O IRC e a TSU em 2013 Jorge Figueiredo

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O IRC e a TSU em 2013 Jorge Figueiredo"

Transcrição

1 O IRC e a TSU em 2013 Jorge Figueiredo

2 3,9% Aumento da receita de IRC (previsão OE 2013 face à receita prevista para 2012) 2

3 Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas Limitação à dedutibilidade de gastos de financiamento Substituição do regime de subcapitalização Limitação da dedutibilidade dos gastos de financiamento líquidos ao maior dos seguintes limites: 3 milhões de Euros 30% do EBITDA Limite de 70% em 2013 Regime transitório: 70% em 2013 até 30% em 2017 Regime de diferimento: gastos não dedutíveis reportáveis por 5 anos; limite não utilizado reportável por 5 anos 3

4 Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas Derrama Estadual Aumento da base tributável à taxa de 5%: 3% sobre lucro tributável entre 1,5 e 7,5 milhões de Euros; 5% sobre o lucro tributável que exceda 7,5 milhões de Euros. Impacto máximo: 50 mil Euros [2,5 milhões Euros * 2% (5% - 3%)] Ajustamento dos pagamentos adicionais por conta 4

5 Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas Pagamentos por conta Realização obrigatória do segundo pagamento por conta Pagamentos especiais por conta - RETGS Antecipação de receita para 2013 Cálculo do Pagamento Especial por Conta (PEC) a nível individual 5

6 Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas Taxas Agravamento de 15% para 25% da taxa de tributação de royalties, comissões, prestações de serviços e rendimentos prediais auferidos por não residentes [2013] Agravamento de 30% para 35% das taxas de retenção na fonte sobre rendimentos de capitais [2012]: Pagos/colocados à disposição em contas abertas por conta de terceiros não identificados; Obtidos por entidades domiciliadas em paraísos fiscais. 6

7 Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas Autorizações legislativas Incentivos fiscais ao investimento Prorrogação do RFAI até 2017 e aumento da percentagem de dedução à coleta até 50% Criação de dedução à coleta de até 10% dos lucros retidos e reinvestidos (DLRR) e entradas de capital aplicados na aquisição de ativos elegíveis Dedução à coleta de IRS/IRC de uma percentagem até 20% das entradas de capital efetuadas nos primeiros três exercícios de atividade de sociedades recém constituídas 7

8 Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas Fundos de investimento mobiliário Agravamento de 21,5% para 25% da taxa aplicável ao saldo positivo das mais-valias e menos-valias Fundos de investimento imobiliário Agravamento de 20% para 25% da taxa aplicável aos rendimentos prediais 8

9 A TSU em

10 A TSU Taxa Social Única Proposta Aumento de 11% para 18% da taxa contributiva do trabalhador Redução de 23,75% para 18% da taxa contributiva do empregador Criação fundo de reserva, não distribuível Recuo no aumento previsto da taxa contributiva do trabalhador e na diminuição da taxa contributiva do empregador 10

11 Notas finais Aumento em 3,9% da receita fiscal de IRC em 2013 Penalização das entidades com elevados encargos financeiros Aumento da tributação de entidades não residentes Revitalização de incentivos fiscais ao investimento 11

12 Obrigado This publication has been prepared for general guidance on matters of interest only, and does not constitute professional advice. You should not act upon the information contained in this publication without obtaining specific professional advice. No representation or warranty (express or implied) is given as to the accuracy or completeness of the information contained in this publication, and, to the extent permitted by law. PricewaterhouseCoopers, its members, employees and agents do not accept or assume any liability, responsibility or duty of care for any consequences of you or anyone else acting, or refraining to act, in reliance on the information contained in this publication or for any decision based on it PricewaterhouseCoopers. All rights reserved. In this document, refers to PricewaterhouseCoopers & Associados - Sociedade de Revisores Oficiais de Contas, Lda., which is a member firm of PricewaterhouseCoopers International Limited, each member firm of which is a separate legal entity.

www.pwc.com Aspectos Tributários atuais aplicáveis à Indústria da Mineração.

www.pwc.com Aspectos Tributários atuais aplicáveis à Indústria da Mineração. www.pwc.com Aspectos Tributários atuais aplicáveis à Indústria da Mineração. Agenda 1. TFRM 2. Transfer Pricing PECEX 3. CFEM 4. Conclusão PwC 2 www.pwc.com TFRM Taxa de Controle, Acompanhamento e Fiscalização

Leia mais

26-10-2011. www.pwc.com/pt. Impostos Indirectos OE2012. Agenda. Impostos Indirectos I. IVA. PwC

26-10-2011. www.pwc.com/pt. Impostos Indirectos OE2012. Agenda. Impostos Indirectos I. IVA. PwC www.pwc.com/pt Impostos Indirectos OE2012 Agenda Impostos Indirectos I. II. IECs III. Conclusão PwC 2 1 Eliminação das isenções Transmissão do direito de autor e a autorização para utilização da obra intelectual

Leia mais

Responsabilidade Corporativa Estratégia e iniciativas PwC Brasil

Responsabilidade Corporativa Estratégia e iniciativas PwC Brasil www.pwc.com/br Responsabilidade Corporativa Estratégia e iniciativas Brasil Março de 2013 Presença da no Mundo A é um network global de firmas, presente em 158 países. Mais de 180 mil profissionais em

Leia mais

Medidas Fiscais: Impostos sobre o Rendimento TITLE. Samuel Fernandes de Almeida

Medidas Fiscais: Impostos sobre o Rendimento TITLE. Samuel Fernandes de Almeida Medidas Fiscais: Impostos sobre o Rendimento TITLE Samuel Fernandes de Almeida 1 ÍNDICE Dados macroeconómicos / Caracterização das receitas fiscais Estrutura das receitas fiscais no Orçamento do Estado

