Física dos Materiais FMT0502 ( )

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Física dos Materiais FMT0502 ( )"

Transcrição

1 Física dos Materiais FMT0502 ( ) 1º Semestre de 2010 Instituto de Física Universidade de São Paulo Professor: Antonio Dominguesdos Santos Fone: a 21 de maio

2 Polímeros

3 Ligações químicas Ligações iônica, covalente e metálica

4 Física dos Materiais Ligações químicas Polímeros

5 Física dos Materiais Polímeros ou macromoléculas Polímeros naturais: Madeira, borracha, algodão, lã, couro, seda,... Polímeros biológicos: Proteínas, enzimas, amidos, celulose,... Polímeros sintéticos:...

6 Polímeros ou Macromoléculas Moléculas de hidrocarbonetos - Cada átomo de carbono possui 4 elétrons para fazer ligações covalentes. - Cada átomo de hidrogênio possui 1 elétron. - As ligações intramoleculares são covalentes. Exemplos: Etileno (C 2 H 4 ) Acetileno (C 2 H 2 ) Butano (C 4 H 10 ) H C C H Isomerismo Ligações Simples, Duplas e Triplas Insaturadas Isobutano (C 4 H 10 )

7 Alguns compostos parafínicos C n H 2n+2 Polímeros ou Macromoléculas Moléculas de hidrocarbonetos Mero Polímero Monômero Isobutano -12,3

8 Polímeros ou Macromoléculas Moléculas de hidrocarbonetos Alguns grupos de hidrocarbonetos comuns R e R são radicais orgânicos = Grupo Fenila

9 Polímeros ou Macromoléculas Química das moléculas poliméricas Etileno (C 2 H 2 ) Etileno + Catalizador (R. ) Polietileno

10 Física dos Materiais Polímeros Polietileno (PE) Ângulo de 109 Distância 0,154 nm Politetrafluoroetileno (PTFE) Cloreto de Polivinila (PVC) Polipropileno (PP)

11 Física dos Materiais Polímeros Lista de Meros para os Polímeros mais comuns Trifuncional

12 Física dos Materiais Polímeros Massa molecular Em geral, no processo de produção as cadeias poliméricas apresentam uma grande variedade de tamanhos. Quantidade de semelhantes Massa de semelhantes Massas moleculares típicas ~100 g/mol gases ou líquidos ~1.000 g/mol sólidos pastosos > g/mol sólidos (até vários milhões!!!) M n = xm M i i p = wm i i n n = M m n n p = M m p Grau de polimerização Onde m é a massa molecular do mero

13 Física dos Materiais Polímeros Possíveis estruturas moleculares

14 Física dos Materiais Polímeros Mais provável pouco provável Isomerismo geométrico estereoisomerismo Cis-isopreno borracha natural trans-isopreno guta percha

15 Física dos Materiais Polímeros Copolímeros Borracha de pneu= estireno + butadieno Borracha nitrílica= acrilonitrila + butadieno (muito elástico e resistente quimicamente)

16 Física dos Materiais Polímeros Cristalinidade dos polímeros Moncristal de Polietileno Arranjo de cadeias moleculares de Polietileno

17 Física dos Materiais Cristalinidade dos polímeros Estrutura com cadeia dobrada para um cristalito de polímero em forma de placa esferulite

18 Física dos Materiais Características mecânicas Limite de resistência à tração Frágeis Plásticos Altamente elásticos Limite de elasticidade Dependência com a temperatura

19 Física dos Materiais Características mecânicas

20 Características mecânicas Física dos Materiais Física dos Materiais FMT0502 ( ) Estágios de deformação de um polímero semicristalino 1º Semestre de 2010

21 Física dos Materiais Características mecânicas Dependência com a temperatura Polímero amorfo

22

23

24 Polidimetilsiloxano Polímero à base de Si

25 Física dos Materiais Borrachas

26 Física dos Materiais Polímeros Moldagem

27 Materiais Poliméricos Avançados 1) Polietileno com peso molecular ultra-alto (4x10 6 g/mol) 2) Cristais Líquidos Um possível novo estado da matéria líquido cristalino Características do material - Resistência ao impacto elevada - Alta resistência ao desgaste e abrasão - Baixo coeficiente de atrito - Autolubrificante e não-aderente - Boa resistência química - Excelentes propriedades em baixas temperaturas - Ótimo para amortecimento acústico - Ótimo dielétrico (isolante) Usos do material: Vestimentos à prova de balas, capacetes, linhas de pesca, superfícies dos esquis, núcleos de bolas de golfe, próteses biomédicas, buchas, rotores de bombas, gaxetas de válvulas,... Características do material - Excelente estabilidade térmica (~230 C) - São rígidos e resistentes (E= 10~24GPa, LRT= 125~255 MPa) - Elevada resistência ao impacto (mesmo a baixas temperaturas) - Resistência química - Resistente a chamas Usos do material: Mostradores de cristal líquido, em eletrônica (peças mecânicas), em medicina (componentes esterilizáveis),...

28 Materiais Poliméricos Avançados 3) Elastômeros Termoplásticos É um copolímero com segmentos de um mero duro e rígido e um mero elástico e flexível. Em geral operam em larga faixa de temperatura (-70 a 100 C). O mero flexível é central. O mero rígido (nas extremidades) se aglomera. Acima da temperatura de fusão do mero rígido, ele se funde e pode ser conformado. O processo de fusão-solidificação é reversível. O material pode ser reciclado diversas vezes. Usos do material: Estireno - butadieno - estireno Acabamentos em automóveis, peças de isolamento elétrico, juntas e gaxetas, saltos e solas de sapatos, materiais de calafetagem e vedação, adesivos,... Estireno - isopreno - estireno

Materiais Poliméricos. Conceitos Gerais

Materiais Poliméricos. Conceitos Gerais Materiais Poliméricos Conceitos Gerais ESTRUTURA DOS POLIMEROS DEFINIÇÃO São moléculas muito grandes (macromoléculas) formadas pela repetição de pequenas e simples unidades químicas (monômeros), ligadas

Leia mais

POLÍMEROS. Química Professora: Raquel Malta 3ª série Ensino Médio

POLÍMEROS. Química Professora: Raquel Malta 3ª série Ensino Médio POLÍMEROS Química Professora: Raquel Malta 3ª série Ensino Médio POLI MERO MUITAS PARTES Para pensar... Nossos descendentes, no futuro, talvez se refiram à nossa época como sendo a era dos plásticos. Muitos

Leia mais

ESTRUTURA E PROPRIEDADES DE POLIMÉROS. PMT Introdução à Ciência dos Materiais para Engenharia 8 a aula autora: Nicole R.

