19 de dezembro de 2014/ nº 007

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "19 de dezembro de 2014/ nº 007"

Transcrição

1 Retrospectiva: O ano de 2014 se mostrou bastante delicado para a economia brasileira. O crescimento do PIB, projetado pelo Relatório Focus, que já foi de 2,00%, agora está em 0,16% para 2014, o IPCA, está se mantendo acima da meta do governo, e o saldo das transações entre o Brasil e o exterior, medido desde 1980, está com o acumulado até outubro deste ano o valor negativo de US$ 70,7 bilhões, o pior resultado da história. Porém, a agropecuária matogrossense tem andado em sentido oposto, e uma prova disso é o Valor Bruto da Produção (VBP) da soja, calculado pelo Imea, que apresentou o maior aumento na safra 13/14, gerando um total de R$ 21,65 bilhões, R$ 2,45 bilhões a mais que em, e os dois principais fatores foram o aumento da área e ganho de produtividade do setor. Já a bovinocultura de corte, mesmo reduzindo em 9,1% o número de abates, teve aumento de 15,9% no VBP em 2014, indo a R$ 8,82 bilhões, resultado obtido graças à alta média de 28% no preço da arroba. Com isso, o VBP das 10 principais atividades praticadas no Estado em 2014 se destaca como o ano de maior geração de receitas, com um total de R$ 43,50 bilhões, acréscimo de R$ 3,80 bilhões ao VBP do último ano e mais que o dobro de 2010, primeiro ano da série, demonstrando o bom momento do Estado. Painel da Decisão: Estimativas Unidade ( b ) 2014 ( a) (a/ b) 1 VB P So ja 2014 R$ bi 19,20 21,65 12,8% 2 VB P A lgo dão 2014 R$ bi 3,43 4,23 23,4% 3 VB P M ilho 2014 R$ bi 5,21 4,09 21,6% 4 VB P B o i 2014 R$ bi 7,61 8,82 15,9% 5 VB P M T A gro 2014 R$ bi 39,88 43,50 9,1% 6 D ó lar RS/US$ 2,16 2,54 17,6% 7 Selic % a.a. 10,50 11,55 10,0% 8 IGP D I % 5,52 3,90 29,3% 9 IP C A % 5,76 6,43 11,6% 10 B al. C o m. M T * US$ bi 13,30 12,31 7,4% 11 B. C. A gro negó cio M T * US$ bi 14,59 13,79 5,5% 12 Expo rt. Gerais M T * US$ bi 14,90 13,98 6,2% 13 Impo rt. Gerais M T * US$ bi 1,59 1,67 4,6% 14 Emprego s F o rmais M T unid ,6% 15 Emprego s A gro M T unid ,2% 16 N º Í nd. C arne B o vina Base 01/12 83,80 100,49 19,9% 17 N º Í nd. C arne Suí na Base 01/12 94,27 100,77 6,9% 18 N º Í nd. C arne de A ves Base 01/12 120,18 134,53 11,9% 19 N º Í nd. Lácteo s Base 01/12 122,24 143,03 17,0% 20 N º Í nd. C. B as. C uiabá Base 01/12 110,79 116,75 5,4% 21 C esta B ásica C uiabá R$ 309,74 326,40 5,4% *Acumulado jan/nov. Confira mais informações sobre os indicadores nos gráficos das páginas seguintes. A nova estimativa do VBP de algodão reduziu 6,6%. A queda foi diretamente relacionada a uma revisão para baixo de 7,0% no preço da pluma e 4,1% no preço do caroço. De acordo com a última variação sofrida pelo IGPDI de 1,14%, esperase que a UPF/MT irá para R$ 108,98, em janeiro. Neste ano, o acumulado das exportações de janeiro a novembro está 6,1% inferior ao exportado no mesmo período do ano passado. O item com maior redução foi o milho, com queda de R$ 1,54 bilhão. O valor médio da cesta básica em Cuiabá, nas primeiras duas semanas de dezembro, ficou em R$ 326,75. Assim, atingiu o 5º maior valor nacional, quando comparado ao das outras capitais nas quais Dieese também faz o levantamento. PERSPECTIVAS: Um cenário aparentemente é consenso entre os economistas, de que 2015 será um ano bastante difícil. A mudança na gestão dos ministérios da Fazenda e Planejamento deverá implicar grandes mudanças para o próximo ano. Uma das medidas do governo esperadas pelo mercado tem sido a de aumento dos impostos e cortes de subsídios. Já para a soja, cultura que gera a maior receita do campo no Estado, é esperada uma produção recorde para a safra 2014/15. Com reflexos dos preços internacionais, 2015 pode ter preços menores que no ano anterior, porém a alta do dólar já ajudou a melhorar os preços futuros e pode ser a principal variável de movimentação dos preços no próximo ano. As carnes, que tiveram um ano bom, deverão continuar indo bem, pois a quantidade de abate não deve aumentar e a demanda deverá continuar firme, mantendo os preços em patamares altos. Enfim, 2015 será de arrocho, mas crucial para a saúde econômica brasileira. No âmbito nacional será de sérios ajustes e de estabilidade no PIB, já no âmbito regional, Mato Grosso deve obter decréscimo no VBP, 5%, indo a um total de R$ 41,40 bilhões, com grande peso para isto nos VBPs do algodão e milho, com reduções de 22% e 11%, respectivamente, por conta das estimativas de quedas nas produções das duas commodities.

2 out/13 nov/13 dez/13 jan/14 fev/14 mar/14 abr/14 mai/14 jun/14 jul/14 ago/14 set/14 out/14 nov/14 19 de dezembro de 2014/ nº Valor Bruto da Produção Soja (R$ bi) 2 Valor Bruto da Produção Algodão (R$ bi) 25,00 20,00 Soja 5,00 Algodão 4,00 15,00 3,00 10,00 2,00 5,00 1, Valor Bruto da Produção Milho (R$ bi) 4 Valor Bruto da Produção Boi (R$ bi) 7,00 Milho 10,50 Bovinocultura 6,00 9,00 5,00 7,50 4,00 6,00 3,00 4,50 2,00 3,00 1,00 1, Valor Bruto da Produção Agropecuária MT (R$ bi) 6 Dólar 50,00 MT 2,60 2,50 Cotações em R$ 40,00 30,00 2,40 2,30 2,20 20,00 2,10 10,00 2, ,90 Fonte: Banco Central do Brasil

3 7 Selic (%) 2,00 8 Índice Geral de Preços Disponibilidade Interna (%) 11,50 11,00 10,50 10,00 9,50 9,00 8,50 8,00 7,50 7,00 Selic 1,50 1,00 0,50 0,00 0,50 1,00 IGPDI Fonte: Banco Central do Brasil Fonte: FGV/IBRE 9 IPCA (%) 10 Balança Comercial Total MT (US$ milhões) 1,00 IPCA Total MT 0, , , , , Fonte: IBGE; Elaboração: Imea Fonte: Aliceweb / MDIC; Elaboração: Imea 11 Balança Comercial Agro MT (US$ milhões) 12 Exportações Gerais MT (US$ milhões) Agronegócio MT Total MT Fonte: AgroStat; Elaboração: Imea Fonte: Aliceweb / MDIC; Elaboração: Imea

4 out/13 nov/13 dez/13 jan/14 fev/14 mar/14 abr/14 mai/14 jun/14 jul/14 ago/14 set/14 out/14 nov/14 19 de dezembro de 2014/ nº Importações Gerais MT (US$ milhões) 14 Empregos Formais MT Total MT Total MT Fonte: Aliceweb / MDIC; Elaboração: Imea Fonte: Ministério do Trabalho / RAIS 15 Empregos Formais do Agronegócio 16 Nº Índice Carne Bovina Agronegócio MT 120,00 100,00 80,00 60,00 40,00 20,00 Carne Bovina Fonte: Ministério do Trabalho / RAIS 17 Nº Índice Carne Suína 18 Nº Índice Carne De Aves 102,00 Carne Suína 140,00 Carne De Aves 100,00 98,00 135,00 96,00 130,00 94,00 125,00 92,00 90,00 120,00 88,00 115,00