Leia mais

OE 2017 IRC. Catarina. Tax Director. Orçamento do Estado Proposta de Lei. Outubro 2016 PwC

OE 2017 IRC. Catarina. Tax Director. Orçamento do Estado Proposta de Lei. Outubro 2016 PwC OE 2017 IRC Catarina Gonçalves, Tax Director - Proposta de Lei PwC 1 Reporte de prejuízos fiscais Regras de utilização Critério FIFO é eliminado: revoga-se a regra que obriga à dedução ao lucro tributável

Leia mais

Autofacts O impacto do Inovar-Auto na indústria automobilística

Autofacts O impacto do Inovar-Auto na indústria automobilística www.pwc.com.br Autofacts O impacto do Inovar-Auto na indústria automobilística 2014 Q3 1 Global Macroeconomic Scenario Cenário macroeconômico global PwC Autofacts PwC Autofacts 3 3 Panorama econômico mundial

Leia mais

Reforma do IRC Uma oportunidade única. Outubro de 2013

Reforma do IRC Uma oportunidade única. Outubro de 2013 Reforma do IRC Uma oportunidade única Outubro de 2013 Agenda Os desafios da Reforma do IRC Enquadramento internacional Contributo EY para a Reforma do IRC Sugestões EY Q&A? Page 2 Os desafios da Reforma

Leia mais

BTOC NEWS ESPECIAL

BTOC NEWS ESPECIAL PROPOSTA DE LEI D0 ORÇAMENTO DE ESTADO 2013 BTOC APP BTOC LANÇOU A SUA APLICAÇÃO APP PARA IPAD, IPHONE E TABLETS. AGORA, AO ALCANCE DE UM SIMPLES CLIQUE, AS EMPRESAS E AS ORGANIZAÇÕES PASSAM A TER PERMANENTEMENTE

Leia mais

Portugal: Um hub para o Investimento Directo Estrangeiro? Angola e Brasil. Jaime Carvalho Esteves 8 Junho 2011

Portugal: Um hub para o Investimento Directo Estrangeiro? Angola e Brasil. Jaime Carvalho Esteves 8 Junho 2011 www.pwc.com/pt : Um hub para o Investimento Directo Estrangeiro? Angola e Brasil Jaime Carvalho Esteves Universidade Católica Portuguesa - Lisboa Agenda 1. Introdução 2. Investir em Angola e no Brasil

Leia mais

Orçamento do Estado 2016

Orçamento do Estado 2016 www.pwc.pt/orcamentoestado Orçamento do Estado 2016 Proposta de Lei Resumo dos aspetos essenciais do Orçamento do Estado para 2016 OE 2016 IRC Catarina Gonçalves, Tax Director 2 A importância do IRC Peso

Leia mais

www.pwcacademy.pt Soluções de Outsourcing na gestão da formação PwC Academy

www.pwcacademy.pt Soluções de Outsourcing na gestão da formação PwC Academy www.pwcacademy.pt Soluções de Outsourcing na gestão da formação PwC Academy Novembro 2010 Antecipar o futuro 1. Desafios 2. Porquê o Outsourcing na gestão da formação? 3. A nossa metodologia 4. Porquê

Leia mais

Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares Leendert Verschoor

Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares Leendert Verschoor www.pwc.pt Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares Leendert Verschoor Grandes Opções do Plano 2012-2015 Alargamento da base tributável e simplificação do sistema fiscal Redução das deduções à

Leia mais

Património vs Indiretos: o dilema

Património vs Indiretos: o dilema www.pwc.pt/orcamentoestado Património vs Indiretos: o dilema Orçamento do Estado 2017 Património PwC 2 Novidades 0,3% 1% Criação do Adicional ao Imposto Municipal sobre Imóveis (AIMI) de 0,3% sobre a soma

Leia mais

Incentivos Financeiros e Fiscais Global Incentives Management

Incentivos Financeiros e Fiscais Global Incentives Management Incentivos Financeiros e Fiscais Global Incentives Management Incentivos Índice 1. Apresentação i. Incentivos Financeiros ii. Incentivos Fiscais 2. Metodologia i. Apresentação ii. iii. iv. Analysis & Reporting

Leia mais

Conceito de tributação efectiva de lucros distribuídos

Conceito de tributação efectiva de lucros distribuídos 15 de Novembro de 2011 Tax Alert Conceito de tributação efectiva de lucros distribuídos For additional information, please contact: António Neves antonio.neves@pt.ey.com Carlos Lobo carlos.lobo@pt.ey.com

Leia mais

Reforma do IRC e OE 2014

Reforma do IRC e OE 2014 Fevereiro 2014 Audit Tax Outsourcing Consulting Corporate Finance Information Systems An independent member of Baker Tilly International Payroll IRS e Segurança Social Ameaças Conceito de regularidade

Leia mais

Perspectivar os negócios de amanhã

Perspectivar os negócios de amanhã www.pwc.com/pt/tax/ma Perspectivar os negócios de amanhã O impacto das últimas medidas fiscais na actividade de M&A Management 2 PwC Clarificação dos conceitos de gratificação e de carácter regular para

Leia mais

As medidas anti abuso, os dividendos e o conceito de tributação efectiva

As medidas anti abuso, os dividendos e o conceito de tributação efectiva www.pwc.com/pt As medidas anti abuso, os dividendos e o conceito de tributação efectiva Jaime Carvalho Esteves Jaime Carvalho Esteves OROC, Janeiro de 2011 Agenda Introdução O Abuso Cláusula Geral e Cláusulas

Leia mais

Orçamento do Estado 2017 Lei Final Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas

Orçamento do Estado 2017 Lei Final Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas Orçamento do Estado 2017 Lei Final Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas É de louvar o fim da aplicação do critério FIFO na utilização dos prejuízos