ESTRUTURA E PROPRIEDADES DE POLIMÉROS. PMT Introdução à Ciência dos Materiais para Engenharia 8 a aula autora: Nicole R. ESTRUTURA E PROPRIEDADES DE POLIMÉROS PMT 2100 - Introdução à Ciência dos Materiais para Engenharia 8 a aula autora: Nicole R. Demarquete 1 Roteiro da Aula Histórico Química das moléculas poliméricas Estrutura

Leia mais

Capítulo 6. Materiais poliméricos

Capítulo 6. Materiais poliméricos Capítulo 6. Materiais poliméricos Tópicos a abordar... Quais são as características microestruturais básicas? Como é que as propriedades do material polimérico são afectadas pelo peso molecular? Como se

Leia mais

MATERIAIS POLIMÉRICOS

MATERIAIS POLIMÉRICOS ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais MATERIAIS POLIMÉRICOS PMT 2100 - Introdução à Ciência dos Materiais para Engenharia 2º Semestre de

Leia mais

MATRIAIS POLÍMEROS. Curso: Engenharia de Produção / Engenharia Civil 1. ESTRUTURA DE MATERIAIS POLÍMERICOS

MATRIAIS POLÍMEROS. Curso: Engenharia de Produção / Engenharia Civil 1. ESTRUTURA DE MATERIAIS POLÍMERICOS Curso: Engenharia de Produção / Engenharia Civil MATRIAIS POLÍMEROS 1. ESTRUTURA DE MATERIAIS POLÍMERICOS A maioria dos materiais poliméricos é composta por cadeias moleculares muito grandes, com grupos

Leia mais

Escola Secundária Alfredo da Silva Ensino Básico 6º Ano Disciplina de Educação Tecnológica Materiais e Técnicas (7) Plásticos e Borrachas / 6ºB

Escola Secundária Alfredo da Silva Ensino Básico 6º Ano Disciplina de Educação Tecnológica Materiais e Técnicas (7) Plásticos e Borrachas / 6ºB Escola Secundária Alfredo da Silva Ensino Básico 6º Ano Disciplina de Educação Tecnológica Materiais e Técnicas (7) Plásticos e Borrachas / 6ºB 1. Alguns factos sobre os plásticos Os plásticos são materiais

Leia mais

SUMÁRIO. 2 P á g i n a

SUMÁRIO. 2 P á g i n a SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 03 1. CONCEITOS FUNDAMENTAIS SOBRE O POLÍMERO... 04 1.1 Definição de polímeros... 04 1.2 Cadeia produtiva de polímeros... 04 2. POLIPROPILENO... 06 2.1 Comercialização do polipropileno...

Leia mais

Aula 01 Propriedades Gerais dos Materiais

Aula 01 Propriedades Gerais dos Materiais Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de Engenharia Elétrica Materiais Elétricos - Teoria Aula 01 Propriedades Gerais dos Materiais Clóvis Antônio Petry, professor. Florianópolis, setembro

Leia mais

Ciência dos Materiais I Prof. Nilson C. Cruz

Ciência dos Materiais I Prof. Nilson C. Cruz Ciência dos Materiais I Prof. Nilson C. Cruz Visão Geral sobre Propriedades Físicas e Aplicações de Materiais: metais, polímeros, cerâmicas e vidros, semicondutores, compósitos 1/64 2/64 Polímeros Polímeros

Leia mais

GMEC7301-Materiais de Construção Mecânica Introdução

GMEC7301-Materiais de Construção Mecânica Introdução GMEC7301-Materiais de Construção Mecânica Introdução TIPOS DE MATERIAIS Quais são os materiais disponíveis para o engenheiro? Classificação dos materiais. i O sistema de classificação mais comum considera

Leia mais

PFA PTFE POLIAMIDA PU EVA EPOXI

PFA PTFE POLIAMIDA PU EVA EPOXI Ultra Polimeros PEEK Polimeros de Alta-Performance Polimeros de Engenharia PFA PTFE POLIAMIDA PU EVA EPOXI SEMI-CRISTALINO PEEK - Poli(éter-éter-cetona) PEEK é um termoplástico de Ultra Performance que

Leia mais

Ensaio Tração Polímero

Ensaio Tração Polímero Universidade de São Paulo Escola de Engenharia de São Carlos Departamento de Engenharia de Materiais, Aeronáutica e Automobilística Ensaio Tração Polímero SMM0342- Introdução aos Ensaios Mecânicos dos

Leia mais

Aula 5: Propriedades e Ligação Química

Aula 5: Propriedades e Ligação Química Aula 5: Propriedades e Ligação Química Relacionar o tipo de ligação química com as propriedades dos materiais Um entendimento de muitas propriedades físicas dos materiais é previsto através do conhecimento

Leia mais

COMPORTAMENTO MECÂNICO DOS POLÍMEROS 4

COMPORTAMENTO MECÂNICO DOS POLÍMEROS 4 COMPORTAMENTO MECÂNICO DOS POLÍMEROS 4 Propriedades Mecânicas de Materiais Poliméricos Dois tipos principais de interesse para Engenharia. Velocidades de teste de média a baixa Impacto: altas velocidades

Leia mais

CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS 9ºANO

CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS 9ºANO CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS 9ºANO Tema: Compostos de carbono. Hidrocarbonetos. Fibras sintéticas, alimentos, cosméticos, medicamentos e combustíveis são alguns dos produtos que envolvem milhões de substâncias

Leia mais

CONFIGURAÇÃO DOS GASES NOBRES ÁTOMOS ESTÁVEIS E ISOLADOS

CONFIGURAÇÃO DOS GASES NOBRES ÁTOMOS ESTÁVEIS E ISOLADOS CONFIGURAÇÃO DOS GASES NOBRES ÁTOMOS ESTÁVEIS E ISOLADOS CONCEITO DE LIGAÇÃO IÔNICA UNIÃO ENTRE ÁTOMOS METÁLICOS E AMETÁLICOS OXIDAÇÃO ESTABILIZAÇÃO DO METAL REDUÇÃO ESTABILIZAÇÃO DO AMETAL LIGAÇÃO IÔNICA

