Planejamento integrado em 4D. Metodologia BIM de planejamento e controle de obras, com integração através do REVIT, PRIMAVERA e NAVISWORKS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Planejamento integrado em 4D. Metodologia BIM de planejamento e controle de obras, com integração através do REVIT, PRIMAVERA e NAVISWORKS"

Transcrição

1

2 Planejamento integrado em 4D Metodologia BIM de planejamento e controle de obras, com integração através do REVIT, PRIMAVERA e NAVISWORKS

3 A GDP Gerenciamento e Desenvolvimento de Projetos nasceu da convicção de que o projeto deve ser o protagonista da obra. Trazemos a experiência de quarenta anos de projetos, estudos e pesquisas com foco na melhoria do produto-edifícação, desde sua concepção a seu processo de produção. Através da aplicação de tecnologias de informação, com destaque para o BIM Building Information Modelling, nossa metodologia de trabalho articula os requisitos a serem atendidos com os recursos disponíveis e a participação de todos os agentes envolvidos no processo de projeto e na produção, visando a garantir a otimização de resultados e do produto final.

4 GDP Acervo técnico Aproximadamente m² de projetos executivos realizados em 4 diferentes projetos. Dezenas de estudos de viabilidade baseados na criação de cenários diferenciados, com metodologia BIM. Consultorias para empresas e órgãos públicos; Acervo técnico de 38 anos de prática de projetos de grande porte METRO, Estações ferroviárias, vilas de mineração, laboratórios de segurança biológica, fábricas de vacinas, empreendimentos imobiliários etc. 4

5 Viniplan é uma empresa especializada em Planejamento e Controle de Projetos. Sintetizados no conceito de Gestão Eficaz de Projetos. Seu foco é a implantação de grandes empreendimentos industriais, cuja complexidade ultrapassa o senso comum e que requerem conhecimentos traduzidos em metodologias, procedimentos, aplicações em ferramentas e capacitação absoluta diferenciados das práticas usuais do mercado

6 Principais Atividades Desenvolvidas Planejamento e controle de projetos Integração de carteiras de projeto Consultoria em planejamento de projetos Auditoria em planejamento de projetos Desenvolvimento de metodologias de planejamento de projetos Cursos de capacitação em planejamento

7 Principais Clientes

8 Fluxograma básico

9 Desenvolvimento dos componentes e elementos A partir dos projetos de arquitetura, estruturas e instalações são desenvolvidas as famílias de componentes 3D. Inserir figura 9

10 Interface REVIT x PRIMAVERA Deve ser aplicada uma metodologia que garanta a interface entre os softwares. Esta metodologia é parte integrante da solução desenvolvida pela GDP e VINIPLAN Technologies. Revit Regras de interface Isto vai garantir a interoperabilidade entre os aplicativos! 10

11 Desenvolvimento do modelo 3D O modelo 3D é uma construção virtual e não apenas a representação geométrica do projeto. Seus componentes devem estar coerentes com a solução construtiva adotada. Todos os elementos construtivos do projeto devem ser representados individualmente no modelo. Inserir figura 11

12 argamassa Estrutura dos componentes no modelo Aplicativo de Orçamento Produtos Serviç o Definido por Material Aplicativo de Planejamento Atividade (s) Equipamentos e RH

13 Planejamento Tático Com base na codificação criada, o planejamento tático do projeto deverá ser elaborado, considerando todas as fases do projeto e todos os elementos construtivos. Estes elementos constituirão os objetos visualizáveis na construção virtual do projeto. 13

14 Planejamento Tático O planejamento deverá anteceder à própria engenharia e prosseguir além desta. Isto significa que o modelo 4D demonstrará não somente em que estágio se encontra um determinado elemento na construção, mas também na fabricação, na aquisição ou até mesmo na engenharia. Inserir figura Porém, este nível de planejamento não está demonstrado neste modelo. 14

15 Validação do modelo de projeto Análise de consistência do modelo 3D com auxilio de ferramentas específicas, como clash detection, para verificar se existem sobreposições, espaçamentos ou dimensões indevidas. Também é possível verificar se a solução atendeu aos requisitos de projeto. Inserir figura 15

16 Planejamento Operacional O planejamento define as atividades e as sequencias lógicas de execução, e estabelece seu relacionamento com os elementos do modelo. Após validação o cronograma é exportado para o modelo. A exportação respeita a codificação de elementos. 16

17 Importação e Atualização Com base nas regras de codificação criadas a importação do cronograma para o NAVISWORKS ocorrerá facilmente, evitando retrabalho. Esta importação deverá ser feita tantas vezes quantas forem as atualizações/mudanças do planejamento. Inserir figura 17

18 Simulação 4D A simulação 4D permite verificar eventuais incorreções, tais como clearances de montagem, deslocamento de equipamentos etc. A representação de diferentes serviços em um mesmo componente pode ser feita por diferenciação de cores. 18

19 Simulação 4D Análise de Risco A simulação 4D permite também a realização da análise de riscos do projeto, possibilitando a análise sistêmica e integrada de todo o processo construtivo pelo qual o projeto passa durante sua implementação. Tais análises devem ser com a participação de equipes interdisciplinares responsáveis pela execução do projeto. Análise de Falha Análise de Prioridade Análise de Risco Análise de Decisão 19

20 Desdobramentos No modelo 4D os elementos podem ser associados a indicadores tais como kg de aço ou m³ de concreto que somados formam indicadores de avanço ou custos acumulados por períodos, de modo a propiciar uma visão acurada do andamento do empreendimento. 20

21 Painel de controle Os elementos críticos e seus quantitativos podem ser a base para indicadores de avanço de obra, comparando-se o previsto e o realizado, tanto no nível individualizado destes elementos críticos ou como indicador geral, através da ponderação destes sobre o esforço geral. Exemplos de indicadores de avanço projetado/realizado (%) ton. de estrutura metálica - m³ de concreto m² de revestimentos... 21

22 Centralização em sistemas de BI Os dados originados de sistemas BIM são facilmente integrados a sistemas de BI Business Intelligence 22

23 Usos no controle de obra A partir do modelo 4D é possível termos sistemas de acompanhamento e controle de obra mais apurados e com interfaces gráficas amigáveis, inclusive com uso de tablets na obra. O modelo pode ainda ser base para sistemas de controle por realidade aumentada, que permitem visualizar as diferenças entre o planejado e o realizado. 25

Novos Processos de Automação, Tecnologia e BIM.