5 19 Nº Índice Derivados Lácteos 20 Nº Índice Cestá Básica 160,00 155,00 150,00 145,00 Derivados Lácteos 125,00 120,00 115,00 Cestá Básica 140,00 110,00 135,00 130,00 125,00 105,00 100,00 120,00 95,00 21 Valor da Cesta Básica (R$) 350,00 340,00 330,00 320,00 310,00 300,00 290,00 280,00 270,00 Valor

6 Tabela 1 Histórico do Valor Bruto da Produção (VBP) da agropecuária, em Mato Grosso (R$ milhões) VBP Histórico * 2015* (15/14) Soja % Algodão % Milho % Canadeaçúcar % Arroz % s florestais e Lenha % *Estimativa (dezembro/14) Boi % Aves % Leite % Suínos % Total % Tabela 2 Variações dos Preços e Produções das Culturas, em Mato Grosso Cultura * 2015* Produção Preço Produção Preço Produção Preço Produção Preço Produção Preço Soja 9,3% 12,9% 3,9% 18,3% 10,7% 14,3% 11,1% 1,5% 6,1% 10,2% Milho 16,9% 37,5% 98,7% 3,7% 62,2% 25,4% 21,4% 3,3% 17,6% 8,4% Algodão Pluma 67,3% 23,1% 14,5% 19,2% 36,0% 17,7% 40,8% 10,1% 12,0% 14,1% Algodão Caroço 67,3% 33,1% 14,5% 25,8% 36,0% 44,2% 40,8% 22,7% 12,0% 4,1% Canadeaçúcar 2,7% 15,2% 3,7% 24,8% 24,1% 5,8% 3,9% 3,3% 0,3% 1,2% Arroz 7,2% 0,0% 42,0% 14,1% 14,5% 34,7% 9,7% 6,5% 2,5% 1,4% Boi 5,4% 14,9% 9,0% 5,1% 11,6% 5,3% 7,8% 26,3% 4,0% 2,3% Vaca 46,8% 12,2% 19,2% 4,9% 6,2% 5,2% 10,7% 29,6% 6,5% 1,3% Leite 6,2% 3,9% 7,7% 2,8% 1,8% 17,6% 4,2% 7,2% 4,2% 1,2% s Florestais 12,2% 3,1% 2,3% 10,7% 9,2% 35,4% 2,8% 4,0% 1,4% 3,4% Aves 8,2% 3,2% 6,2% 0,0% Suínos 3,1% 20,3% 5,8% 10,3% *Estimativa (dezembro/14)

7 TABELA 3 RANKING DAS EXPORTAÇÕES POR PRODUTOS MATOGROSSENSES (US$ MILHÕES) Ranking 2014 Jan Nov/14 1 Cereais 517,0 5,4 120,0 13,1 7,4 1,2 1,3 48,0 251,3 202,7 294,7 294,3 945,0 0% 43% 4 Resíduos das indústrias alimentares 235,8 0,0 77,1 137,3 288,4 252,4 295,4 184,1 400,8 129,6 165,5 195, ,7 18% 17% 3 Carnes e miudezas 148,8 0,1 138,2 118,8 146,7 125,6 117,3 141,7 141,1 102,3 127,9 106, ,6 17% 29% 5 Algodão 56,6 7,7 26,2 26,8 25,5 41,5 23,3 9,9 72,4 140,0 159,4 100,6 532,8 37% 78% 2 Grãos, sementes e frutos 70,4 131,3 574, , , , ,7 915,8 453,3 201,9 80,2 19, ,3 76% 73% 6 Gorduras e óleos animais ou vegetais 12,5 0,0 13,2 21,8 38,7 24,6 28,3 47,4 35,3 13,1 18,2 15,3 240,6 16% 22% 7 Pedras e metais preciosos 34,7 439,7 18,0 14,2 19,9 22,4 9,1 18,8 16,9 12,7 16,2 10,6 588,1 35% 69% 8 Madeira, carvão vegetal 9,5 0,0 7,7 6,8 8,4 8,2 8,3 7,9 7,6 7,2 9,5 7,7 71,5 18% 19% 9 Peles e couro 6,8 0,0 9,4 10,3 8,3 12,7 8,5 14,9 11,3 12,6 12,1 7,2 100,2 41% 6% 10 Outros produtos de origem animal 4,5 5,0 6,0 4,0 5,0 5,0 6,0 5,0 6,0 5,4 5,4 5,1 52,8 7% 14% 11 Outros 5,2 215,9 2,5 3,0 2,1 4,9 6,5 13,1 10,3 8,0 7,1 5,5 273,4 23% 4% Total 1.101,9 805,2 992, , , , , , ,2 835,6 896,2 766, ,5 14% 30% Fonte: Alicew eb/mdic; Elaboração: Imea TABELA 4 RANKING DAS IMPORTAÇÕES POR PRODUTOS EM MT (US$ MILHÕES) Ranking 1 Adubos ou fertilizantes 67,3 82,6 46,9 72,8 77,1 172,9 73,7 110,2 133,2 89,7 79,3 111, ,6 40% 65% 2 Combustíveis e óleos minerais 3,5 0,0 0,4 12,2 21,5 11,2 18,0 22,9 24,0 27,1 26,3 22,2 185,9 15% 540% 6 s químicos industriais 6,8 5,8 3,5 0,8 1,1 1,6 2,1 5,9 12,8 11,3 6,9 5,6 57,3 18% 18% 3 Aeronaves e aparelhos espaciais 3,3 0,1 4,2 3,3 0,2 0,1 1,4 0,1 4,1 2,1 7,3 3,5 26,5 52% 6% 4 Reatores nucleares e suas partes 1,4 3,7 2,3 32,2 7,8 6,5 2,5 6,8 1,0 3,1 2,0 2,8 70,8 39% 106% 8 Ferro e aço 1,3 1,8 0,7 1,1 1,9 0,9 0,5 2,6 1,1 1,3 1,9 1,3 15,0 32% 0% 10 Borracha e suas obras 2,0 1,5 0,8 0,7 1,0 0,9 1,4 1,6 0,9 1,3 0,9 0,9 11,9 0% 7 s químicos orgânicos 0,1 0,6 0,7 0,9 0,1 0,7 0,5 0,6 0,5 0,5 0,6 0,5 6,3 19% 276% 5 Fibras sintéticas ou artificiais, descontínuas 0,0 0,2 0,2 0,0 0,2 0,1 0,3 0,1 0,1 0,1 0,2 0,4 1,9 109% 9 Obras de ferro fundido, ferro ou aço 0,2 0,2 0,8 0,5 1,0 0,1 0,2 0,0 0,1 0,4 0,2 0,4 3,9 125% 121% 11 Outros 9,9 21,1 41,0 19,8 54,5 46,0 27,8 7,8 9,2 5,2 3,2 1,2 236,9 62% 87% Fonte: Alicew eb/mdic; Elaboração: Imea 2014 Jan Nov/14 Total 95,8 117,6 101,6 144,4 166,3 241,0 128,4 158,6 187,1 142,0 128,8 150, ,9 16% 57%

8 TABELA 5 INDICADORES DO COMÉRCIO EXTERIOR DE MATO GROSSO Indicadores Unidade * Participação Agronegócio Exportação Agro/Total 98,4% 98,7% 97,9% 98,7% Balança Comercial MT US$ milhões 9.521, , , ,63 Balança Comercial Agronegócio US$ milhões , , , ,44 PIB R$ milhões 71,42 Termos de Troca 1,03 0,96 1,00 1,08 Dólar Médio R$/US$ 1,67 1,95 2,16 2,33 Fonte: Alice Web, AgroStat, Banco Central do Brasil, IBGE; Elaboração: Imea *Até novembro TABELA 6 INDICADORES DO COMÉRCIO EXTERIOR DO BRASIL Indicadores Unidade * Participação Agronegócio Exportação Agro/Total 37,1% 39,5% 41,3% 43,3% Balança Comercial Brasil US$ milhões , , , ,21 Balança Comercial Agronegócio US$ milhões , , , ,44 PIB R$ bilhões 4.143, , ,00 PIB Agronegócio R$ bilhões 1.081, , ,24 Termos de Troca 0,31 0,28 0,29 0,29 Dólar Médio R$/US$ 1,67 1,95 2,16 2,33 Fonte: Alice Web, AgroStat, Banco Central do Brasil, IBGE; Elaboração: Imea *Até novembro TABELA 7 EMPREGOS EM MATO GROSSO POR SETOR Indicadores * Extrativa Mineral Indústria de Transformação Serviços Industriais de Utilidade Pública Construção Civil Comércio Serviços Administração Pública Agropecuária, Extração Vegetal, Caça e Pesca Fonte: M.T.E. Elaboração: Imea *Até outubro Total Agronegócio Imea