Leia mais

Impacto do VPT nos Impostos sobre o Rendimento

Impacto do VPT nos Impostos sobre o Rendimento www.pwc.com Impacto do VPT nos Impostos sobre o Rendimento 16 de janeiro de 2013 O que é o Valor Patrimonial Tributário (VPT)? VPT = Vc x A x Ca x Cl x Cq x Cv Vc Valor de base dos prédios edificados (valor

Leia mais

Guia Fiscal 2012. Índice. Informação Fiscal 7. Região Autónoma da Madeira. Imposto sobre o rendimento das pessoas singulares (IRS)

Guia Fiscal 2012. Índice. Informação Fiscal 7. Região Autónoma da Madeira. Imposto sobre o rendimento das pessoas singulares (IRS) Guia Fiscal 2012 Guia Fiscal 2012 Índice Informação Fiscal 7 Região Autónoma da Madeira 59 Imposto sobre o rendimento das pessoas singulares (IRS) 14 Desvalorizações excepcionais de elementos do activo

Leia mais

CEJ - Seminário sobre Arrendamento Urbano

CEJ - Seminário sobre Arrendamento Urbano CEJ - Seminário sobre Arrendamento Urbano Arrendamento e Direito Fiscal Paula Rosado Pereira Professora da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa 15 de abril de 2016 Tributação em IRS dos rendimentos

Leia mais

DIA OBRIGAÇÕES IMPRESSOS LOCAL DE ENTREGA LOCAL DE PAGAMENTO OBSERVAÇÕES. Internet

DIA OBRIGAÇÕES IMPRESSOS LOCAL DE ENTREGA LOCAL DE PAGAMENTO OBSERVAÇÕES. Internet Outubro 22 22 22 IVA 22 IVA IVA IRS/IRC/Selo relativas a Setembro de Pagamento das contribuições relativas a Setembro de Selo, referentes a Setembro de Setembro de Envio de declaração recapitulativa trimestral

Leia mais

Legislação REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA - ASSEMBLEIA LEGISLATIVA. Decreto Legislativo Regional n.º 5-A/2014/M

Legislação REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA - ASSEMBLEIA LEGISLATIVA. Decreto Legislativo Regional n.º 5-A/2014/M Legislação Diploma Decreto Legislativo Regional n.º 5-A/2014/M Estado: Vigente Resumo: Altera o regime jurídico da derrama regional Publicação: Diário da República n.º 140, Série I, 1.º suplemento, de

Leia mais

O essencial do OE 2013

O essencial do OE 2013 Resumo dos aspectos essenciais do Orçamento do Estado para 2013 Um OE para executar p. 4 / Proposta de lei e Orçamento retificativo p. 9 / IRS p. 12 / Segurança Social p. 20 / IRC p. 23 / IVA e outros

Leia mais

Orçamento de Estado 2013

Orçamento de Estado 2013 Orçamento de Estado 2013 IRS Imposto Sobre o Rendimento das Pessoas Singulares, IRC Imposto Sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas, IVA Imposto Sobre o Valor Acrescentado, IESC Impostos Especiais Sobre

Leia mais

O SNC e os juízos de valor Auditoria e estimativa

O SNC e os juízos de valor Auditoria e estimativa www.pwc.com/pt O SNC e os juízos de valor Ana Catarina Vieira Universidade de Coimbra Agenda 1. Overview 2. Auditoria fiscal e a estimativa 3. Conclusão (planeamento ) 2 Overview 3 Overview Conceito tradicional

Leia mais

O Acordo de Dupla Tributação Portugal Brasil: questões

O Acordo de Dupla Tributação Portugal Brasil: questões O Acordo de Dupla Tributação Portugal Brasil: questões prá(c (c)ticas Mais-valias, dividendos e juros sobre o capital próprio prio 8 de Março o de 2010 TAX Índice Breve enquadramento O ADT Portugal Brasil

Leia mais

Qual o valor do subsídio de refeição para 2017? Possuo um alojamento local. A que tributação estarei sujeito em 2017?

Qual o valor do subsídio de refeição para 2017? Possuo um alojamento local. A que tributação estarei sujeito em 2017? Proposta de Lei do Orçamento do Estado para 2017 IRS Qual o valor do subsídio de refeição para 2017? Foi atualizado valor do subsídio de refeição diário aplicável a funcionários públicos em 0,25. O valor

Leia mais

Tributação das Empresas Tributação do Lucro e dos Lucros Recebidos

Tributação das Empresas Tributação do Lucro e dos Lucros Recebidos Tributação das Empresas Tributação do Lucro e dos Lucros Recebidos Mariana Gouveia de Oliveira Índice 1. Perspetiva Geral 2. Alterações ao Regime de Participation Exemption 3. Reporte de Prejuízos 4. Tributação

Leia mais

Jovens Profissionais: Conectando-se com IAAPA REDEMPTION MERCHANDISING STRATEGIES

Jovens Profissionais: Conectando-se com IAAPA REDEMPTION MERCHANDISING STRATEGIES Jovens Profissionais: Conectando-se com IAAPA INTERNATIONAL ASSOCIATION OF AMUSEMENT PARKS AND ATTRACTIONS WEBINAR DISCLAIMER IAAPA makes no representations or warranties about the accuracy or suitability

Leia mais

Orçamento do Estado para empresas. Jaime Carvalho Esteves Porto, 17 de Janeiro

Orçamento do Estado para empresas. Jaime Carvalho Esteves Porto, 17 de Janeiro Orçamento do Estado para 2012 Impacto na vida das empresas Jaime Carvalho Esteves Porto, 17 de Janeiro de 2012 Agenda 1. Enquadramento 2. Principais alterações materiais 3. Principais alterações adjectivas

Leia mais

Código Fiscal do Investimento. 3º encontro 5/12/2014

Código Fiscal do Investimento. 3º encontro 5/12/2014 Código Fiscal do Investimento 3º encontro 5/12/2014 Estrutura da apresentação 1) O Código Fiscal do Investimento: Introdução 2) Benefícios Fiscais Contratuais ao Investimento Produtivo 3) SIFIDE 4) Regime