Novos Processos de Automação, Tecnologia e BIM. Novos Processos de Automação, Tecnologia e BIM. Sistemas de integração de projetos: como o BIM podem auxiliar a melhoria da qualidade, produtividade e competitividade do setor CONSTRUMETAL Apres.: Sergio

Leia mais

Santa Clara Empreendimentos

Santa Clara Empreendimentos Santa Clara Empreendimentos Uma empresa com processo de projeto BIM Link para vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=mldmnkbhg1e Um empresa nova, com processos novos. A empreendimentos Santa Clara é um

Leia mais

SEDE DA PETROBRAS EM SANTOS. 20 de outubro de 2011 SEDE DE SANTOS. Organograma

SEDE DA PETROBRAS EM SANTOS. 20 de outubro de 2011 SEDE DE SANTOS. Organograma SEDE DA PETROBRAS EM SANTOS 2º SEMINÁRIO BIM SINDUSCON / SP 20 de outubro de 2011 SEDE DE SANTOS Organograma Visão SEDE Geral do Projeto DE SANTOS Perspectiva principal Visão Geral do Projeto 2011 2007

Leia mais

BIM- Building Information Modelling e Coordenação Modular

BIM- Building Information Modelling e Coordenação Modular BIM- Building Information Modelling e Coordenação Modular PROPOSTAS DA POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO PRODUTIVO - CONSTRUÇÃO CIVIL Sergio Leusin, Arqtº sergio.leusin@gdp.arq.br 1 Deconcic: Plano de Ação 2013

Leia mais

www.cloud4project.com SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO - Objetivo 2. CAD x BIM x CIM - SMART CITIES - Conceitos genéricos - Desafios 3. CONTRIBUIÇÃO DA INTELIGÊNCIA MILITAR - Problemática da gestão da infraestrutura

Leia mais

BIM: Fundamentos básicos e processo de implantação. Apresentador: Sergio Leusin, Arqtº, D.Sc.

BIM: Fundamentos básicos e processo de implantação. Apresentador: Sergio Leusin, Arqtº, D.Sc. BIM: Fundamentos básicos e processo de implantação Apresentador: Sergio Leusin, Arqtº, D.Sc. A GDP, Gerenciamento e Desenvolvimento de Projetos Ltdª, nasceu da convicção de que o projeto deve ser o protagonista

Leia mais

CURSO TÉCNICO DE EDIFICAÇÕES METODOLOGIA BIM CONSTRUÇÃO CIVIL

CURSO TÉCNICO DE EDIFICAÇÕES METODOLOGIA BIM CONSTRUÇÃO CIVIL CURSO TÉCNICO DE EDIFICAÇÕES METODOLOGIA BIM CONSTRUÇÃO CIVIL HISTÓRICO 2013 outubro: Atualização do Plano Curso e ampliação da carga horária do Técnico de Edificações. novembro: Missão Empresarial no

Leia mais

Esse é o nosso negócio. A INFORMAÇÃO DE QUE VOCÊ PRECISA. NEM MAIS, NEM MENOS.

Esse é o nosso negócio. A INFORMAÇÃO DE QUE VOCÊ PRECISA. NEM MAIS, NEM MENOS. Esse é o nosso negócio. A INFORMAÇÃO DE QUE VOCÊ PRECISA. NEM MAIS, NEM MENOS. Novas demandas de mercado exigem que modelos técnicos consagrados sejam incorporadas a novas tecnologias, novos conhecimentos

Leia mais

KEEPCAD TECNOLOGIA JEAN CARLOS PACHER

KEEPCAD TECNOLOGIA JEAN CARLOS PACHER KEEPCAD TECNOLOGIA JEAN CARLOS PACHER A KEEPCAD TEM COMO OBJETIVO AJUDAR AS EMPRESA E PESSOAS À DESENVOLVEREM- SE TECNOLOGICAMENTE NOS MAIS SOFISTICADOS SOFTWARES E METODOLOGIAS DE PROJETO BIM não é um

Leia mais

Coordenação de Projetos. Antonio Pedro Alves de Carvalho

Coordenação de Projetos. Antonio Pedro Alves de Carvalho Coordenação de Projetos Antonio Pedro Alves de Carvalho Projetos: Definição Atividade responsável pelo desenvolvimento, organização, registro e transmissão das características físicas e tecnológicas especificadas

Leia mais

BIM - Building Information Modeling Os benefícios do planejamento através da Plataforma BIM

BIM - Building Information Modeling Os benefícios do planejamento através da Plataforma BIM BIM - Building Information Modeling Os benefícios do planejamento através da Plataforma BIM A crescente complexidade e a maior quantidade de sistemas envolvidos na construção civil atualmente exige s mais

Leia mais

BALANCED SCORECARD. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP

BALANCED SCORECARD. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP BALANCED SCORECARD Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP Gestão Estratégica e BSC Balanced Scoredcard GESTÃO ESTRATÉGICA GESTÃO

Leia mais

O uso do BIM em projetos de estações ferroviárias Experiência na prática - CPTM

O uso do BIM em projetos de estações ferroviárias Experiência na prática - CPTM O uso do BIM em projetos de estações ferroviárias Experiência na prática - CPTM Daniela Doval Santos Luiza Orsini Cavalcanti 23ª Semana de Tecnologia Metroferroviária SOBRE AS AUTORAS Daniela Doval Santos

Leia mais

Inteligência Empresarial

Inteligência Empresarial SOLUÇÕES WK Inteligência Empresarial A Solução para da WK Sistemas contempla um conjunto de ferramentas que permitem integrar através de Dashboards e Relatórios personalizados informações das diversas