9 TABELA 8 RANKING DAS EXPORTAÇÕES DE MT POR DESTINO (US$ MILHÕES) Ranking 2014 Jan Nov/14 1 Países Baixos (Holanda) 139,4 112,5 31,4 124,2 236,4 145,9 212,6 137,5 136,7 65,5 68,0 98, ,6 45% 29% 2 Irã 112,5 86,6 27,9 11,3 11,3 4,0 3,7 11,5 38,6 59,7 76,7 96,3 427,7 25% 14% 3 Indonésia 66,9 39,7 34,8 32,1 89,8 70,4 83,9 17,4 116,3 64,7 104,5 88,4 742,1 15% 32% 4 Coreia do Sul 57,1 47,5 4,8 11,3 9,9 38,8 23,0 13,1 29,0 33,9 59,5 49,1 319,8 17% 14% 5 Vietnã 71,2 49,8 44,3 7,6 38,2 7,9 10,1 26,8 102,9 34,2 69,0 47,0 438,0 32% 34% 6 Arábia Saudita 42,8 9,6 2,4 9,8 11,6 3,1 1,5 7,2 58,9 5,7 1,3 32,2 143,3 2376% 25% 7 Hong Kong 22,6 35,0 46,7 26,6 30,9 31,6 27,4 33,1 34,5 29,9 29,0 30,0 354,8 3% 33% 8 China 54,4 13,4 461,9 964,3 923,0 833,0 646,9 545,6 323,6 111,6 90,3 29, ,9 68% 46% 9 Itália 16,2 6,4 9,3 28,0 71,2 59,4 33,8 39,6 36,0 9,1 15,9 24,2 332,9 52% 49% 10 Japão 55,1 25,4 3,5 9,0 30,5 47,6 29,5 20,6 14,1 26,2 27,3 23,7 257,5 13% 57% 11 Outros 463,7 379,1 325,4 356,3 498,1 504,4 519,2 554,3 515,6 395,0 354,8 247, ,0 30% 47% Total 1.101,9 805,2 992, , , , , , ,2 835,6 896,2 766, ,5 14% 30% Fonte: Alicew eb/mdic; Elaboração: Imea TABELA 9 RANKING DAS IMPORTAÇÕES DE MT POR ORIGEM (US$ MILHÕES) Ranking 2014 Jan Nov/14 1 Bolívia 0,8 0,0 0,6 12,2 21,5 11,0 17,8 22,5 24,0 26,9 26,1 22,2 184,8 15% 2604% 2 Belarus (Bielorrúsia) 1,3 0,0 13,7 17,1 8,5 21,0 16,9 34,0 32,1 19,5 13,9 18,6 195,3 34% 1320% 3 Israel 4,8 5,6 0,0 2,2 0,0 0,3 9,0 0,1 0,1 6,5 0,3 17,0 41,0 5578% 257% 4 Emirados Árabes Unidos 0,2 0,0 4,2 0,0 0,0 1,1 0,1 0,1 0,0 0,0 0,1 16,6 22, % 9654% 5 China 8,9 17,2 6,0 5,9 9,9 19,0 5,0 4,0 21,0 13,8 7,9 16,1 125,8 102% 81% 6 Estados Unidos 16,1 13,3 13,5 25,9 23,8 23,2 5,7 10,8 8,1 6,3 19,3 12,4 162,4 36% 23% 7 Coveite (Kuweit) 0,0 6,8 0,0 5,0 3,4 9,3 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 8,7 33,2 8 Rússia 11,9 9,3 4,9 7,1 15,3 21,9 7,6 25,0 27,3 14,0 5,6 6,3 144,3 11% 47% 9 Alemanha 6,3 3,7 4,2 1,3 2,2 11,2 5,6 4,2 16,5 2,5 2,4 6,2 60,0 153% 1% 10 Catar 0,0 10,6 0,0 4,8 5,1 0,8 0,0 0,0 0,4 0,0 0,0 5,8 27,5 11 Outros 45,6 51,1 54,5 62,9 76,7 122,1 60,8 58,0 57,5 52,6 53,2 20,2 669,4 62% 56% Total 95,8 117,6 101,6 144,4 166,3 241,0 128,4 158,6 187,1 142,0 128,8 150, ,9 16% 57% Fonte: Alicew eb/mdic; Elaboração: Imea

10 TABELA 10 PREÇOS MÉDIOS NO VAREJO EM CUIABÁ CARNES E LÁCTEOS Unidade 2014 Boi R$/kg 15,3 16,1 15,9 16,6 16,7 16,9 17,1 17,4 17,3 18,2 18,1 18,8 4% 23% Frango R$/kg 9,5 9,5 9,7 9,7 10,1 9,9 10,0 10,0 10,1 9,9 10,1 10,3 2% 8% Suíno R$/kg 11,0 11,5 11,2 11,3 11,1 11,0 11,3 11,5 11,5 11,6 11,8 11,9 1% 8% Leite R$/l 10,2 10,4 9,9 9,9 10,0 10,3 10,4 10,6 10,6 12,0 11,4 11,1 3% 8% TABELA 11 PREÇOS MÉDIOS NO VAREJO EM CUIABÁ CESTA BÁSICA Unidade 2014 Cesta Básica R$ 302,0 299,9 298,4 335,2 324,2 345,8 330,5 314,8 309,0 310,5 313,4 326,4 4% 8% Carne R$/kg 105,0 105,4 104,1 111,2 111,8 111,2 110,0 110,2 113,3 119,1 118,3 121,3 3% 15% Leite R$/l 20,1 17,4 16,8 17,2 18,3 17,9 17,9 18,0 18,3 18,2 18,3 18,3 0% 9% Feijão R$/kg 18,0 15,6 14,5 17,0 17,2 16,9 16,2 15,4 14,1 13,2 12,8 12,9 1% 28% Arroz R$/kg 6,5 6,5 6,5 6,4 6,4 6,6 6,9 6,7 6,7 6,9 6,4 6,5 1% 0% Farinha R$/kg 4,6 4,5 4,3 4,6 5,1 4,6 4,7 4,8 4,8 5,2 5,0 4,6 8% 1% Batata R$/kg 18,0 18,5 17,1 21,6 21,7 26,9 23,3 18,7 15,3 14,5 14,2 20,2 42% 12% Tomate R$/kg 32,1 31,6 34,4 56,1 46,7 58,9 49,8 41,5 37,6 37,1 41,7 46,8 12% 46% Pão Francês R$/kg 48,9 49,4 50,4 49,7 45,9 50,3 50,8 49,6 46,6 46,7 46,1 45,8 1% 6% Café em Pó R$/kg 8,6 8,6 8,6 9,0 9,0 9,1 9,0 8,9 9,0 9,0 8,7 8,8 2% 3% Banana R$/unid. 15,8 17,1 16,4 17,4 16,0 17,2 16,6 16,3 18,0 16,5 16,9 16,3 4% 3% Açúcar R$/kg 4,3 4,8 4,8 4,9 5,0 5,1 5,0 4,9 4,7 4,7 4,6 4,7 2% 9% Óleo R$/gr 2,7 2,8 2,8 2,7 2,8 3,1 3,1 3,0 2,9 2,8 2,8 2,8 2% 1% Manteiga R$/gr 17,4 17,5 17,7 17,6 18,3 17,8 17,2 16,9 17,7 16,6 17,4 17,5 0% 0% PRESIDENTE Normando Corral SUPERINTENDENTE Otávio Lemos de Melo Celidonio ELABORAÇÃO Pedro Sinohara Junior e Felipe Carvalho. EQUIPE TÉCNICA Analistas: Ângelo Ozelame, Daniel Ferreira, Géssy Gabriella, Jéssica Brandão, José Victor Zamparini, Paulo Ozaki, Pedro Sinohara, Rafael Chen, Regiane Campos, Rondiny Carneiro, Sâmyla Sousa, Tainá Heinzmann, Talita Takahashi e Tiago Assis. Estagiários: Alexandre Rego, Aline Kaziuk, Edílson Freire Felipe Carvalho, Júlio Marques, Kimberly Montagner, Thiago Izael, Wilson Chitto e Yago Travagini. INDICADORES ATUAL ANTERIOR SELIC (AO ANO) 11,75% 11,25% TJLP (AO ANO) 5,00% 5,00% IPCA 11/14 0,51% 0,42% IPCA 12 MESES 6,56% 6,59% IGPDI 11/14 1,14% 0,59% IGPDI 12 MESES 4,10% 3,21%