Leia mais

Calendário das Obrigações Fiscais e Parafiscais para o mês de MAIO DE 2015

Calendário das Obrigações Fiscais e Parafiscais para o mês de MAIO DE 2015 Calendário das Obrigações Fiscais e Parafiscais para o mês de MAIO DE 2015 OBRIGAÇÕES RELATIVAS AO IMPOSTO SOBRE O RENDIMENTO DAS PESSOAS SINGULARES (IRS) E IMPOSTO SOBRE O RENDIMENTO DAS PESSOAS COLETIVAS

Leia mais

O IRS no Orçamento do Estado para Audit Tax Advisory Consulting

O IRS no Orçamento do Estado para Audit Tax Advisory Consulting Audit Tax Advisory Consulting Tributação "Subsídio de Refeição" Tributado na parte que exceder em 50% o limite legal ou 70% se for atribuído através de vales de refeição Tributado na parte que exceder

Leia mais

Tributação dos advogados , delegação de Viana do Castelo

Tributação dos advogados , delegação de Viana do Castelo Tributação dos advogados 04-03-2015, delegação de Viana do Castelo Introdução Tributação dos advogados: - -advogadode empresa categoriaa - IRS regime simplificado cat. B - IRS Contabilidade organizada

Leia mais

Principais constrangimentos dos actuais modelos de Pricing

Principais constrangimentos dos actuais modelos de Pricing Mário Trinca Quando existem uma multiplicidade de Produtos / Serviços, oferecidos a diferentes segmentos de clientes, através de diversos canais de distribuição, em várias geografias, nunca é fácil responder

Leia mais

Fiscalidade Carga horária: 36 horas

Fiscalidade Carga horária: 36 horas Fiscalidade Carga horária: 36 horas PROGRAMA 1. O Sistema Fiscal Português (1 hora: Sérgio Cruz) 1.1. Os impostos nos orçamentos do Estado 1.2. Evasão e fraude fiscais 1.3. Benefícios fiscais 1.4. Contencioso

Leia mais

calendário fiscal para pessoas colectivas jan2016dez2016

calendário fiscal para pessoas colectivas jan2016dez2016 calendário fiscal para pessoas colects jan2016dez2016 janeiro... 02 fevereiro... 04 março... 05 abril... 06 maio... 08 junho... 09 julho... 10 agosto... 12 setembro... 13 outubro... 14 novembro... 15 dezembro...

Leia mais

Orçamento do Estado 2013 Medidas que fazem diferença

Orçamento do Estado 2013 Medidas que fazem diferença Orçamento do Estado 2013 Medidas que fazem diferença Dezembro 2012 Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (IRS) 2012 Deloitte & Associados SROC, S.A. Categoria A Rendimentos do trabalho dependente

Leia mais

ANÁLISE ÀS PRINCIPAIS MEDIDAS FISCAIS

ANÁLISE ÀS PRINCIPAIS MEDIDAS FISCAIS Lisboa, 17 de outubro 2016 PROPOSTA DE ORÇAMENTO DO ESTADO PARA 2017 ANÁLISE ÀS PRINCIPAIS MEDIDAS FISCAIS Pensões até 628 euros sobem 10 euros entre janeiro e julho As pensões até 628 vão sofrer um aumento

Leia mais

Calendário fiscal 2016

Calendário fiscal 2016 www.pwc.pt/tax Uma compilação das principais obrigações fiscais e parafiscais de periodicidade regular das pessoas coletivas e das pessoas singulares A PwC Os conteúdos aqui apresentados são de natureza

Leia mais

www.pwc.com Tendências em Segurança da Informação e-gov Melhores Práticas 26/10/2010

www.pwc.com Tendências em Segurança da Informação e-gov Melhores Práticas 26/10/2010 www.pwc.com Tendências em Segurança da Informação e-gov Melhores Práticas 26/10/2010 Agenda 1 Metodologia ESBM TM SecurityATLAS TM CoE 3 Alguns Casos 2 Algumas Tendências Cloud Computing Data Loss Prevention

Leia mais

Revisão da Reforma do IRC

Revisão da Reforma do IRC WORKSHOP BARROCAS/MONERIS Jorge Pires 8 de janeiro de 2015 Lei n.º 2/2014, de 16 de janeiro Trabalhos desenvolvidos pela Comissão de Reforma do IRC em 2013 Vetores da reforma do IRC Promover a simplificação

Leia mais

Trabalhadores dependentes

Trabalhadores dependentes Código dos Regimes Contributivos do Sistema Previdencial de Segurança Social - Principais alterações Trabalhadores dependentes Ana Duarte PwC Agenda 1. Base de incidência (novas componentes) 2. Taxas 3.

Leia mais

Lei do Orçamento do Estado para Alterações relevantes em sede de IRS:

Lei do Orçamento do Estado para Alterações relevantes em sede de IRS: Guia Fiscal IRS 2014 Esta informação é um resumo dos benefícios fiscais associados a produtos comercializados pelo NOVO BANCO, constantes da Lei do Orçamento do Estado (OE) para 2014 - Lei nº. 83-C/2013,

Leia mais

Impacto Fiscal da Proposta de Lei do Orçamento do Estado para 2013

Impacto Fiscal da Proposta de Lei do Orçamento do Estado para 2013 Impacto Fiscal da Proposta de Lei do Orçamento do Estado para 2013 ÍNDICE: I. Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares 2 II. Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Colectivas 5 III. Imposto sobre

Leia mais

Doing Business with Brazil : Investimentos em Portugal: Aspectos tributários

Doing Business with Brazil : Investimentos em Portugal: Aspectos tributários Doing Business with Brazil : Investimentos em Portugal: Aspectos tributários Sumário 1. Condições favoráveis ao aumento do investimento externo em Portugal 2. Principais Incentivos Fiscais ao Investimento