Leia mais

Escopo: PROCESSOS FUNDAMENTAIS

Escopo: PROCESSOS FUNDAMENTAIS Escopo: PROCESSOS FUNDAMENTAIS Etapa:Desenvolvimento de software Disciplina: Auditoria & Qualidade em Sistemas de Informação Professor: Lucas Topofalo Integrantes: Joel Soares de Jesus Luiz R. Bandeira

Leia mais

BIM Gerenciamento de Projetos Construção Enxuta

BIM Gerenciamento de Projetos Construção Enxuta BIM Gerenciamento de Projetos Construção Enxuta FASES DE UM EMPREENDIMENTO PROJETOS PLANEJAMENTO CONSTRUÇÃO BIM GP LEAN FASES DE UM EMPREENDIMENTO PROJETOS Evolução dos Sistemas de TI Antes dos anos 80

Leia mais

AutoCAD Plant 3D 2016

AutoCAD Plant 3D 2016 AutoCAD Plant 3D 2016 Automatize o processo de roteamento de tubulações e documentação técnica para seus projetos de plantas industriais: AutoCAD Plant 3D. Projete, modele e documente plantas de processos

Leia mais

TEC 159 TECNOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES I

TEC 159 TECNOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES I TEC 159 TECNOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES I Aula 6 Projeto - Etapas Cristóvão C. C. Cordeiro Inserção no contexto de produção Objetivos de produção a serem alcançados; O projeto do produto e do processo O projeto

Leia mais

Projetos de Engenharia e Arquitetura

Projetos de Engenharia e Arquitetura Projetos de Engenharia e Arquitetura Mudança de Paradigma No passado Projetos Centralizados Foco nas Tarefas Individuais Foco na Lucratividade Profissional Mono Tarefa Concorrência Local Foco no Documento

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA CONTRATAÇÃO DE PROJETOS EM BIM (BUILDING INFORMATION MODELING)

PROCEDIMENTOS PARA CONTRATAÇÃO DE PROJETOS EM BIM (BUILDING INFORMATION MODELING) PROCEDIMENTOS PARA CONTRATAÇÃO DE PROJETOS EM BIM (BUILDING INFORMATION MODELING) EDUARDO M. ARANTES Professor EE-UFMG e Consultor BIM CEO Equipe SOPRE - Soluções on line de Projetos e Engenharia COMO

Leia mais

Avaliação da metodologia BIM através de um estudo de caso

Avaliação da metodologia BIM através de um estudo de caso Avaliação da metodologia BIM através de um estudo de caso Nicolas Alexandros Papadopoulos Departamento de Engenharia Civil PUC-Rio Rua Marquês de São Vicente, 225 Prédio Cardeal Leme - 3º andar Gávea Rio

Leia mais

DCC / ICEx / UFMG. O Modelo CMMI. Eduardo Figueiredo.

DCC / ICEx / UFMG. O Modelo CMMI. Eduardo Figueiredo. DCC / ICEx / UFMG O Modelo CMMI Eduardo Figueiredo http://www.dcc.ufmg.br/~figueiredo Um pouco de história Na década de 80, o Instituto de Engenharia de Software (SEI) foi criado Objetivos Fornecer software

Leia mais

UTILITIES E SETOR PÚBLICO

UTILITIES E SETOR PÚBLICO Segmento SERVIÇOS UTILITIES E SETOR PÚBLICO Para o subsegmento de utilities e setor público, as soluções de software de gestão para o segmento de serviços da TOTVS permitem controle, redução de custos,

Leia mais

Tecnologia BIM: Do projeto à construção

Tecnologia BIM: Do projeto à construção Tecnologia BIM: Do projeto à construção Joyce Delatorre, PMP Coordenadora Núcleo BIM AUBR-2012 Joyce Delatorre Formada em arquitetura e engenharia civil pela USP (2008). Trabalha com tecnologia BIM desde

Leia mais

COMPATIBILIZAÇÃO E COLABORAÇÃO DE PROJETOS BIM. Rodolfo Feitosa / Especialista Técnico

COMPATIBILIZAÇÃO E COLABORAÇÃO DE PROJETOS BIM. Rodolfo Feitosa / Especialista Técnico COMPATIBILIZAÇÃO E COLABORAÇÃO DE PROJETOS BIM Rodolfo Feitosa / Especialista Técnico rodolfo.feitosa@frazillioferroni.com.br AGENDA Institucional Frazillio Ferroni Introdução ao BIM Colaboração e Compatibilização

Leia mais

Vedação de fachadas, sem função estrutural. Painel pré-fabricado arquitetônico de concreto (PPAC) 1º FASE 2º FASE

Vedação de fachadas, sem função estrutural. Painel pré-fabricado arquitetônico de concreto (PPAC) 1º FASE 2º FASE UM PARALELO ENTRE A CONCEPÇÃO DOS PROJETOS DE PAINÉIS PRÉ- FABRICADOS ARQUITETÔNICOS DE CONCRETO E O CUMPRIMENTO DE SUAS FUNÇÕES COMO ELEMENTO DO SUBSISTEMA VEDAÇÃO VERTICAL Luciana Alves OLIVEIRA Mestranda

Leia mais

Fundo Brasileiro para a Biodiversidade

Fundo Brasileiro para a Biodiversidade TERMO DE REFERÊNCIA nº 007/2017 Contratação para a Área de Escritório de Projetos - PMO Responsável: Mônica Ferreira Setor: Escritório de Projetos - PMO Rio de Janeiro, 23 de junho de 2017 1. Identificação

Leia mais

Instituto Federal Sul-rio-grandense. Placa universal para controle de máquinas de lavar roupa Plano de Projeto - versão 1.0

Instituto Federal Sul-rio-grandense. Placa universal para controle de máquinas de lavar roupa Plano de Projeto - versão 1.0 Instituto Federal Sul-rio-grandense Campus Pelotas Curso de Engenharia Elétrica Planejamento e Gerenciamento de Projetos Placa universal para controle de máquinas de lavar roupa Plano de Projeto - versão