24 de novembro de 2014/ nº 006

24 de novembro de 2014/ nº 006 jan/13 mar/13 mai/13 jul/13 set/13 nov/13 jan/14 mar/14 mai/14 jul/14 set/14 nov/14 R$/litro Diesel e R$/US$ Frete (R$/t) 24 de novembro de 2014/ nº 006 Economia em xeque: Uma semana após o fim das eleições,

Leia mais

29 de junho de 2015/ nº 013

29 de junho de 2015/ nº 013 Saldo das Operações de Crédito (milhões de R$) 29 de junho de 2015/ nº 013 Efeito PAP: No início de junho o governo federal anunciou o Plano Agrícola e Pecuário 2015/2016, disponibilizando crédito aos

Leia mais

26 de fevereiro de 2016/ nº 021

26 de fevereiro de 2016/ nº 021 jan/15 mar/15 mai/15 jul/15 set/15 nov/15 jan/16 Bilhões de R$ % 26 de fevereiro de 2016/ nº 021 Contas em xeque : Na última semana, o Banco Central divulgou os números das contas públicas do mês de janeiro.

Leia mais

2 de maio de 2016/ nº 023

2 de maio de 2016/ nº 023 Bilhões de R$ 2 de maio de 2016/ nº 023 Ritmo de subida: Em abril foi realizada a segunda estimativa do Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) do Estado para o ano de 2016. Os dados recentes vieram

Leia mais

25 de abril de 2015/ nº 012

25 de abril de 2015/ nº 012 Participação adm. e dems. total 25 de abril de 2015/ nº 012 Cenário industrial: Em março deste ano, a produção da indústria de transformação em Mato Grosso apresentou crescimento de 6,1% em relação ao

Leia mais

19 de dezembro de 2014/ nº 25

19 de dezembro de 2014/ nº 25 19 de dezembro de / nº 25 Retrospectiva: O ano de foi positivo para a pecuária de leite, apesar de alguns entraves encontrados em determinados meses, o crescimento se manteve. O volume de foi estimado

Leia mais

25 de julho de 2014/ nº 003

25 de julho de 2014/ nº 003 De olho no Risco País: Com o cenário de incertezas políticas e econômicas brasileiras, é verificado um efeito sobre o índice que calcula o Risco País (EMBI+ Risco Brasil), realizado pela JP Morgan. Em

Leia mais

6 de março de 2015/ nº 28

6 de março de 2015/ nº 28 R$/l 6 de março de 2015/ nº 28 Movimentações negativas: No início de 2015 a cadeia produtiva do leite tem atravessado um cenário baixista. O aumento no volume da captação nos últimos quatro meses e a diminuição

Leia mais

11 de setembro de 2015/ nº 33

11 de setembro de 2015/ nº 33 Toneladas 11 de setembro de 2015/ nº 33 Retomando o fôlego: Em baixa há seis meses, o preço do leite recebido pelo produtor mato-grossense atingiu em julho o maior patamar deste ano, chegando a R$ 0,84/litro,

Leia mais

06 de novembro de 2015/ nº 35

06 de novembro de 2015/ nº 35 set/14 out/14 nov/14 dez/14 jan/15 fev/15 mar/15 abr/15 mai/15 jun/15 jul/15 ago/15 set/15 R$/litro 06 de novembro de 2015/ nº 35 Secando o leite: Ao contrário do que era esperado, por estar no período

Leia mais

Projeções do Agronegócio em Mato Grosso para 2025

Projeções do Agronegócio em Mato Grosso para 2025 1 Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária Projeções do Agronegócio em Mato Grosso para 2025 12/2015 English Version 2 Rui Prado Presidente Otávio Celidonio Superintendente Equipe Daniel Latorraca

Leia mais

1 de abril de 2016/ nº 022

1 de abril de 2016/ nº 022 R$/US$ 1 de abril de 2016/ nº 022 Salvo pelo agronegócio: O agravamento da crise econômica no Brasil tem afetado diretamente a geração de empregos no país, visto que os números da indústria, comércio e

Leia mais

REFLEXOS DO CENÁRIO ECONÔMICO MUNDIAL SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO

REFLEXOS DO CENÁRIO ECONÔMICO MUNDIAL SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO REFLEXOS DO CENÁRIO ECONÔMICO MUNDIAL SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO JOÃO CRUZ REIS FILHO SECRETÁRIO DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Brasília/DF JULHO DE 2015 22 CENÁRIO POPULACIONAL

Leia mais

Incidência da tributação sobre o agronegócio de Mato Grosso

Incidência da tributação sobre o agronegócio de Mato Grosso Incidência da tributação sobre o agronegócio de Mato Grosso Ins$tuto Mato-grossense de economia agropecuária Mantenedoras: Mercados Pesquisados Bovinos Soja ü O ins3tuto atua há 17 anos e conta com um

Leia mais

17 de abril de 2015/ nº 278

17 de abril de 2015/ nº 278 Volume exportado (mil t) 17 de abril de 2015/ nº 278 Produção cara: Produzir algodão em Mato Grosso nunca foi tão caro. De acordo com o último relatório de custo de produção para a safra 2015/16, um hectare

Leia mais

13 de fevereiro de 2015/ nº 340

13 de fevereiro de 2015/ nº 340 Mil TEC 13 de fevereiro de 2015/ nº 340 Baixa em janeiro: O ano de 2015 teve início com forte queda na exportação brasileira de carne bovina. Tendo como base o mesmo período do ano anterior, em jan/15

Leia mais

Balanço Anual 2016 e Perspectivas Coletiva de Imprensa 06/02/2017

Balanço Anual 2016 e Perspectivas Coletiva de Imprensa 06/02/2017 Balanço Anual 2016 e Perspectivas 2017 Coletiva de Imprensa 06/02/2017 O PANO DE FUNDO INTERNACIONAL: PIB TRIMESTRAL Comparativo Internacional (Variação % em volume em relação aos 4 trimestres imediatamente

Leia mais

BOVINOCULTURA DE CORTE

BOVINOCULTURA DE CORTE Milhares BOVINOCULTURA DE CORTE» MERCADO INTERNO Os preços médios da arroba do boi e da vaca na segunda semana de julho continuaram a crescer, finalizando o período em R$ 96,9 e R$91,11 (à vista e livre

Leia mais

03 de junho de 2016/ nº 43

03 de junho de 2016/ nº 43 Em milhões R$ 03 de junho de 2016/ nº 43 Mercado reage: O volume captado de leite em Mato Grosso registrou mais uma queda no mês de abril, é a quarta consecutiva. A oferta restrita da matéria-prima vem

Leia mais

27 de fevereiro de 2015/ nº 271

27 de fevereiro de 2015/ nº 271 dez/13 jan/14 fev/14 mar/14 abr/14 mai/14 jun/14 jul/14 ago/14 set/14 out/14 nov/14 dez/14 27 de fevereiro de 2015/ nº 271 A semente está lançada: Ao término de fevereiro, 98,9% da área total estimada

Leia mais

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Abril 2016

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Abril 2016 Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Abril 2016 As exportações do Estado do Paraná, em abril de 2016, foram de US$ 1,499 bilhão. As principais contribuições foram de produtos alimentares (complexo