Leia mais

Participation Exemption: Novos Problemas. António Rocha Mendes Outubro de 2013

Participation Exemption: Novos Problemas. António Rocha Mendes Outubro de 2013 Participation Exemption: Novos Problemas António Rocha Mendes Outubro de 2013 Estrutura Comentários gerais à reforma do IRC Desenvolvimento de um regime de participation exemption Temas conexos com a participation

Leia mais

Pensar Angola. Aspectos fiscais do investimento português em Angola. PwC. Jaime Esteves. Fevereiro Banco BIC Portugal

Pensar Angola. Aspectos fiscais do investimento português em Angola. PwC. Jaime Esteves. Fevereiro Banco BIC Portugal Aspectos fiscais do investimento português em Angola Jaime Esteves Banco BIC Portugal PwC Agenda 1 Tributação de Rendimentos em Angola 2 Investir em Angola a partir de Portugal 3 Tributação em Portugal

Leia mais

Economia e Finanças Públicas Aula T O sistema fiscal português. Bibliografia. Conceitos a reter

Economia e Finanças Públicas Aula T O sistema fiscal português. Bibliografia. Conceitos a reter Economia e Finanças Públicas Aula T12 3.4. O sistema fiscal português 3.4.1. Breve caracterização 3.4.2. Impostos sobre o rendimento: IRS e IRC EFP - ISEG 1 Bibliografia Obrigatória: Livro de EFP, Cap.

Leia mais

BENEFÍCIOS FISCAIS RENDIMENTOS ISENTOS REGIME DE ISENÇÃO TEMPORÁRIA ZONA FRANCA DA MADEIRA E DA ILHA DE SANTA MARIA

BENEFÍCIOS FISCAIS RENDIMENTOS ISENTOS REGIME DE ISENÇÃO TEMPORÁRIA ZONA FRANCA DA MADEIRA E DA ILHA DE SANTA MARIA MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO-GERAL DOS IMPOSTOS DECLARAÇÃO ANUAL 01 N. o DE IDENTIFICAÇÃO FISCAL (NIPC) 02 EXERCÍCIO 1 BENEFÍCIOS FISCAIS 1 IRC ANEXO F 03 RENDIMENTOS ISENTOS 031 ARTIGO 33. O, N. O

Leia mais

OBRIGAÇÕES PAGAMENTO. Última atualização janeiro: 2016

OBRIGAÇÕES PAGAMENTO. Última atualização janeiro: 2016 OBRIGAÇÕES PAGAMENTO 2016 Última atualização janeiro: 2016 DIA 11 apurado na declaração respeitante a novembro do ano anterior, pelos sujeitos passivos abrangidos pela periodicidade mensal do regime normal.

Leia mais

MANUAL DE CONTABILIDADE PARA JURISTAS ÍNDICE

MANUAL DE CONTABILIDADE PARA JURISTAS ÍNDICE MANUAL DE CONTABILIDADE PARA JURISTAS ÍNDICE CAPÍTULO I. DEFINIÇÕES E DIVISÕES DA CONTABILIDADE 1 DEFINIÇÕES DE CONTABILIDADE 2 DIVISÕES DA CONTABILIDADE CAPÍTULO II. ANÁLISE DOS PRINCIPAIS CONCEITOS CONTABILÍSTICOS

Leia mais

IRC e competitividade. António Martins Outubro de 2012

IRC e competitividade. António Martins Outubro de 2012 IRC e competitividade António Martins Outubro de 2012 1 1. Competitividade: uma perspetiva pessoal Capacidade de os agentes económicos venderem bens e serviços a preços que o consumidor julgue atrativos

Leia mais

Copyright All rights reserved.

Copyright All rights reserved. Copyright 2014. All rights reserved. 2 Copyright 2014. All rights reserved. Copyright 2014. All rights reserved. 4 MÚLTIPLOS FABRICANTES ALTOS CUSTOS MÚLTIPLAS SOLUÇÕES POUCO CONTROLE RPO/RTO MUITO TREINAMENTO

Leia mais

www.pwc.com/pt empresarial Jorge Figueiredo

www.pwc.com/pt empresarial Jorge Figueiredo www.pwc.com/pt Fiscalidade pessoal e empresarial Jorge Figueiredo 18 de Fevereiro de 2011 Agenda 1. IRS 1.1 Alterações das taxas 1.2 Outros rendimentos 1.3 Dedução específica Categoria A 1.4 Reporte de

Leia mais

MODELO 3 IRS IMPRESSO 2013 CAMPANHA DE ENTREGA DAS DECLARAÇÕES IRS 2012

MODELO 3 IRS IMPRESSO 2013 CAMPANHA DE ENTREGA DAS DECLARAÇÕES IRS 2012 MODELO 3 IRS IMPRESSO 2013 CAMPANHA DE ENTREGA DAS DECLARAÇÕES IRS 2012 QUEM DEVE APRESENTAR A DECLARAÇÃO Os sujeitos passivos residentes quando estes ou os dependentes que integram o agregado familiar

Leia mais

QUADRO RESUMO DOS PRINCIPAIS IMPOSTOS CABO VERDIANOS. Imposto Base de incidência Taxa

QUADRO RESUMO DOS PRINCIPAIS IMPOSTOS CABO VERDIANOS. Imposto Base de incidência Taxa SISTEMA TRIBUTÁRIO QUADRO RESUMO DOS PRINCIPAIS IMPOSTOS CABO VERDIANOS Imposto Base de incidência Taxa IRPS Os residentes são tributados por todos os rendimentos mesmo os obtidos fora de Moçambique, os