Leia mais

Princípios da Engenharia de Software aula 03

Princípios da Engenharia de Software aula 03 Princípios da Engenharia de Software aula 03 Prof.: José Honorato Ferreira Nunes Material cedido por: Prof.: Franklin M. Correia Na aula anterior... Modelos de processos de software: Evolucionário Tipos

Leia mais

INTEGRAÇÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO COM SERVIÇOS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS

INTEGRAÇÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO COM SERVIÇOS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS INTEGRAÇÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO COM SERVIÇOS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS OPERAÇÕES DO SERVIÇO DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS E OBRAS G e r e nciamento de Projetos P a r a d a s d e M a n u t e n

Leia mais

Portfolio de Atividades. Prof. João Carlos Boyadjian,PMP,MBA,MSc

Portfolio de Atividades. Prof. João Carlos Boyadjian,PMP,MBA,MSc Portfolio de Atividades Prof. João Carlos Boyadjian,PMP,MBA,MSc A JCB MANAGEMENT. é uma empresa voltada para o segmento de Gerenciamento de Projetos, Planejamento, Controle de Projetos e Produção para

Leia mais

Industrialização da Construção em Concreto

Industrialização da Construção em Concreto Industrialização da Construção em Concreto Solução para os novos desafios do Brasil Excelência em gestão da qualidade, meio ambiente e tecnologia, premissa básica para garantir a correta execução de obras

Leia mais

BIM Estágio Atual e Perspectivas: Projeto Estrutural TQS BIM. Estágio Atual e Perspectivas: Projeto Estrutural TQS. Abram Belk -

BIM Estágio Atual e Perspectivas: Projeto Estrutural TQS BIM. Estágio Atual e Perspectivas: Projeto Estrutural TQS. Abram Belk - BIM Estágio Atual e Perspectivas: Projeto Estrutural Abram Belk - abram@tqs.com.br TQS BIM O BIM do ponto de vista do projeto estrutural O BIM do ponto de vista de um fornecedor de software de projeto

Leia mais

SUPORTE TÉCNICO. Processo de implantação e atendimento do Suporte Técnico

SUPORTE TÉCNICO. Processo de implantação e atendimento do Suporte Técnico 1 SUPORTE TÉCNICO Processo de implantação e atendimento do Suporte Técnico Histórico de Alterações Revisão Data Autor Principais Alterações 1 08/09/15 Rafael Anselmo Criação do documento 2 05/12/16 Rafael

Leia mais

Processos de software

Processos de software Processos de software 1 Processos de software Conjunto coerente de atividades para especificação, projeto, implementação e teste de sistemas de software. 2 Objetivos Introduzir modelos de processos de

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Engenharia de Software Arquitetura de Computadores Prof Kleber Akio Tanaka Igor Hondo João Jakybalis Sabrina Tavera Crise do Software Quando surgiu e o que foi? - A crise do software surgiu em 1970, quando

Leia mais

UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS UNISINOS UNIDADE ACADÊMICA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA MBA EM GESTÃO DE PROJETOS ADRIANO DE OLIVEIRA

UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS UNISINOS UNIDADE ACADÊMICA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA MBA EM GESTÃO DE PROJETOS ADRIANO DE OLIVEIRA UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS UNISINOS UNIDADE ACADÊMICA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA MBA EM GESTÃO DE PROJETOS ADRIANO DE OLIVEIRA IMPLANTAÇÃO DE PROCESSOS BIM EM ESCRITÓRIOS DE ARQUITETURA, ENGENHARIA

Leia mais

Aumentando a Produtividade e Reduzindo os Custos da Fábrica. Antonio Cabral

Aumentando a Produtividade e Reduzindo os Custos da Fábrica. Antonio Cabral Aumentando a Produtividade e Reduzindo os Custos da Fábrica Antonio Cabral acabral@maua.br Roteiro Desafio; Sistemas; O custo e o valor do controle de processo; Mapeamento; Principais indicadores usados

Leia mais

Fátima Gonçalves. BIM uma tecnologia de gerenciamento de informação com tecnologia TRIMBLE

Fátima Gonçalves. BIM uma tecnologia de gerenciamento de informação com tecnologia TRIMBLE Fátima Gonçalves BIM uma tecnologia de gerenciamento de informação com tecnologia TRIMBLE Trimble Transforming the Way the World Works ANÁLISE RAPIDEZ MODELAGEM OTIMIZAÇÃO PRODUTIVIDADE COLABORAÇÃO CONECTIVIDADE

Leia mais

Engenharia de Software. Processos. Desenvolvimento de Software Tradicionais 2014/2. Prof. Luís Fernando Garcia

Engenharia de Software. Processos. Desenvolvimento de Software Tradicionais 2014/2. Prof. Luís Fernando Garcia Engenharia de Software Processos Desenvolvimento de Software Tradicionais 2014/2 Prof. Luís Fernando Garcia LUIS@GARCIA.PRO.BR Processos Um conjunto estruturado de atividades necessárias para o desenvolvimento

Leia mais

BIM BUILDING INFORMATION MODELING. Eng. Paulo Sanchez

BIM BUILDING INFORMATION MODELING. Eng. Paulo Sanchez BIM BUILDING INFORMATION MODELING Eng. Paulo Sanchez CBIC - Responsável Desenvolvimento BIM V.P. Tecnologia e Qualidade SINDUSCON SP Diretor de Engenharia Sinco Engenharia 30 Anos no mercado da construção

Leia mais

Gerência de Projetos e Qualidade de Software. Prof. Walter Gima

Gerência de Projetos e Qualidade de Software. Prof. Walter Gima Gerência de Projetos e Qualidade de Software Prof. Walter Gima 1 Plano de Ensino e Aprendizagem 2 CONTEÚDO Compreender as diferenças entre o gerenciamento de projetos de software e outros projetos Conhecer

Leia mais

INTRODUÇÃO CREA INTRODUÇÃO. Universidade Federal do Paraná Departamento de Construção Civil Construção Civil IV. Profª. MSc. Heloisa Fuganti Campos 1