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DOS POLÍMEROS

CLASSIFICAÇÃO DOS POLÍMEROS CLASSIFICAÇÃO DOS POLÍMEROS Curso: Engenharia Mecânica - Terceiro Semestre Letivo Período: Primeiro Semestre 2010 Carga Horária: 60 horas Docente: Prof. Dr. Wagner M. Pachekoski As formas geralmente utilizadas

Leia mais

APLICAÇÃO DOS POLÍMEROS EM ODONTOLOGIA CLASSIFICAÇÃO DOS POLÍMEROS REQUISITOS PARA UMA RESINA ODONTOLÓGICA. 1. Compatibilidade Biológicos:

APLICAÇÃO DOS POLÍMEROS EM ODONTOLOGIA CLASSIFICAÇÃO DOS POLÍMEROS REQUISITOS PARA UMA RESINA ODONTOLÓGICA. 1. Compatibilidade Biológicos: APLICAÇÃO DOS POLÍMEROS EM ODONTOLOGIA Próteses totais Base, reembasadores, dentes artificiais. Materiais restauradores de cavidades Resinas compostas 2016-1 - Anusavice, Cap. 7 p. 136 Selantes Materiais

Leia mais

Processos de Fabricação 2. Parte 2 - polímeros

Processos de Fabricação 2. Parte 2 - polímeros Processos de Fabricação 2 Parte 2 - polímeros Polímeros Introdução Polímeros naturais Polímeros artificiais Madeira, borracha, algodão, lã, couro, seda, etc. Plástico, borrachas e materiais de fibras Propriedades

Leia mais

CONCEITOS. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho

CONCEITOS. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho CONCEITOS Materiais e Processos de Produção ESTRUTURA DA MATÉRIA ÁTOMOS PRÓTONS NÊUTRONS ELÉTRONS MOLÉCULAS ESTADOS DA MATÉRIA TIPO DE LIGAÇÃO ESTRUTURA (ARRANJO) IÔNICA COVALENTE METÁLICA CRISTALINO AMORFO

Leia mais

LISTA N 01-3 A, B, C, D, E CATAGUASES PROF. SÍLVIO QUÍMICA ORGÂNICA 3 BIM. ENTREGAR FOLHA DE RESPOSTAS DIA 16/09/2011 (SEXTA FEIRA)

LISTA N 01-3 A, B, C, D, E CATAGUASES PROF. SÍLVIO QUÍMICA ORGÂNICA 3 BIM. ENTREGAR FOLHA DE RESPOSTAS DIA 16/09/2011 (SEXTA FEIRA) 1 LISTA N 01-3 A, B, C, D, E CATAGUASES - 2011 PROF. SÍLVIO QUÍMICA ORGÂNICA 3 BIM. ENTREGAR FOLHA DE RESPOSTAS DIA 16/09/2011 (SEXTA FEIRA) 1. Outra possibilidade para o seqüestro do CO atmosférico é

Leia mais

Resolução do 1º Teste de Ciência de Materiais. Lisboa, 27 de Abril de 2010 COTAÇÕES

Resolução do 1º Teste de Ciência de Materiais. Lisboa, 27 de Abril de 2010 COTAÇÕES Resolução do 1º Teste de Ciência de Materiais Lisboa, 27 de Abril de 2010 COTAÇÕES Pergunta Cotação 1. (a) 0,50 1. (b) 0,50 1. (c) 0,50 1. (d) 0,50 2. (a) 0,50 2. (b) 0,50 2. (c) 0,50 2. (d) 0,50 2. (e)

Leia mais

Estrutura atômica e ligação interatômica. Profa. Daniela Becker

Estrutura atômica e ligação interatômica. Profa. Daniela Becker Estrutura atômica e ligação interatômica Profa. Daniela Becker Referências Callister Jr., W. D. Ciência e engenharia de materiais: Uma introdução. LTC, 5ed., cap 2, 2002. Shackelford, J.F. Ciências dos

Leia mais

POLÍMEROS O que são, suas aplicações e as áreas de formações técnicas e acadêmicas VII Semana de Polímeros

POLÍMEROS O que são, suas aplicações e as áreas de formações técnicas e acadêmicas VII Semana de Polímeros Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ Instituto de Macromoléculas Professora Eloisa Mano - IMA POLÍMEROS O que são, suas aplicações e as áreas de formações técnicas e acadêmicas VII Semana de Polímeros

Leia mais

Introdução aos Polímeros Módulo I

Introdução aos Polímeros Módulo I Introdução aos Polímeros Módulo I Maria da Conceição Paiva, Guimarães Outubro 2006 Maria da Conceição Paiva 1 A utilização de polímeros data de há milhares de anos. Um grande número dos materiais naturais

Leia mais

POLÍMEROS. 1. Monômeros e polímeros. 2. Polímeros de Adição 2.1 Borracha natural e vulcanização 2.2 Borracha sintética (copolímero)

POLÍMEROS. 1. Monômeros e polímeros. 2. Polímeros de Adição 2.1 Borracha natural e vulcanização 2.2 Borracha sintética (copolímero) POLÍMEROS 1. Monômeros e polímeros 2. Polímeros de Adição 2.1 Borracha natural e vulcanização 2.2 Borracha sintética (copolímero) 3. Polímeros de Condensação 3.1 Silicones 4. Polímeros de Rearranjo 1.