Leia mais

CIRCULAR. Gabinete Jurídico-Fiscal

CIRCULAR. Gabinete Jurídico-Fiscal CIRCULAR Gabinete Jurídico-Fiscal N/REFª: 16/2014 DATA: 5 de Março de 2014 Assunto: IRC EBF Benefício ao Reinvestimento de Lucros e Reservas Exmos. Senhores, Para conhecimento, junto se envia a Circular

Leia mais

de Investimento em Angola e Cabo Verde

de Investimento em Angola e Cabo Verde Conferência Client Perspectivas name appears e Oportunidades here de Investimento em Angola e Cabo Verde PwC Conferência Estruturas de Investimento: Angola Catarina Nunes Agenda Introdução 1 Ficha de Angola:

Leia mais

d) 400. Justificação:

d) 400. Justificação: 1. Os juros de suprimentos recebidos (pessoas singulares e colectivas): a) São objecto de retenção na fonte à taxa de 15%; b) São objecto de retenção na fonte a uma taxa liberatória de 15%; c) São objecto

Leia mais

Orçamento de Estado 2014 / Reforma do IRC

Orçamento de Estado 2014 / Reforma do IRC Integralconta Gabinete de Contabilidade e Fiscalidade, Lda. Orçamento de Estado 2014 / Reforma do IRC 15 de Janeiro de 2014 1 Conteúdo Imposto sobre o rendimento das pessoas coletivas (IRC)... 3 Código

Leia mais

Tax Alert. Novo Código do Imposto sobre os Rendimentos do Trabalho. Incidência. Não sujeito

Tax Alert. Novo Código do Imposto sobre os Rendimentos do Trabalho. Incidência. Não sujeito Outubro de 2014 Tax Alert Aprovação do novo Código do Imposto sobre os Rendimentos do Trabalho Novo Código do Imposto sobre os Rendimentos do Trabalho Foi publicada a 22 de Outubro de 2014, a Lei n.º 18/14,

Leia mais

Conselho da CIP para a Construção e o Imobiliário

Conselho da CIP para a Construção e o Imobiliário Conselho da CIP para a Construção e o Imobiliário 8.novembro.2012 Tributação sobre o Património Imobiliário Tributação sobre o Património Lei n.º 55-A/2012, de 29 de outubro, cria uma nova taxa em sede

Leia mais

NEWSLETTER Março 2014 TRIBUTAÇÕES AUTÓNOMAS

NEWSLETTER Março 2014 TRIBUTAÇÕES AUTÓNOMAS NEWSLETTER Março 2014 TRIBUTAÇÕES AUTÓNOMAS TRIBUTAÇÕES AUTÓNOMAS Índice 1. TA 2013 3 2. TA 2014 5 3 1. Ano 2013 O artigo 88.º do CIRC especifica as taxas de tributação autónomas aplicáveis ao fecho das

Leia mais

FISCALIDADE DE EMPRESA II

FISCALIDADE DE EMPRESA II FISCALIDADE DE EMPRESA II Questionário Ano 2006 Carlos Manuel Freitas Lázaro 1 1. É tributado como rendimento da categoria B: A) A indemnização paga pela companhia de seguros a empresário em nome individual,

Leia mais

Constituição de Empresa em Portugal por cidadãos de países terceiros à UE e aspetos de permanência em território nacional

Constituição de Empresa em Portugal por cidadãos de países terceiros à UE e aspetos de permanência em território nacional Constituição de Empresa em Portugal por cidadãos de países terceiros à UE e aspetos de permanência em território nacional O princípio que norteia o quadro normativo português é o da não discriminação do

Leia mais

Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Colectivas (IRC)

Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Colectivas (IRC) FLASH NEWS FISCAL N.º 2 (IRC) PROPOSTA ORÇAMENTO DE ESTADO 2012 Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Colectivas (IRC) Taxas de IRC É eliminada a taxa de 12,5% aplicável aos primeiros 12.500,00 de matéria

Leia mais

Getting to the point. Concretização de autorização legislativa para alterações em matéria de Imposto do Selo, IUC, IVA, IRS, IRC e IMI

Getting to the point. Concretização de autorização legislativa para alterações em matéria de Imposto do Selo, IUC, IVA, IRS, IRC e IMI Tax News Flash n.º9/2016 1 de Agosto de 2016 Getting to the point Concretização de autorização legislativa para alterações em matéria de Imposto do Selo, IUC, IVA, IRS, IRC e IMI No uso da autorização

Leia mais

Tabela Mensal de Obrigações - Agosto/2016 Setor Contábil

Tabela Mensal de Obrigações - Agosto/2016 Setor Contábil Tabela Mensal de Obrigações - Agosto/2016 Setor Contábil Dia 03 (quarta-feira) Recolhimento do correspondente aos fatos geradores ocorridos no período de 21 a 31.07.2016, incidente sobre rendimentos de:

Leia mais

IMPOSTO SOBRE O RENDIMENTO DAS PESSOAS SINGULARES (IRS)

IMPOSTO SOBRE O RENDIMENTO DAS PESSOAS SINGULARES (IRS) ALTERAÇÕES AO IRS, IRC, IMPOSTO DO SELO E LGT A Lei 55-A/2012, de 29 de Outubro introduziu alterações relevantes no Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (IRS), Imposto sobre o Rendimento das

Leia mais

PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Grupo Parlamentar. Proposta de Lei nº 37/XIII/2.ª Aprova o Orçamento do Estado para 2017

PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Grupo Parlamentar. Proposta de Lei nº 37/XIII/2.ª Aprova o Orçamento do Estado para 2017 PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Grupo Parlamentar Proposta de Lei nº 37/XIII/2.ª Aprova o Orçamento do Estado para 2017 [ ]: Proposta de Alteração Artigo 168.º [Aditamento ao Código do Imposto Municipal sobre