INTRODUÇÃO CREA INTRODUÇÃO. Universidade Federal do Paraná Departamento de Construção Civil Construção Civil IV. Profª. MSc. Heloisa Fuganti Campos 1 SETOR DE TECNOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE CONSTRUÇÃO CIVIL TC 042 - PROJETO ESTRUTURAL Prof.ª: MSc.: Heloisa Fuganti Campos 2017 2 INTRODUÇÃO ESTUDO PRELIMINAR Estudo da viabilidade;

Leia mais

Nossas soluções para o setor sucroenergético

Nossas soluções para o setor sucroenergético www.pwc.com.br Nossas soluções para o setor sucroenergético Centro PwC Brasil de Excelênca em Agribusiness Serviços PwC para o setor sucroenergético Agrícola Gestão de fornecedores de cana Revisão da estrutura

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Universidade São Judas Tadeu Prof. André Luiz Ribeiro Prof. Jorge Luis Pirolla Introdução à Computação Engenharia de Software Tópicos O que é Engenharia de Software? Engenharia de Software em camadas Processo

Leia mais

Sorocaba - São Paulo m 2

Sorocaba - São Paulo m 2 Sorocaba - São Paulo 10.800m 2 PRODUTOS E SERVIÇOS A CARMAR SOLUTIONS participa em +32 anos no desenvolvimento industrial do Brasil, oferecendo soluções integradas para os principais segmentos de mercado:

Leia mais

Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA 048 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA

Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA 048 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA 048 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA 1. Projeto: Projeto OEI/BRA/10/002 - Atualização dos Processos

Leia mais

Contier Arquitetura. Contier Arquitetura

Contier Arquitetura. Contier Arquitetura Apresentação Contier Arquitetura Contier Arquitetura É uma empresa de Arquitetura e Urbanismo que atua em âmbito nacional; É uma empresa capaz de criar e implementar projetos afinados com o mercado, duradouros

Leia mais

Tecnologia BIM: Do Projeto à Construção

Tecnologia BIM: Do Projeto à Construção Joyce Delatorre Método Engenharia CR4740-V O uso da tecnologia BIM tem avançado no mercado brasileiro. Construtoras buscam utilizá-la nas etapas de préconstrução e construção para aprimorar o processo

Leia mais

Gestão eficiente e integrada

Gestão eficiente e integrada Gestão eficiente e integrada Philips Tasy para Operadoras de Planos de Saúde Controle e eficiência operacional O sistema Philips Tasy disponibiliza inúmeras ferramentas que permitem aos gestores um controle

Leia mais

NAGEH Pessoas. Eixo: Capacitação e Desenvolvimento de Pessoal 28/09/2015. Compromisso com a Qualidade Hospitalar

NAGEH Pessoas. Eixo: Capacitação e Desenvolvimento de Pessoal 28/09/2015. Compromisso com a Qualidade Hospitalar Eixo: Capacitação e Desenvolvimento de Pessoal 28/09/2015 Agenda: 28/09/2015 8:30 as 9:00 h Recepção dos participantes 9:00 as 11:00 h Eixo: Capacitação e Desenvolvimento 11:00 as 11:30 h Análise de Indicadores

Leia mais

Sergio Leusin / Luciano Capistrano GDP_ Gerenciamento e Desenvolvimento de Projetos

Sergio Leusin / Luciano Capistrano GDP_ Gerenciamento e Desenvolvimento de Projetos Sergio Leusin / Luciano Capistrano GDP_ Gerenciamento e Desenvolvimento de Projetos Demonstração de template para desenvolvimento de projetos para pedido de licenciamento, com automação de cálculos de

Leia mais

Normas ISO:

Normas ISO: Universidade Católica de Pelotas Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina de Qualidade de Software Normas ISO: 12207 15504 Prof. Luthiano Venecian 1 ISO 12207 Conceito Processos Fundamentais

Leia mais

PROGRAMA DE MELHORIA

PROGRAMA DE MELHORIA Sistema de Abastecimento de Água (SAA) PROGRAMA DE MELHORIA - do planejamento à aplicação real - Engª Priscila Faria CREA-RJ 2006129552 Agosto 2012 Quem Somos? Atendimento a 6.2 milhões de habitantes Planejamento

Leia mais

ISO/IEC Processo de ciclo de vida

ISO/IEC Processo de ciclo de vida ISO/IEC 12207 Processo de ciclo de vida O que é...? ISO/IEC 12207 (introdução) - O que é ISO/IEC 12207? - Qual a finalidade da ISO/IEC 12207? Diferença entre ISO/IEC 12207 e CMMI 2 Emendas ISO/IEC 12207

Leia mais

Engenharia de Software Simulado para a 1ª Avaliação Bimestral Professor: Danilo Giacobo - RESPOSTAS. Nome:

Engenharia de Software Simulado para a 1ª Avaliação Bimestral Professor: Danilo Giacobo - RESPOSTAS. Nome: Engenharia de Software Simulado para a 1ª Avaliação Bimestral Professor: Danilo Giacobo - RESPOSTAS Nome: 1. No ciclo de vida de software, a estrutura de dados, a arquitetura, os detalhes procedimentais

Leia mais

SOLUÇÕES EM CONSTRUÇÃO INDUSTRIALIZADA CONSULTORIAS EM ESTRUTURAS DE CONCRETO INSPEÇÕES PREDIAIS, PERICIAS E AVALIAÇÕES IMOBILIÁRIAS

SOLUÇÕES EM CONSTRUÇÃO INDUSTRIALIZADA CONSULTORIAS EM ESTRUTURAS DE CONCRETO INSPEÇÕES PREDIAIS, PERICIAS E AVALIAÇÕES IMOBILIÁRIAS SOLUÇÕES EM CONSTRUÇÃO INDUSTRIALIZADA CONSULTORIAS EM ESTRUTURAS DE CONCRETO INSPEÇÕES PREDIAIS, PERICIAS E AVALIAÇÕES IMOBILIÁRIAS comercial@scieng.com.br www.scieng.com.br HISTÓRICO A SCI nasceu através

Leia mais

PAPEL E CELULOSE. Assim, sua empresa garante maior competitividade para assumir um papel cada vez mais importante no mercado.