Leia mais

Polímeros no Estado Sólido

Polímeros no Estado Sólido Química de Polímeros Prof a. Dr a. Carla Dalmolin carla.dalmolin@udesc.br Polímeros no Estado Sólido O Estado Sólido Sólidos Cristalinos: Possuem um arranjo ordenado de átomos/moléculas, formando um retículo

Leia mais

Sintéticos: a classe mais importante / poucos monómeros diferentes polidispersão: misturas moleculares - peso molecular médio

Sintéticos: a classe mais importante / poucos monómeros diferentes polidispersão: misturas moleculares - peso molecular médio Polímeros 1868: celulóide 1907: bakelite Poli (muitas) -meros(partes) 120 Kg / ano.habitante (USA) / 80% da Indústria Química Embalagens (PE); Discos (PVC); vestuário (poliéster) 1930: ciência dos polímeros:

Leia mais

Introdução à ciência e engenharia dos materiais e classificação dos materiais. Profa. Daniela Becker

Introdução à ciência e engenharia dos materiais e classificação dos materiais. Profa. Daniela Becker Introdução à ciência e engenharia dos materiais e classificação dos materiais Profa. Daniela Becker Referências Callister Jr., W. D. Ciência e engenharia de materiais: Uma introdução. LTC, cap 1, 5ed.,

Leia mais

HIDROCARBONETOS FUNÇÕES ORGÂNICAS

HIDROCARBONETOS FUNÇÕES ORGÂNICAS HIDROCARBONETOS FUNÇÕES ORGÂNICAS FUNÇÕES ORGÂNICAS O átomo de carbono: Apresenta capacidade singular de compartilhar elétrons com outros átomos de carbono formando ligações carbono-carbono estáveis. Permite

Leia mais

Ferro de construção, Latas de alumínio, Garrafas de cerveja, Casca de ovo, Areia e cimento. Restos de comida, Embalagens de plástico, Casca de coco.

Ferro de construção, Latas de alumínio, Garrafas de cerveja, Casca de ovo, Areia e cimento. Restos de comida, Embalagens de plástico, Casca de coco. 01 Inorgânico Primeiro Ferro de construção, Latas de alumínio, Garrafas de cerveja, Casca de ovo, Areia e cimento. Orgânico Segundo Restos de comida, Embalagens de plástico, Casca de coco. Resposta: D

Leia mais

-Estrutura, composição, características. -Aplicações e processamento. -Tecnologias associadas às aplicações industriais.

-Estrutura, composição, características. -Aplicações e processamento. -Tecnologias associadas às aplicações industriais. Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Bacharelado em Ciência e Tecnologia Teófilo Otoni - MG Prof a. Dr a. Flaviana Tavares Vieira Tópicos : -Estrutura, composição, características.

Leia mais

Tecnologia Mecânica Propriedades dos materiais

Tecnologia Mecânica Propriedades dos materiais Propriedades dos materiais Por que o plástico é "plástico"? Por que o alumínio é mais leve que o ferro? Por que a borracha depois de esticada volta a sua forma primitiva? Por que o cobre conduz eletricidade

Leia mais

APOSTILA DE QUÍMICA ORGÂNICA 4º BIMESTRE

APOSTILA DE QUÍMICA ORGÂNICA 4º BIMESTRE Nome: nº: Bimestre: 4º Ano/série: 3ª série Ensino: Médio Componente Curricular: Química Professor: Ricardo Honda Data: / / APOSTILA DE QUÍMICA ORGÂNICA 4º BIMESTRE TEORIA 28 POLÍMEROS Alguns tipos de moléculas

Leia mais

Ciência e Tecnologia de Materiais ENG1015

Ciência e Tecnologia de Materiais ENG1015 1 Ciência e Tecnologia de Materiais ENG1015 http://www.dema.puc-rio.br/moodle DEMa - Depto. de Engenharia de Materiais última atualização em 10/02/2014 por sidnei@puc-rio.br Estrutura do Curso 2 Introdução:

Leia mais

Esse tipo de polímero é formado pela adição de moléculas de um só. - Quando o monômero inicial tem o esqueleto C=C, que lembra o radical vinila.

Esse tipo de polímero é formado pela adição de moléculas de um só. - Quando o monômero inicial tem o esqueleto C=C, que lembra o radical vinila. Polímeros de Adição: monômero. Esse tipo de polímero é formado pela adição de moléculas de um só a) Polímeros vinílicos - Quando o monômero inicial tem o esqueleto C=C, que lembra o radical vinila. Polietileno:

Leia mais

Estrutura e Propriedades dos Materiais

Estrutura e Propriedades dos Materiais Estrutura e Propriedades dos Materiais Prof. Rubens Caram Sala EE-211 rcaram@fem.unicamp.br 1 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DOS MATERIAIS MATERIAIS: SUBSTÂNCIAS USADAS PARA COMPOR TUDO O QUE ESTÁ A NOSSA VOLTA

Leia mais

Os valores obtidos no ensaio de tração (Tabela 9 no Anexo II) para carga máxima,

Os valores obtidos no ensaio de tração (Tabela 9 no Anexo II) para carga máxima, 61 TABELA 8 Propriedades físicas e mecânicas das formulações Materiais Teor fibra (%) Alongamento na ruptura (%) Carga max. (Tração) (N) Tensão na Carga máxima (MPa) Módulo de Elasticidade (GPa) Impacto

Leia mais

Ligações Atômicas e Bandas de Energia. Livro Texto - Capítulo 2

Ligações Atômicas e Bandas de Energia. Livro Texto - Capítulo 2 40 Ligações Atômicas e Bandas de Energia Livro Texto - Capítulo 2 Ligação Atômica 41 Porque estudar a estrutura atômica? As propriedades macroscópicas dos materiais dependem essencialmente do tipo de ligação

Leia mais

Sempre que há a necessidade da construção de componentes específicos ou máquinas complexas sempre será necessário a utilização dos materiais.

Sempre que há a necessidade da construção de componentes específicos ou máquinas complexas sempre será necessário a utilização dos materiais. Universidade Federal do Paraná Curso de Engenharia Industrial Madeireira ELEMENTOS ORGÂNICOS DE MÁQUINAS I AT-096 M.Sc. Alan Sulato de Andrade alansulato@ufpr.br 1 INTRODUÇÃO: Sempre que há a necessidade

Leia mais

Sempre que há a necessidade da construção de um elemento orgânico de máquina haverá a necessidade

Sempre que há a necessidade da construção de um elemento orgânico de máquina haverá a necessidade Universidade Federal do Paraná Curso de Engenharia Industrial Madeireira ELEMENTOS ORGÂNICOS DE MÁQUINAS I AT-096 Dr. Alan Sulato de Andrade alansulato@ufpr.br INTRODUÇÃO: Sempre que há a necessidade

Leia mais

Tecnologia dos Materiais e Ensaios Classificação e Propriedades dos materiais. Prof. C. BRUNETTI

Tecnologia dos Materiais e Ensaios Classificação e Propriedades dos materiais. Prof. C. BRUNETTI Tecnologia dos Materiais e Ensaios Classificação e Propriedades dos materiais Prof. C. BRUNETTI Introdução O que contribui para avanço e desenvolvimento tecnológico das sociedades? Fragmento de um retrato