Leia mais

24 de outubro de 2014/ nº 326

24 de outubro de 2014/ nº 326 set/13 out/13 nov/13 dez/13 jan/14 fev/14 mar/14 abr/14 mai/14 jun/14 jul/14 ago/14 set/14 Mil cabeças Mil toneladas 24 de outubro de 2014/ nº 326 Quebra de recordes: Esta semana foi marcada pelo maior

Leia mais

16 de janeiro de 2015/ nº 336

16 de janeiro de 2015/ nº 336 jan-10 mai-10 set-10 jan-11 mai-11 set-11 jan-12 mai-12 set-12 jan-13 mai-13 set-13 jan-14 mai-14 set-14 jan-15* (R$/@) 16 de janeiro de 2015/ nº 336 Alta nas exportações: Mato Grosso teve em dez/14 um

Leia mais

14 de novembro de 2014/ nº 328

14 de novembro de 2014/ nº 328 out/13 nov/13 dez/13 jan/14 fev/14 mar/14 abr/14 mai/14 jun/14 jul/14 ago/14 set/14 out/14 Mil cabeças R$/@ 14 de novembro de 2014/ nº 328 Pecuária intensiva: A entrega de machos elevou o abate de outubro,

Leia mais

Total das exportações do Rio Grande do Sul. Exportações no período acumulado de janeiro a fevereiro de 2016.

Total das exportações do Rio Grande do Sul. Exportações no período acumulado de janeiro a fevereiro de 2016. Este relatório tem por objetivo apresentar os principais números referentes ao comércio exterior do agronegócio do Rio Grande do Sul no mês de fevereiro de 2016. Total das exportações do Rio Grande do

Leia mais

8 de agosto de 2014/ nº 315

8 de agosto de 2014/ nº 315 mai/13 jun/13 jul/13 ago/13 mai/14 jun/14 jul/14 Milhões de toneladas 8 de agosto de 2014/ nº 315 Vendas atualizadas: Na última semana os dados de comercialização da soja em Mato Grosso tiveram seus números

Leia mais

Importações no período acumulado de janeiro até dezembro de 2015.

Importações no período acumulado de janeiro até dezembro de 2015. Este relatório tem por objetivo apresentar os principais números referentes ao comércio internacional do agronegócio do Rio Grande do Sul no mês de dezembro de 2015. Total das exportações do Rio Grande

Leia mais

14 de novembro de 2014 / nº 329

14 de novembro de 2014 / nº 329 Menor da safra: A primeira quinzena de novembro trouxe bons ventos aos produtores de milho em Mato Grosso. As fortes elevações ocorridas no preço do cereal nas últimas semanas e a queda do preço do frete

Leia mais

Comércio Exterior de Mato Grosso do Sul / Desempenho Industrial Junho 2017

Comércio Exterior de Mato Grosso do Sul / Desempenho Industrial Junho 2017 >> Exportações de produtos industriais Grupos de Produtos Industriais Junho - US$ Janeiro a Junho - US$ 2016 2017 Var. % 2016 2017 Var. % Celulose e Papel 84.431.684 90.047.004 7% 522.390.072 501.962.469-4%

Leia mais

5 de dezembro de 2014/ nº 332

5 de dezembro de 2014/ nº 332 44,20 45,44 40,80 44,80 41,50 47,44 38,98 47,82 42,21 44,95 47,00 47,90 46,17 50,52 preço em R$/sc Dólar em RS/US$ 5 de dezembro de 2014/ nº 332 Futuros aquecidos: Enquanto a safra 13/14 da soja mato-grossense

Leia mais

Balança Comercial do Rio Grande do Sul Agosto Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS

Balança Comercial do Rio Grande do Sul Agosto Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS Balança Comercial do Rio Grande do Sul Agosto 2015 Unidade de Estudos Econômicos O COMÉRCIO EXTERIOR DO RS EM AGOSTO Exportações As exportações da indústria registraram o nível mais baixo para o mês desde

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO. PERFIL DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO Março/2016

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO. PERFIL DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO Março/2016 SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO PERFIL DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO Março/2016 2 ÍNDICE 03. Apresentação 04. População Rural 05. Habitantes no Campo

Leia mais

Comércio Exterior de Mato Grosso do Sul / Desempenho Industrial Dezembro 2016

Comércio Exterior de Mato Grosso do Sul / Desempenho Industrial Dezembro 2016 >> Exportações de produtos industriais Mato Grosso do Sul - Exportação de Produtos Industriais (Receita - US$) Grupos de Produtos Industriais Dezembro Janeiro a Dezembro 2015 2016 Var. % 2015 2016 Var.

Leia mais

22 de dezembro de 2016/ nº 50

22 de dezembro de 2016/ nº 50 Retrospectiva: Em 2016 o setor lácteo no Brasil se comportou de forma desconexa em relação ao mercado internacional. Enquanto nos principais países produtores de leite a oferta crescente fez os preços

Leia mais

Agronegócio e o Plano Nacional de Exportações

Agronegócio e o Plano Nacional de Exportações Agronegócio e o Plano Nacional de Exportações Alinne B. Oliveira Superintendente de Relações Internacionais Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil CNA 17 de novembro de 2015. O agronegócio e

Leia mais

CONJUNTURA ECONÔMICA

CONJUNTURA ECONÔMICA CONJUNTURA ECONÔMICA O principal índice de inflação da economia brasileira, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor- Amplo (IPCA) foi 0,14% em abril, taxa menor que março e inferior ao mesmo período

Leia mais

GRÃOS TABELA 2 PREÇOS MÉDIOS RECEBIDOS PELOS PRODUTORES

GRÃOS TABELA 2 PREÇOS MÉDIOS RECEBIDOS PELOS PRODUTORES INDICADORES ECONÔMICOS TABELA 1 PRINCIPAIS INDICADORES ECONÔMICOS 2015 IPCA acumulado 12 meses anteriores ao mês de abril 8,17% 6,27% IPCA mês de abril 0,71% 0,67% PIB (último trimestre) 0,1% 2,7% 13,25%

Leia mais

Comércio Exterior de Mato Grosso do Sul / Desempenho Industrial Julho 2016

Comércio Exterior de Mato Grosso do Sul / Desempenho Industrial Julho 2016 >> Exportações de produtos industriais Mato Grosso do Sul - Exportação de Produtos Industriais (Receita - US$) Grupos de Produtos Industriais Julho Janeiro a Julho 2015 2016 Var. % 2015 2016 Var. % Celulose

Leia mais

26 de setembro de 2014/ nº 322

26 de setembro de 2014/ nº 322 jan/13 fev/13 mar/13 abr/13 mai/13 jun/13 jul/13 ago/13 set/13 out/13 nov/13 dez/13 jan/14 fev/14 mar/14 abr/14 mai/14 jun/14 jul/14 ago/14 Reais por arroba (R$/@) 26 de setembro de 2014/ nº 322 Foco nas

Leia mais

BOVINOCULTURA DE LEITE

BOVINOCULTURA DE LEITE BOVINOCULTURA DE LEITE CONJUNTURA ECONÔMICA O principal índice de inflação da economia brasileira, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor- Amplo (IPCA) apresentou variação positiva de 0,33% em fevereiro

Leia mais

20 de fevereiro de 2015/ nº 341

20 de fevereiro de 2015/ nº 341 out-13 nov-13 dez-13 jan-14 fev-14 mar-14 abr-14 mai-14 jun-14 jul-14 ago-14 set-14 out-14 nov-14 dez-14 jan-15 Precipitação (mm) Escala de abate (dias) 20 de fevereiro de 2015/ nº 341 Ainda tem margem:

Leia mais

Balança Comercial do Rio Grande do Sul Janeiro Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS

Balança Comercial do Rio Grande do Sul Janeiro Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS Balança Comercial do Rio Grande do Sul Janeiro 2016 Unidade de Estudos Econômicos O COMÉRCIO EXTERIOR DO RS EM JANEIRO Exportações O principal destaque negativo ficou por conta do impacto contracionista