PAPEL E CELULOSE. Assim, sua empresa garante maior competitividade para assumir um papel cada vez mais importante no mercado. Segmento MANUFATURA PAPEL E CELULOSE Para a sua empresa de papel e celulose, as soluções de software de gestão para o segmento de manufatura da TOTVS oferecem fluidez na informação e nos fluxos de trabalho.

Leia mais

BIM Um Processo integrado de projeto

BIM Um Processo integrado de projeto BIM Um Processo integrado de projeto Metodologia BIM de projeto, planejamento e controle de obras, com integração com BD externos Minimização de riscos de projeto, inclusive os derivados da NBR 15.575

Leia mais

Práticas e perspectivas atuais: como fortalecer a imagem da engenharia de túnel junto à sociedade. Argimiro A. Ferreira

Práticas e perspectivas atuais: como fortalecer a imagem da engenharia de túnel junto à sociedade. Argimiro A. Ferreira Práticas e perspectivas atuais: como fortalecer a imagem da engenharia de túnel junto à sociedade Argimiro A. Ferreira TÓPICOS Ø Companhia do Metropolitano de São Paulo Planejamento de Transporte na RMSP

Leia mais

Pós-Graduação. Gestão Estratégica de Processos de Negócios

Pós-Graduação. Gestão Estratégica de Processos de Negócios Pós-Graduação Gestão Estratégica de Processos de Negócios - 2017 Disciplinas: 1) Introdução a BPM, Contexto Organizacional e Profissional 2) Estratégia e Modelagem do Negócio Aplicada com Foco em BPM 3)

Leia mais

Afinal, o que é projeto (de edificações)? PROJETOS DE EDIFICAÇÕES - leitura e compreensão - compatibilização - levantamento das quantidades

Afinal, o que é projeto (de edificações)? PROJETOS DE EDIFICAÇÕES - leitura e compreensão - compatibilização - levantamento das quantidades UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ UFPR SETOR DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE CONSTRUÇÃO CIVIL CURSO DE ENGENHARIA CIVIL PROJETOS DE EDIFICAÇÕES - leitura e compreensão - compatibilização - levantamento das

Leia mais

Consultoria Financeira & Empresarial.

Consultoria Financeira & Empresarial. Consultoria Financeira & Empresarial www.consultingbrazil.com.br Nosso Foco de Atuação O foco da CONSULTING BRAZIL é a estruturação de Projetos para obtenção de Recursos Financeiros para empresas que enfrentam

Leia mais

MAGAZINES E LOJAS DE DEPARTAMENTO

MAGAZINES E LOJAS DE DEPARTAMENTO Segmento VAREJO MAGAZINES E LOJAS DE DEPARTAMENTO As soluções de software de gestão para o segmento de varejo da TOTVS oferecem condições imperdíveis de gerenciamento para o seu magazine ou loja de departamento.

Leia mais

Proposta de Licenciamento de Software Jurídico

Proposta de Licenciamento de Software Jurídico Proposta de Licenciamento de Software Jurídico Caros senhores, A Preâmbulo Informática Tecnologia em Gestão Jurídica, atua exclusivamente para o mercado jurídico desde 1988, sendo líder em software jurídico

Leia mais

RESOLUÇÃO. Currículo revogado conforme Res. CONSEPE 71/2002, de 18 de dezembro de 2002.

RESOLUÇÃO. Currículo revogado conforme Res. CONSEPE 71/2002, de 18 de dezembro de 2002. RESOLUÇÃO CONSEPE 44/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL, DO CÂMPUS ITATIBA. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso da atribuição que

Leia mais

BENS DE CONSUMO. Tudo para que a sua empresa tenha uma gestão completa, flexível e integrada, e conquiste resultados ainda melhores.

BENS DE CONSUMO. Tudo para que a sua empresa tenha uma gestão completa, flexível e integrada, e conquiste resultados ainda melhores. Segmento MANUFATURA BENS DE CONSUMO Para o subsegmento de bens de consumo, as soluções de software de gestão da TOTVS produzem resultados em série. Um conjunto de funcionalidades que atuam na essência

Leia mais

OFERTA IMAGEM GESTÃO DE DADOS GEOESPACIAIS. Júlio Giovanni da Paz Ribeiro Gestor de Conteúdo Geográfico

OFERTA IMAGEM GESTÃO DE DADOS GEOESPACIAIS. Júlio Giovanni da Paz Ribeiro Gestor de Conteúdo Geográfico OFERTA IMAGEM GESTÃO DE DADOS GEOESPACIAIS Júlio Giovanni da Paz Ribeiro jribeiro@img.com.br Gestor de Conteúdo Geográfico Principais desafios a serem enfrentados Onde e como estão meus dados? Estes dados

Leia mais

ESTRUTURA DE FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA

ESTRUTURA DE FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA ESTRUTURA DE FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA OBJETIVO Estabelecer as bases de funcionamento do Programa de Educação Continuada sob responsabilidade da Comissão de Educação do Sistema/CES

Leia mais

PROFESSOR RINALDO LIMA AUDITORIA EM RECURSOS HUMANOS OBJETIVOS ANÁLISE DA CONSULTORIA PREMISSAS PARA CONSULTORIA

PROFESSOR RINALDO LIMA AUDITORIA EM RECURSOS HUMANOS OBJETIVOS ANÁLISE DA CONSULTORIA PREMISSAS PARA CONSULTORIA PROFESSOR RINALDO LIMA Graduado em Ciências e Matemática e Especializado em Reengenharia e Qualidade Total e Engenharia de Telecomunicações. rinaldo@unopar.br AUDITORIA EM RECURSOS HUMANOS OBJETIVOS Aula

Leia mais

CURSOS DE CAPACITAÇÃO

CURSOS DE CAPACITAÇÃO CURSOS DE CAPACITAÇÃO Página 1 SAP ANALYTICS ETZ EXPERIÊNCIA A ETZ é uma empresa especializada soluções de Business Intelligence, Mobilidade e Planejamento Financeiro, fundada em 1995 com o objetivo de

Leia mais

Gerenciando Obras de Engenharia de Forma Eficaz

Gerenciando Obras de Engenharia de Forma Eficaz Gerenciando Obras de Engenharia de Forma Eficaz 08/07/15 Vinícius Bravim, MBA, PMP Palestrante Vinícius Bravim, MBA, PMP Especialista em Gerenciamento de Projetos pela FGV, certificado PMP (Project Management

Leia mais

As razões para a implantação do BIM no Brasil no cenário atual de construção civil

As razões para a implantação do BIM no Brasil no cenário atual de construção civil As razões para a implantação do BIM no Brasil no cenário atual de construção civil Eng. Maria Angelica Covelo Silva NGI Consultoria e Desenvolvimento 1 Razão nº 1 Crescimento de volume de produção num

Leia mais

QUÍMICA E RECICLAGEM. Assim, sua empresa garante mais eficiência e produtividade no dia a dia.