Leia mais

Estrutura Atômica. encontrada na natureza das ligações químicas. 2-0

Estrutura Atômica. encontrada na natureza das ligações químicas. 2-0 Estrutura Atômica A base para a classificação dos materiais é encontrada na natureza das ligações químicas. 2-0 As ligações tem duas categorias gerais a) Ligações Primárias Envolvem a transferência e/ou

Leia mais

Polímeros com Ligações cruzadas

Polímeros com Ligações cruzadas Polímeros com Ligações cruzadas Exemplo: poliisopreno Vulcanização da boracha: aquecimento com enxofre Ligações cruzadas C S S C entre cadeias Organização Molecular Polímero amorfo (geralmente transparentes)

Leia mais

ESTRUTURA E PROPRIEDADES DE POLÍMEROS

ESTRUTURA E PROPRIEDADES DE POLÍMEROS ESTRUTURA E PROPRIEDADES DE POLÍMEROS Maria da Conceição Paiva, Guimarães Outubro 2006 Maria da Conceição Paiva 1 ESTRUTURA E PROPRIEDADES DE POLÍMEROS Estereoquímica de polímeros Massas moleculares Organização

Leia mais

4. Classificação dos materiais quanto à função:

4. Classificação dos materiais quanto à função: 1. Introdução A disciplina Materiais de Construção tem a sua importância na formação e no exercício profissional por ser um pré-requisito a ser aplicado em Técnicas Construtivas, que posteriormente serão

Leia mais

Vantagens da Utilização da Borracha Nitrílica em Pó na Modificação de PVC

Vantagens da Utilização da Borracha Nitrílica em Pó na Modificação de PVC Vantagens da Utilização da Borracha Nitrílica em Pó na Modificação de PVC Baseado em trabalho apresentado em: AVIPLAS - Caracas, Venezuela - maio, 1999 O que é NITRIFLEX NP 2183? NITRIFLEX NP-2183 é um

Leia mais

ÁTOMO: núcleo muito pequeno composto por prótons e nêutrons, que é circundado por elétrons em movimento;

ÁTOMO: núcleo muito pequeno composto por prótons e nêutrons, que é circundado por elétrons em movimento; 1.1 CONCEITOS FUNDAMENTAIS ÁTOMO: núcleo muito pequeno composto por prótons e nêutrons, que é circundado por elétrons em movimento; Elétrons e prótons são eletricamente carregados: 1,60 x 10-19 C; Elétrons:

Leia mais

Estruturas de polímeros

Estruturas de polímeros Estruturas de polímeros 1 Propriedade PEBD PELBD PEAD T fusão (K) 110 120 >130 Dendidade (g/cm 3 ) 0.92 0.92 0.94 0.94 0.97 Resistência a 24 37 43 tração (MPa) 2 Fatores que influem nas propriedades p

Leia mais

Estrutura Atômica. Prof. Dr. Carlos Roberto Grandini. Bauru 2006

Estrutura Atômica. Prof. Dr. Carlos Roberto Grandini. Bauru 2006 Estrutura Atômica Prof. Dr. Carlos Roberto Grandini Bauru 2006 O que é nanotecnologia? Nanotecnologia pode ser considerada como um conjunto de atividades ao nível de átomos e moléculas que tem aplicação

Leia mais

deformabilidade: um provete deve suportar deformações muito elevadas sem ruptura (alongamento à ruptura de valor elevado);

deformabilidade: um provete deve suportar deformações muito elevadas sem ruptura (alongamento à ruptura de valor elevado); ҡelastómeros Elastómero: material que apresenta um comportamento mecânico semelhante ao da borracha vulcanizada num dado intervalo de temperatura. Características pretendidas: flexibilidade: o módulo de

Leia mais

Prova escrita de: 1º Teste de Ciência de Materiais. Lisboa, 24 de Abril de Nome: FOLHA DE RESPOSTAS

Prova escrita de: 1º Teste de Ciência de Materiais. Lisboa, 24 de Abril de Nome: FOLHA DE RESPOSTAS Prova escrita de: 1º Teste de Ciência de Materiais Lisboa, 4 de Abril de 008 Nome: Número: Curso: FOLHA DE RESPOSTAS Pergunta Cotação Resposta 1 3 1. (a) 0,50 1. (b) 0,50 1. (c) 1,00 1. (d) 0,50 1. (e)

Leia mais

ASFALTOS MODIFICADOS

ASFALTOS MODIFICADOS ASFALTOS MODIFICADOS Razões para substituição de asfaltos convencionais por modificados Vias com alto volume de tráfego (ex.: corredores de ônibus) Melhoria da resistência à formação de trilhas de roda

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS

CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS Instituto de Ciência e Tecnologia de Sorocaba Materiais e Reciclagem 2 Classificação de Materiais e Atomística Aplicada à Materiais Professor Sandro Donnini Mancini Sorocaba, Fevereiro de 2016 CLASSIFICAÇÃO

Leia mais

Polímeros. São macromoléculas constituídas de unidades repetitivas, ligadas através de ligações covalentes.

Polímeros. São macromoléculas constituídas de unidades repetitivas, ligadas através de ligações covalentes. Polímeros 1 São macromoléculas constituídas de unidades repetitivas, ligadas através de ligações covalentes. Celulose Classificação quanto a natureza Naturais (Madeira, borracha, proteínas) Sintéticos

Leia mais

TECNOLOGIA MECÂNICA. Aula 02. Introdução ao Estudo dos Materiais

TECNOLOGIA MECÂNICA. Aula 02. Introdução ao Estudo dos Materiais Aula 02 Introdução ao Estudo dos Materiais Prof. Me. Dario de Almeida Jané Introdução ao Estudo dos Materiais - Definição - Tipos de Materiais / Classificação - Propriedades dos Materiais Introdução ao

Leia mais

Ciência que estuda a química da vida (características dos seres vivos)

Ciência que estuda a química da vida (características dos seres vivos) Ciência que estuda a química da vida (características dos seres vivos) Características dos seres vivos 1 - Complexidade química e organização microscópica Elementos químicos comuns C, O, N, H e P Grande