Leia mais

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Índice 1 - Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso 1.1 Agronegócio Soja 1.2 Agronegócio Milho 1.3 Agronegócio Algodão 1.4 Agronegócio Boi 2 Competitividade 2.1 Logística

Leia mais

A semente do cooperativismo no desenvolvimento competitivo do Estado do Paraná

A semente do cooperativismo no desenvolvimento competitivo do Estado do Paraná Fórum de Competitividade da Câmara Americana de Comércio - AMCHAM Curitiba 27/setembro/2017 Curitiba/PR A semente do cooperativismo no desenvolvimento competitivo do Estado do Paraná Eng. Agr. J O S É

Leia mais

13 de janeiro de 2017/ nº 436

13 de janeiro de 2017/ nº 436 jan-16 fev-16 mar-16 abr-16 mai-16 jun-16 jul-16 ago-16 set-16 out-16 nov-16 dez-16 13 de janeiro de 2017/ nº 436 Em queda: Nesta semana a Secretaria de Comércio Exterior (Secex) divulgou os dados das

Leia mais

IGP-M. Junho/ de junho de Secretaria de Política Econômica

IGP-M. Junho/ de junho de Secretaria de Política Econômica IGP-M Junho/2016 29 de junho de 2016 jun 99 dez 99 jun 00 dez 00 jun 01 dez 01 jun 02 dez 02 jun 03 dez 03 jun 04 dez 04 jun 05 dez 05 jun 06 dez 06 jun 07 dez 07 jun 08 dez 08 jun 09 dez 09 jun 10 dez

Leia mais

1º de agosto de 2014/ nº 314

1º de agosto de 2014/ nº 314 3-jan 17-jan 31-jan 14-fev 28-fev 14-mar 28-mar 11-abr 25-abr 9-mai 23-mai 6-jun 20-jun 4-jul 18-jul 1-ago 15-ago 29-ago 12-set 26-set 10-out 24-out 7-nov 21-nov 5-dez 19-dez Cents de US$/Bushel 1º de

Leia mais

Balança Comercial do Rio Grande do Sul Outubro Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS

Balança Comercial do Rio Grande do Sul Outubro Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS Balança Comercial do Rio Grande do Sul Outubro 2012 Unidade de Estudos Econômicos O COMÉRCIO EXTERIOR DO RS EM OUTUBRO Exportações A exportação de produtos básicos registrou queda de 87,3% ante outubro

Leia mais

Dezembro 2014 São Paulo, 19 de Janeiro de 2015 BALANÇA COMERCIAL BRASILEIRA TEM PRIMEIRO DÉFICIT ANUAL EM 14 ANOS

Dezembro 2014 São Paulo, 19 de Janeiro de 2015 BALANÇA COMERCIAL BRASILEIRA TEM PRIMEIRO DÉFICIT ANUAL EM 14 ANOS Dezembro 2014 São Paulo, 19 de Janeiro de 2015 BALANÇA COMERCIAL BRASILEIRA TEM PRIMEIRO DÉFICIT ANUAL EM 14 ANOS Apesar do superávit de US$ 293 milhões no último mês do ano, a balança comercial brasileira

Leia mais

A economia agrícola internacional e a questão da expansão agrícola brasileira ABAG. Alexandre Mendonça de Barros

A economia agrícola internacional e a questão da expansão agrícola brasileira ABAG. Alexandre Mendonça de Barros A economia agrícola internacional e a questão da expansão agrícola brasileira ABAG Alexandre Mendonça de Barros 05 de Agosto de 2013 1 Índice As transformações da economia agrícola internacional Vantagens

Leia mais

2 de dezembro de 2016 / nº 432

2 de dezembro de 2016 / nº 432 Painel de Decisão Semanais Unidade 2015 A nt. a A tual b (b/ a) 1 - Indicador Imea - M T R$/sc 18,12 26,14 25,34-3,06% 2 - CBOT (mar/ 17) US$/bu 3,69 3,59 3,49-2,64% 3 - CBOT (jul/ 17) US$/bu 3,86 3,76

Leia mais

7 de novembro de 2014/ nº 328

7 de novembro de 2014/ nº 328 Mil hectares 7 de novembro de 2014/ nº 328 Tomando fôlego: A safra 13/14 está chegando à sua reta final, os produtores que ainda possuíam o grão estocado em outubro conseguiram obter melhores margens de

Leia mais

Resultados de Junho de 2014

Resultados de Junho de 2014 Junho / 2014 Resultados de Junho de 2014 - Exportação: US$ 20,5 bi, em valor, e média diária de US$ 1,023 bilhão; sobre mai-14, aumento de 3,6%, pela média diária; sobre jun-13, redução de 3,5%, pela média

Leia mais

Balança Comercial do Rio Grande do Sul Setembro Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS

Balança Comercial do Rio Grande do Sul Setembro Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS Balança Comercial do Rio Grande do Sul Setembro 2012 Unidade de Estudos Econômicos O COMÉRCIO EXTERIOR DO RS EM SETEMBRO Exportações A queda de 28% na comparação mensal pode ser explicada por: 1) Dois

Leia mais

Luciano Coutinho Presidente

Luciano Coutinho Presidente Evolução Econômica: Renda e Consumo Alimentos e Energia 11º Congresso Brasileiro do Agronegócio Rio de Janeiro, 06 de agosto de 2012 Luciano Coutinho Presidente Breve panorama da economia mundial Incertezas

Leia mais

ABRIL 2016 RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA FRANCA SÃO PAULO BRASIL. Pág.

ABRIL 2016 RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA FRANCA SÃO PAULO BRASIL. Pág. RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA ABRIL 2016 FRANCA População e PIB do município de Franca Piso salarial do sapateiro Estimativa do número de funcionários na indústria de calçados de Franca Dados do

Leia mais

Exportações no período acumulado de janeiro até maio de Total das exportações do Rio Grande do Sul.

Exportações no período acumulado de janeiro até maio de Total das exportações do Rio Grande do Sul. Este relatório tem por objetivo apresentar os principais números referentes ao comércio internacional do agronegócio do Rio Grande do Sul no mês de maio de 2015. Total das exportações do Rio Grande do

Leia mais

Abril 2015 São Paulo, 19 de maio de 2015 BALANÇA COMERCIAL REGISTRA NOVO SUPERÁVIT EM ABRIL

Abril 2015 São Paulo, 19 de maio de 2015 BALANÇA COMERCIAL REGISTRA NOVO SUPERÁVIT EM ABRIL Abril 2015 São Paulo, 19 de maio de 2015 BALANÇA COMERCIAL REGISTRA NOVO SUPERÁVIT EM ABRIL A balança comercial brasileira registou superávit de pouco mais de US$ 500 milhões em abril, próximo ao resultado

Leia mais

Agronegócio em Mato Grosso. Abril 2013

Agronegócio em Mato Grosso. Abril 2013 Agronegócio em Mato Grosso Abril 2013 Brasil Visão Geral Brasil - Visão Geral Area 8,5 milhões km 2 (5º maior) População (2011) 195 milhões (6 º maior) PIB (2011) US$ 2,47 Trilhões (6 ª maior) Produção

Leia mais

17,00 17,00 17,20 17,80 3,5 3,0 2,5 2,0 1,5 1,0 0,5

17,00 17,00 17,20 17,80 3,5 3,0 2,5 2,0 1,5 1,0 0,5 Milhões de Toneladas Milho-Análise DE OLHO NOS ESTADOS UNIDOS: Na primeira semana de outubro, os principais contratos futuros do milho sofreram queda na Bolsa de Chicago. O contrato para dezembro/13 apresentou

Leia mais

4 de novembro de 2016 / nº 427

4 de novembro de 2016 / nº 427 Milhões de toneladas 4 de novembro de 2016 / nº 427 Painel de Decisão Semanais Unidade 2015 A nt. a A tual b (b/ a) 1 - Indicador Imea - M T R$/sc 18,21 27,33 27,51 0,63% 2 - CBOT (dez/ 16) US$/bu 3,77

Leia mais

Balança Comercial do Rio Grande do Sul Julho Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS