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE TÉCNICOS DE CONTABILIDADE

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE TÉCNICOS DE CONTABILIDADE MAPA DE OBRIGAÇÕES FISCAIS E PARAFISCAIS DE JULHO 2016 Dia 11: IVA: Envio da declaração mensal referente ao mês de maio 2016 e anexos. IRS/IRC/SEGURANÇA SOCIAL: Declaração de rendimentos pagos e de retenções,

Leia mais

1.2. Ajudas de custo. Foi apresentada, no Parlamento, a proposta do Orçamento do Estado para 2013.

1.2. Ajudas de custo. Foi apresentada, no Parlamento, a proposta do Orçamento do Estado para 2013. Web version Update preferences Unsubscribe TABLE OF CONTENTS 1. IMPOSTO SOBRE O RENDIMENTO DAS PESSOAS SINGULARES (IRS) 1.1. Trabalhadores dependentes (categoria A) 1.2. Ajudas de custo 1.3. Trabalhadores

Leia mais

Fiscalidade na actividade de olivicultura

Fiscalidade na actividade de olivicultura Fiscalidade na actividade de olivicultura Luís Falcato Tax Partner da DFK Portugal E-mail: luis.falcato@dfk.com.pt Tel. Dir.: 21 324 34 97 Beja, 25 de Fevereiro de 2011 Fiscalidade na actividade de olivicultura

Leia mais

Introdução à Reforma do IRC. Abílio Sousa Janeiro 2014

Introdução à Reforma do IRC. Abílio Sousa Janeiro 2014 Introdução à Reforma do IRC Janeiro 2014 novo regime simplificado alterações aos pagamentos especiais por conta grandes vetores da reforma do IRC 2 Programa: 1. 2. 3. 4. 5. 6. O novo regime simplificado

Leia mais

Orçamento do Estado para 2016: Alterações em sede de IRC

Orçamento do Estado para 2016: Alterações em sede de IRC MAI 2016 Orçamento do Estado para 2016: Alterações em sede de IRC ENQUADRAMENTO A Lei nº 7-A/2016, de 30 de março (Orçamento do Estado para 2016), consagra as principais medidas introduzidas na legislação

Leia mais

PROPOSTA ORÇAMENTO DE ESTADO PARA 2017

PROPOSTA ORÇAMENTO DE ESTADO PARA 2017 CLICK TO EDIT MASTER TITLE STYLE 1 Óscar Veloso Dezembro 2016 2 PROPOSTA ORÇAMENTO DE ESTADO PARA 2017 1 PROGRAMA 3 Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares Imposto sobre o Rendimento das Pessoas

Leia mais

Investimento Imobiliário: Principais Aspetos Fiscais

Investimento Imobiliário: Principais Aspetos Fiscais Investimento Imobiliário: Principais Aspetos Fiscais 1 All the lawyers know what s happening on the case and work really well as a team. It sets them apart from others in the market. Client reference from

Leia mais

Orçamento do Estado 2017 Lei Final IRS e Segurança Social

Orçamento do Estado 2017 Lei Final IRS e Segurança Social Orçamento do Estado 2017 Lei Final IRS e Segurança Social IRS e Segurança Social A declaração automática de rendimentos vai simplificar as obrigações declarativas de vários contribuintes. Leendert Verschoor,

Leia mais

21% 21% A Lei das Finanças Regionais prevê que a RAM possa fixar uma taxa 20% inferior à aplicável em Portugal Continental 2.

21% 21% A Lei das Finanças Regionais prevê que a RAM possa fixar uma taxa 20% inferior à aplicável em Portugal Continental 2. 01 IRC 1 21% 21% A Lei das Finanças Regionais prevê que a RAM possa fixar uma taxa 20% inferior à aplicável em Portugal Continental 2. 5% ; 2.5% (ZFI 8 sob condições) 80% de isenção das derramas (imposto

Leia mais

CALENDÁRIO DAS OBRIGAÇÕES FISCAIS E DE SEGURANÇA SOCIAL JULHO 2016

CALENDÁRIO DAS OBRIGAÇÕES FISCAIS E DE SEGURANÇA SOCIAL JULHO 2016 CALENDÁRIO DAS OBRIGAÇÕES FISCAIS E DE SEGURANÇA SOCIAL JULHO 2016 Até 10/07/2016 Envio da Declaração periódica acompanhada dos anexos que se mostrem devidos, pelos contribuintes do regime normal mensal,

Leia mais

II Curso de Formação para os Tribunais Administrativos e Fiscais

II Curso de Formação para os Tribunais Administrativos e Fiscais Programa da Componente Profissional Área de Direito Tributário Substantivo e Processual 1.º Ciclo de formação teórico-prática II Curso de Formação para os Tribunais Administrativos e Fiscais Introdução

Leia mais

Orçamento do Estado para 2017

Orçamento do Estado para 2017 Orçamento do Estado para 2017 Conheça Orçamento as principais do Estado alterações do Orçamento do Estado para 2017, aprovado pela Lei n.º 42/2016. Audit Tax Advisory Consulting Orçamento do Estado 2017

Leia mais

NOTA INFORMATIVA. ASSUNTO: Orçamento de Estado 2014 l Processamento de Remunerações

NOTA INFORMATIVA. ASSUNTO: Orçamento de Estado 2014 l Processamento de Remunerações NOTA INFORMATIVA ASSUNTO: Orçamento de Estado 2014 l Processamento de Remunerações Considerando o disposto na Lei n.º 83-C/2013, de 31 de dezembro, diploma que aprova o Orçamento de Estado para 2014, cumpre

Leia mais

PRINCIPAIS ASPETOS FISCAIS

PRINCIPAIS ASPETOS FISCAIS Investimento Imobiliário PRINCIPAIS ASPETOS FISCAIS O presente guia tem como objetivo caracterizar o regime fiscal aplicável ao investimento imobiliário em portugal, pretendendo-se abranger os principais

Leia mais

20. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES)

20. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) 20.1. Linhas de crédito e contas correntes Taxa anual nominal (TAN) Taxa anual efetiva (TAE) Outras condições Empréstimos a taxa variável 1. Conta Corrente Conta Corrente 2. Linha Protocolo SAFIAGRI -

Leia mais

CIRCULAR Nº 11/2017 São Paulo, 22 de fevereiro de IRPF 2017 Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda

CIRCULAR Nº 11/2017 São Paulo, 22 de fevereiro de IRPF 2017 Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda CIRCULAR Nº 11/2017 São Paulo, 22 de fevereiro de 2017. IRPF 2017 Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda Pessoa Física Ano-Base 2016 Prezado Cliente, No dia 20 de fevereiro de 2017 a Receita

Leia mais

Manual Instructions for SAP Note Version 1

Manual Instructions for SAP Note Version 1 Manual Instructions for SAP Note 1973349 Version 1 TABLE OF CONTENTS 1 CHANGES TO CONTENT OF TABLE VIEW V_T596G... 3 2 CHANGES TO CONTENT OF TABLE VIEW V_T596I... 4 2 To perform the following changes,

Leia mais

Índice PPU CD Controlador de Gestão Introdução

Índice PPU CD Controlador de Gestão Introdução Índice PPU CD 1. Introdução 1.1. Contabilidade 1.1.1. Importância da Contabilidade 1.1.2. Plano de Negócios e Orçamento 1.1.3. Contabilidade de Gestão ou Analítica 1.1.4. Os Preparadores da Informação

Leia mais

Instrução n. o 14/2015 BO n. o

Instrução n. o 14/2015 BO n. o Instrução n. o 14/2015 BO n. o 9 15-09-2015... Temas Supervisão Normas Prudenciais Índice Texto da Instrução Anexo I Mapa Modelo 1 Anexo II Mapa Modelo 2 Anexo III Mapa Modelo 3 Anexo IV Instruções de

Leia mais

Exemplos práticos de aplicação da sobretaxa

Exemplos práticos de aplicação da sobretaxa Descrição do Cenário: Exemplos práticos de aplicação da sobretaxa Sobretaxa Exemplo 1 (Categoria A) Rendimentos tributáveis: Rendimentos de trabalho dependente (Categoria A), auferindo cada sujeito passivo

Leia mais

A estruturação de PPP no sector das águas em Angola. 15 de Setembro de 2011

A estruturação de PPP no sector das águas em Angola. 15 de Setembro de 2011 A estruturação de PPP no sector das águas em Angola 15 de Setembro de 2011 2050 2050 42 M 2010 19 M 1950 4 M Desafios 2050 80% Urbanização 2010 59% 1950 8% Desafios Angola e o Crescimento Energético Urbanização

Leia mais

Alterações de Preçário NOVO BANCO 2017

Alterações de Preçário NOVO BANCO 2017 janeiro de 2017 Alterações de Preçário NOVO BANCO 2017 O NOVO BANCO irá proceder a algumas revisões de preçário, para os contratos em curso de Clientes Particulares. Ao longo do ano, poderá sempre consultar

Leia mais

REVITALIZAÇÃO DO MERCADO DE CAPITAIS PROPOSTAS PRIORITÁRIAS FISCALIDADE DO MERCADO DE CAPITAIS PROPOSTAS

REVITALIZAÇÃO DO MERCADO DE CAPITAIS PROPOSTAS PRIORITÁRIAS FISCALIDADE DO MERCADO DE CAPITAIS PROPOSTAS REVITALIZAÇÃO DO MERCADO DE CAPITAIS PROPOSTAS PRIORITÁRIAS FISCALIDADE DO MERCADO DE CAPITAIS PROPOSTAS A. Introdução A débil capitalização das empresas portuguesas constitui um dos principais entraves

Leia mais

PERSPETIVAS DE REFORMA DO IRS. Miguel Sousa e Silva

PERSPETIVAS DE REFORMA DO IRS. Miguel Sousa e Silva PERSPETIVAS DE REFORMA DO IRS Miguel Sousa e Silva Objetivos da reforma Proteção da família. Fomento da mobilidade social e geográfica. Simplificação do imposto. Proteção da família Quociente familiar:

Leia mais

F U N D O D E I N V E S T I M E N TO I M O B I L I Á R I O F E C H A D O T U R Í S T I C O

F U N D O D E I N V E S T I M E N TO I M O B I L I Á R I O F E C H A D O T U R Í S T I C O Pessoa Colectiva Nº. 503 511 668 Matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa sob o nº 5861 / 95 10 24 Constituída por escritura de 28.09.95, no 3º Cartório Notarial de Lisboa, publicada

Leia mais

CONFERÊNCIA OE 2016 ANÁLISE TÉCNICA IRS. Católica TAX PWC SERENA CABRITA NETO LISBOA - 11 FEVEREIRO 2016

CONFERÊNCIA OE 2016 ANÁLISE TÉCNICA IRS. Católica TAX PWC SERENA CABRITA NETO LISBOA - 11 FEVEREIRO 2016 CONFERÊNCIA OE 2016 Católica TAX PWC ANÁLISE TÉCNICA IRS SERENA CABRITA NETO LISBOA - 11 FEVEREIRO 2016 AGENDA OE 2016 IRS ALTERAÇÕES PROPOSTAS: TAXAS QUOCIENTE FAMILIAR DEDUÇÕES À COLETA REPORTE DE PERDAS

Leia mais

Reavaliação dos bens do ativo fixo tangível e das propriedades de investimento

Reavaliação dos bens do ativo fixo tangível e das propriedades de investimento 1 Reavaliação dos bens do ativo fixo tangível e das propriedades de investimento Decreto-Lei n.º 66/2016, de 3/11 José Soares Roriz 5 de dezembro de 2016 Objetivos do diploma 2 Os objetivos do diploma

Leia mais