Leia mais

PROPRIEDADES MECÂNICAS III Propriedades de tração

PROPRIEDADES MECÂNICAS III Propriedades de tração INSTITUTO MILITAR DE ENGENHARIA PROGRAMA DE CIÊNCIA DOS MATERIAIS PROPRIEDADES MECÂNICAS III Propriedades de tração Propriedades dos Materiais Ten Cel Sousa Lima, D. C. SUMÁRIO Regime plástico Propriedades

Leia mais

plásticos industriais

plásticos industriais www.nitaplast.com.br plásticos industriais Produzido a partir da Poliamida 6. É um produto que tem como característica principal a resistência mecânica e ao impacto, o que permite utilização em engrenagens,

Leia mais

1. Introdução 2. Visão Histórica e Desenvolvimento. Agenda Apresentação. Agenda Apresentação. 1. Introdução. 2. Visão Histórica e Desenvolvimento

1. Introdução 2. Visão Histórica e Desenvolvimento. Agenda Apresentação. Agenda Apresentação. 1. Introdução. 2. Visão Histórica e Desenvolvimento Agenda Apresentação 1. Introdução 2. Visão Histórica e Desenvolvimento Metais, Cerâmicas, Polímeros, Compósitos, Biomateriais, Semicondutores, Materiais Avançados 3. Materiais Tradicionais Materiais Avançados

Leia mais

Polímeros. E suas aplicações no nosso cotidiano

Polímeros. E suas aplicações no nosso cotidiano Polímeros E suas aplicações no nosso cotidiano O que são polímeros? Polímeros são compostos formados, geralmente, de moléculas grandes, macromoléculas, obtidas pela combinação de moléculas pequenas. os

Leia mais

Prof: Alex

Prof: Alex www.portalmedquimica.com.br Prof: onceito 2 Polímeros são macromoléculas formadas pela união de grande número de moléculas menores iguais ou diferentes demoninadas monômeros. Monômero Repetição n vezes

Leia mais

Química 12.º Ano Unidade 3 Plásticos, Vidros e Novos Materiais Carlos Alberto da Silva Ribeiro de Melo

Química 12.º Ano Unidade 3 Plásticos, Vidros e Novos Materiais Carlos Alberto da Silva Ribeiro de Melo Química 12.º Ano Unidade 3 Plásticos, Vidros e Novos Materiais Carlos Alberto da Silva Ribeiro de Melo Lição n.º 87 Sumário: Polímeros: conceitos fundamentais, classificação, reciclagem e reacções de polimerização.

Leia mais

CIÊNCIAS DA NATUREZA - QUÍMICA Prof. Adriana Strelow 1º Ano

CIÊNCIAS DA NATUREZA - QUÍMICA Prof. Adriana Strelow 1º Ano CIÊNCIAS DA NATUREZA - QUÍMICA Prof. Adriana Strelow 1º Ano - 2016 Geometria molecular : Forma como os átomos estão espacialmente dispostos em uma molécula. A geometria de uma molécula depende do número

Leia mais

Professora: Daniela Becker Mestranda: Jéssica de Aguiar

Professora: Daniela Becker Mestranda: Jéssica de Aguiar Professora: Daniela Becker Mestranda: Jéssica de Aguiar JOINVILLE SC BRASIL 2016 Estruturas Cerâmicas São compostas por pelo menos dois elementos; Em geral são mais complexas do que a dos metais; Ex.:

Leia mais

Os materiais termoplásticos e termorígidos podem ser empregados na fabricação de tubulações em substituição aos metais. No campo dos polímeros

Os materiais termoplásticos e termorígidos podem ser empregados na fabricação de tubulações em substituição aos metais. No campo dos polímeros 1 Introdução Em muitas aplicações civis, a distribuição e o transporte de derivados de petróleo (óleo, gasolina, álcool...), utilizam redes de tubulações de aço-carbono. Porém, essas tubulações apresentam

Leia mais

Estrutura Molecular, Ligações Químicas e Propriedades dos Compostos Orgânicos

Estrutura Molecular, Ligações Químicas e Propriedades dos Compostos Orgânicos Universidade Federal de Campina Grande Centro de Ciências e Tecnologia Agroalimentar Profa. Roberlucia A. Candeia Disciplina: Química Orgânica Estrutura Molecular, Ligações Químicas e Propriedades dos

Leia mais

Aula 01. LIGAÇÕES de H ou PONTES de H H 2 O HF NH 3

Aula 01. LIGAÇÕES de H ou PONTES de H H 2 O HF NH 3 LIGAÇÕES de H ou PONTES de H Este tipo de ligação é um caso especial de ligação dipolo-dipolo, só ocorrendo entre moléculas polares. H 2 O HF NH 3 17 Polietileno (PEAD ou PEBD) É o polímero de maior aplicação

Leia mais

ESTRUTURA DOS SÓLIDOS CRISTALINOS. Mestranda: Marindia Decol

ESTRUTURA DOS SÓLIDOS CRISTALINOS. Mestranda: Marindia Decol ESTRUTURA DOS SÓLIDOS CRISTALINOS Mestranda: Marindia Decol Bibliografia Callister Jr., W. D. Ciência e engenharia de materiais: Uma introdução. LTC, 5ed., cap 3, 2002. Shackelford, J.F. Ciências dos Materiais,

Leia mais

Introdução. T m Líquido Viscoso Estado Borrachoso. (volume livre aumenta significativamente) TEM. T g

Introdução. T m Líquido Viscoso Estado Borrachoso. (volume livre aumenta significativamente) TEM. T g ESTADO AMORFO 1 Introdução Termoplásticos Fusível e solúvel: l podem ser reciclados Cadeias lineares ou ramificadas Semicristalinos ou amorfos Termorrígidos Insolúveis e infusíveis Alta densidade de ligações

Leia mais

FORÇAS INTERMOLECULARES

FORÇAS INTERMOLECULARES FORÇAS INTERMOLECULARES São as forças que mantêm os sólidos e líquidos unidos. A ligação covalente que mantém uma molécula unida é uma força intramolecular. A atração entre moléculas é uma força intermolecular.

Leia mais

Transdutores de Deslocamento

Transdutores de Deslocamento Transdutores de Deslocamento Potenciômetros são formados por um material condutor resistivo depositado em superfície isolante, com contatos fixos nas duas extremidades e um contato móvel (cursor) que se

Leia mais

2. Considerando a figura dada na questão 2, explique a principal dificuldade de conformação da sílica fundida em relação ao vidro de borosilicato.

