. Estamos juntos!... 6 4. Saiba quem pode

Leia mais

PLANO DE BENEFÍCIOS PORTOPREV COMPARATIVO PLANO DE BENEFÍCIOS PORTOPREV II

PLANO DE BENEFÍCIOS PORTOPREV COMPARATIVO PLANO DE BENEFÍCIOS PORTOPREV II PLANO DE BENEFÍCIOS PORTOPREV COMPARATIVO PLANO DE BENEFÍCIOS PORTOPREV II MIGRAR OU NÃO, EIS A QUESTÃO! Conheça as principais diferenças entre o Plano de Benefícios PORTOPREV (Plano I) e o Plano de Benefícios

Leia mais

PLANO. Cartilha do Participante. Sem título /2/ :59:52

PLANO. Cartilha do Participante. Sem título /2/ :59:52 PLANO Cartilha do Participante Sem título-2 1 22/2/2011 12:59:52 Sem título-2 2 22/2/2011 12:59:55 SEBRAEPREV Cartilha do Participante INSTITUTO SEBRAE DE SEGURIDADE SOCIAL SEBRAE PREVIDÊNCIA Edjair de

Leia mais

CARTILHA EXPLICATIVA

CARTILHA EXPLICATIVA CARTILHA EXPLICATIVA DATUSPREV Sociedade de Previdência Complementar CIASC Plano CIASCPREV CNPJ 10.605.283/0001-59 CNPB 2009.0009-19 Órgão Regulamentador PREVIC Ministério da Previdência Social CORPO ADMINISTRATIVO

Leia mais

Material Explicativo 1

Material Explicativo 1 Material Explicativo 1 quem está seguro, tem futuro. quem é PORTO, é seguro. GARANTIR UM FUTURO MAIS TRANQUILO É O DESEJO DE TODOS. AGORA, POUPAR FICOU MUITO MAIS FÁCIL PARA VOCÊ. Este manual se destina

Leia mais

Resultados Economus 2015

Resultados Economus 2015 Resultados Economus 2015 Grandes Números 2 O Economus - Instituto de Seguridade Social é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, constituído em setembro de 1977 como instrumento da política de

Leia mais

Página 1 de 11 FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 32 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO 19.820.016-74 - PLANO DE BENEFÍCIOS I - SNA 12- OBSERVAÇÕES: ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL - CONSOLIDADO

BALANÇO PATRIMONIAL - CONSOLIDADO A T I V O Fundo Paraná de Previdência Multipatrocinada CNPJ. nº. 7.136.451/1-8 BALANÇO PATRIMONIAL - CONSOLIDADO Exercício Atual Exercício Anterior P A S S I V O Exercício Atual Dezembro/25 Em R$ mil Exercício

Leia mais

Cartilha do Plano PrevSIAS

Cartilha do Plano PrevSIAS Sociedade Ibgeana de Assistência e Seguridade Cartilha do Plano PrevSIAS Plano de Aposentadoria SIAS Instituidor Associação dos Funcionários da SIAS - AFUSI JULHO DE 2013 MENSAGEM DA SIAS Prezado(a) Sr(a).,

Leia mais

Parecer Atuarial Plano de Aposentadoria ABBPREV. ABBPREV - Sociedade de Previdência Privada 8 DE MARÇO DE 2012

Parecer Atuarial Plano de Aposentadoria ABBPREV. ABBPREV - Sociedade de Previdência Privada 8 DE MARÇO DE 2012 Parecer Atuarial Plano de Aposentadoria ABBPREV ABBPREV - Sociedade de Previdência Privada 8 DE MARÇO DE 2012 CONTEÚDO 1. Introdução... 1 2. Perfil dos Participantes... 2 Participantes Ativos... 2 Participantes

Leia mais

Investimentos na Duprev

Investimentos na Duprev Investimentos na Duprev Plano de Aposentadoria Duprev CD Contribuições Participantes + = aposentadoria Contribuições da empresa Saldo para Patrimônio Investido Perfis de Investimento Alternativas de aplicação

Leia mais

Superintendência Nacional de Previdência Complementar - Previc - DRAA

Superintendência Nacional de Previdência Complementar - Previc - DRAA Page 1 of 9 FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 1 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO 19.790.039-47 - PLANO DE BENEFÍCIO DEFINIDO CIFRÃO - PBDC 12- OBSERVAÇÕES: ENTIDADE DADOS DOS PLANOS

Leia mais

SIMULADOR % SALDO DE CONTA:

SIMULADOR % SALDO DE CONTA: SIMULADOR % SALDO DE CONTA: PASSO A PASSO Os assistidos da Fundação Banrisul que optaram por receber seu benefício por Prazo Indeterminado (% Saldo de Conta) podem acessar, no site da Entidade, um simulador

Leia mais

Guia do Participante. Planos Básico e Suplementar de Aposentadoria Modalidade Contribuição Definida

Guia do Participante. Planos Básico e Suplementar de Aposentadoria Modalidade Contribuição Definida Guia do Participante Planos Básico e Suplementar de Aposentadoria Modalidade Contribuição Definida Prezado Colaborador, O Guia do Participante tem por objetivo resumir as informações dos seguintes Regulamentos