QUÍMICA E RECICLAGEM. Assim, sua empresa garante mais eficiência e produtividade no dia a dia. Segmento MANUFATURA QUÍMICA E RECICLAGEM No mercado de química e reciclagem, gestão de qualidade é um dos elementos mais importantes para uma operação lucrativa. Pensando nisso, a TOTVS oferece soluções

Leia mais

Serviços. Os serviços são decorrentes dos projetos e processos das empresas. Origem do Serviço. Orientação Freqüência Ação Resultado

Serviços. Os serviços são decorrentes dos projetos e processos das empresas. Origem do Serviço. Orientação Freqüência Ação Resultado Kompaso Kompaso objetiva o aperfeiçoamento das práticas de produção e gestão através de serviços e ferramentas personalizados para cada empreendimento. Kompaso é a palavra em esperanto que significa bússola,

Leia mais

EAD SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PLANO ESTRATÉGICO DE TI - PETI. Prof. Sérgio Luiz de Oliveira Assis

EAD SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PLANO ESTRATÉGICO DE TI - PETI. Prof. Sérgio Luiz de Oliveira Assis H3 EAD - 5736 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PLANO ESTRATÉGICO DE TI - PETI Prof. Sérgio Luiz de Oliveira Assis sergioassis@usp.br 02 Agenda 1. Plano Estratégico de TI Etapas de execução ALINHAMENTO ESTRATÉGICO

Leia mais

Serviços de consultoria e engenharia para o setor de logística de transportes:

Serviços de consultoria e engenharia para o setor de logística de transportes: PERFIL EMPRESARIAL Fundada em 1995 por um grupo de especialistas com ampla experiência no setor de transportes, a SYSFER iniciou suas atividades realizando projetos de consultoria de engenharia e de desenvolvimento

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 1. OBJETO DE CONTRATAÇÃO A presente especificação tem por objeto a contratação de empresa Especializada de Consultoria para Planejamento da Estrutura Funcional e Organizacional

Leia mais

PIT PROJETO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E A NORMALIZAÇÃO

PIT PROJETO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E A NORMALIZAÇÃO De 09 a 11 de junho de 2010 - Maceió - Alagoas PIT PROJETO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E A NORMALIZAÇÃO Carlos Alberto de Moraes Borges carlos,borges@tarjab.com.br 10/06/2010 ABNT Associação Brasileira de

Leia mais

Oracle Healthcare Foundation Acelerando a evolução dos cuidados médicos

Oracle Healthcare Foundation Acelerando a evolução dos cuidados médicos Oracle Healthcare Foundation Acelerando a evolução dos cuidados médicos De indivíduos a populações, preenchendo a lacuna no tratamento médico para uma saúde melhor Desafios enfrentados pelo setor de assistência

Leia mais

Quem somos. Porque ABCCorp? Referencias

Quem somos. Porque ABCCorp? Referencias 1 Quem somos 2 Porque ABCCorp? 3 Referencias Trabalhamos como você! Experiência não somente acadêmica, sobre o teu segmento; Entendemos suas expectativas Valorizamos e garantimos o teu investimento com

Leia mais

Curitiba, 15 de Março de 2016

Curitiba, 15 de Março de 2016 Curitiba, 15 de Março de 2016 1 PROGRAMAÇÃO DA AULA 1ª PARTE: PROFESSORA Teoria sobre Escopo Montagem de EAP 2 PROGRAMAÇÃO DA AULA 2ª PARTE: ALUNOS Montagem de Mapa Mental p/ criação de uma EAP 3 O que

Leia mais

Relatório anual de acompanhamento das ações executadas com os recursos da cobrança pelo uso de recursos hídricos na Bacia Hidrográfica do Rio Doce

Relatório anual de acompanhamento das ações executadas com os recursos da cobrança pelo uso de recursos hídricos na Bacia Hidrográfica do Rio Doce Relatório anual de acompanhamento das ações executadas com os recursos da cobrança pelo uso de recursos hídricos na Bacia Hidrográfica do Rio Doce CBH PIRACICABA RELATÓRIO DE GESTÃO DO EXERCÍCIO DE 2013

Leia mais

Soluções que facilitam a gestão da saúde

Soluções que facilitam a gestão da saúde Soluções que facilitam a gestão da saúde A Hospidata Mais eficiência na gestão de saúde Empresa do grupo MV, líder brasileira em soluções de tecnologia para gestão da saúde, a Hospidata oferece um portfólio

Leia mais

Modelo de Gestão, Política Ambiental, Missão, Visão e Valores

Modelo de Gestão, Política Ambiental, Missão, Visão e Valores Escola Politécnica da USP Curso de Engenharia Ambiental Modelo de Gestão, Política Ambiental, Missão, Visão e Valores Princípios da Gestão Ambiental 1 Prioridade corporativa 9 - Pesquisa 2 Gestão Integrada

Leia mais

Como alinhar TI ao Negócio com Indicadores de Desempenho

Como alinhar TI ao Negócio com Indicadores de Desempenho Como alinhar TI ao Negócio com Indicadores de Desempenho Walfrido Brito Diretor da BI Gestão & TI 2017 Nosso Objetivo! Entender como uma Arquitetura de Indicadores de Desempenho bem estruturado e alinhado