2. Considerando a figura dada na questão 2, explique a principal dificuldade de conformação da sílica fundida em relação ao vidro de borosilicato. Lista de Exercícios Materiais Cerâmicos 1. Num vidro, a deformação pode ocorrer por meio de um escoamento isotrópico viscoso se a temperatura for suficientemente elevada. Grupos de átomos, como por exemplo

Leia mais

1. Cite as principais caracterísicas apresentadas pelas seguintes classes de materiais, dando dois exemplos para cada uma delas:

1. Cite as principais caracterísicas apresentadas pelas seguintes classes de materiais, dando dois exemplos para cada uma delas: Respostas ICM 1. Cite as principais caracterísicas apresentadas pelas seguintes classes de materiais, dando dois exemplos para cada uma delas: Metais São bons condutores de calor e de eletricidade, e também

Leia mais

MATERIAIS CERÂMICOS E POLIMÉRICOS

MATERIAIS CERÂMICOS E POLIMÉRICOS MATERIAIS CERÂMICOS E POLIMÉRICOS Curso: Engenharia Mecânica - Terceiro Semestre Letivo Período: Primeiro Semestre 2010 Carga Horária: 60 horas Docente: Prof. Dr. Wagner M. Pachekoski MATERIAIS CERÂMICOS:

Leia mais

INTRODUÇÃO À MATERIAIS PLÁSTICOS - Conceitos. Profa. Ketlin Cristine Batista Mancinelli

INTRODUÇÃO À MATERIAIS PLÁSTICOS - Conceitos. Profa. Ketlin Cristine Batista Mancinelli INTRODUÇÃO À MATERIAIS PLÁSTICOS - Conceitos Profa. Ketlin Cristine Batista Mancinelli Classificação dos Materiais A classificação tradicional dos materiais é geralmente baseada na composição química e

Leia mais

NORMAL: RAMIFICADA: H H H C C

NORMAL: RAMIFICADA: H H H C C C4 OBS.: C Carbono primário: Se o átomo de carbono estiver ligado a um átomo de carbono. Carbono secundário: se um átomo de carbono estiver ligado a dois átomos de carbono. Carbono terciário: se estiver

Leia mais

UNILUB. Indice TINTAS ESPECIAIS... 5 TINTAS GRÁFICAS... 5 TINTAS ANTI-ADERENTES E PARA REVESTIMENTOS... 5 RESINAS TERMOPLÁSTICAS...

UNILUB. Indice TINTAS ESPECIAIS... 5 TINTAS GRÁFICAS... 5 TINTAS ANTI-ADERENTES E PARA REVESTIMENTOS... 5 RESINAS TERMOPLÁSTICAS... UNILUB Indice P.T.F.E. UNILUB LUBRIFICANTE EM PÓ... 2 P.T.F.E. UNILUB 5... 2 P.T.F.E. UNILUB 15... 2 DESCRIÇÃO... 2 CARACTERÍSTICAS TÍPICAS DOS PRODUTOS... 2 APLICAÇÕES... 3 LUBRIFICANTE SECO... 3 ÓLEOS,

Leia mais

Estrutura de Sólidos Cristalinos. Profa. Dra Daniela Becker

Estrutura de Sólidos Cristalinos. Profa. Dra Daniela Becker Estrutura de Sólidos Cristalinos Profa. Dra Daniela Becker Bibliografia Callister Jr., W. D. Ciência e engenharia de materiais: Uma introdução. LTC, 5ed., cap 3, 2002. Shackelford, J.F. Ciências dos Materiais,

Leia mais

Ligação Covalente: compartilhamento de elétrons entre os átomos.

Ligação Covalente: compartilhamento de elétrons entre os átomos. Aula 14 10/jun Marcelo Ligação Covalente: compartilhamento de elétrons entre os átomos. Formação de compostos moleculares Ocorre entre átomos de não-metais (baixa diferença de eletronegatividade) Acima,

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL Faculdade de Engenharia PROCESSAMENTO DE POLÍMEROS

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL Faculdade de Engenharia PROCESSAMENTO DE POLÍMEROS PROCESSAMENTO DE POLÍMEROS AULA 01 Polímeros Definição de Polímeros Tipos de Polímeros Aplicações dos Polímeros Definições gerais para Polímeros Peso Molecular Arquitetura Molecular Estado de Conformação

Leia mais

CIÊNCIA E ENGENHARIA DOS MATERIAIS CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS LIGAÇÕES QUÍMICAS

CIÊNCIA E ENGENHARIA DOS MATERIAIS CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS LIGAÇÕES QUÍMICAS ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais CIÊNCIA E ENGENHARIA DOS MATERIAIS CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS LIGAÇÕES QUÍMICAS PMT 2100 - Introdução

Leia mais

Capítulo 2. Polímeros: Introdução e conceitos fundamentais. 2.1 Classificação dos polímeros

Capítulo 2. Polímeros: Introdução e conceitos fundamentais. 2.1 Classificação dos polímeros Capítulo 2 Polímeros: Introdução e conceitos fundamentais 2.1 Classificação dos polímeros Segundo suas características tecnológicas os polímeros podem ser classificados em termoplásticos e termorrígidos.

Leia mais

Química de Polímeros

Química de Polímeros Química de Polímeros Tópicos de QO essenciais para compreender a química de polímeros: 1. Estabilidade Relativa de Carbocátions, Carbânions e Radicais. 2. Estruturas de Ressonância. 3. Mecanismo de Reações

Leia mais

Sumário. 1 Introdução: matéria e medidas 1. 2 Átomos, moléculas e íons Estequiometria: cálculos com fórmulas e equações químicas 67

Sumário. 1 Introdução: matéria e medidas 1. 2 Átomos, moléculas e íons Estequiometria: cálculos com fórmulas e equações químicas 67 Prefácio 1 Introdução: matéria e medidas 1 1.1 O estudo da química 1 1.2 Classificações da matéria 3 1.3 Propriedades da matéria 8 1.4 Unidades de medida 12 1.5 Incerteza na medida 18 1.6 Análise dimensional

Leia mais

FACULDADE SUDOESTE PAULISTA

FACULDADE SUDOESTE PAULISTA FACULDADE SUDOESTE PAULISTA Ciência e Tecnologia de Materiais Prof. Msc. Patrícia Correa Revisão -Propriedades ópticas em materiais -Propriedades magnéticas -Metais -Cerâmicas -Polímeros Propriedades ópticas