Leia mais

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - PBS Tele Centro Oeste Celular Exercício: 2013 e dezembro - R$ Mil

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - PBS Tele Centro Oeste Celular Exercício: 2013 e dezembro - R$ Mil Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios PBS Tele Centro Oeste Celular Exercício: 20 e 202 dezembro R$ Mil Descrição 20 202 Variação (%) Relatório Anual 20 Visão Prev. Ativos Recebível Investimento

Leia mais

Plano CV Prevdata II Benefícios - Rendas. novembro/2012

Plano CV Prevdata II Benefícios - Rendas. novembro/2012 Plano CV Prevdata II Benefícios - Rendas novembro/2012 Informações gerais sobre a administração Concedendo o Auxílio Doença da PREVDATA Auxílio Doença Carência exigida de 12 meses, exceto se for acidente

Leia mais

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO DEMONSTRATIVO DOS RESULTADOS DA AVALIAÇÃO ATUARIAL DOS PLANOS DE BENEFÍCIOS 1- SIGLA: FACHESF 2- CÓDIGO: 00361 3- RAZÃO SOCIAL: Fundação CHESF de Assistência e Seguridade Social

Leia mais

Previdência (EAPC) - Tópicos. TEMA 3.Empresas Abertas de Previdência (EAPC) e a sua Contabilidade. O que é Previdência Privada Complementar?

Previdência (EAPC) - Tópicos. TEMA 3.Empresas Abertas de Previdência (EAPC) e a sua Contabilidade. O que é Previdência Privada Complementar? FEA-USP-EAC Curso de Graduação em Ciências Contábeis Disciplina: EAC0551 -Contabilidade e Análise de Balanços de Instituições Previdenciárias TEMA 3.Empresas Abertas de Previdência (EAPC) e a sua Contabilidade

Leia mais

Balancete. Consolidado. Facopac - Sociedade Previdencia Privada C.N.P.J.: 71.562.656/0001-46. Janeiro/2012

Balancete. Consolidado. Facopac - Sociedade Previdencia Privada C.N.P.J.: 71.562.656/0001-46. Janeiro/2012 1 ATIVO 96.188.642,25 D 6.390.113,18 4.158.982,72 98.419.772,71 D 1.1 DISPONÍVEL 197.613,09 D 2.038.125,38 1.993.131,39 242.607,08 D 1.1.1 IMEDIATO 197.613,09 D 2.038.125,38 1.993.131,39 242.607,08 D 1.1.1.2

Leia mais

Renda Fixa: 88%[(78% [CDI+0,5%]+17% IMAB + 5%IMAB5)+12%(103%CDI)] Renda Variável Ativa = 100%(IBrx+6%) Inv. estruturados = IFM Inv. no exterior = BDRX

Renda Fixa: 88%[(78% [CDI+0,5%]+17% IMAB + 5%IMAB5)+12%(103%CDI)] Renda Variável Ativa = 100%(IBrx+6%) Inv. estruturados = IFM Inv. no exterior = BDRX Objetivo Os investimentos dos Planos Básico e Suplementar, modalidade contribuição definida, tem por objetivo proporcionar rentabilidade no longo prazo através das oportunidades oferecidas pelos mercados

Leia mais

COMPARATIVO DO PLANO PETROS 2 COM O PLANO TRANSPETRO

COMPARATIVO DO PLANO PETROS 2 COM O PLANO TRANSPETRO COMPARATIVO DO PLANO PETROS 2 COM O PLANO TRANSPETRO PLANO PETROS 2 O Plano PETROS 2 é um plano de benefícios estruturado na modalidade Contribuição Variável, onde os benefícios programados são de contribuição

Leia mais

1.2 Quem pode votar? É obrigatório? Podem votar os Participantes da FUNCEF, inclusive aposentados e pensionistas. O voto não é obrigatório.

1.2 Quem pode votar? É obrigatório? Podem votar os Participantes da FUNCEF, inclusive aposentados e pensionistas. O voto não é obrigatório. 1 O PLEBISCITO 1.1 Para que serve este Plebiscito? Consultar a opinião dos Participantes sobre as alternativas de solução para os planos de benefícios da FUNCEF, com saldamento do REG/REPLAN e implementação

Leia mais

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 1- SIGLA: ITAUBANCO 2- CÓDIGO: RAZÃO SOCIAL: FUNDACAO ITAUBANCO 4- NÚMERO DE PLANOS: NÚMERO DE EMPREGADOS

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 1- SIGLA: ITAUBANCO 2- CÓDIGO: RAZÃO SOCIAL: FUNDACAO ITAUBANCO 4- NÚMERO DE PLANOS: NÚMERO DE EMPREGADOS FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 7 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO 19.790.009-56 - PLANO DE BENEFÍCIOS 002 DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO 9- VALOR DE RESGATE 10- NÚMERO

Leia mais

Superintendência Nacional de Previdência Complementar - Previc - DRAA

Superintendência Nacional de Previdência Complementar - Previc - DRAA Página 1 de 9 FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 1 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO 9- VALOR DE RESGATE 10- NÚMERO DE EMPREGADOS 11- FOLHA SALÁRIO

Leia mais