Balança Comercial do Rio Grande do Sul Julho Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS Balança Comercial do Rio Grande do Sul Julho 2015 Unidade de Estudos Econômicos O COMÉRCIO EXTERIOR DO RS EM JULHO Exportações As exportações da indústria atingiram o nível mais baixo desde 2006 para o

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA ÍNDICE FEVEREIRO 2015 FRANCA Página População...... 2 Piso salarial do sapateiro... 2 Número de funcionários na indústria de calçados...... 2 Admissões e demissões do

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA ÍNDICE OUTUBRO 2014 FRANCA Página População...... 2 Piso salarial do sapateiro... 2 Número de funcionários na indústria de calçados...... 2 Admissões e demissões do

Leia mais

Exportações de Carnes agronegócio Janeiro a Dezembro de 2015

Exportações de Carnes agronegócio Janeiro a Dezembro de 2015 Exportações de Carnes agronegócio Janeiro a Dezembro de 2015 1. Exportações de carnes de janeiro a dezembro de 2015 BRASIL As exportações brasileiras de carnes somaram US$ 14,7 bilhões no período de janeiro

Leia mais

AGROSAFRA SETEMBRO DE 2015

AGROSAFRA SETEMBRO DE 2015 AGROSAFRA SETEMBRO DE 2015 1. Indicadores da macroeconomia brasileira. 2. Agro-cotações no PR para soja, trigo e milho - anual e mensal. 3. Agro-cotações na CBOT (bolsa de Chicago) para soja, trigo e milho

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA ÍNDICE MARÇO 2015 FRANCA Página População...... 2 Piso salarial do sapateiro... 2 Número de funcionários na indústria de calçados...... 2 Admissões e demissões do setor

Leia mais

20 de fevereiro de 2015 / nº 341

20 de fevereiro de 2015 / nº 341 Margem no vermelho: Com os insumos comprados para a safra 2014/15, as atenções dos produtores atualmente se voltam para o campo. O ritmo da semeadura de milho, somado às previsões de chuvas para os próximos

Leia mais

Coordenação Geral Kennya Beatriz Siqueira Alziro Vasconcelos Carneiro

Coordenação Geral Kennya Beatriz Siqueira Alziro Vasconcelos Carneiro Coordenação Geral Kennya Beatriz Siqueira Alziro Vasconcelos Carneiro Equipe Técnica Kennya Beatriz Siqueira - Pesquisadora Embrapa Gado de Leite Alziro Vasconcelos Carneiro - Analista Embrapa Gado de

Leia mais

Balança Comercial do Rio Grande do Sul Janeiro Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS

Balança Comercial do Rio Grande do Sul Janeiro Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS Balança Comercial do Rio Grande do Sul Janeiro 2015 Unidade de Estudos Econômicos O COMÉRCIO EXTERIOR DO RS EM JANEIRO Exportações Além da forte queda da indústria (-18,5%), ressalta-se o fato de que somente

Leia mais

BOLETIM SEMANAL R$60,75 R$59,17 R$58,00

BOLETIM SEMANAL R$60,75 R$59,17 R$58,00 28/4 30/4 2/5 4/5 6/5 8/5 10/5 12/5 14/5 16/5 18/5 20/5 22/5 Contratos Negociados (x 1000) BOLETIM SEMANAL Soja Análise GASTOS ELEVADOS: Na última semana o Imea divulgou a estimativa para o custo de produção

Leia mais

Parceiros Comerciais do RS no período de. janeiro a abril de 2016.

Parceiros Comerciais do RS no período de. janeiro a abril de 2016. Este relatório tem por objetivo apresentar os principais números referentes ao comércio exterior do agronegócio do Rio Grande do Sul no mês de abril de 2016. Total das exportações do Rio Grande do Sul.

Leia mais

20 de junho de 2014/ nº 308

20 de junho de 2014/ nº 308 fev-13 mar-13 abr-13 mai-13 jun-13 jul-13 ago-13 set-13 out-13 nov-13 dez-13 jan-14 fev-14 mar-14 abr-14 mai-14 jun-14 20 de junho de 2014/ nº 308 Impacto da safra nova: O bom desenvolvimento da safra

Leia mais

IGP-M. Janeiro/ de janeiro de Secretaria de Política Econômica

IGP-M. Janeiro/ de janeiro de Secretaria de Política Econômica IGP-M Janeiro/2016 28 de janeiro de 2016 jan 99 jul 99 jan 00 jul 00 jan 01 jul 01 jan 02 jul 02 jan 03 jul 03 jan 04 jul 04 jan 05 jul 05 jan 06 jul 06 jan 07 jul 07 jan 08 jul 08 jan 09 jul 09 jan 10

Leia mais

90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0%

90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% Milho-Análise MINIMIZANDO OS GARGALOS: O atual problema que gira em torno do mercado do milho em 2013 está ligado ao excesso da superoferta da temporada 2012/13 que, aliada aos gargalos logísticos de escoamento

Leia mais

BALANÇA COMERCIAL GOIANA OUTUBRO 2015 Dados preliminares

BALANÇA COMERCIAL GOIANA OUTUBRO 2015 Dados preliminares BALANÇA COMERCIAL GOIANA OUTUBRO 2015 Dados preliminares 1 BALANÇA COMERCIAL GOIÁS OUTUBRO 2015 US$ FOB MÊS EXPORTAÇÕES IMPORTAÇÕES SALDO OUTUBRO/2015 516.095.546 262.729.719 253.365.827 2 EVOLUÇÃO DA

Leia mais

4 de março de 2016/ nº 393

4 de março de 2016/ nº 393 fev/14 abr/14 jun/14 ago/14 out/14 dez/14 fev/15 abr/15 jun/15 ago/15 out/15 dez/15 fev/16 Diferencial de base % 4 de março de 2016/ nº 393 Pressão: Na quarta-feira (02/03), o preço da arroba do boi gordo

Leia mais

BALANÇA COMERCIAL ACUMULA SUPERÁVIT DE US$ 4,0 BILHÕES NO PRIMEIRO BIMESTRE DO ANO

BALANÇA COMERCIAL ACUMULA SUPERÁVIT DE US$ 4,0 BILHÕES NO PRIMEIRO BIMESTRE DO ANO São Paulo, 20 de março de 2016 Fevereiro 2016 BALANÇA COMERCIAL ACUMULA SUPERÁVIT DE US$ 4,0 BILHÕES NO PRIMEIRO BIMESTRE DO ANO Em fevereiro, a corrente de comércio brasileira totalizou US$ 23,7 bilhões,

Leia mais

18 de julho de 2014/ nº 312

18 de julho de 2014/ nº 312 Milhões de toneladas esmagadas 18 de julho de 2014/ nº 312 Rentabilidade incerta: O custo de produção da soja transgênica para a temporada 2014/15 no mês de junho foi elevada para R$ 2.433,73/ha. Com o

Leia mais

Análise Bovinocultura

Análise Bovinocultura 04-nov-13 11-nov-13 18-nov-13 25-nov-13 02-dez-13 09-dez-13 16-dez-13 06-jan-14 13-jan-14 20-jan-14 27-jan-14 03-fev-14 10-fev-14 17-fev-14 24-fev-14 jan-13 fev-13 mar-13 abr-13 mai-13 jun-13 jul-13 ago-13

Leia mais

PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL

PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL Março/2014 2 ÍNDICE 03. Apresentação 04. População Mundial 05. População

Leia mais

22 de dezembro de 2016 / nº 435

22 de dezembro de 2016 / nº 435 Painel da Decisão Indicadores Unidade 2015 (b) 2016 (a) anual (a/ b) 1 - Indicador Imea - M T R$/sc 16,12 27,95 73,36% 2 - CBOT Físico US$/bu 3,78 3,60-4,83% 3 - CBOT Futuro (jul) US$/bu 4,01 3,78-5,77%

Leia mais

São Paulo, 23 de maio de 2013.