Leia mais

"PROCESSO DE FABRICAÇÃO DE ADESIVO PARA SUPERFÍCIES DE VIDROS, CERÂMICAS, ALVENARIAS E PLÁSTICOS À BASE DE LÁTEX DE BORRACHA NATURAL MODIFICADO POR

PROCESSO DE FABRICAÇÃO DE ADESIVO PARA SUPERFÍCIES DE VIDROS, CERÂMICAS, ALVENARIAS E PLÁSTICOS À BASE DE LÁTEX DE BORRACHA NATURAL MODIFICADO POR "PROCESSO DE FABRICAÇÃO DE ADESIVO PARA SUPERFÍCIES DE VIDROS, CERÂMICAS, BORRACHA NATURAL MODIFICADO POR POLIFOSFATO" 5 A presente invenção se refere a um processo de fabricação de adesivo à base de látex

Leia mais

Propriedades Físicas de Compostos Orgânicos

Propriedades Físicas de Compostos Orgânicos Os principais fatores que influenciam nas propriedades físicas dos compostos orgânicos são: O tamanho das moléculas; Os tipos de interação intermolecular. Temperatura de Ebulição e Fusão Quanto mais fortes

Leia mais

ÓLEOS E GORDURAS (LIPÍDEOS) - TRIGLICERÍDEOS

ÓLEOS E GORDURAS (LIPÍDEOS) - TRIGLICERÍDEOS Moléculas Orgânicas constituintes dos seres vivos (Biomoléculas Orgânicas) Gorduras ou Lipídeos (Triglicerídeos) Derivadas de ácidos graxos e podem se classificar em: Gorduras Saturadas Gorduras insaturadas

Leia mais

O que são Polímeros?

O que são Polímeros? MATERIAL PARA E-MAIL REFERENTE AO KIT ENEM 2016 - LIXO LIXO - PLÁSTICOS - 3R - POLÍMEROS - ELETROQUÍMICA POTENCIAL DE REDUÇÃO ELETRÓLISE O que são Polímeros? Bom, nos diaspom atuaisser vivemos naou erasintéticos.

Leia mais

Principais propriedades mecânicas

Principais propriedades mecânicas Principais propriedades mecânicas Resistência à tração Elasticidade Ductilidade Fluência Fadiga Dureza Tenacidade,... Cada uma dessas propriedades está associada à habilidade do material de resistir às

Leia mais

Aulão de Química. Química Geral Professor: Eduardo Ulisses

Aulão de Química. Química Geral Professor: Eduardo Ulisses Aulão de Química Química Geral Professor: Eduardo Ulisses Substâncias e Misturas Substância é qualquer parte da matéria que possui propriedades constantes. As substâncias podem ser classificadas como sendo

Leia mais

Polímeros, Hidratos de Carbono, Lipídios e Proteínas

Polímeros, Hidratos de Carbono, Lipídios e Proteínas Polímeros, Hidratos de Carbono, Lipídios e Proteínas Polímeros, Hidratos de Carbono, Lipídios e Proteínas 1. naturais ou artificiais formados por macromoléculas que, por sua vez, são constituídas por unidades

Leia mais

SIMULADO EXTENSIVO QUÍMICA

SIMULADO EXTENSIVO QUÍMICA P R É - V E S T I B U L A R 04.09 QUÍMICA QUESTÃ 49 jornal Folha de São Paulo publicou, em 19/06/07, matéria sobre empresas norte-americanas que estavam falsificando suco de laranja. produto, vendido como

Leia mais

UFSC. Química (Amarela) , temos 10 mol de Mg, ou seja, 243 g de Mg. Resposta: = 98. Comentário

UFSC. Química (Amarela) , temos 10 mol de Mg, ou seja, 243 g de Mg. Resposta: = 98. Comentário Resposta: 02 + 32 + 64 = 98 01. Incorreta. carbonato de magnésio é um sal insolúvel em H 2, logo não dissocia-se em Mg 2+ e (aq) C2. 3(aq) 02. Correta. 12 Mg 2+ = 1s 2 2s 2 2p 6 K L 04. Incorreta. É um

Leia mais

MATERIAIS PARA ENGENHARIA DE PETRÓLEO - EPET069 - Propriedades Elétricas Propriedades Térmicas

MATERIAIS PARA ENGENHARIA DE PETRÓLEO - EPET069 - Propriedades Elétricas Propriedades Térmicas MATERIAIS PARA ENGENHARIA DE PETRÓLEO - EPET069 - Propriedades Elétricas Propriedades Térmicas Condutividade Elétrica 1820 Físicos podiam produzir e detectar correntes elétricas; Medir diferenças de potenciais;

Leia mais

UNICEP CENTRO UNIVERSITÁRIO CENTRAL PAULISTA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO APOSTILA DE PROCESSOS PRODUTIVOS II

UNICEP CENTRO UNIVERSITÁRIO CENTRAL PAULISTA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO APOSTILA DE PROCESSOS PRODUTIVOS II UNICEP CENTRO UNIVERSITÁRIO CENTRAL PAULISTA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO APOSTILA DE PROCESSOS PRODUTIVOS II Prof a Dr a MÁRCIA FERNANDA MARTINS DIAS São Carlos 2008 PROCESSAMENTO QUÍMICO: pode

Leia mais

EVOLUÇÃO DA UTLIZAÇÃO DOS MATERIAIS. Figura copiada do material do Prof. Arlindo Silva do Instituto Superior Técnico da Universidade de Portugal

EVOLUÇÃO DA UTLIZAÇÃO DOS MATERIAIS. Figura copiada do material do Prof. Arlindo Silva do Instituto Superior Técnico da Universidade de Portugal EVOLUÇÃO DA UTLIZAÇÃO DOS MATERIAIS Figura copiada do material do Prof. Arlindo Silva do Instituto Superior Técnico da Universidade de Portugal Tensão (MPa) Propriedades mecânicas de polímeros Tensão x

Leia mais

LUAULA. Professor: Eduardo Ulisses

LUAULA. Professor: Eduardo Ulisses LUAULA Professor: Eduardo Ulisses Sobre as ligações químicas, analise as afirmativas. I. Nas estruturas de Lewis, a ligação covalente resulta do compartilhamento de um par de elétrons entre dois átomos.

Leia mais