Leia mais

GERENCIAMENTO DA CONSTRUÇÃO CIVIL

GERENCIAMENTO DA CONSTRUÇÃO CIVIL GERENCIAMENTO DA CONSTRUÇÃO CIVIL FSP - Faculdade Sudoeste Paulista Departamento Engenharia Civil ENGª. M.Sc. Ana Lúcia de Oliveira Daré Cap. 10: O CONTROLE DE OBRAS 10.1 GENERALIDADES Controle de Obras

Leia mais

Apresentação Institucional. Engenharia de Infraestrutura

Apresentação Institucional. Engenharia de Infraestrutura Apresentação Institucional Engenharia de Infraestrutura Líder de Mercado em Engenharia de Infraestrutura 24 anos de atuação, desenvolvendo projetos nas áreas de: Transporte e Mobilidade Desenvolvimento

Leia mais

Customização e Implantação da Solução Project Explorer para CNI Versão em Espanhol

Customização e Implantação da Solução Project Explorer para CNI Versão em Espanhol Customização e Implantação da Solução Project Explorer para CNI Versão em Espanhol Brasília 06/11/2008 CDIS Empresa especializada em desenvolvimento de sistemas e consultoria em gerência de projetos SUMÁRIO

Leia mais

CONTROLADORIA II MBA Estácio 25/07/2017

CONTROLADORIA II MBA Estácio 25/07/2017 CONTROLADORIA II MBA Estácio 25/07/2017 Prof. Lucas S. Macoris PLANO DE AULA CONTROLADORIA II Aula 1 Boas Vindas e Introdução Aula 5 Análise das Demonstrações Contábeis Aula 2 Valor de Empresas: Conceitos

Leia mais

Lançamento. Manual para Contratação de Projetos para o Desempenho de Edificações Habitacionais

Lançamento. Manual para Contratação de Projetos para o Desempenho de Edificações Habitacionais Lançamento Manual para Contratação de Projetos para o Desempenho de Edificações Habitacionais Manual para Contratação de Projetos para o Desempenho de Edificações Habitacionais Processo de Projeto para

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS ESCRITÓRIOS DE ARQUITETURA

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS ESCRITÓRIOS DE ARQUITETURA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS ESCRITÓRIOS DE ARQUITETURA AsBEA Fundada em 1973, a AsBEA Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura é uma entidade independente, que congrega empresas de arquitetura

Leia mais

TR ENGENHARIA E CONSTRUÇÃO LTDA

TR ENGENHARIA E CONSTRUÇÃO LTDA TR ENGENHARIA E CONSTRUÇÃO LTDA www.trconstrucao.eng.br Somos uma empresa de consultoria que atua no segmento de orçamento e planejamento para a construção civil. Atuamos no mercado de incorporação, arquitetura,

Leia mais

Gerenciamento de Projetos na Prática Uma Abordagem Sistêmica

Gerenciamento de Projetos na Prática Uma Abordagem Sistêmica Gerenciamento de Projetos na Prática Uma Abordagem Sistêmica Introdução Abordagem diferenciada da prática de gerenciamento de projetos através de uma visão sistêmica, envolvendo Organização, Processos

Leia mais

Gerência de Projetos e Qualidade de Software. Prof. Walter Gima

Gerência de Projetos e Qualidade de Software. Prof. Walter Gima Gerência de Projetos e Qualidade de Software Prof. Walter Gima 1 OBJETIVOS O que é Qualidade Entender o ciclo PDCA Apresentar técnicas para garantir a qualidade de software Apresentar ferramentas para

Leia mais

Uso de BIM em Sistemas Prediais Implantação e Benefícios. Eng Fabio Pimenta PROJETAR Projetos de Sistemas 27/05/17

Uso de BIM em Sistemas Prediais Implantação e Benefícios. Eng Fabio Pimenta PROJETAR Projetos de Sistemas 27/05/17 Eng Fabio Pimenta PROJETAR Projetos de Sistemas 27/05/17 PROJETAR Engenharia Projetos de Sistemas Prediais e Industriais Hidráulicos Elétricos Climatização Completou 30 anos em 2015 Transportes Edifícios

Leia mais

GeCo.mpany CONSULTORIA & COACHING DE EXECUTIVOS EM GESTÃO EMPRESARIAL

GeCo.mpany CONSULTORIA & COACHING DE EXECUTIVOS EM GESTÃO EMPRESARIAL GeCo.mpany CONSULTORIA & COACHING DE EXECUTIVOS EM GESTÃO EMPRESARIAL CONSULTORIA & COACHING DE EXECUTIVOS EM GESTÃO EMPRESARIAL A GeCompany oferece consultoria empresarial e cursos de qualidade. Nossa

Leia mais

Todas as lindas flores e os suculentos frutos do futuro, dependem das sementes plantadas hoje. Provérbio Chinês

Todas as lindas flores e os suculentos frutos do futuro, dependem das sementes plantadas hoje. Provérbio Chinês MENSAGEM INICIAL: Todas as lindas flores e os suculentos frutos do futuro, dependem das sementes plantadas hoje. Provérbio Chinês Especialmente frente ao cenário atual, os profissionais e as empresas precisam

Leia mais

PORTFÓLIO EMPRESARIAL

PORTFÓLIO EMPRESARIAL PORTFÓLIO EMPRESARIAL CONHEÇA A DESA A DESA ENGENHARIA E REFRATÁRIOS, empresa brasileira, sediada no estado da Minas Gerais. Com muito empenho e profissionalismo adquiridos ao longo de sua existência,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA A APLICAÇÃO DA METODOLOGIA BIM PARA A COMPATIBILIZAÇÃO DE PROJETOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA A APLICAÇÃO DA METODOLOGIA BIM PARA A COMPATIBILIZAÇÃO DE PROJETOS UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA ESCOLA POLITÉCNICA COLEGIADO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL THIAGO SILVA DE SENA A APLICAÇÃO DA METODOLOGIA BIM PARA A COMPATIBILIZAÇÃO DE PROJETOS Salvador 2012 THIAGO SILVA

Leia mais