São Paulo, 23 de maio de 2013. São Paulo, 23 de maio de 2013. Abril 2013 Saldo brasileiro é o mais alto dos últimos 12 meses: o Brasil registrou superávit de US$ 1,9 bilhão em abril, o valor mais elevado desde maio de 2012. No acumulado

Leia mais

Clusters de etanol de milho em Mato Grosso

Clusters de etanol de milho em Mato Grosso Realização Parceria Técnica Clusters de etanol de milho em Mato Grosso Daniel Latorraca Ferreira daniel@imea.com.br Agenda Análise de mercado Escopo do trabalho Metodologia de composição dos clusters Resultados

Leia mais

3 de março de 2017/ nº 443

3 de março de 2017/ nº 443 Relação de Troca em sacas/hectare 3 de março de 2017/ nº 443 De olho no campo: A colheita da safra 16/17 atingiu na primeira semana de março 78,35% das áreas já colhidas em Mato Grosso. Com esse percentual

Leia mais

RELATÓRIO SOBRE AS EXPORTAÇÕES E IMPORTAÇÕES DO AGRONEGÓCIO GAÚCHO

RELATÓRIO SOBRE AS EXPORTAÇÕES E IMPORTAÇÕES DO AGRONEGÓCIO GAÚCHO Este relatório tem por objetivo apresentar os principais números referentes ao comércio internacional do agronegócio do Rio Grande do Sul no mês de fevereiro de 2015. COMPARAÇÃO DO MÊS DE FEVEREIRO DE

Leia mais

3 de outubro / nº 323

3 de outubro / nº 323 ago/13 set/13 out/13 nov/13 dez/13 jan/14 fev/14 mar/14 abr/14 mai/14 jun/14 jul/14 ago/14 set/14 Dólar por bushel 3 de outubro / nº 323 Uma queda que ajuda: Parecia que em 2014 os fretes seriam mais um

Leia mais

26 de fevereiro de 2016/ nº 391

26 de fevereiro de 2016/ nº 391 4-jan 6-jan 8-jan 10-jan 12-jan 14-jan 16-jan 18-jan 20-jan 22-jan 24-jan 26-jan 28-jan 30-jan 1-fev 3-fev 5-fev 7-fev 9-fev 11-fev 13-fev 15-fev 17-fev 19-fev 21-fev 23-fev 25-fev R$/@ 26 de fevereiro

Leia mais

Fonte: IMEA

Fonte: IMEA Milhares de toneladas Milho-Análise PREFERÊNCIA SOJA/MILHO: Todo inicio de safra o produtor mato- grossense tem três grandes opções de uso das suas áreas: algodão safra, soja e algodão 2 safra, e o mais

Leia mais

PIB do Agronegócio do Estado de São Paulo

PIB do Agronegócio do Estado de São Paulo PIB do Agronegócio do Estado de São Paulo PIB do Agronegócio do Estado de São Paulo Motivações Dimensionar o Produto Interno Bruto do Agronegócio do Estado de São Paulo, desde a renda gerada na produção

Leia mais

Análisis Prospectivo del Comercio Agroalimentario Internacional. Prof. Dra. Susan E. Martins Cesar de Oliveira (Universidade de Brasília - UnB)

Análisis Prospectivo del Comercio Agroalimentario Internacional. Prof. Dra. Susan E. Martins Cesar de Oliveira (Universidade de Brasília - UnB) Análisis Prospectivo del Comercio Agroalimentario Internacional Prof. Dra. Susan E. Martins Cesar de Oliveira (Universidade de Brasília - UnB) ÍNDICE Tendências do mercado global; Perspectivas para o comércio

Leia mais

PAINEL REGIONAL DA INDÚSTRIA MINEIRA REGIONAIS FIEMG. Vale do Rio Grande

PAINEL REGIONAL DA INDÚSTRIA MINEIRA REGIONAIS FIEMG. Vale do Rio Grande PAINEL REGIONAL DA INDÚSTRIA MINEIRA REGIONAIS FIEMG Vale do Rio Grande Julho/2016 Objetivo Prover informações econômicas básicas sobre a caracterização da indústria no Estado de Minas Gerais e nas Regionais

Leia mais

Desempenho da Indústria Catarinense

Desempenho da Indústria Catarinense FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA Desempenho da Indústria Catarinense Florianópolis, 20 de março de 2015 SANTA CATARINA e BRASIL Desempenho econômico em 2015 INDICADOR SANTA CATARINA

Leia mais

Carne de Frango Var. Produção (milhões ton) Exportação (milhões ton) Disponibilidade 12,69 13,146 3,58% 4,03 4,3 5% 8,59 8,84 3,1%

Carne de Frango Var. Produção (milhões ton) Exportação (milhões ton) Disponibilidade 12,69 13,146 3,58% 4,03 4,3 5% 8,59 8,84 3,1% Carne de Frango Produção (milhões ton) Exportação (milhões ton) Disponibilidade (milhões ton) 2014 2015 Var. 12,69 13,146 3,58% 4,03 4,3 5% 8,59 8,84 3,1% Per capita (kg) 42,7 43,25 1,1% 2016 Produção

Leia mais

BOLETIM SEMANAL R$ 72,12 R$ 67,20

BOLETIM SEMANAL R$ 72,12 R$ 67,20 11/9 13/9 15/9 17/9 19/9 21/9 23/9 25/9 27/9 29/9 1/10 3/10 5/10 7/10 9/10 11/10 Contratos Negociados (x 1000) Cents de US$/bu 4-jul 11-jul 18-jul 25-jul 1-ago 8-ago 15-ago 22-ago 29-ago 5-set 12-set 19-set

Leia mais

EXPECTATIVA MÉDIA ANUAL DO MERCADO PARA A ECONOMIA BRASILEIRA: PIB, JUROS, CÂMBIO E INFLAÇÃO TAXA DE JUROS SELIC

EXPECTATIVA MÉDIA ANUAL DO MERCADO PARA A ECONOMIA BRASILEIRA: PIB, JUROS, CÂMBIO E INFLAÇÃO TAXA DE JUROS SELIC Indicadores EXPECTATIVA MÉDIA ANUAL DO MERCADO PARA A ECONOMIA BRASILEIRA: PIB, JUROS, CÂMBIO E INFLAÇÃO - 2011-2014 ANO TAXA DE CRESCIMENTO DO PIB TAXA DE JUROS SELIC TAXA DE CÂMBIO R$/US$ TAXA DE INFLAÇÃO

Leia mais

Análise Bovinocultura

Análise Bovinocultura abr-13 mai-13 jun-13 jul-13 ago-13 set-13 out-13 nov-13 dez-13 jan-14 fev-14 mar-14 abr-14 279,77 255,27 244,92 250,10 229,43 173,63 166,32 194,00 194,20 257,75 234,15 184,49 234,50 ABATE (MIL CABEÇAS)

Leia mais

EXPECTATIVA MÉDIA ANUAL DO MERCADO PARA A ECONOMIA BRASILEIRA: PIB, JUROS, CÂMBIO E INFLAÇÃO TAXA DE JUROS SELIC

EXPECTATIVA MÉDIA ANUAL DO MERCADO PARA A ECONOMIA BRASILEIRA: PIB, JUROS, CÂMBIO E INFLAÇÃO TAXA DE JUROS SELIC Indicadores EXPECTATIVA MÉDIA ANUAL DO MERCADO PARA A ECONOMIA BRASILEIRA: PIB, JUROS, CÂMBIO E INFLAÇÃO - 2010-2014 ANO TAXA DE CRESCIMENTO DO PIB TAXA DE JUROS SELIC TAXA DE CÂMBIO R$/US$ TAXA DE INFLAÇÃO

Leia mais

Balança Comercial do Rio Grande do Sul Dezembro Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS

Balança Comercial do Rio Grande do Sul Dezembro Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS Balança Comercial do Rio Grande do Sul Dezembro 2013 Unidade de Estudos Econômicos O COMÉRCIO EXTERIOR DO RS EM 2013 Exportações A contabilização como exportação de três plataformas de petróleo e gás somou

Leia mais

Balanço 2016 Perspectivas 2017

Balanço 2016 Perspectivas 2017 2203 Valor Bruto da Produção (VBP) 23 24 Balanço 2016 Perspectivas 2017 Perspectivas 2017 AGRICULTURA PUXA CRESCIMENTO DO VBP EM 2017 O cenário econômico internacional será o responsável pelo comportamento

Leia mais